Página 2 de 43 SISTEMA IRIS MONITORAMENTO ELETRÔNICO DE ALARMES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Página 2 de 43 SISTEMA IRIS MONITORAMENTO ELETRÔNICO DE ALARMES"

Transcrição

1 Página 1 de 43

2 Página 2 de 43 SISTEMA IRIS MONITORAMENTO ELETRÔNICO DE ALARMES OPERANDO O PAINEL MONITORAMENTO W. Security Dom Pedro II, º andar Ponta Grossa - PR Tel.: (042)

3 Página 3 de 43 Sumário O PAINEL DE MONITORAMENTO... 4 ENTENDENDO O PAINEL DE MONITORAMENTO... 5 ÁREAS DE TRABALHO DO PAINEL DE MONITORAMENTO... 6 BARRA DE BOTÕES... 6 ABAS DE VISUALIZAÇÃO DO PAINEL... 8 BARRA FILTRO DE PRIORIDADES BARRA LATERAL ABA CLIENTE SELECIONADO ABA VIATURAS ABA AGENDA ABA PROCEDIMENTOS ABA DE CONTATO SINALIZAÇÃO DE ALERTA SINALIZANDO TÁTICO Á CAMINHO ENCERRANDO ATENDIMENTO CONTROLE DE HORÁRIO E RONDAS PROGRAMADAS CONTROLANDO TESTE PERIÓDICO CRIANDO EVENTO ESPECIAL PESQUISANDO CLIENTES FICHA DO CLIENTE DADOS BÁSICOS DE CONTATO DO CLIENTE ABA EVENTOS ABA USUÁRIO: ABA HORÁRIOS ABA INFORMAÇÕES ABA MATERIAIS ABA ZONAS ABA ORDENS DE SERVIÇO ABA CONTRATO OPERANDO RONDAS MANUALMENTE PAUSA NA RONDA CLIENTES ARMADOS E DESARMADOS VISUALIZAÇÃO DE CFTV FAZENDO TROCA DE USUÁRIO PROCESSOS AUTOMÁTICOS... 39

4 Página 4 de 43 Capítulo O Painel de Monitoramento 01 O Painel de Monitoramento é acessado através da opção Painel de Monitoramento no menu Arquivos do programa IRIS Monitor. Por causa de suas inúmeras funções, resolvemos explicá-las neste manual à parte do manual do programa IRIS Monitor. Acessando pela barra de menus ou pressionando a tecla [F12] você terá acesso ao Painel de Monitoramento.

5 Página 5 de 43 Entendendo o Painel de Monitoramento Capítulo 02 O Painel de Monitoramento é composto de varias ferramentas, tais possibilitam o total controle de informações recebidas pela receptora. Todos os dados recebidos na receptora são filtrados pelo Iris Receiver, e mostrados no Painel de Monitoramento, dependendo da classificação de cada evento recebido o Painel tomará uma atitude para eles, obrigando o operador a tomar procedimentos a tais informações. Todas as funções do sistema foram projetadas para que o operador tenha acesso rápido às informações e ao mesmo tempo não necessite digitar informações básicas e repetitivas. Enquanto o usuário com a tela do Painel de Monitoramento aberta (ela pode estar minimizada, mas não pode estar fechada) todas as mensagens recebidas pelo programa IRIS Receiver serão transmitidas para o Painel de Mensagens desde que a estação esteja configurada para receber as mensagens dependendo do que foi configurado na pasta Painel no programa IRIS Configure (Faixa de Clientes, Estação Operadora, Controlar Alarmes, Hábitos, Rondas, etc) De acordo com a prioridade do evento, a linha onde o mesmo é mostrado terá uma cor e um ícone específico para melhor visualização e entendimento do que esta linha significa. As cores das linhas por prioridade podem ser modificadas na pasta Sons e Cores do programa IRIS Configure! Toda vez que o programa receber uma mensagem de Prioridade 0 (zero), 1 (um) ou 2 (dois) automaticamente irá avisar ao operador de forma áudio visual, com sons intermitentes e uma tela específica que será detalhada posteriormente. Além disso, o programa também incluirá o cliente no Painel de Violados, informando ao operador que está aguardando uma atitude (escrita) do mesmo, ou seja, o programa passa o cliente para o status Em Atendimento, e não é finalizada enquanto não se tomar uma atitude para com ela. Enquanto o cliente permanecer em uma linha do Painel Violados, qualquer evento (mesmo os de prioridade áudio visual) recebido será anotado no Painel de Mensagens mas não haverão mais avisos áudio visuais ao operador, pois o sistema entende que o operador já foi notificado e está tomando as devidas providências. Para que o programa envie sinalizações áudio visuais mesmo quando o cliente constar na lista do Painel Violados, devemos marcar a opção Disparar a cada novo evento de prioridade da pasta Painel no programa IRIS Configure!. Só existem duas maneiras de retirar o cliente do Painel Violados, ou seja da situação de Em Atendimento para a situação Atendido A principal delas é pressionando a tecla [F4] ou o botão correspondente (Procedimento Adotado) que irá abrir uma janela para preenchimento do resultado da ocorrência no cliente. A outra maneira é pressionando a tecla [F3] ou botão correspondente Cliente Desativado em Seguida, que irá realizar uma anotação automática, criando um novo evento informando que o sistema foi desativado em seguida, cancelando o envio da viatura e dispensando um procedimento a este evento. Em ambas as maneiras que serão explicadas mais detalhadamente posteriormente, o programa irá considerar que o cliente foi atendido e irá retirá-lo da lista do Painel Violados retornando seu status para Normal ou Atendido.

6 Página 6 de 43 Capítulo Áreas de Trabalho do Painel de Monitoramento 03 Para que possamos entender melhor como funciona cada parte do Painel de Monitoramento, decidimos dividi-la em partes, para facilitar sua compreensão. B A R R A D E B O T Õ E S Esta barra é responsável pelas ações que serão tomadas referentes aos processos do monitoramento. Tático/Viatura a Caminho: Tático/Viatura no Local: Cliente Desativou em seguida: Procedimento adotado: Eventos Especiais: Livre É utilizada para marcar que uma equipe esta a caminho da ocorrência. É utilizada para marcar quando a equipe ou viatura chegou ao local da ocorrência. É utilizada para dar procedimento a uma ocorrência (um violado), sinalizando que o cliente desativou o alarme logo em seguida ao disparo. Utilizamos para gerar um relatório escrito para o evento que estava pendente na lista de Violados, após um atendimento realizado pela equipe tática. Utilizamos esta tecla para gerar informações adicionais a conta do cliente, informar por exemplo que o mesmo esta saindo de viagem. Botão livre, sua função deve ser habilitada no Iris Configure, no menu painel Botão Pesquisa, Inicia abertura de Ronda Pausa na ronda Utilizamos para fazer pesquisa de clientes, por código, nome, nome fantasia e endereço. Utilizamos para marcar quando um viatura esta realizando ronda ou fechamento em um determinado cliente. Utiliza-se para marcar quando a ronda ou PB foi terminada.

7 Página 7 de 43 Movimentação de chaves Agenda de tarefas Lista de Armados e Desarmados Visualizar câmera IP Remota, Ocultar Utilizamos para controlar as chaves dos cliente que estão em poder da Empresa. Dá acesso a agenda de compromissos que os operadores terão no decorrer de seus atendimento, ou até mesmo controle de recados. Dá acesso á uma listagem de alarmes que estão Ativados e os Desarmados. Visualiza câmeras remotas ligadas a um servidor, e neste botão é possível ver as imagens das câmeras do local monitorado. Oculta ou Mostra barra lateral com funções das viaturas, agenda e discagem. Trocar de usuários Identificar Realiza a troca de usuário sem a necessidade de sair do sistema. Funciona para centrais Siemens para identificar o cliente que esta ligando naquele momento para a empresa de monitoramento.

8 Página 8 de 43 A B A S D E V I S U A L I Z A Ç Ã O D O P A I N E L Na Aba Painel Completo, teremos dois painéis disponíveis, o Painel de Eventos Gerais e os Violados. Eventos Gerais Violados A aba Painel completo, podemos visualizar todos os eventos que estão sendo recebidos dos painéis de alarme. Por default o sistema ira mostrar nesta tela os últimos 200 eventos recebidos, independente do código ou da prioridade do evento. Para redefinir a quantidade de eventos que serão mostrados neste painel usaremos o modulo Iris Configure. Código do Cliente Hora do recebimento do evento Código do Evento Descrição do Evento

9 Página 9 de 43 Neste painel visualizamos as mensagens dos clientes monitorados por esta estação a medida que vão sendo recebidas pelo Painel. Dependendo da configuração estabelecida através do programa IRIS Configure, a mensagem mais recente estará na primeira linha deste painel. Podemos observar que o sistema gera informações importantes aos eventos recebidos, tais como o Código do cliente, a Hora em que foi recebido o evento, o Código do Evento e a Descrição do Evento. (Ver imagem acima.) Podemos também dar um duplo clique em qualquer uma das linhas deste painel para consultar rapidamente os dados e eventos do cliente da linha selecionada. Já na parte inferior podemos observar os clientes que estão violados, ou seja, que receberão mensagens com prioridade que os definem como violação (disparo) e necessitam de atendimento. Horário do recebimento do evento Código do Cliente Equipe a Caminho Código do Evento Recebido Nome do Cliente Endereço do Cliente Nesta lista podemos observar alguns dados importantes como o código do cliente, a hora, o código do evento, o nome do cliente e o endereço do cliente e ainda a viatura/equipe (se houver) que está sendo enviada para o atendimento. Também podemos da mesma forma que na lista anterior, através de duplo clique em uma das linhas, consultar os dados e eventos do cliente em questão. O evento só sairá desta lista depois que um procedimento for dado a esta ocorrência, veremos como realizar o procedimento de fechamento no capitulo 07 deste manual. Na Aba Painel de Eventos, podemos visualizar todos os eventos que estão sendo recebidos dos painéis de alarme. Por default o sistema ira mostrar nesta tela os últimos 200 eventos recebidos, independente do código ou da prioridade do evento. Para redefinir a quantidade de eventos que serão mostrados neste painel usaremos o modulo Iris Configure. Na Aba Painel de Pendências teremos os clientes que estão violados, ou seja, que receberão mensagens com prioridade que os definem como violação (disparo) e necessitam de atendimento. Na Aba Painel de Ocorrências, termos acesso as ocorrências encaminhadas a uma área administrativa responsável pela resolução dos problemas que fogem da responsabilidade do operador, eventos geralmente que não são resolvidos pelo operador, e neste caso é necessário encaminhar para um supervisor. Para habilitar esta opção, ao incluir um procedimento em um evento de cliente é necessário habilitar a caixa de seleção ENVIAR OCORRENCIA PARA SUPERVISÃO.

10 Página 10 de 43 Com esta opção habilitada é necessário também descrever o motivo, escolhendo na caixa de seleção ao lado. O Evento então sairá da pendência do operador e passará a ser uma ocorrência do supervisor ou responsável que poderá tomar outras atitudes, mais detalhes no capitulo 07. B A R R A F I L T R O D E P R I O R I D A D E S Para habilitar esta opção que vem a ser muito útil no sistema, teremos de selecioná-la na opção Habilitar a barra de filtro de prioridades no menu Painel do Iris Configure. Mostra Todos os violados Mostra somente violados de prioridade selecionada 2 Para classificarmos os tipos de Prioridades que temos pendentes escolhemos a prioridade através do botão referente ao seu numero, para definir quais prioridades tomaremos providencias primeiro. Note que a aba traz primeiramente o nº da prioridade e logo o nº de eventos pendentes desta prioridade. Para ter acesso a todos os eventos de todas as prioridades, basta clicar no botão.

11 Página 11 de 43 Barra lateral Capítulo 04 O painel de monitoramento não disponibiliza apenas informações sobre eventos e ocorrências, mas também informações que auxiliam o operador no processo de monitoramento, veremos algumas ferramentas que podem auxiliar neste processo. Para termos acesso a elas vamos ate a lateral direita do painel onde encontraremos 5 opções separadas por abas, Clientes, Viaturas, Agenda, Procedimentos e Contatos, veremos a seguir cada uma delas. A B A C L I E N T E S E L E C I O N A D O Quando clicamos sobre esta aba e depois sobre qualquer evento do Painel de Mensagens, podemos observar que no canto superior direito existe um quadro intitulado Cliente Selecionado, onde uma breve descrição do cliente é mostrada, como podemos observar na figura abaixo: Na linha Eprom, vemos o código do cliente, na linha Nome vemos o nome do cliente, na linha Status Cliente, vemos se a conta deste cliente esta sendo monitorada ou esta cancelada, na linha Status do Painel, verificamos se o painel deste cliente esta ativado ou desativado, e na linha logo abaixo, notamos se o cliente possui chaves de acesso ao local ou não. Este é utilizado para que o operador não necessite abrir a conta do cliente para saber se o painel esta ativado por exemplo. A B A V I A T U R A S O painel viaturas esta localizado do lado direito do painel de monitoramento. Após clicado um painel intitulado Viaturas como da figura abaixo aparecerá do lado direito da tela, logo abaixo da aba Cliente.

12 Página 12 de 43 Este painel é importante para sabermos quais viaturas estão em atendimento, note que o ícone logo ao lado do nome da viatura, simboliza que ela não esta em deslocamento, estando sem nenhum alarme para ser atendido, já o ícone logo ao lado do nome da viatura, simboliza que esta viatura possui alarmes pendentes estando ela em deslocamento ou ela já se encontra no local do atendimento. Para sabermos quantos alarmes estão pendentes a cada viatura, basta observar que logo ao lado do nome da viatura o sistema traz ente parênteses (nº) a quantidade de atendimentos que esta viatura ainda tem pendente. A B A A G E N D A O programa permite agendar pequenas mensagens ela pode ser para um operador específico ou a todos os operadores. Muitas vezes torna-se necessário deixarmos um aviso ou lembrete sobre determinado fato ou tarefa que deverá ser realizada por um operador em determinado horário. Para ter certeza de que o operador receberá a mensagem em tempo hábil e ainda ter a certeza de que o mesmo a recebeu utilize a Agenda de Tarefas. Na barra lateral do painel, clique em agenda e depois em [INCLUIR] para adicionar um novo agendamento.

13 Página 13 de 43 O programa abrirá uma nova janela para que sejam digitadas as informações referentes à tarefa. Na caixa Data informe o dia em que o programa deverá informar a mensagem ao operador. Na caixa Hora digite a hora em que mesma deverá aparecer ao operador no formato HH:MM (hora e minutos). Na caixa Proprietário você deve escolher para quem a mensagem se destina, se não souber ou não tiver um operador específico para o qual esta mensagem deverá ser informada escolha o usuário Todos na lista de usuários mostrada. Digite um resumo da mensagem na caixa Assunto e a tarefa a ser executada na caixa Descrição, marque a opção Lembrar Evento para que o sistema emita o aviso ao operador quando chegar o momento. Clique no botão [Salvar] e mensagem será salva para ser apresentada ao usuário solicitado na data e hora marcadas. Nota: O usuário precisa estar utilizando o programa e com o Painel de Monitoramento aberto para que receba a mensagem, caso contrário esta não será mostrada.

14 Página 14 de 43 Na data e hora marcados o programa irá enviar a mensagem ao operador de forma áudio visual, com bips intermitentes e a janela mostrada abaixo: Clicando no botão [Concluir] o operador avisa ao programa de está ciente da mensagem, marcando-a como conclusa para não ser mais avisado sobre a mesma. O botão [Parar Som] cancela os bips, deixando na tela a mensagem aberta, mas se som. O botão [Remarcar] utilizamos para remarcar a mesma mensagem com mesmo teor mas com data ou hora diferentes. A B A P R O C E D I M E N T O S A lista de procedimentos é cadastrada a partir de uma prioridade e de um cliente. Em um disparo com prioridade correspondente pré cadastrada temos os procedimentos seqüenciais a serem adotados em relação ao tipo de ocorrência que recebemos de cada cliente. Ao selecionarmos o cliente localizamos na aba Lista de Procedimentos os passos a serem tomados para o atendimento do evento e prioridade recebida.

15 Página 15 de 43 O cadastro de procedimentos para o cliente é realizado em Cadastro - Clientes - Lista de Procedimentos, no Iris Monitor. A B A D E C O N T A T O A aba Discagem, pode a vir se tornar muito útil no sistema, uma vez que o sistema permite realizar chamadas através do painel, para isso basta ter um Voice modem instalado na maquina.

16 Página 16 de 43 Ao clicar no botão correspondente a Contato notamos que uma nova janela é aberta, ela será utilizada para realizarmos chamadas telefônicas para contatos telefônicos, para isso basta selecionar um evento de cliente tanto da aba de violados como a de eventos gerais e notara que todos os telefones de contato deste cliente serão carregados, para efetuar uma discagem basta selecionar o telefone desejado e clicar no botão [Discar], e assim que o cliente atender a ligação clicamos no botão [Atender] para liberar o sistema de voz do Modem e para que o cliente posso nos ouvir, para finalizar uma ligação clicamos no botão [Desligar]. O sistema permitira fazer uma gravação deste contato telefônico, basta clicar no botão [Gravar]. As gravações serão armazenadas em uma pasta padrão do sistema localizada em C:\Iris4\Voz. Podemos usar esta aba também para termos acesso as senhas e contras senhas verbais já pré definidas para cada usuário, para isso basta selecionar o usuário e clicar no botão [Senhas] e uma pequena janela se abrira trazendo a senha e contra senha que deve ser confirmada com o usuário selecionado. Ainda nesta tela encontramos a opção de envio de torpedo SMS, para enviar um torpedo basta selecionar o usuário (com seu numero celular correspondente) e clicar no botão [SMS], uma pequena janela será aberta permitindo que seja inserido o texto que será enviado. Nota: para enviar mensagens de texto é necessário adquirir pacotes de créditos nas empresas InfoSMS ou HumanSMS.(ver no manual Iris Configure como realizar o cadastro das empresas para envio de SMS.

17 Página 17 de 43 Sinalização de Alerta Capítulo 05 Quando o programa recebe um evento de prioridade que cause disparo áudio-visual, normalmente estabelecidas como 0, 1, 2, F e H ele emite sinais auditivos intermitentes e também mostra uma janela de alerta que ficará aberta até que mesmo pressione um botão informando ao programa que tomou conhecimento da informação. Enquanto nenhum botão for pressionado os bips intermitentes continuarão e a janela continuará aberta. Se houverem eventos de prioridade sendo recebidos de outro cliente, outras janelas serão abertas atrás da primeira e tão logo a primeira seja desativada quando o operador informar que tomou conhecimento da primeira informação a próxima janela tomará o lugar da primeira e assim sucessivamente até que os eventos prioritários deixem de ser recebidos. Após a emissão do alerta o cliente em questão será considerado como Violado e sua situação passará para Em atendimento colocando-o numa linha da lista do Painel Violados e aguardando que operador realize uma ação e informe ao programa. Na linha do Painel Violados, o programa informa pela ordem: O Código do Cliente; A Hora do último evento recebido; Se existe alguma Equipe / Viatura a caminho (??? se não houver); O código do último Evento recebido; O Nome do Cliente; O Endereço do Cliente. Mais informações podem ser obtidas utilizando-se da função de duplo clique sobre a linha da qual se quer obter mais informações.

18 Página 18 de 43 Sinalizando tático á caminho Capítulo 06 Após receber um sinal de alerta e mudar a situação do cliente para violado, o sistema espera uma atitude do operador, dependendo do tipo do evento. Pois bem, recebemos um sinal de alarme (Pânico por exemplo), o sistema já sinalizou, o operador já tomou conhecimento e a situação do cliente agora é em atendimento. O que podemos ou devemos fazer? A primeira coisa possível (e sensata) é enviar uma equipe de atendimento ao local. Para segurança de sua empresa é interessante que o operador marque o envio do tático no programa pois assim poderá provar a que horas iniciou o atendimento. Como fazer isto? Selecione o cliente na lista do Painel Violados, e pressione [F1] ou o botão correspondente Tático a caminho para que o programa abra a lista de Equipes/Viaturas de atendimento. Escolha a equipe que foi enviada ao local e clique em [Confirmar]. O programa irá então gerar uma mensagem pré definida (que constará na lista de eventos recebidos e no relatório Normal do cliente) informando o deslocamento da equipe de atendimento. Também irá marcar qual equipe selecionada para o cliente na lista do Painel Violados. Lista já com as Viaturas Marcadas Quando a equipe de atendimento chegar ao local, o operador poderá marcar sua chegada, teclando [F2] ou o botão correspondente Tático no Local, fazendo com que o programa registre também a chegada com uma mensagem pré definida. Isto ajuda na medição tempo de deslocamento operacional (a eficiência da equipe). Após o atendimento normalmente a equipe reporta ao operador sobre a situação encontrada e a ação tomada. É quando o operador irá fazer o relatório da ocorrência pressionando [F4] ou o botão correspondente Procedimento Adotado. O programa irá então abrir a janela para preenchimento do relatório pelo operador e também irá retirar o cliente da lista do Painel Violados retornando sua situação para Normal. Veremos os procedimentos para a realização de um relatório no capitulo seguinte. Existe outra maneira de retornar a situação do cliente para Normal retirando-o da lista de Violados. Esta maneira é utilizada geralmente em situações onde o cliente gera sinais de alarme antes de desativar o seu sistema. Quando houver uma Violação deste tipo (onde após o sinal de alarme, o operador também receba um código de desativação do sistema pelo cliente) basta selecionar o cliente na lista Violados e pressionar [F3] ou o botão Cliente Desativou em Seguida que o programa irá retirá-lo da lista Violados sem a necessidade de se preencher relatórios, pois será incluída uma mensagem automática na lista do painel de mensagens informando o ocorrido.

19 Página 19 de 43 Encerrando Atendimento Capítulo 07 Para retirar o cliente da lista de violados, ou seja, finalizar o atendimento colocando um resultado para o procedimento dado a ela selecione o cliente desejado na lista do Painel Violados e pressione a tecla [F4] ou o botão correspondente (Procedimento Adotado) na Barra de Botões. O programa abrirá então a janela para o fechamento da ocorrência. Para realizar um chamado Fechamento da ocorrência, preenchemos o quadro Resultado da Operação, com as informações sobre o atendimento, normalmente repassadas pelo tático que esteve no local. O quadro intitulado Tempo de Retardo usaremos se o atendimento foi causado por evento de controle de hábitos como uma Ativação Não Recebida (dedicamos posteriormente um capítulo a este assunto), o operador deve marcar também um novo tempo para que o programa aguarde pelo evento de Ativação, utilizando o quadro Tempo de Retardo para programar o tempo pelo qual o programa deverá aguardar pelo recebimento do evento. No quadro Tipos de Atendimentos selecionamos qual foi o motivo do atendimento, o qual já vimos como cadastrar no Manual Iris Monitor no menu Tabelas/Tipos de Ocorrências, esta opção é bastante útil caso queira saber quais tem sido os tipos de alarme com maior incidência. Cadastrar no Iris Monitor no menu Tabelas Motivos de Atendimento. O botão [Usar Texto Padrão] se pressionado, preencherá o campo Resultado da Operação, com um texto padrão pré determinado na tabela Motivos de Atendimentos no menu Cadastro (ver detalhes no Manual Iris Monitor) A Opção de Avisar em DTV, se marcada ira gerar um evento chamado Desativação Entrar em Contato, utilizaremos esta função caso não se tenho conseguido contato com o cliente para informar de uma situação no seu imóvel, por exemplo, então assim que ele desativar o painel de alarme, a qualquer horário e dia, o sistema ira avisar ao operador que aquele alarme foi desativado, possibilitando um possível contato no local. Lembramos que para não receber mais informações quando o sistema for desativado, é preciso que o usuário desmarque esta opção quando não mais necessária. Caso o atendimento seja causado por um descuido ou mau uso do cliente e sua empresa efetue cobrança sobre estes atos ou queira manter uma estatística das atitudes indevidas do cliente, marque a caixa de seleção Chamado Indevido.

20 Página 20 de 43 No quadro intitulado Anotações de Quilometragem, determine qual foi a Viatura e a Quilometragem Atual dela, para futuras confirmações e para controle de deslocamentos das viaturas. No quadro, Ocorrência Supervisão, se marcarmos a opção Enviar Ocorrência para Supervisão, estaremos deixando esta informação pendente para o quadro de ocorrências não resolvidas, tendo um Supervisor, Administrador ou Gerente da empresa que tomar as devidas providencias com relação a esta ocorrência, no campo ao lado, selecione o Tipo de Ocorrência que esta sendo enviada. Para salvar e definir a situação do cliente como Normal, clique no botão [Salvar], para cancelar e deixar a ocorrência pendente clique no botão [Cancelar].

21 Página 21 de 43 Capítulo Controle de Horário e Rondas Programadas 08 Toda vez em que programamos no cadastro de um cliente algum controle de horários (controlar o Habito/Entrada e saída) do cliente e execução de rondas, o programa irá monitorar o recebimento dos eventos nos horários especificados. No caso do programa não receber o evento esperado no horário, emitirá um aviso ao operador (Áudio Visual se configurado). Em se tratando de falha na execução do circuito de ronda do cliente o operador deverá acionar o comando Procedimento Adotado, registrando o motivo da falha para que o programa retorne o cliente para a situação Normal, retirando-o da lista de violados. Nota: Se os avisos de falha de ronda tornarem-se constantes por falha no sistema de alarmes do cliente ou ainda por motivo de força maior recomendamos que seja aberta uma Ordem de Serviço de Manutenção e em seguida o controle de rondas deste cliente seja Pausado acionando-se o comando Pausar Rondas da Barra de Comandos. Quando o programa trata do controle dos horários de desativação ou auto teste do alarme de um cliente e estes ocorrem fora do horário previsto (no caso de desativação) ou não ocorrem (no caso de auto teste) o programa também emitirá aviso áudio visual informando ao operador e colocando o cliente na lista do Painel Violados. Para retirar o cliente torna-se então o uso do comando Procedimento Adotado para que o operador relate a atitude tomada retirando o cliente da lista em seguida. Já quando a sinalização áudio visual refere-se ao não recebimento de um evento de ativação no horário esperado ( Divergência de Hábito ATV), o cliente entrará para a lista do Painel Violados da mesma maneira devendo o operador retirá-lo (uso do comando Procedimento Adotado) explicando o motivo da não ativação, mas com uma diferença: Deverá o operador, obrigatoriamente marcar um novo tempo dentre as opções mostradas em Tempo de Retardo para que o programa aguarde pelo evento de ativação do alarme. Após este período, se o evento ainda não foi recebido pelo painel, um novo evento de código 9012 será gerado obrigando o operador dar nova

22 Página 22 de 43 resposta ao programa, marcando um novo período para aguardar pela ativação do cliente e assim sucessivamente até o recebimento do evento de ativação do cliente pelo Painel. No quadro acima observamos um exemplo de ocorrência, onde um determinado alarme não foi ativado no horário previsto, obrigando o operador a realizar contato com o cliente, onde ao fazer contato o operador será informado pelo cliente que permanecera mais algum tempo no local. Então, no campo Resumo da Operação, adotamos um procedimento, resumindo o que foi comentado pelo cliente, é importante colocar o máximo possível de informações ditas pelo cliente, principalmente quando no contato com funcionários, é importante descrever o nome e saber se ele faz parte da lista de usuários do local. No campo Tipos de Atendimentos, marcamos a informação referente a Hábitos. No quadro Tempo de Retardo, determinamos um novo tempo de retardo, normalmente o tempo informado pelo cliente. (ver figura acima. Exemplo: 1 hora e 30 min). Clique em [Salvar] para finalizar o evento tirando-o da lista de violados.

23 Página 23 de 43 Capítulo Controlando Teste Periódico 09 O Controle de Auto Teste serve para que possamos controlar o status da comunicação dos painéis de alarmes dos clientes, uma vez programado pelo Técnico Instalador o Painel de alarme passará a transmitir informações de tempos em tempos, normalmente com um código especifico para este sinal, caracterizando assim para o sistema como um evento Teste Periódico ou Checagem de Comunicação. O Intervalo de tempo em que o painel ira gerar esta informação é configurável no painel de alarme, e deve ser orientado ao técnico instalador sobre este tempo, para que possamos determinar para o sistema exatamente o mesmo intervalo. Uma vez programado no painel e cadastrado na ficha do cliente no Iris Monitor (ver cadastro de clientes no manual Iris Monitor Cadastro Cliente Ficha Dados Básico Intervalo de Auto Teste) o sistema passará a controlar o auto teste do Painel, caso este evento ocorra dentro do intervalo estabelecido, o sistema reprograma-se automaticamente e aguardará pelo próximo evento dentro do mesmo intervalo de tempo. Caso o Evento de Teste não seja recebido dentro do intervalo de tempo estabelecido o sistema ira gerar uma evento informado o operador Áudio Visualmente e deixando o cliente na lista de Violados, obrigando o operador a dar um procedimento a esta ocorrência. Muitas vezes a ausência do Teste Periódico esta ligado a tentativas de sabotagem no Alarme ou na Linha Telefônica do cliente para tentar inibir a central de monitoramento a tomar conhecimento do arrombamento, portanto torna-se um controle extremamente útil e a ausência de um auto teste pode ser caracterizado de igual importância de um disparo.

24 Página 24 de 43 Capítulo Criando Evento Especial 10 Outra maneira de inserirmos informações para o cliente é utilizando-se do botão Evento Especial (F5) da Barra de Comandos, que quando acionado irá mostrar a seguinte janela: Informe o Código do Cliente para o qual a informação será digitada e pressione [ENTER] para que o sistema realize a busca do mesmo. Em seguida clique em [Confirmar] para que o sistema abra a janela para digitação das informações. Ao abrir a janela de Evento Especial o operador terá um espaço maior para digitação dos dados.

25 Página 25 de 43 No quadro Cliente Ausente, se marcado ira informar que o cliente esta ausente sempre que abrirmos sua conta. Nos campos Do dia e Ao dia, determine o período em que o cliente estará ausente. No campo Verificar Ativação às, informe um horário valido para o sistema verificar se o alarme do respectivo cliente foi ativado no horário previsto para sua saída independentemente de possuir uma tabela de horário. O quadro Anotação de Quilometragem, é utilizado quando num deslocamento a um determinado cliente, e queremos ter o controle do deslocamento da viatura, informando a Viatura do deslocamento e seu Km Atual e para futuros relatórios de estatística. O quadro Ocorrência Supervisão, determine se esta ocorrência será enviada para supervisão, como já vimos no item anterior deste mesmo manual. Clique em [Salvar] para que os dados digitados sejam armazenados.

26 Página 26 de 43 Pesquisando Clientes Capítulo 11 A mesma facilidade que encontramos na opção Pesquisa de Clientes do menu Arquivos, no programa Iris Monitor, também está presente no Painel de Monitoramento. Para acessar esta opção o operador deve teclar [F7] ou pressionar o botão Pesquisa de Cliente presente na Barra de Comandos. Para localizar um cliente, temos as opções de pesquisa por código, Nome, Endereço ou Telefone. Caso não saiba o nome do cliente, ou nenhum dos dados citados acima, ainda temos a Pesquisa no Meio, que pode localizar alguma palavra no meio do cadastro do cliente.

27 Página 27 de 43 Quando então o cliente é localizado ao pressionar o botão abrir, a ficha do cliente é aberta com as suas características principais de contato, como nome completo, telefone de contato, status da conta e últimos eventos.

28 Página 28 de 43 Ficha do Cliente Capítulo 12 Ao selecionar um cliente utilizando a pesquisa (F7) ou clicando duas vezes sobre o mesmo, temos a ficha do cliente com seus dados cadastrais. D A D O S B Á S I C O S D E C O N T A T O D O C L I E N T E. Nesta aba teremos os dados principais deste cliente como Nome, Endereço, Bairro, Comunicação Principal, Telefones, Ponto de Referencia, Setor de Atendimento e Classe.

29 Página 29 de 43 Os dados de contato do cliente ficam em destaque para melhor localização, telefone, ponto de referencia, e Classe A B A E V E N T O S Mostra todos os eventos relacionados ao cliente, ordenado sempre por data do último evento, por padrão o sistema traz os últimos 25 eventos deste cliente. A B A U S U Á R I O : Mostra os usuários cadastrados para arme e desarme no teclado do cliente, juntamente com a senha verbal, Fone Celular, Fone Fixo e Cargo.

30 Página 30 de 43 A B A H O R Á R I O S Demonstra a grade de controle do hábito do cliente, os horários de entrada e saída durante a semana e os períodos de retardo para saída e entrada do cliente. Nota: Para entender o funcionamento da Tabela de horários, ver manual Iris Monitor Criando Tabelas de Horário A B A I N F O R M A Ç Õ E S Nesta Aba teremos Informações referente ao cliente, como Dica Alerta e Agendas referente as datas pré relacionadas.

31 Página 31 de 43 A B A M A T E R I A I S Nesta aba teremos acesso aos materiais instalados no cliente, os quais podem ser locados ou consignados pela empresa de monitoramento. Nesta aba descreve todas as informações de materiais instalados pela empresa.

32 Página 32 de 43 A B A Z O N A S Personalização das zonas de disparo e de códigos específicos para o cliente, isso é uma configuração personalizada para cada cliente. (Ver manual Iris Monitor Como Criar códigos específicos) A B A ORD E N S D E S E R V I Ç O Nesta aba é possível visualizar o histórico das ordens de serviço que este cliente requisitou ou necessitou.

33 Página 33 de 43 A B A C O N T R A T O Verifica se o cliente possui contrato com a empresa e de qual contrato ele participa, se tem um contrato exclusivo ou participa de um contrato específico.

34 Página 34 de 43 Capítulo Operando Rondas Manualmente 13 No painel de monitoramento o seguinte evento será gerado com o nome Início da Ronda, mostrando o código do cliente, hora que iniciou e o evento que esse processo gerou. Se sua empresa realiza operações de acompanhamento do fechamento de caixa em clientes monitorados ou ainda realiza rondas com parada periódica em clientes (Posto Base), existe uma opção na Barra de Comandos para que o operador possa marcar a execução desta tarefa. Ao teclar [F8] ou escolher o botão Operação Fechamento (Supervisor em Ronda) na Barra de Comandos, o programa irá abrir uma janela pedindo que o operador informe o cliente onde a operação está sendo realizada. Informe o Código do Cliente, tecle [Enter] para que o programa realize a busca do mesmo e em seguida pressione o botão [Confirmar]. Ao confirmar esta operação o programa incluirá no Painel de Mensagens uma linha de evento confirmando a realização da operação para que esta fique registrada no relatório do cliente. Evento gerado pelo Sistema

35 Página 35 de 43 Pausa na Ronda Capítulo 14 Se o cliente mantém um sistema ronda orgânica (realizada por vigilantes) controlado através de sistema de alarme e este estiver iniciado (ronda em andamento) pode ser necessário paralisar momentaneamente o controle on-line das rondas (quando por exemplo o vigilante tenha de se ausentar por um pequeno período) evitando assim que o programa emita alertas sobre pontos de ronda não recebidos. Para realizar esta operação tecle [F9] ou clique no botão Pausa de Ronda na Barra de Comandos. O programa então irá abrir a janela para que você informe para qual cliente você deseja realizar a operação. Informe o Código do Cliente, tecle [Enter] para que o programa realize a busca do mesmo e em seguida pressione o botão [Confirmar].

36 Página 36 de 43 Clientes Armados e Desarmados Capítulo 15 O programa possui ainda uma opção para que se faça uma rápida verificação dos clientes que estão com seus sistemas de alarme ativados (armados) ou desativados (desarmados). Pressionando a tecla [F12] ou escolhendo o botão Armados/Desarmados da Barra de Comandos, o operador terá acesso a seguinte janela: Nela o operador poderá escolher entre visualizar os clientes com sistemas de alarmes Armados ou Desarmados simplesmente mudando a Seleção do Tipo de Consulta Caso necessite o operador pode também selecionar um cliente e pressionando o botão [Abrir] ter acesso à janela de consulta de cliente, como a que é mostrada quando realizamos a Pesquisa de Clientes. Pode-se ainda passear pelos registros clicando num dos botões com as setas pretas localizadas na lateral inferior esquerda da janela. Nota: Para ter seus cliente relacionados na lista de Armados e Desarmados, é necessário habilitar esta opção no cadastro de cada cliente na Aba 02 do Cadastro do Cliente do Iris monitor, como já vimos no Manual Sistema IRIS Monitor Capitulo 4.

37 Página 37 de 43 Visualização de CFTV Capítulo 16 É possível no sistema Iris de monitoramento visualizar imagens do CFTV do cliente. Essa opção é configurável na Ficha do Cliente na aba Web no campo Monitoramento Remoto de Imagens. No Painel de Monitoramento quando clicado no ícone: serão mostradas na tela., as câmeras do cliente selecionado Caso um cliente não seja selecionado na lista de eventos, uma tela de solicitação de usuário aparecerá solicitando o código para visualização. NOTA: As configurações da visualização do CFTV dependem do seu navegador da internet, caso seu navegador da internet consiga visualizar o processo de CFTV o sistema Iris de monitoramento também conseguirá acessar. Ao finalizar o procedimento de visualização é necessário realizar o parecer da visualização que ficará registrado na ficha do cliente.

38 Página 38 de 43 Fazendo Troca de Usuário Capítulo 17 A função Troca de Usuário foi criada para que o Usuário (operado) não necessite fechar todo o Programa Iris Monitor pra trocar de usuário, bastando apenas clicar no botão referente ao Login na barra de Tarefas do Painel de Monitoramento. Para realizar a troca de um usuário, basta clicar no botão do painel. Então uma janela aparecerá solicitando o nome de usuário e a senha a ser logado! Para confirma clique no botão [Login] e para cancelar no botão [Cancelar].

Índice. Para encerrar um atendimento (suporte)... 17. Conversa... 17. Adicionar Pessoa (na mesma conversa)... 20

Índice. Para encerrar um atendimento (suporte)... 17. Conversa... 17. Adicionar Pessoa (na mesma conversa)... 20 Guia de utilização Índice Introdução... 3 O que é o sistema BlueTalk... 3 Quem vai utilizar?... 3 A utilização do BlueTalk pelo estagiário do Programa Acessa Escola... 5 A arquitetura do sistema BlueTalk...

Leia mais

A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br.

A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br. SIMA MANUAL DO USUÁRIO INSTALANDO O SIMA A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br. - Instalando

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Manual do sistema SMARsa WEB

Manual do sistema SMARsa WEB Manual do sistema SMARsa WEB Módulo Solicitação/Ouvidoria SMARsa WEB Solicitação/Ouvidoria Versão 2.7 1 Sumário INTRODUÇÃO...4 OBJETIVOS...4 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo solicitação/ouvidoria...5

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

Copyright 2008-2012 IN9 Mídia Soluções Digitais Inc. Todos os Direitos Reservados.

Copyright 2008-2012 IN9 Mídia Soluções Digitais Inc. Todos os Direitos Reservados. 1 Conteúdo Capítulo 1... 4 Introdução... 4 Capítulo 2... 5 Instalando o Sistema de Gestão do Atendimento... 5 Instalando e configurando a máquina do Totem... 8 Alterando o Arquivo de Configuração... 9

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Sistema irá modular até 32 câmeras: Você pode conectar de 1 até 32 câmeras.

Sistema irá modular até 32 câmeras: Você pode conectar de 1 até 32 câmeras. MANUAL DO SISTEMA Introdução Apresentação Requisitos mínimos Instalação do programa Acessando o Secullum DVR Tela Principal Indicador de espaço em disco Disposição de telas Status de Gravação Usuário atual

Leia mais

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client?

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Assim que abrir o DVR Client, no canto superior direito há um grupo de opções denominado Login, preencha de acordo

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas Manual de Utilização ZENDESK Instruções Básicas Novembro/2013 SUMÁRIO 1 Acesso à ferramenta... 3 2 A Ferramenta... 4 3 Tickets... 8 3.1 Novo Ticket... 8 3.2 Acompanhamentos de Tickets já existentes...

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

TRBOnet Standard. Manual de Operação

TRBOnet Standard. Manual de Operação TRBOnet Standard Manual de Operação Versão 1.8 NEOCOM Ltd ÍNDICE 1. TELA DE RÁDIO 3 1.1 COMANDOS AVANÇADOS 4 1.2 BARRA DE FERRAMENTAS 5 2. TELA DE LOCALIZAÇÃO GPS 6 2.1 MAPLIB 6 2.2 GOOGLE EARTH 7 2.3

Leia mais

Manual de utilização do Relatório de Viagens

Manual de utilização do Relatório de Viagens Manual de utilização do Relatório de Viagens Os Módulos do Sistema de Relatório de Viagens foram criados tendo com base a Regulamentação de Viagem da MGS - Minas Gerais Administração e Serviços S/A (RG/AD/02/10ª).

Leia mais

1. Introdução... 2. 2. Instalação máquinas cliente... 2. 3. Configurações gerais... 3. 4. Cadastro de pessoas... 4

1. Introdução... 2. 2. Instalação máquinas cliente... 2. 3. Configurações gerais... 3. 4. Cadastro de pessoas... 4 MANUAL DE UTILIZAÇÃO Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Instalação máquinas cliente... 2 3. Configurações gerais... 3 4. Cadastro de pessoas... 4 5. Cadastro de usuários para o sistema... 6 6. Cadastro de

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Serviço Administração do CA

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Serviço Administração do CA 1 de 12 Analista de Suporte I 1 Acesso ao sistema O sistema de chamados esta disponível na web no endereço HTTP://sme.netcenter.com.br O acesso ao sistema é feito com o número de designação do estabelecimento.

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

W4Mobile Operations Management System. Manual do Usuário Versão 1.3.3

W4Mobile Operations Management System. Manual do Usuário Versão 1.3.3 W4Mobile Operations Management System Manual do Usuário Versão 1.3.3 W4Mobile Team: + 55 31 3475 3594 E-mail: suporte@3ssistemas.com.br Este documento consiste em 27 páginas. Elaborado por: IT Applications

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO RM Agilis Manual do Usuário Ouvidoria, Correspondência Interna, Controle de Processos, Protocolo Eletrônico, Solicitação de Manutenção Interna, Solicitação de Obras em Lojas,

Leia mais

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010.

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Manual do Usuário Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento,

Leia mais

Guia de auxílio aos responsáveis

Guia de auxílio aos responsáveis Guia de auxílio aos responsáveis SUMÁRIO FEED DE NOTÍCIAS... 3 DOWNLOAD DE IMAGENS... 4 PENDÊNCIA:... 5 EDIÇÃO DE DADOS PESSOAIS... 6 ALTERAÇÃO DE SENHA... 7 ESQUECEU SUA SENHA?... 7 AGENDA... 8 2 FEED

Leia mais

PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO

PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO Active 20 GPRS Rev00 23/04/2009 1- CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes;

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL PARTE I - INTRODUÇÃO I Requisitos do Sistema. Para utilização do Sistema de Informações Gerenciais SIG, deve-se ter os seguintes requisitos: Acesso a Internet: Discado ou Banda Larga. Navegador de Internet:

Leia mais

Sumário. I. Acesso ao sistema CRMTEL... 4 Como Criar Campanhas SMS...5. III. Importando uma Campanha...8. IV. Movimentando o Status da Campanha...

Sumário. I. Acesso ao sistema CRMTEL... 4 Como Criar Campanhas SMS...5. III. Importando uma Campanha...8. IV. Movimentando o Status da Campanha... Send Torpedos 2 Sumário I. Acesso ao sistema CRMTEL... 4 II. Como Criar Campanhas SMS...5 III. Importando uma Campanha...8 IV. Movimentando o Status da Campanha...11 3 I. Acesso ao sistema CRMTEL O acesso

Leia mais

Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0. www.sms.agenciaglobo.net

Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0. www.sms.agenciaglobo.net Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0 www.sms.agenciaglobo.net 1 ACESSO O SISTEMA 1.1 - Para acessar o sistema de envio entre no site http://sms.agenciaglobo.net/

Leia mais

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO GEINFO Gerência de Tecnologia da Informação E-mail geinfo@sejus.ro.gov.br Página 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ACESSANDO O SPARK... 4 3 INICIANDO UMA CONVERSAÇÃO...

Leia mais

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4 P18640 - Rev. 0 Índice Características... 3 Identificando a placa... 3 Esquema de ligação... 3 Parâmetros programados no painel de alarme... 4 Instalação do software programador... 4 Instalação do cabo

Leia mais

Sistema de Chamados Protega

Sistema de Chamados Protega SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZANDO ACESSO AO SISTEMA DE CHAMADOS... 4 2.1 DETALHES DA PÁGINA INICIAL... 5 3. ABERTURA DE CHAMADO... 6 3.1 DESTACANDO CAMPOS DO FORMULÁRIO... 6 3.2 CAMPOS OBRIGATÓRIOS:...

Leia mais

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 0 P27070 - Rev

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 0 P27070 - Rev P27070 - Rev. 0 1. RESTRIÇÕES DE FUNCIONAMENTO RECEPTOR IP ÍNDICE 1. Restrições de Funcionamento... 03 2. Receptor IP... 03 3. Inicialização do Software... 03 4. Aba Eventos... 04 4.1. Botão Contas...

Leia mais

Gerenciador de Imóveis

Gerenciador de Imóveis Gerenciador de Imóveis O Corretor Top é o mais completo sistema de gestão de imóveis do mercado, onde corretores terão acesso à agenda, cadastro de imóveis, carteira de clientes, atendimento, dentre muitas

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Gerencie a sala de espera e garanta a satisfação dos pacientes

Gerencie a sala de espera e garanta a satisfação dos pacientes Centralx Clinic O ciclo de trabalho completo em um só sistema. Para ambientes de alta produtividade, do agendamento à consulta, do faturamento ao rateio entre prestadores de serviço, o Centralx Clinic

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...4 3 Como enviar torpedos...6 3.1 Envio

Leia mais

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. LOGIN... 3 3. Cadastro... 3 3.1. Máquinas... 4 3.2. Tipo Telefone... 5 3.3. Feriados... 6 3.4. Campanhas... 7 3.5. Usuários... 16

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MANUAL DE UTILIZAÇÃO Módulo de operação Ativo Bem vindo à Vorage CRM! Nas próximas paginas apresentaremos o funcionamento da plataforma e ensinaremos como iniciar uma operação básica através do nosso sistema,

Leia mais

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso Manual de Apoio ao Treinamento Expresso 1 EXPRESSO MAIL É dividido em algumas partes principais como: Caixa de Entrada: local onde ficam as mensagens recebidas. O número em vermelho entre parênteses refere-se

Leia mais

Migrando para o Outlook 2010

Migrando para o Outlook 2010 Neste guia Microsoft O Microsoft Outlook 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber mais sobre as principais

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado

Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado 1 SUMÁRIO 1. Objetivo... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Descrição das Funcionalidades Menu Guias Liberação On-line.... 4 3.1 Liberação

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL N / Rev.: Manual 751.1/02 Este documento não deve ser reproduzido sem autorização da FCDL/SC Aprovação: Representante da Direção Ademir Ruschel Elaboração: Supervisor da Qualidade Sílvia Regina Pelicioli

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

Eagle Rastreamento Veicular

Eagle Rastreamento Veicular Softech Software Brasil Ltda. Eagle Rastreamento Veicular Softech Tecnologia em Software Versão 1.4.0.0 13 2 Introdução Objetivo do manual de instruções O presente manual foi elaborado com o objetivo de

Leia mais

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 2 INTRODUÇÃO Esse documento contém as instruções básicas para a utilização do TabFisc Versão Mobile (que permite ao fiscal a realização do seu trabalho

Leia mais

MÓDULO DE ENVIO DE MENSAGEM (SMS) MANUAL DO SISTEMA MICROWORK ADICION

MÓDULO DE ENVIO DE MENSAGEM (SMS) MANUAL DO SISTEMA MICROWORK ADICION MANUAL DO SISTEMA MICROWORK ADICION Informações Gerais...2 Configurando SMS...2 Configurando o Sistema MicroWork ADICION:...2 Inserindo um novo telefone...3 Aba Geral...3 Aba Configurações...4 Configurado

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes; 95 usuários, 3 usuários temporários, além

Leia mais

Global Security Network GSN Brasil. 1

Global Security Network GSN Brasil. 1 Global Security Network GSN Brasil. 1 Operação Básica O teclado Spectra 1689 e o Teclado 1641 (cristal liquido) funcionam da mesma maneira, Mas não oferecem a mesma visualização. Nesta seção veremos suas

Leia mais

Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada

Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada - Para acessar o módulo deve-se ir ao menu FERRAMENTAS, sub-menu INTELIGÊNCIA EMBARCADA. O menu, ilustrado abaixo, contém as seguintes opções: Configurando

Leia mais

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados.

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados. Bem Vindo GDS TOUCH Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touchscreen de controle residencial, com design totalmente 3D, interativo

Leia mais

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios Introdução Geral Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações Relatórios Deslocamentos e paradas Velocidade Telemetria Acessos Falhas de comunicação Cadastro Cliente Subcliente

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Apostila Oultlook 2007 Prof. Fabrício Melo

Apostila Oultlook 2007 Prof. Fabrício Melo INTRODUÇÃO O Microsoft Outlook 2007 é um programa de gestão de informações pessoais e de mensagens que auxilia no gerenciamento de mensagens, compromissos, contatos, tarefas e partilhar informações com

Leia mais

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor Orientações para o Lançamento de Notas Diretor 1 CONTEÚDO Conteúdo... 2 Como acessar o Conexão Educação... 3 Lançamento de Notas... 5 Notas por Turma... 5 Liberação de Lançamento de Notas... 13 2 COMO

Leia mais

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO Departamento de Tecnologia da Informação tecnologia@unimeditabira.com.br 31 3839-771 3839-7713 Revisão 03 Itabira Setembro 2015 Sumário 1. Acessando

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital O cadastro de Empresas permite cadastrar quais empresas estarão configuradas para utilizar o SIGLA Digital. Caso necessário cadastrar uma

Leia mais

Vid8 Servidor. Correção da conexão com o GME, quando placa VP-1616F com 32 canais; Correção da conexão com o GME, quando configurado em modo DVR;

Vid8 Servidor. Correção da conexão com o GME, quando placa VP-1616F com 32 canais; Correção da conexão com o GME, quando configurado em modo DVR; Vid8 Servidor Versão 8.13.0411 Correção da conexão com o GME, quando placa VP-1616F com 32 canais; Versão 8.12.0311 Correção da conexão com o GME, quando configurado em modo DVR; Versão 8.11.0311 Correção

Leia mais

Manual de utilização da Plataforma Tracking.

Manual de utilização da Plataforma Tracking. Manual de utilização da Plataforma Tracking. A Plataforma Tracking é a mais moderna ferramenta para o rastreamento e monitoramento de veículos, objetos e pessoas que existe no mercado atualmente. Você

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Manual do Usuário CFCWeb BA

Manual do Usuário CFCWeb BA ÍNDICE Acesso ao sistema... 2 Tela Principal... 3 Cadastro de Candidatos... 5 Agenda Teórico... 6 Agenda Prático... 7 Consulta Agendamentos do Candidato por Serviço... 9 Cadastro de Grade Horária... 10

Leia mais

Manual da AGENDA GRACES 2011

Manual da AGENDA GRACES 2011 1 Agenda Graces Manual da AGENDA GRACES 2011 O Sistema Agenda Graces integrada ao Sistema Graces e Agenda Graces Grátis foi desenvolvido pela empresa Quorum Informática. Este Manual tem por objetivo atender

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Tutorial WEB CONTENT MANAGEMENT [WCM] Obtenha benefícios a partir das aplicações customizadas da ADMT.

Tutorial WEB CONTENT MANAGEMENT [WCM] Obtenha benefícios a partir das aplicações customizadas da ADMT. Tutorial WEB CONTENT MANAGEMENT [WCM] Obtenha benefícios a partir das aplicações customizadas da ADMT. PÁGINA: 2 de 21 Nenhuma parte deste documento pode ser utilizado ou reproduzido, em qualquer meio

Leia mais

VISTORIA DO SISTEMA REGIN PREFEITURAS

VISTORIA DO SISTEMA REGIN PREFEITURAS Página 1 / 29 ÍNDICE ÍNDICE... 2 APRESENTAÇÃO... 3 MÓDULO DE ACESSO... 3 CONFIGURAÇÃO MÓDULO VISTORIA... 4 ANÁLISE DOS PROTOCOLOS... 5 CONTROLE DE EXPORTAÇÃO MÓDULO VISTORIA... 8 DISPOSITIVO REGIN PREFEITURA...

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line)

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Criamos, desenvolvemos e aperfeiçoamos ferramentas que tragam a nossos parceiros e clientes grandes oportunidades

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Módulo SAC Atendimento ao Cliente

Módulo SAC Atendimento ao Cliente Módulo SAC Atendimento ao Cliente Objetivo O Módulo SAC ou Serviço de Atendimento ao Cliente é uma ferramenta que gerencia, cria e administra informações num canal de comunicação informatizado entre a

Leia mais

4. SISTEMA PORTAL SUPORTE IMPORTANTE

4. SISTEMA PORTAL SUPORTE IMPORTANTE 4. SISTEMA PORTAL SUPORTE IMPORTANTE Em caso de possuir um chamado aberto acompanhe até finalizar, pois é através da Aba Mensagem que o técnico pode solicitar outras informações detalhadas para solução.

Leia mais

Universidade Federal do Vale do São Francisco Programa de Assistência Estudantil

Universidade Federal do Vale do São Francisco Programa de Assistência Estudantil 1 - Introdução O sistema PAE da UNIVASF é uma ferramenta desenvolvida pelo Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) que auxilia o processo seletivo de estudantes de graduação para o, que serão selecionados

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

Manual versão 12.3-08/03/2013-11:03:25 Sistema Integrado para Gestão de Frotas (11) 3025-6308

Manual versão 12.3-08/03/2013-11:03:25 Sistema Integrado para Gestão de Frotas (11) 3025-6308 O Sistema FleetMax foi desenvolvido com a finalidade de nossos clientes conseguirem liderar com a ferramenta completa o mercado no seu ramo de atividade e acelerar de forma automatizada as rotinas que

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1

www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1 www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1 Sumário Simples como tem que ser... 3 Acesso... 4 Mapas... 5 Rastreamento... 7 Panorâmica... 7 Cercas... 8 Criando cercas eletrônicas...

Leia mais

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Consignado

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Consignado 1 [PÚBLICA] Manual Operacional Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet Produto: Consignado ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. Objetivo do Manual... 3 1.2. Público Alvo... 3 1.3. Conteúdo do Manual... 3

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 1 MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 2 TERMO DE CONFIDENCIALIDADE As informações contidas neste documento são confidenciais e se constituem em propriedade da BLOCKSAT SISTEMAS DE SEGURANÇA LTDA

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft Manual de Instalação e Configuração MG-Soft V 1.5 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Sumário APRESENTAÇÃO... 3 1. INSTALANDO O MG-SOFT SERVER... 3 1.1. CRIANDO / ATUALIZANDO BANCO DE DADOS... 6 2. CONFIGURANDO

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

Circulação de Materiais

Circulação de Materiais Circulação de Materiais Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-3 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-0 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE CIRCULAÇÃO DE MATERIAIS... 3-1 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4. Agenda Online... 10. Reservas de Salas... 26. Tarefas... 42

Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4. Agenda Online... 10. Reservas de Salas... 26. Tarefas... 42 Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4 Passo a passo para visualização de contatos... 5 Passo a passo para filtragem da lista de contatos... 6 Como ordenar a lista de contatos... 7 Como gerar uma

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais