Inove! E não dependa do desconto para vender. Inovação. mhnakagawa. Marcelo Nakagawa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inove! E não dependa do desconto para vender. Inovação. mnakagawa@insper.edu.br. http://twitter.com/ mhnakagawa. Marcelo Nakagawa"

Transcrição

1 Inove! E não dependa do desconto para vender Inovação Marcelo Nakagawa

2 Marcelo Nakagawa 2

3 Colocando os pingos nos is da inovação

4 Muitos se confundem

5 Inovação está na moda?

6 Inovação não é um conceito novo Primeiros pigmentos azuis criados pelos Egípicios, 3000 AC Johann Dippel, farmacêutico alemão, em 1704 (azul da Prússia) Louis Jacques Thénard, químico frances, em Inventor da cor azul (azul cobalto)

7 Antes de Dippel e Thérnad Call of St. Matthew, Caravaggio, 1600 Venus and Mars, Botticelli, 1485 Mona Lisa, Da Vinci, 1503

8 Depois de Dippel e Thérnad "O Quarto de Van Gogh em Arles", 1889 Le lac d'annecy, Cézanne, 1865 Madame Monet and Her Son, Monet, 1873

9 Mas por que a inovação está tão na moda agora?

10 Por que as condições de competição sempre mudam

11 O que é inovação?

12 O que é inovação?

13 O que é inovação? Resposta: Depende... Inovação em conversa de boteco: Inovação é qualquer novidade. Sem contexto. Inovação na estratégia da empresa: Precisa ter uma definição clara (Manual de Oslo como sugestão). Contexto empresa. Inovação na captação de recursos: Inovação tem uma definição específica. Contexto nacional Inovação jurídica: Caracterização da Lei do Bem nos projetos da empresa. Contexto legal.

14 Formas de inovação

15 Inovação para estratégia empresarial Manual de Oslo (3a. Edição, 2005) define inovação como: Uma inovação é a implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente melhorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método organizacional nas práticas de negócios, na organização do local de trabalho ou nas relações externas O requisito mínimo para se definir uma inovação...é que...sejam novos (ou significativamente melhorados) para a empresa. Um aspecto geral de uma inovação é que ela deve ter sido implementada. Referência: OECD, Manual de Oslo. 3a. Edição, Disponível em

16 Níveis de inovação Transformacional Percepção da alteração Radical Incremental Produto / Serviço Processo Método de Marketing Método Organizacional Fonte: TIDD, Joseph, BESSANT, John, PAVITT, Keith. Managing innovation: integrating technological, market and organizational change, 2001

17 Inovação tecnológica Intensidade do esforço Pesquisa Científica Modelo competitivo Desenvolvimento Técnico Aplicação competitiva Comercialização Descoberta Descontinuidade tecnológica Convergência de correntes independentes de conhecimento Comprovação e aprendizado Emergência de aplicação viável Propriedade intelectual Desenvolvimento de conceito de mercado Comprometimento Seleção do design dominante Desenvolvimento da estrutura de negócio Proteção da propriedade intelectual Fonte: Day, Schoemaker, Gunther, p. viii Competição Entrada no mercado Vantagem do first mover Impacto no mercado

18 Melhoriasde processoe produtos

19 Sua empresa é inovadora? 10 9 Atividades são realizadas na organização para permitir o intercâmbio de conhecimento e colaboração entre áreas, funcionários, unidades, clientes, fornecedores, parceiros, etc.? Todos osdepartamentos da empresa estão sempre em contato com clientes, identificando oportunidades, analisando tendências de mercado e propondo novos projetos? 8 A empresa tem plataformas tecnológicas? 7 A inovação é mensurada e avaliada sistematicamente? 6 Sua empresa cultiva histórias que estimulam os funcionários a aprender e praticar inovação? 5 A empresa reconhece resultados inovadores de maneira significativa? 4 Os objetivos da organização são desafiadores e ambiciosos para perseguir, ao mesmo tempo em que há uma tolerância ao erro daqueles que assumiram riscos? 3 As lideranças da organização estão preparadas para estimular o ambiente de inovação? 2 Avisão da empresa está alinhada com a inovação? 1 Todos na empresa sabem definir inovação?

20 Como melhorar processos e produtos? Todasas inovações foram copiadas! Marcelo Nakagawa, 2011

21 Copiando de lugares próximos Marcelo Nakagawa, 2011

22 Copiando de lugares similares Conceito de desktop Marcelo Nakagawa, 2011

23 Copiando de lugares similares Linha de montagem - Ford Marcelo Nakagawa, 2011

24 Copiando de lugares distantes Marcelo Nakagawa, 2011

25 Copiando de lugares distantes Marcelo Nakagawa, 2011

26 Como melhorar processoe produtos

27 Melhoria de processos Poka-yoke

28 Melhoria/inovação de processos e produto TRIZ (Teoria da Resolução de Problemas Inventivos)

29 Diferenciação/inovação de produto/serviço Substituir Material Ingredientes Nome Processo Reorganização Disposição física Número de itens Arranjar Combinar Materiais Interesses Conceitos Características Tamanho/Peso Nova situação Novos tipos de clientes Novos mercados Novos benefícios Eliminar Colocar outros usos Modificar Cor Sabor Cheiro Forma Textura Adaptar/ Aumentar/ Arrumar Tamanho Ajuste Qualidade Referência: WESCHLER, S. M. Criatividade: descobrindo e encorajando, Campinas, Psy, 1993.

30 Floricultura: Desenvolvendo um novo conceito Substituir Material Ingredientes Nome Processo Reorganização Disposição física Número de ítens Arranjar Combinar Materiais Interesses Conceitos Características Tamanho/Peso Nova situação Novos tipos de clientes Novos mercados Novos benefícios Eliminar Colocar outros usos Modificar Cor Sabor Cheiro Forma Textura Adaptar/ Aumentar/ Arrumar Tamanho Ajuste Qualidade Referência: WESCHLER, S. M. Criatividade: descobrindo e encorajando, Campinas, Psy, 1993.

31

32

33 Inovação de produto/serviço: Design Thinking Inovação de marketing Negócio (Viável) Design Thinking Pessoa (Desejável) Inovação em processo Inovação na experiência de consumo Inovação funcional (produto/serviço) Tecnologia (factível) Referência: Timothy Brown, IDEO

34 Design Thinking em 1 minuto design thinking catchup design

35 Inovação na PME

36 Inovação é uma disciplina que pode ser aplicada em qualquer empresa de qualquer porte! Inovação como processo Processos claros (mas em versão beta) Infra-estrutura para facilitar os processos Valorização do empreendedorismo corporativo Valorização da divergência, questionamento Trabalho em equipe Definição de inovação Por quêe para quê inovar? Inovação dentro da estratégia, da cultura e da comunicação da empresa Objetivos mensuráveis Inovação nas principais políticas da empresa (gestão de recursos humanos, relacionamento com clientes, com fornecedores e com a sociedade)

37 Ferramentas para empreendedores https://twitter.com/

38 38

39 Inove e tenha uma empresa mais saudável! Obrigado twitter:

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO COMO INDUTORES DO DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO COMO INDUTORES DO DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO COMO INDUTORES DO DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL Marcelo Nakagawa mnakagawa@insper.edu.br Twitter: mhnakagawa Marcelo Nakagawa Apresentação Formação acadêmica Graduado em Administração

Leia mais

Todos na empresa sabem definir inovação? Como a visão da empresa está alinhada com a Inovação? As lideranças da organização estão preparadas para estimular o ambiente de Inovação? Os objetivos da organização

Leia mais

Capítulo 1 O Imperativo da Inovação

Capítulo 1 O Imperativo da Inovação Capítulo 1 O Imperativo da Inovação Inovação e Empreendedorismo - John Bessant e Joe Tidd Daniel Madeira¹, Felipe Costa¹, Gabriela Jansen¹, Pedro Brandão¹ ¹ Integrantes PETMEC - UFF Mapa Conceitual 2 Inovação

Leia mais

PLANO DE ENSINO. segunda-feira 13:40 17:40. 3.1 OBJETIVO GERAL Desenvolver projetos inovadores em Unidades de Informação.

PLANO DE ENSINO. segunda-feira 13:40 17:40. 3.1 OBJETIVO GERAL Desenvolver projetos inovadores em Unidades de Informação. PLANO DE ENSINO CURSO: Mestrado Profissional em Gestão de Unidades de Informação ANO/SEMESTRE:2014/2 DISCIPLINA: Tecnologia e Inovação TURNO:Vespertino CARGA HORÁRIA: 45 CRÉDITOS: 3 PROFESSOR: Jordan Paulesky

Leia mais

FORMULÁRIO DE PRÉ-INSCRIÇÃO

FORMULÁRIO DE PRÉ-INSCRIÇÃO SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLOGICO DA PARAÍBA 01/2012 PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA 1. IDENTIFICAÇÃO DA PROPOSTA 1.1 NOME

Leia mais

Empreendedorismo de Negócios com Informática

Empreendedorismo de Negócios com Informática Empreendedorismo de Negócios com Informática Aula 5 Cultura Organizacional para Inovação Empreendedorismo de Negócios com Informática - Cultura Organizacional para Inovação 1 Conteúdo Intraempreendedorismo

Leia mais

Importância da Inovação

Importância da Inovação GESTÃO DA INOVAÇÃO Importância da Inovação Schumpeter: Inovações são o fenômeno fundamental do desenvolvimento econômico. Empreendimento = concretização de uma Inovação. Empresário (Empreendedor) = realizador

Leia mais

FÓRUM DE GESTÃO E EFICIÊNCIA DE FROTAS OS DESAFIOS DA INOVAÇÃO NO CONTEXTO EMPRESARIAL. Osmar Saito

FÓRUM DE GESTÃO E EFICIÊNCIA DE FROTAS OS DESAFIOS DA INOVAÇÃO NO CONTEXTO EMPRESARIAL. Osmar Saito FÓRUM DE GESTÃO E EFICIÊNCIA DE FROTAS OS DESAFIOS DA INOVAÇÃO NO CONTEXTO EMPRESARIAL Professor Titular do CEA Centro de Estudos Automotivos Professor MBA em Gestão da Inovação FGV Professor de Pós Graduação

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO

CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO Resende, J.M.; Nascimento Filho, W.G.; Costa S.R.R. INEAGRO/UFRuralRJ INTRODUÇÃO O patrimônio de uma empresa é formado por ativos tangíveis

Leia mais

Gestão da Inovação 4º Ano de Gestão

Gestão da Inovação 4º Ano de Gestão INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Universidade Técnica de Lisboa Gestão da Inovação 4º Ano de Gestão Ano Lectivo 2006/2007 2º Semestre Docente: Vitor Corado Simões PROGRAMA A. O que é a gestão da

Leia mais

Profº Rodrigo Legrazie

Profº Rodrigo Legrazie Profº Rodrigo Legrazie Tecnologia Conceito: é a área que estuda, investiga as técnicas utilizadas em diversas áreas de produção Teoria geral e estudos especializados sobre procedimentos, instrumentos e

Leia mais

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO Profa. Leonor Cordeiro Brandão Relembrando Vimos alguns conceitos importantes: O que são dados; O que é informação; Quando uma informação se transforma em conhecimento;

Leia mais

Prêmio Nacional P. Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Inovação Tecnológica

Prêmio Nacional P. Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação P 0 Caderno de Avaliação Categoria Projeto: Inovação Tecnológica Inovação MPE Solução: Esta dimensão avalia as características qualitativas do solução proposta o entendimento

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

MARKETING INTERNACIONAL

MARKETING INTERNACIONAL MARKETING INTERNACIONAL Produtos Ecologicamente Corretos Introdução: Mercado Global O Mercado Global está cada dia mais atraente ás empresas como um todo. A dinâmica do comércio e as novas práticas decorrentes

Leia mais

Traçando Cenários: Microambiente e Macroambiente. Prof. Marcopolo Marinho

Traçando Cenários: Microambiente e Macroambiente. Prof. Marcopolo Marinho Traçando Cenários: Microambiente e Macroambiente. Prof. Marcopolo Marinho A ORGANIZAÇÃO DA ESTRUTURA ESTRATÉGICA MISSÃO Impacto: 1. Organizacional 2. Ação de Mudança Nenhum Positivo Negativo OBJETIVOS

Leia mais

Inovação: fator de diferenciação e competitividade nas organizações. Facilitadora Gleides Magalhães Leitão

Inovação: fator de diferenciação e competitividade nas organizações. Facilitadora Gleides Magalhães Leitão Inovação: fator de diferenciação e competitividade nas organizações. Facilitadora Gleides Magalhães Leitão Reflexão Inicial Todas as inovações eficazes são surpreendentemente simples. Na verdade, maior

Leia mais

VII Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização de Tecnologia. Angela Uller

VII Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização de Tecnologia. Angela Uller VII Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização de Tecnologia Angela Uller P&D Invenção Saber C&T Descoberta Conhecimento Um dos maiores problemas para se tratar da Inovação, seja para o estabelecimento

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA)

ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA) ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA) A administração participativa é uma filosofia ou política de administração de pessoas, que valoriza sua capacidade de tomar decisões e resolver problemas,

Leia mais

Programa Educacional Anprotec. O caminho para a excelência dos ambientes de inovação brasileiros

Programa Educacional Anprotec. O caminho para a excelência dos ambientes de inovação brasileiros Programa Educacional Anprotec O caminho para a excelência dos ambientes de inovação brasileiros Objetivo Definir requisitos e conhecimentos fundamentais para a geração e o desenvolvimento de empreendimentos

Leia mais

"COCRIAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: ALCANÇANDO RESULTADOS DIFERENCIADOS COM ESTRATÉGIAS INOVADORAS. Porto Alegre, 24 de abril de 2012

COCRIAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: ALCANÇANDO RESULTADOS DIFERENCIADOS COM ESTRATÉGIAS INOVADORAS. Porto Alegre, 24 de abril de 2012 "COCRIAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: ALCANÇANDO RESULTADOS DIFERENCIADOS COM ESTRATÉGIAS INOVADORAS Porto Alegre, 24 de abril de 2012 Como Garantir os Resultados no Curto e Longo Prazos? COMPETITIVIDADE EFICIÊNCIA

Leia mais

Prêmio Inovação UP 2012 Manual de Preenchimento do Formulário

Prêmio Inovação UP 2012 Manual de Preenchimento do Formulário ORIENTAÇÕES GERAIS Considerando que projeto deverá ser executado de agosto de 2012 a janeiro de 2013, avaliar a viabilidade de execução e finalização no prazo. Para preencher o formulário, observar as

Leia mais

Prêmio Nacional de Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Gestão da Inovação

Prêmio Nacional de Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Gestão da Inovação Prêmio Nacional de Inovação 2013 Caderno de Avaliação Categoria Gestão da Inovação Método: Esta dimensão visa facilitar o entendimento de como podem ser utilizados sistemas, métodos e ferramentas voltados

Leia mais

Tecnologia e Inovação

Tecnologia e Inovação Painel 1 Tecnologia e Inovação Tadeu Pissinati Sant Anna Rio de Janeiro, 24 de agosto de 2010 Sumário I. Conceitos de Tecnologia e Inovação II. A inovação tecnológica no Brasil I. Conceitos 1) Tecnologia

Leia mais

FAQ Prêmio Inovação da Volvo do Brasil

FAQ Prêmio Inovação da Volvo do Brasil FAQ Prêmio Inovação da Volvo do Brasil O QUE É 1. O que significa inovação para a Volvo? Inovação é a execução bem sucedida de uma ideia criativa, que gera resultados para os negócios da empresa. Os resultados

Leia mais

Revista 05.qxd 1/19/2007 11:35 AM Page 129

Revista 05.qxd 1/19/2007 11:35 AM Page 129 Revista 05.qxd 1/19/2007 11:35 AM Page 129 Tecnologias de informação no gerenciamento do processo de inovação Divulgação Prof. Dr. Ruy Quadros Bacharel em Administração pela EAESP/GV, mestre pela Unicamp

Leia mais

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 INTRODUÇÃO Sobre o Relatório O relatório anual é uma avaliação do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FDC sobre as práticas

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

ENCONTRO RMPI e FIEMG DE INOVAÇÃO Belo Horizonte, 4 de novembro de 2013

ENCONTRO RMPI e FIEMG DE INOVAÇÃO Belo Horizonte, 4 de novembro de 2013 ENCONTRO RMPI e FIEMG DE INOVAÇÃO Belo Horizonte, 4 de novembro de 2013 Agilidade Relacionamento O panorama da inovação no Brasil e no mundo Relações entre das Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs)

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão. Evento IDC PME 24.set.2008. Carlos Neves

Sistema Integrado de Gestão. Evento IDC PME 24.set.2008. Carlos Neves Sistema Integrado de Gestão Evento IDC PME 24.set.2008 Carlos Neves Agradecimentos Carlos Neves - 24.Set.08 2 Sumário 1. Oportunidades e desafios para as PME 2. Os projectos SI/TI e a Mudança 3. Perspectivas

Leia mais

CONCEITOS ADOTADOS INOVAÇÃO

CONCEITOS ADOTADOS INOVAÇÃO CONCEITOS ADOTADOS INOVAÇÃO Uma inovação é a implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente melhorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método organizacional

Leia mais

Inovação na cadeia produtiva

Inovação na cadeia produtiva CRI Minas BH, 21 Mar 2013 Inovação na cadeia produtiva Renato Garcia Poli/USP renato.garcia@poli.usp.br Novo paradigma tecnológico Reestruturação das grandes empresas Especialização nas competências centrais

Leia mais

Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS

Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS Com objetivo de auxiliar na elaboração dos trabalhos, apresentamos critérios relacionados a Economia Criativa e Inovação, conceitos

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br

Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br C1 Introdução Este guia traz noções essenciais sobre inovação e foi baseado no Manual de Oslo, editado pela Organização para a Cooperação

Leia mais

Inovação e Criação de Novos Negócios

Inovação e Criação de Novos Negócios INOVAÇÃO E TECNOLOGIA NA FORMAÇÃO AGRÍCOLA Inovação e Criação de Novos Negócios Luís Mira da Silva Cristina Mota Capitão Isabel Alte da Veiga Carlos Noéme Inovação INOVAÇÃO Inovação: introdução INOVAR

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E ATIVIDADES DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO NAS INDÚSTRIAS BRASILEIRAS

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E ATIVIDADES DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO NAS INDÚSTRIAS BRASILEIRAS INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E ATIVIDADES DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO NAS INDÚSTRIAS BRASILEIRAS Max Naytan Rinaldi dos Santos Faculdade de Administração CEA Centro de Economia e Administração max_naytan_n10@hotmail.com

Leia mais

BOLSA DO EMPREENDEDORISMO 2015. Sara Medina saramedina@spi.pt. IDI (Inovação, Investigação e Desenvolvimento) - Algumas reflexões

BOLSA DO EMPREENDEDORISMO 2015. Sara Medina saramedina@spi.pt. IDI (Inovação, Investigação e Desenvolvimento) - Algumas reflexões BOLSA DO EMPREENDEDORISMO 2015 INSERIR IMAGEM ESPECÍFICA 1 I. Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI) Missão: Apoiar os nossos clientes na gestão de projetos que fomentem a inovação e promovam oportunidades

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA. Profª. Danielle Valente Duarte

GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA. Profª. Danielle Valente Duarte GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA Profª. Danielle Valente Duarte 2014 Os Estudos e a Prática da Gestão Estratégica e do Planejamento surgiram no final da década

Leia mais

Dimensões da inovação Para inovar é necessário trabalhar com todos estes aspectos

Dimensões da inovação Para inovar é necessário trabalhar com todos estes aspectos MBA Gestão Empresarial -2009 Aula 2 Conceitos fundamentais de inovação danielstima@gmail.com Dimensões da inovação Para inovar é necessário trabalhar com todos estes aspectos 1 Inovação só existe depois

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO Política de SEGURANÇA Política de SEGURANÇA A visão do Grupo Volvo é tornar-se líder

Leia mais

GESTÃ T O O E P RÁ R TI T C I AS DE R E R CUR U S R OS

GESTÃ T O O E P RÁ R TI T C I AS DE R E R CUR U S R OS Ensinar para administrar. Administrar para ensinar. E crescermos juntos! www.chiavenato.com GESTÃO E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS Para Onde Estamos Indo? Idalberto Chiavenato Algumas empresas são movidas

Leia mais

FIB- Faculdades Integradas de Bauru DISCIPLINA: FUNDAMENTOS E EVOLUÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO MODERNA. Profº MS. Carlos Henrique Carobino

FIB- Faculdades Integradas de Bauru DISCIPLINA: FUNDAMENTOS E EVOLUÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO MODERNA. Profº MS. Carlos Henrique Carobino FIB- Faculdades Integradas de Bauru DISCIPLINA: FUNDAMENTOS E EVOLUÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO MODERNA Profº MS. Carlos Henrique Carobino E-mail: carobino@bol.com.br 1 Pressões Externas MEGATENDÊNCIAS Competição

Leia mais

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Nº 01/2012

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Nº 01/2012 EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Nº 01/2012 PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PROJETOS EMPRESARIAIS INOVADORES PARA INGRESSO E PARTICIPAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ IESJ. A INCUBADORA

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS NÚCLEO COMUM

GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS NÚCLEO COMUM GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS NÚCLEO COMUM DISCIPLINA: Gestão de Pessoas EMENTA: O sistema clássico de estruturação da gestão de recursos humanos e suas limitações: recrutamento e seleção, treinamento

Leia mais

CONTRIBUTO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE IDI PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES 7 de Outubro de 2013

CONTRIBUTO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE IDI PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES 7 de Outubro de 2013 CONTRIBUTO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE IDI PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES 7 de Outubro de 2013 COTEC Portugal 1. COTEC Portugal Origem, Missão, Stakeholders 2. Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial

Leia mais

Empreendedorismo. Tópico 4 Plano de Negócios: Visão Geral

Empreendedorismo. Tópico 4 Plano de Negócios: Visão Geral Empreendedorismo Tópico 4 Plano de Negócios: Visão Geral Conteúdo 1. Objetivos do Encontro... 3 2. Introdução... 3 3. Planejar. Por quê?... 3 4. O Plano é produto do empreendedor... 4 5. Estrutura do Plano

Leia mais

Eduardo Guaragna Membro do CD e Coordenador Comitê Inovação PGQP

Eduardo Guaragna Membro do CD e Coordenador Comitê Inovação PGQP O QUE SE PRECISA SABER SOBRE INOVAÇÃO: O CAMINHO QUE ESTÁ SENDO CONSTRUÍDO PELO PGQP Eduardo Guaragna Membro do CD e Coordenador Comitê Inovação PGQP Criação do SAGRI Sistema de Avaliação da Gestão e dos

Leia mais

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ O presente edital regulamenta o processo de recrutamento, seleção e ingresso de projetos empresariais na Incubadora

Leia mais

INOVAÇÃO como DIFERENCIAL ESTRATÉGICO

INOVAÇÃO como DIFERENCIAL ESTRATÉGICO INOVAÇÃO como DIFERENCIAL ESTRATÉGICO Março/2010 A empresa A Empresa nasceu em março de 1977, como uma farmácia de manipulação, no centro de Curitiba. Durante seus 32 anos, evoluiu por diferentes cenários,

Leia mais

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar 1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar Prof. Dr. Stavros Panagiotis Xanthopoylos stavros@fgv.br Brasília, 27 de novembro de 2009

Leia mais

Capítulo 12. Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente. Acadêmica: Talita Pires Inácio

Capítulo 12. Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente. Acadêmica: Talita Pires Inácio Capítulo 12 Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente Acadêmica: Talita Pires Inácio Empresa ABC Crescimento atribuído a aquisições de empresas de menor porte; Esforços de alianças estratégicas e joint-ventures

Leia mais

Ernâni Teixeira Liberali Rodrigo Oliveira

Ernâni Teixeira Liberali Rodrigo Oliveira Ernâni Teixeira Liberali Rodrigo Oliveira O projeto Nugin (Núcleo de apoio ao planejamento e gestão da inovação) originou-se de um projeto FINEP. Foi proposto pelo IEL/SC, em parceria com a UFSC, com o

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

Informações sobre o Curso de Administração

Informações sobre o Curso de Administração Objetivo Geral do Curso: Informações sobre o Curso de Administração Prover a sociedade de profissional dotado de senso crítico e comportamento ético-profissional qualificado. Um Administrador criativo,

Leia mais

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL Somos especializados na identificação e facilitação de soluções na medida em que você e sua empresa necessitam para o desenvolvimento pessoal, profissional,

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento Gestão do Conhecimento Como mensurar resultados da Gestão do Conhecimento Atualmente, o que mais agrega valor... Os valores intangíveis que agregam valor a maioria dos produtos e serviços são baseados

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras Por Marcelo Bandeira Leite Santos 13/07/2009 Resumo: Este artigo tem como tema o Customer Relationship Management (CRM) e sua importância como

Leia mais

SOCIEDADE, TECNOLOGIA & INOVAÇÃO

SOCIEDADE, TECNOLOGIA & INOVAÇÃO SOCIEDADE, TECNOLOGIA & INOVAÇÃO CARGA: 02 H/A POR SEMANA TOTAL.: 40 H/A NO SEMESTRE Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Endereço disciplina: http://stinovacao.blogspot.com.br/ 1 TECNOLOGIA & INOVAÇÃO Aula 08...

Leia mais

O Empreendedorismo no Séc. XXI

O Empreendedorismo no Séc. XXI O Empreendedorismo no Séc. XXI José Luís de Almeida Silva CENCAL Peniche, 11 de Junho de 2010 A Empresa de Amanhã segundo o IBM Global CEO Study (2008) ÁVIDA DE MUDANÇA INOVADORA E VANGUARDISTA NA SUA

Leia mais

Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES

Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES A EMPRESA LOUPE CONSULTORIA EM RH ESPECIALIZADA EM GESTÃO DE PESSOAS A Loupe Consultoria

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

Ensino Superior no Século XXI: Mudanças, Desafios e Competências. José Roberto Gomes da Silva

Ensino Superior no Século XXI: Mudanças, Desafios e Competências. José Roberto Gomes da Silva Ensino Superior no Século XXI: Mudanças, Desafios e Competências José Roberto Gomes da Silva Os desafios de gestão das IES Maior Complexidade Mudanças na sociedade Competitividade Novo papel Nova identidade

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Classificação e Tipologias de Inovação. A Inovação como um Processo Empresarial.

Classificação e Tipologias de Inovação. A Inovação como um Processo Empresarial. Classificação e Tipologias de Inovação. A Inovação como um Processo Empresarial. 1 Conteúdo Conceitos e definições segundo a NP 4456:2007 A inovação no mundo e em Portugal 2 Objectivos Situar a problemática

Leia mais

INOVAÇÃO & COMPETITIVIDADE

INOVAÇÃO & COMPETITIVIDADE INOVAÇÃO & COMPETITIVIDADE COMO A INOVAÇÃO PODE CONTRIBUIR PARA O SUCESSO DA EMPRESA FAZER + COM - Pense diferente... Faça a diferente Albert Einstein "Não háh nada que seja maior evidência de insanidade

Leia mais

LIDERANÇA NO PROCESSO DE INOVAÇÃO. por Fabio Reginaldo

LIDERANÇA NO PROCESSO DE INOVAÇÃO. por Fabio Reginaldo LIDERANÇA NO PROCESSO DE INOVAÇÃO por Fabio Reginaldo O que é inovação? Inovac a o não e invenção! Inovac a o e a primeira UTILIZAC A O COMERCIAL de um novo produto, processo, aparelho ou sistema. Schumpeter.

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS O plano de negócios deverá conter: 1. Resumo Executivo 2. O Produto/Serviço 3. O Mercado 4. Capacidade Empresarial 5. Estratégia de Negócio 6. Plano de marketing

Leia mais

ACTION LEARNING. O que é Action Learning? FUN D A MEN T OS D O

ACTION LEARNING. O que é Action Learning? FUN D A MEN T OS D O C L E O W O L F F O que é Action Learning? Um processo que envolve um pequeno grupo/equipe refletindo e trabalhando em problemas reais, agindo e aprendendo enquanto atuam. FUN D A MEN T OS D O ACTION LEARNING

Leia mais

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Obstáculos e Oportunidades para Inovar no Brasil. Warm up e Lançamento das Atividades do Departamento de Inovação e Tecnologia 16/03/2015

Obstáculos e Oportunidades para Inovar no Brasil. Warm up e Lançamento das Atividades do Departamento de Inovação e Tecnologia 16/03/2015 Obstáculos e Oportunidades para Inovar no Brasil Warm up e Lançamento das Atividades do Departamento de Inovação e Tecnologia 16/03/2015 VALORES RESULTADOS-nosso compromisso e passaporte para a perpetuidade.

Leia mais

MundoGeoConnect 2013

MundoGeoConnect 2013 MundoGeoConnect 2013 Encontro de integração Governo, Universidades e Empresas PESQUISA e INOVAÇÃO COMO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO NA SOCIEDADE DO CONHECIMENTO Oportunidades de financiamento em pesquisas

Leia mais

TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS

TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS Edição 2014 TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS Disponibilizamos esse material com o objetivo de guiar os finalistas do Prêmio Santander Empreendedorismo 2014 na apresentação

Leia mais

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundamentos da Vantagem Estratégica ou competitiva Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que apoiam

Leia mais

(Re)Empreendedorismo

(Re)Empreendedorismo (Re)Empreendedorismo A escolha é nossa Empreendedorismo Processo de criar algo diferente e com valor, dedicando tempo e o esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psicológicos e sociais correspondentes

Leia mais

A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER

A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER A Gestão da Inovação Proposta de Utilização do Guia de Boas Práticas de IDI e das ferramentas desenvolvidas no âmbito da iniciativa DSIE da COTEC para o desenvolvimento do sistema

Leia mais

Tinteiros Express. Imprima com Qualidade a Baixo Custo

Tinteiros Express. Imprima com Qualidade a Baixo Custo Tinteiros Express Imprima com Qualidade a Baixo Custo Tinteiros Express 2 ÍNDICE I. Sumário Executivo Pág. 3 II. Apresentação da Empresa Pág. 4 III. Análise do meio envolvente Pág. 5 IV. Análise do mercado

Leia mais

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes 1 SÉRIE DESENVOLVIMENTO HUMANO FORMAÇÃO DE LÍDER EMPREENDEDOR Propiciar aos participantes condições de vivenciarem um encontro com

Leia mais

VANTAGEM ESTRATÉGICA. Assunto: Administração do Conhecimento

VANTAGEM ESTRATÉGICA. Assunto: Administração do Conhecimento 1 VANTAGEM ESTRATÉGICA Assunto: Administração do Conhecimento Objetivos do capítulo: 1. Explicar como os sistemas de administração do conhecimento podem ajudar na iniciativa de construir uma empresa geradora

Leia mais

Criatividade Inventividade, inteligência e talento, natos ou adquiridos, para criar, inventar, inovar

Criatividade Inventividade, inteligência e talento, natos ou adquiridos, para criar, inventar, inovar Economia Criativa Economia [ oikos (casa) + nomos (costume ou lei)] produção, distribuição e o consumo referenciais para analisar a realidade Criatividade Inventividade, inteligência e talento, natos ou

Leia mais

WORKSHOP INOVAÇÃO NO MERCADO DE SEGUROS. Palestrante: Priscila Aguiar da Silva

WORKSHOP INOVAÇÃO NO MERCADO DE SEGUROS. Palestrante: Priscila Aguiar da Silva WORKSHOP INOVAÇÃO NO MERCADO DE SEGUROS Palestrante: Priscila Aguiar da Silva PRISCILA AGUIAR DA SILVA Formada em Ciências Econômicas pela UCAM; Pós-graduada em Engenharia Econômica pela UERJ; Mestranda

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À I&DT

SISTEMA DE INCENTIVOS À I&DT SISTEMA DE INCENTIVOS À I&DT PROJECTOS DE CRIAÇÃO E REFORÇO DE COMPETÊNCIAS INTERNAS DE I&DT: NÚCLEOS DE I&DT AVISO N.º 08/SI/2009 REFERENCIAL DE ANÁLISE DO MÉRITO DO PROJECTO Regra geral, o indicador

Leia mais

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT Conhecimento para a ação em organizações vivas CONHECIMENTO O ativo intangível que fundamenta a realização dos seus sonhos e aspirações empresariais. NOSSO NEGÓCIO EDUCAÇÃO

Leia mais

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios UNIMEP MBA em Gestão e Negócios Módulo: Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 TI com foco nos Negócios: Áreas envolvidas (Parte II) Flávio I. Callegari www.flaviocallegari.pro.br O perfil do profissional

Leia mais

A empresa e o aprendizado coletivo

A empresa e o aprendizado coletivo Profª Carla Mota UCB 2009 PARTE 4 Apesar de o conhecimento que cada empresa detém ser o que de fato lhes garante valor junto a seu mercado - e de vermos na sociedade um crescente estímulo à produção e

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

CRIATIVIDADE no design de joias

CRIATIVIDADE no design de joias INOVAÇÃO & CRIATIVIDADE no design de joias Ida Elisabeth Benz designer de joias& pesquisadora sobre inovação e design no curso de doutorado em design PUC-Rio Inovação e criatividade Éfácil associar criatividade

Leia mais

www.pwc.com Os Avanços da Gestão Pública no Brasil Os Desafios para a Gestão de Pessoas Novembro de 2011

www.pwc.com Os Avanços da Gestão Pública no Brasil Os Desafios para a Gestão de Pessoas Novembro de 2011 www.pwc.com Os Avanços da Gestão Pública no Brasil Os Desafios para a Gestão de Pessoas Novembro de 2011 Agenda 1. Demanda por profissionais e a estratégia de gestão de pessoas 2. Gestão de pessoas tendências

Leia mais

Criatividade e Inovação

Criatividade e Inovação Criatividade e Inovação Prof. Ms. Nelson Roberto Furquim Introdução Atualmente, estudos acerca das organizações destacam mudanças que acontecem frequentemente e com uma rapidez enorme. O fenômeno da globalização

Leia mais

Resenha. Inovação: repensando as organizações (BAUTZER, Daise. São Paulo: Atlas, 2009.)

Resenha. Inovação: repensando as organizações (BAUTZER, Daise. São Paulo: Atlas, 2009.) Resenha Inovação: repensando as organizações (BAUTZER, Daise. São Paulo: Atlas, 2009.) Patrícia Morais da Silva 1 Superar as expectativas do mercado atendendo de forma satisfatória as demandas dos clientes

Leia mais

Prof. Dr. Francisco Chaves

Prof. Dr. Francisco Chaves GESTÃO DE PROJETOS - 1 Escola de Engenharia de Lorena (Depto. Engenharia Química) Prof. Dr. Francisco Chaves chaves@dequi.eel.usp.br Características do Mundo Empresarial Velocidade das mudanças: Impacto

Leia mais

Profa. Gislaine Stachissini. Unidade II GOVERNANÇA DE TI

Profa. Gislaine Stachissini. Unidade II GOVERNANÇA DE TI Profa. Gislaine Stachissini Unidade II GOVERNANÇA DE TI Estratégia e governança em TI Estratégia empresarial A palavra estratégia vem do grego strategus = "o general superior ou "generalíssimo. Strategia

Leia mais

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. A maioria absoluta das avaliações obtêm excelentes resultados,

Leia mais

FERRAMENTAS DE GESTÃO

FERRAMENTAS DE GESTÃO FERRAMENTAS DE GESTÃO GUIA PARA EXECUTIVOS Professo MSc Lozano 2015 FERRAMENTAS DE GESTÃO Técnicas gerenciais utilizadas pelas organizações para aumentar competitividade. Ferramentas Básicas para Gestão

Leia mais

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 Rosely Vieira Consultora Organizacional Mestranda em Adm. Pública Presidente do FECJUS Educação

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais