Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 Pós-trombólise. O que fazer? Dr. Salomón Soriano Ordinola Rojas Hospital Beneficência Portuguesa São Paulo Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

2 Fibrinolíticos menor tempo isquemia mioc aguda menor tamanho IAM menor mortalidade menos complicações imediatas e tardias

3 Pré-hospitalar Classe N.Evid Reperfusão pré-hosp IIa B com retardo > 180 para hospital sem hemodinâmica Transferência para ATC pri- IIa B mária em hospital terciário com retardo de até 180

4 Pré x Intra-hospitalar Metanálise diminuição 17% mortalidade nos pacientes que receberam trombólise pré-hosp Não houve vantagem em se administrar após 12h do início do evento

5 Fibrinolítico intra-hosp x ATC primária ATC primária menor morte reinfarto AVC melhor contratilidade ventricular

6 Contra-indicações absolutas AVCH ou AVC origem desconhecida em qq tempo AVCI < 6 meses Dano ou neoplasia SNC Recente trauma maior/cirurgia/lesão encefálica nos últimos três meses Sangramento GI último mês Discrasia sg ou sangramento ativo Suspeita dissecção aorta Doença terminal

7 Contra-indicações relativas AIT < 6 meses Uso ACO Gravidez ou pós-parto parto última semana Punções não compressíveis RCP traumática HAS não controlada (PAS > 180 ou PAD > 110 mmhg) Doença hepática avançada Endocardite infecciosa Úlcera péptica ativa Estreptoquinase prévio (> 5 dias) Gravidez

8 Complicações Aumento AVCH 3,9/ 1000 pacientes tratados principalmente 1º. ano fatores independentes: - idoso - baixo peso - mulher - antecedente dç cardiovascular - HAS

9 Sangramentos maiores 4 13% Fatores predisponentes: idoso mulheres baixo peso

10 Hipotensão arterial Relacionada à estreptoquinase Tratamento: Interrupção da droga Elevação dos membros inferiores Volume / atropina

11 FALHA DO FIBRINOLÍTICO!!!

12 READMINISTRAÇÃO DO FIBRINOLÍTICO ATC RESGATE REVASCULARIZAÇÃO MIOCÁRDIO

13 Rescue angioplasty after failed thrombolytic therapy for acute myocardiol infarction Gershlick AH et al N Engl J Med 2005; 353(26):

14 Método 427 pacientes IAMSST com falha reperfusão em 90 após terapia trombolítica 142 re-trombólise 141 conservador 144 ATC resgate

15 End-point primário 6 meses: Morte Reinfarto Stroke ICC severa

16

17

18

19 Sobreviventes livre eventos ATC resgate: 84,6% Tto. conservador: 70,1% Re-trombólise: 68,7% (p=0,004)

20 Mortalidade Sem diferença estatística entre os grupos

21 Sangramento ATC resgate: não-fatal Principalmente sítio inserção

22 Conclusão Sobreviventes livre de eventos após falha terapêutica trombolítica foi significativamente maior nos pacientes submetidos à angioplastia de resgate, quando comparados com re-trombólise ou tratamento conservador.

23 Coronary intervention for persistent occlusion after myocardial infarction Hochman. N Engl J Med 2006;

24 Método 2166 pacientes Oclusão total artéria relacionada ao IAM 3 28 dias após IAM com critérios alto risco (FE < 0,50 ou oclusão proximal)

25 Método 1082 : ATC + terapia otimizada 1084: terapia otimizada

26 End-point primário Morte Re-infarto CF IV

27

28 Resultados Eventos 4 anos: 17,2% - ATC 15,6% - terapia otimizada (p = 0,20)

29

30 Resultados Re infarto: CF IV: óbito: 6,9% x 5,0% 4,4% x 4,5% 9,1% x 9,4%

31

32 Conclusão ATC não reduziu ocorrência óbito, re- infarto ou ICC em 4 anos de follow-up em pacientes estáveis com oclusão artéria relacionada ao infarto 3-28 dias após IAM.

33 Rescue angioplasty or repeat fibrinolysis after failed fibrinolytic therapy for ST-segment myocardial infarction. A meta-analysis analysis of randomized trials Wijeysundera H. J Am Coll Cardiol 2007; 49:

34

35

36

37

38

39 ATC pós-trombólise Rotina IIb Resgate com choque ou ICC I Resgate sem choque ou ICC IIa

40 Beneficial effects of immediate stenting after thrombolysis in acute myocardial infarction J Am Coll Cardiol 2003; 42:

41

42

43 RM COMPLICAÇÕES MECÂNICAS FALHA ATC

44 OBJETIVO: AGIR RÁPIDO TEMPO É MÚSCULO

45

Curso Preparatório para Concursos- Enfermeiro 2012 Infarto Agudo do Miocárdio

Curso Preparatório para Concursos- Enfermeiro 2012 Infarto Agudo do Miocárdio Curso Preparatório para Concursos- Enfermeiro 2012 Infarto Agudo do Miocárdio Prof. Fernando Ramos-Msc IAM: definição É a necrose da célula miocárdica resultante da oferta inadequada de oxigênio ao músculo

Leia mais

Sessão Interativa. Atualizações do Protocolo de Dor Torácica

Sessão Interativa. Atualizações do Protocolo de Dor Torácica Sessão Interativa Atualizações do Protocolo de Dor Torácica Paciente J.D.M., masculino, 57 anos, deu entrada no Pronto Atendimento com queixa de dor torácica com irradiação para braço esquerdo e mandíbula,

Leia mais

Há mais de uma lesão grave, como definir qual é a culpada? Devemos abordar todas ao mesmo tempo ou tentar estratificar? O papel do USIC, OCT e FFR

Há mais de uma lesão grave, como definir qual é a culpada? Devemos abordar todas ao mesmo tempo ou tentar estratificar? O papel do USIC, OCT e FFR Há mais de uma lesão grave, como definir qual é a culpada? Devemos abordar todas ao mesmo tempo ou tentar estratificar? O papel do USIC, OCT e FFR Dr. Miguel A. N. Rati Serviço de Hemodinâmica Hospital

Leia mais

Atraso na admissão hospitalar de pacientes com acidente vascular cerebral isquêmico: quais fatores podem interferir?

Atraso na admissão hospitalar de pacientes com acidente vascular cerebral isquêmico: quais fatores podem interferir? Atraso na admissão hospitalar de pacientes com acidente vascular cerebral isquêmico: quais fatores podem interferir? Paula Souto Nogueira Renata Carolina Acri Miranda Monique Bueno Alves Introdução 15.000.0000

Leia mais

Abordagem intervencionista na síndrome coronária aguda sem supra do segmento ST. Roberto Botelho M.D. PhD.

Abordagem intervencionista na síndrome coronária aguda sem supra do segmento ST. Roberto Botelho M.D. PhD. Abordagem intervencionista na síndrome coronária aguda sem supra do segmento ST Roberto Botelho M.D. PhD. www.ict.med.br robertobotelho@mac.com 1 Objetivos Relevância do tema Para quem indicar Quando realizar

Leia mais

27/04/2014. Síndrome Coronariana Aguda (IAM) Angina. Metas. Distribuição das Causas de Mortes no Estado de São Paulo. Conceitos

27/04/2014. Síndrome Coronariana Aguda (IAM) Angina. Metas. Distribuição das Causas de Mortes no Estado de São Paulo. Conceitos Síndrome Coronariana Aguda (IAM) Profº João Aparecido - 2014 5% 6% 10% 16% 14% Distribuição das Causas de Mortes no Estado de São Paulo 16% Fonte: SIM/Fundação SEADE SES/SP-2010 33% Doenças do aparelho

Leia mais

Curso Nacional de Reciclagem em Cardiologia da Região Sul. Florianópolis de 2006

Curso Nacional de Reciclagem em Cardiologia da Região Sul. Florianópolis de 2006 Curso Nacional de Reciclagem em Cardiologia da Região Sul Florianópolis 20-24 de 2006 Ecocardiograma na a HAS, na a Doença a Arterial O Coronariana e no Infarto Agudo do Miocárdio O Ecocardiograma na Hipertensão

Leia mais

Artigo. de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO: DEVEMOS TRANSFERIR O PACIENTE COM IAM? - AGONISTA -

Artigo. de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO: DEVEMOS TRANSFERIR O PACIENTE COM IAM? - AGONISTA - Artigo REVISTA da SOCIEDADE de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO: DEVEMOS TRANSFERIR O PACIENTE COM IAM? - AGONISTA - Trajano Alfonso Alessandra Teixeira de Oliveira Gilberto

Leia mais

Caso Clinico Infarto agudo do miocárdio por dissecã Ã o coronária secundária a traumatismo fechado de tórax

Caso Clinico Infarto agudo do miocárdio por dissecã Ã o coronária secundária a traumatismo fechado de tórax Caso Clinico Infarto agudo do miocárdio por dissecã Ã o coronária secundária a traumatismo fechado de tórax Dr. Rodrigo Abreu Servicio de Cardiología Intervencionista Centro Cardiológico Americano Uruguay,

Leia mais

TROMBOEMBOLISMO PULMONAR EMERGÊNCIAS AÓRTICAS. Leonardo Oliveira Moura

TROMBOEMBOLISMO PULMONAR EMERGÊNCIAS AÓRTICAS. Leonardo Oliveira Moura TROMBOEMBOLISMO PULMONAR EMERGÊNCIAS AÓRTICAS Leonardo Oliveira Moura Dissecção da Aorta Emergência aórtica mais comum Pode ser aguda ou crônica, quando os sintomas duram mais que 2 semanas Cerca de 75%

Leia mais

Urgência e Emergência

Urgência e Emergência Urgência e Emergência CHOQUE Choque Um estado de extrema gravidade que coloca em risco a vida do paciente. Dica: Em TODOS os tipos de choques ocorre a queda da pressão arterial e, consequentemente, um

Leia mais

Síndrome Coronariana Aguda

Síndrome Coronariana Aguda Síndrome Coronariana Aguda Wilson Braz Corrêa Filho Rio de Janeiro, 2010 Curso de Capacitação de Urgência e Emergência Objetivos: Apresentar a epidemiologia da síndrome coronariana aguda nas unidades de

Leia mais

Trauma torácico ATLS A airway (vias aéreas pérvias) B breathing (avaliação manutenção resp e mecânica resp) C circulation D disability (avaliação esta

Trauma torácico ATLS A airway (vias aéreas pérvias) B breathing (avaliação manutenção resp e mecânica resp) C circulation D disability (avaliação esta Trauma torácico Dr. Salomón Soriano Ordinola Rojas Hospital Beneficência Portuguesa São Paulo Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Trauma torácico ATLS A airway (vias aéreas pérvias) B breathing

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA SISTEMA CARDIOVASCULAR Paulo do Nascimento Junior Departamento de Anestesiologia Faculdade de Medicina de Botucatu AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA: OBJETIVOS GERAIS ESCLARECIMENTO DO

Leia mais

An aspirin a day keeps the doctor away. As Novas Evidências dos Efeitos da. Mudar as Recomendações dos Guidelines?

An aspirin a day keeps the doctor away. As Novas Evidências dos Efeitos da. Mudar as Recomendações dos Guidelines? An aspirin a day keeps the doctor away Anis Rassi Junior, MD, PhD, FACP, FACC, FAHA Diretor Científico, Anis Rassi Hospital Goiânia (GO) - BRASIL e-mail: arassijr@terra.com.br As Novas Evidências dos Efeitos

Leia mais

Click to edit Master title style

Click to edit Master title style GRUPO DE ESTUDOS DE HEMODINÂMICA E CARDIOLOGIA DE INTERVENÇÃO Investigadores do Registo Nacional de Cardiologia de Intervenção Grupo de Estudos de Cardiologia de Intervenção Sociedade Portuguesa de Cardiologia

Leia mais

TRATAMENTO DA CRISE HIPERTENSIVA

TRATAMENTO DA CRISE HIPERTENSIVA Eurival Soares orges TRATAMENTO DA CRISE HIPERTENSIVA INTRODUÇÃO EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS EM HIPERTENSÃO TERAPIA INICIAL CONTROLE DA HIPERTENSÃO ARTERIAL NO AVC CUIDADOS ESPECIAIS EM CRISE HIPERTENSIVA

Leia mais

ESTADO DE CHOQUE HEMORRAGIA & CHOQUE 002

ESTADO DE CHOQUE HEMORRAGIA & CHOQUE 002 ESTADO DE CHOQUE HEMORRAGIA & CHOQUE 002 ESTADO DE CHOQUE CONCEITO CAUSAS TIPOS DE CHOQUE SINAIS & SINTOMAS GERAIS DO CHOQUE ESTADO DE CHOQUE CONCEITO CONCEITO FALÊNCIA DO SISTEMA CIRCULATÓRIO INCAPACIDADE

Leia mais

INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO

INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO Leonardo A M Zornoff Departamento de Clínica Médica Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP Definição Foco de necrose do tecido cardíaco em consequência de baixa perfusão tecidual

Leia mais

Diretriz Assistencial. Ataque Isquêmico Transitório

Diretriz Assistencial. Ataque Isquêmico Transitório Diretriz Assistencial Ataque Isquêmico Transitório Versão eletrônica atualizada em Março- 2010 Introdução: O ataque isquêmico transitório (AIT) é definido como um episódio transitório de disfunção neurológica

Leia mais

Doença Coronária Para além da angiografia

Doença Coronária Para além da angiografia Reunião Clínica Hospital Fernando Fonseca Doença Coronária Para além da angiografia Sérgio Bravo Baptista Serviço de Cardiologia Agenda Avaliação funcional das lesões coronárias Fractional Flow Reserve

Leia mais

Análise dos Resultados do Atendimento ao Paciente com Infarto Agudo do Miocárdio com Supradesnivelamento do Segmento ST nos Períodos Diurno e Noturno

Análise dos Resultados do Atendimento ao Paciente com Infarto Agudo do Miocárdio com Supradesnivelamento do Segmento ST nos Períodos Diurno e Noturno Rev Bras Cardiol Invas. 2009;17(1):52-7. Albuquerque GO, et al. Análise dos Resultados do Atendimento ao Paciente com Infarto Agudo do Miocárdio com Supradesnivelamento Artigo Original Análise dos Resultados

Leia mais

Câmara Técnica de Medicina Baseada em Evidências

Câmara Técnica de Medicina Baseada em Evidências Câmara Técnica de Medicina Baseada em Evidências Avaliação de Tecnologias em Saúde Sumário das Evidências e Recomendações para a Realização de Trombólise Pré- Hospitalar no Infarto Agudo do Miocárdio Porto

Leia mais

Infarto Agudo do Miocárdio. Preditores de Mortalidade em Hospital Público em Fortaleza, Ceará

Infarto Agudo do Miocárdio. Preditores de Mortalidade em Hospital Público em Fortaleza, Ceará Artigo Original Infarto Agudo do Miocárdio. Preditores de Mortalidade em Hospital Público em Fortaleza, Ceará Demóstenes Gonçalves Lima Ribeiro, Pedro José Negreiros de Andrade, José Nogueira Paes Júnior,

Leia mais

EMPREGO DA ANGIOPLASTIA CORONÁRIA NO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO SEM USO PRÉVIO DE AGENTES TROMBOLÍTICOS. ANÁLISE DE 201 PACIENTES

EMPREGO DA ANGIOPLASTIA CORONÁRIA NO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO SEM USO PRÉVIO DE AGENTES TROMBOLÍTICOS. ANÁLISE DE 201 PACIENTES Artigo Original EMPREGO DA ANGIOPLASTIA CORONÁRIA NO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO SEM USO PRÉVIO DE AGENTES TROMBOLÍTICOS. ANÁLISE DE 201 PACIENTES LUIZ ALBERTO P. MATTOS, MANOEL N. CANO, GALO MALDONADO,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SANTA CASA RESIDÊNCIA MÉDICA PRÉ-REQUISITO

PROCESSO SELETIVO SANTA CASA RESIDÊNCIA MÉDICA PRÉ-REQUISITO PROCESSO SELETIVO SANTA CASA RESIDÊNCIA MÉDICA PRÉ-REQUISITO PRÉ-REQUISITO: CLÍNICA MÉDICA QUESTÃO 07 A questão apresenta quatro alternativas sobre a avaliação do paciente com dor torácica no pronto socorro

Leia mais

Estatísticas e Fatos sobre AVC

Estatísticas e Fatos sobre AVC Estatísticas e Fatos sobre AVC Morbidade e Mortalidade do AVC nos EUA Dados dos EUA (2002) Uma das principais causas de invalidez séria e de longo prazo 700.000 AVC s novos ou reincidentes ocorrem ao ano

Leia mais

Correção dos Aneurismas da Aorta Torácica e Toracoabdominal - Técnica de Canulação Central

Correção dos Aneurismas da Aorta Torácica e Toracoabdominal - Técnica de Canulação Central Correção dos Aneurismas da Aorta Torácica e Toracoabdominal - Técnica de Canulação Central Salomón S. O. Rojas, Januário M. de Souza, Viviane C. Veiga, Marcos F. Berlinck, Reinaldo W. Vieira, Domingo M.

Leia mais

Emergências Clínicas

Emergências Clínicas 1 Emergências Clínicas 2 OBJETIVOS: -Descrever as Emergências clínicas mais comuns no ambiente préhospitalar. -Orientar as condutas frente às emergências clinicas discutidas; 3 Emergências Clinicas Estado

Leia mais

Informação baseada nos dados de rotina: EAM

Informação baseada nos dados de rotina: EAM EAM Informação baseada nos dados de rotina: EAM Número do País Número do Hospital País 1 a 18 Hospital 1 a 30 Por favor utilize os dados do hospital entre 01.01.2010 e 31.12.2010 Por favor especifique

Leia mais

Escolha do regime antiplaquetário nas síndromes coronarianas agudas

Escolha do regime antiplaquetário nas síndromes coronarianas agudas Curso Anual de Revisão em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista Módulo VI - Farmacologia e dispositivos adjuntos e stents coronarianos Escolha do regime antiplaquetário nas síndromes coronarianas

Leia mais

Sangramento retroperitoneal por ruptura de cisto renal após trombólise intra-arterial de membro inferior direito: Relato de Caso

Sangramento retroperitoneal por ruptura de cisto renal após trombólise intra-arterial de membro inferior direito: Relato de Caso Introdução A utilização de trombolíticos na oclusão arterial aguda (OAA) de membros inferiores vem demonstrando bons resultados. Mesmo quando não parece haver revascularização total, o procedimento parece

Leia mais

INTERVENÇÃO PERCUTÂNEA NAS ARTÉRIAS CARÓTIDAS: INDICAÇÕES, TÉCNICAS DE PROTEÇÃO DISTAL, RESULTADOS IMEDIATOS E TARDIOS

INTERVENÇÃO PERCUTÂNEA NAS ARTÉRIAS CARÓTIDAS: INDICAÇÕES, TÉCNICAS DE PROTEÇÃO DISTAL, RESULTADOS IMEDIATOS E TARDIOS INTERVENÇÃO PERCUTÂNEA NAS ARTÉRIAS CARÓTIDAS: INDICAÇÕES, TÉCNICAS DE PROTEÇÃO DISTAL, RESULTADOS IMEDIATOS E TARDIOS MARCOS ANTONIO MARINO COORDENADOR DEPARTAMENTO DE HEMODINÂMICA, CARDIOLOGIA E RADIOLOGIA

Leia mais

Marcos Sekine Enoch Meira João Pimenta

Marcos Sekine Enoch Meira João Pimenta FIBRILAÇÃO ATRIAL NO PÓS-OPERATÓRIO IMEDIATO DE CIRURGIA CARDÍACA COM CIRCULAÇÃO EXTRA-CORPÓREA. Avaliação de fatores pré-operatórios predisponentes e evolução médio prazo. Marcos Sekine Enoch Meira João

Leia mais

Riscos e Benefícios do Exercício de Força...

Riscos e Benefícios do Exercício de Força... Riscos e Benefícios do Exercício de Força... Tratamento da Hipertensão Medicamentoso + Não Medicamentoso Anti-hipertensivos Mudanças dos hábitos de vida Recomendação de Exercícios Físicos para Prevenção

Leia mais

Hipertensão Arterial e a Prevenção Quaternária

Hipertensão Arterial e a Prevenção Quaternária Hipertensão Arterial e a Prevenção Quaternária Luiz Henrique Picolo Furlan Especialista em Saúde Coletiva e Cardiologia Mestre em Medicina Interna MBA em Gestão em Saúde Potenciais conflitos de interesse

Leia mais

FISIOTERAPIA NAS DISFUNÇÕES CARDIOVASCULARES

FISIOTERAPIA NAS DISFUNÇÕES CARDIOVASCULARES FISIOTERAPIA NAS DISFUNÇÕES CARDIOVASCULARES 6º período 40 h/semestre 2 h/a semana 2ª feira 20h20 às 22h EMENTA A disciplina constitui-se em introduzir, fundamentar e desenvolver conhecimentos fisiopatológicos,

Leia mais

Curso Avançado em Gestão Pré-Hospitalar e Intra-Hospitalar Precoce do Enfarte Agudo de Miocárdio com Supradesnivelamento do Segmento ST

Curso Avançado em Gestão Pré-Hospitalar e Intra-Hospitalar Precoce do Enfarte Agudo de Miocárdio com Supradesnivelamento do Segmento ST Curso Avançado em Gestão Pré-Hospitalar e Intra-Hospitalar Precoce do Enfarte Agudo de Miocárdio com Supradesnivelamento do Segmento ST Perante a suspeita clínica de Síndrome coronária aguda (SCA) é crucial

Leia mais

Mais Complicações no Enfarte com Supradesnivelamento de ST na População Diabética: Porquê?

Mais Complicações no Enfarte com Supradesnivelamento de ST na População Diabética: Porquê? Mais Complicações no Enfarte com Supradesnivelamento de ST na População Diabética: Porquê? Maria João Correia, Margarida Resende, Maria Judite Oliveira, Luís Mourão em nome dos Investigadores do Registo

Leia mais

Indicações e resultados do tratamento percutâneo das obstruções de via de saída do ventrículo esquerdo Célia Maria C. Silva

Indicações e resultados do tratamento percutâneo das obstruções de via de saída do ventrículo esquerdo Célia Maria C. Silva Indicações e resultados do tratamento percutâneo das obstruções de via de saída do ventrículo esquerdo Célia Maria C. Silva Declaro que não existe conflito de interesse nesta minha apresentação Estenose

Leia mais

Curso de Reciclagem em Cardiologia ESTENOSE VALVAR AÓRTICA

Curso de Reciclagem em Cardiologia ESTENOSE VALVAR AÓRTICA Curso de Reciclagem em Cardiologia SBC- Florianópolis 2006 ESTENOSE VALVAR AÓRTICA Miguel De Patta ESTENOSE AÓRTICA- ETIOLOGIA Em todo o mundo : DR USA/ Europa Válvula aórtica tricúspide calcificada: senil

Leia mais

URGÊNCIA E EMERGÊNCIA. Prof. Adélia Dalva

URGÊNCIA E EMERGÊNCIA. Prof. Adélia Dalva URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Prof. Adélia Dalva 1. O tratamento emergencial da hipovolemia grave, em uma unidade de pronto atendimento, causada por choque hemorrágico, compreende as seguintes condutas terapêuticas,

Leia mais

TROMBÓLISE. Coordenador: Gilson Soares Feitosa (BA)

TROMBÓLISE. Coordenador: Gilson Soares Feitosa (BA) 273 TROMBÓLISE Coordenador: Gilson Soares Feitosa (BA) Participantes Antonio Felipe Simão (SC) Ari Timerman (SP) Bernardino Tranchesi (SP) Bruno Caramelli (SP) Cesar Cardoso de Oliveira (RJ) Expedito Ribeiro

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL

HIPERTENSÃO ARTERIAL HIPERTENSÃO ARTERIAL HIPERTENSÃO ARTERIAL A pressão arterial VARIA de batimento a batimento do coração, ajustando-se às atividades desenvolvidas ao longo do dia. Tais variações são fisiológicas e imperceptíveis,

Leia mais

INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO COM SUPRADESNÍVEL DO SEGMENTO ST: HÁ ESPAÇO PARA O USO DE FIBRINOLÍTICO?

INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO COM SUPRADESNÍVEL DO SEGMENTO ST: HÁ ESPAÇO PARA O USO DE FIBRINOLÍTICO? DOI: 10.5212/Publ.Biologicas.v.20i1.0007 73 INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO COM SUPRADESNÍVEL DO SEGMENTO ST: HÁ ESPAÇO PARA O USO DE FIBRINOLÍTICO? ACUTE MYOCARDIAL INFARCTION WITH ST ELEVATION: IS THERE SPACE

Leia mais

Debates prós e contras

Debates prós e contras Grupo de interesse especial em medicina de urgências, cuidados intensivos e anestesia Debates prós e contras Trauma medular Uso Corticosteroides Vs Não uso Corticosteroides Nuno Alexandre Universidade

Leia mais

Tratamento domiciliar da TEP. Renato Maciel

Tratamento domiciliar da TEP. Renato Maciel Tratamento domiciliar da TEP Renato Maciel Conflito de interesse De acordo com a Norma 1595/2000 do Conselho Federal de Medicina e a Resolução RDC 96/2008 da Agência de Vigilância Sanitária declaro: Não

Leia mais

ISQUEMIA SILENCIOSA É possível detectar o inesperado?

ISQUEMIA SILENCIOSA É possível detectar o inesperado? CURSO NACIONAL DE RECICLAGEM EM CARDIOLOGIA DA REGIÃO SUL Florianópolis 20-24 de setembro de 2006 ISQUEMIA SILENCIOSA É possível detectar o inesperado? Celso Blacher Definição Documentação objetiva de

Leia mais

Análise da prevalência de morte súbita e os fatores de riscos associados: estudo em pacientes submetidos a necropsia

Análise da prevalência de morte súbita e os fatores de riscos associados: estudo em pacientes submetidos a necropsia J Bras Patol Med Lab v. 42 n. 4 p. 299-303 agosto 2006 artigo original Original paper Análise da prevalência de morte súbita e os fatores de riscos associados: estudo em 2.056 pacientes submetidos a necropsia

Leia mais

Simpósio Coração da Mulher: Antigo Desafio, Novos Conhecimentos. Anticoncepção. Nilson Roberto de Melo

Simpósio Coração da Mulher: Antigo Desafio, Novos Conhecimentos. Anticoncepção. Nilson Roberto de Melo Simpósio Coração da Mulher: Antigo Desafio, Novos Conhecimentos Anticoncepção Nilson Roberto de Melo Critérios Médicos de Elegibilidade para Métodos Anticoncepcionais (OMS) 3 4 Condição sem restrição para

Leia mais

CONSENSO SOBRE TRATAMENTO DO PÓS-INFARTO DO MIOCÁRDIO

CONSENSO SOBRE TRATAMENTO DO PÓS-INFARTO DO MIOCÁRDIO 271 Arquivos Brasileiros de Cardiologia Março de 1995 - Volume 64 - Número 3 CONSENSO SOBRE TRATAMENTO DO PÓS-INFARTO DO MIOCÁRDIO SUMÁRIO Trombólise Thrombolysis Coordenador: Gilson Soares Feitosa (BA)

Leia mais

Aula 5: Sistema circulatório

Aula 5: Sistema circulatório Aula 5: Sistema circulatório Sistema circulatório Sistema responsável pela circulação de sangue através de todo o organismo; Transporta oxigênio e todos os nutrientes necessários para a manutenção das

Leia mais

Custos e Desfechos Clínicos na Intervenção Coronária Percutânea no Sistema Único de Saúde

Custos e Desfechos Clínicos na Intervenção Coronária Percutânea no Sistema Único de Saúde 431 International Journal of Cardiovascular Sciences. 2016;29(6):431-442 ARTIGO ORIGINAL Custos e Desfechos Clínicos na Intervenção Coronária Percutânea no Sistema Único de Saúde Costs and Clinical Outcomes

Leia mais

Artigo Original. Métodos

Artigo Original. Métodos Artigo Original Angioplastia Coronariana Primária e Implante de Stents no Infarto Agudo do Miocárdio. Análise Comparativa dos Resultados Hospitalares no Registro CENIC/SBHCI Luiz Alberto Mattos, Amanda

Leia mais

Medical Research Council (MRC) Study

Medical Research Council (MRC) Study DANTE MARCELO ARTIGAS GIORGI A pesquisa do Medical Research Council sobre hipertensão arterial leve é um dos principais estudos que norteiam o tratamento da hipertensão arterial. O rigor científico e sua

Leia mais

Anticoagulação peri-procedimento: o que sabemos e o que devemos aprender? Luiz Magalhães Serviço de Arritmia - UFBA Instituto Procardíaco

Anticoagulação peri-procedimento: o que sabemos e o que devemos aprender? Luiz Magalhães Serviço de Arritmia - UFBA Instituto Procardíaco Anticoagulação peri-procedimento: o que sabemos e o que devemos aprender? Luiz Magalhães Serviço de Arritmia - UFBA Instituto Procardíaco Anticoagulação e Procedimentos Médicos No período perioperatório

Leia mais

Nefropatia induzida por contraste após angioplastia primária no infarto agudo do miocárdio

Nefropatia induzida por contraste após angioplastia primária no infarto agudo do miocárdio Artigo Original Original Article Nefropatia induzida por contraste após angioplastia primária no infarto agudo do miocárdio Contrast-induced nephropathy after primary angioplasty for acute myocardial infarction

Leia mais

Artigo. de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL. Andrés Di Leoni Ferrari, Euler Manenti, Nelson Ricardo Thomas Júnior. REVISTA da SOCIEDADE

Artigo. de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL. Andrés Di Leoni Ferrari, Euler Manenti, Nelson Ricardo Thomas Júnior. REVISTA da SOCIEDADE Artigo REVISTA da SOCIEDADE de CARDIOLOGIA do RIO GRANDE DO SUL IAM com Supra-ST - Trombólise ou ICP: Consenso Andrés Di Leoni Ferrari, Euler Manenti, Nelson Ricardo Thomas Júnior Serviço de Cardiologia,

Leia mais

ESTRUTURA FREQUÊNCIA CARDÍACA 09/06/2013. O número de batimentos cardíacos por unidade de tempo, geralmente expresso em batimentos por minuto (bpm).

ESTRUTURA FREQUÊNCIA CARDÍACA 09/06/2013. O número de batimentos cardíacos por unidade de tempo, geralmente expresso em batimentos por minuto (bpm). Revisar alguns conceitos da fisiologia cardiovascular; Revisar alguns conceitos da fisiologia do exercício do sistema cardiovascular; Estudar as adaptações do treinamento aeróbico e de força no sistema

Leia mais

Doença Arterial Coronária: O Valor do Tratamento Clínico na Era da Maturidade da ICP

Doença Arterial Coronária: O Valor do Tratamento Clínico na Era da Maturidade da ICP Curso Anual de Revisão em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista - 2009 São Paulo, 13 e 14 de novembro de 2009. Módulo III: Intervenção Coronária Percutânea Indicações Clínicas Doença Arterial Coronária:

Leia mais

Ricardo inaugura primeiro Centro Vascular da Paraíba

Ricardo inaugura primeiro Centro Vascular da Paraíba MaisPB - PRA QUEM QUER MAIS - www.maispb.com.br João Pessoa, 29/01/2014-09h17 NO TRAUMA DE CG Ricardo inaugura primeiro Centro Vascular da Paraíba Unidade tratará pessoas acometidas ppor Acidente Vascular

Leia mais

Abordagem Percutânea das Estenoses de Subclávia, Ilíacas, Femorais e Poplíteas

Abordagem Percutânea das Estenoses de Subclávia, Ilíacas, Femorais e Poplíteas Abordagem Percutânea das Estenoses de Subclávia, Ilíacas, Femorais e Poplíteas Curso Anual de Revisão em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista Rogério Tadeu Tumelero, MD, FSCAI Hemodinâmica e Cardiologia

Leia mais

ARTIGO ORIGINAL. Resumo

ARTIGO ORIGINAL. Resumo 42 Arquivos Catarinenses de Medicina Vol. 36, n o. 4, de 2007 1806-4280/07/36-01/42 Arquivos Catarinenses de Medicina ARTIGO ORIGINAL Fatores associados à mortalidade do infarto agudo do miocárdio em uma

Leia mais

A T U A L I Z A Ç Ã O SÍDROMES ISQUÊMICAS AGUDAS

A T U A L I Z A Ç Ã O SÍDROMES ISQUÊMICAS AGUDAS A T U A L I Z A Ç Ã O SÍDROMES ISQUÊMICAS AGUDAS C A P Í T U L O 48 SÍNDROMES ISQUÊMICAS AGUDAS IRAN CASTRO, LUIZ MARIA YORDI, GLÓRIA YORDI, JUAREZ ORTIZ, JADER FELDMAN, JOÃO RICARDO MICHIELIN SANT ANNA

Leia mais

Rua Afonso Celso, Vila Mariana - São Paulo/SP. Telefone: (11) Fax: (11)

Rua Afonso Celso, Vila Mariana - São Paulo/SP. Telefone: (11) Fax: (11) Boletim Científico SBCCV Data: 07/12/2015 Número 05 Angioplastia coronária não adiciona benefícios a longo prazo, em comparação ao tratamento clínico de pacientes com doença coronária estável, aponta análise

Leia mais

Efeitos Cardiorrenais dos Anti-inflamatórios

Efeitos Cardiorrenais dos Anti-inflamatórios XXIV Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão Efeitos Cardiorrenais dos Anti-inflamatórios PUC-SP Prof. Dr. Fernando Antonio de Almeida Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde Pontifícia Universidade

Leia mais

14 de Setembro de Professor Ewerton. Prova confirmada dia 28 de Setembro. 1:30 da tarde.

14 de Setembro de Professor Ewerton. Prova confirmada dia 28 de Setembro. 1:30 da tarde. 14 de Setembro de 2007. Professor Ewerton. Prova confirmada dia 28 de Setembro. 1:30 da tarde. Traumatismo cranio-encefálico A TC é o método de escolha na avaliação inicial de pacientes com TCE. É mais

Leia mais

Teste Ergométrico na Avaliação Prognóstica Pós-Infarto Agudo do Miocárdio

Teste Ergométrico na Avaliação Prognóstica Pós-Infarto Agudo do Miocárdio 63 Teste Ergométrico na Avaliação Prognóstica Pós-Infarto Agudo do Miocárdio Iran Castro, Luciana Frison Porto Alegre, RS A mortalidade hospitalar do infarto agudo do miocárdio (IAM) tem declinado consideravelmente

Leia mais

Identificação: Mulher, 68 anos, caucasiana, casada, do lar, natural e residente de Campos dos Goytacazes.

Identificação: Mulher, 68 anos, caucasiana, casada, do lar, natural e residente de Campos dos Goytacazes. Serviço e Disciplina de Clínica Médica Sessão Clínica- 08/08/2016 Auditório Honor de Lemos Sobral- Hospital Escola Álvaro Alvim Orientador: Dra. Mirelli Defanti Relatora: Beatriz Assed Estefan Mósso Vieira

Leia mais

Variação da pressão arterial antes e após cirurgia nasal - com e sem tamponamento nasal.

Variação da pressão arterial antes e após cirurgia nasal - com e sem tamponamento nasal. Variação da pressão arterial antes e após cirurgia nasal - com e sem tamponamento nasal. Serviço de Otorrinolaringologia Hospital dos Servidores do Estado - RJ Krishnamurti Sarmento Junior Daniel Robson

Leia mais

Tratamento de Resgate após. Eu prefiro HIFU ou Crioterapia GUSTAVO CARDOSO CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA

Tratamento de Resgate após. Eu prefiro HIFU ou Crioterapia GUSTAVO CARDOSO CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA Tratamento de Resgate após Falha da Radioterapia Eu prefiro HIFU ou Crioterapia i GUSTAVO CARDOSO GUIMARÃES CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA Câncer da Próstata Estados Unidos Siegel R, CA CANCER J CLIN 2014

Leia mais

Centro Hospitalar de Hospital São João, EPE. João Rocha Neves Faculdade de Medicina da UP CH - Hospital São João EPE

Centro Hospitalar de Hospital São João, EPE. João Rocha Neves Faculdade de Medicina da UP CH - Hospital São João EPE Centro Hospitalar de Hospital São João, EPE João Rocha Neves Faculdade de Medicina da UP CH - Hospital São João EPE Doença carotídea Doença arterial periférica Isquemia aguda Estenose da artéria renal

Leia mais

Saúde do Homem. Medidas de prevenção que devem fazer parte da rotina.

Saúde do Homem. Medidas de prevenção que devem fazer parte da rotina. Saúde do Homem Medidas de prevenção que devem fazer parte da rotina. saúde do Homem O Ministério da Saúde assinala que muitos agravos poderiam ser evitados caso os homens realizassem, com regularidade,

Leia mais

Síndrome Coronariana Aguda no pós-operatório imediato de Cirurgia de Revascularização Miocárdica. Renato Sanchez Antonio

Síndrome Coronariana Aguda no pós-operatório imediato de Cirurgia de Revascularização Miocárdica. Renato Sanchez Antonio Síndrome Coronariana Aguda no pós-operatório imediato de Cirurgia de Revascularização Miocárdica Renato Sanchez Antonio Objetivo Isquemia perioperatória e infarto após CRM estão associados ao aumento

Leia mais

Hematomas Intracerebrais Espontâneos, avaliação prospectiva de 50 casos no HBDF

Hematomas Intracerebrais Espontâneos, avaliação prospectiva de 50 casos no HBDF Hematomas Intracerebrais Espontâneos, avaliação prospectiva de 5 casos no HBDF (maio a agosto de 1996) Kélia Rejane Santiago Dias Luiz Augusto Dias Katia Vanusa de Alcântara Queiroz Adroaldo Gimarães Rosete

Leia mais

Diretriz de Acidente Vascular Cerebral

Diretriz de Acidente Vascular Cerebral T E-5 REMESSA DE documentos de CAIXA, EXTRA-CAIXA E CONTABILIDADE PARA MICROFILMAGEM DIBAN/DPSAG - Depto. de Processos e Suporte às Agências Diretriz de Acidente Vascular Cerebral Acre Índice Introdução

Leia mais

Artigo Original RESUMO ABSTRACT

Artigo Original RESUMO ABSTRACT Rev Sant Anna FM, et al. Desfechos Hospitalares em Pacientes Submetidos a Intervenção Coronária Percutânea na Vigência de Síndromes Artigo Original Desfechos Hospitalares em Pacientes Submetidos a Intervenção

Leia mais

I CURSO DE CONDUTAS MÉDICAS NAS INTERCORRÊNCIAS EM PACIENTES INTERNADOS

I CURSO DE CONDUTAS MÉDICAS NAS INTERCORRÊNCIAS EM PACIENTES INTERNADOS I CURSO DE CONDUTAS MÉDICAS NAS INTERCORRÊNCIAS EM PACIENTES INTERNADOS CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CREMEC/Conselho Regional de Medicina do Ceará Câmara Técnica de Medicina Intensiva Câmara Técnica de

Leia mais

PROTOCOLO CÓDIGO AZUL E AMARELO

PROTOCOLO CÓDIGO AZUL E AMARELO AZUL E AMARELO I. Definição: O código amarelo consiste no reconhecimento precoce de mudanças agudas nos parâmetros vitais dos pacientes, com o intuito de reduzir o número de parada cardiorespiratórias

Leia mais

Tratamento Trombolítico do Infarto na Emergência com Teleconsultoria (TIET): resultados de cinco anos

Tratamento Trombolítico do Infarto na Emergência com Teleconsultoria (TIET): resultados de cinco anos 418 Vol 18 N o 5 Artigo Original 5 Tratamento Trombolítico do Infarto na Emergência com Teleconsultoria (TIET): resultados de cinco anos Thrombolytic Therapy of Infarction in Emergency Medical Hotline:

Leia mais

Maio, Unidade de Cuidados na Comunidade de Castelo Branco. Hipertensão Arterial

Maio, Unidade de Cuidados na Comunidade de Castelo Branco. Hipertensão Arterial Maio, 2014 Unidade de Cuidados na Comunidade de Castelo Branco Hipertensão Arterial Sumário: O que é a Hipertensão Arterial (HTA)?; Causas da HTA; Fatores de Risco; Como prevenir a HTA; Sintomas; Problemas

Leia mais

Guia Prático MANEJO CLÍNICO DE PACIENTE COM SUSPEITA DE DENGUE. Estado de São Paulo Divisão de Dengue e Chikungunya

Guia Prático MANEJO CLÍNICO DE PACIENTE COM SUSPEITA DE DENGUE. Estado de São Paulo Divisão de Dengue e Chikungunya Guia Prático MANEJO CLÍNICO DE PACIENTE COM SUSPEITA DE DENGUE Divisão de Dengue e Chikungunya Centro de Vigilância Epidemiológica Prof. Alexandre Vranjac CCD COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS Estado

Leia mais

Disciplina de Enfermagem em Centro de Terapia Intensiva

Disciplina de Enfermagem em Centro de Terapia Intensiva Disciplina de Enfermagem em Centro de Terapia Intensiva ARRITMIAS CARDÍACAS Prof. Fernando Ramos-Msc 1 Arritmias Cardíacas Uma arritmia cardíaca é uma anormalidade na freqüência, regularidade ou na origem

Leia mais

EXPERIÊNCIA EM TRATAMENTO PERCUTÂNEO DE COARCTAÇÃO DE AORTA COM STENT

EXPERIÊNCIA EM TRATAMENTO PERCUTÂNEO DE COARCTAÇÃO DE AORTA COM STENT EXPERIÊNCIA EM TRATAMENTO PERCUTÂNEO DE COARCTAÇÃO DE AORTA COM STENT GRACE CAROLINE VAN LEEUWEN BICHARA; SALVADOR CRISTOVAO; MARIA CAROLINA TICLY; MARIA FERNANDA Z. MAURO; JOSE ARMANDO MANGIONE HOSPITAL

Leia mais

A C I D E N T E VA S C U L A R C E R E B R A L G A B R I E L A P E R E S M E L O 2 2 / 0 9 /

A C I D E N T E VA S C U L A R C E R E B R A L G A B R I E L A P E R E S M E L O 2 2 / 0 9 / A C I D E N T E VA S C U L A R C E R E B R A L G A B R I E L A P E R E S M E L O 2 2 / 0 9 / 2 0 1 6 CLASSIFICAÇÃO Acidente Vascular Cerebral Isquêmico(AVCI) *Ataque Isquêmico Transitório(AIT) Acidente

Leia mais

Como reconciliar as medicações usuais com as necessárias, durante o evento agudo? Ricardo Gusmão

Como reconciliar as medicações usuais com as necessárias, durante o evento agudo? Ricardo Gusmão Como reconciliar as medicações usuais com as necessárias, durante o evento agudo? Ricardo Gusmão Coordenador do Serviço de Cardiologia do H. Barra D Or Médico da U.C. do I.N.Cardiologia Paciente com FA,

Leia mais

Abordagem da sepse na emergência Rodrigo Antonio Brandão Neto

Abordagem da sepse na emergência Rodrigo Antonio Brandão Neto Abordagem da sepse na emergência Rodrigo Antonio Brandão Neto Perguntas as serem respondidas Esse paciente tem choque? Quais os critérios de sepse? Qual abordagem inicial ao choque neste paciente? Quais

Leia mais

Terapia Antiplaquetária Dupla na DAC Até quando? Dr. Luis Felipe Miranda

Terapia Antiplaquetária Dupla na DAC Até quando? Dr. Luis Felipe Miranda Terapia Antiplaquetária Dupla na DAC Até quando? Dr. Luis Felipe Miranda Incidência de eventos Mortalidade Cumulativa (%).15.10.05 Racional Mediana Tempo até ICP PCI-CURE Morte CV ou IM Placebo + Aspirin

Leia mais

Appendix 1 Sample of URL s and original websites

Appendix 1 Sample of URL s and original websites Appendix 1 Sample of s and original websites Stroke s and respective original websites 1 http://www.canibaisereis.com/download/santacasa-avc-guia-alimentar.pdf http://www.canibaisereis.com/ 2 http://www.fisiolar.pt/fisioterapia_tratamento_avc.html

Leia mais

Fórum de Qualidade e Segurança em Anestesia Apresentação de Casos: Hospital Ernesto Dornelles

Fórum de Qualidade e Segurança em Anestesia Apresentação de Casos: Hospital Ernesto Dornelles Fórum de Qualidade e Segurança em Anestesia Apresentação de Casos: Hospital Ernesto Dornelles Airton Bagatini Vice-Presidente da SBA Corresponsável pelo CET do SANE Coordenador da Perspectiva Assistencial

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA

HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA Marina Politi Okoshi Disciplina de Clínica Médica Geral Departamento de Clínica Médica Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP 2008 HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA - Por

Leia mais

TÍTULO: OS MARCADORES BIOQUÍMICOS NO DIAGNÓSTICO DO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

TÍTULO: OS MARCADORES BIOQUÍMICOS NO DIAGNÓSTICO DO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS TÍTULO: OS MARCADORES BIOQUÍMICOS NO DIAGNÓSTICO DO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES

Leia mais

QUINTA-FEIRA - 1º DE OUTUBRO

QUINTA-FEIRA - 1º DE OUTUBRO 14h00-15h30: SALA A - PERGUNTAS RELEVANTES RESPOSTAS OBJETIVAS. 14h00 - Ultra-som Intracoronário - Quando Solicitar seu Auxílio no Paciente Eletivo? 14h10 - Terapia Celular na Doença Coronariana. Onde

Leia mais

Valor Atual do Teste Ergométrico para Estratificação de Risco Pós Infarto Agudo do Miocárdio

Valor Atual do Teste Ergométrico para Estratificação de Risco Pós Infarto Agudo do Miocárdio Atualização Valor Atual do Teste Ergométrico para Estratificação de Risco Pós Infarto Agudo do Miocárdio Celso Blacher, Waldomiro Manfroi, Brisa Simões Fernandes Porto Alegre, RS O recente declínio na

Leia mais

CATETERISMO CARDÍACO. Prof. Claudia Witzel

CATETERISMO CARDÍACO. Prof. Claudia Witzel CATETERISMO CARDÍACO CATETERISMO CARDÍACO Método diagnóstico invasivo É avaliada a presença ou não de estreitamentos nas artérias coronárias secundário às "placas de gordura" além do funcionamento das

Leia mais

REVIEW ARTICLE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ISQUÊMICO: REVISÃO SISTEMÁTICA DOS ASPECTOS ATUAIS DO TRATAMENTO NA FASE AGUDA

REVIEW ARTICLE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ISQUÊMICO: REVISÃO SISTEMÁTICA DOS ASPECTOS ATUAIS DO TRATAMENTO NA FASE AGUDA REVIEW ARTICLE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ISQUÊMICO: REVISÃO SISTEMÁTICA DOS ASPECTOS ATUAIS DO TRATAMENTO NA FASE AGUDA Saullo José Silva Rolindo 1, Letícia Tomaz Oliveira¹, Adria Maria Simões Silva 2

Leia mais

Aspiração de Trombos Intracoronários no Infarto Agudo do Miocárdio com Cateter

Aspiração de Trombos Intracoronários no Infarto Agudo do Miocárdio com Cateter Aspiração de Trombos Intracoronários no Infarto Agudo do Miocárdio com Cateter 1 I Elaboração Final: 01/07/2009 II Autores: Dr. Alexandre Pagnoncelli, Dr. Carlos Augusto Cardim de Oliveira*, Dra. Claudia

Leia mais

ARTIGO DE REVISÃO. Trombolíticos CÉSAR CARDOSO DE OLIVEIRA INTRODUÇÃO HISTÓRICA:

ARTIGO DE REVISÃO. Trombolíticos CÉSAR CARDOSO DE OLIVEIRA INTRODUÇÃO HISTÓRICA: ARTIGO DE REVISÃO 6 Trombolíticos CÉSAR CARDOSO DE OLIVEIRA Médico Cardiologista do Serviço de Cardiologia do Hospital Copa D Or e do Hospital Municipal Miguel Couto. Presidente do Departamento de Doença

Leia mais

Pressão Venosa Central e Pressão Arterial Média. Profa Sandra Zeitoun Aula 10 e 11

Pressão Venosa Central e Pressão Arterial Média. Profa Sandra Zeitoun Aula 10 e 11 Pressão Venosa Central e Pressão Arterial Média Profa Sandra Zeitoun Aula 10 e 11 Métodos de monitorização A monitorização de pacientes internados visa contribuir com o processo de reabilitação e cura.

Leia mais

Embolização nas Hemorragias Digestivas

Embolização nas Hemorragias Digestivas Embolização nas Hemorragias Digestivas Francisco Leonardo Galastri Cirurgião Endovascular e Radiologista Intervencionista Departamento de Radiologia Vascular Intervencionista do Hospital Israelita Albert

Leia mais