HIBERNATE EM APLICAÇÃO JAVA WEB

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HIBERNATE EM APLICAÇÃO JAVA WEB"

Transcrição

1 HIBERNATE EM APLICAÇÃO JAVA WEB Raul Victtor Barbosa Claudino¹, Ricardo Ribeiro Rufino¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil Resumo: Este trabalho visa mostrar o conceito e a estrutura usada pelo framework Hibernate, com o objetivo de citar algumas de suas funcionalidades e especificações, além de mencionar algumas vantagens e desvantagens, baseandose em artigos, sites e documentos especializados no assunto. O framework pesquisado se mostrou um excelente auxilio no desenvolvimento de aplicações. 1. Introdução Bauer e King [Bauer; King, 2005] explicam que o Hibernate é um framework de persistência que tem como função armazenar objetos Java em bases de dados relacionais ou fornecer uma visão orientada a objetos de dados relacionais existentes. Isso só é possível pela utilização de arquivos de configuração XML que a framework usa para mapear os dados contidos em uma base de dados relacional, para os atributos de uma classe Java. O Hibernate é um framework de mapeamento objeto relacional para aplicações Java, ou seja, é uma ferramenta para mapear classes Java em tabelas do banco de dados e vice-versa. É bastante poderoso e dá suporte ao mapeamento de associações entre objetos, herança, polimorfismo, composição e coleções [Magalhães; Da Silva, 2013]. O Hibernate não apresenta apenas a função de realizar o mapeamento objeto relacional, mais também disponibiliza um poderoso mecanismo de consulta de dados, permitindo uma redução considerável no tempo de desenvolvimento da aplicação. 2. Metodologia Este trabalho foi realizado a partir da leitura e revisão de artigos científicos, sites da internet especializados no tema, trabalhos de conclusão de curso e livros que juntos a uma analise apurada sobre o tema, formaram um material elaborado que auxilia no desenvolvimento, e em um melhor entendimento do assunto escolhido. 3. Arquitetura O Hibernate apresenta uma arquitetura formada basicamente por um conjunto de interfaces. A Figura 1 tem como função apresentar as interfaces mais importantes nas camadas de negócio e persistência. A camada de negócio aparece acima da camada de persistência por atuar como cliente da mesma. É importante informar que algumas

2 aplicações podem não ter a separação clara entre as camadas de negócio e de persistência. De acordo com a Figura 1, as interfaces são classificadas como: Interfaces responsáveis por operações de criação, deleção, consulta e atualização no banco de dados: Session, Transaction e Query; Interface utilizada pela aplicação para configurar o Hibernate: Configuration; Interfaces responsáveis por realizar a interação entre os eventos do Hibernate e a aplicação: Interceptor, Lifecycle e Validatable. Interfaces que permitem a extensão das funcionalidades de mapeamento do Hibernate: UserType, CompositeUserType, IdentifierGenerator. O Hibernate também interage com APIs já existentes do Java: JTA, JNDI e JDBC [Fernandes; Lima, 2007]. Figura 1: Arquitetura do Hibernate [Fernandes; Lima, 2007].

3 De todas as interfaces apresentadas na Figura 1, as principais são: Session, SessionFactory, Transaction, Query, Configuration. 3.1 Session O objeto Session tem a função de facilitar a comunicação da aplicação com a persistência, através de uma conexão JDBC. É um objeto leve de ser criado, não deve ter um tempo de vida que se estenda por toda a aplicação, por não se tratar de um threadsafe. Um Session possui um cache local de objetos recuperados na sessão. Com ele é possível criar, remover, atualizar e recuperar objetos persistentes [Fernandes; Lima, 2007]. 3.2 SessionFactory O SessionFactory é aquele que mantém o mapeamento objeto relacional na memória. Permite a criação de objetos Session dos quais os dados são acessados. Um objeto SessionFactory é threadsafe, no entanto deve-se existir apenas uma única instância dele na aplicação, por ser muito pesado, não permitindo ser criado várias vezes [Fernandes; Lima, 2007]. 3.3 Configuration O Configuration é utilizado para realizar as configurações iniciais do Hibernate. Com ele, define-se, por exemplo: o driver do banco de dados a ser utilizado, o dialeto, o usuário e senha do banco, entre outras. É a partir de uma instância desse objeto que se indica como os mapeamentos entre classes e tabelas de banco de dados devem ser feitos [Fernandes; Lima, 2007]. 3.4 Transaction A interface Transaction é utilizada para representar uma unidade indivisível de uma operação de manipulação de dados. O uso dessa interface em aplicações que usam Hibernate é opcional. Essa interface abstrai a aplicação dos detalhes das transações JDBC, JTA ou CORBA [Fernandes; Lima, 2007]. 3.5 Interfaces Criteria e Query As interfaces Criteria e Query são utilizadas para realizar consultas ao banco de dados [Fernandes; Lima, 2007]. 4. Classes Persistentes As classes persistentes de uma aplicação são aquelas que programam as entidades de domínio de negócio. O Hibernate trabalha associando cada tabela do banco de dados a um POJO (Plain Old Java Object). POJO s são objetos Java que seguem a estrutura de

4 JavaBeans (construtor padrão sem argumentos, e métodos getters e setters para seus atributos) [Fernandes; Lima, 2007]. 5.Vantagens e Desvantagens Serão apresentadas algumas das vantagens e desvantagens na tabela 1, da utilização do Hibernate no desenvolvimento da aplicação: Tabela 1. Vantagens e Desvantagens do Hibernate. VANTAGENS Diminui os códigos de persistência. Abstrai o banco de dados, através do mapeamento realizado pelo hibernate. DESVANTAGENS Na criação das Queries complexas, pois precisa entender todos os critérios. Precisa colocar varias bibliotecas na aplicação, sendo que já uma vez utilizada, precisa se parametrizar novamente. Velocidade no desenvolvimento da aplicação. Melhora o tratamento de gerenciamento de recursos. 6. Persistência com Banco de Dados O procedimento de armazenamento, manutenção, configuração de algum objeto que interage com o banco de dados de maneira transparente é denominada de persistência, ou seja, a persistência é uma funcionalidade do hibernate, que tem a função de interagir com uma biblioteca de dados, integrada em vários gerenciadores do banco, tais como o Oracle, PostgreSQL e o MySQL, além de disponibilizar diversos assistentes que facilitam o trabalho do desenvolvedor [Magalhães; Da Silva, 2013]. 7. S.A.V.A. O sistema de gerenciamento para academias (SAVA) tem como função gerenciar todos os cadastros e movimentos realizados pela empresa, que antes era realizado pelo proprietário que armazenava em cadernos de anotações e fichas as informações da empresa. O software a ser desenvolvido propõe substituir esse método e tem como objetivo controlar o fluxo de clientes, gerenciar contas a pagar e a receber, controle de mensalidades, gerar relatórios detalhados destas atividades, alem de diminuir erros e organizar as informações de maneira segura e de fácil acesso.

5 8. Conclusão Com a elaboração deste artigo conclui que com os avanços tecnológicos a framework hibernate é um grande facilitador no desenvolvimento de software, ao observar as vantagens oferecidas referentes à portabilidade das tabelas com o banco de dados. Constata-se então que o hibernate proporciona a aplicação realizar o mapeamento com rapidez, ganhando tempo no desenvolvimento e na organização das tabelas, gerando um alto desempenho do banco na aplicação. Todas essas funcionalidades juntamente com uma arquitetura bem elaborada, e um excelente processo de persistência com o banco de dados, fez desse framework essencial no desenvolvimento do SAVA. 9. Referencias Magalhães, Da Silva. (2013) Utilização do Framework Hibernate em aplicação JAVA WEB. Disponível em: < acessado em: 23/07/2015. Soares Filho. (2006) UTILIZAÇÃO DO FRAMEWORK HIBERNATE PARA MAPEAMENTO OBJETO/RELACIONAL NA CONSTRUÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO. Disponível em: < acessado em: 23/07/2015. Fernandes, Lima. (2007) Hibernate com Anotações. Disponível em: < acessado em: 23/07/2015. BAUER, KING. (2005) Hibernate in action. Disponível em: < acessado em: 20/06/2015.

Figura 1.1 Código de inserção não baseado em Hibernate. Figura 1.2 Código de inserção baseado em Hibernate

Figura 1.1 Código de inserção não baseado em Hibernate. Figura 1.2 Código de inserção baseado em Hibernate Hibernate É um framework para mapeamento objeto/relacional para aplicações em Java. Tem como objetivo mor o mapeamento de classes Java em tabelas do banco de dados e viceversa, possibilitando a realização

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 10 Persistência de Dados

Leia mais

ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Amarildo Aparecido Ferreira Junior 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil aapfjr@gmail.com

Leia mais

ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API

ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API Tiago Henrique Gomes da Silva Balduino 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil tiagobalduino77@gmail.com

Leia mais

Hibernate. Mapeamento Objeto-Relacional. Prof. Anselmo Cardoso Paiva Prof. Geraldo Braz Junior

Hibernate. Mapeamento Objeto-Relacional. Prof. Anselmo Cardoso Paiva Prof. Geraldo Braz Junior Hibernate Mapeamento Objeto-Relacional Baseado nas notas de aula de João Dalyson e Raphaela Galhardo Fernandes Prof. Anselmo Cardoso Paiva Prof. Geraldo Braz Junior Objetivos Aprender MOR usando Hibernate

Leia mais

Parte II Persistência entre Modelos de Dados

Parte II Persistência entre Modelos de Dados Parte II Persistência entre Modelos de Dados Clodis Boscarioli Agenda: Hibernate Introdução; Configurações; Mapeamento com XML; Exemplos; Associações: 1-n; n-1; n-n; 1-1. Hibernate - Introdução O Hibernate

Leia mais

Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate

Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate Luis Gustavo Zandarim Soares 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paraná PR Brasil luisgustavo@live.co.uk,

Leia mais

MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO

MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO UTILIZANDO O HIBERNATE Rafael Laurino GUERRA, Dra. Luciana Aparecida Martinez ZAINA Faculdade de Tecnologia de Indaiatuba FATEC-ID 1 RESUMO Este artigo apresenta

Leia mais

Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink

Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink Vinicius Teixeira Dallacqua Curso de Tecnologia em Sistemas para Internet Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - IFTO AE 310 Sul, Avenida

Leia mais

TUTORIAL: DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES COM O HIBERNATE NO NETBEANS

TUTORIAL: DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES COM O HIBERNATE NO NETBEANS TUTORIAL: DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES COM O HIBERNATE NO NETBEANS Glauber da Rocha Balthazar, Fábio Mendes Ramos Guimarães, Melise Maria Veiga de Paula, Elio Lovisi Filho Bacharelado em Sistemas de Informação

Leia mais

Dado: Fatos conhecidos que podem ser registrados e têm um significado implícito. Banco de Dados:

Dado: Fatos conhecidos que podem ser registrados e têm um significado implícito. Banco de Dados: MC536 Introdução Sumário Conceitos preliminares Funcionalidades Características principais Usuários Vantagens do uso de BDs Tendências mais recentes em SGBDs Algumas desvantagens Modelos de dados Classificação

Leia mais

JPA: Persistência padronizada em Java

JPA: Persistência padronizada em Java JPA: Persistência padronizada em Java FLÁVIO HENRIQUE CURTE Bacharel em Engenharia de Computação flaviocurte.java@gmail.com Programação Orientada a Objetos X Banco de Dados Relacionais = Paradigmas diferentes

Leia mais

DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS

DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS Emanuel M. Godoy 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil godoymanel@gmail.com,

Leia mais

Desenvolvimento de aplicação web com framework JavaServer Faces e Hibernate

Desenvolvimento de aplicação web com framework JavaServer Faces e Hibernate Desenvolvimento de aplicação web com framework JavaServer Faces e Hibernate Tiago Peres Souza 1, Jaime Willian Dias 1,2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil tiagop_ti@hotmail.com 2 Universidade

Leia mais

http://www.hibernate.org Fernando Kasten Peinado

http://www.hibernate.org Fernando Kasten Peinado http://www.hibernate.org Fernando Kasten Peinado O que é? Pra que serve? Por que foi criado? Como funciona? Abstrações Importantes? Como começar? (Exemplos) Quais são seus recursos interessantes e como

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Curso: Sistemas de Informações Arquitetura de Software Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 7 JPA A Persistência com JPA Para configurar o JPA

Leia mais

Prevayler. Perola. André Luís Sales de Moraes Juliana Keiko Yamaguchi Tatiana Yuka Takaki

Prevayler. Perola. André Luís Sales de Moraes Juliana Keiko Yamaguchi Tatiana Yuka Takaki Prevayler Perola André Luís Sales de Moraes Juliana Keiko Yamaguchi Tatiana Yuka Takaki Prevayler Prevayler é a implementação em Java do conceito de Prevalência. É um framework que prega uma JVM invulnerável

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos

Leia mais

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SIGET Fabrício Pereira Santana¹, Jaime William Dias¹, ², Ricardo de Melo Germano¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil fabricioblack@gmail.com germano@unipar.br

Leia mais

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF)

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) Sessão Prática II JPA entities e unidades de persistência 1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) a) Criar um Web Application (JPAsecond) como anteriormente:

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma

Leia mais

WebApps em Java com uso de Frameworks

WebApps em Java com uso de Frameworks WebApps em Java com uso de Frameworks Fred Lopes Índice O que são frameworks? Arquitetura em camadas Arquitetura de sistemas WEB (WebApps) Listagem resumida de frameworks Java Hibernate O que são frameworks?

Leia mais

Etc & Tal. Volume 2 - Número 1 - Abril 2009 SBC HORIZONTES 44

Etc & Tal. Volume 2 - Número 1 - Abril 2009 SBC HORIZONTES 44 Armazenando Dados em Aplicações Java Parte 2 de 3: Apresentando as opções Hua Lin Chang Costa, hualin@cos.ufrj.br, COPPE/UFRJ. Leonardo Gresta Paulino Murta, leomurta@ic.uff.br, IC/UFF. Vanessa Braganholo,

Leia mais

Hibernate. Mapeamento O/R Marcio Aguiar Ribeiro aguiar.marcio@gmail.com

Hibernate. Mapeamento O/R Marcio Aguiar Ribeiro aguiar.marcio@gmail.com Hibernate Mapeamento O/R Marcio Aguiar Ribeiro aguiar.marcio@gmail.com Hibernate O que é? Ferramenta para mapeamento O/R em Java Uma das mais difundidas Transparência Independência quanto ao tipo de base

Leia mais

Curso de Java. Acesso a banco de dados através do Hibernate. Todos os direitos reservados Klais

Curso de Java. Acesso a banco de dados através do Hibernate. Todos os direitos reservados Klais Curso de Java Acesso a banco de dados através do Hibernate Todos os direitos reservados Klais Motivação Java é uma linguagem orientada a objetos: Numa aplicação, o uso de objetos é um recurso importante

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 5 Servidores de Aplicação

Leia mais

Banco de Dados. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com

Banco de Dados. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Banco de Dados Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Roteiro Mapeamento de objetos para modelo relacional Estratégias de persistência Persistência JDBC Mapeando Objetos para o Modelo Relacional

Leia mais

TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB

TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB Marcelo Rodrigo da Silva Ribeiro 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil marcelo.rodrigo@live.com,

Leia mais

APLICATIVO WEB PARA O SETOR DE EXTENSÃO IFC VIDEIRA

APLICATIVO WEB PARA O SETOR DE EXTENSÃO IFC VIDEIRA APLICATIVO WEB PARA O SETOR DE EXTENSÃO IFC VIDEIRA Autores: Claudiléia Gaio BANDT; Tiago HEINECK; Patrick KOCHAN; Leila Lisiane ROSSI; Angela Maria Crotti da ROSA Identificação autores: Aluna do Curso

Leia mais

SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE. Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl

SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE. Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Workflow Processo

Leia mais

DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC

DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC Felipe Moreira Decol Claro 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil felipe4258@hotmail.com, kessia@unipar.br

Leia mais

Persistência em Software Orientado a Objetos:

Persistência em Software Orientado a Objetos: Persistência em Software Orientado a Objetos: Abordagens Utilizando Frameworks OpenSource Marcelo Santos Daibert Orientador: Marco Antônio Pereira Araújo Co-Orientadora: Alessandreia Marta de Oliveira

Leia mais

Persistência de dados com JPA. Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com

Persistência de dados com JPA. Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com Persistência de dados com JPA Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com O que é persistência? A persistência de dados é o fato de pegar um dado e torná-lo persistente, ou seja, salvar em algum banco

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS Edi Carlos Siniciato ¹, William Magalhães¹ ¹ Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edysiniciato@gmail.com,

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos e com o uso

Leia mais

Desenvolvimento de aplicações web com JSP

Desenvolvimento de aplicações web com JSP Desenvolvimento de aplicações web com JSP Leandro Soares de Sousa, Paulo Henrique de Sousa Sistemas de Informação Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ULBRA) Cx. Postal 160 77054-970 Palmas TO

Leia mais

Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA

Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA 1 Objetivos Apresentar de forma progressiva as diversas alternativas de persistência de dados que foram evoluindo na tecnologia Java, desde o JDBC, passando

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2010

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2010 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2010 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos e com o uso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE MATEMÁTICA CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO LINGUAGENS PARA APLICAÇÃO COMERCIAL. Java Peristence API 1.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE MATEMÁTICA CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO LINGUAGENS PARA APLICAÇÃO COMERCIAL. Java Peristence API 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE MATEMÁTICA CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO LINGUAGENS PARA APLICAÇÃO COMERCIAL Java Peristence API 1.0 Salvador-Ba Março/2009 1 RAMON PEREIRA LOPES Java Peristence API

Leia mais

Apesar de existirem diversas implementações de MVC, em linhas gerais, o fluxo funciona geralmente da seguinte forma:

Apesar de existirem diversas implementações de MVC, em linhas gerais, o fluxo funciona geralmente da seguinte forma: 1 Introdução A utilização de frameworks como base para a construção de aplicativos tem sido adotada pelos desenvolvedores com três objetivos básicos. Primeiramente para adotar um padrão de projeto que

Leia mais

JPA Passo a Passo. Henrique Eduardo M. Oliveira henrique@voffice.com.br. Globalcode Open4Education

JPA Passo a Passo. Henrique Eduardo M. Oliveira henrique@voffice.com.br. Globalcode Open4Education JPA Passo a Passo Henrique Eduardo M. Oliveira henrique@voffice.com.br 1 Palestrante Henrique Eduardo M. Oliveira (henrique@voffice.com.br) > Trabalha: Arquiteto JEE / Instrutor Java > Formação: Ciências

Leia mais

UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C#

UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C# UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C# Robson Bartelli¹, Wyllian Fressatti¹. ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil robson_lpbartelli@yahoo.com.br,wyllian@unipar.br

Leia mais

sendo bastante acessível e compreendido pelos usuários que o utilizarem.

sendo bastante acessível e compreendido pelos usuários que o utilizarem. APLICATIVO WEB PARA O SETOR DE EXTENSÃO IFC VIDEIRA Claudiléia Gaio Bandt 1 ; Tiago Heineck 2 ; Patrick Kochan 3 ; Leila Lisiane Rossi 4 ; Angela Maria Crotti da Rosa 5 INTRODUÇÃO Este artigo descreve

Leia mais

DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES

DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES Alexandre Egleilton Araújo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil araujo.ale01@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

MOR: Uma Ferramenta para o Mapeamento Objeto-Relacional em Java

MOR: Uma Ferramenta para o Mapeamento Objeto-Relacional em Java MOR: Uma Ferramenta para o Mapeamento Objeto-Relacional em Java Leonardo Gresta Paulino Murta Gustavo Olanda Veronese Cláudia Maria Lima Werner {murta, veronese, werner}@cos.ufrj.br COPPE/UFRJ Programa

Leia mais

ruirossi@ruirossi.pro.br

ruirossi@ruirossi.pro.br Persistência Com JPA & Hibernate Rui Rossi dos Santos ruirossi@ruirossi.pro.br Mediador: Rui Rossi dos Santos Slide 1 Mapeamento Objeto-Relacional Contexto: Linguagem de programação orientada a objetos

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS EM EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS EM EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS EM EDUCAÇÃO Jader dos Santos Teles Cordeiro Orientador Prof. Paulo Guilhermeti PERSISTÊNCIA EM OBJETOS JAVA: UMA ANÁLISE

Leia mais

Manual de Procedimentos para Desenvolvimento de Softwares

Manual de Procedimentos para Desenvolvimento de Softwares Manual de Procedimentos para Desenvolvimento de Softwares Secretaria Geral de Informática Sin Universidade Federal de São Carlos - UFSCar Versão 2.1 O(s) critério(s) de escolha pelas tecnologias para desenvolvimento

Leia mais

Integração de sistemas utilizando Web Services do tipo REST

Integração de sistemas utilizando Web Services do tipo REST Integração de sistemas utilizando Web Services do tipo REST Jhonatan Wilson Aparecido Garbo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil jhowgarbo@gmail.com jaime@unipar.br

Leia mais

O Termo SIG é aplicado para sistemas que realizam o tratamento computacional de dados geográficos

O Termo SIG é aplicado para sistemas que realizam o tratamento computacional de dados geográficos Prof. Herondino O Termo SIG é aplicado para sistemas que realizam o tratamento computacional de dados geográficos Inserir e integrar, numa única base de dados informações espaciais provenientes de: meio

Leia mais

Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans

Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans Aula 3 Cap. 4 Trabalhando com Banco de Dados Prof.: Marcelo Ferreira Ortega Introdução O trabalho com banco de dados utilizando o NetBeans se desenvolveu ao longo

Leia mais

Documento de Projeto de Software

Documento de Projeto de Software Documento de Projeto de Software Projeto: Vídeo Locadora Passatempo Versão: 1.0 Responsável: Ricardo de Almeida Falbo 1. Introdução Este documento apresenta o documento de projeto (design) do sistema de

Leia mais

Enterprise Java Bean. Enterprise JavaBeans

Enterprise Java Bean. Enterprise JavaBeans Enterprise Java Bean Introdução Elementos do Modelo Enterprise JavaBeans A especificação do Enterprise JavaBeansTM (EJB) define uma arquitetura para o desenvolvimento de componentes de software distribuídos

Leia mais

Persistindo dados com TopLink no NetBeans

Persistindo dados com TopLink no NetBeans Persistindo dados com TopLink no NetBeans O que é TopLink? O TopLink é uma ferramenta de mapeamento objeto/relacional para Java. Ela transforma os dados tabulares de um banco de dados em um grafo de objetos

Leia mais

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS Pablo dos Santos Alves Alexander Roberto Valdameri - Orientador Roteiro da apresentação Introdução Objetivos Motivação Revisão bibliográfica

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Processos- Clientes, Servidores, Migração Capítulo 3 Agenda Clientes Interfaces de usuário em rede Sistema X Window Software do lado cliente para

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 6 EJB Enterprise Java

Leia mais

Struts 2 : Projeto e Programação Editora: Ciência Moderna Autor: Antunes Budi Kurniawan Número de páginas: 600

Struts 2 : Projeto e Programação Editora: Ciência Moderna Autor: Antunes Budi Kurniawan Número de páginas: 600 Objetivo Com enfoque totalmente prático permite que programadores Java possam ampliar seus conhecimentos no mundo Web na criação de sistemas profissionais. Utilizar os modelos de programação com Servlets,

Leia mais

5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância

5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância 5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância O capítulo anterior apresentou uma discussão sobre a inclusão dos chamados learning services no processo

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA ENTERPRISE JAVABEANS NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DISTRÍBUIDAS

UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA ENTERPRISE JAVABEANS NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DISTRÍBUIDAS UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA ENTERPRISE JAVABEANS NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DISTRÍBUIDAS ¹Lucas Martins de Andrade, ¹Jaime William Dias ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil lucasm748@gmail.com

Leia mais

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Juarez Bachmann Orientador: Alexander Roberto Valdameri Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Fundamentos da Plataforma Java EE. Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br)

Fundamentos da Plataforma Java EE. Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Fundamentos da Plataforma Java EE Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Como a plataforma Java EE trata o SERVIÇO DE NOMES Serviço de Nomes Num sistema distribuído os componentes necessitam

Leia mais

GERADOR DE CÓDIGO JSP BASEADO EM PROJETO DE SGBD. Acadêmico: Maicon Klug Orientadora: Joyce Martins

GERADOR DE CÓDIGO JSP BASEADO EM PROJETO DE SGBD. Acadêmico: Maicon Klug Orientadora: Joyce Martins GERADOR DE CÓDIGO JSP BASEADO EM PROJETO DE SGBD Acadêmico: Maicon Klug Orientadora: Joyce Martins Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento do trabalho Conclusão Extensões

Leia mais

Framework utilizando reflexão e aspectos para persistência de objetos em java

Framework utilizando reflexão e aspectos para persistência de objetos em java Framework utilizando reflexão e aspectos para persistência de objetos em java Antonio Carlos Rolloff (UNIPAR) acrolloff@gmail.com Arthur Cattaneo Zavadski (UNIPAR) arthur@datacoper.com.br Maria Aparecida

Leia mais

Mapeamento Lógico/Relacional com JPA

Mapeamento Lógico/Relacional com JPA Mapeamento Lógico/Relacional com JPA Elaine Quintino da Silva Doutora em Ciência da Computação pelo ICMC-USP/São Carlos Analista de Sistemas UOL PagSeguro Instrutora Globalcode Agenda! Persistência de

Leia mais

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira ENTERPRISE JAVABEANS 3 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Apostila Servlets e JSP www.argonavis.com.br/cursos/java/j550/index.html INTRODUÇÃO Introdução Enterprise JavaBeans é um padrão de modelo de componentes

Leia mais

DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES

DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES Hugo Henrique Rodrigues Correa¹, Jaime Willian Dias 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil hugohrcorrea@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s

Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s Curso de Gestão em SI Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s Rodrigo da Silva Gomes (Extraído do material do prof. Ronaldo Melo - UFSC) Banco de Dados (BD) BD fazem parte do nosso dia-a-dia!

Leia mais

Documento de Arquitetura

Documento de Arquitetura Documento de Arquitetura A2MEPonto - SISTEMA DE PONTO ELETRÔNICO A2MEPonto - SISTEMA DE PONTO ELETRÔNICO #1 Pág. 1 de 11 HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 28/10/2010 1 Elaboração do documento

Leia mais

Aula 4. Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardocarvalhodantas@gmail.com)

Aula 4. Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardocarvalhodantas@gmail.com) Persistência com JDBC e JPA Aula 4 Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardocarvalhodantas@gmail.com) A sabedoria não se transmite, é preciso que nós a descubramos fazendo uma caminhada que ninguém

Leia mais

Documento de Projeto de Sistema

Documento de Projeto de Sistema Documento de Projeto de Sistema 1 IFES / Serra Projeto: Gerenciador de Pelada - Oasis Registro de Alterações: Versão Responsável Data Alterações 0.1 Eduardo Rigamonte, Geann Valfré, João Paulo Miranda,

Leia mais

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Willian Magalhães 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Gerência de Configuração

Leia mais

2 a Lista de Exercícios

2 a Lista de Exercícios Projeto de Sistemas 2011/2 2 a Lista de Exercícios (1) Um importante aspecto do projeto da camada de Lógica de Negócio (LN) diz respeito à organização das classes e distribuição de responsabilidades entre

Leia mais

Sistema de Bancos de Dados. Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados

Sistema de Bancos de Dados. Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados Sistema de Bancos de Dados Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados # Definições # Motivação # Arquitetura Típica # Vantagens # Desvantagens # Evolução # Classes de Usuários 1 Nível 1 Dados

Leia mais

Roteiro 2 Conceitos Gerais

Roteiro 2 Conceitos Gerais Roteiro 2 Conceitos Gerais Objetivos: UC Projeto de Banco de Dados Explorar conceitos gerais de bancos de dados; o Arquitetura de bancos de dados: esquemas, categorias de modelos de dados, linguagens e

Leia mais

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca Desenvolvimento de Aplicações Web Lista de Exercícios Métodos HTTP 1. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), esse protocolo da categoria "solicitação e resposta" possui três métodos

Leia mais

Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços. Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena

Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços. Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena Tópicos Motivação e Objetivos LP e SOA Processo ADESE

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Modelo Cliente-Servidor: Introdução aos tipos de servidores e clientes Prof. MSc. Hugo Souza Iniciando o módulo 03 da primeira unidade, iremos abordar sobre o Modelo Cliente-Servidor

Leia mais

Autor: Ricardo Francisco Minzé Júnior - ricardominze@yahoo.com.br Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5.

Autor: Ricardo Francisco Minzé Júnior - ricardominze@yahoo.com.br Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5. Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5. Talvez a primeira vista você ache estranha a palavra Camada em programação, mas o que vem a ser Camada? Segundo o dicionário: Camada 1 - Qualquer matéria

Leia mais

O CONCEITO DE TDD NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

O CONCEITO DE TDD NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE O CONCEITO DE TDD NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Renan Leme Nazário, Ricardo Rufino Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR - Brasil renazariorln@gmail.com, ricardo@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Bancos de Dados. Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações

Bancos de Dados. Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações Tópicos Conceitos Básicos Bancos de Dados Sistemas de Bancos de Dados Sistemas de Gerenciamento de Bancos de Dados Abstração

Leia mais

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Fernando Castor A partir de slides elaborados por Fernando Fonseca & Robson Fidalgo 1 Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos Principal característica é a replicação

Leia mais

Resolvendo objeto-relacional impedance mismatch com hibernate

Resolvendo objeto-relacional impedance mismatch com hibernate Resolvendo objeto-relacional impedance mismatch com hibernate August 7, 2013 Sumário I 1 Introdução 2 3 4 Sumário II 5 Contexto Mapeamento Objeto-Relacional (ORM) é uma técnica de programação para converter

Leia mais

ADAPTANDO UMA APLICAÇÃO PARA CLOUD: UMA ANÁLISE ENTRE OS ESFORÇOS UTILIZADOS

ADAPTANDO UMA APLICAÇÃO PARA CLOUD: UMA ANÁLISE ENTRE OS ESFORÇOS UTILIZADOS ADAPTANDO UMA APLICAÇÃO PARA CLOUD: UMA ANÁLISE ENTRE OS ESFORÇOS UTILIZADOS Cleverson Nascimento de Mello¹, Claudete Werner¹, Gabriel Costa Silva² ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil

Leia mais

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Orivaldo V. Santana Jr A partir de slides elaborados por Ivan G. Costa Filho Fernando Fonseca & Robson Fidalgo 1 Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos Principal

Leia mais

Integração de Dados Plataforma Hub Magento E-Commerce

Integração de Dados Plataforma Hub Magento E-Commerce Integração de Dados Plataforma Hub Magento E-Commerce Facilitando Negócios Conectando softwares com Magento Plataforma de E-Commerce Integração de Dados Plataforma Hub Magento E-Commerce Este documento

Leia mais

e-stf WebServices Processo Eletrônico Smart Client Manual de Instalação

e-stf WebServices Processo Eletrônico Smart Client Manual de Instalação SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Secretaria de Tecnologia da Informação e-stf WebServices Processo Eletrônico Smart Client 1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 30/07/2008 1.0 Criação do documento

Leia mais

Projuris Enterprise Visão Geral da Arquitetura do Sistema

Projuris Enterprise Visão Geral da Arquitetura do Sistema Projuris Enterprise Visão Geral da Arquitetura do Sistema Março/2015 Página 1 de 17 Projuris Enterprise Projuris Enterprise é um sistema 100% Web, com foco na gestão de contencioso por empresas ou firmas

Leia mais

Persistência. 2004 Fernando Lozano, http://www.lozano.eti.br Persistência Objeto-Relacional com Java Pag. 1

Persistência. 2004 Fernando Lozano, http://www.lozano.eti.br Persistência Objeto-Relacional com Java Pag. 1 Persistência Objeto-Relacional com Java Fernando Lozano http://www.lozano.eti.br Consultor Independente Prof. Faculdades UniABEU Prof. SENAC Editor Adjunto da Revista Java Magazine 2004 Fernando Lozano,

Leia mais

PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB

PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB Ederson dos Santos Cordeiro de Oliveira 1,Tiago Bonetti Piperno 1, Ricardo Germano 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR- Brasil edersonlikers@gmail.com,

Leia mais

MÓDULOS DE REGISTRO DE PARA ÓRGÃOS PÚBLICOS

MÓDULOS DE REGISTRO DE PARA ÓRGÃOS PÚBLICOS MÓDULOS DE REGISTRO DE ABASTECIMENTO DE VEÍCULOS INTEGRADOS PARA ÓRGÃOS PÚBLICOS Gabriel Vieira Orientador: Prof. Jacques Robert Heckmann Roteiro de apresentação 1. Introdução e objetivos 2. Fundamentação

Leia mais

LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS

LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS Gabriela Trevisan Bacharel em Sistemas de Informação Universidade Federal do Rio Grande Pós-Graduanda Formação Pedagógica de Professores (FAQI) Conceito de BD Um banco de dados

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Definição

Introdução à Banco de Dados. Definição Universidade Federal da Bahia Departamento de Ciência da Computação (DCC) Disciplina: Banco de Dados Profª. Daniela Barreiro Claro Introdução à Banco de Dados Definição Um banco de dados é uma coleção

Leia mais

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Sobre entidades externas ao sistema Quais sistemas externos devem ser acessados? Como serão acessados? Há integração com o legado a ser feita?

Leia mais

Projeto: Simul-e Documento de Arquitetura de Software

Projeto: Simul-e Documento de Arquitetura de Software Projeto: Simul-e Documento de Arquitetura de Software Versão 1.0 Página 1 de 9 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 12.09.2015 1.0 Criação do Documento Hugo Pazolline 20.10.2015 1.0 Atualização

Leia mais

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING)

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) Thiago Batista de Oliveira¹, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil thiagoolyveira@gmail.com,juliocesarp@unipar.br

Leia mais

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Rogério Schueroff Vandresen¹, Willian Barbosa Magalhães¹ ¹Universidade Paranaense(UNIPAR) Paranavaí-PR-Brasil rogeriovandresen@gmail.com, wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Banco de Dados de Músicas Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Definição Aplicação Web que oferece ao usuário um serviço de busca de músicas e informações relacionadas, como compositor, interprete,

Leia mais