FELIPE CARCELIANO Nº 10 JENNIFER SANTAROZA DE SOUZA Nº 20 NATHALIA NOVAES Nº 30 GEOGRAFIA TEMA VIII HAITI E.E. DR. JOÃO THIENNE.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FELIPE CARCELIANO Nº 10 JENNIFER SANTAROZA DE SOUZA Nº 20 NATHALIA NOVAES Nº 30 GEOGRAFIA TEMA VIII HAITI E.E. DR. JOÃO THIENNE."

Transcrição

1 FELIPE CARCELIANO Nº 10 JENNIFER SANTAROZA DE SOUZA Nº 20 NATHALIA NOVAES Nº 30 GEOGRAFIA TEMA VIII HAITI E.E. DR. JOÃO THIENNE Nova Odessa SP Maio /

2 JENNIFER SANTAROZA DE SOUZA FELIPE CARCELIANO NATHALIA NOVAES TEMA VIII HAITI Trabalho apresentado Para a avaliação bimestral Da disciplina de geografia, Ministrada pela professora Elisa do 3ºano, turma A. E.E. DR. JOÃO THIENNE Nova Odessa SP Maio /

3 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...04 DESENVOLVIMENTO...05 CONCLUSÃO...07 BIBLIOGRAFIA

4 INTRODUÇÃO O trabalho elaborado visa como tema o país mais pobre da América Latina, o Haiti. Sintetiza principalmente seus indicadores negativos politico, social e economicamente. A proposta deste é tornar mais dinâmico o acesso à informação e conhecimento sobre o assunto. Possivelmente haverá o surgimento de dúvidas, que deverão ser esclarecidas no decorrer da leitura. Se isso ocorrer, o trabalho que segue terá seu objetivo alcançado. 4

5 DESENVOLVIMENTO A crise política, econômica e social Instabilidade e tumultuo após a ditadura de François e Jean Duvalier junto à crise de 1950 à 2005 Tornar-se independente da França, em 1804, ser a primeira colônia da América Latina a conquistar a liberdade entre metrópoles europeias, não trouxe ao Haiti as eleições diretas para presidente antes de Quando o médico sanitarista François Duvalier, Papa Doc, foi eleito. Duvalier passou a implantar uma ditadura que perseguia, torturava e matava dissidentes além de proibir opostos partidos políticos. Se reelegeu em 1961, à custa de corrupção e fraudes, e em 1964 proclamou-se presidente vitalício, onde montou um verdadeiro batalhão terrorista chamados de tontonsmacoutes (conhecido como bicho-papão), que durou até 1971 após causar 30 mil mortes, 15 mil desaparecidos e uma extensa dívida externa. Quando acreditava-se que a saída de Papa Doc seria o fim dessa política devastadora, tanto econômica quanto socialmente, seu filho Baby Doc assumiu a presidência desde 1971 até Nesse período, meio milhões de haitianos fugiram para países vizinhos como Cuba, Republica Dominicana e EUA. De 1986 à 1990 o pais passou por uma crise turbulenta até que fosse elegido democraticamente o padre católico Jean B. Aristide, que no ano seguinte a eleição seria deposto por um golpe militar. Destituído em 1991, Aristide foi recolocado no poder pelos norte-americanos para que pudesse terminar o mandato. Seu sucessor foi René Préval cujo mandato terminou em 2001, e foi substituído por Aristide. Em 2004, porém, foi novamente confrontado por oposicionistas e acabou renunciando ao cargo, jogando o Haiti na mais profunda crise econômica e política de sua história que desembocaria na Minustah (Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti) liderada pelo Brasil. As crises políticas dos anos 90, como o golpe que destituiu Aristide e sua renúncia em 2004, provocaram um retrocesso violento na já frágil economia haitiana. Em 1991, o golpe fez com que as exportações do país caíssem 40% e a economia recuasse em 30% entre O pais, atualmente, depende da ajuda financeira externa proveniente dos Estados Unidos, França, Reino Unido além de outros. Com a chegada da missão humanitário-militar brasileira ao Haiti em 2004, lentamente a economia se recuperava. Com o terremoto, o futuro do Haiti não somente estará nas mãos dos deuses, mas também da ONU, do atual governo haitiano e dos investimentos particulares em indústrias e infraestrutura. 5

6 As intervenções da ONU e dos EUA sob a administração de George Bush e Bill Clinton Em maio de 1994, sob o governo de Bill Clinton, a ONU impôs bloqueio que aprofundou a miséria popular. Os militares golpistas foram anistiados. Aristides recebeu a promessa de ajuda econômica, que mitigaria as medidas neoliberais que implantaria no país. Prometeu também limitar o incômodo fluxo haitiano aos EUA. Semanas após seu retorno, os republicanos conquistaram a maioria no Congresso, privando ajuda ao povo haitiano. Quando Aristide entregou a presidência a René Préval, de seu partido, sua administração conservadora ensejou que perdesse simpatia popular, apoiandose mais e mais no movimento Família Avalanche (Fanmi Lavalas), parcialmente transformado em milícia. Em 2003, parte do frágil movimento social haitiano mobilizou-se pela sua deposição e pelo saneamento do país. Militares do exército dissolvido, apoiados pela CIA, invadiram o Haiti, para impor governo autoritário, sob o controle republicano. Era Baby Bush retomando a obra de Papa Bush. Quando foi deposto, Aristides perdia prestígio, o que garantiu paz transitória às forças franco-estadunidenses. Bush II entregou a gestão da ocupação à ONU e o poder a marionetes haitianas. A única iniciativa dos ocupantes foi a reorganização da Polícia Nacional Haitiana, que se dedicou à repressão e eliminação dos seguidores de Aristide, fortes nos bairros miseráveis de Cité Soleil (Cidade Sol) e Bel-Air (Ar Bonito), na capital. Tudo sob a cumplicidade e, a seguir, o apoio das tropas da ONU, comandadas por general brasileiro. MINUSTAH e o papel do Brasil Com o objetivo de solucionar os problemas socioeconômicos da anarquia política e manter a ordem e a segurança nas principais cidades do país, além de assegurar o cumprimento dos direitos humanos, a ONU criou uma missão especial chamada Minustah Missão de Paz das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti. Essa missão especial é liderada pelo exército brasileiro, com um mandato oficial que se prolongaria até O Brasil enviou seu maior efetivo desde a Segunda Guerra Mundial. Apesar do sucesso no desenvolvimento desse novo sistema, liderado por general brasileiro, o futuro do país vai depender dos interesses norteamericanos que buscam aproveitar o momento para uma reaproximação com a América Latina. 6

7 CONCLUSÃO O trabalho apresentado possui como tema principal a crise política, econômica e social do Haiti. O país que foi concedido com as eleições diretas a partir de 1957, quando François Duvalier foi eleito para presidente e implantou uma ditadura que fez com que milhões de haitianos buscassem refugio em países vizinhos, é o mais pobre da América Latina. Esse sistema de Papa Doc e seu filho, provocaram um retrocesso violento na economia haitiana. Os indicadores de exportações do país reduziram 40% e a economia sofreu com 30% entre os anos de 1992 à O país é, financeiramente, dependente da ajuda financeira externa. Com isso foi criada o sistema Minustah, uma missão humanitário-militar brasileira ao Haiti, pra fazer com que a economia se recuperasse, o que acontece lentamente. Entretanto com o terremoto, o futuro desse país não somente estará nas mãos dos deuses, mas também da ONU, do atual governo haitiano e dos investimentos particulares em indústrias e infraestrutura. 7

8 BIBLIOGRAFIA 8

HAITI: HISTÓRIA, CRISE E INTERVENÇÃO. Palavras-chave: Haiti, Nações Unidas, Estados Unidos, Intervenção

HAITI: HISTÓRIA, CRISE E INTERVENÇÃO. Palavras-chave: Haiti, Nações Unidas, Estados Unidos, Intervenção 1 HAITI: HISTÓRIA, CRISE E INTERVENÇÃO Paulo Gustavo Pellegrino Corrêa Graduando em ciências sociais na UNESP Araraquara Pesquisador do OREAL (Observatório das Relações Estados Unidos América Latina) Bolsista

Leia mais

INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá)

INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá) INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá) Sugere ao Poder Executivo, a imediata retirada das tropas brasileiras do Haiti, e indica a necessidade de revogar o Decreto Legislativo nº 207, de 19 de maio de 2004,

Leia mais

A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do

A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do p. 110 A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do México até sua independência a partir de 1823; Em 1839 tornam-se independentes fracasso da

Leia mais

ENTREVISTA. Sidney Murrieta. 10 Desenvolvimento 2011 Ano 8 nº 65

ENTREVISTA. Sidney Murrieta. 10 Desenvolvimento 2011 Ano 8 nº 65 ENTREVISTA Sidney Murrieta 10 Desenvolvimento 2011 Ano 8 nº 65 Alrich Nicolas Não é somente a solidariedade internacional que vai fazer avançar a reconstrução do Haiti B r u n o D e V i z i a e J o ã o

Leia mais

Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti. Military Component

Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti. Military Component SUMÁRIO 1. OPERAÇÕES DE PAZ 2. MINUSTAH 3. OPERAÇÕES DE GARANTIA DA LEI E DA ORDEM 4. CONSIDERAÇÕES FINAIS PARTICIPAÇÃO EM MISSÕES DE PAZ UNEF-I Oriente Médio 47 Mis Paz Mais de 32.000 militares brasileiros

Leia mais

Período Democrático e o Golpe de 64

Período Democrático e o Golpe de 64 Período Democrático e o Golpe de 64 GUERRA FRIA (1945 1990) Estados Unidos X União Soviética Capitalismo X Socialismo Governo de Eurico Gaspar Dutra (1946 1950) Período do início da Guerra Fria Rompimento

Leia mais

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010)

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010) Trabalho de História Recuperação _3ºAno Professor: Nara Núbia de Morais Data / /2014 Aluno: nº Ens. Médio Valor: 40 Nota: Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985)

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano Contradições entre o sistema colonial e as propostas liberais a partir do século XVIII Guerra de sucessão do trono espanhol (1702-1713) Luís XIV conseguiu impor seu neto

Leia mais

Sistemas de Comunicações empregados pelo Exército Brasileiro na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH)

Sistemas de Comunicações empregados pelo Exército Brasileiro na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH) Sistemas de Comunicações empregados pelo Exército Brasileiro na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH) Jefferson de Araújo Ayala 1º Ten Centro Integrado de Guerra Eletrônica

Leia mais

AMÉRICA: PROJETOS DE INTEGRAÇÃO GEOGRAFIA 8ºANO PRFª BRUNA ANDRADE

AMÉRICA: PROJETOS DE INTEGRAÇÃO GEOGRAFIA 8ºANO PRFª BRUNA ANDRADE AMÉRICA: PROJETOS DE INTEGRAÇÃO GEOGRAFIA 8ºANO PRFª BRUNA ANDRADE A FORMAÇÃO DOS ESTADOS LATINO- AMERICANOS OS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA FORMARAM-SE A PARTIR DA INDEPENDÊNCIA DA ESPANHA E PORTUGAL. AMÉRICA

Leia mais

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA Causas da Hegemonia atual dos EUA Hegemonia dos EUA Influência Cultural: músicas, alimentações, vestuários e língua Poderio Econômico: 20% do PIB global Capacidade Militar sem

Leia mais

Terceiro dia de jogo do Brasil em comunidade carente haitiana

Terceiro dia de jogo do Brasil em comunidade carente haitiana Porto Príncipe / Haiti, 11 de julho de 2014 Informativo Nº 07 Terceiro dia de jogo do Brasil em comunidade carente haitiana No dia 23 de junho, durante o terceiro dia de jogo do Brasil, a localidade de

Leia mais

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições.

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Revolução de 1930 Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Responsável pelo fim da chamada Política café com leite Política café com leite

Leia mais

A Migração de Haitianos para o Brasil

A Migração de Haitianos para o Brasil A Migração de Haitianos para o Brasil Mariana Longhi Batista Alessi 1 RESUMO Desde o terremoto de janeiro de 2010, uma onda de haitianos passou a buscar refúgio no território brasileiro. O presente artigo

Leia mais

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA DOLOROSA: O NAZISMO ALEMÃO A ascensão dos nazistas ao poder na Alemanha colocou em ação a política de expansão territorial do país e o preparou para a Segunda Guerra Mundial. O saldo

Leia mais

Período pré-colonial

Período pré-colonial CHILE Período pré-colonial O navegador português Fernão de Magalhães, a serviço do rei da Espanha, foi o primeiro europeu a visitar a região que hoje é chamada de Chile. Os mapuches, grande tribo indígena

Leia mais

Trabalho de história 3º tri Integrantes Frederico Strasser Nº:15 Diogo Amorim Nº:12 Guilherme Hasslocher Nº:19 Lucas Fuss Nº:28 Mateus Peres Nº:34

Trabalho de história 3º tri Integrantes Frederico Strasser Nº:15 Diogo Amorim Nº:12 Guilherme Hasslocher Nº:19 Lucas Fuss Nº:28 Mateus Peres Nº:34 Trabalho de história 3º tri Integrantes Frederico Strasser Nº:15 Diogo Amorim Nº:12 Guilherme Hasslocher Nº:19 Lucas Fuss Nº:28 Mateus Peres Nº:34 -Enquanto Buenos Aires se tornava mais poderosa, os lideres

Leia mais

HAITI E A OCUPAÇÃO IMPERIALISTA

HAITI E A OCUPAÇÃO IMPERIALISTA HAITI E A OCUPAÇÃO IMPERIALISTA Mural Produzido em: 05/2006 Coordenação: Gilberto Calil Acadêmicos: Priscila Marchini Marins Rita de Cássia S. Kneib Gervasio Cezar Junior Gabriel Paiva Carlos Mauricio

Leia mais

História B Aula 21. Os Agitados Anos da

História B Aula 21. Os Agitados Anos da História B Aula 21 Os Agitados Anos da Década de 1930 Salazarismo Português Monarquia portuguesa foi derrubada em 1910 por grupos liberais e republicanos. 1ª Guerra - participação modesta ao lado da ING

Leia mais

EUA: Expansão Territorial

EUA: Expansão Territorial EUA: Expansão Territorial Atividades: Ler Livro didático págs. 29, 30 e 81 a 86 e em seguida responda: 1) Qual era a abrangência do território dos Estados Unidos no final da guerra de independência? 2)

Leia mais

50 ANOS DO GOLPE MILITAR

50 ANOS DO GOLPE MILITAR 50 ANOS DO GOLPE MILITAR (1964-1985) Prof. Dr. Rogério de Souza CAUSAS Guerra Fria Contexto Internacional: Construção do Muro de Berlim (1961) Cuba torna-se Socialista (1961) Crise dos Mísseis (1962) CAUSAS

Leia mais

TERREMOTO NO HAITI TERREMOTO NO HAITI TERREMOTO NO HAITI

TERREMOTO NO HAITI TERREMOTO NO HAITI TERREMOTO NO HAITI TERREMOTO NO TERREMOTO NO TERREMOTO NO Autoridades do Haiti estimam mortos entre 30 mil e 100 mil País foi atingido por terremoto de 7 graus de magnitude na terça; premiê e presidente divergem em números

Leia mais

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO.

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO. APRESENTAÇÃO Aula 08 3B REVOLUÇÃO FRANCESA Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra

Leia mais

HAITI 8 DE ABRIL DE 2008 - BLINDADOS EM PORTO PRÍNCIPE

HAITI 8 DE ABRIL DE 2008 - BLINDADOS EM PORTO PRÍNCIPE HAITI 8 DE ABRIL DE 2008 - BLINDADOS EM PORTO PRÍNCIPE A situação de aparente calma na capital haitiana, Porto Príncipe, uma cidade com mais de quatro milhões de habitantes, com um índice de desemprego

Leia mais

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ. EUA acusam Rússia de escalar crise na Síria SEMANA 29 SETEMBRO A 05 DE OUTUBRO

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ. EUA acusam Rússia de escalar crise na Síria SEMANA 29 SETEMBRO A 05 DE OUTUBRO EUA acusam Rússia de escalar crise na Síria Raúl Castro pede que Obama contorne Congresso Guerra síria abre crise entre EUA e Rússia ATUALIDADES PROFESSOR MARCOS JOSÉ Dilma anuncia meta cômoda para clima

Leia mais

HISTÓRIA. Lutas marcam a linha do tempo

HISTÓRIA. Lutas marcam a linha do tempo 2 O APRESENTAÇÃO Haiti é conhecido como um dos países mais pobres do mundo. O que poucos conhecem é sua história de lutas e vitórias. Conhecer um pouco mais deste país é conhecer um povo que continua sua

Leia mais

Getúlio Vargas e a Era Vargas

Getúlio Vargas e a Era Vargas Getúlio Vargas e a Era Vargas http://www.suapesquisa.com/vargas/ AGOSTO RUBEM FONSECA Getúlio Vargas e a Era Vargas: ASPECTOS A RESSALTAR Vida de Getúlio Vargas; Revolução

Leia mais

1896 Surgimento do movimento sionista Em 1896, o jornalista judeu Theodor Herzl, autor do livro "O Estado Judeu", criou o movimento sionista.

1896 Surgimento do movimento sionista Em 1896, o jornalista judeu Theodor Herzl, autor do livro O Estado Judeu, criou o movimento sionista. 1896 Surgimento do movimento sionista Em 1896, o jornalista judeu Theodor Herzl, autor do livro "O Estado Judeu", criou o movimento sionista. O objetivo era estabelecer um lar nacional para os judeus na

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 11) China, Japão e Índia são três dos principais países asiáticos. Sobre sua História, cultura e relações com o Ocidente, analise as afirmações a seguir. l A China passou por um forte processo de modernização

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

A AMÉRICA CENTRAL E O CARIBE. Professora:Luiza de Marilac Geografia 8º Ano 2015

A AMÉRICA CENTRAL E O CARIBE. Professora:Luiza de Marilac Geografia 8º Ano 2015 A AMÉRICA CENTRAL E O CARIBE Professora:Luiza de Marilac Geografia 8º Ano 2015 Fragmentação política Sub regiões Ístmica Insular Composição étnica: Euroameríndios Indígenas Afrodescendentes AMÉRICA CENTRAL

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA MCC

REVOLUÇÃO FRANCESA MCC REVOLUÇÃO FRANCESA MCC REVOLUÇÃO FRANCESA. MOVIMENTO BURGUÊS França antes da revolução TEVE APOIO DO POVO Monarquia absolutista Economia capitalista.(costumes feudais) sociedade estamental. 1º Estado-

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Desenvolvimento PROJECTO DE PARECER. destinado à Comissão dos Assuntos Externos

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Desenvolvimento PROJECTO DE PARECER. destinado à Comissão dos Assuntos Externos PARLAMENTO EUROPEU 2004 ««««««««««««Comissão do Desenvolvimento 2009 PROVISÓRIO 2004/2168(INI) 22.2.2005 PROJECTO DE PARECER da Comissão do Desenvolvimento destinado à Comissão dos Assuntos Externos sobre

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Revolução Francesa

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Revolução Francesa Conteúdo: A Revolução Francesa Habilidades: Reconhecer nas origens e consequências da Revolução Francesa de 1789, os elementos fundamentais da formação política e social contemporânea para a história contemporânea.

Leia mais

4 de julho 1776 PROF. ROBERTO BRASIL

4 de julho 1776 PROF. ROBERTO BRASIL 4 de julho 1776 PROF. ROBERTO BRASIL A Revolução Americana é um movimento de ampla base popular, a burguesia foi quem levou esta revolução avante. O terceiro estado (povo e burguesia) conseguiu a independência

Leia mais

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdo O Consulado: Economia, Educação

Leia mais

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ANTECEDENTES SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES NESSA ÉPOCA

Leia mais

ENEM 2014 - Caderno Rosa. Resolução da Prova de História

ENEM 2014 - Caderno Rosa. Resolução da Prova de História ENEM 2014 - Caderno Rosa Resolução da Prova de História 5. Alternativa (E) Uma das características basilares do contato entre jesuítas e os povos nativos na América, entre os séculos XVI e XVIII, foi o

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 50 AMÉRICA CENTRAL: DEPENDÊNCIA E O CASO CUBANO

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 50 AMÉRICA CENTRAL: DEPENDÊNCIA E O CASO CUBANO GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 50 AMÉRICA CENTRAL: DEPENDÊNCIA E O CASO CUBANO Como pode cair no enem Em fevereiro de 2008, após 49 anos no poder, Fidel Castro cedeu a chefia do Estado a seu irmão Raúl. O

Leia mais

SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO

SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO 1 - INTRODUÇÃO Séc. XIX consolidação da burguesia: ascensão do proletariado urbano (classe operária) avanço do liberalismo.

Leia mais

Nova ordem mundial Mundo multipolar Prof. Rafael Souza

Nova ordem mundial Mundo multipolar Prof. Rafael Souza Disciplina de Geografia Área de ciências humanas Nova ordem mundial Mundo multipolar Prof. Rafael Souza Porto Alegre 2014 Com o final da União Soviética, a queda do Muro de Berlim, sabemos que apenas um

Leia mais

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D]

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D] Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA Resposta da questão 1: Somente a proposição está correta. Com a expansão napoleônica na Europa e a invasão do exército Francês em Portugal ocorreu a vinda da corte portuguesa

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 8 o ano 3 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. 25 de janeiro de 1835, ao amanhecer o dia na cidade de Salvador, 600 negros entre libertos e escravos levantaram-se decididos

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

Cuba rejeita categoricamente qualquer tentativa de explorar a situação dramática criada para ocupar o país e controlar o petróleo.

Cuba rejeita categoricamente qualquer tentativa de explorar a situação dramática criada para ocupar o país e controlar o petróleo. Leia abaixo a íntegra do discurso do Ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, no Conselho de Dereitos Humanos da ONU, na última terça-feira (1º/3), em Genebra: A consciência humana rejeita

Leia mais

HAITI INTERCESSORES: AGENTES DE MUDANÇA. Tema

HAITI INTERCESSORES: AGENTES DE MUDANÇA. Tema 35 HAITI INTERCESSORES: AGENTES DE MUDANÇA Tema Eis o grito dos teus atalaias! Eles erguem a voz, juntamente exultam, porque com seus próprios olhos veem o retorno do Senhor a Sião. Rompei em júbilo, exultai

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO

A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO Império russo (início do século a 1917) Território * Governo Maior império da Europa, estendendo-se da Ásia ao pacífico * Monarquia absoluta e

Leia mais

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes.

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes. Ditadura: É uma forma de governo em que o governante (presidente, rei, primeiro ministro) exerce seu poder sem respeitar a democracia, ou seja, governa de acordo com suas vontades ou com as do grupo político

Leia mais

AMÉRICA LATINA - CHIAPAS -

AMÉRICA LATINA - CHIAPAS - AMÉRICA LATINA - CHIAPAS - Movimento Neozapatista, aconteceu no México, onde a população resolveu revindicar seus direitos em meio à sociedade,criaram o Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN),

Leia mais

Exercícios sobre Israel e Palestina

Exercícios sobre Israel e Palestina Exercícios sobre Israel e Palestina Material de apoio do Extensivo 1. Observe o mapa a seguir, que representa uma área do Oriente Médio, onde ocorrem grandes tensões geopolíticas. MAGNOLI, Demétrio; ARAÚJO,

Leia mais

1. Conceito Guerra improvável, paz impossível - a possibilidade da guerra era constante, mas a capacidade militar de ambas potências poderia provocar

1. Conceito Guerra improvável, paz impossível - a possibilidade da guerra era constante, mas a capacidade militar de ambas potências poderia provocar A GUERRA FRIA 1. Conceito Conflito político, econômico, ideológico, cultural, militar entre os EUA e a URSS sem que tenha havido confronto direto entre as duas superpotências. O conflito militar ocorria

Leia mais

FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS. www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br

FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS. www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br CIDADANIA E PARTICIPAÇÃO Cidadania é o conjunto de DIREITOS: Civis (individuais, em que todos são indivíduos livres

Leia mais

Período Populista (1945/64)

Período Populista (1945/64) Período Populista (1945/64) INTRODUÇÃO Período de Democracia, sem censura e eleições direta (o( o povo vota) para presidente. O mundo encontrava-se no Período de Guerra Fria : Capitalistas (EUA) X Socialistas

Leia mais

Capítulo 2 Método 81 A variável independente e a sua aplicação 81 O método institucional: o primado da instituição Estado sobre a ordem

Capítulo 2 Método 81 A variável independente e a sua aplicação 81 O método institucional: o primado da instituição Estado sobre a ordem índice Agradecimentos 15 Prefácio 17 Introdução 23 Capítulo 1 Que forma de Estado previne melhor os golpes militares? 27 Golpes de Igreja, golpes de Estado, golpes militares 27 Que é a forma do Estado

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Influência dos valores iluministas Superação do Absolutismo monárquico e da sociedade estratificada Serviu de inspiração para outras revoluções,

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

Cap.3 Europa e América antes da primeira Guerra Mundial BELLE EPOQUE IMPERIALISMO DOS ESTADOS UNIDOS A REVOLUÇÃO MEXICANA

Cap.3 Europa e América antes da primeira Guerra Mundial BELLE EPOQUE IMPERIALISMO DOS ESTADOS UNIDOS A REVOLUÇÃO MEXICANA Cap.3 Europa e América antes da primeira Guerra Mundial BELLE EPOQUE IMPERIALISMO DOS ESTADOS UNIDOS A REVOLUÇÃO MEXICANA Café Van Gogh - 1888 EXPOSIÇÃO UNIVERSAL DE LONDRES - 1851 BIG BEN - 1859 1889

Leia mais

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem QUESTÃO IRLANDESA A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem cerca de 1,8 milhão de habitantes,

Leia mais

Curso de Economia Aplicada Para Profissionais de Comunicação

Curso de Economia Aplicada Para Profissionais de Comunicação Curso de Economia Aplicada Para Profissionais de Comunicação Tema: A Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional (Cobradi) João Brígido Bezerra Lima Pesquisador do Ipea Coordenador do estudo

Leia mais

Estados Unidos apóiam ataque em território somali

Estados Unidos apóiam ataque em território somali Estados Unidos apóiam ataque em território somali Resenha Segurança Lígia Franco Prados Mello 06 de março de 2007 Estados Unidos apóiam ataque em território somali Resenha Segurança Lígia Franco Prados

Leia mais

Análise de Conjuntura OPSA. n.8, ago. 2009

Análise de Conjuntura OPSA. n.8, ago. 2009 Análise de Conjuntura OPSA n.8, ago. 2009 Observatório Político Sul-Americano Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro IUPERJ/UCAM http://observatorio.iuperj.br Neste número Dossiê Haiti

Leia mais

As ilhas são mais visitadas do que os Estados continentais Evolução do número de turistas

As ilhas são mais visitadas do que os Estados continentais Evolução do número de turistas TURISMO O setor de turismo cresceu muito na última década, independente de sua posição central ou secundária na economia dos países do espaço Caribe. Mais de 25 milhões de turistas foram recebidos em 2001,

Leia mais

Prof. Thiago Oliveira

Prof. Thiago Oliveira Prof. Thiago Oliveira Depois da 2ª Guerra Mundial o Brasil passou por um período de grandes transformações no campo da política, economia e sociedade, superando o Estado Novo de Getúlio e experimentando

Leia mais

O MUNDO ESTÁ PERIGOSO. Por mais optimista que se seja, importa reconhecer que. o Mundo está muito perigoso. Como nunca esteve.

O MUNDO ESTÁ PERIGOSO. Por mais optimista que se seja, importa reconhecer que. o Mundo está muito perigoso. Como nunca esteve. O MUNDO ESTÁ PERIGOSO Por mais optimista que se seja, importa reconhecer que o Mundo está muito perigoso. Como nunca esteve. Nunca houve tantas guerras ao mesmo tempo e tantas crises. Bem como tantas catástrofes

Leia mais

A ATUAÇÃO DAS TROPAS DE PAZ DA ONU NO HAITI Marcello Renato Alves de Araújo Universidade de Fortaleza marcellorenatto@hotmail.com

A ATUAÇÃO DAS TROPAS DE PAZ DA ONU NO HAITI Marcello Renato Alves de Araújo Universidade de Fortaleza marcellorenatto@hotmail.com A ATUAÇÃO DAS TROPAS DE PAZ DA ONU NO HAITI Marcello Renato Alves de Araújo Universidade de Fortaleza marcellorenatto@hotmail.com O Haiti, uma pequena ilha localizada no Caribe, tem uma história de miséria

Leia mais

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO - 1 - Viagens do Secretário-Geral Caracas, Venezuela, 2 a 23 de janeiro de 2003 Caracas, Venezuela, 28 de janeiro a 6 de fevereiro de 2003

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA (a partir de 1789)

IDADE CONTEMPORÂNEA (a partir de 1789) IDADE CONTEMPORÂNEA (a partir de 1789) ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja catolicismo oficial.

Leia mais

SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE TÂNIA REGINA CAMPOS DA CONCEIÇÃO

SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE TÂNIA REGINA CAMPOS DA CONCEIÇÃO SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE TÂNIA REGINA CAMPOS DA CONCEIÇÃO A VINDA DA FAMÍLIA REAL PORTUGUESA AO BRASIL Projeto apresentado e desenvolvido na

Leia mais

Exercícios Reorganização Política Internacional

Exercícios Reorganização Política Internacional Exercícios Reorganização Política Internacional 1. (Ufg 2013) Analise a charge a seguir. A charge refere-se a dois temas: o papel do Estado na economia e as relações de trabalho. A respeito desses temas,

Leia mais

2º Seminário Nacional de Pós Graduação Associação Brasileira de Relações Internacionais ABRI 28 e 29 de agosto de 2014, João Pessoa - PB

2º Seminário Nacional de Pós Graduação Associação Brasileira de Relações Internacionais ABRI 28 e 29 de agosto de 2014, João Pessoa - PB 2º Seminário Nacional de Pós Graduação Associação Brasileira de Relações Internacionais ABRI 28 e 29 de agosto de 2014, João Pessoa - PB Área Temática: Política Externa MINUSTAH: O PAPEL DA MISSÃO NO HAITI

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA

HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA INDEPENDÊNCIA DO Colonização: espanhola até 1697, posteriormente francesa. Produção açucareira. Maioria da população:

Leia mais

Brasil Império. Sétima Série Professora Carina História

Brasil Império. Sétima Série Professora Carina História Brasil Império Sétima Série Professora Carina História Confederação do Equador Local: Províncias do Nordeste. Época: 1824. Líderes da revolta: Manuel Paes de Andrade, frei Caneca e Cipriano Barata. Causas:

Leia mais

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815)

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815) NAPOLEÃO BONAPARTE 1 Profª Adriana Moraes Destaca-se política e militarmente no Período Jacobino. DIRETÓRIO Conquistas militares e diplomáticas na Europa defesa do novo governo contra golpes. Golpe 18

Leia mais

Steinmeier, MNE da Alemanha: Sabemos que o caminho tem sido difícil

Steinmeier, MNE da Alemanha: Sabemos que o caminho tem sido difícil ESPECIAIS Steinmeier, MNE da Alemanha: Sabemos que o caminho tem sido difícil 27 Maio 2015 Nuno André Martins MNE alemão diz que Portugal "é um exemplo para a Europa", admite que só a negociação deu à

Leia mais

A América Latina na Guerra Fria A ditadura militar no Brasil

A América Latina na Guerra Fria A ditadura militar no Brasil ID/ES Tão perto e ainda tão distante A 90 milhas de Key West. Visite Cuba. Cartão postal de 1941, incentivando o turismo em Cuba. 1 Desde a Revolução de 1959, Cuba sofre sanções econômicas dos Estados

Leia mais

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 http://noticias.terra.com.br/brasil/golpe-comecou-invisivel-diz-sobrinho-de-substitutode-jango,bc0747a8bf005410vgnvcm4000009bcceb0arcrd.html acesso em 31-03-2014

Leia mais

Estados Unidos da América. Aula I Da colonização ao século XIX

Estados Unidos da América. Aula I Da colonização ao século XIX Estados Unidos da América Aula I Da colonização ao século XIX As Teorias: Corrente asiática Estreito de Bering (beríngia). Malaio Polinésia Corrente australiana Ocupação do Continente Americano: Principais

Leia mais

SOUZA, Ailton Benedito de. Haiti: A recorrente ira de Spartacus, In_ Comunicação & Política, n.s., v. XI, n.1.

SOUZA, Ailton Benedito de. Haiti: A recorrente ira de Spartacus, In_ Comunicação & Política, n.s., v. XI, n.1. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DISCIPLINA: AMÉRICA III ALUNO: IRLAN VILELA RESENHA BIBLIOGRAFIA: SOUZA, Ailton Benedito de. Haiti: A recorrente ira de Spartacus,

Leia mais

Reconhecimento: Resolução nº CEE - 1464/85 - D.O. 04/05/85 Ent. Mantenedora: Centro Evangélico de Recuperação Social de Paulo Afonso

Reconhecimento: Resolução nº CEE - 1464/85 - D.O. 04/05/85 Ent. Mantenedora: Centro Evangélico de Recuperação Social de Paulo Afonso COLÉGIO SETE DE SETEMBRO Reconhecimento: Resolução nº CEE - 1464/85 - D.O. 04/05/85 Ent. Mantenedora: Centro Evangélico de Recuperação Social de Paulo Afonso CNPJ: 13.911.052/0001-61 e Inscrição Municipal

Leia mais

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 33 AMÉRICA CENTRAL

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 33 AMÉRICA CENTRAL GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 33 AMÉRICA CENTRAL Como pode cair no enem (FUVEST) A importância geopolítica do Canal do Panamá e o crescente fluxo de embarcações entre o oceano Atlântico e o oceano Pacífico

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca ANUNCIO DE MUDANÇAS NO SISTEMA FINANCEIRO

Leia mais

OBSERVATÓRIO CONE SUL DE DEFESA E FORÇAS ARMADAS INFORME BRASIL Nº 264 Período: 01/09/07 a 07/09/07 GEDES Brasil

OBSERVATÓRIO CONE SUL DE DEFESA E FORÇAS ARMADAS INFORME BRASIL Nº 264 Período: 01/09/07 a 07/09/07 GEDES Brasil OBSERVATÓRIO CONE SUL DE DEFESA E FORÇAS ARMADAS INFORME BRASIL Nº 264 Período: 01/09/07 a 07/09/07 GEDES Brasil 1- Ministério da Defesa terá aumento de 54% no seu orçamento de 2008 2- Livro sobre regime

Leia mais

Mas, um golpe de Estado militar instaurou a forma republicana presidencialista, em 15 de novembro de 1889.

Mas, um golpe de Estado militar instaurou a forma republicana presidencialista, em 15 de novembro de 1889. Brasil no período de transição: Império para República. Éramos governados por um dos ramos da Casa de Bragança, conhecido como família imperial brasileira que constituía o 11º maior império da história

Leia mais

Descolonização e Lutas de Independência no Século XX

Descolonização e Lutas de Independência no Século XX Descolonização e Lutas de Independência no Século XX A Independência da Índia (1947) - Antecedentes: Partido do Congresso (hindu) Liga Muçulmana Longa luta contra a Metrópole inglesa - Desobediência pacífica

Leia mais

ATUALIDADE AMÉRICA HAITI CASO À PARTE. O mundo hoje...

ATUALIDADE AMÉRICA HAITI CASO À PARTE. O mundo hoje... ATUALIDADE AMÉRICA O mundo hoje... BRASIL AMÉRICA MUNDO Desvalorização do dólar no país. Demarcação de terras em Roraima Política interna brasileira Política externa brasileira A questão de Itaipu Distribuição

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas.

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas. 2 Habilidades: Observar as limitações das Guianas e suas ligações com o Brasil. 3 Colômbia 4 Maior população da América Andina. Possui duas saídas marítimas: Para o Atlântico

Leia mais

Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial

Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial 1. (Ufes) A Guerra Civil Espanhola (1936-1939), em que perderam a vida mais de 1 milhão de pessoas, terminou com a derrota dos Republicanos e com

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Série: 1ª Professor : Carlos Alexandre Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE HISTÓRIA 8º ANO PROFESSOR: MÁRCIO AUGUSTO

Leia mais

Século XXI. Sobre a cultura islâmica após os atentados de 11 de setembro. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito.

Século XXI. Sobre a cultura islâmica após os atentados de 11 de setembro. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Século XXI Oficialmente, o século XXI, inicia-se cronologicamente no final do ano 2000. Historicamente podemos destacar que os eventos que aconteceram um ano após a entrada do novo milênio marcam a chegada

Leia mais

AULA 23.1 Conteúdos: Governo Collor Governo Itamar Franco Governo Fernando Henrique

AULA 23.1 Conteúdos: Governo Collor Governo Itamar Franco Governo Fernando Henrique AULA 23.1 Conteúdos: Governo Collor Governo Itamar Franco Governo Fernando Henrique 2 AULA 23.1 Habilidades: Conhecer as mudanças políticas no Brasil decorrentes do processo de redemocratização Conhecer

Leia mais

40 anos do golpe de 1964

40 anos do golpe de 1964 40 anos do golpe de 1964 Tortura, prisões, assassinatos e desaparecimentos de opositores, proibição de partidos, intervenção em sindicatos, censura à imprensa e crescimento económico acelerado: tudo isso

Leia mais

Disputa pela hegemonia mundial entre Estados Unidos e URSS após a II Guerra Mundial. É uma intensa guerra econômica, diplomática e tecnológica pela conquista de zonas de influência. Ela divide o mundo

Leia mais

GABARITO ATIVIDADE DE CLASSE DESVENDANDO A NOTÍCIA. Pastor recua e garante que nunca irá queimar o Alcorão (Folha UOL/ 10/09/2010)

GABARITO ATIVIDADE DE CLASSE DESVENDANDO A NOTÍCIA. Pastor recua e garante que nunca irá queimar o Alcorão (Folha UOL/ 10/09/2010) GABARITO ATIVIDADE DE CLASSE Questão 1 DESVENDANDO A NOTÍCIA Certos acontecimentos que ganham destaque na mídia internacional costumam, como se diz na linguagem corrente, esconder problemas ou polêmicas

Leia mais

A resolução 1559 e o assassinato do ex- Primeiro Ministro Rafic Al Hariri e seus impactos para o equilíbrio regional de poder no Oriente Médio

A resolução 1559 e o assassinato do ex- Primeiro Ministro Rafic Al Hariri e seus impactos para o equilíbrio regional de poder no Oriente Médio A resolução 1559 e o assassinato do ex- Primeiro Ministro Rafic Al Hariri e seus impactos para o equilíbrio regional de poder no Oriente Médio Análise Segurança Prof. Danny Zahreddine 25 de fevereiro de

Leia mais

GRUPO III 1 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO III 1 o BIMESTRE PROVA A A GERAÇÃO DO CONHECIMENTO Transformando conhecimentos em valores www.geracaococ.com.br Unidade Portugal Série: 6 o ano (5 a série) Período: MANHÃ Data: 22/4/2010 PROVA GRUPO GRUPO III 1 o BIMESTRE PROVA

Leia mais