Curso de Engenharia de Computação VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA ERP: UM ESTUDO DE CASO NA OSG FERRAMENTAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso de Engenharia de Computação VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA ERP: UM ESTUDO DE CASO NA OSG FERRAMENTAS"

Transcrição

1 Curso de Engenharia de Computação VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA ERP: UM ESTUDO DE CASO NA OSG FERRAMENTAS Paulo Augusto Tittanegro Campinas São Paulo Brasil Dezembro de 2007

2 Curso de Engenharia de Computação VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA ERP: UM ESTUDO DE CASO NA OSG FERRAMENTAS Paulo Augusto Tittanegro Monografia apresentada à disciplina de Trabalho de Conclusão do Curso de Engenharia de Computação da Universidade São Francisco, sob a orientação do Prof. Adalberto Nobiato Crespo, como exigência parcial para conclusão do curso de graduação. Orientador: Prof. Adalberto Nobiato Crespo Campinas São Paulo Brasil Dezembro de 2007

3 VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA ERP: UM ESTUDO DE CASO NA OSG FERRAMENTAS Paulo Augusto Tittanegro Monografia defendida e aprovada em 10 de Dezembro de 2007 pela Banca Examinadora assim constituída: Prof. Adalberto Nobiato Crespo (Orientador) USF Universidade São Francisco Campinas SP. Prof. Luiz Sérgio Carvalho Conceição USF Universidade São Francisco Campinas SP. Prof. Márcio Henrique Zuchini USF Universidade São Francisco Campinas SP.

4 Dedicatória Dedico este trabalho a todos aqueles que são importantes na minha vida: meus pais, minha família, meus amigos e meus mestres.

5 .Agradecimentos Agradeço a meus colegas de trabalho e meus professores que me acompanharam em meu aprendizado e me incentivaram na elaboração deste trabalho. Agradeço também ao Prof. Adalberto Crespo, que me auxiliou em todas as fases deste trabalho. v

6 Sumário Lista de Siglas...vii Abstract...ix 1 Introdução Definição ERP: História do ERP: Principais ERP s: Definição de EDI (Eletronic Data Interchange) Objetivo Histórico da Empresa Histórico do departamento de TI na empresa: Objetivos da Empresa com a Implantação do sistema ERP: Principais Motivações das implantações de sistemas ERP Critérios utilizados para a Escolha do Software ERP: Classificação das vantagens: Principais vantagens alcançadas Problemas encontrados na implantação do ERP CONCLUSÂO: Contribuições Trabalhos futuros Referências bibliográficas...23 Anexo I Site da empresa Datasul (Divulgação do caso de sucesso)...25 Anexo II Revista da Datasul (Divulgação do caso de sucesso) vi

7 Lista de Siglas CRM (Customer Relationship Mangement) nova tecnologia de banco de dados que possibilita gerenciar melhor os processos, segmentos de mercado e principalmente os relacionamentos com os clientes. EDI (Electronic Data Interchange) - troca estruturada de dados através de uma rede de dados qualquer ERP Enterprise Resource Planning: sistema de banco de dados desenvolvido para gerenciar a empresa como um todo (produção, estoque, vendas, financeiro, custos, compras, preços, cobranças, caixa, qualidade e auditorias). MRP Material Requirements Planning: sistema de planejamento e gerenciamento das etapas de produção. ROI (Return Of Investment) Retorno de investimento TI Tecnologia da Informação vii

8 Lista de tabelas Tabela 1 - Tabela de classificação dos ERP s... Pág. 06 Tabela 2 - Plano de ação para revitalização do departamento de TI... Pág.10 Tabela 3 - Principais motivações para implantação de um ERP... Pág.13 Tabela 4 - Critérios utilizados para a escolha do software ERP... Pág.13 Tabela 5 - Módulos implantados na empresa... Pág.14 Tabela 6 - Classificação de benefícios relacionados a sistemas... Pág.17 viii

9 Resumo As vantagens da implantação de uma um Sistema de Gestão Empresarial (ERP), mais as mudanças organizacionais e estruturais necessárias para superar este desafio, são o objeto do presente estudo. Além disso, atingindo os objetivos estabelecidos, a empresa foi reconhecida como um dos principais casos de sucesso de implementação do sistema Datasul. PALAVRAS-CHAVE: sistemas integrados de gestão, mudança organizacional, integração, sistemas de informação. Abstract The advantages of an Enterprise Resource Planning (ERP) implantation, further organizational and structural changes necessary to overcome this challenge are the subject of this study. Furthermore, reaching the established goals, the company was recognized as one of the success main cases of Datasul system implantation. KEY WORDS: integrated systems, organizational change, integration, systems of information. ix

10 1 INTRODUÇÃO Com o objetivo de aumentar a competitividade e lucratividade, diversas empresas estão, neste momento, implantando ou negociando a aquisição de sistemas de gestão empresarial, também conhecidos como sistemas ERP (Enterprise Resource Planning). Também incentivadas pela queda considerável de preço e pelas excelentes opções de software, inclusive no mercado nacional, as empresas buscam esta ferramenta com o objetivo de integrar os processos empresariais, planejar, controlar e fornecer suporte a todos os processos operacionais, produtivos, administrativos e comerciais da empresa. O que muitas destas empresas não sabem, é que esta aquisição obriga a empresa a repensar toda a sua estrutura operacional e organizacional, inclusive mudando conceitos e quebrando paradigmas que possam comprometer a utilização do sistema e resultar na perda de muito dinheiro. Todo este trabalho de busca e implantação de um sistema adequado se torna praticamente impossível sem a ajuda de uma consultoria ou de profissionais especializados, mesmo para aquelas empresas que possuem grandes departamentos dedicados à Tecnologia da Informação - TI. Entende-se como departamento, uma área, divisão ou um segmento distinto de uma empresa sobre o qual um administrador (seja diretor, gerente, chefe, supervisor, etc.) tem autoridade no sentido do desempenho de atividades específicas, conforme classificação proposta por Chiavenato (1987, p. 295). Diante deste cenário, muitas empresas desenvolvem projetos de implantação de sistemas ERP sem a utilização correta de metodologias, deixando muitas vezes de focar a efetividade empresarial. A OSG Ferramentas de Precisão Ltda., empresa do ramo metalúrgico, com unidades em Bragança Paulista SP, Curitiba PR, São Paulo SP e Manaus AM, decidiu implementar um sistema ERP, tendo em mente ampliar seus horizontes de negócio, promover a integração tanto dos seus departamentos como das suas unidades e a melhoria contínua dos processos internos. Sem critérios para escolha e sem análise de viabilidade, optou pelo software ERP Microsiga. Como não houve nenhum planejamento de implantação, uma definição de equipe de suporte e uma consultoria adequada, as etapas de 1

11 implantação não foram cumpridas dentro dos prazos estipulados e dos custos estimados. Após a experiência obtida, maturação nos conceitos, aquisição de hardwares adequados, entre outros, outro sistema foi analisado com o uso de planejamento e todos os benefícios esperados foram alcançados. Após implantação do sistema e, conseqüentemente, conclusão do sucesso desta aquisição, a OSG Ferramentas foi amplamente divulgada pela Datasul. A marca OSG Ferramentas de Precisão foi difundida no site e revista da Datasul como um caso de sucesso (como mostra o Anexo I e II). Através deste material, é que surgiu a idéia de apresentar em um trabalho cientifico, o quanto pode render a parceria de uma multinacional engajada, com uma empresa de software com soluções inteligentes No capítulo 1 deste trabalho descreveremos a definição de ERP, sua origem, os principais ERP s disponíveis no mercado e a definição da tecnologia EDI. O capítulo 2 abordará todo histórico da empresa (deste estudo de caso), bem como o histórico do departamento de TI e o plano de ação para revitalização deste departamento, objetivos da empresa com a implantação do sistema e os critérios que foram utilizados para a escolha do software. Será abordado também, as principais motivações das implantações de sistema ERP. A seguir, trataremos no capítulo 3, a classificação e as principais vantagens da utilização deste software e do sistema EDI, que agiliza a comunicação entre clientes e fornecedores utilizando-se da troca eletrônica de informações. O capitulo 4 finaliza com os principais problemas encontrados na implantação do sistema, seguido das conclusões gerais obtidas através deste estudo de caso Definição ERP: ERP é a sigla de Enterprise Resourse Planning (Planejamento dos Recursos Empresariais). São softwares capazes de armazenar, automatizar, integrar, compartilhar e uniformizar as informações de uma empresa. Reuni e processa as informações de todas as áreas da empresa auxiliando a tomada de decisões. Para o autor Colangelo Filho, o sistema ERP: 2

12 Não há definição precisa e inquestionável do que seja um sistema ERP. Para nossos propósitos, vamos considerá-lo um software aplicativo 1 que permite às empresas: 1) Automatizar e integrar parcela substancial de seus processos de negócios, abrangendo finanças, controles, logística (suprimentos, fabricação e vendas) e recursos humanos. 2) Compartilhar dados e uniformizar processos de negócios. 3) Produzir e utilizar informações em tempo real (COLANGELO, 2001, P. 18). Os projetos de implantação de Sistemas ERP são considerados caros, demorados e complexos, o que os torna naturalmente arriscados, principalmente pelo investimento feito em tempo e dinheiro. Também pode ser considerado como regra geral para esse tipo de projeto, custar e demorar mais do que se espera, sendo alta a taxa de fracasso (BERGAMASCHI e REINHARD, 2003 apud SOARES) Os Sistemas ERP são um fenômeno de mercado. Ter um Sistema ERP como sistema de informação tornou-se para o mercado uma referência de controle e eficiência dos processos de negócio. Esta visão estende-se desde os acionistas até fornecedores e clientes aumentando o valor de mercado de uma empresa (OKAMOTO, 2004). 1.2 História do ERP: De acordo com Colangelo Filho, foi na década de 1960 que os computadores passaram a ser utilizados no suporte a processos de negócios, principalmente com aplicações financeiras. Os equipamentos possuíam capacidade limitada e um custo muito alto. Alem disso, iniciava-se a oferta de software no mercado, obrigando muitas empresas a desenvolver suas próprias aplicações. O uso da informática era quase que exclusivamente limitado a controles de estoque que antes eram realizados manualmente. Na década de 1970, os computadores tornaram-se mais poderosos e baratos. Surge o MRP (Materials Requirements Planning), voltados para aplicações manufatureiras. Sistemas que controlavam planejamentos de produção necessidades de estoque e capacidades de fabricação. Os sistemas MRPII (manufacturing Resources Planning) surgiram na década de 1 Caracteriza uma unidade de um software, sendo assim, um software é composto por um conjunto de aplicativos. 3

13 1980, como uma ampliação dos MRP s. Possuía os recursos do MRP s e tratava os aspectos financeiros e de custos de produção. Também nesta época os microcomputadores estavam difundindo-se. Com fim da guerra fria e o início da chamada globalização o ambiente de negócios se tornou extremamente competitivo e os softwares de MRP II passaram a cobrir o setor de finanças e de Recursos Humanos e assim foram denominados de ERP (Enterprise Resources Planning) Principais ERP s: Alguns dos principais ERP comerciais utilizados no mercado hoje são desenvolvidos por empresas como SAP (www.sap.com), RM Sistemas (www.rm.com.br), Microsiga (www.microsiga.com.br), DataSul (www.datasul.com.br), Primavera BSS (www.primaverabss.com), Logocenter (www.logocenter.com.br), SSA Global (www.ssaglobal.com) e Oracle (www.oracle.com), como mostra a tabela abaixo: Tabela 1 Classificação dos ERP S (Participação no mercado): Empresa - Faturamento Anual <US$40 US$40 a US$70 a US$150 a > US$300 Empresas milhões US$70 US$150 US$300 milhões Fornecedoras milhões milhões milhões Total SAP 0% 0% 5% 7% 88% 100% DataSul 8% 25% 62% 3% 2% 100% JD Edwards 10% 18% 30% 12% 30% 100% Microsiga 40% 23% 32% 4% 1% 100% BAAN 24% 20% 25% 8% 23% 100% SSA 5% 0% 45% 50% 0% 100% Peoplesoft 0% 0% 5% 10% 85% 100% QAD 15% 10% 20% 30% 25% 100% Oracle 0% 18% 4% 8% 70% 100% RM Sistemas 60% 15% 10% 10% 5% 100% Outros 14% 18% 25% 21% 22% 100% Total 10% 11% 25% 12% 42% 100% Fonte: Peoplesoft (2000) apud Baucia (2007). A Tabela 1 mostra como os grandes fornecedores de software como SAP e Peoplesoft, focalizam seu mercado em corporações de grande porte. Já empresas 4

14 como RM Sistemas e Microsiga, focalizam em pequenas organizações. O que faz com que uma grande parcela das pequenas empresas esbarrarem na barreira de custos de implementação de sistemas ERP. (BAUCIA, 2007) 1.4 Definição de EDI (Eletronic Data Interchange) De acordo com Mendes et al. (1997) citado por Santos & Pontes (2006) o EDI é o intercâmbio de informação entre parceiros autônomos que se associam, computador a computador, de todo o tipo de documentos comerciais formatados, segundo padrões ou normas. Este processo é ao mesmo tempo técnico e organizacional, uma vez que consiste na transformação de dados estruturados entre empresas através de meios eletrônicos e protocolos que obedecem mensagens normalizadas e estabelecidas por organismos internacionais. 1.5 Objetivo Neste trabalho será apresentado o resultado de um estudo de caso em uma implantação de sistema ERP, comparando o referencial teórico e a prática adotada na empresa com os benefícios mais expressivos em cada departamento da empresa. Também serão apresentados os fatores críticos e a fases utilizadas nesta implantação que é considerada um caso de sucesso pela empresa Datasul. 5

15 2 - HISTÓRICO DA EMPRESA A matriz do grupo OSG foi fundada em Março de 1938 no Japão pelo Sr. Hideo Osawa. Foi em 1968 que a OSG expandiu suas fronteiras para fora do Japão estabelecendo em Illinois, em Chicago (EUA), com a empresa OSG Taps & Die Corporation, iniciando suas atividades no Brasil em Sua linha de produtos compreende: machos de roscar, fresas de topo, brocas, alargadores, escareadores e cossinetes, fabricados com a mais alta tecnologia. As letras do nome OSG significam: O - Osawa (nome do fundador), S - Screw (rosca), G - Grinding (retificada). Segundo Kotler (1998, p. 28), produto é algo que pode ser oferecido para satisfazer a uma necessidade ou desejo. Nesse contexto, a OSG ferramentas de precisão desenvolve produtos e soluções específicas para o mercado. Durante a década de 70 a OSG ganhou uma posição sólida no mercado americano, continuando no Japão como empresa líder no seu segmento, nestes 66 anos de dedicação na fabricação de ferramentas de corte, a OSG sempre procurou o caminho revolucionário na usinagem de metais. Há 30 anos no Brasil, a marca OSG e conhecida e respeitada pelos usuários inclusive de toda América latina.. Neste século, a OSG quer colaborar com os usuários e o meio ambiente e para isso instituiu o "Tool Communication", palavra chave para o nosso Grupo no mundo, objetivando assim alinhar tecnologia, homem e natureza. A OSG é uma empresa que deseja manter a Terra preservada para as gerações futuras. No Brasil foi fundada em 12 de Novembro de 1974 no bairro do Brooklin em São Paulo. Em 1975 foi lançada a pedra fundamental da fábrica em Bragança Paulista, dando início a construção em um terreno de m 2, situado em um bairro residencial para manter a precisão e ajustes das maquinas, pois, não trafegaria caminhos pesados na região. Em 1977 iniciou a produção de machos para roscar, é considerado o carro chefe da empresa até os dias atuais. Em 1981 seu escritório muda para o baixo da Luz. Em 1983 Foi incrementada duas novas linhas: cossinete e fresa de topo. Em 1987, mais um pavilhão é construído dobrando a área fabril. 6

16 Sempre pensando no treinamento e qualificação de seus colaboradores, bem como no bem estar dos mesmos, em 1989 é inaugurada o Centro de Treinamento, campo de futebol, duas quadras poli esportivas, uma área com salão de festa e churrasqueira e um confortável alojamento para visitantes na Fundação OSG. Neste mesmo ano foi comprada uma colônia de férias no Guarujá litoral sul de São Paulo. Em 1996, buscando a qualidade contínua de seus produtos, recebeu a certificação da ISO9001:1994, atualmente está adequada e qualificada na versão ISO9001:2000. Em 1996, mais uma expansão predial, para tratamento térmico a vácuo, processo altamente sofisticado e confiável que proporciona um resultado muito superior ao dos processos convencionais, além de ser um processo extremamente limpo, onde não há geração de resíduos que possam contaminar o meio ambiente. Com esta expansão a OSG chega a uma estrutura de m2 de área construída. Em 1998 a área administrativa, até então situada em São Paulo, foi transferida para sua sede em Bragança Paulista. Em 2000 a OSG começou a desenvolver uma nova linha de produtos em metal duro, está nova linha visa atender clientes com alta performance e ferramentas especiais e é o mercado promissor para o futuro. Em 2001, o escritório comercial e assistência técnica mudam para o Tatuapé em um prédio próprio moderno e funcional de 850m 2. Visando a expansão para região Sul do Brasil e a proximidade aos clientes, em 2002 foi inaugurado a filia de São José dos Pinhais PR situada na área industrial e próximo da capital. Esta nova unidade foca as ferramentas especiais em Metal duro e prestação de serviço de re-afiação. Em 2002 com o fechamento da unidade fabril da Geórgia nos EUA houve um incremento na capacidade produtiva em Bragança que começou o fornecimento de ferramentas para América do Norte. Também em 2002 recebeu a certificação ISO14001 comprovando que toda nossa tecnologia não é geradora de resíduos ou poluição que possam agredir o meio ambiente. Em 2004 iniciou uma reengenharia na infra-estrutura computacional e a implantação de um sistema informatizado (ERP Enterprise Resouser Plain) em 7

17 parceria com a Datasul, objetivando a base para expansão das unidades e um melhor sistema de informação gerencial. A Datasul 2 é uma empresa brasileira de capital nacional, sediada em Joinville SC, pioneira no desenvolvimento e comercialização de soluções integradas de softwares de gestão empresarial, com 28 anos de presença no mercado. Os softwares desenvolvidos pela Datasul destinam-se a automatizar e gerenciar processos críticos de seus clientes, tais como: finanças, recursos humanos, logística, manufatura, dentre outros. Em Junho de 2006 foi inaugurada a mais nova empresa do grupo OSG. A OSG da Amazônia. Esta unidade também irá produzir ferramentas especiais em metal duro e foi aberta estrategicamente na Zona Franca de Manaus para poder atender com qualidade e rapidez os clientes do pólo industrial. De acordo com o que afirma Lacombe e heilborn (2003, p. 459), qualidade: Condiz com todas as propriedades ou características de um produto ou serviço (SIC) relacionadas à sua capacidade de satisfazer as necessidades explícitas ou implícitas dos que a utilizam, isto é, dos clinetes, sem prejudicar os que são afetados pelo uso do produto ou serviço (SIC) Histórico do departamento de TI na empresa: Departamento de Tecnologia da Informação Há alguns anos atrás este departamento ficava abaixo da controladoria e era chamado de CPD (Centro de Processamento de dados), apenas com três pessoas administrando a infra-estrutura e os sistemas desenvolvidos internamente em COBOL 3. Em 2004 a diretoria estava vendo um grande crescimento na empresa e sabia que os sistemas desenvolvidos internamente não conseguiriam suportar a necessidade abertura de filiais e muito menos as auxiliar nas analises gerenciais. A partir deste momento a diretoria disponibilizou recurso para a criação de uma nova infra-estrutura e a implantação de um sistema integrado. 2 Disponível em: 3 COBOL - Common Business Oriented Language (Linguagem Orientada aos Negócios) é uma linguagem de programação de Terceira Geração, amplamente utilizada., que define seu objetivo principal em sistemas comerciais, financeiros e administrativos para empresas e governos. 8

18 Foi então elaborado um plano de revitalização (Tabela 2) da infra-estrutura de informática e uma reformulação departamental, criando assim a área de TI (Tecnologia da Informação), desvinculada das demais áreas da empresa, com o objetivo de servir a todos os setores igualmente, buscando excelência de serviços e sempre estando prontamente apta a atender às mais complexas necessidades da empresa, seja nas plantas industriais como no escritório de vendas. Um novo espaço para a TI foi criado na unidade industrial de Bragança Paulista, equipado com novos equipamentos e mobiliário, novos colaboradores foram contratados e um novo conceito criado. Para que este objetivo fosse alcançado, o departamento traçou um cronograma de reestruturação total do departamento: 9

19 Tabela 2 - Plano de Ação para revitalização do departamento de TI: Descrição Detalhe Objetivo Estruturar o Departamento de TI Reestruturar sistema de manutenção e desenvolvimento dos sistemas atuais em Cobol Implantação do ERP Remodelar os serviços de internet Estruturar o departamento de TI, criar normas, procedimentos, classificar funções e determinar responsabilidades; Criar o espaço físico necessário.(contratação e treinamento dos analistas) O sistema de desenvolvimento e manutenção apresenta falhas e é necessário sua reestruturação e reorganização. Projeto de substituição do sistema atual pelo ERP DATASUL em todas as funcionalidades cobertas pelo sistema atual. (Levantamentos de necessidades e aquisição de licenças) Reorganizar a estrutura de serviços de internet visando melhor aproveitamento dos recursos de comunicação de dados. (Aquisição de servidores, Links de internet,etc. ) Criar toda a estrutura de um novo departamento para TI Tornar mais confiável a manutenção dos sistemas atuais. Evoluir de um sistema interligado para um sistema integrado. Melhorar comunicação de dados entre filiais, melhorar velocidade de acesso e baratear os custos. Reestruturar a rede de dados Finalizar a implantação do Microsiga no Depto de RH Reorganizar toda a estrutura física da rede de dados para melhorar o desempenho. (Aquisição de Switches, Hacks e troca de cabeamento). Interagir com a Microsiga visando terminar o processo de implantação dos Módulos do RH. (Planejar Integração entre os sistemas) Dar sustentação tráfego de dados do sistema de ERP Finalizar a implantação do Microsiga no RH Desenvolver política de backup Desenvolver política de compras Desenvolver política de segurança e acesso a informações Reorganizar telefonia fixa Substituição de PC antigos Fonte: Elaborado pelo Autor. Desenvolver, testar e implantar política de backup dos dados da empresa Desenvolver uma política de compras de equipamentos de informática Descrever uma política de segurança e acesso as informações de forma eficiente e simples. Reorganizar a telefonia fixa a fim de maior eficiência e menor custo Substituir os PC s antigos por máquinas novas através de reorganização e prioridades. Maior segurança aos dados críticos da empresa Maior confiança no fornecedor Maior confiança no armazenamento das informações. Menor custo Rejuvenescimento do parque de computadores. Além de toda reformulação departamental executada, outras atividades foram necessárias durante a implantação. Foi necessário que todas as atividades desempenhadas fossem devidamente mapeadas, procedimentadas e adaptadas de acordo com as normas exigidas por auditoria. 10

20 Hoje a TI é o maior departamento administrativo, possui um data-center e um sistema compatível com grandes empresas. Podemos subdividir a TI em duas grandes atividades: Infra-estrutura Responsável pela administração de servidores, micros e notebooks, impressoras, telefonia, redes com fio, Wireless, Segurança e outras atividades. Sistemas Equipe que tem como missão atuar como gestores de negócios na empresa, ou seja, administram os sistemas corporativos, implantam novas funcionalidades, propõe melhoria para as áreas e dão o suporte e treinamento sempre que necessário Objetivos da Empresa com a Implantação do sistema ERP: Entre outros fatores, os principais objetivos estratégicos qualitativos necessários ao cumprimento da meta de crescimento e liderança no mercado foram: Aumentar a capacidade operacional, agilidade de resposta ao mercado e produtividade da empresa, melhorando processos internos, o gerenciamento de informações e aperfeiçoamento da qualidade de informação gerada para tomada de decisão gerencial; Aumentar a competitividade da empresa bem com sua lucratividade, melhorando seu entendimento sobre o seu mercado para direcionar adequadamente o desenvolvimento de produtos e serviços diferenciados e buscando parcerias estratégicas; Evolução da marca e posicionamento estratégico de referência do mercado, oferecendo inúmeras soluções em ferramentas de usinagem e comunicandose de forma mais eficiente com o mercado. 11

21 2.3 - Principais Motivações das implantações de sistemas ERP. As principais motivações de uma empresa para realizar a implantação de um sistema de ERP podem ser classificadas em vários quesitos, como mostra a tabela 3: Tabela 3 Principais motivações das implantações de sitemas ERP: Fonte: BERGAMASCHI E REINHARD (2003) apud SOARES H Critérios utilizados para a Escolha do Software ERP: Após anos utilizando um sistema desenvolvido pela equipe interna da empresa, sem a velocidade de atualização e a confiança necessária, a empresa se deparou com mais um problema. Uma nova exigência do governo, o PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário), obrigava as empresas a enviar informações atualizadas de seus colaboradores. O sistema legado não possuía as informações e os requisitos necessários para atendimento desta exigência, então o departamento de recursos humanos foi o primeiro a buscar uma solução mais adequada a sua realidade de trabalho. Utilizando como único critério a indicação de uma empresa próxima, o software da Microsiga foi escolhido. 12

22 Sem nenhum planejamento, definição de equipe de suporte e uma consultoria adequada, as etapas de implantação não foram cumpridas dentro dos prazos estipulados e dos custos estimados. Após a experiência com o insucesso de projeto, a empresa verificou que para a correta implantação de um ERP seria necessária uma etapa de planejamento. Após uma pesquisa de mercado e contando com o suporte de consultoria especializada, a empresa optou pelas propostas mais coerentes a sua realidade e possibilidade de investimentos. Dentre as empresas pesquisadas, a Datasul e a Microsiga apresentaram propostas e levantamentos que aparentemente correspondiam às expectativas da gerência da empresa. As empresas foram contatadas para demonstração de seu produto e propostas de serviços. Esta apresentação foi acompanhada pelos gestores de todas as áreas da empresa. Segundo Bergmashi & Reinhard (2003), entre as empresa de soluções em software, podemos dividi-los de acordo com os módulos mais procurados pelos consumidores (figura 4). Tabela 4 Módulos mais utilizados nas empresas. Módulos Freqüência % Empresas Financeiro 36 83,7 Compras 36 83,7 Contábil 34 79,1 Industrial 31 72,1 Vendas 29 67,4 RH 16 37,2 Projetos 13 30,2 Outros 11 25,6 Manutenção 10 23,3 Marketing 7 16,3 Transporte 7 16,3 Serviços 5 11,6 Fonte: BERGAMASCHI E REINHARD (2003) apud SOARES H. Com posse de um formulário que continha uma avaliação de aderência do produto, cada gestor foi entrevistado e pode relatar quais benefícios e possíveis problemas poderiam ter com o produto apresentado e se o mesmo atendia o modelo de processo da empresa. 13

23 As propostas apresentadas pelas empresas possuíam um valor muito semelhante, porém, o que foi determinante para a escolha do produto foi o nível de compatibilidade as regras de negócio da empresa, a qualidade de suporte e a consultoria oferecida. A dificuldade encontrada no desenvolvimento de específicos na implantação prévia do Microsiga também favoreceu a Datasul, pois em ambos os produtos apresentados, haveria a necessidade de diversos programas específicos. Com a escolha pelo sistema da Datasul, pode-se implantar módulo a módulo cada departamento da OSG, detalhando-se sua configuração no modo padrão ou de rotinas específicas, como mostra a tabela 5. Tabela 5 - Módulos implantados na Empresa: Produto Módulo Tipo EMS Avaliação de Crédito Padrão EMS Caixa e Bancos Padrão EMS Compras Padrão EMS Contabilidade Padrão EMS Contas a Pagar Padrão EMS Contas a Receber Padrão EMS Controle de Compras Padrão EMS Controle de Contratos de Compras Padrão EMS Controle de Estoque Padrão EMS Controle de Investimentos Padrão EMS Controle de Qualidade Padrão EMS Custos Padrão EMS Engenharia Padrão EMS Estoque Padrão EMS Faturamento Padrão EMS Fluxo de Caixa Padrão EMS Importação Padrão EMS Obrigações Fiscais Padrão EMS Patrimônio Padrão EMS Planejamento Padrão EMS Produção Padrão EMS Recebimento Padrão EMS Exportação Rotinas Específicas EMS Orçamentos Rotinas Específicas EMS Pedidos Rotinas Específicas * Tratamento Térmico Módulo Específico Fonte: Elaborado pelo Autor. 14

24 3 - VANTAGENS Segundo (SEDDON, 2000) os benefícios gerados por um projeto de implantação de Sistemas ERP podem ser avaliados em cinco dimensões, onde cada dimensão contém um conjunto de sub-dimensões que especificam os tipos de benefícios Classificação das vantagens: As dimensões são descritas a seguir e sumarizadas na Tabela 6. Os benefícios apresentados foram classificados considerando-se a visão gerencial, sem considerar custos. Descrição das Dimensões da Tabela 6: Dimensão 1: Benefícios Operacionais A tecnologia da informação historicamente é utilizada para cortar custos e automatizar processos básicos e operações repetitivas. Existem evidencias que investimentos em TI para otimizar processos e automatizar transações provêem benefícios de negócio melhorando a performance de processos e o volume de operações. Como os Sistemas ERP automatizam processos de negócio e promovem a mudança de processos, eles oferecem os seguintes tipos de benéficos nessa dimensão: redução de custo, ganho de performance e produtividade, melhora da qualidade, melhora dos serviços a clientes. Dimensão 2: Benefícios Gerenciais Com um banco de dados centralizado e com sua capacidade de construir dados de análise, os Sistemas ERP são capazes de oferecer benefícios gerenciais através da disponibilização de informações. Benefícios de informação auxiliam a organização a obter melhores recursos gerenciais, melhorando o planejamento, a tomada de decisão e a performance operacional em diferentes divisões da organização. Os seguintes tipos de benefícios são oferecidos nessa dimensão: melhores recursos de gerencia, melhora no planejamento e tomada de decisão, melhora de performance. Dimensão 3: Benefícios Estratégicos 15

E t n erpr p ise R sou o r u ce Pl P ann n i n ng Implant nt ç a ã ç o ã de de S ist s e t m e a a E RP

E t n erpr p ise R sou o r u ce Pl P ann n i n ng Implant nt ç a ã ç o ã de de S ist s e t m e a a E RP Enterprise Resource Planning Implantação de Sistema ERP Jorge Moreira jmoreirajr@hotmail.com Conceito Os ERP s (Enterprise Resource Planning) são softwares que permitem a existência de um sistema de informação

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini. E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br

GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini. E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP 2 ERP Planejamento dos Recursos da Empresa 3 CONCEITO DE

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS P o r f.. E d E uar a d r o Oli l v i e v i e r i a

SISTEMAS INTEGRADOS P o r f.. E d E uar a d r o Oli l v i e v i e r i a SISTEMAS INTEGRADOS Prof. Eduardo Oliveira Bibliografia adotada: COLANGELO FILHO, Lúcio. Implantação de Sistemas ERP. São Paulo: Atlas, 2001. ISBN: 8522429936 LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane Price. Sistemas

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

ERP (Enterprise Resource Planning) Planejamento dos Recursos da Empresa

ERP (Enterprise Resource Planning) Planejamento dos Recursos da Empresa Centro Universitário de Barra Mansa UBM Curso de Administração Tecnologia da Informação Aplicada à Administração ERP (Enterprise Resource Planning) Planejamento dos Recursos da Empresa Prof. M.Sc. Paulo

Leia mais

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização 1 Tipos de SI Depende do tipo de apoio a ser oferecido Deve-se levar em consideração: Usuários operações (entrada +processamento + saída) destino

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito

Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito Sistemas de Informação Prof. Gerson gerson.prando@fatec.sp.gov.br Evolução dos SI OPERACIONAL TÁTICO OPERACIONAL ESTRATÉGICO TÁTICO ESTRATÉGICO

Leia mais

Agora é possível interagir com os fornecedores e clientes

Agora é possível interagir com os fornecedores e clientes O que é ERP? ERP é a sigla de Enterprise Resourse Planning (Planejamento dos Recursos Empresariais). Trata-se de uma técnica moderna de gestão empresarial pela qual todas as informações de todas as áreas

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos Universidade Cruzeiro do Sul Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos 2010 0 O Processo pode ser entendido como a sequência de atividades que começa na percepção das necessidades explícitas

Leia mais

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial Prof. Pedro Luiz de O. Costa Bisneto 14/09/2003 Sumário Introdução... 2 Enterprise Resourse Planning... 2 Business Inteligence... 3 Vantagens

Leia mais

Introdução sobre Implantação de Sistema ERP em Pequenas Empresas. Prof Valderi R. Q. Leithardt

Introdução sobre Implantação de Sistema ERP em Pequenas Empresas. Prof Valderi R. Q. Leithardt Introdução sobre Implantação de Sistema ERP em Pequenas Empresas Prof Valderi R. Q. Leithardt Objetivo Esta apresentação tem por objetivo mostrar tanto os benefícios como as dificuldades da implantação

Leia mais

Unidade: Sistemas Integrados. Unidade I:

Unidade: Sistemas Integrados. Unidade I: Unidade: Sistemas Integrados Unidade I: 0 Unidade: Sistemas Integrados De Sistemas Funcionais a Sistemas Integrados Segundo Turban, Rainer Jr., Potter (2005, p. 302), a tecnologia de sistemas de informação

Leia mais

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA PROF.ª MARCIA CRISTINA DOS REIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 14/08/2012 Aula 4 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) PARADA OBRIGATÓRIA!!! LEITURA DO LIVRO DO TURBAN, RAINER JR E POTTER Sistemas SPT p. 212

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning. Sistemas Integrados de Gestão

ERP Enterprise Resource Planning. Sistemas Integrados de Gestão ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão ERP O que é S.I. com módulos integrados que dão suporte a diversas áreas operacionais Ex. vendas, gestão de materiais, produção, contabilidade,

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

O SISTEMA ERP E AS ORGANIZAÇÕES

O SISTEMA ERP E AS ORGANIZAÇÕES O SISTEMA ERP E AS ORGANIZAÇÕES André Luís da Silva Pinheiro * Resumo: Este trabalho discutirá o impacto da implantação de um sistema do tipo ERP em uma empresa. Apresentaremos uma breve introdução de

Leia mais

Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura

Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura Juliano Hammes (FAHOR) jh000697@fahor.com.br Gustavo Gerlach (FAHOR) gg000675@fahor.com.br Édio Polacinski (FAHOR) edio.pk@gmail.com.br Resumo

Leia mais

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Universidade Federal do Vale do São Francisco Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Prof. Ricardo Argenton Ramos Aula 6 ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 INTRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 Há algum tempo, podemos observar diversas mudanças nas organizações,

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL AO SEU ALCANCE

GESTÃO EMPRESARIAL AO SEU ALCANCE GESTÃO EMPRESARIAL AO SEU ALCANCE ERP: prioridade número 1 das empresas brasileiras A demanda é clara: os software de gestão empresarial, os ERPs (Enterprise Resources Planning) se mantêm como prioridade

Leia mais

Sistemas ERP. Conceitos Iniciais

Sistemas ERP. Conceitos Iniciais Sistemas ERP Prof. Breno Barros Telles do Carmo Conceitos Iniciais Sistema de Informação adquirido em forma de pacotes comerciais de software que permite a integração de dados de sistemas de informação

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning. (Planejamento de Recursos Empresariais)

ERP Enterprise Resource Planning. (Planejamento de Recursos Empresariais) ERP Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais) ERP Os ERPs, em termos gerais, são plataformas de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa;

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE SISTEMAS ERP NAS EMPRESAS DE MÉDIO E PEQUENO PORTE

A IMPORTÂNCIA DE SISTEMAS ERP NAS EMPRESAS DE MÉDIO E PEQUENO PORTE REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - ISSN 1807-1872 P UBLICAÇÃO C IENTÍFICA DA F ACULDADE DE C IÊNCIAS J URÍDICAS E G ERENCIAIS DE G ARÇA/FAEG A NO II, NÚMERO, 03, AGOSTO DE 2005.

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Sistemas de Informação Sistemas de Apoio às Operações Sistemas

Leia mais

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP)

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) Um sistema ERP Enterprise Resource Planning (Planejamento dos Recursos da Empresa) é um pacote de software que tem por finalidade organizar, padronizar e integrar as

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS Linha de pesquisa: Sistema de informação gerencial Pâmela Adrielle da Silva Reis Graduanda do Curso de Ciências

Leia mais

Prof. Lucas Santiago

Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Administração de Sistemas de Informação Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação são classificados por

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA A informação sempre esteve presente em todas as organizações; porém, com a evolução dos negócios, seu volume e valor aumentaram muito, exigindo uma solução para seu tratamento,

Leia mais

De onde vieram e para onde vão os sistemas integrados de gestao ERP

De onde vieram e para onde vão os sistemas integrados de gestao ERP Artigo 02 De onde vieram e para onde vão os sistemas integrados de gestao ERP Este documento faz parte do material que compõe o livro: Planejamento, Programação e Controle da Produção MRP II / ERP: Conceitos,

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA Tiago Augusto Cesarin 1, Vilma da Silva Santos 2, Edson Aparecida de Araújo

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Aplicações Integradas Empresariais ERP e CRM Simone Senger Souza

Aplicações Integradas Empresariais ERP e CRM Simone Senger Souza Aplicações Integradas Empresariais ERP e CRM Simone Senger Souza ICMC/USP 1 Visão Tradicional de Sistemas Dentro das empresas Há funções, e cada uma tem seus usos para os sistemas de informação. Além das

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial Sistemas de Informação Empresarial SIG Sistemas de Informação Gerencial Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ] Estratégico SAD Gerência sênior

Leia mais

SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO

SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO Rosenclever Lopes Gazoni Data MACROPROCESSO [1] AUTOMAÇÃO DE ESCRITÓRIO/COMERCIAL: Correio eletrônico; vídeo texto; vídeo conferência; teleconferência;

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Conteúdo Gerenciais Direcionadores de Arquitetura de TI Tipologia dos sistemas da informação Prof. Ms. Maria C. Lage marialage.prof@gmail.com As preocupações corporativas Gerenciar Mudanças Crescimento

Leia mais

Evolução dos sistemas ERP nas empresas

Evolução dos sistemas ERP nas empresas Evolução dos sistemas ERP nas empresas Aloísio André dos Santos (ITA) aloisio@mec.ita.br João Murta Alves (ITA) murta@mec.ita.br Resumo Os sistemas ERP são considerados uma evolução dos sistemas de administração

Leia mais

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO*

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* RESUMO Marilia Costa Machado - UEMG - Unidade Carangola Graciano Leal dos Santos

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA Capítulo 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações

Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações Os Sistemas de Informação e a Evolução das Organizações Leonardo C. de Oliveira1, Diogo D. S. de Oliveira1, Noemio C. Neto 1, Norberto B. de Araripe1, Thiago N. Simões1, Antônio L. M. S. Cardoso 1,2 1.Introdução

Leia mais

SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM. Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec

SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM. Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec Teoria geral do Sistemas O Sistema é um conjunto de partes interagentes e interdependentes

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP

EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP GESTÃO DAS INFORMAÇÕES EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROGRAMAÇÃO EXPOSIÇÃO DA DISCIPLINA Cultura da informação Informação estratégica Conceito ampliado de informação

Leia mais

Introdução ao Sistema ERP

Introdução ao Sistema ERP Introdução ao Sistema ERP Parte 1- Introdução ao ERP - Benefícios básicos de um sistema ERP - Dificuldades de implantação - ERP e a realidade da pequena empresa brasileira Parte 2 Sistema Genesis-ERP da

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning

ERP Enterprise Resource Planning ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de Recursos da Empresa Sistema Integrado de Gestão Corporativa Prof. Francisco José Lopes Rodovalho 1 Um breve histórico sobre o surgimento do software ERP

Leia mais

Automação do Processo de Instalação de Softwares

Automação do Processo de Instalação de Softwares Automação do Processo de Instalação de Softwares Aislan Nogueira Diogo Avelino João Rafael Azevedo Milene Moreira Companhia Siderúrgica Nacional - CSN RESUMO Este artigo tem como finalidade apresentar

Leia mais

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio 440mil pequenos negócios no Brasil, atualmente, não utilizam nenhuma ferramenta de gestão, segundo o Sebrae Varejo 2012 27% 67% de comerciantes que não possuíam computadores dos que possuíam utilizavam

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Outras Apostilas em: www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Centro Universitário Geraldo di Biase 1. Enterprise Resouce Planning ERP O ERP, Sistema de Planejamento de Recursos

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu

Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu Cerca de dois milhões de pessoas estão trabalhando em aproximadamente 300 mil projetos

Leia mais

01/12/2009 BUSINESS INTELLIGENCE. Agenda. Conceito. Segurança da Informação. Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento.

01/12/2009 BUSINESS INTELLIGENCE. Agenda. Conceito. Segurança da Informação. Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento. BUSINESS INTELLIGENCE Agenda BI Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento Segurança da Objetivo Áreas Conceito O conceito de Business Intelligencenão é recente: Fenícios, persas, egípcios

Leia mais

UM ERRO DE ESSÊNCIA ENSINADO NAS UNIVERSIDADES

UM ERRO DE ESSÊNCIA ENSINADO NAS UNIVERSIDADES UM ERRO DE ESSÊNCIA ENSINADO NAS UNIVERSIDADES A matéria Engenharia de Produção nas Universidades tem grande peso e influência na sua formação intelectual e na formação de profissionais que atuam nas fábricas.

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAS Aula 3: Tipos de Sistemas informatizados.

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAS Aula 3: Tipos de Sistemas informatizados. MRP l SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAS Aula 3: Tipos de Sistemas informatizados. Material Requirement Planning Planejamento de requisição de materiais. Tecnológica e Organizacional décadas de 60 e 70

Leia mais

UCAM UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES FRANCISCO DE ASSIS GURGEL A IMPORTÂNCIA DO ERP NA GESTÃO EMPRESARIAL

UCAM UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES FRANCISCO DE ASSIS GURGEL A IMPORTÂNCIA DO ERP NA GESTÃO EMPRESARIAL UCAM UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES FRANCISCO DE ASSIS GURGEL A IMPORTÂNCIA DO ERP NA GESTÃO EMPRESARIAL NATAL RN 2013 UCAM UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES FRANCISCO DE ASSIS GURGEL A IMPORTÂNCIA DO ERP NA GESTÃO

Leia mais

Estruturação do sistema de informação contábil no ERP

Estruturação do sistema de informação contábil no ERP Estruturação do sistema de informação contábil no ERP Clóvis Luís Padoveze (UNIMEP) cpadoveze@romi.com.br Resumo A característica gerencial da informação contábil determina que o sistema de informação

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06245/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Em 26 de junho de 2006. Referência: Ofício n 2128/2006/SDE/GAB de 9 de maio de 2006. Assunto: ATO DE

Leia mais

MBA Gestão da Tecnologia de Informação

MBA Gestão da Tecnologia de Informação MBA Gestão da Tecnologia de Informação Informações: Dias e horários das aulas: Segundas e Terças-feiras das 18h00 às 22h00 aulas semanais; Sábados das 08h00 às 12h00 aulas quinzenais. Carga horária: 600

Leia mais

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser:

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser: CONCEITOS INICIAIS O tratamento da informação precisa ser visto como um recurso da empresa. Deve ser planejado, administrado e controlado de forma eficaz, desenvolvendo aplicações com base nos processos,

Leia mais

E R P. Enterprise Resource Planning. Sistema Integrado de Gestão

E R P. Enterprise Resource Planning. Sistema Integrado de Gestão E R P Enterprise Resource Planning Sistema Integrado de Gestão US$ MILHÕES O MERCADO BRASILEIRO 840 670 520 390 290 85 130 200 1995-2002 Fonte: IDC P O R Q U E E R P? Porque a única coisa constante é a

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning História

ERP Enterprise Resource Planning História ERP (Enterprise Resource Planning, Planejamento (ou planeamento, em Portugal) de Recursos Empresariais) são sistemas de informações transacionais(oltp) cuja função é armazenar, processar e organizar as

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP)

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP) Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP) Evolução da TI nas Organizações Estágios de Evolução da TI nas Organizações

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial. Contextualização. Aula 4. Organização da Disciplina. Organização da Aula. Área Funcional

Sistemas de Informação Gerencial. Contextualização. Aula 4. Organização da Disciplina. Organização da Aula. Área Funcional Sistemas de Informação Gerencial Aula 4 Contextualização Prof. Me. Claudio Nogas Organização da Disciplina Buscaremos, por meio da apresentação de conceitos, exemplos de como gerar conhecimentos sobre

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI 19/04 Recursos e Tecnologias dos Sistemas de Informação Turma: 01º semestre

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística Sistemas de Informação Sistemas de informação ERP - CRM O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para

Leia mais

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Miracema-Nuodex: SAP Business All-in-One proporciona maior visibilidade de negócios para a companhia

Miracema-Nuodex: SAP Business All-in-One proporciona maior visibilidade de negócios para a companhia Picture Credit Customer Name, City, State/Country. Used with permission. Miracema-Nuodex: SAP Business All-in-One proporciona maior visibilidade de negócios para a companhia Geral Executiva Nome da Miracema-Nuodex

Leia mais

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina CTC Centro Tecnológico INE Departamento de Informática e Estatística INE5631 Projetos I Prof. Renato Cislaghi Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP

Leia mais

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Uma visão abrangente dos negócios Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Negócios sem barreiras O fenômeno da globalização tornou o mercado mais interconectado e rico em oportunidades.

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS Ana Carolina Freitas Teixeira¹ RESUMO O gerenciamento de projetos continua crescendo e cada

Leia mais

FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM

FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM 5/5/2013 1 ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING 5/5/2013 2 1 Os SI nas organizações 5/5/2013 3 Histórico Os Softwares de SI surgiram nos anos 60 para controlar estoque

Leia mais

Pós-Graduação "Lato Sensu" Especialização em Gestão por Processos SAP

Pós-Graduação Lato Sensu Especialização em Gestão por Processos SAP Pós-Graduação "Lato Sensu" Especialização em Gestão por Processos SAP Inscrições Abertas: Início das aulas: 25/05/2015 Término das aulas: Maio de 2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às

Leia mais

Pós-Graduação "Lato Sensu" Especialização em Gestão por Processos SAP

Pós-Graduação Lato Sensu Especialização em Gestão por Processos SAP Pós-Graduação "Lato Sensu" Especialização em Gestão por Processos SAP Inscrições Abertas: Início das aulas: 24/08/2015 Término das aulas: Agosto de 2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às

Leia mais

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING RENAN ROLIM WALENCZUK Canoas, Agosto de 2014 SUMÁRIO 1 INTODUÇÃO...03 2 ERP (ENTERPRISE

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Módulo 6. Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor.

Módulo 6. Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. Módulo 6 Módulo 6 Desenvolvimento do projeto com foco no negócio BPM, Análise e desenvolvimento, Benefícios, Detalhamento da metodologia de modelagem do fluxo de trabalho EPMA. Todos os direitos de cópia

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Estudo de Viabilidade PGE: Plastic Gestor Empresarial Especificação de Requisitos e Validação de Sistemas Recife, janeiro de 2013 Sumário 1. Motivação... 1 2. Introdução: O Problema Indentificado... 2

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA AUMENTO DA PRODUTIVIDADE EM EMPRESA DO SEGMENTO METAL MECÂNICA.

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA AUMENTO DA PRODUTIVIDADE EM EMPRESA DO SEGMENTO METAL MECÂNICA. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA AUMENTO DA PRODUTIVIDADE EM EMPRESA DO SEGMENTO METAL MECÂNICA. Elton Dias Paz Aluno de administração das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS. Elton.paz@fibria.com.br

Leia mais

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro Tecnologia da Informação e Comunicação Douglas Farias Cordeiro Algumas coisas que vimos até aqui Qual a diferença entre as funções do analista e do projetista? Como funciona o ciclo de vida de um projeto

Leia mais

Gestão de Clientes no Mercado de Consórcios

Gestão de Clientes no Mercado de Consórcios Relatório de pesquisa Gestão de Clientes no Mercado de Consórcios Via Consulting Maio de 2009 1 Caro leitor, Gostaria de convidá-lo a conhecer o resultado de uma pesquisa patrocinada pela Via Consulting

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT CIÊNCIAS CONTÁBEIS e ADMINISTRAÇÃO Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT maio/2014 APRESENTAÇÃO Em um ambiente onde a mudança é a única certeza e o número de informações geradas é desmedido,

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

Sistemas de Informação. Sistemas Integrados de Gestão ERP

Sistemas de Informação. Sistemas Integrados de Gestão ERP Sistemas de Informação Sistemas Integrados de Gestão ERP Exercício 1 Um arame é cortado em duas partes. Com uma das partes é feito um quadrado. Com a outra parte é feito um círculo. Em que ponto deve ser

Leia mais

ERP. Agenda ERP. Enterprise Resource Planning. Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números

ERP. Agenda ERP. Enterprise Resource Planning. Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números ERP Enterprise Resource Planning 1 Agenda Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números ERP Com o avanço da TI as empresas passaram a utilizar sistemas computacionais

Leia mais

Sistemas de Informação para Operação nas Empresas

Sistemas de Informação para Operação nas Empresas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU Informação para Operação nas Empresas Profª Eneida Rios TIPOS DE

Leia mais

A IMPORTANCIA DO CUSTEIO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS COMO VANTAGEM COMPETITIVA: CASO LOGÍSTICO EM MORRINHOS/CE.

A IMPORTANCIA DO CUSTEIO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS COMO VANTAGEM COMPETITIVA: CASO LOGÍSTICO EM MORRINHOS/CE. A IMPORTANCIA DO CUSTEIO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS COMO VANTAGEM COMPETITIVA: CASO LOGÍSTICO EM MORRINHOS/CE. Jander Neves 1 Resumo: Este artigo foi realizado na empresa Comercial Alkinda, tendo como objetivo

Leia mais