PACS. III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica. Santa Casa de Porto Alegre, RS. 24 de Novembro de 2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PACS. III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica. Santa Casa de Porto Alegre, RS. 24 de Novembro de 2012"

Transcrição

1 PACS III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica Santa Casa de Porto Alegre, RS 24 de Novembro de 2012 III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

2 PACS - Agenda Histórico Workflow Modalidades Benefícios Componentes Papeis e Responsabilidades Tendências e Futuro III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

3 PACS - Histórico ACR/NEMA III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

4 PACS Histórico DICOM DICOM, abreviação de Digital Imaging and Communications in Medicine (Comunicação de Imagens Digitais em Medicina), é conjunto de normas para tratamento, armazenamento e transmissão de informação médica num formato eletrônico, estruturado em um protocolo. Padronização na formatação de imagens médicas para a comunicação entre diversos equipamentos. III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

5 PACS Histórico DICOM Foi desenvolvido pelo ACR (American College of Radiology em associação com a NEMA (National Electronics Manufacturer s Association). Todos os anos são feitas alterações e inserções de novos volumes no Padrão e publicados pela NEMA. (Site da NEMA) III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

6 PACS Workflow analógico (sem PACS) Registro de paciente Seleção dos exames entregues pelo paciente Registro dos dados do paciente no console do aparelho Execução do exame Revelação do filme Interpretação / laudo Envio do filme e laudo para revisão Laudo revisado e liberado Envelopamento do exame Arquivamento III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

7 PACS Workflow digital Registro de paciente Execução do exame Interpretação / laudo e aprovação Liberação do exame / distribuição e armazenamento digital III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

8 PACS - Workflow Vídeo: fluxo antes e depois do PACS III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

9 III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

10 PACS Workflow Fluxo Digital III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

11 PACS - Modalidades Principais CT, MR, PET/CT, US, CR(DR), MG, DO, XA,.. III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

12 PACS Modalidades Raio X Raios X Neste exame, o paciente éexpostos a radiação e a atenuação desta radiação na parte anatômica forma a imagem em uma película (Raios X Convencional) ou no computador (Raios X Digital).

13 PACS Modalidades CR (Radiografia Computadorizada) É utilizado o equipamento antigo Utilizam-se chassis especiais (sem filme) É necessário um scanner especial para leitura dos chassis Mais barato para a instituição

14 PACS Modalidades DR (Radiografia Digital) Énecessário um equipamento novo Não utiliza chassi, as imagens são capturadas e enviadas diretamente ao computador É um equipamento mais caro

15 Outras modalidades com Raios X -Hemodinâmica Hemodinâmica ou Cardiologia Intervencionista é um conjunto de procedimentos médicos invasivos para diagnóstico e tratamento de cardiopatias.

16 -Mamografia A mamografiaéum exame de diagnóstico por imagem, que tem como finalidade estudar o tecido mamário. Esse tipo de exame pode detectar um nódulo, mesmo que este ainda não seja palpável.

17 - Tomografia Computadorizada Consiste em uma imagem que representa uma secção ou "fatia" do corpo. É obtida através do processamento por computador de informação recolhida após expor o corpo aos Raios X.

18 Ressonância Magnética A ressonância magnética é um exame que retrata imagens de alta definição dos órgãos através da utilização de campo magnético e rádio freqüência. A RM não utiliza radiação, o equipamento é um magneto potente(imã).

19 Medicina Nuclear Exames que analisam a fisiologia de órgãos, principalmente do coração. Usado para rastreamento de patologias e pós tratamento radioterápico. O equipamento capta radiação omitida por um material radioativo injetado no paciente.

20 PET -CT Um exame PET demonstra a função biológica do corpo antes que mudanças anatômicas ocorram, enquanto que o exame CT fornece informações sobre a anatomia do corpo como tamanho, formato e localização. O equipamento sobrepõe as imagens metabólicas (PET) às imagens anatômicas (CT), produzindo assim um terceiro tipo de imagem.

21 Ultra Som A ultrassonografia (ou ecografia) é um método diagnóstico que aproveita o eco produzido pelo som para ver em tempo real as reflexões produzidas pelas estruturas e órgãos do organismo.

22 Endoscopia Especialidade médica que se ocupa de obter imagens médicas diagnósticas utilizando-se de um endoscópio. O endoscópio é um aparelho que consta basicamente de uma fonte de luz e alguma forma de visualização da imagem.

23 PACS Benefícios Agiliza o fluxo de trabalho o que permite atender mais pacientes: Acessibilidade: acesso as imagens de qualquer lugar da instituição Re-exame: se o paciente perder o resultado Minimiza o uso de papel: lista de trabalho digital Fideliza médicos solicitantes e pacientes: Histórico: laudo 30%+ preciso quanto tem exames anteriores Precisão: fazer medições, anotações e reconstruções de imagem Documentação: possibilidade de ser colorida e em papel Redução de Custos: Filmes Radiográficos: tendência de diminuir cada vez mais o uso III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

24 PACS - Componentes Visualizador Servidor de Arquivos Laudo Gestão Entrega online e CD III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

25 Visualização, interpretação e manipulação de imagens médicas DICOM de qualquer modalidade.

26 Visualização, interpretação e manipulação de imagens médicas DICOM de qualquer modalidade.

27 Visualização, interpretação e manipulação de imagens médicas DICOM de qualquer modalidade.

28 Visualização, interpretação e manipulação de imagens médicas DICOM de qualquer modalidade.

29 Visualização, interpretação e manipulação de imagens médicas DICOM de qualquer modalidade.

30 Servidor DICOM dedicado para o armazenamento das imagens médicas Compatibilidade com todas as modalidades DICOM; Armazenamento dos dados em três formatos: DICOM Raw, DICOM JPEG Losslesse DICOM JPEG Lossy, configuráveis por modalidade; Registro completo das ações executadas (log); Fácil escalabilidade; Servidor multiplataforma(linux e Windows ); Montagem em cluster para garantir redundância dos dados armazenados.

31 Monitoramento e gestão do PACS

32 Monitoramento e gestão do PACS

33 Monitoramento e gestão do PACS

34 Monitoramento e gestão do PACS

35 Entrega de exames pela internet para médicos solicitantes e pacientes

36 PACS - Papeis e Responsabilidades Importância de estruturar a TI - organograma funcional Importância Engenharia Clínica Importância do Gerente de PACS Importância do alinhamento da engenharia/ti com os radiologistas III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

37 PACS Papeis e Responsabilidades Benefícios Executivos / Administrativo: redução de custos, melhoria nos processos, estatísticas, relatórios, faturamento, etc.. Radiologistas: velocidade do download, ferramentas de diagnóstico, ferramentas de laudo, reconstrução... Técnicos: documentação (fotografia) e gravação. Pessoal de TI: suporte técnico, tecnologias, segurança, SLA.. Gerência de PACS: status, monitoramento, edição de imagens, configurações.. III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

38 PACS Tendências e Futuro Processamento avançado thin client Diagnóstico assistido por computador Aderência de outras modalidades: ES, TG, ECG, Oftalmo, Areas clínicas: cardiologia, oncologia, etc.. Volumetria Cloud III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

39 PACS Tendências e Futuro Processamento Avançado Servidor de reconstrução 3D/MPR de alto desempenho.

40 PACS Tendências -CADs III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

41 CAD Pulmonar para exames de tomografia.

42 PACS Tendências novas modalidades: Termografia III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica

43

44

45

Hospitalares(HIS) com o. e Arquivamento de Imagens Médicas(PACS) Serviço de Informática - SINFO

Hospitalares(HIS) com o. e Arquivamento de Imagens Médicas(PACS) Serviço de Informática - SINFO Integração do Sistema de Informações Hospitalares(HIS) com o Sistema de Transmissão, Distribuição e Arquivamento de Imagens Médicas(PACS) Serviço de Informática - SINFO Instituto tuto do Coração de São

Leia mais

MEDWARE Sistemas Médicos Ltda

MEDWARE Sistemas Médicos Ltda A Empresa MEDWARE Sistemas Médicos Ltda A Medware Sistemas Médicos é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltada para a criação de soluções de informática para a área médica. Criada em meados da

Leia mais

INTEGRAÇÃO DOS HOSPITAIS, AMBULATÓRIOS E CENTROS PÚBLICOS DE SAÚDE DO ESTADO COM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE IMAGENS MÉDICAS

INTEGRAÇÃO DOS HOSPITAIS, AMBULATÓRIOS E CENTROS PÚBLICOS DE SAÚDE DO ESTADO COM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE IMAGENS MÉDICAS INTEGRAÇÃO DOS HOSPITAIS, AMBULATÓRIOS E CENTROS PÚBLICOS DE SAÚDE DO ESTADO COM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE IMAGENS MÉDICAS Introdução O objetivo deste trabalho é apresentar um modelo de central de laudos

Leia mais

Faculdade de Tecnologia Saint Pastous Curso Superior de Tecnologia em Radiologia Médica

Faculdade de Tecnologia Saint Pastous Curso Superior de Tecnologia em Radiologia Médica Faculdade de Tecnologia Saint Pastous Curso Superior de Tecnologia em Radiologia Médica Parecer de Aprovação MEC n 3.607, de 3 de dezembro de 2003 -D.O.U 4/12/2003 Diretora da Faculdade: Profª Vera Lucia

Leia mais

Projeto FlexiGrid IWA. Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens

Projeto FlexiGrid IWA. Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens Projeto FlexiGrid IWA Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens Aristófanes C. Silva Danilo Launde Lúcio Dias Roteiro PACS Definição Infra-Estrutura Camadas Problemas Soluções DICOM IWA Histórico

Leia mais

2 Imagens Médicas e Anatomia do Fígado

2 Imagens Médicas e Anatomia do Fígado 2 Imagens Médicas e Anatomia do Fígado Neste capítulo são apresentados os tipos de dados utilizados neste trabalho e a anatomia do fígado, de onde foram retiradas todas as heurísticas adotadas para segmentação

Leia mais

Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas

Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas Vágner Nepumuceno Guimarães Orient.: Paulo Eduardo Ambrósio Introdução O avanço tecnológico vem influenciando cada vez mais na área médica.

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE VANTAGENS COMPETITIVAS DA DIGITALIZAÇÃO DE EXAMES RADIOLÓGICOS EM CLÍNICAS E HOSPITAIS Por: Hernani da Silva Pontes Orientador

Leia mais

TNR.ADRIANO LIMA E SILVA

TNR.ADRIANO LIMA E SILVA TNR.ADRIANO LIMA E SILVA HISTÓRICO CRIAÇÃO DA PROFISSÃO Lei n.º 7.394/85 REGULAMENTAÇÃO Decreto n.º 92.790/86 HISTÓRICO ATÉ 1990 PRATICAMENTE INEXISTIAM ESCOLAS NO PAÍS 1 Escola Técnica no RS 1991 inicio

Leia mais

RADIOLOGIA DIGITAL. Conceitos Básicos. Eizo Soluções Médicas

RADIOLOGIA DIGITAL. Conceitos Básicos. Eizo Soluções Médicas Eizo Soluções Médicas Conceitos Básicos RADIOLOGIA DIGITAL Entenda os conceitos, termos e a história da radiologia ; os benefícios, desafios e o futuro da radiologia digital INTRODUÇÃO Para profissionais

Leia mais

Relatório da prática/proposta

Relatório da prática/proposta Relatório da prática/proposta 1.Nome da pratica/ proposta inovadora: Projeto de Digitalização de Imagens Radiológicas na Rede Pública de Saúde de Naviraí 2.Caracterização da situação anterior: O município

Leia mais

PENSE ALÉM UM FLUXO DE TRABALHO ÚNICO E GLOBAL DENTRO DO SEU ALCANCE. Vue RIS. Radiology

PENSE ALÉM UM FLUXO DE TRABALHO ÚNICO E GLOBAL DENTRO DO SEU ALCANCE. Vue RIS. Radiology Vue RIS Radiology UM FLUXO DE TRABALHO ÚNICO E GLOBAL DENTRO DO SEU ALCANCE Produtividade. Retorno do investimento. Capacidade de comunicar rapidamente informações do paciente. Tudo isso, mais a pressão

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DR. RADAMÉS NARDINI

HOSPITAL DE CLÍNICAS DR. RADAMÉS NARDINI HOSPITAL DE CLÍNICAS DR. RADAMÉS NARDINI PROJETO REVELAÇÃO DE IMAGEM DIAGNÓSTICA DIGITALIZADA ECIMARA DOS SANTOS SILVA Email: e.santos@hospitalnardini.org.br Telefone: (11) 4547-6906 Cel. (11) 98697-6908

Leia mais

Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são

Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são fundamentais no processo de um laboratório, levando até cada

Leia mais

ACESSIBILIDADE INOVADORA. UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Radiology

ACESSIBILIDADE INOVADORA. UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Radiology Vue PACS Radiology UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Já está aqui: acesso rápido e fácil a todas as ferramentas e aplicações clínicas dos quais os radiologistas

Leia mais

Resolução CFBM Nº 234 DE 05/12/2013

Resolução CFBM Nº 234 DE 05/12/2013 Resolução CFBM Nº 234 DE 05/12/2013 Publicado no DO em 19 dez 2013 Dispõe sobre as atribuições do biomédico habilitado na área de imagenologia, radiologia, biofísica, instrumentação médica que compõe o

Leia mais

Resolução CFM Nº 2107 DE 25/09/2014 Publicado no DO em 17 dez 2014

Resolução CFM Nº 2107 DE 25/09/2014 Publicado no DO em 17 dez 2014 Resolução CFM Nº 2107 DE 25/09/2014 Publicado no DO em 17 dez 2014 Define e normatiza a Telerradiologia e revoga a Resolução CFM nº 1890/09, publicada no D.O.U. de 19 janeiro de 2009, Seção 1, p. 94-5p

Leia mais

Portaria MEC/Inep nº 230 de 13 de julho de 2010

Portaria MEC/Inep nº 230 de 13 de julho de 2010 Portaria MEC/Inep nº 230 de 13 de julho de 2010 Diário Oficial da União nº 133, de 14 de julho de 2010 (quarta-feira) Seção 1 Pág. 839/840 Educação INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS

Leia mais

ESTUDO SOBRE SOFTWARE DE VISUALIZAÇÃO DE IMAGENS MÉDICAS DIGITAIS: INVESALIUS

ESTUDO SOBRE SOFTWARE DE VISUALIZAÇÃO DE IMAGENS MÉDICAS DIGITAIS: INVESALIUS ESTUDO SOBRE SOFTWARE DE VISUALIZAÇÃO DE IMAGENS MÉDICAS DIGITAIS: INVESALIUS ADRIANY DA S. CARVALHO * EDUILSON LÍVIO NEVES DA C. CARNEIRO ** Resumo. O presente trabalho se propõe, através de uma revisão

Leia mais

Equipamentos de Imagem e Equipes Médicas Integradas: O binômio para o pleno retorno do investimento em novas tecnologias

Equipamentos de Imagem e Equipes Médicas Integradas: O binômio para o pleno retorno do investimento em novas tecnologias Equipamentos de Imagem e Equipes Médicas Integradas: O binômio para o pleno retorno do investimento em novas tecnologias José Marcelo Amatuzzi de Oliveira Gestor do Setor de Imagem - Fleury Objetivos Investimento

Leia mais

A INTERNET 2 NA TELEMEDICINA

A INTERNET 2 NA TELEMEDICINA A INTERNET 2 NA TELEMEDICINA Marco Antonio Gutierrez, Sérgio Shiguemi Furuie, Júlio Figueiredo, Marcos Yamaguti, InCor Instituto do Coração-HC FMUSP, São Paulo, Brasil 1. Introdução A distribuição dos

Leia mais

FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO. Versão eletrônica atualizada em Março 2009

FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO. Versão eletrônica atualizada em Março 2009 FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO Versão eletrônica atualizada em Março 2009 Centro Cirúrgico FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO INÍCIO Equipe Médica Ligar para ramal 50227 diponibilizando informações para o

Leia mais

A Empresa. Missão. Serviços. Soluções. Planos Diretores. Soluções de tecnologia para o seu negócio

A Empresa. Missão. Serviços. Soluções. Planos Diretores. Soluções de tecnologia para o seu negócio Soluções de tecnologia para o seu negócio A Empresa Missão A FIVIT Technologies é uma empresa que atua na Gestão, Planejamento Estratégico e Fornecimento de Soluções de Tecnologia da Informação, focadas

Leia mais

Tainá Olivieri Física Médica - UFRJ Supervisora de Proteção Radiológica em Medicina Nuclear CNEN Especialista em Radiodiagnóstico - ABFM Mestre em

Tainá Olivieri Física Médica - UFRJ Supervisora de Proteção Radiológica em Medicina Nuclear CNEN Especialista em Radiodiagnóstico - ABFM Mestre em Tainá Olivieri Física Médica - UFRJ Supervisora de Proteção Radiológica em Medicina Nuclear CNEN Especialista em Radiodiagnóstico - ABFM Mestre em Radioproteção em Dosimetria IRD/CNEN Quem é o (sico médico?

Leia mais

Manual Específico Unimed-Rio - TISS

Manual Específico Unimed-Rio - TISS UNIME D-RIO Manual Específico Unimed-Rio - TISS Área de Relacionamento com Hospitais Rio 2 PADRONIZAÇÃO DOS NOVOS FORMULÁRIOS QUE SERÃO UTILIZADOS PELOS PRESTADORES PARA ENVIO PARA A UNIMED-RIO. Estes documentos

Leia mais

PROJETOS SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO

PROJETOS SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO PROJETOS SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO PROJETOS ESPECIAIS : MODALIDADES MÉDICAS CAPTURA DE IMAGENS. Criamos uma linha de produtos denominado PROCapVG para a utilização em serviços de captura de imagens

Leia mais

Introdução. aborda algumas das metodologias de conversão de imagens médicas no padrão DICOM para o padrão XML

Introdução. aborda algumas das metodologias de conversão de imagens médicas no padrão DICOM para o padrão XML DICOM - XML Introdução aborda algumas das metodologias de conversão de imagens médicas no padrão DICOM para o padrão XML Introdução Até a década de 70, maioria dos dispositivos armazenava imagens em formatos

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1890/2009

RESOLUÇÃO CFM Nº 1890/2009 RESOLUÇÃO CFM Nº 1890/2009 (Publicada no D.O.U. de 19 jan 2009, Seção I, pg. 94-5) Define e normatiza a Telerradiologia O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA, no uso das atribuições conferidas pela lei nº. 3.

Leia mais

PACS - Um Conceito Obsoleto?

PACS - Um Conceito Obsoleto? Cyclops LAPIX - INE - UFSC PACS - Um Conceito Obsoleto? Dr rer nat Aldo von Wangenheim Projeto Cyclops Laboratório rio de Telemedicina Hospital Universitário rio Ernani de São Thiago Universidade Federal

Leia mais

DICOM Grid Brasil www.dicomgrid.com.br

DICOM Grid Brasil www.dicomgrid.com.br DICOM Grid Brasil Imagens médicas na nuvem Compartilhamento, visualização e armazenamento na nuvem www.dicomgrid.com.br Situação atual do mercado de imagens e laudos médicos na América Latina Alto custo

Leia mais

Medicina Diagnóstica e Preventiva MDP

Medicina Diagnóstica e Preventiva MDP Medicina Diagnóstica e Preventiva MDP Serviços disponíveis nas unidades Ibirapuera, Jardins, Alphaville, Perdizes/Higienópolis e Morumbi. Confira alguns exames e as unidades onde podem ser feitos: Exames/

Leia mais

CMS Cyclops Medical Station. Manual de Instalação

CMS Cyclops Medical Station. Manual de Instalação CMS Cyclops Medical Station Manual de Instalação CMS Cyclops Medical Station Manual de Instalação http://www.telemedicina.ufsc.br/cms/ mailto: cms@telemedicina.ufsc.br INE (telefone) +55 048 3331 9498

Leia mais

A participação do radiologista no controle da qualidade da mamografia

A participação do radiologista no controle da qualidade da mamografia VII Encontro Nacional para o Controle do Câncer de Colo do Útero e de Mama QUALIDADE DA MAMOGRAFIA A participação do radiologista no controle da qualidade da mamografia Objetivo - Roteiro Descrever as

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.107/2014

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.107/2014 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.107/2014 (Publicado no D.O.U. de 17 dez 2014, Seção I, p. 157-158) Define e normatiza a Telerradiologia e revoga a Resolução CFM nº 1890/09, publicada no D.O.U. de 19 janeiro de 2009,

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO BRASILEIRA HIERARQUIZADA DE PROCEDIMENTOS MÉDICOS

CLASSIFICAÇÃO BRASILEIRA HIERARQUIZADA DE PROCEDIMENTOS MÉDICOS CLASSIFICAÇÃO BRASILEIRA HIERARQUIZADA DE PROCEDIMENTOS MÉDICOS Montagem: Dr. Jorge Utaliz Silveira - Diretor da AMRIGS Sra. Maria da Graça Gonzalez Schneider Gerente de Defesa Profissional AMRIGS Conceito:

Leia mais

Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes

Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes pagadoras e a exigência dos pacientes por serviços

Leia mais

A QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES TÉCNICOS EM RADIOLOGIA: história e questões atuais

A QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES TÉCNICOS EM RADIOLOGIA: história e questões atuais A QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES TÉCNICOS EM RADIOLOGIA: história e questões atuais Pesquisadores Alexandre Moreno André Feitosa Cristina Morel Isis Coutinho José Luís Ferreira Filho Sergio Oliveira APRESENTAÇÃO

Leia mais

VANTAGENS E LIMITAÇÕES DIAGNÓSTICO MAMOGRÁFICO MAMOGRAFIA ANALÓGICA MAMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (CR) MAMOGRAFIA DIGITAL(DR)

VANTAGENS E LIMITAÇÕES DIAGNÓSTICO MAMOGRÁFICO MAMOGRAFIA ANALÓGICA MAMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (CR) MAMOGRAFIA DIGITAL(DR) XXX CONGRESSO PARAIBANO DE GINECOLOGIA VANTAGENS E LIMITAÇÕES DIAGNÓSTICO MAMOGRÁFICO MAMOGRAFIA ANALÓGICA MAMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (CR) MAMOGRAFIA DIGITAL(DR) Norma Maranhão norma@truenet.com.br EVOLUÇÃO

Leia mais

Antonio Carlos Moreira. antonicmoreira@gmail.com

Antonio Carlos Moreira. antonicmoreira@gmail.com Antonio Carlos Moreira antonicmoreira@gmail.com 1 O Tecnólogo em Radiologia como integrante da equipe multiprofissional na Intervenção Cardiovascular. 2 Ministério do Trabalho e Emprego C.B.O.: 3241-20

Leia mais

SUPERVISÃO DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA Iº CURSO DE CAPACITAÇÃO EM MAMOGRAFIA LIFE IMAGEM

SUPERVISÃO DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA Iº CURSO DE CAPACITAÇÃO EM MAMOGRAFIA LIFE IMAGEM SUPERVISÃO DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA Iº CURSO DE CAPACITAÇÃO EM MAMOGRAFIA LIFE IMAGEM Direção: Dr. Carlos Alberto Martins de Souza Coordenação: Fis. Antonio Pires Filho Supervisão: Drª Leolinda Maria E.

Leia mais

Picture, Archiving and Communication System. Ramon A. Moreno

Picture, Archiving and Communication System. Ramon A. Moreno Picture, Archiving and Communication System Ramon A. Moreno Introdução O que é PACS? O que é RIS? O que é HIS? Como esses sistemas se integram? O que é HL7? O que é DICOM? O que é IHE? O que é PACS PACS

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA Imagenologia: Técnicas Radiológicas II Prof. Msc Ana Paula de Souza Paixão Biomedicina 5º P Método de diagnóstico

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento Médico em Radiologia e Diagnóstico por Imagem Subespecialidades para níveis 4 e 5

Curso de Aperfeiçoamento Médico em Radiologia e Diagnóstico por Imagem Subespecialidades para níveis 4 e 5 1. Coordenador: Dr. Douglas J. Racy 2. Para Médicos Radiologistas: 2.1 Pré-requisitos: Graduação no curso de medicina realizado no Brasil e Residência médica credenciada ou estágio de no mínimo 3 anos

Leia mais

Radiologia na Nuvem: O que é e como impactará sua organização?

Radiologia na Nuvem: O que é e como impactará sua organização? Radiologia na Nuvem: O que é e como impactará sua organização? www.dicomgrid.com.br Dr Roberto Caldeira Cury Doutor em Ciências pela FMUSP Sócio da Dicom Grid Brasil Março de 2014 Radiologia na Nuvem Definição

Leia mais

Tópicos Imagens Médicas Ultrassonografia Ultrassonografia Ultrassonografia Doppler Ecocardiografia Doppler espectral fluxo a cores

Tópicos Imagens Médicas Ultrassonografia Ultrassonografia Ultrassonografia Doppler Ecocardiografia Doppler espectral fluxo a cores Tópicos Imagens Médicas Prof. João Luiz Azevedo de Carvalho, Ph.D. Aula na disciplina Processamento de Imagens Universidade de Brasília 17 de novembro de 2011 http://pgea.unb.br/~joaoluiz/ joaoluiz@pgea.unb.br

Leia mais

VISMED. Diagnóstico de Nódulo Pulmonar. Aluno : Aristófanes Corrêa Silva. Professor : Paulo Cezar Carvalho

VISMED. Diagnóstico de Nódulo Pulmonar. Aluno : Aristófanes Corrêa Silva. Professor : Paulo Cezar Carvalho Aluno : Aristófanes Corrêa Silva Professor : Paulo Cezar Carvalho Setembro/2001 Tópicos 1ª Fase Projeto VISMED Estimativa de Volume Pulmonar 2ª Fase Aquisição da Imagem Tomografia computadorizada Dicom

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão (POP) SERVIÇO PRONTUÁRIO DO PACIENTE

Procedimento Operacional Padrão (POP) SERVIÇO PRONTUÁRIO DO PACIENTE ETAPAS DO PROCEDIMENTO: Página 01/06 Explicação Inicial Cada grupo de dois funcionários é responsável por arquivar uma sequência de numeração. Cada paciente cadastrado na abertura de prontuários recebe

Leia mais

Nota referente às unidades de dose registradas no prontuário eletrônico radiológico:

Nota referente às unidades de dose registradas no prontuário eletrônico radiológico: Nota referente às unidades de dose registradas no prontuário eletrônico radiológico: Frente aos potenciais riscos envolvidos na exposição à radiação ionizante e com a reocupação de manter um controle transparente

Leia mais

Sistema de Busca, Recuperação e Visualização de Imagens Médicas: Laudo Web

Sistema de Busca, Recuperação e Visualização de Imagens Médicas: Laudo Web Sistema de Busca, Recuperação e Visualização de Imagens Médicas: Laudo Web Edilson Carlos Caritá 1,2, André Luiz Mendes Matos 1, Paulo Mazzoncini de Azevedo Marques 1 1 Centro de Ciências das Imagens e

Leia mais

29/08/2011. Radiologia Digital. Princípios Físicos da Imagem Digital. Unidade de Aprendizagem Radiológica. Professor Paulo Christakis

29/08/2011. Radiologia Digital. Princípios Físicos da Imagem Digital. Unidade de Aprendizagem Radiológica. Professor Paulo Christakis Radiologia Digital Unidade de Aprendizagem Radiológica Princípios Físicos da Imagem Digital Professor Paulo Christakis 1 Em sistemas digitais de imagens médicas, as mudanças não se apresentam somente no

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR Coordenadores: Drs. Clerio Azevedo e Marcelo Hadlich 1. Objetivos do Programa Proporcionar, aos pós-graduandos, formação especializada

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE MEDICINA NUCLEAR Princípios e Aplicações

PROCEDIMENTOS DE MEDICINA NUCLEAR Princípios e Aplicações PROCEDIMENTOS DE MEDICINA NUCLEAR Princípios e Aplicações VIII Encontro de Técnicos de Radiologia da Alta Noroeste Marco Antônio de Carvalho Físico Médico e Supervisor de Radioproteção em Medicina Nuclear

Leia mais

Carestream PACS - Recurso 3D

Carestream PACS - Recurso 3D Carestream PACS Carestream PACS - Recurso 3D Agilize o fluxo de trabalho com a funcionalidade nativa 3D Uma eficiente nova dimensão no fluxo de trabalho, na produtividade e na confiança do diagnóstico

Leia mais

Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios

Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios A Empresa MEDWARE Sistemas Médicos Ltda A Medware Sistemas Médicos é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltada para a criação

Leia mais

Linha Vivid. Para cada cardiologista, uma solução. gehealthcare.com.br

Linha Vivid. Para cada cardiologista, uma solução. gehealthcare.com.br Linha Vivid. Para cada cardiologista, uma solução. gehealthcare.com.br Compactos Você tira o máximo proveito das ferramentas e funcionalidades que a linha Vivid da GE oferece? A GE Healthcare se preocupa

Leia mais

Tema: Uso do pet scan em pacientes portadores de câncer

Tema: Uso do pet scan em pacientes portadores de câncer Data: 27/11/2012 Nota Técnica 23/2012 Medicamento Material Procedimento X Cobertura Solicitante: Bruna Luísa Costa de Mendonça Assessora do Juiz da 2ª Vara Cível Numeração Única: 052512020931-3 Tema: Uso

Leia mais

Cirurgiã Dentista, Especialista em Radiologia, Especializanda em Ortodontia PLANO DE CURSO

Cirurgiã Dentista, Especialista em Radiologia, Especializanda em Ortodontia PLANO DE CURSO C U R S O O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: RADIOLOGIA Código: ODO-14 Pré-requisito: ANATOMIA

Leia mais

Agilizando o compartilhamento de imagens médicas com uso de tecnologia baseada na nuvem

Agilizando o compartilhamento de imagens médicas com uso de tecnologia baseada na nuvem DG DICOM GRID BRASIL www.dicomgrid.com.br Agilizando o compartilhamento de imagens médicas com uso de tecnologia baseada na nuvem A DICOM GRID BRASIL TEM UMA SOLUÇÃO EM UMA SÓ PLATAFORMA PARA SUAS NECESSIDADES

Leia mais

INPACS - Ambiente distribuído de alta disponibilidade para o armazenamento e recuperação de imagens médicas

INPACS - Ambiente distribuído de alta disponibilidade para o armazenamento e recuperação de imagens médicas INPACS - Ambiente distribuído de alta disponibilidade para o armazenamento e recuperação de imagens médicas Fábio de oliveira Padilha 1, Daniel da Silva Cotrim 1, Ana Maria Marques da Silva 2 1 INPAR Soluções

Leia mais

PLATAFORMA COMUM. UMA SOLUÇÃO DE SOFTWARE SIMPLES PARA MAIOR PRODUTIVIDADE. Software DIRECTVIEW V5 CR e DR

PLATAFORMA COMUM. UMA SOLUÇÃO DE SOFTWARE SIMPLES PARA MAIOR PRODUTIVIDADE. Software DIRECTVIEW V5 CR e DR Software DIRECTVIEW V5 CR e DR UMA SOLUÇÃO DE SOFTWARE SIMPLES PARA MAIOR PRODUTIVIDADE. Você pode confiar nos sistemas CR e DR da Carestream para captura de imagens de qualidade. Agora pode ter uma solução

Leia mais

Cursos de Aperfeiçoamento Médico - Subespecialidades para níveis 4 e 5 Radiologia e Diagnóstico por Imagem / Ultrassonografia / Medicina Nuclear

Cursos de Aperfeiçoamento Médico - Subespecialidades para níveis 4 e 5 Radiologia e Diagnóstico por Imagem / Ultrassonografia / Medicina Nuclear 1. Coordenador: Dr. Douglas J. Racy 2. Para Médicos Radiologistas: 2.1 Pré-requisitos: Graduação no curso de medicina realizado no Brasil e Residência médica credenciada ou estágio de no mínimo 3 anos

Leia mais

Profº. Emerson Siraqui

Profº. Emerson Siraqui RADIOLOGIA DIGITAL Profº. Emerson Siraqui Nome: Emerson Siraqui Formação Acadêmica: Graduação: Tecnólogo em Radiologia Médica-FASM Especialização: APRESENTAÇÃO Operacionalidade e Capacitação em aparelhos

Leia mais

II CONGRESSO DE FÍSICA MÉDICA DA UNICAMP. Para além da Radioterapia Atuação do Físico Médico na Proteção Radiológica. Clarice Cardoso Xavier

II CONGRESSO DE FÍSICA MÉDICA DA UNICAMP. Para além da Radioterapia Atuação do Físico Médico na Proteção Radiológica. Clarice Cardoso Xavier II CONGRESSO DE FÍSICA MÉDICA DA UNICAMP Para além da Radioterapia Atuação do Físico Médico na Proteção Radiológica Clarice Cardoso Xavier Trajetória Graduação Atividades extra-curriculares 5º ano - Estágio

Leia mais

w w w. m i c r o m e d. i n d. b r

w w w. m i c r o m e d. i n d. b r w w w. m i c r o m e d. i n d. b r ECG USB em 12 Derivações simultâneas; Trabalha em Tempo Real; Compatível com o sistema Android de Tablet ou Celular*; O sinal eletrocardiográfico é passado para o micro

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM HISTÓRICO DO PROGRAMA O programa de Residência Médica em Radiologia e Diagnóstico por Imagem da Rede D Or foi o primeiro da instituição

Leia mais

Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET-CT)

Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET-CT) Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Biociências Departamento de Biofísica Biofísica Biomédica III BIO10016 Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET-CT) Franciele Giongo e Luíza Fortes

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 4 5 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 7 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM RADIOLOGIA MÓDULO II

CURSO TÉCNICO EM RADIOLOGIA MÓDULO II CURSO TÉCNICO EM RADIOLOGIA MÓDULO II BASES CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS PARA AS AÇÕES DO TÉCNICO EM RADIOLOGIA NOS PROCEDIMENTOS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM (704 HORAS TEÓRICO-PRÁTICAS + 500 HORAS DE ESTÁGIO)

Leia mais

ESTRUTURA FUNCIONAL INCOR HCFMUSP

ESTRUTURA FUNCIONAL INCOR HCFMUSP ESTRUTURA FUNCIONAL INCOR HCFMUSP CONSELHO DIRETOR DIRETORIA EXECUTIVA Comissões (*) Assessoria Coordenação e supervisão do conhecimento Divisão de Cardiologia Clínica Coordenação Administrativa do ao

Leia mais

1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS

1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS 1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS Especialização Técnica de Nível Médio em Mamografia Eixo A Tecnológico Ambiente e Saúde, atende ao disposto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) Lei Federal

Leia mais

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS MÓDULO MÊS DATAS I OUTUBRO/NOVEMBRO/07 29, 30, 31/10, 01/11 II DEZEMBRO/07

Leia mais

DIGITAL. PODEROSO. PERSONALIZADO.

DIGITAL. PODEROSO. PERSONALIZADO. Sistema Vita CR, DRX-1 e software Image Suite Soluções veterinárias DIGITAL. PODEROSO. PERSONALIZADO. Soluções projetadas com as necessidades veterinárias no pensamento. AGORA CHEGOU O MOMENTO DE PASSAR

Leia mais

NOVO CONSENSO BRASILEIRO DE RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA POR MÉTODOS DE IMAGEM DR. HEVERTON AMORIM

NOVO CONSENSO BRASILEIRO DE RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA POR MÉTODOS DE IMAGEM DR. HEVERTON AMORIM NOVO CONSENSO BRASILEIRO DE RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA POR MÉTODOS DE IMAGEM DR. HEVERTON AMORIM Qual é a situação do câncer de mama? Pode ser prevenido? Como prevenir? Qual o papel da mamografia?

Leia mais

Estrutura do Curso...

Estrutura do Curso... Radiologia Digital Aula 2 Prof. Walmor Cardoso Godoi, M.Sc. http://www.walmorgodoi.com Estrutura do Curso... 1. Introdução à Radiologia Digital 2. A imagem digital e etapas de PDI 3. Equipamento - Detectores

Leia mais

Cintilografia Cerebral LARYSSA MARINNA RESIDENTE DE ENFERMAGEM EM NEONATOLOGIA

Cintilografia Cerebral LARYSSA MARINNA RESIDENTE DE ENFERMAGEM EM NEONATOLOGIA Cintilografia Cerebral LARYSSA MARINNA RESIDENTE DE ENFERMAGEM EM NEONATOLOGIA A cintilografia tomográfica da perfusão cerebral (SPECT) detecta alterações da perfusão sanguínea cerebral inclusive na ausência

Leia mais

Radiografia Industrial MANFRED RONALD RICHTER

Radiografia Industrial MANFRED RONALD RICHTER MANFRED RONALD RICHTER 1. Princípios Radiografia Industrial OBJETIVO Verificação da existência de descontinuidades internas em materiais opacos pelo uso das radiações X ou (gama), que incidem em um dado

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais

WeBX SeRviDOR DiCOM PARA ARMAzeNAMeNtO teleradiologia e DiStRiBUiÇÃO De imagem UM Para TODOS

WeBX SeRviDOR DiCOM PARA ARMAzeNAMeNtO teleradiologia e DiStRiBUiÇÃO De imagem UM Para TODOS WEBX SERVIDOR DICOM PARA ARMAZENAMENTO TELERADIOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO DE IMAGEM UM Para TODOS O SERVIDOR iq-webx É UM SERVIDOR DE ARQUIVAMENTO DE IMAGENS... compatível com DICOM 3.0 e sistema de comunicação

Leia mais

Setor de Relacionamento com os Mercados

Setor de Relacionamento com os Mercados HOSPITAL DE CARIDADE DE IJUÍ Setor de Relacionamento com os Mercados Márcio da Costa Mello Coordenador de Negócios Histórico do HCI Fundação do HCI - 19 de Junho de 1935 09 de Julho de 1940 - Inauguração

Leia mais

Proposta de um Padrão de Metadados Para Imagens Médicas

Proposta de um Padrão de Metadados Para Imagens Médicas Proposta de um Padrão de Metadados Para Imagens Médicas Fabio Massao Hasegawa 1,2, João Paulo Aires 1,3 1 UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Ponta Grossa Av. Monteiro Lobato, Km

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SANTO ANDRÉ

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SANTO ANDRÉ ANEXO I EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N 008/2014 PARA CREDENCIAMENTO DE HOSPITAIS E CLÍNICAS HABILITADOS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ALTA COMPLEXIDADE, ASSIM COMPREENDIDOS OS CENTROS DE INFUSÃO DE IMUNOBIOLÓGICOS;

Leia mais

Princípio da formação de imagem e sua aplicação na cardiologia intervencionista. Patrícia Lopes Barbosa patricialb7@gmail.com

Princípio da formação de imagem e sua aplicação na cardiologia intervencionista. Patrícia Lopes Barbosa patricialb7@gmail.com Princípio da formação de imagem e sua aplicação na cardiologia intervencionista Patrícia Lopes Barbosa patricialb7@gmail.com Produção dos raios X Na Cardiologia Intervencionista não existem fontes naturais

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM

BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM Introdução ÍNDICE Boas práticas no dia a dia das clínicas de imagem A Importância de se estar conectado às tendências As melhores práticas no mercado de

Leia mais

Departamento da Qualidade na Saúde (dqs@dgs.pt)

Departamento da Qualidade na Saúde (dqs@dgs.pt) NÚMERO: 005/2015 DATA: 25/03/2015 ASSUNTO: Telerradiologia PALAVRAS-CHAVE: Radiologia, Neurorradiologia; telemedicina; teleconsulta PARA: Instituições do Sistema de Saúde CONTACTOS: Departamento da Qualidade

Leia mais

Tutorial: Imagens Médicas PACS

Tutorial: Imagens Médicas PACS Universidade Federal de São Paulo Especialização em Enfermagem Informática em Saúde - 2007 07 a 09 de Outubro de 2007 Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS) Instituto de Ensino e Pesquisa

Leia mais

A EVOLUÇÃO DOS APARELHOS DE RAIOS-X

A EVOLUÇÃO DOS APARELHOS DE RAIOS-X A EVOLUÇÃO DOS APARELHOS DE RAIOS-X JEFERSON MIGUEL LEITE CASTILHO Discente do Curso de Tecnologia em Radiologia das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS CAMILA ALVES REZENDE LOPRETO Docente Esp.

Leia mais

Escola Superior de Saúde Os sistemas de informação e os meios complementares de diagnóstico

Escola Superior de Saúde Os sistemas de informação e os meios complementares de diagnóstico Escola Superior de Saúde Os sistemas de informação e os meios complementares de diagnóstico Divisão de Informática - António Cardoso Martins (informatica@hal.min-saude.pt) 1 O Hospital Amato Lusitano Castelo

Leia mais

Integração de exames de holter 24 horas com o Registro Eletrônico de Saúde do paciente.

Integração de exames de holter 24 horas com o Registro Eletrônico de Saúde do paciente. Integração de exames de holter 24 horas com o Registro Eletrônico de Saúde do paciente. Integrating 24 hour Holter examinations with patients electronic medical record Admar Longo Jr. 1, Ramon Alfredo

Leia mais

FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM RADIOLOGIA MAMÁRIA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014

FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM RADIOLOGIA MAMÁRIA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014 FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM RADIOLOGIA MAMÁRIA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014 EDITAL N.º 11/2013-IEP/HCB A Fundação Pio XII, Hospital do Câncer

Leia mais

Radiologia e Imagem Geral

Radiologia e Imagem Geral gehealthcare.com.br Soluções em Ultrassonografia GE Radiologia e Imagem Geral Equipamentos versáteis, para diversas aplicações e que atendem a diferentes etapas da vida. logiq C5 Premium Imagens excepcionais.

Leia mais

MEDICINA NUCLEAR Lidia Vasconcellos de Sá 2011

MEDICINA NUCLEAR Lidia Vasconcellos de Sá 2011 MEDICINA NUCLEAR Lidia Vasconcellos de Sá 2011 APLICAÇÕES NA ÁREA MÉDICA RADIODIAGNÓSTICO RADIOTERAPIA MEDICINA NUCLEAR USO DE FONTES DE RADIAÇÃO NA ÁREA MÉDICA RAIOS-X DIAGNÓSTICO: equipamentos emissores

Leia mais

Página 1 de 4. Código Especialidade Requisitos

Página 1 de 4. Código Especialidade Requisitos CONCURSO PÚBLICO 12/2014-EBSERH/HU-UFMA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS RETIFICADO Código Especialidade Requisitos 801 Médico

Leia mais

Reconstrução de Imagens em Radiologia Médica. M.Sc. Walmor Cardoso Godoi http://www.walmorgodoi.com

Reconstrução de Imagens em Radiologia Médica. M.Sc. Walmor Cardoso Godoi http://www.walmorgodoi.com Reconstrução de Imagens em Radiologia Médica M.Sc. Walmor Cardoso Godoi http://www.walmorgodoi.com Agenda 1. Reconstrução Tomográfica em TC e MN 1. Retroprojeção e Filtros 2. Visualização Científica na

Leia mais

Uma área em expansão. Radiologia

Uma área em expansão. Radiologia Uma área em expansão Conhecimento especializado e treinamento em novas tecnologias abrem caminho para equipes de Enfermagem nos serviços de diagnóstico por imagem e radiologia A atuação da Enfermagem em

Leia mais

Sistemas PACS Novos sistemas de arquivo e comunicação de imagens médicas uma abrangência cada vez maior

Sistemas PACS Novos sistemas de arquivo e comunicação de imagens médicas uma abrangência cada vez maior Sistemas PACS Novos sistemas de arquivo e comunicação de imagens médicas uma abrangência cada vez maior António Cardoso Martins (acmartins@hal.min-saude.pt) Resumo Desde o arranque há 7 anos atrás dos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 802 Médico Alergia e

Leia mais

DISPLAYS. Prospecto inteligente

DISPLAYS. Prospecto inteligente DISPLAYS Monitores de diagnóstico médico Prospecto inteligente Monitor médico completo Soluções para a maioria dos usuários Soluções para diagnósticos médicos completas e prontas para usar, do mesmo fornecedor.

Leia mais

O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral

O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral São Paulo, 19 de setembro de 2005 Agenda Introdução Desafios MVPEP Formas de acessos Funcionalidades Formulários eletrônicos Índices clínicos

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Orientador Empresarial NR 07-PCMSO-Quadro II-Parâmetros para Monitorização PORTARIA SIT nº 223/2011-DOU:

Leia mais