SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO"

Transcrição

1 Maia, 11 de março de 2015 Reforço de posições de liderança em Portugal, internacionalização e compromisso com famílias em 2014 SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO 1. PRINCIPAIS DESTAQUES DE 2014: Reforço de quotas de mercado mantendo níveis de rentabilidade operacional de referência Aposta na internacionalização, com entrada em novos mercados e exploração de formatos alternativos Volume de negócios cresce 3,2% para M, com contributo positivo de todos os negócios Underlying EBITDA aumenta 0,6% e EBITDA total atinge 417 M Resultado direto cresce 4,4% para 127 M Resultado líquido atribuível a acionistas 1 aumenta 11,2%, de 129 M para 144 M Resultado líquido atribuível a acionistas cresce 33,8% no quarto trimestre do ano, de 36M para 49 M Investimento ascendeu a 356 M, dos quais 194 M no retalho Famílias portuguesas beneficiam de baixa de preços e de 399 M de descontos em cartão e talão Compras a produtores nacionais crescem 5,4% em quantidade na área dos perecíveis Apoio total à Comunidade totaliza 9,8 M e beneficia instituições, mais 46 do que em 2013 A Sonae reforçou a sua solidez financeira e posições competitivas durante o ano de 2014, conciliando o crescimento da atividade com a preservação de níveis de rentabilidade de referência. Num forte ambiente concorrencial, a Sonae reforçou o seu compromisso com as famílias portuguesas no retalho alimentar, implementou com sucesso novos conceitos de loja nos seus formatos de retalho especializado e apostou na inovação ao nível de produtos e serviços. O esforço realizado foi reconhecido com a fidelidade das famílias portuguesas, o qual se traduziu em importantes ganhos de quota de mercado na generalidade dos formatos. A Sonae MC reforçou a sua posição de liderança, baseada na forte proposta de valor para famílias, com os melhores preços e a mais ampla e variada gama de produtos. A Sonae prosseguiu também com a expansão internacional das suas atividades, aproveitando a sua excelente base de ativos e vantagens competitivas da sua oferta, nomeadamente através de lojas próprias, franchising, exportação de produtos e prestação de serviços a terceiros. A área de retalho especializado cresceu 7,8% no exterior e entrou em cinco novos países através de franchising. A Sonae Sierra assinou contratos de serviços de gestão de centros comerciais e terminou o ano com presença em 14 países e na SSI a WeDo gerou cerca de 75% das suas receitas no exterior. O sucesso da estratégia da Sonae traduziu-se numa melhoria da rentabilidade operacional, com o underlying EBITDA a atingir 380 milhões de euros e o resultado direto a aumentar 4,4% para 127 M. O sólido desempenho operacional contribuiu para a evolução positiva do resultado líquido, que em base comparável cresceu 11,2% para 144 milhões de euros. 1 Excluindo os efeitos da fusão Zon-Optimus e imparidades registados no 3T13 A Sonae é uma empresa de Retalho, com duas grandes parcerias nas áreas de Centros Comerciais (Sonae Sierra) e Telecomunicações (Sonaecom). No final de 2013, a Sonae atingiu um volume de negócios de cerca de 4,8 mil milhões de euros. A empresa tem como objetivos estratégicos: a internacionalização, a diversificação do estilo de investimento e a alavancagem e reforço da base de ativos e competências. Saiba mais em Para mais informações, contacte: RITA BARROCAS Comunicação Externa / Sonae T // E. DIOGO SIMÃO Director / BAN Corporate & Media Relations M // E.

2 2. RETRIBUIR À COMUNIDADE COMPROMISSO COM AS FAMÍLIAS TRADUZIDO EM PREÇOS BAIXOS E DESCONTOS DE 399 MILHÕES DE EUROS A Sonae continuou a premiar a fidelidade das famílias portuguesas durante o ano de 2014 com a oferta de preços ainda mais baixos e com uma política promocional facilitadora da gestão dos orçamentos familiares. Os descontos em cartão e talão proporcionados pelas suas insígnias de retalho permitiram poupanças efetivas de 399 milhões de euros aos clientes, num esforço que contribuiu para o elevado grau de fidelização dos clientes e para o sucesso dos cartões disponibilizados. O número de famílias que utilizaram os cartões Continente e Sport Zone superou os 4,5 milhões, tendo mais de 90% das compras no Continente sido realizadas com cartão. COMPRAS A PRODUTORES NACIONAIS AUMENTAM 5,4% NA ÁREA DOS PERECÍVEIS A Sonae prosseguiu o seu compromisso com a produção nacional em 2014, tendo aumentado em 5,4% as quantidades adquiridas na área dos perecíveis. Esta aposta traduziu-se em compras à produção nacional de 634 milhões de euros, o que representou 76,1% do total, mais 0,3 pontos percentuais do que em O Clube de Produtores Continente aumentou em 13,4% as quantidades adquiridas, fortalecendo a sua missão de apoiar os produtores nacionais do setor agroalimentar no desenvolvimento dos seus negócios e de processos de inovação. APOIO À COMUNIDADE ASCENDE A 9,8 MILHÕES DE EUROS E BENEFICIA INSTITUIÇÕES A Sonae reforçou o seu compromisso com a comunidade em 2014 ao apoiar instituições em todo o país, mais 46 do que no ano anterior. No âmbito da sua política de responsabilidade social, a Sonae distribuiu apoios de 9,8 milhões de euros, atuando em áreas como a solidariedade social, saúde e desporto, sensibilização ambiental, cultura, educação e ciência e inovação. A Sonae dedicou uma atenção especial às áreas de assistência social e educação, através da atribuição de bens, nomeadamente alimentos, da colaboração de equipas com competências técnicas e apoios financeiros. 3. ANÁLISE OPERACIONAL E FINANCEIRA Em 2014, a Sonae registou ganhos de quota de mercado na generalidade das suas áreas de negócio e reforçou a sua aposta na internacionalização, o que permitiu alcançar um volume de negócios de M, valor que representa um crescimento de 3,2% face ao registado no ano anterior. No retalho alimentar, o volume de negócios da Sonae MC ascendeu a M, aumentando 1,3% ou 45 M face a Apesar do intenso ambiente concorrencial, o crescimento do volume de negócios beneficiou da distintiva proposta de valor oferecida às famílias portuguesas e da expansão da área de vendas, sendo de destacar a abertura de 3 lojas Continente Modelo e 5 lojas Continente Bom Dia. Ao longo do ano, a Sonae MC reforçou a sua quota de liderança no mercado de retalho alimentar português, suportada por uma política de estar ao lado dos seus clientes com os preços mais baixos do mercado português, pela melhoria contínua na qualidade dos produtos disponibilizados, que permitiu ao Continente ser distinguido pelo Reader s Digest como uma marca de confiança pelo 12º ano consecutivo, bem como pela mais ampla gama de produtos de marca própria e de outros fornecedores, que permite reagir rapidamente a mudanças nos padrões de consumo dos clientes (o portefólio de marca própria Continente representou, em 2014, cerca de 30% do volume de negócios nas categorias de bens de grande consumo (FMCG)). De salientar também a abertura seletiva de lojas e contribuição positiva das oportunidades de franquia, o crescimento de 10% nas vendas online do Continente suportado pela renovada plataforma de comércio eletrónico, e o excelente desempenho da Well s.

3 No retalho especializado, o volume de negócios da Sonae SR alcançou os M, aumentando 6,6% quando comparado com o valor de 2013, correspondendo a um crescimento do volume de negócios de 6,1% em Portugal e 7,8% internacionalmente. As vendas por m2 melhoraram em todos os negócios da Sonae SR, tanto em Portugal como em Espanha (10,4%, em média). Ao longo do ano, continuámos a implementação das medidas chave da nossa estratégia, incluindo novos conceitos de loja nos quatro negócios, otimização do parque de lojas, reforço da internacionalização através de uma abordagem capital light suportada por acordos de franquia e melhoria de experiência no omnicanal, já em vigor na Worten. Neste cenário, a Worten reforçou a sua posição no mercado de eletrónica, ganhando quota de mercado na Ibéria; a Zippy continuou a expandir a sua presença internacional, encerrando 2014 com 47 lojas em regime de franquia em 17 países diferentes; e as vendas online consolidadas cresceram 78% em termos homólogos, suportadas pelas novas plataformas de e- commerce da Worten, Sport Zone e Zippy. Já em 2015, a MO lançou a sua plataforma de e-commerce, num projeto que foi desenvolvido ao longo de A unidade de Gestão de Investimentos registou um volume de negócios de 252 M em 2014, 13,1% acima do valor de A SSI aumentou as suas vendas em 12,7% (incluindo contribuição da Mainroad), tendo melhorado a sua posição na indústria de Software e Sistemas de Informação (SSI) com a WeDo Technologies a manter a liderança no mercado de Business Assurance e a gerar 74,8% do volume de negócios no exterior. Em 2014, foram concretizadas duas operações materiais: a aquisição de uma participação de 60% no capital da S21Sec, uma empresa especializada em serviços de cyber security, e a venda do capital da Mainroad. Nos centros comerciais, os níveis de ocupação dos ativos da Sonae Sierra mantiveram-se bastante altos e as vendas dos lojistas aumentaram de forma significativa numa base comparável, evidenciando não só a qualidade dos ativos da empresa, mas também o bom desempenho operacional e a recuperação do consumo discricionário na Ibéria. Ao longo do ano, a Sonae Sierra continuou a implementar a sua estratégia de reciclagem de capital e a procura de novos contratos de prestação de serviço, terminando 2014 com presença em 4 continentes e 14 países. Nas telecomunicações, a NOS continuou a dar passos sólidos na prossecução da sua estratégia. As fortes tendências operacionais têm impulsionado ganhos de quota de mercado. O crescimento de RGUs continua a registar níveis recorde, com as RGUs convergentes a representar mais de 29% da base de clientes fixos. As sinergias resultantes da operação de fusão estão a evoluir como inicialmente planeado. O underlying EBITDA consolidado atingiu 380 M, aumentando 0,6% apesar do intenso ambiente competitivo no mercado português de retalho alimentar, e o EBITDA totalizou 417 M. Este resultado foi suportado principalmente pela melhoria da rentabilidade do retalho especializado e da gestão de investimentos. O resultado direto ascendeu a 127 M, aumentando 4,4% face ao valor registado no ano anterior. Este resultado foi essencialmente impulsionado pelo crescimento operacional e pela melhoria da atividade financeira líquida, que mais do que compensaram a diminuição dos resultados consolidados pelo método de equivalência patrimonial. O resultado líquido atribuível ao grupo alcançou os 144 M, crescendo 11,2% quando comparado com , beneficiando com o desempenho positivo ao nível do resultado direto. No quarto trimestre o resultado líquido totalizou 49 M, tendo crescido 33,8% face ao último trimestre de 2013, fruto da performance operacional e da melhoria do resultado indireto decorrente da valorização dos ativos da Sonae Sierra.

4 A 31 de dezembro de 2014, o endividamento total líquido registou M, traduzindo o cash-flow operacional e o pagamento, em agosto de 2014, das ações da Sonaecom adquiridas pela Sonae à FT. Excluindo este efeito, o endividamento total líquido teria diminuído 73 M, mantendo a tendência decrescente verificada ao longo dos últimos trimestres. Em relação ao perfil de maturidade da dívida, durante 2014 foi concluída uma série de transações com maturidades até 7 anos. Estas operações permitiram à Sonae antecipar, em condições favoráveis, o programa de refinanciamento das suas linhas de crédito com maturidade em 2015, assim como uma parte significativa das linhas com maturidade em Para além de otimizar o custo de financiamento e suavizar o perfil de amortização da dívida, a Sonae pôde diversificar a sua rede de bancos. O investimento das unidades de retalho da Sonae (Sonae MC, Sonae SR e Sonae RP) aumentou 18,3%, atingindo os 194 M. A Sonae apostou na abertura de novas lojas, bem como na implementação dos novos formatos e no desenvolvimento da atividade internacional. Em 2014 a Sonae prosseguiu com a expansão da rede de lojas de retalho das suas insígnias a nível mundial, tendo aberto 108 lojas próprias e em franchising, atingindo as unidades. Este crescimento conduziu a um aumento de 12 mil metros quadrados (m2) da área de vendas, que atingiu mil m2. A Sonae MC terminou o ano com 640 lojas próprias e em franchising, concretizando a abertura líquida de 92 unidades em Todas as insígnias reforçaram o seu parque de lojas, aumentando a visibilidade no mercado português, e as iniciativas de franchising demonstraram uma clara evolução, tendo a rede Meu Super praticamente duplicado a sua dimensão e atingido as 140 lojas. A Sonae SR abriu 16 unidades, em termos líquidos, e terminou o ano com 595 lojas em mais de duas dezenas de países. A área de retalho especializado da Sonae reforçou a sua expansão internacional e entrou em cinco novos países através de acordos de franchising: Bulgária e Moçambique com o formato MO; Chile, Geórgia e Arménia com o formato Zippy. Demonstração de resultados consolidados Milhões de euros 2013PF 2014 Var Volume de negócios ,2% Underlying EBITDA ,6% Margem de underlying EBITDA 7,8% 7,6% -0,2 pp EBITDA ,0% Margem EBITDA 8,7% 8,4% -0,4 pp EBIT ,9% Resultados financeiros ,8% EBT ,2% Impostos ,7% Resultado direto ,4% Resultado indireto Interesses minoritários Resultado líquido atribuível ao Grupo Resultado indireto ,3% Resultado líquido total ,2% Interesses minoritários ,6% Resultado líquido atribuível ao Grupo ,2% 1 Excluindo os efeitos da fusão Zon-Optimus e imparidades registados no 3T13

5 4. DIVIDENDO Tendo em conta os resultados do ano fiscal de 2014, a sólida posição financeira da Sonae e o resultado direto de 2014, o Conselho de Administração irá propor na próxima Assembleia Geral Anual de Acionistas, o pagamento de um dividendo ilíquido de 0,0365 euros por ação, um montante 5% superior ao do ano anterior. Este dividendo corresponde a um dividend yield de 3,6%, baseado na cotação a 31 de dezembro de 2014 e num payout ratio de 58% do resultado direto líquido atribuível a acionistas.

SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO

SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO Maia, 5 de novembro de 2015 Crescimento, internacionalização e reforço da solidez financeira nos primeiros nove meses de 2015 SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO 1. PRINCIPAIS DESTAQUES DOS PRIMEIROS

Leia mais

Volume de Negócios das áreas de retalho da Sonae cresceu 3% em 2014

Volume de Negócios das áreas de retalho da Sonae cresceu 3% em 2014 1 DESTAQUES Volume de Negócios das áreas de retalho da Sonae cresceu 3% em 2014 SONAE MC Ganhos de quota de mercado e crescimento do Volume de Negócios, num ambiente competitivo particularmente difícil

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS 2012 13 MARÇO 2013

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS 2012 13 MARÇO 2013 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS 2012 13 MARÇO 2013 AGENDA Destaques do ano Desempenho dos negócios e consolidado Desenvolvimentos estratégicos Desafios e prioridades DESTAQUES VOLUME DE NEGÓCIOS: EBITDA RECORRENTE:

Leia mais

SOCIAL PAULO AZEVEDO CEO SONAE 16 MARÇO 2011

SOCIAL PAULO AZEVEDO CEO SONAE 16 MARÇO 2011 INVESTIMENTO SOCIAL PAULO AZEVEDO CEO SONAE 16 MARÇO 2011 Investimento Social Clientes 268M de descontos em cartão/talão Produtos de marca Continente ~25% mais baratos que produto líder Comunidade 10,4M

Leia mais

registou uma margem underlying EBITDA de 7,0% em 2014 e 7,5% no 4T14 reforçou a liderança de mercado

registou uma margem underlying EBITDA de 7,0% em 2014 e 7,5% no 4T14 reforçou a liderança de mercado 1 DESTAQUES A Sonae alcançou com êxito os objetivos propostos no retalho para 2014, recuperando a rentabilidade no não-alimentar e aumentando a quota de mercado e mantendo a rentabilidade de referência

Leia mais

RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1

RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1 COMUNICADO Página 1 / 9 RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1 09 de Setembro de 2005 (Os valores apresentados neste comunicado reportam-se ao primeiro semestre de 2005, a não ser quando especificado

Leia mais

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 96,3 milhões em 2014

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 96,3 milhões em 2014 Maia - Portugal, 5 de Março de 2015 Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 96,3 milhões em 2014 Resultado Direto atinge 52,7 milhões EBIT de 106,1 milhões Resultado Indireto atinge 43,6 milhões Dois

Leia mais

Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014

Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014 Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014 Proveitos Operacionais de 60,8 milhões de euros (+ 8,1%) EBITDA de 5,6 milhões de euros (+ 11,1%) Margem EBITDA 9,2% (vs. 8,9%) Resultado

Leia mais

1 DESTAQUES e MENSAGEM DO CEO

1 DESTAQUES e MENSAGEM DO CEO Página 1 de 19 07.05.2015 1 DESTAQUES e MENSAGEM DO CEO Sonae MC aumentou o volume de negócios em 0,8%, em linha com o mercado Sonae SR aumentou as vendas por m 2, mantendo a rentabilidade Sonae Sierra

Leia mais

Resultado direto cresceu 20,3% nos 9M14, alcançando 92 milhões de euros

Resultado direto cresceu 20,3% nos 9M14, alcançando 92 milhões de euros Página 1 de 18 12.11.2014 1 DESTAQUES Reforço da liderança mantendo a rentabilidade operacional Sonae MC: Crescimento do volume de negócios nos 9M14 de 1,8%, com ganhos adicionais de quota de mercado Margem

Leia mais

Comunicado de Resultados

Comunicado de Resultados Comunicado de Resultados Resultados Consolidados 30 de Junho de 2007 Sonae Distribuição S.G.P.S., SA Em destaque A Sonae Distribuição apresentou ao longo do primeiro semestre de 2007 um crescimento de

Leia mais

Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011

Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011 Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011 Proveitos Operacionais de 55,8 milhões EBITDA de 3,1 milhões Margem EBITDA de 5,6% EBIT de 0,54 milhões Resultado Líquido negativo

Leia mais

Resultados de 2014. »» As vendas consolidadas do Grupo VAA cresceram 20,3% face ao ano anterior atingindo os 65,2 milhões de euros;

Resultados de 2014. »» As vendas consolidadas do Grupo VAA cresceram 20,3% face ao ano anterior atingindo os 65,2 milhões de euros; COMUNICADO Ílhavo, 13 de Março de 2015 Destaques Resultados de 2014»» As vendas consolidadas do Grupo VAA cresceram 20,3% face ao ano anterior atingindo os 65,2 milhões de euros;»» EBITDA de 2,3 milhões

Leia mais

INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL (Não Auditada) Sede: R. GENERAL NORTON DE MATOS, 68, PORTO NIPC: 502 293 225

INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL (Não Auditada) Sede: R. GENERAL NORTON DE MATOS, 68, PORTO NIPC: 502 293 225 INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL (Não Auditada) Empresa: COFINA, SGPS, S.A. Sede: R. GENERAL NORTON DE MATOS, 68, PORTO NIPC: 502 293 225 Período de referência: Valores em Euros 1º Trimestre 3º Trimestre

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014)

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) 1. Taxa de Desemprego O desemprego desceu para 14,3% em maio, o que representa um recuo de 2,6% em relação a maio de 2013. Esta é a segunda maior variação

Leia mais

RESULTADOS PRIMEIRO SEMESTRE DE 2013

RESULTADOS PRIMEIRO SEMESTRE DE 2013 COMUNICADO Ílhavo, 30 de Agosto de 2013 RESULTADOS PRIMEIRO SEMESTRE DE 2013 Destaques»» As vendas da VAA no primeiro semestre de 2013 atingiram 24,7 M ;»» O mercado nacional apresentou um crescimento

Leia mais

Comunicado de Resultados

Comunicado de Resultados Comunicado de Resultados Resultados trimestrais consolidados a 31 de Março de 2006 4 de Maio de 2006 Highlights Volume de negócios de 646 milhões de Euros crescimento de 9% em Portugal face a período homólogo

Leia mais

Reforçando a sua liderança no mercado com um crescimento no volume de negócios de 4,1% Alcançando uma margem EBITDA de referência de 7,6%

Reforçando a sua liderança no mercado com um crescimento no volume de negócios de 4,1% Alcançando uma margem EBITDA de referência de 7,6% 1 DESTAQUES A Sonae alcança resultados extraordinários através da manutenção de um desempenho muito bom nas operações de retalho alimentar, de uma sólida recuperação no retalho não-alimentar, enquanto

Leia mais

1 DESTAQUES e MENSAGEM DO CEO

1 DESTAQUES e MENSAGEM DO CEO Página 1 de 18 05.11.2015 1 DESTAQUES e MENSAGEM DO CEO Sonae MC continuou a fortalecer a sua proposta de valor, alcançando uma margem EBITDA de 6,0%, apesar do ambiente competitivo bastante agressivo

Leia mais

Calçado português reforça aposta no mercado alemão

Calçado português reforça aposta no mercado alemão Calçado português reforça aposta no mercado alemão O mercado alemão é uma prioridade estratégica para a indústria portuguesa de calçado. Por esse motivo, a presença nacional na GDS, o grande evento do

Leia mais

RESULTADOS ANUAIS 2011

RESULTADOS ANUAIS 2011 RESULTADOS ANUAIS 2011 15 de Fevereiro de 2011 VAA - Vista Alegre Atlantis, SGPS, SA sociedade aberta com sede no Lugar da Vista Alegre em Ílhavo, com o número de contribuinte 500 978 654, matriculada

Leia mais

SONAE/ COMUNICADO DE RESULTADOS 2011

SONAE/ COMUNICADO DE RESULTADOS 2011 SONAE/ COMUNICADO DE RESULTADOS 2011 1 DESTAQUES Ganhos de quota mitigam efeitos da retração do consumo privado na Ibéria Volume de negócios consolidado 1 atinge 5.718 M em 2011, praticamente em linha

Leia mais

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011 RESULTADOS 2T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 26 de julho de 2011 DESTAQUES DO 2T11 Impacto macroeconômico > IPCA 12 meses: +6,7% > Crescimento real GPA Alimentar: +2,3% > Aumento taxa Selic

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

1. THE GROUP TODAY INDEX 1. O GRUPO HOJE 2. VISÃO ESTRATÉGICA

1. THE GROUP TODAY INDEX 1. O GRUPO HOJE 2. VISÃO ESTRATÉGICA 1 INDEX 1. O GRUPO HOJE 2. VISÃO ESTRATÉGICA 3. PRIORIDADES ESTRATÉGICAS 3.1 Concretizar o Potencial da Biedronka 3.2 Assegurar o Crescimento de Longo Prazo 1. THE GROUP TODAY 4. EXPLORAR TODO O POTENCIAL

Leia mais

Melhoria do volume de negócios com ganhos de quotas de mercado

Melhoria do volume de negócios com ganhos de quotas de mercado 1 DESTAQUES Êxito na conclusão da fusão Zon Optimus leva à criação de um protagonista mais forte, com uma posição competitiva sólida, em todos os segmentos do mercado de telecomunicações em Portugal Melhoria

Leia mais

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua do General Norton de Matos, 68, r/c Porto Pessoa Colectiva Número 502 293 225 Capital Social: 25.641.459 Euros INFORMAÇÃO FINANCEIRA 1T 2010 Principais indicadores

Leia mais

COMUNICADO RESULTADOS TRIMESTRAIS (Não auditados) 28 de Maio de 2015

COMUNICADO RESULTADOS TRIMESTRAIS (Não auditados) 28 de Maio de 2015 COMUNICADO RESULTADOS TRIMESTRAIS (Não auditados) 28 de Maio de 2015 Sociedade Comercial Orey Antunes, S.A. Sociedade Aberta Rua Carlos Alberto da Mota Pinto, nº 17 6A, 1070-313 Lisboa Portugal Capital

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 3T12 Destaques do trimestre 1 Empresa integrada é líder no índice de satisfação do cliente 2 Líder indiscutível nos segmentos de maior receita com foco na geração de valor 3 Melhora sequencial

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta COMUNICADO

BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta COMUNICADO BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua Tenente Valadim, 284, Porto Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Porto sob o número único de matrícula e identificação fiscal 501 214 534 Capital

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 1. Mercado de Capitais Cotações: (14/05/2010) ALPA3 R$ 6,10 ALPA4 R$ 5,95 Valore de Mercado: R$ 2,1 bilhões 2. Teleconferência Data: 18/05/2010 às 16h00

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2013

RELATÓRIO DE GESTÃO 2013 RELATÓRIO DE GESTÃO 2013 NATURTEJO EMPRESA DE TURISMO - EIM MARÇO, CASTELO BRANCO 2014 Nos termos legais e estatutários, vimos submeter a apreciação da assembleia Geral o Relatório de Gestão, as contas,

Leia mais

2002 - Serviços para empresas

2002 - Serviços para empresas 2002 - Serviços para empresas Grupo Telefónica Data. Resultados Consolidados 1 (dados em milhões de euros) Janeiro - Dezembro 2002 2001 % Var. Receita por operações 1.731,4 1.849,7 (6,4) Trabalho para

Leia mais

Relatório de Gestão & Contas - Ano 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO. Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda.

Relatório de Gestão & Contas - Ano 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO. Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda. RELATÓRIO DE GESTÃO Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda. 2012 ÍNDICE DESTAQUES... 3 MENSAGEM DO GERENTE... 4 ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO... 5 Economia internacional... 5 Economia Nacional... 5

Leia mais

SPRINGS GLOBAL INVESTOR DAY 12 de novembro de 2014

SPRINGS GLOBAL INVESTOR DAY 12 de novembro de 2014 SPRINGS GLOBAL INVESTOR DAY 12 de novembro de 2014 1 DISCLAIMER Esta apresentação pode incluir declarações que representam expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação

Leia mais

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua do General Norton de Matos, 68, r/c Porto Pessoa Colectiva Número 502 293 225 Capital Social: 25.641.459 Euros Informação financeira do exercício de 2014 (não

Leia mais

COFINA, S.G.P.S., S.A. Sociedade Aberta

COFINA, S.G.P.S., S.A. Sociedade Aberta COFINA, S.G.P.S., S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua do General Norton de Matos, 68, r/c Porto Pessoa Colectiva Número 502 293 225 Capital Social: 25.641.459 Euros EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE NO ANO DE 2006 Após

Leia mais

Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda.

Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa A Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. é uma empresa com competências nucleares

Leia mais

SONAECOM RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2007 JANEIRO - MARÇO

SONAECOM RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2007 JANEIRO - MARÇO SONAECOM RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2007 JANEIRO - MARÇO Índice 1. Mensagem de Paulo Azevedo, CEO da Sonaecom...2 2. Principais indicadores...4 3. Resultados consolidados...5 3.1. Demonstração de resultados

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 3T15 10 de novembro de 2015 Magazine Luiza Destaques do 3T15 Vendas E-commerce Ganho de participação de mercado com aumento da margem bruta Receita bruta consolidada de R$2,4

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011 01/03/2011 às 09:30h Agenda 4T11e 2011 Principais Realizações e Destaques em 2011 Receitas, Lucro Líquido e Retorno sobre Capital Desempenho dos principais

Leia mais

Apresentação de Resultados 2009. 10 Março 2010

Apresentação de Resultados 2009. 10 Março 2010 Apresentação de Resultados 2009 10 Março 2010 Principais acontecimentos de 2009 Conclusão da integração das empresas adquiridas no final de 2008, Tecnidata e Roff Abertura de Centros de Serviços dedicados

Leia mais

COMUNICADO 9M 2015 COMUNICADO 9M 2015. (Contas não auditadas)

COMUNICADO 9M 2015 COMUNICADO 9M 2015. (Contas não auditadas) COMUNICADO 9M 2015 (Contas não auditadas) 30 novembro 2015 1 1. EVOLUÇÃO DOS NEGÓCIOS 1.1. ÁREA FINANCEIRA A Área Financeira do Grupo concentra as atividades financeiras, incluindo a Orey Financial e as

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2015 está demonstrando ser muito desafiador, apresentando um cenário macroeconômico incerto, onde as expectativas do mercado preveem redução do PIB, aumento da inflação e da taxa

Leia mais

C&A aumenta quota de mercado na Europa em 2011

C&A aumenta quota de mercado na Europa em 2011 Comunicado de Imprensa Abril 2012 Empresa cresce e continua a investir C&A aumenta quota de mercado na Europa em 2011 Investimentos em atuais e novas lojas Aposta nas lojas on-line Aumento nas vendas de

Leia mais

Jerónimo Martins SGPS, S.A. Resultados do Ano de 2013

Jerónimo Martins SGPS, S.A. Resultados do Ano de 2013 Jerónimo Martins SGPS, S.A. Resultados do Ano de 2013 Todas as áreas de negócio do Grupo registaram crescimentos de vendas acima do mercado, respondendo positivamente aos desafios colocados pelo ambiente

Leia mais

Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO?

Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO? Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO? Desde a crise económica e financeira mundial, a UE sofre de um baixo nível de investimento. São necessários esforços coletivos

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T10. 4 de agosto de 2010

Divulgação de Resultados do 2T10. 4 de agosto de 2010 Divulgação de Resultados do 4 de agosto de 2010 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua do General Norton de Matos, 68, r/c Porto Pessoa Colectiva Número 502 293 225 Capital Social: 25.641.459 Euros Informação financeira do terceiro trimestre

Leia mais

CONTABILIDADE FINANCEIRA II. 2ª Frequência. Responda a cada grupo em folha separada

CONTABILIDADE FINANCEIRA II. 2ª Frequência. Responda a cada grupo em folha separada CONTABILIDADE FINANCEIRA II Equipa Docente: Data: 8 de Janeiro de 2008 Cristina Neto de Carvalho Duração: 2 horas Sofia Pereira 2ª Frequência Responda a cada grupo em folha separada A Ibersol tem como

Leia mais

SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Sociedade Aberta

SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Sociedade Aberta SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Sociedade Aberta Estrada de Alfragide, nº 67, Amadora Capital Social: 169.764.398 Euros sob o número único de matrícula e de pessoa colectiva 503 219 886 COMUNICADO

Leia mais

Reestruturação da Sonae Indústria prosseguiu como planeado durante o exercício de 2000

Reestruturação da Sonae Indústria prosseguiu como planeado durante o exercício de 2000 Informação à Imprensa 8 de Março de 2001 Reestruturação da Sonae Indústria prosseguiu como planeado durante o exercício de 2000 As vendas da Sonae Indústria no exercício de 2000 ascenderam a Euro 1 294

Leia mais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais João Carlos Ferraz BNDES 31 de agosto de 2008 Guia Contexto macroeconômico Políticas públicas Perpectivas do investimento

Leia mais

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada.

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. Anexo A Estrutura de intervenção As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. 1. Plano de ação para o período 2016

Leia mais

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 30 de julho de 2014 Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 Informações gerais O Acordo de Parceria abrange cinco fundos: Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

Leia mais

Resultados do 1º trimestre de 2015

Resultados do 1º trimestre de 2015 Resultados do 1º trimestre de 2015 Grupo Media Capital, SGPS, S.A. 11º ano de liderança Liderança em Grupo de canais Número um no digital Novos conteúdos na área da ficção e entretenimento: A Única Mulher,

Leia mais

Estratégia Empresarial. Capítulo 4 Missão e Objectivos. João Pedro Couto

Estratégia Empresarial. Capítulo 4 Missão e Objectivos. João Pedro Couto Estratégia Empresarial Capítulo 4 Missão e Objectivos João Pedro Couto ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Pensamento Estratégico Análise do Meio Envolvente Análise da Empresa Análise Estratégica Missão, Objectivos

Leia mais

CSC 4.0: ALÉM DOS CUSTOS DAS TRANSAÇÕES. Por Caio Fiuza

CSC 4.0: ALÉM DOS CUSTOS DAS TRANSAÇÕES. Por Caio Fiuza CSC 4.0: ALÉM DOS CUSTOS DAS TRANSAÇÕES Por Caio Fiuza Nos últimos 10 anos, a gestão das áreas de apoio nas grandes organizações brasileiras vem passando por importantes transformações. A principal delas

Leia mais

TV por Assinatura. Telefonia Fixa. Banda Larga. Respeito

TV por Assinatura. Telefonia Fixa. Banda Larga. Respeito Banda Larga TV por Assinatura Telefonia Fixa Respeito APIMEC RIO Rio de Janeiro, 22 de Novembro de 2013 A GVT é uma empresa autorizada pela Anatel a prestar serviços em todo o país A GVT tem licença STFC

Leia mais

DISCLAIMER. Aviso Legal

DISCLAIMER. Aviso Legal ANÁLISE FINANCEIRA DISCLAIMER Aviso Legal Esta apresentação inclui afirmações que não se referem a factos passados e que se referem ao futuro e que envolvem riscos e incertezas que podem levar a que os

Leia mais

O EBITDA no 4T13 foi de 9,6 M, o que corresponde a uma margem EBITDA de 7 %

O EBITDA no 4T13 foi de 9,6 M, o que corresponde a uma margem EBITDA de 7 % DESTAQUES página 3 O total de Proveitos Operacionais foi de 592,9 M, a registar uma subida de 15 % quando comparado com o ano anterior, a refletir um crescimento significativo no volume de negócio das

Leia mais

P 03 P. 06 P. 08 P. 12 P. 10 P. 27 P. 43 P. 49

P 03 P. 06 P. 08 P. 12 P. 10 P. 27 P. 43 P. 49 P 03 P. 06 P. 08 P. 12 P. 10 P. 27 P. 43 P. 49 A nossa história é uma parceria com a nossa comunidade. Durante as últimas cinco décadas temos contribuído para uma sociedade melhor. Percorremos um longo

Leia mais

Acreditamos que o seu sucesso é o nosso sucesso: Porque o todo é maior que a soma das partes.

Acreditamos que o seu sucesso é o nosso sucesso: Porque o todo é maior que a soma das partes. Acreditamos que o seu sucesso é o nosso sucesso: Porque o todo é maior que a soma das partes. Com 17 anos de história a Onebiz representa 6 áreas de negócio Conjunto de marcas Serviços especializados Liderança

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 5 de Maio de 2006 1 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 2 Status da Reestruturação Corporativa Principais realizações Melhorando a Estrutura

Leia mais

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades.

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades. A Protteja Seguros surge da vontade de contribuir para o crescimento do mercado segurador nacional, através da inovação, da melhoria da qualidade de serviço e de uma política de crescimento sustentável.

Leia mais

BRISA Concessão Rodoviária, S.A.

BRISA Concessão Rodoviária, S.A. BRISA Concessão Rodoviária, S.A. Sede: Quinta da Torre da Aguilha, Edifício BRISA, São Domingos de Rana Capital social: EUR 75 000 000, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Cascais, sob

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES A Receita dos Serviços de Locação da Ouro Verde registrou novamente crescimento significativo, de 25,0% na comparação com o 1S13. A receita líquida total, incluindo

Leia mais

A atual oferta de financiamento

A atual oferta de financiamento Ciclo de Conferências CIP Crescimento Económico: Diversificar o modelo de financiamento das PME A atual oferta de financiamento Nuno Amado 28.nov.14 Centro de Congressos de Lisboa 5 Mitos sobre o financiamento

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2012

RELATÓRIO DE GESTÃO 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO 2012 NATURTEJO EMPRESA DE TURISMO - EIM MARÇO, CASTELO BRANCO 2013 Nos termos legais e estatutários, vimos submeter a apreciação da assembleia Geral o Relatório de Gestão, as contas,

Leia mais

P 03 P. 06 P. 08 P. 12 P. 10 P. 27 P. 43 P. 49

P 03 P. 06 P. 08 P. 12 P. 10 P. 27 P. 43 P. 49 P 03 P. 06 P. 08 P. 12 P. 10 P. 27 P. 43 P. 49 A nossa história é uma parceria com a nossa comunidade. Durante as últimas cinco décadas temos contribuído para uma sociedade melhor. Percorremos um longo

Leia mais

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010 CENÁRIO ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010 A atividade econômica brasileira apresentou sinais de expansão no primeiro trimestre de 2010, com crescimento da atividade

Leia mais

COMUNICADO. Bank Millennium na Polónia apresenta Resultados de 2005

COMUNICADO. Bank Millennium na Polónia apresenta Resultados de 2005 BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Praça D. João I, 28, Porto Mat. CRC do Porto: 40.043 NIPC: 501.525.882 Capital Social Registado: 3.588.331.338 Euros COMUNICADO Bank Millennium na

Leia mais

As nossas acções Sonaecom

As nossas acções Sonaecom 3.0 As nossas acções Em 2009, as acções da Sonaecom registaram o segundo melhor desempenho do PSI-20, valorizando cerca de 92,2 %, o que constitui uma prova clara da nossa resiliência e um voto de confiança

Leia mais

Plano de Ação 2016 GRACE

Plano de Ação 2016 GRACE Plano de Ação 2016 GRACE Mensagem da Direção É tempo de preparar mais um ano de intensa atividade do GRACE, procurando consolidar o capital de experiência e partilha acumulado e alargar novas perspetivas

Leia mais

O QUE ABORDAMOS, EM PARTICULAR, NESTE EU REPORT?

O QUE ABORDAMOS, EM PARTICULAR, NESTE EU REPORT? Cosme 1 O QUE ABORDAMOS, EM PARTICULAR, NESTE EU REPORT? Neste EU Report abordamos, em particular, o COSME, o novo programa quadro europeu para a competitividade das Empresas e das PME (pequenas e médias

Leia mais

Prospeção e Desenvolvimento de Novos Negócios

Prospeção e Desenvolvimento de Novos Negócios Internacionalização ÍNDICE Breve Introdução da Visabeira Ambições e Objetivos na Internacionalização Prospeção e Desenvolvimento de Novos Negócios Implementação de Negócios Internacionais Modelo de Criação

Leia mais

MAOTE Instrumentos Financeiros para a Eficiência Energética e Reabilitação Urbana

MAOTE Instrumentos Financeiros para a Eficiência Energética e Reabilitação Urbana MAOTE Instrumentos Financeiros para a Eficiência Energética e Reabilitação Urbana 23 de julho de 2015 Agenda 1. Portugal 2020 - financiamento previsto 2. Enquadramento aos IF 3. Dotações previstas em IF

Leia mais

Lisboa, 29 de Outubro de 2007 Comunicado: Contas da IMPRESA em Setembro 2007 1. Principais factos em Setembro 2007

Lisboa, 29 de Outubro de 2007 Comunicado: Contas da IMPRESA em Setembro 2007 1. Principais factos em Setembro 2007 Lisboa, 29 de Outubro de 2007 Comunicado: Contas da IMPRESA em Setembro 2007 1. Principais factos em Setembro 2007 Receitas consolidadas de 62,6 M, uma subida de 10,8% no 3º trimestre, sendo de referir:

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

Jerónimo Martins SGPS, S.A. Resultados do Ano 2010

Jerónimo Martins SGPS, S.A. Resultados do Ano 2010 Jerónimo Martins SGPS, S.A. Resultados do Ano 2010 Lisboa, 18 de Fevereiro de 2011 Fortes resultados numa envolvente marcada pelos desafios. Vendas consolidadas atingem 8,7 mil milhões de euros (crescimento

Leia mais

Liderança Empresarial A crise como alavanca de oportunidades. AEP Março.2012

Liderança Empresarial A crise como alavanca de oportunidades. AEP Março.2012 Liderança Empresarial A crise como alavanca de oportunidades AEP Março.2012 1/ Perfil Em busca da Excelência Missão Inovar com qualidade 1/ Perfil Trabalhamos diariamente no desenvolvimento de soluções

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a 2013

Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a 2013 N.º fevereiro Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a Estatísticas de balanço Aplicações Crédito interno Em e pelo terceiro ano consecutivo, o crédito interno

Leia mais

Grupo Reditus reforça crescimento em 2008

Grupo Reditus reforça crescimento em 2008 Grupo Reditus reforça crescimento em 2008 Nota Prévia Os resultados reportados oficialmente reflectem a integração do Grupo Tecnidata a 1 de Outubro de 2008, em seguimento da assinatura do contrato de

Leia mais

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 I. BALANÇA DE PAGAMENTOS A estatística da Balança de Pagamentos regista as transacções económicas ocorridas, durante

Leia mais

Contax. Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI. Janeiro de 2011

Contax. Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI. Janeiro de 2011 Contax Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI Janeiro de 2011 SEÇÃO 1 Racional da Transação 2 A Líder no Mercado de Contact Center no Brasil A Contax Líder no mercado com ampla base de clientes Fundada

Leia mais

CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA. 22 de junho de 2015

CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA. 22 de junho de 2015 CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA UMA UNIÃO EUROPEIA MAIS FORTE 22 de junho de 2015 A União Europeia deve contar com um quadro institucional estável e eficaz que lhe permita concentrar-se

Leia mais

RESULTADOS SONAE SIERRA 2012

RESULTADOS SONAE SIERRA 2012 Maia, 08 de março de 2013 RESULTADOS SONAE SIERRA 2012 A Sonae informa que a sua participada Sonae Sierra, SGPS, SA divulgou hoje os seus resultados consolidados relativos ao ano de 2012, nos termos em

Leia mais

METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011

METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011 METANOR S.A. Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da METANOR S.A. submete à apreciação

Leia mais

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA 2 PROGRAMA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA A Portugal Ventures, Caixa Capital e Mota-Engil Industria e Inovação celebraram um acordo para a concretização de um Programa, designado

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012 RESULTADOS 2T12 Grupo Pão de Açúcar 24 de julho de 2012 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 2T12 Inclui empreendimentos imobiliários Exclui empreendimentos imobiliários Vendas Brutas Cresc. mesmas lojas vs 2T11

Leia mais

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL 38 PME Líder SOLUÇÕES FINANCEIRAS BES Helen King/CORBIS APOIO FINANCEIRO ÀS EMPRESAS O BES disponibiliza uma vasta oferta de produtos financeiros e serviços, posicionando-se como o verdadeiro parceiro

Leia mais

COMUNICADO. Resultados Consolidados do 1º Semestre de 2007 (Não Auditados)

COMUNICADO. Resultados Consolidados do 1º Semestre de 2007 (Não Auditados) SAG GEST SOLUÇÕES AUTOMÓVEL GLOBAIS, SGPS, SA Sociedade Aberta Sede: Estrada de Alfragide, 67, Amadora Capital Social: 169.764.398,00 NIPC 503 219 886 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial

Leia mais

Resultados 1ºTrimestre 2009

Resultados 1ºTrimestre 2009 Informação Privilegiada Resultados 1ºTrimestre 2009 Estabilidade de Resultados Operacionais As contas apresentadas são não auditadas, consolidadas e reportadas em International Financial Reporting Standards

Leia mais