Soluções Uniprise. Dez boas razões para escolher a CommScope.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Soluções Uniprise. Dez boas razões para escolher a CommScope. www.commscope.com"

Transcrição

1 Soluções Uniprise Dez boas razões para escolher a CommScope

2 Gere conexões, não riscos apenas com a CommScope. Aqui na CommScope estamos orgulhosos da nossa rica história, que se remonta à desenvolvimento da infraestrutura da televisão a cabo, às primeiras redes wireless e ao networking nos primeiros data centers e edifícios inteligentes do mundo. A CommScope cresceu de tal maneira que hoje exerce um papel fundamental em quase todas as redes mais importantes do mundo, das de banda larga até as redes corporativas e para comunicações wireless. Em particular quando se tratam das nossas Soluções Uniprise, a expectativa dos nossos clientes é contar sempre com a simplicidade do design, aplicações flexíveis e com a garantia de ótima qualidade e valor: todas qualidades que destacam a CommScope. Nosso portfólio de soluções Uniprise, desenvolvido para cobrir todas as conexões e todos os componentes, oferece um desempenho superior por um preço sumamente conveniente, e coloca assim o poder da mais inovadora tecnologia de redes ao alcance de todas as empresas de todo o mundo. Quando as empresas necessitam se conectar, não precisam apenas de soluções; necessitam as Soluções Uniprise cabeamentos e dispositivos para todo tipo de aplicações de networking Categoria 6A, Categoria 6 e Categoria 5e, de fibra monomodo OS2 e multimodo OM3 e OM4. Graças ao respaldo da qualidade de fabricação e à inovação, dois aspectos pelos quais a CommScope é líder na indústria, por meio das Soluções Uniprise se pretende otimizar, facilitar e acelerar as conexões de redes corporativas certificado pela nossa garantia a 20 anos de todos os produtos. Veja como a sua empresa pode operar melhor se aliando à CommScope. A seguir lhe damos as 10 razões pelas quais você deveria escolher as Soluções Uniprise para a sua rede. 10 principais razões para escolher as Soluções Uniprise 1. Soluções de fibra ReadyPATCH Gabinete de 4U & Suporte para Montagem sobre a Parede de 8P (ambos são exibidos com módulos) A sua empresa depende de que os seus data centers estejam sempre disponíveis e operando, e que sejam seguros em todo momento, todos os dias; por isso, quando você necessita realizar ampliações, melhorias ou manutenção, precisa que isto seja feito rapidamente para assim causar a menor interrupção possível das suas operações comerciais. É aqui onde a Solução Uniprise ReadyPATCH pode marcar a diferença entre um ajuste rápido da infraestrutura, e um longo e caro dia de trabalho perdido. Realize a conexão mais rapidamente A solução ReadyPATCH combina hardware pré-terminado e testado em fábrica, e cabos troncais de backbone, com patch cords de distribuição (fanout) resistentes MPO/de fibra única, patch cords agrupados e patch cords de fibra padronizada. Seus técnicos podem conectar os componentes em uma fração do tempo que se necessita para instalar as soluções tradicionais terminadas em campo. Ao possibilitar a conexão de até 144 fibras de uma vez, o ReadyPATCH diminui muito os tempos de montagem e oferece um ótimo desempenho garantido de fábrica. Bloqueio hermético, para uma segurança maior É possível configurar a solução ReadyPATCH com terminais de conexão e adaptadores com bloqueio hermético de segurança, uma característica importante para as empresas que têm mais de uma rede operando. Esta vantagem de bloqueio hermético exclusivo, tanto para as conexões como para os adaptadores, oferece uma segurança mecânica muito maior, protegendo os seus data centers para evitar as conexões cruzadas acidentais ou intencionais. Um único tamanho, que se ajusta às suas necessidades Com o respaldo dos 40 anos de trajetória da CommScope como líder em tecnologias de fibra ótica, a solução ReadyPATCH é compatível tanto com a fibra monomodo como com a fibra multimodo em qualquer data center, o que a transforma em uma opção ideal para várias aplicações e para os data centers de todos os tamanhos. Oferece a melhor relação possível entre custo e benefício, sempre com a garantia de qualidade que fez da CommScope uma fonte confiável de recursos para virtualmente todas as redes do mundo. 2

3 2. Solução ReadyPATCH Cu A infraestrutura de data center Nível I e Nível II pode se beneficiar com a rápida instalação que a Solução Uniprise ReadyPATCH Cu oferece. Equipadas com sistemas modulares de conectividade U/ UTP, estas soluções apresentam um design por módulos que melhora a organização de cabos e otimiza a escalabilidade. As mesmas vêm pré-terminadas e testadas de fábrica, pelo qual você economizará em terminações, resolução de problemas e custos de revisão de conexões. Conectado e operando As Soluções ReadyPATCH Cu são sistemas de alta densidade que possibilitam instalações rápidas e sem complicações em data centers com alto tráfego. O respaldo da experiência em fabricações que caracteriza a CommScope e a sua garantia de 20 anos se unem para conseguir um menor tempo de inatividade e uma produtividade maior. SwitchPack 6x2 de12 terminais, para uso em maços de cabos conectores do switch 3. ULTRA 10 U/UTP e F/UTP Categoria 6A Um dos aspectos que faz da CommScope um aliado tão confiável para a sua empresa é que sabemos que qualquer que seja o objetivo que a sua rede deva atingir, também deve fazê-lo dentro de um determinado orçamento. É por isso que desenvolvemos duas soluções Categoria 6A que oferecem uma performance superior, ao mesmo tempo em que seu custo é sumamente acessível. Amplie a sua rede sem necessidade de adicionar mais recursos Ambas as versões (U/UTP e F/UTP) oferecem alta performance para as suas funções de rede mais críticas. Melhoram a largura de banda, a taxa de transferência e a eficiência da rede em geral, ao mesmo tempo em que cumprem com os mais modernos padrões da Ethernet de 10Gb/s. E ao eliminar as interferências provenientes dos pares externos, a CommScope garante uma excelente performance em caso de diafonia para aplicações de até 500 MHz. Estas soluções oferecem àquelas organizações que buscam desenvolver maior valor agregado um desempenho premium e uma margem de manobra maior (headroom), sem que isso signifique um aumento do preço. Cabo Ultra 10 U/UTP Conector de patch cord FTP-PC6A 3

4 4. Soluções Categoria 6 Os terminais UNJ600 Categoria 6 oferecem excelentes margens de diafonia e maior confiabilidade. Eles podem ser usados para instalações em linha reta ou em ângulo. Os patch panels UNP610 Categoria 6 estão disponíveis em versões de 12, 18, 24 e 48 portas. Foram desenvolvidos com terminações (offset) que reduzem a interferência. O Media 6 inclui o Isolator, um revolucionário separador de pares e um OD menor que os típicos produtos da Categoria 6. Instalando uma nova rede ou atualizando a sua rede existente, você precisa planejar a infraestrutura necessária para operar hoje e no futuro. Apoiando os nossos aliados para que possam cumprir com este objetivo, a CommScope oferece duas Soluções Uniprise Categoria 6 completamente testadas que demonstraram superar os requisitos de performance padrão. O poder para crescer A sua rede Categoria 6 necessita margem de manobra (headroom) para crescer à medida que a tecnologia avança e existe maior potência disponível. É por isso que a CommScope oferece duas soluções Categoria 6 que foram certificadas por fornecedores externos quanto à sua performance, e foram desenvolvidas para se integrar com as tecnologias futuras: As capas frontais Uniprise vêm em um formato de placa extraível simples ou dupla, em cinco cores, em aço inoxidável e com opções de etiquetagem de diferentes cores e múltiplas configurações de terminais, incluindo as opções de 1, 2, 3, 4, 6 e 8 portas, o que acrescenta maior versatilidade. 5. Soluções Categoria 5e A performance é tão importante como a interoperatividade. A CommScope oferece duas Soluções Uniprise Categoria 5e, ambas com o respaldo de certificação de fornecedores externos. Disponível com uma ampla variedade de dispositivos de alta performance, nossas Soluções Categoria 5e são uma opção inteligente para certas aplicações corporativas, tal como Gigabit Ethernet, vídeo por banda larga, ATM de 155Mb/s, TP-PMD/CDDI de 100MB/s e VOIP, entre outras. Alta performance com uma ampla margem de espaço disponível Ambas as soluções Uniprise Categoria 5e oferecem qualidade e um design de ponta: Soluções Uniprise Ultra II U/UTP: performance de canal garantido que supera as atuais especificações da Categoria 5e com uma margem de altura mínima (headroom) de 5.5 db para PSNEXT, 5.5 db para PSELFEXT e uma melhoria de 8% na perda de inserção. Os patch cords UnipRise Categoria 6 oferecem uma melhor performance elétrica. Oferecem a função anti-snag integrada, com alívio de tensão slim-line, para aplicações de alta densidade. As capas frontais Uniprise vêm em um formato de placa extraível simples ou dupla, em cinco cores e em aço inoxidável. As configurações disponíveis incluem opções de 1, 2, 3, 4, 6 e 8 portas. Solução Uniprise UltraMedia U/UTP: garante uma performance do canal que supera as especificações da Categoria 6, incluindo a margem de altura mínima (headroom) de 4 db para PSNEXT, de 7 db para PSELFEXT, e uma melhoria da Perda de Inserção de 5%. Soluções Uniprise Media 6 U/UTP & F/UTP: performance de canal garantido que supera as atuais especificações da Categoria 6. As Soluções Media 6 F/UTP oferecem maior segurança e a opção de uma solução Categoria 6 com revestimento metálico para aplicações em ambientes de alta interferência, como plantas industriais sumamente automatizadas. O Ultra II é nosso cabo Melhorado U/UTP 350 MHz Categoria 5e que fornece margem de altura mínima (headroom) garantida acima das especificações da Categoria 5e. Os patch panels UNP510 Categoria 5e estão disponíveis em versões de 12, 24 e 48 portas. Nossa placa traseira fácil de montar, disposta para a organização de cabos, junto com as porta-etiquetas integradas e uma ampla variedade de ícones de cores diferentes simplificam os processos de terminação e identificação. Soluções Uniprise DataPipe U/UTP e F/UTP: performance de canal garantida que supera as atuais especificações da Categoria 5e com uma margem de altura mínima (headroom) de 2 db para PSNEXT, 2 db para PSELFEXT e uma melhoria de 2% na perda de inserção. As Soluções DataPipe F/UTP oferecem a opção de uma solução Categoria 6 com revestimento metálico para aplicações em ambientes de alta interferência, como plantas industriais sumamente automatizadas, assim como maior segurança. Os terminais UNJ500 Categoria 5e oferecem ótima performance com excelente transmissão de sinal. Podem ser usados para instalações em linha reta ou em ângulo. Os patch cords Uniprise Categoria 5e oferecem alta performance com baixa variabilidade. Oferecem a função anti-snag integrada, com alívio de tensão slim-line, para aplicações de alta densidade. O DataPipe é um cabo Categoria 5e de 200 MHz que apresenta Isolite, o FEP CommScope com revestimento de espuma da CommScope que oferece melhor performance, mais flexibilidade, menor tamanho e uma instalação mais fácil. 4

5 6. Soluções de Fibra Multimodo LazrSPEED Os conectores LC de formato reduzido são acoplados e desacoplados facilmente, oferecendo um excelente desempenho mecânico e ótico. Os conectores SC push-pull (inserção/extração) são muito resistentes, facilmente adaptáveis, e reduzem os tempos de armação e capacitação. A implementação da sua rede LAN corporativa pode ser de 10Mb/s ou de 10Gb/s; no entanto, qualquer seja a sua opção, você necessita fazê-la funcionar mediante uma solução de fibra multimodo que se ajuste perfeitamente aos exigentes padrões industriais ou os supere. A CommScope chega longe Na CommScope garantimos que nossas soluções de fibra ofereçam uma melhor performance ao longo de maiores distâncias, sobre a base da perda combinada entre conectores e emendas, ao invés do método menos preciso que consiste em usar longitudes padronizadas na indústria. Esta característica inaugura um novo mundo de oportunidades em matéria de flexibilidade de design, assim como a opção de escolher entre conectores ST, SC ou LC para facilitar que a sua rede consiga a melhor performance possível. A performance é medida pelas perdas Aqui é onde os números são contundentes. A nossa Solução LazrSPEED garante a transmissão usando tecnologia de 10G, 850nm e VCSEL em distâncias de até 150, 300 e 550 metros, respectivamente. Isto pode ser determinado a partir de vários fatores e suposições: As distâncias asseguradas supõem uma perda máxima combinada entre conector e emenda de 1.5 db, e uma atenuação de cabos de 3.5 db/km (para 62,5 microns) ou de 3.0 db/km (para 50 microns). Todas as distâncias de transmissão incluem o comprimento do patch cord. As distâncias mais curtas podem compensar a perda adicional do conector e/ou emenda; da mesma maneira, a redução da perda permite atingir maiores distâncias. Os conectores ST twist-lock (fechamento por torção) mantêm o contato ótico sob carga e ajudam a prevenir desconexões por acidente. Oferecemos uma extensa linha de patch cords que conservam o contato ótico sob carga, reduzem a manutenção e asseguram uma performance ótica constante. Os cabos loose tube trançados estão disponíveis em todas as versões dielétricas e blindadas, com no máximo 288 fibras. Também disponíveis em versões Indoor/ Outdoor (para interiores e exteriores). São oferecidos cabos central tube em versão dielétrica e blindada, com no máximo 96 fibras, agrupados em packs de 12-fibras codificadas por cores. Também disponíveis em versões Indoor/ Outdoor (para interiores e exteriores). 7. Soluções de Fibra Monomodo TeraSPEED A sua rede pode aproveitar as vantagens da vasta tecnologia de fibra ótica se você optar pelas soluções de fibra ótica monomodo da CommScope. À medida que as demandas por maior largura de banda crescem, o valor desta vantagem se torna cada vez mais claro. Proativo e inovador e, ao mesmo tempo, compatível com o tradicional A Solução Uniprise TeraSPEED oferece uma excepcional combinação de flexibilidade, performance e acessibilidade quanto a custos para a implementação de redes convergentes. Com a multiplexação por divisão de comprimentos de onda (CWDM) de 18 canais e ao permitir a transmissão em comprimentos de onda de 1265nm a 1625nm, as soluções TeraSPEED oferecem o benefício de ser 30% mais utilizáveis. Resumindo, foram desenvolvidas para crescer junto com a sua capacidade, ao mesmo tempo em que continuam sendo plenamente compatíveis com as redes monomodo existentes. O cabo blindado de acoplamento FiberGuard está disponível com blindagem de acoplamento de alumínio e com revestimento geral. Os cabos para instalações foram desenvolvidos para oferecer uma excelente performance ótica/mecânica e grau de inflamabilidade baixo, com um diâmetro 30% menor e 50% mais leve do que os produtos comparáveis. Oferecemos vários gabinetes para organização de cabos de fibra, incluindo emendas, organização de patch cords, e gabinetes de terminação e combinação. Também oferecemos gabinetes com adaptadores/acopladores pré-instalados. 5

6 8. Cabeamento coaxial Quando se trata de máxima versatilidade, durabilidade e resistência às interferências eletromagnéticas, é difícil superar o cabo coaxial. A CommScope oferece opções de cabeamento coaxial perfeitamente adequadas para as aplicações corporativas, das tradicionais redes de escritório aos uplinks de satélite; e ninguém desenvolve cabos coaxiais como a CommScope. Compre do melhor, trabalhe com os melhores A ampla e testada experiência da CommScope em matéria de redes de banda larga, corporativas e para comunicações wireless nos permite contar com os conhecimentos especializados para determinar qual cabo é o melhor para uma aplicação particular. É por isso que mundialmente estamos em primeiro lugar como fornecedores de cabos que suportam uma grande largura de banda, já que fabricamos quase 1 milhão de pés (304,8 km) de cabeamento por dia para satisfazer as demandas de um planeta ansioso por dados. Projetamos cada polegada para atingir a máxima performance O cabo coaxial da CommScope é fabricado conforme estritas normas de qualidade e engenharia, e se ajusta perfeitamente ou supera os padrões de segurança estipulados no National Electrical Code (NEC) e no Canadian Electrical Code (CEC). Para a fabricação de cabos usamos materiais premium, incluindo as nossas inovações exclusivas tais como o revestimento CommFlex, que melhora a performance e permite a manipulação sem colocar a segurança em risco. Por isso os clientes escolhem a CommScope como seu aliado, facilitador e fonte confiável de recursos, para ajudá-los no planejamento e na implementação das suas redes em todo o mundo. 9. Racks, Gabinetes e Organização de Cabos À medida que as suas redes e os seus data centers crescem, você necessita constantemente encontrar novas formas mais efetivas para manejar as suas infraestruturas de rede. Você pode confiar em que as redes e os gabinetes para servidores que a CommScope desenvolve vão ajudá-lo a simplificar as suas instalações, a melhorar a administração da rede e a proteger os componentes da sua infraestrutura de rede. Os gabinetes e acessórios da CommScope estão disponíveis em todo o mundo, e são compatíveis com as soluções de fibra ótica e cobre SYSTIMAX e Uniprise, assim como com os servidores e switches líderes da indústria. Embora exista a necessidade de organizar, distribuir e controlar o cabeamento estruturado, nem todos os racks e dispositivos organizadores de cabos são projetados e desenvolvidos da mesma maneira. A CommScope conhece o impacto negativo potencial que pode se produzir sobre a performance da rede e a produtividade da empresa quando a instalação e a acessibilidade significam um desafio. A CommScope desenvolve seus racks e dispositivos organizadores de cabos com o mesmo nível de detalhe e de importância com que cria as suas soluções de infraestrutura, o que assegura que os seus clientes tenham o melhor produto para proteger e administrar melhor o seu investimento. A CommScope fornece uma linha completa de racks, organizadores de cabeamento horizontal e vertical, condutos para cabos e acessórios para racks. Otimize a performance e proteja o seu investimento geral em TI com as redes e gabinetes para servidores da CommScope: Construção de estruturas sólidas, mas sumamente leves. São entregues completamente montadas. Suficiente espaço para a organização de cabeamento para cabos de 10 Gbps. Largura para montagem sobre o rack de 19. Múltiplos pontos de inserção de cabos no painel superior. Canais de montagem verticais frontais e traseiros totalmente ajustáveis, com marcas de Unidade de Rack. Carga calculada de até no máximo 3200 lbs (1451,5 kg) Disponível com porta frontal perfurada, e com portas laterais divididas e perfuradas. Ótima ventilação para conseguir melhores condições operacionais. Administre mais facilmente os componentes da sua infraestrutura de rede com os acessórios para gabinetes: Cabinet Cable Management and Routing (Organização e Roteamento de Cabos no Gabinete) Cabinet Thermal Management (Administração Térmica do Gabinete) Cabinet Power (PDU) Management (Administração de Energia PDU no Gabinete) Cabinet Shelves and Equipment Support (Estantes para Gabinetes e Suporte de Equipamentos) 6

7 10. Serviços de capacitação A CommScope Infrastructure Academy dá cursos regulares, oferece certificações reconhecidas a nível mundial e serviços de capacitação para as suas soluções de infraestrutura Uniprise. Ao investirmos todos os nossos recursos, nossa experiência e a experiência dos nossos clientes, aliados e da nossa equipe para oferecer os melhores serviços de capacitação, estamos ajudando as organizações a conseguir que o desenvolvimento e a instalação das suas infraestruturas sejam da mais alta qualidade, possibilitando assim que os nossos produtos Uniprise se transformem em parte de uma solução integral de ponta a ponta. Nossa ampla oferta de cursos de capacitação habilita os nossos funcionários e os funcionários dos nossos clientes a tomar decisões mais bem informadas e mais corretas sobre os serviços e as soluções de infraestrutura, com programas de certificação que abrangem cabeamento de cobre (UTP, FTP, Categoria 6A, Categoria 6 e Categoria 5e), e fibra ótica (Monomodo, Multimodo, OM3, OM4 e OS2) e tecnologias coaxiais e wireless, gestão de projetos e outras capacidades muito úteis. Dez soluções que se unem em uma resposta simples: A CommScope é a melhor opção para satisfazer todas as suas necessidades de infraestrutura. A CommScope oferece soluções que abrangem todo o amplo espectro das comunicações, de banda larga a redes corporativas e wireless. Nossa experiência comprovada ultrapassa as barreiras tecnológicas ao longo dos diferentes segmentos de mercado, o que nos oferece uma perspectiva exclusiva da nossa indústria e sobre as tendências do futuro. É por isso que os clientes em todo o mundo escolhem a CommScope como seu aliado de confiança para o planejamento e a implementação das suas infraestruturas de rede mais importantes. Para conhecer mais sobre a CommScope, por favor, visite hoje o nosso site: 7

8 Sobre a CommScope A CommScope () exerceu um papel fundamental em quase todas as redes de comunicações mais importantes do mundo. Criamos a infraestrutura que conecta o mundo e que evolui com cada avanço tecnológico. Nosso portfólio de soluções de ponta a ponta inclui tudo o que nossos clientes necessitam para construir redes tradicionais e wireless de alta performance. Embora a tecnologia mude constantemente, nossa meta continua sendo a mesma: ajudar os nossos clientes a criar, inovar, projetar e desenvolver mais rápido e melhor. Nunca deixaremos de conectar e fazer evoluir as redes que permitem operar os negócios que são desenvolvidos em casa, no trabalho e em movimento. At Home: É um mundo de banda larga. As operadoras de rede enfrentam uma demanda cada vez maior de voz digital, dados em alta velocidade e vídeo de alta definição, assim como os desafios lançados pelas novas tecnologias como a fibra ótica em casa e a TV em 3D. A CommScope fornece inovadoras soluções de infraestrutura ótica e de RF que ajudam as operadoras a planejar, implementar e manter serviços para clientes comerciais e residenciais. At Work: É um mundo inteligente. As redes de alta velocidade, cloud computing, a consolidação do data center e a cobertura wireless dentro dos edifícios estão transformando a maneira na qual as empresas e as entidades públicas operam. As soluções da CommScope habilitam aplicações de comunicações nas salas de reuniões, na sala de operações e na sala de aula em trens, aeroportos e estádios e em qualquer lugar onde as pessoas se reúnam para trabalhar ou se divertir. On the Go: É um mundo wireless. As pessoas desejam se conectar com qualquer lugar, em todo momento, em todo lugar todo tempo incluindo as que moram em países que estão desfrutando das comunicações wireless pela primeira vez. As soluções da CommScope abrangem o panorama completo da RF, ajudando as operadoras de redes wireless a administrar a crescente complexidade das redes de telefonia celular e otimizar o planejamento da capacidade, cobertura e performance da sua rede. Visite o nosso site ou fale com o seu representante local da CommScope para obter mais informação CommScope, Inc. Todos os direitos reservados. Todas as marcas comerciais identificadas com ou TM são marcas comerciais registradas ou marcas comerciais, respectivamente, da CommScope Inc. O presente documento será utilizado apenas para efeito de planejamento e não é seu propósito modificar nem complementar nenhuma especificação ou garantia relativas aos produtos ou serviços da CommScope. 07/11

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada.

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. SYSTIMAX Solutions imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. 1 Toda rede deve ser administrada. A questão é COMO? A visão: Conseguir o sucesso comercial a partir de uma melhor administração de

Leia mais

Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica

Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica Soluções para Data Centers Os data centers multi-tenant estão transformando as

Leia mais

Nós queremos o seu. Os melhores preços estão aqui. SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise

Nós queremos o seu. Os melhores preços estão aqui. SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise Nós queremos o seu projeto! Consulte-nos! Os melhores preços estão aqui. imvision InstaPATCH 360 Redwood SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise ImVision. Gestão de Infraestrutura. Simplificada O imvision corresponde

Leia mais

Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras. no trabalho

Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras. no trabalho Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras no trabalho Desafios da Infraestrutura de Rede para o setor Financeiro As instituições financeiras são ambientes mais exigentes do normal

Leia mais

Soluções de Infraestrutura de Redes para a Educação

Soluções de Infraestrutura de Redes para a Educação Soluções de Infraestrutura de Redes para a Educação Desafios da Infraestrutura de Redes para a Educação Os educadores de hoje têm uma visão sobre para onde querem levar as suas instituições. Ela consiste

Leia mais

www.commscope.com CommScope Soluções de fibra

www.commscope.com CommScope Soluções de fibra CommScope Soluções de fibra A confiabilidade da rede: fundamental para o sucesso do negócio O Gigabit Ethernet já encontrou o seu lugar nos desktops dos funcionários. Os departamentos de TI inteligentes

Leia mais

Living Infrastructure

Living Infrastructure Living Infrastructure Guia de projeto para Data Centers www.commscope.com Índice Introdução 1 Descrição geral do Data Center 2 Seleção do projeto de módulo 3 Considerações para o Data Center típico 4 Solução

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA NORMAS AMERICANAS EIA/TIA EIA/TIA 568-B: Commercial Building Telecomunications Cabling Standard Essa norma de 2001 é a revisão da norma EIA/TIA 568-A de

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede.

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Conceito Importância É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Qualquer meio físico capaz de transportar

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

Aula 2 Cabeamento Metálico

Aula 2 Cabeamento Metálico Aula 2 Cabeamento Metálico Prof. José Mauricio S. Pinheiro - 2010 1 Cada meio de transmissão possui características próprias que o tornam adequado para tipos específicos de serviço. Os cabos metálicos

Leia mais

Aula 4b Elementos da Infraestrutura

Aula 4b Elementos da Infraestrutura Aula 4b Elementos da Infraestrutura Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Elementos de Infra-estrutura São utilizados em projetos de sistemas de cabeamento para estabelecer o tráfego de voz, dados e imagens,

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

22/02/2014. Cabeamento estruturado garante: Organização; Flexibilidade; Desempenho; Escalabilidade; Simplificação do uso; Simplificação da manutenção.

22/02/2014. Cabeamento estruturado garante: Organização; Flexibilidade; Desempenho; Escalabilidade; Simplificação do uso; Simplificação da manutenção. Consiste de um conjunto de produtos de conectividade, empregados de acordo com regras específicas de engenharia; Tais produtos garantem conectividade máxima para os dispositivos existentes e preparam a

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Infraestrutura de Redes Locais. Edmilson Carneiro Moreira

Infraestrutura de Redes Locais. Edmilson Carneiro Moreira Infraestrutura de Redes Locais Edmilson Carneiro Moreira Sumário Introdução Histórico Cabeamento Estruturado Conceitos Categorias e Classes de desempenho ANSI/TIA-568-C Referências [1] Paulo Sérgio Cabeamento

Leia mais

Migração para um data center de 40 Gbps com a tecnologia QSFP BiDi da Cisco

Migração para um data center de 40 Gbps com a tecnologia QSFP BiDi da Cisco White Paper Migração para um data center de 40 Gbps com a tecnologia QSFP BiDi da Cisco Resumo Como resultado da consolidação do data center, da virtualização do servidor e de novos aplicativos que exigem

Leia mais

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 4. CABEAMENTO ESTRUTURADO- PARTE II Cada nível do subsistema estudado no capítulo anterior foi regulamentado por normas que visam padronizar

Leia mais

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Abra as portas para o futuro. Com o Controlador de porta em rede AXIS A1001, estamos introduzindo

Leia mais

Mídias Físicas Utilizadas Cabo Coaxial e Par Trançado. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Mídias Físicas Utilizadas Cabo Coaxial e Par Trançado. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Mídias Físicas Utilizadas Cabo Coaxial e Par Trançado Prof. Alexandre Beletti Ferreira Cabo Coaxial COMPOSTO POR: Fio de cobre rígido que forma o núcleo Envolto por um material isolante, O isolante, por

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Norma 568

Cabeamento Estruturado. Norma 568 Cabeamento Estruturado Norma 568 1 Resumo Evolução da Norma; Onde e como utilizar a norma; Conhecer como a norma ANSI/EIA/TIA 568B está dividida em subsistemas; D e s c r e v e r a s c a r a c t e r í

Leia mais

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Fundamentos em Sistemas de Computação Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Camada Física Primeira cada do modelo OSI (Camada 1) Função? Processar fluxo de dados da camada 2 (frames) em sinais

Leia mais

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão Tecnologia em Jogos Digitais Mídias (meios) de transmissão DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES Mídias físicas: composta pelo cabeamento e outros elementos componentes utilizados na montagem

Leia mais

Meios Físicos de Transmissão

Meios Físicos de Transmissão Meios Físicos de Transmissão O meios de transmissão diferem com relação à banda passante, potencial para conexão ponto a ponto ou multiponto, limitação geográfica devido à atenuação característica do meio,

Leia mais

Certificação de redes ópticas de 10GbE

Certificação de redes ópticas de 10GbE CABEAMENTO ESTRUTURADO Certificação de redes ópticas de 10GbE 70 RTI DEZ 2008 JDSU (Brasil) As redes ópticas baseadas em 10GbE exigem um bom processo de certificação. O artigo a seguir detalha os principais

Leia mais

Camada Física Camada Física Camada Física Função: A camada Física OSI fornece os requisitos para transportar pelo meio físico de rede os bits que formam o quadro da camada de Enlace de Dados. O objetivo

Leia mais

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO:

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: CABEAMENTO DE REDE QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: MEIO FÍSICO: CABOS COAXIAIS, FIBRA ÓPTICA, PAR TRANÇADO MEIO NÃO-FÍSICO:

Leia mais

Nome : Empresa : Cargo : Endereço : Telefone : FAX: E-mail : Site :

Nome : Empresa : Cargo : Endereço : Telefone : FAX: E-mail : Site : Nome : Empresa : Cargo : Endereço : Cidade: CEP: Telefone : FAX: E-mail : Site : Assinatura Local e Data IMPORTANTE: Preencher os dados completos e em letra legível pois, em caso de aprovação, as informações

Leia mais

Comunicação de Dados. Aula 9 Meios de Transmissão

Comunicação de Dados. Aula 9 Meios de Transmissão Comunicação de Dados Aula 9 Meios de Transmissão Sumário Meios de Transmissão Transmissão guiada Cabo par trançado Coaxial Fibra ótica Transmissão sem fio Ondas de rádio Micro ondas Infravermelho Exercícios

Leia mais

Saúde. Infraestrutura de redes da área da Saúde: Soluções para hoje e para o futuro. Para saber mais, visite o site: www.commscope.

Saúde. Infraestrutura de redes da área da Saúde: Soluções para hoje e para o futuro. Para saber mais, visite o site: www.commscope. Saúde Infraestrutura de redes da área da Saúde: Soluções para hoje e para o futuro Para saber mais, visite o site: www.commscope.com Redes de comunicações: O que está em jogo na sua instituição de saúde?

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Introdução ao cabeamento

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento O cabeamento horizontal Compreende os segmentos de cabos que são lançados horizontalmente entre as áreas de trabalho e as salas de telecomunicações

Leia mais

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Projetados para inteligência, segurança e confiabilidade Centros de controle de motores e distribuição de cargas de alto desempenho que atendem

Leia mais

Data Center Novas Tendências. Florianópolis 10 de outubro de 2013

Data Center Novas Tendências. Florianópolis 10 de outubro de 2013 Data Center Novas Tendências Florianópolis 10 de outubro de 2013 Está tudo crescendo tão rápido que tenho dúvidas se a infraestrutura de cabeamento do meu DC é capaz de suportar as novas velocidades de

Leia mais

História da Fibra Óptica

História da Fibra Óptica História da Fibra Óptica Em 1870, o físico inglês Jonh Tyndall, demonstrou o princípio de guiamento da luz através de uma experiência muito simples, utilizando um recipiente furado com água, um balde e

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 PROCESSO Nº 04300.003546/2014-01

Leia mais

INOVAÇÕES. Rede de estádio. ION (Rede Óptica Inteligente) Sistemas digitais de antenas distribuídas FlexWave

INOVAÇÕES. Rede de estádio. ION (Rede Óptica Inteligente) Sistemas digitais de antenas distribuídas FlexWave INOVAÇÕES Rede de estádio 1 Sistemas digitais de antenas distribuídas FlexWave Uma plataforma de antenas distribuídas (DAS), digital, multibanda, multioperador, agnóstica em termos tecnológicos. Possui

Leia mais

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO Sistema de rádio bidirecional digital profissional A solução de comunicação em rádios bidirecionais de próxima geração está aqui, com melhor desempenho, produtividade e preço e mais oportunidades para

Leia mais

NORMA ANSI/EIA/TIA 568 - B. Projeto Físico de Rede

NORMA ANSI/EIA/TIA 568 - B. Projeto Físico de Rede NORMA ANSI/EIA/TIA 568 - B O PADRÃO BASEIA-SE NOS SEIS PRINCIPAIS COMPONENTES DE UM SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO, QUE SÃO: 1 FACILIDADE DE ENTRADA (Entrance Facility) : É COMPOSTA POR HARDWARE DE

Leia mais

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Na comunicação de dados são usados muitos tipos diferentes de meios de transmissão. A escolha correta dos meios de transmissão no projeto

Leia mais

Nossa história. Ron Souders, Diretor Técnico da Micro-Coax. Dupont e KEVLAR são marcas registradas da E. I. du Pont de Nemours and Company.

Nossa história. Ron Souders, Diretor Técnico da Micro-Coax. Dupont e KEVLAR são marcas registradas da E. I. du Pont de Nemours and Company. Nossa história Na metade da década de 90, a Micro-Coax estava lutando para penetrar no mercado espacial com nossos conjuntos de cabos coaxiais flexíveis de micro-ondas. Não conseguimos nos diferenciar

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta DIMETRA IP Compact uma solução TETRA completa e compacta MOTOROLA - SEU PARCEIRO DE TECNOLOGIA CONFIÁVEL E ATUANTE Uma herança que dá orgulho As soluções TETRA da Motorola alavancam mais de 75 anos de

Leia mais

Potencial de largura de banda de fibras multimodo

Potencial de largura de banda de fibras multimodo REDES ÓPTICAS Potencial de largura de banda de fibras multimodo 124 RTI SET 2007 O minembc é um processo de medição de largura de banda de fibras ópticas otimizadas a laser, que, segundo o autor, é o modo

Leia mais

TESTE DO SISTEMA OBJETIVO DA SEÇÃO

TESTE DO SISTEMA OBJETIVO DA SEÇÃO OBJETIVO DA SEÇÃO I. Lembrar-se dos requisitos de equipamentos de testes para cabos de pares trançados balanceados e fibras ópticas e seu uso adequado. II. Lembrar-se dos requisitos de testes de enlace

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Cabeamento Óptico (Norma ANSI/TIA-568-C.3) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Meio de Transmissão Meio de transmissão é o caminho físico (enlace) que liga

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 6 Cabeamento Residencial

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 6 Cabeamento Residencial APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 6 Cabeamento Residencial Cabeamento residencial Sistema que integra os serviços de telecomunicações em uma residência: Rede local de computadores, acesso à internet, controle

Leia mais

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS Conectividade 6A Linha de Bandejas Ópticas HDX Linha de Racks ITMAX Linha de Racks Fechados Acessórios de Organização Produtos de alta densidade FTP UTP Descarregado Azul/Branco/Bege

Leia mais

Cabeamento Estruturado para Data Centers: Conceitos, Técnicas e Tendências

Cabeamento Estruturado para Data Centers: Conceitos, Técnicas e Tendências Cabeamento Estruturado para Data Centers: Conceitos, Técnicas e Tendências Dr. Paulo Sérgio Marin, EE/BSc, MSc. Engenheiro Eletricista Infraestrutura de TI, Telecom & Missão Crítica São Paulo, 20 de agosto

Leia mais

Tipos de Cabeamento de Rede. Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br

Tipos de Cabeamento de Rede. Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br Tipos de Cabeamento de Rede Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br Tipos de Cabeamento Cabo Coaxial; Cabo Par Trançado; Cabo de Fibra Óptica. Cabo Coaxial Um dos primeiros cabos utilizados em

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 10 Testes e certificação

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 10 Testes e certificação APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 10 Testes e certificação Configuração de teste de campo para cabos de par trançado de 100 ohms Teste de Canal: Inclui os 90m do cabeamento horizontal, o patch cord do equipamento

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores 04. Meios Físicos de Transmissão Prof. Ronaldo Introdução n

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com 2/16 Nível Físico Tem a função de transmitir uma seqüência de bits através de um canal e comunicação. Este nível trabalha basicamente

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 6

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 6 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 6 Índice 1. MEIOS FÍSICOS DE TRANSMISSÃO (PAR TRANÇADO)...3 1.1 Cabo coaxial... 3 2 1. MEIOS FÍSICOS DE TRANSMISSÃO (PAR TRANÇADO) Em um projeto de redes,

Leia mais

Local Multipoint Distribuition Service (LMDS)

Local Multipoint Distribuition Service (LMDS) Local Multipoint Distribuition Service (LMDS) Este tutorial apresenta a tecnologia LMDS (Local Multipoint Distribuition Service), acesso em banda larga para última milha por meio de rádios microondas.

Leia mais

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS 1- Aplicação: Este produto aplica-se a sistemas de cabeamento estruturado, para tráfego de voz, dados e imagens, do tipo 10BASE-T, 100BASE-Tx, 155M ATM, 4/16MB

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado Infra-estrutura de cabeamento metálico ou óptico, capaz de atender a diversas aplicações proporcionando flexibilidade de layout, facilidade de gerenciamento, administração e manutenção

Leia mais

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1.

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. (CODATA 2013) Em relação à classificação da forma de utilização

Leia mais

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações Laboratório de Redes. Cabeamento Estruturado Pedroso 4 de março de 2009 1 Introdução EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações de edifícios

Leia mais

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS CABLING CABOS 04 CONECTORES 05 PATCH PANEL 19 06 ACESSÓRIOS 07 02 CABLING CABLAGENS DE COBRE O EIA/TIA 568, de 1991, foi o primeiro padrão americano para os sistemas de cableamento estruturado. Em 1995,

Leia mais

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 LAN Design LAN Switching and Wireless Capítulo 1 Version 4.0 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 Objetivos do Módulo Compreender os benefícios e do uso de uma organização hierárquica

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Administração Euber

Leia mais

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC FIBRAS ÓPTICAS E ACESSÓRIOS LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA B5NX-CNC PRODUTOS INJETADOS Catálogo de MARCAS DISTRIBUÍDAS Produtos R A Division of Cisco Systems, Inc. RACKS E ACESSÓRIOS Linha

Leia mais

: O Novo Padrão em Banda Larga Sem Fio

: O Novo Padrão em Banda Larga Sem Fio : O Novo Padrão em Banda Larga Sem Fio As soluções de banda larga sem fio epmp da Cambium Networks são as primeiras a trazer confiabilidade comprovada em campo, sincronização por GPS, escabilidade e desempenho

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo.

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Desafios da vigilância por vídeo hoje O mercado de vigilância por vídeo está crescendo, impulsionado por preocupações de segurança

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com COMUTAÇÃO CIRCUITOS PACOTES É necessário estabelecer um caminho dedicado entre a origem e o

Leia mais

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a...

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... INNOVA Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... Maximizar o rendimento e a produtividade Estar em conformidade com os padrões de qualidade e garantir a segurança dos alimentos Obter

Leia mais

Noções de Cabeamento Estruturado Metálico

Noções de Cabeamento Estruturado Metálico Noções de Cabeamento Estruturado Metálico Roteiro Parâmetros elétricos Cuidados com cabos metálicos Normas 568 / 606 Elementos do cabeamento estruturado Cabeamento Embora pareça uma questão simples, um

Leia mais

Automação residencial: visão geral e aplicações

Automação residencial: visão geral e aplicações Automação residencial: visão geral e aplicações Paulo Sérgio Marin, Dr. Engº. paulo_marin@paulomarinconsultoria.eng.br Resumo- A automação residencial é um segmento relativamente novo na indústria de infraestrutura

Leia mais

Maio. Soluções para Centro de Dados Rexel Solutions

Maio. Soluções para Centro de Dados Rexel Solutions Maio Rexel Solutions 2 Indíce 1_Centro de Dados 2_Conceitos 3_Soluções para CD 4_Segurança dos CD 5_A nossa Missão 6_Proximidade com o Cliente 7_Marcas 8_ExpoRexel - Fabricantes 1_Centro de Dados 3 O coração

Leia mais

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir ADAPTER CABLE M8v CATEGORIA 5 ENHANCED Sistemas de Cabeamento Estruturado para tráfego de voz, dados e imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, incluindo o adendo 5 (Categoria 5e), para

Leia mais

Família CJ2. Novos CLPs com alta qualidade comprovada. Controladores Programáveis

Família CJ2. Novos CLPs com alta qualidade comprovada. Controladores Programáveis Controladores Programáveis Família CJ2 Novos CLPs com alta qualidade comprovada. >> Flexibilidade em comunicação >> Desenvolvimento mais rápido de máquinas >> Inovação através da evolução Inovação sem

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 Política de Qualidade Atender as expectativas dos nossos clientes e requisitos regulamentares com a participação de todos os funcionários, buscando a melhoria contínua em

Leia mais

A escolha desses itens é importante pois interfere no custo das interfaces de rede. Cabo coaxial Par trançado Fibra ótica

A escolha desses itens é importante pois interfere no custo das interfaces de rede. Cabo coaxial Par trançado Fibra ótica Meios físicos de transmissão Objetivos: 1 - Definir os termos referentes a cabeamento. 2 - Identificar os principais tipos de cabos de rede. 3 - Determinar o tipo de cabeamento apropriado para cada tipo

Leia mais

Na Classe A Temos um numero menor de redes e um numero maior de hosts

Na Classe A Temos um numero menor de redes e um numero maior de hosts Na Classe A Temos um numero menor de redes e um numero maior de hosts Multicast: Ex; Precisamos enviar mensagem para grupo de computadores. Atualizar antivirus Para 70 maquinas, criamos um grupo multicast

Leia mais

Introdução aos sistemas de cabeamento estruturado

Introdução aos sistemas de cabeamento estruturado Introdução aos sistemas de cabeamento estruturado Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Histórico No início da década de 80 os sistemas Mainframe dominavam o mercado. Surgem os conceitos de "Networking"

Leia mais

UFSM-CTISM. Comunicação de Dados Meios de Transmissão Aula-03

UFSM-CTISM. Comunicação de Dados Meios de Transmissão Aula-03 UFSM-CTISM Comunicação de Dados Meios de Transmissão Aula-03 Professor: Andrei Piccinini Legg Santa Maria, 2012 Par trançado Cabo coaxial Fibra óptica Meios Não-guiados Transmissão por rádio Microondas

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EZEQUIEL F. LIMA ATERRAMENTO E BLINDAGEM

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EZEQUIEL F. LIMA ATERRAMENTO E BLINDAGEM GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EZEQUIEL F. LIMA ATERRAMENTO E BLINDAGEM Os sistemas de cabeamento estruturado foram desenvolvidos

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

Balanceado X Não-Balanceado

Balanceado X Não-Balanceado Page 1 of 5 Balanceado X Não-Balanceado Informação técnica para usuários de produtos de áudio profissional da Yamaha Conexões não-balanceadas empregam dois condutores: um no potencial do aterramento e

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Cabeamento Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br Os cabos são usados como meio de comunicação há mais de 150 anos. A primeira implantação em larga escala de comunicações via

Leia mais

Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40

Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40 Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40 SOLUÇÕES PARA GERENCIAMENTO TÉRMICO WWW.THERMAL.PENTAIR.COM DIGITRACE NGC-40 O NGC-40 é um avançado sistema modular

Leia mais

Cabeamento Estruturado (Parte 2) Prof. Eduardo

Cabeamento Estruturado (Parte 2) Prof. Eduardo Estruturado (Parte 2) Prof. Eduardo Para debater... O que vimos na aula anterior? Montar uma rede doméstica é diferente de montar uma rede local de uns 100 PCs? Na aula anterior trabalhamos com a combinação

Leia mais

Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 23/09/2015. Topologias Lógicas x Topologias Físicas. Cabeamento Não-estruturado aula 26/08

Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 23/09/2015. Topologias Lógicas x Topologias Físicas. Cabeamento Não-estruturado aula 26/08 Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO Uma rede de computadores é um conjunto de recursos inter-relacionados e interligados com o objetivo de formar um sistema em comum. PROF. FABRICIO

Leia mais

Planejamento de Redes e Cabeamento Estruturado

Planejamento de Redes e Cabeamento Estruturado Planejamento de Redes e Cabeamento Estruturado Projeto e Instalação Prof. Deivson de Freitas Introdução Nenhuma área de tecnologia cresceu tanto como a de redes locais (LANs) A velocidade passou de alguns

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE 1 1. CABEAMENTO ESTRUTURADO Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição organizada e padronizada de conectores e meios

Leia mais

Fundamentos de manuseio de fibra nas redes da próxima geração

Fundamentos de manuseio de fibra nas redes da próxima geração Documento técnico Fundamentos de manuseio de fibra nas redes da próxima geração Por: Matt Brown Introdução À medida que a demanda por dados continua a aumentar, cresce também a penetração da fibra óptica

Leia mais

26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente?

26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente? CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CÓDIGO 05 UCs de Eletrônica e/ou de Telecomunicações 26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente?

Leia mais

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3 Padrões de Rede Fundamentos de Redes de Computadores Prof. Marcel Santos Silva Padrões de rede Existem diversos padrões Ethernet, que são utilizados pela maioria das tecnologias de rede local em uso. Definem

Leia mais

INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA

INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA PESQUISA CABO COAXIAIS ASPECTOS TECNICOS FIBRA OPTICA SISTEMA TIPICO DE COMUNICAÇÃO PTICA ESTRUTURA DE UMA FIBRA OPTICA TIPOS DE FIBRA OPTICA Por Ítalo da Silva Rodrigues

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais