FUNDAÇÃO SALVADOR ARENA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUNDAÇÃO SALVADOR ARENA"

Transcrição

1 FUNDAÇÃO SALVADOR ARENA REGULAMENTO DO PLANO SAÚDE/FSA-TM BÁSICO 1. QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA 1.1 Operadora: Fundação Salvador Arena 1.2 CNPJ: / Registro de Operadora na ANS: Classificação de Operadora: Autogestão Patrocinada por RH 1.5 Endereço: Av. Caminho do Mar, 2652 Rudge Ramos São Bernardo do Campo SP 1.6 Participação financeira das patrocinadoras: Coletivo com patrocinador 2. QUALIFICAÇÃO DO CONTRATANTE 2.1 Razão Social: 2.2 Nome Fantasia: 2.3 CNPJ: 2.4 Endereço: 3. OBJETO DO PLANO O plano garante aos USUÁRIOS inscritos no plano de assistência médico hospitalar, que compreende procedimentos clínicos e cirúrgicos, ambulatoriais, hospitalares e obstétricos, por intermédio dos seus médicos e serviços credenciados de diagnóstico e terapia, para as doenças relacionadas na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, da Organização Mundial de Saúde, inclusive remoção inter-hospitalar exclusivamente nos termos deste Plano, conforme as coberturas e condições nele previstas, a serem utilizados pelos USUÁRIOS TITULARES, funcionários da Empresa Patrocinadora e seus respectivos DEPENDENTES, daqui por diante, denominados simplesmente USUÁRIOS, exclusivamente em sua área de abrangência. Estão cobertos por este plano todos os atendimentos e procedimentos médicos constantes do Rol de Procedimentos Médicos da ANS, de acordo com a RN 82/04 e suas atualizações. 1

2 4. NATUREZA DO PLANO Programa de contratação coletiva empresarial, administrado em regime de autogestão patrocinada por RH e destituído de fins lucrativos, em que seus USUÁRIOS, em caráter compulsório aderem ao plano no ato da admissão na Empresa Patrocinadora e expressam pleno conhecimento e concordância com os termos de seu Regulamento. 5. NOME COMERCIAL E NÚMERO DE REGISTRO DO PLANO NA ANS Nome do plano: SAÚDE/FSA-TM BÁSICO Registro do plano na ANS: XXXXXXX 6. TIPO DE CONTRATAÇAO O tipo de contratação do plano, de acordo com a IN 11 / 2005, é classificado como Coletivo Empresarial. 7. TIPO DE SEGMENTAÇÃO ASSISTENCIAL DO PLANO DE SAÚDE O tipo de segmentação assistencial do plano, de acordo com a IN 11 / 2005, é classificado como Ambulatorial + Hospitalar com Obstetrícia. 8. ÁREA GEOGRÁFICA DE ABRANGÊNCIA DO PLANO DE SAÚDE O plano, de acordo com a RN 100 / 05, possui classificação para a Área Geográfica de Abrangência como Grupo de Municípios. Os municípios constantes na área de abrangência são: São Bernardo do Campo/SP; Santo André/SP; São Caetano do Sul/SP; São Paulo/SP; Mauá/SP; Diadema/SP. 2

3 9. PADRÃO DE ACOMODAÇÃO EM INTERNAÇÃO O plano prevê padrão de acomodação hospitalar coletivo. A OPERADORA não se responsabiliza pela escolha de padrão acomodação em internação superior ao disponibilizado. Neste caso, o USUÁRIO será o responsável financeiramente pelo pagamento do procedimento utilizado. Havendo indisponibilidade de leito hospitalar nos estabelecimentos credenciados pelo plano, é garantido ao consumidor o acesso a acomodação, em nível superior, sem ônus adicional. 10. CONDIÇÕES DE ADMISSÃO São considerados USUÁRIOS desta assistência médica os funcionários da Empresa Patrocinadora, considerados USUÁRIOS TITULARES, assim como seus respectivos DEPENDENTES, considerados USUÁRIOS DEPENDENTES. Consideram-se DEPENDENTES do TITULAR: Esposa; Filho (a) solteiro (a) menor de 21 anos; Filho (a) solteiro (a) universitário (a) cursando faculdade em período integral, menor de 24 anos mediante comprovação semestral; Filho (a) adotivo solteiro (a) menor de 21 anos; Filho (a) adotivo (a) universitário (a) cursando faculdade em período integral, menor de 24 anos mediante comprovação semestral; Filho inválido de qualquer idade mediante comprovação; Companheira, que comprove união estável como entidade familiar, na forma da Lei Civil. Considera-se união estável aquela verificada entre o homem e a mulher como entidade familiar, configurada na convivência pública, contínua e duradoura, com objetivo de constituição de família, quando forem solteiros, separados judicialmente, divorciados ou viúvos, independentemente da existência de prole comum, enquanto não se separarem. Para efeito de cobertura no plano, é considerado inválido o filho maior de 21 anos que, por doença ou acidente, for considerado pelo Médico Responsável Técnico do Plano, através de perícia médica, incapacitado para exercer qualquer atividade ou serviço que lhe garanta o sustento. É assegurada a inscrição do recém nascido, filho natural ou adotivo do CONSUMIDOR, como DEPENDENTE, desde que a inscrição ocorra no prazo máximo de trinta dias do nascimento ou da adoção, já isentos de carência, com isenção do AGRAVO ou COBERTURA PARCIAL TEMPORÁRIA, conforme determina o art. 8º da Res Consu 02/98. 3

4 Está prevista a inscrição de filho adotivo, menor de doze anos de idade, aproveitando os períodos de carência já cumpridos pelo usuário adotante. A inclusão do TITULAR e de seus DEPENDENTES será feita na sua admissão, após comunicação oficial da empresa. A inclusão de novos DEPENDENTES do TITULAR, por nascimento ou por casamento, será feita após comunicação oficial para a empresa. 11. COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS 11.1 Está garantido ao USUÁRIO TITULAR e seu (s) eventual (ais) USUÁRIO (S) DEPENDENTE (S) o atendimento ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, com cobertura para todas as especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina, respeitando as exclusões constantes neste Plano Cobertura Ambulatorial: compreende os atendimentos realizados em consultório ou ambulatório, definidos e listados no Rol de Procedimentos Médicos da ANS, RN 82/04 e suas atualizações Consultas médicas em clínicas básicas e especializadas, inclusive obstétricas para pré natal, reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina Serviços de apoio diagnóstico, tratamentos e demais procedimentos ambulatoriais, incluindo procedimentos cirúrgicos ambulatoriais, solicitados pelo médico assistente, mesmo quando realizados em ambiente hospitalar Cobertura para os seguintes procedimentos considerados especiais: Hemodiálise e diálise peritonial CAPD; Quimioterapia ambulatorial; Radioterapia (megavoltagem, cobaltoterapia, cesioterapia, eletronterapia, etc.); Hemoterapia ambulatorial; Cirurgias oftalmológicas ambulatoriais, respeitada a RN nº 82 de 29 de setembro de 2004 e suas respectivas atualizações Tratamento de transtornos psiquiátricos codificados na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde / 10a Revisão CID 10 -, conforme os itens abaixo: Atendimento às emergências, assim consideradas as situações que impliquem em risco de vida ou de danos físicos para o próprio ou para terceiros (incluídas as ameaças e tentativas de suicídio e auto - agressão) e/ou em risco de danos morais e patrimoniais importantes; Psicoterapia de crise, entendida esta como o atendimento intensivo prestado por um ou mais profissionais da área de saúde mental, com duração máxima de 12 (doze) semanas, tendo início imediatamente após o atendimento de emergência e sendo limitadas a 12 4

5 (doze) sessões por ano de contrato; Tratamento básico, que é aquele prestado por médico, com cobertura de consultas em número ilimitado e de serviços de apoio diagnóstico, tratamento e demais procedimentos ambulatoriais, solicitados pelo médico assistente Cobertura Hospitalar: compreende os atendimentos em unidade hospitalar, clínicas básicas ou especializadas definidos na Lei 9656/98, com cobertura de todos os procedimentos definidos e listados no Rol de Procedimentos Médicos da ANS, RN 82/04 e suas atualizações, conforme os itens abaixo, obedecidas as características do Plano registrado A cobertura hospitalar inclui: Diárias e taxas, vedada a limitação de prazo, valor máximo e quantidade. Cobertura de toda e qualquer taxa, incluindo materiais utilizados, assim como da remoção do paciente, comprovadamente necessária, para outro estabelecimento hospitalar, dentro dos limites de abrangência geográfica previstos no contrato, em território brasileiro; Honorários profissionais, com cobertura de despesas referentes a honorários médicos, serviços gerais de enfermagem e alimentação; Serviços de apoio diagnóstico e terapêutico indispensáveis para diagnósticos, controle de tratamento e evolução da doença; Materiais e medicamentos necessários e indicados para o tratamento; Alimentação, inclusive dietética, prescrita pelo médico assistente; Serviços de enfermagem (desde que não particulares); Unidade de terapia intensiva neonatal, pediátrica e para adultos ou similares; Despesas do acompanhante do USUÁRIO até 18 (dezoito) anos, com exceção das despesas com extraordinários, tais como jornais, TV, telefonemas, gastos efetuados com frigobar, etc.; Coberturas para fornecimento de anestésicos, gases medicinais, transfusões O plano prevê cobertura hospitalar para as cirurgias plásticas reparadoras que visem exclusivamente a recuperação das funções comprometidas. Está coberta também a cirurgia plástica reconstrutiva de mama, utilizando-se de todos os meios e técnicas necessárias para o tratamento de mutilação decorrente de utilização técnica de tratamento de câncer, conforme Lei de 15/05/2001, através da Rede Credenciada Cirurgias odontológicas buco-maxilo-facial que necessitem de ambiente hospitalar; Cobertura para os seguintes procedimentos considerados especiais cuja necessidade esteja relacionada à continuidade da assistência prestada em nível de internação hospitalar: Hemodiálise e diálise peritonial CAPD; Radioterapia, incluindo radiomoldagem, radioimplante e braquiterapia; Quimioterapia; Hemoterapia; 5

6 Nutrição parenteral e enteral; Procedimentos diagnósticos e terapêuticos em hemodinâmica; Embolizações e radiologia intervencionista; Exames pré anestésicos ou pré cirúrgicos; Fisioterapia Tratamento de transtornos psiquiátricos codificados na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde / 10a Revisão CID 10. A cobertura do tratamento de transtornos psiquiátricos inclui os itens a seguir: Custeio integral de 30 (trinta) dias de internação, por ano, em hospital psiquiátrico ou em unidade ou enfermaria psiquiátrica em hospital geral, para portadores de transtornos psiquiátricos em situação de crise; Custeio integral de 15 (quinze) dias de internação, por ano, em hospital geral, para pacientes portadores de quadros de intoxicação ou abstinência provocados por alcoolismo ou outras formas de dependência química que necessitem de hospitalização; Estão cobertos todos os atendimentos clínicos ou cirúrgicos decorrentes de transtornos psiquiátricos, aí incluídos os procedimentos médicos necessários ao atendimento das lesões auto infringidas; A cobertura do tratamento em internações de transtornos psiquiátricos prevê também: Cobertura de 08 (oito) semanas anuais de tratamento em regime hospital dia; Custeio integral de 180 (cento e oitenta) dias, por ano, para diagnósticos F00 a F09, F20 a F29, F 70 a F79 e F90 a F98. Nos dias que excederem a cobertura integral de 15 e 30 dias prevista no art. 2º, inciso II, alíneas "a" e "b" da Resolução CONSU nº 11/98, está prevista a cobrança de co-participação de 30% (trinta por cento) do valor total das despesas de cada diária excedente, incluindo-se todos os gastos hospitalares e de honorários médicos previstos na cobertura da segmentação assistencial do plano Cobertura de transplantes de rim e córnea, bem como as despesas com procedimentos vinculados. Entende-se como despesas com procedimentos vinculados, todas aquelas necessárias à realização do transplante, incluindo: Despesas assistenciais com doadores vivos; Medicamentos utilizados durante a internação; Acompanhamento clínico no pós-operatório imediato e tardio, exceto medicamentos de manutenção; Despesas com captação, transporte e preservação dos órgãos na forma de ressarcimento ao SUS (Sistema Único de Saúde). Nos casos de transplantes previstos neste Plano, o candidato ao mesmo deverá, sempre que a Legislação exigir, estar inscrito em uma das listagens dos Centros de Notificação e Captação 6

7 de Doadores de Órgãos, e sujeitar-se aos critérios da fila de espera e de seleção para recepção de órgãos dos mesmos Cobertura Obstétrica: Compreende toda a cobertura ambulatorial e hospitalar para os procedimentos relativos ao pré-natal, acrescida da assistência ao parto Os partos normais ou cirúrgicos serão realizados pela equipe de obstetras dos hospitais e maternidades da Rede Credenciada para esta finalidade É garantida a cobertura assistencial ao recém nascido, filho natural ou adotivo do USUÁRIO TITULAR e USUÁRIO DEPENDENTE, durante os primeiros 30 (trinta) dias após o parto. 12. EXCLUSÕES DE COBERTURA Ficam excluídos deste Plano o atendimento ou cobertura de custos ou ressarcimento para os eventos abaixo enumerados: 1. Consultas, tratamentos e exames complementares eletivos realizados por prestadores não credenciados exceto nos casos de urgência e emergência; 2. Qualquer procedimento, tratamento não previsto no Rol de Procedimentos da ANS, RN 82/04 e suas atualizações; 3. Tratamento clínico ou cirúrgico experimental; 4. Procedimentos clínicos ou cirúrgicos para fins estéticos, bem como cirurgias plásticas, órteses e próteses para o mesmo fim; 5. Procedimentos ambulatoriais, hospitalares e terapias indicadas ou solicitadas por profissionais de especialidades não reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina; 6. Tratamento em clínicas de emagrecimento, exceto pata tratamento de obesidade mórbida, como tal entendida aquela prejudicial à saúde e que causa doença, tratamento em clínicas de repouso, estâncias minerais, clínicas para acolhimento de idosos e internações que não necessitem de cuidados médicos em ambiente hospitalar; 7. Lesões conseqüentes de guerras quando declarados pela autoridade competente; 8. Fornecimento de medicamentos importados não nacionalizados e / ou não reconhecidos pelo Conselho Federal de Medicina, vacinas e auto-vacinas; 9. Fornecimento de medicamentos para tratamento domiciliar; 10. Fornecimento de órteses, próteses e seus acessórios não ligados ao ato cirúrgico; 11. Tratamentos ilícitos, tratamentos clínicos ou cirúrgicos antiéticos, assim definidos pelo aspecto médico, ou não reconhecidos pelas autoridades competentes; 12. Procedimentos relacionados à Medicina Legal (ex.: exame de corpo delito) ou feitos com finalidades judiciais (Ex.: teste de paternidade); 13. Check-up preventivo, ou seja, solicitação de exames e/ou procedimentos sem ligação direta a uma enfermidade codificada na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde / 10a Revisão CID 10; 7

8 14. Remoções por via aérea; 15. Atendimento domiciliar (consultas e tratamentos residenciais); 16. Rejuvenescimento e emagrecimento, assim como qualquer outro tratamento (clínico, cirúrgico ou endocrinológico) com finalidade estética; 17. Enfermagem particular no hospital ou na residência; 18. Procedimentos e tratamentos odontológicos de qualquer natureza, ainda que decorrentes de acidentes pessoais, exceto cirurgias de buco maxilo faciais que necessitem de internação hospitalar; 19. Consultas, avaliações, sessões, tratamentos e qualquer outro procedimento de Medicina Ortomolecular, Psicologia, Logopedia, Terapia; 20. Inseminação artificial; 21. Acidente de trabalho, moléstias profissionais, medicina ocupacional e de segurança do trabalho, readaptação profissional, exames clínicos admissionais, periódicos, demissionais, mudança de função e retorno ao trabalho e de diagnóstico em cumprimento à Norma Regulamentadora 7 (sete) da Consolidação das Leis do Trabalho; 22. Psicoterapia de apoio: estando somente cobertas a Psicoterapia de crise na forma da Lei 9656/98; 23. Cirurgias refrativas ocular inferior a 7 (sete) graus, seja unilateral ou bilateral. A cobertura de cirurgia refrativa é obrigatória na presença unilateral de grau igual ou superior a sete, mesmo com grau inferior no olho contralateral, devendo ser autorizada a correção simultânea se esta for a indicação do médico assistente; 24. Psicanálise e Sonoterapia; 25. Transplante de qualquer natureza (com exceção do transplante de córnea e rim). 13. VIGÊNCIA A vigência é indeterminada, iniciando-se a partir da data de assinatura do termo de adesão de cada USUÁRIO no plano, após a admissão do USUÁRIO TITULAR, garantindo-se a manutenção do USUÁRIO enquanto o mesmo mantiver vínculo empregatício ativo com a Empresa Patrocinadora, respeitando-se os artigos 30 e 31 da Lei 9656/98 e as Resoluções 19, 20 e 21 do Consu. 14. CONDIÇÕES DE RENOVAÇÃO AUTOMÁTICA A renovação será por prazo indeterminado se as partes não se manifestarem contra a prorrogação enquanto o TITULAR mantiver vínculo empregatício. Não existirá a cobrança de taxas ou qualquer outro valor no ato da renovação. 15. PERÍODOS DE CARÊNCIA Não são previstos períodos de carência para nenhum procedimento coberto. 8

9 16. DOENÇAS E LESÕES PRÉ-EXISTENTES Os USUÁRIOS do plano estão isentos da COBERTURA PARCIAL TEMPORÁRIA. 17. URGÊNCIA E EMERGÊNCIA É garantida ao USUÁRIO a cobertura para urgência e emergência, de acordo com o disposto na Resolução CONSU 13, para as segmentações ambulatoriais e hospitalar: I - de emergência, como tal definidos os que implicarem risco imediato de vida ou de lesões irreparáveis para o paciente, caracterizado em declaração do médico assistente; e II - de urgência, assim entendidos os resultantes de acidentes pessoais ou de complicações no processo gestacional. Para a segmentação ambulatorial, a cobertura deverá garantir cobertura de urgência e emergência para todos os procedimentos definidos e listados no Rol de Procedimentos Médicos da ANS, RN 82/04 e suas atualizações. Para a segmentação hospitalar, a cobertura deve prever os atendimentos de urgência e emergência que evoluírem para internação, desde a admissão do paciente até a sua alta ou que sejam necessários à preservação da vida, órgãos e funções. A segmentação hospitalar também deverá ainda garantir os atendimentos de urgência e emergência quando se referirem ao processo gestacional. É garantido o reembolso nos limites das obrigações contratuais, das despesas efetuadas pelo USUÁRIO com assistência à saúde, em casos de urgência ou emergência, quando não for possível a utilização dos serviços, contratados ou credenciados, de acordo com a relação de preços de serviços médicos e hospitalares praticados pelo presente plano, pagáveis no prazo máximo de 30 (trinta) dias após a entrega da documentação adequada. O reembolso dos atendimentos em caráter de urgência / emergência na área de abrangência geográfica terá como limite financeiro os múltiplos estabelecidos na tabela abaixo: Diárias e Despesas de Internação Honorários Médicos de Internação Despesas com Serviços Ambulatoriais Consultas Médicas Exames Complementares Múltiplo de reembolso 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 9

10 O valor do reembolso, em moeda corrente, é obtido da seguinte forma: Quantidade de CH(*) x Múltiplo de reembolso x Valor da CH na data do atendimento (R$ 0,30) x Quantidade de vezes que o procedimento foi realizado. (*) Coeficiente de honorários previsto na tabela AMB/ Diárias hospitalares, taxas hospitalares, materiais e medicamentos: Diárias hospitalares incluem: registros hospitalares, alojamento, alimentação do paciente, banho no leito, administração de medicamentos e todos os outros serviços de enfermagem; Diárias de UTI incluem: além dos serviços da diária normal, a monitorização cardiorespiratória e toda a assistência respiratória; Partos incluem: a permanência da parturiente e do recém-nascido em instalações adequadas e todos os cuidados necessários durante o trabalho de parto Taxas de sala As taxas de sala cirúrgica, previstas na tabela AMB/92, só serão cobertas quando a cirurgia for realizada em centro cirúrgico devidamente instalado e equipado; As taxas de sala cirúrgica incluem: utilização das instalações, do equipamento, do instrumento cirúrgico e de roupas, além da esterilização do material e os serviços de enfermagem; As demais taxas de sala (observação, recuperação pós-anestésica, cirurgia ambulatorial, gesso e exames / tratamentos especializados) serão pagas de acordo com o constante na tabela AMB/92 para o procedimento realizado; As taxas de sala serão pagas conforme a cirurgia, baseando-se no porte anestésico apresentado na tabela AMB/92. Porte anestésico zero significa a não participação do anestesista, caso em que a taxa não é devida; Quando dois ou mais atos cirúrgicos forem realizados simultaneamente, pela mesma equipe cirúrgica, ou por equipes distintas, é devida somente uma taxa de sala, correspondente à cirurgia de maior porte. 17.3) Medicamentos e materiais cirúrgicos O reembolso de medicamentos e materiais cirúrgicos será efetuado com base nos preços do guia farmacêutico Brasíndice, vigente na data da sua utilização. Os materiais não constantes do referido guia serão reembolsados de acordo com os preços médios de venda no mercado. 17.4) Honorários profissionais O reembolso de honorários profissionais será efetuado com base na tabela AMB/92, obedecida a quantidade de auxiliares e o porte anestésico, previstos para cada procedimento. Também serão obedecidas as Instruções Gerais constantes da Tabela AMB/92. Serão reembolsados somente despesas comprovadas em documentos originais, a saber: 10

11 Os recibos ou notas fiscais originais quitados deverão ser apresentados à Empresa Patrocinadora, no máximo até 90 (noventa) dias, contados a partir da data do evento; Os recibos ou notas fiscais deverão conter: CPF / CNPJ do prestador, CRM, assinatura sob carimbo, nome do USUÁRIO, CID 10, descrição do serviço prestado e data de prestação do serviço; Nos exames de ressonância magnética, tomografia computadorizada, cintilografia, hemodinâmica, mapeamento cerebral, ou outros procedimentos de alta complexidade, anexar relatório médico contendo diagnóstico, CID 10 e código AMB, para análise médica; Nas internações clínicas ou cirúrgicas, anexar relatório médico contendo diagnóstico, CID 10 e código AMB, para análise médica. O valor máximo a ser reembolsado será o constante no recibo ou nota fiscal, levando-se em consideração a regra de múltiplos de reembolso. 18. REMOÇÃO É garantida a remoção do paciente, comprovadamente necessária, para outro estabelecimento hospitalar, dentro dos limites de abrangência geográfica previstos no contrato, em território brasileiro. O USUÁRIO tem garantida a cobertura de remoção nos seguintes casos: Para cobertura ambulatorial: está garantida a remoção terrestre, após realizados os atendimentos classificados como urgência / emergência, quando caracterizada pelo médico assistente a falta de recursos oferecidos pela Unidade Hospitalar ou de Pronto Atendimento para a continuidade de atenção ao paciente ou pela necessidade de internação. Para cobertura hospitalar: estão garantidas as remoções terrestres, solicitadas e justificadas pelo médico assistente, dentro dos limites de abrangência geográfica, desde que destinadas ao atendimento do USUÁRIO e quando observada uma das seguintes condições: Para pacientes internados que necessitem de serviço complementar em unidade localizada fora do hospital; Para transferência entre estabelecimentos hospitalares. 19. ACESSO A LIVRE ESCOLHA DOS PRESTADORES O plano não prevê acesso a livre escolha dos prestadores aos seus USUÁRIOS. 11

12 20. MECANISMOS DE REGULAÇÃO Serão dadas 6 (seis) consultas por USUÁRIO a cada ano, intercambiáveis na família, sem a cobrança da co-participação. Utilizada a cota anual, o USUÁRIO participará do custo das consultas excedentes em conformidade com o critério abaixo: Na sétima consulta, com 10% (dez por cento) do valor da consulta e dos serviços complementares dela resultantes. Na oitava consulta, com 20% (vinte por cento) do valor da consulta e dos serviços complementares dela resultantes. A partir da nona consulta, com 30% (trinta por cento) do valor da consulta e dos serviços complementares dela resultantes. Ao final do período as cotas são renovadas. As consultas não são acumulativas de um período para outro. Estão isentos desta cota anual: as gestantes, após entrega de declaração médica, durante o pré-natal até o parto, na ginecologia/obstetrícia. A gestante tem direito a 1 (uma) consulta por mês com o Ginecologista. os recém nascidos durante os primeiros doze (12) meses de vida, na pediatria. O recém-nascido tem direito a 1 (uma) consulta por mês com o Pediatra. os doentes crônicos, após declaração médica, na especialidade da doença, pelo médico assistente (somente aquele que está cuidando da sua doença), mediante autorização prévia do médico auditor. Os funcionários das empresas patrocinadoras do plano deverão realizar as consultas eletivas, dentro do horário de trabalho, no Ambulatório Médico (Serviço de Saúde) da Empresa. Estas consultas não serão computadas da cota anual. Nos casos de urgência / emergência, fora do horário de trabalho, os prontos socorros credenciados deverão ser procurados. Está garantida, em situações de divergências médicas, a respeito de autorizações prévias, a definição do impasse através de junta constituída pelo profissional solicitante ou nomeado pelo USUÁRIO, por médico da OPERADORA e por um terceiro, escolhido de comum acordo pelos dois profissionais acima nomeados, cuja remuneração ficará a cargo da OPERADORA. O plano disponibilizará uma Rede Credenciada para a utilização dos USUÁRIOS por meio de manual impresso, de acordo com o Plano oferecido e de acordo com a abrangência geográfica do Plano. 12

13 A eventual necessidade de substituição de entidade hospitalar poderá ocorrer; e, nesta situação, será substituída por outra equivalente. Tanto no caso de substituição como no eventual caso de cancelamento de um hospital credenciado, a OPERADORA comunicará a ANS e seus USUÁRIOS, com 30 (trinta) dias de antecedência, ressalvadas deste prazo mínimo os casos decorrentes de rescisão por fraude ou infração das normas sanitárias e fiscais em vigor. Na hipótese de a substituição do estabelecimento hospitalar ocorrer por vontade da operadora durante período de internação do consumidor, o estabelecimento obriga-se a manter a internação e a operadora, a pagar as despesas até a alta hospitalar, a critério médico, na forma do contrato. Excetuam-se os casos de substituição do estabelecimento hospitalar por infração às normas sanitárias em vigor, durante período de internação, quando a operadora arcará com a responsabilidade pela transferência imediata para outro estabelecimento equivalente, garantindo a continuação da assistência, sem ônus adicional para o consumidor. Em caso de redimensionamento da rede hospitalar por redução, as empresas deverão solicitar à ANS autorização expressa para tanto, informando: I - nome da entidade a ser excluída; II - capacidade operacional a ser reduzida com a exclusão; III - impacto sobre a massa assistida, a partir de parâmetros definidos pela ANS, correlacionando a necessidade de leitos e a capacidade operacional restante; e IV - justificativa para a decisão, observando a obrigatoriedade de manter cobertura com padrões de qualidade equivalente e sem ônus adicional para o consumidor. A inclusão de qualquer profissional e / ou estabelecimento do Manual de Orientação ao USUÁRIO dependerá de concordância do prestador, bem como análise técnica / médica da OPERADORA. A exclusão poderá ser efetuada por pedido do prestador ou por iniciativa da OPERADORA, respeitando o estabelecido no artigo 17 o, parágrafo 1o da Lei 9656/ FORMAÇÃO DE PREÇO O valor do plano será pós estabelecido, ou seja, quando o valor da contraprestação pecuniária é efetuado após a realização das despesas com as coberturas contratadas, sendo dividido o valor total das despesas assistenciais pela quantidade total de USUÁRIOS do plano, independentemente da utilização da cobertura. A patrocinadora é a responsável pela totalidade do pagamento da rede credenciada, bem como pela continuidade do plano de saúde. 13

14 22. PAGAMENTO DA MENSALIDADE Não se aplica ao caso, pois trata-se de um pós pagamento onde a própria OPERADORA é a responsável pela totalidade do pagamento da rede credenciada. A OPERADORA não descontará nenhum valor de seus USUÁRIOS, com exceção das coparticipações nas consultas e exames, arcando com a totalidade dos custos assistenciais e administrativos do plano. 23. REAJUSTE Não será aplicado nenhum reajuste aos USUÁRIOS. A OPERADORA não descontará nenhuma taxa fixa mensal de seus USUÁRIOS, com exceção das co-participações nas consultas e exames, arcando com a totalidade dos custos assistenciais e administrativos do plano. O reajuste das co-participações em consultas e exames se dará anualmente, com base nas tabelas negociadas com cada recurso credenciado, tendo o IPC-FIPE como índice oficial negociado para o reajuste anual dos valores a serem pagos para a rede credenciada. 24. FAIXAS ETÁRIAS Não se aplica, pois trata- se de um pós pagamento, onde, para efeitos de apuração do valor per capita, a despesa total é rateada pelo número total de USUÁRIOS, independente da faixa etária. 25. BONUS / DESCONTOS O plano não prevê a concessão de qualquer tipo de bônus ou desconto, independente do motivo. 26. REGRAS PARA INSTRUMENTOS JURÍDICOS DE PLANOS COLETIVOS Entende-se como plano ou seguro de assistência à saúde de contratação coletiva empresarial, aqueles que oferecem cobertura completa da atenção prestada à população delimitada e vinculada a pessoa jurídica. A adesão deverá ser automática na data da contratação do plano ou no ato da vinculação do consumidor à pessoa jurídica, de modo a abranger a totalidade ou a maioria absoluta da massa populacional Ao TITULAR que contribuir com o plano, em decorrência de vínculo empregatício, no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, é assegurado o direito de manter 14

15 sua condição de USUÁRIO, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o seu pagamento integral. O período de manutenção da condição de USUÁRIO será de um terço do tempo de permanência no plano, ou seu sucessor, com um mínimo assegurado de seis meses e um máximo de vinte e quatro meses. A manutenção é extensiva, obrigatoriamente, a todo o grupo familiar inscrito quando da vigência do contrato de trabalho. Em caso de morte do TITULAR, o direito de permanência é assegurado aos DEPENDENTES cobertos pelo plano. O direito assegurado neste caso não exclui vantagens obtidas pelos empregados decorrentes de negociações coletivas de trabalho. A condição prevista neste item deixará de existir quando da admissão do consumidor TITULAR em novo emprego Ao aposentado que contribuir com o plano, em decorrência de vínculo empregatício, pelo prazo mínimo de dez anos, é assegurado o direito de manutenção como USUÁRIO, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o seu pagamento integral. Ao aposentado que contribuir com o plano por prazo inferior a dez anos é assegurado o direito de manutenção como USUÁRIO, à razão de um ano para cada ano de contribuição, desde que assuma o pagamento integral do mesmo. A manutenção é extensiva, obrigatoriamente, a todo o grupo familiar inscrito quando da vigência do contrato de trabalho. Em caso de morte do TITULAR, o direito de permanência é assegurado aos DEPENDENTES cobertos pelo plano. O direito assegurado neste caso não exclui vantagens obtidas pelos empregados decorrentes de negociações coletivas de trabalho. A condição prevista neste item deixará de existir quando da admissão do consumidor TITULAR em novo emprego. Considera-se, na contagem de prazos de carência para essas modalidades de planos, o período de permanência do USUÁRIO no plano coletivo cancelado. Inclui-se no universo de USUÁRIOS todo o grupo familiar vinculado ao USUÁRIO TITULAR. 15

16 27. CONDIÇÕES DE VÍNCULO DO USUÁRIO EM PLANOS COLETIVOS Condições de vínculo do usuário: Com vínculo empregatício ativo 28. CONDIÇÕES DA PERDA DA QUALIDADE DE USUÁRIO A exclusão do TITULAR e seus DEPENDENTES será feita quando de seu desligamento da empresa, após comunicação oficial da mesma, respeitando-se os artigos 30 e 31 da Lei 9656/98 e as Resoluções 19, 20 e 21 do Consu. Fica estabelecido o prazo máximo de 30 dias contados do desligamento para o demitido/aposentado optar pela manutenção no plano, conforme os art. 2º, 6º da Res Consu 20/99 e art. 2º, 6º da Res Consu 21/99. Os USUÁRIOS DEPENDENTES serão excluídos do plano de autogestão em caso de morte do respectivo TITULAR. Também serão excluídos os DEPENDENTES que atingirem a idade limite estipulada pelo plano, com exceção dos filhos inválidos. Serão excluídos do plano os USUÁRIOS DEPENDENTES classificados como esposa ou companheira em caso de separação do USUÁRIO TITULAR. 29. RESCISÃO A eventual extinção do plano de autogestão, por definição do Conselho Deliberativo da Operadora, acarretará na perda da qualificação dos USUÁRIOS TITULARES e DEPENDENTES, ocorrendo neste caso a perda dos direitos de titularidade ou dependência. 30. SERVIÇOS E COBERTURAS ADICIONAIS O plano disponibiliza aos seus USUÁRIOS, mediante autorização prévia da auditoria médica, o serviço de assistência /internação domiciliar. 31. DISPOSIÇÕES GERAIS Será cobrado o valor de R$ 10,00 (dez reais) nos casos de perda ou uso indevido do cartão 16

17 magnético. Qualquer tolerância pelo não cumprimento das obrigações relacionadas no presente regulamento, por uma das partes, será considerada mera tolerância, não constituindo novação, renuncia a direitos, alterações tácitas de seus termos ou direitos adquiridos pela outra parte. 32. ELEIÇÃO DE FORO As partes elegem o foro de domicílio do CONTRATANTE para dirimir quaisquer dúvidas ou questões oriundas do presente regulamento, com renúncia de qualquer outro por mais privilegiado que seja. 17

Cobertura assistencial PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS. Contratos. Tipos de plano. Coberturas obrigatórias. Planos novos e adaptados SÉRIE

Cobertura assistencial PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS. Contratos. Tipos de plano. Coberturas obrigatórias. Planos novos e adaptados SÉRIE Cobertura assistencial Contratos Tipos de plano Coberturas obrigatórias Planos novos e adaptados SÉRIE PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS Cobertura assistencial SÉRIE PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS

Leia mais

COBERTURA ASSISTENCIAL - INFORMAÇÕES INDISPENSÁVEIS AO CONSUMIDOR -

COBERTURA ASSISTENCIAL - INFORMAÇÕES INDISPENSÁVEIS AO CONSUMIDOR - COBERTURA ASSISTENCIAL - INFORMAÇÕES INDISPENSÁVEIS AO CONSUMIDOR - A cobertura assistencial é um conjunto de direitos a que o consumidor faz jus ao contratar um plano de saúde. A extensão da cobertura

Leia mais

Atualizado em JANEIRO/2009 Informações e tabelas de preços cedidas pela UNIMED Guarapuava

Atualizado em JANEIRO/2009 Informações e tabelas de preços cedidas pela UNIMED Guarapuava A Unimed Guarapuava, tem por objetivo, oferecer sempre as melhores opções, com produtos que supram a necessidade de nossos clientes, garantindo-lhes inúmeras vantagens como: cobertura mais ampla, profissionais

Leia mais

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO Tabela Comercial UNIFAMÍLIA EMPRESARIAL POR ADESÃO COPARTICIPATIVO 50% Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia Cobertura de consultas médicas de pré-natal, exames complementares bem como atendimentos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPELA DE SANTANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPELA DE SANTANA ANEXO I CARACTERÍSITCAS DO OBJETO Objeto: Contratação de operadora de plano de assistência médico-hospitalar, compreendendo os serviços clínicos e cirúrgicos, ambulatoriais, internação clínica, cirúrgica

Leia mais

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, tendo

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, tendo Minuta de Resolução Normativa RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº XXX, DE 0XX DE XXXXXXXXX DE 2007. Atualiza o Rol de Procedimentos que constitui a referência básica para cobertura assistencial nos planos privados

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008.

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008. Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que constitui a referência básica para cobertura assistencial nos planos privados de assistência

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA BÁSICO DE PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (Anexo da Portaria Normativa SRH/MP nº 01, de 27 de dezembro de 2007)

TERMO DE REFERÊNCIA BÁSICO DE PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (Anexo da Portaria Normativa SRH/MP nº 01, de 27 de dezembro de 2007) TERMO DE REFERÊNCIA BÁSICO DE PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (Anexo da Portaria Normativa SRH/MP nº 01, de 27 de dezembro de 2007) 1. OBJETO 1.1. O presente instrumento tem por objeto regular o plano de

Leia mais

ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA:

ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA: C o b e r t u r a C o n t r a t u a l ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA: -ATENDIMENTO 24 horas; I - AS CONSULTAS DE URGÊNCIA serão realizadas com médico plantonista no HOSPITAL

Leia mais

Tira dúvidas Planos de Saúde

Tira dúvidas Planos de Saúde Tira dúvidas Planos de Saúde TEMAS Saúde Suplementar Embora o direito à saúde seja um dever constitucional, o Estado permite à iniciativa privada a prestação de serviços de assistência à saúde. Os serviços

Leia mais

Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08

Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08 Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL BRASÍLIA - DF AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR RESOLUÇÃO NORMATIVA No- 167, DE 9 DE JANEIRO DE

Leia mais

COBERTURAS E CARÊNCIAS:

COBERTURAS E CARÊNCIAS: PLANO REGIONAL E LOCAL UNIVERSITARIO PESSOA FÍSICA Lei 9656/98 ANS Beneficiários que residem em Guaratinguetá, Aparecida, Cunha ou Potim Definições: Unimed: Cooperativa de Trabalho Médico, regida pela

Leia mais

Dados do Titular: Adesão ( ), Inclusão ( ), Alteração ( ), Exclusão ( ). Nome: Mãe: Endereço Bairro: Cidade: UF: CEP:

Dados do Titular: Adesão ( ), Inclusão ( ), Alteração ( ), Exclusão ( ). Nome: Mãe: Endereço Bairro: Cidade: UF: CEP: Requerimento de: Adesão ( ), Inclusão ( ), Alteração ( ), Exclusão ( ). Plano: Padrão ( ) ou Especial ( ) Código MT - SAUDE: Titular ( ), Dependente ( ), Agregados ( ) Dados do Titular: Adesão ( ), Inclusão

Leia mais

Apresentação. Prezado beneficiário,

Apresentação. Prezado beneficiário, LANOIII Apresentação Prezado beneficiário, Visando dar continuidade à prestação dos melhores serviços em saúde e promover uma melhor qualidade de vida ao beneficiário, a CompesaPrev apresenta o CompesaSaúde

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO AMIL

MANUAL DE UTILIZAÇÃO AMIL MANUAL DE UTILIZAÇÃO AMIL Preocupada com a qualidade do benefício mais nobre que uma empresa pode oferecer aos seus funcionários, a CULTURA INGLESA renovou com a AMIL a parceria que dura mais de 17 anos.

Leia mais

Manual do Usuário do Plano CELOS Saúde Agregados PLANO CELOS SAÚDE

Manual do Usuário do Plano CELOS Saúde Agregados PLANO CELOS SAÚDE MANUAL DO USUÁRIO DO PLANO CELOS SAÚDE AGREGADOS Revisado em 04/05/2011 O objetivo deste manual é orientar os usuários sobre a correta utilização do. As informações e instruções aqui contidas devem ser

Leia mais

Associação Policial de Assistência à Saúde. Ministério da Saúde Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos Sistema de Registro de Planos de Saúde

Associação Policial de Assistência à Saúde. Ministério da Saúde Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos Sistema de Registro de Planos de Saúde A P A S M a r í l i a Associação Policial de Assistência à Saúde Rua. Rio Grande do Sul n.º 121 - Centro - Cep. 17.509.130 - Marília - SP. CNPJ.: 57.272.510/0001-35 Fone/Fax.: (014)3433-1313 e 3413-5040

Leia mais

CONVÊNIOS DE SERVIÇOS MÉDICOS 1º - CENTRO HOSPITALAR ATIBAIA S/C LTDA CLIMED SAÚDE

CONVÊNIOS DE SERVIÇOS MÉDICOS 1º - CENTRO HOSPITALAR ATIBAIA S/C LTDA CLIMED SAÚDE CONVÊNIOS DE SERVIÇOS MÉDICOS 1º - CENTRO HOSPITALAR ATIBAIA S/C LTDA CLIMED SAÚDE Empresa operadora de Planos de Assistência à Saúde com sede em Atibaia, à Rua Bahia, nº. 342, Bairro Estoril, inscrita

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011.

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011. Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde previstos na RN nº 211, de 11 de janeiro de 2010. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de

Leia mais

Associação Policial de Assistência à Saúde. Ministério da Saúde Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos Sistema de Registro de Planos de Saúde

Associação Policial de Assistência à Saúde. Ministério da Saúde Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos Sistema de Registro de Planos de Saúde A P A S M a r í l i a Associação Policial de Assistência à Saúde Rua. Rio Grande do Sul n.º 121 - Centro - Cep. 17.509.130 - Marília - SP. CNPJ.: 57.272.510/0001-35 Fone/Fax.: (014)3433-1313 e 3413-5040

Leia mais

www.santahelenasuade.com.brmecanismos de

www.santahelenasuade.com.brmecanismos de 1 www.santahelenasuade.com.brmecanismos de Regulação 2 A CONTRATADA colocará à disposição dos beneficiários do Plano Privado de Assistência à Saúde, a que alude o Contrato, para a cobertura assistencial

Leia mais

Associação Policial de Assistência à Saúde

Associação Policial de Assistência à Saúde A P A S M a r í l i a Associação Policial de Assistência à Saúde Rua. Rio Grande do Sul n.º 121 - Centro - Cep. 17.509.130 - Marília - SP. CNPJ.: 57.272.510/0001-35 Fone/Fax.: (014)3433-1313 e 3413-5040

Leia mais

SulAmérica Saúde PME

SulAmérica Saúde PME SulAmérica Saúde PME SulAmérica Saúde PME Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais ANS - Nº 000043 0057.8013.0797 Índice Condições Gerais do Contrato de Seguro Saúde PME Modalidade Ambulatorial

Leia mais

PORTARIA MPOG/SRH Nº 1.983, DE 05 DE DEZEMBRO DE 2006 - DOU DE 06/12/2006

<!ID852972-1> PORTARIA MPOG/SRH Nº 1.983, DE 05 DE DEZEMBRO DE 2006 - DOU DE 06/12/2006 PORTARIA MPOG/SRH Nº 1.983, DE 05 DE DEZEMBRO DE 2006 - DOU DE 06/12/2006 Estabelece orientações aos órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal - SIPEC sobre

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE: CONHEÇA SEUS DIREITOS CONTRA ABUSOS E ARMADILHAS

PLANOS DE SAÚDE: CONHEÇA SEUS DIREITOS CONTRA ABUSOS E ARMADILHAS PLANOS DE SAÚDE: CONHEÇA SEUS DIREITOS CONTRA ABUSOS E ARMADILHAS PLANOS DE SAÚDE: CONHEÇA SEUS DIREITOS CONTRA ABUSOS E ARMADILHAS Direito de todos e dever do Estado! Como determina a Constituição Federal

Leia mais

SAÚDE PAS MEDICINA & ODONTO Plano COMPLETO

SAÚDE PAS MEDICINA & ODONTO Plano COMPLETO Registro ANS: 40924-3 C.N.P.J: 03.424.929/0001-36 Razão Social: SAÚDE PAS MEDICINA E ODONTO Plano: COMPLETO Contratação: Coletivo por Adesão Abrangência Geográfica: Estadual Segmentação Assistencial: Ambulatorial

Leia mais

ANEXO I. RECLASSIFICAÇÃO PELA RN 195/2009 Vínculo do Beneficiário INFORMAÇÃO DO REGISTRO DE PRODUTO ATÉ A RN 195/2009

ANEXO I. RECLASSIFICAÇÃO PELA RN 195/2009 Vínculo do Beneficiário INFORMAÇÃO DO REGISTRO DE PRODUTO ATÉ A RN 195/2009 ANEXO I INFORMAÇÃO DO REGISTRO DE PRODUTO ATÉ A RN 195/2009 Tipo de Contratação Vínculo do Beneficiário Tipo de Contratação RECLASSIFICAÇÃO PELA RN 195/2009 Vínculo do Beneficiário 1 Coletivo Empresarial

Leia mais

Caixa de Asssistência dos Servidores Fazendários Estaduais 1

Caixa de Asssistência dos Servidores Fazendários Estaduais 1 Servidores Fazendários Estaduais 1 TEMA I ATRIBUTOS DO CONTRATO TEMA II CONDIÇÕES DE ADMISSÃO Tema III COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS Tema IV EXCLUSÕES DE COBERTURA Tema V DURAÇÃO DO CONTRATO Tema

Leia mais

Associação Unisaúde Marau MANUAL DO USUÁRIO. Manual do Usuário

Associação Unisaúde Marau MANUAL DO USUÁRIO. Manual do Usuário Associação Unisaúde Marau MANUAL DO USUÁRIO Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO. QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA DE PLANO DE SAÚDE... 3 2. CARACTERÍSTICAS DO PLANO... 3 2.. Objetivo... 3 2.2. Nome comercial

Leia mais

CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA

CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA DIFERENÇAS DOS TIPOS DE CONTRATATAÇÃO (Redação dada pela RN nº 379, de 01/06/2015) Planos individuais ou familiares: São aqueles

Leia mais

Razão Social: ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE JOINVILLE I - QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA

Razão Social: ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE JOINVILLE I - QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA Registro ANS: 414913 C.N.P.J: 81.140.873/0001-00 Razão Social: ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE JOINVILLE Plano: Plano Básico 1 Registro: 459.883/09-1 Data de Registro:

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013.

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013. PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM Santa Maria, 06 de Junho de 2013. INTRODUÇÃO Trata-se de uma proposta de Plano de Saúde no sistema de pré-pagamento para atender os associados da ASSUFSM de Santa Maria/RS,

Leia mais

SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP

SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP 1. OBJETO: 1.1. A presente proposta tem por objeto disponibilizar seguros saúde da Sul América Seguros Saúde S.A., operadora registrada na Agência Nacional de Saúde Suplementar

Leia mais

Realizado em 07/2007 Versão: 1

Realizado em 07/2007 Versão: 1 Sumário Este manual refere-se exclusivamente ao seu plano de saúde, não contemplando os possíveis produtos acessórios oferecidos pela Unimed Vitória, como: SOS, Planos Odontológicos e PBM (Plano de Benefício

Leia mais

Guia Prático. do seu PLANO DE SAÚDE. Rio

Guia Prático. do seu PLANO DE SAÚDE. Rio Guia Prático do seu PLANO DE SAÚDE Rio Bem -vindo à ALIANÇA ADMINISTRADORA! Sumário Informações Importantes...3 Guia de Leitura Contratual...6 Manual de Orientação para Contratação de Plano de Saúde...8

Leia mais

1) Quais são os planos de assistência à saúde disponibilizados pela CAAPI/UNIMED?

1) Quais são os planos de assistência à saúde disponibilizados pela CAAPI/UNIMED? PERGUNTAS FREQUENTES: 1) Quais são os planos de assistência à saúde disponibilizados pela CAAPI/UNIMED? Nacional Univida e Estadual Unimulti. Preços e faixas etárias você encontra em novas adesões. 1)

Leia mais

SulAmérica Saúde PME

SulAmérica Saúde PME SulAmérica Saúde PME SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais ANS - Nº 000043 0057.8012.0597 Índice Condições Gerais do Contrato de Seguro Saúde PME Modalidade Hospitalar com Obstetrícia

Leia mais

ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS

ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS Este aditivo é parte integrante do Seguro Saúde contratado pelo Estipulante abaixo indicado, bem como de suas Condições Gerais. Número

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DO(A) CONTRATANTE OU SEU REPRESENTANTE/ASSISTENTE: Razão Social: CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINARIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA

QUALIFICAÇÃO DO(A) CONTRATANTE OU SEU REPRESENTANTE/ASSISTENTE: Razão Social: CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINARIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE CONTRATO N. UNIFLEX NACIONAL APTO CO-PARTICIPAÇÃO 50% COLETIVO POR ADESÃO SEM PATROCINADOR PLANO AMBULATORIAL + HOSPITALAR COM OBSTETRÍCIA ACOMODAÇÃO INDIVIDUAL QUALIFICAÇÃO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PLANO COLETIVO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PLANO COLETIVO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PLANO COLETIVO 1 - QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA Multiclínica Serviços de Saúde Ltda, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o número

Leia mais

Seguro Saúde Coletivo Empresarial

Seguro Saúde Coletivo Empresarial Seguro Saúde Produto Fit Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais ANS nº 000043 0073.0001.0397 Índice Condições Gerais do Contrato de Seguro Saúde Produto Fit Modalidade Ambulatorial

Leia mais

Apresentação...05. Dicas para melhor utilização do seu plano...05. Como funciona seu plano...06

Apresentação...05. Dicas para melhor utilização do seu plano...05. Como funciona seu plano...06 Este manual refere-se exclusivamente ao seu plano de saúde, não contemplando os possíveis produtos acessórios oferecidos pela Unimed Vitória, como: SOS, Planos Odontológicos e PBM (Plano de Benefício de

Leia mais

CAIXA ASSISTENCIAL UNIVERSITÁRIA DO RIO DE JANEIRO - CAURJ PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ENFERMARIA BÁSICO

CAIXA ASSISTENCIAL UNIVERSITÁRIA DO RIO DE JANEIRO - CAURJ PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ENFERMARIA BÁSICO CAIXA ASSISTENCIAL UNIVERSITÁRIA DO RIO DE JANEIRO - CAURJ PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ENFERMARIA BÁSICO REGULAMENTO DO PLANO ENFERMARIA BÁSICO DA CAURJ* (*REGISTRADO NA ANS SOB O Nº. 426.433/99-9) I.

Leia mais

PROGRA M A DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PAS/SERPRO MANUAL DO USUÁRIO IMPORTANTE

PROGRA M A DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PAS/SERPRO MANUAL DO USUÁRIO IMPORTANTE PROGRA M A DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PAS/SERPRO MANUAL DO USUÁRIO IMPORTANTE O PAS/SERPRO em Convênio de Reciprocidade com a CASSI foi criado de maneira a possibilitar o acesso de todos os empregados e seus

Leia mais

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia. Condições Gerais 03 a 29 vidas

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia. Condições Gerais 03 a 29 vidas SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais 03 a 29 vidas Versão 05 Vigência Fevereiro/2014 Contrato nº 0058.0044.0597 Cod.553 Cod.553 SulAmérica Saúde PME Índice SulAmérica Saúde

Leia mais

Modelo 5 COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS... 6 7 CARÊNCIAS...10 8 SAÚDE MENTAL...11 9 MENSALIDADES... 12 CLÁUSULA OBJETO PÁGINA

Modelo 5 COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS... 6 7 CARÊNCIAS...10 8 SAÚDE MENTAL...11 9 MENSALIDADES... 12 CLÁUSULA OBJETO PÁGINA CLÁUSULA OBJETO PÁGINA 1 2 PARTES INTEGRANTES / CONTRATAÇÃO...........................................1 OBJETO / ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA E ATUAÇÃO................................. 2 3 DEFINIÇÕES.....................................................................

Leia mais

CONTRATO DO PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAFAZ MASTER SAÚDE

CONTRATO DO PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAFAZ MASTER SAÚDE CONTRATO DO PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAFAZ MASTER SAÚDE CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES FAZENDÁRIOS ESTADUAIS - CAFAZ, com sede na Cidade Fortaleza, Estado do Ceará, na Avenida Francisco Sá, nº.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS TERMO DE CREDENCIAMENTO N 02/09 Processo Administrativo n 09/10/14.340 Interessado: Secretaria Municipal de Recursos Humanos Objeto: Assistência à Saúde, através de Plano de Contratação Coletiva por Adesão,

Leia mais

Contrato de Adesão Nº CAPÍTULO I. ANS - n.º 34665-9

Contrato de Adesão Nº CAPÍTULO I. ANS - n.º 34665-9 ANS - n.º 34665-9 Contrato de Adesão Nº CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL - CASSI, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos, com sede no SGAS 613, Conjunto

Leia mais

Regulamento do Plano de Assistência à Saúde NOVO FEAS

Regulamento do Plano de Assistência à Saúde NOVO FEAS Regulamento do Plano de Assistência à Saúde NOVO FEAS (inscrito na ANS sob o nº 469.503/13-8) 1 Capítulo I DOS ATRIBUTOS DO REGULAMENTO Art. 1º O presente Regulamento tem por objetivo assegurar a prestação

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANO DE SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO. Edição: 25/02/14

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANO DE SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO. Edição: 25/02/14 MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANO DE SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO Edição: 25/02/14 Direito de migrar para plano individual ou familiar aproveitando carência do plano coletivo empresarial Os beneficiários

Leia mais

ANEXO II MANUAL DO CREDENCIADO

ANEXO II MANUAL DO CREDENCIADO ANEXO II MANUAL DO CREDENCIADO ESTE MANUAL TEM POR OBJETIVO FORNECER ORIENTAÇÃO GERAL AOS PROFISSIONAIS E INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS DO SISTEMA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA SUPLETIVA DA CESAN. O FIEL CUMPRIMENTO

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 30 DE JULHO DE 2009

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 30 DE JULHO DE 2009 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 30 DE JULHO DE 2009 Estabelece orientações aos órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil da

Leia mais

CONTRATO DE COBERTURA DE DESPESAS COM ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO FENIX 2020 AD 450.436/04-4 TAURUS 3030 AD 450.

CONTRATO DE COBERTURA DE DESPESAS COM ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO FENIX 2020 AD 450.436/04-4 TAURUS 3030 AD 450. CONTRATO DE COBERTURA DE DESPESAS COM ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO PLANOS NÚMERO NA ANS FENIX 2020 AD 450.436/04-4 TAURUS 3030 AD 450.437/04-2 GEMINI 4040 AD 450.438/04-1 PEGASUS 5050 AD 450.439/04-9

Leia mais

CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE

CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE 1 CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE Ao contratar um Plano ou Seguro Saúde se faz necessário analisar alguns pontos como as questões das carências, das doenças pré-existentes, coberturas de emergências

Leia mais

CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA

CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA Solicite sempre os dados do representante responsável pela venda de seu plano, ele é um importante canal para tirar suas dúvidas

Leia mais

ANEXO I CARACTERÍSTICAS GERAIS PARA INSTRUMENTOS JURÍDICOS A SEREM FORMALIZADOS COM BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE

ANEXO I CARACTERÍSTICAS GERAIS PARA INSTRUMENTOS JURÍDICOS A SEREM FORMALIZADOS COM BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE ANEXO I CARACTERÍSTICAS GERAIS PARA INSTRUMENTOS JURÍDICOS A SEREM FORMALIZADOS COM BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Os instrumentos jurídicos (contrato, regulamento ou outra forma) que formalizem a relação

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010.

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010. Estabelece orientações aos órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil

Leia mais

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais ANS - nº 000043 Contrato nº 0058.0044.0197 Índice SulAmérica Saúde PME Modalidade Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais...1 1 Qualificação

Leia mais

CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Ministério da Saúde ANS Resolução Normativa RN Nº. 279, de 24.11.2011: Dispõe sobre a regulamentação dos artigos 30 e 31 da Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, e revoga as Resoluções do CONSU Nº. 20 e

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Funcionamento de um plano de autogestão: Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida com recursos dos associados e da patrocinadora

Leia mais

Condições. Índice. Pagamento

Condições. Índice. Pagamento Índice Condições Gerais Pré Pagamento CNPJ: 13.223.975/0001-20. O grupo Caixa Seguradora reúne empresas de Seguros, Previdência, Consórcios, Capitalização e Saúde. Apresentação Caro (a) Cliente, Seja bem-vindo

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INCLUSÃO NO MATO GROSSO SAÚDE

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INCLUSÃO NO MATO GROSSO SAÚDE MATO GROSSO SAÚDE INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES DO ESTADO DE MATO GROSSO GOVERNO DE MATO GROSSO ESTADO DE TRANSFORMAÇÃO Fone: (65) 3613-7735 Fone/Fax: (65) 3613-7786 Avenida Historiador

Leia mais

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA No- 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA No- 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010 Nº 196, quarta-feira, 13 de outubro de 2010 ISSN 1677-7042 45 SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA No- 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010 Estabelece orientações aos órgãos e entidades do Sistema

Leia mais

VOCÊ JÁ CONHECE O PLANO DE SAÚDE DA UNIMED COM O SINTRAM?

VOCÊ JÁ CONHECE O PLANO DE SAÚDE DA UNIMED COM O SINTRAM? PLANO 6531 VOCÊ JÁ CONHECE O PLANO DE SAÚDE DA UNIMED COM O SINTRAM? É com satisfação que lhe apresentamos o UNIPAR 100. Um plano de saúde participativo, regulamentado pela Lei 9656/98, que garante ao

Leia mais

SulAmérica Saúde Coletivo por Adesão. Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais. Contrato nº 0000.0000.0097

SulAmérica Saúde Coletivo por Adesão. Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais. Contrato nº 0000.0000.0097 SulAmérica Saúde Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais Contrato nº 0000.0000.0097 446 446 Índice SulAmérica Saúde Hospitalar com Obstetrícia 1. Qualificação da Operadora... 1 2. Qualificação do Contratante...

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre a regulamentação dos artigos 30 e 31 da Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, e revoga as Resoluções do CONSU nºs 20 e 21, de 7 de

Leia mais

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia. Condições Gerais 03 a 29 vidas

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia. Condições Gerais 03 a 29 vidas SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais 03 a 29 vidas Versão 04 Contrato nº 0058.0044.0497 Cod.553 Índice SulAmérica Saúde PME Modalidade Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais...

Leia mais

1 Cartilha de Extensão de Benefício do Plano de Saúde Coletivo Empresarial aos

1 Cartilha de Extensão de Benefício do Plano de Saúde Coletivo Empresarial aos Cartilha de Extensão de Benefício do Plano de Saúde Coletivo Empresarial aos Beneficiários Contributários Demitidos ou Exonerados Sem Justa Causa e/ou RN nº 279, da ANS, de 24 de novembro de 2011, a qual

Leia mais

Associação dos Auditores Fiscais do Estado da Paraíba

Associação dos Auditores Fiscais do Estado da Paraíba Adaptação do Serviço de Assistência Médica Hospitalar da Associação dos Auditores Fiscais do Estado da Paraíba, denominado Afrafep Saúde, à Lei 9.656, de 3 de junho de 1998. Na forma como dispõe a Resolução

Leia mais

CAURJ CAIXA ASSISTENCIAL UNIVERSITÁRIA DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO APROVADO EM 27/04/2005 PLANO AMBULATORIAL

CAURJ CAIXA ASSISTENCIAL UNIVERSITÁRIA DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO APROVADO EM 27/04/2005 PLANO AMBULATORIAL CAURJ CAIXA ASSISTENCIAL UNIVERSITÁRIA DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO APROVADO EM 27/04/2005 PLANO AMBULATORIAL REGULAMENTO DO PLANO AMBULATORIAL DA CAURJ* (*ENTIDADE REGISTRADA SOB O Nº. 34.782 PLANO REGISTRADO

Leia mais

Manual do contrato coletivo por adesão celebrado entre a AIPESP e a Medial Saúde.

Manual do contrato coletivo por adesão celebrado entre a AIPESP e a Medial Saúde. Manual do contrato coletivo por adesão celebrado entre a AIPESP e a Medial Saúde. Proposta de adesão Para usar da maneira mais adequada o plano de saúde e preservar a qualidade do benefício é muito importante

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO Rua Mário Prandini, 849 Centro Itapeva/SP Tel: (15) 3521-9505 www.santacasadeitapeva.org.br E-mail : atendimento@santacasadeitapeva.org.br APRESENTAÇÃO Prezado Beneficiário,

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE DIFERENÇAS ENTRE PLANOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE DIFERENÇAS ENTRE PLANOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS Operadora: ELOSAÚDE - CNPJ: 11.593.821/0001-03 03 - N ANS: 41729-7 - Site: www.elosaude.com.br - Tel.: (48) 3298-5555 MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE DIFERENÇAS ENTRE PLANOS INDIVIDUAIS

Leia mais

VERSÃO 2013 (*) Para facilitar o entendimento do contido neste Regulamento Interno, fica definido que:

VERSÃO 2013 (*) Para facilitar o entendimento do contido neste Regulamento Interno, fica definido que: REGULAMENTO INTERNO DO PLANO DE SAÚDE DA PATROCINADORA SERCOMTEL S.A. - TELECOMUNICAÇÕES, ADMINISTRADO PELA SUPRE (autorização pelo OFÍCIO Nº. 3141/SPC/COJ, DE 31/10/2000) 1. Da Finalidade VERSÃO 2013

Leia mais

PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ESPECIAL

PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ESPECIAL CAURJ CAIXA ASSISTENCIAL UNIVERSITÁRIA DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO APROVADO EM 27/04/2005 PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ESPECIAL REGULAMENTO DO PLANO ASSISTENCIAL ESPECIAL* (*ENTIDADE REGISTRADA NA ANS

Leia mais

SulAmérica Saúde Empresarial Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais

SulAmérica Saúde Empresarial Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais SulAmérica Saúde Empresarial Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais ANS - nº 000043 Contrato nº 0058.0045.0097 Índice SulAmérica Saúde Empresarial Modalidade Hospitalar com Obstetrícia Condições

Leia mais

CONTRATO CAFAZ MASTER

CONTRATO CAFAZ MASTER CONTRATO CAFAZ MASTER 1 ÍNDICE CLÁUSULAS PRIMEIRA SEGUNDA TERCEIRA QUARTA QUINTA SEXTA SÉTIMA OITAVA NONA DÉCIMA DÉCIMA PRIMEIRA DÉCIMA SEGUNDA DÉCIMA TERCEIRA DÉCIMA QUARTA DÉCIMA QUINTA DÉCIMA SEXTA

Leia mais

Plano: CLIMOL PLUS PRATA REGISTRO: 456.893-081

Plano: CLIMOL PLUS PRATA REGISTRO: 456.893-081 Plano: CLIMOL PLUS PRATA REGISTRO: 456.893-081 Razão Social: CLIMOL CLINICA MÉDICA E ODONTOLÓGICA SÃO FRANCISCO DE ASSIS LTDA. Registro CNPJ: 40277-0 32.076.630/0001-36 Nº Registro: 456.893/08-1 Ambulatorial

Leia mais

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA FÍSICA 110A CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA FÍSICA 110A CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA 1 QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA.......................................... 1 2 QUALIFICAÇÃO DA CONTRATANTE......................................... 1 3 NOME COMERCIAL E NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2007

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2007 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2007 Estabelece orientações aos órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 1 Brasília/DF - 2007 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das Guias

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de Plano de Saúde

Manual de Orientação para contratação de Plano de Saúde Operadora: Allianz Saúde CNPJ: 04.439.627/0001-0 Nº de registro na ANS: 00051-5 Nº de registro do produto: conforme contratado pelo estipulante Site: www.allianz.com.br Telefone: 0800 7228148 Manual de

Leia mais

Rua Visconde de Inhaúma, 38-9º Andar, Sala 902 - Centro - Rio de Janeiro - RJ - 20091-007 Tel.: (21) 2216-6900.

Rua Visconde de Inhaúma, 38-9º Andar, Sala 902 - Centro - Rio de Janeiro - RJ - 20091-007 Tel.: (21) 2216-6900. ADITIVO CONTRATUAL AO CONTRATO CELEBRADO ENTRE SALUTAR SAÚDE SEGURADORA S.A, O SINDICATO DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO LIVRE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E AS EMPRESAS ASSOCIADAS À SINDELIVRERIO. 1 SALUTAR

Leia mais

Cartilha de Extensão de Benefício do. Beneficiários Contributários Demitidos. ou Exonerados Sem Justa Causa e/ou. Aposentados

Cartilha de Extensão de Benefício do. Beneficiários Contributários Demitidos. ou Exonerados Sem Justa Causa e/ou. Aposentados Cartilha de Extensão de Benefício do Seguro-saúde Empresarial aos Beneficiários Contributários Demitidos ou Exonerados Sem Justa Causa e/ou Aposentados Dezembro / 2013 Índice Introdução... 02 1. Definições...

Leia mais

CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia -

CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia - CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia - Registro da Operadora na ANS nº 36.656-1 SUPER BEM - INDIVIDUAL E/OU FAMILIAR Registro dos

Leia mais

3 Há alguma carência na adaptação de contrato, ou seja, quando o beneficiário já possui um plano?

3 Há alguma carência na adaptação de contrato, ou seja, quando o beneficiário já possui um plano? Navegue pelas perguntas mais frequentes respondidas pelo Santa Casa Saúde. Se sua dúvida não estiver nesta página ou as respostas não forem esclarecedoras, procure orientações no site através do link Atendimento,

Leia mais

Plano de Assistência Médica

Plano de Assistência Médica Sociedade Meridional de Educação (Some) União Sul Brasileira de Educação e Ensino (USBEE) Plano de Assistência Médica NORMA Atualizada em de 22/09/2015 Todo empregado das Mantenedoras Sociedade Meridional

Leia mais

ÍNDICE. Cláusula Primeira - Qualificação da operadora...01. Cláusula Segunda - Qualificação do contratante...01

ÍNDICE. Cláusula Primeira - Qualificação da operadora...01. Cláusula Segunda - Qualificação do contratante...01 ÍNDICE Cláusula Primeira - Qualificação da operadora...01 Cláusula Segunda - Qualificação do contratante...01 Cláusula Terceira - Objeto do contrato...02 Cláusula Quarta - Natureza do contrato...02 Cláusula

Leia mais

Carência Doenças e Lesões Preexistentes Urgência e Emergência

Carência Doenças e Lesões Preexistentes Urgência e Emergência Carência Doenças e Lesões Preexistentes Urgência e Emergência Prazos de carência Cheque-caução Preenchimento da declaração de saúde SÉRIE PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS Carência Doenças e Lesões

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA (UN005/0312-ANS Nº 39.332-1) CELEBRADO ENTRE O TI-Rio E A UNIMED-RIO EMPRESA ADERENTE

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA (UN005/0312-ANS Nº 39.332-1) CELEBRADO ENTRE O TI-Rio E A UNIMED-RIO EMPRESA ADERENTE TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA (UN005/0312-ANS Nº 39.332-1) CELEBRADO ENTRE O TI-Rio E A UNIMED-RIO Razão Social CNPJ n Endereço EMPRESA ADERENTE Inscrição Municipal Código

Leia mais