Medidas de Rendibilidade e Risco

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Medidas de Rendibilidade e Risco"

Transcrição

1 30 de Setembro de 2014 Nº 118 Medidas de Rendibilidade e Risco Com a Colaboração da: FUNDOS DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO E FUNDOS DE PENSÕES ABERTOS 31 Agosto 2014 Classificações Número Montantes F.I.M. sob gestão (10 6 Euro) F.I.M. ACÇÕES 56 1, F. Acções Nacionais F. Ac. UE / Suíça / Noruega F. Acções América do Norte F. Acções Sectoriais Outros F. Acções Internac F. PPA F. Índice F.I.M. OBRIGAÇÕES 27 1, F. Obrigações Euro 26 1, F. Obrigações Internacionais F.I.M. TESOURARIA 16 2, F. Merc. Monetário Euro 4 1, F. Tesouraria Euro 12 1, OUTROS F.I.M , F. Mistos Pred. Obrigações F. Mistos Pred. Acções F. PPR F. Fundos Pred. Obrigações F. Fundos Mistos F. Fundos Pred. Acções F. C/ Protecção de Capital Outros Fundos F. Flexíveis F.E.I. de Acções F.E.I. de Obrigações F.E.I. de Retorno Absoluto F.E.I. Monetário Curto Prazo F.E.I. Monetário F.E.I. de Curto Prazo F.E.I. Mistos F.E.I. Imobiliários 0 -. F.E.I. Flexíveis Outros F.E.I. 20 1, Total F.I.M , Montantes sob Gestão F.I.M. - Agosto de 2014 (milhões Euro). F. Obrigações Euro. F. Mercado Monetário Euro. F. Tesouraria Euro. Outros F. E.I.. F. PPR/E. F. Flexíveis. F. E.I. Monetário. F. E.I. de Obrigações. F. Fundos Pred. Obrigações. F. E.I. Monetário Curto Prazo. F. com Protecção de Capital. F. E.I. de Curto Prazo. F. Acções UE, Suí., Nor.. F. Acções Nacionais. Outros F. Acções Internac.. Outros Fundos. F. Fundos Mistos. F. Mistos Obrigações. F. Acções da América do Norte. Outras Categorias Sociedades Gestoras Quota Tx. Cresc. de Fundos de Mercado Mensal Investimento Mobiliário Ago-2014 % Banif Gestão de Activos Barclays Wealth Managers Portugal BBVA Gest BPI Gestão de Activos Patris Gestão Activos Concentração do Mercado (FIM) - Agosto de 2014 Santander Asset Management 13.16% BPI Gestão de Activos 16.16% Millennium BCP Gestão de Activos 12.31% ESAF - F.I.M % Caixagest Crédito Agrícola Gest Dunas Capital - Gestão de Activos ESAF - F.I.M Invest Gestão de Activos Caixagest 30.83% Outros 4.20% Banif Gestão de Activos 4.07% Crédito Agrícola Gest 3.02% Montepio Gestão de Activos 2.77% Barclays Wealth Managers Portugal 2.76% MCO Millennium BCP Gestão de Activos Outros = 4,20% MNF Gestão de Activos Patris Gestão Activos Invest Gestão de Activos 0.03% 0.10% Montepio Gestão de Activos MCO2 0.33% Popular Gestão de Activos Santander Asset Management MNF Gestão de Activos Dunas Capital - Gestão de Activos Popular Gestão de Activos 0.33% 1.02% 1.15% TOTAL BBVA Gest 1.24% 0.0% 0.5% 1.0% 1.5% 2.0% 2.5%

2 CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE Sociedade Pol. Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora de Correntes mínimo de Reembolso 31-Ago Set Dez Dez Dist 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nºdias úteis 10 6 Euro Euro Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos FUNDOS DO MERCADO MONETÁRIO EURO F.I.M. Caixagest Liquidez Caixagest C % 0.0% Min: 0% 100 euros 1 1, F.I.M. CA Monetário Crédito Agrícola Gest C 0.26% 0% 0% 500 euros F.I.M. Montepio Monetário de Curto Prazo* Montepio Gestão de Activos C 0.66% 0% 0% euros * - O Fundo Montepio Monetário passou a denominar-se Montepio Monetário de Curto Prazo FUNDOS DE TESOURARIA EURO F.I.M. Banif Euro Tesouraria Banif Gestão Activos C % 0% Min: 0% 50 euros F.I.M. BBVA Cash BBVA Gest C % 0% 0% 100 euros F.I.M. BPI Liquidez BPI Gestão Activos C 0.544% 0% 0% 250 euros F.I.M. Banco BIC Tesouraria - Categoria A EUR Dunas Capital - Gestão de Activos C % 0.0% 0% euros F.I.M. Espírito Santo Tesouraria Ativa* Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Millennium Liquidez Millennium BCP Gestão de Activos C 0.55% 0.0% 0% 250 euros F.I.M. Montepio Tesouraria Montepio Gestão de Activos C 0.76% 0% 0% euros F.I.M. Popular Tesouraria Popular Gestão de Activos C 0.75% 0% 0% 100 euros F.I.M. Santander MultiTesouraria Santander Asset Management C % 0% 0% 500 euros * - O Fundo Espírito Santo Monetário passou a denominar-se Espírito Santo Tesouraria Ativa FUNDOS DE OBRIGAÇÕES TAXA INDEXADA EURO F.I.M. Caixagest Activos Curto Prazo Caixagest C % 0% Min: 0% euros F.I.M. Caixagest Obrigações* Caixagest D % 0% 0%<x<1% euros F.I.M. Caixagest Obrigações Mais Caixagest C % 0.0% 0%<x<1% 100 euros F.I.M. Postal Capitalização Caixagest C % 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. CA Rendimento* Crédito Agrícola Gest C 0.79% 0% 0% 250 euros F.I.M. Esp. Santo Capitalização Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Esp. Santo Renda Mensal Esaf - F.I.M. D % 0% 0% 250 euros F.I.M. Millennium Euro Taxa Variável Millennium BCP Gestão de Activos C 0.72% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Montepio Obrigações Montepio Gestão de Activos C 0.91% 0% 0%<x<1% euros F.I.M. Santander MultiCrédito Santander Asset Management C % 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Santander MultiObrigações Santander Asset Management C % 1.0% 0%<x<1% 5000 euros * - O Fundo Caixagest Obrigações Mais Mensal passou a denominar-se Caixagest Obrigações * - O Fundo Raiz Rendimento passou a denominar-se CA Rendimento FUNDOS DE OBRIGAÇÕES TAXA FIXA EURO F.I.M. Banif Euro Corporates Banif Gestão Activos C % 0% 0%<x<0.5% 50 euros F.I.M. Barclays Obrigações Euro 2015 I Barclays Wealth Managers Portugal D 1.04% 5.0% 5% 1000 euros F.I.M. Barclays Obrigações Euro 2015 II Barclays Wealth Managers Portugal D 1.04% 5.0% 5% 1000 euros F.I.M. Barclays Obrigações Euro 2015 III Barclays Wealth Managers Portugal D 1.03% 5.0% 5% 1000 euros F.I.M. BBVA Obrigações BBVA Gest C % 0.0% 0% 250 euros F.I.M. BPI Euro Taxa Fixa BPI Gestão Activos C 1.021% 0% 0% 500 euros F.I.M. BPI Obrigações A.R.A.R. BPI Gestão Activos C 1.271% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Caixagest Obrigações Longo Prazo Caixagest C % 0% 0%<x<1% 100 euros F.I.M. Esp. Santo Obrigações Europa Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Millennium Global Bond Selection* Millennium BCP Gestão de Activos C n.a. 0.0% 0%<x<0.5% 500 euros F.I.M. Montepio Taxa Fixa Montepio Gestão de Activos C 0.93% 0% 0%<x<1% euros F.I.M. Santander Multi Taxa Fixa Santander Asset Management C % 0% 0%<x<1% 500 euros * - O Fundo Millennium Global Bond Selection foi criado por fusão dos Fundos Millennium Obrigações Empresas EUR e Millennium Dívida Pública EUR

3 CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE Sociedade Pol. Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora de Correntes mínimo de Reembolso 31-Ago Set Dez Dez Dist 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nºdias úteis 10 6 Euro Euro Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos FUNDOS DE OBRIGAÇÕES EURO F.I.M. Millennium High Yield Bond Selection* Millennium BCP Gestão de Activos C 0.79% 0.0% 0%<x<0.5% 500 euros F.I.M. Popular Euro Obrigações Popular Gestão de Activos C 1.31% 0% 0%<x<2% 100 euros * - O Fundo Millennium Premium passou a denominar-se Millennium High Yield Bond Selection FUNDOS DE OBRIGAÇÕES INTERNACIONAL F.I.M. BPI Obrigações Mundiais BPI Gestão Activos C 0.623% 0% 0%<x<0.5% 500 euros FUNDOS DE ACÇÕES NACIONAIS F.I.M. Banif Acções Portugal Banif Gestão Activos C % 0% 1%<x<2% 50 euros F.I.M. BPI Portugal BPI Gestão Activos C 1.295% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Caixagest Accões Portugal Caixagest C % 0% 0%<x<1.5% 100 euros F.I.M. Esp. Santo Portugal Accões Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Millennium Acções Portugal Millennium BCP Gestão de Activos C 2.24% 0.0% 0%<x<2% 500 euros F.I.M. Santander Accões Portugal Santander Asset Management C % 0% 0%<x<2% 500 euros FUNDOS DE ACÇÕES DA UNIÃO EUROPEIA, SUÍÇA E NORUEGA F.I.M. Banif Euro Acções Banif Gestão Activos C % 0% 0%<x<2% 50 euros F.I.M. BBVA Bolsa Euro BBVA Gest C 2.64% 0% 0%<x<2% 250 euros F.I.M. BPI Euro Grandes Capitalizações BPI Gestão Activos C 2.273% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. BPI Europa BPI Gestão Activos C 2.021% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. BPI Ibéria BPI Gestão Activos C 1.6% 0% 0%<x<1% 250 euros F.I.M. Caixagest Acções Europa Caixagest C % 0% 0%<x<1.5% euros F.I.M. Postal Acções Caixagest C % 0% 0%<x<3% 500 euros F.I.M. CA Acções Europa* Crédito Agrícola Gest C 1.79% 0%<x<1% 0% 500 euros F.I.M. Esp. Santo Accões Europa Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Millennium Eurocarteira Millennium BCP Gestão de Activos C 2.32% 0.0% 0%<x<2% 500 euros F.I.M. Montepio Acções Montepio Gestão de Activos C 1.05% 0% 0%<x<5% euros F.I.M. Montepio Acções Europa Montepio Gestão de Activos C 1.54% 0% 0%<x<5% 500 euros F.I.M. Montepio Capital Montepio Gestão de Activos C 2.14% 0% Max: 1% 500 euros F.I.M. Popular Acções* Popular Gestão de Activos C 1.87% 0% 0%<x<2% 100 euros F.I.M. Santander Accões Europa Santander Asset Management C % 0% 0%<x<2% 500 euros * - O Fundo Raiz Europa passou a denominar-se CA Acções Europa * - O Fundo Popular Acções incorporou por fusão o Fundo Popular Valor FUNDOS DE ACÇÕES DA AMÉRICA DO NORTE F.I.M. BPI América - Categoria D BPI Gestão Activos C 2.273% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. BPI América - Categoria E BPI Gestão Activos C 2.273% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Caixagest Acções EUA Caixagest C % 0% 0%<x<1.5% 100 euros F.I.M. Esp. Santo Acções América Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Millennium Acções América Millennium BCP Gestão de Activos C 2.3% 0% 0%<x<2% 500 euros F.I.M. Santander Acções América Santander Asset Management C % 0% 0%<x<2% 500 euros FUNDOS DE ACÇÕES SECTORIAIS F.I.M. Millennium Euro Financeiras Millennium BCP Gestão de Activos C 2.29% 0.0% 0%<x<2% 500 euros F.I.M. Montepio Euro Energy Montepio Gestão de Activos C 1.54% 0% 0%<x<5% 500 euros F.I.M. Montepio Euro Financial Services Montepio Gestão de Activos C 1.56% 0% 0%<x<5% 500 euros F.I.M. Montepio Euro Healhcare Montepio Gestão de Activos C 1.54% 0% 0%<x<5% 500 euros F.I.M. Montepio Euro Telcos Montepio Gestão de Activos C 1.56% 0% 0%<x<5% 500 euros F.I.M. Montepio Euro Utilities Montepio Gestão de Activos C 1.55% 0% 0%<x<5% 500 euros

4 CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE Sociedade Pol. Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora de Correntes mínimo de Reembolso 31-Ago Set Dez Dez Dist 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nºdias úteis 10 6 Euro Euro Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos OUTROS FUNDOS DE ACÇÕES INTERNACIONAIS F.I.M. BPI África BPI Gestão Activos C 3.022% 0% 0%<x<3% 250 euros F.I.M. BPI Ásia Pacífico BPI Gestão Activos C 2.024% 0% 0%<x<1% 250 euros F.I.M. BPI Reestruturações BPI Gestão Activos C 2.023% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Caixagest Acções Emergentes Caixagest C % 0% 0%<x<1.5% 100 euros F.I.M. Caixagest Acções Japão Caixagest C % 0% 0%<x<1.5% 100 euros F.I.M. Caixagest Acções Oriente Caixagest C % 0% 0%<x<1.5% 100 euros F.I.M. Caixagest Ações Líderes Globais Caixagest C n.a. 0% 0%<x<1.5% 100 euros F.I.M. Esp. Santo Mercados Emerg. Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Esp. Santo Momentum Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Millennium Global Equities Selection* Millennium BCP Gestão de Activos C 2.31% 0% 0%<x<2% 500 euros F.I.M. Millennium Mercados Emergentes Millennium BCP Gestão de Activos C 2.38% 0.0% 0%<x<2% 500 euros F.I.M. Montepio Acções Internacionais Montepio Gestão de Activos C 2.15% 0.0% 0%<x<1% 500 euros * - O Fundo Millennium Global Equities Selection incorporou por fusão o Fundo Millennium Global Utilities FUNDOS MISTOS PREDOMINANTEMENTE OBRIGAÇÕES F.I.M. Caixagest Estratégia Equilibrada Caixagest C % 0% 0%<x<1% 100 euros F.I.M. Banco BIC Investimento Dunas Capital - Gestão de Activos C n.a. 0.0% 0% 1000 euros FUNDOS MISTOS PREDOMINANTEMENTE ACÇÕES F.I.M. Caixagest Estratégia Arrojada Caixagest C 1.54% 0% 0%<x<1% 100 euros F.I.M. Raiz Global Crédito Agrícola Gest C 1.98% 0%<x<1% 0% 500 euros F.I.M. Montepio Global Montepio Gestão de Activos C 1.62% 0.0% 0%<x<1% 500 euros FUNDOS DE FUNDOS PREDOMINANTEMENTE OBRIGAÇÕES F.I.M. Millennium Prestige Conservador* Millennium BCP Gestão de Activos C 0.94% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Montepio Multi Gestão Prudente Montepio Gestão de Activos C 1.25% 0% 0%<x<1% 25 euros F.I.M. Popular Global 25 Popular Gestão de Activos C 1.02% 0% 0%<x<2% 100 euros F.I.M. Santander Private Defensivo Santander Asset Management D n.a. 0.0% 0% euros F.I.M. Santander Private Moderado Santander Asset Management D n.a. 0.0% 0% euros F.I.M. Santander Select Defensivo Santander Asset Management D n.a. 0.0% 0% 5000 euros F.I.M. Santander Select Moderado Santander Asset Management D n.a. 0.0% 0% 5000 euros * - O Fundo Millennium Prestige Conservador incorporou por fusão o Fundo Millennium Multi Assets Selection FUNDOS DE FUNDOS MISTOS F.I.M. BPI Selecção BPI Gestão Activos C 1.76% 0% 0%<x<1% 250 euros F.I.M. BPI Universal BPI Gestão Activos C 2.137% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Millennium Prestige Moderado Millennium BCP Gestão de Activos C 1.08% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Montepio Multi Gestão Equilibrada Montepio Gestão de Activos C 1.25% 0% 0%<x<1% 25 euros F.I.M. Popular Global 50 Popular Gestão de Activos C 1.26% 0% 0%<x<2% 100 euros F.I.M. Santander Private Dinâmico Santander Asset Management D n.a. 0.0% 0% euros F.I.M. Santander Select Dinâmico Santander Asset Management D n.a. 0.0% 0% 5000 euros FUNDOS DE FUNDOS PREDOMINANTEMENTE ACÇÕES F.I.M. Millennium Prestige Valorização Millennium BCP Gestão de Activos C 1.38% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Montepio Multi Gestão Dinâmica Montepio Gestão de Activos C 1.24% 0% 0%<x<1% 25 euros F.I.M. Multi Gestão Mercados Emergentes Montepio Gestão de Activos C 1.54% 0% 0%<x<2% 500 euros F.I.M. Popular Global 75 Popular Gestão de Activos C 1.57% 0% 0%<x<2% 100 euros

5 CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE Sociedade Pol. Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora de Correntes mínimo de Reembolso 31-Ago Set Dez Dez Dist 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nºdias úteis 10 6 Euro Euro Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos FUNDOS ABERTOS COM PROTECÇÃO DE CAPITAL F.I.M. Caixagest Índices Mundiais - F.E.I. Caixagest D % 0%<x<5% 0%<x<1.5% 5000 euros F.I.M. Caixagest Mix Emergentes - F.E.I. Caixagest D % 0%<x<5% 0%<x<1.5% 5000 euros F.I.M. Caixagest Rendimento Nacional - F.E.I. Caixagest D 0%<X<5% 0% 1000 euros Max: F.I.M. Caixagest Rendimento Oriente - F.E.I. Caixagest D 0%<X<5% 0% 1000 euros Max: F.I.M. Caixagest Super Memory - F.E.I. Caixagest D % 0%<x<5% 0%<x<1.5% 1000 euros Max: F.I.M. CA Rendimento Fixo - F.E.I. Crédito Agrícola Gest D 0.09% 0%<x<5% 0%<x<5% 3000 euros Max: F.I.M. Espírito Santo Rendimento Fixo IV - F.E.I. Esaf - F.I.M. D % 0%<x<5% 0%<x<3% 1000 euros F.I.M. Espírito Santo Rendimento Fixo VII - F.E.I. Esaf - F.I.M. D % 0%<x<5% 0%<x<5% 1000 euros F.I.M. Espírito Santo Rendimento Fixo IX - F.E.I. Esaf - F.I.M. D 0.2% 0%<x<5% 0%<x<3% 1000 euros FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO DE ACÇÕES F.I.M. BPI Brasil Valor - FEI BPI Gestão Activos C 2.312% 0% 0%<x<1% 1000 euros F.I.M. Esp. Santo África - F.E.I. Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 1000 euros FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO DE OBRIGAÇÕES F.I.M. Caixagest Oportunidades- F.E.I. Caixagest C % 0.0% 0%<x<5% 5000 euros Max: F.I.M. CA Rendimento Crescente - F.E.I. Crédito Agrícola Gest D 0.6% 0%<x<5% 0%<x<5% 2500 euros Max: F.I.M. Esp. Santo Rendimento - F.E.I. Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 2500 euros F.I.M. Esp. Santo Rendimento Plus - F.E.I. Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 2500 euros F.I.M. Popular Objectivo Rendimento F.E.I. Popular Gestão de Activos C 1.3% 0%<x<5% 0%<x<5% 1500 euros F.I.M. Popular Objectivo Rendimento F.I.A. Popular Gestão de Activos C n.a. 0%<x<4% Max: 4% 500 euros F.I.M. Santander Ibérico Maio F.E.I. Santander Asset Management D n.a. Max: 5% Max: 5% 5000 euros F.I.M. Santander Ibérico Premium - F.E.I. Santander Asset Management D % 0%<x<5% 1%<x<5% 5000 euros F.I.M. Santander Ibérico Premium Julho F.E.I. Santander Asset Management D n.a. Max: 5% Max: 5% 5000 euros F.I.M. Santander Premium Julho F.E.I. Santander Asset Management D % 0%<x<5% 0%<x<5% 5000 euros FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO DE RETORNO ABSOLUTO F.I.M. BPI Alpha - F.E.I. BPI Gestão Activos C 0.975% 0% 0%<x<2% 2500 euros F.I.M. Caixagest Estratégias Alternativas Caixagest C % 0% 0%<x<1.5% euros Max: 2 mês F.I.M. Santander Carteira Alternativa - F.E.I. Santander Asset Management C % 5.0% 0%<x<2% euros Max: 4 meses FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO MONETÁRIO CURTO PRAZO F.I.M. BBVA Monetário Curto Prazo - FEI BBVA Gest C % 0.0% 0% 500 euros F.I.M. BPI Monetário Curto Prazo - FEI BPI Gestão Activos C 0.37% 0% 0% 500 euros F.I.M. Montepio Monetário Plus - F.E.I. Montepio Gestão de Activos C 0.66% 0% 0% 1500 euros FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO MONETÁRIO F.I.M. Caixa Fundo Monetário - F.E.I. Caixagest C % 0% Min: 0% 1000 euros FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO DE CURTO PRAZO F.I.M. Espírito Santo Liquidez - FEI Esaf - F.I.M. C % 0.0% 0% 500 euros FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO MISTOS F.I.M. Banif Ásia - F.E.I. Banif Gestão Activos C 3.844% 0% 0%<x<1% 5000 euros FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO FLEXÍVEIS F.I.M. CA Alternativo - FIA Flexível Crédito Agrícola Gest C n.a. 0% 0% 1000 euros F.I.M. Popular Private Multiactivos - F.E.I. Popular Gestão de Activos C 1.17% 0.5% 0%<x<2% euros OUTROS FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO F.I.M. Caixagest Energias Renováveis - F.E.I. Caixagest C % 0% 0%<x<1.5% euros Max: F.I.M. Caixagest Imobiliário Internacional- F.E.I. Caixagest D % 2.5%<x<5% 0%<x<2.5% euros Max: F.I.M. Caixagest Infraestruturas - F.I.A. Caixagest D % 5% 0%<x<1.5% 1000 euros Max: F.I.M. Caixagest Matérias Primas- F.E.I. Caixagest C % 0.0% 0%<x<1.5% 5000 euros Max: F.I.M. Caixagest Private Equity - F.E.I. Caixagest D % 2.5%<x<5% 0%<x<5% 1000 euros Max: F.I.M. Millennium Extra Tesouraria II - F.E.I.* Millennium BCP Gestão de Activos C 0.53% 0.0% 0%<x<0.5% euros , F.I.M. Millennium Extra Tesouraria III - F.E.I. Millennium BCP Gestão de Activos C 0.55% 0.0% 0% euros , F.I.M. Multi Gestão Imobiliário F.F. - F.E.I. Montepio Gestão de Activos C 1.3% 0% 0%<x<2% 1500 euros F.I.M. Iberian Credit F.E.I. Santander Asset Management D % 0%<x<5% 1%<x<5% 5000 euros * - O Fundo Millennium Extra Tesouraria II - F.E.I. incorporou por fusão o Fundo Millennium Extra Tesouraria - F.E.I.

6 CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE Sociedade Pol. Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora de Correntes mínimo de Reembolso 31-Ago Set Dez Dez Dist 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nºdias úteis 10 6 Euro Euro Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos FUNDOS FLEXÍVEIS F.I.M. Banif Ibéria Banif Gestão Activos C % 0.0% 0% 50 euros F.I.M. Banif Investimento Conservador Banif Gestão Activos C % 0%<x<1% 0%<x<1% 50 euros F.I.M. Banif Investimento Moderado Banif Gestão Activos C % 0.0% 0%<x<1% 50 euros F.I.M. BBVA Gestão Flexível BBVA Gest C % 0% 0%<x<0.25% 250 euros F.I.M. BBVA Multiactivo Flexível BBVA Gest C 1.701% 0% 0%<x<1.5% 1500 euros F.I.M. BPI Brasil BPI Gestão Activos C 2.273% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. BPI Global BPI Gestão Activos C 1.523% 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Esp. Santo Brasil Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 1000 euros F.I.M. Esp. Santo Dynaflex EUR Esaf - F.I.M. C % Max: 3% Max: 3% 1 UP F.I.M. Esp. Santo Estratégia Activa Esaf - F.I.M. C % 0.0% 0% 250 euros F.I.M. Esp. Santo Estratégia Activa II Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 250 euros F.I.M. Esp. Santo Plano Crescimento Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 50 euros F.I.M. Esp. Santo Plano Dinâmico Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 50 euros F.I.M. Esp. Santo Plano Prudente Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 50 euros F.I.M. Montepio Mercados Emergentes Montepio Gestão de Activos C 1.7% 0.3% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Santander Global Santander Asset Management C % 0% 0%<x<1% 500 euros FUNDOS ÍNDICE F.I.M. BBVA PPA - F. Indice (PSI 20) BBVA Gest C % 0.5% 0.5% 250 euros OUTROS FUNDOS F.I.M. Caixagest Seleção Global* Caixagest C % 0% 0%<x<1% 100 euros F.I.M. Millennium Rendimento Mensal Millennium BCP Gestão de Activos D 0.88% 0% 0%<x<1% 500 euros * - O Fundo Caixagest Estratégia Dinâmica passou a designar-se por Caixagest Seleção Global FUNDOS DIVERSOS F.I.M. Postal Tesouraria Caixagest C % 0% 0% 500 euros F.I.M. Esp. Santo Premium - F.E.I. Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 5000 euros F.I.M. Esp. Santo Rendimento Dinâmico - F.E.I. Esaf - F.I.M. C % 0% 0% 2500 euros F.I.M. Patris Acções Europa Patris Gestão de Activos C % 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Patris Tesouraria Patris Gestão de Activos C % 0% 0% 500 euros F.I.M. Patris Valorização Patris Gestão de Activos C % 0% 0%<x<1% 500 euros F.I.M. Santander Gestão Private Acções Santander Asset Management C % 0.0% 0%<x<2% euros F.I.M. Santander Gestão Private Equilibrado Santander Asset Management C % 0.0% 0%<x<2% euros F.I.M. Santander Gestão Private Obrigações Santander Asset Management C % 0.0% 0%<x<2% euros

7 RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS Sociedade Pol. Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora de Correntes mínimo de Reembolso 31-Ago Set Dez Dez Dist (2) Subscrição Resgate subscrição Nºdias úteis 10 6 Euro Euro Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos FUNDOS COM PROTECÇÃO DE CAPITAL FUNDOS FECHADOS F.I.M. Caixa Rendimento Fixo F.E.I. (*) Caixagest D % 0% 0% 1000 euros Não Aplic F.I.M. Caixagest Valor BRIC F.E.I. (*) Caixagest C % 0% 0% euros F.I.M. CA Renda Semestral - F.E.I. (*) Crédito Agrícola Gest D 0.97% 0.0% 0% 3000 euros Não Aplic F.I.M. Popular Obr. Ind. Emp. Alemanha e EUA - F.E.I. (*)Popular Gestão de Activos C 1.27% 0% 0% 1500 euros Não Aplic F.I.M. Popular Obr. Ind. Ouro (Londres) - F.E.I. (*) Popular Gestão de Activos C 1.12% 0% 0% 1500 euros Não Aplic F.E.I. DE OBRIGAÇÕES FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO F.I.M. Fundo de Gestão Passiva - F.E.I. (*) Banif Gestão Activos D % 0% 0% 1 UP F.I.M. CA Rendimento TOP - F.E.I. (*) Crédito Agrícola Gest D n.a. 0.0% 0% 3000 euros Não Aplic OUTROS F.E.I. F.I.M. BPI Metais Preciosos - F.E.I. (*) BPI Gestão Activos C 3.091% 0% 0% 2500 euros Não Aplic F.I.M. Caixagest Rend. Corporate F.E.I. (*) Caixagest C % 0% 0% euros F.I.M. Sporting Portugal Fund - F.E.I. (*) Esaf - F.I.M. C 2.299% 0% 0% euros Não Aplic CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE Sociedade Data Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora Início Correntes mínimo de Reembolso 31-Ago Set Dez Dez Fundo 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nº dias 10 6 Euro Euro Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Anos FUNDOS POUPANÇA ACÇÕES F.I.M. Barclays FPA Barclays Wealth Managers Portugal % 1% 0%<x<2% 500 <x< F.I.M. BPI PPA BPI Gestão Activos % 0% 0%<x<1% 250 euros F.I.M. Caixagest PPA Caixagest % 0% 0%<x<5% 500 euros F.I.M. Esp. Santo PPA Esaf - F.I.M % 0% 0% 250 euros F.P. ESAF PPA ESAF - FP % Max: 4% Max: 1% 300 euros F.P. PPA Acção Futuro Futuro % 0.0% Max: 2% 500 euros F.I.M. Millennium PPA Millennium BCP Gestão de Activos % 0.0% 0%<x<1.5% 1 UP F.I.M. Santander PPA Santander Asset Management % 1% 0%<x<1% 500 euros

8 RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS Sociedade Data Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Exposição Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora Início Correntes mínimo de Reembolso 30-Jun Mai-2014 Accionista Dez Dez Fundo 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nº dias 10 6 Euro Euro 2T 2014 Máx ** Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Anos FUNDOS POUPANÇA REFORMA INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 2 F.I.M. BPI Reforma Segura PPR BPI Gestão Activos % 0.0% 0%<x<1% 1 euro % 0.0% F.P. PPR Praemium S Pensõesgere % Max: 2% Max:1% - Max: % 0.0% F.P. ESAF PPR Vintage + ESAF - FP % Max: 3.5% Max: 1.5% 300 euros % 15.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 3 F.I.M. Barclays PPR Life Path Income Barclays Wealth Managers Portugal % 0%<x<1% 0%<x<2% 500 <x< % 0.0% F.P. BBVA Solidez PPR BBVA Fundos % 0%<x<2% 0%<x<2% 25 euros Max: % 0.0% F.I.M. Santander Poupança Futura FPR Santander Asset Management % 0%<x<2% 0%<x<2% 25 euros % 10.0% F.P. PPR Garantia de Futuro + Futuro % 0.0% Max: 2% 500 euros % 5.0% F.P. PPR SGF Garantido + SGF % Max:1% Max: 1% 100 euros % 10.0% F.P. SGF Patr. Ref. Conservador PPR SGF % Max: 3% Max: 2% 250 euros % 15.0% F.I.M. Barclays PPR Life Path 2015 Barclays Wealth Managers Portugal % 0%<x<1% 0%<x<2% 500 <x< % 20.0% F.I.M. Optimize Capital Reforma PPR Moderado Optimize Investment Partners % 0.0% 0% 1 UP % 15.0% F.P. SGF Patr. Ref. Prudente PPR SGF % Max: 3% Max: 2% 250 euros % 25.0% F.P. BPI Vida - PPR BPI Vida e Pensões % Max: 2% 0% % 25.0% F.P. PPR 5 Estrelas Futuro % 0.0% Max: 2% 500 euros % 25.0% F.I.M. BPI Reforma Invest. PPR BPI Gestão Activos % 0.0% 0%<x<2% 1 euro % 25.0% F.P. Vanguarda PPR Pensõesgere % Max: 0.5% Max:0.7% - Max: % 30.0% F.I.M. Millennium Poupança PPR* Millennium BCP Gestão de Activos % 0.0% 0%<x<0.5% 500 euros % 35.0% F.P. PPR BNU Vanguarda Pensõesgere % Max: 2% Max:0.7% - Max: % 30.0% F.P. PPR Europa Pensõesgere % Max: 2% 0% 1 UP Max: % 35.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 4 F.P. PPR BIG Taxa Plus Futuro n.a. 0.0% Max: 2% euros % 0.0% F.I.M. Esp. Santo PPR Esaf - F.I.M % 0% 0% 250 euros % 25.0% F.P. PPR BIG ALPHA Futuro n.a. 0.0% Max: 2% euros % 50.0% F.P. SGF Patr. Ref. Equilib. PPR SGF % Max: 3% Max: 2% 250 euros % 40.0% F.I.M. Santander Poupança Investimento FPR Santander Asset Management % 0%<x<2% 0%<x<2% 25 euros % 35.0% F.P. PPR BBVA BBVA Fundos % 0%<x<2% 0%<x<2% 25 euros Max: % 35.0% F.P. CVI PPR BBVA Fundos % 0.0% 0% - Max: % 35.0% F.I.M. Barclays PPR Acções Life Path 2020 Barclays Wealth Managers Portugal % 0%<x<1% 0%<x<2% 500 <x< % 55.0% F.P. PPR Platinium Futuro % 0.0% Max: 2% 500 euros % 40.0% F.P. PPR Geração Activa Futuro % 0.0% Max: 2% 250 euros % 40.0% F.P. PPR Praemium V Pensõesgere % Max: 2% Max:1% - Max: % 50.0% F.P. SGF Patr. Ref. Acções PPR SGF % Max: 3% Max: 2% 250 euros % 55.0% F.I.M. Millennium Investimento PPR Acções Millennium BCP Gestão de Activos % 0.0% 0%<x<0.5% 500 euros % 55.0% F.I.M. Barclays PPR Acções Life Path 2025 Barclays Wealth Managers Portugal % 0%<x<1% 0%<x<2% 500 <x< % 55.0% F.I.M. BPI Refoma Acções PPR BPI Gestão Activos % 0% 0%<x<3% 1 euro % 55.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 5 F.P. PPR SGF Acções Dinâmico SGF % Max: 2% Max: 1% euros % 55.0% F.P. Poupança Reforma PPR BBVA Acções BBVA Fundos % 0%<x<2% 0%<x<2% 25 euros % 55.0% * - O Fundo Millennium Poupança PPR incorporou por fusão o Fundo Millennium Aforro PPR + - Fundo com garantia de capital. ** - Valor máximo que, de acordo com a política de investimento, expressa nos respectivos Regulamentos de Gestão / Prospectos, os Fundos podem investir, directa ou indirectamente, em acções.

9 RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS Sociedade Data Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Exposição Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora Início Correntes mínimo de Reembolso 30-Jun Mai-2014 Accionista Dez Dez Fundo 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nº dias 10 6 Euro Euro 2T 2014 Máx ** Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Anos FUNDOS DE PENSÕES ABERTOS (ADESÕES INDIVIDUAIS E COLECTIVAS) - RENDIBILIDADES LÍQUIDAS DE COMISSÃO DE GESTÃO INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 1 F.P. Banif Reforma Garantida + Banif Açor Pensões Max: 0.5%/ano % Max: 2% Max: 0.25% % 10.0% F.P. Aberto Caixa Reforma Prudente CGD Pensões Max: 1%/ano % Max: 1% Max: 2% % 0.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 2 F.P. Banif Reforma Sénior Banif Açor Pensões Max 1%/ano % Max:2% Max: 0.25% % 10.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 3 F.P.Aberto ES Multiref. Capital Garantido + ESAF - FP Max: 2.5%/ano % Max: 2.5% Max: 2.5% % 0.0% F.P. Aberto Futuro Plus Futuro Max: 1.5%/ano n.a. 0.0% Max: 2% 500 euros % 15.0% 4 F.P. Aberto Horizonte Segurança Pensõesgere 0.5%/ano % Max: 2% Max:2% - Max: % 0.0% F.P. Aberto SGF Empresas Prudente SGF 1.5%/ano % Max: 3% Max: 3% % 20.0% F.P. Aberto Esp.Sto Multireforma ESAF - FP Max: 2.5%/ano % Max: 2.5% Max: 2.5% 25 euros % 15.0% F.P. Aberto Futuro Clássico Futuro Max: 1.40%/ano % 0.0% Max: 2% 500 euros % 15.0% F.P. Aberto Caixa Reforma Activa CGD Pensões Max: 3%/ano % Max: 5% Max: 5% 10 euros % 35.0% F.P. Optimize Capital Pensões Moderado Banif Açor Pensões Max: 1.25%/ano % Max: 2% Max: 0.25% % 15.0% F.P. Banif Reforma Activa Banif Açor Pensões Max 1%/ano % Max:2% Max: 0.25% % 25.0% F.P. Aberto SGF Empresas Equilibrado SGF 1.5%/ano % Max: 3% Max: 3% % 35.0% F.P. Aberto VIVA Futuro Max: 1.75%/ano % 0.0% Max: 2% 500 euros % 40.0% F.P. Aberto SGF Square Acções SGF 1.5%/ano n.a. Max: 3% Max: 3% 100 euros n.d. 50.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 4 F.P. Aberto Protecção BBVA Fundos % 0.0% 0% 500 euros % 25.0% F.P. Aberto Caixa Reforma Garantida CGD Pensões Max: 3%/ano % Max: 10% Max: 10% % 0.0% F.P. Aberto Esp.Santo Multireforma Plus ESAF - FP Max: 2.5%/ano % Max: 2.5% Max: 2.5% % 40.0% F.P. Aberto Horizonte Valorização Pensõesgere 0.7%/ano % Max: 2% Max:2% - Max: % 35.0% F.P. Optimize Capital Pensões Equilibrado Banif Açor Pensões Max: 1.25%/ano % Max: 2% Max: 0.25% % 35.0% F.P. Aberto Caixa Reforma Valor CGD Pensões Max: 3%/ano % Max: 5% Max: 5% % 50.0% F.P. Aberto Horizonte Valorização Mais Pensõesgere 1%/ano % Max: 2% Max:2% % 55.0% F.P. Futuro XXI Futuro Max: 2%/ano % 0.0% Max: 2% 500 euros % 60.0% F.P. Aberto BBVA Multiactivo Moderado BBVA Fundos Max: 2%/ano n.a. 0%<x<2% 0%<x<2% - Max: n.d. 70.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 5 F.P. Aberto Protecção BBVA Fundos % 0.0% 0% 500 euros % 40.0% F.P. Optimize Capital Pensões Acções Banif Açor Pensões Max: 1.25%/ano % Max: 2% Max: 0.25% % 55.0% F.P. Banif Reforma Jovem Banif Açor Pensões Max 1%/ano % Max:2% Max: 0.25% % 75.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 6 F.P. Aberto Esp.Santo Multireforma Acções ESAF - FP Max: 2.5%/ano % Max: 2.5% Max: 2.5% % 100.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÃO ESPECIFICADO F.P. Banif Previdência Empresas Banif Açor Pensões %/ano n.a. 0.0% 0% % 30.0% F.P. Aberto Reforma Empresa Santander Pensões 0.25%/ano n.a. Max: 3% Max: 1% % 40.0% F.P. Aberto Turismo Pensões Pensõesgere 0.5%/ano n.a. 0%<x<5% 0%<x<5% - Max: % 35.0% F.P. Aberto BBVA PME's BBVA Fundos 1.5%/ano % 1%<x<2% 0% - Max: % 35.0% RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS Sociedade Data Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Exposição Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora Início Correntes mínimo de Reembolso 30-Jun Mai-2014 Accionista Dez Dez Fundo 2013 (2) Subscrição Resgate subscrição Nº dias 10 6 Euro Euro 2T 2014 Máx ** Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Anos FUNDOS DE PENSÕES ABERTOS (ADESÕES INDIVIDUAIS E COLECTIVAS) - RENDIBILIDADES BRUTAS DE COMISSÃO DE GESTÃO INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 2 F.P. Aberto BPI Garantia + BPI Vida e Pensões % 0.0% 0% % 20.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 3 F.P. Aberto BPI Segurança BPI Vida e Pensões % 0.0% 0% 1 euro Max: % 20.0% F.P. Aberto BPI Valorização BPI Vida e Pensões % 0.0% 0% 1 euro Max: % 55.0% INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 4 F.P. Aberto BPI Acções BPI Vida e Pensões % 0.0% 0% % 75.0% Fundo com garantia de capital. ** - Valor máximo que, de acordo com a política de investimento, expressa nos respectivos Regulamentos de Gestão / Prospectos, os Fundos podem investir, directa ou indirectamente, em acções.

10 RENDIBILIDADE RENDIBILIDADE CARACTERÍSTICAS DOS FUNDOS Sociedade Pol. Tx Encargos Comissões Montante Pré-aviso Valor Carteira Valor da UP Últimos Desde Últimos Desde Nome Gestora de Correntes mínimo de Reembolso 31-Ago Set Dez Dez Dist (2) Subscrição Resgate subscrição Nºdias úteis 10 6 Euro USD Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos Meses Meses 2013 Ano Anos Anos Anos FUNDOS DE TESOURARIA EUR FUNDOS DENOMINADOS EM USD - RENDIBILIDADES CALCULADAS COM BASE NA UP EM USD F.I.M. Banco BIC Tesouraria - Categoria B USD Dunas Capital - Gestão de Activos C % 0.0% 0% euros FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO MISTOS F.I.M. Banco BIC Brasil - FEI Dunas Capital - Gestão de Activos C 1.372% 0.0% 0%<x<1% 1500 USD (2) A Taxa de Encargos Correntes é calculada de acordo com as regras estabelecidas nos artigos 68.º (Fundos de Investimento Mobiliário) e 83.º (Fundos de Pensões) do Regulamento da CMVM n.º 5/2013 e divulgadas nos termos da legislação aplicável. F.I.M. - Fundo de Investimento Mobiliário F.P. - Fundo de Pensões Aberto

11 RESUMO ESTATÍSTICO REND. RENDIBILIDADE CATEGORIA Últimos Últimos Desde Últimos Últimos Últimos Últimos Últimos 3 Meses 6 Meses 31-Dez meses 24 meses 36 meses 60 meses 120 meses Fundos do Máxima Mercado Média Monetário Euro Mínima Fundos de Máxima Tesouraria Média Euro Mínima Fundos de Máxima Obrigações Taxa Média Indexada Euro Mínima Fundos de Máxima Obrigações Média Taxa Fixa Euro Mínima Fundos de Máxima Obrigações Média Euro Mínima Fundos de Máxima Obrigações Média Internacional Mínima Fundos de Máxima Acções Média Nacionais Mínima Fundos de Máxima Acções da U. E. Média Suíça e Noruega Mínima Fundos de Máxima Acções da América Média do Norte Mínima Fundos de Máxima Acções Média Sectoriais Mínima Outros Fundos Máxima de Acções Média Internacionais Mínima Fundos Mistos Máxima Predominantemente Média Obrigações Mínima Fundos Mistos Máxima Predominantemente Média Acções Mínima Fundos Fundos Máxima Predominantemente Média Obrigações Mínima Fundos Máxima de Fundos Média Mistos Mínima Fundos Fundos Máxima Predominantemente Média Acções Mínima Fundos Especiais Máxima de Investimento Média de Acções Mínima Fundos Especiais Máxima de Investimento Média de Obrigações Mínima Fundos Especiais Máxima de Investimento Média de Retorno Absoluto Mínima Fundos Especiais Máxima de Investimento Média Monetário Curto Prazo Mínima Fundos Especiais Máxima de Investimento Média Monetário Mínima Fundos Especiais Máxima de Investimento Média Curto Prazo Mínima Fundos Especiais Máxima de Investimento Média Mistos Mínima Fundos Especiais Máxima de Investimento Média Flexíveis Mínima Outros Máxima Fundos Especiais Média de Investimento Mínima Fundos de Máxima Poupança Média Acções Mínima

12 RESUMO ESTATÍSTICO (Continuação) REND. RENDIBILIDADE CATEGORIA Últimos Últimos Desde Últimos Últimos Últimos Últimos Últimos 3 Meses 6 Meses 31-Dez meses 24 meses 36 meses 60 meses 120 meses Fundos de Máxima Poupança Média Reforma Mínima Fundos de Pensões Abertos Máxima (Rendibilidades Líquidas Média de Comissão de Gestão) Mínima ADVERTÊNCIAS A presente publicação é distribuída gratuitamente pelos Associados da APFIPP, podendo ser adquirida apenas na sede da Associação e a sua reprodução, em parte ou na totalidade, não é permitida sem a autorização expressa da APFIPP. A reprodução das informações constantes da presente publicação é da responsabilidade do seu utilizador que deverá dar conhecimento a quaisquer terceiros do teor destas advertências, sob pena de ficar responsável pelos prejuízos que da sua omissão vierem a resultar para a APFIPP ou para esses terceiros. As informações constantes desta publicação foram elaboradas de acordo com os métodos de cálculo nela referidos, tendo em conta os dados transmitidos pelas Entidades Gestoras, pela Euronext Lisboa Sociedade Gestora de Mercados Regulamentados, S.A., pelo Sistema de Difusão de informação da CMVM e por outras fontes consideradas fiáveis. A APFIPP não se responsabiliza pela inexactidão ou deficiência dos dados que são transmitidos pelas entidades em causa, nem pelos resultados das análises ou classificações elaboradas tendo por base dados deficientes ou incorrectos. A APFIPP não exclui a validade de outros métodos de cálculo para apuramento da rendibilidade ou volatilidade dos Fundos identificados nesta publicação ou para a sua inclusão em classes de risco. As informações constantes desta publicação não consubstanciam qualquer tipo de aconselhamento a investidores o qual deverá ser prestado por entidades profissionais, nem dispensa a consulta de outra informação, designadamente o Boletim de Cotações da Euronext Lisboa - Sociedade Gestora de Mercados Regulamentados, S.A. e a publicada oficialmente pelas Entidades Gestoras ou pelas entidades encarregues da colocação e comercialização dos valores mobiliários em causa. As rendibilidades divulgadas representam dados passados, não constituíndo garantia de rentabilidade futura porque o valor das unidades de participação pode aumentar ou diminuir em função do nível de risco que varia entre 1 (risco mínimo) e 7 (risco máximo). Os valores das unidades de participação dos Fundos da categoria "Fundos denominados em USD" são expressos em USD, logo as rendibilidades e risco apresentados não são directamente comparáveis com as dos Fundos das restantes categorias. COMISSÕES Não estão consideradas nos cálculos as comissões de subscrição e resgate, bem como outras comissões e encargos eventualmente suportados directamente pelos participantes, que variam de acordo com as condições estabelecidas no regulamento de gestão de cada Fundo. A título informativo, são apresentados os limites máximo e mínimo que as comissões de subscrição e de resgate podem assumir em cada Fundo. Na categoria de "Fundos de Pensões Abertos" existem Fundos cujas rendibilidades apresentadas são líquidas do custo da Comissão de Gestão enquanto que outros apresentam as rendibilidades brutas deste encargo. As duas situações encontram-se devidamente assinaladas, indicando-se, acessoriamente, o valor da Comissão de Gestão vigente no final do período, para os Fundos que apresentam rendibilidadees líquidas. É, ainda, apresentada para cada Fundo de Investimento Mobiliário a respectiva Taxa Global de Custos, que tem por referência o último ano civil. Não é indicado o valor desta variável para os Fundos que, em 1 de Janeiro do corrente ano, não tinham ainda completado um ano de existência. Os valores das unidades de participação apresentados são líquidos de impostos. FISCALIDADE Nos Fundos Poupança Acções e nos Fundos Poupança Reforma não são considerados os benefícios fiscais estabelecidos para estes produtos. Desde que os planos de pensões sejam elegíveis do ponto de vista fiscal e dentro dos limites previstos na lei é possível considerar como custo fiscal em IRC ou deduzir à colecta do IRS o valor aplicado anualmente em Fundos de Pensões. Os rendimentos recebidos pelos Fundos de Pensões com as suas aplicações estão isentos de IRC. Os benefícios pagos por Fundos de Pensões estão sujeitos a IRS, como rendimento do trabalho dependente e/ou de capitais ou como pensões, dependendo do momento, montante e da forma como ocorram. Os valores das unidades de participaçãoapresentados estão sujeitos a impostos nos termos da legislação em vigor. No cálculo das rendibilidades apresentadas não foi considerada a tributação estabelecida para estes produtos na fase de reembolso. INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E DE REMUNERAÇÃO (ISRR) O Indicador Sintético de Risco e de Remuneração (ISRR) obtém-se mediante o cálculo da volatilidade dos últimos 5 anos. O cálculo do ISRR reflecte a política de investimentos que cada Fundo está a seguir, pelo que, caso um Fundo ainda não tenha completado 5 anos de actividade ou tenha alterado substancialmente a sua política de investimentos ou a sua alocação de activos há menos de 5 anos, o cálculo do ISRR tem por base a série de rendibilidades desse Fundo desde o seu início ou desde a alteração da política de investimentos ou da alocação de activos, sendo a restante série que falta para completar o período de 5 anos subjacente ao ISRR baseada na rendibilidade do benchmark do Fundo ou de uma carteira com perfil e composição semelhante. A classificação do nível de risco é efectuada de acordo com uma escala de 1 a 7, conforme a tabela de correpondência indicada abaixo, sendo que o valor 1 corresponde ao nível de risco mais baixo enquanto que o 7 corresponde ao nível de risco mais elevado. Um risco mais baixo implica potencialmente uma remuneração mais baixa, enqunato que um risco mais alto implica potencialmente uma remuneração mais alta. Os dados históricos utilizados no cálculo do ISRR podem não constituir uma indicação fiável do perfil de risco futuro do Fundo, na medida em que podem existir riscos materialmente relevantes que não se encontram reflectidos adequadamente pelo ISRR. Assim, categoria de risco indicada para cada Fundo não é garantida e pode variar ao longo do tempo. O facto de um Fundo apresentar a categoria de risco mais baixa não significa que o Fundo se encontra isento de risco. Uma vez que o Regulamento da CMVM n.º 5/2013, que obriga ao cálculo e divulgação do ISRR, só se aplica a Fundos de Investimento Mobiliário e a Fundos de Pensões Abertos de Adesão Individual, os Fundos de Pensões Abertos que apenas aceitem adesões colectivas não não estão obrigados ao cálculo do ISRR, razão pela qual são integrados numa categoria de ISRR não especificado.

13 RENDIBILIDADE VOLATILIDADE Métodos de Cálculo As rendibilidades são calculadas a partir dos valores patrimoniais líquidos das unidades de participação, com excepção de alguns Fundos de Pensões Abertos, devidamente assinalados, para os quais foram usados valores patrimoniais brutos de comissão de gestão. O cálculo é efectuado aplicando as expressões abaixo indicadas que consideram o reinvestimento dos rendimentos distribuídos nas unidades de participação do próprio fundo sem comissão, ao valor patrimonial líquido corrigido à data em que a distribuição é reflectida na unidade de participação. No cálculo das rendibilidades não foram considerados eventuais encargos de subscrição ou resgate. A partir de 30 de Dezembro de 2005, inclusivé, as rendibilidades e o risco passaram a ser calculados com base na data de valorização das Unidades de Participação (UP), em vez de na data de divulgação, como vinha acontecendo até então. Assim, a partir desta data, a UP final considerada será sempre a valorizada no dia a que se referem os cálculos. No entanto, as UP anteriores a 30 de Dezembro de 2005 não foram modificadas, pelo que os cálculos efectuados para períodos iniciados antes dessa data, terão como valor inicial a UP divulgada e não a valorizada na data de início do período. Contudo, o valor da UP apresentada neste ficheiro é o que foi divulgado pela Sociedade Gestora com a data em questão e, portanto, pode não ser o que foi utilizado para o cálculo das rendibilidades e risco. '() "# $ $ % 1 1 & $ $ % 1 * 1 É obtida a partir do cálculo do desvio-padrão das rendibilidades semanais, ou mensais, nos casos em que os Fundos não divulguem o valor da unidade de participação com uma frequência mínima semanal, de acordo com a seguinte expressão: UP f Valor da Unidade de Participação no fim do período R j Rendimento distribuído por unidade de participação na data j n Número de dias decorridos no intervalo objecto de cálculo UP t Valor da Unidade de Participação no último dia útil da semana / mês t UP i Valor da Unidade de Participação no início do período UP j Valor da Unidade de Participação à data da distribuição m É igual a 52 ou 12 consoante as rendibilidades consideradas sejam semanais ou mensais T - Número de observações de rendibilidades (semanais ou mensais), observadas no período INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E DE REMUNERAÇÃO (ISRR) E O valor do ISRR bem como a classificação do nível de risco obedece à seguinte tabela de correspondência: Classe de Risco Maior que ou igual a Intervalo da Volatilidade Menor que % 0.50% % 2.00% % 5.00% % 10.00% % 15.00% % 25.00% % Classificação A classificação dos Fundos é realizada de acordo com os critérios estabelecidos pela APFIPP, tendo em conta os objectivos do fundo, a sua política de investimentos e a composição das carteiras de Abril, Maio e Junho de 2014: FUNDOS DO MERCADO MONETÁRIO - Fundos que investem exclusivamente em instrumentos do mercado monetário e depósitos bancários de qualidade elevada, unidades de participação de Fundos do Mercado Monetário Curto Prazo e de Fundos do Mercado Monetário, instrumentos financeiros derivados, sendo que, no caso de instrumentos derivados cambiais, o investimento só é possível para fins de cobertura de riscos. O investimento em activos denominados em divisas diferentes da divisa base do Fundo só é possível mediante a integral cobertura do risco cambial e não podem investir, directa ou indirectamente, em acções ou mercadorias. Investem exclusivamente em activos com uma maturidade residual igual ou inferior a 2 anos, submetidos a ajustamentos periódicos de rentabilidade em função das condições do mercado monetário, pelo menos, uma vez em cada 397 dias. A maturidade média ponderada ajustada da carteira é igual ou inferior a 6 meses e a residual média ponderada da carteira é igual ou inferior a 12 meses. - EURO Investem exclusivamente em activos denominados em Euro (ou outra divisa com cobertura cambial). - INTERNACIONAIS Restantes Fundos do Mercado Monetário. FUNDOS DE TESOURARIA Fundos que investem em activos de elevada liquidez, sendo que entre 50% e 85% dos activos em carteira devem ter prazo de vencimento residual inferior a 12 meses. - EURO Investem exclusivamente em activos denominados em Euro (ou outra divisa com cobertura cambial). - INTERNACIONAIS Restantes Fundos de Tesouraria. FUNDOS DE OBRIGAÇÕES Fundos que investem directa ou indirectamente pelo menos 2/3 da carteira em obrigações. - TAXA INDEXADA EURO Investem pelo menos ½ da carteira em Obrigações de Taxa Indexada. Todos os activos estão denominados em Euro(ou outra divisa com cobertura cambial). - TAXA INDEXADA INTERNACIONAIS Restantes Fundos de Obrigações de Taxa Indexada. - TAXA FIXA EURO Investem pelo menos ½ da carteira em Obrigações de Taxa Fixa. Os activos estão denominados em Euro (ou outra divisa com cobertura cambial). - TAXA FIXA INTERNACIONAIS Restantes Fundos de Obrigações de Taxa Fixa. - EURO Restantes Fundos de Obrigações cujos activos sejam denominados em Euro (ou outra divisa com cobertura cambial). - INTERNACIONAIS Restantes Fundos de Obrigações. FUNDOS DE ACÇÕES Fundos que têm por objectivo investir uma média superior a 2/3 da carteira em acções. - NACIONAIS Fundos que investem exclusivamente em activos cotados em euro e maioritariamente emitidos por entidades residentes no Território Nacional. - UNIÃO EUROPEIA, SUÍÇA E NORUEGA Fundos que investem 100% da carteira em activos emitidos por entidades da U.E., Suíça e Noruega, denominados nas divisas destes países. - AMÉRICA DO NORTE Fundos que investem 100% da carteira em activos emitidos por entidades da América do Norte (E.U.A. e Canadá), dos quais pelo menos 75% são denominados nas divisas destes países. - SECTORIAIS Fundos que têm por objectivo investir em 1 ou mais sectores de actividade devidamente especificados na política de investimentos, prevista no regulamento de gestão. - OUTROS FUNDOS DE ACÇÕES INTERNACIONAIS Restantes fundos de acções.

14 Classificação (Continuação) FUNDOS MISTOS Fundos que investem em acções mas numa percentagem média da carteira inferior a 2/3. - PREDOMINANTEMENTE OBRIGAÇÕES Fundos cuja componente accionista é, em média, inferior a 1/3 da carteira. - PREDOMINANTEMENTE ACÇÕES Fundos com uma componente accionista média entre 1/3 e 2/3 da carteira. FUNDOS DE FUNDOS Fundos que investem no mínimo 2/3 da carteira em unidades de participação de outros fundos. - PREDOMINANTEMENTE OBRIGAÇÕES O valor investido em Fundos de Acções é inferior a 1/3 do total do valor investido em Unidades de Participação de outros Fundos. - MISTOS - O valor investido em Fundos de Acções é superior a 1/3 mas inferior a 2/3 do total do valor investido em Unidades de Participação de outros Fundos. - PREDOMINANTEMENTE ACÇÕES O valor investido em Fundos de Acções é superior a 2/3 do total do valor investido em Unidades de Participação de outros Fundos. FUNDOS COM PROTECÇÃO DE CAPITAL - Fundos com limitação de risco que, de acordo com as condições e pressupostos previstos nos respectivos documentos constitutivos, procuram garantir aos participantes, no final de um prazo pré-estabelecido, pelo menos o valor da cotação inicial. Esta garantia pode resultar de um contrato com uma entidade terceira ou através do investimento em Obrigações de rendimento variável, indexado à performance de determinado activo / conjunto de activos, cujo pagamento é garantido por uma entidade bancária. FUNDOS FLEXÍVEIS Fundos que não assumem qualquer compromisso quanto à composição do património nos respectivos documentos constitutivos. FUNDOS ÍNDICE Fundos cuja política de investimentos consiste na reprodução integral ou parcial de um determinado índice de valores mobiliários. FUNDOS ESPECIAIS DE INVESTIMENTO (FEI) Fundos não harmonizados, ou seja, constituídos sem observância das regras definidas no Título III do Regime Jurídico dos OIC aprovado pelo Decreto-Lei n.º 252/2003, de 17 de Outubro. Inclui apenas os Fundos que não adoptem uma política de investimentos que vise garantir, no final de um prazo pré-estabelecido, pelo menos o valor da cotação inicial do Fundo. FEI DE ACÇÕES FEI que tenham, em permanência, uma exposição a acções superior a 2/3 da carteira. FEI DE OBRIGAÇÕES FEI que tenham, em permanência, mais de 2/3 da carteira investida em obrigações e outros títulos representativos de dívida. FEI DE RETORNO ABSOLUTO FEI que têm como objectivo, definido nos respectivos documentos constitutivos, a obtenção de rendibilidades positivas. FEI MONETÁRIO CURTO PRAZO FEI que investem exclusivamente em instrumentos do mercado monetário e depósitos bancários de qualidade elevada, unidades de participação de Fundos do Mercado Monetário Curto Prazo e de FEI Monetário Curto Prazo e instrumentos financeiros derivados, sendo que, no caso de instrumentos derivados cambiais, o investimento só é possível para fins de cobertura de riscos. O investimento em activos denominados em divisas diferentes do Fundo só é possível mediante a integral cobertura do risco cambial e não podem investir, directa ou indirectamente, em acções ou mercadorias. Não podem investir em activos com uma maturidade residual superior a 397 dias, a maturidade média ponderada ajustada da carteira deve ser igual ou inferior a 60 dias e a residual média ponderada da carteira deve ser igual ou inferior a 120 dias. FEI MONETÁRIO - FEI que investem exclusivamente em instrumentos do mercado monetário e depósitos bancários de qualidade elevada, unidades de participação de Fundos do Mercado Monetário Curto Prazo, de Fundos do Mercado Monetário, de FEI Monetário Curto Prazo e de FEI Monetário, instrumentos financeiros derivados, sendo que, no caso de instrumentos derivados cambiais, o investimento só é possível para fins de cobertura de riscos. O investimento em activos denominados em divisas diferentes da divisa base do Fundo só é possível mediante a integral cobertura do risco cambial e não podem investir, directa ou indirectamente, em acções ou mercadorias. Investem exclusivamente em activos com uma maturidade residual igual ou inferior a 2 anos, submetidos a ajustamentos periódicos de rentabilidade em função das condições do mercado monetário, pelo menos, uma vez em cada 397 dias. A maturidade média ponderada ajustada da carteira é igual ou inferior a 6 meses e a residual média ponderada da carteira é igual ou inferior a 12 meses. FEI DE CURTO PRAZO FEI que investem mais de 85% em activos com maturidade residual inferior a um ano. FEI MISTOS FEI com investimento em diversas classes de Activos FEI FLEXÍVEIS FEI que permitem o investimento até 100% em mais do que uma classe de activos ou que são classificados / denominados como Fundos Flexíveis nos respectivos documentos constitutivos. OUTROS FEI FEI que não se enquadram em nenhuma das categorias anteriores. OUTROS FUNDOS Inclui os fundos que não se enquadram nos critérios definidos pela APFIPP para as diversas categorias de classificação. FUNDOS DIVERSOS Inclui os fundos cuja carteira não atingiu, no mês em referência, 1,25 milhões de euros (com excepção dos Fundos PPA, PPR/E e Fundos de Pensões Abertos). FUNDOS DENOMINADOS EM USD - Os valores das Unidades de Participação destes Fundos são expressos em USD, logo as rendibilidades e risco apresentados não são directamente comparáveis com as dos Fundos das restantes categorias. FUNDOS POUPANÇA ACÇÕES Fundos que financiam Planos Poupança em Acções (PPA) de acordo com o Decreto-Lei n.º 204/95, de 5 de Agosto. FUNDOS POUPANÇA REFORMA - Fundos que financiam Planos Poupança Reforma (PPR), de acordo com o Decreto-Lei nº158/2002, de 2 de Julho. Estes Fundos são agrupados em função do valor do respectivo Indicador Sintético de Risco e de Remuneração, que pode variar entre 1 (risco mínimo) e 7 (risco máximo). FUNDOS DE PENSÕES ABERTOS - São constituídos por iniciativa de qualquer entidade gestora de Fundos de Pensões, não se exigindo a existência de qualquer vínculo entre os diferentes aderentes ao Fundo e dependendo a adesão ao Fundo unicamente da aceitação pela entidade gestora. Os Fundos de Pensões Abertos admitem normalmente adesões individuais e colectivas, sendo, no entanto, possível limitar a adesão apenas a adesões colectivas ou a adesões individuais. O valor líquido destes Fundos encontra-se dividido em unidades de participação, inteiras ou fraccionadas, que podem ser representadas em certificados. Estes Fundos são agrupados em função do valor do respectivo Indicador Sintético de Risco e de Remuneração, que pode variar entre 1 (risco mínimo) e 7 (risco máximo). NOTA: A APFIPP pode eventualmente vir a reformular os elementos constantes nesta publicação. ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FUNDOS DE INVESTIMENTO, PENSÕES E PATRIMÓNIOS Rua Castilho, nº 44-2º Lisboa - Portugal Tel: (351) Fax: (351) home page:www.apfipp.pt

DESIGNAÇÃO / FIM DE ATIVIDADE / FISCAL NUMBER NAME

DESIGNAÇÃO / FIM DE ATIVIDADE / FISCAL NUMBER NAME BANCO DE PORTUGAL Última atualização: setembro 2015 Last update: September 2015 S.12 SOCIEDADES FINANCEIRAS / / FINANCIAL CORPORATIONS S.124 FUNDOS DE INVESTIMENTO (EXCETO FUNDOS DO MERCADO MONETÁRIO)

Leia mais

Relatório Estatístico Mensal

Relatório Estatístico Mensal Relatório Estatístico Mensal Fundos de Investimento Mobiliário Julho 2013 Sede: Rua Castilho, 44-2º 1250-071 Lisboa Telefone: 21 799 48 40 Fax: 21 799 48 42 e.mail: info@apfipp.pt home page: www.apfipp.pt

Leia mais

Relatório Estatístico. Fundos de Pensões. Junho 2015

Relatório Estatístico. Fundos de Pensões. Junho 2015 Relatório Estatístico Fundos de Pensões Junho 2015 Sede: Rua Castilho, 44-2º 1250-071 Lisboa Telefone: 21 799 48 40 Fax: 21 799 48 42 e.mail: info@apfipp.pt home page: www.apfipp.pt RELATÓRIO FUNDOS DE

Leia mais

ESAF ESPÍRITO SANTO FUNDOS DE PENSÕES SOLUÇÕES DE REFORMA

ESAF ESPÍRITO SANTO FUNDOS DE PENSÕES SOLUÇÕES DE REFORMA ESAF ESPÍRITO SANTO FUNDOS DE PENSÕES SOLUÇÕES DE REFORMA F U N D O S M O B I L I Á R I O S G E S T Ã O D E P A T R I M Ó N I O S F U N D O S I M O B I L I Á R I O S F U N D O S D E P E N S Õ E S ESPECIALISTAS

Leia mais

Companhia de Seguros Açoreana, S.A. PROSPECTO INFORMATIVO INVESTSEGURO

Companhia de Seguros Açoreana, S.A. PROSPECTO INFORMATIVO INVESTSEGURO Companhia de Seguros Açoreana, S.A. PROSPECTO INFORMATIVO INVESTSEGURO Dezembro de 2004 1/6 Parte I Informações sobre a empresa de seguros 1. Denominação ou firma da empresa de seguros: Companhia de Seguros

Leia mais

Banif Investimento Moderado

Banif Investimento Moderado Banif Investimento Moderado Fundo de Investimento Mobiliário Janeiro de 2014 Enquadramento Macroeconómico Variação (%) Dezembro Desde o início do ano EUA (S&P 500) 2,4% 29,6% Japão (Nikkei) 4,0% 56,7%

Leia mais

Direcção de Redes Comerciais & Cross Selling Banif Euro Corporates

Direcção de Redes Comerciais & Cross Selling Banif Euro Corporates Direcção de Redes Comerciais & Cross Selling Banif Euro Corporates Fundo de Investimento Mobiliário Aberto de Obrigações Julho de 2014 Banif Euro Corporates porquê? Trata-se de um Fundo de obrigações maioritariamente

Leia mais

Fundo de Pensões. Ordem dos Economistas 2012

Fundo de Pensões. Ordem dos Economistas 2012 Fundo de Pensões Ordem dos Economistas 2012 1 Agenda Plano de Pensões da Ordem dos Economistas Fundos de Pensões Site BPI Pensões 2 Âmbito A Ordem dos Economistas decidiu constituir um Plano de Pensões

Leia mais

CONFERÊNCIA DISTRIBUIÇÃO DE SEGUROS E PRODUTOS FINANCEIROS FERNANDO FARIA DE OLIVEIRA

CONFERÊNCIA DISTRIBUIÇÃO DE SEGUROS E PRODUTOS FINANCEIROS FERNANDO FARIA DE OLIVEIRA CONFERÊNCIA DISTRIBUIÇÃO DE SEGUROS E PRODUTOS FINANCEIROS FERNANDO FARIA DE OLIVEIRA 28 de Novembro de 2014 AGENDA FUNÇÕES DA BANCA E DOS SEGUROS BANCASSURANCE E ASSURBANK RACIONAL E CONDICIONANTES EVOLUÇÃO

Leia mais

Reforma da Segurança Social Prioridade Estratégica Nacional

Reforma da Segurança Social Prioridade Estratégica Nacional INSTITUTO DE SEGUROS DE PORTUGAL Reforma da Segurança Social Prioridade Estratégica Nacional - A ligação entre os Fundos de Pensões e o 1 Os Fundos de Pensões em Portugal Início em 1987 Fundos de Pensões

Leia mais

Bê-á-Bá da poupança. Depósitos a prazo. Fundos de Tesouraria em euros

Bê-á-Bá da poupança. Depósitos a prazo. Fundos de Tesouraria em euros Bê-á-Bá da poupança Há um vasto leque de escolhas para quem quer poupar, mas a análise da PROTESTE INVESTE mostra-lhe que nem todas são boas opções. No Dia Mundial da Poupança, saiba quais as alternativas.

Leia mais

PROSPECTO SIMPLIFICADO (actualizado a 07 de Julho de 2003) FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO POUPANÇA INVESTIMENTO FPR/E (*)

PROSPECTO SIMPLIFICADO (actualizado a 07 de Julho de 2003) FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO POUPANÇA INVESTIMENTO FPR/E (*) Tipo de Fundo Início de Actividade Entidade Gestora Banco Depositário Entidades Colocadoras Consultores de Investimento Política de Investimento Fundo Poupança Reforma/Educação Iniciou a sua actividade

Leia mais

VALORES MOBILIÁRIOS. Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015. Clientes Particulares e Empresas

VALORES MOBILIÁRIOS. Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015. Clientes Particulares e Empresas Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015 VALORES MOBILIÁRIOS Clientes Particulares e Empresas 21 FUNDOS DE INVESTIMENTO 21.1. Fundos Banif 21.2. Fundos de Terceiros Internacionais 22 TÍTULOS 22.1. Transacção

Leia mais

A INDÚSTRIA DA GESTÃO DE ACTIVOS 2002

A INDÚSTRIA DA GESTÃO DE ACTIVOS 2002 A INDÚSTRIA DA GESTÃO DE ACTIVOS 2002 ÍNDICE 1. Caracterização da Indústria de Gestão de Activos...pág. 01 2. Evolução da Indústria de Gestão de Activos...pág. 04 2.1 A Gestão Colectiva de Activos...pág.

Leia mais

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação Fundo Especial de Investimento Aberto CAIXA FUNDO RENDIMENTO FIXO IV (em liquidação) RELATÓRIO & CONTAS Liquidação RELATÓRIO DE GESTÃO DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATÓRIO DO AUDITOR EXTERNO CAIXAGEST Técnicas

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. Designação: VICTORIA PPR Acções

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Oportunidades Mundiais (Ser. 11/1)

Prospecto Informativo Invest Oportunidades Mundiais (Ser. 11/1) Prospecto Informativo Invest Oportunidades Mundiais (Ser. 11/1) Março de 2011 Designação: Invest Oportunidades Mundiais (Ser. 11/1). Classificação: Caracterização do Produto: Garantia de Capital: Garantia

Leia mais

Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI)

Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI) Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI) O presente documento fornece as informações fundamentais destinadas aos investidores sobre este Fundo. Não é material promocional. Estas informações

Leia mais

LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO

LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO 30 de dezembro de 2011 Linhas PME Investe Sector do Turismo Características Gerais e Condições de Financiamento - Linhas Específicas do Sector do Turismo - PME INVESTE

Leia mais

OS PLANOS POUPANÇA-REFORMA

OS PLANOS POUPANÇA-REFORMA 7 OS PLANOS POUPANÇA-REFORMA 7 OS PLANOS POUPANÇA-REFORMA As alterações no sistema de Segurança Social, bem como a importância da manutenção do nível de vida após a idade de aposentação, têm reforçado

Leia mais

O investimento em instrumentos financeiros tem sempre associado uma rendibilidade potencial e um risco implícito.

O investimento em instrumentos financeiros tem sempre associado uma rendibilidade potencial e um risco implícito. INFORMAÇÕES GERAIS. O investimento em instrumentos financeiros tem sempre associado uma rendibilidade potencial e um risco implícito. A rendibilidade é a taxa de rendimento gerado pelo investimento durante

Leia mais

PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES

PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES Cartão Ordem dos Advogados Um cartão de crédito PERSONALIZADO E DIFERENCIADOR com vantagens únicas para a classe profissional COMPRE AGORA

Leia mais

Fundo de Fundos. Data de Início: 27 de Junho de 1995 (Alterou significativamente a sua política de investimentos em 18 de Setembro de 2000) Objectivo:

Fundo de Fundos. Data de Início: 27 de Junho de 1995 (Alterou significativamente a sua política de investimentos em 18 de Setembro de 2000) Objectivo: BPI Universal DIVERSIFICAÇÃO Tipo de Fundo: Fundo de Fundos Data de Início: 27 de Junho de 1995 (Alterou significativamente a sua política de investimentos em 18 de Setembro de 2000) Objectivo: Proporcionar

Leia mais

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado.

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado. Designação Depósito Indexado PSI 20 Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Garantia de Remuneração Factores de Risco Instrumentos ou variáveis subjacentes ou associados Perfil de cliente

Leia mais

EM PORTUGAL REFORMAS E PENSÕES. PÓS-TROÏKA : A QUEDA DAS PENSÕES E PROPOSTAS PARA REAGIR Diogo Teixeira, Administrador Executivo

EM PORTUGAL REFORMAS E PENSÕES. PÓS-TROÏKA : A QUEDA DAS PENSÕES E PROPOSTAS PARA REAGIR Diogo Teixeira, Administrador Executivo REFORMAS E PENSÕES EM PORTUGAL PÓS-TROÏKA : A QUEDA DAS PENSÕES E PROPOSTAS PARA REAGIR Diogo Teixeira, Administrador Executivo 20 de Fevereiro de 2014 Quem Somos > Os Nossos Valores > Ativos Sob Gestão

Leia mais

Instituto de Seguros de Portugal (ISP). Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Instituto de Seguros de Portugal (ISP). Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Informação Actualizada a: 14 de Setembro de 2012 Designação Comercial: Data Início de Comercialização: 6 de Dezembro de 2010 EMPRESA DE SEGUROS ENTIDADES COMERCIALIZADORAS AUTORIDADES DE SUPERVISÃO RECLAMAÇÕES

Leia mais

RELATÓRIO E CONTAS BBVA BOLSA EURO

RELATÓRIO E CONTAS BBVA BOLSA EURO RELATÓRIO E CONTAS BBVA BOLSA EURO 30 JUNHO 20 1 BREVE ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO 1º semestre de 20 No contexto macroeconómico, o mais relevante no primeiro semestre de 20, foi a subida das taxas do

Leia mais

GUIA PARA INVESTIR. Rentabilizar os Investimentos

GUIA PARA INVESTIR. Rentabilizar os Investimentos www.facebook.com/santandertotta.pt http://twitter.com/santandertotta Onde deve investir? A escolha deve ter em conta diversos factores, tais como: quando é que pretende utilizar o montante que investiu?

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Sectores Essenciais Junho 2015

Prospecto Informativo Invest Sectores Essenciais Junho 2015 Prospecto Informativo Invest Sectores Essenciais Junho 2015 Junho de 2015 Designação: Invest Sectores Essenciais Junho 2015 Classificação: Caracterização do Depósito: Produto financeiro complexo Depósito

Leia mais

DEPÓSITO INDEXADO CARREGOSA CABAZ BANCA ZONA EURO PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO PROSPECTO INFORMATIVO

DEPÓSITO INDEXADO CARREGOSA CABAZ BANCA ZONA EURO PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO PROSPECTO INFORMATIVO DEPÓSITO INDEXADO CARREGOSA CABAZ BANCA ZONA EURO PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de capital Garantia de remuneração Factores de risco Instrumentos

Leia mais

Ou seja, na data de maturidade, o valor garantido por unidade de participação será aquele que resulta da aplicação da seguinte fórmula:

Ou seja, na data de maturidade, o valor garantido por unidade de participação será aquele que resulta da aplicação da seguinte fórmula: 1.Tipo e Duração 2.Entidade Gestora 3.Consultores de Fundo de Capital Garantido Aberto, constituído em Portugal. A sua constituição foi autorizada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, em 12/

Leia mais

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado.

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado. Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Garantia de Remuneração Factores de Risco Instrumentos ou variáveis subjacentes ou associados Perfil de cliente recomendado Condições

Leia mais

Valorização. Investimento Transparência Diversificação Rendibilidade Rigor. Millennium Fundo de Capitalização, FCR. Fundo de Capital de Risco

Valorização. Investimento Transparência Diversificação Rendibilidade Rigor. Millennium Fundo de Capitalização, FCR. Fundo de Capital de Risco Simplicidade Especialistas Millennium Fundo de Capitalização, FCR Fundo de Capital de Risco Valorização Investimento Transparência Diversificação Rendibilidade Rigor doc:fcr/092013/0013 0 Millennium Gestão

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO

RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO MONTEPIO TAXA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO DE OBRIGAÇÕES DE TAXA FIXA 30.06.2015 1. Política de Investimentos O Património do

Leia mais

PROSPECTO SIMPLIFICADO JUNHO DE 2005

PROSPECTO SIMPLIFICADO JUNHO DE 2005 PARVEST Absolute Return Plus (Euro) Sub-fundo da PARVEST, Sociedade Luxemburguesa de Investimento de Capital Variável (a seguir designada por "SICAV") Constituída no dia 27 de Março de 1990 PROSPECTO SIMPLIFICADO

Leia mais

Fundos de Investimento Mobiliário em Portugal

Fundos de Investimento Mobiliário em Portugal Fundos de Investimento Mobiliário em Portugal Fernando Teixeira dos Santos Presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários Presidente do Comité Executivo da IOSCO 9 de Abril de 2003 Sumário I

Leia mais

Classificação dos Fundos de Investimento Mobiliário e dos Fundos de Pensões Abertos

Classificação dos Fundos de Investimento Mobiliário e dos Fundos de Pensões Abertos Classificação dos Fundos de Investimento Mobiliário e dos Fundos de Pensões Abertos Na classificação por si efectuada, a APFIPP aplica os critérios e os entendimentos que se expõem em seguida a que acresce

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES ENERGIA 2011-2015 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES ENERGIA 2011-2015 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES ENERGIA 2011-2015 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Advertências ao investidor: Remuneração não garantida Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado por parte

Leia mais

BEST Banco Electrónico de Serviço Total, S.A. Instituto de Seguros de Portugal: Supervisão prudencial

BEST Banco Electrónico de Serviço Total, S.A. Instituto de Seguros de Portugal: Supervisão prudencial Mod. Versão 87-49 Informação actualizada a: 31/08/2012 Designação Comercial: BEST Premium (I.C.A.E.) Data início de Comercialização: 01/08/2011 Data fim de Comercialização: Indeterminada Empresa de Seguros

Leia mais

Relatório e Contas Semestrais 2007

Relatório e Contas Semestrais 2007 Miillllenniium Afforrrro PPR Fundo de IInvesttiimentto Poupança Refforrma Aberrtto Relatório e Contas Semestrais 2007 Millennium bcp Gestão de Fundos de Investimento, S.A. Av. José Malhoa, Nº 27 1070-157

Leia mais

Portugal Enquadramento Económico

Portugal Enquadramento Económico Portugal Enquadramento Económico Fonte: INE PIB e Procura Interna em Volume (Tvh) em % do PIB 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Formação bruta de capital fixo (total economia) FBCF excepto Construção FBCF Construção

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das OBRIGAÇÕES TAXA FIXA MOTA-ENGIL 2013/2016

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das OBRIGAÇÕES TAXA FIXA MOTA-ENGIL 2013/2016 SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das OBRIGAÇÕES TAXA FIXA MOTA-ENGIL 2013/2016 14 de Março de 2013 ENTIDADE OFERENTE OFERTA PÚBLICA DE

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Imorocha

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Imorocha Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Imorocha RELATÓRIO & CONTAS 2007 ÍNDICE ACTIVIDADE DO FUNDO 2 BALANÇO 4 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS 5 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS MONETÁRIOS 6 ANEXO ÀS DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

LINHA DE APOIO À REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDA BANCÁRIA DAS EMPRESAS DOS AÇORES E APOIO À LIQUIDEZ

LINHA DE APOIO À REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDA BANCÁRIA DAS EMPRESAS DOS AÇORES E APOIO À LIQUIDEZ LINHA DE APOIO À REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDA BANCÁRIA DAS EMPRESAS DOS AÇORES E APOIO À LIQUIDEZ 1- O que é a Linha de Apoio à Reestruturação de Dívida Bancária das Empresas dos Açores e Apoio à Liquidez?

Leia mais

RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO

RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO 30 JUNHO 20 1 BREVE ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO 1º semestre de 20 No contexto macroeconómico, o mais relevante no primeiro

Leia mais

Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação

Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação 1 Incentivos financeiros à internacionalização Em 2010 os incentivos financeiros à internacionalização, não considerando

Leia mais

Instituto de Seguros de Portugal e Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Instituto de Seguros de Portugal e Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. Mod. Versão 65.01 Informação actualizada a: 04/04/2011 Designação Comercial: Fidelity Poupança Data de início de Comercialização: 01/02/2007 Empresa de Seguros Entidade Comercializadora Autoridades de

Leia mais

Raul Marques. Poupança: Onde colocar o meu dinheiro

Raul Marques. Poupança: Onde colocar o meu dinheiro Raul Marques 27 de Novembro de 2010 Sociedade de consumo Evolução do consumo privado (%PIB) Portugal vs Alemanha Fonte: Banco de Portugal, Eurostat 27 de Novembro de 2010 2. Aumento do endividamento das

Leia mais

. FUNDOS DE INVESTIMENTO

. FUNDOS DE INVESTIMENTO . FUNDOS 7.. F DE INVESTIMENTO 7. Fundos de Investimento O QUE É UM FUNDO DE INVESTIMENTO? Um fundo de investimento é um património que pertence a várias pessoas, destinado ao investimento em determinados

Leia mais

Relatório Estatístico Mensal

Relatório Estatístico Mensal Relatório Estatístico Mensal Gestão de Patrimónios Janeiro 2016 Sede: Rua Castilho, 44-2º 1250-071 Lisboa Telefone: 21 799 48 40 Fax: 21 799 48 42 e.mail: info@apfipp.pt home page: www.apfipp.pt RELATÓRIO

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações FC PORTO SAD 2014-2017

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações FC PORTO SAD 2014-2017 SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações FC PORTO SAD 2014-2017 4 de Junho de 2014 Não dispensa a consulta do prospecto e respectiva

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Telecom & Internet (Ser. 13/1)

Prospecto Informativo Invest Telecom & Internet (Ser. 13/1) Prospecto Informativo Invest Telecom & Internet (er. 13/1) Julho de 2013 Designação: Invest Telecom & Internet (er. 13/1) Classificação: Caracterização do Depósito: Garantia de Capital: Garantia de Remuneração:

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Aberto ES LOGISTICA

Fundo de Investimento Imobiliário Aberto ES LOGISTICA Relatório de Gestão ES LOGISTICA - Fundo de Investimento Imobiliário Aberto Fundo de Investimento Imobiliário Aberto ES LOGISTICA Relatório de Gestão Junho de 2009 ESAF Fundos de Investimento Imobiliário,

Leia mais

FUNDOS. Guia de. Investidores portugueses estão a assumir mais riscos. John Kolesidis / Reuters

FUNDOS. Guia de. Investidores portugueses estão a assumir mais riscos. John Kolesidis / Reuters ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO ECONÓMICO Nº 6221 DE 23 DE JULHO E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE Guia de FUNDOS John Kolesidis / Reuters Investidores portugueses estão a assumir mais

Leia mais

BBVA Multifundo Alternativo FEI Relatório & Contas a 31/12/2006

BBVA Multifundo Alternativo FEI Relatório & Contas a 31/12/2006 BBVA Multifundo Alternativo FEI Relatório & Contas a 31/12/2006 ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO FUNDO.. Denominação BBVA Multifundo Alternativo - FEI Tipo de Fundo Fundo Especial de Investimento Aberto Data

Leia mais

Impossibilidade de reembolso antecipado, quer pelo emitente quer pelo investidor.

Impossibilidade de reembolso antecipado, quer pelo emitente quer pelo investidor. Documento Informativo Montepio Top Europa - Março 2011/2015 Produto Financeiro Complexo ao abrigo do Programa de Emissão de Obrigações de Caixa de 3 000 000 000 Advertências ao investidor: Impossibilidade

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações SPORTING SAD 2015-2018

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações SPORTING SAD 2015-2018 SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações SPORTING SAD 2015-2018 21 de Maio de 2015 Não dispensa a consulta do prospecto 1. ENTIDADE

Leia mais

PROSPECTO SIMPLIFICADO PPR PLANO PROTECÇÃO ACTIVA PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

PROSPECTO SIMPLIFICADO PPR PLANO PROTECÇÃO ACTIVA PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Mod. Versão 62-03 Informação actualizada a: 09/09/2009 Designação Comercial: Data início de Comercialização: 17/07/2009 Empresa de Seguros, Sociedade Anónima com endereço da sede social na Av. Columbano

Leia mais

SEGURO INVESTIDOR GLOBAL FUNDO AUTÓNOMO ESTRATÉGIA AGRESSIVA AÇÕES

SEGURO INVESTIDOR GLOBAL FUNDO AUTÓNOMO ESTRATÉGIA AGRESSIVA AÇÕES Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. SEGURO INVESTIDOR GLOBAL FUNDO AUTÓNOMO

Leia mais

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo Designação Caixa Eurostoxx Down maio 2015_PFC Classificação Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado Caracterização do Produto Garantia de Capital O Caixa Eurostoxx Down maio 2015 é um depósito indexado

Leia mais

Bankinter, S.A., Sucursal em Portugal Preçário de Títulos, Fundos e Seguros de Investimento

Bankinter, S.A., Sucursal em Portugal Preçário de Títulos, Fundos e Seguros de Investimento Bankinter, S.A., Sucursal em Portugal Preçário de Títulos, Fundos e Seguros de Investimento Data de Entrada em Vigor: 01/abril/2016 Avisos: "Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários,

Leia mais

Estatísticas de Seguros

Estatísticas de Seguros Estatísticas de Seguros 2009 Autoridade de Supervisão da Actividade Seguradora e de Fundos de Pensões Autorité de Contrôle des Assurances et des Fonds de Pensions du Portugal Portuguese Insurance and Pension

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO

RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO MONTEPIO CAPITAL - Fundo de Investimento Mobiliário Aberto de Acções 30.06.2015 1. Política de Investimentos Tratando-se de um fundo de ações

Leia mais

Texto a manuscrever pelo cliente: Tomei conhecimento das advertências

Texto a manuscrever pelo cliente: Tomei conhecimento das advertências Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. FA FR0000290728 Groupama Seguros

Leia mais

Através da sua rede de Balcões do Banco Espírito Santo, S.A.. Instituto de Seguros de Portugal e Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Através da sua rede de Balcões do Banco Espírito Santo, S.A.. Instituto de Seguros de Portugal e Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. Mod. Versão 91-60 Informação actualizada a: 19/04/2011 Designação Comercial: Operação de Capitalização T- 1ª Série (ICAE- Não Normalizado) Período de Comercialização: de17/12/2008 a 17/12/20 Empresa de

Leia mais

BPI Portugal. Rentabilidades Anualizadas a 30-06-2011 1 Ano -2.6% 3 Anos -6.1% 5 Anos -4.2% Desde o inicio 5.2% VALORIZAÇÃO

BPI Portugal. Rentabilidades Anualizadas a 30-06-2011 1 Ano -2.6% 3 Anos -6.1% 5 Anos -4.2% Desde o inicio 5.2% VALORIZAÇÃO BPI Portugal VALORIZAÇÃO Tipo de Fundo: Fundo aberto de acções. Fundo de Acções Nacionais Data de Início: 3 de Janeiro de 1994 Objectivo: Política de Distribuição de Rendimentos: Banco Depositário: Locais

Leia mais

Soluções Financeiras BBVA

Soluções Financeiras BBVA ANEXO I Soluções Financeiras BBVA Exclusivas para os Sócios do SEPLEU Sindicato dos Educadores e Professores Licenciados pelas Escolas Superiores de Educação e Universidades Exmos. Srs. É com o maior prazer

Leia mais

PROSPECTO SIMPLIFICADO BES ESTRUTURADO FLEXÍVEL (ICAE NÃO NORMALIZADO) PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

PROSPECTO SIMPLIFICADO BES ESTRUTURADO FLEXÍVEL (ICAE NÃO NORMALIZADO) PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informação actualizada a: 01/04/2010 Designação Comercial: BES Estruturado Flexível (I.C.A.E. Não Normalizado) Data início de Comercialização do Fundo BES Ouro: 03/03/2008 Empresa de Seguros Entidades

Leia mais

Linha de Crédito Açores Investe II (Prorrogação do Prazo)

Linha de Crédito Açores Investe II (Prorrogação do Prazo) Linha de Crédito Açores Investe II (Prorrogação do Prazo) Objetivo - Financiar o reforço do fundo de maneio ou dos capitais permanentes e investimento novo em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos; - Até

Leia mais

PME Investe III Sector do Turismo

PME Investe III Sector do Turismo PME Investe III Sector do Turismo Linha Turismo de Habitação e Turismo em Espaço Rural Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que: Comprovem ser Micro e Pequenas Empresas através da certificação

Leia mais

PROSPECTO SIMPLIFICADO PPR POUPANÇA ACTIVA PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

PROSPECTO SIMPLIFICADO PPR POUPANÇA ACTIVA PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Mod. Versão 61-13 Informação actualizada a: 01/07/2009 Designação Comercial: PPR Poupança Activa Data início de Comercialização: 02/01/2006 Empresa de Seguros, Sociedade Anónima com endereço da sede social

Leia mais

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base Cenário Econômico Internacional & Brasil Prof. Dr. Antonio Corrêa de Lacerda antonio.lacerda@siemens.com São Paulo, 14 de março de 2007

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Gestão Financeira Prof. Marcelo Cruz Fundos de Investimento 3 Uma modalide de aplicação financeira Decisão de Investimento 1 Vídeo: CVM Um fundo de investimento é um condomínio que reúne recursos de um

Leia mais

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 8 PROVEITOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os proveitos correntes do exercício.

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 8 PROVEITOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os proveitos correntes do exercício. Anexo à Instrução nº 4/96 IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 8 PROVEITOS POR NATUREZA As contas desta classe registam os proveitos correntes do exercício. 80 - JUROS E PROVEITOS EQUIPARADOS Proveitos

Leia mais

PROSPECTO COMPLETO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO CAIXAGEST RENDA MENSAL. 26 de Setembro de 2005

PROSPECTO COMPLETO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO CAIXAGEST RENDA MENSAL. 26 de Setembro de 2005 PROSPECTO COMPLETO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO CAIXAGEST RENDA MENSAL 26 de Setembro de 2005 A autorização do fundo significa que a CMVM considera a sua constituição conforme com a legislação

Leia mais

É disponibilizada uma cópia electrónica deste aviso no sítio Web: www.jpmorganassetmanagement.com

É disponibilizada uma cópia electrónica deste aviso no sítio Web: www.jpmorganassetmanagement.com JPMorgan Funds Société d Investissement à Capital Variable (a "Sociedade") Registered Office: 6 route de Trèves, L-2633 Senningerberg, Grand Duchy of Luxembourg R.C.S. Luxembourg B 49 663 Telephone: +352

Leia mais

Eurovida Companhia de Seguros de Vida, S.A., sociedade anónima pertencente ao Grupo Banco Seguros

Eurovida Companhia de Seguros de Vida, S.A., sociedade anónima pertencente ao Grupo Banco Seguros Eurovida Companhia de Seguros de Vida, S.A. - Sede Social: - 1099-090 Lisboa - Portugal - CRCL / Pes. Col. 504 917 692 Capital Social 7.500.000 Euro Data início de comercialização: 2000/04/13 por tempo

Leia mais

INVESTIMENTO ACTIVO MAIS OBRIGAÇÕES

INVESTIMENTO ACTIVO MAIS OBRIGAÇÕES Breve Descrição do Produto O é um produto financeiro complexo composto por 50% do investimento num Depósito a Prazo a 180 dias, não renovável, com uma taxa de juro de 4% (TANB Taxa Anual Nominal Bruta),

Leia mais

PARVEST USA LS30. Prospecto simplificado Abril de 2008

PARVEST USA LS30. Prospecto simplificado Abril de 2008 PARVEST USA LS30 Subfundo da SICAV PARVEST, Sociedade de Investimento de Capital Variável O subfundo Parvest USA LS30 foi lançado a 30 de Outubro de 2007. Prospecto simplificado Abril de 2008 Este prospecto

Leia mais

Caixagest Sprinter II

Caixagest Sprinter II PROSPECTO COMPLETO FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO Caixagest Sprinter II 6 de Dezembro de 2007 A autorização do Fundo significa que a CMVM considera a sua constituição conforme com a legislação aplicável,

Leia mais

Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 10.382 90,7% Sexo Homem 4.231

Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 10.382 90,7% Sexo Homem 4.231 1 / 14 Painel de Banca Portugal Características Tamanho painel (ISO): 32.637 Pessoas perfiladas (ISO): 11.557 Taxa de resposta estimada (ISO): 41% Atualizado: 15/12/2014 Tamanho (ISO): o número de participantes

Leia mais

DE QUE FORMA OS CONHECIMENTOS

DE QUE FORMA OS CONHECIMENTOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE QUE FORMA OS CONHECIMENTOS E A EXPERIÊNCIA DOS INVESTIDORES DETERMINAM O MODO COMO SÃO TRATADOS PELOS INTERMEDIÁRIOS

Leia mais

OS FUNDOS DE PENSÕES

OS FUNDOS DE PENSÕES 5 OS FUNDOS DE PENSÕES 5 OS FUNDOS DE PENSÕES 5.1. Mercado de fundos de pensões 5.1.1. Breve descrição A 31 de Dezembro de 2008, o montante total dos fundos de pensões correspondia a cerca de 20.282 milhões

Leia mais

Relatório e Contas OPTIMIZE INVESTMENT PARTNERS, SGFIM, SA EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE

Relatório e Contas OPTIMIZE INVESTMENT PARTNERS, SGFIM, SA EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE Relatório e Contas OPTIMIZE INVESTMENT PARTNERS, SGFIM, SA EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 Índice 1 Relatório de Gestão... 3 1.1 Enquadramento geral da atividade em 2013... 4 1.2 Aspetos mais

Leia mais

Relatório e Contas CARREGOSA TECHNICAL TRADING FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO NÃO HARMONIZADO PERÍODO FINDO EM 30 DE JUNHO DE

Relatório e Contas CARREGOSA TECHNICAL TRADING FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO NÃO HARMONIZADO PERÍODO FINDO EM 30 DE JUNHO DE Relatório e Contas CARREGOSA TECHNICAL TRADING FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO NÃO HARMONIZADO PERÍODO FINDO EM 30 DE JUNHO DE 2011 Índice 1 Relatório de Gestão... 3 Enquadramento Geral da actividade

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 04.787.

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 04.787. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Informações referentes à Julho de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO

FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO I Curso de Férias do Grupo de Estudos de Direito Empresarial - Direito UFMG EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO Fernanda Valle Versiani Mestranda em Direito Empresarial pela Universidade Federal de Minas Gerais,

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES DUAL 5%+ÁFRICA FEVEREIRO 2011 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES DUAL 5%+ÁFRICA FEVEREIRO 2011 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Advertências ao investidor: Remuneração não garantida DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES DUAL 5%+ÁFRICA FEVEREIRO 2011 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado

Leia mais

Eurovida Companhia de Seguros de Vida, S.A., sociedade anónima pertencente ao Grupo Banco Seguros

Eurovida Companhia de Seguros de Vida, S.A., sociedade anónima pertencente ao Grupo Banco Seguros Data início de comercialização: 2007/05 por tempo indeterminado Empresa de Companhia de Seguros de Vida, S.A., sociedade anónima pertencente ao Grupo Banco Seguros Popular, com sede social na - 1099-090

Leia mais

orçamento no seu Faça obras pelos bancos que podem ajudar na tarefa. Saiba o que existe, para que serve e como pode utilizar.

orçamento no seu Faça obras pelos bancos que podem ajudar na tarefa. Saiba o que existe, para que serve e como pode utilizar. Faça obras no seu orçamento Se quer planear as suas poupanças, há ferramentas disponibilizadas pelos bancos que podem ajudar na tarefa. Saiba o que existe, para que serve e como pode utilizar. Faça obras

Leia mais

Portaria nº 913-I/2003, de 30 de Agosto

Portaria nº 913-I/2003, de 30 de Agosto Portaria n.º 913-I/2003 de 30 de Agosto * Na sequência do Decreto-Lei n.º 183/2003, de 19 de Agosto, que alterou o Estatuto da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), aprovado pelo Decreto-Lei

Leia mais

Página Há 97 PPR à sua disposição. Apenas 3 merecem encher o seu mealheiro Observad... 1 de 16 REFORMA. David Almas

Página Há 97 PPR à sua disposição. Apenas 3 merecem encher o seu mealheiro Observad... 1 de 16 REFORMA. David Almas Página Há 97 à sua disposição. Apenas 3 merecem encher o seu mealheiro Observad... 1 de 16 REFORMA David Almas A maioria dos planos de poupança-reforma rende pouco ou cobra muito. Temos a lista completa

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Produto Financeiro Complexo: REAL 24M INVEST Entidade gestora: Real Vida Seguros, S.A. Avenida de França, 316 2º, Edifício Capitólio 4050-276 Porto Portugal TODOS OS INVESTIMENTOS TÊM RISCO Implica a imobilização

Leia mais

PME Investe III Sector do Turismo

PME Investe III Sector do Turismo PME Investe III Sector do Turismo Linha de Apoio à Tesouraria Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que: Tenham um volume de facturação anual inferior a 150 milhões de euros Desenvolvam

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Beirafundo

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Beirafundo Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Beirafundo RELATÓRIO & CONTAS 2007 ÍNDICE ACTIVIDADE DO FUNDO 2 BALANÇO 4 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS 5 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS MONETÁRIOS 6 ANEXO ÀS DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CARACTERÍSTICAS HG Verde Fundo de Investimento Multimercado FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS

Leia mais