Manual de integração de lojas virtuais. Manual Técnico para a integração de lojas E-commerce versão para Windows em CGI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de integração de lojas virtuais. Manual Técnico para a integração de lojas E-commerce versão para Windows em CGI"

Transcrição

1 Manual de integração de lojas virtuais Manual Técnico para a integração de lojas E-commerce versão para Windows em CGI

2 Índice 1. Introdução Passo a passo da solução Produtos aceitos Funcionalidades Características técnicas da solução Sistemas operacionais homologados: Web Servers homologados para os componentes: Segurança: Navegadores Certificados (browsers): Política de Check-out Apresentação da loja modelo Opções de pagamento Manual do Desenvolvedor e Implementação técnica BackOffice da loja (componentes sem acesso via internet) a. Captura de transação b. Cancelamento de transação c. Re-submissões de transações d. Captura de transação sobre o saldo (capture balance) Retorno da Transação via Arquivo XML Função para bloquear anti pop-up (Exemplo do HTML para Anti pop-up) Instalando a Loja Modelo para vendas pela Internet para Windows Utilizando LOAD BALANCE. (Exemplo em asp) Modelo do arquivo de configuração da loja Testes e homologação Tabela de códigos de erros do sistema Aplicação da marca a. Marca Verified by Visa (cartões Visa) b. Aplicação da marca Verified by Visa (cartões Visa) c. Aplicação da marca Visa e Mastercad Página para autenticação do portador (somente cartões Visa)... 26

3 1. Introdução O objetivo deste manual é instruir desenvolvedores Web e/ou lojistas sobre a implementação dos componentes em seus sistemas para possibilitar a integração ao sistema da Cielo. Esta integração irá propiciar às lojas virtuais a autorização dos cartões Visa e Mastercard, on-line / real time, além de permitir a captura destas transações pela Internet. A seguir, descrevemos passo a passo como uma loja deve proceder para aceitar cartões Visa e Mastercard e interligar seus sistemas aos sistemas da Cielo pela Internet. 2. Passo a passo da solução Afiliação O estabelecimento comercial deve ter uma afiliação específica para vendas pela Internet. Para mais informações entre em contato com a Central Suporte Web pelo telefone para capitais e regiões metropolitanas ou para as demais localidades: Opção 1 Suporte técnico; Opção 2 Afilização. Você pode entrar em contato também pelo site ou por Desenvolvimento Ter um desenvolvedor web para integração dos componentes. Qualquer desenvolvedor escolhido pela sua empresa poderá integrar os componentes necessários às lojas virtuais. Homologação Após a implementação dos componentes, o desenvolvedor Web deverá testar o desempenho da loja em ambiente de teste que é disponibilizado pela Cielo. Produção Após o processo de testes, a empresa será orientada a colocar a loja virtual em ambiente de produção assim que ela receber os arquivos de configuração (Arquivo.ini e keydata). Neste momento será realizada a homologação com o número do estabelecimento, fornecido pela área comercial da Cielo após a sua afiliação. 3. Produtos aceitos De acordo com a negociação entre a Cielo e a loja, poderão ser oferecidas as seguintes formas de pagamento: Visa Crédito - A Vista, Parcelado Loja e/ou Parcelado Administradora. Visa Electron A Vista Mastercard Crédito - A Vista, Parcelado Loja e/ou Parcelado Administradora. 4. Funcionalidades Fluxo da transação: O cliente escolhe como forma de pagamento cartão Visa, Visa Electron ou Mastercard. Um conjunto de programas ( Dll s e Exe ), instalados na loja, criptografa os dados da compra (Cesta de compras) e envia para o servidor de pagamentos da Cielo. O Servidor de pagamentos recebe os dados da compra e se a chave de criptografia estiver correta, abrirá uma nova janela onde o portador irá digitar o número do seu cartão, data de Validade e Código de Segurança.

4 Após a Cielo identificar se o BIN do cartão (6 primeiros números) participa do Protocolo 3D Secure, ele será direcionado para a tela de autenticação do banco emissor. Caso o BIN não participe, será solicitada a autorização da transação. No Caso do Bin participar do processo de autenticação: i. O Sistema da Cielo irá passar a sessão do browser (navegador) ao banco emissor. ii. O emissor irá solicitar uma identificação do portador. iii. O portador vai se autenticar junto ao banco emissor. iv. O banco emissor vai passar para a Cielo a sessão do browser junto com a validação do portador. v. A Cielo iniciará o processo de autorização da cesta de compras. 5. Características técnicas da solução Para efetuar a integração do e-commerce Cielo é necessário: 6. Sistemas operacionais homologados: Windows 2000 Server Windows 2000 Advanced Server Windows 2003 Standard Edition Windows 2003 Enterprise Edition 7. Web Servers homologados para os componentes: Internet Information Server 5 Internet Information Server 6 Apache (Windows) Comunicações: IP FIXO E VÁLIDO na Internet, dedicado para o Web Server; Caso o servidor esteja protegido por um sistema de segurança (Firewall, Routers e etc.), disponibilizar as portas TCP-80, TCP-443 (SSL) para comunicação bi-direcional com o endereço de homologação https://qascbp.3dsolution.com.br e Produção https://cbp.3dsolution.com.br 8. Segurança: "Recomenda-se que todos os servidores e procedimentos envolvidos nas transações estejam de acordo com itens descritos nos manuais do Programa Cielo de Segurança da Informação, disponíveis em 9. Navegadores Certificados (browsers): Internet Explorer 5.5 ou Superior; Firefox ou Superior; Safari 3.0; Chrome. CheckList de SEGURANÇA e IMPLEMENTAÇÃO para o e-commerce Cielo (LOJA NÂO SERÁ HOMOLOGADA SEM ESTE CHECKLIST) O diretório dos componentes do e-commerce Cielo devem ter APENAS permissão de execução. Não pode ser lido ou alterado. No kit do CBP o diretório padrão dos componentes é o componentes_cbp.

5 Neste diretório supracitado APENAS o componente mpg.exe deve ter permissão de execução liberada para qualquer endereço IP da Internet. O componente response.exe deve ter seu acesso liberado APENAS para os endereços IPs da Cielo: e e e (Produção) e e e e (Homologação). Os demais componentes do diretório DEVEM ser restritos apenas ao backoffice do estabelecimento. Não podem ter acesso via Internet. São eles: cancel.exe capture.exe capturebalance.exe inquire.exe resubmit.exe A chave do estabelecimento (arquivo com extensão.keydata ) DEVE ficar em local seguro dentro no servidor, onde não possa ser acessada via Internet. Sugere-se armazená-la num diretório fora da estrutura de diretórios que é acessada pela Internet, por exemplo, c:\chaves_cbp\. OBS: Não esqueça de alterar o parâmetro KEY_FILE do arquivo.ini para apontar para o novo caminho da chave. A Cielo envia a resposta da transação SOMENTE para o componente response.exe através dos IPs , e (Produção) e , , e (Homologação). (CONEXÃO SEGURA) A loja deve implementar o Item 16 - Função para bloquear anti pop-up para que a loja funcione corretamente com os pagamentos VISA e Mastercard. Em caso de dúvida, por favor, entre em contato através do 10. Política de Check-out Para habilitação de uma loja virtual para pagamentos com cartões Visa e Mastercard, será necessária a integração do módulo de pagamento. ATENÇÃO: É muito importante adotar a lógica apresentada abaixo para a homologação da loja virtual para vendas pela Internet: Formulário eletrônico O design do formulário eletrônico é de livre escolha do estabelecimento, porém deverá conter, no mínimo, o seguinte campo, para ser enviado no campo ORDER no momento da compra: Dados da compra: 11. Apresentação da loja modelo Para exemplificar de forma prática o processo de implementação da loja virtual, desenvolvemos uma loja modelo que acompanha este manual e nomeamos as páginas seqüencialmente, de acordo com o andamento do processo da transação. Ex.: Index.asp, pagina01.asp,pagina02.asp, pagina03.asp e etc. Acrescentamos a cada página uma série de informações complementares, em um bloco a esquerda de cada página. A seguir, mais informações sobre as funcionalidades da loja modelo: Index.asp: Apresentação da loja modelo e das etapas da loja até a realização de uma transação. Pagina01.asp: Página para a compra de um produto. Pagina02.asp : Esta página captura os dados do cliente para criar o campo order.

6 Pagina03.asp: Nesta página, o cliente escolhe o meio de pagamento cartão Visa, Visa Electron ou Mastercard. Pagina04.asp: Nesta página, o cliente deverá escolher o prazo de pagamento, se é à vista ou Parcelado Loja ou Parcelado Administradora. Pagina05.asp: Esta página captura todos os dados da compra e aciona o componente que enviará a transação para a Cielo. Pagina06.asp: Esta página recebe os dados da transação: se ela foi aprovada ou negada. Captura.html: Esta página efetua a captura (confirmação) da compra. Statuscaptura.asp: Esta página recebe os dados da captura da compra. Cancel.html: Esta página efetua o cancelamento da compra. StatusCancel.asp: Esta página recebe os dados do cancelamento da compra. Ressubmissão.asp: Esta página reenvia as transações que não foram autorizadas conforme tabela de erros. StatusRessubmissão.asp: Esta página recebe os dados da re-submissão da compra. CaptureBalance.asp: Esta página pode efetuar capturas parciais de uma compra. Statuscapturebalance.asp: Esta página recebe os dados das capturas parciais. redirecionacbp.asp: Essa página direciona o fluxo da janela do estabelecimento para o domínio da Cielo para que a resposta do pop-up para a janela do estabelecimento seja compatível com todos os navegadores (ie, firefox, safari, etc). 12. Opções de pagamento Para apresentar as opções de pagamento oferecidas ao consumidor, a Cielo disponibiliza esta opção de apresentação: a. Visual É obrigatório referenciar na opção de pagamento da loja o nome de CARTÕES VISA, VISA ELECTRON ou MASTERCARD, ou através da aplicação visual das logomarcas - a bandeira Visa, Visa Electron ou Mastercard. A logomarca deve ser clicável e remeter a uma nova página.

7 Opções de pagamento de crédito Nesta página, o cliente deverá escolher o prazo e tipo de pagamento Dados do cartão de crédito emitido no Brasil Nesta tela, o cliente deve digitar os dados do cartão. Se o BIN for doméstico e não participar do protocolo 3D Secure, será solicitada a autorização da transação. Caso o Bin do cartão participe do processo de autenticação ele será direcionado ao Internet banking do seu cartão para validação.

8 Opções de pagamento com Visa Electron Nesta página, o cliente deverá escolher o tipo de pagamento (para pagamento com débito não existe a opção de parcelamento). Dados do cartão de VisaElectron Emitido no Brasil Nesta tela, o cliente deve digitar os dados do cartão.

9 Status da transação (retorno do pedido de autorização) Para qualquer modalidade de forma de pagamento, no final deverá será apresentada uma página com o status da transação. Para as transações aprovada, apresentar o recibo de compra. 13. Manual do Desenvolvedor e Implementação técnica Formatando o TID Sendo assim, tomemos por exemplo uma loja de código de afiliação Para definir o código da loja, utilizaremos 5 dígitos deste número, contando a partir do 4º dígito. Dessa forma, desprezaremos os quatro primeiros e o último dígito: Ano: EX: 8 (2008) Ano: O ano é classificado pelo último dígito 2008 = 8 Data Juliana: Ex.: 051 = 20 de fevereiro.é classifica os dias seqüencialmente durante o ano, sem dividi-los em meses. Dessa forma, o dia 31 de janeiro é o dia 031, o dia 01 de Fevereiro é o dia 032 e assim por diante Hora: Ex.:HHMMSSD. Tipo do Produto : Ex.: 1 = à vista (ver tabela abaixo). Prazo de pagamento: Número de meses para transações parceladas e a transação a vista deverá ser sempre 001. (ver tabela abaixo). Para cada opção de pagamento é gerado um código, com base no modelo abaixo: Exibido ao Cliente Código do Produto Prazo* Código de Pagamento Visa Crédito a Vista Visa Parcelado Loja Visa Parc. Emissor Visa Electron A 001 A001 MasterCard Crédito a Vista MasterCard Parcelado Loja MasterCard Parc. Emissor Supondo que a transação tenha sido efetuada no dia 20/02/2009, às 15h 05m 25s e 4 décimos e o tipo de pagamento a vista utilizando cartão de crédito Visa. Desta forma, o dia em data Juliana é 051 e teremos o seguinte código no TID: Código&ano&datajuliana&hhmmssd&pagamento & 9 & 051 & & Se a transação tivesse as mesmas características, com a diferença do tipo de pagamento. ex.: Parcelado Loja em 3 parcelas com cartão de crédito Visa, teríamos o seguinte TID: , onde 2 = Parcelado Loja Visa e 003, o número de meses (parcelas). ex.: Parcelado Emissor em 6 parcelas cartão de crédito Mastercard, teríamos o seguinte TID: , onde 6 = Parcelado Adm Mastercard e 006, o número de meses (parcelas). ex.: Com cartão Visa Electron, teríamos o seguinte TID: A001, onde A = Operação com Visa Electron e 001, pagamento a Vista

10 Acionando o componente (mpg.exe) para venda Loja virtual Cielo A loja virtual deverá estar ciente do tamanho dos campos do sistema. Segue abaixo a tabela com o Nome do Campo, Tamanho, Tipo e Descrição: NOME DO CAMPO TAMANHO TIPO DESCRIÇÃO TID 30 Alfa-Numérico Identificação da transação LR 4 Numérico Código de resposta da transação ARP 6 Numérico Código de autorização ORDER 1024 Alfa-Numérico Dados do pedido ORDERID 20 Alfa-Numérico Identificação do pedido na loja FREE 128 Alfa-Numérico Campo de livre digitação AUTHENT 2 Numérico Tipo de autenticação LANGUAGE 2 Texto Tipo de Idioma pt / es/ en PRICE 12 Numérico Valor da Transação (100 = 1,00) Acionando o componente (Mpg.exe) para autorização através de DirectPost (servidor a servidor. Modo de integração para Produção) Exemplo em Microsoft ASP <% Dim objsvrhttp,postdata Set objsvrhttp = Server.CreateObject("Msxml2.ServerXMLHTTP.3.0") PostData="tid=" & tid PostData=PostData & "&merchid=" & "lojinha" PostData=PostData & "&order=" & session("order") PostData=PostData & "&orderid=" & " " PostData=PostData & "&free=" & session("free") PostData=PostData & "&free=" & "simulador" PostData=PostData & "&price=" & session("varpreco") PostData=PostData & "&authenttype=" & session("authenttype") PostData=PostData & "&damount=" & left(session("varpreco"), len(session("varpreco"))-2) & "," & right(session("varpreco"),2) objsvrhttp.settimeouts 15000, , , objsvrhttp.open "POST", "URL dos Componentes", false objsvrhttp.setrequestheader "Content-Type", "application/x-www-formurlencoded" objsvrhttp.send trim(postdata) sstatus = objsvrhttp.status response.clear response.write objsvrhttp.responsetext %>

11 14. BackOffice da loja (componentes sem acesso via internet). a. Captura de transação (Deverá ser utilizado no BackOffice da loja sem acesso ao componente via Internet) Utilizado pelo estabelecimento para submeter uma solicitação de Captura (Confirmação de Venda) da transação pela Internet. A loja virtual deverá estar ciente do layout e tamanho dos campos do sistema. Layout de Solicitação de CAPTURA NOME DO CAMPO TAMANHO TIPO DESCRIÇÃO TID 30 Alfa-Numérico Identificação da transação FREE 128 Alfa-Numérico Campo de livre digitação MERCHID 10 Alfa-Numérico Arquivo de Configuração da Loja PRICE 12 Numérico Valor da Transação (100 = 1,00) Acionando o componente (capture.exe) para captura através de DirectPost (servidor a servidor. Modo de integração para Produção) Exemplo em Microsoft ASP Dim objsvrhttp,postdata Set objsvrhttp = Server.CreateObject("Msxml2.ServerXMLHTTP.3.0") PostData="tid=" & stid PostData=PostData & "& merchid =" & smerchid PostData=PostData & "&price=" & sprice PostData=PostData & "&free=" & sfreee objsvrhttp.settimeouts 15000, , , objsvrhttp.open "POST", Application("URL dos Componentes"), false objsvrhttp.setrequestheader "Content-Type", "application/x-www-form-urlencoded" objsvrhttp.send trim(postdata) Layout de Retorno da CAPTURA NOME DO CAMPO TAMANHO TIPO DESCRIÇÃO TID 30 Alfa-Numérico Identificação da transação LR 04 Numérico Código de resposta da transação ARS 20 Alfa-Numérico Descritivo da Resposta da Transação CAP 20 Numérico Descritivo da Captura(Moeda,Valor, -2) FREE 128 Alfa-Numérico Campo de livre digitação PRICE 12 Numérico Valor da Transação (100 = 1,00) //Pegando o Retorno Dim sxml sxml=urldecode(objsvrhttp.responsetext) Set objxml = Server.CreateObject("Microsoft.XMLDOM") objxml.async = False objxml.loadxml(sxml) Set TID = objxml.getelementsbytagname("tid") Set LR = objxml.getelementsbytagname("lr" Set ARS = objxml.getelementsbytagname("ars") Set CAP = objxml.getelementsbytagname("cap") Set FREE = objxml.getelementsbytagname("free") Os erros mais comuns em uma captura são: Cód. 108 Falha de comunicação entre o WebServer e Cielo. Cód.112 TID inexistente Tentativa de captura excedeu o limite de 5 dias (dia da compra + 5)

12 b. Cancelamento de transação (Deverá ser utilizado no BackOffice da loja sem acesso ao componente via Internet) Utilizado pelo estabelecimento para submeter uma solicitação de Cancelamento (Cancelamento de Venda) da transação pela Internet. A loja virtual deverá estar ciente do layout e tamanho dos campos do sistema. Layout de Solicitação de Cancelamento NOME DO CAMPO TAMANHO TIPO DESCRIÇÃO TID 30 Alfa-Numérico Identificação da transação FREE 128 Alfa-Numérico Campo de livre digitação MERCHID 10 Alfa-Numérico Arquivo de Configuração da Loja Acionando o componente (Cancel.exe) para cancelamento através de DirectPost (servidor a servidor. Modo de integração para Produção) Exemplo em Microsoft ASP Dim objsvrhttp,postdata Set objsvrhttp = Server.CreateObject("Msxml2.ServerXMLHTTP.3.0") PostData="tid=" & stid PostData=PostData & "& merchid =" & smerchid PostData=PostData & "&price=" & sprice PostData=PostData & "&free=" & sfree objsvrhttp.settimeouts 15000, , , objsvrhttp.open "POST", Application("URL dos Componentes"), false objsvrhttp.setrequestheader "Content-Type", "application/x-www-form-urlencoded" objsvrhttp.send trim(postdata) Layout de Retorno do Cancelamento NOME DO CAMPO TAMANHO TIPO DESCRIÇÃO TID 30 Alfa-Numérico Identificação da transação LR 04 Numérico Código de resposta da transação ARS 20 Alfa-Numérico Descritivo da Resposta da Transação CANCEL_AMOUNT 12 Numérico Descritivo da Captura(Moeda,Valor, -2) FREE 128 Alfa-Numérico Campo de livre digitação //Pegando o Retorno Dim sxml sxml=urldecode(objsvrhttp.responsetext) Set objxml = Server.CreateObject("Microsoft.XMLDOM") objxml.async = False objxml.loadxml(sxml) Set TID = objxml.getelementsbytagname("tid") Set LR = objxml.getelementsbytagname("lr") Set ARS = objxml.getelementsbytagname("ars") Set CANCEL_AMOUNT= objxml.getelementsbytagname("cancel_amount") Set FREE = objxml.getelementsbytagname("free") Os erros mais comuns em um cancelamento são: Cód. 108 Falha de comunicação entre o WebServer e a CBP da Cielo. Cód.112 TID inexistente

13 c. Re-submissões de transações (Deverá ser utilizado no BackOffice da loja sem acesso ao componente via Internet) A re-submissão das transações que não puderam ser autorizadas, só poderá ser resubmetida através do componente, utilizando a página resubmissao.asp onde os dados são submetidos em um form via POST para o componente Resubmit.exe. Os campos necessários para utilizar o componente são: TIDMASTER = Número gerado na transação que apresentou erro. Ex.: TID = Número único gerado pela loja a cada transação. Ex.: MERCHID = LOJINHA (nome do arquivo.ini da loja) Free = Campo de livre digitação A resposta poderá ser via POST ou XML. Para o parâmetro STATUSCAPTURA_URL no arquivo LOJINHA.ini, basta alterar a linha RECEIVEXML = 0 para receber os arquivos Via POST e RECEIVEXML = 1 para receber os arquivos via XML. TID = Número único gerado a cada transação pela Cielo TIDMASTER = Número gerado na transação que apresentou erro LR = Código de resposta da transação ARP = Código de autorização somente quando for autorizado ORDERID = Identificação do pedido FREE = Campo Livre ARS = Mensagem da transação AUTHENT = Tipo de autenticação PAN = (HASH do N.º do cartão) só quando não houver falha d. Captura de transação sobre o saldo (capture balance) (Deverá ser utilizado no BackOffice da loja sem acesso ao componente via Internet) Uma transação poderá ser capturada mais de uma vez caso a primeira captura tenha sido parcial, através do componente capture.exe, utilizando a página Capturebalance.asp onde os dados são submetidos em um form via POST. Os campos necessários para utilizar o componente são: TID = Número único gerado pela loja a cada transação. Ex.: TIDMASTER = Número gerado na transação principal ORDERID = Identificação do pedido na loja PRICE = Valor da transação ORDER = Descrição da compra FREE = Campo de livre digitação MERCHID = LOJINHA (nome do arquivo.ini da loja) A resposta poderá ser via POST ou XML. Para o parâmetro STATUSCAPTURA_URL no arquivo LOJINHA.ini, basta alterar a linha RECEIVEXML = 0 para receber os arquivos via POST e RECEIVEXML = 1 para receber os arquivos via XML. TID = Número único gerado a cada transação pela Cielo TIDMASTER = LR = Código de retorno da transação de captura ARS = Mensagem da transação ARP = Código de autorização FREE = Campo de livre digitação ORDERID = Identificação do pedido na loja PRICE = Valor da transação AUTHENT = Tipo de autenticação PAN = (HASH do N.º do cartão) só quando não houver falha

14 Abaixo segue o descritivo do campo LR: 0 = Capturado com sucesso 1 = Autorização negada 3 = Captura já efetuada 15. Retorno da Transação via Arquivo XML No caso da transação ter sido aprovada, o arquivo deverá conter os seguintes dados; TID (Identificação da transação), LR (Código de resposta da transação), ARP (Código de autorização), Price (Valor da compra), OrderID (Identificação do Pedido), Free (Campo Livre), PAN (HASH do n.º do cartão), Bank (Banco emissor do cartão), ARS (Mensagem da transação) e AUTHENT (Tipo de autenticação) Exemplo do arquivo.xml no retorno de transação aprovada: <MESSAGE> <TID> </TID> <LR>00</LR> <ARP>104337</ARP> <PRICE>100</PRICE> <ORDERID>123456</ORDERID> <FREE> Campo Livre </FREE> <PAN>8nm8FsElcA7a3qrp1Szwug==</PAN> <BANK>237</BANK> <ARS>"Aguarde contato confirmando a compra".</ars> <AUTHENT>1</AUTHENT> </MESSAGE> No caso da transação ter sido negada, o arquivo retornará os seguintes códigos; TID (Identificação da transação), LR (Código de resposta da transação), PRICE (Valor da compra), OrderID (Identificação do pedido), Free (Campo livre), PAN (HASH do n.º do cartão), Bank (Banco emissor do cartão), ARS (Mensagem da transação) e AUTHENT (Tipo de autenticação) No caso de transação negada, o arquivo deverá conter os seguintes dados: Exemplo do arquivo.xml no retorno de transação negada: <MESSAGE> <TID> </TID> <LR>54</LR> <ARP /> <PRICE>100</PRICE> <ORDERID>123456</ORDERID> <FREE>Campo Livre</FREE> <PAN>8nm6Fcgmdw7a3qrp3Cn/sQ==</PAN> <BANK>237</BANK> <ARS>"Não foi possível processar a transação".</ars> <AUTHENT>3</AUTHENT> </MESSAGE>

15 Deixamos a instrução para que o arquivo seja apagado automaticamente assim que terminar de ser lido pelo componente. O exemplo também é em ASP; para outras linguagens de programação, favor consultar a documentação do fornecedor do software. Rotina para leitura do arquivo de resposta gerado no final do processo da transação: Set objxml = Server.CreateObject("Microsoft.XMLDOM") objxml.async = False caminho=server.mappath("..\componentes_cbp\results\" & vartid & ".xml") objxml.load(caminho) If CStr(objXML.parseError.errorCode) <> "0" Then varmsg = Request.form("ars") 'Descrição do Erro varlr = Request.form("lr") 'Código de Retorno varfree = Request.form("free") 'Campo livre varorderid = Request.form("orderid") 'Número do Pedido interno da Loja span = Request.Form("Pan")'Hash do cartão varprice = Request.Form("Price") 'valor da compra varauthent = Request.Form("AUTHENT")'tipo de Autenticação vararp = Request.Form("arp")' Código de Autorização Else Set LR = objxml.getelementsbytagname("lr") Set ARP = objxml.getelementsbytagname("arp") Set ARS = objxml.getelementsbytagname("ars") Set PRICE = objxml.getelementsbytagname("price") Set ORDERID = objxml.getelementsbytagname("orderid") Set FREE = objxml.getelementsbytagname("free") Set PAN = objxml.getelementsbytagname("pan") Set AUTHENT = objxml.getelementsbytagname("authent") Set fso = CreateObject("Scripting.FileSystemObject") If fso.fileexists(caminho) Then End If set fso=nothing varmsg = ARS.item(0).text varlr = LR.item(0).text if len(free.item(0).text)> 0 then varfree = FREE.item(0).text end if varorderid = ORDER_ID.item(0).text if len(arp.item(0).text) > 0 then vararp = ARP.item(0).text end if varprice=purchase_amount.item(0) varauthent=authent.item(0).text End If 16. Função para bloquear anti pop-up (Exemplo do HTML para Anti pop-up) *CheckList de SEGURANÇA e IMPLEMENTAÇÃO Para bloquear a ação de anti pop-up no e-commerce Cielo solicitamos utilizar este Script abaixo, onde o cliente antes de postar os dados para o componente mpg.exe ele deva abrir uma janela e depois postar os dados dentro dela para que o anti pop-up não feche a janela.

16 Código HTML para bloquear Anti-popup (Pagina de Exemplo) *Na loja Exemplo a Pagina04.asp já contem esta função implementada <HTML> <HEAD> <TITLE>Exemplo Abertura de Janela AntiPopup</TITLE> <script language="javascript"> var retorno; var mpg_popup; window.name="loja"; function fabrewin() { mpg_popup = window.open("", "mpg_popup","toolbar=0,location=0,directories=0,status=1,menubar=0,scrollbars=1, resizable=0,screenx=0,screeny=0,left=0,top=0,width=800,height=600"); window.location = "redirecionacbp.asp"; } return true; </script> </HEAD> <BODY bgcolor="white"> <center> <h2>click no botão abaixo <br> para abrir uma nova Janela antipopup <br> e executar o componente mpg.exe</h2> <form action="http:// SEU ENDERECO /componentes_cbp/mpg.exe?" method="post" target="mpg_popup" onsubmit="javascript:fabrewin()"> <input type="hidden" name="authenttype" value="0"> <input type="hidden" name="tid" value=" "> <input type="hidden" name="order" value="teste AntiPopup"> <input type="hidden" name="orderid" value="123456"> <input type="hidden" name="merchid" value="homologacao"> <input type="hidden" name="price" value="10000"> <input type="hidden" name="free" value=""> <input type="hidden" name="damount" value="r$100,00"> <table> <tr> <td> </td> </tr> <tr> <td colspan="2" align="center"> </td> </tr> </table> <input type="submit" value="enviar"> </form> </center> </BODY> </HTML> Na loja Exemplo a página redirecionacbp.asp possui um parâmetro (url) que pode ser alterado para uma página própria estabelecimento (deve ser HTTPS). A mesma será exibida dentro de um iframe na página https://qascbp.3dsolution.com.br/cbp/retornoec.asp (homologação) ou https://cbp.3dsolution.com.br/cbp/retornoec.asp (produção). Essa página será exibida na janela do estabelecimento enquanto o processo de autenticação/autorização estiver em andamento. O fluxo dessa janela será devolvido para o estabelecimento assim que o fluxo de autorização for concluído. <input type="hidden" name="url" value="https://qascbp.3dsolution.com.br/cbp/aguardeec.html">

17 17. Instalando a Loja Modelo para vendas pela Internet para Windows Para implementar enviamos juntamente com este manual, uma loja modelo, a LOJA MODELO - CBP. Sugerimos que seja feita a integração da " LOJA MODELO - CBP" para teste. Esta loja é apenas para exemplificar o funcionamento e não contempla todas as melhores práticas de segurança. Para implantar a LOJA MODELO - CBP em ambiente Windows siga os seguintes passos: 1. Crie um diretório físico no servidor onde será instalada a loja virtual. Ex.: C:\INETPUB\WWWROOT\ LOJACBP. 2. Extraia os arquivos contidos no arquivo LOJACBP.ZIP para o diretório que foi criado. 3. Crie um diretório físico no servidor onde serão instalados os componentes. Ex.: C:\INETPUB\WWWROOT\COMPONENTES_CBP 4. Extraia os arquivos contidos no arquivo COMPONENTES_CBP para o diretório que foi criado. 5. Crie um diretório virtual no IIS com permissão apenas DE EXECUÇÃO. 6. Mover a pasta Keys para um diretório onde não possa ser acessado via internet. Ex: C:\chaves_cbp\ keydata

18 18. Utilizando LOAD BALANCE. (Exemplo em asp) Caso você esteja utilizando Load Balance, utilize este procedimento. Configurar no arquivo.ini da loja os seguintes parâmetros: MPG_RETURN_DP_URL = https://dominio ou IP Real da loja /componentes_cbp/response.exe, O componente MPG.exe irá extrair o endereço configurado nesta linha e responder a mensagem em XML em Direct Post para o componente response.exe. (Verificar Checklist de Segurança - Item 6 deste documento). RESPONSE_PROXY_URL = Interno da Rede /response/responseproxy.asp - URL onde estará configurada uma página que vai tratar o XML aberto enviado pelo Componente Response.exe. Caso a loja não responda um STATUS = 0 em até 10 Segundos o componente entende que a mensagem não foi entregue e o estabelecimento deverá realizar uma consulta (inquire.exe) para verificar o status desta transação (aprovada, negada...). Obs.: a) A URL configurada no parâmetro RESPONSE_PROXY_URL deve ter seu acesso restrito apenas para solicitações do componente Response.exe. b) Caso a transação não venha pelo canal MPG_RETURN_DP_URL, NÃO entregar a mercadoria antes de efetuar uma checagem da transação com a Cielo. c) Este Parâmetro MPG_RETURN_DP_URL também pode ser utilizado sem o ambiente estar em LOAD BALANCE. Página de exemplo de como tratar o resultado da transação enviada para a URL configurada no parâmetro RESPONSE_PROXY_URL e gerar o resultado em um arquivo.txt <% 'Quando o response.exe recebe um STATUS=0 ele entende que conseguiu entregar a mensagem com sucesso. 'Qualquer coisa diferente disto, a mensagem é considerada como não entregue. Response.Write "STATUS=0"%> <% dim dado dim xml for each dado in Request.form if left(dado,5)= "<?xml" then xml=dado exit for end if next 'Neste momento, deverá ser tratado o buffer do xml que se encontra na variável "xml" 'Grava buffer do XML em arquivo para poder visualizar em momento de DESENVOLVIMENTO. Set fso = CreateObject("Scripting.FileSystemObject") Set sarquivo = fso.createtextfile("c:\responseproxy.txt", True) sarquivo.writeline(xml) sarquivo.close Set sarquivo = Nothing Set fso = Nothing %> 19. Modelo do arquivo de configuração da loja Parâmetros dentro do arquivo.ini ; URLs de comunicação com a Cielo CBP_URL = https://qascbp.3dsolution.com.br/cbp/cbp.visanet

19 ; URLs de Retorno da Transacao MPG_RETURN_URL = SEU DOMINIO/lojacbp/pagina06.asp CAPTURE_RETURN_URL = SEU DOMINIO/lojacbp/statuscaptura.asp CANCEL_RETURN_URL = SEU DOMINIO/lojacbp/statuscancela.asp RESUBMIT_RETURN_URL = SEU DOMINIO/lojacbp/statusresubmit.asp CAPTUREBALANCE_RETURN_URL = SEU DOMINIO/lojacbp/statuscapturebalance.asp INQUIRE_RETURN_URL = SEU DOMINIO/lojacbp/statusconsulta.asp ; *** CONEXAO SEGURA *** ; URL de Retorno da Transacao via Conexao Direta para gravar retorno da Transação em XML ; DEVE ser configurado com o endereço interno do servidor onde o response.exe esta instalado ; Componente RESPONSE.EXE deve ser liberado APENAS para os IPs Cielo e ; Caso este parâmetro esteja comentado, o componente obterá o path automaticamente na execucao do aplicativo mpg.exe, ; no entanto, se o endereço de execução for interno (Ex.: *.*), não funcionará. MPG_RETURN_DP_URL = DOMINIO/componentes_cbp/response.exe ; URL para redirecionamento da mensagem recebida pelo aplicativo response.exe (OBRIGATORIO PARA LOAD BALANCE) ; Com esta opcao o REPONSE.EXE passa a ser um proxy e redirecionará a mensagem "aberta" para um URL configurada no RESPONSE_PROXY_URL ; A página configurada no RESPONSE_PROXY_URL vai receber o BUFFER da transação e gravar em banco de dados, respondendo para o response.exe o Buffer de saida "STATUS=0", onde ; o componente entenderá que a mensagem foi entregue com sucesso. ; Caso este parametro esteja comentado, sera gravado um XML no diretorio results. ;RESPONSE_PROXY_URL = IP INTERNO/response/responseproxy.asp ;Dados de pagamento MERCHANT_NAME = Cielo ECOMMERCE MERCH_SHOPID = CURRENCY_CODE = 986 COUNTRY_CODE = BRA PAYTYPE = SET TRANS_TYPE = Auth ; *** Chave *** Deve ficar em local SEGURO e sem acesso na INTERNET. KEY_FILE = c:\chaves_cbp\ keydata Reposta em formato XML ou POST dos componentes cancel, capture, capturebalance e resubmit ;Se = 1, trata o retorno dos componente no formato XML, ;Se = 0, trata o retorno dos componente no formato via POST para a URL de retorno especificada ;RECEIVEXML = 0 ;Gera arquivo de log com o resultado das transacoes ;GERALOG = 1 Ligado GERALOG = 0 Desligado (Default) GERALOG = 1 ;Define o modo de operação de Envio e Recebimento do MPG ;MPG_FILEMODE = 0 Desliga a utilizacao de arquivos de entrada e saida ( ÚTIL PARA ALGUMAS IMPLEMENTAÇÕES. OBS.: TRATAR SEGURANÇA ) ;MPG_FILEMODE = 1 (Default), utiliza arquivos de entrada (price) e arquivo de saida (default - RECOMENDADO) MPG_FILEMODE = 1 ; Define abertura ou não de POPUP (DEIXAR 0 para compatibilidade com os ANTI- POPUPS, onde a LOJA deve abrir a Janela e Postar a URL)

20 ;Se=0, Loja Abre janela (0= DEFAULT - abre janela.) Se = 1 (MPG.exe abre janela) NEWWINDOW=0 ;Modo de Operação da conexão directpost CBP utilizada para saber se tudo esta ok, antes de chamar a CBP_URL ;0 = desabilita funcionalidade (UTILIZAR SOMENTE PARA TESTES E NÃO PARA PRODUÇÃO) ;1 (default) = executa conexao directpost com a CBP_URL com todos os itens de segurança ativados ;2 = executa conexao direcpost com a CBP_URL ignorando erros de certificado (UTILIZAR SOMENTE PARA TESTES E NÃO PARA PRODUÇÃO) ;CBP_ISALIVECONNECTION = Testes e homologação A Cielo possui um ambiente para que os desenvolvedores possam efetuar testes de pagamento das lojas durante processo de desenvolvimento. O endereço do ambiente para os testes é https://qascbp.3dsolution.com.br/cbp/cbp.visanet. Este é o endereço para onde a LOJA MODELO instalada em seu servidor deverá apontar. Após a realização dos testes, o desenvolvedor deverá entrar em contato com a Cielo no informando as dados abaixo: Nome da empresa desenvolvedora; Nome do técnico responsável pela integração; Telefone do desenvolvedor; do desenvolvedor; Número da loja virtual (afiliação junto a Cielo); Nome fantasia da loja virtual; Razão Social da loja virtual; URL real da loja; URL para efetuar os testes. Logotipo da loja no Formato GIF no Tamanho de 150 x 55 Informar qual a modalidade de Pagamento a ser Homologado.(Crédito, Debito, Captura, Cancelamento, resubmissão, Captura Parcial, Inquire) Após a substituição destes arquivos, o desenvolvedor deverá enviar um para informando um produto de teste com o valor de R$ 1,00 e sem valor de frete. A Cielo realizará testes para aprovar e negar as transações. Caso a loja esteja dentro dos padrões estabelecidos e sem erros, será enviado um ao solicitante homologando a loja para vendas pela Internet. OBS.: Todos os procedimentos descritos devem ser repetidos para cada uma das lojas que solicitarem integração com os sistemas da Cielo.

21 21. Tabela de códigos de erros do sistema Etapa do Processo Tipo de operação Situações Código Descrição 194 Erro na Decriptografia RC4 da Mensagem 196 Dados em formato inválido 197 Erro ao tratar mensagem XML 207 Campo HTML não encontrado na mensagem enviada para a o componente da Loja 208 Campo XML não encontrado na mensagem enviada para o componente da Loja Loja - CBP Todas 209 Arquivo.Ini da loja não encontrado na mensagem enviada para o componente da Loja 211 Chave de decriptografia da loja inválida na mensagem enviada para o componente da Loja 212 TID em formato inválido 213 TID duplicado 214 TID Master inválido 215 TID Inválido/não encontrado 216 ShopId inválido Loja - CBP Todas 210 Loja não está habilitada dentro da Cielo. (Chave de decriptografia da loja não encontrada na mensagem enviada para o componente) Loja - CBP Venda 221 Combinação de parâmetros da transação é inválida. (freqüência inválida para o produto) Loja - CBP Todas 299 Time out (Cielo sem comunicação) ou Cielo comunicando, mas indisponível para processar a transação. Etapa do Processo Tipo de operação Situações Código Descrição Loja CBP Cancelamento 215 TID não encontrado Loja CBP Cancelamento 112 Fora do prazo válido para solicitação de cancelamento Loja CBP Cancelamento 01 Solicitação de cancelamento já foi registrada anteriormente Etapa do Processo Portador - CBP Portador - CBP Tipo de operação Situações Códig o Descrição Venda 189 Transação cancelada pelo portador do cartão. Todas 193 Erro de timeout durante comunicação com o Moset 195 Erro - CVV2 não informado na mensagem 198 Registros Não Encontrados 199 Erro No Processo De encode/ Decode base Lojista (Merchant) não encontrado 201 Falha ao acionar componentes Set em Direct Post 202 Falha no Banco de Dados 203 Falha no Banco de Dados 228 Falha ao criar arquivo de LOG 229 Falha ao acionar o componente em direct post 230 Número de cartão inválido 231 Falha ao acionar o componente response.exe em direct post 232 Criptografia Base64 inválida na mensagem enviada para o componente da Loja 610 Dados inválidos na autorização

22 Etapa do Processo Tipo de operação Situações Código Descrição CBP - Host Todas 98 Cielo indisponível para processar a transação no momento. CBP - Host Venda 00 Transação autorizada. CBP - Host Venda 01 Transação negada. (Não é possível re-submeter esta transação). CBP - Host Venda 02 Transação negada. (Não é possível re-submeter). CBP - Host Venda 03 Transação negada. Estabelecimento inválido. (Não é possível re-submeter esta transação). CBP - Host Venda 04 Transação negada. (Não é possível re-submeter). CBP - Host Venda Crédito/ Electron 05 Transação negada. (É possível re-submeter esta transação). CBP - Host Venda 06 Problemas ocorridos na transação eletrônica. CBP - Host Venda 07 Transação negada. (Não é possível re-submeter esta transação). CBP - Host Venda 11 Transação autorizada. CBP - Host Venda 15 Emissor sem comunicação. CBP - Host Venda 19 Refaça a transação CBP - Host Venda 21 Transação não localizada.. CBP - Host Venda 22 Parcelamento inválido. CBP - Host Venda 25 Número do cartão não foi enviado. CBP - Host Venda 28 Arquivo indisponível. CBP - Host Venda 41 Transação negada. (Não é possível re-submeter). CBP - Host Venda 43 Transação negada. (Não é possível re-submeter esta transação). CBP - Host Venda Crédito/ Electron 51 Transação negada. (Não é possível re-submeter esta transação). CBP - Host Venda 52 Cartão com dígito de controle inválido. CBP - Host Venda 53 Cartão inválido para essa operação CBP - Host Venda 54 Transação negada. (Não é possível re-submeter). CBP - Host Venda 55 Transação negada. (Não é possível re-submeter). CBP - Host Venda 57 Transação não permitida.(não é possível re-submeter). Venda CBP - Host Crédito/ 61 Transação negada. Passível de resubmissão) Electron CBP - Host Venda 62 Transação negada. CBP - Host Venda 63 Transação negada. CBP - Host Venda 65 Transação negada. CBP - Host Venda 75 Transação negada. CBP - Host Venda 76 Problemas com número de referência da transação. CBP - Host Venda 77 Dados não conferem com mensagem original. CBP - Host Venda 80 Data inválida. CBP - Host Venda 81 Erro de criptografia. CBP - Host Venda 82 Transação negada. CBP - Host Venda 83 Erro no sistema de senhas. CBP - Host Venda 85 Erro métodos de criptografia. CBP - Host Venda 86 Refaça a transação. CBP - Host Venda 91 Emissor sem comunicação. CBP - Host Venda 93 Transação negada. CBP - Host Venda 94 Transação negada. (Não é possível re-submeter). CBP - Host Venda 96 Falha no sistema. CBP - Host Venda 98 Emissor sem comunicação. CBP - Host Venda 99 Emissor sem comunicação. SITEF. CBP - Host Venda 08 Transação negada.(não é possível re-submeter).

23 22. Aplicação da marca Este capítulo tem como objetivo orientar os estabelecimentos quanto ao correto uso das marcas, bem como orientar na disposição das opções de pagamento Visa Crédito, Visa Electron e Mastercard Crédito, descrevendo todas as diretrizes para aplicá-las em sua loja virtual. a. Marca Verified by Visa (cartões Visa) Os estabelecimentos podem exibir a marca Verified by Visa em suas lojas virtuais como participante do Programa Autenticado Visa. Para a utilização da marca Verified by Visa, o estabelecimento deve implementar a solução de captura Verified by Visa baseada no protocolo 3D-Secure. b. Aplicação da marca Verified by Visa (cartões Visa) Existem algumas regras para a utilização e correta aplicação da marca Verified by Visa. Pode ser inserida na sua página principal da Internet, na página de segurança e/ou na(s) página(s) de pagamento (check-out da loja). O uso da marca está limitado a somente uma vez por página. É essencial que os lojistas sigam a reprodução uniforme e exata, conforme as orientações abaixo: Sempre deve vir acompanhada pelo link Saiba mais ; Não pode ser circundada por moldura ou contorno, mantendo espaços livres suficientes para deixá-la bem visível em sua loja virtual; Deve estar claramente separada de outras marcas, elementos gráficos ou textos, a uma distância de X cm nos quatro lados (observe que o tamanho do X é igual à altura do V de Verified, que varia conforme o tamanho da marca) - Deve ser reproduzida entre o mínimo de 60 pixels até 155 pixels de área. Link Saiba mais Ao clicar no link Saiba mais, o portador verá uma nova página com o descritivo do serviço Verified By Visa. Logotipo do Verified by Link saiba mais O conteúdo dessa página explica o que é o serviço Verified By Visa para seus clientes, portadores de cartões Visa. Confira a seguir o texto, layout e dimensões dessa página, que será enviada junto a este manual.

24 Versões para aplicação da marca Confira abaixo as versões disponíveis para aplicação da marca Verified By Visa, atendendo a variedade de cores de fundo das lojas virtuais. Escolha a versão que melhor se adeque ao fundo de suas páginas, proporcionando maior visibilidade à marca. Em um fundo branco, claro ou neutro, a marca Verified by Visa deve aparecer na cor Azul Visa e a asa deve aparecer na cor Ouro Visa. O enlace saiba mais deve aparecer na cor Azul Visa. Em um fundo escuro, a marca Verified by Visa deve aparecer na cor branca e a asa deve aparecer na cor Ouro Visa. O enlace saiba mais deve aparecer na cor branca.

2013 GVDASA Sistemas Administração dos Portais

2013 GVDASA Sistemas Administração dos Portais 2013 GVDASA Sistemas Administração dos Portais 2013 GVDASA Sistemas Administração dos Portais AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a

Leia mais

Tutorial do Lojista. www.cielo.com.br/ecommerce. Em caso de dúvidas, entre em contato com o nosso Suporte e-commerce (Atendimento 7 dias por

Tutorial do Lojista. www.cielo.com.br/ecommerce. Em caso de dúvidas, entre em contato com o nosso Suporte e-commerce (Atendimento 7 dias por Tutorial do Lojista Em caso de dúvidas, entre em contato com o nosso Suporte e-commerce (Atendimento 7 dias por semana, 24 horas por dia): E-mail: cieloecommerce@cielo.com.br Telefones: Capitais: 4002

Leia mais

Manual Técnico. Gateway de Pagamentos HSBC Débito Online PUBLIC. Versão 2.3 Maio/2013

Manual Técnico. Gateway de Pagamentos HSBC Débito Online PUBLIC. Versão 2.3 Maio/2013 Manual Técnico Gateway de Pagamentos HSBC Débito Online Versão 2.3 Maio/2013 PUBLIC Sumário INTRODUÇÃO... 4 1. INICIANDO A INTEGRAÇÃO... 5 2. PROCESSO OPERACIONAL... 5 2.1. Pré Requisitos... 5 2.2. Glossário...

Leia mais

Sistema de Pagamento Seguro

Sistema de Pagamento Seguro INTEGRAÇÃO COM PAGAMENTO FÁCIL BRADESCO Sistema de Pagamento Seguro Guia para integração de lojas com o Pagamento Fácil Bradesco INDICE Cap. 1 - Introdução...02 Cap. 2 - Links de pagamento...03 Cap. 3

Leia mais

Guia de Integração para Transferência

Guia de Integração para Transferência Guia de Integração para Transferência Índice Capítulo 1... 3 Introdução... 3 Capítulo 2... 4 Links de Pagamento... 4 Capítulo 3... 5 Configurando o Gerenciador de Compras... 5 Capítulo 4... 7 Fluxo de

Leia mais

Cappta Cartões Guia de Utilização

Cappta Cartões Guia de Utilização Cappta Cartões Guia de Utilização Bem-vindo! Obrigado por utilizar a solução Cappta Cartões, a maneira mais simples e rápida de aceitar todos os tipos de cartão no varejo. Este manual detalha as principais

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais

2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais 2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta

Leia mais

Cartão BNDES. Guia Cartão BNDES

Cartão BNDES. Guia Cartão BNDES Guia O é destinado para micro, pequenas e médias empresas para o financiamento da compra de equipamentos, serviços e insumos. As vendas com o cartão BNDES são realizadas exclusivamente no Portal (www.cartaobndes.gov.br)

Leia mais

G UIA DE I NSTALAÇÃO. Módulo ipagare para Magento - versão 3.3

G UIA DE I NSTALAÇÃO. Módulo ipagare para Magento - versão 3.3 G UIA DE I NSTALAÇÃO Módulo ipagare para Magento - versão 3.3 De 27/10/2011 ÍNDICE 1. PREFÁCIO... 3 Este documento... 3 Confidencialidade... 3 Histórico de atualizações... 3 2. APRESENTAÇÃO... 4 Novidades...

Leia mais

MÓDULO MAGENTO. MANUAL DE INSTALAÇÃO v1.5

MÓDULO MAGENTO. MANUAL DE INSTALAÇÃO v1.5 MÓDULO MAGENTO MANUAL DE INSTALAÇÃO v1.5 Índice 1. Introdução... 3 2. Instalação... 4 2.1. Pré-requisitos... 4 2.2. Instalação do Loader do Ioncube... 4 2.3. Instalação do módulo maxipago!... 8 3. Configuração

Leia mais

EMULADOR 3270 VIA WEB BROWSER

EMULADOR 3270 VIA WEB BROWSER EMULADOR 3270 VIA WEB BROWSER Host On-Demand - HOD Versão 6.0 Fev/2002 Suporte Técnico: Central de Atendimento SERPRO CAS 0800-782323 Gilson.Pereira@serpro.gov.br Marcio.Nunes@serpro.gov.br O que é o serviço

Leia mais

Manual de Integração

Manual de Integração 1. Descrição Geral... 1 1.1. Benefícios... 1 1.2. Como Funciona... 1 1.3. Processo... 2 2. Integração... 3 2.1. Envio dos Pedidos... 3 2.2. Dados de Envio... 3 2.3. Método de Envio... 6 3. Frame... 8 4.

Leia mais

Manual de Instalação OpenVPN e Sitef

Manual de Instalação OpenVPN e Sitef Todos os instaladores e arquivos necessários são disponibilizados em nosso FTP ( ftp://177.19.236.157 ) exeto modulos e arquivos Software Express ( Sitef, ClientSitef, modulos cartões... ) disponibilizados

Leia mais

Roteiro de Instalação e Configuração Módulo Paggo

Roteiro de Instalação e Configuração Módulo Paggo Roteiro de Instalação e Configuração Módulo Paggo Conteúdo 1. INSTALAÇÃO DO MÓDULO... 2 2. CONFIGURAÇÃO DO MÓDULO PAGGO NO SITEF... 2 3. TRANSAÇÕES PERMITIDAS JUNTO A ADMINISTRADORA PAGGO... 8 4. CONFIGURAÇÃO

Leia mais

Boletim Técnico - Integração Módulo E-Commerce

Boletim Técnico - Integração Módulo E-Commerce Boletim Técnico - Integração Módulo E-Commerce Produto: TOTVS Gestão Financeira Versão: 11.81.5 Processo de Negócio: Módulo de Cartão de Crédito Processo do Sistema: Pagamento Cartão de Crédito Introdução

Leia mais

Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web

Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web AÇÕES IMPORTANTES Ao tentar acessar o Cadastro Web por meio da certificação digital, é fundamental realizar

Leia mais

Integração ao e-rede estamos todos ligados

Integração ao e-rede estamos todos ligados Manual de Integração ao e-rede estamos todos ligados 01 02 03 Introdução ao guia 7 1.1 Escopo 7 1.2 Suporte 8 1.3 Documentação relacionada 8 Visão geral de integração de negócios 9 2.1 Introdução 9 2.2

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com Servidor IIS Servidor IIS IIS Serviço de informação de Internet; É um servidor que permite hospedar um ou vários sites web no mesmo computador e cria uma distribuição de arquivos utilizando o protocolo

Leia mais

Objetivo. Este documento tem como objetivo demonstrar o conceito, o processo de instalação e o funcionamento do SITEF (Tef dedicado).

Objetivo. Este documento tem como objetivo demonstrar o conceito, o processo de instalação e o funcionamento do SITEF (Tef dedicado). Sitef - Instalação Objetivo Este documento tem como objetivo demonstrar o conceito, o processo de instalação e o funcionamento do SITEF (Tef dedicado). O que é Sitef? O SiTef (ou tef dedicado) é um conjunto

Leia mais

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Índice Hyperlinks Descanse o mouse na frase, aperte sem largar o botão Ctrl do seu teclado e click com o botão esquerdo do mouse para confirmar. Introdução

Leia mais

Documentação. Programa de Evolução Contínua Versão 1.74

Documentação. Programa de Evolução Contínua Versão 1.74 Documentação Programa de Evolução Contínua Versão 1.74 Sumário Resumo das Novidades... 3 Configuração das Novidades... 5 PagSeguro Transparente... 5 Integração PayU Latam... 6 Integração Marketplaces B2W...

Leia mais

Pré-autorização. Guia HOTÉIS

Pré-autorização. Guia HOTÉIS Guia HOTÉIS A pré-autorização é o produto ideal que garante o pagamento de reservas e despesas adicionais dos hóspedes. Ao realizar uma pré-autorização, o seu estabelecimento tem a segurança e a garantia

Leia mais

Instruções de Acesso. Portal de Cliente. Próximo

Instruções de Acesso. Portal de Cliente. Próximo Instruções de Acesso Portal de Cliente Primeiramente, confira a configuração de pop-up e versão do seu navegador, conforme instruções abaixo: Os navegadores e versões homologadas, são: Internet Explorer

Leia mais

NOVO COMPONENTE ASSINADOR ESEC

NOVO COMPONENTE ASSINADOR ESEC NOTAS FISCAIS DE SERVIÇO ELETRÔNICAS PREFEITURA DE JUIZ DE FORA COMPLEMENTO AO SUPORTE A ATENDIMENTO NÍVEL 1 1.0 Autor: Juiz de Fora, Fevereiro 2015. PÁGINA 1 DE 38 SUMÁRIO 1REQUISITOS MÍNIMOS CONFIGURAÇÕES

Leia mais

Manual de Integração ao e-commerce Redecard. Fevereiro de 2013 Versão de software: Versão 1.2

Manual de Integração ao e-commerce Redecard. Fevereiro de 2013 Versão de software: Versão 1.2 Manual de Integração ao e-commerce Redecard Fevereiro de 2013 Versão de software: Versão 1.2 Índice 1 Introdução ao Guia... 5 Escopo... 5 Suporte... 5 Documentação Relacionada... 6 2 Visão Geral de Integração

Leia mais

Nome do Boletim (Pagamento de Extrato Eletrônico via Cartão)

Nome do Boletim (Pagamento de Extrato Eletrônico via Cartão) Nome do Boletim (Pagamento de Extrato Eletrônico via Cartão) Produto : RM + Totvs Gestão Financeira + 12.1.3 Processo : Pagamento Boleto Subprocesso : Pagamento de Extrato Eletrônico via Cartão Data publicação

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO Motor Periférico Versão 8.0 1. Apresentação... 3 2. Instalação do Java... 3 2.1 Download e Instalação... 3 2.2 Verificar Instalação... 3 3. Download do Motor Periférico...

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

Crédito à Vista. Guia. Crédito à Vista

Crédito à Vista. Guia. Crédito à Vista Crédito à Vista Guia Crédito à Vista Cada vez mais as redes varejistas querem manter um bom relacionamento com seus consumidores. Para viabilizar o negócio precisam disponibilizar o mais rápido e melhor

Leia mais

Manual de Integração Redirecionamento. Versão 1.3

Manual de Integração Redirecionamento. Versão 1.3 Manual de Integração Redirecionamento Versão 1.3 Janeiro de 2012 Histórico de versões Data Versão Descrição Responsável 28/10/11 1.0 Criação do documento Erivelton Oliveira 19/12/11 1.1 Adição dos campos

Leia mais

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário Cadastramento de Computadores Manual do Usuário Setembro 2008 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Conhecendo a solução...03 Segurança pela identificação da máquina...03 2. ADERINDO À SOLUÇÃO e CADASTRANDO COMPUTADORES

Leia mais

Manual de Integração WebCheckout

Manual de Integração WebCheckout Manual de Integração WebCheckout Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Integração WebCheckout... 3 2.1. Campos Obrigatórios... 3 2.2. Integração Ideal... 4 2.2.1. Código exemplo com os campos necessários para

Leia mais

Parcelado Emissor. Guia Parcelado Emissor (antigo ADM)

Parcelado Emissor. Guia Parcelado Emissor (antigo ADM) Parcelado Emissor Guia Parcelado Emissor (antigo ADM) Seu estabelecimento pode oferecer parcelamento com juros a seus clientes, pois os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos portadores de cartões

Leia mais

Parcelado Administradora. Guia Parcelado Administradora

Parcelado Administradora. Guia Parcelado Administradora Parcelado Administradora Guia Parcelado Administradora Seu estabelecimento pode oferecer parcelamento com juros a seus clientes, pois os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos portadores de

Leia mais

Pré Autorização. Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS

Pré Autorização. Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS A Pré Autorização é o produto ideal que garante o pagamento das despesas de locação de veículos. Ao realizar uma Pré Autorização, o seu estabelecimento tem a segurança e a garantia

Leia mais

Parcelado Loja. Guia Parcelado Loja

Parcelado Loja. Guia Parcelado Loja Guia Parcelado Loja O Parcelado Loja vem se mostrando um excelente produto para fidelizar seus clientes e assim, alavancar vendas, devido a possibilidade de parcelar compras sem juros. Com o Parcelado

Leia mais

BackOffice do Lojista. Versão 1.24.1

BackOffice do Lojista. Versão 1.24.1 BackOffice do Lojista Versão 1.24.1 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 Cinemática das transações... 4 2 BACKOFFICE... 5 2.1 Login... 5 2.2 Código da primeira conexão... 6 2.3 Dados de Acesso... 7 2.4 Plataforma...

Leia mais

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede OpenCart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 vqmod 4 4.2 Instalação e ativação

Leia mais

Projeto SAT-CF-e Guia de Procedimentos para uso do SRSAT e do Ambiente de Testes por Fabricantes

Projeto SAT-CF-e Guia de Procedimentos para uso do SRSAT e do Ambiente de Testes por Fabricantes 1 Índice Projeto SAT-CF-e Guia de Procedimentos para uso do SRSAT e do Ambiente de Testes por Fabricantes (Versão 1.4.4 atualizado em 14/05/2014) 1. Introdução... 1 2. Fluxo Geral... 1 3. Detalhamento

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário Mandic. Somos Especialistas em Cloud. PAINEL MANDIC CLOUD Manual do Usuário 1 BEM-VINDO AO SEU PAINEL DE CONTROLE ESTE MANUAL É DESTINADO AO USO DOS CLIENTES DA MANDIC CLOUD SOLUTIONS COM A CONTRATAÇÃO

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 2014 Innova Soluções Tecnológicas Este documento contém 28 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2014. Impresso

Leia mais

Manual de Integração OpenCart TrayCheckout

Manual de Integração OpenCart TrayCheckout Manual de Integração OpenCart TrayCheckout Versão 1.0 CONTEÚDO 1. MÓDULO INTEGRAÇÃO OPENCART E TRAYCHECKOUT... 1 1.1. Instalação do Método de pagamento TrayCheckout (com pacote )... 1 1.2. Configurar Módulo

Leia mais

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 )

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) 2010 SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) SCPIWebCotacao Aplicação Web para Cotação de Preços via Internet Resumo de Instruções

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

Conheça Melhor a Loja Virtual ASP

Conheça Melhor a Loja Virtual ASP Proposta para Instalação da Loja Virtual Grátis no mês de junho 2011 O comércio eletrônico não é um bicho de 7 cabeças Ter sua loja virtual, agora ficou mais fácil ainda! Sem necessidade de saber programação

Leia mais

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Comprador Atualizado em 30/06/2014 Pág.: 1/17 Introdução Este manual destina-se a orientar os portadores do Cartão BNDES que irão realizar compras de produtos

Leia mais

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Atualizado em 15/05/14 Pág.: 1/6 Introdução O Cartão BNDES é um meio de pagamento baseado no conceito de cartão de crédito e que visa financiar

Leia mais

TransactionCentre Client

TransactionCentre Client TransactionCentre Client Manual de Instalação Client Connection Esta documentação, softwares e materiais disponibilizados são protegidos por propriedade intelectual e não podem ser copiados, reproduzidos

Leia mais

Manual do Prestador. Autorizador Web

Manual do Prestador. Autorizador Web Manual do Prestador Autorizador Web Instruções Gerais Quando houver a realização de consultas que os beneficiários estiverem sem o cartão de identificação, ou quando este cartão não for reconhecido na

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

Recarga Cielo Guia Recarga

Recarga Cielo Guia Recarga Recarga Cielo Guia Recarga O serviço de Recarga Cielo traz comodidade a seus clientes e muitos benefícios para seu estabelecimento. Com ele, você oferece recarga de telefones prépagos (fixos e móveis)

Leia mais

Módulo e-rede Prestashop v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede Prestashop v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede Prestashop v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Instruções iniciais 4 4.2 Instalação

Leia mais

Configurações do Sistema

Configurações do Sistema Configurações do Sistema Configurações do Sistema Configurar Dados da Loja Responsável por parametrizar todos os dados da loja na plataforma. Textos sobre A Empresa, política de trocas e devoluções, telefones,

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Renova Fácil. Guia Renova Fácil. O serviço Renova Fácil traz garantia e tranqüilidade à estabelecimentos que efetuam vendas recorrentes.

Renova Fácil. Guia Renova Fácil. O serviço Renova Fácil traz garantia e tranqüilidade à estabelecimentos que efetuam vendas recorrentes. Guia Renova Fácil O serviço Renova Fácil traz garantia e tranqüilidade à estabelecimentos que efetuam vendas recorrentes. Ele possibilita a atualização do número do cartão do cliente, cuja numeração ou

Leia mais

Atualizaça o do Maker

Atualizaça o do Maker Atualizaça o do Maker Prezados Clientes, Nós da Playlist Software Solutions empresa líder de mercado no desenvolvimento de software para automação de rádios - primamos pela qualidade de nossos produtos,

Leia mais

Guia de Integração para Pagamento Fácil (Cartão de Débito Bradesco)

Guia de Integração para Pagamento Fácil (Cartão de Débito Bradesco) Guia de Integração para Pagamento Fácil (Cartão de Débito Bradesco) Índice Capítulo 1... 3 Introdução... 3 Capítulo 2... 4 Links de Pagamento... 4 Capítulo 3... 5 Configurando o Gerenciador de Compras...

Leia mais

Manual de utilização do STA Web

Manual de utilização do STA Web Sistema de Transferência de Arquivos Manual de utilização do STA Web Versão 1.1.7 Sumário 1 Introdução... 3 2 Segurança... 3 2.1 Autorização de uso... 3 2.2 Acesso em homologação... 3 2.3 Tráfego seguro...

Leia mais

PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E

PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E SUMÁRIO Login... 1 Troca de senha... 1 Administração do Sistema...2 Certificados...2 Usuários...3 Dados do Usuário... 4 Permissões do Usuário... 4 Empresas...5

Leia mais

Manual do Usuário SystemFarma AutoCred

Manual do Usuário SystemFarma AutoCred Manual do Usuário SystemFarma AutoCred Objetivo O SystemFarma AutoCred foi desenvolvido com o intuito de facilitar a comunicação entre a automação comercial e o Servidor Central do SystemFarma. Com este

Leia mais

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014)

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014) Versão 1.15 Portal StarTISS Portal de Digitação e Envio do Faturamento Manual de Utilização Versão 1.15 (Agosto/2014) Conteúdo 1. CONTATOS... 1 2. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 1 3. ACESSANDO O PORTAL STARTISS...

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação

Leia mais

Manual do Cliente (TEF LOJA)

Manual do Cliente (TEF LOJA) Este documento não deve ser reproduzido sem autorização da FCDL/SC Aprovação: Representante da Direção Ademir Ruschel Elaboração: Supervisor da Qualidade Sílvia Regina Pelicioli www.fcdl-sc.org.br 1 de

Leia mais

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples?

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples? FAQ Loja Virtual 1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? Sim, há diferenças entre os painéis da loja virtual. Abaixo segue uma imagem exemplificando as diferenças entre os painéis. 2) Quais

Leia mais

PASSO A PASSO LOJA VIRTUAL. 1º Passo Acessar o site do Bom Jesus (www.bomjesus.br).

PASSO A PASSO LOJA VIRTUAL. 1º Passo Acessar o site do Bom Jesus (www.bomjesus.br). 1º Passo Acessar o site do Bom Jesus (www.bomjesus.br). Figura 1. Acessando site do Bom Jesus. 2º Passo Selecionar a opção Responsável On-line. Inserir Usuário e Senha e clicar no botão OK. Para realizar

Leia mais

Manual do Módulo de PC Online

Manual do Módulo de PC Online do Módulo de PC Online Agilis Conteúdo Introdução... 4 Acesso à Funcionalidade... 5 1. Internet Explorer 6.x... 7 2. Internet Explorer 7.x... 9 3. Netscape Navigator 7.x... 10 4. Netscape Navigator 7.2x...

Leia mais

Guia Débito Parcelado

Guia Débito Parcelado Guia Débito Parcelado (antigo CDC) O parcelamento nos cartões de débito traz muitas vantagens para seu estabelecimento e seus clientes. Os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos seus portadores

Leia mais

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário Cadastramento de Computadores Manual do Usuário Agosto 2006 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Conhecendo a solução...03 Segurança pela identificação da máquina...03 2. ADERINDO À SOLUÇÃO e CADASTRANDO COMPUTADORES

Leia mais

MANUAL CONSIGFÁCIL Acesso: Servidor

MANUAL CONSIGFÁCIL Acesso: Servidor Sistema de Gestão e Controle de Consignações On-Line - CONSIGFÁCIL MANUAL CONSIGFÁCIL Acesso: Servidor V.4.2 (Agosto/2014) 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. ACESSANDO O CONSIGFÁCIL... 4 1.1. NAVEGADOR... 4

Leia mais

Roteiro de Instalação e Configuração Módulo GetNet

Roteiro de Instalação e Configuração Módulo GetNet Roteiro de Instalação e Configuração Módulo GetNet Conteúdo 1. INSTALAÇÃO DO MÓDULO... 2 2. CONFIGURAÇÃO DO MÓDULO GETNET NO SITEF... 2 3. TRANSAÇÕES PERMITIDAS JUNTO A ADMINISTRADORA GETNET... 13 4. CONFIGURAÇÃO

Leia mais

Mostrar área de trabalho.scf. Manual do Produto EDI.

Mostrar área de trabalho.scf. Manual do Produto EDI. Mostrar área de trabalho.scf Manual do Produto EDI. ÍNDICE MANUAL DO PRODUTO EDI....3 1. O QUE É O EDI?...3 1.1. VANTAGENS... 3 1.2. FUNCIONAMENTO... 3 1.3. CONFIGURAÇÃO NECESSÁRIA... 3 2. UTILIZANDO O

Leia mais

Manual de Utilização Autorizador Web V2

Manual de Utilização Autorizador Web V2 Manual de Utilização Autorizador Web V2 OBJETIVO Esse manual tem como objetivo o auxílio no uso do Autorizador de Guias Web V2 do Padre Albino Saúde. Ele serve para base de consulta de como efetuar todos

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

Atualizaça o do Playlist Digital

Atualizaça o do Playlist Digital Atualizaça o do Playlist Digital Prezados Clientes, Nós da Playlist Software Solutions empresa líder de mercado no desenvolvimento de software para automação de rádios - primamos pela qualidade de nossos

Leia mais

GUIA RÁPIDO D-TEF (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD

GUIA RÁPIDO D-TEF (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD Índice 1. EQUIPAMENTOS 3 2. INTRODUÇÃO AO SISTEMA TEF DEDICADO DIREÇÃO 5 3. REALIZANDO VENDAS 7 4. REALIZANDO VENDA COM REDES 5 9 5. VISUALIZAÇÃO DE RELATÓRIOS

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Certificado Digital do tipo A1 Sistema Operacional Microsoft Windows XP Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos reservados 1 Para confecção desse manual, foi usado

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Instalação da Aplicação Java...2 Instalação do Emissor...5 Instalação do Framework...7 Instalação das DLL s URL, SCHEMAS, CADEIA DE CERTIFICADO

Leia mais

MANUAL DO PORTAL ACADÊMICO - ALUNO

MANUAL DO PORTAL ACADÊMICO - ALUNO MANUAL DO PORTAL ACADÊMICO - ALUNO Passo a passo do Portal Acadêmico www.ucb.br - atende@ucb.br SUMÁRIO Objetivo Manual do Portal Acadêmico... 03 Navegadores... 03 Endereço Eletrônico (site)... 03 Bloqueador

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Certificado Digital A1 Geração Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. - 2012 Página 1 de 41 Pré-requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo

Leia mais

MANUAL DE SISTEMA. SisFies FIES Pós-graduação. Página1. Manual de Adesão

MANUAL DE SISTEMA. SisFies FIES Pós-graduação. Página1. Manual de Adesão SisFies FIES Pós-graduação Manual de Adesão Página1 Sumário 1 Configurações recomendadas... 3 2 Objetivos... 3 3 Acesso ao sistema... 4 3.1. Acessar com certificado digital 5 3.2. Acessar com CPF/CNPJ

Leia mais

Módulo e-rede OSCommerce v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede OSCommerce v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede OSCommerce v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Instruções iniciais 4 4.2 Instalação

Leia mais

Manual Comunica S_Line

Manual Comunica S_Line 1 Introdução O permite a comunicação de Arquivos padrão texto entre diferentes pontos, com segurança (dados criptografados e com autenticação) e rastreabilidade, isto é, um CLIENTE pode receber e enviar

Leia mais

CTA Hotel. Guia CTA Hotel

CTA Hotel. Guia CTA Hotel Guia CTA Hotel O CTA Hotel é um cartão virtual corporativo para as grandes empresas e multinacionais realizarem de forma inteligente e segura o pagamento e gestão das despesas com hospedagem. Ao aceitar

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Guia de Ambientação Março/2011

Guia de Ambientação Março/2011 Guia de Ambientação Março/2011 APRESENTAÇÃO Caro cursista, Bem vindo ao Guia de Ambientação. Este documento é dirigido a você, participante. Com ele, você conhecerá como está estruturada a interface de

Leia mais

Aprova Fácil. Integração via STAC

Aprova Fácil. Integração via STAC Aprova Fácil Integração via STAC Aprova Fácil Integração Via STAC Versão 1.2.12.1.10 1 Prezado Cliente, Apresentamos a seguir o Manual de integração do Aprova Fácil Modo STAC. O modo STAC é uma forma de

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

O sistema possui 5 módulos para registros:

O sistema possui 5 módulos para registros: ÍNDICE 1 DESCRIÇÃO...4 2 ACESSO...6 3 DADOS CADASTRAIS...7 3.1 ATUALIZAR CADASTRO...7 3.2 TROCAR SENHA...8 4 GRUPO DE USUÁRIO...9 4.1 INCLUIR...9 4.2 ATUALIZAR...9 5 FUNCIONÁRIOS...10 5.1 INCLUIR...10

Leia mais