PROCESSO N. 2407/10 PROTOCOLO N.º PARECER CEE/CEB N.º 43/11 APROVADO EM 09/02/11

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCESSO N. 2407/10 PROTOCOLO N.º 10.424.241-3 PARECER CEE/CEB N.º 43/11 APROVADO EM 09/02/11"

Transcrição

1 PROTOCOLO N.º PARECER CEE/CEB N.º 43/11 APROVADO EM 09/02/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: INSTITUTO MONITOR MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido de Autorização para Funcionamento do Curso Técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, a distância, para o município de Curitiba. RELATORA: MARIA LUIZA XAVIER CORDEIRO I RELATÓRIO 1 - Pelo Ofício n.º 5070/2010 GS/SEED, de 30/11/2010, a Secretaria de Estado da Educação encaminha a este Conselho, o expediente acima, de interesse do Instituto Monitor, do Município de Curitiba, protocolado no NRE de Curitiba em 23/04/2010, que por sua Diretora, solicita Autorização para Funcionamento do Curso Técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, a distância, para o município de Curitiba. 2 Da Instituição de Ensino O Instituto Monitor, situado à Avenida Vicente Machado, n.º 181, 1º andar, Centro, em Curitiba, é mantido pelo Instituto Educacional Monitor Ltda., inicialmente, em 2004, quando instalou um Ponto Fixo em Curitiba, por meio do Parecer n.º 535/04-CEE/PR, de 29 de setembro de 2004, que referendou os Pareceres CEE-SP 650/99 e 374/2003, para ofertar: Curso Técnico em Eletrônica. A renovação do referendun foi obtida pela Resolução Secretarial n.º 98/06, de 18 de janeiro de 2006, com base no Parecer n.º 867/05- CEE/PR, de 14 de dezembro de 2005, que referendou o Parecer n.º 252/2005- CEE/CEB/SP que permitiu a instalação de Ponto Fixo do Instituto Monitor SINTTEL em Curitiba, referente ao recredenciamento do Instituto Monitor no Estado de São Paulo, para o período de 10/12/2004 a 10/12/2009. A Resolução Secretarial n.º 5068/08, de 5 de novembro de 2008, com base no Parecer n.º 675/08-CEE/PR, de 06 de outubro de 2008, credenciou o Instituto Monitor, com sede em Curitiba, para oferta de Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio, a distância. Larice 1

2 Concepção Metodológica do Curso O Curso Técnico em Transações Imobiliárias de nível Médio se embasa metodologicamente em pressupostos que procuram garantir a aprendizagem efetiva. Utiliza-se, portanto, de recursos didáticopedagógicos facilitadores da aprendizagem, que promovem a construção e reconstrução do conhecimento. Isso requer, principalmente na modalidade a distância, uma estruturação sistematicamente planejada e articulada de métodos, estratégias e instrumentos de ensino síncronos e assíncronos, a distância e presenciais. Para tanto, o curso está estruturado de forma a garantir que as relações entre professores e alunos se dêem por meio de diferentes estratégias que se traduzam em oportunidades de ensino e de aprendizagens. A integração com a comunidade se caracteriza pela função participativa, embasada em projetos institucionais que, envolvendo professores e estudantes, possibilitarão, de um lado, a intervenção do Instituto Monitor e, de outro, a difusão e a assimilação da experiência pela Instituição. Nesse contexto, é preocupação constante a manutenção e ampliação de sua interação com a comunidade por meio de relacionamento participativo e produtivo com instituições, empresas e organizações públicas e privadas. O currículo que lastreia a concepção do curso têm sua estruturação sob princípios de liberdade e flexibilidade, coerentes com seu potencial inovador e criativo. A aproximação com instituições e empresas tem importância significativa na estruturação dos cursos do Instituto Monitor, proporcionando ganhos institucionais, seja em estágios, visitas ou até mesmo por meio da prestação de serviços. O plano de estágio proposto não só busca a descoberta de novos talentos nas diversas áreas do conhecimento, como também a inserção ou ainda a promoção dos futuros egressos ao mercado de trabalho, possibilitando ascensão social. Modelos Para desenvolvimento das relações de ensino-aprendizagem em educação a distância, o Instituto Monitor mantém 2 (dois) modelos para dar sustentação à proposta de ensino concebida: O modelo tradicionalmente utilizado é baseado em material impresso especialmente elaborado para esse fim e tem como objetivo atender os alunos que não têm acesso à informatização, sendo o mais usado pelas pessoas que procuram a escola. O segundo modelo refere-se ao e-learning ministrado em Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), com utilização das novas tecnologias da comunicação, redes de informação, multimídias interativas, adequação de instrumentos de aprendizagem ao ambiente e elementos de interação. Em ambos os modelos cada disciplina aborda um conjunto organizado de conteúdos curriculares, de forma a possibilitar o desenvolvimento de competências e habilidades específicas, respeitando os Parâmetros Curriculares Nacionais e com uso de abordagem contextualizada. Os níveis de acompanhamento e gerenciamento do curso no modelo virtual e tradicional são analisados por relatórios do SGM - Sistema de Gerenciamento Monitor que fornece dados para gestão, mensuração e avaliação do desempenho dos alunos ao percorrer os vários ambientes e trilhas, pelo modo, freqüência, tempo, regularidade e otimização dos recursos e ferramentas disponibilizados para estudo. Larice 2

3 Modelo em e-learning No modelo virtual todas as atividades são realizadas no AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem e são gerenciadas pelo LMS - Learning Management System para abastecer a Instituição de dados e informações sobre as relações de ensino-aprendizagem e de comunicação em geral desenvolvidos pela proposta de ensino do Instituto Monitor. O Ambiente Virtual de Aprendizagem compõe-se de: Portal do Aluno atendimento administrativo de secretaria (pagamentos, confecção de carteira de estudante, alterações de cadastro, verificação de documentos escolares, simulados das disciplinas dos cursos, formulários de estágio e TCC), agendamento de avaliações presenciais, relacionamento com professores e tutores, atividades curriculares e extracurriculares, gerenciamento e abastecimento de informações de ordem geral e específica, enquetes, campanhas, informativos, mural de vagas de estágio, espaço para sugestões e críticas. Curso área virtual com conteúdo obrigatório, elementos de fundamentação, atividades de enriquecimento curricular para realização de novas leituras e exercícios, área suplementar (conteúdos de pesquisas, leituras e aprofundamento), área complementar (atividades práticas, revisões e recuperações) e avaliação (formativa). Ferramentas de aprendizagem utilizadas: Fórum (discussão assíncrona sobre temas centrais do programa das disciplinas que são debatidos e registrados por professores/tutores e alunos no ambiente web) Chat (discussão síncrona entre alunos e professores/tutores para debater temas principais das disciplinas, obter esclarecimentos, dar sugestões, pedir orientações, etc. São também oportunidades para esclarecer dúvidas.) Glossário Aula síncrona e webconferência (em fase de implantação) Laboratório virtual, Oficina, Simuladores Ajuda (dúvidas relativas à utilização da ferramenta e navegação) FAQ (Frequently Asked Questions, com questões relativas ao conteúdo do curso e outros) Bloco de notas Download de arquivos Links interessantes relacionados ao tema Biblioteca virtual Simulados (autoverificação do aproveitamento do curso) Tutoria: orientação de estudos, acompanhamento e supervisão do aluno por meio de troca de mensagens, relatórios, materiais de apoio e tarefas comentadas. Larice 3

4 Serviço de Atendimento Pedagógico (SAP) É o atendimento individualizado para o aluno, que pode sanar suas dúvidas ao contatar os professores das disciplinas, em horários pré-estabelecidos ou durante os encontros nos Pólos ou Sede do Instituto Monitor. As atividades desenvolvidas por essa equipe incluem, além da resolução de dúvidas, a exposição detalhada de temas e assuntos com os quais o aluno tenha dificuldade, orientação profissional, de estudo e de projetos, etc. O acompanhamento das atividades realizadas pelos alunos no AVA será processado em planilha própria, independente dos registros automáticos. Há várias formas de o aluno ter acesso ao plantão de dúvidas: a) Atendimento síncrono (presencial, telefone, chat) ao efetuar a matrícula, o aluno recebe a grade de horários de plantão referente ao seu curso. Com ela, pode procurar pelo professor ou tutor e fazer as suas consultas. Para o caso de consulta presencial ou por telefone não é preciso marcar horário para ser atendido, nem há limite de tempo para que cada consulta seja concluída. Em casos de muita procura em um mesmo horário, prevalece o bom senso e o comum acordo entre alunos e professores. Esse atendimento será aumentado de acordo com a demanda. Para o caso de Chat o aluno deverá acessar o tutor para suas consultas via Internet. b) Atendimento assíncrono (carta, fax, , portal, fóruns) toda mensagem recebida pelo Instituto Monitor passa por um processo de triagem, que encaminha as dúvidas e consultas a seus destinatários. As respostas, depois de elaboradas pelos professores responsáveis, são enviadas aos alunos, em um prazo que não ultrapassa uma semana. O portal e os fóruns são gerenciados pelos tutores, que estão organizados para atender grupos de 40 alunos, por tutoria. 3. Dados Gerais do Curso Pretendido Curso: Técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Carga Horária Total do Curso: 960 horas Regime de Funcionamento: segunda a sábado, nos períodos diurnos e noturnos. Regime de Matrícula: por disciplinas Período de Integralização do Curso: mínimo 34 semanas máximo de 5 anos Requisitos de Acesso: idade mínima 18 anos, qualquer cidadão que tenha concluído ou esteja cursando o Ensino Médio. Modalidade de Oferta: a distância Número de vagas: vagas anuais Larice 4

5 Horário de Funcionamento da Instituição Manhã Tarde Noite 2ª feira 8h00 às 12h00 12h00 às 18h00 18h00 às 22h00 3ª feira 8h00 às 12h00 12h00 às 18h00 18h00 às 22h00 4ª feira 8h00 às 12h00 12h00 às 18h00 18h00 às 22h00 5ª feira 8h00 às 12h00 12h00 às 18h00 18h00 às 22h00 6ª feira 8h00 às 12h00 12h00 às 18h00 Sábado 8h00 às 12h00 12h00 às 17h Justificativa ( ) Constituído por situações que instiguem os alunos a desenvolverem formas autônomas de pensamento, a articularem conhecimentos prévios em favor do desenvolvimento de competências e habilidades necessárias à sua inserção no mundo do trabalho, o curso visa prioritariamente formar profissionais para um segmento de mercado que apresenta visível crescimento, adequando-o à atual filosofia do setor comercial, preparando uma mão-de-obra especializada e de qualidade, atendendo as exigências legais que regulamentam a profissão do Corretor de Imóveis, que só permite o exercício da profissão junto ao CRECI, aos portadores do Diploma de Técnico em Transações Imobiliárias. A competitividade do mercado de trabalho leva o cliente a escolher o profissional melhor preparado. O acesso a todo o tipo de informação fornece melhores subsídios para a avaliação de imóveis e para desenvolvimento de um trabalho de qualidade. Com isso, o Corretor passa a agir como um consultor, assessorando o cliente em todas as fases da comercialização do imóvel. De acordo com o próprio COFECI - Conselho Federal de Corretores de Imóveis, a prestação de serviços e o apoio na realização do melhor negócio ganharam destaque entre as principais características da profissão. O trabalho do Corretor do século XX não se restringe mais à comercialização de imóveis. Em tempos de informática e alta velocidade na transmissão de informações, para ser bem-sucedido e conquistar a confiança do cliente é necessário estar bem preparado. Segundo dados do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Paraná CRECI/PR,existem profissionais habilitados no Estado, no entanto para cada profissional habilitado o CRECI prevê que exista pelo menos um profissional trabalhando irregularmente, ou seja, sem a formação adequada que é oferecida através do Curso Técnico em Transações Imobiliárias. Larice 5

6 O currículo da Habilitação Profissional de Técnico em Transações Imobiliárias - Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios foi elaborado contemplando as competências profissionais gerais especialmente definidas para esta área, bem como as específicas igualmente estabelecidas para esta habilitação, com foco no perfil profissional de conclusão. (fls.60) 3.2. Objetivos Da Escola Promover educação profissional integrada à ciência e tecnologia, visando ao permanente desenvolvimento de competências para a vida produtiva. Atuar nos níveis de Formação, Qualificação, Habilitação e Treinamento, objetivando o desenvolvimento e aperfeiçoamento contínuo do indivíduo, como forma de ampliar a sua empregabilidade e reafirmar o seu direito ao exercício pleno da cidadania. Do Técnico em Transações Imobiliárias Promover a transição entre a escola e o mundo do trabalho, possibilitando aos jovens e adultos o desenvolvimento de competências e habilidades, para o exercício de atividades produtivas. Garantir a profissionalização dos serviços administrativos em nível técnico. Desenvolver competências gerais da Área e específicas da Habilitação, tendo em vista as peculiaridades de um setor cada vez mais exigente na seleção de seus profissionais. Atender tanto os que já exercem funções na área quanto os que ainda não fazem parte do mercado de trabalho. (fls. 62 e 63) Perfil Profissional de Conclusão de Curso Módulo I Captador de Imóveis Localiza, vistoria e disponibiliza imóveis, realiza estudos para viabilidade técnico-comercial, bem como avalia o estado físico do imóvel para administração. Comunica-se com clareza de forma oral e escrita, desenvolve suas atividades com habilidade técnica, segundo os preceitos da ética e da legislação vigente. Módulo II Auxiliar de Administração Imobiliária Auxilia na administração de bens imóveis, de condomínios, contratos de locação, de compra e venda de imóveis, faz a intermediação entre o cliente e a imobiliária, cadastra o cliente e o imóvel para administração, administra a documentação do imóvel. Preenche contrato de locação e laudo de vistoria, recebe aluguéis e encargos, emite recibos e comprovantes de pagamentos. Larice 6

7 Módulo III Assistente em Transações Imobiliárias Presta assessoria e consultoria ao cliente, elabora relatórios de vistoria e avaliação do imóvel, acompanha a execução dos instrumentos fiscais de transação da compra, venda e locação de imóvel. Avalia o valor futuro do aluguel, preenche contrato de locação e laudo de vistoria, fornece prestação de contas em forma de extratos mensais aos proprietários. Utiliza modernas técnicas de venda orientadas aos processos de negociação e de atendimento ao cliente, e ferramentas de marketing no dia-a-dia do negócio. O Técnico em Transações Imobiliárias assessora as ações de compra, venda e locações de imóveis. Registra as avaliações de transações imobiliárias. Orienta registro e transferência de imóveis junto aos órgãos competentes. Inscreve imóveis no cadastro da imobiliária, apresenta os imóveis aos clientes e orienta investimentos na atividade. Identifica aplica os parâmetros de uso e de ocupação de lotes urbanos. Lê e interpreta projetos e mapas. (fls. 63 e 64) 3.4. Organização Curricular A organização curricular do curso privilegia o estudo contextualizado, sob a forma de vivências que subsidiam a realização de projetos significativos para a habilitação pretendida. Nesses projetos, os alunos podem experimentar o trabalho participativo, refletir sobre sua inserção na realidade e levantar hipóteses de possíveis intervenções que exercitam a consciência cidadã. Três pontos essenciais são destacados na proposta da organização curricular deste curso: a) As competências básicas constituídas no ensino fundamental e médio. b) As competências profissionais gerais comuns a todos os profissionais da área e dessa habilitação específica. c) As competências profissionais específicas referentes a cada qualificação da habilitação profissional. ( ) Os estudos relativos aos Módulos Ocupacionais estão estruturados em disciplinas que contemplam 810 horas. O Estágio Profissional Obrigatório Supervisionado terá duração de 150 horas presenciais, no mínimo. Larice 7

8 Matriz Curricular (fls. 78) Carga Horária Carga Horária em Técnico em Transações Imobiliárias Carga Horária Total Carga Horária Presencial Obrigatória Online (acompanhado pelo Tutor e/ou Coordenador de Estudos Individuais (por meio de material didático e Quantidade de Avaliações Curso) bibliografia) Módulo I Qualificação Profissional de Captador de Imóveis Comunicação e Expressão em Língua Portuguesa Psicologia Organizacional Desenho Arquitetônico e 1 Noções de Construção Civil Direito, Legislação e Ética Total 270h 12h 77h 181h 4 Módulo II - Qualificação Profissional de Auxiliar de Administração Imobiliária Informática Aplicada Matemática Financeira Redação Técnica Gestão de Negócios Imobiliários Total 270h 12h 77h 181h 4 Módulo III - Qualificação Profissional de Assistente em Transações Imobiliárias Problemas Sócio- Econômicos e Contemporâneos Economia e Mercados Técnicas Básicas de Vendas e Noções de Marketing Operações Imobiliárias Total 270h 12h 77h 181h 4 Estágio 150h - Carga Horária Total do Curso 960h Larice 8

9 3.5 Certificação Aos concluintes de todos os Módulos, que tenham realizado o Estágio Profissional Supervisionado e não apresentarem o certificado de conclusão do ensino médio, regular ou supletivo (EJA), o Instituto Monitor outorgará o Certificado de Qualificação Profissional em Transações Imobiliárias. Ao aluno concluinte do Módulo I será conferido o Certificado da Qualificação Profissional de Captador de Imóveis. Ao aluno concluinte do Módulo II será conferido o Certificado da Qualificação Profissional de Auxiliar de Administração Imobiliária. Ao aluno concluinte do Módulo III será conferido o Certificado da Qualificação Profissional de Assistente em Transações Imobiliárias. Após a conclusão dos três módulos do curso com êxito, da aprovação do Relatório de Estágio e da conclusão do Ensino Médio, o aluno receberá o Diploma de Técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, nível médio. Os históricos escolares constantes do verso dos Diplomas trarão explicitadas as Qualificações Profissionais intermediárias do curso. (fls. 101) 3.6 Articulação com o Setor Produtivo A Instituição relaciona (fls. 61) empresas localizadas nas áreas de atuação, sendo que no Estado do Paraná apresenta o seguintes convênios: CEINEE. - Instituto Euvaldo Lodi IEL/PR. - Educare -Educação, Trabalho e Cidadania. - Centro de Integração Empresa Escola CIEE. - Centro de Integração Nacional de Estágios para Estudantes - HABITCASA Consultoria de Imóveis Ltda. - Rede Morar S/A. 589 e 614 a 622. Os termos dos convênios estão anexados às folhas 561 a Larice 9

10 3.7 Corpo Docente DOCENTE/TUTOR FORMAÇÃO DISCIPLINA Luiz Pereira Junior Bacharelado em Administração de - Coordenação Curso e Empresas Estágio Técnico em Transações Imobiliárias Curso de Capacitação para Tutores Daniela Effgen Dada Evelise Campagnaro Luis Gabriel Abravanel dos Santos Bárbara Winiarski Diesel Andréia Carla Catapan Nilza Machado Gerson Luiz Pontarolli Daniel Christian Henrique Letras Especialização em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira Curso de Produção de Material Didático para EaD, de Formação de Professores/Tutores para EaD,Plataforma Moodle Letras Especialização em Múltipĺas Linguagens Curso de Introdução à Docência em Educação a Distância Psicologia Especialização em Administração de Pessoas Mestre em Administração Curso de Produção de Material Didático para EaD, de Formação de Professores/Tutores para EaD, Matemática Engenharia Industrial Elétrica Mestre em Educação Certificado ABC da EaD Matemática Tecnóloga em Processamento de Dados Especialista em Informática Educativa Curso de Produção de Material Didático para EaD, de Formação de Professores/Tutores para EaD, Plataforma Moodle Matemática Bacharel em Ciências Econômicas Bacharel em Administração Especialização em Metodologia do Ensino da Matemática Curso de Introdução à Docência em Educação a Distância Curso de Cenários e Modalidades de EaD(matricula) Bacharel em Direito Curso de Cenários e Modalidades de EaD(matricula) Bacharel em Ciências Econômicas Especialização em Administração de Empresas Curso de Capacitação para Aperfeiçoamento de Tutores em EaD - Comunicação e Expressão em Língua Portuguesa e Inglesa - Redação Técnica - Psicologia Organizacional - Matemática Financeira - Informática Apĺicada - Matemática Financeira - Gestão de Negócios Imobiliários - Direito, Legislação e Ética - Gestão de Negócios Imobiliários Larice 10

11 DOCENTE/TUTOR FORMAÇÃO DISCIPLINA Emerson Adriano Sill História Técnico em Transações Imobiliárias Mestrando em Educação -Problemas Socioeconômicos e Contemporâneos Curso de Tutoria em EaD José Antonio Souza de MatosBacharel em Direito - Direito, Legislação e Ética Filosofia Especialização em Direito Constitucional Curso de Cenários e Modalidades de EaD(matricula) Djalma Inácio da Silva Arquitetura e Urbanismo Especialização em Administração Universitária Mestre em Informática Curso de Cenários e Modalidades de EaD(matricula) - Desenho Arquitetônico Elisa Consuelo Loss Bacharelado em Administração de Empresas Técnico em Transações Imobiliárias - Operações Imobiliárias - Economia e Mercados - Técnicas Básicas de Vendas e Noções de Marketing Imobiliário 3.8 Critérios de Aproveitamento de Conhecimentos e Experiências Anteriores Os conhecimentos e experiências anteriores relacionados ao perfil de conclusão do Técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, poderão ser avaliados para aproveitamento de estudos, no todo ou em parte, nos termos da legislação vigente. (...) (fls. 96 a 98). 3.9 Critérios de Avaliação Avaliação de aprendizagem a distância no site da Escola, o aluno pode fazer download de simulados de cada disciplina para auto-avaliação. Os alunos que não dispõem dos serviços de Internet podem solicitar o envio de versão impressa dos simulados. O mesmo será corrigido e retornado ao aluno com orientações feitas pelo professor. A resolução dos simulados é opcional, porém recomendada em diversas circunstâncias como elemento de comprovação de aprendizagem e de estímulo ao exercício da auto-avaliação. Avaliações presenciais obrigatórias para a eliminação de disciplinas em qualquer curso oficial, as avaliações presenciais são realizadas na sede do Instituto Monitor, ou em Pólos de Educação a Distância, devidamente autorizados. O aluno poderá agendar sua(s) prova(s) para o período que julgar mais oportuno. Cada componente curricular será avaliado separadamente. A aprendizagem dos conteúdos da disciplina é avaliada por meio de instrumento escrito, mensurando valor total de 10,0 (dez) pontos, fracionada de 5 em 5 décimos, sendo 8,0 (oito) pontos pertinentes à parte Larice 11

12 presencial e 2,0 (dois) pontos pertinentes às Atividades Avaliativas realizadas a distância. (fls. 98 a 101) Nota 8 a 10 6 a 7,5 3 a 5,5 0 a 2,5 Definição Operacional O aluno demonstra ter alcançado a compreensão necessária das competências gerais que a profissão exige. O aluno demonstra compreensão suficiente das competências gerais. O aluno demonstra que ainda não está preparado para dar seqüência ao curso. Para refazer a prova, deverá retomar os pontos da disciplina com os quais teve dificuldades. O aluno demonstra ter encontrado muita dificuldade no desenvolvimento das competências gerais que a profissão exige, devendo, portanto, retomar a matéria em sua totalidade, desde o princípio, antes de dar continuidade ao curso Estágio Supervisionado ( ) A carga horária total do Estágio Profissional Obrigatório Supervisionado, de no mínimo 150 horas, será cumprida pelo aluno durante ou após o término dos Módulos Ocupacionais. O aluno terá um prazo de 2 (dois) anos, a serem contados a partir da data de matrícula, para a execução do estágio. Findo este prazo, o aluno terá de se matricular novamente, sendo que o prazo máximo será de mais 3 (três) anos após a rematrícula. A carga horária do estágio profissional obrigatório supervisionado não poderá exceder a jornada diária de 6 horas, perfazendo 30 horas semanais. O documento de conclusão do curso estará sujeito à aprovação do relatório de estágio. O aluno que comprovar o exercício profissional das funções correspondentes à Habilitação Profissional e áreas afins pelo período mínimo de 2 (dois) anos poderá, a critério do Instituto Monitor, ser dispensado do Estágio Profissional Obrigatório Supervisionado. O Plano de Estágio está descrito às folhas 84 a Plano de Capacitação Docente O Instituto informa (fls.534 a 538) que mantém uma política de contratação de equipe pedagógica com formação em nível superior dentro das áreas específicas de cada curso, bem como sólidos conhecimentos em educação e educação a distância. O Plano de capacitação docente tem por objetivo capacitar pedagogicamente a equipe para atuar com recursos de Educação Online em cursos a distância, composto por 6 (seis) módulos virtuais assíncronos com duração de 15 horas cada, totalizando 90 horas de capacitação, visando Larice 12

13 essencialmente o desenvolvimento de duas séries de atividades: de sensibilização para a Educação Online e de capacitação pedagógica para a Educação Online. 5. Recursos Físicos e Materiais a 108,128 a 200. Os recursos físicos e materiais estão descritos às folhas Comissão Verificadora A Comissão Verificadora constituída pela Portaria-SEED n.º 1890/2010, de 28 de outubro de 2010, integrada por Técnicos Pedagógicos da SEED e do NRE: Marlene Cleonice Tuponi Curso Ciclo Básico do Curso Mídias Integradas na Educação, Dulce Pazinato Casarin, Especialista em Gestão da Educação a Distância, Curso de Aperfeiçoamento para Capacitação de Tutores em EaD, Curso de Mídias Integradas na Educação, Albino Pedro Zanatta Licenciado em Matemática e como Perito Luiz Celso Castegnaro Tecnólogo em Negócios Imobiliários emitiu o Laudo Técnico favorável à autorização de funcionamento do referido curso, de acordo com as Deliberações n.º s 09/06 e 01/07-CEE/PR. (fls. 590 a 607). considerações: O relatório de Avaliação do Curso apresenta as seguintes ( ) 3- Itens existentes no local de verificação: a) Ambientes físicos pedagógicos (fls. 94 e 95); - sala de aula 1 25,20 m2, com 24 carteiras, mesa/cadeira de professor e quadro branco. - sala de aula 2-25,90 m2, com 12 carteiras, mesa/cadeira de professor e quadro branco. - sala de aula 3-36,70 m2, com 28 carteiras, mesa/cadeira de professor e quadro branco. - sala de provas/biblioteca: 25,80 m2, com 10 carteiras, 03 mesas e 09 cadeiras, um quadro branco, uma estante com acervo bibliográfico e um computador com acesso à internet. - sala de estudos: 19, 70 m2, com 04 mesas, 12 cadeiras e um microcomputador. - laboratório multidisciplinar: 29,50 m2, com 01 bancada, com 08 banquetas, mesa/cadeira de professor, quadro branco e 03 (três) microcomputadores com acesso à internet. Essa sala é compartilhada com o laboratório para o curso de Técnico em Eletrônica. - Direção e Secretaria: 13,40 m2, com duas mesas, 04 cadeiras e 02 computadores. - Recepção (atendimento ao público): 4,10 m2, com 01 balcão de atendimento e 03 (três) cadeiras. - sanitários: 16,90 m2, sendo 2 femininos e 02 masculinos. - os banheiros não possuem adaptação para atendimento ao portador de necessidades especiais. Larice 13

14 - Copa: 8,00 m2, com 01 fogão, 01 geladeira, 01 microondas, 01 mesa e cadeira. - Arquivo/Estoque: 7,20 m2, com três prateleiras de aço e 01 armário com portas. - Terraço e corredores: 22,80 m2. b) Da Infraestrutura de Acessibilidade às Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais: - A Instituição de Ensino não possui rampas de acesso, elevador e banheiros adequados aos alunos portadores de necessidades especiais. Ás fls. 108 informa que atende esses alunos através de convênio com o Hotel Paraná & Corporate Suites Ltda., sito a Rua Lourenço Pinto, 456 Curitiba-Pr. c) Material/Recursos Didáticos/Tecnológicos: (fls. 103) - Laboratório Multidisciplinar com 03 (três) computadores - 01 multifuncional HP (telefone, fax, copiador e scanner) - 01 retroprojetor - O material de apoio didático (fls. 72) é elaborado por equipe multidisciplinar do Instituto Monitor e disponibilizado em média impressa e no ambiente web. - Guia do Aluno (protótipo às fls. 542), foi atualizado, no entanto, não é específico para os Cursos ofertados pela Unidade do Instituto Monitor no Estado do Paraná. - O protótipo do material didático anexado ao protocolado refere-se à apostila da disciplina Psicologia Organizacional (fls. 544), no entanto, o material apresentado necessita ser melhorado. - O ambiente virtual de aprendizagem do curso Técnico em Transações Imobiliárias está em fase de construção. - Todas as atividades são realizadas no AVA- Ambiente Virtual de Aprendizagem são gerenciadas pela LMS Learning Management System. (fls. 70). - O ambiente virtual de aprendizagem compõe-se de (fls. 70): - Portal do aluno: atendimento administrativo de secretaria,agendamento de avaliações presenciais, relacionamento com professores e tutores, atividades curriculares e extracurriculares, gerenciamento e abastecimento de informações; enquetes, campanhas, informativos, mural de vagas de estágio, espaço para sugestões e críticas. - Curso: área virtual com conteúdo obrigatório, elementos de fundamentação, atividades de enriquecimento curricular para realização de novas leituras e exercícios, área suplementar (conteúdos de pesquisas, leituras e aprofundamento), área complementar (atividades práticas, revisões e recuperações) e avaliação (formativa). d) Ferramentas de aprendizagem utilizadas (fls. 70): - Fórum (discussão assíncrona) - Chat (discussão síncrona) - Glossário - Aula síncrona e webconferência (em fase de implantação) - Ajuda - FAQ (Frequently Asked Questions) - Bloco de notas - Download de arquivos - Links interessantes relacionados ao tema - Simulados (autoverificação do aproveitamento) Larice 14

15 - O telefone está sediado na sede do Instituto Monitor, na cidade de São Paulo. - Às fls. 05, a Instituição de Ensino informa que a empresa do Grupo Educacional Instituto Monitor Ltda., sediada em São Paulo, dá suporte operacional em todos os serviços necessários à manutenção da unidade escolar e respectiva mantenedora, inclusive tecnológico e indústria gráfica, entre outros. e) Acervo Bibliográfico: - A Comissão constatou a existência do acervo bibliográfico, específico do curso relacionado às fls. 104 a 107 do processo, com um exemplar de cada título. Além do acervo bibliográfico, o aluno terá acesso a periódicos e revistas, através do ambiente de aprendizagem terá acesso à Biblioteca Virtual. - Às fls. 128 a 200 a Instituição de Ensino apresenta a relação do acervo bibliográfico circulante, disponível na sede em São Paulo. RECURSOS HUMANOS - a) Corpo docente e de tutores: - Às fls. 249 a 275, a Instituição apresenta a sua Equipe Pedagógica; O Coordenador do Curso Técnico em Transações Imobiliárias, possui formação em Administração de Empresas e Técnico em Transações Imobiliárias.. A Equipe Administrativa consta às fls. 276 a 332. A Equipe de Multimeios às fls. 333 a O corpo docente (fls. 395 a 533) possui formação específica para as disciplinas ministradas,. (...) - Às fls. 534 a 538 a Instituição apresenta o Plano de Capacitação Docente com ênfase para a formação na metodologia EaD. METODOLOGIA: Matriz Curricular: (...) - A Matriz Curricular do Curso Técnico em Transações Imobiliárias (fls.78 e 79) apresenta organização curricular por Módulo/disciplina. A matrícula é realizada por disciplina (fls. 59) (...) Carga horária presencial e a distância: Matriz Curricular: (fls. 78 e 79) está organizada em três módulos: - Módulo I Qualificação Profissional de Captador de Imóveis. - Módulo II Qualificação Profissional de Auxiliar de Administração Imobiliária. - Módulo III Qualificação Profissional de Assistente em Transações Imobiliárias. - Carga horária total = 960 horas, sendo 810 horas de curso e 150 h Estágio. Larice 15

16 - Carga horária Presencial Obrigatória: 36h, sendo 12 h por módulo. - Carga horária Online (acompanhada por tutores e/ou coordenador)) 231 h,sendo 77h por módulo. - Carga horária em Estudos individualizados (por meio de material didático e bibliografia) 543h, sendo 181h por Módulo. b) Recursos Didáticos Pedagógicos - Às fls. 71, Instituição de Ensino informa que os programas desenvolvidos objetivam garantir a interatividade necessária e aprendizagem participativa, com estratégias diversificadas na abordagem dos conteúdos, visando à construção dos conhecimentos fundamentais e complementares que serão estudados nas disciplinas da matriz curricular do curso. Informa também que, são propostas ao aluno várias e diferentes atividades de aprendizagem elaboradas pelos professores e tutores para que o educando reflita sobre os conteúdos das disciplinas do curso e aprofunde seus conhecimentos por meio de tarefas que serão produzidas e discutidas, individualmente e em grupos. O estudante é o agente da própria produção e recebe acompanhamento da equipe docente que o orienta no decorrer de todo o processo. - Os Guias instrucionais e intervenções didáticas são ofertados pelo corpo docente e pela tutoria no decorrer do processo ensino-aprendizagem, mediante acompanhamento do prontuário de cada aluno, obtendo assim um atendimento personalizado. (fls. 72) Serviço de atendimento pedagógico (fls. 72) - é o atendimento individualizado ao aluno. Pode ser utilizada para sanar dúvidas ao contatar os professores das disciplinas, resolução de dúvidas, exposição detalhada de temas e assuntos com os quais o aluno tenha dificuldade. Tutoria: orientação de estudos, acompanhamento e supervisão do aluno por meio de troca de mensagens, relatórios, materiais de apoio e tarefas comentadas. Grupo de Orientação de Estudo (fls. 72 e 73) - Nesses grupos, o aluno recebe o acompanhamento de especialistas em cada área do conhecimento para esclarecimento de dúvidas, orientação de estudos, realização de atividades práticas por meio de um kit de experiências de simulados e avaliações. - Formação de grupos para avaliações, com um calendário específico de encontros, coordenados por docentes e acompanhados pela equipe pedagógica. c) Avaliação: (fls. 100) - A aprendizagem dos conteúdos da disciplina é avaliada por meio de instrumento escrito, sendo 8,0 (oito) pontos pertinentes à parte presencial e 2,0 (dois) pertinentes às atividades avaliativas realizadas à distância. - Será aplicada uma prova presencial por componente curricular, abrangendo todo o conteúdo da disciplina. A Instituição conta com um Banco de Questões informatizado composto de 1500 itens sobre o Curso Técnico em Transações Imobiliárias. Larice 16

17 - A nota mínima para aprovação em cada disciplina é 6,0 (seis vírgula zero). A frequência mínima obrigatória é 75% da carga horária presencial de cada disciplina. Haverá recuperação de estudos para os alunos que não obtiverem a nota mínima exigida. O processo de recuperação não interfere na continuidade dos estudos pelo aluno. d) Certificados e Diplomas Módulo I Qualificação Profissional de Captador de Imóveis. Módulo II Qualificação Profissional de Auxiliar de Administração Imobiliária. Módulo III Qualificação Profissional de Assistente em Transações Imobiliárias. Ao término dos três módulos, aprovação do Relatório de Estágio e conclusão do Ensino Médio, o aluno recebe o Diploma de Técnico em Transações Imobiliárias. 4. Considerações da Comissão de Verificação O Instituto Monitor possui condições físicas mínimas no que diz respeito aos ambientes pedagógicos, instalações e equipamentos. Tem capacidade para atendimento de até 40 alunos conforme previsto para realização de Encontros Presenciais/Avaliações do Curso de Técnico em Transações Imobiliárias, no entanto, não oferece condições de acessibilidade ao prédio e não possui instalações sanitárias aos portadores de necessidades especiais. A Instituição informa que atende esses alunos através de convênio com o Hotel Paraná & Corporate Suites Ltda., sito a Rua Lourenço Pinto, 456- Curitiba-Pr, para realizar as avaliações presenciais. Informa ainda, que tão logo sejam autorizados os Cursos Técnicos em: Secretariado, Contabilidade, Secretaria Escolar e Transações Imobiliárias irá providenciar a mudança para espaço mais amplo, alocando os Laboratórios de Informática e de Eletrônica em espaços distintos. a) Quanto ao material didático: O material didático impresso apresentado necessita ser melhorado, haja vista que há falta de atividades que instiguem o aluno à pesquisa e à construção do conhecimento. É necessário que o ambiente virtual de aprendizagem proporcione outras atividades que estimulem a pesquisa, a interação, que contribuam para a reflexão e construção de novos significados. No entanto, a Instituição de Ensino às fls. 551 informa que possui como premissa a atualização de todos os seus processos didáticos. O Guia do Aluno (fls. 542), foi atualizado, porém, não é específico para os Cursos ofertados pela Unidade do Instituto Monitor no Estado do Paraná. Larice 17

18 b) Quanto aos equipamentos, recursos e meios tecnológicos: O número de equipamentos disponibilizados no Laboratório de Informática precisa ser ampliado, considerando o aumento da oferta de dois cursos. A Instituição comprometeu-se a encontrar local mais amplo para suas instalações, separando o Laboratório de Informática e de Eletrônica (sic) em espaços distintos, bem como aumentando o número de computadores. c) Quanto à Metodologia: Trata-se de Curso ofertado por Instituição cuja Mantenedora possui experiência para atuar na área de cursos livres na modalidade EaD. O desenvolvimento do Curso, permitirá ao aluno a interação com o professor. As ferramentas a serem disponibilizadas no site institucional propiciará interação grupal através de chats e fóruns, bem como a elucidação de dúvidas. Considera-se esta metodologia adequada ao processo de ensinoaprendizagem do Curso Técnico em Transações Imobiliárias na modalidade de EaD. Conclusão Tendo em vista o exposto, a Comissão é de parecer favorável à Autorização de Funcionamento do Curso Técnico em Transações Imobiliárias, Eixo Tecnológico Gestão e Negócios, Subsequente/Concomitante ao Ensino Médio, na modalidade de Educação a Distância, no Instituto Monitor, do município de Curitiba. 7. Laudo Técnico do Perito Após verificação in loco realizada no Instituto Monitor, na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, para fins de autorização de funcionamento do Curso Técnico em Transações Imobiliárias Subsequente, na modalidade de educação a Distância constatei que: 1- O Plano de Curso está de acordo com a Legislação Vigente. 2- Os Espaços Pedagógicos oferecem boas condições para a organização e oferta do curso. 3- A Biblioteca conta com razoável acervo bibliográfico específico para o curso, bem como possibilidade de acesso à bibliotecas virtuais. 4 No laboratório de informática o número de computadores precisa ser ampliado haja vista a instalação de novos cursos. 5 O material impresso de apoio didático irá facilitar a aprendizagem dos alunos que têm dificuldades de acesso à Internet. 6 O ambiente virtual de aprendizagem propicia condições de aprendizagem interativa. Larice 18

19 Com base nas observações feitas na Verificação constatei que o Estabelecimento de Ensino possui as condições necessárias para a oferta do curso Técnico em Transações Imobiliárias. Isto posto, sou de Parecer favorável. 8. No Mérito O presente processo atende satisfatoriamente à normatização vigente quanto ao pedido de autorização de Funcionamento do Curso Técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, à distância, para o Município de Curitiba. Destaque-se que não há especificação normativa quanto ao quantitativo de horas destinado às atividades de natureza presencial e às de natureza virtual. Considerando que a carga horária on line prevê o acompanhamento tutorial, a relação entre professor-tutor e aluno está garantida, vez que trata-se da modalidade de EAD. Quanto às recomendações contidas no Relatório da Comissão de Verificação e que, conforme descrição, a Instituição comprometeuse em adequar e/ou adquirir após a implantação do Curso e, portanto, deverão estar cumpridas no momento em que solicitar o pedido de Reconhecimento do curso ora autorizado. II VOTO DA RELATORA Considerando o exposto e o Parecer favorável da Comissão Verificadora e Parecer n.º 585/10-DET/SEED, somos pela Autorização para o Funcionamento, do Curso Técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, a partir da data da publicação do ato autorizatório, a distância, do Instituto Monitor, localizado à Avenida Vicente Machado, n.º 181, 1º andar, Centro, em Curitiba, mantido pelo Instituto Educacional Monitor Ltda., carga horária de 960 horas, regime de matrícula por disciplina, oferta concomitante ou subsequente ao Ensino Médio, (mil e quatrocentas) vagas anuais, período mínimo de integralização do curso de 34 semanas, para o Município de Curitiba. Determina-se à mantenedora que: a) sejam tomadas as providências necessárias referentes às recomendações contidas no Relatório da Comissão Verificadora; Larice 19

20 b) a formação pedagógica da coordenação e dos docentes seja ação a ser implementada. Encaminhe-se o presente Parecer à Secretaria de Estado da Educação para a expedição do ato autorizatório do referido Curso, em conformidade com as Deliberações CEE/PR n.º s 09/06 e 01/07. O estabelecimento de ensino deverá solicitar o reconhecimento do Curso, conforme o estabelecido nas Deliberações CEE/PR n.º s 09/06, 01/07 e 02/10, comprovando o cumprimento das ressalvas contidas no Relatório da Comissão de Verificação. Recomenda-se à Instituição de Ensino que: a) sejam tomadas as devidas providências quanto ao registro on line no SISTEC Sistema de Informação e Supervisão de Educação Profissional e Tecnológica, do referido curso; b) os procedimentos didático-pedagógicos apresentados neste Plano de Curso deverão ser incorporados no Regimento Escolar. É o Parecer. DECISÃO DA CÂMARA A Câmara de Educação Básica aprova, por unanimidade, o Voto da Relatora. Curitiba, 09 de fevereiro de Romeu Gomes de Miranda Presidente do CEE Maria Luiza Xavier Cordeiro Presidente da CEB Larice 20

PROCESSO N 1154/14 PROTOCOLO Nº 12.150.961-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 900/14 APROVADO EM 02/12/2014

PROCESSO N 1154/14 PROTOCOLO Nº 12.150.961-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 900/14 APROVADO EM 02/12/2014 PROCESSO N 1154/14 PROTOCOLO Nº 12.150.961-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 900/14 APROVADO EM 02/12/2014 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: COLÉGIO ENSITEC ENSINO

Leia mais

PROCESSO N 771/11 PROTOCOLO N.º 10. 847.997-3 PARECER CEE/CEB N.º 667/11 APROVADO EM 02/08/11

PROCESSO N 771/11 PROTOCOLO N.º 10. 847.997-3 PARECER CEE/CEB N.º 667/11 APROVADO EM 02/08/11 PROTOCOLO N.º 10. 847.997-3 PARECER CEE/CEB N.º 667/11 APROVADO EM 02/08/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO SENAC EM CURITIBA MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido

Leia mais

PROCESSO N 477/2009 PROTOCOLO N.º 7.173.277-0 PARECER CEE/CEB N.º 640/09 APROVADO EM 09/12/09 INTERESSADO: COLÉGIO TOP GUN ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROCESSO N 477/2009 PROTOCOLO N.º 7.173.277-0 PARECER CEE/CEB N.º 640/09 APROVADO EM 09/12/09 INTERESSADO: COLÉGIO TOP GUN ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROTOCOLO N.º 7.173.277-0 PARECER CEE/CEB N.º 640/09 APROVADO EM 09/12/09 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO TOP GUN ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MUNICÍPIO: SÃO JOSÉ DOS PINHAIS ASSUNTO: Pedido

Leia mais

PROCESSO N 719/10 PROTOCOLO N.º 10.084.281-5 PARECER CEE/CEB N.º 1209/10 APROVADO EM 15/12/10 COLÉGIO TOP GUN ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL

PROCESSO N 719/10 PROTOCOLO N.º 10.084.281-5 PARECER CEE/CEB N.º 1209/10 APROVADO EM 15/12/10 COLÉGIO TOP GUN ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL PROTOCOLO N.º 10.084.281-5 PARECER CEE/CEB N.º 1209/10 APROVADO EM 15/12/10 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO TOP GUN ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

Leia mais

PROCESSO N.º 1007/10 PROTOCOLO N.º 10.465.202.-6 PARECER CEE/CEB N.º 196/11 APROVADO EM 07/04/11

PROCESSO N.º 1007/10 PROTOCOLO N.º 10.465.202.-6 PARECER CEE/CEB N.º 196/11 APROVADO EM 07/04/11 PROTOCOLO N.º 10.465.202.-6 PARECER CEE/CEB N.º 196/11 APROVADO EM 07/04/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL UNIDADE PÓLO - ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: MARINGÁ

Leia mais

PROCESSO N 559/13 PROTOCOLO Nº 11.649.573-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 230/14 APROVADO EM 05/05/14

PROCESSO N 559/13 PROTOCOLO Nº 11.649.573-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 230/14 APROVADO EM 05/05/14 PROTOCOLO Nº 11.649.573-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 230/14 APROVADO EM 05/05/14 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA TUPY MUNICÍPIO:

Leia mais

PROCESSO N 1725/2010 PROTOCOLO N.º 10.296.281-8 PARECER CEE/CEB N.º 319/11 APROVADO EM 05/05/11

PROCESSO N 1725/2010 PROTOCOLO N.º 10.296.281-8 PARECER CEE/CEB N.º 319/11 APROVADO EM 05/05/11 PROTOCOLO N.º 10.296.281-8 PARECER CEE/CEB N.º 319/11 APROVADO EM 05/05/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL IRMÃO MÁRIO CRISTÓVÃO MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido

Leia mais

PROCESSO N 35/12 PROTOCOLO N.º 11.205.512 6 PARECER CEE/CEB N.º 319/12 APROVADO EM 08/05/12

PROCESSO N 35/12 PROTOCOLO N.º 11.205.512 6 PARECER CEE/CEB N.º 319/12 APROVADO EM 08/05/12 PROTOCOLO N.º 11.205.512 6 PARECER CEE/CEB N.º 319/12 APROVADO EM 08/05/12 INTERESSADO: CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE CURITIBA MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido de renovação de reconhecimento

Leia mais

PROCESSO N. 86/12 PROTOCOLO N.º 11.075.788-3 PARECER CEE/CEB N.º 463/12 APROVADO EM 18/06/12

PROCESSO N. 86/12 PROTOCOLO N.º 11.075.788-3 PARECER CEE/CEB N.º 463/12 APROVADO EM 18/06/12 PROTOCOLO N.º 11.075.788-3 PARECER CEE/CEB N.º 463/12 APROVADO EM 18/06/12 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL JARDIM ALEGRE - ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: TELÊMACO

Leia mais

PROCESSO N 979/12 PROTOCOLO N.º 11.205.949-0 PARECER CEE/CEB N.º 624/12 APROVADO EM 08/08/12

PROCESSO N 979/12 PROTOCOLO N.º 11.205.949-0 PARECER CEE/CEB N.º 624/12 APROVADO EM 08/08/12 PROTOCOLO N.º 11.205.949-0 PARECER CEE/CEB N.º 624/12 APROVADO EM 08/08/12 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MARTINUS SUBSEDE CENTRO MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido

Leia mais

PROCESSO N 337/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11

PROCESSO N 337/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO INSTITUTO CRISTÃO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: CASTRO ASSUNTO: Pedido

Leia mais

PROCESSO N. 2262/10 PROTOCOLO N. 10.382.307-2 PARECER CEE/CEB N.º 51/11 APROVADO EM 09/02/11 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CENAP

PROCESSO N. 2262/10 PROTOCOLO N. 10.382.307-2 PARECER CEE/CEB N.º 51/11 APROVADO EM 09/02/11 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CENAP PROTOCOLO N. 10.382.307-2 PARECER CEE/CEB N.º 51/11 APROVADO EM 09/02/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CENAP MUNICÍPIO:CASCAVEL ASSUNTO: Pedido de Reconhecimento

Leia mais

PROCESSO Nº 604/15 PROTOCOLO Nº 13.399.921-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 314/15 APROVADO EM 30/07/15

PROCESSO Nº 604/15 PROTOCOLO Nº 13.399.921-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 314/15 APROVADO EM 30/07/15 PROTOCOLO Nº 13.399.921-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 314/15 APROVADO EM 30/07/15 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: COLÉGIO ENSITEC ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 109/2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 03/11/2014 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 109/2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 03/11/2014 I RELATÓRIO: INTERESSADO: INTERFACE CURSOS E CONSULTORIA RECIFE/PE ASSUNTO: ALTERAÇÃO DO REGIMENTO, DA PROPOSTA PEDAGÓGICA E DO PLANO DO CURSO TÉCNICO EM TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS

Leia mais

PROCESSO N 1205/11 PROTOCOLO N.º 10.945.068-5 PARECER CEE/CEB N.º 61/12 APROVADO EM 16/02/12

PROCESSO N 1205/11 PROTOCOLO N.º 10.945.068-5 PARECER CEE/CEB N.º 61/12 APROVADO EM 16/02/12 PROTOCOLO N.º 10.945.068-5 PARECER CEE/CEB N.º 61/12 APROVADO EM 16/02/12 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL PARA SURDOS ALCINDO FANAYA JÚNIOR EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL,

Leia mais

PROCESSO N 333/15 PROTOCOLO Nº 13.451.439-6 PARECER CEE/CEMEP Nº 182/15 APROVADO EM 21/05/15

PROCESSO N 333/15 PROTOCOLO Nº 13.451.439-6 PARECER CEE/CEMEP Nº 182/15 APROVADO EM 21/05/15 PROTOCOLO Nº 13.451.439-6 PARECER CEE/CEMEP Nº 182/15 APROVADO EM 21/05/15 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO GRAU TÉCNICO UNIDADE CURITIBA

Leia mais

PROCESSO N. 788/11 PROTOCOLO N.º 10.661.081-9 PARECER CEE/CEB N.º 1014/11 APROVADO EM 08/11/11

PROCESSO N. 788/11 PROTOCOLO N.º 10.661.081-9 PARECER CEE/CEB N.º 1014/11 APROVADO EM 08/11/11 PROCESSO N. 788/11 PROTOCOLO N.º 10.661.081-9 PARECER CEE/CEB N.º 1014/11 APROVADO EM 08/11/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL BARÃO DO RIO BRANCO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO, NORMAL

Leia mais

'PROCESSOS N. os 1055/09 PROTOCOLOS N.º s 10.153.662-9 2010/10 10.153.694-7 PARECER CEE/CEB N.º 205/11 APROVADO EM 07/04/11

'PROCESSOS N. os 1055/09 PROTOCOLOS N.º s 10.153.662-9 2010/10 10.153.694-7 PARECER CEE/CEB N.º 205/11 APROVADO EM 07/04/11 'PROCESSOS N. os 1055/09 PROTOCOLOS N.º s 10.153.662-9 2010/10 10.153.694-7 PARECER CEE/CEB N.º 205/11 APROVADO EM 07/04/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL JOSÉ BONIFÁCIO ENSINO

Leia mais

PROCESSO N.º 1053/11 PROTOCOLO N.º 10.402.586-2 PARECER CEE/CEB N.º 1046/11 APROVADO EM 10/11/11

PROCESSO N.º 1053/11 PROTOCOLO N.º 10.402.586-2 PARECER CEE/CEB N.º 1046/11 APROVADO EM 10/11/11 PROTOCOLO N.º 10.402.586-2 PARECER CEE/CEB N.º 1046/11 APROVADO EM 10/11/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO SENAC EM IRATI MUNICÍPIO: IRATI ASSUNTO: Pedido de

Leia mais

PROCESSO N 1569/12 PROTOCOLO Nº 10.790.425-5 PARECER CEE/CEMEP Nº 104/13 APROVADO EM 16/04/13

PROCESSO N 1569/12 PROTOCOLO Nº 10.790.425-5 PARECER CEE/CEMEP Nº 104/13 APROVADO EM 16/04/13 PROTOCOLO Nº 10.790.425-5 PARECER CEE/CEMEP Nº 104/13 APROVADO EM 16/04/13 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: ESCOLA TÉCNICA PROFISSIONAL MUNICÍPIO: CURITIBA

Leia mais

PROCESSO Nº 691/2009 PROTOCOLO Nº 7.236.572-0 PARECER CEE/CEB N.º 855/10 APROVADO EM 30/08/10

PROCESSO Nº 691/2009 PROTOCOLO Nº 7.236.572-0 PARECER CEE/CEB N.º 855/10 APROVADO EM 30/08/10 PROTOCOLO Nº 7.236.572-0 PARECER CEE/CEB N.º 855/10 APROVADO EM 30/08/10 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TUI-NÁ SYSTEM MASSAGE MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido

Leia mais

PARECER CEE N o 211/2010

PARECER CEE N o 211/2010 Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSOS N o: E-03/100.298/2008 e E-03/100.342/2008 INTERESSADO: CENTRO

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO N o : E-03/100.029/2008 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO APLICADO A PROFISSIONAIS LTDA

COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO N o : E-03/100.029/2008 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO APLICADO A PROFISSIONAIS LTDA Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO N o : E-03/100.029/2008 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO

Leia mais

Publicado no DOE de 03/09/2014 pela Portaria SEE nº 4567/2014, de 02/09/2014 PARECER CEE/PE Nº 89 /2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 18/08/2014

Publicado no DOE de 03/09/2014 pela Portaria SEE nº 4567/2014, de 02/09/2014 PARECER CEE/PE Nº 89 /2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 18/08/2014 INTERESSADA: ACADETEC ACADEMIA TECNOLÓGICA DO BRASIL RECIFE/PE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM SECRETARIADO EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS, NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - EAD RELATOR:

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS FORMAÇÃO DO CORRETOR DE IMÓVEIS

CURSO TÉCNICO DE TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS FORMAÇÃO DO CORRETOR DE IMÓVEIS CURSO TÉCNICO DE TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS FORMAÇÃO DO CORRETOR DE IMÓVEIS O Curso de TTI Curso autorizado pelo Conselho Estadual de Educação do estado de São Paulo CEE/SP e reconhecido pelo CRECI, concedendo

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO 1 CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO 1. APRESENTAÇÃO É com satisfação que apresentamos este

Leia mais

PROCESSO Nº 570/2009 PROTOCOLO N.º 7.486.696-4 PARECER CEE/CEB N.º 308/09 APROVADO EM 12/08/09

PROCESSO Nº 570/2009 PROTOCOLO N.º 7.486.696-4 PARECER CEE/CEB N.º 308/09 APROVADO EM 12/08/09 PROTOCOLO N.º 7.486.696-4 PARECER CEE/CEB N.º 308/09 APROVADO EM 12/08/09 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO SENAC, EM MARINGÁ MUNICÍPIO: MARINGÁ ASSUNTO: Pedido

Leia mais

PROCESSO N.º 1771/2007 PROTOCOLO N.º 9.442.771-1 PARECER N.º 762/07 APROVADO EM 05/12/07

PROCESSO N.º 1771/2007 PROTOCOLO N.º 9.442.771-1 PARECER N.º 762/07 APROVADO EM 05/12/07 PROTOCOLO N.º 9.442.771-1 PARECER N.º 762/07 APROVADO EM 05/12/07 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: COLÉGIO SÃO JOSÉ EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO:

Leia mais

I RELATÓRIO: 608/2015, de 20/02/2015 PARECER CEE/PE Nº 01/2015-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 26/01/2015

I RELATÓRIO: 608/2015, de 20/02/2015 PARECER CEE/PE Nº 01/2015-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 26/01/2015 INTERESSADO: COLÉGIO DE SÃO JOSÉ RECIFE/PE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO E DO CURSO TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS, NA MODALIDADE PRESENCIAL RELATOR:

Leia mais

CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: IBED INSTITUTO BRASILEIRO DE ENSINO A DISTÂNCIA

CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: IBED INSTITUTO BRASILEIRO DE ENSINO A DISTÂNCIA PROTOCOLO Nº 11. 851.656-7 PARECER CEE/CEMEP Nº 615/13 APROVADO EM 05/12/13 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: IBED INSTITUTO BRASILEIRO DE ENSINO A DISTÂNCIA

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO Nº: E-03/100.520/2009 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO APLICADO A PROFISSIONAIS LTDA

COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO Nº: E-03/100.520/2009 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO APLICADO A PROFISSIONAIS LTDA Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO Nº: E-03/100.520/2009 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO

Leia mais

PROCESSO N 833/05 PROTOCOLO N.º 8.511.261-9 PARECER N.º 851/05 APROVADO EM 14/12/05 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MARINGÁ -CEPROM

PROCESSO N 833/05 PROTOCOLO N.º 8.511.261-9 PARECER N.º 851/05 APROVADO EM 14/12/05 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MARINGÁ -CEPROM PROTOCOLO N.º 8.511.261-9 PARECER N.º 851/05 APROVADO EM 14/12/05 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MARINGÁ -CEPROM MUNICÍPIO: MARINGÁ ASSUNTO: Pedido de Autorização

Leia mais

I RELATÓRIO: 8021/2011, de 15/12/2011 PARECER CEE/PE Nº 162/2011-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 07/11/2011

I RELATÓRIO: 8021/2011, de 15/12/2011 PARECER CEE/PE Nº 162/2011-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 07/11/2011 INTERESSADA: EFORTE ESCOLA DE FORMAÇÃO TÉCNICA E EMPRESARIAL RECIFE/PE ASSUNTO: CREDENCIAMENTO DA INSTITUIÇÃO PARA A OFERTA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E AUTORIZAÇÃO DOS CURSOS: TÉCNICO

Leia mais

PROCESSO N 199/11 PROTOCOLO N.º 10. 384.872-5 PARECER CEE/CEB N.º 791/11 APROVADO EM 15/09/11

PROCESSO N 199/11 PROTOCOLO N.º 10. 384.872-5 PARECER CEE/CEB N.º 791/11 APROVADO EM 15/09/11 PROTOCOLO N.º 10. 384.872-5 PARECER CEE/CEB N.º 791/11 APROVADO EM 15/09/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: SENAI CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE LONDRINA MUNICÍPIO: LONDRINA ASSUNTO: Pedido

Leia mais

ASDFASDF Câmara de Educação Superior e Profissional

ASDFASDF Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Escola Técnica MRH MRHTECH EMENTA: Credencia a Escola Técnica MRH MRHTECH, nesta capital, e reconhece o curso técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios na modalidade

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Conselho de Educação do Distrito Federal

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Conselho de Educação do Distrito Federal Homologado em 3/3/2015, DODF nº 45, de 5/3/2015, p. 46. Portaria nº 30, de 6/3/2015, DODF nº 49, de 11/3/2015, p. 4 e 5. PARECER Nº 34/2015-CEDF Processo nº 084.000215/2013 Interessado: UNI - União Nacional

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: Técnico em Informática na Formação de Instrutores Carga Horária: 1000 horas Estágio Curricular:

Leia mais

PROCESSO N. 759/04 PROTOCOLO N. 5.253.195-0 PARECER N.º 163/05 APROVADO EM 08/04/05

PROCESSO N. 759/04 PROTOCOLO N. 5.253.195-0 PARECER N.º 163/05 APROVADO EM 08/04/05 PROTOCOLO N. 5.253.195-0 PARECER N.º 163/05 APROVADO EM 08/04/05 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: HCI ESCOLA TÉCNICA MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido de Autorização de Funcionamento do Curso Técnico

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA OS ATOS REGULATÓRIOS DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DO SISTEMA ESTADUAL DE ENSINO DO PARANÁ VOLUME I MANUAL

PROCEDIMENTOS PARA OS ATOS REGULATÓRIOS DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DO SISTEMA ESTADUAL DE ENSINO DO PARANÁ VOLUME I MANUAL PROCEDIMENTOS PARA OS ATOS REGULATÓRIOS DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DO SISTEMA ESTADUAL DE ENSINO DO PARANÁ VOLUME I MANUAL DELIBERAÇÕES CEE/PR nº s 03/98, 10/99, 02/03, 02/05, 03/06, 08/06, 01/07, 05/10,

Leia mais

PROCESSO Nº 1858/12 PROTOCOLO N.º 11.206.065-0 PARECER CEE/CEMEP N.º 276/14 APROVADO EM 08/05/14

PROCESSO Nº 1858/12 PROTOCOLO N.º 11.206.065-0 PARECER CEE/CEMEP N.º 276/14 APROVADO EM 08/05/14 PROTOCOLO N.º 11.206.065-0 PARECER CEE/CEMEP N.º 276/14 APROVADO EM 08/05/14 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA PARA JOVENS

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.622, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2005. Vide Lei n o 9.394, de 1996 Regulamenta o art. 80 da Lei n o 9.394, de 20 de dezembro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.622, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2005. Vide Lei n o 9.394, de 1996 Regulamenta o art. 80 da Lei n o 9.394, de 20 de dezembro

Leia mais

PROCESSO N 85/2009 PROTOCOLO N.º 9.953.393-5 PARECER CEE/CEB N.º 75/09 APROVADO EM 31/04/09 INTERESSADO: INSTITUTO EDUCACIONAL DE DRACENA - IED

PROCESSO N 85/2009 PROTOCOLO N.º 9.953.393-5 PARECER CEE/CEB N.º 75/09 APROVADO EM 31/04/09 INTERESSADO: INSTITUTO EDUCACIONAL DE DRACENA - IED PROTOCOLO N.º 9.953.393-5 PARECER CEE/CEB N.º 75/09 APROVADO EM 31/04/09 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: INSTITUTO EDUCACIONAL DE DRACENA - IED MUNICÍPIO: DRACENA ASSUNTO: Pedido de Credenciamento

Leia mais

PROCESSO N 685/2009 PROTOCOLO N.º 7.648.915-7 PARECER CEE/CEB N.º 829/10 APROVADO EM 05/08/10

PROCESSO N 685/2009 PROTOCOLO N.º 7.648.915-7 PARECER CEE/CEB N.º 829/10 APROVADO EM 05/08/10 PROTOCOLO N.º 7.648.915-7 PARECER CEE/CEB N.º 829/10 APROVADO EM 05/08/10 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL ULYSSES GUIMARÃES ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: FOZ

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO Nº: E-03/100.324/2008 (apenso E-03/100.021/2009) INTERESSADO:

Leia mais

PROCESSO N.º 877/11 PROTOCOLO N.º 10.790.435-2 PARECER CEE/CEB N.º 1153/11 APROVADO EM 08/12/11

PROCESSO N.º 877/11 PROTOCOLO N.º 10.790.435-2 PARECER CEE/CEB N.º 1153/11 APROVADO EM 08/12/11 PROTOCOLO N.º 10.790.435-2 PARECER CEE/CEB N.º 1153/11 APROVADO EM 08/12/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL PRESIDENTE LAMENHA LINS - ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: CURITIBA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS PROJETO PEDAGÓGICO CURSO FIC PRONATEC Canoas

Leia mais

RESOLUÇÃO N 262, de 03 de outubro de 2001.

RESOLUÇÃO N 262, de 03 de outubro de 2001. RESOLUÇÃO N 262, de 03 de outubro de 2001. Estabelece normas para a organização e funcionamento de cursos de Educação a Distância no Sistema Estadual de Ensino do Estado do Rio Grande do Sul. O Conselho

Leia mais

PROCESSO N.º 1026/11 PROTOCOLO N.º 10.698.438-7 PARECER CEE/CEB N.º 530/12 APROVADO EM 03/07/12

PROCESSO N.º 1026/11 PROTOCOLO N.º 10.698.438-7 PARECER CEE/CEB N.º 530/12 APROVADO EM 03/07/12 PROTOCOLO N.º 10.698.438-7 PARECER CEE/CEB N.º 530/12 APROVADO EM 03/07/12 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL PORTO SEGURO - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MUNICÍPIO: PARANAGUÁ ASSUNTO:

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Este regulamento, elaborado pela Coordenação do Curso de Ciências Econômicas da Universidade Metodista de São Paulo, tem por objetivo regulamentar o desenvolvimento

Leia mais

PROCESSO N 42/11 PROTOCOLO N.º 10.137.674-5 PARECER CEE/CEB N.º 768/11 APROVADO EM 13/09/11

PROCESSO N 42/11 PROTOCOLO N.º 10.137.674-5 PARECER CEE/CEB N.º 768/11 APROVADO EM 13/09/11 PROTOCOLO N.º 10.137.674-5 PARECER CEE/CEB N.º 768/11 APROVADO EM 13/09/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO INTEGRAL EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO:

Leia mais

EMISSÃO DE PARECER TÉCNICO. Deliberação CEE 105/2010 e Indicação CEE 108/2010

EMISSÃO DE PARECER TÉCNICO. Deliberação CEE 105/2010 e Indicação CEE 108/2010 1 EMISSÃO DE PARECER TÉCNICO Deliberação CEE 105/2010 e Indicação CEE 108/2010 Parecer Técnico 2 O parecer técnico, elaborado por especialista vinculado à instituição de ensino credenciada pelo CEE, deve

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 35/2008-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 08/04/2008 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 35/2008-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 08/04/2008 I RELATÓRIO: INTERESSADO: SENAC CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO RECIFE JOÃO RODRIGUES MAIA ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DO CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM ADMINISTRAÇÃO E SUPORTE DE REDES E DE SISTEMAS

Leia mais

PROCESSO N 1122/2009 PROTOCOLO N.º 7.582.171-9 PARECER CEE/CEB Nº 583/09 APROVADO EM 07/12/09 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CEPROM

PROCESSO N 1122/2009 PROTOCOLO N.º 7.582.171-9 PARECER CEE/CEB Nº 583/09 APROVADO EM 07/12/09 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CEPROM PROTOCOLO N.º 7.582.171-9 PARECER CEE/CEB Nº 583/09 APROVADO EM 07/12/09 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CEPROM MUNICÍPIO: MARINGÁ ASSUNTO: Pedido de Renovação do

Leia mais

PROCESSO N 590/11 PROTOCOLO N.º 10.678.647-0 PARECER CEE/CEB N.º 931/11 APROVADO EM 24/10/11

PROCESSO N 590/11 PROTOCOLO N.º 10.678.647-0 PARECER CEE/CEB N.º 931/11 APROVADO EM 24/10/11 PROTOCOLO N.º 10.678.647-0 PARECER CEE/CEB N.º 931/11 APROVADO EM 24/10/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL

Leia mais

PROCESSO N 998/07 PROTOCOLO N.º 9.113.967-7 PARECER N.º 342/07 APROVADO EM 13/06/07

PROCESSO N 998/07 PROTOCOLO N.º 9.113.967-7 PARECER N.º 342/07 APROVADO EM 13/06/07 PROTOCOLO N.º 9.113.967-7 PARECER N.º 342/07 APROVADO EM 13/06/07 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: ESCOLA TÉCNICA PROFISSIONAL MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido de Renovação do Reconhecimento do Curso

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Conselho de Educação do Distrito Federal

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Conselho de Educação do Distrito Federal Homologado em 8/5/2014, DODF nº 92, de 9/5/2014, p. 8. Portaria nº 101, de 12/5/2014, DODF nº 94, de 13/5/2014, p. 3. PARECER Nº 77/2014-CEDF Processo nº 084.000171/2013 Interessado: Escola CETEB de Jovens

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Portaria/MEC nº 2.689, publicada no Diário Oficial da União de 02/08/2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Associação de Ensino Versalhes UF:

Leia mais

PROCESSOS N 0320/13 PROTOCOLOS N 11.468.074-5 N 0963/13 N 11.663.059-1 PARECER CEE/CEIF N 204/13 APROVADO EM 05/11/13

PROCESSOS N 0320/13 PROTOCOLOS N 11.468.074-5 N 0963/13 N 11.663.059-1 PARECER CEE/CEIF N 204/13 APROVADO EM 05/11/13 PROCESSOS N 0320/13 PROTOCOLOS N 11.468.074-5 N 0963/13 N 11.663.059-1 PARECER CEE/CEIF N 204/13 APROVADO EM 05/11/13 CÂMARA DA EDUCAÇÃO INFANTIL E DO ENSINO FUNDAMENTAL INTERESSADO: ESCOLA TALES DE MILETO

Leia mais

1284/2014, de 26/02/2014 APROVADO AD REFERENDUM EM 27/12/2013 PARECER CEE/PE Nº 151 /2013-CEB

1284/2014, de 26/02/2014 APROVADO AD REFERENDUM EM 27/12/2013 PARECER CEE/PE Nº 151 /2013-CEB INTERESSADA: ACADETEC - ACADEMIA TECNOLÓGICA DO BRASIL - RECIFE/PE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DOS CURSOS TÉCNICO EM LOGÍSTICA E TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS, NA MODALIDADE

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC 1 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC O PPC, Projeto Pedagógico de Curso, é o instrumento de concepção de ensino e aprendizagem de um curso e apresenta características de um projeto, no qual devem ser definidos

Leia mais

Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção.

Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção. RESOLUÇÃO Nº 01/2011 Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção. O Conselho Superior da Faculdade Projeção, com base nas suas competências

Leia mais

PROCESSO Nº 1693/07 PROTOCOLO Nº 9.080.702-1 PARECER Nº 677/07 APROVADO EM 09/11/07

PROCESSO Nº 1693/07 PROTOCOLO Nº 9.080.702-1 PARECER Nº 677/07 APROVADO EM 09/11/07 PROTOCOLO Nº 9.080.702-1 PARECER Nº 677/07 APROVADO EM 09/11/07 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR INTERESSADA: FACULDADE MUNICIPAL VIZINHANÇA VALE DO IGUAÇU - VIZIVALI MUNICÍPIO: DOIS VIZINHOS ASSUNTO: Pedido

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO Nº: E-03/102. 581/2001 INTERESSADO: SINDIMÓVEIS /RJ COLÉGIO ARNALDO PRIETO CAPRI PARECER CEE Nº 835 /2002

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO Nº: E-03/102. 581/2001 INTERESSADO: SINDIMÓVEIS /RJ COLÉGIO ARNALDO PRIETO CAPRI PARECER CEE Nº 835 /2002 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO Nº: E-03/102. 581/2001 INTERESSADO: SINDIMÓVEIS /RJ COLÉGIO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT.

RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT. RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT. Fixa normas complementares, para o Sistema Estadual de Ensino, à lmplementação das Diretrizes Curriculares para a Formação de Professores da Educação Infantil e dos anos iniciais

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Conselho de Educação do Distrito Federal

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Conselho de Educação do Distrito Federal Homologado em 27/10/2010, DODF nº 207 de 28/10/2010, pag. 18 Portaria nº 193 de 28/10/2010, DODF nº 208 de 29/10/2010, pag. 14 Parecer nº 249/2010-CEDF Processo nº 460.000200/2010 Interessado: Ipê Centro

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional INTERESSADA: Escola Técnica Padrão EMENTA: Recredencia a Escola Técnica Padrão e reconhece o curso Técnico em Edificações Eixo Tecnológico: Infraestrutura, ofertado na modalidade presencial em sua sede

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá GABINETE DA REITORIA

Universidade Estadual de Maringá GABINETE DA REITORIA R E S O L U Ç Ã O N o 119/2005-CEP CERTIDÃO Certifico que a presente Resolução foi afixada em local de costume, nesta Reitoria, no dia 1º/9/2005. Esmeralda Alves Moro, Secretária. Aprova normas para organização

Leia mais

19/09/2014 4844/2014, 18/09/2014 PARECER CEE/PE Nº 92/2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM

19/09/2014 4844/2014, 18/09/2014 PARECER CEE/PE Nº 92/2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM INTERESSADA: ACADETEC ACADEMIA TECNOLÓGICA DO BRASIL - R RECIFE/PE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DOS CURSOS: TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES EIXO TECNOLÓGICO: INFRAESTRUTURA E TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO EIXO TECNOLÓGICO:

Leia mais

FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS

FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UBERABA MG INSTITUTO EDUCACIONAL GUILHERME DORÇA PRESIDENTE: LUIZ HUMBERTO DORÇA FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS DIRETOR

Leia mais

ASSISTENTE DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DE PRODUÇÃO

ASSISTENTE DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DE PRODUÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS PROJETO PEDAGÓGICO CURSO FIC PRONATEC Canoas

Leia mais

PROCESSO N 988/2006 PROTOCOLO N.º 9.041.582-4 PARECER N.º 652/06 APROVADO EM 08/12/06 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ALVO

PROCESSO N 988/2006 PROTOCOLO N.º 9.041.582-4 PARECER N.º 652/06 APROVADO EM 08/12/06 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ALVO PROTOCOLO N.º 9.041.582-4 PARECER N.º 652/06 APROVADO EM 08/12/06 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ALVO MUNICÍPIO: APUCARANA ASSUNTO: Renovação do Reconhecimento do Curso

Leia mais

RESOLUÇÃO CEE Nº 127 de 1997 Regulamenta a Lei 9394/96 Câmara de Educação Básica

RESOLUÇÃO CEE Nº 127 de 1997 Regulamenta a Lei 9394/96 Câmara de Educação Básica RESOLUÇÃO CEE Nº 127 de 1997 Regulamenta a Lei 9394/96 Câmara de Educação Básica Fixa normas preliminares visando à adaptação da legislação educacional do Sistema Estadual de Ensino às disposições da Lei

Leia mais

NORMAS PARA CRIAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E DE GRADUAÇÃO NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO

NORMAS PARA CRIAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E DE GRADUAÇÃO NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO NORMAS PARA CRIAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E DE GRADUAÇÃO NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO Dispõe sobre Normas para criação de cursos Técnicos de Nível

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: ELABORAÇÃO DE MATERIAL, TUTORIA E AMBIENTES VIRTUAIS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento

Leia mais

PROCESSO N 575/2009 PROTOCOLO N.º 7.236.125-3 PARECER CEE/CEB N.º 259/10 APROVADO EM 04/03/10 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EXITUM

PROCESSO N 575/2009 PROTOCOLO N.º 7.236.125-3 PARECER CEE/CEB N.º 259/10 APROVADO EM 04/03/10 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EXITUM PROTOCOLO N.º 7.236.125-3 PARECER CEE/CEB N.º 259/10 APROVADO EM 04/03/10 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EXITUM MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido de Renovação

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Conselho de Educação do Distrito Federal

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Conselho de Educação do Distrito Federal Homologado em 4/8/2015, DODF nº 150, de 5/8/2015, p. 27. Portaria nº 130, de 5/8/2015, DODF nº 151, de 6/8/2015, p. 6. PARECER Nº 117/2015-CEDF Processo nº 084.000063/2013 Interessado: Centro Educacional

Leia mais

Capítulo I Da Educação Infantil

Capítulo I Da Educação Infantil RESOLUÇÃO Nº 443, de 29 de maio de 2001 Dispõe sobre a Educação Infantil no Sistema Estadual de Ensino de Minas Gerais e dá outras providências. O Presidente do Conselho Estadual de Educação, no uso das

Leia mais

Revogada pela Resolução nº 300, de 15 de setembro de 2009.

Revogada pela Resolução nº 300, de 15 de setembro de 2009. ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Revogada pela Resolução nº 300, de 15 de setembro de 2009. RESOLUÇÃO CEED Nº 293, de 22 de agosto de 2007. Estabelece normas e regulamenta a oferta

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

PROCESSO N 051/05 PROTOCOLO N.º 8.348.915-4 PARECER N.º 628/05 APROVADO EM 05/10/05 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL HERRERO - SEDE

PROCESSO N 051/05 PROTOCOLO N.º 8.348.915-4 PARECER N.º 628/05 APROVADO EM 05/10/05 INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL HERRERO - SEDE PROTOCOLO N.º 8.348.915-4 PARECER N.º 628/05 APROVADO EM 05/10/05 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL HERRERO - SEDE MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido de Autorização para

Leia mais

FAQ Estude Sem Dúvidas

FAQ Estude Sem Dúvidas FAQ Estude Sem Dúvidas Núcleo de Educação a Distância Faculdade Flamingo São Paulo Atualizado em: Outubro/2015 2 Estude sem dúvidas FAQ para os alunos de Pedagogia Presencial Caros alunos e alunas do curso

Leia mais

PROCESSO Nº 1461/12 PROTOCOLO N.º 11.243.087-3 PARECER CEE/CEMEP N.º 188/12 APROVADO EM 04/12/12

PROCESSO Nº 1461/12 PROTOCOLO N.º 11.243.087-3 PARECER CEE/CEMEP N.º 188/12 APROVADO EM 04/12/12 PROTOCOLO N.º 11.243.087-3 PARECER CEE/CEMEP N.º 188/12 APROVADO EM 04/12/12 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: CIED POLOSUL CENTRO INTEGRADO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância - Dresead Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação UF: DF Superior. ASSUNTO: Diretrizes para a elaboração, pelo INEP,

Leia mais

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE 1 MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE Olinda PE Agosto / 2014 2 Introdução As atividades complementares representam um conjunto de atividades extracurriculares que

Leia mais

PROCESSO N. 929/04 PROTOCOLO N. 8.277.096-8 PARECER N.º 197/05 APROVADO EM 04/05/05

PROCESSO N. 929/04 PROTOCOLO N. 8.277.096-8 PARECER N.º 197/05 APROVADO EM 04/05/05 PROTOCOLO N. 8.277.096-8 PARECER N.º 197/05 APROVADO EM 04/05/05 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: COLÉGIO SPEI MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido de Credenciamento e Autorização de Funcionamento do

Leia mais

PROCESSO N.º 267/2008 PROTOCOLO N.º 9.610.908-3 PARECER N.º 422/08 APROVADO EM 04/06/08

PROCESSO N.º 267/2008 PROTOCOLO N.º 9.610.908-3 PARECER N.º 422/08 APROVADO EM 04/06/08 PROTOCOLO N.º 9.610.908-3 PARECER N.º 422/08 APROVADO EM 04/06/08 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: COLÉGIO CENECISTA PRESIDENTE KENNEDY EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO, PROFISSIONAL E NORMAL

Leia mais

www.montehorebe.com.br curso@ensinovirtual.com.br

www.montehorebe.com.br curso@ensinovirtual.com.br www.montehorebe.com.br curso@ensinovirtual.com.br MANUAL DO ALUNO DO INSTITUTO MONTE HOREBE 2 ÍNDICE Quem somos... 4 Qual o objetivo deste Manual... 5 O que é aprender... 6 Educação a Distância... 7 Nossos

Leia mais

I RELATÓRIO: 1912/2015, de 19/05/2015 PARECER CEE/PE Nº 38/2015-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 27/04/2015

I RELATÓRIO: 1912/2015, de 19/05/2015 PARECER CEE/PE Nº 38/2015-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 27/04/2015 INTERESSADO: CENTRO PROFISSIONAL ESPECIAL JABOATÃO DOS GUARARAPES/PE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO, DO CURSO TÉCNICO EM CONTABILIDADE E DO CURSO TÉCNICO EM MARKETING - EIXO TECNOLÓGICO:

Leia mais

RESOLVE: CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS. Os objetivos gerais da EAD na Universidade Federal do Paraná (UFPR) são:

RESOLVE: CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS. Os objetivos gerais da EAD na Universidade Federal do Paraná (UFPR) são: RESOLUÇÃO Nº 28/08-CEPE Fixa normas básicas de controle e registro da atividade acadêmica dos Cursos de Aperfeiçoamento e Especialização na modalidade de Educação a Distância da Universidade Federal do

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

A instituição pretende oferecer quatro turmas de vinte alunos cada, que funcionarão de segunda à sexta-feira.

A instituição pretende oferecer quatro turmas de vinte alunos cada, que funcionarão de segunda à sexta-feira. INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda CEPEP EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Administração Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, do Centro de Estudos

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM DESIGN DE INTERFACES COM ÊNFASE EM ACESSIBILIDADE WEB 2º SEMESTRE 2012 - Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM DESIGN DE INTERFACES COM ÊNFASE EM ACESSIBILIDADE WEB 2º SEMESTRE 2012 - Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM DESIGN DE INTERFACES COM ÊNFASE EM ACESSIBILIDADE WEB 2º SEMESTRE 2012 - Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO Regulamentação de Pós-Graduação Lato-Sensu e Ato de Credenciamento

Leia mais

PROCESSO Nº 330/15 PROTOCOLO Nº 13.449.897-8 PARECER CEE/CES Nº 43/15 APROVADO EM 20/05/15

PROCESSO Nº 330/15 PROTOCOLO Nº 13.449.897-8 PARECER CEE/CES Nº 43/15 APROVADO EM 20/05/15 PROTOCOLO Nº 13.449.897-8 PARECER CEE/CES Nº 43/15 APROVADO EM 20/05/15 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR INTERESSADA: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - UNIOESTE MUNICÍPIO: CASCAVEL ASSUNTO: Pedido

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EAD CNEC - FAQ

PÓS-GRADUAÇÃO EAD CNEC - FAQ PÓS-GRADUAÇÃO EAD CNEC - FAQ 1 - Quem pode fazer um curso de Pós-Graduação à distância da CNEC? Os cursos de Pós- Graduação da CNEC EAD podem ser realizados por qualquer pessoa que tenha concluído curso

Leia mais