O Contributo Internacional da GS1 no Contexto da Sincronização de Bases de Dados

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Contributo Internacional da GS1 no Contexto da Sincronização de Bases de Dados"

Transcrição

1 O Contributo Internacional da GS1 no Contexto da Sincronização de Bases de Dados Lançamento da Plataforma G.R.I.A The global language of business

2 O que é a sincronização de dados? 2009 GS1 Portugal

3 O que é a sincronização de dados? Todas as empresas têm uma base de dados com dados mestre sobre os produtos: que produzem, vendem, ou compram Mas quando uma empresa necessita de alterar qualquer informação na sua base de dados ou adicionar-lhe um artigo novo, uma outra base de dados (i.e. cliente) deixa de estar actualizada! 2009 GS1 Portugal 3

4 O que é a sincronização de dados? É ai que surge sincronização de dados através da GDSN 2009 GS1 Portugal 4

5 Partilha de dados mestre fiáveis com a sincronização global dos dados Procura Oferta 2009 GS1 Portugal 5

6 Sincronização de dados mestre Largura Profundidade Peso Artigos por caixa Caixas por palete GTIN Base de dados de produtos do lado da Oferta = Os parceiros comerciais que sincronizam os dados mestre podem confiar na informação transacionada Largura Profundidade Peso Artigos por caixa Caixas por palete GTIN Base de dados de produtos do lado da Procura 2009 GS1 Portugal 6

7 Sincronização de dados mestre A rede global de sincronização de dados da GS1 (GDSN) permite um único ponto de entrada para os dados mestre GS1 Portugal 7

8 Porquê sincronizar os dados? 2009 GS1 Portugal

9 Benefícios A GDSN dirige os custos desnecessários para fora da cadeia de abastecimento Sincronização de dados exactos e devidamente classificados resulta na maior precisão das encomendas, na diminuição de formulários para preencher, na redução de duplicação de processos e sistemas... Quando um fornecedor e um cliente sabem estão perante os mesmos dados devidamente actualizados a forma de fazer negócio entre estas duas partes torna-se mais suave, rapida e menos dispendiosa GS1 Portugal 9

10 GDSN cria benefícios e oportunidades Introdução mais rápida e fácil de novos artigos Não há necessidade de tabelas de conversão Menos facturas que entram em litígio Forma eficiente de dimensionamento de pesos e medidas Optimização do Planeamento de curto prazo Menos trabalho administrativo Aumento das vendas 2009 GS1 Portugal 10

11 Sem a sincronização de dados Discrepâncias nos Catálogos Erros Facturação Incorrectos: 30% dos dados do artigo Para Corrigir: por erro Limpeza: 25 minutos/sku/ano Incorrectos: 60% têm erros Custos: 43% tem deduções Para Corrigir: para reconciliar Oportunidades De Vendas perdidas Entrada de produto: 4 semanas em média Redução Vendas: 3.5% devido a dados incorrectos A indústria estuda e quantifica as ineficiências 2009 GS1 Portugal 11

12 Oferta Time-to-shelf reduziu para uma média de 2 a 6 semanas Encomenda & Administração do artigo melhorou em 67% No processo de vendas as questões relacionadas com os dados do artigo reduziu para uma média de 25% para 55% Com a Sincronização de dados Procura Encomenda & Administração do artigo melhorou em 50% Rejeição de coupons no check out reduziu em 40% Esforço na Gestão dos dados reduziu em 30% Melhoria da disponibilidade dos artigos na prateleira, para os produtos em ruptura reduziu de 8% para 3% A indústria estuda e quantifica os benefícios 2009 GS1 Portugal 12

13 Os elementos da global data synchronisation 2009 GS1 Portugal

14 Os três elementos da GDSN Quando combinados, fornecem um ambiente poderoso para a sincronização segura e contínua de dados fiáveis Sincronização de dados (GDSN) Qualidade dos Dados (DQF) ver Classificação dos Produtos (GPC) 2009 GS1 Portugal 14

15 Rede Global de Sincronização de Dados 2009 GS1 Portugal

16 O que é a GDSN? A rede global de sincronização de dados GS1 interliga parceiros comerciais através de uma rede de data pools certificadas Permite aos parceiros comerciais partilhar ficheiros mestre de forma fiável 2009 GS1 Portugal 16

17 A GDSN Data Pools Certificadas Catálogos eletrónicos de dados ficheiros mestre normalizados, que asseguram a confidencialidade e integridade da informação e do utilizador Registo Global É o diretório informação da GDSN que identifica a origem da informação e garante a unicidade dos artigos e dos parceiros comerciais 2009 GS1 Portugal 17

18 Como funciona a GDSN Carregar dados (Load Data) Registo de dados (Register Data) Pedido de Subscrição (Subscription Request) Publicar dados (Publish data) Confirmar (Recipient Confirmation) E 2009 GS1 Portugal 18

19 O Porquê da GDSN 2009 GS1 Portugal

20 A GDSN Hoje 2009 GS1 Portugal

21 Crescimento da Adopção Parceiros Comerciais: de 200 em 2005 para 17,999 em Janeiro 2009 Certified Data Pools: de 7 em 2005 para 23 em GS1 Portugal 21

22 Dispersão Geográfica = countries with local support for GDSN 2009 GS1 Portugal 22

23 Plataforma G.R.I.A GS1 Portugal

24 Plataforma G.R.I.A. GS1 GDSN INSA GS1 Portugal PortFIR 2009 GS1 Portugal

25 Plataforma G.R.I.A. 5. Recipient Confirmation 1. Load Data PortFIR 5. Recipient Confirmation 2. Register Data EuroFIR European Food Information Resource Network 2009 GS1 Portugal

26 Compradores precisam desta info 2009 GS1 Portugal

27 Consumidores precisam desta info 2009 GS1 Portugal

28 Conclusões 2009 GS1 Portugal

29 A GDSN existe A infraestrutura está ai As normas estão ai É uma longa jornada para conseguirmos sincronizar os dados, mas os benefícios são substanciais 2009 GS1 Portugal 29

30 Benefícios da cooperação Rede de data pools dedicada a facilitar as trocas de informação sobre um produto ao longo da cadeia de abastecimento Rede das NFA s dedicada a aumentar o acesso a informação sobre um produto ao longo da cadeia de abastecimento Ambas sem fins lucrativos Ambas recolhem dados dos mesmo objectos (produtos alimentares) Ambas querem intensificar o envolvimento dos produtores alimentares Ambas pretendem melhorar a qualidade dos dados 2009 GS1 Portugal

31 Para mais informações 2009 GS1 Portugal 31

32 João Picoito IT / e-commerce Manager E. CODIPOR Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos R. Prof. Fernando da Fonseca, 16 Esc.II Lisboa T F E. W GS1 Portugal

Global Data Synchronization Network (GS1 GDSN)

Global Data Synchronization Network (GS1 GDSN) Global Data Synchronization Network (GS1 GDSN) RoadShow GS1 Portugal Braga 25 de Novembro de 2010 The global language of business ecommerce O que é ecommerce? É a utilização das comunicações electrónicas

Leia mais

Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA

Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA 6ª Reunião Anual PORTFIR 31 Outubro 2013 Silvério Paixão O Mundo está a mudar Sabia que? Os Consumidores

Leia mais

Roadshow GS1 PORTUGAL AVEIRO

Roadshow GS1 PORTUGAL AVEIRO Roadshow GS1 PORTUGAL AVEIRO # Café-temático: Qualidade dos dados na Gestão da Informação Susana Gaspar Técnica de Qualidade dos dados GS1 4 de junho 2015 Agenda 1. Qualidade dos dados da informação 2.

Leia mais

Partilhar dados na Saúde

Partilhar dados na Saúde Partilhar dados na Saúde Uma perspetiva Internacional Seminário internacional de Saúde 2015.06.25 Data synchronization is not just about technology it is about people and processes working together to

Leia mais

O Sistema GS1 Normas para os T&L

O Sistema GS1 Normas para os T&L O Sistema GS1 Normas para os T&L MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa O QUE É A GS1? Sem Fins Lucrativos Neutra em relação

Leia mais

Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool. Lisboa 2014-03-06

Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool. Lisboa 2014-03-06 Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool Lisboa 2014-03-06 3 O Alinhamento de dados com a plataforma SYNC PT Data Pool O PROJETO IMPLEMENTAÇÃO O PROCESSO 4 O Alinhamento de dados com a plataforma SYNC

Leia mais

Segurança do Consumidor na Plataforma Sync PT. IMPLEMENTAÇÃO DO REGULAMENTO (UE) N.º 1169/2011 2 de Abril 2014 INSA

Segurança do Consumidor na Plataforma Sync PT. IMPLEMENTAÇÃO DO REGULAMENTO (UE) N.º 1169/2011 2 de Abril 2014 INSA Segurança do Consumidor na Plataforma Sync PT IMPLEMENTAÇÃO DO REGULAMENTO (UE) N.º 1169/2011 2 de Abril 2014 INSA AGENDA 1. Enquadramento 2. Plataforma Sync PT 3. Qualidade da Informação 4. Regulamento

Leia mais

GS1 Contributo para uma Classificação Global

GS1 Contributo para uma Classificação Global GS1 Contributo para uma Classificação Global GS1 Portugal e o Sistema GS1 1ª Reunião da Rede Portuguesa sobre Composição dos Alimentos Projecto PortFIR 16 Dezembro 2008 Agenda Quem somos Sistema GS1 Quem

Leia mais

Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade

Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade Marcos Gaspar Carreira Técnico de CAD Um Mundo Um Sistema The Global Language of Business A Linguagem Global dos Negócios GS1 Início de actividade em 1977; Com sede

Leia mais

Classificação de Produtos (GPC)

Classificação de Produtos (GPC) Classificação de Produtos (GPC) Leonor Vale Roadshow GS1 Portugal AIMinho Braga 25.Nov.2010 The global language of business Definição da GS1 GPC GS1 GPC Global Product Classification Classificação Global

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão The global language of business Construindo pontes entre diversos parceiros da cadeia de distribuição Qual

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014 TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS entrada em vigor 01/01/2014 ÍNDICE TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS 01 ADMISSÃO À GS1 PORTUGAL JÓia Quota Anual Condições Comerciais 02 PRODUTOS GS1 PORTUGAL

Leia mais

Casos Práticos (Internacionais)

Casos Práticos (Internacionais) Casos Práticos (Internacionais) MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa Casos Estudo nos T&L Desenvolvido pelo GS1 Global

Leia mais

PROJECTO-PILOTO RASTREABILIDADE DISPOSITIVOS MÉDICOS (DMS) EM AMBIENTE HOSPITALAR. Nuno Loureiro Silvério Paixão

PROJECTO-PILOTO RASTREABILIDADE DISPOSITIVOS MÉDICOS (DMS) EM AMBIENTE HOSPITALAR. Nuno Loureiro Silvério Paixão PROJECTO-PILOTO RASTREABILIDADE DISPOSITIVOS MÉDICOS (DMS) EM AMBIENTE HOSPITALAR Nuno Loureiro Silvério Paixão Junho 2015 ÂMBITO Em ambiente hospitalar do SNS* Universo de Dispositivos Médicos (DM s)

Leia mais

Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor

Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor Introdução O Sistema GS1, devido à sua capacidade de fornecer uma identificação única e global

Leia mais

Rastreabilidade e Eficiência dos Negócios na Agro-indústria

Rastreabilidade e Eficiência dos Negócios na Agro-indústria A origem e a qualidade dos alimentos estão na mira do Consumidor. Cada vez mais conscientes e exigentes, os Consumidores têm em conta uma série de atributos na hora de decidir o que vai para o carrinho

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para as Mensagens de Comércio Electrónico 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para as Mensagens de Comércio Electrónico 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda NORMALIZAÇÃO Normas Globais para as Mensagens de Comércio Electrónico 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda The global language of business Standards GS1 A LINGUAGEM COMUM O standard é a LINGUAGEM COMUM entre

Leia mais

Conhecendo o GLN. Número Global de Localização. Volume 2

Conhecendo o GLN. Número Global de Localização. Volume 2 Conhecendo o GLN Número Global de Localização Volume 2 Conhecendo o GLN O material Conhecendo o GLN tem como objetivo integrar a sua empresa, de forma ainda mais eficiente, à cadeia de suprimentos. Além

Leia mais

Varejo e Tecnologia:

Varejo e Tecnologia: Seminário GVcev Varejo e Tecnologia: Presente e Perspectivas Iniciativas de Colaboração Sergio Ribinik CEO da GS1 BRASIL MEMBRO DO ADVISORY COUNCIL DA GS1 MEMBRO DO BOARD DO EPC GLOBAL Agenda Tecnologia

Leia mais

ecommerce RoadShow GS1 Portugal Porto 26 de Maio 2011 The global language of business

ecommerce RoadShow GS1 Portugal Porto 26 de Maio 2011 The global language of business ecommerce RoadShow GS1 Portugal Porto 26 de Maio 2011 The global language of business GS1 Portugal GTIN Global Trade Item Number GLN Global Location Number 2 GS1 Portugal Standards globais para identificação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO. UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO. UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7 Padrões do Sistema GS1 Habilitando a visibilidade da cadeia de valor. Identificação

Leia mais

ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto

ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto The global language of business GS1 EPCglobal/RFID Uma ferramenta logística RASTREABILIDADE INFORMAÇÃO EM TEMPO REAL GS1 EPC

Leia mais

Estudo de Fiabilidade de Leitura em Loja EFICIÊNCIA DOS NÍVEIS SERVIÇO E QUALIDADE DOS DADOS DE PRODUTO

Estudo de Fiabilidade de Leitura em Loja EFICIÊNCIA DOS NÍVEIS SERVIÇO E QUALIDADE DOS DADOS DE PRODUTO Estudo de Fiabilidade de Leitura em Loja EFICIÊNCIA DOS NÍVEIS SERVIÇO E QUALIDADE DOS DADOS DE PRODUTO Agenda 1. Enquadramento a) Circunstâncias que justificam o projecto b) Objectivos gerais c) Vectores

Leia mais

BENCHMARKING 2014. Estudo dos niveis de serviço

BENCHMARKING 2014. Estudo dos niveis de serviço BENCHMARKING 2014 Estudo dos niveis de serviço Objetivo do estudo BENCHMARKING 2014 O objectivo deste estudo é conhecer o nível de serviço oferecido pelos fabricantes do grande consumo aos distribuidores,

Leia mais

Distinga-se pelo conhecimento

Distinga-se pelo conhecimento 2012 Distinga-se pelo conhecimento Índice Clique na Informação que deseja consultar Calendário de Formação GS1 Porquê Formação no Sistema GS1? Modelos de Formação Competências Informação Práticas 02 03

Leia mais

Rastreabilidade. Sistema EAN UCC 128

Rastreabilidade. Sistema EAN UCC 128 Rastreabilidade Sistema EAN UCC 128 Enquadramento Legal Caracterização Objectivos Rastreabilidade Procedimentos - Etiquetagem Enquadramento legal Regulamento (CE) nº 178/2002, do Parlamento Europeu e do

Leia mais

FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL

FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL Jóia Admissão à Associação (Direitos e Deveres Estatutários) 150,00 Quota Anual Permanência como Associado e Acesso e Licença de Utilização dos Produtos/Serviços GS1 Volume de negócios

Leia mais

NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO

NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO O Microsoft Business Solutions for Supply Chain Management Navision Business Notification ajudao a gerir a sua empresa mais facilmente e eficazmente. Pode identificar qualquer problema

Leia mais

Fonte: http://www.mckinsey.com

Fonte: http://www.mckinsey.com 30000000 70000000 Fonte: http://www.mckinsey.com 700000 1400000 Fonte: http://www.mckinsey.com 22000 43000 Fonte: http://www.mckinsey.com Fonte: http://www.mckinsey.com Disponível em: http://www.gs1.org/healthcare/mckinsey

Leia mais

ROADSHOW BRAGA Sistema de Rastreabilidade de montante a jusante 25 de Novembro 2010 Silvério Paixão

ROADSHOW BRAGA Sistema de Rastreabilidade de montante a jusante 25 de Novembro 2010 Silvério Paixão ROADSHOW BRAGA Sistema de Rastreabilidade de montante a jusante 25 de Novembro 2010 Silvério Paixão The global language of business Rastreabilidade Definição Rastreabilidade, a capacidade de detectar a

Leia mais

Controlo e gestão da ocupação dia-a-dia

Controlo e gestão da ocupação dia-a-dia Descritivo completo Ocupação 2008 Controlo e gestão da ocupação dia-a-dia Benefícios Gestão e planeamento de ocupação. Solução Quartos, Viaturas, Salas e Equipamentos. Destinatários Unidades hoteleiras;

Leia mais

GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade. Roadshow GS1 Portugal passou por Matosinhos em parceria com AEP

GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade. Roadshow GS1 Portugal passou por Matosinhos em parceria com AEP GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade Paulo Gomes e João de Castro Guimarães, respectivamente Presidente e Director Executivo da GS1 Portugal CODIPOR, foram agraciados com a

Leia mais

e.newsletter GS1 Portugal

e.newsletter GS1 Portugal Caso não consiga visualizar corretamente, clique aqui A Linguagem Global dos Negócios Seminário Internacional de Boas Práticas Colaborativas Das plataformas logísticas às plataformas digitais. A 14 de

Leia mais

Gescom Enterprise 8.9. Questões legais

Gescom Enterprise 8.9. Questões legais Gescom Enterprise 8.9 A versão GESCOM Enterprise 8.9 sofreu várias alterações com o intuito de permitir uma maior usabilidade, cumprir com as obrigações legais (despacho n.º 8632/2014) e garantir uma maior

Leia mais

PHC dcontroldoc. O acesso a diversos tipos de ficheiros

PHC dcontroldoc. O acesso a diversos tipos de ficheiros PHC dcontroldoc O acesso a diversos tipos de ficheiros A possibilidade de consultar e introduzir documentos, imagens e outro tipo de ficheiros, a partir de um local com acesso à Internet. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

A Gestão operacional total da clínica ou consultório

A Gestão operacional total da clínica ou consultório Descritivo completo Clínica 2008 A Gestão operacional total da clínica ou consultório Benefícios Fácil de utilizar; Totalmente integrada com o restante Software PHC; Maior eficiência na Gestão de Marcações;

Leia mais

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta Em início de nova fase, alarga a oferta Com o objectivo de ajudar as empresas a controlar e reduzir custos relacionados com transacções de bens e serviços, o adicionou à sua oferta um conjunto de aplicações

Leia mais

Volume 8 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO

Volume 8 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO Volume 8 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO Esta edição do Caderno Eficiência descreve as principais funcionalidades, benefícios e características do CADASTRO NACIONAL DE PRODUTOS, nova ferramenta on-line

Leia mais

Wingiic Gestão Integrada Indústria da Moda

Wingiic Gestão Integrada Indústria da Moda Wingiic Integrada Indústria da Moda Wingiic Integrada Indústria de Moda de Dados Técnicos Codificação de Materiais; Conceito de escalas e cartazes de cores ; Fichas Técnicas; Processos de Fabrico; Fichas

Leia mais

Intranet. Aplicação de novas tecnologias e serviços Internet, num ambiente restrito, controlado ou fechado pertencente a uma empresa

Intranet. Aplicação de novas tecnologias e serviços Internet, num ambiente restrito, controlado ou fechado pertencente a uma empresa Intranet Aplicação de novas tecnologias e serviços Internet, num ambiente restrito, controlado ou fechado pertencente a uma empresa Utilização de toda ou parte das tecnologias ou das infra-estruturas da

Leia mais

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação O GRUPO AITEC Breve Apresentação Missão Antecipar tendências, identificando, criando e desenvolvendo empresas e ofertas criadoras de valor no mercado mundial das Tecnologias de Informação e Comunicação

Leia mais

GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2

GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2 Quem é a GS1 Como gerar seu Código de Barras Produtos e Soluções GS1 GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 1 GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2 Quem é a GS1 GS1 Brasil A GS1 Brasil Associação Brasileira

Leia mais

The global language of business

The global language of business Serviços de ECR Roadshow Braga 25 de Novembro de 2010 ECR Services Pedro Vítor The global language of business Visão e Missão VISÃO Ser promotora da excelência nas relações eficazes e eficientes ao longo

Leia mais

Informática. Estrutura e Funcionamento de Computadores Software. Aula 8. Tipos de Software. Aplicação Genérica. Aplicação Específica

Informática. Estrutura e Funcionamento de Computadores Software. Aula 8. Tipos de Software. Aplicação Genérica. Aplicação Específica Informática Aula 8 Estrutura e Funcionamento de Computadores Software Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Tipos de Software Software de Sistema Software Aplicacional Gestão do Sistema

Leia mais

PHC Clínica CS. A gestão operacional total da clínica ou consultório

PHC Clínica CS. A gestão operacional total da clínica ou consultório PHC Clínica CS A gestão operacional total da clínica ou consultório A informação confidencial sobre cada paciente, o seu historial e, se integrado com o módulo PHC Gestão CS, a gestão financeira e a facturação

Leia mais

PHC ControlDoc BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez de encontrar um documento

PHC ControlDoc BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez de encontrar um documento Com o ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc Reduza os custos

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP SENDYS - Copyright 2007 SENDYS é uma marca proprietária da Readsystem, Lda. 2 Universo

Leia mais

Software PHC preparado para SAF-T PT

Software PHC preparado para SAF-T PT Software PHC preparado para SAF-T PT Descritivo completo A solução para produzir o ficheiro de Auditoria Fiscal Normalizado de acordo com os requisitos legais estabelecidos t b l pela l Direcção ã Geral

Leia mais

PHC Doc. Electrónicos CS

PHC Doc. Electrónicos CS PHC Doc. Electrónicos CS A diminuição dos custos da empresa A solução que permite substituir a típica correspondência em papel, agilizando os processos documentais e reduzindo os custos das empresas. BUSINESS

Leia mais

Código de Conduta para as Estatísticas Europeias

Código de Conduta para as Estatísticas Europeias Código de Conduta para as Estatísticas Europeias Adotado pelo Comité do Sistema Estatístico Europeu em 28 de setembro de 2011 Tradução realizada pelo INE, IP Preâmbulo Visão do Sistema Estatístico Europeu

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

Inovar em rede. A cidadania na Gestão Pública. www.quidgest.com quidgest@quidgest.com

Inovar em rede. A cidadania na Gestão Pública. www.quidgest.com quidgest@quidgest.com www.quidgest.com quidgest@quidgest.com Inovar em rede A cidadania na Gestão Pública Quidgest Portugal R. Castilho n.º 63 6.º 1250-068 Lisboa Portugal tel. (+351) 213 870 563 / 652 / 660 fax. (+351) 213

Leia mais

prodj Condições Gerais de Venda On-line

prodj Condições Gerais de Venda On-line Índice 1. Contactos da prodj... 2 2. Processo de compra na loja on line da prodj... 2 2.1. Registo introdução, correcção e eliminação de dados pessoais... 2 2.2. Segurança no registo... 2 2.2. Compra...

Leia mais

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização PHC ControlDoc CS A gestão documental da empresa ou organização O arquivo digital de todo o tipo de ficheiros (imagens, word, excel, pdf, etc.) e a possibilidade de os relacionar com os dados existentes

Leia mais

Guia de utilização da Plataforma GS1 Sync PT

Guia de utilização da Plataforma GS1 Sync PT Guia de utilização da Plataforma GS1 Versão 1.0 25/08/2015 Índice Introdução... 3 Como aceder ao Portal... 4 Ecrã Inicial... 5 Menu Inicial > Produtos... 5 Importação de produtos... 7 Exportação de produtos...

Leia mais

Hotel Sana Parque Lisboa

Hotel Sana Parque Lisboa Hotel Sana Parque Lisboa 8 de Abril de 2010 Rui Soares GFI Portugal Desafios da Gestão de Serviço de TI Complexidade dos processos de negócio suportados pelas TI Gestão e controlo de subcontratação Infra-estrutura

Leia mais

Ministério da Economia e da Inovação Secretaria-Geral

Ministério da Economia e da Inovação Secretaria-Geral Apresentação Data: 6 de Novembro de 2006 Organismos do MEI Organismos do MEI no projecto-piloto de Factura Electrónica: (integrando a prestação centralizada de serviços a 10 organismos do MEI) IAPMEI ICEP

Leia mais

HP ajuda empresas a aumentar a eficiência da gestão de informação

HP ajuda empresas a aumentar a eficiência da gestão de informação HP ajuda empresas a aumentar a eficiência da gestão de informação Estudo indica que 70 por cento das empresas têm lacunas na abordagem holística à gestão de informação crítica para o seu negócio Lisboa,

Leia mais

Definição. Planeamento Industrial Aula 13. MRP ou ponto de encomenda? Procura dependente e ponto de encomenda. MRP (Materials Requirements Planning):

Definição. Planeamento Industrial Aula 13. MRP ou ponto de encomenda? Procura dependente e ponto de encomenda. MRP (Materials Requirements Planning): Planeamento Industrial Aula 13 Material Requirements Planning (MRP):. introdução. requisitos. plano mestre de produção. funcionamento. loteamento Definição 2 MRP (Materials Requirements Planning): Conjunto

Leia mais

ROADSHOW GS1 PORTUGAL

ROADSHOW GS1 PORTUGAL ROADSHOW GS1 PORTUGAL Módulo Temático 1: Rastreabilidade e Segurança Área alimentar, saúde e outros sectores Filipe Esteves 4 de Junho de 2015 Porque a rastreabilidade? 3 Porque a rastreabilidade? Necessidade

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP Financeira Recursos Humanos Operações & Logística Comercial & CRM Analytics & Reporting

Leia mais

Seminário GS1 Portugal FIPA

Seminário GS1 Portugal FIPA GS1 - The Global Language of Business Seminário GS1 Portugal FIPA Nuno Miranda 14.06.2012 2 EDI = Electronic Data Interchange - Transferência Electrónica de Documentos EDI é a transferência de MENSAGENS

Leia mais

21-01-2010. Instrumentos de Gestão Docente: Tiago Pinho Mestrado em Logística. Carla Domingues Daniel Ferreira Mário Oliveira Sílvia Pereira

21-01-2010. Instrumentos de Gestão Docente: Tiago Pinho Mestrado em Logística. Carla Domingues Daniel Ferreira Mário Oliveira Sílvia Pereira Instrumentos de Gestão Docente: Tiago Pinho Mestrado em Logística Carla Domingues Daniel Ferreira Mário Oliveira Sílvia Pereira 1 WMS Sistema de Gestão de Armazém RFID Identificação por Radiofrequência

Leia mais

Hovione pretende aumentar eficácia e rentabilidade com investimento em CRM

Hovione pretende aumentar eficácia e rentabilidade com investimento em CRM Microsoft Dynamics CRM Cliente Referência: pretende aumentar eficácia e rentabilidade com investimento em CRM Sumário País Portugal Sector Indústria Farmacêutica Perfil do Cliente A Farmaciência dedica-se

Leia mais

A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet.

A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet. dcontroldoc Interno e Externo Descritivo completo A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet. Benefícios Facilidade em pesquisar

Leia mais

Master Data Management. Resumo

Master Data Management. Resumo Master Data Management Luis Torres 1, Helena Galhardas 2, João Damásio 3. 1) Instituto Superior Técnico, Lisboa, Portugal luis.torres@tagus.ist.utl.pt 2) Instituto Superior Técnico, Lisboa, Portugal helena.galhardas@tagus.ist.utl.pt

Leia mais

GS1 EPCglobal: O que necessita saber...

GS1 EPCglobal: O que necessita saber... GS1 EPCglobal: O que necessita saber... GS1 EPCglobal Em 1999, um grupo de produtores e distribuidores identificou o potencial da RFID - Radio Frequency IDentification (Identificação por Rádio Frequência)

Leia mais

Manual do Serviço. Trabalho Realizado por: Maria João Santos

Manual do Serviço. Trabalho Realizado por: Maria João Santos Manual do Serviço Pós-venda Trabalho Realizado por: Maria João Santos Organização do Trabalho: Conceito de Serviço Pós-Venda Importância do Serviço Pós-Venda Desafios Gestão de stocks Ordens de Serviço

Leia mais

ASAE TERÁ PAPEL ATIVO NA FISCALIZAÇÃO DO REG. EU 1169/11 560 E.INVOICE: UM SERVIÇO DE FATURAÇÃO ELETRÓNICA GRATUITO E SIMPLES PARA PME

ASAE TERÁ PAPEL ATIVO NA FISCALIZAÇÃO DO REG. EU 1169/11 560 E.INVOICE: UM SERVIÇO DE FATURAÇÃO ELETRÓNICA GRATUITO E SIMPLES PARA PME REGULAMENTO EUROPEU 1169/11 LISTA DE ATRIBUTOS OBRIGATÓRIOS EM CANAIS DE VENDA À DISTÂNCIA 1. Denominação ou nome do género alimentício; 2. Lista de ingredientes; 3. Indicação de todos os ingredientes

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003 Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 1 SISTEMÁTICA DE AUDITORIA - 1 1 - Início da 4 - Execução da 2 - Condução da revisão dos documentos

Leia mais

Sincronização de informação factor chave no Comércio Electrónico. Fernando Pereira

Sincronização de informação factor chave no Comércio Electrónico. Fernando Pereira Sincronização de informação factor chave no Comércio Electrónico Fernando Pereira Braga, 17 Novembro 2004 Agenda Apresentação da empresa Sincronização da informação Clarinet TM a solução da ParaRede Desafios

Leia mais

E-FACTURA. Serena Cabrita Neto

E-FACTURA. Serena Cabrita Neto ECONOMIA DIGITAL E DIREITO E-FACTURA Serena Cabrita Neto Partilhamos a Experiência. Inovamos nas Soluções. 20 Novembro 2013 A Factura na era digital Adequação e adaptação da Factura aos novos meios digitais

Leia mais

Logistica e Distribuição. Responsabilidades. O Fluxo do Processamento do Pedido. Mas quais são as atividades da Logística?

Logistica e Distribuição. Responsabilidades. O Fluxo do Processamento do Pedido. Mas quais são as atividades da Logística? Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993 Logística e Distribuição A Atividade de Processamento de Pedidos e Aquisição/Programação de Produtos Primárias Apoio 1 2 Responsabilidades O Fluxo

Leia mais

TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid

TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid Recebimento de NF-e e CT-e Emissão de NF-e, CT-e, MDF-e e NFS-e Integração nativa com o seu ERP Exija a solução que é o melhor investimento para a gestão

Leia mais

Portugal CODIPOR. Rastreabilidade da Carne de Bovino Case Study Santacarnes

Portugal CODIPOR. Rastreabilidade da Carne de Bovino Case Study Santacarnes Portugal CODIPOR Rastreabilidade da Carne de Bovino Case Study Santacarnes ENQUADRAMENTO A Montebravo é a última empresa e a face mais visível, de uma organização composta por um circuito totalmente integrado

Leia mais

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço. Segurança da informação nas organizações Gestão de Configuração

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço. Segurança da informação nas organizações Gestão de Configuração Escola Naval Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço Segurança da informação nas organizações Gestão de Configuração Fernando Correia Capitão-de-fragata EN-AEL 14 de Dezembro de 2013

Leia mais

Business Process Management

Business Process Management 1 Business Process Management O imperativo da eficiência operacional Na constante busca pelo aumento da eficiência operacional e diminuição dos custos, as organizações procuram optimizar os seus processos

Leia mais

Ask the local Barcoding Expert. Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012

Ask the local Barcoding Expert. Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012 Ask the local Barcoding Expert Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012 9 7 8 8 5 7 1 6 4 4 9 5 3 Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara. ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA José Saramago Agenda Quem Somos

Leia mais

AUTORIZAÇÃO Nº ICP ANACOM 08/2008 - SP

AUTORIZAÇÃO Nº ICP ANACOM 08/2008 - SP Data de publicação - 30.7.2008 AUTORIZAÇÃO Nº ICP ANACOM 08/2008 - SP O Vice-Presidente do Conselho de Administração da Autoridade Nacional de Comunicações (ICP- ANACOM), decide, nos termos do artigo 5º

Leia mais

e.newsletter Abril_2014 .01 .02 .03 .calendário de Formação GS1 CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora

e.newsletter Abril_2014 .01 .02 .03 .calendário de Formação GS1 CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora.01 A GS1 Portugal vai realizar este ano a segunda edição do seu Congresso Nacional será no dia 23 de outubro, no Museu do Oriente, em Lisboa.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições)

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições) CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM Artigo 1.º (Âmbito e Definições) 1 As presentes condições gerais regulam a venda, incluindo o registo e a encomenda, de produtos através da página/sítio

Leia mais

2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1

2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 2 Agenda

Leia mais

ISO 22000 SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR

ISO 22000 SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR ISO 22000 SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR INTRODUÇÃO Os sistemas de segurança alimentar devem ser desenhados de forma a controlar o processo de produção e basearem-se em princípios e conceitos

Leia mais

IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI)

IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) 1. Funcionamento do EDI 2. EDI tradicional X WEB EDI 3. EDI Tradicional 4. WEB EDI Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) EDI: Electronic Data Interchange Troca

Leia mais

Software PHC com MapPoint

Software PHC com MapPoint Software PHC com MapPoint A análise de informação geográfica A integração entre o Software PHC e o Microsoft Map Point permite a análise de informação geográfica, desde mapas a rotas, com base na informação

Leia mais

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém PHC Logística CS A gestão total da logística de armazém A solução para diminuir os custos de armazém, melhorar o aprovisionamento, racionalizar o espaço físico e automatizar o processo de expedição. BUSINESS

Leia mais

As experiências de pagamento são um dos mais fiáveis indicadores sobre o risco de incumprimento de uma empresa.

As experiências de pagamento são um dos mais fiáveis indicadores sobre o risco de incumprimento de uma empresa. Dun-Trade As experiências de pagamento são um dos mais fiáveis indicadores sobre o risco de incumprimento de uma empresa. O que é o DUN-Trade? é um programa de partilha de informação, totalmente gratuito,

Leia mais

PartnersLink. Outubro 2010 Luis Gomes ( LGomes@efacec.com ) Efacec Switchgear (IS)

PartnersLink. Outubro 2010 Luis Gomes ( LGomes@efacec.com ) Efacec Switchgear (IS) PartnersLink Outubro 2010 Luis Gomes ( LGomes@efacec.com ) Efacec Switchgear (IS) PartnersLink O que é? O PartnersLink é o portal na Internet dos fornecedores da Efacec Aparelhagem Está acessível em http://efalink.efacec.com

Leia mais

Agenda. Simpósio Internacional EPC e GDSN 2005. A Importância da Padronização Para a Cadeia de Suprimentos

Agenda. Simpósio Internacional EPC e GDSN 2005. A Importância da Padronização Para a Cadeia de Suprimentos Simpósio Internacional EPC e GDSN 2005 A Importância da Padronização Para a Cadeia de Suprimentos Sergio Ribinik CEO GS1 BRASIL MEMBRO DO ADVISORY COUNCIL DA GS1 E DO BOARD OF GOVERNORS DO EPC GLOBAL Agenda

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Optimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Optimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Optimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP Financeira Recursos Humanos Operações & Logística Comercial & CRM Analytics & Reporting

Leia mais

EDI Definição, funcionamento Benefícios Categorias de EDI Pontos chaves (EDI/ XML) XML (Extensible Markup Language) HTML e XML

EDI Definição, funcionamento Benefícios Categorias de EDI Pontos chaves (EDI/ XML) XML (Extensible Markup Language) HTML e XML Tecnologia da Administração O que veremos? EDI Definição, funcionamento Benefícios Categorias de EDI Pontos chaves (EDI/ XML) XML (Extensible Markup Language) HTML e XML Sintaxe Edifact (ONU) EDI For Administration

Leia mais

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo Tema: Apresentador: O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo Roberto Matsubayashi Diretor de Inovação e Alianças Estratégicas GS1 BRASIL e-mail: roberto.matsubayashi@gs1br.org Impacto

Leia mais

Seminário Internacional Cooperação Internacional e Inovação em Logística. Feira de Valladolid

Seminário Internacional Cooperação Internacional e Inovação em Logística. Feira de Valladolid Seminário Internacional Cooperação Internacional e Inovação em Logística Feira de Valladolid Copyright 2011 APLOG All Rights Reserved. 1 Desde 1991 20 anos de existência É uma associação de conhecimento,

Leia mais

O aumento da qualidade e eficiência das vendas

O aumento da qualidade e eficiência das vendas PHC dfront O aumento da qualidade e eficiência das vendas A solução Business-to-Business que permite a introdução das encomendas directamente no próprio sistema, bem como a consulta, pelo cliente, de toda

Leia mais

A solução Business-to-Business que permite aumentar a qualidade e eficiência das suas vendas bem como a satisfação dos seus clientes.

A solução Business-to-Business que permite aumentar a qualidade e eficiência das suas vendas bem como a satisfação dos seus clientes. Descritivo completo PHC dfront A solução Business-to-Business que permite aumentar a qualidade e eficiência das suas vendas bem como a satisfação dos seus clientes. Benefícios Aumento da qualidade e eficiência

Leia mais

PHC dcontroldoc Interno e Externo

PHC dcontroldoc Interno e Externo PHC dcontroldoc Interno e Externo DESCRITIVO Com o PHC dcontroldoc o utilizador tem a possibilidade de aceder a diversos tipos de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF) a partir de um local com acesso à

Leia mais

2) Em Configurações Designação dos Documentos poderá visualizar os tipos de documentos, antes e após a aplicação do Decreto-lei n.

2) Em Configurações Designação dos Documentos poderá visualizar os tipos de documentos, antes e após a aplicação do Decreto-lei n. GESTWARE Vendas \ Pontos de Venda 1) Devem ser criados novos Locais de Venda (tantos quantos os necessários para substituírem os actuais) tendo o cuidado de assinalar a opção [x] Documentos de acordo com

Leia mais

Missão da AproCS. Apoiar o Desenvolvimento do Profissional de Customer Service e/ou Contact Center

Missão da AproCS. Apoiar o Desenvolvimento do Profissional de Customer Service e/ou Contact Center Missão da AproCS Apoiar o Desenvolvimento do Profissional de Customer Service e/ou Contact Center Valores e Princípios isenta e apartidária sem fins lucrativos promotora da excelência e qualidade coloca

Leia mais

Programa de Universidades

Programa de Universidades University Program International Univer- sities Certified Universities Programa de Universidades 2013 Infosistema. All rights reserved. www.iflowbpm.com O que é o iflow BPM? Tabela de Conteudos O que é

Leia mais