Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 Motofreio Motor Elétrico Trifásico

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 Motofreio Motor Elétrico Trifásico"

Transcrição

1 Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Motor Elétrico Trifásico --

2 Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em 1961, a WEG é uma das maiores fabricantes de motores elétricos do mundo. Presente em mais de 100 países, conta com mais de 25 mil colaboradores e produz mais de 12 milhões de motores anualmente. Com uma ampla ama de motores a WEG destaca-se, também, em aplicações dedicadas. Focada sempre na necessidade do cliente oferece soluções para os mais diversos tipos de aplicação. Os motores WEG oferecem alta eficiência, baixos custos operacionais, vida útil prolonada e principalmente, seurança! 2

3 Índice visual Principais componentes do motor 1 Vedação 8 Ventilador 2 Tampa 9 Ponte retificadora 3 Rolamento 10 Placa de bornes 4 Eixo 11 Caixa de liação 5 Rotor 12 Carcaça 6 Olhal de içamento 13 Estator 7 Tampa defletora 14 Chaveta Principais componentes do freio 1 Parafusos de fixação 6 Anel de Retenção 2 Alavanca de destravamento 7 Cubo (hub) 3 Estator do freio (eletroimã) 8 Chaveta 4 Disco de frenaem 9 Vedação 5 Selo do freio 10 Tampa traseira

4 : nova plataforma, novo freio, ótimo desempenho! Para que uma empresa tenha produtividade e melhor performance é preciso contar com equipamentos de confiança e que trabalhem em sintonia com o que lhe foi proposto. Essa é a essência do W22 Motofreio, promover sineria no processo de produção e aumentar a ailidade. Com novo sistema de frenaem, alto torque e durabilidade o é ideal para equipamentos onde são exiidas paradas rápidas por questão de seurança, posicionamento preciso e economia de tempo. O novo motofreio sure com novidades no sistema de frenaem e na plataforma, que passa a contar com as mesmas características inovadoras que fazem da linha W22 um sucesso: Estrutura de carcaça que reduz a dispersão do ar e melhora a dissipação térmica Caixa de liação com maior volume interno e facilidade de manuseio Pés maciços que facilitam o alinhamento e a instalação do motor Carcaça com alta resistência mecânica e baixos níveis de vibração 4

5 Características Padrão Potência nominal: 0,12 kw a 75 kw Número de Polos: 2 a 8 Carcaças: 63 a 250S/M Frequência: 60 Hz Tensão: 220/380 V (carcaças 63 a 200L) 220/380/440 V (carcaças 225S/M e 250S/M) Tensão de alimentação do freio: 220/230/240 V Freio normalmente fechado Cateoria: N Fator de serviço: 1,15 Classe de isolamento: F (DT 80K) Grau de proteção: IP55 (carcaças 63 a 132M/L) IPW55 (carcaças 160M a 250S/M) Forma construtiva: B3D Método de refrieração: TFVE (Totalmente Fechado com Ventilação Externa) - IC411 Material da carcaça e caixas de liação: Ferro fundido FC-200 Material do ventilador: Plástico (carcaças 63 a 132M/L) Alumínio (carcaças 160M a 250S/M) Material do eixo: AISI 1040/45 Rolamentos de esferas Vedação mancal dianteiro: V rin (carcaças 63 a 200L) WSeal (carcaças 225S/M e 250S/M) Vedação do mancal traseiro: retentor sem mola Plano de pintura: 207A (carcaças 63 a 132M/L) e 203A (a partir da carcaça 160M), classificados com cateoria de corrosividade C2, conforme ISO 12944:2 Opcionais Forma construtiva: B35, B5, V1, V3, V6, etc. Grau de Proteção: IP56, IP65, IP66 Vedação do mancal dianteiro: W3 Seal, labirinto taconite, INPRO/SEAL Nível de vibração: Grau B Proteção térmica do enrolamento: termostato e termistor Resistência de aquecimento Prensa cabos Chapéu para montaem vertical Pintura interna tropicalizada Encoder (a partir da carcaça 90S) Parafusos em aço inoxidável Método de refrieração: TFVF Classe de isolamento: H Apto para operar com inversor de frequência* Destravamento manual do freio (até a carcaça 180L)** Microswitch para monitoramento do entreferro ou de abertura do freio (a partir da carcaça 100L) Tensão de alimentação do freio: 380/400/415 V 440/460/480 V Caixa de liação adicional para as carcaças 160M a 250S/M * Para motores aptos a operação com inversor de frequência, a WEG recomenda o uso de proteção térmica no enrolamento. ** Não disponível para as carcaças 63 a 80 com caixa no topo. 5

6 Otimizações do sistema de frenaem Novo freio Elemento de fricção do novo freio promove menos desaste e torna a frenaem mais seura Seue plataforma de modelos de freios de referência mundial (intercambiável) Garante frenaens rápidas e precisas Sistema com menos partes móveis que reduz a necessidade de paradas para manutenção Alavanca de destravamento manual (opcional) Possibilidade de deixar o eixo do motor livre em situações de emerência ou quando for necessário Torques padronizados Os torques são dimensionados por carcaça para proporcionar menores tempos de frenaem Microswitch (opcional) Retificador Sensor para monitoramento da abertura (I/O) ou desaste do freio Informa quando o freio deve ser trocado, eliminando a necessidade de monitoramento manual Pode operar com variações de tensão de até 10% Construção robusta e compacta que o permite ficar alocado na caixa de liação principal do motor 6

7 Características erais Ideal para aplicações onde paradas instantâneas, precisas e seuras, controle de posicionamento e economia de eneria são necessários. O satisfaz as necessidades de aplicações como elevadores de cara, talhas, uilhotinas, equipamentos de usinaem, teares, máquinas de embalaem, transportadores, máquinas de lavar e enarrafar, dobradeiras entre outras. Como funciona um freio? Para arantir paradas rápidas e precisas o sistema do ae da seuinte forma: ao desliar o motor da rede, é interrompida também a corrente da bobina do freio, que deixa de atuar. Com isso, as molas de pressão empurram a armadura na direção do motor fazendo com que o disco de frenaem seja comprimido entre a armadura e a tampa traseira, freando o motor. Armadura Bobina do freio A alimentação por corrente contínua proporciona maior rapidez e confiabilidade na operação do freio. A alimentação da ponte retificadora por corrente alternada (ver Fiura 2) pode ser obtida de fonte independente ou dos terminais do motor, desde que o motor não seja alimentado por inversor de frequência. Esta alimentação poderá ser nas tensões de 220/230/240V, 380/400/415V ou 440/460/480V, de acordo com as características do conjunto ponte retificadora/bobina do freio. A bobina do freio pode funcionar continuamente dentro de ± 10% da tensão nominal. Disco de frenaem Tampa traseira Air ap (S L ) Fiura 1 - Representação dos componentes do freio. Molas de pressão Ponte retificadora Em uma nova partida, o sistema simultaneamente lia o motor e eneriza a bobina do freio. A armadura é atraída contra a carcaça da bobina do freio vencendo a pressão das molas e deixando o disco de frenaem livre, que se desloca axialmente, ficando afastado das superfícies de atrito. Assim, o disco é liberado cessando a ação de frenaem e deixando o motor partir livremente. Alimentação da bobina do eletroimã A alimentação da bobina do freio é feita por corrente contínua, que pode ser fornecida diretamente por uma fonte de tensão contínua ou por uma ponte retificadora, que transforma a corrente alternada em contínua e filtra os picos indesejáveis de tensão permitindo um rápido desliamento da corrente elétrica. Fiura 2 - Detalhe da ponte retificadora dentro da caixa de liação. Se a alimentação da bobina do freio for realizada por corrente contínua, esta deve ser conectada diretamente aos terminais do freio. 7

8 Tipos de frenaem possíveis O admite dois sistemas de frenaem: normal ou rápida. Frenaem normal A alimentação da ponte retificadora da bobina do freio pode ser realizada diretamente a partir dos terminais do motor, sem interrupção, conforme Fiura 3. N L1 L2 L3 PR - Ponte Retificadora M 3 ~ Fiura 3 - Esquema de liação para frenaem normal ~ Frenaem rápida Para frenaem rápida, a ponte retificadora deve ser alimentada conforme mostra o esquema de liação indicado na Fiura 4. Potência e resistência do estator do freio Carcaça Tamanho do freio / /250 Tensão do freio [V] Tabela 2 - Potência e resistência do estator do freio. Potência elétrica [W] Resistência [ohm] 180 1, , , , , , , , , N L1 L2 L3 PR - Ponte Retificadora ~ Acessórios opcionais Para arantir ainda mais seurança e comodidade na aplicação, os motores podem ser fornecidos com aluns diferenciais: Alavanca de destravamento manual Permite que o eixo do motor possa ser liberado em casos de emerência ou falta de eneria. Pode ser fornecida para motores até a carcaça 180L. M 3 ~ Fiura 4 - Esquema de liação para frenaem rápida. Ajuste do entreferro Para arantir o bom funcionamento do freio é importante que seja feita a verificação e o ajuste do entreferro (espaço entre a armadura do freio e a carcaça), conforme valores indicados na Tabela 1. Carcaça Tamanho do freio e / Tabela 1 - Valores para ajuste do entreferro Entreferro ( ) [mm] Fiura 5 - Detalhe da alavanca de destravamento manual. Nota: Em condições normais de operação do motor a alavanca não pode estar acionada. Microswitch A partir da carcaça 100L os motores podem ser fornecidos com sensor de monitoramento de abertura (I/O) ou desaste do freio. Monitoramento de abertura: arante que o motor não partirá se o freio estiver atuado (evita partidas do motor com o eixo travado); Monitoramento de desaste: indica o momento certo para fazer o ajuste ou a troca da lona do freio. 8

9 Como escolher um O é um motor para aplicações bastante específicas e que demandam alta seurança e precisão. Dessa forma é de extrema importância que aluns critérios sejam levados em consideração no momento da escolha desse equipamento. Dados básicos para fazer a melhor escolha: Determinar o motor e o freio: o primeiro passo consiste em definir em qual ambiente o equipamento será empreado, de modo a selecionar o motor com as melhores características eletromecânicas para a aplicação. Deve-se verificar também o tipo de freio, informando qual será a tensão de alimentação e o torque de frenaem necessário. Definir a temperatura ambiente: de acordo com a temperatura ambiente que o motor irá operar, pode-se determinar o sistema de resfriamento mínimo ideal para a operação do freio, conforme Tabela 3. Temperatura ambiente Sistema de resfriamento mínimo do motor Até 40 C Sem ventilação / W-Easy Maintenance 41 C a 50 C Auto ventilado / Air Over 51 C a 60 C Ventilação forçada 61 C a 70 C Ventilação forçada + limitação da cara + limitação do número de frenaens/hora Tabela 3 - Definição do sistema de resfriamento por meio da temperatura ambiente do motor. Para outras confiurações de sistema de resfriamento consulte a WEG. Especificar o rau de proteção: os invólucros dos equipamentos elétricos, conforme as características do local em que são instalados e de sua acessibilidade, devem oferecer um determinado rau de proteção. Assim, por exemplo, um equipamento a ser instalado num local sujeito a jatos d áua, deve possuir um invólucro capaz de suportar tais jatos, sob determinados valores de pressão e ânulo de incidência, sem que haja penetração de áua. A Tabela 4 indica o sistema de resfriamento mínimo necessário para arantir o rau de proteção. Grau de proteção IP55 IP56/IP65/IP66 Sistema de resfriamento mínimo do motor Sem ventilação / Air Over (com tampa defletora) Auto ventilado Com ou sem alavanca de destravamento Auto ventilado com tampa de proteção do freio Sem alavanca de destravamento W-Easy Maintenance Com ou sem alavanca de destravamento Tabela 4 - Relação do rau de proteção e do sistema de resfriamento mínimo do motor. Para outras confiurações, consulte a WEG. Definir o torque de frenaem. A linha oferece até dois valores de torque por carcaça: Torque nominal: torque padrão fornecido; Torque opcional: usado em aplicações de elevação de cara, ou onde, por causa do elevado torque da cara e/ou da inércia do sistema, é necessário o uso de maiores torques de frenaem. Torques de frenaem disponíveis (Mk). O torque do freio deve ser iual ou maior que o torque nominal do motor. A Tabela 5 apresenta as principais características dos freios usando como base a rotação de 100 rpm. Carcaça Tabela 5 - Características do freio de acordo com tamanho e torque em 100 rpm. Torque máximo de frenaem x rotação no momento da frenaem: após selecionado o motor observar que existe uma redução do torque de frenaem em rotações maiores que 100 rpm, conforme mostra a Tabela 6. Carcaça Torque a 100 rpm [Nm] Torque nominal Tamanho do freio Torque à 100 rpm [Nm] Torque opcional Máxima rotação de trabalho [rpm] Máxima eneria dissipada Q e [J] Tempo de resposta do freio t 12 [s] ,200 3, ,000 7, ,200 12, ,600 24, ,000 30, ,200 36, ,300 60, ,600 80, , , , , Redução aproximada do torque devido a frenaem em rotação diferente de 100 rpm [Nm] 900 rpm 1200 rpm 1800 rpm 3600 rpm , , , Não pode ser usado Tabela 6 - Torque máximo na rotação de frenaem. 9

10 Fator de seurança (k): Para aplicações normais a WEG recomenda o uso de um fator de seurança k de 1,5 a 2 vezes o valor do torque. Para aplicações especiais como elevação, recomenda-se utilizar um fator de seurança k de 2 a 3 vezes o torque nominal. Verificar a tensão de alimentação do freio: o W22 Motofreio pode ser fornecido com pontes retificadoras do tipo completa, meia onda ou especial, conforme mostra a Tabela 7. Tensão nominal V RMS [Vca] Tamanho do freio Tabela 7 - Tipos de pontes retificadoras. Tensão da bobina do freio [Vcc] Cálculos para aplicações especiais Cálculo do torque requerido para aplicação em elevação de cara. Para aplicações verticais o valor do torque de frenaem deve ser obtido através do cálculo de torque requerido (M req ), que é dado pela expressão abaixo: M req = k * J L * Δno + M L 9.55 * t 3 - t 12 2 Forma de onda Completa ao Meia onda / Especial = Completa/ 380/ / Meia Onda Onde: M req : torque requerido [Nm]; k : fator de seurança que deve ser acrescentado devido as incertezas dos valores da rotação na frenaem, do torque máximo, da inércia máxima da cara, entre outras variáveis. J L : inércia total referida ao eixo do rotor = inércia da cara + inércia do sistema + inércia do motor [km 2 ]; Δno: rotação [rpm]; t 3 : tempo de frenaem requerido [s]; t 12 : tempo de resposta do freio [s]. Cálculo do torque requerido para aplicação em movimento de translação de ponte. Para aplicações horizontais o valor do torque de frenaem também deve ser obtido através do cálculo de torque requerido (M req ), que é dado pela seuinte expressão: M req = k * J L * Δno Correção do torque devido a rotação no momento da frenaem (MR): em casos de paradas de emerência (na rotação de trabalho) ou em motores sem inversor de frequência, considera-se que a rotação de frenaem é a rotação nominal do motor. Dessa maneira, deve-se fazer a correção do valor de torque de frenaem conforme indicado na Tabela 8. Tamanho Correção do Torque na rotação (rpm) [%] do Freio , Tabela 8 - Correção de torque. Para frenaens com inversor de frequência, é necessário conhecer a rotação em que será realizada a frenaem, e caso necessário, corriir o torque do freio. M R = M req * 100 correção (%) Por fim, deve-se verificar se o momento requerido corriido é iual ou menor ao torque do freio selecionado. Se for maior será necessário aumentar o torque do freio. M K M R Verificar da dissipação térmica do freio: depois de selecionado o freio, é necessário verificar se a dissipação térmica irá atender ao reime de partidas da aplicação. A dissipação térmica pode ser encontrada através da seuinte equação: Q = J L * Δno 2 * M K M K - M L Onde: Q: calor dissipado [J]; M K : torque do freio [Nm]; M L : torque de cara [Nm]. Com o resultado encontrado, deve-se situar o valor de Q no eixo das ordenadas e o número de partidas por hora no eixo das abscissas e verificar se o ponto encontrado está abaixo da curva do freio selecionado. Se estiver abaixo da curva indica que o freio está termicamente apto para frear a cara. Caso contrário, deve-se aumentar o tamanho do freio para melhorar a dissipação térmica. 9,55 * t 3 - t

11 Tamanho do freio Q perm in [J] Frequência de operação S h [h -1 ] Fiura 6 Curva de dissipação de calor (Q) por partidas por hora. Alimentação do freio. quando a alimentação da bobina do freio é realizada através do uso de uma ponte retificadora, seus terminas de entrada devem ser alimentados com tensão alternada. As relações entre a tensão do motor, o tipo de ponte retificadora e a alimentação da bobina do freio devem ser conforme tabela 9. Tensão de Tensão de alimentação alimentação do da ponte motor (conexão) retificadora [VAC] do freio [VAC] 220/230/240 (T) 220/230/240 Tipo de frenaem Lenta Normal Terminal 1 (**) Alimentação da ponte retificadora através das conexões elétricas de motor (IEC-NBR / NEMA) Motor de 3 cabos Terminal 2 (**) Motor de 6 cabos Motor de 9 cabos Motor de 12 cabos W1 / T3 W1 / T3 W1 / T3 W1 / T3 380/400/415 (Y) ND W2 / T6 ND W4 / T12 380/400/415 (T) 380/400/415 W1 / T3 W1 / T3 W1 / T3 W1 / T3 440/460 (Y) ND Fiura 3 Fiura 4 U1 / T1 ND ND ND ND 440/460 (T) 440/460 W1 / T3 W1 / T3 W1 / T3 W1 / T3 525/550/575 (Y) ND ND ND ND ND 525/550/575 (T) 525/550/575 W1 / T3 W1 / T3 W1 / T3 W1 / T3 Tabela 9 - Alimentação da ponte retificadora através dos terminais do motor. T = Liação triânulo Y = Liação estrela ND = Não disponível * A alimentação da ponte retificadora pode ser feita diretamente dos cabos do motor ou independente, conforme opção do cliente. ** Identificação dos terminais conforme motor de velocidade única. Nota: além das opções anteriores, também está disponível o freio eletromanético com bobina alimentada com tensão contínua de 24Vcc. Neste caso, apenas o freio está incluso (não é fornecida ponte retificadora) e a alimentação da bobina do freio deverá ser com fonte independente. 11

12 Dados elétricos - Standard Efficiency Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM Nominal (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio In (A) Ip/In db(a) II polos 0,12 0, ,034 4,2 2,5 2,8 0, ,5 56 1, ,0 54,0 58,5 0,51 0,61 0,73 0,737 0,18 0, ,052 5,2 2,3 2,3 0, ,5 56 1, ,0 59,0 62,0 0,55 0,68 0,78 0,980 0,25 0, ,072 5,4 2,6 2,6 0, ,0 56 1, ,0 60,0 63,0 0,50 0,63 0,73 1,44 0,37 0,5 63 0,107 6,0 2,5 2,5 0, ,5 56 1, ,0 65,0 66,0 0,54 0,69 0,79 1,86 0,55 0, ,158 5,6 2,3 2,4 0, ,0 60 1, ,0 68,5 70,0 0,64 0,77 0,85 2,43 Hih-Output Desin 0,25 0, ,072 5,8 2,4 2,8 0, ,5 60 1, ,0 62,0 64,0 0,63 0,75 0,82 1,25 0,37 0,5 71 0,106 5,8 2,5 2,7 0, ,0 60 1, ,0 65,0 67,0 0,63 0,75 0,83 1,75 0,55 0, ,158 5,8 2,2 2,5 0, ,0 62 1, ,0 70,0 72,0 0,62 0,74 0,81 2,47 IV polos 0,09 0, ,051 5,2 3,2 3,4 0, ,0 48 1, ,0 53,0 55,0 0,44 0,52 0,61 0,704 0,12 0, ,068 4,5 2,1 2,4 0, ,0 48 1, ,0 55,0 58,0 0,45 0,57 0,66 0,830 0,18 0, ,103 4,7 2,2 2,4 0, ,5 48 1, ,0 58,0 62,0 0,45 0,58 0,67 1,14 0,25 0, ,142 4,5 2,3 2,5 0, ,0 48 1, ,0 58,0 62,0 0,44 0,55 0,64 1,65 0,37 0,5 71 0,215 4,3 2,1 2,2 0, ,0 47 1, ,0 66,0 67,0 0,46 0,59 0,69 2,10 0,55 0, ,317 5,3 2,5 2,5 0, ,5 47 1, ,0 68,0 69,0 0,46 0,67 0,69 3,05 Hih-Output Desin 0,12 0, ,069 4,5 2,2 2,6 0, ,5 47 1, ,0 56,0 60,0 0,44 0,54 0,63 0,830 0,18 0, ,103 4,5 2,3 2,6 0, ,0 47 1, ,0 58,0 61,0 0,43 0,54 0,63 1,23 0,25 0, ,145 4,4 2,2 2,4 0, ,0 47 1, ,0 61,0 63,0 0,46 0,58 0,68 1,54 0,37 0,5 80 0,208 6,0 2,1 2,8 0, ,0 48 1, ,0 67,0 71,0 0,50 0,63 0,72 1,90 0,55 0, ,308 6,2 2,2 2,8 0, ,0 48 1, ,0 72,0 73,0 0,52 0,65 0,75 2,64 VI polos 0,12 0, ,104 3,2 2,0 2,3 0, ,0 47 1, ,0 42,0 47,0 0,43 0,51 0,59 1,14 0,18 0, ,165 2,8 1,7 1,9 0, ,0 47 1, ,0 49,0 52,0 0,46 0,54 0,61 1,49 0,25 0, ,231 2,8 1,9 2 0, ,0 47 1, ,0 54,0 58,0 0,43 0,52 0,63 1,80 0,37 0,5 80 0,319 3,9 2 2,1 0, ,0 47 1, ,0 55,0 59,0 0,46 0,57 0,66 2,49 0,55 0, ,474 4,5 2,2 2,4 0, ,5 47 1, ,0 61,0 66,0 0,46 0,57 0,71 3,08 Hih-Output Desin 0,12 0, ,109 3,0 2,0 2,0 0, ,0 47 1, ,0 49,0 50,0 0,46 0,54 0,62 1,02 0,25 0, ,215 3,6 1,7 2,1 0, ,0 47 1, ,0 52,0 54,0 0,48 0,60 0,70 1,74 0,37 0,5 90S 0,313 5,0 2,9 3 0, ,0 49 1, ,5 63,0 68,0 0,43 0,55 0,63 2,26 0,55 0,75 90S 0,474 5,0 2,5 2,5 0, ,0 49 1, ,0 65,0 71,0 0,47 0,59 0,68 2,98 VIII polos 0,12 0, ,146 2,6 2,0 2,0 0, ,0 45 1, ,0 46,0 50,5 0,39 0,48 0,54 1,15 0,18 0, ,209 3,2 2 2,2 0, ,0 46 1, ,0 50,0 53,0 0,45 0,52 0,65 1,37 0,25 0, ,290 3,2 2,1 2,3 0, ,0 46 1, ,0 53,0 56,0 0,41 0,50 0,62 1,89 0,37 0,5 90S 0,434 3,3 1,7 2 0, ,5 47 1, ,0 62,0 62,0 0,42 0,54 0,64 2,44 0,55 0,75 90L 0,649 3,4 1,7 1,9 0, ,0 47 1, ,0 63,0 63,0 0,45 0,56 0,67 3,42 Hih-Output Desin 0,12 0, ,139 3,3 2,0 2,3 0, ,5 46 1, ,0 45,0 48,0 0,43 0,52 0,60 1,10 0,18 0,25 90S 0,209 3,4 1,9 2,2 0, ,5 47 1, ,0 55,0 57,0 0,43 0,53 0,62 1,34 0,25 0,33 90S 0,290 3,4 1,9 2,2 0, ,5 47 1, ,7 57,4 60,0 0,42 0,53 0,62 1,77 0,37 0,5 90L 0,432 3,3 1,7 2 0, ,5 47 1, ,0 62,0 62,0 0,42 0,54 0,64 2,44 Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. 12

13 Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio Ip/In db(a) X polos 0,12 0, ,171 3,0 3,2 3,5 0, ,0 42 1, ,0 45,0 50,0 0,36 0,43 0,50 1,26 0,18 0,25 90S 0,260 2,9 2 2,3 0, ,0 44 1, ,0 47,0 51,0 0,37 0,45 0,50 1,85 0,25 0,33 90S 0,358 3,1 2,3 2,5 0, ,0 44 1, ,0 49,0 55,0 0,42 0,46 0,54 2,21 0,37 0,5 90L 0,530 3,5 2,2 2,5 0, ,0 44 1, ,0 49,0 53,0 0,38 0,42 0,50 3,46 0,55 0,75 100L 0,776 3,5 2,3 2,9 0, ,0 49 1, ,0 43,0 49,0 0,33 0,39 0,44 6,69 0, M 1,05 4,3 2,7 3 0, ,0 47 1, ,0 66,0 69,0 0,34 0,43 0,50 5,71 1,1 1,5 132S 1,55 5,4 1,9 2,1 0, ,0 47 1, ,0 73,0 75,0 0,42 0,54 0,63 6,11 1, M 2,12 5,3 1,9 2,5 0, ,0 47 1, ,0 74,0 76,0 0,44 0,56 0,64 8,09 2, M 3,08 6,1 2,3 3 0, ,0 47 1, ,0 73,0 77,0 0,45 0,56 0,64 11, M 4,20 5,5 2 2,5 0, ,0 51 1, ,0 80,0 80,0 0,50 0,64 0,71 13,9 3, L 5,22 5,7 2,2 2,5 0, , ,0 81,0 81,0 0,53 0,64 0,71 16,9 4, M 6,22 6,2 2,1 2,6 0, , ,1 86,4 86,5 0,55 0,66 0,73 18,7 5,5 7,5 180L 7,60 6,3 2,3 2,7 0, , ,3 85,7 85,9 0,52 0,64 0,72 23,4 7, L 10,4 6,3 2,5 2,6 0, , ,0 85,4 85,5 0,52 0,64 0,71 32,4 9,2 12,5 200L 12,7 6,0 1,9 2,4 0, , ,0 88,0 88,5 0,53 0,64 0,71 38, S/M 15,2 6,5 1,8 2,5 0, , ,0 88,0 88,0 0,57 0,68 0,73 45, S/M 20,7 6,5 1,7 2,5 0, , ,4 90,1 88,3 0,60 0,71 0,76 58,6 18, S/M 25,6 7,1 2,2 2,8 1, , ,3 89,5 89,0 0,60 0,71 0,77 70, S/M 30,2 8,1 2,2 3,4 1, , ,3 89,5 89,0 0,54 0,67 0,74 87,6 Nominal In (A) XII polos 2, M 3,66 3,7 2,3 2,4 0, , ,0 75,0 78,0 0,35 0,45 0,52 14, L 4,99 3,6 1,9 2,1 0, , ,0 76,0 80,0 0,38 0,48 0,55 17,9 3, M 6,16 5,7 2,3 2,8 0, , ,0 78,0 81,0 0,46 0,57 0,64 18,7 4, L 7,56 5,7 2,3 2,7 0, , ,0 80,0 82,0 0,45 0,57 0,65 22,2 5,5 7,5 180L 9,16 6,4 2,3 2,7 0, , ,0 80,0 82,0 0,41 0,53 0,61 28,9 7, L 12,5 6,0 1,9 2,7 0, , ,0 81,0 83,0 0,45 0,60 0,65 36,5 9,2 12,5 225S/M 15,2 6,0 1,7 2,7 0, , ,0 86,0 88,0 0,45 0,58 0,66 41, S/M 18,2 6,0 1,7 2,6 0, , ,0 86,0 88,0 0,47 0,59 0,67 49, S/M 25,0 6,0 2 2,5 1, , ,0 87,0 88,0 0,50 0,62 0,69 64,8 18, S/M 30,8 6,0 1,7 2,4 1, , ,0 88,0 89,0 0,49 0,62 0,69 79,1 Hih-Output Desin S/M 25,0 6,0 1,5 2,3 0, , ,0 87,0 88,0 0,50 0,62 0,69 64,8 Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. 13

14 Dados elétricos - Hih Efficiency Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM Nominal (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio In (A) Ip/In db(a) II polos 0,12 0, ,034 6,6 3,0 3,2 0, ,2 56 1, ,0 58,0 62,0 0,48 0,60 0,68 1,28 0,18 0, ,052 5,2 2,3 2,3 0, ,7 56 1, ,0 59,0 62,0 0,55 0,68 0,78 0,980 0,25 0, ,072 5,4 2,6 2,6 0, ,2 56 1, ,0 60,0 63,0 0,50 0,63 0,73 1,44 0,37 0,5 63 0,107 6,0 2,5 2,5 0, ,2 56 1, ,0 65,0 66,0 0,54 0,69 0,79 1,86 0,55 0, ,158 5,6 2,3 2,4 0, ,5 60 1, ,0 68,5 70,0 0,64 0,77 0,85 2,43 0, ,214 6,6 3,3 3,3 0, ,5 60 1, ,0 80,0 80,5 0,64 0,76 0,84 2,91 1,1 1,5 80 0,311 7,6 3,4 3,3 0, ,5 62 1, ,0 82,0 82,6 0,66 0,78 0,84 4,16 1, ,432 6,9 3,2 3,1 0, ,5 62 1, ,0 83,2 83,7 0,66 0,79 0,85 5,51 2,2 3 90S 0,621 7,4 2,9 3 0, ,5 68 1, ,6 85,5 85,5 0,66 0,78 0,84 8, L 0,847 7,4 3 3,1 0, ,5 68 1, ,6 87,0 87,5 0,66 0,78 0,84 10,7 3, L 1,04 8,8 3,15 3,6 0, ,0 71 1, ,2 86,7 87,6 0,71 0,82 0,87 12,8 4, M 1,25 7,6 2,2 3 0, ,5 69 1, ,0 88,0 88,5 0,75 0,84 0,89 15,1 5,5 7,5 112M 1,53 8,3 2,85 3,5 0, ,0 69 1, ,5 88,2 88,7 0,71 0,82 0,87 18,8 7, S 2,08 7,2 2,15 2,9 0, ,0 72 1, ,0 89,4 89,6 0,75 0,84 0,88 25,0 9,2 12,5 132M 2,55 7,5 2,3 2,9 0, ,0 72 1, ,2 90,2 90,2 0,77 0,85 0,89 30, M 3,04 8,3 2,6 3 0, ,0 72 1, ,6 90,5 90,5 0,75 0,84 0,88 36, M 4,14 6,6 2 2,8 0, , ,0 90,8 90,8 0,74 0,83 0,87 49,8 18, M 5,10 6,8 2,1 2,9 0, , ,0 91,5 91,5 0,74 0,83 0,87 61, L 6,06 7,5 2,4 3 0, , ,0 91,5 92,0 0,74 0,83 0,87 72,2 Hih-Output Desin 0,25 0, ,072 5,8 2,4 2,8 0, ,5 60 1, ,0 62,0 64,0 0,63 0,75 0,82 1,25 0,37 0,5 71 0,106 5,8 2,5 2,7 0, ,0 60 1, ,0 65,0 67,0 0,63 0,75 0,83 1,75 0,55 0, ,158 5,8 2,2 2,5 0, ,0 62 1, ,0 70,0 72,0 0,62 0,74 0,81 2,47 0, ,213 7,0 2,7 3,5 0, ,5 62 1, ,5 80,0 80,5 0,65 0,77 0,84 2,91 1,1 1,5 90S 0,310 7,2 2,4 3 0, ,5 68 1, ,5 83,0 83,0 0,67 0,78 0,84 4,14 1,5 2 90S 0,423 7,3 2,6 3 0, ,5 68 1, ,5 84,0 84,0 0,70 0,81 0,86 5,46 2,2 3 90L 0,621 7,4 2,9 3 0, ,5 68 1, ,6 85,5 85,5 0,66 0,78 0,84 8, L 0,835 8,7 2,85 3,5 0, ,5 71 1, ,0 86,0 87,5 0,71 0,81 0,86 10,4 3, M 1,04 7,3 2,2 3 0, ,0 69 1, ,5 87,1 87,6 0,74 0,83 0,88 12,6 4, S 1,25 7,4 2,25 3,1 0, ,0 72 1, ,6 87,2 88,5 0,70 0,80 0,85 15,6 5,5 7,5 132M 1,52 6,9 2,1 2,9 0, ,0 72 1, ,7 87,8 88,6 0,70 0,81 0,86 18,9 5,5 7,5 132S 1,52 6,9 2,1 2,9 0, ,0 72 1, ,7 87,8 88,6 0,70 0,81 0,86 18,9 7, M 2,08 7,2 2,15 2,9 0, ,0 72 1, ,0 89,4 89,6 0,75 0,84 0,88 25,0 7, M 2,06 7,5 2,3 3,5 0, ,0 72 1, ,0 89,6 90,0 0,75 0,83 0,87 25,2 9,2 12,5 132S 2,55 7,5 2,3 2,9 0, ,0 72 1, ,2 90,2 90,2 0,77 0,85 0,89 30, M 3,03 6,8 2 2,8 0, ,0 72 1, ,5 90,5 90,5 0,72 0,81 0,86 37, L 4,14 6,6 2 2,8 0, , ,0 90,8 90,8 0,74 0,83 0,87 49,8 18, L 5,10 6,8 2,1 2,9 0, , ,0 91,5 91,5 0,74 0,83 0,87 61, L 6,05 7,0 1,9 2,8 0, , ,8 92,0 92,0 0,75 0,83 0,87 72, M 6,05 7,0 1,9 2,8 0, , ,8 92,0 92,0 0,75 0,83 0,87 72,2 Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. 14

15 Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio Ip/In db(a) IV polos 0,12 0, ,068 4,5 2,1 2,4 0, ,2 48 1, ,0 55,0 58,0 0,45 0,57 0,66 0,830 0,18 0, ,103 4,7 2,2 2,4 0, ,2 48 1, ,0 58,0 62,0 0,45 0,58 0,67 1,14 0,25 0, ,142 4,5 2,3 2,5 0, ,2 48 1, ,0 58,0 62,0 0,44 0,55 0,64 1,65 0,37 0,5 71 0,215 4,3 2,1 2,2 0, ,0 47 1, ,0 66,0 67,0 0,46 0,59 0,69 2,10 0,55 0, ,317 5,3 2,5 2,5 0, ,5 47 1, ,0 68,0 69,0 0,46 0,60 0,69 3,03 0, ,422 6,6 2,4 2,8 0, ,5 48 1, ,5 80,0 80,5 0,57 0,71 0,81 3,02 1,1 1,5 80 0,625 6,8 3,15 3 0, ,5 48 1, ,0 81,0 81,6 0,58 0,71 0,79 4,48 1,5 2 90S 0,835 7,1 2,2 3 0, ,5 51 1, ,0 83,5 84,2 0,57 0,70 0,78 5,98 2,2 3 90L 1,24 6,5 1,95 2,5 0, ,0 51 1, ,8 84,8 85,1 0,64 0,76 0,83 8, L 1,69 6,4 2,7 2,9 0, ,0 54 1, ,6 86,3 86,5 0,61 0,73 0,82 11,1 3, L 2,09 8,0 3 3,6 0, ,0 54 1, ,0 87,0 88,0 0,58 0,70 0,78 14,1 4, M 2,52 6,2 2,1 2,75 0, ,0 56 1, ,0 88,5 88,5 0,62 0,74 0,81 16,6 5,5 7,5 112M 3,08 6,3 2,1 2,7 0, ,0 56 1, ,4 89,1 90,0 0,59 0,72 0,79 20,2 7, S 4,15 7,9 2 3,2 0, ,0 58 1, ,0 90,8 91,0 0,66 0,78 0,84 25,8 9,2 12,5 132M 5,09 8,0 2,05 3,1 0, ,0 58 1, ,0 90,8 91,0 0,67 0,79 0,84 31, M/L 6,09 8,2 2,15 3,2 0, ,0 58 1, ,5 91,2 91,7 0,67 0,79 0,85 37, M 8,23 6,8 2,7 3 0, , ,0 92,4 92,4 0,64 0,75 0,81 52,6 18, L 10,2 6,8 2,7 3 0, , ,0 92,8 92,8 0,64 0,75 0,81 64, M 12,1 6,4 2,3 2,7 0, , ,5 92,8 93,0 0,71 0,81 0,84 74, M 16,5 6,2 2 2,3 0, , ,7 93,2 93,4 0,72 0,81 0,85 99, L 20,4 6,2 2,5 2,6 0, , ,0 93,2 93,6 0,72 0,80 0, S/M 24,7 7,2 2,4 2,6 0, , ,5 93,7 94,1 0,76 0,83 0, S/M 30,2 7,2 2,4 2,6 0, , ,9 94,2 94,4 0,77 0,84 0, S/M 41,2 7,2 2,4 2,8 0, , ,0 94,5 94,6 0,71 0,81 0, Hih-Output Desin 0,12 0, ,069 4,5 2,2 2,6 0, ,5 47 1, ,0 56,0 60,0 0,44 0,54 0,63 0,830 0,18 0, ,102 4,5 2,3 2,6 0, ,0 47 1, ,0 58,0 61,0 0,43 0,54 0,63 1,23 0,25 0, ,142 4,4 2,2 2,4 0, ,5 47 0, ,0 61,0 63,0 0,46 0,58 0,68 1,54 0,37 0,5 80 0,208 6,0 2,1 2,8 0, ,0 48 1, ,0 67,0 71,0 0,50 0,63 0,72 1,90 0,55 0, ,308 6,2 2,2 2,8 0, ,0 48 1, ,0 72,0 73,0 0,52 0,65 0,75 2,64 0, L 0,414 7,3 2 2,9 0, ,0 51 1, ,0 81,5 82,5 0,56 0,69 0,78 2,98 0, S 0,414 7,3 2 2,9 0, ,0 51 1, ,0 81,5 82,5 0,56 0,69 0,78 2,98 1,1 1,5 90L 0,612 7,5 2,2 3 0, ,5 51 1, ,0 83,5 84,0 0,57 0,70 0,78 4,38 1,1 1,5 90S 0,612 7,5 2,2 3 0, ,5 51 1, ,0 83,5 84,0 0,57 0,70 0,78 4,38 1,5 2 90L 0,835 7,1 2,2 3 0, ,5 51 1, ,0 83,5 84,2 0,57 0,70 0,78 5,98 2, L 1,23 7,6 3,25 3,5 0, ,0 54 1, ,0 87,0 87,5 0,57 0,70 0,78 8, M 1,66 7,7 2,25 3 0, ,0 56 1, ,3 87,0 87,5 0,62 0,74 0,80 11,3 3, M 2,06 7,1 2,05 2,9 0, ,0 56 1, ,0 88,0 88,0 0,60 0,73 0,80 13,9 4, M 2,49 7, , ,0 58 1, ,0 88,3 89,0 0,63 0,75 0,82 16,2 4, S 2,49 7, , ,0 58 1, ,0 88,3 89,0 0,63 0,75 0,82 16,2 5,5 7,5 132M 3,04 6,8 2 2,9 0, ,0 58 1, ,0 88,4 89,5 0,62 0,75 0,82 19,8 5,5 7,5 132S 3,04 6,8 2 2,9 0, ,0 58 1, ,0 88,4 89,5 0,62 0,75 0,82 19,8 7, M 4,15 7,9 2 3,2 0, ,0 58 1, ,0 90,8 91,0 0,66 0,78 0,84 25,8 9,2 12,5 160L 5,09 6,6 2,2 2,9 0, ,0 64 1, ,6 90,3 90,5 0,63 0,74 0,81 33,0 9,2 12,5 160M 5,09 6,6 2,2 2,9 0, ,0 64 1, ,6 90,3 90,5 0,63 0,74 0,81 33, M 6,09 8,2 2,15 3,2 0, ,0 58 1, ,5 91,2 91,7 0,67 0,79 0,85 37, L 6,07 6,8 2,5 2,9 0, , ,6 91,4 91,7 0,63 0,75 0,81 38, M 6,07 6,8 2,5 2,9 0, , ,6 91,4 91,7 0,63 0,75 0,81 38, L 8,23 6,8 2,7 3 0, , ,0 92,4 92,4 0,64 0,75 0,81 52,6 18, L 10,2 6,5 2,3 2,8 0, , ,0 92,6 92,8 0,70 0,80 0,84 62,2 18, M 10,2 6,5 2,3 2,8 0, , ,0 92,6 92,8 0,70 0,80 0,84 62,2 * 71/ frames 180L are available 12,1 only in 6,4 Ex d executions. 2,3 2,7 0, , ,5 92,8 93,0 0,71 0,81 0,84 74, L 16,5 6,2 2 2,3 0, , ,7 93,2 93,4 0,72 0,81 0,85 99, S/M 20,3 7,4 2,3 2,7 0, , ,5 93,4 93,6 0,72 0,81 0, L 24,8 6,3 2,1 2,5 0, , ,0 93,6 93,6 0,67 0,78 0, S/M 24,7 7,0 2,2 2,7 0, , ,0 93,8 94,1 0,71 0,81 0, S/M 30,2 7,2 2,2 2,7 0, , ,6 94,2 94,4 0,74 0,83 0, S/M 41,0 7,9 2,6 2,8 0, , ,0 94,5 94,6 0,71 0,81 0, Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. Nominal In (A) 15

16 Dados elétricos - Hih Efficiency Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio Ip/In db(a) VI polos 0,12 0, ,104 3,2 2,0 2,3 0, ,7 47 1, ,0 42,0 47,0 0,43 0,51 0,59 1,14 0,18 0, ,165 2,8 1,7 1,9 0, ,5 47 1, ,0 49,0 52,0 0,46 0,54 0,65 1,40 0,25 0, ,231 2,9 1,9 2 0, ,0 47 1, ,0 54,0 57,0 0,43 0,52 0,62 1,80 0,37 0,5 80 0,319 3,9 2 2,1 0, ,5 47 1, ,0 55,0 59,0 0,46 0,57 0,66 2,49 0,55 0, ,474 4,5 2,2 2,4 0, ,5 47 1, ,0 61,0 66,0 0,46 0,57 0,71 3,08 0, S 0,641 5,5 2,4 2,6 0, ,0 49 1, ,0 79,0 80,5 0,50 0,63 0,72 3,42 1,1 1,5 90S 0,952 4,8 2,1 2,3 0, ,0 49 1, ,5 77,0 77,0 0,53 0,67 0,75 4,98 1, L 1,27 6,0 2,45 2,9 0, ,5 48 1, ,5 83,7 83,9 0,49 0,62 0,70 6,66 2, L 1,86 5,9 2,55 2,9 0, ,0 48 1, ,0 84,0 83,9 0,50 0,63 0,71 9, M 2,55 6,1 2,3 2,6 0, ,0 52 1, ,1 86,5 86,5 0,56 0,69 0,75 12,1 3, S 3,09 6,3 1,8 2,6 0, ,0 55 1, ,1 87,7 87,7 0,53 0,66 0,73 15,1 4, S 3,78 6,0 2,3 2,4 0, ,0 55 1, ,0 88,0 88,0 0,55 0,67 0,74 18,2 5,5 7,5 132M 4,62 6,3 1,85 2,6 0, ,0 55 1, ,1 88,5 88,5 0,54 0,67 0,74 22,0 7, M/L 6,30 6,4 1,95 2,5 0, ,0 55 1, ,0 88,5 88,5 0,57 0,69 0,76 29,4 9,2 12,5 160M 7,66 6,0 2 2,5 0, , ,0 89,5 89,5 0,64 0,76 0,82 32, M 9,12 6,5 2,3 2,8 0, , ,7 91,0 91,0 0,62 0,74 0,80 39, L 12,4 6,5 2,4 2,8 0, , ,0 91,0 91,3 0,62 0,74 0,80 53,8 18, L 15,3 8,5 2,5 3 0, , ,0 92,4 92,4 0,69 0,80 0,86 61, L 18,2 6,1 2,1 2,5 0, , ,2 92,4 93,0 0,65 0,76 0,81 76, L 24,9 6,0 2 2,4 0, , ,5 93,0 93,4 0,65 0,76 0, S/M 30,5 7,0 2,1 2,5 0, , ,6 93,5 93,6 0,71 0,80 0, S/M 37,1 7,0 2,3 2,6 1, , ,6 93,8 93,8 0,70 0,80 0, S/M 45,2 7,2 2,4 2,6 1, , ,7 94,0 94,1 0,70 0,80 0, Hih-Output Desin 0,12 0, ,109 3,0 2,0 2,0 0, ,0 47 1, ,0 49,0 50,0 0,46 0,54 0,62 1,02 0,25 0, ,215 3,6 1,7 2,1 0, ,0 47 1, ,0 52,0 54,0 0,48 0,60 0,70 1,74 0,37 0,5 90S 0,313 5,0 1,8 2,7 0, ,0 49 1, ,5 63,0 68,0 0,43 0,55 0,63 2,26 0,55 0,75 90S 0,474 5,0 2,5 2,5 0, ,0 49 1, ,0 65,0 71,0 0,47 0,59 0,68 2,98 0, L 0,641 5,5 2,4 2,6 0, ,0 49 1, ,0 79,0 80,5 0,50 0,63 0,72 3,42 1,1 1,5 100L 0,924 6,4 2,45 3 0, ,0 48 1, ,5 84,3 85,5 0,47 0,60 0,69 4,92 1,1 1,5 90L 0,952 4,8 2,1 2,3 0, ,0 49 1, ,5 77,0 77,0 0,53 0,67 0,75 4,98 1, M 1,26 6,9 2,5 3 0, ,0 52 1, ,0 86,0 86,5 0,50 0,63 0,71 6,46 2, M 1,86 6,9 2,65 3 0, ,0 52 1, ,2 86,9 87,5 0,51 0,64 0,72 9, S 2,51 6,2 1,75 2,6 0, ,0 55 1, ,0 87,5 87,5 0,52 0,64 0,72 12,5 3, M 3,09 6,3 1,8 2,6 0, ,0 55 1, ,1 87,7 87,7 0,53 0,66 0,73 15,1 4, M 3,78 6,0 2,3 2,4 0, ,0 55 1, ,0 88,0 88,0 0,55 0,67 0,74 18,2 5,5 7,5 160M 4,56 6,0 2 2,7 0, ,0 59 1, ,5 89,0 89,5 0,59 0,72 0,79 20,4 7, L 6,24 5,7 1,9 2,5 0, , ,0 89,5 89,5 0,62 0,74 0,81 27,2 7, M 6,24 5,7 1,9 2,5 0, , ,0 89,5 89,5 0,62 0,74 0,81 27,2 9,2 12,5 160L 7,66 6,0 2 2,5 0, , ,0 89,5 89,5 0,64 0,76 0,82 32, L 9,12 6,5 2,3 2,8 0, , ,7 91,0 91,0 0,62 0,74 0,80 39, L 12,4 8,0 2,4 3 0, , ,0 91,7 91,3 0,68 0,78 0,86 50, M 12,4 8,0 2,4 3 0, , ,0 91,7 91,3 0,68 0,78 0,86 50,2 18, L 15,3 6,2 2,1 2,6 0, , ,7 92,6 92,4 0,65 0,76 0,82 64,0 18, M 15,3 6,2 2,1 2,6 0, , ,7 92,6 92,4 0,65 0,76 0,82 64, M 18,2 6,1 2,1 2,5 0, , ,2 92,4 93,0 0,65 0,76 0,81 76, S/M 18,2 7,0 1,8 2,4 0, , ,5 93,0 93,0 0,71 0,81 0,85 73, M 24,9 6,0 2 2,4 0, , ,5 93,0 93,4 0,65 0,76 0, S/M 24,8 7,0 2 2,4 0, , ,8 93,1 93,4 0,71 0,81 0,85 99, S/M 30,5 7,0 2,2 2,5 0, , ,0 93,5 93,6 0,68 0,79 0, S/M 37,1 7,2 2,2 2,5 0, , ,4 93,7 93,8 0,70 0,80 0, Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. Nominal In (A) 16

17 Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio Ip/In db(a) VIII polos 0,12 0, ,146 2,6 2,0 2,0 0, ,0 45 1, ,0 46,0 50,5 0,39 0,48 0,54 1,15 0,18 0, ,209 3,2 2 2,2 0, ,5 46 1, ,0 50,0 53,0 0,45 0,52 0,65 1,37 0,25 0, ,292 3,2 2,1 2,3 0, ,5 46 1, ,0 56,0 58,0 0,41 0,50 0,60 1,89 0,37 0,5 90S 0,432 3,3 1,7 2 0, ,0 47 1, ,0 62,0 62,0 0,42 0,54 0,64 2,44 0,55 0,75 90L 0,649 3,4 1,7 1,9 0, ,5 47 1, ,0 63,0 63,0 0,45 0,56 0,67 3,42 0, L 0,875 3,8 1,95 2,25 0, ,0 47 1, ,0 68,0 70,0 0,42 0,54 0,62 4,54 1,1 1,5 100L 1,25 4,6 2 2,5 0, ,5 54 1, ,0 78,0 78,0 0,40 0,52 0,61 6,04 1, M 1,71 5,3 2,4 2,5 0, ,0 54 1, ,0 83,0 83,5 0,48 0,62 0,70 6,72 2, S 2,49 5,9 1,95 2,3 0, ,0 52 1, ,5 84,5 84,5 0,53 0,65 0,74 9, M 3,40 6,4 2,45 2,7 0, ,0 52 1, ,0 84,5 85,1 0,51 0,64 0,73 12,7 3, M/L 4,19 5,9 2,15 2,5 0, ,0 52 1, ,0 85,0 85,6 0,52 0,65 0,73 15,5 4, M 4,98 5,1 1,9 2,4 0, , ,5 87,0 87,0 0,48 0,61 0,69 19,7 5,5 7,5 160M 6,09 5,0 1,8 2,3 0, , ,5 88,0 87,5 0,51 0,53 0,71 23,2 7, L 8,35 5,0 1,9 2,3 0, , ,0 89,5 89,5 0,51 0,64 0,71 31,0 9,2 12,5 180M 10,2 6,8 2 2,6 0, , ,5 90,0 90,0 0,60 0,72 0,78 34, L 12,2 7,0 2,1 2,7 0, , ,5 90,4 90,4 0,60 0,72 0,78 41, L 16,7 7,0 2,2 2,7 0, , ,0 91,0 90,5 0,60 0,72 0,79 55,0 18, L 20,6 4,5 1,7 1,8 0, , ,6 91,0 91,0 0,58 0,70 0,76 70, S/M 24,2 6,7 1,9 2,5 0, , ,7 91,9 91,7 0,65 0,76 0,81 77, S/M 33,0 6,8 2 2,6 0, , ,0 92,2 92,2 0,65 0,76 0, S/M 41,0 6,8 2 2,9 1, , ,6 92,7 92,6 0,64 0,76 0, S/M 49,8 6,9 2 2,9 1, , ,6 92,8 92,6 0,64 0,76 0, Hih-Output Desin 0,12 0, ,139 3,3 2,0 2,3 0, ,5 46 1, ,0 45,0 48,0 0,43 0,52 0,60 1,10 0,37 0,5 90L 0,432 3,3 1,7 2 0, ,0 47 1, ,0 62,0 62,0 0,42 0,54 0,64 2,44 0, L 0,849 4,5 1,85 2,45 0, ,5 54 1, ,0 74,0 74,0 0,40 0,52 0,61 4,40 1,1 1,5 112M 1,25 5,0 2,2 2,5 0, ,5 54 1, ,0 80,0 80,0 0,48 0,61 0,70 5,18 1, S 1,70 5,5 1,8 2,2 0, ,0 52 1, ,0 82,5 82,5 0,52 0,64 0,73 6,54 2, M 2,49 5,9 1,95 2,3 0, ,0 52 1, ,5 84,5 84,5 0,53 0,65 0,74 9,24 3, M 4,10 5,0 1,8 2,4 0, , ,5 86,0 86,0 0,48 0,61 0,69 16,4 4, L 4,98 5,1 1,9 2,4 0, , ,5 87,0 87,0 0,48 0,61 0,69 19,7 5,5 7,5 160L 6,09 5,0 1,8 2,3 0, , ,5 88,0 87,5 0,51 0,53 0,71 23,2 7, L 8,35 6,8 1,9 2,6 0, , ,5 89,5 89,5 0,60 0,71 0,78 28,2 7, M 8,35 6,8 1,9 2,6 0, , ,5 89,5 89,5 0,60 0,71 0,78 28,2 9,2 12,5 180L 10,2 6,8 2 2,6 0, , ,5 90,0 90,0 0,60 0,72 0,78 34, M 12,2 7,0 2,1 2,7 0, , ,5 90,4 90,4 0,60 0,72 0,78 41, L 16,7 4,5 1,7 1,9 0, , ,2 91,0 90,7 0,57 0,69 0,74 58, M 16,7 4,5 1,7 1,9 0, , ,2 91,0 90,7 0,57 0,69 0,74 58,6 18, S/M 20,4 6,8 1,7 2,4 0, , ,2 91,5 91,2 0,64 0,75 0,81 65, S/M 33,2 7,2 1,8 2,8 0, , ,2 92,5 92,2 0,63 0,74 0, Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. Nominal In (A) 17

18 Dados elétricos - Premium Efficiency Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio Ip/In db(a) II polos 0,12 0, ,034 6,6 3,0 3,2 0, ,7 56 1, ,0 58,0 62,0 0,48 0,60 0,68 1,28 0,18 0, ,051 6,0 2,6 2,8 0, ,2 56 1, ,0 63,0 65,0 0,54 0,66 0,75 1,28 0,25 0, ,072 5,6 2,5 2,6 0, ,7 56 1, ,0 64,0 67,0 0,55 0,68 0,77 1,28 0,37 0,5 63 0,107 6,0 2,7 2,7 0, ,7 56 1, ,0 68,0 69,0 0,58 0,71 0,80 1,73 0,55 0, ,156 6,3 2,6 2,7 0, ,5 60 1, ,0 73,0 73,0 0,66 0,79 0,86 2,30 0, ,213 7,0 3,4 3,6 0, ,0 60 1, ,0 81,5 82,5 0,65 0,77 0,84 2,82 1,1 1,5 80 0,311 8,4 3,6 3,8 0, ,0 62 1, ,0 84,0 84,6 0,64 0,76 0,83 4,11 1,5 2 90S 0,420 8,0 3 3,2 0, ,0 68 1, ,5 85,5 85,5 0,71 0,81 0,86 5,36 2,2 3 90L 0,618 7,8 3,4 3,1 0, ,0 68 1, ,0 86,5 86,5 0,69 0,80 0,85 7, L 0,832 8,7 3 3,8 0, ,0 71 1, ,0 88,0 88,5 0,72 0,82 0,87 10,2 3, L 1,03 8,7 3,1 3,8 0, ,0 71 1, ,4 88,3 88,6 0,69 0,80 0,86 12,8 4, M 1,26 7,5 2,5 3,1 0, ,0 69 1, ,7 89,0 89,5 0,74 0,84 0,88 15,0 5,5 7,5 112M 1,53 8,2 3 3,6 0, ,0 69 1, ,9 89,4 89,7 0,72 0,82 0,87 18,5 7, S 2,07 8,1 2,5 3,4 0, ,0 72 1, ,2 89,9 90,6 0,74 0,83 0,87 24,8 9,2 12,5 132M 2,54 8,1 2,5 3,4 0, ,0 72 1, ,6 90,8 91,2 0,76 0,85 0,89 29, M 3,04 8,5 2,7 3,5 0, ,0 72 1, ,3 91,3 91,5 0,76 0,85 0,89 35, M 4,13 7,4 2,2 3 0, , ,3 92,3 92,2 0,74 0,83 0,87 49,0 18, M 5,09 7,8 2,4 3 0, , ,0 92,8 92,8 0,74 0,83 0,87 60, L 6,04 7,8 2,5 3,2 0, , ,4 93,2 93,2 0,74 0,83 0,87 71,2 Hih-Output Desin 0,25 0, ,071 6,2 2,9 3,1 0, ,0 60 1, ,0 65,0 67,0 0,65 0,76 0,83 1,18 0,37 0,5 71 0,106 6,0 2,65 2,95 0, ,5 60 1, ,0 72,0 72,0 0,66 0,78 0,85 1,59 0,55 0, ,157 6,8 2,7 2,9 0, ,0 62 1, ,0 73,0 73,0 0,67 0,78 0,84 2,35 0, ,212 8,0 3,2 3,3 0, ,5 62 1, ,0 81,5 82,5 0,67 0,78 0,84 2,83 1,1 1,5 90S 0,309 7,8 2,9 3 0, ,0 68 1, ,0 84,5 84,5 0,72 0,82 0,86 3,98 3, M 1,03 7,5 2,5 3,2 0, ,0 69 1, ,3 88,0 88,6 0,73 0,83 0,87 12,6 4, S 1,24 8,3 2,6 3,9 0, ,0 72 1, ,0 87,8 89,6 0,69 0,79 0,86 15,3 5,5 7,5 132S 1,52 7,9 2,4 3,6 0, ,0 72 1, ,0 88,3 89,7 0,69 0,80 0,85 18,9 7, M 2,07 8,1 2,5 3,4 0, ,0 72 1, ,2 89,9 90,6 0,74 0,83 0,87 24, M 3,03 7,4 2,2 3 0, , ,5 91,3 91,5 0,72 0,81 0,86 36, L 4,13 7,4 2,2 3 0, , ,3 92,3 92,2 0,74 0,83 0,87 49,0 18, L 5,09 7,8 2,4 3 0, , ,0 92,8 92,8 0,74 0,83 0,87 60, L 6,04 7,2 2 2,9 0, , ,4 93,2 93,2 0,75 0,83 0,87 71, M 6,04 7,2 2 2,9 0, , ,4 93,2 93,2 0,75 0,83 0,87 71,2 Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. Nominal In (A) 18

19 Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio Ip/In db(a) IV polos 0,12 0, ,068 4,5 2,0 2,3 0, ,7 48 1, ,0 59,0 61,0 0,46 0,59 0,68 0,760 0,18 0, ,103 4,5 2,1 2,3 0, ,7 48 1, ,0 62,0 65,0 0,46 0,59 0,68 1,07 0,25 0, ,143 4,5 2,1 2,3 0, ,2 48 1, ,0 63,0 66,0 0,46 0,59 0,68 1,47 0,37 0,5 71 0,213 5,0 2,2 2,3 0, ,5 47 1, ,0 68,0 70,0 0,45 0,59 0,69 2,00 0,55 0, ,317 5,3 2,5 2,5 0, ,5 47 1, ,0 71,0 72,0 0,44 0,56 0,66 3,04 0, ,423 7,3 3 3,2 0, ,5 48 1, ,0 82,0 82,8 0,63 0,74 0,82 2,90 1,1 1,5 90L 0,610 7,6 2,7 3,2 0, ,0 51 1, ,5 85,5 86,5 0,60 0,73 0,80 4,18 1,5 2 90L 0,832 7,7 2,8 3,3 0, ,0 51 1, ,0 86,0 86,5 0,59 0,72 0,80 5,70 2, L 1,23 7,6 3,8 3,7 0, ,0 54 1, ,6 88,2 89,5 0,59 0,72 0,79 8, L 1,69 6,7 3,1 3,2 0, ,0 54 1, ,5 87,5 88,0 0,61 0,74 0,81 11,1 3, M 2,05 7,6 2,4 3,3 0, ,0 56 1, ,1 89,3 89,5 0,61 0,74 0,80 13,6 4, M 2,51 7,0 2,4 3 0, ,0 56 1, ,7 89,5 89,5 0,61 0,74 0,80 16,5 5,5 7,5 132S 3,04 8,4 2,3 3,6 0, ,0 58 1, ,9 91,2 91,7 0,63 0,76 0,82 19,1 7, S 4,14 8,2 2,3 3,5 0, ,0 58 1, ,8 91,6 92,0 0,66 0,78 0,84 25,4 9,2 12,5 132M 5,08 8,5 2,4 3,5 0, ,0 58 1, ,0 91,8 92,0 0,66 0,78 0,84 31, M/L 6,09 8,3 2,5 3,5 0, ,0 58 1, ,6 91,5 92,4 0,63 0,76 0,83 37, M 8,23 7,7 3 3,5 0, , ,6 93,2 93,4 0,64 0,75 0,82 51,4 18, L 10,2 7,3 2,7 3,2 0, , ,4 93,6 93,8 0,64 0,75 0,81 63, M 12,1 7, , , ,0 93,8 94,0 0,68 0,78 0,83 74, M 16,5 6,6 2,2 2,8 0, , ,6 94,2 94,4 0,70 0,79 0,84 99, L 20,3 6,4 2,5 2,7 0, , ,0 94,5 94,6 0,70 0,80 0, S/M 24,6 7,5 2,4 2,8 0, , ,2 94,7 95,1 0,71 0,80 0, S/M 30,1 7,5 2,4 2,8 0, , ,5 95,0 95,4 0,74 0,83 0, S/M 41,0 7,5 2,5 2,8 1, , ,6 95,2 95,5 0,74 0,83 0, Hih-Output Desin 0,12 0, ,068 4,4 2,1 2,8 0, ,0 47 1, ,0 59,0 63,0 0,45 0,56 0,65 0,769 0,18 0, ,103 4,4 2,2 2,65 0, ,5 47 1, ,0 63,0 65,0 0,45 0,57 0,66 1,10 0,25 0, ,144 4,4 2,25 2,5 0, ,0 47 1, ,0 66,0 68,0 0,47 0,59 0,69 1,40 0,37 0,5 80 0,209 6,0 2,1 2,4 0, ,0 48 1, ,0 72,0 72,0 0,61 0,73 0,81 1,66 0,55 0, ,311 5,9 2,1 2,4 0, ,5 48 1, ,0 75,0 75,0 0,58 0,70 0,80 2,41 0, S 0,416 7,6 2,6 3,2 0, ,5 51 1, ,0 84,0 85,5 0,60 0,72 0,79 2, M 1,66 7,8 2,6 3,55 0, ,0 56 1, ,2 89,0 89,5 0,58 0,70 0,79 11,1 5,5 7,5 132M 3,04 8,4 2,3 3,6 0, ,0 58 1, ,9 91,2 91,7 0,63 0,76 0,82 19,1 7, M 4,14 8,2 2,3 3,5 0, ,0 58 1, ,8 91,6 92,0 0,66 0,78 0,84 25,4 7, M 4,13 7,0 2,5 3,1 0, ,0 64 1, ,1 91,5 92,0 0,65 0,76 0,82 26,0 9,2 12,5 160L 5,09 7,3 2,4 3 0, ,0 64 1, ,6 91,3 91,7 0,63 0,74 0,81 32,6 9,2 12,5 160M 5,09 7,3 2,4 3 0, ,0 64 1, ,6 91,3 91,7 0,63 0,74 0,81 32, L 6,07 7,0 2,5 3 0, , ,6 92,4 92,7 0,63 0,75 0,81 38, M 6,07 7,0 2,5 3 0, , ,6 92,4 92,7 0,63 0,75 0,81 38, L 8,23 7,7 3 3,5 0, , ,6 93,2 93,4 0,64 0,75 0,82 51,4 18, M 10,2 7,0 2,4 3 0, , ,4 93,6 93,8 0,67 0,77 0,83 62, L 12,1 7, , , ,0 93,8 94,0 0,68 0,78 0,83 74, L 16,5 6,6 2,2 2,8 0, , ,6 94,2 94,4 0,70 0,79 0,84 99, S/M 20,3 7,4 2,3 2,7 0, , ,2 94,1 94,6 0,72 0,81 0, S/M 24,6 7,5 2,6 2,9 0, , ,0 94,7 95,1 0,73 0,82 0, S/M 30,1 7,9 2,7 3 0, , ,2 95,0 95,4 0,72 0,82 0, Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. Nominal In (A) 19

20 Dados elétricos - Premium Efficiency Tempo máximo Nível 220 V Momento Potência Conjuado com Conjuado Conjuado com rotor médio de de Massa Fator % de Cara Carcaça Nominal Rotor de Partida Máximo bloqueado (s) pressão de Rendimento Fator de Potência Inércia J (k) RPM (kfm) Bloqueado Cp/Cn Cmáx/Cn sonora Serviço kw HP (km2) Quente Frio Ip/In db(a) VI polos 0,12 0, ,104 3,4 2,0 2,1 0, ,2 47 1, ,0 48,0 52,0 0,41 0,50 0,59 1,02 0,18 0, ,161 3,2 1,8 2 0, ,0 47 1, ,0 55,0 58,0 0,40 0,50 0,59 1,38 0,25 0, ,223 3,3 1,95 2 0, ,5 47 1, ,0 61,0 62,0 0,41 0,52 0,61 1,72 0,37 0,5 80 0,323 4,1 1,8 2,1 0, ,5 47 1, ,0 63,0 64,0 0,51 0,64 0,74 2,04 0,55 0, ,478 4,7 2,2 2,3 0, ,5 47 1, ,0 72,0 72,5 0,51 0,65 0,75 2,66 0, S 0,638 5,6 2,4 2,8 0, ,0 49 1, ,5 82,0 82,4 0,48 0,63 0,70 3,42 1,1 1,5 90L 0,944 5,4 2,4 2,8 0, ,0 49 1, ,0 81,5 81,5 0,50 0,63 0,71 4,98 1, L 1,26 6,1 2,4 2,8 0, ,0 48 1, ,5 85,0 85,5 0,50 0,63 0,71 6,46 2, M 1,85 7,1 2,8 3,3 0, ,0 52 1, ,5 87,5 87,5 0,49 0,61 0,69 9, S 2,50 7,2 2,2 2,8 0, ,0 55 1, ,5 89,0 89,5 0,52 0,64 0,72 12,2 3, S 3,08 7,5 2,4 3 0, ,0 55 1, ,5 89,0 89,0 0,50 0,63 0,71 15,4 4, S 3,76 6,7 2,2 2,7 0, ,0 55 1, ,5 89,0 89,0 0,51 0,64 0,72 18,4 5,5 7,5 132M 4,60 6,9 2,2 2,7 0, ,0 55 1, ,0 89,0 89,5 0,52 0,65 0,73 22,2 7, M/L 6,27 6,9 2,4 2,8 0, ,0 55 1, ,0 89,0 89,7 0,52 0,65 0,73 30,0 9,2 12,5 160M 7,66 6,3 2 2,5 0, , ,0 90,8 91,0 0,63 0,75 0,81 32, M 9,12 7,0 2,4 2,9 0, , ,7 91,8 91,8 0,62 0,74 0,80 39, M 12,4 8,0 2,4 3 0, , ,5 92,0 92,2 0,68 0,79 0,85 50,2 18, L 15,3 8,5 2,5 3,3 0, , ,5 93,0 93,1 0,68 0,79 0,85 61, L 18,2 6,5 2,3 2,8 0, , ,0 93,6 93,6 0,63 0,75 0,81 76, L 24,8 6,7 2,4 2,8 0, , ,0 93,6 94,1 0,61 0,73 0, S/M 30,4 7,4 2,4 2,7 0, , ,5 94,1 94,2 0,70 0,80 0, S/M 37,0 7,6 2,5 2,7 1, , ,0 94,5 94,5 0,70 0,80 0, S/M 45,2 7,6 2,6 2,7 1, , ,1 94,5 94,7 0,70 0,80 0, Hih-Output Desin 0,12 0, ,105 3,2 2,0 2,2 0, ,5 47 1, ,0 52,0 56,0 0,40 0,49 0,58 0,966 0,25 0, ,217 4,1 1,85 2,2 0, ,0 47 1, ,0 58,0 60,0 0,48 0,60 0,70 1,56 0, L 0,638 5,6 2,4 2,8 0, ,0 49 1, ,5 82,0 82,4 0,48 0,63 0,70 3,42 1, M 1,26 6,7 2,4 2,9 0, ,0 52 1, ,5 86,0 86,5 0,49 0,62 0,70 6,50 3, M 3,08 7,5 2,4 3 0, ,0 55 1, ,5 89,0 89,0 0,50 0,63 0,71 15,4 4, M 3,76 6,7 2,2 2,7 0, ,0 55 1, ,5 89,0 89,0 0,51 0,64 0,72 18,4 5,5 7,5 160M 4,56 6,5 2,2 2,8 0, , ,5 90,5 91,0 0,59 0,72 0,79 20,0 7, L 6,24 6,3 2 2,6 0, , ,5 91,0 91,0 0,62 0,74 0,81 26,8 7, M 6,24 6,3 2 2,6 0, , ,5 91,0 91,0 0,62 0,74 0,81 26,8 9,2 12,5 160L 7,66 6,3 2 2,5 0, , ,0 90,8 91,0 0,63 0,75 0,81 32, L 9,12 7,0 2,4 2,9 0, , ,7 91,8 91,8 0,62 0,74 0,80 39, L 12,4 6,8 2,4 2,8 0, , ,0 92,0 92,2 0,62 0,74 0,80 53, L 12,4 8,0 2,4 3 0, , ,5 92,0 92,2 0,68 0,79 0,85 50,2 18, L 15,3 6,7 2,3 2,8 0, , ,5 93,0 93,1 0,64 0,75 0,81 64,4 18, M 15,3 6,7 2,3 2,8 0, , ,5 93,0 93,1 0,64 0,75 0,81 64, M 18,2 6,5 2,3 2,8 0, , ,0 93,6 93,6 0,63 0,75 0,81 76, M 24,8 6,7 2,4 2,8 0, , ,0 93,6 94,1 0,61 0,73 0, S/M 30,4 7,6 2,4 2,7 1, , ,5 94,0 94,2 0,67 0,78 0, Para obter os valores da corrente nominal (In) em outras tensões, utilizar os seuintes fatores de multiplicação: 380 V - 0,577; 440 V - 0,5. Nominal In (A) 20

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 Motofreio Motor Elétrico Trifásico

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 Motofreio Motor Elétrico Trifásico Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas W22 Motofreio Motor Elétrico Trifásico -- Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em 1961, a WEG é uma das maiores fabricantes de

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 Motofreio Motor Elétrico Trifásico

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 Motofreio Motor Elétrico Trifásico Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas W22 Motofreio Motor Elétrico Trifásico -- Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em 1961, a WEG é uma das maiores fabricantes de

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W50 Motor Elétrico Trifásico

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W50 Motor Elétrico Trifásico Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas W50 Motor Elétrico Trifásico www.we.net W50 A linha de motores WEG W50 apresenta excelente performance atendendo aos mais riorosos critérios de

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações em Áreas Classificadas

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações em Áreas Classificadas Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Motores Aplicações em Áreas Classificadas -- www.we.net Efi ciência e confi abilidade para a indústria Fundada em 1961, a WEG é uma das maiores

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Corrente Contínua

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Corrente Contínua Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Os motores de corrente contínua WEG são concebidos com as mais modernas tecnoloias de projeto, resultando em máquinas compactas e com

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Indução Trifásicos Refrigerados por manto d água

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Indução Trifásicos Refrigerados por manto d água Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Motores de Indução Trifásicos Refrierados por manto d áua www.we.net Motores de Indução Trifásicos Refrierados por manto d áua Os motores WGM,

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. HGF Motor Trifásico de Indução

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. HGF Motor Trifásico de Indução Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas HGF Motor Trifásico de Indução www.we.net HGF Motor Trifásico de Indução A linha HGF se destaca pelo seu alto desempenho aliado a baixos custos

Leia mais

Motores Óleo e Gás. Motores Energia Automação Tintas

Motores Óleo e Gás. Motores Energia Automação Tintas Motores Óleo e Gás Motores Eneria Automação Tintas www.we.net Classificação das áreas Zona 2 Zona 1 Ex Ex e Ex p Ex d Ex na Ex e Ex p Ex d Zona 1 Linha M: Ex e Ex p Linha HGF: Ex e Síncronos: Ex p Water

Leia mais

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores Industriais Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em 1961, a WEG é reconhecida atualmente como uma das maiores

Leia mais

Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22

Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22 Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22 Sebastião Lauro Nau Dia da Inovação na Indústria IEL/SC FIESC - Fpolis/SC 18/07/12 CONTEÚDO 1. UM POUCO SOBRE A WEG 2. DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Megabloc Manual Técnico

Megabloc Manual Técnico Bomba Padronizada Monobloco Manual Técnico Ficha técnica Manual Técnico Todos os direitos reservados. Os conteúdos não podem ser divulgados, reproduzidos, editados nem transmitidos a terceiros sem autorização

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Alternadores Síncronos Linha AN10 Novo Alternadores Síncronos Linha AN10 Os alternadores da linha AN10 foram desenvolvidos para aplicação em

Leia mais

Conhecer as características de conjugado mecânico

Conhecer as características de conjugado mecânico H4- Conhecer as características da velocidade síncrona e do escorregamento em um motor trifásico; H5- Conhecer as características do fator de potência de um motor de indução; Conhecer as características

Leia mais

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas es Industriais es Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em 1961, a WEG é reconhecida atualmente como uma das maiores fabricantes

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS

ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS Somos a Eikon Sistemas de Eneria, uma empresa com foco na inovação e qualidade de seus produtos, além da expertise no desenvolvimento de soluções

Leia mais

Motores. Trifásicos Blindados IP56

Motores. Trifásicos Blindados IP56 Motores Trifásicos Blindados IP56 Institucional Motores e Geradores Elétricos Com presença global em motores elétricos e geradores síncronos o Grupo NOVA consolida sua marca, sempre com o máximo em força,

Leia mais

ways 22 maneiras de melhorar a eficiência do motor e prolongar sua vida útil.

ways 22 maneiras de melhorar a eficiência do motor e prolongar sua vida útil. 22 ways 22 maneiras de melhorar a eficiência do motor e prolongar sua vida útil. Eficiência e Confiabilidade para a Indústria Entenda porque a nova geração de motores elétricos da WEG excede os mais exigentes

Leia mais

Hidrogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Hidrogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Hidroeradores Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Hidroeradores Desenvolvidos para aplicações em pequenas centrais hidrelétricas (PCH), os hidroeradores WEG possuem uma

Leia mais

Atenção Leia antes de ligar o motor

Atenção Leia antes de ligar o motor -- Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Guia Rápido WManet Drive System Atenção Leia antes de liar o motor Leia atentamente este manual antes de instalar e confiurar os equipamentos

Leia mais

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão Transformando energia em soluções Motores de Alta Tensão Motores de alta tensão A WEG desenvolveu em conjunto com consultoria internacional especializada uma linha de motores de carcaça de ferro fundido

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 IR4 Super Premium Motor de Indução Trifásico

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 IR4 Super Premium Motor de Indução Trifásico Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motor de Indução Trifásico -- 2 A WEG em constante inovação amplia sua linha de motores de alta eficiência W22 IR4 SUPER Premium Nas últimas

Leia mais

APÊNDICE B. Ensaio da Performance do Protótipo. MATRBDA-HAW560-75kW

APÊNDICE B. Ensaio da Performance do Protótipo. MATRBDA-HAW560-75kW APÊNDICE B Ensaio da Performance do Protótipo MATRBDA-HAW560-75kW 282 LABORATÓRIO DE ENSAIOS ELÉTRICOS - BAIXA TENSÃO WEG MÁQUINAS RELATÓRIO DE ENSAIO DE PROTÓTIPO MATRBDA 560 POTÊNCIA: 75KW / 25KW TENSÃO

Leia mais

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Automação Energia Tintas

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Automação Energia Tintas Manobra e Proteção de Motores Elétricos Motores Automação Eneria Tintas Destinadas à manobra e proteção de motores elétricos trifásicos e monofásicos. De acordo com a aplicação a WEG disponibiliza uma

Leia mais

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Capacitores Correção do Fator de Potência Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Sumário Tecnoloia dos Capacitores...4 Linha de Produtos...5 UCW - Unidade Capacitiva Monofásica...6

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM...

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM... Motores H-Compact COMPACTO, REFRIGERAÇÃO EFICIENTE A importância crescente da economia de energia, dos requerimentos ambientais, da procura por dimensões menores e das imposições dos mercados nacionais

Leia mais

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Energia Automação Tintas

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Energia Automação Tintas Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos Motores Eneria Automação Tintas Chaves de Partida Destinadas à manobra e proteção de motores elétricos trifásicos e monofásicos. De acordo com

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico.

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial Motor Elétrico Módulo I Já se foi o tempo em que só simpatia garantia bons resultados em vendas.

Leia mais

Sistemas de Força Motriz

Sistemas de Força Motriz Sistemas de Força Motriz Introdução; Os Dados de Placa; Rendimentos e Perdas; Motor de Alto Rendimento; Partidas de Motores; Técnicas de Variação de Velocidade; Exemplos; Dicas CONSUMO DE ENERGIA POR RAMO

Leia mais

Feitos para durar. Motores Trifásicos

Feitos para durar. Motores Trifásicos Feitos para durar Motores Trifásicos Motores Elétricos SIEMENS Feitos para durar A construção de uma marca sólida se baseia não somente em investimentos em pesquisa e desenvolvimento, mas principalmente

Leia mais

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Energia Automação Tintas

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Energia Automação Tintas Capacitores Correção do Fator de Potência Motores Eneria Automação Tintas www.we.net Correção do Fator de Potência Os capacitores para correção de fator de potência WEG, são desenvolvidos a base de filme

Leia mais

Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia

Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia Jornadas Técnicas Novas perspectivas Drive Technology Mundo em Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia Tópicos Instalando o motor elétrico com inversor de freqüência Princípio de funcionamento

Leia mais

www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo.

www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo. www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo. SINAMICS V60 com servomotores 1FL5 A solução para aplicações básicas de servo A tecnologia servo-drive

Leia mais

W22 Motor trifásico. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. g Economia de energia. g Baixo custo operacional.

W22 Motor trifásico. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. g Economia de energia. g Baixo custo operacional. Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Motor trifásico Economia de eneria Baixo custo operacional Lona vida útil Baixa manutenção www.we.net Um motor que sure antecipando conceitos

Leia mais

Motores Elétricos Trifásicos tipo Motofreio

Motores Elétricos Trifásicos tipo Motofreio Motores Elétricos Trifásicos tipo Motofreio DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS COM ACIONAMENTO DO FREIO DO TIPO CC VANTAGENS DA LINHA DE TIPO MOTOFREIO Classe de Isolação F; Carcaças com construção sólida e robusta

Leia mais

Automação Fusíveis ar e gl/gg. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Automação Fusíveis ar e gl/gg. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Fusíveis ar e L/G Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Índice Fusíveis NH, ultrarrápidos ar Características Técnicas... 04 Acessórios... 14 Codificação... 17 Dimensões...

Leia mais

www.dancor.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS REV. - ABR/2010 Pág- 1

www.dancor.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS REV. - ABR/2010 Pág- 1 REV. - ABR/21 Pág- 1 Índice Vista Geral das Curvas de Desempenho...4-5 Série HBI(N) - Centrífugas Multi-estágios HBI(N) - 2...6-7 HBI(N) - 4...8-9 Série CB(I) - Centrífugas Multi-estágios CB(I) - 2...1-11

Leia mais

Feitos para durar. Motores Trifásicos de Baixa Tensão. Answers for industry.

Feitos para durar. Motores Trifásicos de Baixa Tensão. Answers for industry. Feitos para durar Motores Trifásicos de Baixa Tensão Answers for industry. 1 Motores Trifásicos de Baixa Tensão Índice Diferenciais Competitivos 3 Normas ABNT de Motores Elétricos 4 Características de

Leia mais

Linha de Motores Elétricos Trifásicos Industriais VTop

Linha de Motores Elétricos Trifásicos Industriais VTop Linha de Motores Elétricos Trifásicos Industriais VTop LINHA DE ELÉTRICOS TRIFÁSICOS INDUSTRIAIS VTOP A linha de motores elétricos trifásicos industriais VTOP da Voges Motores foi projetada para atender

Leia mais

Eletrotécnica. Comandos Elétricos

Eletrotécnica. Comandos Elétricos Eletrotécnica Comandos Elétricos Teoria e Aplicações Escola Técnica de Brasília - ETB Prof. Roberto Leal Ligação de Motores 1 Motor Elétrico Transformar energia elétrica em energia mecânica Motores de

Leia mais

Figura 7.1 Fluxo de energia em motores elétricos.

Figura 7.1 Fluxo de energia em motores elétricos. CAPÍTULO 7 MOTORES DE INDUÇÃO 7.1 INTRODUÇÃO ÀS MÁQUINAS ELÉTRICAS As máquinas elétricas podem ser classificadas em dois grupos: a) geradores, que transformam energia mecânica oriunda de uma fonte externa

Leia mais

Motores Automação Energia Tintas. Motores de Corrente Contínua

Motores Automação Energia Tintas. Motores de Corrente Contínua Motores Automação Energia Tintas Os motores de corrente contínua WEG são concebidos com as mais modernas tecnologias de projeto, resultando em máquinas compactas e com excelentes propriedades dinâmicas,

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE Página 1 de 10 Manual Técnico Transformadores de potência Revisão 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 RECEBIMENTO...2 3 INSTALAÇÃO...3 3.1 Local de instalação...3 3.2 Ligações...3 3.3 Proteções...7 4 MANUTENÇÃO...9

Leia mais

W50 Motor Elétrico Trifásico

W50 Motor Elétrico Trifásico Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas W50 Motor Elétrico Trifásico Catálogo Técnico Mercado Brasil W50 - A Nova Geração de Motores WEG para Aplicações Severas A linha de motores W50

Leia mais

Geradores CC Parte 2 Adrielle C. Santana

Geradores CC Parte 2 Adrielle C. Santana Geradores CC Parte 2 Adrielle C. Santana Aplicações dos Geradores CC Atualmente com o uso de inversores de frequência e transformadores, tornou-se fácil a manipulação da Corrente Alternada. Como os geradores

Leia mais

Energia Serviços. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Energia Serviços. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Eneria Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net A WEG, líder no mercado de motores e eradores, oferece também serviços de revisão, recuperação e repotenciação em máquinas elétricas

Leia mais

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores VENTILADORES Aspectos gerais As unidades de ventilação modelo BBS, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para frente, e BBL, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para trás, são fruto de

Leia mais

Motores de Indução ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA

Motores de Indução ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA ADRIELLE DE CARVALHO SANTANA Motores CA Os motores CA são classificados em: -> Motores Síncronos; -> Motores Assíncronos (Motor de Indução) O motor de indução é o motor CA mais usado, por causa de sua

Leia mais

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 2

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 2 ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PEA - Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas Eletrotécnica Geral Lista de Exercícios 2 1. Condutores e Dispositivos de Proteção 2. Fornecimento

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO PREFÁCIO O motor elétrico! WEG INDUSTRIAS S.A. - MÁQUINAS ---- IMPORTANTE ---- LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

Leia mais

SELEÇÃO DE MOTORES DE CORRENTE CONTÍNUA 1GG e 1GH

SELEÇÃO DE MOTORES DE CORRENTE CONTÍNUA 1GG e 1GH PUBLICAÇÃO TÉCNICA SELEÇÃO DE MOTORES DE CORRENTE CONTÍNUA 1GG e 1GH Eng. Flávio Honda 30 de março de 2004 1. INTRODUÇÃO Atualmente, o desenvolvimento das técnicas de acionamentos de corrente alternada

Leia mais

Monofásicos/Trifásicos Abertos IP21

Monofásicos/Trifásicos Abertos IP21 Monofásicos/Trifásicos Abertos IP21 Institucional Kcel Divisão Motores e Geradores Com presença global, referência em motores elétricos e geradores síncronos desde 2005, a Kcel, lança agora sua nova marca,

Leia mais

www.keelautomacao.com.br Linha KSDX Solução em processamento CNC

www.keelautomacao.com.br Linha KSDX Solução em processamento CNC Linha KSDX Solução em processamento CNC Automatize a produção de sua empresa Instalada em Tubarão, SC, a KEEL atua na fabricação de equipamentos para Corte, Solda e Sistemas (CNC). Fundada em 2002, a empresa

Leia mais

Linha. Fechados - Auto-ventilados - Rotor de anéis. Características gerais: PARA REGIME INTERMITENTE

Linha. Fechados - Auto-ventilados - Rotor de anéis. Características gerais: PARA REGIME INTERMITENTE Linha Motores de Indução Trifásicos Fechados - Auto-ventilados - Rotor de anéis Características gerais: Potências: 2,2 a 550 Tensões: até Freqüência: 60Hz s: 132 a 450 (IEC Graus de proteção: IP54/55 Formas

Leia mais

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA MODELO TAM TRANSFORMADORES - TIPO TAM Os transformadores a seco moldados em resina epóxi são indicados para operar em locais que exigem segurança, os materiais utilizados em sua construção são de difícil

Leia mais

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS VENTILADORES AXIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA DE VENTILADORES AXIAL Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: EAFN 500 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação G = Gabinete

Leia mais

W22 Motor Elétrico Trifásico

W22 Motor Elétrico Trifásico Motores Energia Automação Tintas W22 Motor Elétrico Trifásico Catálogo Técnico Mercado Brasil Linha W22 A demanda crescente de energia elétrica para atender à taxa de desenvolvimento global, especialmente

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Indução Trifásicos Linha M

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Indução Trifásicos Linha M Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Motores de Indução Trifásicos Linha M www.we.net Motores de Indução Trifásicos Linha M Os motores linha M (Master) se destacam pela flexibilidade

Leia mais

Linha de TECNOLOGIA PARA CONCRETO

Linha de TECNOLOGIA PARA CONCRETO Linha de TECNOLOGIA PARA CONCRETO 2010 2 Cortadora de Pisos HCC14 I HCC16 O design da Cortadora de Pisos Menegotti foi desenvolvido para aumentar a performance, força e vida útil do produto. É um equipamento

Leia mais

Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM. Introdução

Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM. Introdução Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM Introdução Os motores de tração são os equipamentos responsáveis pela propulsão dos trens. Sua falha implica na diminuição do desempenho

Leia mais

MOTORES ELÉTRICOS Princípios e fundamentos

MOTORES ELÉTRICOS Princípios e fundamentos MOTORES ELÉTRICOS Princípios e fundamentos 1 Classificação 2 3 Estator O estator do motor e também constituido por um núcleo ferromagnético laminado, nas cavas do qual são colocados os enrolamentos alimentados

Leia mais

Turbocompressor modelo ABS HST 20

Turbocompressor modelo ABS HST 20 Turbocompressor modelo ABS HST 20 Principais Aplicações O turbocompressor modelo ABS HST 20 é altamente adequado para as seguintes áreas de aplicação: Aeração de água, efluentes ou outros líquidos Flotação

Leia mais

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Transformadores Secos Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net WEG: Sinônimo de Inovação e Qualidade O Grupo WEG possui 49 anos de experiência no mercado, sendo hoje o maior

Leia mais

26/08/2012 1 Agosto/2012

26/08/2012 1 Agosto/2012 26/08/2012 1 Agosto/2012 Motores Elétricos 26/08/2012 2 MOTORES ELÉTRICOS Corrente Pulsante Corrente Alternada Corrente Contínua MOTOR DE PASSO (Step Motor ) RELUT. VARIÁVEL IMÃ PERMANENTE HÍBRIDO MOTOR

Leia mais

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 1 Componente Curricular: Práticas de Acionamentos Eletrônicos PAE 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 OBJETIVO: 1) Efetuar a programação por meio de comandos de parametrização para

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores Aplicações Comerciais e Residenciais -- Aplicações Comerciais e Residenciais Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em

Leia mais

EQUIPAMENTO AGRÍCOLA

EQUIPAMENTO AGRÍCOLA EQUIPAMENTO AGRÍCOLA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA Aproveite a força do seu trator! Práticos, versáteis e seguros, os equipamentos com alternadores da linha Agribam, do grupo Bambozzi, são ideais para propriedades

Leia mais

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br INTRODUÇÃO: Nem sempre as unidades geradoras

Leia mais

Miguel C. Branchtein, Delegacia Regional do Trabalho no Rio Grande do Sul

Miguel C. Branchtein, Delegacia Regional do Trabalho no Rio Grande do Sul DETERMINAÇÃO DE CONDIÇÃO DE ACIONAMENTO DE FREIO DE EMERGÊNCIA TIPO "VIGA FLUTUANTE" DE ELEVADOR DE OBRAS EM CASO DE QUEDA DA CABINE SEM RUPTURA DO CABO Miguel C. Branchtein, Delegacia Regional do Trabalho

Leia mais

1ª PARTE: INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA ELETROTÉCNICA - IT

1ª PARTE: INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA ELETROTÉCNICA - IT 1ª PARTE: INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA ELETROTÉCNICA - IT SUMÁRIO Grandezas 01 1.1 Classificação das Grandezas 01 1.2 Grandezas Elétricas 01 2 Átomo (Estrutura Atômica) 01 2.1 Divisão do Átomo 01 3 Equilíbrio

Leia mais

CAPACITORES IMPREGNADOS X CAPACITORES IMERSOS (PPM) EM BT

CAPACITORES IMPREGNADOS X CAPACITORES IMERSOS (PPM) EM BT CAPACITORES IMPREGNADOS X CAPACITORES IMERSOS (PPM) EM BT 1 - Objetivos: Este trabalho tem por objetivo apresentar as principais características técnicas dos capacitores convencionais do tipo imerso em

Leia mais

Soluções WEG para Energia Eólica

Soluções WEG para Energia Eólica Motores Eneria Automação Tintas Soluções WEG para Eneria Eólica www.we.net Soluções WEG para Eneria Eólica A experiência da WEG no fornecimento de soluções elétricas para as mais variadas aplicações industriais

Leia mais

Projetor AlphaLED Ex nc / Ex tb (com alojamento para driver)

Projetor AlphaLED Ex nc / Ex tb (com alojamento para driver) Projetor AlphaLED Ex nc / Ex tb (com alojamento para driver) ALEDZnC Não centelhante e à prova de jatos potentes d água. Características Construtivas Projetor para área explosiva, com corpo e tampa fabricado

Leia mais

Bomba centrífuga de média pressão. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição. 4. Dados de operação. Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M

Bomba centrífuga de média pressão. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição. 4. Dados de operação. Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M Bomba centrífuga de média pressão Linha: Multiestágio 1. Aplicação 3. Denominação A bomba KSB Hydrobloc M é apropriada para abastecimento de água, instalação

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS O que é um Servomotor? O servomotor é uma máquina síncrona composta por uma parte fixa (o estator) e outra móvel (o rotor). O estator é bombinado como no motor elétrico convencional, porém, apesar de utilizar

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE FELIPE GUILHERME STEIN APLICAÇÃO INDUSTRIAL DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ESTUDO DE

Leia mais

Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque. Limitadores de torque Autogard Guia de seleção

Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque. Limitadores de torque Autogard Guia de seleção Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque Limitadores de torque Guia de seleção Limitadores de torque Há mais de 80 anos, a tem sido líder no setor de proteção contra sobrecargas em equipamentos,

Leia mais

Turbogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Turbogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Turboeradores Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Turboeradores Desenvolvidos para aplicações em Pequenas Centrais Termoelétricas (PCT), os turboeradores WEG possuem uma

Leia mais

Motores Elétricos Monofásicos e Trifásicos NEMA Para Uso Geral

Motores Elétricos Monofásicos e Trifásicos NEMA Para Uso Geral Motores Elétricos Monofásicos e Trifásicos Para Uso Geral ELÉTRICOS MONOFÁSICOS E TRIFÁSICOS Motor assíncrono de indução com rotor de gaiola de esquilo Tipo: Aberto à prova de pingos, com ventilação interna

Leia mais

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível Folheto Descritivo A2750.1P/1 KSB KRT DRAINER Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido Linha : Submersível 1. Aplicação A bomba submersível KRT DRAINER é recomendada para aplicação em drenagem de

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores Aplicações Comerciais e Residenciais -- Aplicações Comerciais e Residenciais Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em

Leia mais

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ELETROTÉCNICA. Disciplina: Máquinas e Automação Elétrica. Prof.

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ELETROTÉCNICA. Disciplina: Máquinas e Automação Elétrica. Prof. DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ELETROTÉCNICA Disciplina: Máquinas e Automação Elétrica Prof.: Hélio Henrique INTRODUÇÃO IFRN - Campus Mossoró 2 MOTORES TRIFÁSICOS CA Os motores

Leia mais

COMPONENTES. Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW

COMPONENTES. Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW COMPONENTES Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW Informações gerais A chave SW sem carga é uma gama completa projetada para cobrir todas as aplicações a serem cumpridas em subestações

Leia mais

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS INTRODUÇÃO Os gabinetes de ventilação da linha são equipados com ventiladores de pás curvadas para frente (tipo "sirocco"), de dupla aspiração

Leia mais

Motor de Indução de Corrente Alternada

Motor de Indução de Corrente Alternada Notas Técnicas Motores NT-1 Motor de Indução de Corrente Alternada Introdução O motor de indução ou assíncrono de corrente alternada tem sido o motor preferido da indústria desde o principio do uso da

Leia mais

Seccionadoras Compactas Chaves Seccionadoras Compactas MSW. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Seccionadoras Compactas Chaves Seccionadoras Compactas MSW. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Seccionadoras Compactas Chaves Seccionadoras Compactas MSW Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Seccionadoras Compactas MSW As chaves da linha MSW foram desenvolvidas de

Leia mais

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Limitador de temperatura Ampla faixa de alimentação Aquecimento dinâmico Economia de energia elétrica Compacto Aquecedor para aplicação em invólucros de pequeno

Leia mais

Soluções para Energia Eólica

Soluções para Energia Eólica Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Soluções para Eneria Eólica Soluções para Eneria Eólica A experiência da WEG no fornecimento de soluções elétricas para as mais variadas aplicações

Leia mais

ABINEE TEC 2007 FLUXO ÓTIMO APLICADO A INVERSORES DE FREQÜÊNCIA PARA ECONOMIA DE ENERGIA. Norton Petry Gerente de Desenvolvimento WEG Automação

ABINEE TEC 2007 FLUXO ÓTIMO APLICADO A INVERSORES DE FREQÜÊNCIA PARA ECONOMIA DE ENERGIA. Norton Petry Gerente de Desenvolvimento WEG Automação ABINEE TEC APLICADO A INVERSORES DE FREQÜÊNCIA PARA ECONOMIA DE ENERGIA Norton Petry Gerente de Desenvolvimento WEG Automação Minimização de perdas em motores de indução operando em baixas rotações Função

Leia mais

LINHA DE EQUIPAMENTOS DIDÁTICOS PARA ÁREA DE ELETROTÉCNICA: DESCRIÇÃO ETC S

LINHA DE EQUIPAMENTOS DIDÁTICOS PARA ÁREA DE ELETROTÉCNICA: DESCRIÇÃO ETC S EQUACIONAL ELÉTRICA E MECÂNICA LTDA. RUA SECUNDINO DOMINGUES 787, JARDIM INDEPENDÊNCIA, SÃO PAULO, SP TELEFONE (011) 2100-0777 - FAX (011) 2100-0779 - CEP 03223-110 INTERNET: http://www.equacional.com.br

Leia mais

Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN

Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN Principais Aplicações Com um design modular, as bombas MBN são bombas horizontais segmentadas e bipartidas radialmente. São recomendadas para o bombeamento de líquidos

Leia mais

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga.

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga. IBD# D-F-2-H-KSN-BR V6 Características Alta Performance [Alto torque de partida com 150% ou mais] Com um sistema simplificado de controle vetorial e função de controle de torque automático oferece uma

Leia mais

Eletromecânicos de Manutenção Industrial

Eletromecânicos de Manutenção Industrial Eletromecânicos de Manutenção Industrial 2013/ 2014 1 Motor de indução trifásico Máquina capaz de transformar energia elétrica em energia mecânica 2 Motor elétrico Noções fundamentais Máquina destinada

Leia mais

mini grua metax.com.br

mini grua metax.com.br mini grua metax.com.br mini grua metax (guincho de elevação) A Mini Grua Metax é útil nas mais variadas situações. Desde obras civis de todos os portes, indústrias, cargas e descargas, o equipamento possui

Leia mais

GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA

GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA Todo dispositivo cuja finalidade é produzir energia elétrica à custa de energia mecânica constitui uma máquina geradora de energia elétrica. O funcionamento do

Leia mais

W22 Motor Elétrico Monofásico

W22 Motor Elétrico Monofásico Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição www.weg.net Tintas W22 Motor Elétrico Monofásico Catálogo Comercial Mercado Brasileiro W22 Motor Elétrico Monofásico 1 Vista Explodida Sistema de refrigeração

Leia mais

VENTILADORES LIMIT LOAD

VENTILADORES LIMIT LOAD VENTILADORES LIMIT LOAD UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES LIMIT LOAD Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: ELSC 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA

Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA Os Servoacionamentos WEG são utilizados nas mais diversas aplicações industriais, onde, elevada dinâmica, controle de torque, precisão de velocidade e posicionamento

Leia mais

8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS

8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS 8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS 8.1 INTRODUÇÃO Os motores elétricos são responsáveis por grande parte da energia consumida nos segmentos onde seu uso é mais efetivo, como nas indústrias, onde representam

Leia mais

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A V01R12 Atenção: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Akiyama Tecnologia se reserva no direito de fazer alterações sem aviso

Leia mais