Campus Virtuais. Boas Práticas e-u/eduroam. Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN. Versão 2.0

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Campus Virtuais. Boas Práticas e-u/eduroam. Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN. Versão 2.0"

Transcrição

1 Campus Virtuais Boas Práticas e-u/eduroam Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN Versão 2.0

2 Boas Práticas e-u Controlo de Versões Versão Data Status Alterações Draft Primeira Versão Review Actualização Review

3 Introdução Este documento pretende definir um conjunto de boas práticas na rede e-u por forma a que sejam cumpridos da melhor forma possível os objectivos para ela definidos... Pretende chamar a atenção dos aspectos relevantes como a interoperacionalidade entre hotspots, cobertura rádio dos Campus, uniformização da nomenclatura das redes, etc. As recomendações definidas neste documento, pretendem ser independentemente da solução adoptada para o hotspot e devem ser compatíveis com todas as soluções certificadas para um hotspot e-u.

4 Optimização do meio Rádio No meio rádio existem, na norma europeia, 14 canais disponíveis. Por questões de compatibilidade com o resto do mundo, definiu-se que apenas se deveriam utilizar os canais da norma americana (11). Esta restrição prende-se com o facto de alguns equipamentos apenas utilizarem os 11 primeiros canais, além de se permitir que um utilizador não europeu consiga-se ligar à rede e-u, desde que possua credenciais válidas para o efeito (por ex. deter credenciais válidas num qualquer servidor de radius ligado à estrutura de roaming) Os canais disponíveis no meio radio são 11 como referido anteriormente, começando nos 2,4GHz e terminando perto dos 2,5GHz com a amplitude de 22MHz. Como os canais distam apenas 5MHz uns dos outros, a amplitude de 22 MHz faz com que se sobreponham na mesma frequência, no mínimo 5 canais. Dos 11 disponíveis, apenas 3 canais são completamente disjuntos. São o canal 1; 6 e 11. Apresentam-se abaixo um gráfico e uma tabela com as frequências utilizadas em cada canal disponível na norma b.

5 Canal Frequência (MHz) USA/Canadá Europa Japão X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X As implicações na utilização de canais que não sejam disjuntos vão desde a degradação leve do sinal até à impossibilidade de transmissão de dados. Como o meio rádio é partilhado, AP s cujos sinais se sobreponham devem utilizar canais disjuntos. Esta particularidade torna a cobertura de um hotspot um dos aspectos mais difíceis da planificação da rede wireless.

6 Mobilidade entre todos os hotspots e-u Para garantir a mobilidade transparente entre hotspots e-u, além da estrutura Nacional de Radius é também necessário que todos os hotspots sejam mutuamente compatíveis. Para que tal seja atingido os hotspots e-u têm de disponibilizar determinadas funcionalidades consideradas mínimas: SSID : eduroam-guest Poderá ser opcional, no entanto a existir, deverá estar presente em todo o Campus coberto por rede wireless se possível ou em zonas privilegiadas; SSID : eduroam em todo o Campus coberto por rede wireless; Framework de autenticação 802.1x na rede com SSID eduroam ; A rede com SSID eduroam-guest a existir, não tem autenticação; A rede com SSID eduroam-guest a existir, deverá disponibilizar conteúdos WEB com informação 1 e software necessários para acesso à rede com SSID eduroam ; A rede com SSID eduroam-guest a existir, deverá ser vísivel (broadcasted) em todos os locais que esteja implementada.; Qualquer utilizador deverá conseguir aceder à rede com SSID eduroam-guest independentemente de ter ou não credenciais válidas para a rede com SSID eduroam ; A rede com SSID eduroam poderá não ser vísivel; A rede com SSID eduroam têm obrigatoriamente autenticação 802.1x (PEAP e/ou TTLS); A rede com SSID eduroam têm obrigatoriamente de suportar os métodos EAP PEAP e TTLS para permitir roaming de utilizadores de outras instituições, que possam utilizar o método escolhido pela sua instituição de origem. Endereçamento IP Para que um utilizador em Roaming possa aceder aos recursos da sua instituição é necessário que mesmo na rede autenticada (eduroam), possa estabelecer um túnel VPN entre a instituição visitada e um concentrador de túneis VPN. Um dos pontos fulcrais do qual depende o estabelecimento deste túnel é o endereçamento IP que, para alguns concentradores de VPN tem de ser público. Tendo em conta este requisito foi estabelecido que serão atribuídos endereços IP públicos a utilizadores em Roaming. Fica ao critério de cada instituição a atribuição ou não de endereços públicos aos seus utilizadores locais autenticados. Isto obriga a alguns cuidados redobrados por parte dos utilizadores (aplicação de firewall na própria máquina por ex.) mas também diminui a carga administrativa de efectuar 1 A quem se destina a rede; o que é necessário obter a nível de autenticação para se ligar à rede e-u; que passos são necessários para configurar o equipamento terminal (SO s : Windows Vista, XP e 2000; MacOS; Linux;)

7 logging de tradução de endereços para acessos ao exterior (logging de NAT) para um tracking eficiente de possíveis abusos.

Campus Virtuais. Arquitectura de Roaming Nacional. Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN

Campus Virtuais. Arquitectura de Roaming Nacional. Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN Campus Virtuais Arquitectura de Roaming Nacional Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN Versão 2.0 03 de Julho de 2009 Requisitos de uma solução nacional de roaming A implementação de uma solução de nacional

Leia mais

Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010

Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 5 de Fevereiro de 2010 Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados Serviço Utilizador

Leia mais

Índice. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii.

Índice. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii. Manual Rede Eduroam Índice 1- Rede Wireless a. Eduroam. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii. Windows 7 (Seven) 3- Outras

Leia mais

Laboratório de Sistemas e Redes. Nota sobre a Utilização do Laboratório

Laboratório de Sistemas e Redes. Nota sobre a Utilização do Laboratório Nota sobre a Utilização do Laboratório 1. Introdução O laboratório de Sistemas e Redes foi criado com o objectivo de fornecer um complemento prático de qualidade ao ensino das cadeiras do ramo Sistemas

Leia mais

BREVE MANUAL WIRELESS

BREVE MANUAL WIRELESS BREVE MANUAL WIRELESS Introdução O Projecto Municipal Seixal Digital pretende dotar o município do Seixal de equipamentos e infraestruturas que permitam o acesso às tecnologias de informação e comunicação.

Leia mais

Orientações para implantação e uso de redes sem fio

Orientações para implantação e uso de redes sem fio Orientações para implantação e uso de redes sem fio Define requisitos e orientações técnicas para implantação e uso de redes sem fio na Universidade Estadual de Campinas. I. Introdução Este documento apresenta

Leia mais

Guia de conexão. Sistemas operacionais suportados. Instalando a impressora. Guia de conexão

Guia de conexão. Sistemas operacionais suportados. Instalando a impressora. Guia de conexão Página 1 de 5 Guia de conexão Sistemas operacionais suportados Com o CD de Software e documentação, você pode instalar o software da impressora nos seguintes sistemas operacionais: Windows 8 Windows 7

Leia mais

MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA

MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA Introdução O Projecto Municipal dos Pontos Municipais de Banda Larga (PMBL) pretende dotar o Município de Almeida de equipamentos e infra-estruturas

Leia mais

Esta fase só se configura uma única vez.

Esta fase só se configura uma única vez. Fase 0 Esta fase só se configura uma única vez. É necessário iniciar o serviço de configuração automática com fios para tal devem ser realizados os seguintes passos: No VISTA Começar por carregar em Painel

Leia mais

Capítulo 5 Métodos de Defesa

Capítulo 5 Métodos de Defesa Capítulo 5 Métodos de Defesa Ricardo Antunes Vieira 29/05/2012 Neste trabalho serão apresentadas técnicas que podem proporcionar uma maior segurança em redes Wi-Fi. O concentrador se trata de um ponto

Leia mais

Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010

Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 5 de Fevereiro de 2010 Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam

Leia mais

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless)

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) UNISC Setor de Informática/Redes Atualizado em 22/07/2008 1. Definição Uma rede sem fio (Wireless) significa que é possível uma transmissão de dados via

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Redes Wireless na UFRGS

Sistema de Gerenciamento de Redes Wireless na UFRGS Sistema de Gerenciamento de Redes Wireless na UFRGS Rafael Tonin, Caciano Machado, Eduardo Postal, Leandro Rey, Luís Ziulkoski Universidade Federal do Rio Grande do Sul Centro de Processamento de Dados

Leia mais

Manual do Utilizador. Configuração da Rede EDUROAM para o Windows 7. Versão 1.0, Novembro de 2013

Manual do Utilizador. Configuração da Rede EDUROAM para o Windows 7. Versão 1.0, Novembro de 2013 Manual do Utilizador Configuração da Rede EDUROAM para o Windows 7 Versão 1.0, Novembro de 2013 Quaisquer dúvidas podem ser esclarecidas através do email: si@esmae-ipp.pt Serviços de Informática, ESMAE

Leia mais

Software Profissional de Controlo de Acessos, Ponto & Assiduidade

Software Profissional de Controlo de Acessos, Ponto & Assiduidade Software Profissional de Controlo de Acessos, Ponto & Assiduidade BIOSOFT O Biosoft é o software de Controlo de Acessos e Assiduidade baseado na nova geração de conectividade IP e segurança biométrica.

Leia mais

Servidores Virtuais. Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção.

Servidores Virtuais. Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção. es Virtuais Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção. O que são os es Virtuais? Virtual é um produto destinado a empresas que necessitam de um servidor dedicado ligado

Leia mais

Configuração eduroam Windows XP (Autenticação PEAP)

Configuração eduroam Windows XP (Autenticação PEAP) Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviços de Comunicações Configuração eduroam Windows XP (Autenticação PEAP) Para aceder à Rede Wi-Fi da Universidade do Minho utilizando o standard 802.1x deverá atualizar

Leia mais

1º Passo. O primeiro passo a fazer será ligar-se a rede eduroam-guest. http://suporte.ipp.pt/ippnet/ajuda/aplicativos/securew2_ttls_333.

1º Passo. O primeiro passo a fazer será ligar-se a rede eduroam-guest. http://suporte.ipp.pt/ippnet/ajuda/aplicativos/securew2_ttls_333. 1º Passo O primeiro passo a fazer será ligar-se a rede eduroam-guest. De seguida, é necessário instalar o programa SecureW2, fazendo o download do site do IPP. http://suporte.ipp.pt/ippnet/ajuda/aplicativos/securew2_ttls_333.exe

Leia mais

Tutorial de configuração de rede wireless ISPGayaRadius

Tutorial de configuração de rede wireless ISPGayaRadius Tutorial de configuração de rede wireless ISPGayaRadius 1 Índice Como configurar a rede wireless do ISPGayaRadius no Windows XP?...3 Como configurar a rede wireless do ISPGayaRadius no Windows Vista ou

Leia mais

Gestão de rede wireless no campus

Gestão de rede wireless no campus Gestão de rede wireless no campus SCIFI e os desafios de uma rede sem fio na Universidade Roteiro o que é o SCIFI Evolução A Rede Wifi-UFF Mobilidade Gerência de identidade Próximos passos 3 O que é o

Leia mais

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL Documento: Tutorial Autor: Iuri Sonego Cardoso Data: 27/05/2005 E-mail: iuri@scripthome.cjb.net Home Page: http://www.scripthome.cjb.net ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

Leia mais

INTRODUÇÃO E ENQUADRAMENTO

INTRODUÇÃO E ENQUADRAMENTO ÍNDICE Introdução e enquadramento...3 Participantes no processo de mobilidade... 4 Instituição de origem...5 Instituição visitada...6 Utilizador em mobilidade...7 NREN... 8 ANEXO 1 Modelo de accounting...9

Leia mais

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Equipamento: O equipamento utilizado nesta demonstração é um roteador wireless D-Link modelo DI-524, apresentado na figura abaixo. A porta LAN desse

Leia mais

Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde

Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde 1 Configurações de acesso à Internet na Escola EB 2,3 de S. Lourenço Manual do Utilizador 2 Configuração para Windows Antes de iniciar os passos de configuração

Leia mais

Segurança no Acesso Remoto VPN

Segurança no Acesso Remoto VPN Segurança no Acesso Remoto Edmar Roberto Santana de Rezende 1 Orientador: Prof. Dr. Paulo Lício de Geus 1 Financiado por Robert Bosch Ltda 1de 31 Apresentação Motivação Redes Privadas Virtuais () Análise

Leia mais

Plano de endereçamento IPv6 da RCTS

Plano de endereçamento IPv6 da RCTS Plano de endereçamento IPv6 da RCTS Linhas Gerais de Funcionamento do LIR IPv6 PT.RCCN I. Introdução A FCCN tem mantido nos últimos anos um projecto de acompanhamento dos desenvolvimentos efectuados sobre

Leia mais

Quick Reference. Configuração do acesso Wireless para a Rede da Escola

Quick Reference. Configuração do acesso Wireless para a Rede da Escola Quick Reference Configuração do acesso Wireless para a Rede da Escola PT Comunicações, S. A. Rua Andrade Corvo, nº 6 1050-000 Lisboa Portugal Tel: (351) 21 500 20 00 Pagina 1 de 14 Índice 1. Configuração

Leia mais

Campus de Gualtar 4710-057 Braga P. Serviço de Comunicações

Campus de Gualtar 4710-057 Braga P. Serviço de Comunicações Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviço de Comunicações Configuração da rede eduroam em Mac OS X Pré-requisitos: Versões do sistema operativo anteriores à 10.3.x não funcionam. Faça a actualização ao

Leia mais

CONFIGURAÇÕES DE REDE ETPOS

CONFIGURAÇÕES DE REDE ETPOS CONFIGURAÇÕES DE REDE ETPOS INDICE DEFINIÇÕES DE REDE... 2 LINUX TERMINAL LINUX... 3 LINUX... 3 TERMINAL LINUX... 4 LINUX TERMINAL WINDOWS... 5 LINUX... 5 TERMINAL WINDOWS... 6 WINDOWS TERMINAL LINUX...

Leia mais

Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas

Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas Enunciado do Projecto Conjunto

Leia mais

Requisitos para a Federação de um serviço web. Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010

Requisitos para a Federação de um serviço web. Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 Requisitos para a Federação de um serviço web Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 15 de Janeiro de 2010 Requisitos para a Federação de um serviço web Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 EXT/2010/Serviço

Leia mais

Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web

Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web AÇÕES IMPORTANTES Ao tentar acessar o Cadastro Web por meio da certificação digital, é fundamental realizar

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O Mobile Voice System ( MVS) foi projetado para unificar os recursos do telefone fixo aos smartphones e às redes

Leia mais

Voz em ambiente Wireless

Voz em ambiente Wireless Voz em ambiente Wireless Mobilidade, acesso sem fio e convergência são temas do momento no atual mercado das redes de comunicação. É uma tendência irreversível, que vem se tornando realidade e incorporando-se

Leia mais

ZSRest. Manual de Configuração. CheckOutPDA. V2011-Certificado

ZSRest. Manual de Configuração. CheckOutPDA. V2011-Certificado Manual de Configuração CheckOutPDA V2011-Certificado 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Pré-requisitos... 3 a) Base de dados... 3 b) Firewall... 3 c) Rede sem fios... 3 d) PDA... 3 4. Instalar PDA... 4

Leia mais

Manual de procedimentos para ligação à rede sem fios minedu

Manual de procedimentos para ligação à rede sem fios minedu 1 - Configuração no Windows Vista Exemplo de configuração de 802.1x com Certificados de Servidor para o Windows Vista. Antes de iniciar os passos de configuração, verifique se tem a placa Wireless ligada,

Leia mais

Rui Francisco Jornadas Gabup. Porto, Junho 2005

Rui Francisco Jornadas Gabup. Porto, Junho 2005 Rui Francisco Jornadas Gabup Porto, Junho 2005 Agenda Enquadramento Objectivos Metodologia Equipa de trabalho Análise Funcional Suporte Planeamento Próximos passos Enquadramento A B-On nasceu em Abril

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO SANTARÉM MINEDU

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO SANTARÉM MINEDU ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO SANTARÉM MINEDU Manual de configuração da rede sem fios 1 - Configuração do cliente para Windows Exemplo de configuração de 802.1x com Certificados de Servidor para

Leia mais

Software Profissional de Controlo de Ponto & Assiduidade

Software Profissional de Controlo de Ponto & Assiduidade Software Profissional de Controlo de Ponto & Assiduidade Porquê um sistema de controlo de ponto? optimizar o esforço dos seus colaboradores controlar os tempos de pausa e descanso aumentar o nível de segurança

Leia mais

Porquê um sistema de controlo de ponto?

Porquê um sistema de controlo de ponto? Software Profissional de Controlo de Ponto & Assiduidade Porquê um sistema de controlo de ponto? optimizar o esforço dos seus colaboradores controlar os tempos de pausa e descanso aumentar o nível de segurança

Leia mais

Autenticação 802.1x. Configuração SSID eduroam, em Windows XP

Autenticação 802.1x. Configuração SSID eduroam, em Windows XP Autenticação 802.1x ISCAC Configuração SSID eduroam, em Windows XP Requisitos Hardware Placa de rede wireless que preencha as normas Wi-Fi 802.11b e/ou 802.11g. Software - Apresentamos a configuração para

Leia mais

Software Profissional de Controlo de Ponto & Assiduidade

Software Profissional de Controlo de Ponto & Assiduidade Software Profissional de Controlo de Ponto & Assiduidade Porquê um sistema de controlo de ponto? optimizar o esforço dos seus colaboradores controlar os tempos de pausa e descanso aumentar o nível de segurança

Leia mais

MANUAL DE LIGAÇÃO XDGC + POS/REST/DISCO

MANUAL DE LIGAÇÃO XDGC + POS/REST/DISCO MANUAL DE LIGAÇÃO XDGC + POS/REST/DISCO www.xdsoftware.pt A ligação entre aplicações XD é efetuada de uma forma natural já que todas operam sob uma base (framework) comum. Seguindo a mesma filosofia das

Leia mais

Guia do Usuário commanager

Guia do Usuário commanager Guia do Usuário commanager 1 Sumário 1 Introdução 3 2 commanager: 4 2.1. Pré-requisitos: 4 2.2. Arquitetura da aplicação: 4 2.3. Configuração do Monitor e Acesso ao commanager: 5 2.4. Interação do Usuário

Leia mais

Barreiras e dificuldades na implementação do IPv6

Barreiras e dificuldades na implementação do IPv6 Barreiras e dificuldades na implementação do IPv6 Instituto Politécnico de Lisboa (IPL) Pedro Ribeiro Hotel Olissippo Oriente Lisboa, 19 de Maio de 2010 1 CONTEXTO IPL Escolas e serviços dispersos por

Leia mais

Configuração dos clientes da rede sem fio cefetmg_aluno

Configuração dos clientes da rede sem fio cefetmg_aluno Configuração dos clientes da rede sem fio cefetmg_aluno Para realizar as configurações do cliente, é necessário que o mesmo possua conta na base institucional de autenticação de usuários de sistemas de

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 WPS Roteador Wireless 300N GWA-101 5dBi Bi-Volt GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 Roteador Wireless 300Mbps Guia de Instalação Rápida REV. 2.0 1. Introdução: O Roteador Wireless 300Mbps, modelo 682-0

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES. Configuração Wi- Fi Eduroam. Manuais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES. Configuração Wi- Fi Eduroam. Manuais UNIVERSIDADE DOS AÇORES Configuração Wi- Fi Eduroam Manuais Serviço de Tecnologias de Informação e Comunicação 2015 Índice ALUNOS... 2 Android... 2 IOS... 5 Mac OS... 8 Windows 7... 12 Windows 8... 17

Leia mais

Configuração eduroam Windows 7 (Autenticação PEAP)

Configuração eduroam Windows 7 (Autenticação PEAP) Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviços de Comunicações Configuração eduroam Windows 7 (Autenticação PEAP) Antes de iniciar a instalação, deve-se certificar que os seguintes serviços estão activos:

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

Índice. Configuração para Windows... 2 Configuração para Mac... 10 Dificuldades (FAQ)... 11. Versão 2.0 - novembro de 13

Índice. Configuração para Windows... 2 Configuração para Mac... 10 Dificuldades (FAQ)... 11. Versão 2.0 - novembro de 13 Índice Configuração para Windows... 2 Configuração para Mac... 10 Dificuldades (FAQ)... 11 1 Configuração para Windows 1 Descarregar o Open VPN Client (http://openvpn.net/release/openvpn-2.1.3-install.exe)

Leia mais

Uma solução segura e escalável para Acesso Remoto VPN

Uma solução segura e escalável para Acesso Remoto VPN Laboratório de Administração e Segurança de Sistemas Instituto de Computação Universidade Estadual de Campinas Uma solução segura e escalável para Acesso Remoto Autores: Edmar Roberto Santana de Rezende

Leia mais

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br I Workshop do POP-MG Rede sem fio Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br Sumário Introdução Principais aplicações O padrão IEEE 802.11 Segurança e suas diferentes necessidades Conclusão 2/36

Leia mais

Configuração do acesso à rede wireless, utilizando o modo de autenticação 802.1x no Sistema Operativo Windows XP

Configuração do acesso à rede wireless, utilizando o modo de autenticação 802.1x no Sistema Operativo Windows XP Configuração do acesso à rede wireless, utilizando o modo de autenticação 802.1x no Sistema Operativo Windows XP As imagens que são mostradas foram retiradas de um computador com o Windows XP Service Pack

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC Sumário Pré-Requisitos de Instalação Física e Lógica do SISLOC...3 Servidores de Dados...3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)...3 Estações

Leia mais

ESCOLA S/3 ARQ. OLIVEIRA FERREIRA DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS SUBDEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO TIPO 5 2º ANO

ESCOLA S/3 ARQ. OLIVEIRA FERREIRA DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS SUBDEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO TIPO 5 2º ANO ESCOLA S/3 ARQ. OLIVEIRA FERREIRA DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS SUBDEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO TIPO 5 2º ANO TÉCNICO DE INFORMÁTICA/INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES 2008/2009

Leia mais

Manual de procedimentos para ligações internet sem fios

Manual de procedimentos para ligações internet sem fios Manual de procedimentos para ligações internet sem fios Com a conclusão da implementação da nova rede de dados da Escola Secundária de Vilela, surge a necessidade de alterar o protocolo de acesso à internet

Leia mais

4 Metodologia e Implementação

4 Metodologia e Implementação 4 Metodologia e Implementação Como estudado no capítulo 3, as redes IEEE 802.11b possuem diversas vulnerabilidades decorrentes da fragilidade dos mecanismos de autenticação, confidencialidade e integridade

Leia mais

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador Acronis Servidor de Licença Manual do Utilizador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Descrição geral... 3 1.2 Política de licenças... 3 2. SISTEMAS OPERATIVOS SUPORTADOS... 4 3. INSTALAR O SERVIDOR DE LICENÇA

Leia mais

CADERNO DE TI HOSPITAL DAS CLINICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO CAPITULO X AEROHIVE

CADERNO DE TI HOSPITAL DAS CLINICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO CAPITULO X AEROHIVE HOSPITAL DAS CLINICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DA NÚCLEO ESPECIALIZADO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CADERNO DE TI CAPITULO X AEROHIVE Data Versão Descrição Autor 21/02/2013 1.0 AEROHIVE CIS NÚCLEO ESPECIALIZADO

Leia mais

» Conveniência fixo-móvel

» Conveniência fixo-móvel 26 de Fevereiro 2008 Centro Cultural de Belém Lisboa Luis Esteves Martins Siemens Enterprise Communications Portugal» Conveniência fixo-móvel Page 1 Copyright Siemens Enterprise Communications 2007. All

Leia mais

EDUROAM. Configuração para Windows Vista. Nucleo de Informática da Universidade da Madeira

EDUROAM. Configuração para Windows Vista. Nucleo de Informática da Universidade da Madeira EDUROAM Configuração para Windows Vista Historico de mudanças: Nucleo de Informática da Universidade da Madeira Versao 0.1 Compilada e testada por José Jorge Cardoso Caso existam problemas contactar elementos

Leia mais

Patrocinadores. Agenda. Objectivos. Introdução à segurança em redes wireless

Patrocinadores. Agenda. Objectivos. Introdução à segurança em redes wireless Microsoft TechDays 2005 Aprender, Partilhar, Experimentar SEC03 Airhacks: : Como Criar Redes Wireless Seguras em Ambientes Microsoft Nuno Carvalho Director TécnicoT PVA TI Patrocinadores Agenda Introdução

Leia mais

Configuração de uma VPN para acesso ao IMS

Configuração de uma VPN para acesso ao IMS Configuração de uma VPN para acesso ao IMS Autor: Serviços de Informática Data: 27 de Setembro de 2007 Objectivo: Criação de um documento com os vários passos para a configuração de uma VPN Pré Requisitos:

Leia mais

Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores

Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores IMPLEMENTAÇÃO DO PROTOCOLO 802.1x UTILIZANDO SERVIDOR DE AUTENTICAÇÃO FREERADIUS Aluno: Diego Miranda Figueira Jose Rodrigues de Oliveira Neto Romário

Leia mais

Para isso, selecione as duas interfaces no "Painel de Controle > Conexões de rede" e ative a opção "Conexões de ponte":

Para isso, selecione as duas interfaces no Painel de Controle > Conexões de rede e ative a opção Conexões de ponte: Para criar uma rede ad-hoc no Windows XP, acesse o "Painel de Controle > Conexões de rede". Dentro das propriedades da conexão de redes sem fio, acesse a aba "Redes sem fio" e clique no "adicionar". Na

Leia mais

TeamWork. Manual do Utilizador. Para Windows Vista

TeamWork. Manual do Utilizador. Para Windows Vista TeamWork Manual do Utilizador Para Windows Vista V3.2_Vista Fevereiro 2008 ÍNDICE TeamWork Para que serve... 3 TeamWork Como instalar e configurar... 4 TeamWork Como utilizar... 4 Apoio para instalação

Leia mais

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br Sumário 1. Boas vindas... 4 2. Dashboard... 4 3. Cloud... 5 3.1 Servidores... 5 o Contratar Novo Servidor... 5 o Detalhes do Servidor... 9 3.2 Cloud Backup... 13 o Alteração de quota... 13 o Senha do agente...

Leia mais

Alta Disponibilidade na IPBRICK

Alta Disponibilidade na IPBRICK Alta Disponibilidade na IPBRICK IPBRICK International 5 de Dezembro de 2012 1 Conteúdo 1 Introdução 3 1.1 Vantagens.................................... 3 2 Requisitos HA 4 3 Configuração HA 4 3.1 Serviço

Leia mais

AULA 9: REDES SEM FIO

AULA 9: REDES SEM FIO AULA 9: REDES SEM FIO Objetivo: Detalhar conceitos sobre a aplicação, configuração, métodos utilizados para autenticação de usuários e segurança de acesso a redes sem fio. Ferramentas: - Emuladores de

Leia mais

Configuração de acesso VPN para Windows XP

Configuração de acesso VPN para Windows XP Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviço de Comunicações Configuração de acesso VPN para Windows XP Para aceder à Rede WiFi da Universidade do Minho utilizando autenticação VPN, necessita de efectuar

Leia mais

Como Se Ligar à Nova Rede Sem Fios rede minedu Instruções Passo a Passo PARA O SISTEMA OPERATIVO Windows XP

Como Se Ligar à Nova Rede Sem Fios rede minedu Instruções Passo a Passo PARA O SISTEMA OPERATIVO Windows XP Como Se Ligar à Nova Rede Sem Fios rede minedu Instruções Passo a Passo PARA O SISTEMA OPERATIVO Windows XP APENAS PARA CONFIGURAÇÃO DOS PORTÁTEIS PESSOAIS DE CADA UM. OS PCS DA ESCOLA SERÃO CONFIGURADOS

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA LIGAÇÃO À REDE WIRELESS minedu SISTEMA OPERATIVO WINDOWS XP

INSTRUÇÕES PARA LIGAÇÃO À REDE WIRELESS minedu SISTEMA OPERATIVO WINDOWS XP INSTRUÇÕES PARA LIGAÇÃO À REDE WIRELESS minedu SISTEMA OPERATIVO WINDOWS XP Para utilizar a rede Wireless minedu no seu computador portátil proceda da seguinte forma: Certifique-se que o módulo de rádio-frequência

Leia mais

Internet sem fios minedu (primeira vez) Windows Vista

Internet sem fios minedu (primeira vez) Windows Vista Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria Equipa PTE 2015/2016 CONFIGURAÇÕES DE ACESSO À REDE MINEDU Internet sem fios minedu (primeira vez) Windows Vista 1. Verificar se o computador está atualizado com o

Leia mais

Indice. 1. Breve Apresentação. 2. Resumo da Tecnologia. 3. Abordagem Comercial. 4. Dúvidas

Indice. 1. Breve Apresentação. 2. Resumo da Tecnologia. 3. Abordagem Comercial. 4. Dúvidas Apresentação Indice 1. Breve Apresentação 2. Resumo da Tecnologia 3. Abordagem Comercial 4. Dúvidas 1. Breve Apresentação A GoWireless É uma empresa nacional, sediada em Aveiro, que implementa redes privadas

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Sumário: 1. Pré-requisitos de instalação física e lógica do Sisloc... 3 Servidores de Dados... 3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)... 3

Leia mais

Segurança de Redes & Internet

Segurança de Redes & Internet Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Video Institucional Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Agenda Cenário atual e demandas Boas práticas: Monitoramento Firewall

Leia mais

Entendendo como funciona o NAT

Entendendo como funciona o NAT Entendendo como funciona o NAT Vamos inicialmente entender exatamente qual a função do NAT e em que situações ele é indicado. O NAT surgiu como uma alternativa real para o problema de falta de endereços

Leia mais

MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS. Especificação do Projecto

MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS. Especificação do Projecto MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS Especificação do Projecto Grupo nº: 9 Turno (e campus): Taguspark Nome Número Luís Silva 68672 Ivo Marcelino 70684 José Lucas 70685 Nome do Projecto Enterprise Digital Content

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O BlackBerry Mobile Voice System (BlackBerry MVS) leva os recursos do telefone do escritório aos smartphones BlackBerry. Você pode trabalhar

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER)

GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER) GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER) Conexões VPN SSL (Client to Server) 1- Introdução Uma VPN (Virtual Private Network, ou rede virtual privada) é, como o nome sugere, uma rede virtual,

Leia mais

Configuração dos portáteis utilizando os cabos de rede

Configuração dos portáteis utilizando os cabos de rede Configuração dos portáteis utilizando os cabos de rede O decréscimo do preço dos computadores portáteis originou uma subida exponencial do uso destes equipamentos. O IPCA, procurando acompanhar esta tendência,

Leia mais

Relatório Preliminar de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Preliminar de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Preliminar de Projecto em Contexto Empresarial I VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha - Vila Nova de

Leia mais

Criação de redes AirPort com o Utilitário AirPort. Mac OS X v10.5 + Windows

Criação de redes AirPort com o Utilitário AirPort. Mac OS X v10.5 + Windows Criação de redes AirPort com o Utilitário AirPort Mac OS X v10.5 + Windows 1 Conteúdo Capítulo 1 4 Introdução 6 Como configurar um periférico sem fios Apple para aceder à Internet através do utilitário

Leia mais

Clientes VPN para Mac OS X FAQ

Clientes VPN para Mac OS X FAQ Clientes VPN para FAQ Índice Introdução Perguntas gerais Q. Que opções eu tenho a fim fornecer o Acesso remoto aos usuários do Mac? Q. Como eu desinstalo o Cisco VPN Client em? Q. Que são as diferenças

Leia mais

Serviço L2-VPN RCTS. Versão Data Estado Autor. 0.1 07/12/2007 Draft Pedro Lorga <lorga@fccn.pt> 0.2 10/12/2007 Draft Carlos Friaças <cfriacas@fccn.

Serviço L2-VPN RCTS. Versão Data Estado Autor. 0.1 07/12/2007 Draft Pedro Lorga <lorga@fccn.pt> 0.2 10/12/2007 Draft Carlos Friaças <cfriacas@fccn. Serviço L2-VPN na RCTS Versão Data Estado Autor 0.1 07/12/2007 Draft Pedro Lorga 0.2 10/12/2007 Draft Carlos Friaças 0.3 10/12/2007 Draft Pedro Lorga

Leia mais

Suporte Técnico de Software HP

Suporte Técnico de Software HP Suporte Técnico de Software HP Serviços Tecnológicos HP - Serviços Contratuais Dados técnicos O Suporte Técnico de Software HP fornece serviços completos de suporte de software remoto para produtos de

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers OpenVPN Objetivos Entender como funciona uma VPN Configurar uma VPN host to host O que é uma VPN? VPN Virtual Private Network, é uma rede de comunicação particular, geralmente utilizando canais de comunicação

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Configuração Acesso Wireless 802.1x da UAC Centro de Informática Universidade dos Açores Versão 2.0 20 de Julho de 2007 Introdução Este manual descreve o processo de configuração de um terminal

Leia mais

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales Firewall Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales O que é Firewall? Firewall pode ser definido como uma barreira de proteção, que controla o tráfego de dados entre seu computador e a Internet (ou entre a

Leia mais

LIGAÇÃO à rede sem fios minedu Instruções para Window XP

LIGAÇÃO à rede sem fios minedu Instruções para Window XP LIGAÇÃO à rede sem fios minedu Instruções para Window XP (Para Windows Vista os Passos são semelhantes) Para usar a nova rede é necessário configurar uma nova ligação de rede no computador. Credenciais

Leia mais

A.DUO. Dupla Banda Alta-Potência PoE AP Router. Rádios Duplos Hi-Powered Atheros

A.DUO. Dupla Banda Alta-Potência PoE AP Router. Rádios Duplos Hi-Powered Atheros A.DUO Dupla Banda Alta-Potência PoE AP Router Dupla Banda AP Router em Simultâneo 11a + 11a/b/g Rádios Alta-Potência 802.3af Porta PoE 108Mbps Atheros modos Super Turbo 7 Modos Operação Wireless Suporta

Leia mais

Quarta-feira, 09 de janeiro de 2008

Quarta-feira, 09 de janeiro de 2008 Quarta-feira, 09 de janeiro de 2008 ÍNDICE 3 4 RECOMENDAÇÕES DE HARDWARE PARA O TRACEGP TRACEMONITOR - ATUALIZAÇÃO E VALIDAÇÃO DE LICENÇAS 2 1. Recomendações de Hardware para Instalação do TraceGP Este

Leia mais

Autenticação de WiFi com L2TP/IPSEC. Edielson Pantoja Santana MyRouter Soluções contato@myrouter.com.br

Autenticação de WiFi com L2TP/IPSEC. Edielson Pantoja Santana MyRouter Soluções contato@myrouter.com.br Autenticação de WiFi com L2TP/IPSEC Edielson Pantoja Santana MyRouter Soluções contato@myrouter.com.br Desafio Autenticar os usuários do provedor, evitando uso não Autorizado Operar independente do modelo

Leia mais

ConfigFree - Gestão simplificada de ligações

ConfigFree - Gestão simplificada de ligações ConfigFree - Gestão simplificada de ligações As ligações sem fios tornaram-se essenciais no estabelecimento de comunicações em qualquer parte em qualquer momento, permitindo aos utilizadores manterem-se

Leia mais

UFSC - Infraestrutura e Serviços de TIC Visão Geral

UFSC - Infraestrutura e Serviços de TIC Visão Geral Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina Rede Metropolitana de Educação e Pesquisa da Região de Florianópolis 04 e 05 Outubro/2012 UFSC - Infraestrutura e Serviços de TIC Visão Geral Edison Tadeu Lopes

Leia mais

Segurança em Sistemas de Informação. Agenda. Conceitos Iniciais

Segurança em Sistemas de Informação. Agenda. Conceitos Iniciais Segurança em Sistemas de Informação Agenda 1. Conceitos Iniciais; 2. Terminologia; 3. Como funcionam; 4. : 1. Cache; 2. Proxy reverso; 5. Exemplos de Ferramentas; 6. Hands on; 7. Referências; 2 Conceitos

Leia mais

Factura Electrónica. Diminua os custos do processo de facturação da empresa. Factura Electrónica. Página 1

Factura Electrónica. Diminua os custos do processo de facturação da empresa. Factura Electrónica. Página 1 Diminua os custos do processo de facturação da empresa Página 1 O software PHC é uma ferramenta imprescindível na gestão diária de uma empresa. Trata-se de um software cuidadosamente estudado por utilizadores

Leia mais

SolarWinds Kiwi Syslog Server

SolarWinds Kiwi Syslog Server SolarWinds Kiwi Syslog Server Monitoramento de syslog fácil de usar e econômico O Kiwi Syslog Server oferece aos administradores de TI o software de gerenciamento mais econômico do setor. Fácil de instalar

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais