Cartilha do Jovem Consumidor

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cartilha do Jovem Consumidor"

Transcrição

1 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR - PROCON/PI Cartilha do Jovem Consumidor Projeto Educação para o Consumo Responsabilidade Social

2 Art O Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindolhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.

3

4 Apresentação A Cartilha do Jovem Consumidor foi desenvolvida pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado do Piauí (PROCON-PI), com a finalidade de informar, orientar e, principalmente, educar crianças e adolescentes sobre seus direitos e deveres, segundo as normas do Código de Defesa do Consumidor - CDC. Justifica-se a iniciativa pelo crescente acesso da população aos bens de consumo, com o ingresso do indivíduo cada vez mais cedo no mercado consumidor. Assim, diante da massificação dos produtos, os consumidores são bombardeados por muitas informações e apelos publicitários que os incitam a consumir, motivo pelo qual devem estar bem orientados para que assim possam realizar as melhores escolhas e defender seus direitos, posto que vulneráveis diante do fornecedor. Este Manual, no qual constam informações sobre os principais direitos previstos pelo CDC, foi formulado em linguagem acessível, com ilustrações, o que permitirá a fácil compreensão das normas de proteção e defesa do consumidor. Com ele, o Jovem Consumidor poderá, a qualquer momento, através de um conteúdo didático, obter informações e orientações necessárias para melhor satisfazer suas necessidades e proteger seus interesses em relação às praticas abusivas eventualmente praticadas pelos fornecedores, servindo, inclusive, como elemento multiplicador da política de consumo. Esperamos, portanto, que as informações aqui reunidas possam melhor orientar os jovens, e por via de consequência, os adultos, em todas as situações em que há uma relação de consumo, pois, somente assim, alcançaremos o objetivo dessa cartilha que é, além de formar consumidores mais conscientes, construir indivíduos cientes de sua função social. Cleandro Alves de Moura Promotor de Justiça Coordenador-Geral do PROCON-PI

5 Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou u- tiliza produto ou serviço como destinatário final.

6 Fornecedor é toda pessoa física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira, bem como os entes despersonalizados, que envolvem atividades de produção, montagem, criação, construção, transformação, importação, distribuição, ou comercialização de produtos ou prestação de serviços.

7 Direitos Básicos do Consumidor

8 Proteção da vida, saúde e segurança A vida é nosso bem maior. Assim, antes de adquirir um produto ou serviço, você deve ser avisado dos riscos que os mesmos podem oferecer à segurança e à saúde. Liberdade de escolha de produtos e serviços O consumidor possui o direito de escolher o produto ou serviço que achar melhor. Assim, as empresas não podem obrigar o consumidor a adquirir seus produtos ou condicionar o fornecimento de um produto ou serviço a outro produto ou serviço (venda casada).

9 Proteção contra publicidade abusiva ou enganosa Publicidade enganosa é aquela em que se apresenta conteúdo falso. promete algo, mas não cumpre o que anunciou. Publicidade abusiva é aquela que leva o consumidor a se comportar de forma perigosa a sua saúde ou segurança.

10 Vícios de Produtos ou Serviços Vício é tudo aquilo que torna o produto ou serviço inapropriado para o fim que se destina.

11 Prazo para reclamar por vícios aparentes ou de fácil constatação A) 90 dias, seja produto ou serviço durável. B) 30 dias, em se tratando de produtos ou serviços não duráveis. Garantia legal são os prazos de 30 e 90 dias que a lei estipula. Garantia contratual é aquela que o fornecedor oferece.

12 Práticas Abusivas Enviar produtos ou serviços sem solicitação:é proibida a cobrança por um produto ou serviço entregue sem solicitação. Recusar atendimento: é prática abusiva recusar atendimento a consumidor que tenha interesse em adquirir serviço ou produto mediante pronto pagamento.

13 Prevalecer-se da fraqueza ou ignorância do consumidor: é vedado ao fornecedor, prevalecendo-se da idade, saúde, conhecimento ou condição social do consumidor, obrigá-lo a comprar seus produtos ou adquirir seus serviços.

14 Desistência de Compras O consumidor tem o direito de se arrepender e desistir da compra se o negócio foi feito fora do estabelecimento comercial, no prazo de 07 dias, a partir da assinatura do contrato ou do recebimento do produto.

15 Como fazer uma reclamação junto ao PROCON

16 Para fazer uma reclamação junto ao PRO- CON, o consumidor que se sentir lesado no seu direito poderá dirigir-se pessoalmente ao órgão de defesa, ou, ainda, denunciar eventual prática ilícita por meio de , telegrama, carta, telex, fac-simile ou qualquer outro meio de comunicação.(art. 17, da LC nº 36/2004). Feita a reclamação, segundo seu conteúdo, poderão ser adotadas as seguintes providências: a) expedição de Carta de Investigação Preliminar -CIP; b) realização de fiscalização; c) instauração de processo, com a designação imediata de data para realização de audiência de conciliação e julgamento, e, em sendo o caso, aplicação da sanção correspondente. O importante é que o consumidor seja consciente na defesa de seus direitos pois, como um tecelão que ao final de cada fio acrescido disporá de um tecido, quando o consumidor defende seu direito, mesmo que individualmente, estará contribuindo para a construção de um direito constitucional fundamental (Direito do Consumidor), cujo respeito pelo fornecedor deve ser a cada dia aprimorado.

RELAÇÃO DE CONSUMO DIREITO DO CONSUMIDOR

RELAÇÃO DE CONSUMO DIREITO DO CONSUMIDOR DIREITO DO CONSUMIDOR RELAÇÃO DE CONSUMO APLICABILIDADE O presente código estabelece normas de proteção e defesa do consumidor, de ordem pública e interesse social, nos termos dos arts. 5, inciso XXXII,

Leia mais

www.procon.rs.gov.br Produzido em:06/09. Governo do Estado do Rio Grande do Sul CARTILHA DO CONSUMIDOR Trabalhando em prol da cidadania Apresentação O PROCON-RS através desta cartilha visa orientar de

Leia mais

O DIREITO DO CONSUMIDOR Aspectos Constitucionais

O DIREITO DO CONSUMIDOR Aspectos Constitucionais Direito do Consumidor Aula 01 Professora Flávia Zebulum O DIREITO DO CONSUMIDOR Aspectos Constitucionais -Direito e Garantia Fundamental: Art. 5, XXXII CF/88 -Princípio Inerente a Ordem Econômica: Art.

Leia mais

DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR

DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR O PROCON MUNICIPAL tem como principal tarefa a proteção e defesa do consumidor, por isso desenvolveu este guia para melhor transparência e respeito, para você, consumidor.

Leia mais

FUTURAINVEST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. CARTILHA DO CONSUMIDOR

FUTURAINVEST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. CARTILHA DO CONSUMIDOR FUTURAINVEST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. CARTILHA DO CONSUMIDOR 1 Sumário 1 - A origem do Código de Defesa do Consumidor...3 2 - Código de Defesa do Consumidor... 3 3 - Direitos

Leia mais

consumidor consulte seus direitos

consumidor consulte seus direitos Câmara dos Deputados consumidor consulte seus direitos com VINICIUS CARVALHO Deputado Federal Centro de Documentação e Informação Coordenação de Publicações BRASÍLIA 2008 05948.indd 1 25/04/2008 13:50:24

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

Resumo Aula-tema 07: Direito do Consumidor.

Resumo Aula-tema 07: Direito do Consumidor. Resumo Aula-tema 07: Direito do Consumidor. O Direito do Consumidor estabelece as regras que regulam as relações de consumo entre consumidores e fornecedores de produtos ou serviços. Como vivemos em um

Leia mais

Consumo Consciente. Leia e pratique as dicas do Ministério Público de Minas Gerais

Consumo Consciente. Leia e pratique as dicas do Ministério Público de Minas Gerais Consumo Consciente!?????? Leia e pratique as dicas do Ministério Público de Minas Gerais 1 Consumo Consciente!?????? Leia e pratique as dicas do Ministério Público de Minas Gerais M663c Minas Gerais.

Leia mais

A configuração da relação de consumo

A configuração da relação de consumo BuscaLegis.ccj.ufsc.br A configuração da relação de consumo Samuel Borges Gomes 1. Introdução O Código de Defesa do Consumidor (CDC) foi sem dúvida um marco na legislação brasileira no sentido de legitimação

Leia mais

PRODUTOS: FAÇA VALER SEUS DIREITOS NA HORA DA COMPRA E NO PÓS-VENDA!

PRODUTOS: FAÇA VALER SEUS DIREITOS NA HORA DA COMPRA E NO PÓS-VENDA! PRODUTOS: FAÇA VALER SEUS DIREITOS NA HORA DA COMPRA E NO PÓS-VENDA! CUIDADOS AO COMPRAR UM PRODUTO Houve um tempo em que o consumidor se sentia desamparado na hora de adquirir um produto. Sem contar com

Leia mais

Regime Republicano e Estado Democrático de Direito art. 1º. Fundamento III dignidade da pessoa humana e IV livre iniciativa

Regime Republicano e Estado Democrático de Direito art. 1º. Fundamento III dignidade da pessoa humana e IV livre iniciativa Regime Republicano e Estado Democrático de Direito art. 1º. Fundamento III dignidade da pessoa humana e IV livre iniciativa Objetivos da República Art. 3º. Construção sociedade livre, justa e solidária

Leia mais

PROCON CAMPINAS. MÓVEIS PLANEJADOS E SOB MEDIDA Informativo com dicas e orientações sobre compras de móveis planejados e sob medida

PROCON CAMPINAS. MÓVEIS PLANEJADOS E SOB MEDIDA Informativo com dicas e orientações sobre compras de móveis planejados e sob medida PROCON CAMPINAS MÓVEIS PLANEJADOS E SOB MEDIDA Informativo com dicas e orientações sobre compras de móveis planejados e sob medida Bem diz o ditado: Quem casa quer casa! Com casas e apartamentos cada vez

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Dos Produtos e Serviços Gratuitos e a Aplicação do CDC Sumário: 1. Considerações Iniciais; 2. Do Consumidor; 3. Do Fornecedor; 4. Dos Serviços Gratuitos; 5. Conclusão; 6. Bibliografia

Leia mais

Dia Mundial dos Direitos do Consumidor

Dia Mundial dos Direitos do Consumidor 1 Dia Mundial dos Direitos do Consumidor O dia 15 de março é o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor. E você sabe por que esse assunto é do seu interesse? Nós vamos explicar. Todo ser humano é um consumidor.

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS O QUE É A BLACK FRIDAY?

ORIENTAÇÕES GERAIS O QUE É A BLACK FRIDAY? BLACK FRIDAY O QUE É A BLACK FRIDAY? É um termo criado nos Estados Unidos para nomear a ação de vendas anual, que acontece sempre na quarta sexta-feira do mês de novembro, após o feriado de Ação de Graças.

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DE ATENDIMENTOS

RELATÓRIO MENSAL DE ATENDIMENTOS RELATÓRIO MENSAL DE ATENDIMENTOS Setembro/2014 ROL DE CATEGORIAS ATENDIMENTO PRELIMINAR A critério do PROCON, o técnico realiza a intermediação entre fornecedor e consumidor, para a solução imediata do

Leia mais

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 INTRODUÇÃO Antigamente não existia uma lei que protegesse as pessoas que comprassem um produto ou contratassem qualquer

Leia mais

COMPRAS DIREITO A TROCA DO PRODUTO EPÍGRAFE "... VÍCIO DO PRODUTO E DO SERVIÇO. Art. 18. No prazo de trinta dias, comprado o bem com defeito,

COMPRAS DIREITO A TROCA DO PRODUTO EPÍGRAFE ... VÍCIO DO PRODUTO E DO SERVIÇO. Art. 18. No prazo de trinta dias, comprado o bem com defeito, COMPRAS DIREITO A TROCA DO PRODUTO EPÍGRAFE "... VÍCIO DO PRODUTO E DO SERVIÇO Art. 18 No prazo de trinta dias, comprado o bem com defeito, deve ele ser consertado, não havendo outro jeito. Não sendo o

Leia mais

O Código de Defesa do Consumidor 7. Como ser um consumidor bem informado? 8. O que é relação de consumo? 10. Conheça os seus direitos 11

O Código de Defesa do Consumidor 7. Como ser um consumidor bem informado? 8. O que é relação de consumo? 10. Conheça os seus direitos 11 SUMÁRIO O Código de Defesa do Consumidor 7 Como ser um consumidor bem informado? 8 O que é relação de consumo? 10 Conheça os seus direitos 11 Prazos para reclamar 17 O que é cadastro 19 Dicas importantes

Leia mais

MENSALIDADES ESCOLARES

MENSALIDADES ESCOLARES MENSALIDADES ESCOLARES O aumento das mensalidades escolares deve obedecer a algum parâmetro legal? O assunto mensalidades escolares é regulado pela Lei 9870, de 23 de novembro de 1999. Esta Lei, dentre

Leia mais

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR. Prof. Alexandre LIPP João PONTO 1: BASE CONSTITUCIONAL DO CDC. b) TEORIAS, INÍCIO DOS PRINCÍPIOS NO CDC

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR. Prof. Alexandre LIPP João PONTO 1: BASE CONSTITUCIONAL DO CDC. b) TEORIAS, INÍCIO DOS PRINCÍPIOS NO CDC 1 CDC PONTO 1: BASE CONSTITUCIONAL DO CDC PONTO 2: a) DISTINÇÃO CONSUMIDOR E FORNECEDOR b) TEORIAS, INÍCIO DOS PRINCÍPIOS NO CDC 1) A BASE CONSTITUCIONAL DA DEFESA DO CONSUMIDOR: ART. 5º, XXXII 1, CF (Dir.

Leia mais

BANCOS: SAIBA QUAIS SÃO OS SEUS DIREITOS

BANCOS: SAIBA QUAIS SÃO OS SEUS DIREITOS BANCOS: SAIBA QUAIS SÃO OS SEUS DIREITOS Entre os primeiros no ranking de reclamações As instituições financeiras sempre estiveram entre os setores com maior número de queixas por parte do consumidor.

Leia mais

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo.

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo. TERMO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE PRODUTOS PELA INTERNET Magazine Luiza S/A, pessoa jurídica de direito privado, com sede na cidade de Franca/SP, Rua Voluntários da Franca, nº 1465, inscrita no CNPJ

Leia mais

A PUBLICIDADE NA LÓGICA DE UM. Adalberto Pasqualotto São Paulo, 12/08/2011

A PUBLICIDADE NA LÓGICA DE UM. Adalberto Pasqualotto São Paulo, 12/08/2011 A PUBLICIDADE NA LÓGICA DE UM JURISTA Adalberto Pasqualotto São Paulo, 12/08/2011 1 A pirâmide de Kelsen Norma fundamental: CF: dignidade humana Leis: Código de Defesa do Consumidor Decretos Portarias

Leia mais

Direito do Consumidor: Responsabilidade Civil e o Dever de Indenizar

Direito do Consumidor: Responsabilidade Civil e o Dever de Indenizar Direito do Consumidor: Responsabilidade Civil e o Dever de Indenizar Formação de Servidores do PROCON RJ - 2012 RESUMO Finalidade da Responsabilidade Civil Segurança Jurídica Sistema de Garantias Tutela

Leia mais

Análise semiótica da propaganda e embalagem do chocolate liquido Alpino Fast da Nestlé

Análise semiótica da propaganda e embalagem do chocolate liquido Alpino Fast da Nestlé Análise semiótica da propaganda e embalagem do chocolate liquido Alpino Fast da Nestlé Autora: Mirza Mara Porto Colaboração: Carlos Antônio Fragoso Guimarães A publicidade se desenvolveu a partir da necessidade

Leia mais

TERMO DE CADASTRO DE RECLAMAÇÃO

TERMO DE CADASTRO DE RECLAMAÇÃO TERMO DE CADASTRO DE RECLAMAÇÃO Dados da Reclamação Número da CIP Data de Cadastro 02137/2016/CIP 20/01/2016 14:35 Tipificação da Infração ART. 6º São direitos básicos do consumidor: INCISOS I, II, III,

Leia mais

Sigifroi Moreno Filho PRESIDENTE. Nelson José Nunes Figueiredo VICE-PRESIDENTE. Pedro da Rocha Portela SECRETÁRIO GERAL

Sigifroi Moreno Filho PRESIDENTE. Nelson José Nunes Figueiredo VICE-PRESIDENTE. Pedro da Rocha Portela SECRETÁRIO GERAL Cartilha Consumidor Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Piauí Gestão 2010/2012 Sigifroi Moreno Filho PRESIDENTE Nelson José Nunes Figueiredo VICE-PRESIDENTE Pedro da Rocha Portela SECRETÁRIO GERAL Marcelo

Leia mais

Comunicação: tendências e desafios, realizada na Universidade do Sagrado Coração Bauru SP, no período de 27 a 29 de agosto de 2009.

Comunicação: tendências e desafios, realizada na Universidade do Sagrado Coração Bauru SP, no período de 27 a 29 de agosto de 2009. 111 1ª Jornada Científica de Comunicação Social A pesquisa em Comunicação: tendências e desafios PUBLICIDADE E PROPAGANDA: UMA REFLEXÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E DA ÉTICA PARA A PROFISSÃO

Leia mais

Quem são os Consumidores? - Pode ser uma pessoa, várias pessoas ou ainda empresas que compram ou utilizam produtos e serviços, para uso próprio.

Quem são os Consumidores? - Pode ser uma pessoa, várias pessoas ou ainda empresas que compram ou utilizam produtos e serviços, para uso próprio. GUIA PRÁTICO DO CONSUMIDOR O que é Código de Defesa do Consumidor? - É uma lei de ordem pública (8.078/90) que estabelece direitos e obrigações de consumidores e fornecedores, para evitar que os primeiros

Leia mais

Conheça o Projeto Integração

Conheça o Projeto Integração Conheça o Projeto Integração Em nosso projeto, atuam em conjunto diversos órgãos de defesa dos consumidores: Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, Ministério Público Federal, Defensoria Pública

Leia mais

CARTILHA DO. Consumidor

CARTILHA DO. Consumidor CARTILHA DO Consumidor OAB-BA GESTÃO 2013-2015 Luiz Viana Queiroz PRESIDENTE Fabrício de Castro Oliveira VICE-PRESIDENTE Ilana Kátia Vieira Campos SECRETÁRIA-GERAL Antônio Adonias Aguiar Bastos SECRETÁRIO-GERAL

Leia mais

Conheça o Projeto Integração

Conheça o Projeto Integração Conheça o Projeto Integração Em nosso projeto, atuam em conjunto diversos órgãos de defesa dos consumidores: Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, Ministério Público Federal, Defensoria Pública

Leia mais

Francisco José Soller de Mattos

Francisco José Soller de Mattos Princípios gerais da publicidade no Código de Proteção e Defesa do Consumidor Francisco José Soller de Mattos Introdução Nosso ordenamento jurídico não obriga a Nosso ordenamento jurídico não obriga a

Leia mais

Orientações Jurídicas

Orientações Jurídicas São Paulo, 13 de agosto de 2015. OJ-GER/030/15 Orientações Jurídicas Legitimidade da cobrança da taxa de adesão nos planos de saúde. Devido a inúmeros questionamentos acerca da licitude da cobrança da

Leia mais

INSTITUCIONAL E JURÍDICO ATUAÇÃO A PARTIR DOS RESULTADOS DOS TESTES. PRO TESTE Associação Brasileira de Defesa do Consumidor

INSTITUCIONAL E JURÍDICO ATUAÇÃO A PARTIR DOS RESULTADOS DOS TESTES. PRO TESTE Associação Brasileira de Defesa do Consumidor INSTITUCIONAL E JURÍDICO ATUAÇÃO A PARTIR DOS RESULTADOS DOS TESTES PRO TESTE Associação Brasileira de Defesa do Consumidor A PRO TESTE E SUA LEGITIMIDADE MISSÃO DA PRO TESTE A defesa do consumidor em

Leia mais

Boas Vendas, Boas Compras!

Boas Vendas, Boas Compras! Boas Vendas, Boas Compras! Foto: Erick Barros (Banco de Imagens do Senac) Guia prático de direitos e deveres para lojistas e consumidores Guia prático de direitos e deveres para lojistas e consumidores

Leia mais

GUIA DO CONSUMIDOR CONSCIENTE.

GUIA DO CONSUMIDOR CONSCIENTE. GUIA DO CONSUMIDOR CONSCIENTE. Buscar informações sobre os seus direitos e deveres é tão importante quanto o dinheiro que você tem no banco. 2717-12-AFQ_Folheto Procon 10x20cm.indd 1 A gente vive preocupado

Leia mais

INFORME APROSOJA Nº 87/2015 30 de Julho de 2015. Venda casada de produtos bancários atrelados ao crédito rural. Sem Reciprocidade

INFORME APROSOJA Nº 87/2015 30 de Julho de 2015. Venda casada de produtos bancários atrelados ao crédito rural. Sem Reciprocidade INFORME APROSOJA Nº 87/2015 30 de Julho de 2015 Venda casada de produtos bancários atrelados ao crédito rural Produtor, a, atenta a diversos relatos de produtores quanto a insistência de agentes bancários

Leia mais

Farmácias e drogarias como atividade empresarial de relevância pública: aspectos políticos, éticos e legais da assistência farmacêutica no Brasil

Farmácias e drogarias como atividade empresarial de relevância pública: aspectos políticos, éticos e legais da assistência farmacêutica no Brasil Painel de uso racional de medicamentos: regulação da promoção e do aceso a produtos farmacêuticos em farmácias e drogarias Farmácias e drogarias como atividade empresarial de relevância pública: aspectos

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº, DE DE DE 2015.

RECOMENDAÇÃO Nº, DE DE DE 2015. RECOMENDAÇÃO Nº, DE DE DE 2015. Define parâmetros para a atuação dos membros do Ministério Público brasileiro para a correta implementação da política de cotas étnico-raciais em vestibulares e concursos

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO TOCANTINS 9ª Promotoria de Justiça de Araguaína/TO Tutela da Infância e Juventude

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO TOCANTINS 9ª Promotoria de Justiça de Araguaína/TO Tutela da Infância e Juventude R E C O M E N D A Ç Ã O Nº 005/2009 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO TOCANTINS, por seu presentante legal infra-assinado, em pleno exercício de suas atribuições legais junto à 9ª Promotoria de Justiça

Leia mais

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - Procon-SP

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - Procon-SP Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - Procon-SP É permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte. Projeto Gráfico, Capa e Ilustrações Carlos Alberto Damiano São Paulo junho/2014

Leia mais

DIREITO DO CONSUMIDOR. Das práticas Comerciais

DIREITO DO CONSUMIDOR. Das práticas Comerciais DIREITO DO CONSUMIDOR AULA 02 Das práticas Comerciais 1. Da Oferta Toda informação ou publicidade, suficientemente precisa, veiculada por qualquer forma ou meio de comunicação com relação a produtos e

Leia mais

Deputada Estadual Vanessa Damo LEI DA ENTREGA COM HORA MARCADA - SP

Deputada Estadual Vanessa Damo LEI DA ENTREGA COM HORA MARCADA - SP Deputada Estadual Vanessa Damo LEI DA ENTREGA COM HORA MARCADA - SP Deputada Estadual Vanessa Damo Graduada em Desenho Industrial Pós graduada em Gestão Ambiental Eleita Vereadora no município de Mauá/SP

Leia mais

MJ ORIENTA CONSUMIDOR PARA COMPRAS PELA INTERNET

MJ ORIENTA CONSUMIDOR PARA COMPRAS PELA INTERNET MJ ORIENTA CONSUMIDOR PARA COMPRAS PELA INTERNET O Ministério da Justiça divulgou na sexta-feira (20/8), durante a 65ª reunião do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC), um documento com as diretrizes

Leia mais

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC) o estabelecimento comercial SÓ ESTÁ OBRIGADO a trocar os produtos/presentes com vícios.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC) o estabelecimento comercial SÓ ESTÁ OBRIGADO a trocar os produtos/presentes com vícios. INFORMATIVO POLÍTICA DE TROCA 2013 DICAS E ORIENTAÇÕES SOBRE POLÍTICA DE TROCA, VÍCIO E DESCUMPRIMENTO DE OFERTA. POLÍTICA DE TROCA De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC) o estabelecimento

Leia mais

IV Regulamento do DICQ para Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade de Laboratórios Clínicos e seus anexos

IV Regulamento do DICQ para Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade de Laboratórios Clínicos e seus anexos IV Regulamento do DICQ para Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade de Laboratórios Clínicos e seus anexos 1 - Objetivo Estabelecer o Regulamento para a Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 05/2009

RECOMENDAÇÃO Nº 05/2009 Procedimento Administrativo Tutela Coletiva nº 1.34.030.000124/2009-41 RECOMENDAÇÃO Nº 05/2009 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República signatário, no uso de suas atribuições constitucionais

Leia mais

o mpf/sp e a unifesp notas para a audiência pública

o mpf/sp e a unifesp notas para a audiência pública o mpf/sp e a unifesp notas para a audiência pública unifesp, 23.04.2009 tópicos conhecendo o mpf unifesp e administração pública atuação do mpf/sp na unifesp tutela de direitos coletivos defesa do patrimônio

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 96, DE 2009

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 96, DE 2009 PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 96, DE 2009 Propõe que a Comissão de Defesa do Consumidor fiscalize os atos de gestão praticados pela Superintendência de Seguros Privados - SUSEP em relação à conduta

Leia mais

Para os profissionais da segurança pública nos estados da Bahia e Sergipe

Para os profissionais da segurança pública nos estados da Bahia e Sergipe Abril 2010 - Ano 2-2ª Edição Para os profissionais da segurança pública nos estados da Bahia e Sergipe O Guia de Compras & Serviços é uma publicação do Página de Polícia, voltado para o universos dos profissionais

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON/MP-PI

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON/MP-PI MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON/MP-PI PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 092/2012 RECLAMENTE: FLORÊNCIO DE OLIVEIRA NETO RECLAMADO:

Leia mais

Os Direitos do Consumidor:

Os Direitos do Consumidor: DIREITOS E DEVERES Segundo a legislação, consumidores são todas as pessoas que compram bens para uso pessoal, a alguém que faça da venda a sua profissão. A Lei n.º 24/96, de 31 de Julho estabelece os direitos

Leia mais

Uma publicação da. Texto Eneida Ana Cirello - Igor Apanavicius - Magda Solange Pedroso Padovan

Uma publicação da. Texto Eneida Ana Cirello - Igor Apanavicius - Magda Solange Pedroso Padovan Uma publicação da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - PROCON/SP Texto Eneida Ana Cirello - Igor Apanavicius - Magda Solange Pedroso Padovan Revisão Técnica Andréa Sanchez - Claudete Ottoni dos

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2011

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2011 Minuta PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2011 Altera a Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990 (Código de Defesa do Consumidor), para dispor sobre o comércio eletrônico. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art.

Leia mais

O COMÉRCIO ELETRÔNICO E O CÓDIGO DE DEFESA E PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR

O COMÉRCIO ELETRÔNICO E O CÓDIGO DE DEFESA E PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR O COMÉRCIO ELETRÔNICO E O CÓDIGO DE DEFESA E PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR OSMAR LOPES JUNIOR O COMÉRCIO ELETRÔNICO E O CÓDIGO DE DEFESA E PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR Introdução Não é preciso dizer o quanto a internet

Leia mais

CREA - RJ. 7º Painel. A Relaçã. ção o de Consumo na Previdência Complementar. William L. Rocha. 15 de maio de 2009

CREA - RJ. 7º Painel. A Relaçã. ção o de Consumo na Previdência Complementar. William L. Rocha. 15 de maio de 2009 CREA - RJ 7º Painel A Relaçã ção o de Consumo na Previdência Complementar William L. Rocha 15 de maio de 2009 A Relaçã ção o de Consumo na Previdência Complementar 1) Do debate sobre a aplicabilidade do

Leia mais

DIREITO DO CONSUMIDOR MARIA BERNADETE MIRANDA

DIREITO DO CONSUMIDOR MARIA BERNADETE MIRANDA DIREITO DO CONSUMIDOR MARIA BERNADETE MIRANDA OFERTA VÍNCULO DA RELAÇÃO DE CONSUMO MERCADO DE CONSUMO OFERTA Artigo 30 Toda informação ou publicidade, suficientemente precisa, veiculada por qualquer forma

Leia mais

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil.

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil. Compras de Final de Ano Veja as vantagens e como é prático comprar pela internet: Você não sai de casa para comprar; Recebe o produto no conforto do seu lar; Filas? Esqueça; Não precisa bater perna atrás

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 001/2015/4OFCIVEL/PR/AM

RECOMENDAÇÃO Nº 001/2015/4OFCIVEL/PR/AM RECOMENDAÇÃO Nº 001/2015/4OFCIVEL/PR/AM O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República subscrito, no uso de suas atribuições legais, em especial o disposto no art. 6º, XX, da Lei Complementar

Leia mais

RUMO À ATUAÇÃO ATIVA E PARTICIPATIVA DO CONSUMIDOR

RUMO À ATUAÇÃO ATIVA E PARTICIPATIVA DO CONSUMIDOR 1 RUMO À ATUAÇÃO ATIVA E PARTICIPATIVA DO CONSUMIDOR Fausto Kozo Matsumoto Kosaka 1 Curso: Direito. Disciplina: Direito do Consumidor. Área de Pesquisa: Consumidores e clientes. Tema Geral: Incentivo ao

Leia mais

Recomendação da Direção-Geral do Consumidor - PUBLICIDADE DIRIGIDA A MENORES, UTILIZAÇÃO DA IMAGEM DE MENORES NA PUBLICIDADE -

Recomendação da Direção-Geral do Consumidor - PUBLICIDADE DIRIGIDA A MENORES, UTILIZAÇÃO DA IMAGEM DE MENORES NA PUBLICIDADE - Recomendação da Direção-Geral do Consumidor - PUBLICIDADE DIRIGIDA A MENORES, UTILIZAÇÃO DA IMAGEM DE MENORES NA PUBLICIDADE - O regime jurídico aplicável à publicidade dirigida a menores e à publicidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE DIREITO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE DIREITO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE DIREITO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR Escola Nacional de Defesa do Consumidor Oficina Desafios da Sociedade da Informação: comércio eletrônico

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.340.604 - RJ (2012/0141690-8) RELATOR RECORRENTE PROCURADOR RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES : ESTADO DO RIO DE JANEIRO : ALEX CORDEIRO BERTOLUCCI E OUTRO(S) :

Leia mais

O novo regulamento da telefonia celular: conheça seus direitos.

O novo regulamento da telefonia celular: conheça seus direitos. O novo regulamento da telefonia celular: conheça seus direitos. Duciran Van Marsen Farena Procurador da República no Estado da Paraíba A nova regulamentação da telefonia celular (Resolução 477, de 7 de

Leia mais

Empréstimo e cartão consignado

Empréstimo e cartão consignado outubro/2014 Empréstimo e cartão consignado direcionados a aposentados e pensionistas Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social pode obter crédito

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA CAPANEMA DUARTE ADVOGADOS

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA CAPANEMA DUARTE ADVOGADOS CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA CAPANEMA DUARTE ADVOGADOS I. Preâmbulo 1.1 Temos como objetivo ser um escritório de advocacia altamente conceituado e referência em nossa área de atuação, o que requer, além de

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA

RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA Pesquisa realizada pelos técnicos do Procon Goiás, entre os dias 4 e 9 de setembro

Leia mais

Contratos financeiros

Contratos financeiros Contratos financeiros Dos vários contratos financeiros existentes, dois merecem especial destaque: o leasing e o factoring. LEASING OU LOCAÇÃO FINANCEIRA O leasing, ou a locação financeira, é o contrato

Leia mais

Código de Ética. Diante dos Consumidores Diante dos Vendedores Diretos e entre Empresas

Código de Ética. Diante dos Consumidores Diante dos Vendedores Diretos e entre Empresas Código de Ética Diante dos Consumidores Diante dos Vendedores Diretos e entre Empresas Código de Ética Diante dos Consumidores (Texto em conformidade com as deliberações da Assembléia Geral Extraordinária

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores VICE PRESIDENTE (Presidente sem voto), MARIA OLÍVIA ALVES E MARTINS PINTO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores VICE PRESIDENTE (Presidente sem voto), MARIA OLÍVIA ALVES E MARTINS PINTO. Registro: 2011.0000086162 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0403953-58.2010.8.26.0000, da Comarca de Fernandópolis, em que é apelante PROMOTOR JUSTIÇA VARA INFANCIA E JUVENTUDE

Leia mais

Vício de Informação nos Boletos de Cobrança Bancários Código de Defesa do Consumidor

Vício de Informação nos Boletos de Cobrança Bancários Código de Defesa do Consumidor Vício de Informação nos Boletos de Cobrança Bancários Código de Defesa do Consumidor PLÍNIO LACERDA MARTINS Mestre em Direito Promotor de Justiça Prof. de Direito do Consumidor UGF pliniolacerda@aol.com

Leia mais

CURSO ON-LINE 1º SIMULADO DE LEGISLAÇÃO APLICADA AO MPU PARA TODOS OS CARGOS PROFESSOR: ERICK MOURA

CURSO ON-LINE 1º SIMULADO DE LEGISLAÇÃO APLICADA AO MPU PARA TODOS OS CARGOS PROFESSOR: ERICK MOURA Pessoal, Vamos fazer algumas questões inéditas? Antes, vamos divulgar alguns de nossos cursos junto ao Ponto dos Concursos com foco nas disciplinas para o MPU. CURSOS DO PROF. ERICK MOURA PARA O MPU 1

Leia mais

Aplicação da Lei de Acesso à Informação às Entidades do Terceiro Setor

Aplicação da Lei de Acesso à Informação às Entidades do Terceiro Setor Aplicado às Entidades do Terceiro Setor Aplicação da Lei de Acesso à Informação às Entidades do Terceiro Setor Nada há de escondido que não venha a ser descoberto; e nada acontece em segredo que não venha

Leia mais

ANÁLISE DOS ATENDIMENTOS DE 2003

ANÁLISE DOS ATENDIMENTOS DE 2003 ANÁLISE DOS ATENDIMENTOS DE 2003 1 - ATENDIMENTOS DE 2.003 Foram atendidas 74.531 pessoas no ano de 2.003, pelas seguintes formas de atendimento: Pessoalmente...23.060 Telefone:...25.739 Carta:...101 Internet:...11.859

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO PÚBLICO MILITAR

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO PÚBLICO MILITAR MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO PÚBLICO MILITAR Recomendação Conjunta N o 02/2007, de 30 de Novembro de 2007. O Ministério Público Federal e o Ministério Público Militar, ramos do Ministério Público

Leia mais

ASPECTOS CONSUMERISTAS NAS ATIVIDADES DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

ASPECTOS CONSUMERISTAS NAS ATIVIDADES DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ASPECTOS CONSUMERISTAS NAS ATIVIDADES DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Relações de Consumo: Sujeitos: Consumidor e Fornecedor Consumidor: Toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto

Leia mais

PLANO SETORIAL DE AÇÃO PROCURADORIA/PROMOTORIA DE JUSTIÇA PROCURADORIA / PROMOTORIA DE JUSTIÇA: COMARCA DE SIQUEIRA CAMPOS. Resultados de Pesquisas de

PLANO SETORIAL DE AÇÃO PROCURADORIA/PROMOTORIA DE JUSTIÇA PROCURADORIA / PROMOTORIA DE JUSTIÇA: COMARCA DE SIQUEIRA CAMPOS. Resultados de Pesquisas de MINISTÉRI O PÚBLICO do Estado do Paraná PLANO SETORIAL DE AÇÃO PROCURADORIA/PROMOTORIA DE JUSTIÇA SUBPLAN ANO: 2014 PROCURADORIA / PROMOTORIA DE JUSTIÇA: COMARCA DE SIQUEIRA CAMPOS RECONHECIMENTO EXTERNO

Leia mais

CARTÕES DE CRÉDITO PROBLEMAS QUE MAIS AFETAM O CONSUMIDOR

CARTÕES DE CRÉDITO PROBLEMAS QUE MAIS AFETAM O CONSUMIDOR CARTÕES DE CRÉDITO PROBLEMAS QUE MAIS AFETAM O CONSUMIDOR Roberto Augusto Castellanos Pfeiffer Professor da DIREITO GV Diretor Executivo da Fundação PROCON SP Abril de 2008 PRINCIPAIS IRREGULARIDADES OCORRIDAS

Leia mais

LEI DE COMBATE À CORRUPÇÃO. Lei n.º 06/2004 de 17 de Junho

LEI DE COMBATE À CORRUPÇÃO. Lei n.º 06/2004 de 17 de Junho LEI DE COMBATE À CORRUPÇÃO Lei n.º 06/2004 de 17 de Junho Lei nº 06/2004 de 17 de Junho Havendo necessidade de introduzir mecanismos complementares de combate à corrupção, nos termos do n.º 1 do artigo

Leia mais

TERMO DE COOPERAÇÃO TECNICA Nº 017 /2015-MPSP

TERMO DE COOPERAÇÃO TECNICA Nº 017 /2015-MPSP TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO E A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA. CONSIDERANDO que a assistência em saúde mental, prestada por meio

Leia mais

O QUE É PPP? O QUE É CONCESSÃO PLENA?

O QUE É PPP? O QUE É CONCESSÃO PLENA? APRESENTAÇÃO A iniciativa para realização de parcerias com o setor privado já é praticada em diversos países. O conceito de Parcerias Público-Privadas foi introduzido no Reino Unido em 1992, apresentando-se

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. R E C O M E N D A Ç Ã O nº 77/2008

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. R E C O M E N D A Ç Ã O nº 77/2008 R E C O M E N D A Ç Ã O nº 77/2008 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República signatário, no exercício de suas funções constitucionais e legais, em especial o artigo 6º, inciso VII, b e

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. R E C O M E N D A Ç Ã O nº 52/2009

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. R E C O M E N D A Ç Ã O nº 52/2009 R E C O M E N D A Ç Ã O nº 52/2009 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República signatário, no exercício de suas funções constitucionais e legais, em especial o artigo 6º, inciso VII, b e

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR-PROCON/MP/PI PARECER

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR-PROCON/MP/PI PARECER MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR-PROCON/MP/PI PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 055/2013 F.A. Nº 0113.000.110-0 RECLAMANTE MIGUEL

Leia mais

O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR NA IMPORTÂNCIA PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO

O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR NA IMPORTÂNCIA PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR NA IMPORTÂNCIA PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO Carolina Cicarelli GUASTALDI 1 RESUMO: O presente trabalho tem como meta analisar o Código de Defesa do Consumidor como instrumento

Leia mais

Regulação da publicidade infantil e prevenção da obesidade

Regulação da publicidade infantil e prevenção da obesidade Regulação da publicidade infantil e prevenção da obesidade 241ª Assembleia Ordinária do CONANDA 09 de julho de 2015 Mariana de Araujo Ferraz Advogada e Consultora Mestre em Direitos Humanos - USP Ex-conselheira

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

Conselho Nacional de Procuradores Gerais - CNPG Grupo Nacional de Direitos Humanos - GNDH Comissão Permanente de Defesa Da Saúde - COPEDS

Conselho Nacional de Procuradores Gerais - CNPG Grupo Nacional de Direitos Humanos - GNDH Comissão Permanente de Defesa Da Saúde - COPEDS Conselho Nacional de Procuradores Gerais - CNPG Grupo Nacional de Direitos Humanos - GNDH Comissão Permanente de Defesa Da Saúde - COPEDS ENUNCIADOS SOBRE TERCEIRIZAÇÃO DAS AÇÕES E SERVIÇOS DE SAÚDE Enunciado

Leia mais

Requeridos: INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL SÃO LUCAS IDESAL e FACULDADE REUNIDA - FAR

Requeridos: INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL SÃO LUCAS IDESAL e FACULDADE REUNIDA - FAR Requeridos: INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL SÃO LUCAS IDESAL e FACULDADE REUNIDA - FAR Assunto: Não autorização do MEC para ofertar cursos de graduação, pós-graduação e formação docente. RECOMENDAÇÃO

Leia mais

Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin. Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - Procon-SP

Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin. Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - Procon-SP Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin Vice-Governador Guilherme Afif Domingos Secretária de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania Eloisa de Sousa Arruda Fundação de Proteção e Defesa do

Leia mais

DECRETO Nº 30033 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2008

DECRETO Nº 30033 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2008 DECRETO Nº 30033 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2008 Regulamenta as Leis nº 2.475, de 1996, e nº 4.774, de 2008, e dá outras providências. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Serviços Hoteleiros.

Serviços Hoteleiros. Direito do Consumidor e Turismo. Serviços Hoteleiros. PLÍNIO LACERDA Promotor de Justiça MG Prof. da UFJF e FGV Mestre em Direito Prof.Ms.Plinio Lacerda 1 Prof.Ms.Plinio Lacerda 2 Art. 46. Os contratos

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA 1 Conteúdo Introdução... 3 Objetivo... 3 Esclarecimentos... 3 O que é considerado garantia... 4 O que são considerados itens de manutenção... 4 O que são considerados materiais

Leia mais

SUMÁRIO ORIENTAÇÕES AO EXAMINANDO...13 1. PROVIMENTO 136/09: O NOVO EXAME DE ORDEM...13 2. PONTOS A SEREM DESTACADOS NO EDITAL DO EXAME...

SUMÁRIO ORIENTAÇÕES AO EXAMINANDO...13 1. PROVIMENTO 136/09: O NOVO EXAME DE ORDEM...13 2. PONTOS A SEREM DESTACADOS NO EDITAL DO EXAME... SUMÁRIO ORIENTAÇÕES AO EXAMINANDO...13 1. PROVIMENTO 136/09: O NOVO EXAME DE ORDEM...13 2. PONTOS A SEREM DESTACADOS NO EDITAL DO EXAME...16 2.1. MATERIAIS/PROCEDIMENTOS PERMITIDOS E PROIBIDOS...16 2.2.

Leia mais

Contrato de Prestação de Serviços. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Contrato de Prestação de Serviços. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Contrato de Prestação de Serviços Contrato de Prestação de Serviços Visão Geral dos Contratos: Formação dos Contratos;e Inadimplemento Contratual. Formação dos Contratos Validade do Negócio Jurídico: Agente

Leia mais

GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO

GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO 2013 GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO CARTÕES DE CRÉDITO Definição Cartão de crédito é modalidade de pagamento à vista, objeto de um contrato de adesão entre o consumidor e uma administradora de cartões,

Leia mais