Aborto. Douglas Blanco

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aborto. Douglas Blanco"

Transcrição

1 Aborto Douglas Blanco

2 Gravidez Indesejada Hoje em dia o principal motivo do aborto é a gravidez indesejada. A gravidez em adolescente pode ser considerado um exemplo, pois o mundo dos adolescentes se resumi em: liberdade sexual, a falta de uma orientação no ambiente familiar, o desejo sexual, etc, esses fatores conduzem a maior parte da juventude a prática sexual, sem nenhum conhecimento das repercussões, que pode causar em suas vidas, no momento em que engravidam, ou adquiriram uma DST.

3 ABORTO Uma pergunta que muitos afirmam saber a resposta, mais poucos sabem realmente responder é: O QUE É ABORTO??? Pois bem, Aborto é a interrupção proposital ou espontânea de uma gravidez no período de até 28 semanas, tempo no qual o feto ainda não consegue sobreviver fora do útero.

4 Aborto Espontâneo Tipos de Abortos O aborto espontâneo ocorre involuntariamente, por acidente, por anormalidades orgânicas da mulher ou por defeito do próprio óvulo. Ocorre normalmente nos 1º dias ou semanas da gravidez, com um sangramento quase igual ao fluxo menstrual, podendo confundir muitas vezes a mulher do que realmente está acontecendo.

5 Há dois tipos de aborto espontâneo: o aborto iminente e o inevitável. Aborto Iminente: O aborto iminente é uma ameaça de aborto. A mulher tem um leve sangramento seguido de dores nas costas e outras parecidas com as cólicas menstruais. Aborto Inevitável: O aborto inevitável é quando se tem a dilatação do útero para expulsão do conteúdo seguido de fortes dores e hemorragia.

6 Aborto Provocado O aborto provocado é todo aquele que tem como causador um agente externo, que pode ser um profissional ou um "leigo" que utiliza técnicas. Existem vários modos de provocar um aborto. Mais lembre-se por mais que existam inúmeros lugares no país que executam aborto ele é ilegal não importa como seja feito.

7 Corte Esse método dilacera, ou seja, corta o corpo do bebê ainda dentro do útero, e depois os pedaços são retirados.

8 Sucção Esse método pode ser feito apenas até a 12ª semana de gravidez. Neste tipo de aborto é colocado uma espécie de tubo no útero, e este exerce uma sucção interna provocando contrações fortes e fazendo com que o bebê seja puxado para fora.

9 Curetagem Neste aborto, usa-se a cureta, uma espécie de colher, que é usada para raspar todo o colo do útero, e daí fazer a retirada do embrião. Esse método pode ser feito até a 15ª semana de gravidez. Ele é bastante perigoso, pois, pode haver perfuração da parede uterina, ou raspagem excessiva que causa esterilidade.

10 Esquartejamento O feto é esquartejado ainda dentro da mãe. Deixando-o em pedaços, que depois são retirados

11 Drogas e Plantas Algumas ervas podem causar aborto. E alguns remédios também. Geralmente em alguns casos os remédios são colocados direto no útero para matar o bebê.

12 Mini-aborto Parecido com o método de SUCÇÃO, o mini-aborto acontece nas primeiras sete semanas. Funciona da seguinte forma: coloca-se um tubo no interior do útero feminino, este suga todo o endométrio e junto dele o feto

13 Envenenamento por sal Nesse método abortivo é retirado o liquido amniótico (a bolsa d água) que envolve o feto no útero, e substituído por uma mistura feita em água e sal. Esse processo gera morte instantânea. É feito entre a 16ª e a 24ª semana de gestação.

14 Sufocamento Também conhecido com PARTO PARCIAL, nesse método de aborto, puxa-se o bebê para fora deixando apenas a cabeça dentro do corpo, já que ela é grande demais para passar sem que acha dilatação. Daí introduzse um tubo em sua nuca, que sugará a sua massa cerebral, levando-o à sua morte. Só então o bebê consegue ser totalmente retirado.

15 Consequências de um aborto Insuficiência do colo uterino Partos prematuros Infecção provocando esterilidade Intervenção para estancar a hemorragia produzida Perigo de lesão no intestino, na bexiga ou nas trompas A artéria do útero, nesses casos, frequentemente, é atingida, criando a necessidade de retirada do útero.

16 Infecções graves devido aos objetos utilizados. Câncer no endométrio. Entrada da solução de água e sal no sangue da mãe, podendo levar a morte. Perda total do útero. Parto complicados. MORTE.

17 Código Penal Brasileiro TODO ABORTO É CONSIDERADO UM INFANTICÍDIO (ASSINATO DE CRIANÇA) A gestante pode ser condenada de 1 à 3 anos de prisão. Provocar aborto sem consentimento da gestante pode resultar de 3 à 10 anos de prisão. Executar aborto a pedido da gestante, detenção de 1 à 4 anos.

18

19

20

21

22

23

24

25

26

O aborto iminente é uma ameaça de aborto. A mulher tem um leve sangramento seguido de dores nas costas e outras parecidas com as cólicas menstruais.

O aborto iminente é uma ameaça de aborto. A mulher tem um leve sangramento seguido de dores nas costas e outras parecidas com as cólicas menstruais. TIPOS DE ABORTO E SUAS CONSEQUÊNCIAS. Amag Ramgis Aborto Espontâneo O aborto espontâneo ocorre involuntariamente, por acidente, por anormalidades orgânicas da mulher ou por defeito do próprio ovo. Ocorre

Leia mais

Abortamento ou Aborto Interrupção da gravidez antes que o feto alcance a fase da viabilidade. Pode ser espontâneo ou provocado.

Abortamento ou Aborto Interrupção da gravidez antes que o feto alcance a fase da viabilidade. Pode ser espontâneo ou provocado. Abortamento ou Aborto Interrupção da gravidez antes que o feto alcance a fase da viabilidade. Pode ser espontâneo ou provocado. Ao longo do tempo e principalmente em fins do século XX, declinou a incidência

Leia mais

Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU)

Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU) Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU) Material distribuído exclusivamente por profissionais de saúde às pacientes usuárias de SIU, a título de orientação.

Leia mais

Será que estou grávida?

Será que estou grávida? A UU L AL A Será que estou grávida? - Alzira tá diferente... Tá com a cara redonda, inchada. Está com cara de grávida! - Não sei o que eu tenho. Toda manhã acordo enjoada e vomitando. - A Neide engordou

Leia mais

- CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ

- CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ - CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ No início de cada ciclo menstrual (primeiro dia do fluxo menstrual), a hipófise anterior lança no sangue feminino o FSH (hormônio folículo-estimulante),

Leia mais

Assistência ao parto

Assistência ao parto Assistência ao parto FATORES DE RISCO NA GESTAÇÃO Características individuais e condições sociodemográficas desfavoráveis: Idade menor que 15 e maior que 35 anos; Ocupação: esforço físico excessivo, carga

Leia mais

ABORTAMENTO. Profª Drª Marília da Glória Martins

ABORTAMENTO. Profª Drª Marília da Glória Martins ABORTAMENTO Profª Drª Marília da Glória Martins Definições É a interrupção espontânea ou provocada de concepto pesando menos de 500 g [500 g equivalem, aproximadamente, 20-22 sem. completas (140-154 dias)

Leia mais

CARTILHA DA GRÁVIDA 1

CARTILHA DA GRÁVIDA 1 CARTILHA DA GRÁVIDA 1 2 SUMÁRIO SOBRE A FEBRASGO 4 PRIMEIROS SINTOMAS 5 ETAPAS DA GESTAÇÃO 6 IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL 8 OBJETIVOS DO PRÉ-NATAL JUNTO À MÃE 9 OBJETIVOS DO PRÉ-NATAL JUNTO AO BEBÊ 10 OBJETIVOS

Leia mais

Minha filha está ficando uma moça!

Minha filha está ficando uma moça! Minha filha está ficando uma moça! A UU L AL A O que faz as meninas se transformarem em mulheres? O que acontece com seu corpo? Em geral, todos nós, homens e mulheres, somos capazes de lembrar muito bem

Leia mais

-VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL DE ANTICONCEPÇÃO.

-VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL DE ANTICONCEPÇÃO. Após Preenchimento entregar: ORIGINAL NA ULP; 01 CÓPIA P/ MÉDICO; 01 CÓPIA P/ PACIENTE. -VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL

Leia mais

HEMORRAGIAS DO PRIMEIRO TRIMESTRE

HEMORRAGIAS DO PRIMEIRO TRIMESTRE HEMORRAGIAS DO PRIMEIRO TRIMESTRE Tríade dos sangramentos do Primeiro Trimestre Abortamento Prenhez Ectópica Doença Trofoblástica Gestacional ABORTAMENTO Conceito: Interrupção da gestação antes da viabilidade.

Leia mais

PÒS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA JURÍDICA ABORTO

PÒS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA JURÍDICA ABORTO UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÒS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA JURÍDICA PROJETO VEZ DO MESTRE ABORTO Fernanda Mendonça de Oliveira Rio de Janeiro, junho 2003 Fernanda Mendonça de Oliveira ABORTO Trabalho monográfico

Leia mais

21.GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas

21.GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas X COD PROTOCOLOS DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA ( ) 21.01 Abscesso e Cisto da Glândula de Bartholin ( ) 21.02 Acompanhamento das Gestantes Vacinadas Inadvertidamente (GVI) com a Vacina Dupla Viral (sarampo

Leia mais

Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto

Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto Transmissão da Vida... - Morfologia do Aparelho Reprodutor Feminino Útero Trompa de Falópio Colo do útero Vagina

Leia mais

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani.

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. O que são DSTS? São as doenças sexualmente transmissíveis (DST), são transmitidas, principalmente, por contato

Leia mais

Discurso Deputado Antonio Joaquim PSDB/MA Data: 17.02.2006. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, CARTA Rosane

Discurso Deputado Antonio Joaquim PSDB/MA Data: 17.02.2006. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, CARTA Rosane Discurso Deputado Antonio Joaquim PSDB/MA Data: 17.02.2006. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, CARTA Rosane Sempre que um espermatozoide e um óvulo se unem cria-se um novo ser que está vivo

Leia mais

Unidade III Vida e ambiente Aula 14.2 Conteúdo: Reprodução humana

Unidade III Vida e ambiente Aula 14.2 Conteúdo: Reprodução humana A A Unidade III Vida e ambiente Aula 14.2 Conteúdo: Reprodução humana 2 A A Habilidade: Compreender como ocorre a fecundação, a gravidez e o parto em seres humanos. 3 A A Reprodução humana e sexualidade

Leia mais

número 15 - dezembro/2015 RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

número 15 - dezembro/2015 RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS número 15 - dezembro/2015 RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida

Leia mais

ABORTO SEGURO - Estamos aqui para ajudar.

ABORTO SEGURO - Estamos aqui para ajudar. ABORTO SEGURO - Estamos aqui para ajudar. Como Aborto com Cytotec? Instruções completas para o uso do medicamento Cytotec (Citotec) no procedimento de aborto. Em primeiro lugar queremos indica-lo que,

Leia mais

CYTOTEC ORIGINAL - Precisa fazer um aborto?

CYTOTEC ORIGINAL - Precisa fazer um aborto? CYTOTEC ORIGINAL - Precisa fazer um aborto? Como Aborto com Cytotec? Instruções completas para o uso do medicamento Cytotec (Citotec) no procedimento de aborto. Em primeiro lugar queremos indica-lo que,

Leia mais

Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004)

Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004) Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004) Flikweert S, Wieringa-de Waard M, Meijer LJ, De Jonge A, Van Balen JAM traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização

Leia mais

Tipos de Anticoncepcionais

Tipos de Anticoncepcionais Tipos de Anticoncepcionais Dr. Orlando de Castro Neto Métodos anticoncepcionais ou métodos contraceptivos são maneiras, medicamentos e dispositivos usados para evitar a gravidez. Muitas vezes o método

Leia mais

Introdução ao desenvolvimento humano. Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com

Introdução ao desenvolvimento humano. Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com Introdução ao desenvolvimento humano Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com Introdução Como surgiu a embriologia? Curiosidade em entender como começamos É o estudo das etapas e dos mecanismos

Leia mais

Métodos de indução do parto. Marília da Glória Martins

Métodos de indução do parto. Marília da Glória Martins Métodos de indução do parto Marília da Glória Martins Métodos de indução 1.Indução com análogo da prostaglandina - misoprostol. 2.Indução com ocitocina. 3.Indução pela ruptura das membranas ovulares. Indução

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin REPRODUÇÃO HUMANA Profª Fernanda Biazin Puberdade: período de transição do desenvolvimento humano, correspondente à passagem da fase da infância para adolescência. Alterações morfológicas e fisiológicas

Leia mais

O que é a sexualidade?

O que é a sexualidade? O que é a sexualidade? Desde cedo, tendo em conta as características do nosso corpo, é-nos atribuído um sexo: Possuem um pénis. Masculino Feminino Possuem uma vagina. Caracteres sexuais primários Apresentam

Leia mais

Aula 16: Métodos Anticoncepcionais

Aula 16: Métodos Anticoncepcionais Aula 16: Métodos Anticoncepcionais Hormônios sexuais femininos Os dois hormônios ovarianos, o estrogênio e a progesterona, são responsáveis pelo desenvolvimento sexual da mulher e pelo ciclo menstrual.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLHA DO PRÉ-NATAL E DO PRÉ- NATALISTA.

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLHA DO PRÉ-NATAL E DO PRÉ- NATALISTA. A IMPORTÂNCIA DA ESCOLHA DO PRÉ-NATAL E DO PRÉ- NATALISTA. Um atendimento pré-natal de qualidade é fundamental para a saúde da gestante e de seu bebê. Logo que você constatar que está grávida, deve procurar

Leia mais

GUIA PARA PACIENTES. Anotações

GUIA PARA PACIENTES. Anotações Anotações ENTENDENDO DO OS MIOMAS MAS UTERINOS GUIA PARA PACIENTES 1620641 - Produzido em maio/2010 AstraZeneca do Brasil Ltda. Rodovia Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 - Cotia/SP ACCESS net/sac 0800

Leia mais

Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil.

Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil. É legal saber! Gravidez Transar uma única vez, pode engravidar? Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil. Minha menstruação na desceu. Estou grávida? Depende. É importante cada mulher

Leia mais

Para FICAR numa boa...

Para FICAR numa boa... visite: www.redece.org NAMORAR Para FICAR numa boa... TRANSAR e sem sustos... livreto regina_indesign.indd 1 Acontece cada coisa... A Camisinha vazou??!! E agora?!! 2 Engravidar sem querer pode ser um

Leia mais

Prevenção Diagnóstico Tratamento

Prevenção Diagnóstico Tratamento Prevenção Diagnóstico Tratamento Pré Nupcial Idade Alimentação Drogas Doença de base Vacinas Ácido fólico São fatores de Risco: Características individuais e condições sócio- econômicas Idade Ocupação

Leia mais

Gravidez. Métodos Anticoncepcionais

Gravidez. Métodos Anticoncepcionais Gravidez Métodos Anticoncepcionais Conhecendo o Corpo da Mulher e do Homem Para entendermos como a gravidez acontece, primeiramente precisaremos conhecer o funcionamento de algumas partes do corpo humano:

Leia mais

Conheça as principais DSTs e confira as dicas de prevenção que o Instituto Corpore preparou para você:

Conheça as principais DSTs e confira as dicas de prevenção que o Instituto Corpore preparou para você: Conheça as principais DSTs e confira as dicas de prevenção que o Instituto Corpore preparou para você: CANCRO MOLE Pode ser chamada também de cancro venéreo. Popularmente é conhecida como cavalo. Manifesta-se

Leia mais

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 4 Maria do Socorro. Fundamentação Teórica: Abortamento

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 4 Maria do Socorro. Fundamentação Teórica: Abortamento CASO COMPLEXO 4 Maria do Socorro : Évelyn Traina O abortamento é definido como a interrupção da gravidez antes de atingida a viabilidade fetal. A Organização Mundial da Saúde estabelece como limite para

Leia mais

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase.

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase. O que são DSTs? DSTs significa, doenças sexualmente transmissíveis, que são passadas nas relações sexuais com pessoas que estejam com essas doenças. São DSTs, a gonorréia, a sífilis, a clamídia, o herpes

Leia mais

TERMO DE ESCLARECIMENTO E CONSENTIMENTO LIVRE E INFORMADO PARA PARTO

TERMO DE ESCLARECIMENTO E CONSENTIMENTO LIVRE E INFORMADO PARA PARTO TERMO DE ESCLARECIMENTO E CONSENTIMENTO LIVRE E INFORMADO PARA PARTO O objetivo deste Termo de Esclarecimento e Consentimento Informado, utilizado pelo HOSPITAL E MATERNIDADE SANTA JOANA, é esclarecer

Leia mais

Preparando a casa para receber o bebê

Preparando a casa para receber o bebê Preparando a casa Preparando a casa para receber o bebê Vamos ensinar aos pais os direitos das crianças? Está chegando a hora do bebê nascer. A família deve ajudar a gestante a preparar a casa para a chegada

Leia mais

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA Página1 A REPRODUÇÃO HUMANA Reprodução sexuada e dimorfismo sexual A reprodução é uma função dos seres vivos que permite dar origem a outros seres da mesma espécie. Reprodução sexuada Na espécie humana

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO Curso Inicial & Integração Novos Representantes 1 SISTEMA REPRODUTOR FEMININO O conjunto de órgãos do sistema reprodutor feminino tem como função principal

Leia mais

F. Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Horário de Início :

F. Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Horário de Início : F. Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Horário de Início : Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a sua saúde, exames preventivos, reprodução e planejamento familiar. [Entrevistador:

Leia mais

DISPOSITIVO INTRA-UTERINO (DIU)

DISPOSITIVO INTRA-UTERINO (DIU) DISPOSITIVO INTRA-UTERINO (DIU) É muito eficaz, reversível e de longa duração A eficácia e eventuais complicações dependem, em grande parte, da competência do técnico Alguns dispositivos podem permanecer

Leia mais

Congelar sêmen é alternativa para homens com câncer preservarem a fertilidade

Congelar sêmen é alternativa para homens com câncer preservarem a fertilidade FERTILIDADE Congelar sêmen é alternativa para homens com câncer preservarem a fertilidade Antes de iniciar o tratamento contra a doença, pacientes devem ser informados sobre a possibilidade de preservar

Leia mais

Ficha de Investigação de Óbito Materno

Ficha de Investigação de Óbito Materno MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Análise de Situação de Saúde N do Caso M3 Ficha de Investigação de Óbito Materno Entrevista domiciliar IDENTIFICAÇÃO DA FALECIDA 1

Leia mais

1- REPRODUÇÃO HUMANA

1- REPRODUÇÃO HUMANA 1- REPRODUÇÃO HUMANA 1.1 O que é a Sexualidade? Sexualidade: a energia que encontra a sua expressão física, psicológica e social no desejo de contacto, ternura e amor. Caracteres sexuais primários: órgãos

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2007.

PROJETO DE LEI N o, DE 2007. PROJETO DE LEI N o, DE 2007. (Do Srº Luiz Bassuma) Dá nova redação ao parágrafo único do art. 6º e ao parágrafo único do art. 9º, ambos da Lei nº 9.263/96, que regula o 7º do art. 266 da Constituição Federal.

Leia mais

Imagem da Semana: Ultrassonografia endovaginal

Imagem da Semana: Ultrassonografia endovaginal Imagem da Semana: Ultrassonografia endovaginal Figura 1: US endovaginal mostrando região anexial uterina à direita Figura 2: US endovaginal mostrando útero e fundo de saco, em corte longitudinal Enunciado

Leia mais

Gravidez Semana a Semana com Bruna Galdeano

Gravidez Semana a Semana com Bruna Galdeano Desde o momento em que o óvulo é fecundado pelo espermatozoide, seu futuro bebê começa uma aventura extraordinária dentro de sua barriga, assim passando de um aglomerado de células a um perfeito ser humano.

Leia mais

(www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais que ocorrem no ciclo menstrual, é correto afirmar que

(www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais que ocorrem no ciclo menstrual, é correto afirmar que 01 - (Unicastelo SP) O gráfico representa os níveis de concentração dos diferentes hormônios femininos, no organismo, durante o ciclo menstrual. (www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais

Leia mais

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Doenças Sexualmente Transmissíveis são aquelas que são mais comumente transmitidas através da relação sexual. PRINCIPAIS DOENÇAS SEXUALMENTE

Leia mais

CASO CLÍNICO. Geysa Câmara

CASO CLÍNICO. Geysa Câmara CASO CLÍNICO Geysa Câmara C.P.S,sexo feminino, 43 anos, parda, casada, dona de casa, natural de São Paulo,católica. QP: Cólicas fortes o H.D.A: Paciente refere que há 4 anos apresentava ardor miccional,

Leia mais

Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste Caderno, você será excluído do Processo Seletivo.

Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste Caderno, você será excluído do Processo Seletivo. 1 INSTRUÇÕES Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste Caderno, você será excluído do Processo Seletivo. 2 Este Caderno contém 05 casos clínicos e respectivas

Leia mais

Preparando a casa para receber o bebê

Preparando a casa para receber o bebê Preparando a casa Preparando a casa para receber o bebê Vamos ensinar aos pais os direitos das crianças? Está chegando a hora do bebê nascer. A família deve ajudar a gestante a preparar a casa para a chegada

Leia mais

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO O câncer de colo uterino é o câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, correspondendo a, aproximadamente,

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL

A IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL A IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL Programa BemVindo - www.bemvindo.org.br A OMS - Organização Mundial da Saúde diz que "Pré-Natal" é conjunto de cuidados médicos, nutricionais, psicológicos e sociais, destinados

Leia mais

DISPOSITIVO INTRA-UTERINO (DIU):

DISPOSITIVO INTRA-UTERINO (DIU): 1 DISPOSITIVO INTRA-UTERINO (DIU): os DIUs são artefatos de polietileno, aos quais podem ser adicionados cobre ou hormônios, que são inseridos na cavidade uterina exercendo sua função contraceptiva. Atuam

Leia mais

SESI AMIGA. Assuntos. Gravidez Menstruação Higiene Doenças Sexualidade

SESI AMIGA. Assuntos. Gravidez Menstruação Higiene Doenças Sexualidade SEXO? Eu prefiro contar para minhas colegas do que para minha mãe ou meu pai. Eu sinto medo de conversar com eles, porque eles não gostam de conversar, não consigo, eles não conversam comigo.. SESI AMIGA

Leia mais

Prof. José Nabuco Filho. Aborto

Prof. José Nabuco Filho. Aborto Aborto Apostila 1. Introdução Sob o nomem juris de aborto, o Código Penal tipifica quatro crimes diferentes: 1 duas definidas no art. 124, tendo como sujeito ativo a gestante; outras duas, em que o sujeito

Leia mais

CAPÍTULO 21 ÓBITO FETAL. » Precoce antes da 20ª semana» Intermédio - entre 20ª e a 28ª semana» Tardio após 28ª semana

CAPÍTULO 21 ÓBITO FETAL. » Precoce antes da 20ª semana» Intermédio - entre 20ª e a 28ª semana» Tardio após 28ª semana CAPÍTULO 21 ÓBITO FETAL Deinição (OMS) - morte do produto da concepção ocorrida antes da expulsão ou de sua extração completa do organismo materno, independentemente da duração da gestação. 1. CLASSIfICAçãO»

Leia mais

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Ano V Edição nº 45 Dezembro de 2015 AVANÇOS Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Estudo de brasileira já apresenta bons resultados para tratar lábio

Leia mais

Neurociência e Saúde Mental

Neurociência e Saúde Mental 1 O QUE É DEFICIÊNCIA MENTAL OU INTELECTUAL http://www.apaesp.org.br/sobreadeficienciaintelectual A Deficiência Intelectual, segundo a Associação Americana sobre Deficiência Intelectual do Desenvolvimento

Leia mais

Perpetuando a vida - 2

Perpetuando a vida - 2 A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Perpetuando a vida - 2 Atenção - Maria, olhe só o resultado do exame: positivo para gonadotrofina coriônica! Alberto e Maria olharam um para o outro, sem

Leia mais

SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE

SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE Revista: Carta Capital 28 de Agosto de 2002 SOLUÇÃO PARA A INFERTILIDADE DOIS ESPECIALISTAS DIZEM O QUE É CIÊNCIA E O QUE É MITO, ESCLARECEM AS POSSÍVEIS CAUSAS DO PROBLEMA E AS MELHORES ALTERNATIVAS PARA

Leia mais

Doenças Sexualmente Transmissíveis (pág. 273)

Doenças Sexualmente Transmissíveis (pág. 273) Doenças Sexualmente Transmissíveis (pág. 273) -DST (no passado conhecidas como doenças venéreas ou doenças de rua ); - São doenças transmitidas por meio de ato sexual ou contato com sangue do doente; -

Leia mais

POR QUE PARAR DE FUMAR? Porque fumo é um importante fator de risco de doenças, sendo uma das principais causas de morte evitável no mundo.

POR QUE PARAR DE FUMAR? Porque fumo é um importante fator de risco de doenças, sendo uma das principais causas de morte evitável no mundo. TABAGISMO POR QUE PARAR DE FUMAR? Porque fumo é um importante fator de risco de doenças, sendo uma das principais causas de morte evitável no mundo. Porque O tabagismo é uma doença. Porque Cerca de 90%

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO A SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM II Código: ENF- 213 CH

Leia mais

JÉSSICA PEDRO DOS SANTOS SARA KATIELI MORAIS DE JESUS GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

JÉSSICA PEDRO DOS SANTOS SARA KATIELI MORAIS DE JESUS GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA JÉSSICA PEDRO DOS SANTOS SARA KATIELI MORAIS DE JESUS GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA 1. Introdução No presente artigo iremos abordar uma questão quem está em grande destaque em nosso país que é a gravidez na

Leia mais

Grávidas. Março de 2006. Autoras: Inês e Rute

Grávidas. Março de 2006. Autoras: Inês e Rute Grávidas 24 Março de 2006 Autoras: Inês e Rute 2 23 Bibliografia http://www.aborto.com.br/etapasfeto/ index.htm http://www.yoni.com.br/gravidez/semana/1.htm http://images.google.pt/images?hl=pt-pt&q=%

Leia mais

Mas se fumar é tão perigoso, por quê as pessoas começam a fumar? Introdução

Mas se fumar é tão perigoso, por quê as pessoas começam a fumar? Introdução Introdução O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Introdução Introdução Cerca de um terço da população mundial adulta (1

Leia mais

Gravidez na adolescência por anos de estudo Mulheres 15-19 anos

Gravidez na adolescência por anos de estudo Mulheres 15-19 anos X- CONGRESSO NORTE-NORDESTE DE REPRODUÇÃO HUMANA XXVI- JORNADA PARAIBANA DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - 2007 Gravidez na Adolescência e Abortamento Dr. Ney Costa GRAVIDEZ NÃO PLANEJADA NA ADOLESCÊNCIA

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer do colo do útero apresentação O câncer do colo do útero continua matando muitas mulheres. Especialmente no Brasil,

Leia mais

Este folheto fala de vida sexual, fertilidade e gravidez durante o seu tratamento. São informações que deverá consultar antes do tratamento iniciar,

Este folheto fala de vida sexual, fertilidade e gravidez durante o seu tratamento. São informações que deverá consultar antes do tratamento iniciar, Este folheto fala de vida sexual, fertilidade e gravidez durante o seu tratamento. São informações que deverá consultar antes do tratamento iniciar, para que possa ponderar, junto com o seu médico oncologista,

Leia mais

Senhor Presidente PROJETO DE LEI

Senhor Presidente PROJETO DE LEI Senhor Presidente PROJETO DE LEI " INSTITUI O ESTÍMULO À REALIZAÇÃO DO 'EXAME DO COTONETE' (EXAME DE CULTURA DE STREPTOCOCCUS B"), EM TODAS AS GESTANTES QUE REALIZAM O PRÉ-NATAL NOS HOSPITAIS E MATERNIDADES

Leia mais

Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo???

Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo??? Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo??? Lembre-se que os seres humanos só podem ter 46 cromossomos, sendo um par sexual, por exemplo: se dois espermatozóides com cromossomo sexual X e

Leia mais

Cartilha. Gravidez Mais Segura

Cartilha. Gravidez Mais Segura Cartilha Gravidez Mais Segura Cuidados, alertas e um universo de segurança durante o período gestacional. Pré-natal: o primeiro passo O pré-natal é uma das formas mais seguras de garantir uma gestação

Leia mais

PARTO NORMAL: A NATUREZA SE ENCARREGA, MAMÃE E BEBÊ AGRADECEM

PARTO NORMAL: A NATUREZA SE ENCARREGA, MAMÃE E BEBÊ AGRADECEM PARTO NORMAL: A NATUREZA SE ENCARREGA, MAMÃE E BEBÊ AGRADECEM Hospital Materno Infantil Público Tia Dedé *Merielle Barbosa Lobo São nove meses de expectativa e durante a gestação a barriga cresce e a mãe

Leia mais

¹ Atividade de ensino desenvolvida na disciplina competência legal do curso de graduação em Enfermagem UNIFRA.

¹ Atividade de ensino desenvolvida na disciplina competência legal do curso de graduação em Enfermagem UNIFRA. ASPECTOS SOCIAIS E LEGAIS AO ABORTO ¹ Pilar, Evandro²; Souza, Franciele Pozzer de²; Vicedo, Juliane² Gehlen, Maria Helena³. RESUMO O aborto, assunto excluído das discussões cientificas e políticas até

Leia mais

Informe Público - Out/2010 Santa Maria / RS. www.labpasteursm.com.br SEXUALIDADE E CONTRACEPÇÃO

Informe Público - Out/2010 Santa Maria / RS. www.labpasteursm.com.br SEXUALIDADE E CONTRACEPÇÃO SEXUALIDADE E CONTRACEPÇÃO O início da vida sexual é um momento marcante na adolescência. São tantas dúvidas, medos preconceitos e mitos, que as vezes ficamos confusos! O exercício da sexualidade exige

Leia mais

Mirena. Bayer S.A. Endoceptivo (SIU Sistema Intrauterino) 52 mg

Mirena. Bayer S.A. Endoceptivo (SIU Sistema Intrauterino) 52 mg Mirena Bayer S.A. Endoceptivo (SIU Sistema Intrauterino) 52 mg Mirena levonorgestrel APRESENTAÇÕES: Mirena (levonorgestrel) é um endoceptivo, ou seja, um sistema intrauterino (SIU) com liberação de levonorgestrel,

Leia mais

Folheto Informativo para a Contracepção Isotretinoína Pierre Fabre Isotretinoína

Folheto Informativo para a Contracepção Isotretinoína Pierre Fabre Isotretinoína Folheto Informativo para a Contracepção Isotretinoína Pierre Fabre Isotretinoína ISOTRETINOÍNA PIERRE FABRE É UM MEDICAMENTO TERATOGÉNICO É muito importante que você e o seu parceiro sexual sejam plenamente

Leia mais

Local: Escola Nossa Senhora do Carmo

Local: Escola Nossa Senhora do Carmo Assunto: Reunião/Palestra sobre saúde para orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as ações preventivas na área da saúde pública em virtude da construção da UHE Belo Monte. Redator: Eliane

Leia mais

Classificação: valores

Classificação: valores ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO 1º Teste Sumativo DISCIPLINA DE BIOLOGIA 12ºano Turma A TEMA : Reprodução Humana 20 de Outubro de 2011 90 minutos Nome: Nº Classificação: valores A professora:

Leia mais

CARACTERÍSTICAS EXTERNAS DO FETO

CARACTERÍSTICAS EXTERNAS DO FETO PERÍODO FETAL INTRODUÇÃO Nome Feto: Embrião já se tornou um ser humano reconhecível e já se formaram todos os principais sistemas Características do período fetal: 1) Rápido crescimento do corpo; 2) Diferenciação

Leia mais

RASTREIO PRÉ-NATAL DE DEFEITOS ABERTOS DO TUBO NEURAL E SÍNDROME DE DOWN O QUE É A SÍNDROME DE DOWN? A Síndrome de Down (vulgarmente conhecida como mongolismo ou mongoloidismo) é uma doença causada pela

Leia mais

HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA

HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA GLÂNDULAS SEXUAIS GÔNADAS MASCULINAS = TESTÍCULOS GÔNADAS FEMININAS = OVÁRIOS PRODUZEM GAMETAS E HORMÔNIOS SEXUAIS CONTROLE HORMONAL DO SISTEMA TESTÍCULOS

Leia mais

Aborto. Art. 124 - Provocar aborto em si mesma ou consentir que outrem lho provoque:

Aborto. Art. 124 - Provocar aborto em si mesma ou consentir que outrem lho provoque: - Aborto provocado pela Aborto Art. 124 - Provocar aborto em si mesma ou consentir que outrem lho provoque: Pena - detenção, de um a três anos. - Introdução: - O abortamento é a cessação da gravidez, antes

Leia mais

COMO SE FAZ UM ABORTO.

COMO SE FAZ UM ABORTO. COMO SE FAZ UM ABORTO. IVES GANDRA DA SILVA MARTINS, Professor Emérito da Universidade Mackenzie e da Escola de Comando e Estado Maior do Exército, Presidente do Conselho de Estudos Jurídicos da Federação

Leia mais

Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação. Isabel Dias CEI Biologia 12

Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação. Isabel Dias CEI Biologia 12 Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação Formação de um novo ser encontro do oócito II com espermatozóides Fecundação formação de um ovo desenvolvimento contínuo e dinâmico, com a duração em

Leia mais

Boas práticas de atenção ao parto e ao nascimento

Boas práticas de atenção ao parto e ao nascimento Boas práticas de atenção ao parto e ao nascimento Em 1996, a Organização Mundial da Saúde (OMS) desenvolveu uma classificação das práticas comuns na condução do parto normal, orientando para o que deve

Leia mais

Índice. 1. Crianças com Deficiência Mental...3. 2. Funcionamento da DM de Acordo com a Classificação (DSM-IV)...5 3. Causas da Deficiência Mental...

Índice. 1. Crianças com Deficiência Mental...3. 2. Funcionamento da DM de Acordo com a Classificação (DSM-IV)...5 3. Causas da Deficiência Mental... GRUPO 5.2 MÓDULO 7 Índice 1. Crianças com Deficiência Mental...3 1.1. Definição de Deficiência Mental... 3 1.2. Classificação... 4 2. Funcionamento da DM de Acordo com a Classificação (DSM-IV)...5 3. Causas

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO A SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM II Código: ENF - 213 Pré-requisito:

Leia mais

Criatividade é ousadia, trabalho, curiosidade e... A família. O papel da família

Criatividade é ousadia, trabalho, curiosidade e... A família. O papel da família A família O papel da família Criatividade é ousadia, trabalho, curiosidade e... Família é o grupo de pessoas que convivem unidas por laços de compromissos ou não e podem ter responsabilidades mútuas. A

Leia mais

levonorgestrel Number of pages: JT Job No.: Pharmacode: Font / Font size / Spacing: Colors:

levonorgestrel Number of pages: JT Job No.: Pharmacode: Font / Font size / Spacing: Colors: 12 levonorgestrel JT Job No.: Font / Font size / Spacing: Item No.: Drawn up/os: Date: Colors: Client: Folding: Dimensions (mm): Number of pages: Pharmacode: 84161365 270430 84161365 Liite Mirena INS potilasohje

Leia mais

Programa de Prevenção de Gravidez de Erivedge :

Programa de Prevenção de Gravidez de Erivedge : Programa de Prevenção de Gravidez de Erivedge : Informação importante sobre a prevenção de gravidez e contraceção para mulheres e homens que estão a tomar Erivedge Erivedge pode causar defeitos congénitos

Leia mais

Tecnologia para a regulação dos nascimentos? gravidez indesejada.

Tecnologia para a regulação dos nascimentos? gravidez indesejada. Quais os contributos da Ciência e da Tecnologia para a regulação dos nascimentos? São utilizados para prevenir uma São utilizados para prevenir uma gravidez indesejada. Mét. Contracepção A - Não Naturais

Leia mais

7ª série / 8º ano U. E. 11

7ª série / 8º ano U. E. 11 7ª série / 8º ano U. E. 11 Os sistemas genitais masculino e feminino A espécie humana se reproduz sexuadamente. As células reprodutivas femininas os óvulos são produzidas nos ovários da mulher, e as células

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO

REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO Autores: Priscila Mayumi Kashiwabara Ana Beatriz Vitiritti Débora Frigi Rodrigues Dimitson Ferreira de Oliveira Elisama Silva de Oliveira Márcio Moreno REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO Contexto: Esta aula

Leia mais

Aula: 8.2 Conteúdos: Processo de gravidez e tipos de partos.

Aula: 8.2 Conteúdos: Processo de gravidez e tipos de partos. Aula: 8.2 Conteúdos: Processo de gravidez e tipos de partos. 2 Habilidades: Conhecer tipos de partos. Compreender a hereditariedade. 3 Desenvolvimento do feto 3ª a 7ª semana de gestação 4 Vídeo - Documentário

Leia mais

Métodos contraceptivos

Métodos contraceptivos Métodos contraceptivos http://www.youtube.com/watch?v=igloovv-kc8 Professor: Gil Amaro Aluna: Thalyta M. Baptista Disciplina: Estratégias de Ensino em Biologia Os métodos contraceptivos podem ser divididos

Leia mais