Pedagogia. No painel desta aula. Cotidiano escolar: problemas pedagógicos contemporâneos. Colocam-se, transversalmente, no cotidiano escolar...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pedagogia. No painel desta aula. Cotidiano escolar: problemas pedagógicos contemporâneos. Colocam-se, transversalmente, no cotidiano escolar..."

Transcrição

1 Pedagogia Prof. Elizabete Cristina Costa Renders Cotidiano escolar: problemas pedagógicos contemporâneos Imagem 1 No painel desta aula Colocam-se, transversalmente, no cotidiano escolar... Complexidade destes temas Relação famíliaescola Violência Orientação sexual Ensino religioso 1

2 Relação família-escola Imagem 2 Ato educativo escolar não-escolar os tantos exercícios para desenvolver a chamada musculatura fina - foram bastante praticados em trabalhos desenvolvidos no cotidiano familiar, e sequer imaginamos que os alunos e alunas os trazem para a escola. (Nilda Alves) Desafios postos Considerar a relação entre a escola, a cultura familiar e o cotidiano em nossas práticas educativas; Redimensionar a parceria escola/família nos termos dos conhecimentos compartilhados entre ambas as instituições sociais. Imagem 3 Cartilha família na escola Uma Campanha do MEC 2

3 Família na escola Seria a família uma espiã do Estado? Seria a escola uma servidora da família? Em que termos, realmente nos interessa esta parceria? Desafio: eliminar barreiras Econômicas Culturais Institucionais Imagem 4 Tempo para reflexão Como escola e família, em parceria, podem contribuir para a educação das crianças? Duração: 10min 3

4 PCNs: temas transversais Trata de temas como: ética pluralidade cultural meio ambiente saúde orientação sexual abrindo espaço para os temas locais. Escola e realidade cotidiana posicionar-se em relação às questões sociais e interpretar a tarefa educativa como uma intervenção na realidade no momento presente; não tratar os valores apenas como conceitos ideais; incluir essa perspectiva no ensino dos conteúdos das áreas de conhecimento escolar. Violências e escola Depredação, pichação, roubos, armas de fogo e armas brancas (estilete, punhal, faca, etc.), agressões físicas, humilhação... Imagem 5... são algumas das formas que a violência toma no cotidiano escolar. 4

5 Uma narrativa... a professora começou a ofender o cara [que escreveu errado no quadro], falar da mãe dele e aí o vulgo psicopata, [que é o apelido dele], fechou a mão e falou: vou te meter um bico. E a professora disse: vem então. Aí ele começou a chorar... Depoimento de aluno/1º ano/pública/jf publicado por NJAINE. Uma novidade? Imagem 6 O "Bullying" é um termo de origem inglesa, que significa a agressão física ou psicológica, de forma intencional, praticada repetidamente por um aluno ou grupo de alunos sobre um colega ou grupo de alunos mais frágil. Rompendo ciclos de violência Reconhecer a complexidade desse processo; Desenvolver ações mediadas pela parceria escola/família; Programar atitudes de ruptura do preconceito, da discriminação, do medo e silenciamento; Desenvolver abordagens criativas do tema; Refletir criticamente os fatos violentos veiculados na mídia; Reprimir armas, drogas e bebidas alcoólicas no cotidiano escolar; etc. 5

6 Ensino Religioso Da concepção religiosa de educação à laicidade do ensino, constatamos um problema: proselitismo. Percurso histórico : educação sob o motivo religioso : escola laica um paradoxo: fidelidade à Igreja Católica : obrigatório com opção de frequência : disciplina regular do conjunto curricular Nova concepção Cultura e transcendência Tradição religiosa e construção da paz Religião: campo de conhecimento plural Não devemos nos ater à catequese este é papel dos sacerdotes, não dos educadores. 6

7 Tempo para reflexão Pensem juntos algumas atividades que poderiam ser propostas pela escola para romper com os ciclos de violência. Duração: 10 min Orientação sexual na escola processo de intervenção pedagógica que tem como objetivo transmitir informações e problematizar questões relacionadas à sexualidade, incluindo posturas, crenças, tabus e valores a ela associados. (PCN) Conteúdos e dúvidas Corpo humano Relações de gênero Prevenção às doenças sexualmente transmissíveis Imagem7 7

8 Caráter apenas informativo? O dispositivo da sexualidade perpassa espaços escolares, instaura regras e normas, estabelece mudanças no modo pelo qual os indivíduos dão sentido e valor a sua conduta, desejos, prazeres, sentimentos e sonhos. (Helena Altmann) Retomando Os temas citados violência na escola, orientação sexual e ensino religioso nos remetem à necessária construção de uma rede de apoio entre escola/família/comunidade que dê sentido à educação das crianças brasileiras. Dicas de Filmes Pro dia nascer feliz Escritores da liberdade 8

9 Dicas de Leitura YUS, Rafael. Temas transversais: em busca de uma nova escola. Porto Alegre: Artes Médicas,1998. FOUCAULT, Michel. A história da sexualidade 1 (vontade de saber) e 2 (o uso dos prazeres) Rio de Janeiro: Graal. Boa Semana! Prof. Elizabete Cristina Costa Renders Referência de imagens: Imagem 1: Imagem 2: Imagem 3: Imagem 2 e 5: guia de estudos Imagem 6: Imagem 7: 9

Violência, escola e segurança

Violência, escola e segurança Violência, escola e segurança diagnóstico para diretores(as) Prezado(a) diretor(a), A 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública (CONSEG), realizada pelo Ministério da Justiça (MJ), representa um marco

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. De acordo a LDB 9394/96 o Ensino Fundamental, juntamente com a Educação Infantil e o Ensino Médio, compõe a Educação básica.

ENSINO FUNDAMENTAL. De acordo a LDB 9394/96 o Ensino Fundamental, juntamente com a Educação Infantil e o Ensino Médio, compõe a Educação básica. ENSINO FUNDAMENTAL De acordo a LDB 9394/96 o Ensino Fundamental, juntamente com a Educação Infantil e o Ensino Médio, compõe a Educação básica. Art. 32 "o Ensino Fundamental, com duração mínima de oito

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 VOTO EM SEPARADO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 VOTO EM SEPARADO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 Altera o art. 33 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino religioso nas redes públicas de ensino

Leia mais

RESUMOS COM RESULTADOS... 1334 RESUMOS DE PROJETOS... 1336

RESUMOS COM RESULTADOS... 1334 RESUMOS DE PROJETOS... 1336 1333 RESUMOS COM RESULTADOS... 1334 RESUMOS DE PROJETOS... 1336 RESUMOS COM RESULTADOS 1334 DISCURSOS DE PROFESSORES/TUTORES DE LÍNGUA INGLESA: PRÉ-CONSTRUÍDOS SOBRE A RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO EM EAD...

Leia mais

Educação inclusiva? Processos seletivos. Pedagogia. Educação Inclusiva. Profa. Elizabete Cristina Costa Renders

Educação inclusiva? Processos seletivos. Pedagogia. Educação Inclusiva. Profa. Elizabete Cristina Costa Renders Pedagogia Profa. Elizabete Cristina Costa Renders Educação Inclusiva Educação inclusiva? O panorama histórico da educação brasileira nos remete a situações de exclusão, a um sistema educacional marcadamente

Leia mais

DISCRIMINAÇÃO E PRECONCEITO:

DISCRIMINAÇÃO E PRECONCEITO: DISCRIMINAÇÃO E PRECONCEITO: Uma contribuição para o debate Eliete Godoy 2011 "Devemos lutar pela igualdade sempre que a diferença nos inferioriza, mas devemos lutar pela diferença sempre que a igualdade

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA Ano lectivo 2014/2015 Introdução A Educação para a Cidadania é um processo ao longo da vida. Começa em casa e no meio próximo das crianças com as questões da identidade, relações

Leia mais

POLÍTICA DE EDUCAÇÃO,PREVENÇÃO,ATENÇÃO E ATENDIMENTO ÁS VIOLÊNCIAS NA ESCOLA-ESTADO DE SANTA CATARINA.

POLÍTICA DE EDUCAÇÃO,PREVENÇÃO,ATENÇÃO E ATENDIMENTO ÁS VIOLÊNCIAS NA ESCOLA-ESTADO DE SANTA CATARINA. POLÍTICA DE EDUCAÇÃO,PREVENÇÃO,ATENÇÃO E ATENDIMENTO ÁS VIOLÊNCIAS NA ESCOLA-ESTADO DE SANTA CATARINA. JULIA SIQUEIRA DA ROCHA jsiqueiradarocha@gmail.com IONE RIBEIRO VALLE Ione.valle@ufsc.br ELEMENTOS

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS EDUCAÇÃO BÁSICA ENSINO SUPERIOR EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL EDUCAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO SISTEMA DE JUSTIÇA E SEGURANÇA EDUCAÇÃO E MÍDIA Comitê Nacional de Educação

Leia mais

A Interdisciplinaridade e a Transversalidade na abordagem da educação para as Relações Étnico-Raciais

A Interdisciplinaridade e a Transversalidade na abordagem da educação para as Relações Étnico-Raciais CURSO EDUCAÇÃO, RELAÇÕES RACIAIS E DIREITOS HUMANOS LEILA MARIA DE OLIVEIRA Mestre em Educação: Currículo pelo Programa de Pós Graduação da PUC-SP; professora de educação física; e integrante do Grupo

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Bullyng - Brincadeira que não tem graça.

Mostra de Projetos 2011. Bullyng - Brincadeira que não tem graça. Mostra de Projetos 2011 Bullyng - Brincadeira que não tem graça. Mostra Local de: Arapongas. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Colégio

Leia mais

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz PLANO ANUAL DE TRABALHO 05/06 8ºAno Código 070 Educação para a Cidadania Ano Letivo: 05 / 06 Plano Anual Competências a desenvolver Conteúdos Temas/Domínios Objetivos Atividades / Materiais 3 Períodos

Leia mais

O talento é seu. A gente só aperfeiçoa. Conheça: est.edu.br

O talento é seu. A gente só aperfeiçoa. Conheça: est.edu.br O talento é seu. A gente só aperfeiçoa. EXTENSÃO Conheça: est.edu.br PROGRAMA DE EXTENSÃO A Faculdades EST é vinculada à Rede Sinodal de Educação, identificada com a Igreja Evangélica de Confissão Luterana

Leia mais

TÍTULO: AUTORA: , mintza@bol.com.br INSTITUIÇÃO: ÁREA TEMÁTICA : INTRODUÇÃO OBJETIVOS uso da droga

TÍTULO: AUTORA: , mintza@bol.com.br INSTITUIÇÃO: ÁREA TEMÁTICA : INTRODUÇÃO OBJETIVOS uso da droga TÍTULO:TEMAS TRANSVERSAIS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS AUTORA: MINTZA IDESIS JÁCOME, mintza@bol.com.br INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ÁREA TEMÁTICA : SAÚDE INTRODUÇÃO: Eleger

Leia mais

Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo?

Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo? Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo? A Coleção Verdeamarelo é composta por material institucional de apoio pedagógico, elaborado na forma de HQ Histórias em Quadrinhos coloridos, para serem

Leia mais

TRANSVERSALIDADE. 1 Educação Ambiental

TRANSVERSALIDADE. 1 Educação Ambiental TRANSVERSALIDADE Os temas transversais contribuem para formação humanística, compreensão das relações sociais, através de situações de aprendizagens que envolvem a experiência do/a estudante, temas da

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria Municipal de Educação. Resolução COMEV Nº. 01/2014

Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria Municipal de Educação. Resolução COMEV Nº. 01/2014 Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria Municipal de Educação Resolução COMEV Nº. 01/2014 Fixa normas relativas à Organização e Funcionamento do Ciclo Inicial de Aprendizagem do Ensino Fundamental na

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

Proposta Pedagógica. Buscando atender às necessidades da comunidade local, o Colégio La Salle Brasília oferece educação infantil, fundamental e médio.

Proposta Pedagógica. Buscando atender às necessidades da comunidade local, o Colégio La Salle Brasília oferece educação infantil, fundamental e médio. Proposta Pedagógica Visão: Ser um centro de excelência em Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio que busca alcançar a utopia que tem de pessoa e sociedade, segundo os critérios do evangelho, vivenciando

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL DISCIPLINA: SOCIOLOGIA O propósito desta sequência didática é discutir com e/em interação com os jovens-alunos, a questão do preconceito racial e o

Leia mais

AÇÕES DE COMBATE A HOMOFOBIA NAS ESCOLAS DO PÓLO DO CEFAPRO (CENTRO DE FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO) DE TANGARÁ DA SERRA-MT

AÇÕES DE COMBATE A HOMOFOBIA NAS ESCOLAS DO PÓLO DO CEFAPRO (CENTRO DE FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO) DE TANGARÁ DA SERRA-MT AÇÕES DE COMBATE A HOMOFOBIA NAS ESCOLAS DO PÓLO DO CEFAPRO (CENTRO DE FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO) DE TANGARÁ DA SERRA-MT RELATO DE EXPERIÊNCIA Introdução Marcos Serafim Duarte

Leia mais

18º Congresso de Iniciação Científica EDUCAÇÃO FÍSICA NO ENSINO MÉDIO E OS TEMAS GERADORES

18º Congresso de Iniciação Científica EDUCAÇÃO FÍSICA NO ENSINO MÉDIO E OS TEMAS GERADORES 18º Congresso de Iniciação Científica EDUCAÇÃO FÍSICA NO ENSINO MÉDIO E OS TEMAS GERADORES Autor(es) TALINE MELEGA TOME Orientador(es) IDA CARNEIRO MARTINS 1. Introdução Segundo Cury (1997) o Ensino Médio

Leia mais

2º SEMINÁRIO DO PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ E PREVENÇÃO DAS VIOLÊNCIAS

2º SEMINÁRIO DO PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ E PREVENÇÃO DAS VIOLÊNCIAS 2º SEMINÁRIO DO PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ E PREVENÇÃO DAS VIOLÊNCIAS Objetivo do PSE O Programa Saúde na Escola (PSE) vem contribuir para o fortalecimento de ações na perspectiva

Leia mais

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO Maria Salete da Silva Josiane dos Santos O Programa Assistência Sócio-Jurídica, extensão do Departamento de Serviço Social, funciona no Núcleo

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio. Etec. Etec: Professor Massuyuki Kawano

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio. Etec. Etec: Professor Massuyuki Kawano Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Área de conhecimento: Ciências Humanas e Suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais)

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais) PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA Ensino Fundamental (séries finais) O Clickideia é um portal educacional (www.clickideia.com.br), desenvolvido com o apoio do CNPq e da UNICAMP, que apresenta conteúdos didáticos

Leia mais

ANEXO 01. CURSO: Tecnólogo em Segurança Pública e Social UFF

ANEXO 01. CURSO: Tecnólogo em Segurança Pública e Social UFF ANEXO 01 CURSO: Tecnólogo em e Social UFF SELEÇÃO DE VAGAS REMANESCENTES DISCIPLINAS / FUNÇÕES - PROGRAMAS / ATIVIDADES - PERFIS DOS CANDIDATOS - NÚMEROS DE VAGAS DISCIPLINA/FUNÇÃO PROGRAMA/ATIVIDADES

Leia mais

Relações Intergeracionais Alternativa para minimizar a exclusão social do idoso

Relações Intergeracionais Alternativa para minimizar a exclusão social do idoso 83 Relações Intergeracionais Alternativa para minimizar a exclusão social do idoso Maria Clotilde Barbosa Nunes Maia de Carvalho A sociedade atual tende a excluir os idosos, que acabam segregados e se

Leia mais

Diretrizes para o Ensino Religioso - 2011

Diretrizes para o Ensino Religioso - 2011 PARAMETRO DE ENSINO RELIGIOSO - 6º AO 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL REDE MUNICIPAL DE TRÊS CORAÇÕES 1 Diretrizes para o Ensino Religioso - 2011 1 Ensino Religioso na LDB 9394/96: Com a nova L.D.B., o Ensino

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. 098/2011 A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETA:

PROJETO DE LEI Nº. 098/2011 A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETA: PROJETO DE LEI Nº. 098/2011 Dispõe sobre a inclusão de medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying escolar no projeto pedagógico elaborado pelas escolas públicas estaduais e dá outras providências.

Leia mais

MODELOS ORGANIZATIVOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA

MODELOS ORGANIZATIVOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA MODELOS ORGANIZATIVOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA Jaqueline Oliveira Silva Ribeiro SESI-SP josr2@bol.com.br Dimas Cássio Simão SESI-SP

Leia mais

Conceituando a violência

Conceituando a violência Conceituando a violência A Organização Mundial da Saúde (OMS) define a Violência como o uso de força física ou poder, em ameaça ou na prática, contra si próprio, outra pessoa ou contra um grupo ou comunidade

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO CÓDIGO DE ÉTICA G UPO 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 2 1. APLICABILIDADE... 3 ESCLARECIMENTOS... 3 O COMITÊ DE ÉTICA... 3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ... 3,4 2. ASSUNTOS INTERNOS... 4 OUVIDORIA... 4 PRECONCEITO...

Leia mais

Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres. 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento;

Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres. 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento; Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento; Objetivo geral Promover a igualdade no mundo do trabalho e a autonomia

Leia mais

E.E. PROF. JOSÉ AUGUSTO LOPES BORGES SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO ARAÇATUBA

E.E. PROF. JOSÉ AUGUSTO LOPES BORGES SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO ARAÇATUBA E.E. PROF. JOSÉ AUGUSTO LOPES BORGES SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO ARAÇATUBA PROJETO NÃO CAIA NA REDE PROJETO NÃO CAIA NA REDE Responsáveis: Rosana Jussiani Diretora Gláucia

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA

DIRETRIZES GERAIS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA DIRETRIZES GERAIS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA INTRODUÇÃO O Estágio Curricular foi criado pela Lei 6.494, de 7 de dezembro de 1977 e regulamentado pelo Decreto 87.497, de 18 de agosto

Leia mais

SEXUALIDADE NA EDUCAÇÃO: PRÁTICAS INTEGRATIVAS SOBRE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

SEXUALIDADE NA EDUCAÇÃO: PRÁTICAS INTEGRATIVAS SOBRE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS SEXUALIDADE NA EDUCAÇÃO: PRÁTICAS INTEGRATIVAS SOBRE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Renata de Barros Oliveira (UFPE/CAV) José Phillipe Joanou Santos (UFPE/CAV) Janaina Patrícia Dos Santos (Escola Estadual

Leia mais

Trabalhando a convivência a partir da transversalidade

Trabalhando a convivência a partir da transversalidade PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade Trabalhando a convivência a partir da transversalidade Cristina Satiê de Oliveira Pátaro 1 Ricardo Fernandes Pátaro 2 Já há alguns

Leia mais

Por uma pedagogia da juventude

Por uma pedagogia da juventude Por uma pedagogia da juventude Juarez Dayrell * Uma reflexão sobre a questão do projeto de vida no âmbito da juventude e o papel da escola nesse processo, exige primeiramente o esclarecimento do que se

Leia mais

Lions Clube Centro-São José dos Campos

Lions Clube Centro-São José dos Campos Lions Clube Centro-São José dos Campos Projeto Transformação BRASIL Transformação é um projeto que visa ampliar as oportunidades educativas, investindo no desenvolvimento do potencial de cada criança e

Leia mais

ÉTICA. Prof.Archangelo P. Fernandes. www.profbio.com.br

ÉTICA. Prof.Archangelo P. Fernandes. www.profbio.com.br ÉTICA Prof.Archangelo P. Fernandes www.profbio.com.br Ética? Isso é coisa de filósofo! CULTURA CIÊNCIA POLÍTICA ÉTICA ARTE INDUSTRIA DEONTOLOGIA Provem do grego deon, deontos = (dever) e logos = (tratado).

Leia mais

RELAÇÃO DE LINHAS DE PESQUISA, EMENTAS E TEMAS PARA ORIENTAÇÃO DE TCC PEDAGOGIA

RELAÇÃO DE LINHAS DE PESQUISA, EMENTAS E TEMAS PARA ORIENTAÇÃO DE TCC PEDAGOGIA RELAÇÃO DE LINHAS DE, S E PARA METODOLOGIAS DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DOS PROCESSOS EDUCATIVOS Constituição histórica das metodologias do ensino e as diferentes concepções de ensino

Leia mais

Novas possibilidades de leituras na escola

Novas possibilidades de leituras na escola Novas possibilidades de leituras na escola Mariana Fernandes Valadão (UERJ/EDU/CNPq) Verônica da Rocha Vieira (UERJ/EDU/CNPq) Eixo 1: Leitura é problema de quem? Resumo A nossa pesquisa pretende discutir

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO

COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO General Carneiro 2010 APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO. O Ensino Religioso existiu num primeiro

Leia mais

Ética, Cidadania e Formação de Valores na Sala de Aula

Ética, Cidadania e Formação de Valores na Sala de Aula Ética, Cidadania e Formação de Valores na Sala de Aula Marcos Cordiolli Marcos Cordiolli ò ò ò ò ò ò ò É mestre em Educação pela PUC-SP É Autor de ò ò Currículo Escolar: Teorias & Práticas (Editora Melo)

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico. Professor: Renato Custódio da Silva

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico. Professor: Renato Custódio da Silva PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Ética e Cidadania Organizacional Eixo Tecnológico: Gestão e

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO ESTRUTURA GERAL DOS ROTEIROS DE ESTUDOS QUINZENAL Os roteiros de estudos, cujo foco está destacado nas palavras chaves, estão organizados em três momentos distintos: 1º MOMENTO - FUNDAMENTOS TEÓRICOS -

Leia mais

PLURALIDADE CULTURAL E INCLUSÃO NA ESCOLA Uma pesquisa no IFC - Camboriú

PLURALIDADE CULTURAL E INCLUSÃO NA ESCOLA Uma pesquisa no IFC - Camboriú PLURALIDADE CULTURAL E INCLUSÃO NA ESCOLA Uma pesquisa no IFC - Camboriú Fernando Deodato Crispim Junior 1 ; Matheus dos Santos Modesti 2 ; Nadia Rocha Veriguine 3 RESUMO O trabalho aborda a temática da

Leia mais

10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM

10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM 10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM PROJETO INTERINSTITUCIONAL SAÚDE, EDUCAÇÃO E CIDADANIA: APOIO PSICOSSOCIAL AS FAMÍLIAS POR MEIO DA PARTICIPAÇÃO DE PAIS EM GRUPOS DE REFLEXÃO Daniela Cristina Grégio

Leia mais

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia A CONTRIBUIÇÃO DA DIDÁTICA CRÍTICA NA INTERLIGAÇÃO DE SABERES AMBIENTAIS NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Leia mais

AULA 05. Profª Matilde Flório EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PARA EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL PMSP-DOT- 2008

AULA 05. Profª Matilde Flório EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PARA EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL PMSP-DOT- 2008 AULA 05 Profª Matilde Flório EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PARA EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL PMSP-DOT- 2008 FÁBRICA DE IDÉIAS PEDAGÓGICAS CONCURSO PMSP FUND II 2011 (em parceria com a APROFEM e o Jornal dos Concursos)

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

Educação para a Cidadania linhas orientadoras

Educação para a Cidadania linhas orientadoras Educação para a Cidadania linhas orientadoras A prática da cidadania constitui um processo participado, individual e coletivo, que apela à reflexão e à ação sobre os problemas sentidos por cada um e pela

Leia mais

Filme: O Lobisomem e o Coronel

Filme: O Lobisomem e o Coronel Filme: O Lobisomem e o Coronel Gênero: Animação Diretor: Elvis K. Figueiredo, Ítalo Cajueiro Ano: 2002 Duração: 10 min Cor: Colorido Bitola: 35mm País: Brasil Disponível no Porta Curtas: www.portacurtas.com.br/curtanaescola/filme.asp?cod=1518

Leia mais

UNIP Universidade Paulista Estudos Políticos e Sociais

UNIP Universidade Paulista Estudos Políticos e Sociais SOCIEDADE E EDUCAÇÃO INTRODUÇÃO Citelli (2004) apresenta um ponto de vista acerca do momento vivido pela escola e, conseqüentemente, pela educação, bastante elucidativo: A escola está sendo pensada, assim,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 CARGO E UNIDADES: Professor de Educação Infantil e Fundamental (MACAÍBA) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova:

Leia mais

4 EIXOS ORGANIZADORES DOS CONTEÚDOS HISTÓRIA GEOGRAFIA ENSINO RELIGIOSO. Informações, Comunicação e Interação

4 EIXOS ORGANIZADORES DOS CONTEÚDOS HISTÓRIA GEOGRAFIA ENSINO RELIGIOSO. Informações, Comunicação e Interação 1 TÍTULO DO PROJETO Bíblia Sagrada Livro de Provérbios. 2 SÉRIE/CICLO 3ª Série 1ª Etapa do 2º Ciclo 3 AUTORA Rosângela Cristina Novaes Balthazar Curso: Pedagogia 6º Período Noite E-mail: rocryss@yahoo.com.br

Leia mais

EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA

EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA GT-1 FORMAÇÃO DE PROFESSORES EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA RESUMO Maria de Lourdes Cirne Diniz Profa. Ms. PARFOR E-mail: lourdinhacdiniz@oi.com.br

Leia mais

PGM 3: MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA JOVEM

PGM 3: MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA JOVEM PGM 3: MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA JOVEM Falar em mobilização e participação de jovens na escola de ensino médio implica em discutir algumas questões iniciais, como o papel e a função da escola

Leia mais

PSICOPEDAGOGIA. DISCIPLINA: Desenvolvimento Cognitivo, Afetivo e Motor: Abordagens Sócio Interacionistas

PSICOPEDAGOGIA. DISCIPLINA: Desenvolvimento Cognitivo, Afetivo e Motor: Abordagens Sócio Interacionistas PSICOPEDAGOGIA DISCIPLINA: Fundamentos da Psicopedagogia EMENTA: Introdução e fundamentos da Psicopedagogia. O objeto de estudo. Visão histórica e atual. Concepções que sustentam a Psicopedagogia. O papel

Leia mais

A ESCOLA DE HOMENS Trabalho realizado com autores de Violência Doméstica, no Juizado de Violência Doméstica e Familiar da Comarca de Nova Iguaçu

A ESCOLA DE HOMENS Trabalho realizado com autores de Violência Doméstica, no Juizado de Violência Doméstica e Familiar da Comarca de Nova Iguaçu A ESCOLA DE HOMENS Trabalho realizado com autores de Violência Doméstica, no Juizado de Violência Doméstica e Familiar da Comarca de Nova Iguaçu Por: Ana Keli Lourenço da Rocha Tomé Sob a supervisão do

Leia mais

1. INTRODUÇÃO/JUSTIFICATIVA

1. INTRODUÇÃO/JUSTIFICATIVA TÍTULO: EDUCAR NA DIVERSIDADE: UM PROCESSO BÁSICO PARA O EXERCÍCIO DA CIDADANIA AUTORES: Josmar Barreto Duarte, Ana Cristina Santos Duarte ÁREA TEMÁTICA: educação 1. INTRODUÇÃO/JUSTIFICATIVA A educação

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO SECRETARIA MUNICIPAL DA DEFESA SOCIAL E DA CIDADANIA EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO EducAção Cidadania em Ação RESUMO DIA ANTERIOR 1 Função do Agente de Trânsito Orientar e prestar informações a qualquer cidadão

Leia mais

TRABALHO INTERDISCIPLINAR 9º ANO 2013

TRABALHO INTERDISCIPLINAR 9º ANO 2013 TRABALHO INTERDISCIPLINAR 9º ANO 2013 1. Tema As relações interpessoais na atualidade. 2. Delimitação do tema As relações humanas e a socialização. 3. Problema Qual a importância das relações interpessoais

Leia mais

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE NOVEMBRO DE 2012 EREM ANÍBAL FERNANDES

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE NOVEMBRO DE 2012 EREM ANÍBAL FERNANDES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA FRANCISCO DE ASSIS DO NASCIMENTO RITA DE CÁSSIA GUEDES LIMA RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE NOVEMBRO DE 2012

Leia mais

Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Planificação do 7º Ano - Educação Moral e Religiosa Católica Unidades Temáticas Conteúdos Competências Específicas Instrumentos de Avaliação UL1- AS ORIGENS

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO CONTEUDO DANÇA NA INTERFACE E FORMAÇÃO CULTURAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA A PARTIR DAS INTERVENÇÕES DO PIBID UFG/CAC

A EXPERIÊNCIA DO CONTEUDO DANÇA NA INTERFACE E FORMAÇÃO CULTURAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA A PARTIR DAS INTERVENÇÕES DO PIBID UFG/CAC A EXPERIÊNCIA DO CONTEUDO DANÇA NA INTERFACE E FORMAÇÃO CULTURAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA A PARTIR DAS INTERVENÇÕES DO PIBID UFG/CAC Fernanda Costa SANTOS UFG/CAC- nandacostasantos@hotmail.com Karolina Santana

Leia mais

CULTURA E HISTÓRIA AFRO-BRASILEIRA NA AULA DE INGLÊS: E A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE NACIONAL NA ESCOLA

CULTURA E HISTÓRIA AFRO-BRASILEIRA NA AULA DE INGLÊS: E A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE NACIONAL NA ESCOLA CULTURA E HISTÓRIA AFRO-BRASILEIRA NA AULA DE INGLÊS: E A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE NACIONAL NA ESCOLA Júlio César Paula Neves Tânia Mayra Lopes de Melo Modalidade: Pôster Sessão Temática 5: Educação e

Leia mais

18/3/2011 EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE. Temas Principais. Tema 5: Sexualidade em sala de aula Tema 6: Religiosidade e Educação

18/3/2011 EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE. Temas Principais. Tema 5: Sexualidade em sala de aula Tema 6: Religiosidade e Educação Para ajudar a proteger sua privacidade, o PowerPoint impediu o download automático desta imagem externa. Para baixar e exibir esta imagem, clique em Opções na Barra de Mensagens e clique em Habilitar conteúdo

Leia mais

Aula 8: Modelos clássicos da análise e compreensão da sociedade e das instituições sociais e políticas: A Sociologia de Max Weber (I).

Aula 8: Modelos clássicos da análise e compreensão da sociedade e das instituições sociais e políticas: A Sociologia de Max Weber (I). Aula 8: Modelos clássicos da análise e compreensão da sociedade e das instituições sociais e políticas: A Sociologia de Max Weber (I). CCJ0001 - Fundamentos das Ciências Sociais Profa. Ivana Schnitman

Leia mais

EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C

EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C CONTEÚDOS DO EXAME Líderes religiosos, Motivação e Liderança Convivência com o grupo; Amizade e sentido de grupo Os projetos Solidários; O que é um projeto? Olhares sobre

Leia mais

PARECER DOS RECURSOS

PARECER DOS RECURSOS Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual EDITAL Nº 21/2012/SED PARECER DOS RECURSOS CARGO: Professor de Ensino Religioso 12) Em

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

PROGRAMA ESCOLA DA INTELIGÊNCIA - Grupo III ao 5º Ano

PROGRAMA ESCOLA DA INTELIGÊNCIA - Grupo III ao 5º Ano ... CEFF - CENTRO EDUCACIONAL FAZENDINHA FELIZ Rua Professor Jones, 1513 - Centro - Linhares / ES - CEP. 29.900-131 - Telefone: (27) 3371-2265 www.escolafazendinhafeliz.com.br... Ao colocar seu filho na

Leia mais

POESIA NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE RECEITAS RESUMO

POESIA NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE RECEITAS RESUMO POESIA NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE RECEITAS Caroline Orlandini Moraes (Bolsista Fundação Araucária / G CLCA UENP/CJ) (Integrante do GP Literatura e Ensino - UENP/CJ) Rafaela Stopa (Orientadora - CLCA-UENP/CJ)

Leia mais

A IMAGEM NA SALA DE AULA: UMA PROPOSTA DE PROJETO DE TRABALHO

A IMAGEM NA SALA DE AULA: UMA PROPOSTA DE PROJETO DE TRABALHO A IMAGEM NA SALA DE AULA: UMA PROPOSTA DE PROJETO DE TRABALHO Gabriela Gonçalves da Silva 1 Jonney Gomes de Freitas Abreu 2 Marielli Gomes Mendonça 3 Mônica Mitchell de Morais Braga 4 Murilo Raphael Dias

Leia mais

O PROFESSOR-EDUCADOR DE FILOSOFIA COMO AGENTE DA CRITICIDADE NA SALA DE AULA DO ENSINO MÉDIO

O PROFESSOR-EDUCADOR DE FILOSOFIA COMO AGENTE DA CRITICIDADE NA SALA DE AULA DO ENSINO MÉDIO O PROFESSOR-EDUCADOR DE FILOSOFIA COMO AGENTE DA CRITICIDADE NA SALA DE AULA DO ENSINO MÉDIO Rafael Bruno Gomes da Silva 1 Graduando em Filosofia/UEPB rb-silva1994@hotmail.com. Elizabete Amorim de Almeida

Leia mais

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros Valores Educacionais Aula 4 Respeito pelos Outros Objetivos 1 Apresentar o valor Respeito pelos Outros. 2 Indicar possibilidades de aplicação pedagógica do valor Respeito pelos Outros. Introdução Esta

Leia mais

Você já pensou em como realizar os seus sonhos?

Você já pensou em como realizar os seus sonhos? Você já pensou em como realizar os seus sonhos? Sua escola adota o Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas Etapas do Programa : Curso de Educação Financeira; Capacitação Pedagógica; Palestra para

Leia mais

MODELAGEM MATEMÁTICA

MODELAGEM MATEMÁTICA 600 MODELAGEM MATEMÁTICA *Carla da Silva Santos **Marlene Menegazzi RESUMO Este artigo retrata através de seus dados históricos, métodos e exemplo prático uma metodologia alternativa de ensino nos levando

Leia mais

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima.

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima. Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público Alexia Melo Clebin Quirino Michel Brasil Gracielle Fonseca Rafaela Lima Satiro Saone O projeto Rede Jovem de Cidadania é uma iniciativa da Associação

Leia mais

Sumário. Apresentação Valéria Amorim Arantes... 9. PARTE I Educação e valores... 15 Ulisses F. Araújo Josep Maria Puig

Sumário. Apresentação Valéria Amorim Arantes... 9. PARTE I Educação e valores... 15 Ulisses F. Araújo Josep Maria Puig Sumário Apresentação Valéria Amorim Arantes............... 9 PARTE I Educação e valores................... 15 Ulisses F. Araújo Josep Maria Puig A construção social e psicológica dos valores Ulisses F.

Leia mais

Especificidades das mortes violentas no Brasil e suas lições. Maria Cecília de Souza Minayo

Especificidades das mortes violentas no Brasil e suas lições. Maria Cecília de Souza Minayo Especificidades das mortes violentas no Brasil e suas lições Maria Cecília de Souza Minayo 1ª. característica: elevadas e crescentes taxas de homicídios nos últimos 25 anos Persistência das causas externas

Leia mais

A ATUAÇÃO DA PASTORAL DA AIDS EM DUQUE DE CAXIAS E SÃO JOÃO DE MERITI E O DIÁLOGO DA SEXUALIDADE

A ATUAÇÃO DA PASTORAL DA AIDS EM DUQUE DE CAXIAS E SÃO JOÃO DE MERITI E O DIÁLOGO DA SEXUALIDADE A ATUAÇÃO DA PASTORAL DA AIDS EM DUQUE DE CAXIAS E SÃO JOÃO DE MERITI E O DIÁLOGO DA SEXUALIDADE Aluna: Sandra Regina de Souza Marcelino Orientador: Luís Corrêa Lima Introdução Este relatório tem por finalidade

Leia mais

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação ***************************************************************************

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação *************************************************************************** DIOCESE DE AMPARO - PASTORAL DA EDUCAÇÃO- MARÇO / 2015 Todo cristão batizado deve ser missionário Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Salmo 24 (25) Amados Educadores

Leia mais

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC GRUPOS DE TRABALHO EIXO 01 ENSINO RELIGIOSO, PASTORAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL GT: ENSINO RELIGIOSO NA ESCOLA CATÓLICA Ementa: A identidade do ensino religioso

Leia mais

PROJETO BRINQUEDOTECA: BRINCANDO E APRENDENDO

PROJETO BRINQUEDOTECA: BRINCANDO E APRENDENDO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE FLORESTA ISEF PROJETO BRINQUEDOTECA: BRINCANDO E APRENDENDO FLORESTA PE 2013 SUMÁRIO I. JUSTIFICATIVA II. OBJETIVO A. GERAIS B. ESPECIFICOS III. DESENVOLVIMENTO IV. CRONOGRAMA

Leia mais

ARTICULANDO CINEMA, MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO

ARTICULANDO CINEMA, MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO 1 ARTICULANDO CINEMA, MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO MAIARA DE SOUZA (UEPB) maiara.m.souza@gmail.com SENYRA MARTINS CAVALCANTI (ORIENTADORA, UEPB) senyra@hotmail.com 1. INTRODUÇÃO O Projeto de Extensão O cinema

Leia mais

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Resumo Este projeto propõe a discussão da Década de Ações para a Segurança no Trânsito e a relação dessa com o cotidiano dos alunos, considerando como a prática

Leia mais

Pedagogia 19/10/2012. Dois Temas. Tecnologias da Informação e Mídias Digitais na Educação. Tecnologias da comunicação e informação nos PCNs

Pedagogia 19/10/2012. Dois Temas. Tecnologias da Informação e Mídias Digitais na Educação. Tecnologias da comunicação e informação nos PCNs Pedagogia Profº Mestre Marcos Munhoz da Costa Tecnologias da Informação e Mídias Digitais na Educação Dois Temas Tecnologias da informação e comunicação nos PCN http://pibidpedagogiaufba.blogspot.com.br/

Leia mais

TRABALHO PRÁTICO DO PROJETO DE EXTENSÃO PLUGADOS NA PREVENÇÃO: OFICINAS NA ESCOLA.

TRABALHO PRÁTICO DO PROJETO DE EXTENSÃO PLUGADOS NA PREVENÇÃO: OFICINAS NA ESCOLA. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE (X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA TRABALHO PRÁTICO DO PROJETO DE EXTENSÃO PLUGADOS NA PREVENÇÃO:

Leia mais

EDUCAÇÃO SEXUAL: PRAZER EM CONHECER

EDUCAÇÃO SEXUAL: PRAZER EM CONHECER EDUCAÇÃO SEXUAL: PRAZER EM CONHECER COSTA, Alex Juvêncio Graduando em Ciência da Computação, Universidade Federal da Paraíba, Centro de Ciências aplicadas e Educação, Departamento de Ciências Exatas. Email:

Leia mais

A ARTE NA FORMAÇÃO CONTÍNUA DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL: EM BUSCA DE UMA PRAXE TRANSFORMADORA

A ARTE NA FORMAÇÃO CONTÍNUA DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL: EM BUSCA DE UMA PRAXE TRANSFORMADORA A ARTE NA FORMAÇÃO CONTÍNUA DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL: EM BUSCA DE UMA PRAXE TRANSFORMADORA Sumaya Mattar Moraes Mestranda na Área de Linguagem e Educação da FEUSP Esta pesquisa coloca em pauta

Leia mais

PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA

PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA COLÉGIO TIRADENTES DA PMMG- BARBACENA PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA JUSTIFICATIVA Percebendo que a indisciplina escolar é o problema que mais afeta o bom andamento dos alunos iremos trabalhar com

Leia mais

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA SAGRADA Nº 8 - Mar/15 PRESTA atenção RELIGIÃO! BÍBLIA Apresentação Esta nova edição da Coleção Presta Atenção! vai tratar de um assunto muito importante: Religião. A fé é uma questão muito pessoal e cada

Leia mais

PROJETO: ESPERANÇA NO FUTURO

PROJETO: ESPERANÇA NO FUTURO PROJETO: ESPERANÇA NO FUTURO Escola Municipal de Ensino Fundamental Wilson Hedy Molinari Poços de Caldas MG Pesquisadora: Alessandra de Morais Shimizu (Unesp Marília, SP) Coordenadora da pesquisa CNPq:

Leia mais

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL Resumo 1 Discente do Curso de Serviço Social da Faculdade Novos Horizontes MG 2 Discente do Curso de Serviço

Leia mais