Na disciplina de Cálculo Numérico, vamos trabalhar com a linguagem C++ e o compilador que vamos usar é o Dev C++.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Na disciplina de Cálculo Numérico, vamos trabalhar com a linguagem C++ e o compilador que vamos usar é o Dev C++."

Transcrição

1 Data: 14/8 Página 1 de 9 Primeiros passos Introdução Na disciplina de Cálculo Numérico, vamos trabalhar com a linguagem C++ e o compilador que vamos usar é o Dev C++. No tutorial anterior, mostramos como encontrar esse programa (o compilador de uma linguagem de programação que vai criar programas também é um programa), instalálo e fazer a configuração inicial. Agora vamos relembrar alguns elementos da linguagem C++ e aproveitar para ilustrar alguns conceitos que foram mostrados na disciplina. Organização do Ambiente de Trabalho Uma das coisas mais importantes para o sucesso no trabalho com programação (e em tudo na vida) é a organização do seu ambiente de trabalho. Esse ambiente é basicamente composto das suas pastas e arquivos relacionados com o projeto no qual você está trabalhando. Crie uma pasta para essa disciplina e lá dentro crie uma pasta para cada teste, exercício, estudo, etc. Mantenha as coisas separadas e com nomes MNEMÔNICOS 1, assim nunca se perderá. Na Figura 1 está um exemplo de pasta criada para a disciplina, onde todos os trabalhos, exemplos e estudos ficarão. 1 Mnemônicos são coisas fáceis de ser lembradas. Uma das regras de ouro da programação é criar nomes que sejam mnemônicos. Se você está fazendo um exercício sobre a área de retângulo, é fácil identificar a pasta do projeto se o nome dela for AreaRetangulo ou algo assim, ao invés de Nova Pasta (3), não é? Se uma das variáveis para calcular a área é o comprimento do lado do retângulo, chame essa variável de lado1, ao invés de x ou a. Sempre ajude sua própria memória e nunca confie nela!

2 Data: 14/8 Página 2 de 9 Figura 1 Exemplo de pasta criada para abrigar todos os trabalhos da disciplina Iniciando os Trabalhos com o Dev C++ Vamos primeiro abrir nosso ambiente de desenvolvimento (IDE 2 ), como mostrado na Figura 2. Figura 2 Iniciando o Dev C++ 2 IDE Integrated Develpment Enviroment ou Ambiente de Desenvolvimento Integrado. É chamado assim porque num programa só você cria o código, compila, testa e executa.

3 Data: 14/8 Página 3 de 9 Com o Dev C++ aberto, vamos criar um novo projeto, como na Figura 3. Figura 3 Criando um novo projeto no Dev C++ Agora temos que escolher o tipo de projeto. Nesse curso, sempre vamos escolher Console Application que roda em modo texto (vulgarmente chamada por alguns de tela preta ) que para os nossos propósitos é o suficiente. Note na Figura 4 que escolhemos a linguagem C++ e também definimos o nome do projeto que estamos criando. Lembre-se de escolher um nome mnemônico! Nada de Projeto1 que não significa coisa alguma.

4 Data: 14/8 Página 4 de 9 Figura 4 Definindo um novo projeto Chamei esse primeiro projeto de ProjetoSimples01 e vamos salvá-lo numa pasta chamada de ProjetoSimples01 (sempre fazendo as coisas de modo a lembrar com facilidade depois). Essa nova pasta foi criada dentro daquela pasta que definimos que iria guardar todos os nossos projetos. Note o nome da pasta e o nome do projeto na Figura 5. Figura 5 Definindo o nome do projeto e onde vamos guarda-lo

5 Data: 14/8 Página 5 de 9 Note também na Figura 5 que a extensão do arquivo de projeto é *.dev. Esse arquivo, que o próprio compilador vai montando conforme vamos trabalhando, guarda todas as nossas opções e configurações dessa nova aplicação. Depois disso, o compilador já cria para nós (o papel desse tipo de aplicação é facilitar nossa vida sempre) um arquivo chamado main.cpp. Como vocês se lembram das aulas de C++, toda aplicação em C++ tem pelo menos um arquivo de código fonte, aqui chamado de main.cpp, mas poderia ser outro nome, e dentro a função main, por onde a aplicação começa. Todos os programas têm que ter essa função main! Nesse arquivo main.cpp está o básico para começarmos a trabalhar. Note na Figura 6 o nome do arquivo, o seu código fonte e como ele está inserido na árvore do projeto (à esquerda). Figura 6 O arquivo principal do código fonte no Dev C++ A seguir o código fonte comentado desse arquivo: #include <cstdlib> (inclusão de biblioteca, não se preocupe com isso agora) #include <iostream> (inclusão de biblioteca, não se preocupe com isso agora) using namespace std; (definição de escopo de variáveis, não se preocupe com isso agora)

6 Data: 14/8 Página 6 de 9 int main(int argc, char *argv[])(função principal, onde o programa começa) { system("pause"); (deixa o sistema em pausa esperando você digitar alguma coisa) return EXIT_SUCCESS; (quando você tira da pausa o sistema retorna sucesso ) } (fim do programa) Antes de executar, é necessário salvar esse arquivo (o Dev C++ cria, mas é você quem tem que salvar). Note na Figura 7 o nome do arquivo e que também estamos salvando na pasta ProjetoSimples01. Figura 7 Salvando o arquivo main.cpp Agora que está salvo, vamos executar para ver o que acontece. Clique em Compilar & Executar (F9) ou apenas aperte a tecla de função F9, como na Figura 8, e veja o resultado.

7 Data: 14/8 Página 7 de 9 Figura 8 Compilando e executando nosso primeiro programa Se tudo deu certo, você deve ver o que está ilustrado na Figura 9. Figura 9 Nosso primeiro programa rodando! O sistema em PAUSE gera para o usuário a mensagem que é vista: Pressione qualquer tecla para continuar.... Se você pressionar qualquer tecla, o programa fecha e junto com ele a tela do modo texto, pois apenas esse programa estava rodando. Agora vamos fazer algo mais complexo.

8 Data: 14/8 Página 8 de 9 Acrescentando código ao seu programa Vamos acrescentar umas poucas linhas agora para fazer a adição de dois inteiros e a multiplicação de dois números reais. Editem o código básico do seu primeiro programa para reproduzir o código que segue abaixo. #include <cstdlib> #include <iostream> using namespace std; int main(int argc, char *argv[]) { int a, b, c; float d, e, f; a = 10; b = 54387; c = a + b; d = 4.678e3; e = 1.298e-5; f = d*e; cout << c << endl; cout << f << endl; system("pause");

9 Data: 14/8 Página 9 de 9 return EXIT_SUCCESS; } Compilem e executem o código acima e façam modificações para observar a saída. Testem outros valores, outras operações e procurem se há outras formas de mostrar os resultados na tela. Com simples pesquisas na internet é possível compreender cada pequena parte desse código e fazer alterações interessantes. Por exemplo, pesquise na internet pelo trecho cout << ou << endl;, não esqueça de acrescentar C++ na consulta, para direcionar os resultados. Parabéns, você concluiu o primeiro tutorial mão-na-massa da nossa disciplina!

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo COMPILADORES Toda linguagem de programação

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Belo Horizonte 2009 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4

Leia mais

Componentes da linguagem C++

Componentes da linguagem C++ Componentes da linguagem C++ C++ é uma linguagem de programação orientada a objetos (OO) que oferece suporte às características OO, além de permitir você realizar outras tarefas, similarmente a outras

Leia mais

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Objectivo Este guia acompanha-o através do processo de criação de uma aplicação C++ utilizando o ambiente de desenvolvimento Visual Studio 6.0. Passo 1: Criação de

Leia mais

Programação de Computadores I. Conhecendo a IDE Code::Blocks

Programação de Computadores I. Conhecendo a IDE Code::Blocks Code::Blocks Conhecendo a IDE Programação de Computadores I Professor: Edwar Saliba Júnior Conhecendo a IDE Code::Blocks Apresentação: 1) Abra a IDE (Integrated Development Environment), ou seja, o Ambiente

Leia mais

Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++

Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++ Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++ Alan de Freitas! Marco Antonio Carvalho Compilação de Programas O compilador é o responsável por transformar nosso código em um programa propriamente

Leia mais

Programação científica C++

Programação científica C++ Programação científica C++ NIELSEN CASTELO DAMASCENO Slide 1 Linguagens de Programação Uma linguagem de programação é um método padronizado para expressar instruções para um computador. É um conjunto

Leia mais

Pilhas. Profa Morganna Diniz

Pilhas. Profa Morganna Diniz Pilhas Profa Morganna Diniz Pilhas Geralmente pilhas são úteis em situações em que dados devem ser recuperados em ordem inversa a do armazenamento É uma estrutura de dados linear que permite acesso por

Leia mais

3/19/2014. Compilador DEV C++ ENGENHARIAS LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Henry Lubanco/ Joelio Piraciaba

3/19/2014. Compilador DEV C++ ENGENHARIAS LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Henry Lubanco/ Joelio Piraciaba Compilador DEV C++ 101 Compilador DEV C++ 102 1 Compilador DEV C++ Compilar (Ctrl+F9) Executar (Ctrl+F10) Compilar e executar (F9) 103 Compilador DEV C++ Escolher a pasta Escolher o nome e o tipo de arquivo

Leia mais

Eclipse com c++11 e boost Etapa 1- Download da IDE Eclipse c++ e configuração do MinGW

Eclipse com c++11 e boost Etapa 1- Download da IDE Eclipse c++ e configuração do MinGW Eclipse com c++11 e boost Etapa 1- Download da IDE Eclipse c++ e configuração do MinGW Primeiro passo: download Primeiramente devemos baixar o eclipse para c++, sugiro a ultima versão o Mars M4 https://eclipse.org/downloads/packages/release/mars/m4

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Entender o mecanismo de um programa em C/C++ Apresentar e estrutura da Linguagem C/C++

Leia mais

Olimpíadas de Informática

Olimpíadas de Informática Olimpíadas de Informática Aulas preparatórias Introdução a Programação em C++. Prof. Gemilson George gemilson_geo gemilson@colegiogeo.com.br (83)8792-7419 informaticageo.wordpress.com (Grupo): GEO.OBI

Leia mais

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C Resumo da Matéria de Linguagem de Programação Linguagem C Vitor H. Migoto de Gouvêa 2011 Sumário Como instalar um programa para executar o C...3 Sintaxe inicial da Linguagem de Programação C...4 Variáveis

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA 2005/2006. 0.5 Valores

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA 2005/2006. 0.5 Valores ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO (ENG. INFORMÁTICA) COMPUTADORES E PROGRAMAÇÃO I (ENG. ELECTROTÉCNICA) 2005/2006 TRABALHO PRÁTICO Nº

Leia mais

Computação L2. Arquivos. Observação: Material da Disciplina Computação Eletrônica CIN/UFPE.

Computação L2. Arquivos. Observação: Material da Disciplina Computação Eletrônica CIN/UFPE. Computação L2 Arquivos Observação: Material da Disciplina Computação Eletrônica CIN/UFPE. Memórias do Computador HD: permanente (pode desligar o computador), barato e lento; O HD é representado por um

Leia mais

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++ Fundamentos de Programação II Introdução à linguagem de programação C++ Prof. Rafael Henrique D. Zottesso Material cedido por Prof. Msc. Everton Fernando Baro Agenda IDE HelloWorld Variáveis Operadores

Leia mais

UFSM Introdução ao Dev-C++ Profa. Patrícia Pitthan. Introdução ao Dev-C++

UFSM Introdução ao Dev-C++ Profa. Patrícia Pitthan. Introdução ao Dev-C++ Introdução ao Dev-C++ O Dev-C++ oferece um ambiente que integra um editor de textos a um compilador para linguagem C. O compilador usado pelo Dev-C++ é o gcc (Gnu C Compiler). 1) Primeiro programa Para

Leia mais

Algoritmo & Lógica de Programação

Algoritmo & Lógica de Programação Algoritmo & Lógica de Programação Pet de Engenharia Elétrica UFRN - CIT A presente apostila foi desenvolvida para o curso oferecido aos alunos iniciantes dos cursos de Engenharia, pelo PET EE. Nela aborda-se

Leia mais

DE JAVA AO C++ Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla

DE JAVA AO C++ Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DE JAVA AO C++ Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla JAVAProgParSD/0030-ProgParalelaDistribuida.ppt Sumário 1. Diferenças básicas

Leia mais

Instalação do Simulador e execução da partida

Instalação do Simulador e execução da partida Instalação do Simulador e execução da partida PET - Engenharia de Computação http://www.inf.ufes.br/~pet Em caso de dúvidas, cadastre-se no e-group em http://groups.google.com.br/group/ simulacao-2d e

Leia mais

Esta apresentação ensinará os conceitos de Orientação a Objetos com C++, do mais básico para o mais avançado. É suposto que o aluno já tenha

Esta apresentação ensinará os conceitos de Orientação a Objetos com C++, do mais básico para o mais avançado. É suposto que o aluno já tenha Esta apresentação ensinará os conceitos de Orientação a Objetos com C++, do mais básico para o mais avançado. É suposto que o aluno já tenha conhecimento avançado de C. Exemplo em C: Faça um programa que

Leia mais

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação Lógica de Programação 3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C Caro Aluno Vamos iniciar o terceiro capítulo da nossa disciplina. Agora vamos começar a aplicar os conceitos vistos nos capítulos anteriores em uma linguagem

Leia mais

Introdução. Manipulação de arquivos em C. Estrutura de Dados II Prof Jairo Francisco de Souza

Introdução. Manipulação de arquivos em C. Estrutura de Dados II Prof Jairo Francisco de Souza Introdução Manipulação de arquivos em C Estrutura de Dados II Prof Jairo Francisco de Souza Manipulação de Arquivo em C Existem dois tipos possíveis de acesso a arquivos na linguagem C : sequencial (lendo

Leia mais

Algoritmos x Programação. Primeiros Passos na Linguagem C/C++ Como traduzir um algoritmo? Algoritmo original. Prof. Marcelo Cohen flash@inf

Algoritmos x Programação. Primeiros Passos na Linguagem C/C++ Como traduzir um algoritmo? Algoritmo original. Prof. Marcelo Cohen flash@inf Primeiros Passos na Linguagem C/C++ Prof. Marcelo Cohen flash@inf inf.pucrs.br Algoritmos x Programação Algoritmo é um conjunto finito de regras, bem definidas, para a solução de um problema em um tempo

Leia mais

Técnicas de Programação:

Técnicas de Programação: Técnicas de Programação: Programação Orientada a Objeto PROF. PROTÁSIO DEE-UFPB Programação Orientada a Objeto Herança É uma forma de reutilização de software em que o programador cria uma classe que absorve

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C Belo Horizonte 2010 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4 3.1 Strings

Leia mais

Programa ConsoleRPN. PUC-Rio CIV 2802 - Sistemas Gráficos para Engenharia Luiz Fernando Martha & André Maués Brabo Pereira

Programa ConsoleRPN. PUC-Rio CIV 2802 - Sistemas Gráficos para Engenharia Luiz Fernando Martha & André Maués Brabo Pereira Programa ConsoleRPN Programa criado com o Visual Studio Community 2013 para efetuar operações algébricas entre números, uma calculadora funcionando com console usando RPN PUC-Rio CIV 2802 - Sistemas Gráficos

Leia mais

Aula Prática 1: Introdução ao Ambiente de Programação Dev-C++

Aula Prática 1: Introdução ao Ambiente de Programação Dev-C++ Aula Prática 1: Introdução ao Ambiente de Programação Dev-C++ 1. Introdução Em nossa primeira aula prática de programação em linguagem C iremos escrever e testar programas de computador básicos. Mas antes,

Leia mais

Algoritmos e Programação Estruturada

Algoritmos e Programação Estruturada Algoritmos e Programação Estruturada Virgínia M. Cardoso Linguagem C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no Laboratório Bell em 1972. A Linguagem C foi baseada na Linguagem B criada por Thompson.

Leia mais

ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++

ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++ ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++ #include { Este trecho é reservado para o corpo da função, com a declaração de suas variáveis locais, seus comandos e funções

Leia mais

Edwar Saliba Júnior Novembro de 2007. Estruturas de Dados. Notas de Aula. Faculdade de Tecnologia INED Belo Horizonte - MG

Edwar Saliba Júnior Novembro de 2007. Estruturas de Dados. Notas de Aula. Faculdade de Tecnologia INED Belo Horizonte - MG Edwar Saliba Júnior Novembro de 2007 Estruturas de Dados Notas de Aula Faculdade de Tecnologia INED Belo Horizonte - MG Sumário 1. Nota:... 3 2. Tipos de Dados e Tipo Abstrato de Dados... 4 2.1. Comuns:...

Leia mais

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT O PowerPoint é uma poderosa ferramenta que faz parte do pacote Office da Microsoft. O principal uso desse programa é a criação de apresentação de slides, para mostrar

Leia mais

Vetores. Vetores. Figura 1 Exemplo de vetor com 10 elementos

Vetores. Vetores. Figura 1 Exemplo de vetor com 10 elementos Vetores Nos capítulos anteriores estudamos as opções disponíveis na linguagem C para representar: Números inteiros em diversos intervalos. Números fracionários com várias alternativas de precisão e magnitude.

Leia mais

Aplicação dos conceitos de programação orientada a objeto em linguagens de alto nível

Aplicação dos conceitos de programação orientada a objeto em linguagens de alto nível 95 Aplicação dos conceitos de programação orientada a objeto em linguagens de alto nível 96 Aplicação dos conceitos de programação orientada a objeto em linguagens de alto nível Nesta etapa estudaremos

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Objectivos Indicação onde são utilizados os computadores Primeiro programa em C++ Etapas básicas do desenvolvimento de programas Projecto centrado nos objectos Classes e programação

Leia mais

Computação e Programação Aula prática nº 5. Enunciados dos problemas

Computação e Programação Aula prática nº 5. Enunciados dos problemas Enunciados dos problemas 1 1. Processador de números 1.1 Objectivos do exercício análise sequencial de um problema baseada em objectos e desenvolvimento do respectivo algoritmo; codificação do algoritmo

Leia mais

Mestrado em Matemática Financeira

Mestrado em Matemática Financeira Programação Mestrado em Matemática Financeira http://moodle.fc.ul.pt Luís Sequeira 03 de Janeiro de 2014 Bom dia! 2 Contactos......................................................... 3 Abstracção!.......................................................

Leia mais

Ambiente Online de Programação em C. http://www.tutorialspoint.com/compile_c_online.php

Ambiente Online de Programação em C. http://www.tutorialspoint.com/compile_c_online.php Ambiente Online de Programação em C O site tutorialspoint.com oferece um ambiente online para criação de projetos em C, entre outras linguagens de programação. O ambiente para desenvolvimento na linguagem

Leia mais

Versão Preliminar. C(++) para não Computeiros: uma introdução ao raciocínio computacional. Lásaro Camargos Paulo R. Coelho Anilton Joaquim

Versão Preliminar. C(++) para não Computeiros: uma introdução ao raciocínio computacional. Lásaro Camargos Paulo R. Coelho Anilton Joaquim C(++) para não Computeiros: uma introdução ao raciocínio computacional Lásaro Camargos Paulo R. Coelho Anilton Joaquim 25 de junho de 2014 2 Sumário I Básico 11 1 O computador é uma máquina burra 13 1.1

Leia mais

Linguagem e Técnicas de Programação I Programação estruturada e fundamentos da linguagem C

Linguagem e Técnicas de Programação I Programação estruturada e fundamentos da linguagem C Linguagem e Técnicas de Programação I Programação estruturada e fundamentos da linguagem C Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa. Ameliara Freire Continuando as aulas sobre os fundamentos

Leia mais

Clique no botão novo

Clique no botão novo Tutorial para uso do programa Edilim Criado pela profª Carina Turk de Almeida Correa 1- Abra o programa Edilim. Clique no botão novo, como mostrado abaixo: Clique no botão novo 2- Todos os arquivos a serem

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C Capítulo 2: Introdução à Linguagem C INF1005 Programação 1 Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Programa Programa é um algoritmo escrito em uma linguagem de programação. No nosso

Leia mais

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO BCC 201 TURMAS 31, 32 E 33 2015-2 AULA TEÓRICA 4 PROF. MARCELO LUIZ SILVA (R E D)

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO BCC 201 TURMAS 31, 32 E 33 2015-2 AULA TEÓRICA 4 PROF. MARCELO LUIZ SILVA (R E D) Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas - ICEB Departamento de Computação - DECOM INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO BCC 201 TURMAS 31, 32 E 33 2015-2 1 AULA TEÓRICA 4

Leia mais

Aula Dirigida de Introdução ao Dev-C++

Aula Dirigida de Introdução ao Dev-C++ Aula Dirigida de Introdução ao Dev-C++ 1 Introdução Departamento de Ciência da Computação IME/USP J.C. de Pina, J. Soares e C.H. Morimoto O que vem a ser um programa em C? Você talvez já tenha ouvido falar

Leia mais

A Estação da Evolução

A Estação da Evolução Microsoft Excel 2010, o que é isto? Micorsoft Excel é um programa do tipo planilha eletrônica. As planilhas eletrônicas são utilizadas pelas empresas pra a construção e controle onde a função principal

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA CAPÍTULO 1 APRESENTANDO O C#

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA CAPÍTULO 1 APRESENTANDO O C# LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA CAPÍTULO 1 APRESENTANDO O C# 1.1 - Apresentação Quando fazemos nossas compras em um supermercado, é comum encontrarmos um código de barras impresso nos produtos expostos

Leia mais

Como obter Ajuda e Suporte

Como obter Ajuda e Suporte Como obter Ajuda e Suporte Durante a utilização dos Sistemas comercializados pela Domínio Sistemas, você e sua equipe poderão ter dúvidas sobre algum processo ou alguma tela em específico. Estas dúvidas

Leia mais

Disciplina: INF1005 - Programação I. 1 a aula prática Introdução ao ambiente do Microsoft Visual Studio 2010

Disciplina: INF1005 - Programação I. 1 a aula prática Introdução ao ambiente do Microsoft Visual Studio 2010 1 a aula prática Introdução ao ambiente do Microsoft Visual Studio 2010 1. Execute o MS-Visual Studio 2010. Experimente o caminho: Start All Programs Microsoft Visual Studio 2010 Microsoft Visual Studio

Leia mais

Tutorial de Instalação do Ambiente de Programação Dev-C++

Tutorial de Instalação do Ambiente de Programação Dev-C++ Tutorial de Instalação do Ambiente de Programação Dev-C++ Descrição do sistema instalado: - Sistema Operacional: Windows Vista Business - Versão do Dev-C++: Dev-C++ 5 beta 9 release (4.9.9.2) Processo

Leia mais

Nota de Aula: Utilização da IDE Code::Blocks

Nota de Aula: Utilização da IDE Code::Blocks INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS SÃO LUÍS MONTE CASTELO DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO I PROFESSOR:

Leia mais

Prof. Esp. Adriano Carvalho

Prof. Esp. Adriano Carvalho Prof. Esp. Adriano Carvalho O que é um Programa? Um arquivo contendo uma sequência de comandos em uma linguagem de programação especifica Esses comandosrespeitam regras de como serem escritos e quais

Leia mais

Tutorial de instalação do Java 7 no Windows 7.

Tutorial de instalação do Java 7 no Windows 7. Tutorial de instalação do Java 7 no Windows 7. Neste tutorial vamos instalar um ambiente de desenvolvimento Java JDK 7 no Windows 7. Quando falamos em ambiente Java, estamos nos referindo ao conjunto de

Leia mais

NetBeans. Conhecendo um pouco da IDE

NetBeans. Conhecendo um pouco da IDE NetBeans Conhecendo um pouco da IDE Professor: Edwar Saliba Júnior Sumário Apresentação:...1 Criando Um Novo Projeto de Software:...1 Depurando Um Código-fonte:...4 Entendendo o Código-fonte:...7 Dica

Leia mais

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Prof. Gilbert Azevedo da Silva I. Objetivos Conhecer o Ambiente Integrado de Desenvolvimento (IDE) do Delphi 7, Desenvolver a primeira aplicação no Delphi 7, Aprender

Leia mais

Como criar máquinas virtuais no Virtual Box

Como criar máquinas virtuais no Virtual Box Como criar máquinas virtuais no Virtual Box A virtualização de desktops pode ser trabalhada sobre servidores virtuais e esta técnica torna nossa tecnologia ainda mais atraente. Certifique-se que o seu

Leia mais

GraphicsLib Biblioteca Gráfica 2D. Documentação

GraphicsLib Biblioteca Gráfica 2D. Documentação GraphicsLib Biblioteca Gráfica 2D Documentação Edirlei Soares de Lima elima@inf.puc-rio.br Sumário 1 Instalação e Configuração... 4 2 Manual de Utilização... 10 2.1 Estrutura de um Programa... 10 2.2 Loop

Leia mais

1) Utilize o link abaixo para iniciar automaticamente o processo para baixar o arquivo de instalação do Code::Blocks:

1) Utilize o link abaixo para iniciar automaticamente o processo para baixar o arquivo de instalação do Code::Blocks: Manual do Code::Blocks para o Windows XP, Vista e 7 Instalação: 1) Utilize o link abaixo para iniciar automaticamente o processo para baixar o arquivo de instalação do Code::Blocks: http://prdownload.berlios.de/codeblocks/codeblocks-12.11mingw-setup.exe

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos.

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos. Histórico de Alterações Versão Data Autor Função Descrição 1 14/09/2012 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Criação inicial 2 19/11/2013 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Atualização A partir de

Leia mais

Parte da Tarefa. Parte da Tarefa. Parte da Tarefa SEND RECEIVE SEND RECEIVE

Parte da Tarefa. Parte da Tarefa. Parte da Tarefa SEND RECEIVE SEND RECEIVE Produto Escalar com MPI-2 (C++) Aula Sistemas Distribuídos Prof. Dr. Marcelo Facio Palin profpalin@gmail.com 1 1 O que é Paralelismo? Conceitos Paralelismo é uma técnica usada em tarefas grandes e complexas

Leia mais

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Tutorial Ouvidoria Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Como acessar a Ouvidoria? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar

Leia mais

Linguagem de Programação III

Linguagem de Programação III Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Linguagem de Programação III Histórico Encapsulamento Tratamento de classes e objetos Herança Polimorfismo Comparação com Java Histórico Desenvolvido por

Leia mais

TUTORIAL COMO CRIAR E EDITAR UM VÍDEO NO WINDOWS MOVIE MAKER*

TUTORIAL COMO CRIAR E EDITAR UM VÍDEO NO WINDOWS MOVIE MAKER* TUTORIAL COMO CRIAR E EDITAR UM VÍDEO NO WINDOWS MOVIE MAKER* * Microsoft Windows MovieMakeré um programa da Microsoft Corporation. A versão utilizada é a 5.1 que já vem instalada no Microsoft Windows

Leia mais

Usando o simulador MIPS

Usando o simulador MIPS Usando o simulador MIPS O objetivo desta aula prática será a utilização do simulador MipsIt para executar programas escritos em linguagem de máquina do MIPS. 1 Criando um projeto Cada programa a ser executado

Leia mais

Técnicas de Programação:

Técnicas de Programação: Técnicas de Programação: Manipulação de Arquivos PROF. PROTÁSIO DEE-UFPB Canais (fluxo) e Arquivos Canal (stream) É um mecanismo lógico do sistema de E/S de C que fornece uma interface entre o programador

Leia mais

system("pause"); //Envia comando para o sistema operacional solicitando parada de execução do programa } //limitador do corpo do programa

system(pause); //Envia comando para o sistema operacional solicitando parada de execução do programa } //limitador do corpo do programa Atividade Prática no Ambiente Dev C++ Para as nossas atividades práticas vamos utilizar o ambiente de desenvolvimento da Linguagem C, Dev C++, ele é bastante fácil de utilizar e com muitos recursos. Segue

Leia mais

STL significa Standard Template Library. É uma biblioteca que contém algumas estruturas de dados, como árvore binária e lista encadeada.

STL significa Standard Template Library. É uma biblioteca que contém algumas estruturas de dados, como árvore binária e lista encadeada. STL significa Standard Template Library. É uma biblioteca que contém algumas estruturas de dados, como árvore binária e lista encadeada. Estas estruturas são chamadas de Containers. Elas armazenam coleções

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA. CC 2º Período

PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA. CC 2º Período PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA CC 2º Período PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA Aula 07: Funções O comando return Protótipo de funções O tipo void Arquivos-cabeçalho Escopo de variáveis Passagem de parâmetros por valor

Leia mais

Como Configurar Caixas de Entradas Separadas.

Como Configurar Caixas de Entradas Separadas. Como Configurar Caixas de Entradas Separadas. 1 Passo: Clique em Ferramentas. Selecione Regras para mensagens. Selecione E-mail. 2 Passo: Na janela Regras para mensagens. Clique em Nova.. 3 Passo: Na tela

Leia mais

Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano

Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano Lógica de Programação para Engenharia 1 Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano EXERCÍCIO 1. Todos os meses as empresas precisam realizar o desconto de INSS do funcionário.

Leia mais

Tutorial Web Mail. Acesso e Utilização. MPX Brasil Cuiabá/MT: Av. Mal Deodoro, 1522 B Centro Norte. Contato: (65) 3364-3132 cuiaba@mpxbrasil.com.

Tutorial Web Mail. Acesso e Utilização. MPX Brasil Cuiabá/MT: Av. Mal Deodoro, 1522 B Centro Norte. Contato: (65) 3364-3132 cuiaba@mpxbrasil.com. Tutorial Web Mail Acesso e Utilização Como acessar meu e-mail institucional? 1. Para acessar seu e-mail institucional, acesse primeiramente o site ao qual ele pertence, por exemplo o e-mail contato@alianca.to.gov.br

Leia mais

Curso de Programação Computadores

Curso de Programação Computadores 3 O Primeiro Programa em C Unesp Campus de Guaratinguetá Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro 3 O Primeiro Programa em C 3.1 - Introdução Depois dos conceitos

Leia mais

INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C

INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar a grande semelhança entre Java e C Apresentar a organização diferenciada

Leia mais

Aula 1 Tipo Abstrato de Dados

Aula 1 Tipo Abstrato de Dados Aula 1 Tipo Abstrato de Dados Luiz Chaimowicz e Raquel O. Prates Livro Projeto de Algoritmos Capítulo 1 2009-1 O que é um algoritmo? O que é um programa? Algoritmos Sequência de ações executáveis para

Leia mais

Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans.

Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans. 1 - Criando uma classe em Java Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans. Antes de criarmos a(s) classe(s) é necessário criar o projeto

Leia mais

LP II Estrutura de Dados. Introdução e Linguagem C. Prof. José Honorato F. Nunes honorato.nunes@ifbaiano.bonfim.edu.br

LP II Estrutura de Dados. Introdução e Linguagem C. Prof. José Honorato F. Nunes honorato.nunes@ifbaiano.bonfim.edu.br LP II Estrutura de Dados Introdução e Linguagem C Prof. José Honorato F. Nunes honorato.nunes@ifbaiano.bonfim.edu.br Resumo da aula Considerações Gerais Introdução a Linguagem C Variáveis e C Tipos de

Leia mais

1º PASSO: CRIE NO SEU COMPUTADOR UMA PASTA PARA O SEU PROJETO 2º PASSO: CONHEÇA O MOVIE MAKER

1º PASSO: CRIE NO SEU COMPUTADOR UMA PASTA PARA O SEU PROJETO 2º PASSO: CONHEÇA O MOVIE MAKER 1º PASSO: CRIE NO SEU COMPUTADOR UMA PASTA PARA O SEU PROJETO Vá até a pasta MEUS VÍDEOS; Clique com o botão direito e escolha a opção NOVO / PASTA; Escreva como nome da pasta o nome do seu Projeto; Abra

Leia mais

Curso de Linguagem C

Curso de Linguagem C Curso de Linguagem C 1 Aula 1 - INTRODUÇÃO...4 AULA 2 - Primeiros Passos...5 O C é "Case Sensitive"...5 Dois Primeiros Programas...6 Introdução às Funções...7 Introdução Básica às Entradas e Saídas...

Leia mais

TUTORIAL PLATAFORMA DOS CURSOS CRIANÇA SEGURA PRIMEIRO ACESSO

TUTORIAL PLATAFORMA DOS CURSOS CRIANÇA SEGURA PRIMEIRO ACESSO TUTORIAL PLATAFORMA DOS CURSOS CRIANÇA SEGURA PRIMEIRO ACESSO São Paulo/2014 APRESENTAÇÃO Olá, Cursista! Seja bem vindo ao nosso curso! Para garantir que você tenha o melhor aproveitamento, elaboramos

Leia mais

Fórmulas e Funções - Parte I

Fórmulas e Funções - Parte I Atividade 6 Fórmulas e Funções - Parte I Referências relativas e absolutas Muito comum é a necessidade de depois de criado uma fórmula é copiá-la para outras células ao invés de fazer tudo novamente, muitas

Leia mais

Dominando Action Script 3

Dominando Action Script 3 Dominando Action Script 3 Segunda Edição (2014) Daniel Schmitz Esse livro está à venda em http://leanpub.com/dominandoactionscript3 Essa versão foi publicada em 2014-05-02 This is a Leanpub book. Leanpub

Leia mais

Tutoriais de apoio para a migração do e-mail @pmmc.com.br para @se-pmmc.com.br Atualização: 30/04/2014

Tutoriais de apoio para a migração do e-mail @pmmc.com.br para @se-pmmc.com.br Atualização: 30/04/2014 Tutoriais de apoio para a migração do e-mail @pmmc.com.br para @se-pmmc.com.br Atualização: 30/04/2014 Sumário Introdução... 3 1. Redirecionando e-mails novos... 4 2. Fazendo backup e encaminhando e-mails

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO BALANÇA TOPMAX S & URANO INTEGRA

GUIA DE CONFIGURAÇÃO BALANÇA TOPMAX S & URANO INTEGRA GUIA DE CONFIGURAÇÃO BALANÇA TOPMAX S & URANO INTEGRA Abaixo seguem os passos necessários para que você possa cadastrar um Equipamento do tipo Balança Topmax S no Software Urano Integra. Passo 1: Acessar

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

OO Engenharia Eletrônica

OO Engenharia Eletrônica OO Engenharia Eletrônica - Programação em C/C++ Slides 18: Introdução à Multithreading. Introdução à Multithreading: execução concorrente de tarefas. Exemplos usando a biblioteca C Run-time library. Prof.

Leia mais

INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1

INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1 INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1 Os programas que vimos até agora têm a seguinte estrutura: main( ) declarações instrução 1 instrução 2 instrução 3... instrução

Leia mais

INF 1005 Programação I

INF 1005 Programação I INF 1005 Programação I Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição de constantes:

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Projetos Como abrir um projeto existente _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar o programa.

Leia mais

Instalação do Componente TcomPort

Instalação do Componente TcomPort Instalação do Componente TcomPort O componente para porta serial TcomPort, pode ser baixado na página www.jclima.tk. Estando na página principal, selecione o link para a página downloads. Selecione então

Leia mais

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO.

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO. SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ... 2 DICAS PEDAGÓGICAS:... 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO... 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD... 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO... 3 PASSO 3 INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO... 4 CRIANDO NOVAS

Leia mais

Orientação a Objetos Programação em C++

Orientação a Objetos Programação em C++ OO - Engenharia de Computação/Eletrônica Orientação a Objetos Programação em C++ Slides 17: Programação Visual ou Orientada a Objetos Gráficos (Formulários, Botões, Caixas de Texto etc) - Exemplificado

Leia mais

5 Apresentando a linguagem C

5 Apresentando a linguagem C 5 Apresentando a linguagem C O criador da linguagem de programação C foi Dennis Ritchie que, na década de 70, programou-a por meio de um computador DEC PDP-11 rodando sistema operacional Unix. Entretanto,

Leia mais

Criação e execução a partir do Dev-C... 1 Erros de compilação... 4 Executar programa no DOS... 4 Ajustando o programa para executar no DOS...

Criação e execução a partir do Dev-C... 1 Erros de compilação... 4 Executar programa no DOS... 4 Ajustando o programa para executar no DOS... Primeiro programa C: Hello World! 1 Sumário Criação e execução a partir do Dev-C... 1 Erros de compilação... 4 Executar programa no DOS... 4 Ajustando o programa para executar no DOS... 5 Criação e execução

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/2. Introdução à Programação de Computadores. Aula - Tópico 1

Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/2. Introdução à Programação de Computadores. Aula - Tópico 1 Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/2 Introdução à Programação de Computadores Aula - Tópico 1 1 Por que usar um computador? Como conversar com um computador? 0101001001010100101011 0010100110101011111010

Leia mais

Caro (a) Aluno (a), Sumário

Caro (a) Aluno (a), Sumário 1.Tutorial do Ambiente Virtual EAD Caro (a) Aluno (a), Este tutorial tem o intuito de apresentar as orientações necessárias ao acesso deste Portal. O objetivo é prevenir possíveis dificuldades no uso do

Leia mais

Redimensionamento de Imagens no Catálogo de Produtos

Redimensionamento de Imagens no Catálogo de Produtos REDIMENSIONAMENTO DE IMAGENS NO PORTAL DE OPERAÇÕES DO CARTÃO BNDES Redimensionamento de Imagens no Catálogo de Produtos Atualizado em 15/05/14 Pág.: 1/14 Introdução Este manual destina-se a orientar os

Leia mais

Tipos de Dados, Tipos Abstratos de Dados Estruturas de Dados

Tipos de Dados, Tipos Abstratos de Dados Estruturas de Dados Tipos de Dados, Tipos Abstratos de Dados Estruturas de Dados Tipo de dados, tipo abstrato de dados, estruturas de dados Termos parecidos, mas com significados diferentes Tipo de dado Em linguagens de programação

Leia mais