RELATÓRIO P.A.A. !!! CURSO DE COMUNICAÇÃO AUDIOVISUAL - ESPECIALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA MARIANA SEABRA BARROS, Nº15, 12ºD1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO P.A.A. !!! CURSO DE COMUNICAÇÃO AUDIOVISUAL - ESPECIALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA MARIANA SEABRA BARROS, Nº15, 12ºD1"

Transcrição

1 RELATÓRIO P.A.A. CURSO DE COMUNICAÇÃO AUDIOVISUAL - ESPECIALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA MARIANA SEABRA BARROS, Nº15, 12ºD1 Trabalho elaborado na disciplina de Projeto e Tecnologias Orientada pelo Professor Miguel Paiva RESUMO:Este documenta descreve o meu trabalho na Prova de Aptidão Artística ao longo do ano letivo de 2014/15 na Escola Artística Soares dos Reis na especialização em fotografia. Como tema apresentado A Cidade do Porto. ESCOLA ARTÍSTICA SOARES DOS REIS PORTO ANO LECTIVO 2014/2015

2 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia ÍNDICE Introdução.3 1. Reportagem Conceito 1.2 Pré-Produção 1.3 Produção 1.4 Pós-Produção 1.5. Reflexão 2. Paisagem Conceito 2.2 Pré-Produção 2.3 Produção 2.4 Pós-Produção 3. Retrato/Corpo Conceptual Conceito 3.2 Pré-Produção 3.3 Produção Pós-Produção 4. Autorretrato Conceito 4.2 Produção 5. Conclusão Anexos 28

3 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia INTRODUÇÃO O relatório que se segue consiste na descrição e concretização da proposta da Prova de Aptidão Artística do curso de Comunicação Audiovisual na especialização em fotografia. Esta prove serve para avaliar as capacidades artísticas de cada aluno para assim, concluir o décimo segundo ano. Ao longo deste relatório descrevo todo o processo desenvolvido para esta prova, desde a conceção da ideia, passando pela parte técnica até à pós-produção, acabando com uma conclusão sobre todo o ano letivo. A proposta é composta por quatro projetos originais sendo um de Reportagem, outro opcional entre o género de Moda, Paisagem ou Arquitetura, o seguinte de Retrato/Corpo Conceptual e por último um Autorretrato. Um destes projetos à escolha do aluno, tem de ser feito a digital a cor e outro a analógico a preto e branco. Cada um dos projetos é composto por doze fotografias, à exceção do Autorretrato, sendo constituído apenas por uma fotografia. As fotografias a analógico a preto e branco devem ser realizadas todas as etapas por cada aluno no edifício escolar, ou seja, processar o filme, ampliar as fotografias e imprimi-las e por fim montá-las em cartolinas brancas. O tema que foi apresentado este ano letivo é: A cidade do Porto. 3

4 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 1. REPORTAGEM 1.1 Conceito: Como tema A Cidade do Porto iniciei a pesquisa deste projeto de Reportagem e logo me ocorreu a questão das profissões esquecidas que estão a voltar cada vez mais. Mas percebi que pretendia algo diferente. Resolvi abordar o tema dos estudantes da ERASMUS. A ERASMUS é um programa de ensino e formação da União Europeia que promove atividades de cooperação transnacional ao nível do Ensino Superior. Este programa tem como objetivos o adquirir de novas qualificações e competências que vão contribuir para o futuro profissional dos estudantes, o contacto com diferentes métodos, metodologias e técnicas de aprendizagem e o aperfeiçoamento da língua. Todos os anos, a cidade do Porto acolhe milhares de jovens estrangeiros de todos os cantos da Europa. Vêm para cá estudar a sua área e conhecer um pouco mais desta cultura portuense. Vindos de um ambiente distinto, vão-se adaptar à cidade e é esse o processo que pretendo mostrar com a minha Reportagem Fotográfica. 1.2 Pré-Produção: Comecei por procurar e contactar diversos estudantes e expor o conceito do meu projeto. Alguns concordaram e aderiram à proposta sem problemas. Procurei comunicar com todo o tipo de nacionalidades e personalidades para evidenciar a diversidade de modos de adaptação à cidade. Decidi usar a câmara digital Nikon D3200 com as objetivas e 50mm a preto e branco Produção: Para a minha primeira sessão dirigi-me ao apartamento partilhado por vários estudantes e iniciei o ato fotográfico captando cada um no seu espaço mais pessoal, o quarto. Escolhi este local para mostrar em que cada um ocupa os tempos livres. De seguida passei a fotografá-los em ambiente de convívio para reforçar a ideia da partilha de culturas e conhecimentos entre eles. Passei para o ambiente exterior, como fundo a cidade do Porto. A maior dificuldade que senti foi a captação genuína de cada um. A maior parte dos jovens não se sentiam completamente à vontade com a câmara apontada a estes. Foi o maior obstáculo neste projeto, e para além disso, por vezes desmarcavam e de certo que demorou mais tempo a obter resultados. Ao todo realizei dez sessões fotográficas.

5 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 1.4. Pós-Produção: Seguiu-se a fase de edição e tratamento de imagens. A escolha de imagens apoiou-se no conceito pois cada uma das imagens deve ilustrar bem a ideia. Abri o programa Lightroom 5 e comecei por selecionar as cinco melhores fotografias de cada sessão, tendo em conta as expressões dos jovens e o que transmitiam, o espaço à sua volta e o seu significado. Para tratar as imagens, usei o programa anterior e o Photoshop CS5. Comecei por ajustar contrastes, altas luzes e por vezes enquadramentos Reflexão: Este projeto de Reportagem ajudou-me a crescer na questão da interação com as pessoas, o saber lidar com várias maneiras de ser e diferentes reações à câmara. Foi uma experiência enriquecedora no qual aprendi muito a nível técnico e estético. 5

6 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 6

7 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 7

8 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 8

9 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 9

10 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 10

11 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 11

12 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 2. PAISAGEM 2.1. Conceito: Neste projeto de opção, escolhi a Paisagem. Iniciei a minha pesquisa por fotografia de paisagem contemporânea e depois de ver vários trabalhos com técnicas distintas, ocorreu-me logo a ideia da fotografia noturna. Mais precisamente a técnica de Light Painting. Esta técnica resume-se à execução de longas exposições usando lanternas para dar luz apenas onde pretender, daí pintar com a luz. Optei por realizar este projeto a digital a cor. O tema que resolvi captar foi as fábricas degradadas da Cidade do Porto. Considero que este assunto é deveras relevante devido à abundância de terrenos e edifícios abandonados que precisam de ser reabilitados e que simplesmente ficam desocupados. Quanto à técnica, decidi iluminar mais propriamente as ervas a invadir os edifícios de modo a evidenciar o facto de estarem esquecidas há bastante tempo Pré-Produção: Antes de tudo tratei de arranjar lanternas com potência suficiente para proporcionar o efeito que tencionava. Iniciei portanto a investigação das fábricas abandonadas na cidade do Porto. Descobri diversas em Campanhã e escolhi aquelas que me agradaram. Preparei o material de que necessitava como o tripé, disparador, lanternas, câmara Nikon D3200 e lente e comecei o meu ato fotográfico Produção: As longas exposições demoravam cerca de 2 ou 3 minutos para captar toda a luz homogénea que passava nas ervas e por vezes também noutros sítios específicos, dependendo de cada local e do que queria realçar Pós-Produção: Nesta etapa, avancei para a seleção das fotografias. Escolhi as imagens que mais iam de encontro ao meu conceito e que funcionaram melhor em termos de estética e mancha da luz.

13 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia Passei de seguida para o tratamento de imagem para dar alguns retoques de luz e contraste no programa Lightroom Reflexão: A maior dificuldade que senti foi o facto das fábricas abandonadas serem um lugar perigoso e também frequentadas por sem-abrigos, de modo que tive que ir com mais pessoas pata o local e por isso, depender destas. Gostei imenso de produzir este projeto pois acho que a sua estética é bastante interessante, dando um efeito misterioso. 13

14 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 14

15 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 15

16 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 16

17 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 17

18 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 18

19 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 19

20 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 3. RETRATO/CORPO CONCEPTUAL 3.1 Conceito: Este projeto, no meu caso, foi o mais complicado de todos os outros a nível de ideia. Tive alguma indecisão na escolha do tema a abordar e também na técnica pois é um dos mais complexos trabalhos na Prova de Aptidão Artística que apoia na ideia de passar uma mensagem ao espetador. Depois de pesquisar vários artistas, blogs, sites de fotografia decidi abordar a questão dos jovens sem futuro em Portugal. Devido à crise que o país está a atravessar, os jovens portugueses, hoje em dia, têm cada vez mais dificuldade em arranjar emprego depois de estudarem e se prepararem tantos anos para o mundo profissional. Muitos deles são obrigados a sair do país para obter melhores condições de vida e essa ideia é devastadora para Portugal. Mais concretamente em termos técnicos, a ideia é captar jovens num fundo simples rodeados por uma mancha que representa essa preocupação perante o futuro como se os tivesse a devorar pelo facto de estar sempre presente. A situação deixa-os desprotegidos, desamparados, vulneráveis. O seu olhar profundo transmite a ideia de descontentamento. Escolhi executar este projeto a analógico a preto e branco. 3.2 Pré-Produção: Para executar este projeto, resolvi comprar um vidro da dimensão de 85cmx70cm para poder fazer manchas com tinta acrílica com o objetivo de colocar em frente ao modelo. Tive bastantes dificuldades em obter a mancha que esperava pois não domino a técnica. Demorei cerca de duas aulas a acertar, quando percebi que se fizesse manchas expressivas e livres, mais baças, com algumas transparências. De seguida, passei para a escolha dos modelos. Decidi fotografar doze pessoas, seis raparigas e seis rapazes. Achei que o projeto ganhava mais se essas pessoas fossem bastante diferentes entre si, por isso tratei de procurar e contactar os jovens. completamente sem tinta na parte central do vidro, a estética da fotografia ficaria mais interessante e coerente com o conceito. 20

21 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 3.3. Produção: Depois da primeira mancha estar concluída, passei para a fase seguinte: a preparação do estúdio. Coloquei um fundo branco com duas cabeças de luz apontadas de cada lado, e outras duas dos dois lados do modelo, para ser mais homogénea. Decidi usar luz de flash para obter uma resolução de imagem melhor. Coloquei o vidro apoiado numa cadeira, segurado por duas molas e preso por dois pesos. Escolhi usar o filme FP4 ISO 125 pois o objetivo é usar pouco grão. Com o estúdio montado, os modelos posicionaram-se na cadeira atrás do vidro e enquadrei-os no centro, tirando partido das manchas com as próprias poses destes. Optei por poses frontais, simples, com o objetivo de serem naturais e verdadeiras. Ao longo deste trabalho tive bastantes imprevistos como repetir uma sessão por quatro vezes devido a reflexos no vidro. Depois da revelação passei para a parte da Impressão. Na impressão optei por utilizar um contraste médio Reflexão: Este projeto foi o mais bem conseguido, na minha opinião, pois tem uma estética que me interessa bastante e um conceito relevante. 21

22 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 22

23 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 23

24 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 24

25 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia 4. AUTORRETRATO 4.1. CONCEITO O ultimo projeto da Prova de Aptidão Artística é um Autorretrato que procura mostrar um pouco de nós próprios. Faz-nos refletir sobre a nossa personalidade, a nossa maneira de ser. Acho-me reservada, calma e simples. Para o meu Autorretrato procurei fazer algo simples PRODUÇÃO Para a Produção, pensei em fazer num fundo preto no estúdio. Montei uma cabeça de luz apenas para evidenciar o meu rosto e tudo à volta preto. 25

26 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia CONCLUSÃO Ao longo deste ano letivo de 2014/15, na Escola Artística Soares dos Reis, a produção da minha Prova de Aptidão Artística fez com que evoluísse imenso tanto a nível profissional como emocional. Esta prova fez com que ganhasse mais responsabilidade, mais capacidade na área de Fotografia. É claro que teve altos e baixos, trabalhos melhores e piores, mas tudo isso fez com que chegasse a este ponto de me sentir capaz. Mesmo assim, sinto que conseguiria fazer melhor se gerasse o meu tempo como deveria. A minha maior dificuldade foi o aprofundamento dos conceitos dos projetos pis tinha ideias soltas que não conseguia explicar muito bem. Gostei de produzir todos os trabalhos, mas em especial o Projeto Retrato/ Corpo Conceptual pois identifico-me mais com este. 26

27 Escola Artística Soares dos Reis Porto Relatório de PAA Disciplina de Fotografia Anexos: 27

RELATORIO. Cláudia Falcão, 12ºd3

RELATORIO. Cláudia Falcão, 12ºd3 RELATORIO PROVA DE APTIDÃO ARTISTICA Cláudia Falcão, 12ºd3 Trabalho elaborado para a disciplina de Projecto e Tecnologia, leccionada pela professora Luisa Fragoso. RESUMO:Relatorio do trabalho realizado

Leia mais

ENSAIO FOTOGRÁFICO URBANO. Arthur Felipe Pereira Souza UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

ENSAIO FOTOGRÁFICO URBANO. Arthur Felipe Pereira Souza UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS ENSAIO FOTOGRÁFICO URBANO Arthur Felipe Pereira Souza UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS INTRODUÇÃO Apesar de muitos considerarem Joseph Nicéphore Niépce como sendo o inventor da fotografia, ela não é uma

Leia mais

RELATÓRIO PROVA DE APTIDÃO ARTÍSTICA. Sara Filipa Rodrigues da Silva 12ºD2 Nº21

RELATÓRIO PROVA DE APTIDÃO ARTÍSTICA. Sara Filipa Rodrigues da Silva 12ºD2 Nº21 RELATÓRIO PROVA DE APTIDÃO ARTÍSTICA Sara Filipa Rodrigues da Silva 12ºD2 Nº21 Trabalho elaborado para a disciplina de Projeto e Tecnologias, especialização em fotografia, lecionada por Joana Castelo.

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

PROVA DE APTIDÃO ARTISTICA

PROVA DE APTIDÃO ARTISTICA PROVA DE APTIDÃO ARTISTICA RELATÓRIO GLOBAL DOS PROJETOS Daniela Correia, nº6 12ºD2 Trabalho elaborado para a disciplina de Projeto e Tecnologias Especialização em Fotografia, leccionada por Joana Castelo.

Leia mais

DE RELÓGIOS. Guia de Melhores Práticas. Como Fotografar Relógios Como um Profissional EDIÇÃO Nº 06 GRÁTIS FOTOGRAFIA

DE RELÓGIOS. Guia de Melhores Práticas. Como Fotografar Relógios Como um Profissional EDIÇÃO Nº 06 GRÁTIS FOTOGRAFIA EDIÇÃO Nº 06 GRÁTIS FOTOGRAFIA DE RELÓGIOS SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Guia de Melhores Práticas Como Fotografar Relógios Como um Profissional Precisa

Leia mais

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207 OLHAR GLOBAL Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas A poeira do renascimento 36 Fotografe Melhor n o 207 Olivier convida pessoas que encontra na rua ou na internet para posarem

Leia mais

Benedicto Silva. Foto 1. Minha mãe e eu, fotografados pelo meu pai (setembro de 1956).

Benedicto Silva. Foto 1. Minha mãe e eu, fotografados pelo meu pai (setembro de 1956). 1. INTRODUÇÃO 1.1. MINHA RELAÇÃO COM A FOTOGRAFIA Meu pai tinha uma câmara fotográfica. Ele não era fotógrafo profissional, apenas gostava de fotografar a família e os amigos (vide Foto 1). Nunca estudou

Leia mais

POR TRÁS DA LENTE E DIANTE DA CÂMERA A EVOLUÇÃO DO RETRATO

POR TRÁS DA LENTE E DIANTE DA CÂMERA A EVOLUÇÃO DO RETRATO 1 POR TRÁS DA LENTE E DIANTE DA CÂMERA A EVOLUÇÃO DO RETRATO RESUMO Colégio Londrinense Alunos (as): Laís Knott Oliveira Silva; Clóvis Begnozzi Neto; Lucas Assis; Rafael Noriaki Yamamoto Orientadora: Wiviane

Leia mais

Flyer de Divulgação da Banda Beatrice

Flyer de Divulgação da Banda Beatrice UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Comunicação Social Hab. Midialogia Disciplina: CS101 Métodos e Técnicas de Pesquisa em Midialogia Prof. José A. Valente Aluna: Bruna Luiza Bellico Neves RA: 095606 Flyer

Leia mais

Fotografia Digital 1

Fotografia Digital 1 Fotografia Digital 1 Apresentação Constituída em 2007 é referência nacional no ensino da fotografia de paisagem natural 2 Uma das entidades que mais workshops lecciona anualmente em Portugal Cursos de

Leia mais

Áustria Viena. Foi uma grande surpresa o facto de todos os alunos andarem descalços ou de pantufas.

Áustria Viena. Foi uma grande surpresa o facto de todos os alunos andarem descalços ou de pantufas. Áustria Viena Foi uma grande surpresa o facto de todos os alunos andarem descalços ou de pantufas. Apenas fui assistir a uma aula, que acabou por não ser dada devido à presença dos alunos estrangeiros

Leia mais

Aprender a ver. a preto e branco. Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das

Aprender a ver. a preto e branco. Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das Aprender a ver a preto e branco Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das suas fotos a preto e banco. Obtenha imagens únicas. No que toca à fotografia preto e branco, ser capaz de "ver" como

Leia mais

Acostumado a buscar sempre

Acostumado a buscar sempre Técnica&Prática Casamento Iluminação criativa em fotos de casamento Luz de vídeo, de lanterna, natural ou flash. Saiba como é possível usar de tudo um pouco para fazer fotos sociais Vinícius Matos Por

Leia mais

Lata na mão, grafiteiro na rua, arte na prede e a montagem de um vídeo etnográfico na Amazônia 1

Lata na mão, grafiteiro na rua, arte na prede e a montagem de um vídeo etnográfico na Amazônia 1 Lata na mão, grafiteiro na rua, arte na prede e a montagem de um vídeo etnográfico na Amazônia 1 Leila Cristina Leite Ferreira-UFPA RESUMO: Este artigo traz como discussão a captação, a elaboração e a

Leia mais

A MAIOR ESCOLA DE FOTOGRAFIA DA AMÉRICA LATINA INTENSIVO

A MAIOR ESCOLA DE FOTOGRAFIA DA AMÉRICA LATINA INTENSIVO A MAIOR ESCOLA DE FOTOGRAFIA DA AMÉRICA LATINA CURSO COMPLETO BELO HORIZONTE INTENSIVO & RIO DE JANEIRO DE FOTOGRAFIA TODO FOTÓGRAFO EXPERIENTE UM DIA FOI INICIANTE. Vinícius Matos O Curso completo de

Leia mais

Energético Burn 1. PALAVRAS CHAVE: Fotografia; Fotografia Publicitária, Energético.

Energético Burn 1. PALAVRAS CHAVE: Fotografia; Fotografia Publicitária, Energético. Energético Burn 1 Humberto Leopoldo P. CARDOSO FILHO 2 Tainá Claudino dos SANTOS 3 Anamaria TELES 4 Universidade Regional de Blumenau, FURB, Blumenau, SC RESUMO A fotografia aqui apresentada foi concebida

Leia mais

Cursos de Formação em Alternância na Banca Relatório de Follow-up 2010-2013 Lisboa e Porto

Cursos de Formação em Alternância na Banca Relatório de Follow-up 2010-2013 Lisboa e Porto Cursos de Formação em Alternância na Banca Relatório de Follow-up 2010-2013 Lisboa e Porto Outubro de 2015 Índice 1. Introdução... 3 2. Caraterização do Estudo... 4 3. Resultado Global dos Cursos de Lisboa

Leia mais

WORKSHOP DE FOTOGRAFIA com Giancarlo Mecarelli, José Roberto Pedroza e Carlos Nascimento Paraty dias 27, 28 e 29 de novembro

WORKSHOP DE FOTOGRAFIA com Giancarlo Mecarelli, José Roberto Pedroza e Carlos Nascimento Paraty dias 27, 28 e 29 de novembro WORKSHOP DE FOTOGRAFIA com Giancarlo Mecarelli, José Roberto Pedroza e Carlos Nascimento Paraty dias 27, 28 e 29 de novembro Nunca se fotografou tanto na história, porém grande parte dessas imagens ficam

Leia mais

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Cópia Este capítulo inclui: Cópia básica na página 3-2 Ajustando as opções de cópia na página 3-4 Configuração básica na página 3-5 Ajustes de imagem na página 3-9 Ajustes de posicionamento de imagem na

Leia mais

DE JOIAS. Guia de Melhores Práticas FOTOGRAFIA. Domine a Técnica de Fotografia de Anéis em Apenas 4 Passos EDIÇÃO Nº 11 GRÁTIS

DE JOIAS. Guia de Melhores Práticas FOTOGRAFIA. Domine a Técnica de Fotografia de Anéis em Apenas 4 Passos EDIÇÃO Nº 11 GRÁTIS FOTOGRAFIA EDIÇÃO Nº 11 GRÁTIS DE JOIAS SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Guia de Melhores Práticas Domine a Técnica de Fotografia de Anéis em Apenas 4

Leia mais

FOTO-AVENTURA.!Fuji X-T1. XF 18-55mm. 22,3mm. f/8. 1/1000. ISO 400. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA

FOTO-AVENTURA.!Fuji X-T1. XF 18-55mm. 22,3mm. f/8. 1/1000. ISO 400. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA!Fuji X-T1. XF 18-55mm. 22,3mm. f/8. 1/1000. ISO 400 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA Sudoeste americano UMA AMÉRICA FEITA DE MONTANHAS E DESFILADEIROS MAURÍCIO MATOS DECIDIU EXPLORAR O LADO SELVAGEM

Leia mais

Técnica de Iluminação por Fernando Bagnola www.fotografia-dg.com

Técnica de Iluminação por Fernando Bagnola www.fotografia-dg.com FOTOS NOTURNAS COM FLASH PORTÁTIL SINCRONIZADO COM A LUZ DISPONÍVEL (com explicação do tratamento da imagem) A imagem a seguir é o resultado final que eu queria! Parte 1: A Técnica Fotográfica A Construção

Leia mais

UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1

UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1 UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1 Luiz Henrique Oliveira Silva Carlos de PAIVA 2 Lamounier Lucas PEREIRA JÚNIOR 3 Centro Universitário Newton Paiva, Belo Horizonte,

Leia mais

Eduarda Teixeira A realização do estágio noutro país é um meio para abrir portas no futuro para o mundo do trabalho. Não só por vivenciarmos novas experiências e nos tornarmos aptos para qualquer local

Leia mais

MARIA MIGUEL RODRIGUES 12ºD2 LEWIS WICKES HINE

MARIA MIGUEL RODRIGUES 12ºD2 LEWIS WICKES HINE MARIA MIGUEL RODRIGUES 12ºD2 LEWIS WICKES HINE PROPOSTA DE TRABALHO Para este trabalho, foi-nos proposto realizar três fotografias interpretando o olhar fotográfico de um fotógrafo significante da história

Leia mais

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa G eoff Rees Be neat h t he re ef, 199 2, s er igr af i a Fot o: Fau st o Fleur y O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa Com as proposições didáticas sugeridas, espera-se que os alunos possam

Leia mais

introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional.

introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional. introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional. O ensino é uma das minhas paixões, pois é muito gratificante poder transmitir aos meus alunos a experiência que adquiri ao longo de

Leia mais

BEBÊS SUBMARINOS SETH CASTEEL TRADUÇÃO DE FLORA PINHEIRO

BEBÊS SUBMARINOS SETH CASTEEL TRADUÇÃO DE FLORA PINHEIRO BEBÊS SUBMARINOS Colton, 11 meses Valentina, 9 meses BEBÊS SUBMARINOS SETH CASTEEL TRADUÇÃO DE FLORA PINHEIRO Copyright 2015 Seth Casteel Publicado mediante acordo com Little, Brown and Company, Nova

Leia mais

Universidades. Já há mais. superioresem Portugal que são dados. de 170 cursos. só em inglês ATUALPÁGS.4ES

Universidades. Já há mais. superioresem Portugal que são dados. de 170 cursos. só em inglês ATUALPÁGS.4ES Universidades Já há mais de 170 cursos superioresem Portugal que são dados só em inglês ATUALPÁGS.4ES Universidades portuguesas já têm mais de 1 70 cursos em inglês Internacionalização. Atrair novos estudantes

Leia mais

VII Mostra de Trabalhos ABC na Educação Científica - Mão na Massa

VII Mostra de Trabalhos ABC na Educação Científica - Mão na Massa NAS ÁRVORES DO JARDIM DA MINHA ESCOLA TEM... Adriana Ranzani Resumo A pesquisa sobre os animais que vivem nas árvores da escola Ludgero Braga, foi realizada com crianças do 2º ano A, durante o período

Leia mais

1. Pateo do Collegio conhecia não conhecia não responderam 16 18 0. 1. Pateo do Collegio gostei não gostei não responderam 33 0 1

1. Pateo do Collegio conhecia não conhecia não responderam 16 18 0. 1. Pateo do Collegio gostei não gostei não responderam 33 0 1 1. Pateo do Collegio conhecia conhecia 16 18 0 1. Pateo do Collegio gostei gostei 33 0 1 Pateo do Collegio 3% Pateo do Collegio gostei 0% conhecia 53% conhecia 47% gostei 97% Por quê? Aprendi mais sobre

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

Lógicas de Supervisão Pedagógica em Contexto de Avaliação de Desempenho Docente ENTREVISTA - Professor Avaliado - E 2

Lógicas de Supervisão Pedagógica em Contexto de Avaliação de Desempenho Docente ENTREVISTA - Professor Avaliado - E 2 Sexo Idade Grupo de docência Feminino 40 Inglês (3º ciclo/secundário) Anos de Escola serviço 20 Distrito do Porto A professora, da disciplina de Inglês, disponibilizou-se para conversar comigo sobre o

Leia mais

Eletiva VOCÊ EM VÍDEO

Eletiva VOCÊ EM VÍDEO Eletiva VOCÊ EM VÍDEO E.E. Princesa Isabel Número da sala e sessão Professor(es) Apresentador(es): Adriana Prado Aparecida Pereira da Silva Realização: Foco A Escola Estadual Princesa Isabel, por meio

Leia mais

Trabalho 3 Scratch na Escola

Trabalho 3 Scratch na Escola Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra Departamento de Matemática Trabalho 3 Scratch na Escola Meios Computacionais de Ensino Professor: Jaime Carvalho e Silva (jaimecs@mat.uc.pt)

Leia mais

Tutorial - Vetorizando uma fotografia

Tutorial - Vetorizando uma fotografia Tutorial - Vetorizando uma fotografia Thiago Santos 02-2013 Vetorizando uma fotografia Meu nome é Thiago Santos e vou mostrar a vocês como vetorizar uma fotografia. O processo não é muito complicado, mas

Leia mais

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS QUE OPORTUNIDADES PÓS-LICENCIATURA ESPERAM? EXPECTATIVAS QUE INQUIETAÇÕES TÊM OS ALUNOS DE DC? MADALENA : M QUAL É A TUA PERSPECTIVA DO MERCADO

Leia mais

Plano de aula para três encontros de 50 minutos cada. Tema: Vida e obra de Vincent Van Gogh. Público alvo: 4º série do Ensino fundamental

Plano de aula para três encontros de 50 minutos cada. Tema: Vida e obra de Vincent Van Gogh. Público alvo: 4º série do Ensino fundamental UDESC UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA DAV- DEPARTAMENTO DE ARTES VISUAIS Curso: Licenciatura em Artes Visuais Disciplina: Cultura Visual Professora: Jociele Lampert Acadêmica: Cristine Silva Santos

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas. 6. Fotografia com o Flash

Leia mais

MEDIA TRAINING. Manual para TREINAMENTO

MEDIA TRAINING. Manual para TREINAMENTO MEDIA TRAINING Manual para TREINAMENTO Parabéns! Você foi escolhido por sua empresa para seu porta-voz oficial. Ser um porta-voz é uma grande responsabilidade, pois todas as vezes em que a empresa tiver

Leia mais

Inserida no âmbito das comemorações do Ano Internacional da Luz, esta iniciativa tem por objetivos:

Inserida no âmbito das comemorações do Ano Internacional da Luz, esta iniciativa tem por objetivos: ENQUADRAMENTO Inserida no âmbito das comemorações do Ano Internacional da Luz, esta iniciativa tem por objetivos: - A busca valorativa da fotografia enquanto forma de expressão artística, dinâmica e multifacetada

Leia mais

Curso de Fotografia Avançado 60 horas

Curso de Fotografia Avançado 60 horas Curso de Fotografia Avançado 60 horas O CURSO DE FOTOGRAFIA AVANÇADA da FUTURA - EDUCAÇÃO PROFISSIONAL visa habilitar seus alunos ao mercado de trabalho fotográfico. Garantido a formação teórica e prática

Leia mais

GUIÃO COMO FAZER UM TRABALHO

GUIÃO COMO FAZER UM TRABALHO GUIÃO COMO FAZER UM TRABALHO BE-CRE 2012/2013 1ª Etapa Penso sobre o tema 2ª Etapa Onde vou encontrar a informação? 3ª Etapa Seleciono os documentos 4ª Etapa Recolho a informação 5ª Etapa Trato a informação

Leia mais

Empreender para Crescer

Empreender para Crescer Empreender para Crescer R. Miguel Coelho Chief EntusiastPersonalBrands Caros Pais e Encarregados de Educação, este ano lectivo, por iniciativa da Assoc. Pais do Colégio, vai iniciar-se em Novembro uma

Leia mais

Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO?

Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO? Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO? Saber se o email é mais ou menos apropriado para o seu negócio depende do tipo de produto ou serviço que vende,

Leia mais

EUROPA. Uma Grande. Família

EUROPA. Uma Grande. Família EUROPA Uma Grande Família Europa - Uma grande família Porque viver na Europa é sinónimo de união, oportunidades, pertença e harmonia, esta publicação apresenta os cidadãos europeus como elementos de uma

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O presente

Leia mais

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery 12 Razões Para Usar Lightroom André Nery André Nery é fotógrafo em Porto Alegre. Arquitetura e fotografia outdoor, como natureza, esportes e viagens, são sua área de atuação. Há dez anos começou a ministrar

Leia mais

Fotografa I " Aprenda com dez fotojornalistas As lições de quem sabe cobrir política, esporte, polícia, econorrua...e fazer imagens surpreendentes

Fotografa I  Aprenda com dez fotojornalistas As lições de quem sabe cobrir política, esporte, polícia, econorrua...e fazer imagens surpreendentes I " R$:,90...N-3 Fotografa Aprenda com dez fotojornalistas As lições de quem sabe cobrir política, esporte, polícia, econorrua...e fazer imagens surpreendentes Estúdio simples Como fazer muito com pouco

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS Kelly Cristina de Oliveira 1, Júlio César Pereira 1. 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil kristhinasi@gmail.com,

Leia mais

Comunicação Relato de Experiência

Comunicação Relato de Experiência OBSERVANDO AULAS DE MÙSICA NA ESCOLA: AS ORIENTAÇÕES DO PROFESSOR EM PRÁTICAS DE CONJUNTO COM PERCUSSÃO E NO PROCESSO DE CRIAÇÃO MUSICAL UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Armando César da Silva ac_guitar@hotmail.com

Leia mais

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO. Especial Empresas. www.olhares.com/academia

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO. Especial Empresas. www.olhares.com/academia CATÁLOGO DE FORMAÇÃO Especial Empresas 2013 www.olhares.com/academia CATÁLOGO DE FORMAÇÃO Especial Empresas 2013 www.olhares.com/academia 7 9 11 ÍNDICE Quem somos A nossa oferta formativa Curso Fotografia

Leia mais

Treinamento Adsense O curso que ensina você a construir um negócio do zero. E faturar e Ganhar ate R$4,5MIL por Mês na Internet

Treinamento Adsense O curso que ensina você a construir um negócio do zero. E faturar e Ganhar ate R$4,5MIL por Mês na Internet Treinamento Adsense O curso que ensina você a construir um negócio do zero E faturar e Ganhar ate R$4,5MIL por Mês na Internet Olá você não me conhece, então deixa eu me apresentar: Meu nome é Rodrigo

Leia mais

Como Fazer um Template Profissional

Como Fazer um Template Profissional InfoprodutoBrasil INFOPRODUTOBRASIL Como Fazer um Template Profissional passo a passo Adriene Miranda Vol.1 W W W. I N F O P R O D U T O B R A S I L. C O M. BR Olá, meu nome Adriene Miranda. Não sou expert

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

O JORNAL EM SALA DE AULA: PARA ALÉM DO LETRAMENTO, O ALUNO COMO CENTRO DA NOTÍCIA

O JORNAL EM SALA DE AULA: PARA ALÉM DO LETRAMENTO, O ALUNO COMO CENTRO DA NOTÍCIA O JORNAL EM SALA DE AULA: PARA ALÉM DO LETRAMENTO, O ALUNO COMO CENTRO DA NOTÍCIA Ana Lhayse Feitoza Albuquerque analhayse@hotmail.com Beatriz Correia Neri de Araújo beatrizneri00@hotmail.com Thays Emanuela

Leia mais

ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS

ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS 125 anos de ensino artístico A actual Escola Artística de Soares dos Reis foi criada oficialmente em Janeiro de 1884, sendo designada nessa altura como Escola de Desenho

Leia mais

ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS

ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS 125 anos de ensino artístico A actual Escola Artística de Soares dos Reis foi criada oficialmente em Janeiro de 1884, sendo designada nessa altura como Escola de Desenho

Leia mais

Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba

Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba 1 A dignidade do ser humano é inviolável. Deve ser respeitada e protegida Artigo 1º da

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Nome(s) próprio(s) / Apelido(s) Morada(s) Endereço(s) de correio electrónico Rua D. Fernando, 96, 4430-082 Vila Nova de Gaia (Portugal) Telefone(s) 227115820

Leia mais

Como Fotografar as Estrelas

Como Fotografar as Estrelas Como Fotografar as Estrelas Texto: John Davenport Fotografia em geral é fácil certo? Você pega a sua câmera, a aponta na direção do que o interessa e aperta o botão. Porém, há muitos níveis de fotografia,

Leia mais

Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes

Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Introdução Como foi explicitado no Projeto de Desenvolvimento de Produto, a minha intenção

Leia mais

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Criar ambientes de partilha; Proporcionar momentos de incentivo à leitura e ao relevo das ilustrações; Facilitar e promover a criatividade e imaginação;

Leia mais

ESCOLA SOARES DOS REIS PORTO ANO LECTIVO 2014/2015. Relatório. Prova de Aptidão Artística. Alexandre Lereno Teixeira Alves Nº1 12ºD3

ESCOLA SOARES DOS REIS PORTO ANO LECTIVO 2014/2015. Relatório. Prova de Aptidão Artística. Alexandre Lereno Teixeira Alves Nº1 12ºD3 Relatório Prova de Aptidão Artística Alexandre Lereno Teixeira Alves Nº1 12ºD3 Trabalho elaborado para a disciplina de Projeto e Tecnologias, lecionada por Luísa Fragoso 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 1. REPORTAGEM...

Leia mais

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI Muitas pessoas me perguntam se a maquina de vendas online é fraude do Tiago bastos funciona de verdade ou se não é apenas mais uma fraude dessas que encontramos

Leia mais

O retrato através da História da Arte

O retrato através da História da Arte ós na ala de Aula - Arte 6º ao 9º ano - unidade 5 Inicie sua aula observando retratos conhecidos da História da Arte e, em seguida, converse com os alunos sobre os retratos na História. Pergunte a eles

Leia mais

OS DESAFIOS DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI

OS DESAFIOS DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI OS DESAFIOS DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI Maria de Lurdes Rodrigues Em matéria de educação, em quase todo o mundo, foram definidas regras que consagram o objetivo de proporcionar a todas as crianças

Leia mais

Biodanza. Para Crianças e Jovens. Manuela Mestre Robert

Biodanza. Para Crianças e Jovens. Manuela Mestre Robert Biodanza Para Crianças e Jovens Manuela Mestre Robert FICHA TÉCNICA: TÍTULO Biodanza para Crianças e Jovens AUTORIA Manuela Mestre Robert Manuela Mestre Robert, 2008 CAPA Crianças do 1º ciclo do Ensino

Leia mais

R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 )

R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 ) R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 ) Tendo iniciado no presente ano lectivo 2005/2006 o funcionamento da plataforma Moodle na Universidade Aberta, considerou-se

Leia mais

WORKSHOP FOTOGRAFIA NOCTURNA PAISAGEM. José L. Diniz 16 JANEIRO WORKSHOP ADOBE LIGHTROOM. Tiago Garcia 20 FEVEREIRO PALESTRA MEMÓRIA DE LUZ

WORKSHOP FOTOGRAFIA NOCTURNA PAISAGEM. José L. Diniz 16 JANEIRO WORKSHOP ADOBE LIGHTROOM. Tiago Garcia 20 FEVEREIRO PALESTRA MEMÓRIA DE LUZ WORKSHOP FOTOGRAFIA NOCTURNA PAISAGEM José L. Diniz 16 JANEIRO WORKSHOP ADOBE LIGHTROOM Tiago Garcia 20 FEVEREIRO PALESTRA MEMÓRIA DE LUZ António Piedade 27 FEVEREIRO CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL Secção de

Leia mais

Porque evitar o "NÃO" e a linguagem negativa. M. H. Lorentz

Porque evitar o NÃO e a linguagem negativa. M. H. Lorentz Porque evitar o "NÃO" e a linguagem negativa. M. H. Lorentz A linguagem tem por objetivo a comunicação entre os seres humanos, portanto quanto mais precisa for a linguagem, melhor será o resultado de nossa

Leia mais

UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL

UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL UM PRODUTO EDUCATIVO PARA FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL Se, na verdade, não estou no mundo para simplesmente a ele me adaptar, mas para transformá-lo [...] devo usar toda possibilidade que tenha para não apenas

Leia mais

energia que vai longe

energia que vai longe Como melhorar seus Clicks energia que vai longe CLICK 2014 Introdução A fotografia é uma das principais ferramentas de comunicação da atualidade. Com o avanço tecnológico das câmeras fotográficas e celulares,

Leia mais

DE JOIAS. Guia de Melhores Práticas FOTOGRAFIA. As 7 Melhores Práticas de Fotografia de Joias que Irão Impressionar os Seus Clientes

DE JOIAS. Guia de Melhores Práticas FOTOGRAFIA. As 7 Melhores Práticas de Fotografia de Joias que Irão Impressionar os Seus Clientes FOTOGRAFIA EDIÇÃO Nº 12 GRÁTIS DE JOIAS SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Guia de Melhores Práticas As 7 Melhores Práticas de Fotografia de Joias que Irão

Leia mais

ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012 TIC@CIDADANIA. Proposta de planos anuais. 1.º Ciclo do Ensino Básico

ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012 TIC@CIDADANIA. Proposta de planos anuais. 1.º Ciclo do Ensino Básico ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012 TIC@CIDADANIA Proposta de planos anuais 1.º Ciclo do Ensino Básico Introdução O objetivo principal deste projeto é promover e estimular

Leia mais

RELATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO: SITE DIVULGANDO OS FILMES

RELATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO: SITE DIVULGANDO OS FILMES RELATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO: SITE DIVULGANDO OS FILMES REALIZADOS PELA 6ª TURMA DE MIDIALOGIA João Baptista Alves Boccaletto Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Comunicação

Leia mais

História e Atividades de Aprendizagem do Ciclo 4

História e Atividades de Aprendizagem do Ciclo 4 História e Atividades de Aprendizagem do Ciclo 4 História e Atividades de Aprendizagem para o Ciclo 4 de pilotagens, a iniciar em fevereiro de 2013. Instruções Histórias de Aprendizagem do Ciclo 4 Contar

Leia mais

Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro

Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro Pretende se com este questionário conhecer a sua opinião sobre o (Ensino do) Português no Estrangeiro. Não existem respostas certas ou erradas.

Leia mais

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida!

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida! Introdução e índice Eu sou a Claudia Regina (www.claudiaregina.com) e resolvi criar este pequeno Manual Básico de Fotografia para ajudar quem procura por bom conteúdo para iniciantes, em português. Aprender

Leia mais

Puzzle de Investigação

Puzzle de Investigação Atividades: Puzzle de Investigação Nivel de ensino: 9º, 10º, 11º e 12º Duração: 30 min de preparação + 30 minutos de atividade Objetivos: Figura 1- Esquema acerca do processo de investigação Compreender

Leia mais

A Evolução do Processamento Fotográfico na ESTEIO

A Evolução do Processamento Fotográfico na ESTEIO A Evolução do Processamento Fotográfico na ESTEIO Descrever o processo fotográfico é remeter-se a temas como: câmera, filme, papel fotográfico e processamento de imagens, assuntos tratados e estudados

Leia mais

Aprender a Distância na Previdência

Aprender a Distância na Previdência Relatório de Encerramento Aprender a Distância na Previdência (ADP-001-09) Brasília, 05 de março de 2009. 1 1. Identificação: Curso: Aprender a distância na Previdência Descrição do curso: Módulo introdutório

Leia mais

Protocolo da Entrevista a Maria

Protocolo da Entrevista a Maria Protocolo da Entrevista a Maria 1 O que lhe vou pedir é que me conte o que é que aconteceu de importante desde que acabou o curso até agora. Eu... ah!... em 94 fui fazer um estágio, que faz parte do segundo

Leia mais

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2 Ficava intrigado como num livro tão pequeno cabia tanta história. O mundo ficava maior e minha vontade era não morrer nunca para conhecer o mundo inteiro e saber muito da vida como a professora sabia.

Leia mais

TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO 9º ANO

TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO 9º ANO TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO 9º ANO Ano Lectivo 2008/2009 TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO Em nenhuma época histórica o homem teve tantas possibilidades de transportar e comunicar ideias. Francisco Gutierrez Na

Leia mais

Como editar e tratar imagens com qualidade e rapidez

Como editar e tratar imagens com qualidade e rapidez Workshop COM HENRIQUE RIBAS Como editar e tratar imagens com qualidade e rapidez Agilize Seu fluxo de trabalho E TENHA UM NEGÓCIO MAIS LUCRATIVO O Lightroom é UMA EXCELENTE ferramenta para GERENCIAR, ORGANIZAR

Leia mais

Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication

Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication Uma Cidade para Todos Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication Colaboração Nuno Oliveira, coordenador do Serviço de Psicologia do 1º ciclo do Ensino Básico da EMEC - Empresa Municipal

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS COMO FAZER UM TRABALHO DE PESQUISA

BIBLIOTECA ESCOLAR CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS COMO FAZER UM TRABALHO DE PESQUISA BIBLIOTECA ESCOLAR CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS COMO FAZER UM TRABALHO DE PESQUISA Se pesquisares sobre os temas das aulas, serás um aluno de sucesso que saberá aprender e continuará a aprender pela vida

Leia mais

O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO

O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO Agarre cada oportunidade you can 2 Começa a nossa viagem Hora de surfar! Vamos à escola de surf A vantagem da DSLR Mude de objetiva, mude de perspetiva Objetivas intermutáveis

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

TUTORIAL: Criando e animando sprites no Inkscape

TUTORIAL: Criando e animando sprites no Inkscape TUTORIAL: Criando e animando sprites no Inkscape Pra quem não sabe, o Inkscape é um programa de desenho vetorial, assim como o Illustrator da Adobe, porém é software livre. Atualmente encontra-se na versão

Leia mais

Projeto de Adaptação dos personagens Menino Caranguejo e Caranga

Projeto de Adaptação dos personagens Menino Caranguejo e Caranga Projeto de Adaptação dos personagens Menino Caranguejo e Caranga Esse projeto começa com a necessidade da pessoa que está escrevendo esse artigo, Lucas Cavaler, de fazer um Trabalho de Conclusão de Estágio

Leia mais

Para a disciplina de Área de Projecto. Prof.ª Ana Reis

Para a disciplina de Área de Projecto. Prof.ª Ana Reis Escola Secundária da Portela Loures Ensino Secundário Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias 12º Ano de Escolaridade Para a disciplina de Área de Projecto Prof.ª Ana Reis Relatório Individual

Leia mais

Tutorial de animação quadro a quadro

Tutorial de animação quadro a quadro Tutorial de animação quadro a quadro quadro a quadro é uma técnica que consiste em utilizar imagens ou fotografias diferentes de um mesmo objeto para simular o seu movimento. Nesse caso, trata-se de relatar

Leia mais

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA!

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! ISSN 2177-9139 GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! Thaís Eduarda Ávila da Silveira thaisuab3@gmail.com Universidade Federal de Pelotas, Pólo Sapucaia do Sul, 92990-000 Sapucaia do

Leia mais

Viagem a Dornes e Sertã

Viagem a Dornes e Sertã Viagem a Dornes e Sertã (19 e 20 de Março de 2011) Por: RuckFules 1 No fim de semana, aproveitando os belos dias de Sol com que a chegada da Primavera nos presenteou, decidi dar uma volta pelo interior,

Leia mais