UNIVERSIDAD ARGENTINA JOHN F. KENNEDY. Mestranda em Psicanálise Joana S. Oliveira Psicóloga CRP 06/114168

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDAD ARGENTINA JOHN F. KENNEDY. Mestranda em Psicanálise Joana S. Oliveira Psicóloga CRP 06/114168"

Transcrição

1 UNIVERSIDAD ARGENTINA JOHN F. KENNEDY Mestranda em Psicanálise Joana S. Oliveira Psicóloga CRP 06/114168

2 Considerações psicanalíticas sobre a imagem corporal, algumas conseqüências após intervenções sobre o corpo feminino.

3 INTRODUÇÃO O câncer de mama é provavelmente a patologia que maior temor causa às mulheres, por ter uma frequência elevada e também pelos efeitos que causa em nível psicológico, afetando a sua sexualidade e a própria imagem pessoal. Portanto, esse diagnóstico, vem acompanhado de muita angústia, sofrimento e ansiedade. Essa patologia está se tornando cada vez mais frequente em todas as partes do mundo, sendo considerado o segundo tipo de neoplasia maligna mais incidente e o primeiro entre os cânceres ginecológicos (BORGES FILHO, 2010). MASTECTOMINA

4 Hipótese E como o trauma e experimentado no corpo, e o reflexo na Qualidade de Vida?

5 Objetivo Como e a relaboração da nova imagem corporal pós- mastectomia.

6 Este estudo vêem apresentar como a mulher que passa pelo processo cirúrgico da mastectomia, desvelando sentimentos relacionados com a simbolização da mama em sua imagem corporal, o impacto do diagnóstico do câncer de mama, a mastectomia no seu cotidiano e a percepção da sua auto-imagem. A mastectomia na vida da mulher deve ser considerada por profissionais de saúde, familiares, grupos de apoio, com vistas a ajudá-la no seu reajuste social e manutenção da sua autoestima.

7 Amâncio e Costa (2007) A mastectomia constituise em uma intervenção cirúrgica significativamente traumatizante. Tendo uma representação simbólica muito forte, sendo encarada pela mulher, muitas vezes, como uma agressão, já que promove a castração de um parte do seu corpo a mama. A sua retirada pode possibilitar o aparecimento de sentimentos de perda que, possivelmente, refletirá na sua identidade feminina. Com a realização deste procedimento, a imagem corporal da mulher transforma se radicalmente, na maioria das vezes, não tento um preparo adequado para se adaptar à sua nova imagem.

8 Qualidade de Vida O câncer de mama, sendo uma das neoplasias mais comuns entre as mulheres, o diagnóstico e a terapia antineoplásica, determina repercussões sociais, econômicas, físicas, psicológicas e sexuais. Mais recentemente, a qualidade de vida tem sido considerada mais um desses parâmetros. Não existe consenso quanto à definição de qualidade de vida. Porém, a maioria das definições, contempla os aspectos multidimensionais e subjetivos (CONDE et al, 2006).

9 A Síndrome do não membro, a dor fantasma refere ao que o ser humano está acostumado a ter um corpo completo, e, com a amputação, passa a enfrentar uma nova situação, mas, como reluta em aceitá-la, tenta manter a integridade de sujeito a críticas por se afastar do ideal esperado, o qual é um produto do valor conferido pela sociedade às diferentes medidas do físico feminino (SILVA e MAMEDE, 2003). E como e vivenciado o luto da perda de um membro, e a sua (re) laboração da imagem corporal, para uma nova visão corporal.

10 Representação da Mama As mamas sempre representaram a sexualidade e a maternidade, é um órgão de contato de atração, e também um símbolo extremamente narcísico. Alem disso, é símbolo da identidade corporal feminina e do sentimento de auto- estima e valor- próprio.

11 Complexo de Castração Freud aput Chiattone et al 1993, pode se dizer que a retirada da mama ou de qualquer órgão é sentida no inconsciente como uma castração, ainda se a fase edipiana não foi resolvida de maneira adequada. Na amputação da mama, isto acontece, especialmente se a castração sexual trouxe consigo um sentimento de deterioração do instinto materno.

12 Luto Segundo Freud o luto se caracteriza como a reação à perda de um objeto amado, se ocasionar desse período de luto for perturbado e por algum motivo não foi vivenciado o ego continua investindo libido do objeto perdido (FREUD, 1915/1974).

13 Referências Freud, S(1997). O ego e o id; uma neurose demoníaca do sec. XVII e outros trabalhos. Em Edição Standard Brasileira das Obras completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago. Nasio, J. D(1995) Lições sobre os sete conceito crucias da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

14 A mulher é uma substância tal, que, por mais que a estudes, sempre encontrarás nela alguma coisa totalmente nova. Léon Tolstoi.

Sexualidade e Câncer de Mama

Sexualidade e Câncer de Mama Sexualidade e Câncer de Mama LÚCIO FLAVO DALRI GINECOLOGIA MASTOLOGIA CIRURGIA PÉLVICA MÉDICO EM RIO DO SUL - SC PRESIDENTE DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MASTOLOGIA REGIONAL DE SC CHEFE DO SERVIÇO DE MASTOLOGIA

Leia mais

ASPECTOS EMOCIONAIS DO CÂNCER DE MAMA

ASPECTOS EMOCIONAIS DO CÂNCER DE MAMA ASPECTOS EMOCIONAIS DO CÂNCER DE MAMA Renata Goltbliatas Soares 1 O câncer de mama é com certeza uma das doenças mais temidas pelas mulheres devido à freqüência absurda com que vem ocorrendo e, sobretudo

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO AMOR MATERNO NA RELAÇÃO MÃE-BEBÊ: REFLEXÕES A PARTIR DA PSICANÁLISE.

A CONSTRUÇÃO DO AMOR MATERNO NA RELAÇÃO MÃE-BEBÊ: REFLEXÕES A PARTIR DA PSICANÁLISE. A CONSTRUÇÃO DO AMOR MATERNO NA RELAÇÃO MÃE-BEBÊ: REFLEXÕES A PARTIR DA PSICANÁLISE. Cléa Maria Ballão Lopes 1 Nos últimos tempos venho trabalhando com gestantes e puérperas, diretamente via atendimento

Leia mais

Quando a cirurgia falha - as implicações da melancolia no tratamento cirúrgico da obesidade

Quando a cirurgia falha - as implicações da melancolia no tratamento cirúrgico da obesidade Quando a cirurgia falha - as implicações da melancolia no tratamento cirúrgico da obesidade Camila Chudek Ribeiro 1 Maria Virginia Filomena Cremasco 2 A obesidade tem atingido níveis epidêmicos na atualidade.

Leia mais

Ô MÃE, ME EXPLICA, ME ENSINA, ME DIZ O QUE É FEMININA? nossos tempos não foge à regra. As mulheres, afetadas pela condição de não-todas,

Ô MÃE, ME EXPLICA, ME ENSINA, ME DIZ O QUE É FEMININA? nossos tempos não foge à regra. As mulheres, afetadas pela condição de não-todas, Ô MÃE, ME EXPLICA, ME ENSINA, ME DIZ O QUE É FEMININA? Fernanda Samico Küpper É notória a contribuição que as mulheres sempre deram à engrenagem da psicanálise enquanto campo teórico. Desde Anna O., passando

Leia mais

Feminilidade e Violência

Feminilidade e Violência Feminilidade e Violência Emilse Terezinha Naves O tema sobre a violência e a feminilidade apresenta-se, nas mais diversas áreas do conhecimento, como um tema de grande interesse, quando encontramos uma

Leia mais

Psicologia A Psicologia no Programa Idade com Qualidade" A psicologia na disfunção sexual

Psicologia A Psicologia no Programa Idade com Qualidade A psicologia na disfunção sexual Psicologia A Psicologia no Programa Idade com Qualidade" A Psicologia faz parte integrante de todas as áreas exploradas, mas também pode funcionar de forma independente das restantes especialidades, ou

Leia mais

Feminilidade e Angústia 1

Feminilidade e Angústia 1 Feminilidade e Angústia 1 Claudinéia da Cruz Bento 2 Freud, desde o início de seus trabalhos, declarou sua dificuldade em abordar o tema da feminilidade. Após um longo percurso de todo o desenvolvimento

Leia mais

Violência Simbólica: possíveis lugares subjetivos para uma criança diante da escolha materna

Violência Simbólica: possíveis lugares subjetivos para uma criança diante da escolha materna Violência Simbólica: possíveis lugares subjetivos para uma criança diante da escolha materna Henrique Figueiredo Carneiro Liliany Loureiro Pontes INTRODUÇÃO Esse trabalho apresenta algumas considerações,

Leia mais

UMA CRIANÇA E EX-PANCADA: RELAÇÃO DO MASOQUISMO INFANTIL AO SADISMO ADULTO

UMA CRIANÇA E EX-PANCADA: RELAÇÃO DO MASOQUISMO INFANTIL AO SADISMO ADULTO UMA CRIANÇA E EX-PANCADA: RELAÇÃO DO MASOQUISMO INFANTIL AO SADISMO ADULTO 2015 Marcell Felipe Alves dos Santos Psicólogo Clínico - Graduado pela Centro Universitário Newton Paiva (MG). Pós-graduando em

Leia mais

Reflexões sobre Impasses e Possibilidades da Psicanálise no Hospital Público

Reflexões sobre Impasses e Possibilidades da Psicanálise no Hospital Público Reflexões sobre Impasses e Possibilidades da Psicanálise no Hospital Público Ludmila Stalleikem Sebba 1 e Ademir Pacelli Ferreira 2 Resumo A partir do referencial da psicanálise procura-se apontar elementos

Leia mais

Mães sem nome: a perda de um filho por assassinato

Mães sem nome: a perda de um filho por assassinato Mães sem nome: a perda de um filho por assassinato Luciana Tiemi Kurogi 1 Maria Virginia Filomena Cremasco 2 A morte é algo muito difícil de ser explicado, por se tratar de um fenômeno que desconhecemos

Leia mais

LUTO MATERNO DO DESMAME: UMA LEITURA DA PSICOLOGIA CORPORAL

LUTO MATERNO DO DESMAME: UMA LEITURA DA PSICOLOGIA CORPORAL 1 LUTO MATERNO DO DESMAME: UMA LEITURA DA PSICOLOGIA CORPORAL Kelly Patrícia Santos de Oliveira José Henrique Volpi RESUMO O momento do desmame é crucial para muitas mães, que encaram com muito pesar esta

Leia mais

GRUPO TERAPÊUTICO NA REABILITAÇÃO SOCIAL DE MULHERES MASTECTOMIZADAS

GRUPO TERAPÊUTICO NA REABILITAÇÃO SOCIAL DE MULHERES MASTECTOMIZADAS GRUPO TERAPÊUTICO NA REABILITAÇÃO SOCIAL DE MULHERES MASTECTOMIZADAS Gilmara Saraiva Bezerra 1 Irma Caroline Lima Verde da Silva 2 Nydia Cavalcante de Carvalho Pinheiro 3 Maria Zélia de Araújo Madeira

Leia mais

MOVIMENTO PSICANALÍTICO

MOVIMENTO PSICANALÍTICO MOVIMENTO PSICANALÍTICO Sigmund Freud (1856-1939) Psicanálise: escola psicológica que busca penetrar na dimensão profunda do psiquismo humano. Objeto de Estudo: o inconsciente Métodos: 1. Hipno-catártico

Leia mais

IV Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental X Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental. Curitiba, de 04 a 07 de Julho de 2010.

IV Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental X Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental. Curitiba, de 04 a 07 de Julho de 2010. IV Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental X Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental. Curitiba, de 04 a 07 de Julho de 2010. Os nomes dos modos de sofrimentos atuais, ou, Transtornos

Leia mais

MULHERES MASTECTOMIZADAS: ASPECTOS PSICOSOCIAIS MASTECTOMIZED: PSYCHOSOCIAL ASPECTS

MULHERES MASTECTOMIZADAS: ASPECTOS PSICOSOCIAIS MASTECTOMIZED: PSYCHOSOCIAL ASPECTS 1 Resumo MULHERES MASTECTOMIZADAS: ASPECTOS PSICOSOCIAIS MASTECTOMIZED: PSYCHOSOCIAL ASPECTS SILVA, Gusmão Fernanda¹ SOUZA, Lindyara Thâmara² O câncer de mama tem sido o responsável pelos maiores índices

Leia mais

5. Referências bibliográficas:

5. Referências bibliográficas: 82 5. Referências bibliográficas: ASSOUN, P. Lecciones Psicoanalíticas sobre Hermanos y Hermanas., Buenos Aires: Ediciones Nueva Visión, 1998. BENGHOZI, P. E FERÉS- CARNEIRO, T. Laço frátrio e continente

Leia mais

Cuidados paliativos e a assistência ao luto

Cuidados paliativos e a assistência ao luto Cuidados paliativos e a assistência ao luto O processo de luto tem início a partir do momento em que é recebido o diagnóstico de uma doença fatal ou potencialmente fatal. As perdas decorrentes assim se

Leia mais

O MAIS IMPORTANTE É MINHA VIDA, NÃO MEU SEIO : AUTOIMAGEM EM MULHERES MASTECTOMIZADAS NA CIDADE DE ALEGRE - ES

O MAIS IMPORTANTE É MINHA VIDA, NÃO MEU SEIO : AUTOIMAGEM EM MULHERES MASTECTOMIZADAS NA CIDADE DE ALEGRE - ES O MAIS IMPORTANTE É MINHA VIDA, NÃO MEU SEIO : AUTOIMAGEM EM MULHERES MASTECTOMIZADAS NA CIDADE DE ALEGRE - ES 2011 Maylu Pagani Silva Graduada em Psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras

Leia mais

PSICANÁLISE: UM SOBREVÔO SOBRE A HISTÓRIA DE SIGMUND FREUD E DE SUAS IDÉIAS

PSICANÁLISE: UM SOBREVÔO SOBRE A HISTÓRIA DE SIGMUND FREUD E DE SUAS IDÉIAS 1 PSICANÁLISE: UM SOBREVÔO SOBRE A HISTÓRIA DE SIGMUND FREUD E DE SUAS IDÉIAS Sandra Mara Volpi 1856: Nasce Sigmund Freud, onde hoje localiza-se a Tchecoslováquia, em uma família de origem judaica em que

Leia mais

Questão Resposta Questão Resposta 1 21 2 22 3 23 4 24 5 25 6 26 7 27 8 28 9 29 10 30 11 31 12 32 13 33 14 34 15 35 16 36 17 37 18 38 19 39 20 40

Questão Resposta Questão Resposta 1 21 2 22 3 23 4 24 5 25 6 26 7 27 8 28 9 29 10 30 11 31 12 32 13 33 14 34 15 35 16 36 17 37 18 38 19 39 20 40 SIMULADO SOBRE TEORIAS DA PERSONALIDADE Aluno(a) A prova contém 40 questões de múltipla escolha. Utilize a folha de respostas abaixo para assinalar suas respostas. Ao final da prova, devolva apenas esta

Leia mais

ESTUDO SOBRE VIVÊNCIA DO LUTO EM ADOLESCENTES E SUA MANIFESTAÇÃO EM DECORRÊNCIA DO TÉRMINO DE UM RELACIONAMENTO AMOROSO

ESTUDO SOBRE VIVÊNCIA DO LUTO EM ADOLESCENTES E SUA MANIFESTAÇÃO EM DECORRÊNCIA DO TÉRMINO DE UM RELACIONAMENTO AMOROSO ESTUDO SOBRE VIVÊNCIA DO LUTO EM ADOLESCENTES E SUA MANIFESTAÇÃO EM DECORRÊNCIA DO TÉRMINO DE UM RELACIONAMENTO AMOROSO Autoras: Tânia Regina Goia; Maria Luísa Louro de Castro Valente Instituição: Universidade

Leia mais

A FUNÇÃO DO PAGAMENTO EM ANÁLISE: LIMITES E POSSIBILIDADES NA INSTITUIÇÃO

A FUNÇÃO DO PAGAMENTO EM ANÁLISE: LIMITES E POSSIBILIDADES NA INSTITUIÇÃO A FUNÇÃO DO PAGAMENTO EM ANÁLISE: LIMITES E POSSIBILIDADES NA INSTITUIÇÃO Fernanda de Souza Borges feborges.psi@gmail.com Prof. Ms. Clovis Eduardo Zanetti Na praça Clóvis Minha carteira foi batida, Tinha

Leia mais

PSICOTERAPIA INFANTIL

PSICOTERAPIA INFANTIL PSICOTERAPIA INFANTIL Claudia Ribeiro Boneberg 1 Demarcina K. Weinheimer 2 Ricardo Luis V. de Souza 3 Ramão Costa 4 Me. Luiz Felipe Bastos Duarte 5 1 TEMA Psicoterapia psicanalítica infantil 1.1 DELIMITAÇÃO

Leia mais

Relato de Experiência. Projeto Reabilta-ação Fisioterapia Oncológica. PICIN, Celis i e COPETTI, Solange M. B. ii Faculdade de Pato Branco FADEP

Relato de Experiência. Projeto Reabilta-ação Fisioterapia Oncológica. PICIN, Celis i e COPETTI, Solange M. B. ii Faculdade de Pato Branco FADEP Relato de Experiência Projeto Reabilta-ação Fisioterapia Oncológica PICIN, Celis i e COPETTI, Solange M. B. ii Faculdade de Pato Branco FADEP RESUMO A intenção em produzir um material informativo a respeito

Leia mais

O Escutar através do Desenho

O Escutar através do Desenho 1 O Escutar através do Desenho Neide M.A.Corgosinho 1 RESUMO: O artigo aqui apresentado baseia-se em algumas experiências de trabalho na internação pediátrica do Hospital Militar de Minas Gerais no período

Leia mais

Conceitos Fundamentais Freudianos

Conceitos Fundamentais Freudianos Conteúdo Programático 1º Semestre Conceitos Fundamentais Freudianos Inconsciente, Pré-consciente e Consciência Os Mecanismos de Defesa Da Terapia Catártica ao Tratamento Psicanalítico Narcisismo e as Identificações

Leia mais

E-mail: gracielabessa@yahoo.com.br.

E-mail: gracielabessa@yahoo.com.br. Título: A incidência do narcisismo na esquizofrenia e na histeria Autora: Graciela Bessa Psicanalista, Doutora em Teoria Psicanalítica (UFRJ). E-mail: gracielabessa@yahoo.com.br. RESUMO: No texto Sobre

Leia mais

Palavras chave: Desamparo, mãe, feminilidade, infância, objeto a.

Palavras chave: Desamparo, mãe, feminilidade, infância, objeto a. A FILHA ENTRE A MÃE E A MULHER Cláudia Regina de Oliveira Mestranda em Pesquisa e Clínica em Psicanálise da UERJ Leila Guimarães Lobo de Mendonça Mestranda em Pesquisa e Clínica em Psicanálise da UERJ

Leia mais

MEU CORPO NÃO É ESSE. ISSO É APENAS UM RASCUNHO A REPRESENTAÇÃO DO. Igor Francês Carlos Mendes Rosa

MEU CORPO NÃO É ESSE. ISSO É APENAS UM RASCUNHO A REPRESENTAÇÃO DO. Igor Francês Carlos Mendes Rosa MEU CORPO NÃO É ESSE. ISSO É APENAS UM RASCUNHO A REPRESENTAÇÃO DO CORPO NA AIDS. Igor Francês Carlos Mendes Rosa Este trabalho discute arranjos imaginários de sujeitos marcados pelo diagnóstico de aids,

Leia mais

A sua revista eletrônica CONTEMPORANEIDADE E PSICANÁLISE 1

A sua revista eletrônica CONTEMPORANEIDADE E PSICANÁLISE 1 A sua revista eletrônica CONTEMPORANEIDADE E PSICANÁLISE 1 Patrícia Guedes 2 Comemorar 150 anos de Freud nos remete ao exercício de revisão da nossa prática clínica. O legado deixado por ele norteia a

Leia mais

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 117 6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ANZIEU, Didier. O Eu-pele. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1989. ASSOUN, Paul-Laurent. O Corpo: o Outro metapsicológico. In:. Metapsicologia freudiana: uma introdução. Rio

Leia mais

FANTASIAS SEXUAIS INFANTIS, AS CRIANÇAS FALAM. A intenção deste trabalho foi escutar crianças pequenas a respeito da

FANTASIAS SEXUAIS INFANTIS, AS CRIANÇAS FALAM. A intenção deste trabalho foi escutar crianças pequenas a respeito da FANTASIAS SEXUAIS INFANTIS, AS CRIANÇAS FALAM Maria Elisa França Rocha A intenção deste trabalho foi escutar crianças pequenas a respeito da sexualidade, bem como conhecer suas fantasias e as teorias que

Leia mais

A ARTE E O IMAGINAR: Um dispositivo para a recriação da realidade

A ARTE E O IMAGINAR: Um dispositivo para a recriação da realidade A ARTE E O IMAGINAR: Um dispositivo para a recriação da realidade Ana Paula Pimentel 1 (paulinha_pimentel@yahoo.com.br) Andreia dos Santos Silva² (psiuerj@yahoo.com.br) Ademir Pacelli Ferreira³ (ademirpacelli@uol.com.br)

Leia mais

Área temática: Enfermagem CÂNCER NA ADOLESCÊNCIA: SENTIMENTOS DOS PORTADORES E PAPEIS DE FAMILIARES E ENFERMEIROS

Área temática: Enfermagem CÂNCER NA ADOLESCÊNCIA: SENTIMENTOS DOS PORTADORES E PAPEIS DE FAMILIARES E ENFERMEIROS Área temática: Enfermagem CÂNCER NA ADOLESCÊNCIA: SENTIMENTOS DOS PORTADORES E PAPEIS DE FAMILIARES E ENFERMEIROS Graziela Silva do Nascimento Discente do curso de Enfermagem da UFPB. E-mail: graziela_nascimento_@hotmail.com

Leia mais

CÂNCER DE MAMA:PERSPECTIVAS SOBRE AS RELAÇÕES FAMILIARES

CÂNCER DE MAMA:PERSPECTIVAS SOBRE AS RELAÇÕES FAMILIARES V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 CÂNCER DE MAMA:PERSPECTIVAS SOBRE AS RELAÇÕES FAMILIARES Simone Lemos 1 ; Suzei Helena Tardivo Barbosa 2 ; Giseli

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO MASCULINA E SUAS ARTICULAÇÕES COM O RECALCAMENTO. o processo de constituição do psiquismo. A discussão será feita à luz das idéias

IDENTIFICAÇÃO MASCULINA E SUAS ARTICULAÇÕES COM O RECALCAMENTO. o processo de constituição do psiquismo. A discussão será feita à luz das idéias IDENTIFICAÇÃO MASCULINA E SUAS ARTICULAÇÕES COM O RECALCAMENTO Cristiana de Amorim Mazzini 1 O presente trabalho discorrerá sobre a identificação masculina ocorrida durante o processo de constituição do

Leia mais

A PSICANÁLISE E OS MODERNOS MOVIMENTOS DE AFIRMAÇÃO HOMOSSEXUAL 1

A PSICANÁLISE E OS MODERNOS MOVIMENTOS DE AFIRMAÇÃO HOMOSSEXUAL 1 A PSICANÁLISE E OS MODERNOS MOVIMENTOS DE AFIRMAÇÃO HOMOSSEXUAL 1 Este artigo trata da difícil relação entre a teoria psicanalítica, que tradicionalmente considerava os comportamentos eróticos entre pessoas

Leia mais

O investimento narcísico da mãe e suas repercussões na reverie e na preocupação materna primária

O investimento narcísico da mãe e suas repercussões na reverie e na preocupação materna primária O investimento narcísico da mãe e suas repercussões na reverie e na preocupação materna primária Renata de Leles Rodrigues Eliana Rigotto Lazzarini Resumo do trabalho: A proposta deste trabalho é articular

Leia mais

Sobre a intimidade na clínica contemporânea

Sobre a intimidade na clínica contemporânea Sobre a intimidade na clínica contemporânea Flávia R. B. M. Bertão * Francisco Hashimoto** Faculdade de Ciências e Letras de Assis, UNESP. Doutorado Psicologia frbmbertao@ibest.com.br Resumo: Buscou-se

Leia mais

FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO

FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO Denise de Fátima Pinto Guedes Roberto Calazans Freud ousou dar importância àquilo que lhe acontecia, às antinomias da sua infância, às suas perturbações neuróticas, aos seus sonhos.

Leia mais

DE ANNA O. A GISELE BÜNDCHEN O TRABALHO PARA CONSTRUIR A VERDADEIRA IDENTIDADE AINDA É UM CAMINHO A PERCORRER. HELEN GUARESI *

DE ANNA O. A GISELE BÜNDCHEN O TRABALHO PARA CONSTRUIR A VERDADEIRA IDENTIDADE AINDA É UM CAMINHO A PERCORRER. HELEN GUARESI * 3 DE ANNA O. A GISELE BÜNDCHEN O TRABALHO PARA CONSTRUIR A VERDADEIRA IDENTIDADE AINDA É UM CAMINHO A PERCORRER. HELEN GUARESI * O que é que pode haver em comum entre estas duas mulheres, onde a primeira

Leia mais

O papel do corpo na contemporaneidade, as novas patologias e a escuta analítica.

O papel do corpo na contemporaneidade, as novas patologias e a escuta analítica. O papel do corpo na contemporaneidade, as novas patologias e a escuta analítica. Silvana Maria de Barros Santos Entre o século XVI a XIX, as transformações políticas, sociais, culturais e o advento da

Leia mais

9º Curso Pós-Graduado NEDO 2010. Imagem Corporal no Envelhecimento. Maria João Sousa e Brito

9º Curso Pós-Graduado NEDO 2010. Imagem Corporal no Envelhecimento. Maria João Sousa e Brito 9º Curso Pós-Graduado NEDO 2010 Imagem Corporal no Envelhecimento Maria João Sousa e Brito Envelhecimento Envelhecer não é difícil difícil é ser-se velho Goethe O prolongamento da vida coloca novos cenários,

Leia mais

O IMAGINÁRIO E O SIMBÓLICO NA CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO

O IMAGINÁRIO E O SIMBÓLICO NA CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO O IMAGINÁRIO E O SIMBÓLICO NA CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO Maria Melania Wagner Pokorski 1 Resumo Nosso artigo objetiva descrever alguns conceitos psicanalíticos implicados na constituição do sujeito. Pretendemos

Leia mais

CONTEMPORANEIDADE. Palavras-chave: pai, interdição do incesto, Lei, complexo de Édipo, contemporaneidade, psicanálise.

CONTEMPORANEIDADE. Palavras-chave: pai, interdição do incesto, Lei, complexo de Édipo, contemporaneidade, psicanálise. A FUNÇÃO DO PAI NA INTERDIÇÃO E NA LEI: UMA REFLEXÃO SOBRE IDENTIFICAÇÃO E VIOLÊNCIA NA CONTEMPORANEIDADE. Jamille Mascarenhas Lima Psicóloga, Universidade Federal da Bahia. Especialista em psicomotricidade,

Leia mais

Fator emocional. Fertilidade Natural: Fator emocional CAPÍTULO 8

Fator emocional. Fertilidade Natural: Fator emocional CAPÍTULO 8 CAPÍTULO 8 Fator emocional O projeto comum de ter filhos, construir a própria família, constitui um momento existencial muito importante, tanto para o homem como para a mulher. A maternidade e a paternidade

Leia mais

A clínica da toxicomania: uma intoxicação transferencial. Amanda Teixeira Rizzo

A clínica da toxicomania: uma intoxicação transferencial. Amanda Teixeira Rizzo A clínica da toxicomania: uma intoxicação transferencial. Amanda Teixeira Rizzo Desde um recorte clínico grupal a pacientes internados em uma instituição hospitalar psiquiátrica para tratamento de dependência

Leia mais

Palavras-chave: amadurecimento, amor, equilíbrio. ..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..

Palavras-chave: amadurecimento, amor, equilíbrio. ..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-..-.. 1 AMAR É PARA EQUILIBRISTAS Eloá Andreassa Hugo César Gaete Verdugo Resumo: O amor é a questão fundamental da vida. Mas não sabemos o que exatamente é o amor e é a vida que vai nos ensinar sobre ele através

Leia mais

MULHERES MASTECTOMIZADAS: FRONTEIRAS DO TRAUMA

MULHERES MASTECTOMIZADAS: FRONTEIRAS DO TRAUMA MULHERES MASTECTOMIZADAS: FRONTEIRAS DO TRAUMA 2015 Tarcísio Martins Graduando em Psicologia do 9º Semestre do Centro Universitário Jorge Amado (Brasil). Sheyna Vasconcellos Msc em Família na Sociedade

Leia mais

A história e a constituição da Psicanálise: introdução aos principais conceitos freudianos para entender a subjetividade humana

A história e a constituição da Psicanálise: introdução aos principais conceitos freudianos para entender a subjetividade humana 1 A história e a constituição da Psicanálise: introdução aos principais conceitos freudianos para entender a subjetividade humana RESUMO Paola Carloni 1 A construção da Psicanálise se relaciona com a própria

Leia mais

Obesidade: um sintoma convertido no corpo. Os sentidos e os destinos do sintoma em indivíduos que se submeteram à cirurgia bariátrica.

Obesidade: um sintoma convertido no corpo. Os sentidos e os destinos do sintoma em indivíduos que se submeteram à cirurgia bariátrica. Obesidade: um sintoma convertido no corpo. Os sentidos e os destinos do sintoma em indivíduos que se submeteram à cirurgia bariátrica. REI, Vivian Anijar Fragoso [1] ; OLIVEIRA, Paula Batista Azêdo de

Leia mais

O apelo contemporâneo por laços narcísicos

O apelo contemporâneo por laços narcísicos O apelo contemporâneo por laços narcísicos Ângela Buciano do Rosário Psicóloga, Doutoranda em Psicologia PUC-MG. Bolsista da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais - FAPEMIG. Mestre em

Leia mais

AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER

AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER 1 AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER Eloá Andreassa Resumo: As relações amorosas continuam sendo mais que um objetivo na vida das pessoas, é uma necessidade, um sonho, até uma esperança. Porém,

Leia mais

Durante toda sua vida, Anna Freud ocupou-se com a psicanálise, dando especial

Durante toda sua vida, Anna Freud ocupou-se com a psicanálise, dando especial 30 1. 3. Anna Freud: o analista como educador Durante toda sua vida, Anna Freud ocupou-se com a psicanálise, dando especial ênfase ao desenvolvimento teórico e terapêutico da psicanálise de crianças. Sua

Leia mais

GRAVIDEZ NA ADOLESCENCIA UM RISCO À SAÚDE

GRAVIDEZ NA ADOLESCENCIA UM RISCO À SAÚDE GRAVIDEZ NA ADOLESCENCIA UM RISCO À SAÚDE Adriane Ortiz Condé Kreozer 1 Ana Maria Martins 2 Cleonice Cristina Candido 3 Ética e Direitos Humanos INTRODUÇÃO A adolescência é um período de muitas mudanças

Leia mais

ISSO NÃO ME FALA MAIS NADA! (SOBRE A POSIÇÃO DO ANALISTA NA DIREÇÃO DA CURA) 1

ISSO NÃO ME FALA MAIS NADA! (SOBRE A POSIÇÃO DO ANALISTA NA DIREÇÃO DA CURA) 1 ISSO NÃO ME FALA MAIS NADA! (SOBRE A POSIÇÃO DO ANALISTA NA DIREÇÃO DA CURA) 1 Arlete Mourão 2 Essa frase do título corresponde à expressão utilizada por um ex-analisando na época do final de sua análise.

Leia mais

9. Papel, funções, atuação, limites e possibilidades do pesquisador na concepção burocrática e na concepção complexa de metodologia da pesquisa;

9. Papel, funções, atuação, limites e possibilidades do pesquisador na concepção burocrática e na concepção complexa de metodologia da pesquisa; Setor de Estudos: Fundamentos Teóricos Metodológicos da Psicologia 1. Conhecimentos popular, filosófico, religioso, artístico e científico: relações, construções, dificuldades e desafios do pesquisador;

Leia mais

FALANDO DE CORAÇÃO PARA CORAÇÃO

FALANDO DE CORAÇÃO PARA CORAÇÃO FALANDO DE CORAÇÃO PARA CORAÇÃO A criança portadora de doença cardíaca congênita e o adoecer as emoções e dos sentimentos de sua família. Edna G. Levy O coração está associado à vida e à morte. É o primeiro

Leia mais

INFLUÊNCIA DOS HÁBITOS H VIDA NO CÂNCER DE MAMA. Prof. Dr. Henrique Brenelli CAISM - UNICAMP

INFLUÊNCIA DOS HÁBITOS H VIDA NO CÂNCER DE MAMA. Prof. Dr. Henrique Brenelli CAISM - UNICAMP INFLUÊNCIA DOS HÁBITOS H DE VIDA NO CÂNCER DE MAMA Prof. Dr. Henrique Brenelli CAISM - UNICAMP Transtornos depressivos e câncer de mama Incidência população geral: 8% pacientes com ca de mama: 30% Qualidade

Leia mais

Os nomes dos modos de sofrimentos atuais, ou, Transtornos do Amor. Jorge Sesarino. Quais são os modos de sofrimentos da atualidade?

Os nomes dos modos de sofrimentos atuais, ou, Transtornos do Amor. Jorge Sesarino. Quais são os modos de sofrimentos da atualidade? Os nomes dos modos de sofrimentos atuais, ou, Transtornos do Amor. Jorge Sesarino Quais são os modos de sofrimentos da atualidade? O declínio da figura do pai e a conseqüente debilitação da lei simbólica,

Leia mais

Psicanálise: técnica para discernir e descobrir os processos psíquicos.

Psicanálise: técnica para discernir e descobrir os processos psíquicos. O conhecimento da psicanálise para o administrador, pode estar facilitando a compreensão das reações e comportamentos das pessoas com quem ele vai estar lidando no seu dia-dia. Temas discutidos nesta aula:

Leia mais

Ger-Ações Centro de Ações e Pesquisas em Gerontologia CNPJ: 09.290.454/0001-19 / CCM: 3.722.8927 www.geracoes.org.br

Ger-Ações Centro de Ações e Pesquisas em Gerontologia CNPJ: 09.290.454/0001-19 / CCM: 3.722.8927 www.geracoes.org.br A MANIFESTAÇÃO DE EPISÓDIOS DEPRESSIVOS NA VELHICE: O CORPO, AS IDEIAS HIPOCONDRÍACAS E O DESAMPARO MARIA ELVIRA M. GOTTER Ger-Ações Centro de Pesquisas e Ações em Gerontologia - São Paulo - Brasil O presente

Leia mais

PSICANÁLISE E A QUESTÃO RELIGIOSA: A INSIGNIFICÂNCIA DO TRIUNFO

PSICANÁLISE E A QUESTÃO RELIGIOSA: A INSIGNIFICÂNCIA DO TRIUNFO PSICANÁLISE E A QUESTÃO RELIGIOSA: A INSIGNIFICÂNCIA DO TRIUNFO 2014 Matheus Henrique de Souza Silva Psicólogo pela Faculdade Pitágoras de Ipatinga-MG. Especializando em Clínica Psicanalítica na atualidade:

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 39

PROVA ESPECÍFICA Cargo 39 11 PROVA ESPECÍFICA Cargo 39 QUESTÃO 26 Alguns dos desafios às novas formas de acolher e tratar os doentes mentais, a partir das reformas psiquiátricas, são, EXCETO: a) O risco de se tratar dos sintomas,

Leia mais

Douglas Daniel de Amorim A PSICANÁLISE E O SOCIAL

Douglas Daniel de Amorim A PSICANÁLISE E O SOCIAL Douglas Daniel de Amorim A PSICANÁLISE E O SOCIAL Belo Horizonte 1999 INTRODUÇÃO A Psicologia Comunitária tem sido um dos campos onde a Psicologia tem tido um expressivo crescimento. Trabalhar em comunidades

Leia mais

REICH E A ECONOMIA SEXUAL

REICH E A ECONOMIA SEXUAL 1 REICH E A ECONOMIA SEXUAL José Henrique Volpi Freud havia postulado que o sintoma neurótico é resultado da repressão de um trauma sexual ocorrido na infância. Mas não conseguia explicar o porque tal

Leia mais

IMAGEM CORPORAL DE PACIENTES SUBMETIDAS À MASTECTOMIA

IMAGEM CORPORAL DE PACIENTES SUBMETIDAS À MASTECTOMIA IMAGEM CORPORAL DE PACIENTES SUBMETIDAS À MASTECTOMIA ANA CAROLINA NORONHA CAMPOS; DANIELA FRASCESCATO VEIGA; SILVÂNIA DE CÁSSIA VIEIRA ARCHANGELO, YARA JULIANO Hospital das Clínicas Samuel Libânio - Universidade

Leia mais

Aspectos Culturais e Emocionais que. envolvem a Gestação

Aspectos Culturais e Emocionais que. envolvem a Gestação Aspectos Culturais e Emocionais que envolvem a Gestação Bruna de Oliveira Moraes Juliana Moraes Almeida Lílian Mariano Castanho Terapeutas Ocupacionais No desenrolar da história como também nas diversas

Leia mais

Megalomania: amor a si mesmo Raquel Coelho Briggs de Albuquerque 1

Megalomania: amor a si mesmo Raquel Coelho Briggs de Albuquerque 1 Megalomania: amor a si mesmo Raquel Coelho Briggs de Albuquerque 1 Alfredo estava na casa dos 30 anos. Trabalhava com gesso. Era usuário de drogas: maconha e cocaína. Psicótico, contava casos persecutórios,

Leia mais

CURSO DE PSICOLOGIA. Trabalho de Conclusão de Curso Resumos 2011.2

CURSO DE PSICOLOGIA. Trabalho de Conclusão de Curso Resumos 2011.2 CURSO DE PSICOLOGIA Trabalho de Conclusão de Curso Resumos 2011.2 COORDENADORA DO CURSO: Prof.ª Mônica Ramos Daltro SALVADOR TEMA: Contribuições da Teoria do Pensamento Complexo Para a Área da Psicologia

Leia mais

VIVÊNCIAS DE MULHERES COM CÂNCER DE MAMA : PROCESSO EDUCATIVO DA RESSIGNIFICAÇÃO DA IDENTIDADE

VIVÊNCIAS DE MULHERES COM CÂNCER DE MAMA : PROCESSO EDUCATIVO DA RESSIGNIFICAÇÃO DA IDENTIDADE Título: VIVÊNCIAS DE MULHERES COM CÂNCER DE MAMA : PROCESSO EDUCATIVO DA RESSIGNIFICAÇÃO DA IDENTIDADE Área Temática: Psicologia da educação Autoras: VALÉRIA LAMB CORBELLINI e MIRIAN S. COMIOTTO Instituição:

Leia mais

A ética do tratamento psicanalítico: diagnóstico diferencial.

A ética do tratamento psicanalítico: diagnóstico diferencial. A ética do tratamento psicanalítico: diagnóstico diferencial. Claudia Wunsch. Psicóloga. Pós-graduada em Psicanálise Clínica (Freud/Lacan) Unipar - Cascavel- PR. Docente do curso de Psicologia da Faculdade

Leia mais

ANTÔNIO E SEUS AMORES: UM CASO CLÍNICO. Antônio é um jovem de 21 anos que veio à análise a pedido de uma das três

ANTÔNIO E SEUS AMORES: UM CASO CLÍNICO. Antônio é um jovem de 21 anos que veio à análise a pedido de uma das três ANTÔNIO E SEUS AMORES: UM CASO CLÍNICO Sandra Chiabi Antônio é um jovem de 21 anos que veio à análise a pedido de uma das três namoradas. Contou que estava envolvido com as três, e uma delas pedira que

Leia mais

5 Referências bibliográficas

5 Referências bibliográficas 82 5 Referências bibliográficas BAKER, L. R. Attitudes in Action. Separata de: LECLERC, A.; QUEIROZ, G.; WRIGLEY, M. B. Proceedings of the Third International Colloquium in Philosophy of Mind. Manuscrito

Leia mais

Angústia e sexualidade masculina

Angústia e sexualidade masculina Angústia e sexualidade masculina Palavras-chave: angústia, falo, órgão real, virilidade Sérgio Laia * Em psicanálise, a associação entre angústia e sexualidade masculina é geralmente abordada a partir

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE O LUTO E AS RELAÇÕES OBJETAIS

REFLEXÕES SOBRE O LUTO E AS RELAÇÕES OBJETAIS Centro Universitário de Brasília FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - FACS CURSO: PSICOLOGIA REFLEXÕES SOBRE O LUTO E AS RELAÇÕES OBJETAIS CAROLINA MOURA BENTO BRASÍLIA NOVEMBRO/2005 CAROLINA MOURA BENTO REFLEXÕES

Leia mais

CASO ERICK: NASCER, DEPOIS VIVER

CASO ERICK: NASCER, DEPOIS VIVER CASO ERICK: NASCER, DEPOIS VIVER Vera Pollo Márcia Pourchet A psicanálise permite afirmar que, do ponto de vista subjetivo, não se nasce homem ou mulher, já que os seres falantes, antes de se afirmarem

Leia mais

A atuação do Residente de Psicologia nos Grupos de Pré-consulta *

A atuação do Residente de Psicologia nos Grupos de Pré-consulta * ARTIGOS A atuação do Residente de Psicologia nos Grupos de Pré-consulta * Raquel Moreira Pádova ** Introdução A questão que analiso neste trabalho, se refere à atuação do psicólogo nos grupos de pré-consulta

Leia mais

Laboratório de Ensino PULSÕES E SEUS DESTINOS (1915)

Laboratório de Ensino PULSÕES E SEUS DESTINOS (1915) Laboratório de Ensino PULSÕES E SEUS DESTINOS (1915) Flávia Lana Garcia de Oliveira (Doutoranda em Teoria Psicanalítica pela UFRJ Bolsa CAPES no Brasil e Bolsa doutorado sanduíche FAPERJ Université Paris-Diderot

Leia mais

ADOECIMENTO PSÍQUICO EM MULHERES PORTADORAS DO VÍRUS HIV: um desafio para a clínica contemporânea

ADOECIMENTO PSÍQUICO EM MULHERES PORTADORAS DO VÍRUS HIV: um desafio para a clínica contemporânea ADOECIMENTO PSÍQUICO EM MULHERES PORTADORAS DO VÍRUS HIV: um desafio para a clínica contemporânea Joana Finkelstein Veras * Milene Mabilde Petracco ** UNITERMOS: Vírus HIV - Adoecimento psíquico Melancolia

Leia mais

GESTAÇÃO E CÂNCER: CONVIVENDO COM OS PARADOXOS

GESTAÇÃO E CÂNCER: CONVIVENDO COM OS PARADOXOS GESTAÇÃO E CÂNCER: CONVIVENDO COM OS PARADOXOS INTRODUÇÃO Daniela Achette 1 Adriana Aparecida Fregonese 2 O adoecer traz vivências muito peculiares para a maioria das mulheres, sendo vasta a literatura

Leia mais

A CRIANÇA, O ADULTO E O INFANTIL NA PSICANÁLISE. Desde a inauguração da psicanálise, através dos estudos de seu criador Sigmund

A CRIANÇA, O ADULTO E O INFANTIL NA PSICANÁLISE. Desde a inauguração da psicanálise, através dos estudos de seu criador Sigmund A CRIANÇA, O ADULTO E O INFANTIL NA PSICANÁLISE Germano Quintanilha Costa Desde a inauguração da psicanálise, através dos estudos de seu criador Sigmund Freud, a infância se difundiu e se impôs à cultura

Leia mais

PRÁTICAS ADAPTATIVAS, POLÍTICAS PÚBLICAS E O LUGAR DA PSICANÁLISE NO TRATAMENTO DO AUTISMO

PRÁTICAS ADAPTATIVAS, POLÍTICAS PÚBLICAS E O LUGAR DA PSICANÁLISE NO TRATAMENTO DO AUTISMO PRÁTICAS ADAPTATIVAS, POLÍTICAS PÚBLICAS E O LUGAR DA PSICANÁLISE NO TRATAMENTO DO AUTISMO Ana Elizabeth Araujo Luna Roseane Freitas Nicolau O presente trabalho é fruto de uma experiência realizada no

Leia mais

A angústia: qual sua importância no processo analítico? 1

A angústia: qual sua importância no processo analítico? 1 A angústia: qual sua importância no processo analítico? 1 Anelise Scheuer Rabuske Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de,

Leia mais

"Crise ou tentativa de cura? - desafios para uma clínica do sujeito numa enfermaria psiquiátrica". 1

Crise ou tentativa de cura? - desafios para uma clínica do sujeito numa enfermaria psiquiátrica. 1 V Congresso de Psicopatologia Fundamental "Crise ou tentativa de cura? - desafios para uma clínica do sujeito numa enfermaria psiquiátrica". 1 Autora: Lorenna Figueiredo de Souza. Resumo: O trabalho apresenta

Leia mais

MECANISMOS DE DEFESA

MECANISMOS DE DEFESA 1 MECANISMOS DE DEFESA José Henrique Volpi O Ego protege a personalidade contra a ameaça ruim. Para isso, utilizase dos chamados mecanismos de defesa. Todos estes mecanismos podem ser encontrados em indivíduos

Leia mais

Ciclo de Palestras O Dia Delas

Ciclo de Palestras O Dia Delas Ciclo de Palestras O Dia Delas INTRODUÇÃO O câncer é uma das doenças que mais provocam temor na população. Esse diagnóstico freqüentemente é compreendido como vergonhoso, incapacitante e incurável. Os

Leia mais

PSICOPATOLOGIA DO TRABALHO E A PESTE EMOCIONAL

PSICOPATOLOGIA DO TRABALHO E A PESTE EMOCIONAL PSICOPATOLOGIA DO TRABALHO E A PESTE EMOCIONAL (2006) Francisco Tosta Graduado em Administração de Empresas pela PUC/PR, Brasil Acadêmico de Psicologia da Universidade Tuiuti do Paraná, Brasil A frequentar

Leia mais

QUEIMADOS E IMAGEM CORPORAL: ABORDAGEM DO TERAPEUTA OCUPACIONAL

QUEIMADOS E IMAGEM CORPORAL: ABORDAGEM DO TERAPEUTA OCUPACIONAL QUEIMADOS E IMAGEM CORPORAL: ABORDAGEM DO TERAPEUTA OCUPACIONAL INTRODUÇÃO Marcela Maria Medeiros De Melo Silvia Karla Bezerra De Lima Estima-se que em torno de 1 milhão de pessoas sejam acometidas por

Leia mais

FUNDAMENTOS PSICODINÂMICOS DA PRÁTICA EM PSICOLOGIA MÉDICA

FUNDAMENTOS PSICODINÂMICOS DA PRÁTICA EM PSICOLOGIA MÉDICA FUNDAMENTOS PSICODINÂMICOS DA PRÁTICA EM PSICOLOGIA MÉDICA Campo transferencial na relação médico/ paciente Dinâmica da equipe de saúde Intervenção psicoterápica do médico- prático Dinâmica da iatropatogenia

Leia mais

O SUPEREU NA DEMANDA DE AMOR INSACIÁVEL DAS MULHERES

O SUPEREU NA DEMANDA DE AMOR INSACIÁVEL DAS MULHERES O SUPEREU NA DEMANDA DE AMOR INSACIÁVEL DAS MULHERES Daniela de Oliveira Martins Mendes Daibert Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Psicanálise da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ);

Leia mais

Projeto Laborar Saúde do Trabalhador (1)

Projeto Laborar Saúde do Trabalhador (1) Projeto Laborar Saúde do Trabalhador (1) Introdução Após um percurso de mais de dez anos de pesquisa sobre trauma, violência, exclusão social, herança e transmissão da subjetividade o Grupo de trabalho

Leia mais

A RELAÇÃO HOMEM-TRABALHO DE PORTADORES DE HIV, DOENTES OU NÃO DE AIDS

A RELAÇÃO HOMEM-TRABALHO DE PORTADORES DE HIV, DOENTES OU NÃO DE AIDS A RELAÇÃO HOMEM-TRABALHO DE PORTADORES DE HIV, DOENTES OU NÃO DE AIDS Mariana Tironi de Camargo Mariana Gonçales Gerzeli Francisco Hashimoto Resumo: A presente pesquisa tem por objetivo compreender como

Leia mais

COMPULSÃO POR CIRURGIA PLÁSTICA: ASPECTOS

COMPULSÃO POR CIRURGIA PLÁSTICA: ASPECTOS COMPULSÃO POR CIRURGIA PLÁSTICA: ASPECTOS PSICOLÓGICOS COMPULSIVE PLASTIC SURGERY: PSYCHOLOGICAL ASPECTS ISSN: 1984-7688 Evaristo Magalhães 1 ; Ana Karine Nery Carneiro 2 1 Centro Universitário de Belo

Leia mais

A função da alteridade frente ao desamparo nos primórdios da vida psíquica

A função da alteridade frente ao desamparo nos primórdios da vida psíquica A função da alteridade frente ao desamparo nos primórdios da vida psíquica Natália De Toni Guimarães dos Santos O humano só advém a partir de outros humanos. O filho do homem é um ser absolutamente dependente

Leia mais

Questão Resposta Questão Resposta 1 21 2 22 3 23 4 24 5 25 6 26 7 27 8 28 9 29 10 30 11 31 12 32 13 33 14 34 15 35 16 36 17 37 18 38 19 39 20 40

Questão Resposta Questão Resposta 1 21 2 22 3 23 4 24 5 25 6 26 7 27 8 28 9 29 10 30 11 31 12 32 13 33 14 34 15 35 16 36 17 37 18 38 19 39 20 40 SIMULADO SOBRE PSICOPATOLOGIA PSICANALÍTICA Aluno A prova contém 40 questões de múltipla escolha. Utilize a folha de respostas abaixo para assinalar suas respostas. Ao final da prova, devolva apenas esta

Leia mais

I - Desenvolvimento Humano

I - Desenvolvimento Humano I - Desenvolvimento Humano 1.1. Conceito O desenvolvimento humano se estabelece através da interação do indivíduo com o ambiente físico e social. Se caracteriza pelo desenvolvimento mental e pelo crescimento

Leia mais

A BOCA CALA, O CORPO FALA: VIOLÊNCIA SEXUAL, SEGREDO E PSICANÁLISE.

A BOCA CALA, O CORPO FALA: VIOLÊNCIA SEXUAL, SEGREDO E PSICANÁLISE. A BOCA CALA, O CORPO FALA: VIOLÊNCIA SEXUAL, SEGREDO E PSICANÁLISE. Desde os primeiros passos de Freud em suas investigações sobre o obscuro a respeito do funcionamento da mente humana, a palavra era considerada

Leia mais