Data: Registo Trade Acções / Equities Livro Ordens Order Book. Valores / Securities (Qtd) Total

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Data: 08-07-2009. Registo Trade Acções / Equities 0 0 0. Livro Ordens Order Book. Valores / Securities (Qtd) Total"

Transcrição

1 Valores / Securities (Qtd) Livro Ordens Order Book Registo Trade Acções / Equities Total Dívida / Debt Derivados & Estruturados / Derivatives & Structured Fundos de Investimento / Investment Funds Data: Acções / Equities 0 Dívida / Debt Derivados & Estruturados / Derivatives & Structured Fundos de Investimento / Investment Funds Membros do Mercado / Market Members Banco Invest LisbonBrokers GoldenBroker LJCarregosa Banco Santander Negocios Finibanco Caixa Banco Investimento Fincor BCP Investimento Banco Com. Portugues de Invest. Horário de Negociação / Trading Schedule Preçário / Princing Avisos / Announcements Regras de Mercado / Market Rules Código Deontológico / Code of Ethics

2 Negociação em Continuo / Continuous Trading Código Code +Power Designação / Name Quantidade Quantity Value Euros Negócios Trades Fecho Closing Abertura Opening Preços / Prices Máximo Maximum Mínimo Minimum Médio Average Liquidação Settlement CB018 bcp CAC40 0 0, ,8800 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa CB004 bcp DAX , ,9000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa CB002 bcp DOWJONES , ,2500 0, , ,2500 0,0000 Interbolsa CB001 bcp ESTOXX , ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa CB006 bcp NIKKEI 0 0, ,2000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa KB440 BCPFDAX4400C , ,5400 0,0000 2,8100 2,3000 0,0000 Interbolsa KB443 BCPFDAX4800P , ,8300 0,0000 1,9200 1,7700 0,0000 Interbolsa CB005 bcpvaluegrowthus 0 0, ,5800 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa KCZ162A CZDAX4475C08 0 0, ,2600 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa KCZ161A CZDAX4525C08 0 0, ,0100 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa KCZ160A CZDAX4575C08 0 0, ,7600 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa KCZ159A CZDAX4625C08 0 0, ,5100 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa

3 Classic OBSPREX BSPRend Mundial 0 0, ,1300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBSPPKX BSPRendCresce6 0 0, ,2700 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBSPRGX BSPSoma Global , , , , , ,4027 Interbolsa OBSTPCX BSTBestSectors , , , , , ,3300 Interbolsa OBSTC2X BSTEuroBanca , , , , , ,4000 Interbolsa OBSTX9X BSTEuroDolPrem 0 0, ,0000 0, , ,0000 0,0000 Interbolsa OBSTC1X BSTEuroPremium , , , , , ,6500 Interbolsa OBSTA1X BSTInvprem , , , , , ,7800 Interbolsa OBSTPQX BSTPremBensLuxo 0 0, ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBSTPIX BSTPremEnergias 0 0, ,4200 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBSTR4X BSTRendchina10 0 0, ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBSTR3X BSTRendchina , , , , , ,7647 Interbolsa OBSTQ9X BSTRendPrem , , , , , ,1800 Interbolsa OBSTPRX BSTRValAbsoluto 0 0, ,9900 0, , ,9600 0,0000 Interbolsa OBSTPAX BSTSupRenCampeao 0 0, ,6100 0, , ,6100 0,0000 Interbolsa OBSTQ5X BSTSupRenMerEm , , , , , ,6600 Interbolsa OBSTC5X BSTValorPremium 0 0, ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBTACMX BTARend Mundial 0 0, ,3700 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBTAPLX BTARendCresce , , , , , ,6200 Interbolsa OBTACRX BTASoma Global , , , , , ,1000 Interbolsa OCGD1GO CGD EM 0 0, ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OCGDHHX CGDEURIFIX , ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OCGDHMX CGDRendaMix 0 0, ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OCGDG6X CGDTOPAIR , ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OCPPQ1X CPPRend Mundial 0 0, ,3500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OCPPQ3X CPPSoma Global , , , , , ,1000 Interbolsa OCGDHPX CX.ANIV S 0 0, ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OCGDHQX CX.ANIV S 0 0, ,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBCPQZX Super Inv Mil , ,0600 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OBCPPHX Super Inv Mil II , , , , , ,1600 Interbolsa Excellence ALTRX Altri 0 0, ,9000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa BPIX Banco BPI 0 0, ,1900 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa BNFX Banif 0 0, ,0300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa BCPX BCP 0 0, ,6400 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SLBENX Benfica 0 0, ,1500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa BESX BES 0 0, ,7200 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa BRIX Brisa-priv 0 0, ,7000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa CPRX Cimpor 0 0, ,2600 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa CIRX Cires 0 0, ,6000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa CFNX Cofina 0 0, ,5500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa COMAEX Compta* 0 0, ,4800 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa CORX Cort.Amorim 0 0, ,5600 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa EDPX EDP 0 0, ,3300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa EDPRX EDP RENOVAVEIS 0 0, ,6100 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa ESONX Estoril Sol N 0 0, ,0100 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa ESOX Estoril Sol P 0 0, ,5000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa FNBX Finibanco 0 0, ,7300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa FSPX Fisipe 0 0, ,1300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa FCPX Fut.Clube Porto 0 0, ,5400 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa

4 GALPX Galp 0 0, ,5800 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa GPAX Grao Para 0 0, ,9000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa IBSX Ibersol 0 0, ,7500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa IPRX Impresa 0 0, ,5300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa INAX Inapa 0 0, ,1200 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa JMTX Jeronimo Martins** 0 0, ,8700 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa LISX Lisgrafica 0 0, ,1300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa MARX Marfiter 0 0, ,2800 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa MCPX Media Capital 0 0, ,7700 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa EGLX Mota Engil 0 0, ,0500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa NBAX Novabase 0 0, ,6700 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa OREX Orey Antunes 0 0, ,7500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa PFEX Pap.Fernandes* 0 0, ,0200 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa PADX Pararede 0 0, ,1700 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa PTIX Portucel** 0 0, ,5700 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa PTCX Portugal Telecom 0 0, ,0800 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa REDX Reditus 0 0, ,9500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa RENEX REN 0 0, ,1900 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SCOAEX S.Costa 0 0, ,5400 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SCOPX S.Costa-Pref 0 0, ,3500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SVAX SAG Gest** 0 0, ,5500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SEMX Semapa 0 0, ,6500 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SONCX Sonae Capital 0 0, ,3400 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SONIX Sonae Ind.SGPS 0 0, ,3100 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SONX Sonae, SGPS 0 0, ,8950 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SNCX Sonaecom,SGPS 0 0, ,1700 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SCPX Sporting 0 0, ,7000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SMLX Sumolis 0 0, ,0300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa TDUX Teixeira Duarte 0 0, ,3100 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa SCTX Toyota Caetano 0 0, ,9000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa VAFX VAA V.Alegre 0 0, ,1300 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa VAFKX VAA-V.Alegre-Fus 0 0, ,1100 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa ZONX Zon Multimedia 0 0, ,2400 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Interbolsa Universal Ultra FWESOPIB Wes OPIB 0 0, ,5000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 Royal Bank of Canada * Para estes valores, a coluna referente ao "Preço de Fecho" indica, um preço de referência à data de 19 de Setembro de 2003 ** Para estes valores, a coluna referente ao "Preço de Fecho" indica, um preço de referência à data de 26 de Março de 2004

5 Negociação em Chamada / Roll Call Código Code Prestige Designação Name Quantidade Quantity Value Euros Negócios Trades 1ª Chamada 1st.Call Preços / Prices 2ª Chamada 2nd.Call 3ª Chamada 3rd.Call AALL ALL2IT Interbolsa ACPI CPPI Interbolsa Liquidação Settlement Negociação em Registo / Trade Registration Código Code Designação Name Qtd./Vol. Qty/Value Negócios Trades Preço Medio Average Price

6 Contínuo / Continuous Segmentos / Segments Pré-Abertura / Pre-open Abertura / Open Contínuo / Continuous Fecho / Close Excellence 7:30-8:00 8:00 8:00-19:00 19:00 Power 7:30-8:05 8:05 8:05-16:25 16:25 Power + 7:30-8:05 8:05 8:05-18:55 18:55 Universal - 8:00 8:00-19:00 19:00 Classic - 8:00 8:00-18:30 18:30 Chamada Segmentos / Segments Início / Start 1ª Chamada / 1st.Call 2ª Chamada / 2nd.Call 3ª Chamada / 3rd.Call Prestige 8:00 8:00-10:30 10:30-15:00 15:00-18:50 Registo / Registration Segmentos / Segments Início / Start Fecho / Close Register 8:00 21:00 OTC 8:00 21:00 Valores Mobiliarios e Instrumentos Financeiros Securities and Financial Instruments Euro Admissão / Admission Manutenção / Maintenance Acções e Unidades de Investimentos Obrigações e Outros Títulos de Dívida * Warrants, Certiticados e Equiparados * Futuros, Opções e Outros Derivados * Cobrado na admissão, proporcional à vida da emissão / Charged at admission, proportional to instrument maturity Membros / Members Euro Admissão / Admission Manutenção / Maintenance Membro / Negociador Membro Associado Negócios / Trades Valores Mobiliários e Instrumentos Financeiros / Securities and Financial Instruments Euro Acções e Unidades de Investimento / Shares and Investment Units 0,5 Obrigações e Outros Títulos de Dívida / Bonds and other dept securities 0,5 Warrants, Certificados e equiparados / Warrants, Certificates and similar 0,5 Futuros, Opções e Outros Derivados / Futures, Options and other derivatives 0,5

Total. Acções / Equities 0 Dívida / Debt 0

Total. Acções / Equities 0 Dívida / Debt 0 Valores / Securities (Qtd) Livro Ordens Order Book Registo Trade Acções / Equities 0 0 0 Dívida / Debt 0 0 0 Derivados & Estruturados / Derivatives & Structured Fundos de Investimento / Investment Funds

Leia mais

Listed Companies Results First Quarter 2015 Resultados das Empresas Cotadas Primeiro Trimestre 2015. dossiers

Listed Companies Results First Quarter 2015 Resultados das Empresas Cotadas Primeiro Trimestre 2015. dossiers dossiers Business and Companies Empresas e Listed Companies Results First Quarter 215 Resultados das Empresas Cotadas Primeiro Trimestre 215 Last Update Última Actualização: 8/6/215 Portugal Economy Probe

Leia mais

Listed Companies Results Full Year 2015 Resultados das Empresas Cotadas Ano dossiers. Business and Companies Empresas e Negócios

Listed Companies Results Full Year 2015 Resultados das Empresas Cotadas Ano dossiers. Business and Companies Empresas e Negócios dossiers Business and Companies Empresas e Listed Companies Results Full Year 2015 Resultados das Empresas Cotadas Ano 2015 Last Update Última Actualização: 19/02/2016 Next Update Próxima Actualização:

Leia mais

Processo de Decisão. Determinada perspectiva sobre um subjacente. Perspectiva sobre o movimento do subjacente. Escolher o tipo de produto.

Processo de Decisão. Determinada perspectiva sobre um subjacente. Perspectiva sobre o movimento do subjacente. Escolher o tipo de produto. Processo de Decisão Determinada perspectiva sobre um subjacente Perspectiva sobre o movimento do subjacente Escolher o tipo de produto Warrant Inline À escolha Certificados Turbo 1 1. Subjacentes Sumário

Leia mais

Academia de Warrants. 5. ETFs

Academia de Warrants. 5. ETFs Academia de Warrants 5. ETFs ETFs - Sumário Executivo 1. Definição 2. Comparação ETF Fundo Activo 3. ComStage 4. Como negociar 1 1/28 ETFs - Sumário Executivo 1. Definição 2. Comparação ETF Fundo activo

Leia mais

Os direitos não exercidos no fim do período de subs crição expirarão

Os direitos não exercidos no fim do período de subs crição expirarão AVISO DO EVENTO CORPORATIVO: Aumento de capital por subscrição B.C.P.-BCO COMERCIAL PORTUGUES LOCALIZACAO: Lisbon N DO AVISO: LIS_20140630_00657_EUR DATA DE DISSEMINACAO: 30/06/2014 MERCADO: EURONEXT LISBON

Leia mais

Relatório sobre o Governo das Sociedades Cotadas. Carlos Tavares Lisboa, 2 de Dezembro de 2008

Relatório sobre o Governo das Sociedades Cotadas. Carlos Tavares Lisboa, 2 de Dezembro de 2008 Carlos Tavares Lisboa, 2 de Dezembro de 2008 Enquadramento Fontes: Inquérito às 47 sociedades portuguesas que estavam cotadas na Euronext Lisbon em 31 de Dezembro de 2007, entre Junho e Agosto de 2008.

Leia mais

P O R T U G U E S E I S S U E R S E M I T E N T E S P O R T U G U E S E S

P O R T U G U E S E I S S U E R S E M I T E N T E S P O R T U G U E S E S P O R T U G U E S E I S S U E R S E M I T E N T E S P O R T U G U E S E S 2012 AEM THE PORTUGUESE ISSUERS ASSOCIATION Founded on December 15th, 2010, AEM (The Portuguese Issuers Association) is a non-profit

Leia mais

BPI Portugal. Rentabilidades Anualizadas a 30-06-2011 1 Ano -2.6% 3 Anos -6.1% 5 Anos -4.2% Desde o inicio 5.2% VALORIZAÇÃO

BPI Portugal. Rentabilidades Anualizadas a 30-06-2011 1 Ano -2.6% 3 Anos -6.1% 5 Anos -4.2% Desde o inicio 5.2% VALORIZAÇÃO BPI Portugal VALORIZAÇÃO Tipo de Fundo: Fundo aberto de acções. Fundo de Acções Nacionais Data de Início: 3 de Janeiro de 1994 Objectivo: Política de Distribuição de Rendimentos: Banco Depositário: Locais

Leia mais

ETFs. Produtos de Investimentos Estruturados. José da Silva Pires / Commerzbank

ETFs. Produtos de Investimentos Estruturados. José da Silva Pires / Commerzbank ETFs Produtos de Investimentos Estruturados ETFs Ideias geniais são frequentemente muito simples fósforo (em grego o que traz luz ) - 1669 1993, os primeiros ETF s negociados na American Stock Exchange

Leia mais

1º INQUÉRITO PLANO DE CODIFICAÇÃO INVESTIDOR

1º INQUÉRITO PLANO DE CODIFICAÇÃO INVESTIDOR 1º INQUÉRITO PLANO DE CODIFICAÇÃO INVESTIDOR P.2 Que tipo de títulos possui? ((incluído em Outros ) 98 Outros/Não Títulos / Imóveis / Terrenos P.3 Nome de empresas com acções ou obrigações cotadas em Bolsa.

Leia mais

Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2006 da CMVM

Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2006 da CMVM Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2006 da CMVM Clientes utilizadores de meios electrónicos Caixadirecta Invest 15 de Outubro de 2010 Aviso nos termos da instrução

Leia mais

1 - Principais características das acções a emitir (código ISIN PTS3P8AM0001) 107,1428571428571 novas acçõe(s) por 1 direito(s)

1 - Principais características das acções a emitir (código ISIN PTS3P8AM0001) 107,1428571428571 novas acçõe(s) por 1 direito(s) AVISO DO EVENTO CORPORATIVO: Aumento de capital por subscrição SONAE INDUSTRIA - SGPS S.A. LOCALIZACAO: Lisbon N DO AVISO: LIS_20141105_01106_EUR DATA DE DISSEMINACAO: 05/11/2014 MERCADO: EURONEXT LISBON

Leia mais

1. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 06/03/2013, TC deu visto a via expresso Fajã da Ovelha/Ponta do Pargo

1. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 06/03/2013, TC deu visto a via expresso Fajã da Ovelha/Ponta do Pargo Tema de pesquisa: Soares da Costa 7 de Março de 2013 Revista de Imprensa 07-03-2013 1. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 06/03/2013, TC deu visto a via expresso Fajã da Ovelha/Ponta do Pargo 1 2. (PT)

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das OBRIGAÇÕES TAXA FIXA MOTA-ENGIL 2013/2016

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das OBRIGAÇÕES TAXA FIXA MOTA-ENGIL 2013/2016 SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das OBRIGAÇÕES TAXA FIXA MOTA-ENGIL 2013/2016 14 de Março de 2013 ENTIDADE OFERENTE OFERTA PÚBLICA DE

Leia mais

BV - REFORMA GARANTIDA PPR (DF)

BV - REFORMA GARANTIDA PPR (DF) Capital Social: 175.000.000 BV - REFORMA GARANTIDA PPR (DF) 75,938,860.11 Valores em OS PUBLICAÇÕES BPI VIDA 1,393,338.10 74,545,522.01 75,938,860.11 I - PARTE I - VALORES PATRIMONIAIS 1,393,338.10 74,545,522.01

Leia mais

tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O

tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O Soares dos Santos tem mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos A subida das acções da Jerónimo Martins levou a família

Leia mais

RELATÓRIO DE CONSULTORIA

RELATÓRIO DE CONSULTORIA Recomendação ao Sr. Silva RELATÓRIO DE CONSULTORIA CONSTITUIÇÃO DO ÍNDICE PSI0 ALTRI SGPS, S.A. BCP Banco Comercial Português, S.A. BES Banco Esírito Santo, S.A. BPI Banco Português de Investimento, S.A.

Leia mais

I.3 Remuneração dos Membros dos Órgãos Sociais I.3.1 Remuneração Total Global

I.3 Remuneração dos Membros dos Órgãos Sociais I.3.1 Remuneração Total Global I.3 Remuneração dos Membros dos Órgãos Sociais I.3.1 Remuneração Total Global As remunerações pagas aos membros dos órgãos de administração, no âmbito do perímetro de consolidação das sociedades cotadas

Leia mais

FUNDO DE PENSÕES PPR PATRIMÓNIO REFORMA ACÇÕES

FUNDO DE PENSÕES PPR PATRIMÓNIO REFORMA ACÇÕES SGF - SOCIEDADE GESTORA DE FUNDOS DE PENSÕES, S.A. Rua Laura Alves, 12, 2.º dto. - 1069-171 Lisboa Tel: 21 324 06 40 / Fax: 21 346 01 85 Capital Social: 1 500 000 Matriculada na Conservatória do Registo

Leia mais

FECHO DOS MERCADOS Banca nacional em forte queda na sessão de quarta-feira

FECHO DOS MERCADOS Banca nacional em forte queda na sessão de quarta-feira 01-13 03-13 05-13 06-13 08-13 10-13 11-13 01-14 23 janeriro 2014 Portugal Europa EUA Diário Ações Fecho Var.% Var.% ano Var.% no ano ( ) Euro Stoxx 320-0,1% 1,9% 1,9% PSI 20 6.846-3,3% 4,4% 4,4% IBEX 35

Leia mais

Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2013 da CMVM

Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2013 da CMVM Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2013 da CMVM Clientes utilizadores de meios electrónicos Caixadirecta Invest Entrada em vigor: 12 Maio 2014 Aviso nos termos da instrução

Leia mais

Jogo do Investimento 2012 REGULAMENTO DO JOGO

Jogo do Investimento 2012 REGULAMENTO DO JOGO Jogo do Investimento 2012 REGULAMENTO DO JOGO Jogo do Investimento 2012 ÍNDICE Acerca do Jogo do investimento... 2 Como Participar no Jogo do Investimento?... 4 Qual o objectivo do jogo?... 5 Qual o calendário

Leia mais

Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses

Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses O ano de 2011 é marcado por um acentuado aumento do custo de vida, concretizado pela subida da

Leia mais

Os direitos não exercidos no fim do período de subs crição expirarão

Os direitos não exercidos no fim do período de subs crição expirarão AVISO DO EVENTO CORPORATIVO: Aumento de capital por subscrição INTELLIGENT SENSING ANYWHERE LOCALIZACAO: Lisbon N DO AVISO: LIS_20150814_00713_ALT DATA DE DISSEMINACAO: 14/08/2015 MERCADO: ALTERNEXT LISBON

Leia mais

Diário Ações 2 6 m a i o 2 0 1 5. Portugal Europa EUA. Portugal trabalhou, Alemanha descansou Fecho dos Mercados

Diário Ações 2 6 m a i o 2 0 1 5. Portugal Europa EUA. Portugal trabalhou, Alemanha descansou Fecho dos Mercados 05-14 07-14 09-14 11-14 01-15 03-15 05-15 26 maio 2015 3 Diário Ações Portugal Europa EUA Mercados Portugal trabalhou, Alemanha descansou Fecho dos Mercados Portugal BCP lança Oferta Pública de Troca Semapa

Leia mais

RELATÓRIO E CONTAS SEMESTRAL

RELATÓRIO E CONTAS SEMESTRAL RELATÓRIO E CONTAS SEMESTRAL 30 DE JUNHO DE 2013 BANIF ACÇÕES PORTUGAL Fundo de Investimento Mobiliário Aberto de Acções Nacionais Banif Gestão de Activos Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Mobiliário,

Leia mais

DESIGNAÇÃO / FIM DE ATIVIDADE / FISCAL NUMBER NAME

DESIGNAÇÃO / FIM DE ATIVIDADE / FISCAL NUMBER NAME BANCO DE PORTUGAL Última atualização: setembro 2015 Last update: September 2015 S.12 SOCIEDADES FINANCEIRAS / / FINANCIAL CORPORATIONS S.124 FUNDOS DE INVESTIMENTO (EXCETO FUNDOS DO MERCADO MONETÁRIO)

Leia mais

Portugal Europa EUA. Agenda. Millennium investment banking Agenda 28 setembro 2015. Perspetivas. 28 setembro 2015

Portugal Europa EUA. Agenda. Millennium investment banking Agenda 28 setembro 2015. Perspetivas. 28 setembro 2015 Portugal Europa EUA Agenda 28 setembro 2015 Fecho Var. % Var.% no ano Var.% no ano ( ) Euro Stoxx 326-1.6% 2.0% 2.0% PSI 20 5,060-0.3% 5.4% 5.4% IBEX 35 9,520-3.3% -7.4% -7.4% CAC 40 4,481-1.2% 4.9% 4.9%

Leia mais

Provisões e Juízos de Valor

Provisões e Juízos de Valor 1 O SNC E OS JUÍZOS DE VALOR Uma perspetiva crítica e multidisciplinar Provisões e Juízos de Valor Agenda 2 Provisões Aspectos teóricos e conceptuais Quadro normativo Práticas divulgação pelas empresas

Leia mais

1. (PT) - Correio da Manhã, 20/08/2013, Escassez de efectivos 1. 2. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 20/08/2013, Ordem dos Engenheiros 2

1. (PT) - Correio da Manhã, 20/08/2013, Escassez de efectivos 1. 2. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 20/08/2013, Ordem dos Engenheiros 2 Tema de Pesquisa: Internacional 20 de Agosto de 2013 Revista de Imprensa 20-08-2013 1. (PT) - Correio da Manhã, 20/08/2013, Escassez de efectivos 1 2. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 20/08/2013,

Leia mais

Relatório e Contas Semestrais 2007

Relatório e Contas Semestrais 2007 Miillllenniium Afforrrro PPR Fundo de IInvesttiimentto Poupança Refforrma Aberrtto Relatório e Contas Semestrais 2007 Millennium bcp Gestão de Fundos de Investimento, S.A. Av. José Malhoa, Nº 27 1070-157

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO SANTANDER ACÇÕES PORTUGAL RELATÓRIO E CONTAS REFERENTE AO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009

FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO SANTANDER ACÇÕES PORTUGAL RELATÓRIO E CONTAS REFERENTE AO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO SANTANDER ACÇÕES PORTUGAL RELATÓRIO E CONTAS REFERENTE AO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 RELATÓRIO E CONTAS REFERENTE AO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO

Leia mais

Bolsa Buzz. Sumário. Editorial. Actividade TRIMESTRAL FEVEREIRO 2010 O FOLHETO DOS INVESTIDORES INDIVIDUAIS. 1 EDITORIAL Novo Índice Ibérico

Bolsa Buzz. Sumário. Editorial. Actividade TRIMESTRAL FEVEREIRO 2010 O FOLHETO DOS INVESTIDORES INDIVIDUAIS. 1 EDITORIAL Novo Índice Ibérico Bolsa Buzz 08 O FOLHETO DOS INVESTIDORES INDIVIDUAIS TRIMESTRAL FEVEREIRO 2010 O essencial do mercado português Sumário 1 EDITORIAL Novo Índice Ibérico 2 TRADING FOCUS Mercado Europeu de ETFs continua

Leia mais

FUNDO DE PENSÕES PPR PATRIMÓNIO REFORMA ACÇÕES

FUNDO DE PENSÕES PPR PATRIMÓNIO REFORMA ACÇÕES SGF - SOCIEDADE GESTORA DE FUNDOS DE PENSÕES, S.A. Largo do Chiado, 12, 4.º - 1200-108 Lisboa Tel: 21 324 06 40 / Fax: 21 346 01 85 Capital Social: 1 000 000 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial

Leia mais

Banif Investimento Moderado

Banif Investimento Moderado Banif Investimento Moderado Fundo de Investimento Mobiliário Janeiro de 2014 Enquadramento Macroeconómico Variação (%) Dezembro Desde o início do ano EUA (S&P 500) 2,4% 29,6% Japão (Nikkei) 4,0% 56,7%

Leia mais

EURONEXT LISBON, S.A. RELATÓRIO DE GESTÃO E DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DO EXERCÍCIO DE 2014 CONTAS INDIVIDUAIS E CONTAS CONSOLIDADAS

EURONEXT LISBON, S.A. RELATÓRIO DE GESTÃO E DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DO EXERCÍCIO DE 2014 CONTAS INDIVIDUAIS E CONTAS CONSOLIDADAS EURONEXT LISBON, S.A. RELATÓRIO DE GESTÃO E DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DO EXERCÍCIO DE 2014 CONTAS INDIVIDUAIS E CONTAS CONSOLIDADAS Nota Aplicação do Decreto-Lei nº 185/2009, de 12 de Agosto A Euronext

Leia mais

Relatório e Contas CARREGOSA TECHNICAL TRADING FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO NÃO HARMONIZADO PERÍODO FINDO EM 30 DE JUNHO DE

Relatório e Contas CARREGOSA TECHNICAL TRADING FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO NÃO HARMONIZADO PERÍODO FINDO EM 30 DE JUNHO DE Relatório e Contas CARREGOSA TECHNICAL TRADING FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO NÃO HARMONIZADO PERÍODO FINDO EM 30 DE JUNHO DE 2011 Índice 1 Relatório de Gestão... 3 Enquadramento Geral da actividade

Leia mais

SESSÃO ESPECIAL DE BOLSA

SESSÃO ESPECIAL DE BOLSA 4ª Fase de Reprivatização Até 20% do Capital Social da EDP - Electricidade de Portugal, S.A. 23 de Outubro de 2000 EDP - 4ª Fase de Reprivatização I - Processo de Reprivatização da EDP II - Comportamento

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO ALTERNATIVO ABERTO DE POUPANÇA REFORMA BPI POUPANÇA ACÇÕES

FUNDO DE INVESTIMENTO ALTERNATIVO ABERTO DE POUPANÇA REFORMA BPI POUPANÇA ACÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO ALTERNATIVO ABERTO DE POUPANÇA REFORMA BPI POUPANÇA ACÇÕES RELATÓRIO E CONTAS REFERENTE AO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 RELATÓRIO E CONTAS REFERENTE AO EXERCÍCIO FINDO

Leia mais

Módulo 1. Introdução aos Activos Financeiros Derivados

Módulo 1. Introdução aos Activos Financeiros Derivados Módulo 1 Introdução aos Activos Financeiros Derivados Índice 1. Mercados à Vista e a Prazo. 2. Contratos de Futuros 3. Contratos de Opções 4. Estratégias que Utilizam Derivados: Cobertura de Risco, Especulação

Leia mais

Portugal Europa EUA FECHO DOS MERCADOS. Índices ibéricos foram exceção aos ganhos

Portugal Europa EUA FECHO DOS MERCADOS. Índices ibéricos foram exceção aos ganhos 10-12 12-12 02-13 03-13 05-13 07-13 08-13 10-13 23 outubro 2013 Portugal Europa EUA Diário Ações Fecho Var.% Var.% ano Var.% no ano ( ) Euro Stoxx 307 0,4% 17,8% 17,8% PSI 20 6.347-0,8% 12,2% 12,2% IBEX

Leia mais

Banco Português de Investimento, S.A.

Banco Português de Investimento, S.A. 1 Banco Português de Investimento, S.A. TABELA GERAL DE REMUNERAÇÕES, COMISSÕES E DESPESAS PRODUTOS E SERVIÇOS Actualizada em 2008-07-16 7 VALORES MOBILIÁRIOS TRANSACÇÕES 1. Mercado a Contado a) Comissão

Leia mais

DIVERSIDADE DE GÉNERO NOS CONSELHOS DE ADMINISTRAÇÃO NAS ENTIDADES COM AÇÕES COTADAS NA EURONEXT LISBON

DIVERSIDADE DE GÉNERO NOS CONSELHOS DE ADMINISTRAÇÃO NAS ENTIDADES COM AÇÕES COTADAS NA EURONEXT LISBON DIVERSIDADE DE GÉNERO NOS CONSELHOS DE ADMINISTRAÇÃO NAS ENTIDADES COM AÇÕES COTADAS NA EURONEXT LISBON Francisco Carreira, Pedro Pardal e Paula Heliodoro (francisco.carreira@esce.ips.pt; pedro.pardal@esce.ips.pt;

Leia mais

FECHO DOS MERCADOS Europa avança em dia de feriado nos EUA

FECHO DOS MERCADOS Europa avança em dia de feriado nos EUA Diário Ações Portugal Europa EUA Mercados FECHO DOS MERCADOS Europa avança em dia de feriado nos EUA PORTUGAL Vendas de automóveis ligeiros em Portugal crescem 13% (yoy) em agosto Galp Nova descoberta

Leia mais

Academia de Warrants. 6. Factor Certificates

Academia de Warrants. 6. Factor Certificates Academia de Warrants 6. Factor Certificates Factor Certificates - Sumário Executivo 1. Introdução 2. Definição 3. Exemplos 4. Mecanismo de protecção 5. Como negociar Academia de Warrants 6. Factor Certificates

Leia mais

DATA: 31/01/2013 Designação do Fundo: PPR Objectivo 2010 Nº Unidades em circulação: 2,853,597.15 Valor Unitário da Unidade de conta 7.

DATA: 31/01/2013 Designação do Fundo: PPR Objectivo 2010 Nº Unidades em circulação: 2,853,597.15 Valor Unitário da Unidade de conta 7. do Fundo: PPR Objectivo 2010 Nº Unidades em circulação: 2,853,597.15 Valor Unitário da Unidade de conta 7.1633 Parte I - Valores Patrimoniais 20,441,172.50 1 Valores Mobiliários Cotados 25,195.64 5,823,803.60

Leia mais

Comp. de Seguros FIDELIDADE-MUNDIAL, SA

Comp. de Seguros FIDELIDADE-MUNDIAL, SA PARTE I 1 - VALORES MOBILIÁRIOS COTADOS 1.1 - Merc. Cot. Oficiais de Bolsa Val. Port. 1.1.3 - Obrigações diversas SANTAN 1.625% 06/19 100 000.00 104.81% EUR 104.81% 1 580 106 387 1.12 CXGD 1% 01/2022 100

Leia mais

MIBEL Derivatives Market / Mercado de Derivados del MIBEL / Mercado de Derivados do MIBEL. Market Bulletin / Boletín del Mercado / Boletim do Mercado

MIBEL Derivatives Market / Mercado de Derivados del MIBEL / Mercado de Derivados do MIBEL. Market Bulletin / Boletín del Mercado / Boletim do Mercado Nº 185 VI Série 2011/03/30 MIBEL Derivatives Market / Mercado de Derivados del MIBEL / Mercado de Derivados do MIBEL Market Bulletin / Boletín del Mercado / Boletim do Mercado 1. Market Data / Datos de

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DA ATIVIDADE DE SUPERVISÃO DA ANÁLISE FINANCEIRA

RELATÓRIO ANUAL DA ATIVIDADE DE SUPERVISÃO DA ANÁLISE FINANCEIRA RELATÓRIO ANUAL DA ATIVIDADE DE SUPERVISÃO DA ANÁLISE FINANCEIRA 2011 ÍNDICE ÍNDICE... 2 LISTA DE TABELAS... 2 LISTA DE GRÁFICOS... 4 SUMÁRIO EXECUTIVO... 5 1. INTRODUÇÃO... 11 2. ANÁLISE DESCRITIVA DA

Leia mais

Relatório e Contas Anuais 2008

Relatório e Contas Anuais 2008 Miillllenniium Afforrrro PPR Fundo de IInvesttiimentto Poupança Refforrma Aberrtto Relatório e Contas Anuais 2008 Millennium bcp Gestão de Fundos de Investimento, S.A. Av. José Malhoa, Nº 27 1070-157 Lisboa

Leia mais

Direto ao ponto. Mercados Possível racionamento de energia elétrica preocupa mercado nacional

Direto ao ponto. Mercados Possível racionamento de energia elétrica preocupa mercado nacional Direto ao ponto Mercados Possível racionamento de energia elétrica preocupa mercado nacional Mercados Hoje, em um dia de agenda internacional muito leve, a maioria dos mercados da Ásia encerrou a sessão

Leia mais

Portugal Europa EUA. Agenda. Perspetivas. 20 maio 2013

Portugal Europa EUA. Agenda. Perspetivas. 20 maio 2013 Fecho Var. % Var.% no ano Var.% no ano ( ) Euro Stoxx 283 1.2% 8.7% 8.7% PSI 20 6,116-2.6% 8.1% 8.1% IBEX 35 8,582 0.4% 5.1% 5.1% CAC 40 4,001 1.2% 9.9% 9.9% DAX 30 8,398 1.4% 10.3% 10.3% FTSE 100 6,723

Leia mais

Radar Macro. 11-jan-13

Radar Macro. 11-jan-13 Radar Macro 11-jan-13 HOJE, na China, os dados de inflação mostraram aceleração no varejo e redução da deflação no atacado. A aceleração da inflação no varejo foi mais forte do que o esperado, mas foi

Leia mais

O objectivo de maximização da relação rendibilidade/risco leva os investidores a aventurarem-se em novos mercados internacionais

O objectivo de maximização da relação rendibilidade/risco leva os investidores a aventurarem-se em novos mercados internacionais 1 Principal objectivo do investidor financeiro consiste na procura de oportunidades de investimento O objectivo de maximização da relação rendibilidade/risco leva os investidores a aventurarem-se em novos

Leia mais

Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos.

Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos. GLOSSÁRIO Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos. Assembleia geral: órgão das sociedades anónimas em que

Leia mais

A experiência de integração do Grupo Euronext em matéria de Compensação e Liquidação

A experiência de integração do Grupo Euronext em matéria de Compensação e Liquidação A experiência de integração do Grupo Euronext em matéria de Compensação e Liquidação Cartagena, 20 de Maio de 2004 Susana Marques Agenda Modelo de negócio Estrutura do grupo Euronext Supervisão do Grupo

Leia mais

Condições e Termos Particulares de Comercialização de Fundos da ComStage utilizados pelo Distribuidor Commerzbank Aktiengesellschaft em Portugal

Condições e Termos Particulares de Comercialização de Fundos da ComStage utilizados pelo Distribuidor Commerzbank Aktiengesellschaft em Portugal Condições e Termos Particulares de Comercialização de Fundos da ComStage utilizados pelo Distribuidor Commerzbank Aktiengesellschaft em Portugal Setembro 2014 I. Colocação e Comercialização em Portugal

Leia mais

MANUAL DE INVESTIMENTOS

MANUAL DE INVESTIMENTOS MANUAL DE INVESTIMENTOS Manual de utilização e dicas para que conheça melhor a área de Investimentos do site millenniumbcp.pt. 1 02 ÍNDICE 03 1 VANTAGENS DA ÁREA DE INVESTIMENTOS 04 2 ESTRUTURA 04 Homepage

Leia mais

ANTE-PROPOSTA DE DECRETO-LEI VALORES MOBILIÁRIOS DE ESTRUTURA DERIVADA

ANTE-PROPOSTA DE DECRETO-LEI VALORES MOBILIÁRIOS DE ESTRUTURA DERIVADA ANTE-PROPOSTA DE DECRETO-LEI VALORES MOBILIÁRIOS DE ESTRUTURA DERIVADA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Âmbito O presente decreto-lei aplica-se aos seguintes valores mobiliários de estrutura derivada:

Leia mais

SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO

SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição de Obrigações CONTINENTE 7% 2015 23 de Julhode 2012 ENTIDADE OFERENTE OFERTA PÚBLICA DE SUBSCRIÇÃO Obrigações

Leia mais

A questão emergente dos mercados emergentes

A questão emergente dos mercados emergentes 2 junho 2014 Nº 411 Visite a área de Investimentos do site do Millennium bcp Análise de Mercados e Perspetivas Empresas e Setores Recomendações e Price Targets Serviço de Alertas Fundos Certificados A

Leia mais

Comp. de Seguros FIDELIDADE-MUNDIAL, SA

Comp. de Seguros FIDELIDADE-MUNDIAL, SA PARTE I 1 - VALORES MOBILIÁRIOS COTADOS 1.1 - Merc. Cot. Oficiais de Bolsa Val. Port. 1.1.3 - Obrigações diversas CGD 4.625 06/2012 100 000.00 95.49% EUR 95.49% 3 890 99 384 0.89 1.1.4 - Acções REN SGPS

Leia mais

Sociodemographic profile Real delivery Panel IR% Total panelists: 10.382 90,7% Sex Man 4.231

Sociodemographic profile Real delivery Panel IR% Total panelists: 10.382 90,7% Sex Man 4.231 1 / 14 Bank Panel Portugal Features Panel size (ISO): 32.637 People profiled (ISO): 11.557 Estimated response rate (ISO): 41% Updated: 15/12/2014 Size (ISO): number of panelists according to ISO 26362

Leia mais

Iberia 125 Climate Change Report 2014 Key findings & scoring results

Iberia 125 Climate Change Report 2014 Key findings & scoring results www.pwc.com Iberia 125 Climate Change Report 2014 Key findings & scoring results Lisboa 30 Cláudia Coelho Sustainable Business Solutions Portugal , advisor do CDP Iberia pelo quarto ano Iberia 125 Climate

Leia mais

POLÍTICA DE EXECUÇÃO E DE TRANSMISSÃO DE ORDENS DA CAIXAGEST - TÉCNICAS DE GESTÃO DE FUNDOS, S.A.

POLÍTICA DE EXECUÇÃO E DE TRANSMISSÃO DE ORDENS DA CAIXAGEST - TÉCNICAS DE GESTÃO DE FUNDOS, S.A. POLÍTICA DE EXECUÇÃO E DE TRANSMISSÃO DE ORDENS DA CAIXAGEST - TÉCNICAS DE GESTÃO DE FUNDOS, S.A. Este documento destina-se a informar os clientes dos princípios e procedimentos que constituem a Política

Leia mais

Valores Patrimoniais Nominal / Quantidades Cotação Valor Total

Valores Patrimoniais Nominal / Quantidades Cotação Valor Total CNP Barclays Vida y Pensiones Companhia de Seguros, S.A. Sede: Plaza de Colon, 2 2846 Madrid Agência Geral em Portugal: Atrium Saldanha, Praça Duque de Saldanha, Nº1 9ºA, 1594 NIPC: 98936 C.R.C. Lisboa

Leia mais

DATA: 31-01-2015 Designação do Fundo: PPR Objectivo 2010 Nº Unidades em circulação: 2,159,830.06 Valor Unitário da Unidade de conta 7.

DATA: 31-01-2015 Designação do Fundo: PPR Objectivo 2010 Nº Unidades em circulação: 2,159,830.06 Valor Unitário da Unidade de conta 7. do Fundo: PPR Objectivo 2010 Nº Unidades em circulação: 2,159,830.06 Valor Unitário da Unidade de conta 7.9557 Parte I - Valores Patrimoniais 17,152,534.69 1 Valores Mobiliários Cotados 36,117.70 8,600,801.92

Leia mais

O S&P500 mantém-se num nível aceitável em termos fundamentais...

O S&P500 mantém-se num nível aceitável em termos fundamentais... 15 setembro 2014 Nº 426 Visite a área de Investimentos do site do Millennium bcp Análise de Mercados e Perspetivas Empresas e Setores Recomendações e Price Targets Serviço de Alertas Fundos Certificados

Leia mais

Análise de Resultados do Estudo sobre o Estado de Arte das Práticas de Sustentabilidade em Portugal

Análise de Resultados do Estudo sobre o Estado de Arte das Práticas de Sustentabilidade em Portugal Análise de Resultados do Estudo sobre o Estado de Arte das Práticas de Sustentabilidade em Portugal Release 2007 presentation by: to: on: Name of Person Location/company Insert date Índice Introdução...1

Leia mais

Balcão. 0,58% 0,58% -- -- Mínimo / Máximo 36,23/-- 36,23/-- -- -- Aplica-se o preçário do ponto 1.1. Aplica-se o preçário do ponto 1.

Balcão. 0,58% 0,58% -- -- Mínimo / Máximo 36,23/-- 36,23/-- -- -- Aplica-se o preçário do ponto 1.1. Aplica-se o preçário do ponto 1. Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores não qualificados devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento a

Leia mais

CaixaBI - Rua Barata Salgueiro, nº Lisbon Portugal. Disclaimer

CaixaBI - Rua Barata Salgueiro, nº Lisbon Portugal.  Disclaimer Disclaimer The reports published on this website (http://) have been prepared by Caixa - Banco de Investimento, SA. The information upon which these reports were based has been obtained from sources that

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ESPÍRITO SANTO PLANO POUPANÇA ACÇÕES FUNDO POUPANÇA ACÇÕES

FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ESPÍRITO SANTO PLANO POUPANÇA ACÇÕES FUNDO POUPANÇA ACÇÕES ESAF Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário, SA ES PP Acções FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ESPÍRITO SANTO PLANO POUPANÇA ACÇÕES FUNDO POUPANÇA ACÇÕES O Espírito Santo Poupança Acções é um

Leia mais

TÍTULOS. Entrada em vigor: 29-julho-2015

TÍTULOS. Entrada em vigor: 29-julho-2015 TÍTULOS Entrada em vigor: 29-julho-2015 Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores não qualificados devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos

Leia mais

A Bolsa Portuguesa. Factos e Números 2014

A Bolsa Portuguesa. Factos e Números 2014 A Bolsa Portuguesa Factos e Números 214 ÍNDICE 3 4 5 5 5 5 5 5 6 7 7 7 9 11 11 12 12 12 Caixa: A Bolsa Portuguesa em Números 214 Caixa: Exchange Traded Funds (ETFs) na Bolsa Portuguesa 1. Factos Relevantes

Leia mais

2 1,2 1,3 2,5 2 3,2 3 0,5-4,2 1,8 1,3% 1,9 0,9 0,8 2,2 1,7 3,1 2,9 0,4-4,1 1,8 1,16%

2 1,2 1,3 2,5 2 3,2 3 0,5-4,2 1,8 1,3% 1,9 0,9 0,8 2,2 1,7 3,1 2,9 0,4-4,1 1,8 1,16% A SITUAÇÃO ACTUAL É MAIS GRAVE DO QUE EM 1977/78 E EM 1983/84 POR PORTUGAL PERTENCER À ZONA EURO E NESTA DOMINAR UMA POLITICA NEOLIBERAL DE SUBMISSÃO AOS MERCADOS. Um erro grave é confundir a situação

Leia mais

Carteira: OC (ULA) INVESTIM 75 FIN-352 Data: 31-08-2014

Carteira: OC (ULA) INVESTIM 75 FIN-352 Data: 31-08-2014 Carteira: OC (ULA) INVESTIM 20 FIN-350 Data: 31-08-2014 1. VALORES MOBILIÁRIOS COTADOS 25,000.00 0.00 0.00 734.25 26,538.00 1.1. Mercado de cotações oficiais de bolsa de valores portuguesa e outros mercado

Leia mais

nº 288 23 de Janeiro de 2012

nº 288 23 de Janeiro de 2012 nº 288 23 de Janeiro de 2012 China - Depois da festa, a ressaca Análise de Mercados e Perspetivas Empresas e Setores Recomendações e Price Targets Serviço de Alertas O mundo é redondo, as mesmas preocupações

Leia mais

Overview. Resumo. dossiers. Financial Markets. Mercados Financeiros. Mercados Financeiros. Capital Markets Overview / Mercados Financeiros Resumo

Overview. Resumo. dossiers. Financial Markets. Mercados Financeiros. Mercados Financeiros. Capital Markets Overview / Mercados Financeiros Resumo dossiers Capital Markets Overview / Mercados Resumo Financial Markets Mercados Financial Markets Overview Mercados Resumo Last Update Última Actualização: 12/213 Next Release Próxima Actualização: 5/214

Leia mais

Portugal Positivo. Descrição. Produto financeiro complexo Portugal Positivo

Portugal Positivo. Descrição. Produto financeiro complexo Portugal Positivo Produto financeiro complexo Portugal Positivo Descrição Este produto financeiro complexo possui características que importa destacar: Risco máximo, na maturidade, de perda de 5% do capital investido pelo

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. 1 de Julho de 2015

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. 1 de Julho de 2015 SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados de: - Oferta Pública de Subscrição de Obrigações ME Fev-2020 - Oferta Pública de Troca de Obrigações ME Mar-2016 1 de Julho de 2015 Não

Leia mais

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações SPORTING SAD 2015-2018

REGULAMENTADO SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO. Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações SPORTING SAD 2015-2018 SESSÃO ESPECIAL DE MERCADO REGULAMENTADO Apuramento dos Resultados da Oferta Pública de Subscrição das Obrigações SPORTING SAD 2015-2018 21 de Maio de 2015 Não dispensa a consulta do prospecto 1. ENTIDADE

Leia mais

Obrigações, Fundos Públicos e outros Valores Mobiliários de dívida. 0,5% (min. 7) 0,4% (min. 7) 0,035% (min. 7) > 25.000 e 100.000

Obrigações, Fundos Públicos e outros Valores Mobiliários de dívida. 0,5% (min. 7) 0,4% (min. 7) 0,035% (min. 7) > 25.000 e 100.000 VALORES MOBILIÁRIOS Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento

Leia mais

Earnings Watch Trimestral

Earnings Watch Trimestral Earnings Watch Trimestral Gestão de Activos Paulo Monteiro paulo.monteiro@bancoinvest.pt Telf.: 21 382 17 48 Raúl Póvoa raul.povoa@bancoinvest.pt Telf.: 21 383 56 18 Bruno Carvalho bruno.carvalho@bancoinvest.pt

Leia mais

Balcão. 0,58% 0,58% -- -- Mínimo / Máximo 36,23/-- 36,23/-- -- --

Balcão. 0,58% 0,58% -- -- Mínimo / Máximo 36,23/-- 36,23/-- -- -- Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores não qualificados devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento a

Leia mais

Os principais critérios valorimétricos utilizados na preparação das demonstrações financeiras foram os seguintes:

Os principais critérios valorimétricos utilizados na preparação das demonstrações financeiras foram os seguintes: NOTA INTRODUTÓRIA A Fundação Portugal - África ( Fundação ) é uma pessoa colectiva de direito privado e fins de utilidade pública, regendo-se pelos seus estatutos e, em tudo o que neles é omisso, pela

Leia mais

Organização do Mercado de Capitais Português

Organização do Mercado de Capitais Português Instituto Superior de Economia e Gestão Organização do Mercado de Capitais Português Docente: Discentes : Prof. Dra. Raquel Gaspar Inês Santos João Encarnação Raquel Dias Ricardo Andrade Temas a abordar

Leia mais

Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2006 da CMVM. Clientes não utilizadores de meios electrónicos

Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2006 da CMVM. Clientes não utilizadores de meios electrónicos Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2006 da CMVM Clientes não utilizadores de meios electrónicos 01 de Julho de 2008 Aviso nos termos da instrução nº 1/2006 da CMVM

Leia mais

CUSTOS DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA EM PORTUGAL: O INVESTIMENTO EM ACÇÕES

CUSTOS DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA EM PORTUGAL: O INVESTIMENTO EM ACÇÕES CUSTOS DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA EM PORTUGAL: O INVESTIMENTO EM ACÇÕES JANEIRO DE 2006 NOTA PRÉVIA A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), no cumprimento da sua missão de protecção dos investidores

Leia mais

Millennium bcp 2 Julho 2011

Millennium bcp 2 Julho 2011 Preçário de Títulos Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento

Leia mais

VALORES MOBILIÁRIOS. Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015. Clientes Particulares e Empresas

VALORES MOBILIÁRIOS. Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015. Clientes Particulares e Empresas Data de Entrada em vigor: 09-Mar-2015 VALORES MOBILIÁRIOS Clientes Particulares e Empresas 21 FUNDOS DE INVESTIMENTO 21.1. Fundos Banif 21.2. Fundos de Terceiros Internacionais 22 TÍTULOS 22.1. Transacção

Leia mais

Academia de Warrants. 4. Turbo Warrants Parte 2, Inline Warrants e mais

Academia de Warrants. 4. Turbo Warrants Parte 2, Inline Warrants e mais Academia de Warrants 4. Turbo Warrants Parte 2, Inline Warrants e mais Sumário Executivo 1. Turbo Warrants - Parte 2 2. Inline Warrants 3. Como investir 1/281 Sumário Executivo 1. Turbo Warrants - Parte

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO

RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO MONTEPIO CAPITAL - Fundo de Investimento Mobiliário Aberto de Acções 30.06.2015 1. Política de Investimentos Tratando-se de um fundo de ações

Leia mais

BARÓMETRO DE REPUTAÇÃO ONLINE TOP 50 EURONEXT LISBON

BARÓMETRO DE REPUTAÇÃO ONLINE TOP 50 EURONEXT LISBON BARÓMETRO DE REPUTAÇÃO ONLINE TOP 50 EURONEXT LISBON Julho 2011 Com o apoio de: BARCELONA PEQUIM BOGOTÁ BUENOS AIRES LIMA LISBOA MADRID MÉXICO PANAMÁ QUITO RIO DE JANEIRO Índice Prólogo 4 Introdução 6

Leia mais

9 de maio de Performance Setorial - Dia

9 de maio de Performance Setorial - Dia Índices Calendário de Eventos Euronext Último % dia % 5 dias % YTD Data (m/d/a) Zona Evento Esperado Anterior PSI 20 4942,66-0,96% -2,82% -6,97% 05/10/2016 07:00 GE Industrial Production SA MoM 1 -- -0.5%

Leia mais

Diário Ações 2 jane iro 20 15. BCP e T. Duarte entram com pé direito no novo ano. Fecho dos Mercados (4ªfeira)

Diário Ações 2 jane iro 20 15. BCP e T. Duarte entram com pé direito no novo ano. Fecho dos Mercados (4ªfeira) Diário Ações Portugal Europa EUA 2 janeiro 2015 Mercados BCP e T. Duarte entram com pé direito no novo ano As praças europeias arrancaram 2015 em alta, mas a meio da manhã estavam com sentimento misto,

Leia mais

+52% CAGR. Dividendo por acção [cêntimos de euro] Remuneração aos accionistas [milhões de euros]

+52% CAGR. Dividendo por acção [cêntimos de euro] Remuneração aos accionistas [milhões de euros] +52% CAGR 35 22 16 10 2002 2003 2004 2005 Divindo por acção [cêntimos euro] (1) Inclui 190 milhões euros relativos aos equity swaps tidos pela PT no final 2004, equivalentes a 1,72% do capital. 952 685

Leia mais

Zona euro melhor que os EUA?

Zona euro melhor que os EUA? 17 DEZEMBRO 2012 Nº 335 Visite a área de Investimentos do site do Millennium bcp Análise de Mercados e Perspetivas Empresas e Setores Recomendações e Price Targets Serviço de Alertas Fundos Certificados

Leia mais

SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público

SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público SEMAPA - SOCIEDADE DE INVESTIMENTO E GESTÃO, SGPS, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento do público Sede Social: Av. Fontes Pereira de Melo, 14-10º, 1050-121 Lisboa N.º Pessoa Coletiva e

Leia mais

GLOSSÁRIO. Auditoria Geral do Mercado de Valores Mobiliários 39

GLOSSÁRIO. Auditoria Geral do Mercado de Valores Mobiliários 39 GLOSSÁRIO Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos. Assembleia geral: órgão das sociedades anónimas em que

Leia mais