1 Atividades de planejamento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 Atividades de planejamento"

Transcrição

1 Belém Pará

2 Atividades de planejamento Durante o mês de janeiro, foi priorizadas atividades de planejamento para as atividades do NIE para o trabalho do ano de Este planejamento ocorreu no período de 16 a 20 de janeiro de 2012, neste período foi organizado como o NIE junto com os coordenadores iria trabalhar suas atividades de extensão e efetivar sua integração entre faculdade e sociedade para o semestre de Durante o mês de fevereiro e junho, o NIE buscou parceria com vários professores dos cursos de Radiologia, Pedagogia, História, Biologia, Geografia, Matemática, Administração, Gestão de Segurança Privada, Turismo, Estética e Cosmética, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Redes de Computadores, Jornalismo e Design Gráfico para verificação de atividade (palestras, cursos, seminário e oficinas) que juntos poderiam realizar durante o primeiro semestre de Cursos de Extensão 2.1- O Curso de Gestão em Segurança Privada ofereceu o curso de extensão: NR 10 Segurança em Instalação e em Serviços em Eletricidade Módulo Básico (Trabalhos em baixa tensão), para profissionais da área de eletrotécnica, segurança do trabalho e áreas afins, com carga horária de 40h, nos dias 05, 12, 19 e 26 de maio. Este curso tem por objetivo desenvolver capacidades especiais que habilitem os profissionais da área a analisar o contexto da função e aplicar a melhor técnica de execução em função das características de local, de ambiente e do próprio processo de trabalho, dando-lhes o conhecimento básico dos riscos a que se expõe uma pessoa que trabalha com instalações ou equipamentos elétricos. Porém este curso não ocorreu devido ao reduzido número de alunos inscritos Os Cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Redes de Computadores ofereceram o curso de extensão: Preparatório para a Certificação ITIL V3, com carga horária de 16h, no período de 11 a 15 de junho, para os discentes da faculdade e público externo. Este curso visa

3 preparar os alunos e profissionais para o exame ITIL. Porém este preparatório não ocorreu devido ao reduzido número de alunos inscritos O Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas ofereceu o curso de extensão: Curso PL/SQL Básico com Postgree 100% Prático, nos dias 18 e 19 de abril, para os discentes da faculdade e público externo. Este curso visa treinar os participantes em noções básicas em banco de dados, a importância e a estrutura do PL/SQL. Porém este curso não ocorreu devido ao reduzido número de alunos inscritos O Curso de Gestão em Segurança Privada ofereceu o curso de extensão: Agente de Portaria, com carga horária de 32h, nos dias 29 de setembro e 06, 20 e 27 de outubro, para os colaboradores das Faculdades Integradas Ipiranga e comunidade externa. Este curso visa treinar os participantes com noções básicas em Recursos Humanos, Noções de Primeiros Socorros, Segurança Eletrônica, Prevenção e Combate a Incêndio e Controle de Acesso. Fotos do Curso de Agente de Portaria

4 3 Palestras 3.1 Cursos de Gestão das Faculdades Integradas Ipiranga IV Ciclo de Palestras Em busca da Qualidade, no dia 12 de junho, realização NIE e profª. Rosana Maria Vieira Cayres. V Ciclo de Palestras Em busca da Qualidade, no dia 05 de dezembro, realização NIE e profª. Rosana Maria Vieira Cayres. 3.2 Cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Redes de Computadores Open Source para Ambientes Virtuais, no dia 04 de junho, realização NIE e coordenação dos cursos de TI; Alunos egressos (Pedro Pereira e Lucivaldo Teles) do Curso de Redes de Computadores ministraram palestras, nos dias 9 e 10 de outubro de 2012, nas Faculdades Integradas Ipiranga, sobre a experiência profissional de Tecnólogo em Redes de Computadores e Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e, também, divulgação da empresa Suporte Tecnologia - Treinamentos Tecnológicos, fundada pelos alunos egressos. A finalidade desta palestra foi mostrar para os futuros profissionais de TI a importância da graduação superior no mercado de trabalho e qualificação profissional, neste último item realizando treinamento na área de TI. Foto dos alunos egressos com a coordenação dos cursos de TI

5 3.3 Cursos de Estética e Cosmética Convidou a coordenação do Núcleo de Inovação e Extensão para realizar a palestra O Uso de Sistemas Informatizados nos salões, ocorrido no dia 05 de junho, no III Seminário de Estética e Cosmética das Faculdades Integradas Ipiranga. Foto da Palestra do III Seminário de Estética e Cosmética das Faculdades Integradas Ipiranga 3.3 Semana de Ciência e Tecnologia O NIE coordenou e organizou as palestras para a V Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, ocorrido nos dias 17 a 19 de outubro, no Campus da Universidade Estadual do Pará. 1. Logística Ambiental: a importância da logística no meio ambiente, palestrante Professora MsC. Renata Quemel; 2. Gestão dos Resíduos Sólidos: um panorama da coleta seletiva nos municípios do Estado do Pará, palestrante Professora Esp. Rosana Cayres; 3. Transformando Conhecimento em Atitude: uma semente que deve ser plantada na Educação Básica, palestrante Suzanne Bastos Penin. 4 Projetos de Extensão 4.1 Projeto: Ensino Médio Inovador No dia 24 de outubro os coordenadores do Projeto Ensino Médio Inovador da escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Ministro Alcides Carneiro procuraram o Núcleo de Inovação e Extensão das Faculdades Integradas Ipiranga, para iniciar um projeto de parceria de várias palestras voltadas para os alunos da escola, com a finalidade de orientar o aluno do ensino médio na escolha do curso superior consoante a vocação profissional de cada um e identificar formas de

6 inserção no Mercado de Trabalho. Este projeto foi desenvolvido por quatro professores da Faculdade para informar aos alunos através de palestras os cursos superiores ofertados na Região Norte, mostrar o perfil de cada curso superior e esclarecer formas de atualização para o Mercado de Trabalho. Fotos da execução do projeto - Palestras 4.2 Projeto: Análise de Requisito e Projeto Piloto para Elaboração do Software PROFORMAR Nos dia 26 de junho, 19 de setembro, 10 de outubro e 6, 13, 20 e 27 de novembro o Núcleo de Inovação e Extensão das Faculdades Integradas Ipiranga participou da análise de requisito e do projeto piloto para elaboração do software PROFORMAR (Programa de Formação Profissional de Belém) da Prefeitura de Belém. Este software irá auxiliar a Prefeitura de Belém para cadastrar alunos no Programa de Formação Profissional de Belém, que este programa tem o objetivo de promover a formação de profissionais para atender as necessidades socioeconômicas do município.

7 4.4 Projeto: OFICINA DA BELEZA: atualizando conhecimentos e práticas O curso de Estética e Cosmética das Faculdades Integradas Ipiranga realizou o projeto Oficina da Beleza: atualizando conhecimentos e práticas, no período do mês de agosto a novembro. Este projeto teve como objetivo ampliar conhecimentos e práticas dentro da área; manter os alunos atualizados frente às mudanças que circundam a área; e realizar Oficinas Itinerantes às comunidades carentes oportunizando uma alternativa de geração de renda a estas pessoas. 4.5 Projeto: Tocando com Amor O curso de Estética e Cosmética das Faculdades Integradas Ipiranga realizou o projeto no período do mês de agosto a novembro. O projeto Tocando com Amor foi pensado a partir da sensibilização apresentada no cotidiano dos idosos pensionistas do Asilo Pão de Santo Antônio referente à carência ao toque e às manifestações de afeto, uma vez que, com o passar dos anos, cada vez mais essas práticas se distanciam entre as pessoas. Com isso, o Projeto Tocando com Amor propõe favorecer, por meio dos serviços estéticos do CEI - Centro de Estética Ipiranga, o relacionamento interpessoal, o bem-estar e a manutenção da autoestima dos idosos. Além de, promover um intercâmbio entre os acadêmicos do curso superior tecnológico em Estética e Cosmética das Faculdades Integradas Ipiranga e o Asilo Pão de Santo Antônio, a fim de favorecer, por meio dos serviços estéticos, a manutenção do bem-estar e autoestima nos idoso do Asilo Pão de Santo Antônio.

8 Fotos do projeto Tocando com Amor 5 Evento 5.1 Evento: 1ª Jornada Acadêmica de TI Os cursos tecnológicos de Redes de Computadores e Análise e Desenvolvimento de Sistemas das Faculdades Integradas Ipiranga promoveram a 1ª Jornada Acadêmica de TI, nos dias 18 e 19 de abril, que em sua primeira versão tratou do tema Currículo, Carreira e Mercado de TI. Foi uma oportunidade para a toda comunidade conhecer as novas tendências e oportunidades da área TI. Fotos da 1ª Jornada Acadêmica de TI

9 5.2 Evento: II Circuito da Beleza O evento realizou no dia 17 de maio dentro das dependências das Faculdades Integradas Ipiranga, atendimento de jovens e adultos entre 18 a 80 anos de idades nas áreas de estética facial, corporal, capilar, podologia e terapia alternativa. Este projeto tem como objetivo realizar a troca da teoria e a prática de sala de aula, e ainda incentivar a multidisciplinalidade. Além de, contribuir com a prática da responsabilidade social. 5.3 Evento: I Semana de Meio Ambiente Os cursos tecnológicos em Gestão Comercial, Gestão Pública e Processos Gerenciais das Faculdades Integradas Ipiranga realizaram a I Semana do Meio Ambiente, no período de 02 a 06 de junho, que em sua primeira versão tratou o tema Reciclando para viver. Foi uma oportunidade para toda a comunidade de conhecer o estágio atual de discussões a respeito do destino adequado dos resíduos sólidos, a partir da Política Nacional dos Resíduos Sólidos, presente na realidade de todos os profissionais que trabalham na área de gestão. Fotos de Atividades Realizadas na I Semana de Meio Ambiente

10 5.4 Evento: V Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação O Núcleo de Inovação e Extensão participou na organização e exposição de trabalhos do stand das Faculdades Integradas Ipiranga na V Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, que ocorreu no período de 17 a 19 de outubro no Campus da Universidade Estadual do Pará. Fotos do stand das Faculdades Integradas Ipiranga na V Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação 6 Certificação e Diploma 6.1- Certificação de Agradecimento

11 A Associação dos Feirantes das Feiras e Mercados do Município de Belém no dia 28 de fevereiro entregou o certificado de agradecimento para o Núcleo de Inovação e Extensão das Faculdades Integradas Ipiranga pela parceria dos trabalhos realizados junto a esta associação Diploma A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) entregou um diploma de participação do Prêmio Top Educacional Professor Palmério de 2011 pelo projeto Grupo Ipiranga vai à feira. Ellen de Cássia Lopes Pinheiro Cunha Coordenadora do Núcleo de Inovação e Extensão

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Estética e Cosmética

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Estética e Cosmética CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Estética e Cosmética Características Gerais O curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética visa à formação de profissionais para atuar no segmento de Estética, Cosmética

Leia mais

VENHA COM A GENTE TRANSFORMAR O PAÍS PELA EDUCAÇÃO.

VENHA COM A GENTE TRANSFORMAR O PAÍS PELA EDUCAÇÃO. VENHA COM A GENTE TRANSFORMAR O PAÍS PELA EDUCAÇÃO. A ANIMA EDUCAÇÃO. A Anima é uma das maiores organizações educacionais privadas de ensino superior do país. São mais de 50 mil estudantes matriculados

Leia mais

TECNOLOGIA EM Estética e Cosmetologia

TECNOLOGIA EM Estética e Cosmetologia TECNOLOGIA EM Estética e Cosmetologia Características gerais do curso O curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmetologia visa à formação do profissional para atuar no segmento de Estética, Cosmetologia

Leia mais

ANEXO I - EDITAL Nº 15/2015 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA

ANEXO I - EDITAL Nº 15/2015 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCESSO SELETIVO DO 2º SEMESTRE 205 ANEXO I - EDITAL Nº 5/205 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA

Leia mais

UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO

UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia Naval e Offshore na UPE desenvolvem a capacidade para planejar, desenvolver

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: Técnico em Informática na Formação de Instrutores Carga Horária: 1000 horas Estágio Curricular:

Leia mais

EDITAL Nº 001/2014 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA.

EDITAL Nº 001/2014 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA. EDITAL Nº 00/204 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA Módulo I Educação a Distância e Ambiente Virtual de Aprendizagem História e

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA A concepção que fundamenta os processos educacionais das Instituições da Rede Federal de Educação

Leia mais

PROGRAMAÇÃO POR CURSO

PROGRAMAÇÃO POR CURSO PROGRAMAÇÃO POR CURSO ADMINISTRAÇÃO Jogos de Empresas: Simulação Empresarial, com participantes. Laboratório de Empreendimentos: Simulação de Especificação de Produto com os Princípios da Qualidade Total.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROJETO DE LONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto:

Leia mais

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação do Ministério da Educação, as Atividades Complementares passaram a figurar como importante componente dos Cursos Superiores

Leia mais

EaD como estratégia de capacitação

EaD como estratégia de capacitação EaD como estratégia de capacitação A EaD no processo Ensino Aprendizagem O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (tics) deu novo impulso a EaD, colocando-a em evidência na última

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE FISIOTERAPIA

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE FISIOTERAPIA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE FISIOTERAPIA MONTES CLAROS - MG SUMÁRIO 1. Introdução 4 2. Obrigatoriedade das atividades complementares 5 3. Modalidades de Atividades Complementares

Leia mais

PROJETO LABORATÓRIO DE PROFISSÕES - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

PROJETO LABORATÓRIO DE PROFISSÕES - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL PROJETO LABORATÓRIO DE PROFISSÕES - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL VIGÊNCIA ANO DE 2015 O conhecimento é um tesouro, mas a prática é a chave para obtê-lo." (Thomas Fuller) JOÃO PESSOA PB Fevereiro/2015 APRESENTAÇÃO

Leia mais

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são:

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são: 1) Formas de participação do Corpo Discente: O Colegiado do Curso é um órgão consultivo, deliberativo e normativo, onde é possível a participação do corpo discente nas decisões que competem a exposição

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico:

Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico: Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico: O Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial da Faculdade Sul Fluminense FASF, tendo como Entidade Mantenedora o Instituto

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES

CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES Com a crescente produção de conhecimento e ampliação das possibilidades de atuação profissional, o curso proporciona atividades extra curriculares

Leia mais

PARECER. Justificativa

PARECER. Justificativa Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás IFG - Campus Anápolis Departamento das Áreas Acadêmicas Parecer: Do:

Leia mais

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso AUTO-AVALIAÇAO INSTITUCIONAL DO CURSO DE PEDAGOGIA FACED-UFAM / Professores Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso Objetivos do Curso 01 - Tenho conhecimento do Projeto Pedagógico do Curso.

Leia mais

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA RELATO DE EXPERIÊNCIA SEMANA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA Mestranda Rita Aparecida Nunes de Souza da Luz PROGEPE UNINOVE Resumo O objetivo desse trabalho é relatar a experiência

Leia mais

Objetivo do Programa

Objetivo do Programa Objetivo do Programa O Programa Futuros Engenheiros visa favorecer o desenvolvimento de competências técnicas e habilidades comportamentais de universitários dos cursos de Engenharia para atuar na indústria.

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CERTIFICAÇÃO INTERMEDIÁRIA POR MÓDULOS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CERTIFICAÇÃO INTERMEDIÁRIA POR MÓDULOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CERTIFICAÇÃO INTERMEDIÁRIA POR MÓDULOS 2 CERTIFICAÇÃO INTERMEDIÁRIA POR MÓDULOS A estrutura curricular do Curso Superior de Tecnologia em Marketing da Faculdade

Leia mais

de junho de 2007, destinados a profissionais com graduação ou bacharelado.

de junho de 2007, destinados a profissionais com graduação ou bacharelado. PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU posgraduacao@poliseducacional.com.br O QUE É PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU? A pós graduação lato sensu são cursos promovidos pelas faculdades do grupo POLIS EDUCACIONAL com mais de

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares, as Atividades Complementares constituem-se, também, em um dos componentes dos Cursos Superiores. As Diretrizes Curriculares objetivam servir

Leia mais

APRESENTAÇÃO OBJETIVO DO CURSO

APRESENTAÇÃO OBJETIVO DO CURSO 1 APRESENTAÇÃO Segundo Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Design (2004), o curso de graduação em Design deve ensejar, como perfil desejado do formando, capacitação para a apropriação

Leia mais

MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos

MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO LASSU - LABORATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Por que fazer um MBA LASSU USP? Grande parte do mercado e da sociedade ainda

Leia mais

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA Área de Atuação 1. Formação Profissional Cooperativista São ações voltadas à formação, qualificação e capacitação dos associados,

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA:

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2009 - ENCERRADOS. Programa ESAG Sênior. Coordenador: Mário César Barreto Moraes

AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2009 - ENCERRADOS. Programa ESAG Sênior. Coordenador: Mário César Barreto Moraes AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2009 - ENCERRADOS Programa ESAG Sênior Mário César Barreto Moraes Bolsistas: Vanessa Vidal Riso Danielle Cândido Vecchietti Juliana Oliveira Lima de Souza A busca pro metodologias

Leia mais

Licenciatura e Bacharelado. Licenciatura e Bacharelado. Bacharelado Noturno 8 80 II 70 x 1

Licenciatura e Bacharelado. Licenciatura e Bacharelado. Bacharelado Noturno 8 80 II 70 x 1 ANEXO I RELAÇÃO DE CURSOS DA UNISA - TURNOS, DURAÇÃO, VAGAS, LOCAIS DE FUNCIONAMENTO E NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA OFERECIDOS NO PROCESSO SELETIVO, TURMAS DE JANEIRO 2-2011. CURSOS DE GRADUAÇÃO CURSOS HABILITAÇÕES

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA DIVULGAÇÃO DE CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO

INFORMAÇÕES PARA DIVULGAÇÃO DE CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO INFORMAÇÕES PARA DIVULGAÇÃO DE CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU em Educação Infantil e Ensino Fundamental (Séries Iniciais) EM MONTES CLAROS, NOVO CRUZEIRO, PIRAPORA,

Leia mais

www.pucrs.br/pos *AVALIAÇÃO CAPES POR QUE A PUCRS?

www.pucrs.br/pos *AVALIAÇÃO CAPES POR QUE A PUCRS? A Pós-Graduação da PUCRS é a porta de entrada para um novo momento da sua vida profissional e acadêmica. Você pode ampliar habilidades, fomentar ideias e adquirir conhecimento com experiências inovadoras

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL RELATO DE EXPERIENCIA DE PROJETO COLABORATIVO VIA INTERNET ENTRE ESCOLAS MUNICIPAIS

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES S COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares, as Atividades Complementares constituem-se, também, em um dos componentes dos Cursos Superiores. As Diretrizes Curriculares objetivam servir de referência

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem O Projeto e-jovem é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Educação SEDUC, cuja proposta visa oferecer formação em Tecnologia da Informação

Leia mais

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA ATIVIDADES TEÓRICO-PRÁTICAS - NORMAS -

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA ATIVIDADES TEÓRICO-PRÁTICAS - NORMAS - Direção da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Dom Bosco / AEDB Prof. Ms. Antonio Carlos Simon Esteves Coordenação do Curso de Pedagogia Profa. Ms. Sueli Sardinha Guedes 2 MISSÃO DA FFCLDB/AEDB Promover

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral Curso: ENGENHARIA ELÉTRICA SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Elétrica da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar engenheiros com sólidos e atualizados conhecimentos científicos

Leia mais

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Relatório Resumo Junho de 2012 Índice 1. Objectivo... 3 2. Enquadramento... 3 3. Trabalho realizado... 3 4. Dados síntese da Licenciatura

Leia mais

DIMENSÃO 8 ATENDIMENTO AOS ESTUDANTES

DIMENSÃO 8 ATENDIMENTO AOS ESTUDANTES DIMENSÃO 8 ATENDIMENTO AOS ESTUDANTES 8.1 CONDIÇÕES INSTITUCIONAIS PARA OS DISCENTES 8.1.1 Facilidade de acesso aos dados e registros acadêmicos 8.1.2 Apoio à participação em eventos, produção e divulgação

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2015 2019. Capítulo 5 Organização Didático Pedagógica

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2015 2019. Capítulo 5 Organização Didático Pedagógica PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2015 2019 Capítulo 5 Organização Didático Pedagógica Florianópolis Dezembro 2014 CAPÍTULO 5...5.1 ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO PEDAGÓGICA...5.1 5.1 INOVAÇÕES NOS PROCESSOS

Leia mais

CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV CURSO: GESTÃO DE DATACENTER E COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2013.2

CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV CURSO: GESTÃO DE DATACENTER E COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2013.2 NÚMERO DE VAGAS: 25 (Vinte e Cinco) Vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS 01 de Novembro de 2013 CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA A Fundação Visconde

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação?

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? O mercado do trabalho está cada vez mais exigente. Hoje em dia, um certificado de pós-graduação é imprescindível para garantia

Leia mais

Serviço Público Federal. Ministério da Educação. Universidade Federal Fluminense

Serviço Público Federal. Ministério da Educação. Universidade Federal Fluminense A parte de imagem com identificação de relação rid6 não foi encontrada no arquivo. Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Edital para submissão de projetos da AGENDA

Leia mais

2. Cursos de Extensão

2. Cursos de Extensão 2. Cursos de Extensão Instituto Internacional de Cromatografia (IIC) APRESENTAÇÃO DOS CURSOS DE EXTENSÃO DO IIC O Instituto Internacional de Cromatografia (IIC) oferecerá no ano de 2011 as seguintes atividades

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: INSTITUIÇÃO: IFRS CAMPUS BENTO GONÇALVES CNPJ: 94728821000192 ENDEREÇO: Avenida Osvaldo Aranha, 540. Bairro Juventude. CEP: 95700-000 TELEFONE: (0xx54) 34553200 FAX: (0xx54) 34553246 Curso de Educação

Leia mais

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE tornar

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUÍNTES EM 2014/1

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUÍNTES EM 2014/1 CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SÃO PAULO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Publicidade e Propaganda Rádio e Televisão Relações Públicas ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUÍNTES EM 2014/1 DEFINIÇÃO

Leia mais

31956 Monografia II 31926

31956 Monografia II 31926 Currículo Novo 2006/01 Duração: 182 créditos 2.730h, acrescidas de 270h de atividades complementares, totalizando 3.000h 31544 Teoria das Organizações I - 31554 Matemática I - 31564 Teoria das Organizações

Leia mais

Projeto Escola com Celular

Projeto Escola com Celular Projeto Escola com Celular Rede Social de Sustentabilidade Autores: Beatriz Scavazza, Fernando Silva, Ghisleine Trigo, Luis Marcio Barbosa e Renata Simões 1 Resumo: O projeto ESCOLA COM CELULAR propõe

Leia mais

DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC)

DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) Escola de Enfermagem Wenceslau Braz DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) INTRODUÇÃO O Projeto Pedagógico do Curso de Enfermagem da Escola de Enfermagem Wenceslau Braz (EEWB) da cidade

Leia mais

Planilha1 1. CONSOLIDAR OS CURSOS OFERTADOS

Planilha1 1. CONSOLIDAR OS CURSOS OFERTADOS Planilha1 Indicadores: 1. CONSOLIDAR OS CURSOS OFERTADOS Índice de Eficiência Acadêmica Meta: 55% Índice de Retenção do Fluxo Escolar Meta: 18% Relação Concluintes x vaga ofertada Meta: 5% Realização de

Leia mais

Parecer de Autorização de Funcionamento: CEED nº 650/2014.

Parecer de Autorização de Funcionamento: CEED nº 650/2014. CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA O Curso Técnico de Nível Médio em Eletrotécnica, Eixo Tecnológico Controle e Processos Industriais são organizados em 3 módulos de 400 horas. Ao final do curso, 400 horas

Leia mais

Faculdade Escola Paulista de Direito

Faculdade Escola Paulista de Direito REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO São Paulo 2014 ESCOLA PAULISTA DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (937Q)

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (937Q) REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (937Q) ENGENHARIA CIVIL GOIÂNIA/GO 1. ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades Complementares são componentes curriculares enriquecedores e complementadores do

Leia mais

VESTIBULAR 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS

VESTIBULAR 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS VESTIBULAR 2015/1 SELEÇÃO PARA CURSOS TECNICOS SUBSEQUENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS CURSO TÉCNICO EM AGRIMENSURA Aprovado

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG ESCOLA DE DESIGN ED COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO NUCLEO INTEGRADOR DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS - NIPP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 Aprovado pelo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação Diretoria de Extensão e Políticas de Inclusão

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Elétrica tem por missão a graduação de Engenheiros Eletricistas com sólida formação técnica que

Leia mais

SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE DA UniEVANGÉLICA CRONOGRAMA ATENÇÃO!!!

SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE DA UniEVANGÉLICA CRONOGRAMA ATENÇÃO!!! SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE DA UniEVANGÉLICA PROCESSO PARA O SEMESTRE LETIVO 2014/2 CRONOGRAMA 02 a 20 de junho de 2014 Inscrições 26 a 28 de junho de 2014 Aula teste e entrevista ATENÇÃO!!!

Leia mais

REGULAMENTO MES MECANISMOS DE ESTUDOS SISTÊMICOS Universidade Ibirapuera Aprovado pela Res. CONSUN nº 10/07, de 19.09.07 REGULAMENTO MES - MECANISMOS DE ESTUDOS SISTÊMICOS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUINTES EM 2015/1

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUINTES EM 2015/1 CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SÃO PAULO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Publicidade e Propaganda Rádio e Televisão Relações Públicas ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUINTES EM 2015/1 DEFINIÇÃO

Leia mais

Projeto Integrador. Faculdade Senac

Projeto Integrador. Faculdade Senac Projeto Integrador Faculdade Senac Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás adota o Projeto Integrador nos cursos da área de Tecnologia da Informação com o intuito de possibilitar ao aluno criação de um produto

Leia mais

AÇÕES DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 1. FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA OU QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

AÇÕES DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 1. FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA OU QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL GLOSSÁRIO EDUCAÇÃO PROFISSIONAL SENAC DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL RIO DE JANEIRO NOVEMBRO/2009 AÇÕES DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Ações educativas destinadas ao desenvolvimento de competências necessárias

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE 1 MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE Olinda PE Agosto / 2014 2 Introdução As atividades complementares representam um conjunto de atividades extracurriculares que

Leia mais

A Responsabilidade Social da Instituição

A Responsabilidade Social da Instituição A Responsabilidade Social da Instituição A Fundação Educacional Machado Sobrinho, mantenedora da Faculdade Machado Sobrinho, é uma Instituição Privada de Ensino, sem finalidade lucrativa e de caráter filantrópico.

Leia mais

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Ao Ministério da Saúde Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde E-mail: deges@saude.gov.br - prosaude@saude.gov.br CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002

Leia mais

ANAIS DA 66ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC - RIO BRANCO, AC - JULHO/2014

ANAIS DA 66ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC - RIO BRANCO, AC - JULHO/2014 1 ANAIS DA 66ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC - RIO BRANCO, AC - JULHO/2014 O Pibid: ações de formação de professores que impactam a escola e a universidade Maurivan Güntzel Ramos mgramos@pucrs.br O presente texto

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS OSÓRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO:

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO DE UMA EXPERIÊNCIA BEM-SUCEDIDA PROJETO IMPLATADO PELA ANHANGUERA EDUCACIONAL Palestrante: Ana Maria Costa de Sousa Debatedor: Gabriel Mário Rodrigues Tutoria

Leia mais

Gestão escolar e certificação de diretores das Escolas Públicas Estaduais de Goiás: alguns apontamentos

Gestão escolar e certificação de diretores das Escolas Públicas Estaduais de Goiás: alguns apontamentos Gestão escolar e certificação de diretores das Escolas Públicas Estaduais de Goiás: alguns apontamentos Profª Edvânia Braz Teixeira Rodrigues Coordenadora de Desenvolvimento e Avaliação Secretaria de Estado

Leia mais

Política de Tecnologia Educacional na Secretaria de Educação Municipal de Vila Velha. Profª Wanessa Zavarese Sechim

Política de Tecnologia Educacional na Secretaria de Educação Municipal de Vila Velha. Profª Wanessa Zavarese Sechim Política de Tecnologia Educacional na Secretaria de Educação Municipal de Vila Velha Profª Wanessa Zavarese Sechim Como encontramos o Tecnologia Educacional. Setor de Diagnóstico Situacional em Julho de

Leia mais

Planejamento Anual - 2014

Planejamento Anual - 2014 Planejamento Anual - 2014 Tutor Email SILVANA SOUZA SILVEIRA silvana.silveira@pucrs.br Informações do Planejamento Planejamento quanto à participação/contribuição do (a) tutor (a) nas atividades e na formação

Leia mais

ANEXO I REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA FLEXIBILIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

ANEXO I REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA FLEXIBILIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ANEXO I REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA FLEXIBILIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA Aprovado pelo Colegiado do Curso de Bacharelado em Educação Física, em reunião

Leia mais

Coordenação de Pós-Graduação e Extensão. Legislação sobre cursos de Pós-graduação Lato Sensu e Credenciamento da FACEC

Coordenação de Pós-Graduação e Extensão. Legislação sobre cursos de Pós-graduação Lato Sensu e Credenciamento da FACEC Coordenação de Pós-Graduação e Extensão Legislação sobre cursos de Pós-graduação Lato Sensu e Credenciamento da FACEC Os cursos de especialização em nível de pós-graduação lato sensu presenciais (nos quais

Leia mais

REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO NA UFMA: REALIDADES DISTINTAS A MESMA MÉTRICA

REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO NA UFMA: REALIDADES DISTINTAS A MESMA MÉTRICA REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO NA UFMA: REALIDADES DISTINTAS A MESMA MÉTRICA Profª. Drª. Isabel Ibarra Cabrera Pro-reitora de Ensino /PROEN/UFMA Forgrad Nordeste/ Petrolina 15, 16 e 17 de maio de 2014 Roteiro da

Leia mais

PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013

PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013 PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013 EDITAL Nº 1, 9 DE ABRIL DE 2013 A Direção do Curso de Direito da Universidade Católica de Brasília UCB, no uso de suas atribuições institucionais, torna pública

Leia mais

Resolução nº. 01/09. Título I Estágio Supervisionado. Capítulo I. Caracterização do Estágio:

Resolução nº. 01/09. Título I Estágio Supervisionado. Capítulo I. Caracterização do Estágio: 1 Resolução nº. 01/09 Aprovar o Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Pedagogia - considerando o art.70, VII do Regimento desta Instituição; - considerando necessidade de normatizar

Leia mais

INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES

INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES P R O POS T A A INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES SOBRE NÓS Quem Somos A mantenedora do Seu Professor atua há mais de 18 anos no segmento educacional, com escolas de Ensino Fundamental, Médio, cursos técnicos,

Leia mais

Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha. Planejamento para 2015

Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha. Planejamento para 2015 Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha Planejamento para 2015 Formação Aprender faz parte da vida, sendo um processo permanente de desenvolvimento humano

Leia mais

NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO

NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO PROVÍNCIA LA SALLE BRASIL - CHILE APRESENTAÇÃO O Setor de Educação Superior da Província

Leia mais

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS O Instituto de Ensino de Garça,

Leia mais

NORMAS GERAIS DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO: GESTÃO, SUPERVISÃO E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL

NORMAS GERAIS DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO: GESTÃO, SUPERVISÃO E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL NORMAS GERAIS DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO: GESTÃO, SUPERVISÃO E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL APRESENTAÇÃO Este manual destina-se a orientação dos procedimentos a serem adotados durante o estágio

Leia mais

Rodovia Washigton Luis km 173,3, s/n, Chácara Lusa Centro CEP: 13501600 - Rio Claro SP Inscr. Estadual: Isento CNPJ nº 05.143.

Rodovia Washigton Luis km 173,3, s/n, Chácara Lusa Centro CEP: 13501600 - Rio Claro SP Inscr. Estadual: Isento CNPJ nº 05.143. SUMÁRIO CAPÍTULO I - DISPOSIÇÃO INICIAL... 1 CAPÍTULO II DA NATUREZA E FINALIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA... 2 CAPÍTULO III DOS OBJETIVOS... 2 CAPÍTULO IV DOS REQUISITOS... 3 CAPÍTULO V DO REGULAMENTO...

Leia mais

18-21 maio 2016 São Paulo expo exhibition & convention center Melhor educação, melhor sociedade.

18-21 maio 2016 São Paulo expo exhibition & convention center Melhor educação, melhor sociedade. 18-21 maio 2016 São Paulo expo exhibition & convention center Melhor educação, melhor sociedade. O único evento de educação e tecnologia educacional no país. Revolucionando a aprendizagem ao redor do mundo.

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004. 1 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004. (*) (**) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Educação Física,

Leia mais

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO Maria Salete da Silva Josiane dos Santos O Programa Assistência Sócio-Jurídica, extensão do Departamento de Serviço Social, funciona no Núcleo

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SERTÃO PERNAMBUCANO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 175/2013

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 175/2013 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 175/ Altera o Anexo 01 da Deliberação CONSEP Nº 088/, que dispõe sobre as normas e fixa o calendário e número de vagas para o Processo Seletivo/ dos cursos presenciais de graduação.

Leia mais

Estratégias de combate à retenção e à evasão nos cursos de graduação. Prof. Edilson Paes Saraiva DZ/CCA/UFPB edilson@cca.ufpb.br

Estratégias de combate à retenção e à evasão nos cursos de graduação. Prof. Edilson Paes Saraiva DZ/CCA/UFPB edilson@cca.ufpb.br Estratégias de combate à retenção e à evasão nos cursos de graduação Prof. Edilson Paes Saraiva DZ/CCA/UFPB edilson@cca.ufpb.br Evolução do ensino superior brasileiro Introdução 30 % 93% 81% 2 Introdução

Leia mais

Eventos ocorridos. I Encontro entre Intercambistas e Alunos do IFRS - Campus POA

Eventos ocorridos. I Encontro entre Intercambistas e Alunos do IFRS - Campus POA Eventos ocorridos Dia Mundial da Água A presente proposta tem como objetivo oportunizar um momento para abordar temáticas relacionas à Água, a partir de palestras proferidas por especialistas nas diversas

Leia mais

Projeto de Patrocínio. Curitiba - PR. 7 Fórum de Tecnologia em Software Livre

Projeto de Patrocínio. Curitiba - PR. 7 Fórum de Tecnologia em Software Livre Projeto de Patrocínio Curitiba - PR 2015 2014 VI FÓRUM TECNO SOFTW LIVRE VI Fó Te So Liv 16 a 18 de setembro de 2015 Curitiba PR Brasil Sumário 1 Apresentação...1 2 Local, data e site...1 3 Público alvo...1

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP Alunos apontam melhorias na graduação Aumenta grau de formação dos professores e estudantes mostram que cursos possibilitam

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA REDES DE COMPUTADORES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA REDES DE COMPUTADORES CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA REDES DE COMPUTADORES OBJETIVOS Este curso visa à formação de profissionais para atuarem como empreendedores, analistas ou consultores no mercado de infraestrutura e segurança

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES O Parecer do CNE/CES nº 492/2001, assim define as atividades complementares:

Leia mais