Manual. Integração. para. Atendimento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual. Integração. para. Atendimento"

Transcrição

1 Manual de Integração para Atendimento Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 1 de 15

2 Você está ingressando na BRTÜV para atuar no processo de Atendimento. Como toda empresa de serviços, este é um processo chave em busca da excelência na execução de nossos serviços. Este Manual vai ajudá-lo a conhecer e a entender melhor sua atuação, o que esperamos de você e o que temos a lhe oferecer. Nosso foco é a parceria a longo prazo. Além do Atendimento, você atuará também como apoio administrativo às áreas internas de Expediente Técnico e/ou Expediente Financeiro. É nosso interesse que você esteja preparado para assumir novos desafios dentro da BRTÜV tão logo existam oportunidades internas. Tenha este Manual sempre em mãos para consultá-lo quando necessário. Esperamos que esta parceria que se inicia seja próspera e duradoura. (foto da equipe BRTÜV tirada no Evento Anual de Auditores de 2011) SEJA BEM VINDO À BRTÜV Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 2 de 15

3 Apresentação da BRTÜV Pertencendo ao grupo TÜV NORD, da Alemanha, e ao IBQN, do Brasil, a BRTÜV alia a experiência internacional alemã de mais de 130 anos com fortes raízes técnicas e culturais brasileiras. Na execução dos serviços prestados, a BRTÜV exerce a tradição de seus sócios, de absoluta imparcialidade e independência de qualquer influência comercial ou governamental. Em respeito a este princípio, a BRTÜV não executa serviços de consultoria visando à certificação de sistemas de gestão ou produtos. Ética é o nosso principal Valor. A BRTÜV é um organismo certificador acreditado pelo INMETRO, sendo assim parte integrante do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade, fazendo parte, também, do grupo de empresas TÜV CERT, através de sua casa matriz TÜV NORD, acreditado pelo DAkkS (alemão = Deutsche Akkreditierungsstelle) que é uma das principais entidades acreditadoras do mundo. Estas acreditações e parcerias permitem à BRTÜV oferecer aos seus clientes todos os serviços de certificações de que necessitam, sejam eles de sistemas de gestão, produtos ou pessoal, com os mais variados reconhecimentos oficiais nacionais e internacionais. A BRTÜV oferece, também, serviços de avaliação nas áreas da engenharia, da mobilidade, da sustentabilidade e conta com a Academia BRTÜV. e Termos e definições que interessam ao Atendente: Como dito acima, a BRTÜV é um Organismo Certificador de terceira parte. Isso significa que somos autorizados por um Organismo de Acreditação no Brasil este organismo é o INMETRO a oferecer serviços de certificação e avaliação de conformidade. Nossa atividade principal é a realização de auditorias. A Auditoria é um processo amostral para avaliação da conformidade, no qual atua uma Equipe Auditora liderada pelo Auditor Líder e composta por Auditores, Especialistas e Acompanhantes, que é a forma como chamamos os Auditores em Treinamento. Auditores dos Organismos Acreditadores que também poderão acompanhar uma auditoria. O nome BRTÜV pronuncia-se BRTIF em função da origem alemã da terminação TÜV. Existem outros organismos de certificação, também de origem alemã, que possuem uma denominação parecida com a nossa, porém não fazem parte do grupo BRTÜV/TÜV NORD (Ex: TÜV Rheinland ou TÜV SÜD). Sempre que alguém ligar solicitando falar com a TÜV, repasse a ligação ao Assistentes de Negócios Responsável por Novos Clientes. Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 3 de 15

4 Nosso sistema de telefonia é virtual e denomina-se VOIP. Isso significa que as ligações serão atendidas através do computador utilizando um telefone virtual. Os colaboradores poderão estar dentro do escritório ou trabalhando em homeoffice (casa); seja onde for, as ligações poderão ser repassadas através deste sistema virtual. A INTRANET é o sistema de gestão da BRTÜV. É através dela que você poderá consultar nome dos colaboradores, agenda dos auditores e outras informações necessárias para realização de suas tarefas. Na INTRANET você também terá acesso ao WIKI onde são disponibilizadas informações sobre os processos internos e o andamento das atividades de apoio, inclusive versões atualizadas deste manual. Sempre que necessitar de algum apoio sobre informática, abra um HELP DESK para que sua solicitação seja registrada como um chamado e direcionada ao setor responsável. A BRTÜV possui um sistema de gestão da qualidade. Todos os desvios internos são tratados através dos BOM`s (boletim de ocorrência e melhoria) e são encarados como melhorias. Organização e Atividades da BRTÜV A BRTÜV definiu seus principais processos internos de forma a organizar o fluxo de atividades ao longo de toda a execução de seus serviços de avaliação de conformidade. Todos os processos e seus responsáveis são monitorados através de um BSC (Balanced Score Card) desenvolvido internamente e totalmente alinhado com os requisitos da norma ISO 17021, em alguns aspectos semelhantes à norma ISO Através do BSC realizamos mensalmente a análise de dados buscando identificar pontos de melhoria para cada um dos processos monitorados. É assim que buscamos a excelência nos serviços prestados. Comunicação Somos uma empresa estruturada para atuar de forma virtual e descentralizada. Implementamos um Sistema de Gestão da Segurança da Informação baseado na norma ISO 27001, que define regras para uso seguro dos ativos de informação o que inclui as ferramentas de e comunicação virtual. O método de comunicação mais utilizado é o . Toda comunicação entre você e os demais colegas deverá ocorrer através deste canal. Tenha certeza de checar seus s com regularidade. Temos como meta a resposta imediata dos s, mas em condições especiais aceitamos a resposta em até 02 dias úteis. Não utilizar o recurso de responder para todos quando não for necessário. Temos de garantir a agilidade e a eficácia da comunicação eletrônica de forma a garantirmos um fluxo constante e coeso de informações dentro e fora da empresa. Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 4 de 15

5 Ética Ética é um dos valores centrais da BRTÜV. Elaboramos um Código de Conduta que estabelece padrões legais e éticos obrigatórios para as atividades de toda a nossa equipe. Será solicitado que você conheça e assine o nosso Código de Ética para que possa atuar como Atendente. Missão, Valores e Política Dentro do nosso planejamento por objetivos, a partir da ampla discussão interna com todos os nossos colaboradores, foram estabelecidos os seguintes textos, norteadores dos nossos conceitos organizacionais e fundamentais para nossa atuação. Missão: Prover serviços técnicos especializados, agrupados em unidades de negócios alinhadas ao TÜV NORD GROUP, com ênfase em serviços BUSINESS TO BUSINESS (B2B), para os mercados nacional e regional. Valores Ética; Confidencialidade; Independência; Imparcialidade; Competência; Sustentabilidade; Responsabilidade Social. Política do Sistema de Gestão da BRTÜV A BRTÜV tem como objetivo fundamental e prioritário satisfazer seus clientes através das seguintes premissas: Conquistar o mais elevado nível de qualidade nos serviços prestados aos clientes, buscando a sua fidelização e o nosso crescimento continuo e sustentável; Atender as expectativas dos clientes, sócios, colaboradores e demais partes interessadas, promovendo ações que demonstrem responsabilidade social e respeito ao meio ambiente; Capacitar continuamente os colaboradores; Atuar eticamente e com transparência, segundo as boas práticas, cumprindo requisitos; Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 5 de 15

6 Promover a melhoria contínua dos processos e garantir a capacidade de resposta às reclamações. Manter a integridade, a disponibilidade e a confidencialidade das informações referentes a BRTÜV, seus colaboradores e cliente. Estrutura Organizacional e Alguns Serviços Veja a seguir as Unidades de Negócios, alguns produtos e nosso Organograma. Unidades de Negócios Técnicas (UNT) e alguns serviços de Certificação e de Inspeção: Academia: Cursos Alimentos e Agronegócio: ISO 22000, HACCP APPCC, Cachaça, Café e demais produtos do setor agrícola Aeroespacial: NBR 15100/AS9100; NBR 16001, SA8000, BCSI, SMETA Infraestrutura: ISO 9001 Sistema de Gestão da Qualidade e PBQP-H Mobilidade: Automotivo, ISO TS 16949, Pneus e Motores Segurança de Produtos: ISO 17025, e ISO Serviços Industriais: ISO TS 29001, Inspeção vasos de pressão e equipamentos (PED, AD Markblatt, outras normativas) Sustentabilidade: ISO e Sistema de Gestão Ambiental Transportes: SASSMAQ Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 6 de 15

7 Nosso Organograma: Setores Expediente Técnico o Coordenar as atividades de expediente como agendamento das auditorias, emissão de certificado, recepção de relatório dos auditores, emissão de contrato, solicitação de selos, dúvidas de uso de logomarcas e demais atividades de apoio para garantir o andamento das atividades técnicas de certificação e avaliação; Expediente Financeiro o É composto pelas atividades de contas a pagar, compras e contas a receber; o Apoio logístico aos auditores através de reserva de hotéis e passagens aéreas; o Atividades de copa e limpeza. Ocasionalmente apoio ao pessoal do Financeiro com serviços externos de compras e banco. Gerente e Assistente de Negócios: o Articular as atividades de mercado e negócios; Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 7 de 15

8 o Dividimos o país em regiões e nomeamos um Gerente de Negócios (GN) como responsável para cada uma dessas regiões. Eles contam com o apoio de um assistente de negócios (AN). Verifique no WIKI a estrutura de negócios para saber quem são os GNs e os ANs para cada região; o Via de regra o GN é também um auditor e geralmente não está disponível durante o horário comercial. RH: o É responsável pela seleção, contratação, integração, treinamento e manutenção dos registros dos funcionários e prestadores de serviço. Manutenção dos benefícios e informações dos funcionários; Controle de Gestão e Finanças: o Responsável pelo acompanhamento dos indicadores definidos no BSC bem como apoiar a direção na interface com a empresa de contabilidade externa; Coordenadores Técnicos o São responsáveis pelas unidades de negócio e orientam os auditores e o expediente técnico nas atividades sob sua coordenação. Geralmente são também auditores e não ficam locados diariamente no escritório. o As unidades de negócio encontram-se detalhadas acima no item Estrutura. o Responsável pela manutenção da qualificação dos auditores e especialistas. Jurídico o Assessoria jurídica. Desenvolvimento de Sistemas o Desenvolver soluções de informática para suportar as atividades. Comunicação o Apoiar os usuários internos e externos. o Garantir o fluxo das informações e a manutenção dos canais de comunicação como , telefones, home page, help desk, hardware, etc... o Atendimento. Direção o Planejamento, supervisão e apoio às demais áreas; Qualidade e Ouvidoria o Manutenção do sistema de gestão da qualidade e segurança da informação; o Representar a BRTÜV junto ao INMETRO e demais órgãos acreditadores; o Tratamento de reclamações de clientes e aprimoramento dos processos internos; o Cuidar da atuação ética da BRTÜV. Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 8 de 15

9 Atividades do Atendimento As atividades principais do Atendente são: Garantir que todo contato interno e externo (telefone-voip, fax, , correspondência, malote), de cliente, auditores/especialista, colaboradores, fornecedores e outros, seja devida e prontamente atendido e registrado; Garantir a continuidade do atendimento recebido, informando prontamente à pessoa solicitada e acompanhando a resposta dada ao solicitante; Você receberá treinamento para sua integração e conhecimento das atividades da BRTÜV, de forma que esteja preparada para fazer o atendimento conforme procedimentos definidos para as atividades acima. É nossa expectativa é que a partir da 3ª. semana você esteja apta a realizar sua atividades de forma independente. Portanto, aproveite este período para conhecer as pessoas e as áreas internas profundamente. É muito importante no processo de Atendimento que você conheça todas as áreas e seus responsáveis de forma a garantir uma comunicação ágil e eficaz. Observações Importantes: Auditores são orientados a deixar o celular desligado durante as auditorias. Portanto não devemos entrar em contato com os auditores durante o dia. Salvo se ele não estiver em auditoria. Você pode verificar a agenda dos auditores na INTRANET; Todo cliente tem um Gerente de Negócios (GN), um Assistente de Negócios (AN), um responsável pelo Expediente Técnico e Financeiro. Procure localizá-los na INTRANET para transferir à pessoa responsável. Todos os atendimentos devem ser encaminhados ao Assistente de Negócios responsável; Não é permitido informar o número do celular ou endereço de qualquer colaborador para clientes ou terceiros que não sejam colaboradores da BRTÜV; Para os GNs é permitida a divulgação do número de celular; Durante o período de trabalho no Atendimento o foco deve ser único e exclusivo às atividades de atendimento. Da mesma forma, no período de trabalho nas áreas do Expediente Técnico/Financeiro o foco deve ser somente para as atividades destas áreas. Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 9 de 15

10 Método de Comunicação x Setor Preferencialmente utilizar a ordem indicada abaixo para comunicação com os setores: Setor 1ª 2ª 3ª Expediente Técnico Gerente e Assistente de Negócios VOIP Celular(*) Expediente Financeiro VOIP -- RH VOIP -- Controle de Gestão e Finanças VOIP -- Coordenadores Técnicos Jurídico Tecnologia da Informação VOIP -- Auditores/Instrutores Direção Qualidade e Ouvidoria VOIP -- (*) Somente para GN. Benefícios Vale Transporte A BRTÜV oferece aos seus funcionários a opção pelo uso do vale transporte, sendo que a opção pelo benefício deve ocorrer no ato da admissão. São descontados do colaborador 6% do salário através da folha de pagamento. O benefício é calculado projetando a escala de trabalho do colaborador e concedido até o último dia útil do mês anterior. Os colaboradores admitidos no decorrer do mês receberão o valor do vale transporte proporcional aos dias trabalhados via depósito em conta e sem desconto e, o pedido será feito normalmente para o mês seguinte. O vale transporte não será concedido em período de férias. Vale Refeição É fornecido a todos os funcionários que tenham esse direito garantido em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Este benefício é concedido via Cartão Refeição a ser creditado todo primeiro dia útil de cada mês, sempre considerando a escala de trabalho. São descontados 10% do total por colaborador através da folha de pagamento. Para os admitidos no decorrer do mês, favor solicitar nota fiscal no restaurante para ser reembolsado posteriormente no valor máximo de R$ 16,00 reais / dia útil até que o seu cartão esteja disponível para utilização. O vale refeição não será concedido em período de férias. Vale Alimentação Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 10 de 15

11 É fornecida a todos os funcionários que tenham esse direito garantido em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e optarem pelo recebimento do benefício no ato da admissão. Este benefício é concedido via Cartão Alimentação a ser creditado todo primeiro dia útil de cada mês. São descontados 10% do valor montante de $ 66,00 de cada funcionário através da folha de pagamento. Plano Odontológico É fornecido a todos os funcionários que tenham interesse neste beneficio. Sua solicitação deve ser realizada no ato de admissão do colaborador, em formulário especifico. Caso o funcionário não opte pelo benefício no ato da admissão e venha a fazê-lo posteriormente, estará sujeito ao cumprimento de carência. Podem ser inclusos como dependentes legais cônjuges ou filhos. É descontado do funcionário o valor total do seu plano através da folha de pagamento. Seguro de Vida Este benefício é fornecido a todos os colaboradores que tenham direito garantido em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). O benefício é concedido a partir da data de admissão em formulários especifico e são descontados do funcionário 10% do valor do benefício através da folha de pagamento. Este benefício não é opcional. Assistência Médica É fornecido a todos os funcionários que tenham esse direito garantido em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). A solicitação deste benefício deve ser realizada no ato de admissão do colaborador em formulário especifico. Caso o funcionário não opte pelo beneficio no ato da admissão e venha a fazê-lo posteriormente, estará sujeito ao cumprimento de carência de acordo com as normas vigentes da Agencia Nacional de Saúde (ANS). Podem ser incluídos no plano somente filhos do funcionário. É descontado do funcionário 6% do valor total do seu plano através da folha de pagamento. Cancelamentos, Alterações, Inclusões e Exclusões devem ser solicitadas ao RH até o dia 30 de cada mês. Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 11 de 15

12 Reembolso de Graduação A BRTÜV incentiva seus funcionários para que completem a primeira graduação. Após o período de experiência de 3 meses, o benefício será concedido através de reembolso de 50% do valor da mensalidade devidamente quitada. É necessária a apresentação do comprovante de pagamento através do Relatório de Despesa (RD). Semestralmente deve ser apresentado ao RH comprovante de matricula. Curso de inglês Sendo uma empresa com atuação internacional, a BRTÜV pretende que todos os funcionários dominem o idioma inglês. Assim, oferecemos o curso. Cesta de Natal A BRTÜV presenteia os seus colaboradores com uma cesta de Natal ao final de ano sempre que os resultados tenham sido atingidos. Vamos trabalhar para isso!!! Informações Faltas, Feriados e Pontes É nosso objetivo que todos os funcionários compreendam a importância de comparecer ao trabalho todos os dias. A falta de um funcionário onera o serviço dos demais e atrasa todo o fluxo de atividades. Principalmente no atendimento que é a porta de entrada para toda comunicação dos clientes com a BRTÜV. Em caso de falta por motivo médico, o funcionário deve entregar ao RH um atestado de forma a justificar a ausência. Faltas Legais Casamento: 03 dias (a contar da data do casamento civil); Falecimento de ascendentes (pais) ou descendentes diretos (filhos): 02 dias; Licença Paternidade: 05 dias; Licença Maternidade: 120 dias. OBS: Deve ser entregue ao RH comprovantes para a utilização do direito. O RH deverá planejar no início do ano o rodízio para os feriados com possibilidade de ponte. O objetivo é que todos possam descansar ao mesmo tempo em que possamos garantir a continuidade do atendimento aos clientes e demais colegas. Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 12 de 15

13 Um calendário com as datas comemorativas de Natal, Ano Novo, Carnaval de demais feriados será definido pela direção em conjunto com o RH e divulgados através do WIKI. Cartão de Ponto A BRTÜV disponibiliza na INTRANET o cartão de ponto. O colaborador deve efetuar o preenchimento corretamente, ou seja, todos os horários de entrada, saída do almoço, retorno do almoço e saída devem ser registrados diariamente. Vale lembrar que cada colaborador é responsável direto pelas informações lançadas no cartão de ponto. Este deve ser impresso, assinado e entregue ao RH no 1 dia útil do mês seguinte. Correções podem ser solicitadas sempre que necessário ao RH desde que devidamente justificadas. Salário O adiantamento será depositado todo dia 10, desde que o funcionário opte por receber o adiantamento no momento da contratação. O salário será depositado todo dia 25. Em ambos os casos o crédito é feito em conta corrente obrigatoriamente do Banco REAL. Caso você não possua conta neste banco, favor providenciar o mais rápido possível. O RH poderá lhe apoiar neste processo emitindo, quando necessário, uma carta para abertura de conta corrente. O décimo terceiro salário é creditado em duas parcelas nos meses de novembro e dezembro. O salário é reajustado anualmente, geralmente em agosto, conforme acordo entre os sindicados dos empregados e empregadores. Férias A cada 12 meses você terá direito a 30 dias corridos de férias conforme previsto na CLT. Desde que seja interessante para a empresa e para o funcionário, é permitida a negociação de 10 dias, conhecido como abono pecuniário. Conduta e Equipe Interna Trabalhamos em equipe e reforçamos a responsabilidade individual de cada integrante. Reunimo-nos uma vez ao mês para discutir os objetivos e estratégias para o próximo mês e dividimos as tarefas entre os responsáveis internos. Durante o mês, esperamos que cada um cuide de suas atividades de eficaz e eficiente de forma que na próxima reunião todas suas atividades tenham sido concluídas de maneira satisfatória. Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 13 de 15

14 Elaboramos algumas instruções que compõe o regulamento interno de trabalho. Ele está disponível no wiki. Leia-o, e em caso de dúvidas converse com o RH. Documentos Aplicáveis Código de Conduta Regulamento Interno de Trabalho Termo de Compromisso Contrato de Trabalho Referências da Região Alphaville - Barueri Restaurantes (Centro Comercial) 1. Malagueta; 2. Alphazenda; 3. Villela; 4. Don Diego; Pronto Socorro Clínica Araguaia o (11) o Alameda Araguaia, 943 Medical Care o (11) o Alameda Purus, 455 Ponto de Ônibus Al. Rio Negro em frente ao Shopping Center Alphaville Al. Purus ao lado e à frente da banca de jornal Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 14 de 15

15 Mapa Manual Integração Atendimento rev /03/ Página 15 de 15

Manual. Integração. para. Profissional. Terceirizado. (Auditores)

Manual. Integração. para. Profissional. Terceirizado. (Auditores) Manual de Integração para Profissional Terceirizado (Auditores) Manual Integração Auditores rev. 06 30/12/2013 Você está ingressando na BRTÜV para atuar como Auditor. Este Manual vai ajudá-lo a conhecer

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 1 ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE Elaborado por: GT Especial do ABNT/CB-25 Grupo de Aperfeiçoamento do

Leia mais

A Sioux efetua o pagamento no último dia útil de cada mês, descontados os ressarcimentos (se houver).

A Sioux efetua o pagamento no último dia útil de cada mês, descontados os ressarcimentos (se houver). OBJETIVO Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e os funcionários. O documento será modificado sempre que necessário, em função dos novos cenários da empresa.

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos Associação dos Amigos do Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho Organização Social de Cultura 1 Finalidade: Disponibilizar princípios básicos de gestão de pessoal que devem

Leia mais

Amway - Política de privacidade

Amway - Política de privacidade Amway - Política de privacidade Esta Política de Privacidade descreve como a Amway Brasil e determinadas filiadas, inclusive a Amway América Latina (conjuntamente Amway ) utilizam dados pessoais coletados

Leia mais

ANEXO - I PROJETO BÁSICO

ANEXO - I PROJETO BÁSICO ANEXO - I PROJETO BÁSICO 1. OBJETO: Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços relativos à emissão de passagens aéreas nacionais e internacionais compreendendo a reserva, emissão,

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER

Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER ASSISTENTE DE DEPARTAMENTO PESSOAL Salário a combinar São Bernardo do Campo/SP Atribuições: Atendimento aos clientes, organização

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE E/OU AMBIENTAL (ISO 9001 / 14001) Palavra chave: certificação, qualidade, meio ambiente, ISO, gestão

CERTIFICAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE E/OU AMBIENTAL (ISO 9001 / 14001) Palavra chave: certificação, qualidade, meio ambiente, ISO, gestão 1 de 8 1. OBJETIVO Estabelecer o processo para concessão, manutenção, extensão, suspensão e cancelamento de certificações de Sistema de Gestão da Qualidade, conforme a Norma NBR ISO 9001 e Sistema de Gestão

Leia mais

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte!

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte! Câmara Municipal de Barueri Conheça a Norma SA8000 Você faz parte! O que é a Norma SA 8000? A SA 8000 é uma norma internacional que visa aprimorar as condições do ambiente de trabalho e das relações da

Leia mais

Manual de Uso da Logomarca C- 15

Manual de Uso da Logomarca C- 15 ÉTICA, COMPETÊNCIA E IMPARCIALIDADE Manual de Uso da Logomarca C-15 SISTEMAS Manual de Uso da Logomarca - C-15 - Sistemas - Revisão 15, 26/05/2015 Página 1 Histórico de Alterações Rev. 01-24/03/2006 -

Leia mais

PROJETO CRESCER JUNTOS

PROJETO CRESCER JUNTOS Página 1 de 6 PROJETO CRESCER JUNTOS OBJETIVO Estabelecer parâmetros e procedimentos para utilização, por parte dos funcionários, do Programa Auxilio Educação, da ATC, nos Cursos de Graduação que tenham,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1

CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1 CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1 1. QUADRO RESUMO DE SERVIÇOS ITEM SERVIÇOS LIMITES DO SERVIÇO 1 Assistência Global de Proteção a Cartões e Serviço de Solicitação de Cartão Substituto

Leia mais

Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE. Norma NBR ISO 9001:2008

Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE. Norma NBR ISO 9001:2008 Título Manual da Qualidade Folha: 1 de 20 Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE Norma NBR ISO 9001:2008 Título Manual da Qualidade Folha: 2 de 20 Título Manual da Qualidade Folha: 3 de 20 Índice 1. Apresentação...

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 1 ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE (D.O 01 revisão 05, de 22 de março de 2011) 2 SUMÁRIO PARTE I INTRODUÇÃO

Leia mais

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS 1 INTRODUÇÃO A ANEC Associação Nacional de Educação Católica do Brasil, através de sua estrutura organizacional e de seus colaboradores, tem avançado muito no cumprimento

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

PROJETO BÁSICO CALL CENTER

PROJETO BÁSICO CALL CENTER PROJETO BÁSICO CALL CENTER 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição dos serviços que serão prestados por empresa especializada em serviços de Call

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE O Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE visa fortalecer a missão de desenvolver a nossa terra e nossa gente e contribuir para

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA PARA AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DO PROGRAMA SELO DE QUALIDADE ABGD. 1. Histórico de mudanças... 2. 2. Escopo... 3. 3. Manutenção...

INSTRUÇÃO TÉCNICA PARA AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DO PROGRAMA SELO DE QUALIDADE ABGD. 1. Histórico de mudanças... 2. 2. Escopo... 3. 3. Manutenção... Página 1 de 8 SUMÁRIO 1. Histórico de mudanças... 2 2. Escopo... 3 3. Manutenção... 3 4. Referências... 3 5. Definições... 3 6. Qualificação da equipe de auditores... 3 7. Condições gerais... 3 7.1 Selo

Leia mais

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A.

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REGIMENTO INTERNO DOS COMITÊS COMITÊ DE FINANÇAS E ORÇAMENTO APROVADO PELO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EM 24 DE SETEMBRO DE 2014 SUMÁRIO I INTRODUÇÃO

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão: 07 Data: 05.03.09 Página 1 de 7 Copia controlada MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE José G. Cardoso Diretor Executivo As informações contidas neste Manual são de propriedade da Abadiaço Ind. e Com.

Leia mais

Apresentação. Módulos integrantes

Apresentação. Módulos integrantes Apresentação O Sistema de Informações Gerenciais de Acompanhamento de Projetos (SIGAP) tem por objetivo organizar informações referentes ao acompanhamento da execução de projetos de cooperação técnica

Leia mais

Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M

Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M 1. Introdução a política 2. Quem está elegível para solicitar suporte? 3. Horário de atendimento 4. Que tempo de resposta

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DO PONTO DOS PROFESSORES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DO PONTO DOS PROFESSORES REGISTRO AUTOMATIZADO DAS OCORRÊNCIAS DO PONTO DOS PROFESSORES DA GRADUAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DO PONTO DOS PROFESSORES a- Descrição: O Núcleo Acadêmico e a área

Leia mais

Institucional Invest Oral

Institucional Invest Oral Institucional Invest Oral A Invest Oral Fundada em 2003, por nosso sócio fundado Dr. Fabio Loriato Calmon; possui grande expertise conquistada ao longo de seus 12 anos de existência; Uma empresa operadora

Leia mais

RIO 2016 POLÍTICA DE COMPLIANCE

RIO 2016 POLÍTICA DE COMPLIANCE COMITÊ ORGANIZADOR DOS JOGOS OLÍMPICOS RIO 206 RIO 206 POLÍTICA DE 25/02/205 / 2 Sumário. OBJETIVO... 2 2. DEFINIÇÕES... 2 3. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 5 4. DIRETRIZES... 7 4. Programa Geral de...

Leia mais

Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE

Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE ESPECIALISTA EM LICITAÇÕES PARA O

Leia mais

SELO ABRAIDI Programa de BPADPS

SELO ABRAIDI Programa de BPADPS SELO ABRAIDI Programa de BPADPS Reuniões: Julho a Agosto de 2010 Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Implantes PAUTA * OBJETIVOS * ASPECTOS FUNDAMENTAIS * HISTÓRICO * SITUAÇÃO ATUAL

Leia mais

REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO

REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO 1 REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO O Professor Dr. Marcus Vinícius Crepaldi, Diretor Geral da Faculdade de Tecnologia do Ipê FAIPE no uso das atribuições que lhe confere o Regimento Interno e, considerando

Leia mais

Como Fazer o seu Pedido

Como Fazer o seu Pedido 1 Como Fazer o seu Pedido Agora que você já está cadastrado e sabe como acessar o seu escritório virtual, é muito importante que saiba como enviar seus pedidos. No tutorial Como Fazer o seu Cadastro você

Leia mais

Procedimento Geral para Certificação de Sistema de Gestão da Qualidade

Procedimento Geral para Certificação de Sistema de Gestão da Qualidade Pág. 1 de 12 1. OBJETIVO O objetivo deste documento é o de estabelecer os critérios de certificação da ABRACE, para prestação de serviços de avaliação da conformidade e certificação de Sistemas de Gestão.

Leia mais

NORMA CORPORATIVA DEPARTAMENTO PESSOAL

NORMA CORPORATIVA DEPARTAMENTO PESSOAL 1. OBJETIVO Estabelecer a sistemática para rotinas de Departamento Pessoal. 2. DEFINIÇÕES TRCT: Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho. DP: Departamento Pessoal; DP Central: Departamento Pessoal de

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16. Instrução Normativa: 14.16/08-01. Revisão nº 0102. Data da Revisão: 22/10/2012. Resolução Sup.

INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16. Instrução Normativa: 14.16/08-01. Revisão nº 0102. Data da Revisão: 22/10/2012. Resolução Sup. INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16 Telemarketing Ativo Origem: Diretoria Superintendência Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Mato Grosso Instrução Normativa: 14.16/08-01 Revisão nº 0102

Leia mais

PROCEDIMENTO DE VIAGENS

PROCEDIMENTO DE VIAGENS São Luís MA 2/ 8 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. ABRANGÊNCIA... 3 5. DEFINIÇÃO... 3 5.1 Viagem... 3 5.2 Tipos de viagens... 3 5.3 Meios de transporte;... 4 5.4 Cargos...

Leia mais

Manual do Usuário do ClaireExpress

Manual do Usuário do ClaireExpress Manual do Usuário do ClaireExpress Tudo o que você precisa saber para realizar uma teleconferência utilizando o ClaireExpress pode ser encontrado neste manual. Caso necessite de assistência adicional de

Leia mais

GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE Pronatec

GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE Pronatec GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 O que é um curso técnico e quais seus benefícios? Quem pode participar? Os cursos são pagos? Tenho

Leia mais

Atestado de Conformidade NR 12

Atestado de Conformidade NR 12 TÜV Rheinland do Brasil TÜV Rheinland é um organismo de certificação, inspeção, gerenciamento de projetos e treinamento, que foi fundada na Alemanha em 1872 com o objetivo de proteger os trabalhadores

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA VICE-DIRETORIA ADMINISTRATIVA

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA VICE-DIRETORIA ADMINISTRATIVA POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA VICE-DIRETORIA ADMINISTRATIVA ABRIL 2011 1 1. APRESENTAÇÃO A expansão das atividades de ensino e melhoramento da infraestrutura física ofertada tem exigido da Faculdade

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC TERMO DE REFERENCIA Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC 1. OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviço(s) de treinamento para os servidores da área de atendimento

Leia mais

MA UAL DE ECURSOS HUMANOS

MA UAL DE ECURSOS HUMANOS CATAVENTOCULTURAL E EDUCACIONAL MA UAL D RECUR O HUMA O 13187 MA UAL DE ECURSOS HUMANOS Catavento Cultural e Educacional Organização Social de Cultura CATA VENTO CULTURAL E EDUCACIONAL MANUAL DE RECURSOS

Leia mais

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI - Aula 2. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI - Aula 2. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Governança de TI - Aula 2 Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com Projetos Altos investimentos em TI - importante que tenhamos processos eficazes para

Leia mais

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos.

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. Q A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. É uma alusão à essência e ao compromisso da Secretaria

Leia mais

Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT

Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT Professor Samuel Graeff prof.samuel@uniuv.edu.br COBIT O que e? COBIT significa Control Objectives for Information and related Technology - Objetivos

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO MAGNA INTERNATIONAL INC. DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO Oferecer ou receber presentes e entretenimento é muitas vezes uma

Leia mais

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA I -FINALIDADE. Este Regulamento tem por finalidade apresentar os princípios básicos de pessoal que devem

Leia mais

Gerenciamento de Incidentes

Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Incidentes Os usuários do negócio ou os usuários finais solicitam os serviços de Tecnologia da Informação para melhorar a eficiência dos seus próprios processos de negócio, de forma que

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE DA CONSTRUTORA COPEMA

MANUAL DA QUALIDADE DA CONSTRUTORA COPEMA 1/10 INFORMAÇÕES SOBRE A EMPRESA... 2 ABRANGÊNCIA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE... 3 1. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE:... 4 - MANUAL DA QUALIDADE... 4 Escopo do SGQ e definição dos clientes... 4 Política

Leia mais

M A N U A L D A Q U A L I D A D E

M A N U A L D A Q U A L I D A D E M A N U A L D A Q U A L I D A D E 14ª Versão Última atualização: MANUAL DA QUALIDADE - Rev. Data Elaborado por Descrição da alteração 01 10/06/2012 Hélio Lipiani Versão Inicial 02 20/07/2010 Hélio Lipiani

Leia mais

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho da Comissão de Normas

Leia mais

Quais são as organizações envolvidas no SASSMAQ?

Quais são as organizações envolvidas no SASSMAQ? PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES AVALIAÇÃO SASSMAQ (P.COM.26.00) O SASSMAQ é um Sistema de Avaliação de Segurança, Saúde, Meio Ambiente e Qualidade, elaborado pela Comissão de Transportes da ABIQUIM, dirigido

Leia mais

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO O presente Regulamento institui a normatização adotada pelo Conselho

Leia mais

2 Desenvolvimento Humano

2 Desenvolvimento Humano 2 Desenvolvimento Humano A área de Desenvolvimento Humano realiza: recrutamento e seleção interna, ações de treinamento e desenvolvimento dos empregados, gestão do Pano de Cargos e Salários, programas

Leia mais

1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS

1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS 1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS 1.1. Diretoria Executiva (DEX) À Diretora Executiva, além de planejar, organizar, coordenar, dirigir e controlar as atividades da Fundação, bem como cumprir e fazer cumprir

Leia mais

Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú.

Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú. Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú. O Plano de Vantagens Itaú oferece benefícios de acordo com o seu relacionamento e a sua utilização dos

Leia mais

Guia resumido de seguros e assistências de viagens.

Guia resumido de seguros e assistências de viagens. agosto 2013 Guia resumido de seguros e assistências de viagens. *AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE GUIA SÃO VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE PARA CARTÕES MASTERCARD PLATINUM E VISA PLATINUM. Serviço de concierge Especialistas

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Centro de Pesquisas Oncológicas - CEPON Serviço de Gestão de Pessoas - SGP ORIENTAÇÕES DO SERVIÇO DE GESTÃO DE PESSOAS AO NOVO COLABORADOR DO CEPON

Centro de Pesquisas Oncológicas - CEPON Serviço de Gestão de Pessoas - SGP ORIENTAÇÕES DO SERVIÇO DE GESTÃO DE PESSOAS AO NOVO COLABORADOR DO CEPON Centro de Pesquisas Oncológicas - CEPON Serviço de Gestão de Pessoas - SGP ORIENTAÇÕES DO SERVIÇO DE GESTÃO DE PESSOAS AO NOVO COLABORADOR DO CEPON ausência por motivo particular, durante o expediente;

Leia mais

SUMÁRIO. Este procedimento define a estrutura e a sistemática para a condução da Análise Crítica do Sistema de Gestão de SMS da OGX.

SUMÁRIO. Este procedimento define a estrutura e a sistemática para a condução da Análise Crítica do Sistema de Gestão de SMS da OGX. Procedimento de Gestão OGX PG.SMS.017 Denominação: Análise Crítica SUMÁRIO Este procedimento define a estrutura e a sistemática para a condução da Análise Crítica do Sistema de Gestão de SMS da OGX. ÍNDICE

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS Asia Shipping Transportes Internacionais Ltda. como cópia não controlada P á g i n a 1 7 ÍNDICE NR TÓPICO PÁG. 1 Introdução & Política 2 Objetivo 3 Responsabilidade

Leia mais

Aquisição de Cartões por Funcionários

Aquisição de Cartões por Funcionários Aquisição de Cartões por Funcionários Aquisição de Cartões por Funcionários Você, que trabalha na Votorantim Finanças, não paga anuidade do Cartão de Crédito Banco Votorantim enquanto for funcionário.

Leia mais

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A.

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. Estudo de Caso Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. A Presidência dos Correios vislumbrou a possibilidade da Empresa apresentar aos seus clientes um novo serviço, que foi denominado de

Leia mais

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 INDICE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1. Objetivo...2 2. Aplicação...2 3. implementação...2 4. Referência...2 5. Conceitos...2 6. Políticas...3

Leia mais

Associação Matogrossense dos Municípios

Associação Matogrossense dos Municípios PORTARIA Nº 019/2010 O Presidente da Associação Matogrossense dos Municípios AMM, no uso de suas atribuições legais que lhe são conferidas pelo Estatuto Social e Resolução 002/2010, RESOLVE: Art. 1º -

Leia mais

POLÍTICA DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO

POLÍTICA DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO POLÍTICA DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO 1. Aplicação Esta política aplica-se a todos os colaboradores Técnico-administrativos, sejam vínculo CLT ou contrato de estágio. 2. Objetivo Estabelecer critérios

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu

Leia mais

PRÊMIO QUALIDADE TOTAL ANOREG PQTA 2014 10ª EDIÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO QUALIDADE TOTAL ANOREG PQTA 2014 10ª EDIÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO QUALIDADE TOTAL ANOREG PQTA 2014 10ª EDIÇÃO REGULAMENTO 1. ÍNDICE ÍNDICE... 2 2. APRESENTAÇÃO... 3 ANOREG BR Associação dos Notários e Registradores do Brasil...3 Missão... 3 Visão... 3 Política

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS O presente regulamento interno prescreve normas e procedimentos que devem ser rigorosamente respeitadas pelos funcionários que aceitarem trabalhar para a empresa,

Leia mais

1.1.2. O Tarifário completo encontra-se, sempre, disponível em nossa Recepção.

1.1.2. O Tarifário completo encontra-se, sempre, disponível em nossa Recepção. Política de Reservas - Hotel Ponta do Morro 1. Do Tarifário 1.1.1. Nossas diárias possuem valores que variam de acordo com a época do ano, tipo de apartamento e quantidade de pessoas hospedadas. Variam

Leia mais

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 1 Do programa e objetivo 1.1 O Programa CAFP/BA (Centros Associados para o Fortalecimento

Leia mais

Fornecedores. Apresentação. www.grupoquantica.com. Nosso desafio é o seu sucesso!

Fornecedores. Apresentação. www.grupoquantica.com. Nosso desafio é o seu sucesso! Fornecedores www.grupoquantica.com Apresentação 2010 A idéia Fundado e idealizado por Cleber Ferreira, Consultor de Marketing e Vendas, autor do livro Desperte o Vendedor Interior com Técnicas de Vendas

Leia mais

Pós-Graduação em GESTÃO EMPRESARIAL

Pós-Graduação em GESTÃO EMPRESARIAL Pós-Graduação em GESTÃO EMPRESARIAL Ingresso março de 2016 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba Pós-Graduação em Gestão Empresarial O Curso tem por objetivo capacitar os participantes na utilização

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES. Programa Auto Emprego Tecnológico, denominado de PAEtec BOLSA TECNOLÓGICA CIDADÃ 1

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES. Programa Auto Emprego Tecnológico, denominado de PAEtec BOLSA TECNOLÓGICA CIDADÃ 1 PERGUNTAS MAIS FREQUENTES Programa Auto Emprego Tecnológico, denominado de PAEtec BOLSA TECNOLÓGICA CIDADÃ 1 01. Como posso solicitar o PAEtec BOLSA TECNOLÓGICA CIDADÃ? R: Alunos matriculados no 3º ano

Leia mais

Módulo 6. Detalhamento do desenvolvimento de objetivos, metas e indicadores para o BSC, o Balanced Scorecard pessoal e exemplos

Módulo 6. Detalhamento do desenvolvimento de objetivos, metas e indicadores para o BSC, o Balanced Scorecard pessoal e exemplos Módulo 6 Detalhamento do desenvolvimento de objetivos, metas e indicadores para o BSC, o Balanced Scorecard pessoal e exemplos A organização traduzindo a missão em resultados Missão Por que existimos?

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Coordenador do Curso de Administração Prof. Marcos Eduardo dos Santos Supervisor de Estágio do Curso Prof. Marcos Eduardo dos Santos JUIZ DE

Leia mais

GUIA RESUMIDO DE SEGUROS E ASSISTÊNCIAS DE VIAGENS.

GUIA RESUMIDO DE SEGUROS E ASSISTÊNCIAS DE VIAGENS. SETEMBRO 2013 GUIA RESUMIDO DE SEGUROS E ASSISTÊNCIAS DE VIAGENS. *As informações contidas neste guia são válidas exclusivamente para cartões MasterCard Platinum e Visa Platinum. SERVIÇO DE CONCIERGE Você

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/8 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos operacionais na administração de recursos humanos; 1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; 1.3) Manter atualizado

Leia mais

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor]

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Data Gerador do documento: Gerente de Negociação: Versões Versão Data Revisão Autor Aprovação (Ao assinar abaixo, o cliente concorda com todos os

Leia mais

N REQUISITOS OBSERVAÇÕES

N REQUISITOS OBSERVAÇÕES N REQUISITOS OBSERVAÇÕES 01 02 03 04 05 06 07 A - MANUTENÇÃO E SUPORTE A empresa fornece produto de software com Verificar se a empresa fornece manual do produto (instalação), documentação de suporte ao

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

Quem somos? A Geração Y Viagens Corporativas é uma empresa jovem e moderna que oferece serviços diversos:

Quem somos? A Geração Y Viagens Corporativas é uma empresa jovem e moderna que oferece serviços diversos: Quem somos? A Geração Y Viagens Corporativas é uma empresa jovem e moderna que oferece serviços diversos: Sistema inteiramente on-line para reservas de passagens aéreas nacionais e hotéis; Facilidade para

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE MÃO DE OBRA NO SETOR DE INSTALAÇÕES SINDICATO DA INDÚSTRIA DE INSTALAÇÃO - SP

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE MÃO DE OBRA NO SETOR DE INSTALAÇÕES SINDICATO DA INDÚSTRIA DE INSTALAÇÃO - SP 1 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE MÃO DE OBRA NO SETOR DE INSTALAÇÕES SINDICATO DA INDÚSTRIA DE INSTALAÇÃO - SP 2 APRESENTAÇÃO O Sindicato da Indústria de Instalação -, identificou

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

Agência de Propaganda

Agência de Propaganda Agência de Propaganda Um assinante do Consultor Municipal fez a seguinte consulta: As empresas de propaganda e marketing são consideradas agências? E qual seria a base de cálculo do ISS? Por ser um assunto

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

2. A AGÊNCIA POSSUI QUANTOS FUNCIONÁRIOS? a) QUANTOS FUNCIONÁRIOS TRABALHAM NO ATENDIMENTO DO DEPARTAMENTO DE EVENTOS?

2. A AGÊNCIA POSSUI QUANTOS FUNCIONÁRIOS? a) QUANTOS FUNCIONÁRIOS TRABALHAM NO ATENDIMENTO DO DEPARTAMENTO DE EVENTOS? I. DADOS GERAIS: NOME DA EMPRESA TELEFONE FAX E-MAIL ENDEREÇO NOME DO TITULAR DA AGÊNCIA TEL. CELULAR GERENTE / COORDENADOR RESPONSÁVEL PELO EVENTO TELEFONE CELULAR II. INFORMAÇÕES TÉCNICAS: 1. A AGÊNCIA

Leia mais

Certificação Profissional de Análise e Aprovação de Crédito - CERT.FBB-200

Certificação Profissional de Análise e Aprovação de Crédito - CERT.FBB-200 MANUAL DE CANDIDATURA da Abril de 2012 Versão 2.0 A Federação Brasileira de Bancos FEBRABAN vem, neste Manual de Candidatura, divulgar as regras e informações necessárias para a realização dos exames pertinentes

Leia mais

Aproveitamos também para colocar a nossa equipe à sua disposição para quaisquer dúvidas ou sugestões.

Aproveitamos também para colocar a nossa equipe à sua disposição para quaisquer dúvidas ou sugestões. Este guia é para auxiliar sua empresa para ter 100% de aproveitamento do evento. Peço que leia o manual por completo e tire todas suas dúvidas sobre o evento. Se em um momento você não encontrar o que

Leia mais

Elaboração dos documentos

Elaboração dos documentos Estudo de Caso Área de conhecimento Gerência de Escopo Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. A Presidência dos Correios vislumbrou a possibilidade da Empresa apresentar aos seus clientes

Leia mais

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES. N 01/03 ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Decisões Nº 04/96, 24/00, 1/02, 16/02 e 30/02 do Conselho

Leia mais

ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE

ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE AUX. ADMINISTRATIVO Escolaridade: Superior em Administração, Ciências Contábeis e/ou áreas afins Experiência: Necessário experiência com lançamentos

Leia mais

Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional

Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional OBJETIVOS DO CURSO Apresentar aos participantes os conteúdos do Corpo de Conhecimento necessários à certificação, possibilitando

Leia mais

Despesas de Viagem. Estudo

Despesas de Viagem. Estudo Despesas de Viagem 2014 Estudo SOBRE O ESTUDO A Carreira Muller, empresa especializada em consultoria de gestão de pessoas, desenvolveu o estudo Despesas de Viagens com o objetivo de publicar valores e

Leia mais

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME.

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. CARTA DE APRESENTAÇÃO Estamos encaminhando nosso portfólio na intenção de apresentar nossa empresa. Após estudo e análise do mercado no segmento de Segurança, Segurança

Leia mais

COMO FAZER A TRANSIÇÃO

COMO FAZER A TRANSIÇÃO ISO 9001:2015 COMO FAZER A TRANSIÇÃO Um guia para empresas certificadas Antes de começar A ISO 9001 mudou! A versão brasileira da norma foi publicada no dia 30/09/2015 e a partir desse dia, as empresas

Leia mais

Resolução 060-2*/Reitoria/Univates Lajeado, 05 de agosto de 2015

Resolução 060-2*/Reitoria/Univates Lajeado, 05 de agosto de 2015 Resolução 060-2*/Reitoria/Univates Lajeado, 05 de agosto de 2015 Aprova o Edital Reitoria/AAII n o 05/2015 abertura de vagas para Intercâmbio em 2016/A destinadas aos estudantes matriculados no Projeto

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução.

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. CÓDIGO DE ÉTICA Introdução. Os princípios Éticos que formam a consciência e fundamentam nossa imagem no segmento de recuperação de crédito e Call Center na conduta de nossa imagem sólida e confiável. Este

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Reajuste de mensalidade

Reajuste de mensalidade Reajuste de mensalidade Conceitos básicos Reajuste por variação de custos Reajuste por mudança de faixa etária SÉRIE PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS Reajuste de mensalidade SÉRIE PLANOS DE SAÚDE

Leia mais