O Maestro & ==============

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Maestro & =============="

Transcrição

1 Vamos aprender colorindo? ================== I M P R I M A E S T E D O C U M E N T O P A R A P I N T A R C O M L Á P I S D E C O R Nome: Comum CCB: I N T R O D U Ç Ã O : Esta apostila livre foi desenvolvida para fins didáticos e não-comerciais para as crianças conhecerem os instrumentos musicais da orquestra pintando as figuras e elementos musicais propostos para o desenvolvimento intelectual. G U I A D E U S O : Srs. pais ou responsáveis: imprima este documento em uma impressora colorida e faça uma encadernação das páginas antes de pintar as páginas. A C O M P A N H E O S E U F I L H O : O investimento intelectual é muito importante para a formação social e cultural de todas as pessoas, acompanhe o seu filho na jornada musical. T E X T O D O M I N U T O D E S A B E D O R I A : Você vai encontrar no rodapé de cada página, informações resumidas sobre cada elemento ou instrumento musical. Participe e aprenda também! D E U S S E J A L O U V A D O

2 O Maestro & ============== Regência: É o ato de transmitir a um conjunto vocal ou instrumental o conteúdo rítmico e expressivo de uma obra musical, através de gestos. Hoje estas responsabilidades ficam a cargo do Regente da Orquestra, ficando ao Violinista Principal (Spalla), apenas a responsabilidade pela comunicação entre a orquestra e o Regente, ou seja, é o porta-voz da Orquestra, além das suas responsabilidades musicais: afinação dos instrumentos da orquestra, solos etc. O Regente da Orquestra hoje, é urna figura importantíssima na Salas de Concertos, pois ele completa o triângulo musical Compositor x Regente x Executante. Em resumo, o Regente é o elo entre o compositor e o conjunto executante de sua obra. Na Congregação Cristã no Brasil o Regente de Orquestra é denominado: Encarregado de Orquestra.

3 Violino & ============== Instrumentos do naipe: cordas. Classificação: cordofone - cordas friccionadas. Instrumentos da família: viola, violoncelo, contrabaixo e piano. Os primeiros violinos foram feitos na Itália entre os meados do fim do século XVI e o início do século XVII, evoluindo de antecessores como a rebec, a vielle e a lyra da braccio. Durante 200 anos, a arte de fabricar violinos de primeira classe teve origem nas famílias de Cremona: Amati, Guarneri e Stradivarius. O timbre do violino é agudo, brilhante e estridente, mas, dependendo do tipo de encordamento utilizado, podem-se produzir timbres mais aveludados.

4 B Viola ============== Instrumentos do naipe: cordas. Classificação: cordofone - cordas friccionadas. Instrumentos da família: violino, violoncelo, contrabaixo e piano. A viola assemelha-se visualmente ao violino (inclusive na maneira de se tocar), mas tem um som mais encorpado, doce, menos estridente e mais grave, sua altura é intermediária entre o violino e o violoncelo. A viola possui um notável poder expressivo de acento mais suave, recolhido e melancólico. A viola foi criada entre os séculos XIV e XV. A primeira Publicação relativa foi: Régola Rubertina em 1543 por Ganassi del Fontego. A viola como a conhecemos hoje possivelmente surgiu da Viola D'amore. Tem tamanho pouco maior que o violino e também arco com tamanho e peso diferente do violino. Porém, para se tocar o instrumento adota-se técnica praticamente idêntica.

5 ? Violoncelo ============= Instrumentos do naipe: cordas. Classificação: cordofone - cordas friccionadas. Instrumentos da família: violino, viola, contrabaixo e piano. O Violoncelo o rei das cordas é geralmente abreviado por apenas 'cello', que é o diminutivo do termo em italiano. Tem origem no início do século XVI, membro da família Viole da Braccio. Tornou-se popular como instrumento solista nos séculos XVII e XVIII (Período Barroco). A característica padrão do instrumento foi estabelecida por Stradivarius, em A partir dos Concertos Espirituais de Boccherini, o violoncelo passou a ser tratado como solista e não somente como um instrumento para compor o naipe de cordas.

6 ? Contrabaixo ============== Instrumentos do naipe: cordas. Classificação: cordofone - cordas friccionadas. Instrumentos da família: violino, viola, violoncelo e piano. O contrabaixo é tocado ao friccionar um arco de crina contra as cordas ou ainda pinçando-as com os dedos (pizzicato). Dentre as cordas da orquestra, é o instrumento maior e de registro mais grave por isso situa-se mais comumente na lateral da orquestra e em quantidades razoáveis. É um instrumento musical muito versátil, considerado por muitos um instrumento unicamente de Música Erudita. Na orquestra o contrabaixo, pelo seu registro extremamente grave, raramente possui uma função solística. Sua função é principalmente a de preenchimento dos graves e de dar coesão à harmonia. Muitas vezes, são dedicadas ao baixo melodias paralelas à melodia principal.

7 Harpa & =========== Instrumentos do naipe: cordas. Classificação: cordofone - cordas dedilhadas. Instrumentos da família: violino, viola, violoncelo, piano e contrabaixo. A seção das cordas é considerada "a espinha dorsal" da orquestra moderna. Podemos afirmar que mais da metade de uma orquestra moderna é composta por instrumentistas de cordas. Constituída de primeiros e segundos violinos, violas, violoncelos, contrabaixos e harpa, a seção das cordas é indispensável à execução de repertórios de todos os gêneros e períodos da história da música. O naipe das cordas é, obviamente, constituído por instrumentos cujo som é produzido pela vibração de cordas. As cordas são materiais capazes de produzir som musical quando colocadas em vibração. Os materiais mais comuns são tripa, seda, arame e náilon. As formas mais comuns de colocar uma corda em vibração a fim de que produza som são: com arco (violino), dedos (harpa) e martelos (piano).

8 Piano & =========== Instrumentos do naipe: cordas. Classificação: cordofone - cordas dedilhadas. Instrumentos da família: violino, viola, violoncelo, contrabaixo e a harpa. O piano é um instrumento muito usado em experiências no campo da investigação tímbrica. Têm sido usadas técnicas muito simples, como seja: tocar agregados sonoros (clusters), usando o cotovelo, o antebraço ou mesmo a mão aberta sobre as teclas, tocar diretamente nas cordas do piano com os dedos, como se tratasse de uma harpa.

9 & Clarinete Soprano ============== Instrumentos do naipe: madeiras. Classificação: instrumento aerofônico (de sopro). Instrumentos da família: clarinete basseto, clarinete alto, clarinete baixo (clarone) e clarinete contra-baixo. Por volta de 1690 um fabricante de instrumentos Alemão acrescentou à sua charamela uma chave para o polegar da mão esquerda para tocar, e isto trouxe mais possibilidades sonoras. Surgiu assim o clarinete contemporâneo. A palheta é fixada na boquilha por meio da braçadeira, que funciona como um prendedor, onde o clarinetista manipula a força e intensidade com que a palheta está presa na boquilha. O Clarinete é um instrumento riquíssimo, seu formato é cilíndrico e tem a extremidade em forma de campânula, bocal cônico e palheta simples. É um instrumento musical muito versátil, considerado por muitos um instrumento unicamente de Música Erudita.

10 Oboé & ============= Instrumentos do naipe: madeiras. Classificação: instrumento de sopro. Instrumentos da família: corne inglês, fagote. Oboé vem do francês haut bois, que significa madeira alta, devido ao registro agudo, e foi incorporado às orquestras em meados do século XVII. É um instrumento musical erudito da família das madeiras caracterizado pelo uso da palheta dupla. Possui formato cônico e é dividido em 4 partes (palheta, registro alto/médio, registro baixo e campana).

11 ? Fagote ============ Instrumentos do naipe: madeiras. Classificação: instrumento de sopro. Instrumentos da família: oboé, corne inglês. A invenção do fagote data do século XVI. Foi um padre italiano, Afrânio Dégli Albonesi, quem teve a idéia de juntar duas bombardas (o baixo do oboé, na época), formando um novo instrumento, ao qual deu o nome de fagote. A pesar de existir o oboé baixo, o fagote é considerado o baixo do oboé e o seu histórico, antes do séc. XVI, é o mesmo. O seu timbre é granuloso, um pouco seco, porém muito rico. As notas do registro agudo podem soar apertadas e penetrantes. Se ramifica ainda em outros instrumentos: o fagotino e o contrafagote. O fagotino é um fagote menor e mais agudo, atualmente está em desuso. O contrafagote é maior que o fagote, pesando cerca de 10 kg e soa uma oitava abaixo deste. V i s i t e o s i t e : h t t p : / / a p r e n d a f a g o t e. b l o g s p o t. c o m

12 Flauta & ============= Instrumentos do naipe: madeiras - sopro: embocadura livre. Classificação: instrumento de sopro. Instrumentos da família: flautim, flauta contralto, flauta tenor, flauta baixo. A flauta (ou flauta transversal) é um instrumento de embocadura livre, pois possui um orifício no bocal onde o flautista sopra perpendicularmente ao instrumento. A flauta existiu na China por volta de 900 a.c., mas a flauta transversal moderna nasceu das transformações operadas no antigo instrumento pelo alemão Theobald Boehm, por volta de Feita em metal, geralmente prata, constitui-se de um tubo cilíndrico de 67 cm. de comprimento por 19 mm. de diâmetro. O corpo da flauta divide-se em 3 partes: cabeça ou bocal, corpo e pé. O som da flauta possui característica muito próprias em cada registro. O grave é aveludado e misterioso. O registro central é sonhador e pastoril, inspira suas atmosferas de pureza. O agudo é brilhante e penetrante, mas pode soar estridente se tocado sem cuidado.

13 ? Saxofone Tenor ============== Instrumentos do naipe: madeiras. Classificação: instrumento de sopro. Instrumentos da família saxofone: sopranino (Mib), soprano (Sib), contralto (Mib), tenor (Sib), barítono (Mib) e baixo (Sib). A diferença básica é o tamanho. O saxofone, também conhecido simplesmente como sax, é um instrumento de sopro inventado em 1846 pelo belga Adolphe Sax, um respeitado fabricante de instrumentos, que viveu na França no século XIX. Embora seja feito de metal, o saxofone pertence à família das madeiras, pois seu som é emitido a partir da vibração de uma palheta de madeira que fica fixada à boquilha. Por ter um som único, com propriedades tanto dos instrumentos de madeira, quanto dos de metal, o saxofone logo foi adotado por muitos músicos. Além disso seu timbre é um dos que mais se assemelham ao da voz humana.

14 Flugel horn & ============= Instrumentos do naipe: metais. Classificação: instrumento de sopro. Instrumentos da família: trompete, trombone, eufônio (bombardino), tuba e a trompa. Em português o nome literal é: fliscorne mas o nome adotado no Brasil vem do alemão Flügelhorn. Seu timbre é mais suave (afinação em Si bemol), diferenciado do trompete. Possui a campana mais cônica em relação ao trompete, que é mais cilíndrica e a volta do tubo é mais espaçosa. No princípio era recurvado em forma de meia-lua e mais tarde tornou-se enrolado de maneira semelhante ao trompete mas com tubo cônico. Como instrumento antigo de chaves, mais tarde substituídas por pistões.

15 Trompete & ============= Instrumentos do naipe: metais. Classificação: instrumento de sopro. Instrumentos da família: flugelhorn (fliscorne), trombone, eufônio (bombardino), tuba e a trompa. Dentre os instrumentos da seção de metais, o trompete è o mais antigo. Na época medieval, os trompete eram usados em acontecimentos militares ou cerimônias, executando fanfarras brilhantes, baseadas, no limitado número de notas de série harmônica. O trompete mais usado na orquestra é afinado em si bemol. Entretanto, o trompete em dó também é comumente encontrado na orquestra, assim como os trompetes menores, afinados em ré e fá agudo.

16 Trompa & ============= Instrumentos do naipe: metais. Classificação: instrumento de sopro. Instrumentos da família: flugelhorn (fliscorne), trombone, eufônio (bombardino), tuba e a trompa. A trompa existe há milhares de anos entre os povos mais antigos. As primeiras trompas eram usadas para outros fins do que à música, para amplificar e distorcer a voz, gritando ou falando através delas. Seu corpo é um tubo metálico de 3,7 metros de comprimento, ligeiramente cônico, com um bocal numa das extremidades e uma campana na outra, enrolado várias vezes sobre si mesmo, com 3 ou 4 chaves. O timbre da trompa é o mais rico em harmônicos com som muito rico e puro, assemelhando-se muito à voz humana. A mão dentro da campana permite uma enorme variedade de timbres e efeitos.

17 ? Trombone ============= Instrumentos do naipe: metais. Classificação: instrumento de sopro. O Trombone como outros instrumentos de sopro, tem a sua origem em troncos ocos e chifres de animais, para produzir sons com fins religiosos, festivos, guerreiros ou simplesmente estéticos. O aparecimento do Trombone de varas dá-se no séc. XV entre 1420 e 1440 e provavelmente os seus primeiros construtores eram flamengos que fabricavam instrumentos para a corte de Borgonha/Espanha. O Trombone Tenor é o mais utilizado em orquestras sinfônicas, era indispensável para Beethoven, e foi tratado como instrumento solista por muitos outros compositores.

18 ? Tuba =========== Instrumentos do naipe: metais. Classificação: instrumento de sopro. A tuba é o instrumento mais grave da família dos instrumentos de metal e seu som é produzido através da vibração dos lábios no bocal do instrumento. Instrumentos usados durante ocasiões cerimoniais e militares na antiga Roma eram chamados de tubas; eram feitos de bronze e metal. Muitas tentativas foram feitas, através dos séculos, para inventar um instrumento baixo da família dos metais A tuba moderna, com três a cinco válvulas, foi desenvolvida na década de A campana da tuba pode apontar para cima ou ser curva para frente. Existem tubas em si bemol (mais usada), mi bemol (dois tipos), fá e dó, e há várias maneiras de se escrever para elas. Ela toca uma das partes mais fundamentais da banda, o baixo. Em peças orquestrais são raramente usadas.

19 Objetos diversos ============== O M E T R Ô N O M O O metrônomo serve para indicar com precisão o andamento de uma música. Através de uma tabela com números, que vai de 40 (mais lenta) até 208 (mais rápida), e assim pode-se definir a velocidade de execução da melodia. Estes números referem-se a batidas por minuto. Assim, graduando-se o pêndulo em 60, por exemplo, teremos 60 batidas por minuto, indicando a velocidade exata.

20 A S C L A V E S Na ilustração abaixo estão as seguintes claves: de sol (esquerda) e de fá (direita). As claves dão nome às notas. A clave de Sol assina a segunda linha (contando debaixo para cima), e a clave de fá normalmente assina a quarta linha (também contando de baixo para cima).

21 C l a v e d e S o l E m q u e l i n h a a s s i n a a c l a v e d e s o l? C l a v e d e F á E m q u e l i n h a a s s i n a a c l a v e d e f á?

22 H o r a d e b r i n c a r! E n c o n t r e a c l a v e d e S o l n a f i g u r a a b a i x o : A p r o v e i t e p a r a c o l o r i r o d e s e n h o!

23 P E N T A G R A M A o u P A U T A São o conjunto de 5 linhas e 4 espaços onde se escreva as notas musicais.

24 F I G U R A S D I V E R S A S

25

26 Considerações finais Atenção! É importante esclarecer que este trabalho não possui objetivo comercial. Simplesmente tem o objetivo de deixar a disposição de nossas crianças e outros interessados como material que possa ser utilizado para estimular os meninos e meninas ao aprendizado da música, colorindo as imagens e ilustrações de símbolos e instrumentos musicais para fins didáticos. Vamos aprender colorindo? sempre será revisado e melhorado para o desenvolvimento de todos os que amam a música e exerce esta arte, que é o dividir o amor por ensinar a música com alegria e sem ciúmes, para que o louvor ao nosso grande DEUS nunca seja por ELE impedido, pois ELE, somente ELE, é digno de todo louvor, honra e glória por nós seres vivos e por todos os seres celestiais. Louvai ao SENHOR, pelos seus atos poderosos, louvai-o conforme a Excelência da sua Grandeza (Salmos 150-2) DEUS SEJA LOUVADO NÃO-COMERCIAL Compartilhe com sabedoria.

HISTÓRIA INSTRUMENTOS DOS POR

HISTÓRIA INSTRUMENTOS DOS POR HISTÓRIA DOS INSTRUMENTOS POR 1 HISTÓRIA DOS INSTRUMENTOS FLAUTA A flauta faz parte da família dos instrumentos de madeira, mesmo, ao longo dos anos, tendo sido feita de madeira ou metal. Sabemos que já

Leia mais

A ordem do nome das notas

A ordem do nome das notas Teoria Musical1 Cap.1 Altura dos sons João Carlos Almeida 1 1. ALTURA O SOM tem quatro características principais: Altura sons graves, médios e agudos; Duração sons curtos e longos; Intensidade sons muito

Leia mais

ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA

ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA ANEXO 4 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS PROVAS DE AFERIÇÃO E EXAMES DOS DIFERENTES INSTRUMENTOS PARA O ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA 1 GRUPO DE SOPROS A- Conteúdos programáticos das Provas de Aferição 1.

Leia mais

REGULAMENTO DE ALUGUER E EMPRÉSTIMO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS

REGULAMENTO DE ALUGUER E EMPRÉSTIMO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS REGULAMENTO DE ALUGUER E EMPRÉSTIMO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS REGULAMENTO DE ALUGUER E EMPRÉSTIMO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS 1. INTRODUÇÃO O Conservatório de Música de Porto dispõe de instrumentos musicais

Leia mais

CEM BENJAMIM JOSÉ DE ALMEIDA PROJETO INTERDISCIPLINAR EINSTEIN E A MÚSICA PROFESSORES: ROSEVALDO CELESTINO BARROS FÁBIO JÚNIOR MILHOMEM

CEM BENJAMIM JOSÉ DE ALMEIDA PROJETO INTERDISCIPLINAR EINSTEIN E A MÚSICA PROFESSORES: ROSEVALDO CELESTINO BARROS FÁBIO JÚNIOR MILHOMEM CEM BENJAMIM JOSÉ DE ALMEIDA PROJETO INTERDISCIPLINAR EINSTEIN E A MÚSICA PROFESSORES: ROSEVALDO CELESTINO BARROS FÁBIO JÚNIOR MILHOMEM ARAGUAÍNA, DEZEMBRO DE 2015 A FÍSICA NA MÚSICA A música, de um modo

Leia mais

O SAXOFONE 1. CLASSIFICAÇÃO DO SAXOFONE

O SAXOFONE 1. CLASSIFICAÇÃO DO SAXOFONE O SAXOFONE 1. CLASSIFICAÇÃO DO SAXOFONE A primeira necessidade que se nos depara é de saber com clareza a que família de instrumentos pertence o Saxofone. Dado que o corpo do instrumento é de metal, muitas

Leia mais

Projeto Tocarei ao Senhor

Projeto Tocarei ao Senhor Projeto Tocarei ao Senhor Formando Bandas Sinfônicas nas igrejas Objetivo: Formar Bandas Sinfônicas com uso de instrumentos de sopro (madeiras flautas, clarinetes, saxofones, oboé, fagote), metais (trompetes,

Leia mais

MATERIAL DE APOIO EIXOS ÁGUA E TERRA

MATERIAL DE APOIO EIXOS ÁGUA E TERRA MATERIAL DE APOIO CAMINHOS SONOROS EIXOS ÁGUA E TERRA Instrumentos de sopro em metais e de percussão 2011 MATERIAL DE APOIO CAMINHOS SONOROS EIXOS ÁGUA E TERRA Instrumentos de sopro em metais e de percussão

Leia mais

A VER A BANDA... MARCHAR

A VER A BANDA... MARCHAR A VER A BANDA... MARCHAR Por: DR. JOÃO MENEZES Quando se tomam algumas decisões em relação ao que quer que seja, há sempre comentários e perguntas que surgem por parte de quem não tem formação para o assunto,

Leia mais

PROGRAMA QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA MÚSICA VERA MARIA RODRIGUES ALVES SÃO PAULO ABRIL

PROGRAMA QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA MÚSICA VERA MARIA RODRIGUES ALVES SÃO PAULO ABRIL 1 PROGRAMA QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA MÚSICA VERA MARIA RODRIGUES ALVES SÃO PAULO ABRIL 2015 ROTEIRO 2 1. O que é Música 2. Para fazer música na creche é preciso: 3. O que devemos evitar 4. Qualidades

Leia mais

REGULAMENTO DE ALUGUER E EMPRÉSTIMO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS

REGULAMENTO DE ALUGUER E EMPRÉSTIMO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS REGULAMENTO DE ALUGUER E EMPRÉSTIMO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS Novembro de 2011 REGULAMENTO DE ALUGUER E EMPRÉSTIMO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS 1. INTRODUÇÃO O Conservatório de Música de Coimbra dispõe de instrumentos

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL 2011/2012 5º ANO Timbre: a qualidade do som que permite identificar a sua fonte. Figuras rítmicas: sinais musicais que indicam a duração

Leia mais

TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO

TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO Componente Curricular OBOÉ FAGOTE FLAUTA TRANSVERSAL Temas respiração, aplicados ao ensino

Leia mais

Os instrumentos musicais são classificados conforme o material de que são confeccionados e a forma como o som é produzido.

Os instrumentos musicais são classificados conforme o material de que são confeccionados e a forma como o som é produzido. Instrumentos Musicais O homem primitivo começou a construir instrumentos musicais para tentar imitar os sons da natureza. Os primeiros instrumentos de que se têm notícia são aqueles feitos de ossos de

Leia mais

Projeto de Orquestra de Sopros e Percussão de Penacova

Projeto de Orquestra de Sopros e Percussão de Penacova Projeto de Orquestra de Sopros e Percussão de Penacova Nome do Projeto Orquestra de Sopros do Centro Cultural de Penacova (este nome será discutido à posteriori) Local onde se irá desenvolver Centro Cultural

Leia mais

MÉTODO BÁSICO PARA CLARINETE Elaboração: Prof. MS Costa Holanda e Jardilino Maciel

MÉTODO BÁSICO PARA CLARINETE Elaboração: Prof. MS Costa Holanda e Jardilino Maciel MÉTODO BÁSICO PARA CLARINETE Elaboração: Prof. MS Costa Holanda e Jardilino Maciel INTRODUÇÃO Este método consiste em orientar de uma maneira mais direta e didática o aprendizado no Clarinete, instrumento

Leia mais

REF. 062. REF. 0501 Trompete em SIb. REF. 193 Trompete Clarim Triunfal em SIb

REF. 062. REF. 0501 Trompete em SIb. REF. 193 Trompete Clarim Triunfal em SIb A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição. Aristóteles REF. 062 Trompete em SIb Acabamento: Prateado Botões: Perolizados Anel Fixo: Na terceira

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SARZEDO Estado de Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SARZEDO Estado de Minas Gerais ANEXO I ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS Violino Viola em violino ou na modalidade violino ou na modalidade Licenciatura em em viola ou na modalidade viola ou na ministrar aulas de violino e avaliar o aprendizado

Leia mais

Prof. Carlos Rogério Lopes de Souza CAGÉRIO

Prof. Carlos Rogério Lopes de Souza CAGÉRIO OFICINA Construção de instrumentos de sopro Prof. Carlos Rogério Lopes de Souza CAGÉRIO APRESENTAÇÃO CARLOS ROGÉRIO (CAGÉRIO) EDUCAÇÃO FÍSICA UNIFOA (Volta Redonda RJ) EDUCAÇÃO ARTÍSTICA (MÚSICA) USP (Ribeirão

Leia mais

Método Básico para Sax Alto Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel

Método Básico para Sax Alto Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel Método Básico para Sax Alto Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel INTRODUÇÃO Este método consiste em orientar de uma maneira mais direta e didática o aprendizado no saxofone, instrumentos

Leia mais

MÉTODO BÁSICO PARA TUBA E BOMBARDINO Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel

MÉTODO BÁSICO PARA TUBA E BOMBARDINO Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel MÉTODO BÁSICO PARA TUBA E BOMBARDINO Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 A TUBA... 3 O BOMBARDINO OU EUPHONIUM... 3 CONHECENDO O BOMBARDINO E A TUBA... 4 ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE OBOÉ

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE OBOÉ INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE OBOÉ Você vai descobrir o oboé e aprender a tocar e aperfeiçoar a técnica! O objetivo deste documento de Introdução ao Estudo de Oboé é de divulgar e esclarecer os tópicos mais

Leia mais

História da Música Ocidental

História da Música Ocidental História da Música Ocidental A Música na Idade Média e no Renascimento Música medieval é o nome dado à música típica do período da Idade Média. Essas práticas musicais aconteceram há quase 1500 anos atrás.

Leia mais

NOTA FUNDAMENTAL Desse conjunto de sons simultâneos, o que é mais bem identificado é o som da nota principal ou também chamada de nota fundamental.

NOTA FUNDAMENTAL Desse conjunto de sons simultâneos, o que é mais bem identificado é o som da nota principal ou também chamada de nota fundamental. Sons Harmônicos Esse assunto é extenso e bastante complexo, sendo objeto de estudo de diversos cursos especializados e de uma vasta literatura no campo da física e da matemática. Como esse não é nosso

Leia mais

Características Técnicas

Características Técnicas O Fagote É um instrumento de Sopro, de Palheta dupla e de tubo cónico, pertence à família das madeiras e ocupa o papel de baixo (instrumento mais grave). Bem tocado o fagote é dotado de um grande encanto

Leia mais

Ídolos de diferentes gerações, a cantora Ivete Sangalo e o cantor Roberto Carlos encantam seus fãs pelo timbre único que possuem

Ídolos de diferentes gerações, a cantora Ivete Sangalo e o cantor Roberto Carlos encantam seus fãs pelo timbre único que possuem Vozes Humanas Cada pessoa possui uma voz única e especial. É como se fosse uma impressão digital. É claro que existem vozes parecidas. Algumas pessoas cantam num registro sonoro mais agudo, outras num

Leia mais

FUVEST - VESTIBULAR 2011 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA

FUVEST - VESTIBULAR 2011 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA FUVEST - VESTIBULAR 2011 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA Curso: ( ) Licenciatura ( ) Canto ( ) Instrumento ( ) Regência ( ) Composição

Leia mais

CORAL INFANTIL DO LICEU

CORAL INFANTIL DO LICEU CORAL INFANTIL DO LICEU : BAIRRO: C CEP: RG: ÓRGAO EMISSOR: NATURAL ESCOLAR / / GRUPO DE PRÁTICA DE SOPROS E PERCUSSÃO GPS ALUNO/BOLSISTA MONITOR/ BOLSISTA INSTRUMENTOS OBOÉ TROMPETE FLAUTA TRANSVERSAL

Leia mais

Reconhecendo os instrumentos musicais

Reconhecendo os instrumentos musicais É possível que seus alunos já tenham várias informações e mesmo alguma experiência no que se refere a instrumentos musicais, por isso é fundamental que antes de começar qualquer explanação sobre o tema,

Leia mais

A música é uma linguagem universal,

A música é uma linguagem universal, A música é uma linguagem universal, mas com muitos dialetos que variam de cultura para cultura, envolvendo a maneira de tocar, de cantar, de organizar os sons (...), segundo Nicole Jeandot (1990). Para

Leia mais

A EVOLUÇÃO DO TROMBONE

A EVOLUÇÃO DO TROMBONE 1 A EVOLUÇÃO DO TROMBONE CELSO MOJOLA 1 DENIS EDUARDO FERREIRA PORTO 2 RESUMO O objetivo deste texto é pontuar alguns momentos do desenvolvimento do trombone, instrumento da família dos sopros, dentro

Leia mais

REGULAMENTO 1º CONCURSO DE COMPOSIÇÃO ERUDITA GRAMADO IN CONCERT

REGULAMENTO 1º CONCURSO DE COMPOSIÇÃO ERUDITA GRAMADO IN CONCERT REGULAMENTO 1º CONCURSO DE COMPOSIÇÃO ERUDITA GRAMADO IN CONCERT A Organização do 2º Gramado In Concert torna público o presente Edital que regulamenta o 1º Concurso de Composição Erudita Gramado In Concert.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA TESTE DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA TESTE DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA TESTE DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS O Teste de Conhecimentos Específicos em Música (TCE) tem por objetivo

Leia mais

NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música?

NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música? NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música? A música é uma linguagem sonora como a fala. Assim como representamos a fala por meio de símbolos do alfabeto, podemos representar graficamente a música

Leia mais

ESCOLA DE MÚSICA DO ESTADO DE SÃO PAULO TOM JOBIM Edital de 30 de janeiro de 2015 Processo Seletivo Nº 2 para ingresso de alunos na EMESP em 2015

ESCOLA DE MÚSICA DO ESTADO DE SÃO PAULO TOM JOBIM Edital de 30 de janeiro de 2015 Processo Seletivo Nº 2 para ingresso de alunos na EMESP em 2015 ESCOLA DE MÚSICA DO ESTADO DE SÃO PAULO TOM JOBIM Edital de 30 de janeiro de 2015 Processo Seletivo Nº 2 para ingresso de alunos na EMESP em 2015 ÍNDICE Dispõe sobre o segundo Processo Seletivo para preenchimento

Leia mais

MÚSICA / INSTRUMENTOS DE SOPRO

MÚSICA / INSTRUMENTOS DE SOPRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ (IFPI) Aplicação: 26/02/2012 Duração da prova: 04 (quatro) horas MÚSICA / INSTRUMENTOS DE SOPRO LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO 01 Você

Leia mais

TONALIDADE X FREQUÊNICA

TONALIDADE X FREQUÊNICA Som, notas e tons TONALIDADE X FREQUÊNICA O violão é um instrumento musical e o seu objetivo é fazer música. Música é a organização de sons em padrões que o cérebro humano acha agradável (ou pelo menos

Leia mais

APOSTILA LIVRE DE REGÊNCIA PARA ORQUESTRAS CCB Apostila Livre de Regência E S T U D O D I R I G I D O P A R A O R Q U E S T R A S - C C B

APOSTILA LIVRE DE REGÊNCIA PARA ORQUESTRAS CCB Apostila Livre de Regência E S T U D O D I R I G I D O P A R A O R Q U E S T R A S - C C B & APOSTILA LIVRE DE REGÊNCIA PARA ORQUESTRAS CCB Apostila Livre de Regência E S T U D O D I R I G I D O P A R A O R Q U E S T R A S - C C B Regência É o ato de transmitir a um conjunto vocal ou instrumental

Leia mais

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves 5º e 6º ano Professor Hugo Costa 2009/2010 A Cappella música vocal sem acompanhamento de instrumentos musicais. Accelerando - Aumento gradual do andamento de uma parte

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO N. o 203 3-9-1998 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 4595 mento. Pelo Ministro Adjunto, Fausto de Sousa Correia, Secretário de Estado da Administração Pública e da Modernização Administrativa. A Ministra da

Leia mais

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. A Engenharia e a Música Instrumentos de SOPRO

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. A Engenharia e a Música Instrumentos de SOPRO Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto A Engenharia e a Música Instrumentos de SOPRO Unidade Curricular: Projeto FEUP 1º ano - MIEM Equipa: 1M3_03 Ano lectivo 2013/2014 Coordenador Geral do Projeto

Leia mais

APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama

APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama Devido à grande extensão do teclado e conseqüentemente um grande número de notas, localizadas em diferentes oitavas, precisamos de dois pentagramas.

Leia mais

Título da peça: 2. FAURÉ. G. Uma canção, à escolha do candidato, entre as relacionadas no Edital de Programa de 2009. Título da peça: Título da peça:

Título da peça: 2. FAURÉ. G. Uma canção, à escolha do candidato, entre as relacionadas no Edital de Programa de 2009. Título da peça: Título da peça: CANTO 1. BACH, J.S. Uma ária ou canção, à escolha do candidato, entre as relacionadas no Edital de Programa de 2009. Título da peça: 2. FAURÉ. G. Uma canção, à escolha do candidato, entre as relacionadas

Leia mais

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento TECLADO (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento O Piano e o Órgão são os instrumentos musicais mais tradicionais

Leia mais

CURSO DE MÚSICA - BACHARELADO

CURSO DE MÚSICA - BACHARELADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE MÚSICA - BACHARELADO Coordenador do Curso: Prof. Rinaldo de Melo Fonseca IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. Denominação dos Cursos:

Leia mais

O SOM E SEUS PARÂMETROS

O SOM E SEUS PARÂMETROS O SOM E SEUS PARÂMETROS Você já percebeu como o mundo está cheio de sons? Mas você já parou para pensar o que é o SOM? Pois bem, som é tudo o que nossos ouvidos podem ouvir, sejam barulhos, pessoas falando

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 35/ 2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em Música, Modalidade

Leia mais

XVII CONCURSO OSPA PARA JOVENS SOLISTAS, REGENTES E COMPOSITORES REGULAMENTO

XVII CONCURSO OSPA PARA JOVENS SOLISTAS, REGENTES E COMPOSITORES REGULAMENTO XVII CONCURSO OSPA PARA JOVENS SOLISTAS, REGENTES E COMPOSITORES 1 DO OBJETIVO REGULAMENTO O XVII CONCURSO OSPA PARA JOVENS SOLISTAS, REGENTES E COMPOSITORES, promovido pela FOSPA - Fundação Orquestra

Leia mais

Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro

Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro Fundação das Artes Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro Inscrições Abertas Turmas 2013 Primeiro Semestre Cursos Livres e Técnicos A Fundação das Artes é uma Escola de Artes

Leia mais

Elaboração de: Jorge Nobre

Elaboração de: Jorge Nobre Aprendendo a tocar o clarinete Elaboração de: Jorge Nobre CLARINETE Instrumento musical de sopro Compreende um tubo, geralmente de madeira, que tem a extremidade em forma de campânula e um bocal cônico

Leia mais

NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música?

NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música? NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música? A música é uma linguagem sonora como a fala. Assim como representamos a fala por meio de símbolos do alfabeto, podemos representar graficamente a música por meio

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 30/08/2009

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 30/08/2009 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Instrumento Musical Em 1914, Erich von Hornbostel e Curt Sachs classificaram os instrumentos musicais de acordo com a maneira como é produzido o som. Nesse sistema,

Leia mais

www.meloteca.com Jorge Salgueiro Lista de obras Cidade de veludo com coro e grupo rock 69, 1999 4 10 min.

www.meloteca.com Jorge Salgueiro Lista de obras Cidade de veludo com coro e grupo rock 69, 1999 4 10 min. www.meloteca.com Jorge Salgueiro Lista de obras Canto - Coro Misto (1 a Cidade de veludo com coro e grupo rock 69, 1999 Pino do verão ópera com solistas, coro misto e grande ensemble 89, 5 60 Ode a euterpe

Leia mais

FUVEST - VESTIBULAR 2012 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA

FUVEST - VESTIBULAR 2012 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA FUVEST - VESTIBULAR 2012 PROVA DE APTIDÃO EM MÚSICA Curso: ( ) Licenciatura ( ) Canto ( ) Instrumento ( ) Regência ( ) Composição

Leia mais

FUVEST - Vestibular 2014 Prova de Aptidão em Música GABARITO da PROVA TEÓRICA

FUVEST - Vestibular 2014 Prova de Aptidão em Música GABARITO da PROVA TEÓRICA FUVEST - Vestibular 2014 Prova de Aptidão em Música GABARITO da PROVA TEÓRICA Provas: A B C 1 a 2. Percepção musical 1. Ditado melódico modal a uma voz. O ditado será repetido sete vezes, sempre precedido

Leia mais

ESCOLA DE MÚSICA DE TERESINA

ESCOLA DE MÚSICA DE TERESINA EMT - Ranildo Lopes - Teoria IMAIL: ranildope@bol.com.br 1 Prof. Ranildo Lopes https://escolademusicadeteresina.ordpress.com/ TEORIA MUSICAL MUSICA: DEFINIÇÃO É a arte e a ciência dos sons, pelo meio da

Leia mais

COMO LER E ESCREVER PARTITURAS - I

COMO LER E ESCREVER PARTITURAS - I COMO LER E ESCREVER PARTITURAS - I ALTURAS Philippe Lobo 03 Introdução Um pouco de História 06 Conhecimentos Preliminares Contextualização Teórica Cordas Soltas + Escala Cromática 08 Entendendo a Pauta

Leia mais

ACORDEON MANUAL DO PROPRIETÁRIO

ACORDEON MANUAL DO PROPRIETÁRIO ACORDEON MANUAL DO PROPRIETÁRIO ÍNDICE SOBRE O ACORDEON... 4 ANATOMIA...4 O FOLE...6 PARA TOCAR ACORDEON...6 MOVIMENTO DO FOLE...7 DICAS...7 SOBRE O ACORDEON O acordeon pertence a uma ampla família de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS UNIDADE ACADÊMICA DE ARTE E MÍDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA Teste de Habilidade Específica (THE) O Teste de Habilidade Específica (THE)

Leia mais

Provas de Habilidades Específicas em Música Composição e Licenciatura

Provas de Habilidades Específicas em Música Composição e Licenciatura Provas de Habilidades Específicas em Música Composição e Licenciatura Percepção Ditado Melódico 1: Reconhecimento de notas erradas na partitura (duração da questão 01min 30s). 1. Ouviremos a seguir um

Leia mais

Apostila de Teoria Musical Básica

Apostila de Teoria Musical Básica Apostila de Teoria Musical Básica Criação e edição: MIGUEL URTADO Distribuição: CÂNONE MUSICAL CÂNONE MUSICAL *Cursos relacionado a música* www.canone.com.br São Carlos Brasil Maio de 2009 ----**---- Para

Leia mais

EDITAL DE INGRESSO N 19/DEING/2016/1

EDITAL DE INGRESSO N 19/DEING/2016/1 EDITAL DE INGRESSO N 19/DEING/2016/1 A Reitora do Instituto Federal de Santa Catarina torna de conhecimento público a abertura de inscrições, no período de 08 de dezembro de 2015 a 27 de janeiro de 2016,

Leia mais

Catálogo Outubro 2011 Luques - www.gaitadefolebrasil.com.br DESCONTO PARA PAGAMENTOS À VISTA ---------------------------

Catálogo Outubro 2011 Luques - www.gaitadefolebrasil.com.br DESCONTO PARA PAGAMENTOS À VISTA --------------------------- Catálogo Outubro 2011 Luques - www.gaitadefolebrasil.com.br DESCONTO PARA PAGAMENTOS À VISTA --------------------------- Gaita- de- Fole Inglesa do Século XV Hemingbrough Inglaterra - 1426 Descrição: torneado

Leia mais

Edital 03/FOSPA/2015. 1. DAS INSCRIÇÕES: 1.1. Período de inscrição: de 22 de junho a 03 de julho, de segunda a sextafeira.

Edital 03/FOSPA/2015. 1. DAS INSCRIÇÕES: 1.1. Período de inscrição: de 22 de junho a 03 de julho, de segunda a sextafeira. Edital 03/FOSPA/2015 A Superintendência Artística da Fundação Orquestra Sinfônica de Porto Alegre - FOSPA, no uso de suas atribuições que lhe confere o Art. 4º e Incisos, do Decreto Nº 51.484, 15 de maio

Leia mais

Especificações. Categoria Modelo Afinação Digitação Passagem de ar Orifícios Secções Material Outras Características Acessórios Pag.

Especificações. Categoria Modelo Afinação Digitação Passagem de ar Orifícios Secções Material Outras Características Acessórios Pag. Especificações Flautas de Madeira Categoria Modelo Afinação Digitação Passagem de ar Orifícios Secções Material Outras Características Acessórios Pag. YRN-814 FA Barroca Arqueada Duplo 2 Jacarandá Anéis

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE MÚSICA

ESCOLA MUNICIPAL DE MÚSICA ESCOLA MUNICIPAL DE MÚSICA A Secretaria Municipal de Cultura, por intermédio do Departamento do Teatro Municipal, faz saber que estarão abertas inscrições para seleção de novos alunos que deverão cursar

Leia mais

Oração a São Francisco

Oração a São Francisco Guia Arrano: Manoel Ferreira Flauta C & Requinta Eb & 1º Clarinete Bb & º, 3º Clarinete Bb & Sax Soprano Bb & 1º, º Sax Alto Eb & Sax Tenor Bb & Sax Barítono Eb & 1º Trompete Bb & º, 3º Trompete Bb & Sax

Leia mais

O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior. Acordes Básicos

O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior. Acordes Básicos O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior Acordes Básicos Muitas vezes, o que mexe com a gente e nos faz querer tocar guitarra é aquele solo ou riff do guitarrista da nossa banda favorita, mas devemos saber

Leia mais

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2016

Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2016 1 Prova Específica de Música do Concurso Vestibular 2016 I. INFORMAÇÕES COMUNS A TODAS AS PROVAS A Prova de Habilitação Específica para o Curso de Graduação em Música da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

TIPO A TEORIA MUSICAL. As questões 01 a 03 referem-se ao trecho musical a seguir, de Lulli:

TIPO A TEORIA MUSICAL. As questões 01 a 03 referem-se ao trecho musical a seguir, de Lulli: 1 TEORIA MUSICAL As questões 01 a 03 referem-se ao trecho musical a seguir, de Lulli: 1. Observe o trecho musical acima e responda: 0-0) A tonalidade predominante deste trecho musical é Si bemol Maior.

Leia mais

Repertório exigido para inscrição no 46º Festival de Inverno de Campos do Jordão

Repertório exigido para inscrição no 46º Festival de Inverno de Campos do Jordão ANEXO REPERTÓRIO DE ADMISSÃO Repertório exigido para inscrição no 46º Festival de Inverno de Campos do Jordão Violino Concerto nº 1, nº 2, nº 3, nº 4 ou nº 5: 1º movimento com cadência Sinfonia no.9, op.

Leia mais

ANEXO 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS TESTES PRÁTICOS DIAS E HORÁRIOS BOLSA-PERFORMANCE

ANEXO 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS TESTES PRÁTICOS DIAS E HORÁRIOS BOLSA-PERFORMANCE ANEXO 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS TESTES PRÁTICOS DIAS E HORÁRIOS BOLSA-PERFORMANCE 1- ORQUESTRA SINFÔNICA Cordas (Violino, Viola, Violoncelo e Contrabaixo) Violino Sinfonia nº 2 de Camargo Guarnieri:

Leia mais

ANEXO 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS TESTES PRÁTICOS DIAS E HORÁRIOS BOLSA-PERFORMANCE

ANEXO 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS TESTES PRÁTICOS DIAS E HORÁRIOS BOLSA-PERFORMANCE ANEXO 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS TESTES PRÁTICOS DIAS E HORÁRIOS BOLSA-PERFORMANCE 1- ORQUESTRA SINFÔNICA Cordas (Violino, Viola, Violoncelo e Contrabaixo) Data dos testes: 12/12/2014 às 15h30 Local:

Leia mais

Método Básico para Trompete Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel

Método Básico para Trompete Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel Método Básico para Trompete Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel INTRODUÇÃO Este método consiste em orientar de uma maneira mais direta e didática o aprendizado no Trompete, instrumentos

Leia mais

A Notação Musical no Ocidente: uma História

A Notação Musical no Ocidente: uma História A Notação Musical no Ocidente: uma História O sistema de notação musical moderno teve suas origens nos NEUMAS (do latim: sinal), pequenos símbolos que representavam as notas musicais em peças vocais do

Leia mais

A música surgiu com os sons

A música surgiu com os sons Dó A música surgiu com os sons da natureza, já que seus elementos formais - som e ritmo - fazem parte do Universo e, particularmente da estrutura humana O homem pré-histórico deve ter percebido os sons

Leia mais

BANDA LARGA 2015 Regulamento Festival de Bandas de Música Civis do Estado do Rio de Janeiro - Maratona de Bandas

BANDA LARGA 2015 Regulamento Festival de Bandas de Música Civis do Estado do Rio de Janeiro - Maratona de Bandas BANDA LARGA 2015 Regulamento Festival de Bandas de Música Civis do Estado do Rio de Janeiro - Maratona de Bandas Artigo 1º Objeto REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Disposições gerais O presente regulamento

Leia mais

ATIVIDADE DE FIXAÇÃO: ELEMENTOS DA MÚSICA. I. Leia a partitura musical Ciranda da Lia e faça os itens a seguir (ver no portal):

ATIVIDADE DE FIXAÇÃO: ELEMENTOS DA MÚSICA. I. Leia a partitura musical Ciranda da Lia e faça os itens a seguir (ver no portal): ELEMENTOS DA MÚSICA I. Leia a partitura musical Ciranda da Lia e faça os itens a seguir (ver no portal): 1. O tipo de compasso é... 2. A figura de ritmo de maior duração nesta música chama se... 3. Discrimine

Leia mais

Lundu do tropeiro. Música na escola: exercício 4

Lundu do tropeiro. Música na escola: exercício 4 Lundu do tropeiro Música na escola: exercício 4 Lundu Partituras Melodia, harmonia e letra do tropeiro Autor: Autor desconhecido, canção folclórica Região: Goiás Fonte: 500 Canções Brasileiras, de Ermelinda

Leia mais

RENASCIMENTO x BARROCO

RENASCIMENTO x BARROCO RENASCIMENTO x BARROCO Palestrina J.S. Bach PERÍODO - Fins do século XIV até o século XVI - Início do século XVII até meados do século XVIII (1600 a 1750, com a morte de J. S. Bach) ORIGEM DO NOME Trouxe

Leia mais

MÉTODO BÁSICO PARA TROMBONE Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel

MÉTODO BÁSICO PARA TROMBONE Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel MÉTODO BÁSICO PARA TROMBONE Elaboração: Prof. MS Costa Holanda Prof. Jardilino Maciel SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 O TROMBONE... 3 CONHECENDO O TROMBONE... 3 ESPECIFICAÇÕES DO TROMBONE... 4 A EMBOCADURA NO

Leia mais

Apostila de Iniciação Musical. Baseado no Livro Teoria da Música de Ricci Adams Compilação de: Elsaby Antunes 1ª Edição.

Apostila de Iniciação Musical. Baseado no Livro Teoria da Música de Ricci Adams Compilação de: Elsaby Antunes 1ª Edição. Apostila de Iniciação Musical Baseado no Livro Teoria da Música de Ricci Adams Compilação de: Elsaby Antunes 1ª Edição. Junho 2008 http://www.elsabyantunes.blogspot.com/ elsabyantunes@gmail.com Prefácio

Leia mais

PROGRAMA DAS PROVAS DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ESCOLA DE MÚSICA CURSO: MÚSICA / BACHARELADO

PROGRAMA DAS PROVAS DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ESCOLA DE MÚSICA CURSO: MÚSICA / BACHARELADO PROGRAMA DAS PROVAS DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ESCOLA DE MÚSICA CURSO: MÚSICA / BACHARELADO - HABILITAÇÃO EM INSTRUMENTO - HABILITAÇÃO EM CANTO PROVA PRÁTICA DE INSTRUMENTO OU CANTO INFORMAÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 8.2 Conteúdo. Música

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 8.2 Conteúdo. Música Aula 8.2 Conteúdo Música 1 Habilidades: Conhecer a origem da Música, seus principais elementos formadores, e a sua importância na sociedade. 2 Música Origem: Pré-história (marcava o ritmo com as mãos e

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA AUDIÇÃO DE MÚSICOS INSTRUMETISTAS E SOLITAS DA ORQUESTRA SINFÔNICA JOVEM DA PARAÍBA OSJPB TEMPORADA 2015

CONVOCATÓRIA PARA AUDIÇÃO DE MÚSICOS INSTRUMETISTAS E SOLITAS DA ORQUESTRA SINFÔNICA JOVEM DA PARAÍBA OSJPB TEMPORADA 2015 CONVOCATÓRIA PARA AUDIÇÃO DE MÚSICOS INSTRUMETISTAS E SOLITAS DA ORQUESTRA SINFÔNICA JOVEM DA PARAÍBA OSJPB TEMPORADA 2015 O Presidente da FUNDAÇÃO ESPAÇO CULTURAL DA PARAÍBA - FUNESC, instituição de direito

Leia mais

VIOLÃO 1. escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar.

VIOLÃO 1. escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar. VIOLÃO 1 escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar CD com solos e acompanhamento Saulo van der Ley Guitarrista e violonista Composição & Regência

Leia mais

CAPOTRASTE ou BRAÇADEIRA VOCÊ SABE COMO USAR?

CAPOTRASTE ou BRAÇADEIRA VOCÊ SABE COMO USAR? CAPOTRASTE ou BRAÇADEIRA VOCÊ SABE COMO USAR? MARCAS - FABRICANTES As Fotos mostram alguns modelos mais usados de Capotraste. Teoricamente o capotraste ou braçadeira, uma vez adaptado ao braço do violão,

Leia mais

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Apostila de Iniciação ao Violão e Guitarra Miigueell do Prrado Urrttado São Carlos SP, 23 de fevereiro de 2006. Contatos: miguelurtado@yahoo.com.br miguelurtado@polvo.ufscar.br Proibido reprodução do material

Leia mais

ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO...

ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO... Índice ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO... 4 O TECLADO... 4 TIPOS DE TECLADOS... 4 Sintetizadores... 4 Teclados com acompanhamento automático... 4 Workstations... 4 Pianos digitais...

Leia mais

Violão Clássico. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos!

Violão Clássico. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Violão Clássico Prof. Juarez Barcellos Licença Creative Commons Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Em 2002, comecei a dar aulas particulares nas Em 2002, comecei a dar aulas

Leia mais

Apostila Básica de Violão

Apostila Básica de Violão Apostila Básica de Violão Resumos para aulas MARANATA O Senhor Jesus Vem! Sumário Introdução... 2 Estrutura musical... 3 Cifras... 4 Acordes e Escalas... 4 Conhecendo o violão... 5 Enfim a prática!...

Leia mais

SÉRIE REPERTÓRIO DE OURO DAS BANDAS DE MÚSICA DO BRASIL ESTRELA DE FRIBURGO. polca, para trompete e banda. música de JOAQUIM ANTÔNIO NAEGELE

SÉRIE REPERTÓRIO DE OURO DAS BANDAS DE MÚSICA DO BRASIL ESTRELA DE FRIBURGO. polca, para trompete e banda. música de JOAQUIM ANTÔNIO NAEGELE SÉRIE REPERTÓRIO DE OURO DAS BANDAS DE MÚSICA DO BRASIL ESTRELA DE FRIBURGO polca, para trompete e banda música de JOAQUIM ANTÔNIO NAEGELE SÉRIE REPERTÓRIO DE OURO DAS BANDAS DE MÚSICA DO BRASIL ESTRELA

Leia mais

Início em Arranjos Musicais

Início em Arranjos Musicais Marcelo Morales Torcato Início em Arranjos Musicais 1ª. Edição Pauliceia Marcelo Morales Torcato 2009 PRIMEIRA AULA. As notas musicais são sete: dó; ré; mi; fá; sol; lá; si. Também podem ser representadas

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA A questão 01 é acompanhada de um exemplo musical gravado, que será repetido 4 vezes, com um silêncio de 30 segundos entre cada repetição; um som de aviso (quatro toques ) aparecerá antes do extrato musical

Leia mais

COMPOSIÇÃO Duração Total (03h00:00)

COMPOSIÇÃO Duração Total (03h00:00) PROVA DE APTIDÃO MÚSICA COMPOSIÇÃO Duração Total (03h00:00) 1. ANÁLISE COMPARATIVA (01:00:00) Ouça atentamente os três trechos musicais a serem reproduzidos durante o exame 1.1 Esboce uma representação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2013/2014

Leia mais

AUDIÇÕES INTERNACIONAIS 2013 EDITAL

AUDIÇÕES INTERNACIONAIS 2013 EDITAL AUDIÇÕES INTERNACIONAIS 2013 EDITAL A Fundação OSB anuncia audições para preenchimento de posições nos seguintes naipes da Orquestra Sinfônica Brasileira: VIOLINOS Spalla (1 vaga) Concertino dos Segundos

Leia mais

Noções Básicas de Teoria Musical. por Alessandro Penezzi

Noções Básicas de Teoria Musical. por Alessandro Penezzi Noções Básicas de Teoria Musical por Alessandro Penezzi São Paulo, 1999 1) INTRODUÇÃO...4 a) Som é tudo o que ouvimos....4 b) Música é a arte de combinar sons....4 c) Notas Musicais...4 d) Grau Conjunto...5

Leia mais

CONCURSO JOVEM.COM REGULAMENTO 2015 - EMCN

CONCURSO JOVEM.COM REGULAMENTO 2015 - EMCN CONCURSO JOVEM.COM REGULAMENTO 2015 - EMCN A) CONCURSO 1- O Concurso Jovem.COM é um concurso de Interpretação. Tem como objetivos: - Promover os Conservatórios Oficiais de Música e suas cidades; - Premiar

Leia mais

Semana da Música (5 a 10 de maio de 2014) Programa

Semana da Música (5 a 10 de maio de 2014) Programa Semana da Música (5 a 10 de maio de 2014) Programa Sessão de Abertura - Excelentíssimo Senhor Secretário Regional da Educação e Recursos Humanos 10:00 do CEPAM Piano - António Rosado Bandolim - Percussão

Leia mais