Melhores práticas de administração e manutenção do Oracle RAC Um resultado de verdadeira colaboração

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Melhores práticas de administração e manutenção do Oracle RAC Um resultado de verdadeira colaboração"

Transcrição

1

2 Melhores práticas de administração e manutenção do Oracle RAC Um resultado de verdadeira colaboração Ricardo Gonzalez Senior Product Manager Real Application Clusters, Development 24 de Junho, 2015 Oracle Confidential Internal/Restricted/Highly Restricted

3 Safe Harbor Statement The following is intended to outline our general product direction. It is intended for information purposes only, and may not be incorporated into any contract. It is not a commitment to deliver any material, code, or functionality, and should not be relied upon in making purchasing decisions. The development, release, and timing of any features or functionality described for Oracle s products remains at the sole discretion of Oracle. 3

4 Melhores Práticas Operacionais Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Instalação Atualização Storage S.O. Rede Cluster DB S I t 4

5 Agenda 1 Novo no Oracle RAC (Instalação) Melhores Práticas Operacionais Clusters Genéricos Cluster Estendido Ambientes Dedicados Ambientes Consolidados Apêndices A D 5

6 Agenda 1 Novo no Oracle RAC (Instalação) Melhores Práticas Operacionais Clusters Genéricos Cluster Estendido Ambientes Dedicados Ambientes Consolidados Apêndices A D 6

7 Novo na instalação do GIMR: Criado automaticamente Grid Infrastructure Management Repository (GIMR) Grid Infrastructure Management Repository (GIMR) Cria banco 12c Instância única, Container Database (CDB), com um Pluggable Database (PDB) O nome do recurso é ora.mgmtdb Consolidação prevista para o futuro Instalado em um dos (HUB) nodes Gerenciado como banco de dados de failover Armazena as métricas do Sistema Operacional recolhidas pelo Health Cluster Monitor Armazenado no primeiro Grupo de Discos criado no ASM 7

8 Recomendação: Mudança na criação dos Grupos de Discos Criação dos grupos de discos: Comece com o grupo de disco GRID" 8

9 Recomendação: Mudança na criação dos Grupos de Discos Criação dos grupos de discos : comece com o grupo de disco GIMR O GIMR caracteristicamente não requer redundância no grupo de discos. Portanto, não compartilhe com o GRID DG. Arquivos do Clusterware (Voting Files e OCR) são fáceis de mudar Exemplo no Apêndice A Mais informações: How to Move GI Management Repository to Different Shared Storage (Diskgroup, CFS or NFS etc) (Doc ID ) Managing the Cluster Health Monitor Repository (Doc ID ) 9

10 Novo no : Recomendação de usar Flex Cluster Use Standard Cluster : Use Flex Cluster (inclui Flex ASM por padrão) 10

11 Novo no : Recomendação de usar Flex Cluster Se estiver instalando um Cluster Oracle com RAC Estendido? Use Standard Cluster + Flex ASM : Use Flex Cluster (inclui Flex ASM por padrão) Mais informações no Apêndice D 11

12 Nova Flexibilidade de Rede no Recomendação Instale o que é necessário Configure o que é desejado (atualize depois) Mais informações no Apêndice B 12

13 Automatic Diagnostic Repository (ADR) Oracle Grid Infrastructure agora suporta o Automatic Diagnostic Repository ADR_base diag asm rdbms tnslsnr clients crs (others) ADR simplifica o análise dos arquivos de log Centraliza a maioria dos logs em uma estrutura de diretório padronizada Mantêm histórico dos logs. Possui ferramenta de linha de comando para gerenciar as informações de diagnóstico Mais informações no Apêndice C 13

14 Agenda Novo no Oracle RAC (Instalaçao) Melhores Práticas Operacionais para Clusters Genéricos Cluster Estendido Ambientes Dedicados Ambientes Consolidados Apêndices A D 14

15 Melhores Práticas Operacionais Clusters Genéricos Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Storage S.O. Rede Cluster DB 15

16 Clusters Genéricos Armazenamento Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Storage Apêndice A S.O. Rede Cluster DB Passo 1: Criar grupo de disco GRID/GIMR Cluster Genérico Passo 2: Mover Arquivos de Clusterware Passo 3: Mover arquivos ASM: SPFILE / Password Mais informações no Apêndice A 16

17 Clusters Genéricos Sistema Operacional Memória Swapping Oracle RAC Oracle GI germany Oracle RAC Oracle GI brasil Oracle RAC Oracle GI germany Oracle RAC Oracle GI brasil Evite alta utilização da memória! Use o Memory Guard Ativado por padrão com Use Discos de Estado Sólido (SSDs) para hospedar o swap Detalhes no My Oracle Support (MOS) Nota MOS: Use Solid State Disks to host swap space in order to increase node availability Use HugePages para a SGA (Linux) Notas MOS: / Avoid Transparent HugePages (Linux6) Nota MOS:

18 Clusters Genéricos Sistema Operacional OraChk e TFA OraChk Substitui RACcheck Também conhecido como ExaChk RAC Configuration Audit Tool Nota MOS: Verifica Oracle (Banco de Dados): Banco de Dados de instância única Grid Infrastructure & Oracle RAC Uso da Maximum Availability Architecture (MAA) - (se configurada) Configuração do Hardware Oracle Trace File Analyzer Nota MOS:

19 TFA Eficiência de A à Z 19

20 Clusters Genéricos Sistema Operacional (Resumo) Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Storage Apêndice A S.O. Configuração de Memória + OraChk / TFA Rede Cluster DB 20

21 Clusters Genéricos Rede 1500 byte MTU Fragmentação Send() Remontagem Receive() Defina como normal Configure o tamanho do Interconnect para throughput agregado Use redundância (HAIPs) para balanceamento de carga Use subnets diferentes para o interconnect Mais informações no Apêndice B Oracle RAC germany Oracle RAC brasil 8K Data Block Use Jumbo Frames, sempre que possível Garanta o suporte de toda a infra-estrutura 21

22 Clusters Genéricos Rede Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Storage Apêndice A S.O. Configuração de Memória + OraChk / TFA Rede Como discutido + Apêndice B Cluster DB 22

23 Clusters Genéricos Cluster Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Storage Apêndice A S.O. Configuração de Memória + OraChk / TFA Rede Como discutido + Apêndice B Cluster Apêndice D DB 1: Instalar / manter HUBs, adicione Leaf Nodes 2: Adicionando nodes ao Cluster 3: Use Leaf nodes para casos de uso não-db 23

24 Agenda Novo no Oracle RAC (Instalaçao) Melhores Práticas Operacionais para Clusters Genéricos Cluster Estendido Ambientes Dedicados Ambientes Consolidados Apêndices A D 24

25 Melhores Práticas Operacionais Cluster Estendido Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Storage S.O. Rede Cluster DB 25

26 Oracle RAC Estendido Do ponto de vista da Oracle, uma instalação RAC estendido é utilizado logo que os dados (usando o Oracle ASM) são espelhado entre storage arrays independentes. (Células Exadata Storage estão excluídos desta definição.) ER: aberto para fazer o ORACLE RAC ESTENDIDO" UMA CONFIGURAÇAO DISTINGUIVEL 26

27 Clusters Genéricos Armazenamento Clusters Gernéricos Cluster Estendido Storage Apêndice A Apêndice A S.O. Rede Cluster DB Escopo Configuração de Memória + OraChk / TFA Como discutido + Apêndice B Apêndice D Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Passo 1: Criar grupo de disco GRID/GIMR Cluster Estendido Passo 2: Mover Arquivos de Clusterware Passo 3: Mover arquivos ASM: SPFILE / Password Passo 4: srvctl modify asm count all 27

28 Cluster Estendido Sistema Operacional Clusters Gernéricos Cluster Estendido Storage Apêndice A Apêndice A S.O. Rede Cluster DB Escopo Configuração de Memória + OraChk / TFA Como discutido + Apêndice B Apêndice D Igual aos Clusters Genéricos Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Mais informações: Oracle Real Application Clusters on Extended Distance Clusters (PDF) clustering/overview/extendedracversion pdf 28

29 Cluster Estendido Rede Mais informações: Oracle Real Application Clusters on Extended Distance Clusters (PDF) clustering/overview/extendedracversion pdf Defina normal O objetivo em uma configuração de RAC estendido é esconder a distância. Qualquer aumento de latência pode (!) afetar o desempenho do aplicativo. VLANs são totalmente suportadas para o Oracle RAC database-technologies/clusterware/overview/ interconnect-vlan pdf Mais informações: Oracle Real Application Clusters on Extended Distance Clusters (PDF) Separação de sub-rede vertical não é suportado. 29

30 Cluster Estendido Rede Clusters Gernéricos Cluster Estendido Storage Apêndice A Apêndice A S.O. Rede Cluster DB Escopo Configuração de Memória + OraChk / TFA Como discutido + Apêndice B Apêndice D Igual aos Clusters Genéricos Como Discutido +Apêndice B Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados 30

31 Extended Cluster Cluster Clusters Gernéricos Cluster Estendido Storage Apêndice A Apêndice A S.O. Rede Cluster DB Escopo Configuração de Memória + OraChk / TFA Como discutido + Apêndice B Apêndice D Igual aos Clusters Genéricos Como Discutido +Apêndice B Igual aos Clusters Genéricos Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Lembre-se: O objetivo em uma configuração de RAC estendido é esconder a distância.. 31

32 Agenda Novo no Oracle RAC (Instalaçao) Melhores Práticas Operacionais para Cluster Genérico Cluster Estendido Ambientes Dedicados Ambientes Consolidados Apêndices A D 32

33 Melhores Práticas Operacionais Ambientes Dedicados Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Storage S.O. Rede Cluster DB Apenas alguns itens a considerar. 33

34 Ambientes Dedicados Rede Clusters Gernéricos Cluster Estendido Storage Apêndice A Apêndice A S.O. Rede Cluster DB Escopo Configuração de Memória + OraChk / TFA Como discutido + Apêndice B Apêndice D Igual aos Clusters Genéricos Como Discutido +Apêndice B Igual aos Clusters Genéricos Dedicados (OLTP / DWH) Como Discutido +Apêndice B Ambientes Consolidados 34

35 Ambientes Dedicados Banco de Dados Connection Pool Oracle RAC Oracle GI germany Oracle RAC Oracle GI brasil Problema: Aplicação de patches e atualizações Problema: O consumo de memória Problema: Número de conexões Solução: Rapid Home Provisioning Solução: Memory Caps Solução: vários, usando connection pools na maior parte 35

36 Ambientes Dedicados Banco de Dados [DB]> sqlplus / as sysdba SQL*Plus: Release Production on Thu Sep 18 18:57: SQL> show parameter pga NAME TYPE VALUE pga_aggregate_limit big integer 2G pga_aggregate_target big integer 211M SQL> show parameter sga NAME TYPE VALUE lock_sga boolean FALSE pre_page_sga boolean TRUE sga_max_size big integer 636M sga_target big integer 636M unified_audit_sga_queue_size integer Novo em Oracle Database 12c: SGA e PGA aggregated targets podem ser limitados. Veja documentação para PGA_AGGREGATE_LIMIT 1. Não lidar Connection Storms, impedi-las. 2. Limitar o número de conexões com o banco de dados. 3. Usar Connection Pools sempre que possível: Oracle Universal Connection Pool (UCP) Tenha certeza que os aplicativos fechem suas conexões Se o número de conexões ativas é bastante inferior ao número de conexões abertas, considere usar Database Resident Connection Pooling - docs.oracle.com/database/121/jjdbc/drcp.htm#jjdbc29023 Connection Pool 5. Se você não pode impedir a Connection Storm, retardá-la Use parâmetros do LISTENER para mitigar os efeitos secundários negativos de uma Connection Storm. A maioria destes parâmetros também podem ser utilizados com SCAN. 6. Os serviços podem ser atribuídos a uma sub-rede de cada vez. Você controla a sub-rede, você controla o serviço. 36

37 Ambientes Dedicados Banco de Dados Clusters Gernéricos Cluster Estendido Storage Apêndice A Apêndice A S.O. Rede Cluster DB Escopo Configuração de Memória + OraChk / TFA Como discutido + Apêndice B Apêndice D Igual aos Clusters Genéricos Como Discutido +Apêndice B Igual aos Clusters Genéricos Dedicados (OLTP / DWH) Como Discutido +Apêndice B Como Discutido Ambientes Consolidados 37

38 Agenda Novo no Oracle RAC (Instalaçao) Melhores Práticas Operacionais para Cluster Genérico Cluster Estendido Ambientes Dedicados Ambientes Consolidados Apêndices A D 38

39 Melhores Práticas Operacionais Ambientes Dedicados Escopo Clusters Gernéricos Cluster Estendido Dedicados (OLTP / DWH) Ambientes Consolidados Storage S.O. Rede Cluster DB Também tem penas alguns itens a considerar. 39

40 Ambientes Consolidados Sem VMs 2 Principais Escolhas CPU_Count=5 cons1_2 racdb1_3 CPU_Count=3 Oracle RAC Oracle GI HUB germany chile Oracle RAC Oracle GI HUB germany Oracle RAC Oracle GI Brasil Oracle RAC Oracle GI brasil cons1_1 Oracle RAC Oracle GI HUB italy Oracle RAC Oracle GI HUB cons Consolidação de Banco de Dados Várias instâncias de banco de dados em execução em um servidor Necessidade de gerenciar várias instâncias de memória Use Instance Caging e QoS (em cluster de RAC) Use Oracle Multitenant Menor número de instâncias para gerenciar (CDB) A alocação de memória do servidor é simplificada Instance Caging pode não ser necessário QoS continua benéfico para gerenciamento de recursos 40

41 Ambientes Consolidados Faça deles Dedicados CPU_Count=5 cons1_2 racdb1_3 CPU_Count=3 Oracle RAC Oracle GI HUB germany chile Oracle RAC Oracle GI HUB germany Oracle RAC Oracle GI Brasil Oracle RAC Oracle GI brasil cons1_1 Oracle RAC Oracle GI HUB italy Oracle RAC Oracle GI HUB cons Informações adicionais: clustering/overview/rac-cloud-consolidation pdf Use Oracle Multitenant Pode ser operado como um ambiente dedicado, pelo menos a partir da perspectiva do cluster, se apenas 1 instância CDB por servidor é usada 41

42 Ambientes Consolidados Resumo de Banco de Dados Caso de Uso Área Clusters Genéricos Cluster Estendido Armazenamento Apêndice A Apêndice A Sistema Operativo Rede Configuração de Memória + OraChk / TFA Como Discutido +Apêndice B O mesmo que para Clusters Genéricos Como Discutido +Apêndice B Cluster Apêndice A Como Genérico Banco de Dados Dedicado (OLTP / DWH) Como Discutido +Apêndice B Como Discutido Ambientes Consolidados Como Dedicado + Como Discutido As above Especificamente para Oracle Multitenant em Oracle RAC, veja: 42

43 Para mais informações 43

44 Appendix A Creating GRID disk group to place the Oracle Clusterware files and the ASM files Oracle Confidential Internal/Restricted/Highly Restricted 44

45 Create GRID Disk Group Generic Cluster Use quorum whenever possible. 45

46 Create GRID Disk Group Extended Cluster Use logical names illustrating the disk destination Use a quorum for ALL (not only GRID) disk groups used in an ExtendedCluster Use Voting Disk NFS destination More information: atabase/options/clustering/overview/e xtendedracversion pdf 46

47 Move Clusterware Files Replace Voting Disk Location Add OCR Location [GRID]> crsctl query css votedisk ## STATE File Universal Id File Name Disk group ONLINE 8bec21793ee84fd3bfc bf60b4 (/dev/sde) [GIMR] Located 1 voting disk(s). [GRID]> crsctl replace votedisk +GRID Successful addition of voting disk 7a205a2588d44f1dbffb10fc91ecd334. Successful addition of voting disk 8c05b220cfcc4f6fbf5752b6763a18ac. Successful addition of voting disk a9c28e4fd5bf3b58a465fcb66a. Successful deletion of voting disk 8bec21793ee84fd3bfc bf60b4. Successfully replaced voting disk group with +GRID. CRS-4266: Voting file(s) successfully replaced [GRID]> crsctl query css votedisk ## STATE File Universal Id File Name Disk group ONLINE 7a205a2588d44f1dbffb10fc91ecd334 (/dev/sdd) [GRID] 2. ONLINE 8c05b220cfcc4f6fbf5752b6763a18ac (/dev/sdb) [GRID] 3. ONLINE a9c28e4fd5bf3b58a465fcb66a (/dev/sdc) [GRID] Located 3 voting disk(s). [GRID]> whoami Root [GRID]> ocrconfig -add +GRID [GRID]> ocrcheck Status of Oracle Cluster Registry is as follows : Version : 4 Total space (kbytes) : Used space (kbytes) : 2984 Available space (kbytes) : ID : Device/File Name : +GIMR Device/File integrity check succeeded Device/File Name : +GRID Device/File integrity check succeeded Device/File not configured... Cluster registry integrity check succeeded Logical corruption check succeeded Use ocrconfig -delete +GIMR if you want to replace and maintain a single OCR location. 47

48 Move ASM SPFILE See also MOS note Default ASM spfile location is in the first disk group created (here: GIMR) Perform a rolling ASM instance restart facilitating Flex ASM [GRID]> export ORACLE_SID=+ASM1 [GRID]> sqlplus / as sysasm SQL> show parameter spfile NAME TYPE VALUE Spfile string +GIMR/cup-cluster/ASMPARAMETER FILE/registry #Change location SQL> create pfile='/tmp/asm.pfile' from spfile; File created. SQL> create spfile='+grid' from pfile='/tmp/asm.pfile'; File created. #NOTE: SQL> show parameter spfile NAME TYPE VALUE Spfile string +GIMR/cup-cluster/ASMPARAMETER FILE/registry Use gpnptool get and filter for ASMPARAMETERFILE to see updated ASM SPFILE location in GPnP profile prior to restarting. [GRID]> srvctl status asm ASM is running on brasil,chile,germany [GRID]> srvctl stop asm -n germany -f [GRID]> srvctl status asm -n germany ASM is not running on germany [GRID]> srvctl start asm -n germany [GRID]> srvctl status asm -n germany ASM is running on germany [GRID]> crsctl stat res ora.mgmtdb NAME=ora.mgmtdb TYPE=ora.mgmtdb.type TARGET=ONLINE STATE=ONLINE on brasil Perform rolling through cluster. 12c DB instances remain running! 48

49 Move ASM Password File Default ASM shared password file location is the same as for the SPFILE (here +GIMR) Path-checking while moving the file (online operation) [GRID]> srvctl config ASM ASM home: <CRS home> Password file: +GIMR/orapwASM ASM listener: LISTENER ASM instance count: 3 Cluster ASM listener: ASMNET1LSNR_ASM GRID]> srvctl modify asm -pwfile +GRID/orapwASM [GRID]> srvctl config ASM ASM home: <CRS home> Password file: +GRID/orapwASM ASM listener: LISTENER ASM instance count: 3 Cluster ASM listener: ASMNET1LSNR_ASM [GRID]> srvctl modify asm -pwfile GRID [GRID]> srvctl config ASM ASM home: <CRS home> Password file: GRID ASM listener: LISTENER ASM instance count: 3 Cluster ASM listener: ASMNET1LSNR_ASM Use the correct ASM path syntax! [GRID]> srvctl modify asm -pwfile +GRID PRKO-3270 : The specified password file +GRID does not conform to an ASM path syntax 49

50 Appendix B Creating public and private (DHCP-based) networks including SCAN and SCAN Listeners 50

51 Add Public Network DHCP Step 1: Add network Result [GRID]> oifcfg iflist eth eth eth eth [GRID]> oifcfg setif -global "*"/ :public [GRID]> oifcfg getif eth global public eth global cluster_interconnect,asm * global public Only in OCR: eth global public PRIF-29: Warning: wildcard in network parameters can cause mismatch among GPnP profile, OCR, and system. [GRID]> su Password: [GRID]> srvctl add network -netnum 2 -subnet / nettype dhcp [GRID]> exit exit [GRID]> srvctl config network -k 2 Network 2 exists Subnet IPv4: / /, dhcp Subnet IPv6: Ping Targets: Network is enabled Network is individually enabled on nodes: Network is individually disabled on nodes: [GRID]> crsctl stat res -t Name Target State Server State details Local Resources ora.net2.network OFFLINE OFFLINE brasil STABLE OFFLINE OFFLINE chile STABLE OFFLINE OFFLINE germany STABLE 51

52 Add Public Network DHCP Step 2: Add SCAN / SCAN_LISTENER to the new network (as required) Result [GRID]> su Password: [GRID]> srvctl update gns -advertise MyScan -address # Need to have a SCAN name. DHCP network requires dynamic VIP resolution via GNS [GRID]> srvctl modify gns -verify MyScan The name "MyScan" is advertised through GNS. [GRID]> srvctl add scan -k 2 PRKO-2082 : Missing mandatory option scanname [GRID]> su Password: [GRID]> srvctl add scan -k 2 -scanname MyScan [GRID]> exit [GRID]> srvctl add scan_listener -k 2 [GRID]> srvctl config scan -k 2 SCAN name: MyScan.cupgnsdom.localdomain, Network: 2 Subnet IPv4: / /, dhcp Subnet IPv6: SCAN VIP is enabled. SCAN VIP is individually enabled on nodes: SCAN VIP is individually disabled on nodes: SCAN VIP is enabled. SCAN VIP is individually enabled on nodes: SCAN VIP is individually disabled on nodes: SCAN VIP is enabled. SCAN VIP is individually enabled on nodes: SCAN VIP is individually disabled on nodes: [GRID]> srvctl config scan_listener -k 2 SCAN Listener LISTENER_SCAN1_NET2 exists. Port: TCP:1521 Registration invited nodes: Registration invited subnets: SCAN Listener is enabled. SCAN Listener is individually enabled on nodes: SCAN Listener is individually disabled on nodes: SCAN Listener LISTENER_SCAN2_NET2 exists. Port: TCP:1521 Registration invited nodes: Registration invited subnets: SCAN Listener is enabled. SCAN Listener is individually enabled on nodes: SCAN Listener is individually disabled on nodes: SCAN Listener LISTENER_SCAN3_NET2 exists. Port: TCP:1521 Registration invited nodes: Registration invited subnets: SCAN Listener is enabled. SCAN Listener is individually enabled on nodes: SCAN Listener is individually disabled on nodes: 52

53 Add Private Network DHCP oifcfg commands Result (ifconfig -a on HUB) [GRID]> oifcfg iflist eth eth eth eth eth [GRID]> oifcfg getif eth global public eth global cluster_interconnect,asm * global public Only in OCR: eth global public PRIF-29: Warning: wildcard in network parameters can cause mismatch among GPnP profile, OCR, and system. [GRID]> oifcfg setif -global "*"/ :cluster_interconnect,asm [GRID]> oifcfg getif eth global public eth global cluster_interconnect,asm * global public * global cluster_interconnect,asm PRIF-29: Warning: wildcard in network parameters can cause mismatch among GPnP profile, OCR, and system. BEFORE eth3 Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:1E:2B:FE inet addr: Bcast: Mask: inet6 addr: fe80::a00:27ff:fe1e:2bfe/64 Scope:Link UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 RX packets:52 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0 TX packets:17 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0 collisions:0 txqueuelen:1000 RX bytes:20974 (20.4 KiB) TX bytes:4230 (4.1 KiB) AFTER eth3 Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:1E:2B:FE inet addr: Bcast: Mask: inet6 addr: fe80::a00:27ff:fe1e:2bfe/64 Scope:Link UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 RX packets:1161 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0 TX packets:864 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0 collisions:0 txqueuelen:1000 RX bytes: (703.1 KiB) TX bytes: (488.5 KiB) eth3:1 Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:1E:2B:FE inet addr: Bcast: Mask: UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 HAIPs will only be used for Load Balancing once at least the DB / ASM instances, of not the node is restarted. They are considered for failover immediately. 53

54 Side note: Leaf Nodes don t host HAIPs! ifconfig -a on HUB excerpt ifconfig -a on Leaf excerpt eth2 Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:AD:DC:FD inet addr: Bcast: Mask: inet6 addr: fe80::a00:27ff:fead:dcfd/64 Scope:Link UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 RX packets:9303 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0 TX packets:6112 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0 collisions:0 txqueuelen:1000 RX bytes: (7.9 MiB) TX bytes: (2.2 MiB) eth2:1 Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:AD:DC:FD inet addr: Bcast: Mask: UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 eth3 Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:1E:2B:FE inet addr: Bcast: Mask: inet6 addr: fe80::a00:27ff:fe1e:2bfe/64 Scope:Link UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 RX packets:4729 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0 TX packets:5195 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0 collisions:0 txqueuelen:1000 RX bytes: (1.4 MiB) TX bytes: (2.0 MiB) eth3:1 Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:1E:2B:FE inet addr: Bcast: Mask: UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 HAIPs on the interconnect are only used by ASM / DB instances. Leaf nodes do not host those, hence, they do not host HAIPs. CSSD (the node management daemon) uses a different redundancy approach. eth2 eth3 Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:CC:98:C3 inet addr: Bcast: Mask: inet6 addr: fe80::a00:27ff:fecc:98c3/64 Scope:Link UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 RX packets:7218 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0 TX packets:11354 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0 collisions:0 txqueuelen:1000 RX bytes: (2.5 MiB) TX bytes: (13.3 MiB) Link encap:ethernet HWaddr 08:00:27:06:D5:93 inet addr: Bcast: Mask: inet6 addr: fe80::a00:27ff:fe06:d593/64 Scope:Link UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1 RX packets:6074 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0 TX packets:5591 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0 collisions:0 txqueuelen:1000 RX bytes: (2.1 MiB) TX bytes: (1.6 MiB) 54

55 Add Public Network STATIC Step 1: Add network Result [GRID]> oifcfg iflist eth eth eth eth eth eth #Assuming you have NO global public interface defined on subnet [GRID]> oifcfg setif -global "*"/ :public [GRID]> oifcfg getif eth global public eth global cluster_interconnect,asm * global cluster_interconnect,asm * global public PRIF-29: Warning: wildcard in network parameters can cause mismatch among GPnP profile, OCR, and system. [GRID]> su Password: [GRID]> srvctl add network -netnum 2 -subnet / nettype STATIC [GRID]> srvctl config network -k 2 Network 2 exists Subnet IPv4: / /, static Subnet IPv6: Ping Targets: Network is enabled Network is individually enabled on nodes: Network is individually disabled on nodes: [GRID]> crsctl stat res -t Name Target State Server State details Local Resources ora.net2.network OFFLINE OFFLINE brasil STABLE OFFLINE OFFLINE chile STABLE OFFLINE OFFLINE germany STABLE 55

56 Add Public Network STATIC Step 2: Add VIPs Result [GRID]> srvctl add vip -node germany -address germany-vip2/ netnum 2 [GRID]> srvctl add vip -node brasil -address brasil-vip2/ netnum 2 [GRID]> srvctl add vip -node chile -address chile-vip2/ netnum 2 [GRID]> srvctl config vip -n germany VIP exists: network number 1, hosting node germany VIP Name: germany-vip VIP IPv4 Address: VIP IPv6 Address: VIP is enabled. VIP is individually enabled on nodes: VIP is individually disabled on nodes: VIP exists: network number 2, hosting node germany VIP Name: germany-vip2 VIP IPv4 Address: VIP IPv6 Address: VIP is enabled. VIP is individually enabled on nodes: VIP is individually disabled on nodes: [GRID]> srvctl start vip -n germany -k 2 [GRID]> srvctl start vip -n brasil -k 2 [GRID]> srvctl start vip -n chile -k 2 [GRID]> srvctl status vip -n germany VIP germany-vip is enabled VIP germany-vip is running on node: germany VIP germany-vip2 is enabled VIP germany-vip2 is running on node: germany [GRID]> srvctl status vip -n brasil VIP brasil-vip is enabled VIP brasil-vip is running on node: brasil VIP brasil-vip2 is enabled VIP brasil-vip2 is running on node: brasil [GRID]> srvctl status vip -n chile VIP chile-vip is enabled VIP chile-vip is running on node: chile VIP chile-vip2 is enabled VIP chile-vip2 is running on node: chile 56

57 Add Public Network STATIC Step 3: Add SCAN / SCAN_LISTENER to the new network (as required) Result #as root [GRID]> srvctl add scan -scanname cupscan2 -k 2 [GRID]> exit [GRID]> srvctl add scan_listener -k 2 -endpoints 1522 [GRID]> srvctl status scan_listener -k 2 SCAN Listener LISTENER_SCAN1_NET2 is enabled SCAN listener LISTENER_SCAN1_NET2 is not running [GRID]> srvctl status scan_listener -k 2 SCAN Listener LISTENER_SCAN1_NET2 is enabled SCAN listener LISTENER_SCAN1_NET2 is running on node chile [GRID]> srvctl status scan -k 2 SCAN VIP scan1_net2 is enabled SCAN VIP scan1_net2 is running on node chile [GRID]> srvctl start scan_listener -k 2 57

58 Appendix C Automatic Diagnostic Repository (ADR) support for Oracle Grid Infrastructure 58

59 Automatic Diagnostic Repository (ADR) Convenience ADR_base diag The ADR is a file-based repository for diagnostic data such as traces, dumps, the alert log, health monitor reports, and more. ADR helps preventing, detecting, diagnosing, and resolving problems. asm rdbms tnslsnr clients crs (others) ADR comes with its own command line tool (adrci) to get easy access to and manage diagnostic information for Oracle GI + DB. 59

60 Some Management Examples adrci adrci incident management [GRID]> adrci ADRCI: Release Production on Thu Sep 18 11:35: Copyright (c) 1982, 2014, Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. ADR base = "/u01/app/grid adrci> show homes ADR Homes: diag/rdbms/_mgmtdb/-mgmtdb diag/tnslsnr/germany/asmnet1lsnr_asm diag/tnslsnr/germany/listener_scan1 diag/tnslsnr/germany/listener diag/tnslsnr/germany/mgmtlsnr diag/asm/+asm/+asm1 diag/crs/germany/crs diag/clients/user_grid/host_ _82 diag/clients/user_oracle/host_ _82 diag/clients/user_root/host_ _82 [GRID]> adrci ADR base = "/u01/app/grid" adrci> show incident; ADR Home = /u01/app/grid/diag/rdbms/_mgmtdb/-mgmtdb: ************************************************************************* INCIDENT_ID PROBLEM_KEY CREATE_TIME ORA 700 [kskvmstatact: excessive swapping observed] :44: : ORA 700 [kskvmstatact: excessive swapping observed] :11: : ORA 700 [kskvmstatact: excessive swapping observed] :30: :00 adrci> set home diag/rdbms/_mgmtdb/-mgmtdb adrci> ips create package incident 12073; Created package 1 based on incident id 12073, correlation level typical adrci> ips generate package 1 in /tmp Generated package 1 in file /tmp/ora700ksk_ _com_1.zip, mode complete [GRID]> ls lart /tmp -rw-r--r--. 1 grid oinstall Sep 18 11:05 ORA700ksk_ _COM_1.zip 60

61 Space Requirements, Exceptions, and Rules Binary / Log per Node Grid Infra. (GI) Home RAC DB Home Space Requirement ~6.6 GB ~5.5 GB Flex ASM vs. Standard ASM Flex Cluster vs. Standard Cluster Does not make a difference for ADR! TFA Repository GI Daemon Traces ASM Traces DB Traces Listener Traces Total over 3 months For 2 RAC DBs For 100 RAC DBs 10 GB ~2.6 GB ~9 GB 1.5 GB per DB per month 60MB per node per month ~43 GB ~483 GB ocssdrim havip agent gnsd ocssd ghc hanfs APX helper exportfs NFS mgmtdb ghs gns Some OC4J Logs Some GI home Logs 61

62 Appendix D Flex Cluster add nodes as needed 62

63 Recommendation: Install HUB Nodes, Add Leaf Nodes Initial installation: HUB nodes only Add Leafs later (addnode) 63

64 Add brasil as a HUB Node addnode Part 1 64

65 Add brasil as a HUB Node addnode Part 2 65

66 Add Leaf Nodes addnode in Short Note: Leaf nodes do not require a virtual node name (VIP). Application VIPs for non-db use cases need to be added manually later. Normal, can be ignored. 66

67 Continue to use Leaf Nodes for Applications in Database installer suggestion Consider Use Case Useful, if spain is likely to become a HUB at some point in time. 67

68 Continue to use Leaf Nodes for Applications in DBCA Despite running Leaf Nodes [GRID]> olsnodes -s -t germany Active Unpinned brasil Active Unpinned chile Active Unpinned italy Active Unpinned spain Active Unpinned 68

69 Some Examples of Resources running on Leaf Nodes Leaf Listener (OFFLINE/OFFLINE) Trace File Analyzer (TFA) Desktop]$. grid_profile [GRID]> crsctl stat res -t Name Target State Server State details Local Resources ora.asmnet1lsnr_asm.lsnr ONLINE ONLINE brasil STABLE ONLINE ONLINE chile STABLE ONLINE ONLINE germany STABLE ora.listener.lsnr ONLINE ONLINE brasil STABLE ONLINE ONLINE chile STABLE ONLINE ONLINE germany STABLE ora.listener_leaf.lsnr OFFLINE OFFLINE italy STABLE OFFLINE OFFLINE spain STABLE ora.net1.network ONLINE ONLINE brasil STABLE ONLINE ONLINE chile STABLE ONLINE ONLINE germany STABLE [GRID]> ps -ef grep grid_1 root :12? 00:00:19 /u01/app/12.1.0/grid_1/jdk/jre/bin/java -Xms128m -Xmx512m -classpath /u01/app/12.1.0/grid_1/tfa/spain/tfa_home/jlib/ratfa.jar:/u01/app/12.1.0/grid_1/tfa/spain/tfa_home/jlib/je jar:/u01/app/12.1.0/grid_1/tfa/spain/tfa_home/jlib/ojdbc6.jar:/u01/app/12.1.0/grid_1/tfa/spain/tfa_home/jlib/com mons-io-2.2.jar oracle.rat.tfa.tfamain /u01/app/12.1.0/grid_1/tfa/spain/tfa_home 69

Procedimento de Clonagem PDV - TOP Internacional

Procedimento de Clonagem PDV - TOP Internacional Procedimento de Clonagem PDV - Versão: 1.01-13/04/2010 Página 2 de 12 Material desenvolvido por: www.managersys.com.br Versão Responsável Descrição 1 Ralf Cristian Versão Inicial 1.01 Rodrigo Souza Revisão

Leia mais

Real Application Cluster (RAC)

Real Application Cluster (RAC) Real Application Cluster (RAC) Anderson Haertel Rodrigues OCE RAC 10g anderson.rodrigues@advancedit.com.br AdvancedIT S/A RAC? Oracle RAC é um banco de dados em cluster. Como assim? São vários servidores

Leia mais

Oracle Database em High Availability usando Microsoft Windows Clusters Server (MSCS) e Oracle Fail Safe

Oracle Database em High Availability usando Microsoft Windows Clusters Server (MSCS) e Oracle Fail Safe Oracle Database em High Availability usando Microsoft Windows Clusters Server (MSCS) e Oracle Fail Safe Objetivos: Apresentar conceitos do Microsoft Windows Clusters Server Apresentar a arquitetura do

Leia mais

Visão técnica detalhada do Oracle Database Appliance com o Oracle Database 12c

Visão técnica detalhada do Oracle Database Appliance com o Oracle Database 12c Visão técnica detalhada do Oracle Database Appliance com o Oracle Database 12c Ricardo Gonzalez Senior Product Manager Real Application Clusters, Development 25 de Junho, 2015 Oracle Confidential Internal/Restricted/Highly

Leia mais

Oracle Database 12c Como atualizar, migrar e consolidar SES16384. Murilo Nascimento Especialista em Soluções Junho 23, 2015

Oracle Database 12c Como atualizar, migrar e consolidar SES16384. Murilo Nascimento Especialista em Soluções Junho 23, 2015 Oracle Database 12c Como atualizar, migrar e consolidar SES16384 Murilo Nascimento Especialista em Soluções Junho 23, 2015 Copyright 2015, Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. Oracle Open

Leia mais

Instalação RAC10g em Linux

Instalação RAC10g em Linux Instalação RAC10g em Linux Humberto Corbellini humberto.corbellini@advancedit.com.br Agenda Visão Geral Storage compartilhado Hardware utilizado Sistema operacional Configuração de rede Drivers e opções

Leia mais

Configuração de redes no Gnu/Linux

Configuração de redes no Gnu/Linux Configuração de redes no Gnu/Linux Comando ifconfig: É utilizado basicamente para configurar o ip, a mascara de rede e outras opções de placas de rede. Rodado sem opções ele retorna todas as placas de

Leia mais

DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS

DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS Copyright 2014 Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. Inovando

Leia mais

Instalação do cliente VPN Cisco em Linux

Instalação do cliente VPN Cisco em Linux 1 de 5 12/12/2008 12:03 Instalação do cliente VPN Cisco em Linux De SordWiki Tabela de conteúdo 1 Introdução 2 Pré-Requisitos 3 Instalação 4 Utilização Introdução A instalação do cliente de VPN da CISCO

Leia mais

Oracle Database 11g: Novos Recursos para Administradores

Oracle Database 11g: Novos Recursos para Administradores Oracle Database 11g: Novos Recursos para Administradores Course O11NFA 5 Day(s) 30:00 Hours Introduction Este curso de cinco dias oferece a você a oportunidade de conhecer e fazer exercícios com os novos

Leia mais

Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h)

Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h) Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h) Este curso virtual liderado por um instrutor, com 8 horas de duração, introduz os participantes aos produtos e serviços do Google Cloud Platform.

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual IPortalMais: a «brainware» company FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Mozilla Thunderbird Doc.: Jose Lopes Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17 Rev.:

Leia mais

Administração de Sistemas Informáticos I

Administração de Sistemas Informáticos I ISEP 1 TEMA Administração do subsistema de rede; Serviços Internet daemon TEÓRICA-PRÁTICA 1. Serviços Internet Daemon Na pasta /etc/rc.d, existe a configuração dos diversos runlevels da máquina. Aos daemons

Leia mais

Configuração endereço IP da interface de rede

Configuração endereço IP da interface de rede Configuração endereço IP da interface de rede Download Imprimir Para configurar a interface de sua placa de rede como DHCP para obter um endereço IP automático ou especificar um um endereço IP estático

Leia mais

LABORATÓRIO DE REDES DE COMPUTADORES Prof: José Gonçalves - LPRM/DI/UFES (baseado no original de Rostan Piccoli)

LABORATÓRIO DE REDES DE COMPUTADORES Prof: José Gonçalves - LPRM/DI/UFES (baseado no original de Rostan Piccoli) LABORATÓRIO 1: Montagem da rede física, definição do endereçamento IP com diferentes sistemas operacionais e roteamento estático. Roteiro: 1) Montar a rede física, que deve ser baseadq na lista de material

Leia mais

LICENCIATURA EM ENG. DE SISTEMAS E INFORMÁTICA Redes e Serviços de Banda Larga. Laboratório 4. OSPF Backbone

LICENCIATURA EM ENG. DE SISTEMAS E INFORMÁTICA Redes e Serviços de Banda Larga. Laboratório 4. OSPF Backbone Laboratório 4 OSPF Backbone Equipamento necessário: Três OmniSwitches Objectivo: Este laboratório tem como objectivo familiarizar os alunos com as configurações RIP em comutadores OmniSwitch. Sintaxe dos

Leia mais

IPv6. A Necessidade de um Novo IP. IPv4. IETF desenvolve nova versão do IP: IPv6. O IPv6 pode vir a ser relevante para as Comunicações FEUP MPR

IPv6. A Necessidade de um Novo IP. IPv4. IETF desenvolve nova versão do IP: IPv6. O IPv6 pode vir a ser relevante para as Comunicações FEUP MPR IPv6 1 IPv6 FEUP MPR IPv6 2 A Necessidade de um Novo IP IPv4 Espaço de endereçamento pequeno Usado de forma descontínua Algumas soluções para resolver estes problemas redes privadas (NAT), agregação de

Leia mais

Database Security. Protegendo Contra Mega Violações. Troy Kitch Sr. Principal Director, Security Software Oracle. Longinus Timochenco CISO SBC Brasil

Database Security. Protegendo Contra Mega Violações. Troy Kitch Sr. Principal Director, Security Software Oracle. Longinus Timochenco CISO SBC Brasil Database Security Protegendo Contra Mega Violações Troy Kitch Sr. Principal Director, Security Software Oracle Longinus Timochenco CISO SBC Brasil Junho 23, 2015 Copyright 2015, Oracle and/or its affiliates.

Leia mais

Dicas e truques do Oracle WebLogic Server para a proteção de seu ambiente

Dicas e truques do Oracle WebLogic Server para a proteção de seu ambiente Dicas e truques do Oracle WebLogic Server para a proteção de seu ambiente Fernando Ribeiro Principal Sales Consultant Systems Safe Harbor Statement The following is intended to outline our general product

Leia mais

Novidades Oracle 11g. Rio Grande Energia - RGE

Novidades Oracle 11g. Rio Grande Energia - RGE Novidades Oracle 11g Daniel Güths Rio Grande Energia - RGE 1 Agenda Oracle Database 11g new features SQL e PL/SQL new features Performance e gerenciamento de recursos Gerenciamento de mudanças Gerenciamento

Leia mais

Advanced IT S/A. EM10g Grid Control. Introdução. Introdução. Agenda. Como alcança estes objetivos Grid Control Home Page Pode gerenciar:

Advanced IT S/A. EM10g Grid Control. Introdução. Introdução. Agenda. Como alcança estes objetivos Grid Control Home Page Pode gerenciar: Agenda Advanced IT S/A EM10g Grid Control Denise Cunha Advanced IT S/A - DBA Gerenciando Deployments (distribuições) Estendendo o EM Sistema de Jobs Start e Stop do EM Objetivos Extrair informações críticas

Leia mais

The following is intended to outline our general product direction. It is intended for information purposes only, and may not be incorporated into

The following is intended to outline our general product direction. It is intended for information purposes only, and may not be incorporated into The following is intended to outline our general product direction. It is intended for information purposes only, and may not be incorporated into any contract. It is not a commitment to deliver any material,

Leia mais

O essencial do comando mysqladmin, através de 18 exemplos

O essencial do comando mysqladmin, através de 18 exemplos O essencial do comando mysqladmin, através de 18 exemplos Elias Praciano O mysqladmin é uma ferramenta de linha de comando que vem junto com a instalação do servidor MySQL e é usada por administradores

Leia mais

www.en-sof.com.br SOLUÇÕES PARA CONTINUIDADE DO NEGÓCIO

www.en-sof.com.br SOLUÇÕES PARA CONTINUIDADE DO NEGÓCIO SOLUÇÕES PARA CONTINUIDADE DO NEGÓCIO 1 Soluções Oracle Voltadas à Continuidade dos Negócios Luciano Inácio de Melo Oracle Database Administrator Certified Oracle Instructor Bacharel em Ciências da Computação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES UALG/FCT/DEEI 2005/2006

ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES UALG/FCT/DEEI 2005/2006 ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES Protocolos: ARP/RARP,BOOTP,DHCP Aula nº4 (27-9-2005) Engª de Sistemas e Informática Licenciatura em Informática UALG/FCT/DEEI 2005/2006 1 Modelo TCP/IP 2 Modelo TCP/IP

Leia mais

Oracle 10g ASM. Implementando o Automatic Storage Management

Oracle 10g ASM. Implementando o Automatic Storage Management Oracle 10g ASM Implementando o Automatic Storage Management Automatic Storage Management de clusters a máquinas multiprocessadas distribui o I/O entre os recursos elimina o balanceamento manual de I/O

Leia mais

User Guide Manual de Utilizador

User Guide Manual de Utilizador 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE User Guide Manual de Utilizador 2014 1Life Simplify it All rights reserved. www.1-life.eu 2 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE ENGLISH USER GUIDE...4 MANUAL DE UTILIZADOR PORTUGUÊS...18

Leia mais

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP Know-how setorial e global pré-configurado Índice 1.Disponibilidade dos pacotes SAP Best Practices 2.Efetuar

Leia mais

Oracle Data Integration Integre seus dados na Nuvem SES16413

Oracle Data Integration Integre seus dados na Nuvem SES16413 Oracle Data Integration Integre seus dados na Nuvem SES16413 Murilo Nascimento Especialista em Soluções Cezar Santos CEO, infostrategy Junho 25, 2015 Copyright 2015, Oracle and/or its affiliates. All rights

Leia mais

1 Copyright 2012, Oracle and/or its affiliates. All rights reserved.

1 Copyright 2012, Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. 1 Copyright 2012, Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. About Eugenio Chleba Product Sales Specialist - PM (11) 5189-1211 (11) 96060-2687 eugenio.chleba@oracle.com Experience Skills Products

Leia mais

Hitachi Unified Storage. Família HUS 100. Henrique Leite! henrique.leite@hds.com! Tuesday, 4 de September de 12! Solutions Consultant!

Hitachi Unified Storage. Família HUS 100. Henrique Leite! henrique.leite@hds.com! Tuesday, 4 de September de 12! Solutions Consultant! Hitachi Unified Storage Família HUS 100 Henrique Leite! Solutions Consultant! henrique.leite@hds.com! Tuesday, 4 de September de 12! 1 Hitachi Data Systems 2011. All rights reserved. AGENDA Direção do

Leia mais

Como Dinamizar as Atividades de BPM com uma Robusta Infraestrutura SOA

<Insert Picture Here> Como Dinamizar as Atividades de BPM com uma Robusta Infraestrutura SOA Como Dinamizar as Atividades de BPM com uma Robusta Infraestrutura SOA 2 The following is intended to outline our general product direction. It is intended for information purposes

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainmoziware» company www.iportalmais.pt. Manual Jose Lopes

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainmoziware» company www.iportalmais.pt. Manual Jose Lopes IPortalMais: a «brainmoziware» company www.iportalmais.pt FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Microsoft Outlook Doc.: Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17

Leia mais

Desvendando o Oracle Exadata X2-2

Desvendando o Oracle Exadata X2-2 Desvendando o Oracle Exadata X2-2 Rodrigo Almeida Oracle ACE Agenda Palestrante Visão geral sobre Oracle Exadata DMA Database Machine Administrator Ferramentas de Administração O

Leia mais

FUNCIONALIDADES DO ORACLE RAC. Resumo: Diversas empresas têm como requisito fundamental do negócio que os seus

FUNCIONALIDADES DO ORACLE RAC. Resumo: Diversas empresas têm como requisito fundamental do negócio que os seus FUNCIONALIDADES DO ORACLE RAC Eduardo Amaral Ferreira 1 Iremar Nunes de Lima 2 Resumo: Diversas empresas têm como requisito fundamental do negócio que os seus sistemas de informação fiquem disponíveis

Leia mais

para que Software www.aker.com.br Produto: Página: 6.0 Introdução O Aker Firewall não vem com Configuração do PPPoE Solução

para que Software www.aker.com.br Produto: Página: 6.0 Introdução O Aker Firewall não vem com Configuração do PPPoE Solução 1 de 6 Introdução O não vem com a opção de configuração através do Control Center, para a utilização de discagem/autenticação via PPPoE. Este documento visa demonstrar como é feita a configuração do PPPoE

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede Sistemas Operacionais de Rede Configuração de Rede Conteúdo Programático! Interfaces de rede! Ethernet! Loopback! Outras! Configuração dos parâmetros de rede! Dinâmico (DHCP)! Manual! Configuração de DNS

Leia mais

Uma Ferramenta Essencial! Prof. Fred Sauer, D.Sc. fsauer@gmail.com

Uma Ferramenta Essencial! Prof. Fred Sauer, D.Sc. fsauer@gmail.com Uma Ferramenta Essencial! Prof. Fred Sauer, D.Sc. fsauer@gmail.com Quem é WireShark? Packet sniffer/protocol analyzer Ferramenta de Rede de código aberto Evolução do Ethereal Instalação Instalação no

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br. RMAN: Ambiente de backup

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br. RMAN: Ambiente de backup RMAN: Ambiente de backup Olá amigos! Após algumas séries de colunas explicando os conceitos e modos que o RMAN pode trabalhar, iremos aprender a utilizar essa ferramenta para auxiliar os serviços administrativos

Leia mais

MTM00008 - MANUAL DE INSTALAÇÃO DE ADEMPIERE NO LINUX DEBIAN

MTM00008 - MANUAL DE INSTALAÇÃO DE ADEMPIERE NO LINUX DEBIAN Processo de instalação: 1-Adicionar ao arquivo /etc/apt/sources.list os pacotes não livres: deb http://http.us.debian.org/debian/ etch main contrib non-free ou algum outro de sua escolha. 2-Instalar o

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

TUTORIAL COLOCANDO IP FIXO LE3

TUTORIAL COLOCANDO IP FIXO LE3 TUTORIAL COLOCANDO IP FIXO LE3 Já li vários posts de pessoas com dificuldades de colocar o IP Fixo no Linus Educacional 3.0 (LE3). Irei demostrar passo-a-passo como se colocar o IP Fixo e de quebra a criação

Leia mais

fe Harbor Statement Copyright 2014 Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. Oracle Confidential Restricted

fe Harbor Statement Copyright 2014 Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. Oracle Confidential Restricted racle Primavera asos de Sucesso em Gestão de Projetosde fraestrutura Pública uno Mega aster Principal Sales Consultant acle Primavera Global Business Unit ojectlab 10 anos de Dezembro de 2015 fe Harbor

Leia mais

Configuração de Rede

Configuração de Rede Configuração de Rede 1. Configuração de rede no Windows: A finalidade deste laboratório é descobrir quais são as configurações da rede da estação de trabalho e como elas são usadas. Serão observados a

Leia mais

Para iniciar um agente SNMP, usamos o comando snmpd. Por padrão, aceita requisições na porta 161 (UDP).

Para iniciar um agente SNMP, usamos o comando snmpd. Por padrão, aceita requisições na porta 161 (UDP). EN3610 Gerenciamento e interoperabilidade de redes Prof. João Henrique Kleinschmidt Prática SNMP Net-SNMP (http://www.net-snmp.org) é um conjunto de aplicações usado para implementar SNMPv1, SNMPv2 e SNMPv3.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS DIRETIVAS DE GRUPO (GPO) Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS DIRETIVAS DE GRUPO (GPO) Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS O que é GPO? Quando falamos sobre GPO (Group Policy Object) devemos pensar em diretiva de grupo. Diretiva de grupo é um conjunto de regras que podemos utilizar a

Leia mais

Solução Symantec de Gerenciamento de Armazenamento e Proteção de Dados Ministério Rodrigo Pinheiro

Solução Symantec de Gerenciamento de Armazenamento e Proteção de Dados Ministério Rodrigo Pinheiro Solução Symantec de Gerenciamento de Armazenamento e Proteção de Dados Ministério Rodrigo Pinheiro Gerente Regional - DF 1 Agenda 1 Contratação 2 Desafios 3 Solução 4 Resultados 2 Contratação - Proteção

Leia mais

Manual de Integração Oracle R12 x DFe. Versão 1.6 Outubro/2012

Manual de Integração Oracle R12 x DFe. Versão 1.6 Outubro/2012 Manual de Integração Oracle R12 x DFe Versão 1.6 Outubro/2012 Copyright 1991. Synchro Sistemas de Informação Ltda Manual para Integração Oracle R12 x Dfe 1 Índice 1. Revisão... 2 2. Escopo... 3 3. Público

Leia mais

Load Balance Disk Migração por Balanceamento ASM em RAC estendido Movimentação de Datafile entre ASM e Filesystem Ponto de montagem ACFS

Load Balance Disk Migração por Balanceamento ASM em RAC estendido Movimentação de Datafile entre ASM e Filesystem Ponto de montagem ACFS 1. O que é ASM? 1.1 Overview 1.2 Arquitetura e Internals 2. Por que usar e Como usar ASM? Componentes do ASM Stripe e Mirror ASM Process ACFS - Oracle Automatic Storage Management Cluster File System Método

Leia mais

Para iniciar um agente SNMP, usamos o comando snmpd. Por padrão, aceita requisições na porta 161 (UDP).

Para iniciar um agente SNMP, usamos o comando snmpd. Por padrão, aceita requisições na porta 161 (UDP). EN3610 Gerenciamento e interoperabilidade de redes Prof. João Henrique Kleinschmidt Prática SNMP 1 MIBs RMON No Linux os arquivos MIB são armazenados no diretório /usr/share/snmp/mibs. Cada arquivo MIB

Leia mais

Exadata SIG. Gerenciamento de Recursos, da conexão ao I/O. Fernando Simon

Exadata SIG. Gerenciamento de Recursos, da conexão ao I/O. Fernando Simon Gerenciamento de Recursos, da conexão ao I/O Fernando Simon Agenda Apresentação; Consolidação; Gerenciamento de Recursos: Services; Instance caging; Resource Manager; IORM; Análise do ambiente Exadata:

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES INTERNET PROTOCOLO VERSION 6

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES INTERNET PROTOCOLO VERSION 6 GESTÃO DE SISTEMAS E REDES INTERNET PROTOCOLO VERSION 6 OUTLINE INTERNET PROTOCOL V6 NEIGHBOR DISCOVERY PROTOCOL DYNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL V6 INTERNET PROTOCOLO O rápido crescimento da Internet

Leia mais

Aula de Laboratório 1

Aula de Laboratório 1 Aula de Laboratório 1 1.Comando Ipconfig 1.1 Uso: ipconfig [/? /all /renew [adapter] /release [adapter] /flushdns /displaydns /registerdns /showclassid adapter /setclassid adapter [classid] ] em que adapter

Leia mais

Instalação e configuração do Server Core - Windows Server 2008 (Longhorn) Parte 2

Instalação e configuração do Server Core - Windows Server 2008 (Longhorn) Parte 2 Autor: Bruno Leonardo MCP, MCDST, MCSA, MCTS http://brunoleonardoleal.spaces.live.com Instalação e configuração do Server Core - Windows Server 2008 (Longhorn) Parte 2 Vamos começar definindo a senha de

Leia mais

CELLTRACKS ANALYZER II. Guia de Rede J40169PT

CELLTRACKS ANALYZER II. Guia de Rede J40169PT CELLTRACKS ANALYZER II Guia de Rede J40169PT CELLTRACKS ANALYZER II Guia de rede LBL50940 2014-01-01 J40169PT Aviso Relativo a Direitos de Propriedade O presente documento divulga informação sobre a qual

Leia mais

Software de Telecomunicações. Firewalls

Software de Telecomunicações. Firewalls Software de Telecomunicações Firewalls Prof RG Crespo Software de Telecomunicações Firewalls : 1/34 Introdução Firewall: dispositivo (SW, HW, ou ambos) que limita acessos por rede (Internet), a uma outra

Leia mais

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009 Laboratório 3 Base de Dados II 2008/2009 Plano de Trabalho Lab. 3: Programação em Transact-SQL MYSQL Referências www.mysql.com MICROSOFT SQL SERVER - Procedimentos do Lado do Servidor (Stored Procedures)

Leia mais

Lab 4 Análise de Pacotes utilizando o TCPDUMP

Lab 4 Análise de Pacotes utilizando o TCPDUMP Objetivo: Lab 4 Análise de Pacotes utilizando o TCPDUMP i) Utilizar aplicativo de análise de pacotes TCPDUMP. TCPDUMP: O tcpdump é um programa cuja utilidade principal é visualizar e analisar o tráfego

Leia mais

Tecnologias de Redes Informáticas 2ª Avaliação de Frequência (D) 60 minutos * 18.1.2012

Tecnologias de Redes Informáticas 2ª Avaliação de Frequência (D) 60 minutos * 18.1.2012 1 1. Esta teste serve como avaliação de frequência. 2. Leia as perguntas com atenção antes de responder. 3. Escreva as suas respostas apenas na folha de respostas que é dada em separado. 4. Entregue apenas

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO: Emulação do tráfego da rede. Ulisses Cotta Cavalca Caio Mário Mesquita

DOCUMENTAÇÃO: Emulação do tráfego da rede. Ulisses Cotta Cavalca Caio Mário Mesquita DOCUMENTAÇÃO: Emulação do tráfego da rede Descreve procedimentos para realizar a emulação de carga, captura e análise de tráfego de rede em ambiente controlado. Scripts testbed e qos-tools Ulisses Cotta

Leia mais

Telefonia IP MOT. Prática 1

Telefonia IP MOT. Prática 1 Prática 1 Instalando o proxy SIP Kamailio, configurando os usuários e interligando proxies. Objetivo: Criar um ambiente VoIP básico utilizando o proxy SIP Kamailio que terá suas informações de usuário

Leia mais

Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves

Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves CONFIGURAÇÃO DE REDE A configuração de rede envolve, em

Leia mais

NetApp Visão Geral Alguns Desafios de uma Infraestrutura em Nuvem Integração com o System Center 2012

NetApp Visão Geral Alguns Desafios de uma Infraestrutura em Nuvem Integração com o System Center 2012 Agenda NetApp Visão Geral Alguns Desafios de uma Infraestrutura em Nuvem Integração com o System Center 2012 Monitoramento, Relatórios e Recomendações Pronto para sua Nuvem: System Center Orchestrator

Leia mais

Sistemas Informáticos Cisco Certified Networking Academy (v5.0)

Sistemas Informáticos Cisco Certified Networking Academy (v5.0) Sistemas Informáticos Cisco Certified Networking Academy (v5.0) Enquadramento Geral Objetivos do Percurso Dotar os formandos de conhecimentos iniciais de Routing e Switching Preparar para os exames de

Leia mais

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial Métodos Formais em Engenharia de Software VDMToolTutorial Ana Paiva apaiva@fe.up.pt www.fe.up.pt/~apaiva Agenda Install Start Create a project Write a specification Add a file to a project Check syntax

Leia mais

Um artigo técnico da Oracle Setembro de 2009. Oracle Real Application Clusters 11g Release 2 Uma opção do Banco de dados Oracle

Um artigo técnico da Oracle Setembro de 2009. Oracle Real Application Clusters 11g Release 2 Uma opção do Banco de dados Oracle Um artigo técnico da Oracle Setembro de 2009 Oracle Real Application Clusters 11g Release 2 Uma opção do Banco de dados Oracle Artigo Técnico da Oracle Oracle Real Application Clusters 11g Release 2 Introdução...

Leia mais

Endereço Físico (cont.)

Endereço Físico (cont.) O Protocolo ARP Endereço Físico Cada interface de rede (NIC network interface card) vem com um identificador único de fábrica. Este identificador é o endereço físico ou endereço de hardware da interface.

Leia mais

Conversão de ambientes

Conversão de ambientes Conversão de ambientes Single File System RAC ASM Backup + Restore + Conversão + Recovery ORIGEM DESTINO : BANCO DE DADOS ORACLE SINGLE EM FILESYSTEM NATIVO : BANCO DE DADOS ORACLE ORACLE RAC EM ASM Na

Leia mais

Microsoft S+S Day Data: 09 de dezembro de 2008

Microsoft S+S Day Data: 09 de dezembro de 2008 Microsoft S+S Day Data: 09 de dezembro de 2008 Otavio Pecego Coelho Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil http://blogs.msdn.com/otavio Expandir para nova localidade Upgrade ao vivo de novas funcionalidades

Leia mais

REPLICAÇÃO E AUTO DISPONIBILIDADE NO SQL SERVER

REPLICAÇÃO E AUTO DISPONIBILIDADE NO SQL SERVER FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM BANCO DE DADOS REPLICAÇÃO E AUTO DISPONIBILIDADE NO SQL

Leia mais

Live Show Gerenciamento de Ambientes. Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet.

Live Show Gerenciamento de Ambientes. Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet. Live Show Gerenciamento de Ambientes Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet.com/rodias) Live Show! Vocês são do Time! Período do Evento Final de Semana Durante

Leia mais

Balanceamento de carga em GNU/Linux

Balanceamento de carga em GNU/Linux Balanceamento de carga em GNU/Linux O que temos e o que falta? Fernanda G Weiden Google's mission To organize the world s information and make it universally accessible and useful Introdução Serviço no

Leia mais

A instância fica alocada na memória compartilhada (shared memory) e é a combinação do System Global Area (SGA) com os processos background Oracle.

A instância fica alocada na memória compartilhada (shared memory) e é a combinação do System Global Area (SGA) com os processos background Oracle. ESTRUTURAS DE ARMAZENAMENTO Instance Na instância são executados processos e espaços em memória, estes permitem ao Oracle cumprir com seu papel de manter a integridade, confidencialidade e disponibilidade

Leia mais

LTSP - Documentação para instalação sobre plataforma LibertasBR

LTSP - Documentação para instalação sobre plataforma LibertasBR LTSP - Documentação para instalação sobre plataforma LibertasBR Projeto LibertasBR http://www.libertasbr.org.br 15 de junho de 2005 Introdução O LTSP (Linux Terminal Server Project) é um conjunto de ferramentas

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

Oracle Enterprise Manager 10g Grid Control NOVO

Oracle Enterprise Manager 10g Grid Control NOVO Oracle University Contact Us: +351214235182 Oracle Enterprise Manager 10g Grid Control NOVO Duration: 5 Days What you will learn Este curso oferece uma visão geral dos recursos do Grid Control 10.2.0.4.

Leia mais

Prefeitura Livre. Manual de Instalação do Prefeitura Livre - Homologado para Ubuntu 8.04. Versão 1.0 06/02/2009

Prefeitura Livre. Manual de Instalação do Prefeitura Livre - Homologado para Ubuntu 8.04. Versão 1.0 06/02/2009 Prefeitura Livre Manual de Instalação do Prefeitura Livre - Homologado para Ubuntu 8.04 Versão 1.0 06/02/2009 (este documento perde a validade sempre que uma nova versão for publicada) Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

Caracterização dos servidores de email

Caracterização dos servidores de email Caracterização dos servidores de email Neste documento é feita a modulação de um servidor de email, com isto pretende-se descrever as principais funcionalidades e características que um servidor de email

Leia mais

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian.

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Pré requisitos para pratica desse tutorial. Saber utilizar maquina virtual no virtual Box ou vmware. Saber instalar ubuntu ou debian na maquina virtual.

Leia mais

Formação IPv6 Maputo Moçambique 26 Agosto - 29 Agosto 08. Configuração de Sistema (Windows XP)

Formação IPv6 Maputo Moçambique 26 Agosto - 29 Agosto 08. Configuração de Sistema (Windows XP) Moçambique 26 Agosto - 29 Agosto 08 Carlos Friaças (cfriacas@fccn.pt) Pedro Lorga (lorga@fccn.pt) Exercício: Configuração de Sistema(Windows XP) Objectivos Neste exercício completará as seguintes tarefas:

Leia mais

Tecnologia de Redes. Protocolo IP

Tecnologia de Redes. Protocolo IP Volnys B. Bernal (c) 1 Tecnologia de Redes Protocolo IP Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br http://www.lsi.usp.br/~volnys Volnys B. Bernal (c) 2 Agenda Introdução ao protocolo IP Endereçamento IP Classes

Leia mais

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425 CMDB no ITIL v3 Miguel Mira da Silva mms@ist.utl.pt 919.671.425 1 CMDB v2 Configuration Management IT components and the services provided with them are known as CI (Configuration Items) Hardware, software,

Leia mais

Utilizando subversion como controle de versão

Utilizando subversion como controle de versão Utilizando subversion como controle de versão Heitor Rapcinski Este documento descreverá a utilização de subversion como ferramenta de controle de versão mostrando as facilidades da sua utilização para

Leia mais

11.2.0.3.0 to 11.2.0.4.3 Upgrade release e aplicação de Patch Set Update (PSU)

11.2.0.3.0 to 11.2.0.4.3 Upgrade release e aplicação de Patch Set Update (PSU) 11.2.0.3.0 to 11.2.0.4.3 Upgrade release e aplicação de Patch Set Update (PSU) Com a consolidação do Oracle Database 12c é natural o processo de descontinuidade da versão 11g, seja pela fim do Premier

Leia mais

Click the + sign to add new server details. Clique no sinal de "+" para adicionar novos detalhes do servidor. Enter a friendly name for your BI Server

Click the + sign to add new server details. Clique no sinal de + para adicionar novos detalhes do servidor. Enter a friendly name for your BI Server Click the + sign to add new server details Clique no sinal de "+" para adicionar novos detalhes do servidor Enter a friendly name for your BI Server Digite um nome amigável para o seu BI Server Enter the

Leia mais

ISP Redundancy e IPS Utilizando Check Point Security Gateway. Resumo

ISP Redundancy e IPS Utilizando Check Point Security Gateway. Resumo ISP Redundancy e IPS Utilizando Check Point Security Gateway Radamés Bett Curso de Especialização em Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, outubro de 2010 Resumo

Leia mais

Failover com EIGRP usando o exemplo da configuração de VRF

Failover com EIGRP usando o exemplo da configuração de VRF Failover com EIGRP usando o exemplo da configuração de VRF Índice Introdução Pré-requisitos Versões de hardware e software onvenções onfigurar iagrama de Rede onfigurações Verificar comandos show Informações

Leia mais

Estratégias Avançadas com

Estratégias Avançadas com Estratégias Avançadas com SQL Server AlwaysOn DBP-301 SP_WHO Especialistas em SQL Server Microsoft Most Valuable Professional (MVP) Palestrantes em vários eventos Online e presenciais Co-autores dos livros:

Leia mais

Kit de Demonstração MatchPort Início Rápido

Kit de Demonstração MatchPort Início Rápido Kit de Demonstração MatchPort Início Rápido Número de peça 900-486 Revisão F Maio 2010 Índice Introdução...3 Conteúdo do kit de demonstração...3 O que você precisa saber...3 Endereço de hardware... 3 Endereço

Leia mais

Presentation: MegaVoz Contact Center Tool

Presentation: MegaVoz Contact Center Tool Presentation: MegaVoz Contact Center Tool MegaVoz MegaVoz Solution: Automatic tool for contact phone management Contact Center strategy support; Advanced Resources technology (Computer Telephony Integration);

Leia mais

Oracle GoldenGate 12c Novos Recursos SES16430

Oracle GoldenGate 12c Novos Recursos SES16430 Oracle GoldenGate 12c Novos Recursos SES16430 Murilo Nascimento Especialista em Soluções Marcelo Cauduro DBA Sênior Junho 23, 2015 Copyright 2015, Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. Oracle

Leia mais

Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I

Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I UNIDADE 1 - CONCEITOS BÁSICOS DE REDES... 3 1.1 TCP/IP - O INÍCIO... 3 1.2 ENTENDENDO O IP... 3 1.3 ENTENDENDO O GATEWAY DE REDE... 5 1.4 O SERVIDOR

Leia mais

Instructions. Instruções

Instructions. Instruções Instructions ENGLISH Instruções PORTUGUÊS This document is to help consumers in understanding basic functionality in their own language. Should you have any difficulty using any of the functions please

Leia mais

Unificando Dados e Execução de Marke5ng

Unificando Dados e Execução de Marke5ng Unificando Dados e Execução de Marke5ng Melhore a aquisição, a retenção e o valor gerado por seus clientes Luciana Castro Consultora de Vendas Principal Oracle Marke5ng Cloud Junho, 2015 Copyright 2015,

Leia mais

Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1

Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Guia: Manual de instalação do Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Data do Documento: novembro de 2012 1 Conteúdo 1. Sobre este manual... 3 2. Requisitos de Sistema...

Leia mais

Rede sem Estresse Adicionar máquinas à uma rede significa muito trabalho com a configuração inicial. Uma solução centralizada,

Rede sem Estresse Adicionar máquinas à uma rede significa muito trabalho com a configuração inicial. Uma solução centralizada, para redes locais Rede sem Estresse Adicionar máquinas à uma rede significa muito trabalho com a configuração inicial. Uma solução centralizada, utilizando um servidor DHCP para atribuição automática de

Leia mais

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space 1 Próximas Actividades Next Activities Visualiza as próximas actividades a ter inicio, com a indicação do tempo restante Displays upcoming activities and indicating the remaining time 2 Categorias Categories

Leia mais

É a associação de mais de um fluxo de execução em um único processo.

É a associação de mais de um fluxo de execução em um único processo. Profa. Rita Rodorigo Threads Um processo é uma abstração que reúne uma série de atributos como espaço de endereçamento descritores de arquivos abertos, quotas, etc. Um processo possui ainda uma área de

Leia mais

Tutorial AwStats Indice

Tutorial AwStats Indice Tutorial AwStats Indice Introdução...2 Funcionamento:...3 Pré-Requisitos:...3 Instalação:...4 Configurações:...7 Utilização:...11 Sobre o Autor:...11 Introdução AwStats Como saber se seu site é um sucesso

Leia mais

Sistemas Operacionais de Redes. Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva

Sistemas Operacionais de Redes. Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva Sistemas Operacionais de Redes Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva Agenda Conhecer o funcionamento do mecanismo de rede Configurar as configurações básicas de rede Compreender

Leia mais