Manual da G. L. T. Garantias Legais e Tecnológicas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual da G. L. T. Garantias Legais e Tecnológicas"

Transcrição

1 Manual da G. L. T. Garantias Legais e Tecnológicas Guia prático dos direitos e deveres dos usuários de produtos CISS. Dois Vizinhos Fevereiro 2011

2 ÍNDICE ÍNDICE... 2 G.L.T.??? O que é isso???... 3 Direitos do Cliente em dia com a G.L.T... 4 Procedimentos de investimento por conta do cliente,... 5 não cobertos pela G.L.T Sobre a visita do Analista de Suporte CISS... 6 O que fazer para solicitar a visita de um analista de suporte técnico?... 6 Quais os procedimentos da CISS durante a visita?... 6 Exemplos de Utilização de Serviços CISS Contratei um novo funcionário e preciso que o mesmo aprenda a utilizar o sistema em determinado módulo Licenciei ou loquei mais uma estação de frente de caixa ou retaguarda e preciso que a mesma seja instalada e também que seja treinado o novo operador de caixa ou usuário Toda vez que o analista vir em minha empresa terei que passar a Autorização de Atendimento antes assinada para a CISS? Ao entrar no sistema, começaram a aparecer mensagens em inglês, as quais me impediam de acessá-lo Estou com problemas no funcionamento da rede, ou meu micro está com problemas, ou tenho que formatar o HD, ou a impressora não imprime Vou mudar o servidor de lugar e não possuo nenhum colaborador apto a fazê-lo Estou com problemas na transmissão entre filiais, pois os arquivos não vêm corretamente Meu colaborador esqueceu como é que se faz determinado procedimento no sistema Tenho o sistema instalado. Quando foi implantado, não utilizei o módulo X, agora quero utilizar. O que fazer? Comprei um novo periférico (scanner, balança, impressora, etc...) e preciso que o mesmo seja configurado junto ao sistema para que funcione corretamente Mudei o layout da nota fiscal de minha empresa. Agora, este que possuo não imprime nos campos certos Será atualizado o sistema na loja No módulo X, precisamos que seja desenvolvido um novo relatório porque necessita-se de controle diferenciado ou então necessita-se que um novo campo seja incluso no relatório Y Estou com problemas no servidor da loja Quero adotar o procedimento da CISS para realizar determinado processo em minha empresa. Exemplo, controles de recepção de mercadorias, com listagem cega Tenho dúvidas de como cancelar um cupom fiscal Estão ocorrendo alguns erros no sistema e o Analista de Suporte CISS disse que é necessário atualizar a versão para correção Estou com problemas no sistema e o Analista de Suporte CISS sugeriu em acessar o meu sistema remotamente via ferramenta específica Formatei o HD da uma máquina e preciso que seja reinstalado o sistema Comprei um novo equipamento o qual não funciona no sistema da CISS. No entanto, preciso que ele funcione Na minha região existe uma bandeira de cartão de credito a qual não está associada a Redecard, Visanet ou Amex. Eu gostaria que o sistema efetuasse essa transação, ou seja, eu gostaria de vender para clientes dessa bandeira de cartão de crédito Tive problemas com o TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) e precisa instalar novamente Preciso instalar uma nova bandeira de cartão de credito/debito a qual já funciona com o sistema da CISS

3 G.L.T.? O que é isso? Mensalmente a CISS emite para sua empresa, investimento denominado G.L.T. (Garantias Legais e Tecnológicas), a qual é também chamada pela maioria dos usuários de Manutenção Mensal. A G.L.T. investida mensalmente nada mais é a garantia de vida do produto. Para que a CISS permaneça no mercado, sempre desenvolvendo novas ferramentas para os seus usuários, é imprescindível que o cliente invista nessa taxa mensal. O valor pago é a garantia de sobrevivência do sistema. Atualmente, todo e qualquer produto existente no mercado tem uma taxa de manutenção. Vamos pensar juntos: Água tem manutenção? Tem sim. Todo mês, pagamos uma taxa de água, mesmo que não usemos, para que ela seja tratada e para que possamos ter atendimento quando necessitarmos. Com a energia elétrica é a mesma coisa. Se ficarmos o mês todo viajando, no mês seguinte receberemos a taxa mínima, mas não seremos isentos da manutenção porque não utilizamos o serviço, não é mesmo? Outro exemplo de manutenção que podemos utilizar é em um veículo automotor. Mensalmente tem-se gastos com o carro. São os pneus que gastam, ou que furam, é o óleo, filtros que necessitam ser trocados, bateria, combustível, revisão, etc... Olhe para a camisa que você está usando. Esta camisa também tem uma manutenção. Pagamos o sabão em pó, amaciante, alvejante, água, luz para lavar e passar, lavadeira, etc. De vez em quando cai um botão. Todo esse investimento nesta camisa, para que você possa usá-la, chama-se manutenção

4 Direitos do Cliente em dia com a G.L.T. Liberações de versões atualizadas do sistema contendo otimizações e melhorias dos módulos adquiridos pelo cliente, sendo que o serviço para realizar a atualização, caso necessário apoio da CISS será acordado a parte. Releases do software, liberadas em média a cada 15 dias; Correções de possíveis bug s, identificados pelos Analistas do Help Desk CISS. Alterações fiscais e tributárias exigida pelo Fisco. Como por exemplo, mudanças na legislação vigente, levando em conta a cláusula abaixo: Liberação de versões com atualização das funções existentes nos módulos do programa licenciado, no que diz respeito a alterações legislativas fiscais e tributárias, sendo que a liberação da versão gerará custos ou não, conforme se enquadre em um dos itens seguintes: o Legislação FEDERAL, ESTADUAL ou MUNICIPAL fiscal ou tributária, o ônus de referida alteração caberá a todas as empresas que se utilizam deste programa no Estado referido, sendo rateadas entre as mesmas os valores da alteração realizada; o Legislação FEDERAL, ESTADUAL ou MUNICIPAL fiscal ou tributária, que venha oferecer benefício à empresa ou ao empresário, o ônus de referida alteração caberá a cada empresa que se beneficiar da nova legislação; o Caberá com exclusividade da CONTRATANTE(S) suportar com os valores de Licença e de GLT, incidentes nas atualizações legislativas. Suporte através da Internet, via site CISS, através do Help Desk CISS Suporte remoto via ferramenta específica para suporte, com disponibilidade de auxílio por texto, voz e também permissão para acesso remoto aos equipamentos da empresa do cliente; Atenção Podem ocorrer situações onde o Analista de Suporte CISS identificará, em virtude das necessidades apresentadas pelo cliente, ou por outro motivo qualquer, que o atendimento deverá ser realizado in loco, ficando ao cliente aceitar ou não tal visita, e assumindo as responsabilidades

5 Procedimentos de investimento por conta do cliente, não cobertos pela G.L.T. Re-treinamento; Re-implantação; Instalação de Rede; Instalação e Re-instalação de Periféricos. Falta de Backup; Correção de Danificação de Arquivo; Desenvolvimento de novos programas (customização); Desenvolvimento para integração com novo hardware; Desenvolvimento de novas bandeiras de cartão de crédito/débito; Alteração nos programas; Erros Operacionais; Erros de Procedimento; Problemas de Hardware; Atenção Mesmo que estes serviços sejam prestados via atendimento remoto, os mesmos serão faturados de acordo com o Relatório de Atendimento, e executados pelo Analista de Suporte CISS mediante a assinatura na Autorização de Atendimento

6 Sobre a visita do Analista de Suporte CISS Quando o cliente julgar necessário, ou ainda quando a situação relatada remotamente ao Analista de Suporte necessitar de um atendimento in loco, a CISS poderá enviar um Analista de Suporte até as dependências do cliente, seguindo uma agenda de visitas e de acordo com os procedimentos descritos a seguir: O que fazer para solicitar a visita de um analista de suporte técnico? 1. O cliente contata a CISS solicitando a presença de um analista ou o problema detectado no atendimento remoto exige que seja realizada uma visita; 2. A CISS envia formulário denominado Autorização de Atendimento para o cliente via O mesmo deverá ser assinado pelo cliente e devolvido para a CISS via fax ou . Dica É importante salientar que o analista só se fará presente se a Autorização de Atendimento esteja devidamente assinada pelo cliente e devolvida à CISS. Quais os procedimentos da CISS durante a visita? Para que o cliente fique ciente dos trabalhos efetuados em sua empresa, nossos analistas emitirão um relatório denominado Relatório de Atendimento. Este relatório deverá ser assinado pelo diretor, ou responsável do setor. Neste relatório estará explicito o tipo de trabalho desempenhado, e o valor da taxa de visita (se houver) ou despesas ocorridas e o número de horas trabalhadas que serão cobradas ou bonificadas, dependendo da natureza do trabalho realizado. A Autorização de Atendimento, bem como o Relatório de Atendimento poderão também ser emitidos ao cliente, mesmo que o analista de suporte da CISS esteja efetuando o atendimento on-line, internamente na CISS, desde que o trabalho executado esteja caracterizado para cobrança

7 Exemplos de Utilização de Serviços CISS Nas próximas paginas são apresentados alguns cases comuns aos usuários de produtos e serviços CISS. 1. Contratei um novo funcionário e preciso que o mesmo aprenda a utilizar o sistema em determinado módulo. Caracteriza re-treinamento. O cliente poderá solicitar que este serviço seja efetuado por um dos analistas da CISS. O mesmo poderá ir a sua empresa, após receber a Autorização de Atendimento, e efetuará o treinamento do novo usuário. Os treinamentos ainda poderão ocorrer de forma on-line, através da Universidade CISS, via ferramenta própria para treinamentos. Ao término da visita/treinamento on-line, o Analista emitirá o Relatório de Atendimento constando o número de horas técnicas trabalhas as quais serão faturadas conforme acordo comercial pré estabelecido. Caso o cliente possua em seu quadro de colaboradores um usuário capacitado para treinar o novo funcionário, poderá fazê-lo. Isso o isentará da taxa de visita e das horas que seriam realizadas pelo Analista de Suporte CISS. 2. Licenciei ou loquei mais uma estação de frente de caixa ou retaguarda e preciso que a mesma seja instalada e também que seja treinado o novo operador de caixa ou usuário. Caracteriza instalação e/ou re-treinamento: Instalação porque o analista irá proceder a instalação da nova estação de trabalho, podendo ir até a empresa ou, se possível, realizará o serviço on-line. No Relatório de Atendimento estará disposto o número de horas trabalhadas. Re-treinamento, caso seja necessário passar orientações de execução das tarefas de frente de caixa. Embora o módulo de frente de caixa já tenha sido treinado para outros usuários, caracteriza re-treinamento de módulos aos novos usuários. Também estará descrito no Relatório de Atendimento o número de horas trabalhadas

8 3. Toda vez que o analista vir em minha empresa terei que passar a Autorização de Atendimento antes assinada para a CISS? Sim, a Autorização de Atendimento estabelece o compromisso entre as partes, acordando horários de chegada para inicio da prestação de serviço. É importantíssimo que o cliente possua conexão à internet, o que poderá isentá-lo de possíveis despesas de viagem, alimentação e hospedagem. Neste caso, serão cobradas somente as horas técnicas. Vale salientar que em alguns casos é necessária a presença do analista inloco, e assim, fica a cargo do cliente, despesas com deslocamento, alimentação e hospedagem dos técnicos. 4. Ao entrar no sistema, começaram a aparecer mensagens em inglês, as quais me impediam de acessá-lo. Estas mensagens podem ser ocasionadas quando os arquivos do banco de dados foram corrompidos. A danificação de tais arquivos podem ocorrer diante de algumas fatos, como exemplos: Quando há queda de energia elétrica; Quando há problema de cabeamento; Quando a rede lógica é instável; Quando existem fios soltos, ocorrem pequenos acidentes/curtos; Se houver algum problema no servidor de banco de dados. Para isso, orientamos que o cliente atente-se para estes itens acima, os quais são de responsabilidade do mesmo, no sentido de que problemas operacionais como os citados sejam evitados em sua organização. Para consertar este tipo de problema operacional é necessária a intervenção dos Analistas de Suporte CISS. Dependendo da gravidade, este suporte poderá ser feito remotamente e, neste caso, incidirá apenas o investimento, por parte do cliente, nas horas técnicas realizadas pelo analista. Importante É importante lembrar, que os dados gravados num banco de dados danificado podem ser irrecuperáveis, causando prejuízo de perda de informações ao cliente. Aí vem a importância de fazer Backup do banco de dados conforme processos passados pela CISS, sendo que a CISS não tem responsabilidade pelos dados de seus clientes

9 5. Estou com problemas no funcionamento da rede, ou meu micro está com problemas, ou tenho que formatar o HD, ou a impressora não imprime. O investimento da GLT não cobre assistência técnica na rede de comunicação da loja ou na questão de hardware. O atendimento de suporte consiste apenas no atendimento aos produtos e sistemas CISS. Orientamos que o cliente solicite o serviço de um profissional que execute este tipo de trabalho. 6. Vou mudar o servidor de lugar e não possuo nenhum colaborador apto a fazê-lo. Solicitamos que agende com o Suporte CISS a data de mudança. Dessa forma, os analistas CISS programarão a visita local ou a prestação de apoio remoto via web, para executar/acompanhar os trabalhos de mudança. Fica a cargo do cliente as despesas de deslocamento/viagem, alimentação e hospedagem dos analistas, bem como as horas técnicas de trabalho, caso existam. 7. Estou com problemas na transmissão entre filiais, pois os arquivos não vêm corretamente. Procedimento pode estar errado. Quando é implantada a transmissão de dados entre filiais, são treinados usuários, orientando quais arquivos deverão ser exportados (enviados) ou importados (recebidos). Quando a transmissão não funciona, detectando ser em decorrência dos pacotes enviados não conterem os arquivos certos e, para correção de transmissão de dados entre filiais, são investidas pelo cliente, as horas técnicas para realização dos serviços. 8. Meu colaborador esqueceu como é que se faz determinado procedimento no sistema. Caracteriza re-treinamento. O cliente poderá solicitar que este serviço seja efetuado por um dos Analistas CISS. Hoje contamos com duas opções, treinamento in-loco ou treinamento via ferramentas de comunicação via internet. Os serviços serão prestados após recebermos a Autorização de Atendimento, e assim será definida data para efetuar o re-treinamento aos colaboradores. Ao término da visita ou treinamento on-line, o analista CISS emitirá o Relatório de Atendimento constando o número de horas técnicas trabalhas, as quais serão faturadas para o cliente conforme combinado

10 9. Tenho o sistema instalado. Quando foi implantado, não utilizei o módulo X, agora quero utilizar. O que fazer? Re-implantação de recurso/módulo especifico. Quando o sistema é adquirido, o serviço de instalação/implantação/treinamento é comprado pelo cliente. Neste caso, quando houver necessidade de implantação ou reimplantação de determinado módulo, ficam a cargo do cliente as horas de realização dos serviços, descritos no Relatório de Atendimento. As despesas de viagem ou deslocamento são por conta do cliente. Os serviços podem ou não serem realizados de forma on-line, através da internet. 10. Comprei um novo periférico (scanner, balança, impressora, etc...) e preciso que o mesmo seja configurado junto ao sistema para que funcione corretamente. Caracteriza-se instalação e configuração. Por ser um novo periférico, é necessário que o Analista CISS auxilie na instalação e configuração do sistema para o funcionamento do mesmo, isto caso a empresa não possua colaborador qualificado para realizar as configurações necessárias. Neste caso, são faturadas as horas trabalhadas após conclusão dos Relatórios de Atendimento. Antes da aquisição de novos periféricos, principalmente de ECF (impressoras fiscais) orientamos à consulta ao Suporte CISS, para verificação de sua homologação junto aos produtos CISS. 11. Mudei o layout da nota fiscal de minha empresa. Agora, este que possuo não imprime nos campos certos. Customização. Caracteriza customização de software, porque deverá ser desenvolvido um novo layout, específico para este cliente, atendendo o seu modelo de Nota Fiscal. O cliente terá o investimento nas horas trabalhadas do Analista CISS. Se houver necessidade de ser desenvolvida na CISS, é repassado Orçamento de Investimento para que o cliente aprove e assim sejam executados os serviços. 12. Será atualizado o sistema na loja. Atualização do Software. O sistema deverá ser atualizado sempre que estiver disponível uma nova Release ou Versão, ou conforme necessidade. O cliente poderá atualizar a versão caso tenha algum colaborador com conhecimento para tal, solicitando a liberação da nova versão à Equipe Comercial CISS, mediante a apresentação do Termo de Responsabilidade assinado. Caso serviços sejam executados por Analistas CISS, são cobradas as horas trabalhadas. As despesas de viagem/deslocamento, alimentação e hospedagem, caso ocorram, são por conta do cliente

11 13. No módulo X, precisamos que seja desenvolvido um novo relatório porque necessita-se de controle diferenciado ou então necessita-se que um novo campo seja incluso no relatório Y. Customização. O sistema é comercializado com os módulos prontos e definidos para utilização respeitando processos repassados ao cliente durante o processo de implantação do produto (SICware). O desenvolvimento de qualquer novo módulo, recurso ou campo solicitado pelo cliente é caracterizado como Customização. Neste caso, é repassado primeiramente Aprovação de Análise de Viabilidade e posterior Orçamento de Investimento constando os novos recursos a serem criados, o tempo total de serviço para validação e aceite do cliente e valor total do investimento. 14. Estou com problemas no servidor da loja. Quando se trata de problema relacionado ao bom funcionamento de hardware, a CISS não se responsabiliza pelo mesmo, sendo que dispomos de equipe para auxiliar a descobrir qual é a situação que ocorre e o necessário para correção. A indicação é que o cliente solicite a presença de profissional especializado em hardware, para que resolva as situações existentes, que ocasionam os problemas. 15. Quero adotar o procedimento da CISS para realizar determinado processo em minha empresa. Exemplo, controles de recepção de mercadorias, com listagem cega. Implantação de Módulos. A CISS possui procedimentos que acabam com processos redundantes, aumentam a lucratividade, diminuem perdas, garantem maior rentabilidade, enfim proporcionam resultado e crescimento contínuo. Estes procedimentos são realizados no cliente através do Projeto SICware (Soluções de Implantação CISS), onde são realizados serviços conforme necessidades identificadas. 16. Tenho dúvidas de como cancelar um cupom fiscal. Re-treinamento. Quando é instalada a frente de caixa e treinado o usuário, são informadas as rotinas para operacionalizar o caixa. Neste caso em que o usuário esqueceu como executa determinada rotina e é necessário à presença in-loco do técnico ou via treinamento através da internet, são faturadas as horas trabalhadas e as despesas de deslocamento, alimentação e hospedagem são por conta do cliente, caso ocorram

12 Dica Em casos de dúvidas gerais sobre o sistema, e o cliente tenha recebido o treinamento, terá direito a resoluções de dúvidas rápidas via Help Desk CISS (suporte on-line), desde que os mesmos não sejam recorrentes. Observa-se neste item a importância de envolver e comprometer os colaboradores para que, durante os treinamentos presenciais, obtenham o máximo de informações, que lhes será útil diariamente, durante a utilização dos produtos CISS. 17. Estão ocorrendo alguns erros no sistema e o Analista de Suporte CISS disse que é necessário atualizar a versão para correção. Atualização de versão. A CISS é responsável pela correção de bugs e erros ocorridos no programa, assim que identificados pelos Analistas CISS e, sempre que for necessária que a versão seja atualizada em função destes erros de programa, o mesmo é isentado das horas técnicas. Toda documentação que comprove falha do sistema/software, ficará a disposição da CISS para análises futuras. A atualização da versão poderá ser remota, sendo que se for necessário deslocamento até a sede do cliente, as despesas de viagem, alimentação e hospedagem ficam a cargo do mesmo. 18. Estou com problemas no sistema e o Analista de Suporte CISS sugeriu em acessar o meu sistema remotamente via ferramenta específica. Suporte remoto via Help Desk CISS. Isso facilita muito o trabalho do analista, pois ele poderá assumir remotamente o sistema do usuário. Além da agilidade do atendimento, o cliente economiza em tempo. Neste caso, são faturadas somente as horas técnicas do analista se o problema detectado for erro operacional, caso seja erro de sistema são isentadas as horas realizadas pelos analistas. 19. Formatei o HD da uma máquina e preciso que seja reinstalado o sistema. Re-implantação. Toda vez que houver de efetuar novamente um trabalho que já foi feito, se forem simples poderão ser feitos remotamente. Caso os analistas identifiquem a necessidade de ir a loja do cliente, deverá seguir os tramites legais para ida do analista Caso ocorram despesas de viagem, alimentação e hospedagem, as mesmas serão assumidas pelo cliente e as horas serão faturadas conforme constam nos Relatórios de Atendimento onde estará descrito os serviços realizados e o tempo total investido. 20. Comprei um novo equipamento o qual não funciona no sistema da CISS. No entanto, preciso que ele funcione. Antes de adquirir uma nova impressora, teclado, scanner, ou qualquer outro periférico, solicitamos que entre em contato com o Help Desk CISS, para averiguar se o mesmo já está homologado no sistema

13 No caso, de já haver adquirido o periférico e este não for homologado no sistema, a CISS enviará Orçamento para Análise de Viabilidade constando 05 horas de investimento, e posterior Orçamento para Aprovação Final com o número de horas investimento para desenvolvimento total, descontando as 05 horas da analise de viabilidade. Após aprovado o orçamento, é realizado o desenvolvimento dos drives do periférico. Este desenvolvimento, ou outro qualquer, pode ser rateado entre todos interessados em utilizar este mesmo periférico. 21. Na minha região existe uma bandeira de cartão de credito a qual não está associada a Redecard, Visanet ou Amex. Eu gostaria que o sistema efetuasse essa transação, ou seja, eu gostaria de vender para clientes dessa bandeira de cartão de crédito. Diante dessa necessidade, a CISS poderá desenvolver a integração com a nova bandeira. Este tipo de desenvolvimento caracteriza customização, então, a CISS enviará ao cliente orçamento para desenvolvimento o qual conterá o número estimado de horas e o valor a ser investido pelo cliente. 22. Tive problemas com o TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) e precisa instalar novamente. Caracteriza re-instalação. Se os problemas encontrados forem ocasionados pelo software, a empresa receberá o atendimento sem custos, através do Help Desk CISS. Caso sejam erros operacionais, são investidas pelo cliente as horas técnicas trabalhadas e as despesas de viagem ou deslocamento são por conta do cliente. 23. Preciso instalar uma nova bandeira de cartão de crédito/débito a qual já funciona com o sistema da CISS. Caracteriza instalação. Neste caso é investido pelo cliente, as horas técnicas trabalhadas e as despesas de viagem, alimentação ou hospedagem, caso ocorram, são por conta do cliente

Padrões de Atendimento de Serviços da empresa

Padrões de Atendimento de Serviços da empresa Padrões de Atendimento de Serviços da empresa Softland Sistemas seguinte documento (abreviado para PAS) apresenta os padrões de serviços prestados pela Softland Sistemas Versão 1.0 06 de janeiro de 2010

Leia mais

Proposta de Franquia SMS Marketing. A Empresa

Proposta de Franquia SMS Marketing. A Empresa Proposta de Franquia SMS Marketing A Empresa A DeOlhoNaWeb Soluções Digitais é uma empresa de internet em forte crescimento, que foi fundada em 2012 com objetivo de oferecer soluções inovadoras por um

Leia mais

TEF Transferência Eletrônica de Fundos

TEF Transferência Eletrônica de Fundos 1. VISÃO GERAL 1.1 OBJETIVOS: O TEF é uma solução eficiente e robusta para atender as necessidades do dia a dia de empresas que buscam maior comodidade e segurança nas transações com cartões, adequação

Leia mais

Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7)

Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7) Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7) Introdução Desde abril de 2008 a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) se tornou obrigatória para diversos setores da economia nacional. A cada 6 meses,

Leia mais

Gestor Empresarial - Financeiro. Release Versão 1.076

Gestor Empresarial - Financeiro. Release Versão 1.076 Gestor Empresarial - Financeiro Release Versão 1.076 Maio/2013 Produto : AeroSoft Gestor Empresarial - Financeiro Versão : v1.076 Data Liberação : 21/04/2013 A seguir são apresentadas as novas funções

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

OFERTA: SITE INSTITUCIONAL. 1. Definições

OFERTA: SITE INSTITUCIONAL. 1. Definições OFERTA: SITE INSTITUCIONAL 1. Definições OFERTA VIGENTE: Forma(s) de disponibilização do(s) RECURSO(S) ao CONTRATANTE, constante(s) nesse Contrato, válida(s) para o ATO DA CONSULTA. RECURSO: Serviço(s)

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

GUIA RÁPIDO D-TEF (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD

GUIA RÁPIDO D-TEF (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD Índice 1. EQUIPAMENTOS 3 2. INTRODUÇÃO AO SISTEMA TEF DEDICADO DIREÇÃO 5 3. REALIZANDO VENDAS 7 4. REALIZANDO VENDA COM REDES 5 9 5. VISUALIZAÇÃO DE RELATÓRIOS

Leia mais

PROCEDIMENTO GERENCIAL PADRÃO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO

PROCEDIMENTO GERENCIAL PADRÃO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 2/14 SUMÁRIO 1. RESUMO DO PROCESSO... 3 2. FLUXOGRAMA... 4 3. OBJETIVO... 5 4. APLICAÇÃO...

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Prezado cliente, Para mantê-lo informado sobre as liberações e procedimentos referentes ao SPED PIS/COFINS, destacamos nesse comunicado os principais pontos que devem ser

Leia mais

Av. Santos Dumont, 505 - Sala 203 Londrina-PR CEP 86039-090 Tel.: 43 3029 4544 e-mail: comercial@arandusistemas.com.br Site:

Av. Santos Dumont, 505 - Sala 203 Londrina-PR CEP 86039-090 Tel.: 43 3029 4544 e-mail: comercial@arandusistemas.com.br Site: ARANDU SISTEMAS O objetivo principal da Arandu é oferecer ferramentas que facilitem a GESTÃO EMPRESARIAL, que sejam inteligentes, viáveis e rápidos, procurando sempre a plena satisfação do Cliente. As

Leia mais

Palestrante: Thiago de Carvalho Moura

Palestrante: Thiago de Carvalho Moura Palestrante: Thiago de Carvalho Moura Última modificação: 24/02/2015 SAT-CFe 1º a emitir o cupom fiscal do SAT no interior do estado de São Paulo 2 O que é o SAT- CF-e? É um documento fiscal de existência

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito

Leia mais

Solução para Automação Comercial

Solução para Automação Comercial Solução para Automação Comercial Programa Aplicativo Fiscal Emissor Cupom Fiscal (PAF-ECF) Impressoras Fiscais Permite comunicação com diversos modelos de impressoras fiscais, tais como: Daruma, Bematech,

Leia mais

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295 SPED FISCAL O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) FISCAL é um módulo opcional que está habilitado para funcionar com a versão 7 do Oryon. A licença é habilitada pelo número de série do cliente.

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA

CLÁUSULA SEGUNDA - DA DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, as partes: a) de um lado, a empresa GEPER DESENVOLVIMENTO

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

GUIA COMERCIAL PCMULTITEF+

GUIA COMERCIAL PCMULTITEF+ GUIA COMERCIAL PCMULTITEF+ DATAREGIS S. A. FORM-7.2-037r00 Página 1 de 6 ÍNDICE 1. Definição do produto PCMULTITEF+ 2. Normas de comercialização do produto PCMULTITEF+ 3. Responsabilidades do Integrador

Leia mais

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO A IFOUR Fundada em 2000, a ifour Sistemas conta com sedes em Viçosa e Muriaé. Atua no desenvolvimento de soluções completas para gestão empresarial (automação), envolvendo software e equipamentos para

Leia mais

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES CADASTRO DE CLIENTES Recebimento de equipamentos somente com cadastro completo; O cadastro do e-mail é obrigatório; É de responsabilidade do cliente manter seus dados sempre

Leia mais

Copyright 2004/2015 - VLC

Copyright 2004/2015 - VLC Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Perguntas Frequentes Versão 8.1 Atualizado em 26/08/2015 Copyright 2004/2015 - VLC As informações contidas neste caderno de Perguntas e Respostas são de propriedade da

Leia mais

O mercado de pagamentos eletrônicos e o TEF

O mercado de pagamentos eletrônicos e o TEF O mercado de pagamentos eletrônicos e o TEF Apresentação para Clientes Barueri, Julho de 2012 Esta apresentação é para uso exclusivo do cliente. Nenhuma de suas partes pode ser veiculada, transcrita ou

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

ÍNDICE. 1. SAM Sistema de Auto Atendimento Millennium. 2. Apresentação. 3. Acessos 3.1. Via Internet 3.2. Via link direto

ÍNDICE. 1. SAM Sistema de Auto Atendimento Millennium. 2. Apresentação. 3. Acessos 3.1. Via Internet 3.2. Via link direto ÍNDICE 1. SAM Sistema de Auto Atendimento Millennium 2. Apresentação 3. Acessos 3.1. Via Internet 3.2. Via link direto 4. Inclusão de chamados 4.1. Incluindo um novo chamado 5. Analisando chamados em aberto

Leia mais

Manual do sistema Lojamix PDV

Manual do sistema Lojamix PDV Manual do sistema Lojamix PDV Versão 1.10 Data da última atualização 07/11/2011 SUMÁRIO LISTA DE FIGURAS...3 LISTA DE Siglas...4 Primeiros passos...5 Acessando o ambiente de configuração...5 Acessando

Leia mais

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte BCON Sistema de Controle de Vendas e Estoque Declaração de escopo Versão 1.0 Histórico de Revisão Elaborado por: Filipe de Almeida do Amaral Versão 1.0 Aprovado por: Marcelo Persegona 22/03/2011 Time da

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

Perguntas frequentes

Perguntas frequentes Perguntas frequentes 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra podem ser adquiridas a qualquer momento

Leia mais

Cappta Cartões Guia de Utilização

Cappta Cartões Guia de Utilização Cappta Cartões Guia de Utilização Bem-vindo! Obrigado por utilizar a solução Cappta Cartões, a maneira mais simples e rápida de aceitar todos os tipos de cartão no varejo. Este manual detalha as principais

Leia mais

QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES

QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES Pergunta 01: No EDITAL do PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES, no item 4.17. II há a afirmação sobre a não aceitação de proposta

Leia mais

Fenícia Automação Comercial

Fenícia Automação Comercial Fenícia Automação Comercial Introdução Indicado para estabelecimentos comerciais, rede de lojas ou franquias, o sistema FENÍCIA AUTOMAÇÃO COMERCIAL traz uma série de tecnologias de alto valor agregado

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Fox Gerenciador de Sistemas

Fox Gerenciador de Sistemas Fox Gerenciador de Sistemas Índice 1. FOX GERENCIADOR DE SISTEMAS... 4 2. ACESSO AO SISTEMA... 5 3. TELA PRINCIPAL... 6 4. MENU SISTEMAS... 7 5. MENU SERVIÇOS... 8 5.1. Ativação Fox... 8 5.2. Atualização

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 052/2010 Data: 19/11/2010 Objeto: Contratação de serviços técnicos especializados de atendimento remoto e presencial a usuários de tecnologia

Leia mais

NOTA FISCAL DE CONSUMIDOR ELETRÔNICA NFC-e

NOTA FISCAL DE CONSUMIDOR ELETRÔNICA NFC-e NOTA FISCAL DE CONSUMIDOR ELETRÔNICA NFC-e AGILIDADE E ECONOMIA PARA O COMÉRCIO COMODIDADE PARA O CONSUMIDOR Olá meu amigo! Eu sou o Super Notinha e a partir de agora estarei em todas as ações da /AM.

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard:

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard: Mercearia Amigo varejista, A partir deste mês outubro - o Tribanco traz novidades no Projeto Capitão Varejo, pois conta agora com a parceria do Instituto Redecard. Juntos, irão levar até você mais informação

Leia mais

Contrato Comercial. Objetivo: Setup - Plataforma de E-commerce. Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão...

Contrato Comercial. Objetivo: Setup - Plataforma de E-commerce. Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão... Contrato Comercial Objetivo: Setup - Plataforma de E-commerce Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão... : Emitido por: 0 Contrato Comercial Pelo presente instrumento, firma-se o acordo comercial

Leia mais

LSoft SGC Gestão Empresarial

LSoft SGC Gestão Empresarial LSoft SGC Gestão Empresarial O LSoft SGC é um sistema de gestão dinâmico, eficiente e flexível idealizado para atender diversos segmentos de indústrias, comércios e serviços. O objetivo principal é tornar

Leia mais

Esclarecimentos. Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda

Esclarecimentos. Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda Esclarecimentos Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda Afim de sanar as dúvidas mais frequentes e possíveis diferenças de valores ou informações no relatório de Apuração de ICMS do sistema

Leia mais

Guia Informativo. Adequação da automação Softpharma

Guia Informativo. Adequação da automação Softpharma Guia Informativo Adequação da automação Softpharma SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. REGULAMENTAÇÃO... 5 2.1. Obrigatoriedade do uso do ECF... 5 3. ADEQUAÇÕES NO PROCESSO DE VENDA... 5 3.1. Cupom Fiscal...

Leia mais

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Mastermaq Softwares Há quase 20 anos no mercado, a Mastermaq está entre as maiores software houses do país e é especialista em soluções para Gestão

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

Manual. do POS. O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características

Manual. do POS. O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características Manual do POS O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características Sumário 4 5 6 7 funções básicas funções operacionais c o n s u l t a m é d i c a execução sp/sadt 9 10 c a n

Leia mais

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car...

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car... ÍNDICE Operações com o Cartão Ticket Car... POS Ticket Car :... Funções... Mensagens... Terminal TEF: Ticket Car Novo... Funções... Mensagens... Transação de Venda Manual... Procedimento... Obter boleto...

Leia mais

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166 Sistema Nota Já Este manual tem por objetivo apresentar o sistema NotaJá a fim de auxiliar o usuário com todos os processos de cadastro, lançamentos de notas, cancelamentos, inutilizações, notas complementares

Leia mais

1. Objetivo do Projeto

1. Objetivo do Projeto PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VISNET - INTERNET E COMUNICAÇÃO Desenvolvimento de Site para CDL 1. Objetivo do Projeto O CDL Online é o mais novo sistema interativo especialmente projetado para criar

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito

Leia mais

SOLICITAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL

SOLICITAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL SOLICITAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL 1. Como é feita a entrega do Certificado Digital? Resposta: O certificado digital é entregue ao cliente após o procedimento de Validação Presencial, o qual consiste na

Leia mais

Sistema de Livros Fiscais Imediata

Sistema de Livros Fiscais Imediata 1 Sistema de Livros Fiscais Imediata 2 Descritivo das Rotinas Operacionais do Sistema de Livros Fiscais para geração EFD PIS/Cofins SPED Contribuições Após a instalação do Sistema de Livros Fiscais, basta

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Cartão de crédito corporativo

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Cartão de crédito corporativo pág.: 1/4 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos referentes à utilização do cartão de crédito corporativo para pagamento das despesas de viagem e deslocamento dos empregados a serviço da COPASA

Leia mais

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN O que é o GVN Parceiro: O GVN Parceiro é uma modalidade de parceria de negócios criada pelo Grupo Vila Nova para ampliar sua capilaridade de oferta e garantir que

Leia mais

ARANDU SISTEMAS. Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo.

ARANDU SISTEMAS. Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo. ARANDU SISTEMAS Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo. A ARANDU SISTEMAS tem primado pela excelência e eficácia de seus produtos

Leia mais

Rotina de Manifesto Destinatário Tramitador NF-e. Manual desenvolvido para Célula Nf-e Equipe Avanço Informática

Rotina de Manifesto Destinatário Tramitador NF-e. Manual desenvolvido para Célula Nf-e Equipe Avanço Informática Rotina de Manifesto Destinatário Tramitador NF-e Manual desenvolvido para Célula Nf-e Equipe Avanço Informática 1 Esclarecimentos sobre Manifestação do Destinatário 1. O que é a Manifestação do Destinatário?

Leia mais

Módulo NF-e. Manual de Utilização

Módulo NF-e. Manual de Utilização Módulo NF-e Manual de Utilização 1 Conteúdo Passo-a-passo para emissão de NF-e... 3 1. Obtendo seu Certificado Digital... 3 2. Registrando-se na Secretaria da Fazenda para Homologação (testes)... 4 3.

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Wisurf - Central de Dominio 011 34611171 (www.wisurf.com.br)

Wisurf - Central de Dominio 011 34611171 (www.wisurf.com.br) Vários modelos de aplicação O sistema e controlado via WEB Sistema SLP WiSurf Internet controlada para locais públicos. O melhor sistema de controle de internet utilizado pelas grandes redes hoteleira

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

ROTEIRO DE INSTALAÇÃO

ROTEIRO DE INSTALAÇÃO ROTEIRO DE INSTALAÇÃO O objetivo deste roteiro é descrever os passos para a instalação do sistema UNICO, afim, de auxiliar os técnicos e evitar possíveis dúvidas e erros de instalação. Instalador O instalador

Leia mais

Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução

Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução Procedimentos a serem seguidos pela diretoria, gerentes e funcionários. As informações serão passadas para os gerentes

Leia mais

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Introdução Esta cartilha tem o objetivo de orientar o contribuinte a implantar o sistema de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) em sua empresa

Leia mais

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança.

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda Managed Office Protection É fato, tanto pequenas e médias e grandes empresas enfrentam os mesmos riscos

Leia mais

Manual do Usuário. Vixen PDV

Manual do Usuário. Vixen PDV 1 Manual do Usuário Vixen PDV 2 Índice 1. INTRODUÇÃO 3 2. ENTRANDO NO SISTEMA 4 2.1 TELA LOGIN 4 2.2 CARGA DE TABELAS LOCAIS 4 3. MENU INICIAL 5 4. BARRA DE STATUS 6 5. ABRINDO O CAIXA 6 6. VENDA 7 6.1

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5

ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5 BENTO GONÇALVES Julho de 2005 ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5 5.1 Para acessar o sistema 5 5.2

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS DOS REQUISITOS PARA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO: A CONTRATADA deverá atender os seguintes requisitos de qualidade do serviço: 1) Quando ocorrer chamado telefônico, comunicação

Leia mais

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Manual de Utilização Financeiras Versão 1.2 Manual de utilização do software para os usuários do Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos, com

Leia mais

Apresentação. Caro Cliente,

Apresentação. Caro Cliente, Serviços do Suporte Apresentação Caro Cliente, Esta cartilha irá ajudá lo a nos conhecer melhor, bem como nossos procedimentos e práticas para que em conjunto, possamos lhe dar o melhor atendimento. Índice

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS

CATÁLOGO DE SERVIÇOS Partner MASTER RESELLER CATÁLOGO DE SERVIÇOS SUPORTE TÉCNICO in1.com.br Explore Mundo! seu Conteúdo 1 - Objetivo 2 - Serviços prestados por meio do contrato de manutenção e suporte anual 2.1 - Primeira

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Coordenadoria do Campus de Ribeirão Preto Seção Técnica de Informática. Política de Informática CCRP

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Coordenadoria do Campus de Ribeirão Preto Seção Técnica de Informática. Política de Informática CCRP Política de Informática CCRP Índice 1. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 2. ESPECIFICAÇÃO E AQUISIÇÃO DE NOVOS EQUIPAMENTOS... 2 3. INSTALAÇÃO DE SOFTWARES... 2 4. DESENVOLVIMENTO, MANUTENÇÃO E BACKUP DE SISTEMAS

Leia mais

Recibo 1- CLÁUSULA PRIMEIRA Objeto

Recibo 1- CLÁUSULA PRIMEIRA Objeto Contrato Nº : /14 Recibo 1- CLÁUSULA PRIMEIRA Objeto CONTRATO DE LICENÇA DE USO E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE, que entre si fazem, de um lado, MINAS LEGAL AUTOMACAO COMERCIAL, sito na cidade de Governador Valadares,

Leia mais

Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa

Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa O que é o Fechamento de Caixa? O Fechamento de Caixa consiste, basicamente, em separar e conferir todos os recebimentos que há nos caixas. Essa tarefa

Leia mais

Agora todas as Unimeds vão falar uma só língua. Unimed do Brasil Federação São Paulo Portal Unimed

Agora todas as Unimeds vão falar uma só língua. Unimed do Brasil Federação São Paulo Portal Unimed Agora todas as Unimeds vão falar uma só língua. Unimed do Brasil Federação São Paulo Portal Unimed Folheto perguntas e respostas (15X15)cm.indd 1 9/25/08 4:38:13 PM E as primeiras palavras são inovação,

Leia mais

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal 29/11/2012 Índice ÍNDICE... 2 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O QUE É E-COMMERCE?... 4 3. LOJA FOCCO... 4 4. COMPRA... 13 5. E-MAILS DE CONFIRMAÇÃO... 14 6.

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

Obrigado por adquirir o FOCUS 10!

Obrigado por adquirir o FOCUS 10! Obrigado por adquirir o FOCUS 10! Somos do setor de apoio à implantação do software de Gestão Óptica - Focus 10. Daremos todo o suporte remoto, para os primeiros dos muito importantes passos a serem dados

Leia mais

Bem Vindo ao Sistema PDV - Sistema Frente de Caixa

Bem Vindo ao Sistema PDV - Sistema Frente de Caixa Introdução 1 1 Introdução 1.1 Bem Vindo ao Sistema Bem Vindo ao Sistema PDV - Sistema Frente de Caixa Sistema desenvolvido nos mais altos padrões tecnológicos que tem por finalidade atender todas as exigências

Leia mais

BH PARK Software de Estacionamento

BH PARK Software de Estacionamento BH PARK Software de Estacionamento WWW.ASASSOFTWARES.COM.BR Índice 1 Informações Básicas... 1 1.1 Sair da aplicação... 1 1.2 Travar aplicação... 1 1.3 Licenciando a aplicação... 1 1.4 Contrato de Manutenção...

Leia mais

Boletim Técnico. DIA Declaração Ingressos Amazonas. Procedimento para Implementação

Boletim Técnico. DIA Declaração Ingressos Amazonas. Procedimento para Implementação DIA Declaração Ingressos Amazonas Produto : TOTVS 11 Obrigações Fiscais (MOF) Chamado : THRDV3 Data da criação : 17/04/2014 Data da revisão : 13/05/14 País : Brasil Bancos de Dados : Progress/Oracle/SQL

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE SUBLICENÇA DE USO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE PAY&GO

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE SUBLICENÇA DE USO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE PAY&GO TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE SUBLICENÇA DE USO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE PAY&GO IDENTIFICAÇÃO VENDA Razão Social: Nome Fantasia: CNPJ (MF): Insc.Est.: Endereço: Nº: Compl.: Bairro: CEP: Cidade:

Leia mais

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet.

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. Prezado Cliente, A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. No Padrão 9 você encontrará novas funcionalidades, além de alterações

Leia mais

Manual de Credenciamento para Emissão do CT-e

Manual de Credenciamento para Emissão do CT-e Manual de Credenciamento para Emissão do CT-e Versão 1.0 Outubro/2009 Manaus/AM Sumário Apresentação... 2 Conceitos Básicos... 3 Requisitos... 5 Credenciamento... 6 Fase de Homologação... 7 o Fase de Testes...

Leia mais

Perguntas e Respostas. Relatórios

Perguntas e Respostas. Relatórios Perguntas e Respostas 1. Por que o @ Work mudou? R: Pensando na satisfação dos nossos clientes para com os serviços via Web, foi realizado uma reformulação de toda estrutura do site otimizando a disponibilidade

Leia mais

O que é o SAT. Principais características do SAT. Prazos e obrigatoriedade

O que é o SAT. Principais características do SAT. Prazos e obrigatoriedade O que é o SAT SA T O SAT, Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos, é um sistema que tem por objetivo documentar, de forma eletrônica, as operações comerciais do varejo dos contribuintes

Leia mais

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor]

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Data Gerador do documento: Gerente de Negociação: Versões Versão Data Revisão Autor Aprovação (Ao assinar abaixo, o cliente concorda com todos os

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL - SISTEMA EMISSOR DE NF-e 2.0

PROPOSTA COMERCIAL - SISTEMA EMISSOR DE NF-e 2.0 PROPOSTA COMERCIAL - SISTEMA EMISSOR DE NF-e 2.0 Caro cliente, O MakerPlanet.COM é uma empresa especializada na prestação de serviços para desenvolvedores na plataforma Maker, nosso objetivo auxiliá-lo

Leia mais

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução-

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução- Autorizador Plasc TISS Web - Manual de Instrução- A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados

Leia mais

Assistência Técnica Informática

Assistência Técnica Informática Assistência Técnica Informática Cada vez mais é fundamental ter apoio especializado na área das Tecnologias de Informação, nomeadamente: - A resolução de problemas quotidianos, - A otimização de meios

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Estamos definitivamente na era digital. Era da velocidade cada vez maior da informação. Era da otimização do tempo. O novo Sistema Integrado de Saúde Amil, SiSAmil, mostra toda a evolução da empresa nesse

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA PARA LEIGOS

NOTA FISCAL ELETRÔNICA PARA LEIGOS NOTA FISCAL ELETRÔNICA PARA LEIGOS ÍNDICE 03 Capítulo 0 Introdução 04 Capítulo 1 O que é Nota Fiscal Eletrônica? 05 Capítulo 2 Quais são os tipos de Nota Fiscal Eletrônica? 07 14 15 Capítulo 3 Quais as

Leia mais

nota fiscal eletrônica para leigos

nota fiscal eletrônica para leigos nota fiscal eletrônica para leigos índice 03 Capítulo 0 Introdução 04 Capítulo 1 O que é Nota Fiscal Eletrônica? 05 Capítulo 2 Quais são os tipos de Nota Fiscal Eletrônica? 07 14 15 Capítulo 3 Quais as

Leia mais

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar.

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. Serviços Scania Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. SERVIÇOS SCANIA Serviços Scania. Máxima disponibilidade do seu veículo para o melhor desempenho

Leia mais

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço VALPARAÍSO DE GOIÁS quarta-feira, 28 de outubro de 2014 Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira Vez

Leia mais