Especialização em Engenharia e Administração de Banco de Dados SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS I

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Especialização em Engenharia e Administração de Banco de Dados SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS I"

Transcrição

1 Especialização em Engenharia e Administração de Banco de Dados SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS I José Alberto F. Rodrigues Filho

2 Firebird É a primeira geração, descendente do código da Open Edition do Interbase 6.0 da Borland, lançada em julho de 2000 sob a Interbase Public License (IPL). É um sistema gerenciador de banco de dados relacional (SGBDR) SQL cliente/servidor compacto e poderoso que pode ser executado em uma diversidade de plataformas de sistemas operacionais servidores e clientes, incluindo Windows, Linux e diversas outras plataformas UNIX, tais como FreeBSD e Mac Os X. É um SGBDR de capacidade industrial que possui um alto nível de compatibilidade com os padrões SQL, ao mesmo tempo em que implementa alguns recursos poderosos de linguagem de programação. Helen Borrie, A escolha certa.

3 Firebird Visão Geral dos Recursos SGBD Completo (Triggers, Stored Procedures, Integridade Referencial, etc.) Cliente/Servidor Gratuíto para qualquer uso Código aberto Multi-plataforma (Darwin, FreeBSD, HPUX, Linux, Sinixz, Sparc, Solaris, Win32, MacOS, AIX, WinCE 3.0(beta)) Tecnologia amplamente testada Diversos drivers de acesso (Nativo/API, Java, OLEDB, ODBC, dbexpress,.net, etc.)

4 Firebird Visão Geral dos Recursos Arquitetura Multigeracional (versioning) Crash Recovery praticamente instantâneo Suporte a domínios Alocação de espaço dinâmica Stored Procedures selecionáveis UDFs (Funções Definidas pelo Usuário) Múltiplos triggers para o mesmo evento Commit em 2 fases (transações em mais de um bd) Character Sets e collates (internacionalização)

5 Firebird Limites atualizado em 16.Jul.2007 Item Firebird 2.x Firebird 1.5.x Maximum size of database Practically unlimited using multiple database files (largest known database is over 980 GB) 32 TB using multiple files Maximum size of one database file Multiple terabytes on most platforms; limited by file systems (4 GB or 2 GB on some platforms) Same Maximum number of database files 64,535 Same Maximum number of tables 64,535 Same Maximum size of one table ~32 TB ~36 GB

6 Firebird Limites atualizado em 16.Jul.2007 Item Firebird 2.x Firebird 1.5.x Maximum size of external table file 2 GB Same Maximum number of rows per table > 16 Billion (not been measured beyond this) ~4 Billion NOTE :: 1 Billion is 1024³ Maximum row size 65,536 bytes (64 KB) Same Maximum database page size 16 KB Same NOTE :: Page size (PAGE_SIZE) can be 1024, 2048, 4096, 8192 or Size 1024 is not recommended.

7 Firebird Limites atualizado em 16.Jul.2007 Item Maximum number of columns per table Firebird 2.x Firebird 1.5.x Depends on data types used. (Example: 16,384 INTEGER (4-byte) values per row.) NOTE :: 8-byte ID is stored for each BLOB or ARRAY reference; size of BLOB or ARRAY data is not counted in row size. Maximum number of indexes per table 65,535 Same Maximum size (total width) of index key 4,096 bytes when page size is 16 KB (limited to 1/4 of database page size) 252 bytes IMPORTANT :: Limit decreases for character columns when character set is multi-byte; non-binary collation further reduces limit. Maximum number of indexes per database 4,398,046,511,104 Same

8 Firebird Versões do Servidor SuperServer: Um único processo do servidor Firebird utiliza multiplas threads para gerenciar as conexões. O cache das conexões é compartilhado entre elas.

9 Firebird Versões do Servidor Classic: Cada conexão é tratada por um processo independente do servidor. O cache de cada conexão é independente. Exige maior quantidade de memória RAM. Pode prover melhor desempenho em servidores multi-processados.

10 Firebird Versões do Servidor Embedded: É o extremo mínimo dos requisitos de escalabilidade. Disponível apenas para plataformas Windows, tem as funcionalidades de um SuperServer compilado em conjunto com um cliente, produzindo uma dll (fbembed.dll).

11 Firebird Download e Instalação

12 Firebird Configuração Arquivo de configuração do FireBird =>> firebird.conf Parâmetros importantes - DBFreeMagazine_012

13 Firebird Tipos de Dados CHAR / VARCHAR: Caracteres (limite bytes) VARCHAR não considera os espaços à direita DATE: Dialeto 1 = Data + Hora Dialeto 3 = Somente data TIMESTAMP = Data + Hora (só existe no dialeto 3) TIME = Hora (só existe no dialeto 3) INTEGER = Inteiros (32 bits) faixa: -de a SMALLINT = Inteiro (16 bits) faixa: a BIGINT = Inteiro (64 bits Firebird 1.5) FLOAT = Ponto flutuante (32 bits) faixa: x a x DOUBLE PRECISION = Float duplo (64 bits) faixa: x a x

14 Firebird Tipos de Dados NUMERIC/DECIMAL (p, s) = No dialeto 3, são armazenados internamente como inteiros, podendo ocupar de 16 até 64 bits. Exemplo: NUMERIC(10,3) ppppppp.sss p = precision (tamanho máximo de dígitos) s = scale (número de casas decimais) ARRAY = Conjunto de dados do mesmo tipo não é possível criar arrays de blobs ou arrays BLOB = Qualquer tipo de informação. Subtipos: 0 Dados binários 1 Informação textual 2 BLR Binary Language Representation 3 Lista de controle de acesso 4 Não utilizado (reservado para uso futuro) 5 Descrição codificada dos metadados de uma tabela 6 Descrição de uma transação entre múltiplos bancos de dados que terminou de forma irregular -n Tipo definido pelo usuário

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÂO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC DR.EMILIO HERNANDEZ AGUILAR

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÂO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC DR.EMILIO HERNANDEZ AGUILAR CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÂO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC DR.EMILIO HERNANDEZ AGUILAR AIRTON SOARES DA SILVA nº 1 LEONARDO RIZARDI DE ARAUJO nº 31 LADISLAU CUNHA nº 29 MARCEL RIBEIRO DE OLIVEIRA nº33 MAX

Leia mais

Conhecendo o Firebird

Conhecendo o Firebird Conhecendo o Firebird Se você procura um banco de dados fácil de utilizar, compacto, com recursos de um SGDB bom, grátis e principalmente confiável, precisa conhecer o Firebird. O Firebird é um banco de

Leia mais

Carlos Henrique Cantu. Firebird. Essencial

Carlos Henrique Cantu. Firebird. Essencial Carlos Henrique Cantu Firebird Essencial Sumário Dedicatória... Agradecimentos... Prefácio... Introdução... Ícones Usados no Livro... III V VII IX XI CAPÍTULO 1 Introdução ao Firebird... 1 A história do

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS SAGRADO CORAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO SUPERIOR COLEGIADO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS SAGRADO CORAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO SUPERIOR COLEGIADO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS SAGRADO CORAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO SUPERIOR COLEGIADO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GUSTAVO ANDRÉ DE FREITAS RILIANE ALPOIM PARIS FIREBIRD LINHARES 2007 2 GUSTAVO ANDRÉ DE

Leia mais

Firebird / Interbase 2010

Firebird / Interbase 2010 Firebird / Interbase 2010 Firebird / Interbase Análise de Programação Edney da Silva Lima...06 Fábio Amaral de Lima...11 Rosemari de Jesus dos Santos...28 Liliane Oliveira...19 Suellen Mary da Fonseca...29

Leia mais

SQL Linguagem de Definição de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Definição de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Definição de Dados Banco de Dados SQL Structured Query Language Uma das mais importantes linguagens relacionais (se não a mais importante) Exemplos de SGBD que utilizam SQL Oracle Informix

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE COMPUTAÇÃO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE COMPUTAÇÃO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE COMPUTAÇÃO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO FERRAMENTA DE MIGRAÇÃO DAS TABELAS E DADOS ENTRE SISTEMAS DE BANCO DE DADOS: INTERBASE TIAGO AZEVEDO BORGES

Leia mais

ETEC Dr. Emílio Hernandez Aguilar

ETEC Dr. Emílio Hernandez Aguilar ETEC Dr. Emílio Hernandez Aguilar Grupo: Leonardo; Ronaldo; Lucas; Gustavo; Fabio. 2º Informática Tarde 2º Semestre de 2009 Introdução O PostgreSQL é um SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) objeto-relacional

Leia mais

MYSQL: TIPOS DE DADOS. Gilvan Vieira Moura E-mail: gilvansistema@hotmail.com

MYSQL: TIPOS DE DADOS. Gilvan Vieira Moura E-mail: gilvansistema@hotmail.com MYSQL: TIPOS DE DADOS Gilvan Vieira Moura E-mail: gilvansistema@hotmail.com TIPOS DE DADOS Bancos de dados, como falamos anteriormente, armazenam dados dentro de tabelas, na forma de linhas e colunas.

Leia mais

BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br INTRODUÇÃO AO SQL Ferramentas brmodelo Ferramenta Case PostgreSQL versão 8 ou superior SGBD Em 1986 o American

Leia mais

Introdução ao SQL. O que é SQL?

Introdução ao SQL. O que é SQL? Introdução ao SQL 1 O que é SQL? Inicialmente chamada de Sequel, SQL (Structured Query Language), é a linguagem padrão utilizada para comunicar-se com um banco de dados relacional. A versão original foi

Leia mais

FIREBIRD: UMA ANÁLISE DE PERFORMANCE

FIREBIRD: UMA ANÁLISE DE PERFORMANCE FIREBIRD: UMA ANÁLISE DE PERFORMANCE Tiago Gomes Fagundes 1, Renato Stocco Bonatto 2, Leacir Nogueira Bastos 3, Brauliro Gonçalves Leal 4 RESUMO: Avaliou-se a performance do gerenciador de banco de dados

Leia mais

Acesso a Bancos de Dados (JDBC) Desenvolvimento de Aplicações em Java O QUE É JDBC JAVA E JDBC CARACTERÍSTICAS DE JDBC

Acesso a Bancos de Dados (JDBC) Desenvolvimento de Aplicações em Java O QUE É JDBC JAVA E JDBC CARACTERÍSTICAS DE JDBC Desenvolvimento de Aplicações em Java José Maria Monteiro www.lia.ufc.br/~zemaria monteiro@unifor.br zemaria@lia.ufc.br O QUE É JDBC Conjunto de classes e interfaces (API) escritas em Java que faz o envio

Leia mais

Banco de Dados. PostgreSQL

Banco de Dados. PostgreSQL Banco de Dados PostgreSQL 2010 Banco de Dados PostgreSQL Banco de Dados II Equipe: Equipe Postgre Líder: Alexandre Strauss... 01 Aline Cássia Lima dos Santos... 02 Erik Machado... 09 Fernando Gomes Brandão...

Leia mais

Instituto Educacional de Castro Tecnologia em Sistemas para Internet

Instituto Educacional de Castro Tecnologia em Sistemas para Internet Instituto Educacional de Castro Tecnologia em Sistemas para Internet Profº. Luciano R. Rocha INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE BANCO DE DADOS TIPOS DE DADO Nome Aliases Descrição bigint int8 inteiro de oito bytes

Leia mais

1. Domínio dos Atributos

1. Domínio dos Atributos Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br 1. Domínio dos Atributos Por domínio, ou tipo, pode-se entender como a maneira como determinado atributo (ou campo, se tratando

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS II -CRIANDO UM BD POSTGRESQL. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS II -CRIANDO UM BD POSTGRESQL. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS II -CRIANDO UM BD POSTGRESQL Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br Bem vindos ao fabuloso mundo dos bancos de dados! PROJETO DE BANCO DE DADOS Ciclo

Leia mais

Minicurso3 Introdução ao Banco de Dados MySQL

Minicurso3 Introdução ao Banco de Dados MySQL I Workshop de Informática INFO-BAIANO 12 a 13 de nov. de 2011 Minicurso3 Introdução ao Banco de Dados MySQL Prof. Pablo Freire Matos Informática - Instituto Federal Baiano (IFBAIANO) pablofmatos@yahoo.com.br

Leia mais

GBD. Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO

GBD. Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO GBD Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO Sistema de arquivos X Sistemas de Banco de Dados Sistema de arquivos Sistema de Banco de Dados Aplicativos Dados (arquivos) Aplicativos SGBD Dados (arquivos) O acesso/gerenciamento

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 6.1 ARQUIVOS E REGISTROS De um modo geral os dados estão organizados em arquivos. Define-se arquivo como um conjunto de informações referentes aos elementos

Leia mais

Firebird. O que o torna um banco de dados atraente? Alexandre Magno FF :: amagno@argostecnologia.com ::

Firebird. O que o torna um banco de dados atraente? Alexandre Magno FF :: amagno@argostecnologia.com :: Firebird O que o torna um banco de dados atraente? Alexandre Magno FF :: amagno@argostecnologia.com :: Agenda :: O que é Firebird? :: Histórico do banco :: Sobre o Firebird Project :: Como o Firebird está

Leia mais

SQL - Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados. Professor: José Antônio. José Antônio - CEFET-RN 23/09/2015

SQL - Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados. Professor: José Antônio. José Antônio - CEFET-RN 23/09/2015 SQL - Banco de Dados 1 Disciplina: Banco de Dados Professor: José Antônio 2 Tópicos de discussão Criando um banco de dados Incluindo, atualizando e excluindo linhas nas tabelas Pesquisa básica em tabelas

Leia mais

Acesso a Bancos de Dados (JDBC) Autor: Cleyton Maciel (clayton.maciel@ifrn.edu.br) Adaptação: Pedro Baesse (pedro.baesse@ifrn.edu.

Acesso a Bancos de Dados (JDBC) Autor: Cleyton Maciel (clayton.maciel@ifrn.edu.br) Adaptação: Pedro Baesse (pedro.baesse@ifrn.edu. Acesso a Bancos de Dados (JDBC) Autor: Cleyton Maciel (clayton.maciel@ifrn.edu.br) Adaptação: Pedro Baesse (pedro.baesse@ifrn.edu.br) JDBC Conceito Tipos Transações Tipos SQL e JAVA Conexão JDBC Implementação

Leia mais

Programação com Acesso a BD. Programação com OO Acesso em Java

Programação com Acesso a BD. Programação com OO Acesso em Java Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

Programação SQL. Introdução

Programação SQL. Introdução Introdução Principais estruturas duma Base de Dados: Uma BD relacional é constituída por diversas estruturas (ou objectos ) de informação. Podemos destacar: Database: designa a própria BD; Table/Tabela:

Leia mais

SQL Linguagem de Definição de Dados. Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Definição de Dados. Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Definição de Dados SQL Structured Query Language Uma das mais importantes linguagens relacionais (se não a mais importante) Exemplos de SGBD que utilizam SQL Oracle Informix Ingress SQL

Leia mais

Banco de Dados. StructuredQuery Language- SQL. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.

Banco de Dados. StructuredQuery Language- SQL. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo. Banco de Dados StructuredQuery Language- SQL Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 A Origem Em 1970, Ted Codd (pesquisador da IBM) publicou o primeiro

Leia mais

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase.

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase. Prof. Omero, pág. 63 O que é o InterBase? O InterBase é um SGBDR - Sistema Gerenciador de Banco de Dados Cliente/Servidor Relacional 1 que está baseado no padrão SQL ANSI-9, de alta performance, independente

Leia mais

Modelo Cliente/Servidor Por HIARLY ALVES

Modelo Cliente/Servidor Por HIARLY ALVES UNICE Ensino Superior Linguagem de Programação Ambiente Cliente Servidor. Modelo Cliente/Servidor Por HIARLY ALVES Fortaleza - CE CONCEITOS Cliente x Servidor. Cliente É um programa (software) executado

Leia mais

SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais

SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais Técnico em Informática SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais Professor Airton Ribeiro de Sousa Sistemas operacionais Sistema de Arquivos pode ser definido como uma estrutura que indica como os dados

Leia mais

André Milani. Novatec

André Milani. Novatec André Milani Novatec Sumário Agradecimentos...19 Sobre o autor...21 Prefácio...23 Capítulo 1 Bem-vindo ao PostgreSQL...25 1.1 O que é o PostgreSQL?...25 1.1.1 História do PostgreSQL...26 1.1.2 Licença

Leia mais

Introdução Firebird 2.5

Introdução Firebird 2.5 Introdução Firebird 2.5 Introdução Firebird 2.5 Admin em Qua 11 Jul 2012-16:29 Introdução Demorou, mas finalmente o Firebird 2.5 foi lançado, no dia 04/Outubro/2010. Diferente da versão anterior(2.1),

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 12.1.5

Portabilidade da Linha RM Versão 12.1.5 Portabilidade da Linha RM Versão 12.1.5 19/06/2015 1. Sumário INTRODUÇÃO... 2 1. PORTABILIDADE PARA SERVIDOR DE BANCO DE DADOS... 3 2. NIVEIS DE COMPATIBILIDADE ENTRE BANCOS DE DADOS... 5 4. PORTABILIDADE

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS Esclarecimento Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2012 da NRSYSTEM COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA-ME, consiste de uma compilação de diversos materiais entre livros,

Leia mais

Estudo comparativo entre os Banco de Dados ORACLE e FIREBIRD

Estudo comparativo entre os Banco de Dados ORACLE e FIREBIRD Estudo comparativo entre os Banco de Dados ORACLE e FIREBIRD LEANDRO FRANCISCO SOARES CIECELSKI MARCOS ROBERTO MARCONDES Es A Ex Escola de Administração do Exército, Rua Território do Amapá, nº 455, Pituba,

Leia mais

SQL DDL. Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br

SQL DDL. Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br Banco de Dados I SQL DDL Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br Introdução Modelo relacional encontra-se padronizado pela indústria de informática. Ele é chamado de padrão SQL (Structured Query Language)

Leia mais

INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS. Prof. Msc. Hélio Esperidião

INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS. Prof. Msc. Hélio Esperidião INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS Prof. Msc. Hélio Esperidião BANCO DE DADOS Podemos entender por banco de dados qualquer sistema que reúna e mantenha organizada uma série de informações relacionadas a um determinado

Leia mais

Servidor de Dados. Sistemas de Informação Módulo 4

Servidor de Dados. Sistemas de Informação Módulo 4 Servidor de Dados Sistemas de Informação Módulo 4 Módulo 4 Arquitectura Cliente/Servidor Administração de um Servidor/Base de Dados Conteúdos do Módulo 4 Conceitos Gerais sobre a arquitectura Cliente/Servidor;

Leia mais

PROTÓTIPO DE UM ATUALIZADOR DE BANCO DE DADOS

PROTÓTIPO DE UM ATUALIZADOR DE BANCO DE DADOS UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO BACHARELADO PROTÓTIPO DE UM ATUALIZADOR DE BANCO DE DADOS INTERBASE UTILIZANDO XML RANGEL JOSÉ BORDIN

Leia mais

Relatório do GPES Relatório do GPES Relatório referente ao período de 14 de outubro de 2008 a 30 de outubro de 2008.

Relatório do GPES Relatório do GPES Relatório referente ao período de 14 de outubro de 2008 a 30 de outubro de 2008. UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS PONTA GROSSA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Grupo de Pesquisa em Engenharia de Software GPES Elaborado por: Aline

Leia mais

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Banco de Dados de Músicas Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Definição Aplicação Web que oferece ao usuário um serviço de busca de músicas e informações relacionadas, como compositor, interprete,

Leia mais

André Milani. Novatec

André Milani. Novatec André Milani Novatec capítulo 1 Bem-vindo ao PostgreSQL Caro leitor, seja bem-vindo ao mundo do PostgreSQL, um excelente banco de dados com todas as características e propriedades necessárias para atender

Leia mais

Construção de uma ferramenta para preenchimento de uma base de dados RAFAEL MUNDIM SILVA

Construção de uma ferramenta para preenchimento de uma base de dados RAFAEL MUNDIM SILVA Construção de uma ferramenta para preenchimento de uma base de dados RAFAEL MUNDIM SILVA Uberlândia-MG, Dezembro/2000 Construção de uma ferramenta para preenchimento de uma base de dados RAFAEL MUNDIM

Leia mais

Implementação de BD. Banco de dados relacional. Elementos que compõem o banco de dados CAMPO REGISTRO TABELA. Paulo Damico MDK Informática Ltda.

Implementação de BD. Banco de dados relacional. Elementos que compõem o banco de dados CAMPO REGISTRO TABELA. Paulo Damico MDK Informática Ltda. Implementação de BD Banco de dados relacional Elementos que compõem o banco de dados CAMPO REGISTRO TABELA Implementação de BD CAMPO O elemento campo é a menor unidade de armazenamento de um banco de dados

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0

Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0 Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0 Conteúdo Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 Níveis de Compatibilidade entre Bancos de Dados... 5 Portabilidade para Servidor de Aplicação... 6 Portabilidade

Leia mais

Banco de Dados. Professor: Rômulo César. romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br

Banco de Dados. Professor: Rômulo César. romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Banco de Dados Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Sistema de arquivos X Sistemas de Banco de Dados Sistema de arquivos Sistema de Banco de Dados Aplicativos Dados (arquivos)

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Modelagem e Projeto de Banco de Dados Especialização em Tecnologia da Informação - Ênfases Março- 2009 1 Modelo Físico Introdução

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.52

Portabilidade da Linha RM Versão 11.52 Portabilidade da Linha RM Versão 11.52 25/02/2014 Sumário 1. Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 2. Níveis de Compatibilidade entre Bancos de Dados... 4 3. Portabilidade para Servidor de

Leia mais

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. JDBC - Java Database Connectivity A,L,F,M

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. JDBC - Java Database Connectivity A,L,F,M JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1 JDBC - Java Database Connectivity 2 1 JDBC conceito JDBC é uma API (Application Program Interface) para acesso a SGBD s (Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados) relacionais

Leia mais

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br Na última aula estudamos Unidade 4 - Projeto Lógico Normalização; Dicionário de Dados. Arquitetura

Leia mais

PostgreSQL. www.postgresql.org. André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br

PostgreSQL. www.postgresql.org. André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br PostgreSQL www.postgresql.org André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br Características Licença BSD (aberto, permite uso comercial) Multi-plataforma (Unix, GNU/Linux,

Leia mais

Arquitetura Cliente/Servidor. Uma visão. analítica sobre Bancos de Dados. Banco de Dados. Prof. Enzo Seraphim

Arquitetura Cliente/Servidor. Uma visão. analítica sobre Bancos de Dados. Banco de Dados. Prof. Enzo Seraphim Arquitetura Cliente/Servidor Uma visão Banco de Dados analítica sobre Bancos de Dados Prof. Enzo Seraphim Modelo Cliente Servidor Protocolo Cliente Faz pedido de serviços ao Servidor Servidor Processa

Leia mais

Arquitetura de Banco de Dados

Arquitetura de Banco de Dados Arquitetura de Banco de Dados Daniela Barreiro Claro MAT A60 DCC/IM/UFBA Arquitetura de Banco de dados Final de 1972, ANSI/X3/SPARC estabeleceram o relatório final do STUDY GROUP Objetivos do Study Group

Leia mais

Banco de dados 1. Linguagem SQL DDL e DML. Professor: Victor Hugo L. Lopes

Banco de dados 1. Linguagem SQL DDL e DML. Professor: Victor Hugo L. Lopes Banco de dados 1 Linguagem SQL DDL e DML Professor: Victor Hugo L. Lopes Agenda: Introdução à linguagem de dados; DDL; DML; CRUD; Introdução à linguagem SQL. 2 Por que precisamos da linguagem SQL? A algebra

Leia mais

SQL Structured Query Language. SQL Linguagem de Definição de Dados. SQL Structured Query Language. SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language. SQL Linguagem de Definição de Dados. SQL Structured Query Language. SQL Structured Query Language Pós-graduação em Ciência da Computação CCM-202 Sistemas de Banco de Dados SQL Linguagem de Definição de Dados Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@ufabc.edu.br Bloco B - sala 937 2 quadrimestre

Leia mais

Banco de Dados II. Introdução Revisão - normalização -modelagem - sql básico

Banco de Dados II. Introdução Revisão - normalização -modelagem - sql básico Banco de Dados II Introdução Revisão - normalização -modelagem - sql básico Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com http://www.bolinhabolinha.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com

Leia mais

Banco de Dados. Aula Inaugural. CURSO: CC/SI SÉRIE: 2º e 3º semestre DISCIPLINA: Banco de Dados CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 horasaula

Banco de Dados. Aula Inaugural. CURSO: CC/SI SÉRIE: 2º e 3º semestre DISCIPLINA: Banco de Dados CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 horasaula Banco de Dados Aula Inaugural CURSO: CC/SI SÉRIE: 2º e 3º semestre DISCIPLINA: Banco de Dados CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 horasaula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 80 horas-aula Semana 1: Semana 2: 4 aulas de teoria

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0

Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0 Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0 Conteúdo Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 Níveis de Compatibilidade entre Bancos de Dados... 5 Portabilidade para Servidor de Aplicação... 6 Portabilidade

Leia mais

BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS

BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS Universidade Federal da Paraíba UFPB Centro de Energias Alternativas e Renováveis - CEAR Departamento de Eng. Elétrica DEE BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS Isaac Maia Pessoa Introdução O que é um BD? Operações

Leia mais

WELLINGTON NAOKI SONO

WELLINGTON NAOKI SONO FUNDAÇÃO DE ENSINO EURÍPIDES SOARES DA ROCHA CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO WELLINGTON NAOKI SONO ESTUDO COMPARATIVO DE SISTEMAS GERENCIADORES DE

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Visual COBOL é a solução líder da indústria para o desenvolvimento de aplicações COBOL e implantação em sistemas Windows, Unix e Linux. Ele combina as melhores ferramentas de desenvolvimento de sua classe

Leia mais

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID Este material pertence a Carlos A. Majer, Professor da Unidade Curricular: Aplicações Corporativas da Universidade Cidade de São Paulo UNICID Licença de Uso Este trabalho está licenciado sob uma Licença

Leia mais

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL BANCO DE DADOS 2 SQL (CREATE TABLE, CONSTRAINTS, DELETE, UPDATE e INSERT) Prof. Edson Thizon SQL SQL ( structured query language ) é uma linguagem comercial de definição e manipulação de banco de dados

Leia mais

Comandos DDL. id_modulo = id_m odulo

Comandos DDL. id_modulo = id_m odulo Comandos DDL Estudo de Caso Controle Acadêmico Simplificado Uma escola contém vários cursos, onde cada aluno possui uma matricula num determinado curso. Estes cursos, por sua vez, possuem módulos, aos

Leia mais

Banco de Dados Objeto Relacional

Banco de Dados Objeto Relacional Banco de Dados Objeto Relacional características Banco de Dados Objeto- Relacional (BDOR) Banco de dados relacional com extensões para manipulação de objetos e outras fatores de banco de dados orientado

Leia mais

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello Banco de Dados Maurício Edgar Stivanello Agenda Conceitos Básicos SGBD Projeto de Banco de Dados SQL Ferramentas Exemplo Dado e Informação Dado Fato do mundo real que está registrado e possui um significado

Leia mais

INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS(MYSQL) E PHP

INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS(MYSQL) E PHP INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS(MYSQL) E PHP Prof. Msc. Hélio Esperidião BANCO DE DADOS Podemos entender por banco de dados qualquer sistema que reúna e mantenha organizada uma série de informações relacionadas

Leia mais

PostgreSQL. Aula 01. Aula 01

PostgreSQL. Aula 01. Aula 01 PostgreSQL Uma visão rápida r e dinâmica deste poderoso banco de dados O que é? O PostgreSQL é um sofisticado sistema de gerenciamento de banco de dados. È conhecido com Objeto-Relacional, pois além m

Leia mais

SQL. Histórico BANCO DE DADOS. Conceito. Padrões de SQL (1) Componentes do SQL (1) Padrões de SQL (2) (DDL: CREATE TABLE, CONSTRAINTS)

SQL. Histórico BANCO DE DADOS. Conceito. Padrões de SQL (1) Componentes do SQL (1) Padrões de SQL (2) (DDL: CREATE TABLE, CONSTRAINTS) BANCO DE DADOS SQL (DDL: CREATE TABLE, CONSTRAINTS) Prof. Edson Thizon Histórico Entre 1974 e 1979, o San José Research Laboratory da IBM desenvolveu um SGDB relacional que ficou conhecido como Sistema

Leia mais

Modelagem de banco de dados com MySQL Workbench

Modelagem de banco de dados com MySQL Workbench Modelagem de banco de dados com MySQL Workbench Após o término desse curso, você estará apto à: Teoria: Reconhecer os principais tipos de dados suportados pelo MySQL 5.0 Otimizar espaço pela escolha certo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II BANCO DE DADOS II AULA 1 Linguagem SQL Linguagem de definição de dados (DDL) DISCIPLINA: Banco de Dados

Leia mais

Conteúdo O que é?... 4 Histórico... 4 Onde Baixar?... 4 Diferença entre Firebird e o Interbase... 4 Como instalar?... 4 Instalando o Ibexpert...

Conteúdo O que é?... 4 Histórico... 4 Onde Baixar?... 4 Diferença entre Firebird e o Interbase... 4 Como instalar?... 4 Instalando o Ibexpert... Apostila FIREBIRD 1 Firebird Equipe: BARBARA CAROLINE SOUZA DE OLIVEIRA Nº 04 GUILHERME ROBERTO PINTO DE SOUZA Nº 16 JOSÉ ROSA MARTINS NETO Nº 22 RAFAEL ALVES DE SOUSA Nº 36 WELLINGTON COSTA SANTOS OLIVEIRA

Leia mais

Apostila PostgreSQL 8.4

Apostila PostgreSQL 8.4 Apostila PostgreSQL 8.4 Componentes: Arthur Baltazar Nº 06 Catia Regina Nº 08 Giovane Gabrielli Nº 21 José Felipe Nº 27 Vitor Cardoso Nº 42 Franco da Rocha 2010 Índice: Introdução... 5 Características...

Leia mais

Banco de Dados I 2007. Módulo I: Introdução a Sistemas de Banco de Dados. (Aula 1) Clodis Boscarioli

Banco de Dados I 2007. Módulo I: Introdução a Sistemas de Banco de Dados. (Aula 1) Clodis Boscarioli Banco de Dados I 2007 Módulo I: Introdução a Sistemas de Banco de Dados (Aula 1) Clodis Boscarioli Agenda: Apresentação do Plano de Ensino; Aspectos Históricos; Estrutura Geral de um SGBD; Profissionais

Leia mais

Banco de dados. Linguagens de Banco de Dados II. Wedson Quintanilha da Silva - www.assembla.com/spaces/objetivobd/documents

Banco de dados. Linguagens de Banco de Dados II. Wedson Quintanilha da Silva - www.assembla.com/spaces/objetivobd/documents Banco de dados Linguagens de Banco de Dados II 1 Linguagem de Definição de Dados - DDL Comandos utilizados para criação do esquema de dados; Um DDL permite ao utilizador definir tabelas novas e elementos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CAMPUS SANTA MARIA. PostgreSQL ou MySQL. Quando utilizar um desses SGBDs.

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CAMPUS SANTA MARIA. PostgreSQL ou MySQL. Quando utilizar um desses SGBDs. UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CAMPUS SANTA MARIA PostgreSQL ou MySQL Quando utilizar um desses SGBDs por Anderson Davi da Cunha Naidon, Daniel Flores Bastos, Gleizer Bierhalz

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 1 OBJETIVOS 1. Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza PHP e Banco de Dados progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net PHP e Banco de Dados É praticamente impossível

Leia mais

DF-e MANAGER 2.6 Pré-requisito de Instalação Novembro de 2015

DF-e MANAGER 2.6 Pré-requisito de Instalação Novembro de 2015 DF-e MANAGER 2.6 Pré-requisito de Instalação Novembro de 2015 Copyright 2015 Synchro Solução Fiscal Brasil 1 1. Introdução Este documento tem como objetivo citar os requisitos de software e hardware para

Leia mais

Principais características

Principais características .Net Framework O que é.net? Proprietário da Microsoft Versão simplificada para Linux Versão compacta para dispositivos móveis Plataforma de desenvolvimento e execução Interface com usuário, conectividade

Leia mais

IBM Tivoli Directory Server Versão 5.2 Leia-me do Cliente

IBM Tivoli Directory Server Versão 5.2 Leia-me do Cliente IBM Tivoli Directory Server Versão 5.2 Leia-me do Cliente Nota Antes de utilizar estas informações e o produto suportado por elas, leia as informações gerais em Avisos, na página 7. Prefácio Este Leia-me

Leia mais

Banco de Dados. Arquitetura e Terminologia. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.

Banco de Dados. Arquitetura e Terminologia. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo. Banco de Dados Arquitetura e Terminologia Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 Modelo de Dados e Esquemas O modelo de Banco de Dados é como um detalhamento

Leia mais

ESTRUTURA DE SERVER 2008. Lílian Simão Oliveira

ESTRUTURA DE SERVER 2008. Lílian Simão Oliveira ESTRUTURA DE ARMAZENAMENTO SQL SERVER 2008 Lílian Simão Oliveira O Banco de Dados SQL Server mapeia um banco em um conjunto de arquivos do sistema operacional As informações de log e de dados nunca ficam

Leia mais

CRIANDO TABELAS E INSERINDO REGISTROS VIA SQL NO SQL Server 7.0

CRIANDO TABELAS E INSERINDO REGISTROS VIA SQL NO SQL Server 7.0 CRIANDO TABELAS E INSERINDO REGISTROS VIA SQL NO SQL Server 7.0 Obs: Estes comandos deverão ser realizados no Query Analyzer. - Para criar um Banco de Dados no SQL Server via código SQL: Depois de criado

Leia mais

Conhecendo o NetBSD. Alan Silva NetBSD-BR

Conhecendo o NetBSD. Alan Silva <jumpi@netbsd.com.br> NetBSD-BR Conhecendo o NetBSD Alan Silva NetBSD-BR O que é NetBSD? O NetBSD é um sistema operacional UNIX-like baseado no padrao BSD 4.4 e com isso incorpora caracteristicas do mesmo O NetBSD

Leia mais

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO : HARDWARE

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO : HARDWARE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO : HARDWARE Profª. Eneida Alves Rios A consideração

Leia mais

OProjeto Firebird tem sorte por ter tantos entusiastas no Brasil, e os brasileiros

OProjeto Firebird tem sorte por ter tantos entusiastas no Brasil, e os brasileiros Prefácio OProjeto Firebird tem sorte por ter tantos entusiastas no Brasil, e os brasileiros são privilegiados por terem este livro a melhor documentação disponível atualmente sobre os novos recursos do

Leia mais

Programação com ODBC 3

Programação com ODBC 3 Programação com ODBC 3 Ambiienttes de Desenvollviimentto Avançados Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Alexandre Bragança 1998/99 3 Programação com ODBC 3.1 Estrutura de uma

Leia mais

Linguagem SQL. Comandos Básicos

Linguagem SQL. Comandos Básicos Linguagem SQL Comandos Básicos Caetano Traina Júnior Grupo de Bases de Dados e Imagens Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Universidade de São Paulo - São Carlos caetano@icmc.sc.usp.br Comando

Leia mais

ROTEIRO. A Linguagem SQL (I parte) CEFET.PHB - PI Prof. Jefferson Silva. As partes da linguagem SQL. A Linguagem de Definição de Dados (SQL-DDL)

ROTEIRO. A Linguagem SQL (I parte) CEFET.PHB - PI Prof. Jefferson Silva. As partes da linguagem SQL. A Linguagem de Definição de Dados (SQL-DDL) CEFET.PHB - PI Prof. Jefferson Silva SQL (MySql) ROTEIRO I PARTE - INTRODUÇÃO AO SQL COMANDOS E SUAS PARTES DA LINGUAGEM SQL II PARTE ADMINSTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS UTILIZANDO MYSQL PRINCIPAIS INSTRUÇÕES

Leia mais

BANCO DE DADOS II. AULA MySQL.

BANCO DE DADOS II. AULA MySQL. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II BANCO DE DADOS II AULA MySQL. DISCIPLINA: Banco de Dados II PROF.: ROMULO VANZIN Data: 27/06/2014 Banco

Leia mais

Linguagem SQL (Parte I)

Linguagem SQL (Parte I) Universidade Federal de Sergipe Departamento de Sistemas de Informação Itatech Group Jr Softwares Itabaiana Site: www.itatechjr.com.br E-mail: contato@itatechjr.com.br Linguagem SQL (Parte I) Introdução

Leia mais

UFES Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia Rural Disciplina de Banco de Dados.

UFES Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia Rural Disciplina de Banco de Dados. Ativando o MySQL Tutorial MySQL Passo1: Verificar onde (path, caminho) o MySQL está instalado. Figura 1. Diretório de instalação do MySQL Nome do Arquivo MySqld Mysqld-debug Mysqld-nt Mysqld-max Mysqld-max-nt

Leia mais

Sistemas Operacionais Aula 06: Threads. Ezequiel R. Zorzal ezorzal@unifesp.br www.ezequielzorzal.com

Sistemas Operacionais Aula 06: Threads. Ezequiel R. Zorzal ezorzal@unifesp.br www.ezequielzorzal.com Sistemas Operacionais Aula 06: Threads Ezequiel R. Zorzal ezorzal@unifesp.br www.ezequielzorzal.com Objetivos Introduzir o conceito de thread Discutir as APIs das bibliotecas de threads Pthreads, Win32

Leia mais

Programação com Acesso a Banco de Dados

Programação com Acesso a Banco de Dados Campus Ipanguaçu Curso: Técnico em Informática Programação com Acesso a Banco de Dados AULA 17 ACESSO A BANCO DE DADOS COM JDBC PROF.: CLAYTON M. COSTA 2 011.2 Introdução Aplicação + Banco de Dados: Funcionalidade

Leia mais

Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br

Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br 1. Abordagem geral Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br Em primeiro plano, deve-se escolher com qual banco de dados iremos trabalhar. Cada banco possui suas vantagens,

Leia mais

COMPONENTES DA BIBLIOTECA ZEOSLIB. Paleta Zeos Access no Lazarus. TZConnection

COMPONENTES DA BIBLIOTECA ZEOSLIB. Paleta Zeos Access no Lazarus. TZConnection COMPONENTES DA BIBLIOTECA ZEOSLIB Paleta Zeos Access no Lazarus TZConnection É o componente que estabelece a conexão com o banco de dados e possui a capacidade de manipular ou controlar transações. Todo

Leia mais

Disciplina: Unidade V: Prof.: E-mail: Período:

Disciplina: Unidade V: Prof.: E-mail: Período: Encontro 17 Disciplina: Sistemas de Banco de Dados Unidade V: Introdução à Linguagem SQL Prof.: Mario Filho E-mail: pro@mariofilho.com.br Período: 5º. SIG - ADM 13. Introdução à Linguagem SQL Introdução

Leia mais

IFTO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO AULA 01

IFTO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO AULA 01 IFTO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO AULA 01 Prof. Manoel Campos da Silva Filho Tecnólogo em Processamento de Dados / Unitins Mestre em Engenharia Elétrica / UnB http://manoelcampos.com mcampos at ifto.edu.br Versão

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores Aula 01 Introdução Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011.1 1 Processamento de dados 2 Organização de Computadores 3 Sistemas de Numeração Processamento de dados Processamento

Leia mais