DADOS ATUAIS MOVIMENTO DE PASSAGEIROS ESTIMADO CAPACIDADE ATUAL: ÁREA DO PÁTIO DE AERONAVES: ,00 m² ÁREA DO TPS:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DADOS ATUAIS MOVIMENTO DE PASSAGEIROS ESTIMADO CAPACIDADE ATUAL: ÁREA DO PÁTIO DE AERONAVES: 45.000,00 m² ÁREA DO TPS:"

Transcrição

1

2 ROTEIRO DADOS ATUAIS MOVIMENTO DE PASSAGEIROS ESTIMADO HISTÓRICO DO AEROPORTO JUSTIFICATIVA DO EMPREENDIMENTO AÇÕES PREVISTAS O PROJETO INVESTIMENTO PREVISTO PREVISÃO DE DESEMBOLSO PRAZOS ESTIMADOS

3 DADOS ATUAIS MOVIMENTO DE PASSAGEIROS ESTIMADO CAPACIDADE ATUAL: ÁREA DO SÍTIO AEROPORTUÁRIO: ,01 m² ÁREA DO PÁTIO DE AERONAVES: ,00 m² ÁREA DO TPS: ,62 m² DIMENSÕES DA PISTA: x45 m ESTACIONAMENTO DE VEÍCULOS: 772 VAGAS PONTES DE EMBARQUE: 06 UNIDADES NÚMERO DE BALCÕES DE CHECK-IN: 36 UNIDADES 4,2 a 6,4 MILHÕES DE PAX/ANO CAPACIDADE APÓS REFORMA : 9,0 a 13,5 MILHÕES DE PAX/ANO

4 HISTÓRICO DO AEROPORTO NO DIA 26 DE MARÇO DE 1976, EM CERIMÔNIA PRESIDIDA PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA ERNESTO GEISEL, ALÉM DE MINISTROS E OUTRAS AUTORIDADES CIVIS E ECLESIÁSTICAS, FOI INAUGURADO O AEROPORTO INTERNACIONAL EDUARDO GOMES. EM 31 DE MARÇO DE 1976, FOI HOMOLOGADO E ABERTO AO TRÁFEGO O AEROPORTO INTERNACIONAL EDUARDO GOMES E TOMOU POSSE COMO ADMINISTRADOR JOÃO BATISTA STORINO, DESIGNADO ATRAVÉS DO ATO ADMINISTRATIVO Nº 104 DE 13 DE MARÇO DE EM MARÇO DE 2011, O AEROPORTO INTERNACIONAL EDUARDO GOMES COMEMOROU 35 ANOS DE FUNCIONAMENTO.

5 JUSTIFICATIVA DO EMPREENDIMENTO CAPACITAÇÃO DAS INSTALAÇÕES OPERACIONAIS, ADMINISTRATIVAS E COMERCIAIS DO AEROPORTO PARA ATENDIMENTO AO EXPRESSIVO AUMENTO DA DEMANDA DOS ÚLTIMOS ANOS E PARA A DEMANDA ESTIMADA A MÉDIO E LONGO PRAZO; AUMENTO DA ÁREA DOS PROCESSADORES OPERACIONAIS, REFLETINDO NA MELHORIA DOS NÍVEIS DE SERVIÇO E PROPORCIONANDO A ATUALIZAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS; DEMANDA POR TERMINAIS DE PASSAGEIROS COM MAIOR NÍVEL DE CONFORTO E FLEXIBILIDADE, TENDO EM VISTA A EVOLUÇÃO DOS REQUISITOS DAS ÁREAS DE OPERAÇÕES, SEGURANÇA E ÁREA COMERCIAL DA INFRAERO; EMPREENDIMENTO PARTE DO PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO (PAC E PAC2); QUALIFICAÇÃO OPERACIONAL DO AEROPORTO PARA ATENDIMENTO À COPA DE 2014.

6 AÇÕES PREVISTAS REFORMA E AMPLIAÇÃO DO TERMINAL DE PASSAGEIROS E ESTACIONAMENTO; AUMENTO DO MEIO-FIO DE EMBARQUE E DESEMBARQUE; CRIAÇÃO DE DOIS NÍVEIS OPERACIONAIS, AUMENTANDO A ÁREA DE EMBARQUE, DESEMBARQUE E SAGUÃO; AUMENTO NO ESPAÇO FÍSICO DAS ÁREAS OPERACIONAIS, ADMINISTRATIVAS E COMERCIAIS PARA ATENDIMENTO DA DEMANDA ATUAL E A LONGO PRAZO;

7 AÇÕES PREVISTAS PROMOÇÃO DA ACESSIBILIDADE (NBR 9050); TRANSFERÊNCIA DAS ESPÉCIES EXISTENTES NO LAGO ARTIFICIAL PARA DOIS AQUATERRÁRIOS LOCALIZADOS NO PAVIMENTO DE DESEMBARQUE DO TPS; RESGATE CULTURAL ; APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS NA EDIFICAÇÃO;

8 AÇÕES PREVISTAS SUBSTITUIÇÃO E INCREMENTO DOS EQUIPAMENTOS ELETROMECÂNICOS: ESTEIRAS, ELEVADORES, ESCADAS ROLANTES, PONTES DE EMBARQUE E CHECK IN; MODERNIZAÇÃO DOS SISTEMAS ELETRÔNICOS.

9 AÇÃO: REFORMA E AMPLIAÇÃO DO TERMINAL DE PASSAGEIROS E ESTACIONAMENTO QUADRO DE ÁREA ESTIMADAS TERMINAL DE PASSAGEIROS Área atual do TPS ,62 m² Área de ampliação TPS ,93 m² Área Total do TPS ,55 m² ÁREA ESTACIONAMENTO Área atual Estacionamento ,77 m² Área de ampliação Estacionamento ,72 m² Área Total do Estacionamento ,49 m² AÇÕES PREVISTAS

10 AÇÃO: REFORMA E AMPLIAÇÃO DO TERMINAL DE PASSAGEIROS E ESTACIONAMENTO QUADRO DE ÁREA ESTIMADAS AÇÕES PREVISTAS DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS (TPS ATUAL) VAGAS VEÍCULOS 593 VAGAS P/ ÔNIBUS (MEIO-FIO) 27 VAGAS P/ MICROÔNIBUS 0 VAGAS P/ MOTOCICLETAS 0 VAGAS P/ FUNCIONÁRIOS 78 VAGAS P/ TAXI 74 TOTAL DE VAGAS 772 DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS (TPS PROPOSTO) VAGAS VEÍCULOS VAGAS PARA ÔNIBUS 16 VAGAS PARA MICROÔNIBUS 20 VAGAS PARA MOTOCICLETAS 44 VAGAS PARA FUNCIONÁRIOS 135 VAGAS PARA TAXI 76 TOTAL DE VAGAS 2.670

11 AÇÃO: AUMENTO DO MEIO-FIO DE EMBARQUE E DESEMBARQUE QUADRO DE ÁREA ESTIMADAS MEIO-FIO DE EMBARQUE E DESEMBARQUE TPS ATUAL AÇÕES PREVISTAS Comprimento atual (embarque/desembarque) 208 m MEIO-FIO DE EMBARQUE E DESEMBARQUE TPS PROPOSTO Comprimento meio-fio de embarque Comprimento meio-fio de desembarque Comprimento Total de Meio-fio 334,69 m 441,02 m 775,71 m

12 AÇÃO: CRIAÇÃO DE DOIS NÍVEIS OPERACIONAIS, AUMENTANDO A ÁREA DE EMBARQUE E DESEMBARQUE E SAGUÃO QUADRO DE ÁREA ESTIMADAS SAGUÃO EMBARQUE/DESEMBARQUE TPS ATUAL Área atual (embarque/desembarque) 4.376,64 m² AÇÕES PREVISTAS SAGUÃO EMBARQUE / DESEMBARQUE TPS PROPOSTO Saguão Embarque 4.896,27 m² Saguão Desembarque 7.714,09 m² Total Área de Saguão ,36 m²

13 AÇÕES PREVISTAS AÇÃO: CRIAÇÃO DE DOIS NÍVEIS OPERACIONAIS, AUMENTANDO A ÁREA DE EMBARQUE E DESEMBARQUE E SAGUÃO QUADRO DE ÁREA ESTIMADAS SALA DE EMBARQUE SALA DE DESEMBARQUE Área atual (embarque doméstico/internacional) 2.000,52 m² Área atual (doméstico + internacional) 2.327,96 m² Área proposta (doméstico, remoto e internacional) 4.820,50 m² Área proposta (doméstico e internacional) 7.781,26 m²

14 AÇÃO: AUMENTO NO ESPAÇO FÍSICO DAS ÁREAS OPERACIONAIS, ADMINISTRATIVAS E COMERCIAIS PARA ATENDIMENTO QUADRO DE ÁREA ESTIMADAS ÁREA OPERACIONAL (INFRAERO, Empresas Áreas, Órgãos Públicos, Processamento Operacional para Passageiros e Bagagem ) TPS ATUAL ,55 m² TPS PROPOSTO ,99 m² AÇÕES PREVISTAS ÁREA COMERCIAL TPS ATUAL - Área total comercializada 2.795,07 m² TPS PROPOSTO 5.136,00 m² ÁREA ADMINISTRATIVA TPS ATUAL 4.312,02 m² TPS PROPOSTO 5.801,56 m²

15 AÇÕES PREVISTAS AÇÃO: PROMOÇÃO DA ACESSIBILIDADE (NBR 9050) O projeto arquitetônico baseou-se nos critérios e parâmetros técnicos da Norma Brasileira Regulamentadora de Acessibilidade, a NBR Ilustração da faixa elevada

16 AÇÕES PREVISTAS AÇÃO:TRANSFERÊNCIA DAS ESPÉCIES EXISTENTES NO LAGO ARTIFICIAL PARA DOIS AQUATERRÁRIOS LOCALIZADO NO PAVIMENTO DE DESEMBARQUE DO TPS Em frente ao atual TPS há um lago artificial que abriga diversas espécies de tartarugas e peixes que, de acordo com o projeto, todas as espécies existentes serão transferidas para dois aquaterrários localizados no pavimento de desembarque do TPS proposto.

17 AÇÃO:RESGATE CULTURAL NOS ELEMENTOS CONSTRUTIVOS AÇÕES PREVISTAS ELEMENTOS DE COMPOSIÇÃO DAS FACHADAS O grande hall do saguão de embarque será ladeado por dois painéis compostos de policarbonato cristal, elementos de alumínio fundido reciclado e iluminação com LEDs. Os grandes painéis terão o desenho que representem a cultura regional. Estes painéis fazem uma digna homenagem a cultura e manifestação local.

18 ELEMENTOS DE COMPOSIÇÃO DAS FACHADAS AÇÃO:RESGATE CULTURAL NOS ELEMENTOS CONSTRUTIVOS AÇÕES PREVISTAS

19 AÇÃO:RESGATE CULTURAL NOS ELEMENTOS CONSTRUTIVOS ÁREA ÚTIL: 222,74 m² CAPACIDADE: 112 PESSOAS (SENTADAS ) AÇÕES PREVISTAS ESPAÇO ECUMÊNICO O espaço ecumênico será todo coberto com uma tessitura vegetal (palha da região com aplicação de resina anti-chamas), lembrando uma grande oca. O piso em vidro recobrirá uma densa camada de carvão vegetal, remetendo à morte da floresta, entremeada de pequenos LEDs representando estrelas. Um pequeno espelho d água lateral com um jardim exuberante (palmeiras da espécie Phoenix roebeline junto com o maciço de Vrieseas imperialis ) significará a renovação, fênix, o círculo da vida. Os bancos distribuídos sobre o piso de vidro serão feitos com troncos semi-calcinados a partir de árvores mortas, fazendo alusão ao desmatamento. ESPAÇO ECUMÊNICO CORTE ESQUEMÁTICO DO ESPAÇO ECUMÊNICO

20 AÇÃO:APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS NA EDIFICAÇÃO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA AÇÕES PREVISTAS O saguão de embarque receberá pele de vidro e iluminação zenital. O saguão de desembarque receberá iluminação natural através dos aquaterrários e vãos de iluminação internos. ILUMINAÇÃO ZENITAL Os vidros externos serão todos laminados de 14mm de espessura e revestidos com película protetora contra radiação solar, contribui para aumentar o conforto térmico e luminoso dos ambientes, de maneira a otimizar os sistemas de ar condicionado, reduzindo deste modo os gastos com a energia.

21 AÇÃO:APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS NA EDIFICAÇÃO AÇÕES PREVISTAS EFICIÊNCIA ENERGÉTICA LUMINÁRIA ANTI-ENCADEANTE O projeto luminotécnico foi elaborado buscando utilizar luminárias de fácil manutibilidade e manutenção. Além disso, foram empregadas nestas luminárias lâmpadas de baixo consumo e alto rendimento ou de longa vida útil. PROJETO DE LUMINOTÉCNICA DO SAGUÃO DE EMBARQUE

22 AÇÃO:APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS NA EDIFICAÇÃO AÇÕES PREVISTAS RE-USO DE ÁGUAS CINZAS Foi prevista uma rede de esgotamento que receberá os efluentes de águas cinza (lavatórios, chuveiros, lavagem de pisos internos, pias, tanques e bebedouros) que serão encaminhados para tratamento diferenciado e destinados ao consumo de água não potável. A água proveniente do sistema de condensadores dos fan-coils também será reutilizada e as águas pluviais serão reaproveitadas.

23 AÇÕES PREVISTAS AÇÃO: SUBSTITUIÇÃO E INCREMENTO DOS EQUIPAMENTOS ELETROMECÂNICOS: ESTEIRAS, ELEVADORES, ESCADAS ROLANTES, PONTES DE EMBARQUE E CHECK IN QUADRO DE ÁREA ESTIMADAS BALCÕES DE CHECK-IN Nº atual 36 Nº proposto 87 ELEVADORES SOCIAIS Nº atual 01 Nº proposto 16 ELEVADORES DE SERVIÇOS Nº atual 02 Nº proposto 06

24 AÇÕES PREVISTAS AÇÃO: SUBSTITUIÇÃO E INCREMENTO DOS EQUIPAMENTOS ELETROMECÂNICOS: ESTEIRAS, ELEVADORES, ESCADAS ROLANTES, PONTES DE EMBARQUE E CHECK IN QUADRO DE ÁREA ESTIMADAS ESCADAS ROLANTES Nº atual 02 Nº proposto 13 ESTEIRAS DE RESTITUIÇÃO DE BAGAGENS Nº atual 04 Nº proposto 11 PONTES DE EMBARQUE Nº atual 06 Nº proposto 08

25 O PROJETO

26 ESTACION. ESTACIONAMENTO TERMINAL DE PASSAGEIROS TPS ATUAL 772 VAGAS (TOTAL) 06 PONTES DE EMBARQUE 01 NÍVEL OPERACIONAL 36 BALCÕES DE CHECK IN 208 M DE MEIO FIO DE EMBARQUE E DESEMBARQUE ÁREA CONSTRUÍDA A= ,62 m²

27 ÁREA DE AMPLIAÇÃO TPS ATUAL A=39.483,62 m² AMPLIAÇÃO TPS A=57.774,93 m² ÁREA TOTAL TPS A=97.258,55 m² ESTACIONAMENTO ATUAL A= ,77 m² AMPLIAÇÃO ESTACIONAMENTO A= ,72 m² ÁREA TOTAL ESTACIONAMENTO A= ,49m²

28 O PROJETO 2670 VAGAS (TOTAL) 08 PONTES DE EMBARQUE 02 NÍVEIS OPERACIONAIS 87 BALCÕES DE CHECK IN 775 M DE MEIO FIO DE EMBARQUE E DESEMBARQUE ÁREA CONSTRUÍDA A= ,55 m²

29 IMPLANTAÇÃO ACESSO AO ESTACIONAMENTO 2670 VAGAS (TOTAL) ACESSO AO EMBARQUE E DESEMBARQUE SAÍDA DO ESTACIONAMENTO E TPS 08 PONTES DE EMBARQUE TPS - Existente TPS Ampliação Estacionamento - Existente Estacionamento - Ampliação Paisagismo

30 ESTACIONAMENTO NÍVEL EMBARQUE ESTACIONAMENTO EM DOIS NÍVEIS VAGAS ACESSO AO DESEMBARQUE ACESSO AO ESTACIONAMENTO CIRCULAÇÕES VERTICAIS COBERTAS SAÍDA DO ACESSO AO ESTACIONAMENTO EMBARQUE ACESSO AO DESEMBARQUE ACESSO AO EMBARQUE ACESSO AO EMBARQUE TPS SAÍDA DO EMBARQUE Estacionamento Nível Embarque Estacionamento Nível Desembarque

31 ESTACIONAMENTO NÍVEL DESEMBARQUE VAGAS ACESSO AO ESTACIONAMENTO CIRCULAÇÕES VERTICAIS SAÍDA DO ESTACIONAMENTO ACESSO AO DESEMBARQUE SAÍDA DO DESEMBARQUE ACESSO AO TPS / DESEMBARQUE Estacionamento Nível Desembarque

32 CORTES TPS ATUAL - 01 NÍVEL OPERACIONAL EMBARQUE E DESEMBARQUE TPS PROPOSTO - 02 NÍVEIS OPERACIONAIS ACESSO AO ESTACIONAMENTO TERRAÇO EMBARQUE DESEMBARQUE ACESSO ÀS PONTES DE EMBARQUE Embarque Desembarque Terraço Embarque e Desembarque

33 PERSPECTIVA EXTERNA VISTA 2 - LADO EXTERNO

34 PERSPECTIVA EXTERNA VISTA 3 - LADO AR

35 PERSPECTIVA INTERNA VISTA - SAGUÃO DE EMBARQUE

36 PERSPECTIVA INTERNA VISTA - EMBARQUE REMOTO

37 PERSPECTIVA INTERNA VISTA - SALA DE EMBARQUE

38 PERSPECTIVA INTERNA VISTA - DESEMBARQUE SAÍDA PARA O ESTACIONAMENTO

39 PERSPECTIVA INTERNA VISTA - TERRAÇO PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO

40 PERSPECTIVA EXTERNA VISTA NOTURNA

41 INVESTIMENTO PREVISTO R$ ,30 PREVISÃO DE DESEMBOLSO PRAZOS ESTIMADOS 2011 R$ , R$ , R$ ,85 MAIO/ PUBLICAÇÃO DO EDITAL NOVEMBRO/ INÍCIO DA OBRA DEZEMBRO/2013 FIM DA OBRA PERÍODO DE EXECUÇÃO DA OBRA: 25 MESES

42 RUBEM FERREIRA LIMA Superintendente Regional do Noroeste SRNR

Aeroporto Internacional Pinto Martins Fortaleza - CE

Aeroporto Internacional Pinto Martins Fortaleza - CE Execução das Obras e Serviços de Engenharia para Reforma, Ampliação e Modernização do Terminal de Passageiros - TPS, Adequação do Sistema Viário de Acesso e Ampliação do Pátio de Estacionamento de Aeronaves

Leia mais

OBJETO EXECUÇÃO DAS OBRAS DE REFORMA, ADEQUAÇÃO E AMPLIAÇÃO DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO AEROPORTO INTERNACIONAL EDUARDO GOMES - MANAUS/SBEG

OBJETO EXECUÇÃO DAS OBRAS DE REFORMA, ADEQUAÇÃO E AMPLIAÇÃO DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO AEROPORTO INTERNACIONAL EDUARDO GOMES - MANAUS/SBEG ROTEIRO OBJETO LOCALIZAÇÃO DADOS ATUAIS MOVIMENTO DE PASSAGEIROS ESTIMADO HISTÓRICO DO AEROPORTO JUSTIFICATIVA DO EMPREENDIMENTO AÇÕES PREVISTAS O PROJETO INVESTIMENTO PREVISTO PREVISÃO DE DESEMBOLSO PRAZOS

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL DA DA GRANDE NATAL SÃO SÃO GONÇALO DO DO AMARANTE - RN - RN

AEROPORTO INTERNACIONAL DA DA GRANDE NATAL SÃO SÃO GONÇALO DO DO AMARANTE - RN - RN AEROPORTO INTERNACIONAL DA DA GRANDE NATAL SÃO SÃO GONÇALO DO DO AMARANTE - RN - RN PROJETOS Instalações que compõem o escopo do empreendimento: Via de acesso principal à área terminal; Estacionamento

Leia mais

Aeroporto Internacional Tancredo Neves/Confins - SBCF

Aeroporto Internacional Tancredo Neves/Confins - SBCF Aeroporto Internacional Tancredo Neves/Confins - SBCF Breve Histórico Na década de 70 o então Ministério da Aeronáutica, em parceria com o Governo de Minas Gerais, iniciou estudos para viabilizar a construção

Leia mais

AEROPORTOS RESULTADOS DO 10º BALANÇO

AEROPORTOS RESULTADOS DO 10º BALANÇO AEROPORTOS RESULTADOS DO 10º BALANÇO AEROPORTOS Manaus Ampliação TPS Rio Branco Reforma e Ampliação TPS e Recuperação de Pista e Pátio Macapá Novo TPS 1ª fase Macapá Ampliação Pátio São Luís Reforma e

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2OO6

RELATÓRIO DE GESTÃO 2OO6 AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS /GOV. ANDRÉ FRANCO MONTORO - SBGR Objeto: Implantação, adequação, ampliação e revitalização do sistema de pátios e pistas; recuperação e revitalização do

Leia mais

COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011

COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011 COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011 AEROPORTOS DA COPA 13 Aeroportos 31 Intervenções R$ 5,79 bilhões Manaus TPS Fortaleza TPS São Gonçalo do Amarante Pista Recife Torre Cuiabá TPS Brasília TPS

Leia mais

OBRAS VÃO TRANSFORMAR VIRACOPOS NO MAIOR AEROPORTO DA AMÉRICA LATINA

OBRAS VÃO TRANSFORMAR VIRACOPOS NO MAIOR AEROPORTO DA AMÉRICA LATINA OBRAS VÃO TRANSFORMAR VIRACOPOS NO MAIOR AEROPORTO DA AMÉRICA LATINA Aeroportos Brasil Viracopos investirá R$ 9,5 bilhões na ampliação e modernização do complexo aeroportuário nos 30 anos da concessão

Leia mais

Um estudo para o Aeroporto USIMINAS, em Ipatinga

Um estudo para o Aeroporto USIMINAS, em Ipatinga Contribuição técnica nº 17 Um estudo para o Aeroporto USIMINAS, em Ipatinga Luiza Oliveira Arquiteta e Urbanista Mestranda em Engenharia Civil Universidade Federal de Viçosa - MG Orientadores Gustavo de

Leia mais

Code-P0 COPA 2014. Atualizado em 27/09/2011

Code-P0 COPA 2014. Atualizado em 27/09/2011 CodeP0 AEROPORTOS COPA 2014 Atualizado em 27/09/2011 0 CodeP1 ÍNDICE 2 GUARULHOS 4 Construção do TPS 3 (1ª Fase) Desapropriação, Ampliação e Revitalização do Sistema de Pista e Pátio Ampliação e Revitalização

Leia mais

Audiência Pública CREA/SP - 21/06/2011. InfraestruturaAeroportuária em SÃO PAULO para a COPA 2014

Audiência Pública CREA/SP - 21/06/2011. InfraestruturaAeroportuária em SÃO PAULO para a COPA 2014 INFRAERO Audiência Pública CREA/SP - 21/06/2011 InfraestruturaAeroportuária em SÃO PAULO para a COPA 2014 Arq. Jonas Lopes Superintendente de Estudos e Projetos de Engenharia jonas_lopes@infraero.gov.br

Leia mais

1ª OPERACIONAL/2015. Diretoria de Aeroportos

1ª OPERACIONAL/2015. Diretoria de Aeroportos 1ª OPERACIONAL/2015 Diretoria de Aeroportos AGOSTO 2015 ROTEIRO Planejamento Estratégico da Empresa Mudança na Metodologia de Gestão Relação entre Investimentos e Resultados Projeto Eficiência Operacional

Leia mais

Code-P0 AEROPORTOS SÃO PAULO. Jaime Parreira e-mail: jparreira@infraero.gov.br

Code-P0 AEROPORTOS SÃO PAULO. Jaime Parreira e-mail: jparreira@infraero.gov.br Code-P0 AEROPORTOS SÃO PAULO Jaime Parreira e-mail: jparreira@infraero.gov.br 0 Code-P1 AEROPORTOS DA REGIONAL DE SÃO PAULO Movimento Operacional Infraero Regional de São Paulo 2010 Passageiros 48.224.873

Leia mais

Estudo do setor de transporte aéreo do Brasil

Estudo do setor de transporte aéreo do Brasil Estudo do setor de transporte aéreo do Brasil Propostas de melhoria de layout nos aeroportos São Paulo, 26 de fevereiro de 2010 Este documento é parte integrante do CD anexo ao Estudo do Setor de Transporte

Leia mais

Ecologicamente correto. Economicamente viável. Socialmente justo. Culturalmente aceito.

Ecologicamente correto. Economicamente viável. Socialmente justo. Culturalmente aceito. Ecologicamente correto Economicamente viável Socialmente justo Culturalmente aceito. ENERGIA SEGURANÇA ETE FIBRA-ÓTICA DADOS TELEFONIA PAVIMENTAÇÃO VIAS PROJETADAS GÁS ETA SINALIZAÇÃO EQUIP. URBANOS ACESSIBILIDADE

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO RIO DE JANEIRO SRRJ AÇÕES RELACIONADAS AOS 07 JUNHO 2011

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO RIO DE JANEIRO SRRJ AÇÕES RELACIONADAS AOS 07 JUNHO 2011 AÇÕES RELACIONADAS AOS AEROPORTOS DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO RIO DE JANEIRO SRRJ 07 JUNHO 2011 AEROPORTOS SBGL AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO/GALEÃO ANTONIO CARLOS

Leia mais

2 REVISÃO NOVA CONTRATAÇÃO 29/10/2014 JL - NG 1 ATENDIMENTO À RAT 320JL1_GTFZ-3-13 14/10/2013 SP MR RT 0 EMISSÃO INICIAL 30-11-2012 SP MR RT

2 REVISÃO NOVA CONTRATAÇÃO 29/10/2014 JL - NG 1 ATENDIMENTO À RAT 320JL1_GTFZ-3-13 14/10/2013 SP MR RT 0 EMISSÃO INICIAL 30-11-2012 SP MR RT 2 REVISÃO NOVA CONTRATAÇÃO 29/10/2014 JL - NG 1 ATENDIMENTO À RAT 320JL1_GTFZ-3-13 14/10/2013 SP MR RT 0 EMISSÃO INICIAL 30-11-2012 SP MR RT Rev. Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo Empresa contratada

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 VI Seminário ALACPA de Pavimentos Aeroportuários e IV FAA Workshop Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 28 Outubro 2009 Arq. Jonas M. Lopes INFRAERO Aeroportos - Copa do Mundo 2014 Belo Horizonte

Leia mais

Memorial Descritivo. Montreal Plaza

Memorial Descritivo. Montreal Plaza Memorial Descritivo Montreal Plaza MEMORIAL DESCRITIVO MONTREAL PLAZA A - INSTALAÇÕES PREDIAIS 1. SISTEMA AUXILIAR DE ENERGIA (GERADOR) Instalação de um grupo de geradores para atender: Área comum: Recepção,

Leia mais

SUSTENTABILIDADE E CERTIFICAÇÃO AQUA EM EMPREENDIMENTO COMERCIAL

SUSTENTABILIDADE E CERTIFICAÇÃO AQUA EM EMPREENDIMENTO COMERCIAL FICHA TÉCNICA Empresa: Syene Empreendimentos Projeto: Syene Corporate Área Construída: 77.725,45 m² Data de implementação: 01/09/2010 Responsável: Jealva Fonseca Contato: jealva@syene.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009 Aeroportos Copa do Mundo 2014 14 Dezembro 2009 Belo Horizonte e Confins - MG 1. Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins 2. Aeroporto de Belo Horizonte/ Pampulha Carlos Drummond de Andrade Brasília

Leia mais

APRESENTAÇÃO. 1 Sobre a INFRAMERICA 2 Aeroporto de Brasília 3 Obras emergenciais 4 Obras de ampliação

APRESENTAÇÃO. 1 Sobre a INFRAMERICA 2 Aeroporto de Brasília 3 Obras emergenciais 4 Obras de ampliação APRESENTAÇÃO 1 Sobre a INFRAMERICA 2 Aeroporto de Brasília 3 Obras emergenciais 4 Obras de ampliação Sobre a INFRAMERICA Quem somos Engevix Infravix (50%) Corporácion América (50%) Inframérica (51%) Infraero

Leia mais

GE.01/202.75/00889/01 GERAL GERAL ARQUITETURA / URBANISMO INFRAERO GE.01/202.75/00889/01 1 / 6 REVISÃO GERAL 07.07.05 ARQ. CLAUDIA

GE.01/202.75/00889/01 GERAL GERAL ARQUITETURA / URBANISMO INFRAERO GE.01/202.75/00889/01 1 / 6 REVISÃO GERAL 07.07.05 ARQ. CLAUDIA INFRAERO GE.01/202.75/00889/01 1 / 6 01 REVISÃO GERAL 07.07.05 ARQ. CLAUDIA REV. M O D I F I C A Ç Ã O DATA PROJETISTA DESENHISTA APROVO Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária ESCALA DATA

Leia mais

PROJETO DE READEQUAÇÃO DO FÓRUM DA CAPITAL

PROJETO DE READEQUAÇÃO DO FÓRUM DA CAPITAL PROJETO DE READEQUAÇÃO DO FÓRUM DA CAPITAL 2º e 3º PAVIMENTOS DO EMBASAMENTO E LÂMINAS I E II, 4º E 5º PAVIMENTOS DA LAMINA I E HALL DOS ELEVADORES DO 6º PAVIMENTO DA LÂMINA I COMPLEXO JUDICIÁRIO FÓRUM

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO Jorge Herdina Superintendente. INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES PROJETOS ESTRATÉGICOS e PLANEJAMENTO DE INVESTIMENTO

AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO Jorge Herdina Superintendente. INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES PROJETOS ESTRATÉGICOS e PLANEJAMENTO DE INVESTIMENTO AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO Jorge Herdina Superintendente INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES PROJETOS ESTRATÉGICOS e PLANEJAMENTO DE INVESTIMENTO OBJETIVO Divulgar os Projetos Estratégicos do Aeroporto

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA ANEXO II DO DECRETO N 80/2011 DE 02/05/2011 PARTE 01: OBRA NOVA OU AMPLIAÇÃO 1. Planta de situação

Leia mais

Belo Horizonte, 6 de junho, 2011. Prefeitura de Belo Horizonte Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais

Belo Horizonte, 6 de junho, 2011. Prefeitura de Belo Horizonte Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais Belo Horizonte, 6 de junho, 2011 Infraestrutura Aeroportuária de Belo Horizonte Região metropolitana: Aeroporto Carlos Prates Aeroporto da Pampulha Aeroporto Internacional Tancredo Neves Movimento operacional

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL

COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA Nº 1592/GM5, DE 07 DE NOVEMBRO DE 1984. Alterada pela Portaria n.º 484/GM5, de 20 JUL 88 (*). Alterada pela Portaria n.º 677 /GM2, de 10 SET

Leia mais

Code-P0 AEROPORTOS PAC 2

Code-P0 AEROPORTOS PAC 2 Code-P0 AEROPORTOS PAC Atualizado em 05/03/0 0 Code-P ÍNDICE MAPA AEROPORTOS PAC 3 GUARULHOS 4 Projeto Básico do TPS 3 Terraplenagem para construção do TPS 3 Ampliação e Revitalização do Sistema de Pistas

Leia mais

SEBRAE Memorial Descritivo. 1. Diretrizes

SEBRAE Memorial Descritivo. 1. Diretrizes SEBRAE Memorial Descritivo 1. Diretrizes A identidade do edifício institucional deve se dar pelo caráter da obra singular ou por um conjunto edificado que reconstitua o lugar como uma referência para a

Leia mais

EXEMPLO DE QUIOSQUE COM MOBILIÁRIO INADEQUADO (sem elaboração de projeto específico, o que desvaloriza o espaço promocional e produtos)

EXEMPLO DE QUIOSQUE COM MOBILIÁRIO INADEQUADO (sem elaboração de projeto específico, o que desvaloriza o espaço promocional e produtos) c) Os materiais de acabamento de quiosques e áreas de exposição ou promoção devem fazer parte da arquitetura, compondo um conjunto harmônico com outros elementos da ambientação interna da edificação do

Leia mais

INFRAERO. Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014. Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010

INFRAERO. Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014. Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010 1 INFRAERO Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014 Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010 Demanda Histórica 1997 : 0,3 pax/habitantes (163,8

Leia mais

Sistema Aeroportoviário no Brasil

Sistema Aeroportoviário no Brasil Sistema Aeroportoviário no Brasil FERNANDA MINUZZI LUCIANO DOMINGUES RÉGIS GOMES FLORES VINÍCIOS Transportes Introdução O transporte aéreo no Brasil vem acompanhando o desenvolvimento do País.Hoje, o transporte

Leia mais

Concessão. Aeroporto de Confins PRESS KIT

Concessão. Aeroporto de Confins PRESS KIT PRESS KIT Assinatura do contrato do (MG) Abril/2014 SUMÁRIO Governo assina contrato de concessão (MG) 3 Fases da Concessão 5 Obras e melhorias em andamento no (MG) - INFRAERO 6 Resultado do Leilão de Galeão

Leia mais

EDISON DOMINGUES JR. RAYMOND KHOE LUIZ ROBERTO SOARES

EDISON DOMINGUES JR. RAYMOND KHOE LUIZ ROBERTO SOARES PROJETOS DE HOSPITAIS SUSTENTÁVEIS EDISON DOMINGUES JR. RAYMOND KHOE LUIZ ROBERTO SOARES É importante destacar os benefícios de um edifício sustentável. Os green buildings podem ser definidos pelas seguintes

Leia mais

VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL

VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL CodeP0 VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL Outubro/2013 0 AEROPORTOS Macapá Novo TPS 1ªfase Macapá Ampliação Pátio Fortaleza Ampliação TPS São Luís Ampliação do TPS São Luís Reforma

Leia mais

Mídia Aeroportuária. Quando o assunto é Mídia Exterior, a ASR Mídia é a escolha certa

Mídia Aeroportuária. Quando o assunto é Mídia Exterior, a ASR Mídia é a escolha certa Quando o assunto é Mídia Exterior, a ASR Mídia é a escolha certa Presente em mais de 18 aeroportos por todo Brasil Aeroporto Belém Aeroporto Recife Aeroporto Galeão Aeroporto Salvador Aeroporto Natal Aeroporto

Leia mais

Infinity Tower características de projeto e tecnologia de sistemas prediais para a sustentabilidade.

Infinity Tower características de projeto e tecnologia de sistemas prediais para a sustentabilidade. Realização: Parceiro: Infinity Tower características de projeto e tecnologia de sistemas prediais para a sustentabilidade. Cesar Ramos - Gerente de projetos da Yuny Incorporadora Daniel Gallo - Gerente

Leia mais

APLICAÇÃO DE GEOWEB EM REVESTIMENTO DE CANAL AEROPORTO INTERNACIONAL GUARULHOS SP

APLICAÇÃO DE GEOWEB EM REVESTIMENTO DE CANAL AEROPORTO INTERNACIONAL GUARULHOS SP APLICAÇÃO DE GEOWEB EM REVESTIMENTO DE CANAL AEROPORTO INTERNACIONAL GUARULHOS SP Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Ramalho Comercial Ltda. PERÍODO 2006/2007 Revisado ABRIL 2011

Leia mais

Dados do Produto. Ar Condicionado: ponto dreno + carga elétrica (sala e dormitório)

Dados do Produto. Ar Condicionado: ponto dreno + carga elétrica (sala e dormitório) FICHA TÉCNICA Projeto Arquitetônico: Gkalili Arquitetura Design de Fachada: Triptyque Arquitetura Projeto Paisagístico: EKF Arquitetura paisagística Projeto Decoração: Triptyque Arquitetura Dados do Produto

Leia mais

Seja qual for a configuração do terminal passageiros percorrem uma sequência de atividades quando no aeroporto:

Seja qual for a configuração do terminal passageiros percorrem uma sequência de atividades quando no aeroporto: TRA 57_Operações em Aeroportos Fluxos, Processos e Atividades Operacionais: TPS Giovanna Miceli Ronzani Borille (ronzani@ita.br) processo Seja qual for a configuração do terminal passageiros percorrem

Leia mais

Administra 67 Aeroportos

Administra 67 Aeroportos Institucional A Infraero Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária - INFRAERO 37 anos de tradição e credibilidade no mercado Sediada em Brasília, Capital Federal, e presente em todos os Estados

Leia mais

Re9 Instalações e Sistemas. contao@re9instalacoes.com.br

Re9 Instalações e Sistemas. contao@re9instalacoes.com.br Re9 Instalações e Sistemas contao@re9instalacoes.com.br A Empresa A Re9 Instalações e Sistemas, uma empresa especializada no fornecimento de Mão de obra especializada e implantação de sistemas para Condomínios

Leia mais

Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa

Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa Breve descrição do projecto Constituem-se como objectivos estratégicos do projecto do Terminal de Cruzeiros

Leia mais

SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO:

SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO: SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO: Adequações frente às s normas de desempenho. Marcelo Moacyr Diretor de Engenharia, Construção e Relacionamento 1 Escolha do Sistema Construtivo 2 Avaliações

Leia mais

UniVap - FEAU CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Prof. Minoru Takatori ESTUDO PRELIMINAR

UniVap - FEAU CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Prof. Minoru Takatori ESTUDO PRELIMINAR 1 ESTUDO PRELIMINAR OBJETIVOS Analise e avaliação de todas as informações recebidas para seleção e recomendação do partido arquitetônico, podendo eventualmente, apresentar soluções alternativas. Tem como

Leia mais

Centro Urbano do Futuro Parcerias para a regeneração urbana

Centro Urbano do Futuro Parcerias para a regeneração urbana Estratégia para um Desenvolvimento Sustentável para a Cidade de Águeda Centro Urbano do Futuro Parcerias para a regeneração urbana Águeda, 27/04/2011 V.M. Ferreira O projecto: Este projecto visou reflectir

Leia mais

Eficiência energética de edificações e sua contribuição para a redução dos gases de efeito estufa

Eficiência energética de edificações e sua contribuição para a redução dos gases de efeito estufa Eficiência energética de edificações e sua contribuição para a redução dos gases de efeito estufa Contexto Perfil de emissões MCTI Ministério do Meio Ambiente Objetivos Ampliar e aprimorar a participação

Leia mais

Otimização do uso do solo

Otimização do uso do solo Otimização do uso do solo Criamos uma cidade compacta, adensada, próxima de meios de transporte de alta capacidade e de paisagens e ecossistemas visualmente atraentes que agregam valor à comunidade. Urbanização

Leia mais

11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br PETOBRAS VITÓRIA. Vitória - ES - 2005

11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br PETOBRAS VITÓRIA. Vitória - ES - 2005 PETOBRAS VITÓRIA Vitória - ES - 2005 MEMORIAL O partido tem como premissa a ocupação do território não considerando-o como perímetro, e sim como volume, ou seja, apreende deste sítio, sua estrutura geomorfológica.

Leia mais

Gestão Sustentável da Construção Civil

Gestão Sustentável da Construção Civil Gestão Sustentável da Construção Civil UMA VISÃO PRAGMÁTICA DO TEMA São Paulo, 28 de maio de 2008 Luiz Henrique Ceotto Tishman Speyer Properties Preço de venda Que preço interessante!!! CLIENTE Custo de

Leia mais

CATEGORIA A2 MEIOS DE ACESSO AO MUNICÍPIO IDENTIFICAÇÃO. Subtipos: ( 1 ) A.2.3.1. Aeroporto ( 2 ) A.2.3.2. Campo de pouso

CATEGORIA A2 MEIOS DE ACESSO AO MUNICÍPIO IDENTIFICAÇÃO. Subtipos: ( 1 ) A.2.3.1. Aeroporto ( 2 ) A.2.3.2. Campo de pouso Ministério do Turismo Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico Coordenação Geral de Regionalização Inventário da Oferta Turística uf:

Leia mais

MEMORIAL DE REQUISITOS CONSTRUTIVOS PARA PROJETO DE CONCESSÃO DE ÁREA PARA HOTEL NO AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO LUIS (MA) - SBSL

MEMORIAL DE REQUISITOS CONSTRUTIVOS PARA PROJETO DE CONCESSÃO DE ÁREA PARA HOTEL NO AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO LUIS (MA) - SBSL MEMORIAL DE REQUISITOS CONSTRUTIVOS PARA PROJETO DE CONCESSÃO DE ÁREA PARA HOTEL NO AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO LUIS (MA) - SBSL 1. DIMENSIONAMENTO E CLASSIFICAÇÕES 1.1 Área do terreno: 7.528,02m² (sete

Leia mais

Empreendimentos Imobiliários Sustentáveis

Empreendimentos Imobiliários Sustentáveis Empreendimentos Imobiliários Sustentáveis Viabilidade, Projeto e Execução Análise de Investimento em Empreendimentos Imobiliários Sustentáveis São Paulo, 19 de agosto de 2008 Luiz Henrique Ceotto Tishman

Leia mais

COLÉGIO. Internacional. Escola verde Green School

COLÉGIO. Internacional. Escola verde Green School Escola verde Green School Sobre o Colégio Positivo Início das aulas: 18 de fevereiro de 2013 Lançamento oficial: 26 de março de 2013 Proposta de ensino bilíngue (português/inglês) Cerca de 350 alunos,

Leia mais

SEPARAÇÃO E DRENAGEM NA AMPLIAÇÃO DO AEROPORTO SANTOS DUMONT (RIO DE JANEIRO RJ)

SEPARAÇÃO E DRENAGEM NA AMPLIAÇÃO DO AEROPORTO SANTOS DUMONT (RIO DE JANEIRO RJ) CASO DE OBRA #197 SEPARAÇÃO E DRENAGEM NA AMPLIAÇÃO DO AEROPORTO SANTOS DUMONT (RIO DE JANEIRO RJ) Autor: Geomaks Comércio de Geossintéticos Ltda. Maio de 2013 1. DADOS GERAIS Tipo de obra Separação e

Leia mais

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 1 INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 2 Organização 9 Superintendências Regionais Superintendência Regional do Noroeste; Superintendência Regional

Leia mais

Projetos Aeroportuários

Projetos Aeroportuários Projetos Aeroportuários No campo de engenharia aeroportuária, a Themag teve participação efetiva ao colaborar com a COPASP Comissão Coordenadora do Projeto Sistema Aeroportuário da Área Terminal de São

Leia mais

ENERGIA RENOVÁVEIS & EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

ENERGIA RENOVÁVEIS & EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ENERGIA RENOVÁVEIS & EFICIÊNCIA ENERGÉTICA SUPERINTENDÊNCIA DE PROJETOS DE GERAÇÃO (SPG) CHESF 1 TEMAS ABORDADOS PERFIL DA CHESF MATRIZ ENERGÉTICA FONTES DE ENERGIA RENOVÁVEIS & NUCLEAR ASPECTOS ECONÔMICOS

Leia mais

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future "Desenvolver a indústria da construção sustentável no país, utilizando as forças Visão de mercado do GBC para conduzir Brasil a adoção (Sonho

Leia mais

Estrutura de serviços em aeroportos

Estrutura de serviços em aeroportos Atualmente procuramos encontrar facilidades e conveniências em qualquer lugar freqüentado, Devido a exigência do mercado os Aeroportos têm investido em sua infra-estrutura para atender melhor seus usuários.

Leia mais

EDIFÍCIO MALIBU CONSTRUTORA CONSTRUTORA E INCORPORADORA HALIAS PROJETO ARQUITETÔNICO

EDIFÍCIO MALIBU CONSTRUTORA CONSTRUTORA E INCORPORADORA HALIAS PROJETO ARQUITETÔNICO CONSTRUTORA CONSTRUTORA E INCORPORADORA HALIAS PROJETO ARQUITETÔNICO Camila Veiga de Souza Crea 79.243/D ENDEREÇO DO EMPREENDIMENTO Rua Visconde de Taunay 912 Bairro Santa Mônica Belo Horizonte ÁREA DO

Leia mais

INFORMAÇÕES BÁSICAS. Projeto Fundação e Estaqueamento: STAN FUND E CONST. CIVIS LTDA.

INFORMAÇÕES BÁSICAS. Projeto Fundação e Estaqueamento: STAN FUND E CONST. CIVIS LTDA. INFORMAÇÕES BÁSICAS Nome do Empreendimento: Villa Aribiri Residencial Clube Endereço : RUA PASTOR JOÃO PEDRO DA SILVA, ARIBIRÍ VILA VELHA - ES CEP 29.119-021 Realização : GRUPO WIG PIANA DE MARTIN CONSTRUTORA

Leia mais

DECLARAÇÃO DA CAPACIDADE OPERACIONAL SBGR TEMPORADA W14 26/10/14 a 28/03/2015

DECLARAÇÃO DA CAPACIDADE OPERACIONAL SBGR TEMPORADA W14 26/10/14 a 28/03/2015 DECLARAÇÃO DA CAPACIDADE OPERACIONAL SBGR TEMPORADA W14 26/10/14 a 28/03/2015 25 de Abril de 2014 1. PISTA DE POUSO E DECOLAGEM (*) CAPACIDADE DE PISTA Período Hora (LT) Capacidade (mov/hora) 26/10/2014

Leia mais

AEROPORTO DE SALVADOR. Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem

AEROPORTO DE SALVADOR. Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem Gerência de Planos Diretores - Sede Abril/2010 Documento de Planejamento Plano Diretor Aeroportuário rio Objetivo Definição Objetivos

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS

AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS SITUAÇÃO ATUAL AMPLIAÇÃO março/2009 A Empresa 67 aeroportos (32 internacionais) 80 estações de apoio à navegação aéreaa s s 32 terminais de logística de carga

Leia mais

Otimização do uso do solo

Otimização do uso do solo Otimização do uso do solo Criamos uma cidade compacta, adensada, próxima de meios de transporte de alta capacidade, paisagens e ecossistemas visualmente atraentes e que agregam valor à comunidade. Urbanização

Leia mais

INVEPAR INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES EM INFRAESTRUTURA S.A. FIESP - Painel sobre Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias 07/05/2013

INVEPAR INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES EM INFRAESTRUTURA S.A. FIESP - Painel sobre Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias 07/05/2013 FIESP - Painel sobre Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias 07/05/2013 A concessão de aeroportos tem um papel crucial na elevação de qualidade e eficiência operacional... Perspectiva Cenário

Leia mais

Memorial Descritivo de Acabamentos

Memorial Descritivo de Acabamentos Memorial Descritivo de Acabamentos Nome do Empreendimento: CRISRETELI RESIDENCE Endereço: AVENIDA COPACABANA ESQUINA COM A RUA OURO PRETO, S/N PRAIA DO MORRO GUARAPARI / ES Incorporação: AS FILHOS CONSTRUÇÕES

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Porto Alegre. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Porto Alegre. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Porto Alegre Setembro/2013 Porto Alegrel: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2012. RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2012. Dispõe sobre a obrigação dos operadores de aeródromo de informar à ANAC a capacidade operacional. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício das

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER

MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER Ficam na cobertura, 9º andar. Esta composta por Salão de festas, Espaço gourmet, Fitness center, Sala de jogos e web, Piscina borda infinita e Solarium. - Salão Festas:

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Este informativo foi elaborado visando a padronização para a Apresentação de Projetos junto ao da Associação, para que a análise e a aprovação de projetos transcorram de forma mais rápida e eficiente.

Leia mais

Modernização Aeroportuária sob a Gestão de Concessionário. Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal 11/09/2013

Modernização Aeroportuária sob a Gestão de Concessionário. Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal 11/09/2013 Modernização Aeroportuária sob a Gestão de Concessionário Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal 11/09/2013 LINHA DO TEMPO GRU Airport assume definitivamente a administração do aeroporto

Leia mais

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA 1960 1962 1964 1966 1968 1970 1972 1974 1976 1978 1980

Leia mais

Sinalização de Degraus. Comentários

Sinalização de Degraus. Comentários Sinalização de Degraus Comentários Este documento tece comentários sobre a sinalização de degraus, em especial em escadas destinadas a locomoção de pessoas em alta demanda. Entende-se por demanda o atendimento

Leia mais

Eficiência Funcionários Check-In

Eficiência Funcionários Check-In Eficiência Funcionários Check-In Sinalização dos fluxos, através de divisores, displays e sinalização horizontal; Alteração de layout áreas de formação de fila; Triagem dos passageiros na entrada da área

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Laércio Oliveira)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Laércio Oliveira) PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Laércio Oliveira) Institui o Programa Nacional de Conservação, Uso Racional e Reaproveitamento das Águas. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º A presente lei tem por

Leia mais

Concessões. Galeão e Confins

Concessões. Galeão e Confins Concessões Galeão e Confins Galeão: 17,5 milhões de passageiros 13,7 milhões m² 958 empregados Confins: 10,4 milhões de passageiros 15,1 milhões m² 344 empregados Objetivos das Concessões EXPANDIR A INFRAESTRUTURA

Leia mais

IMPACTO NO MERCADO O empreendimento é um sucesso de vendas. Atualmente está com 95,40% comercializados. A entrega está prevista para abril de 2012.

IMPACTO NO MERCADO O empreendimento é um sucesso de vendas. Atualmente está com 95,40% comercializados. A entrega está prevista para abril de 2012. APRESENTAÇÃO Com projeto inovador e fachada moderna, o Contemporâneo Empresarial é um centro empresarial com alto padrão de tecnologia e segurança, que contempla salas comerciais e lojas. Localiza-se em

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Segmento: Bioarquitetura. Amarildo Ávila Douglas de Jesus Juliana Ferrari Lívia Corazza Viviane Santos

PLANO DE NEGÓCIOS. Segmento: Bioarquitetura. Amarildo Ávila Douglas de Jesus Juliana Ferrari Lívia Corazza Viviane Santos PLANO DE NEGÓCIOS Segmento: Bioarquitetura Nomes: Amarildo Ávila Douglas de Jesus Juliana Ferrari Lívia Corazza Viviane Santos Baobá Nome Científico: Adansonia grandidieri BioArquitetura Vertente Ecológica

Leia mais

superações o espetáculo das bate-papo Marco Lentini, presidente do FSC O esporte como protagonista da sustentabilidade

superações o espetáculo das bate-papo Marco Lentini, presidente do FSC O esporte como protagonista da sustentabilidade SET/OUT 2013 ANO II Nº 07 R E V I S TA A REVISTA DA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL o espetáculo das O esporte como protagonista superações da sustentabilidade bate-papo Marco Lentini, presidente do FSC Retrofit

Leia mais

Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária. Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA

Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária. Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária Superintendência Regional do Rio de Janeiro - SRRJ Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO

Leia mais

País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades.

País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades. A Política de Mobilidade Urbana no desenvolvimento das cidades! AS CIDADES País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades. Processo de urbanização caracterizado pelo

Leia mais

DECLARAÇÃO DA CAPACIDADE OPERACIONAL SBGR TEMPORADA S15 29/03/15 a 24/10/2015

DECLARAÇÃO DA CAPACIDADE OPERACIONAL SBGR TEMPORADA S15 29/03/15 a 24/10/2015 DECLARAÇÃO DA CAPACIDADE OPERACIONAL SBGR TEMPORADA S15 29/03/15 a 24/10/2015 01 de Outubro de 2014 1. TERMINAIS DE PASSAGEIROS CAPACIDADE ESTÁTICA TERMINAL DE PASSAGEIROS (PAX/HORA) INTERNACIONAL TERMINAL

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Cuiabá. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Cuiabá. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Cuiabá Setembro/2013 Cuiabá: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Concessão. Aeroporto do Galeão PRESS KIT

Concessão. Aeroporto do Galeão PRESS KIT PRESS KIT Assinatura do contrato do (RJ) Abril/2014 SUMÁRIO Governo assina contrato de concessão (RJ) 3 Obras e melhorias em andamento no (RJ) - INFRAERO 5 Resultado do Leilão de Galeão e Confins: ágio

Leia mais

INCA. coleta seletiva de lixo e gestão de resíduos, coletor solar para pré-aquecimento da água, células fotovoltaicas

INCA. coleta seletiva de lixo e gestão de resíduos, coletor solar para pré-aquecimento da água, células fotovoltaicas Durante a execução dos projetos de hospitais como Sírio-Libanês, Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Santa Catarina, a MHA instituiu a sua área de Gerenciamento de Obras, até hoje um importante serviço oferecido

Leia mais

Planta do pavimento térreo

Planta do pavimento térreo Planta do pavimento térreo Cortes e elevações típicos Acesso principal e praça de eventos Permeabildade do projeto com seu entorno Ecosistema interno com bosque de mata nativa Telhados verdes e praça de

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA AOS VEÍCULOS NA OPERAÇÃO DOS SERVIÇOS.

ANEXO II ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA AOS VEÍCULOS NA OPERAÇÃO DOS SERVIÇOS. EDITAL CONCORRÊNCIA 01/2015 ANEXO II ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA AOS VEÍCULOS NA OPERAÇÃO DOS SERVIÇOS. Este Anexo apresenta as especificações requeridas para os veículos que deverão compor a frota do Sistema

Leia mais

5.2.2. Saguão. Memorial Descritivo TE 06/201.75/03025/01. Foto 01 Balcões atuais das Locadoras. Foto 02 Balcões de BVRI atuais.

5.2.2. Saguão. Memorial Descritivo TE 06/201.75/03025/01. Foto 01 Balcões atuais das Locadoras. Foto 02 Balcões de BVRI atuais. cabeamentos da rede elétrica e dos sistemas eletrônicos e ainda o nivelamento a área com o tablado, foi adotado para toda área operacional do check-in piso elevado plástico de 50x50 cm, estruturado com

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PAESP 2007-2027

CLASSIFICAÇÃO PAESP 2007-2027 1 AEROPORTO REGIONAL CLASSIFICAÇÃO PAESP 27-227 São os aeroportos destinados a atender as áreas de interesse regional e/ou estadual que apresentam demanda por transporte aéreo regular, em ligações com

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO AGENDA ESTRATÉGIA PERSPECTIVAS ECONÔMICAS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES PORTO AEROPORTO ARENA MONOTRILHO MATRIZ ENERGÉTICA COMUNICAÇÃO MANAUS CIDADE-SEDE ESTRATÉGIA Concepção Planejamento Manaus x Belém

Leia mais

CÓDIGO DE OBRAS E POSTURAS

CÓDIGO DE OBRAS E POSTURAS CÓDIGO DE OBRAS E POSTURAS EQUIPE ATUAL REGINA COSTA E SILVA COL SOCORRO LIMA COFIS SIMONE MENDES COURB ROJESTIANE NOBRE COURB METODOLOGIA DE TRABALHO 1. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELOS PROFISSIONAIS DA

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas 8 de dezembro de 2011 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA AVIAÇÃO CIVIL PANORAMA INVESTIMENTOS CONCESSÕES INFRAERO

Leia mais

1.3.2 Um ponto de água e esgoto e uma tomada 110V para instalação de purificador

1.3.2 Um ponto de água e esgoto e uma tomada 110V para instalação de purificador Anexo I Chamamento Público 01/2014 1 Espaço A. Destinação Almoxarifado: armazenamento útil mínimo de 1.000m², divididos da seguinte forma: 1.1 Área de armazenagem 87% (mínimo de 870m²) 1.1.1 Sala administrativa

Leia mais

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental Eco Houses / Casas ecológicas Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental IDHEA - INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO DA HABITAÇÃO ECOLÓGICA Conceito:

Leia mais

MATERIAL DE TREINAMENTO DO CORRETOR

MATERIAL DE TREINAMENTO DO CORRETOR MATERIAL DE TREINAMENTO DO CORRETOR O grande lançamento está chegando! Apresentação comercial ROTEIRO 1. Parceria 2.Histórico MCMV Morar 3. Localização 4. Ficha técnica 5. Implantação 6. Lazer e segurança

Leia mais

ENG. MAURICIO MELLO. Coord. Adjunto Contrato ARQ. LILIANA LASALVIA ENG. MAURICIO MELLO. Sítio. Área do sítio GERAL. Especialidade / Subespecialidade

ENG. MAURICIO MELLO. Coord. Adjunto Contrato ARQ. LILIANA LASALVIA ENG. MAURICIO MELLO. Sítio. Área do sítio GERAL. Especialidade / Subespecialidade 1 ATENDENDO AO RAT 414MF1/DEPE (PETP-2)/10 28/05/2010 MJDM EKN WV 0 EMISSÃO INICIAL 12/2/2010 MJDM EKN WV Rev Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo Coord. de Projeto CREA / UF Autor do Projeto/Resp

Leia mais

Infraero. Uma rede de oportunidades!

Infraero. Uma rede de oportunidades! Infraero Uma rede de oportunidades! Agenda A Infraero O cenário da aviação comercial no país Oportunidades Comerciais nos Aeroportos da Rede Áreas Externas Varejo Logística de Carga Os números dos Negócios

Leia mais