Estudo dos países da América Latina e América Central

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estudo dos países da América Latina e América Central"

Transcrição

1 Empresa têxtil

2 E M P R E S A T Ê X T I L Estudo dos países da América Latina e América Central Produtos considerados: / / / / / Exportações brasileiras para América Latina /2009 PAÍSES Kg Líquido US$ FOB Kg Líquido US$ FOB Kg Líquido US$ FOB Kg Líquido US$ FOB PARAGUAI % 92% BOLIVIA % -3% ARGENTINA % 14% URUGUAI % 35% COLOMBIA % 47% PERU % 1184% CHILE % -43% EQUADOR VENEZUELA COSTA RICA % -95% MEXICO EL SALVADOR % -100% GUATEMALA REP. DOMINICANA % -100% Total geral % 38% Fonte: MDIC/Sistema Aliceweb As exportações brasileiras para os países latino-americanos tiveram um crescimento de 38% (em valor) de 2009 para No entanto, ainda não recuperamos o nível de exportação que tínhamos em 2008 (pré-crise); Paraguai, Bolívia e Argentina são os principais destinos das exportações brasileiras em 2010; Destinos com maior crescimento no valor exportado de 2009 para 2010: Peru (1184%), Paraguai (92%), Colômbia (47%), Uruguai (35%), Argentina (14%); Dentro da América Latina, as exportações brasileiras têm se focado cada vez mais nos destinos da América do Sul, especialmente os parceiros do Mercosul: Paraguai, Argentina e Uruguai.

3 2. Principais importadores mundiais foco nos países latino-americanos Principais importadores mundiais (em US$) Países /2009 Mundo % 1-Hong Kong ,7% 2-China ,0% 3-Indonésia ,9% 4-México ,7% 5-Itália ,1% 22-Colômbia ,7% 38-Chile ,7% 39-Peru ,0% 41-Costa Rica ,3% 45-Honduras ,4% Países asiáticos como China (China e Hong Kong) e Indonésia são os principais importadores mundiais, respondendo por mais de 50% das importações totais; O país latino-americano de maior destaque dentre os principais importadores mundiais é o México (4º maior importador em 2010), seguido de Colômbia, Chile, Peru, Costa Rica e Honduras; Dentre estes países, os que apresentaram o maior crescimento nos últimos dois anos foram: Chile (182%), Colômbia (83,7%) e Peru (56%).

4 3. Principais exportadores mundiais - foco nos países latino-americanos Principais exportadores mundiais (em US$) Países /2009 Mundo % 1-China % 2-Hong Kong % 3-Coréia do Sul % 4-Turquia % 5-EUA % 17-Peru % 25-Colombia % 28-Mexico % 40-Chile % 42-Costa Rica % 46-Honduras % Os países asiáticos (China, Hong Kong, Coréia do Sul) são os principais exportadores dos produtos selecionados, sendo que em 2010 eles concentraram mais de 70% de todas as exportações. Alguns dos países latino-americanos também apresentam uma exportação expressiva, como Colômbia, México e Chile que juntos exportaram em 2010, mais de US$ 13 milhões. Em 2010, o Brasil exportou quase US$ 10 milhões. Atentar para o crescimento das exportações chilenas, que cresceram 780% entre 2009 e No continente latino-americano, os principais concorrentes do Brasil seriam Peru, Colômbia e México.

5 4. Destaques latino-americanos principais compradores: 4.a. México Importações mexicanas em US$ em Kg Países (%) (%) Mundo EUA China Turquia Coréia do Sul Bélgica Tarifas de importação mexicanas para o Brasil NCM % % % % % % % A demanda mexicana pelos produtos selecionados cresceu 10,7% entre 2009 e Os EUA são o principal fornecedor para o mercado mexicano, com uma participação bastante significativa em 2010 representou 81,5% do que o México importou os dois países possuem um acordo de livre comércio (NAFTA), portanto, as tarifas de importações entre os dois países é zero; Os demais fornecedores China,Turquia e Coréia do Sul são importantes players mundiais do segmento têxtil, concorrendo neste mercado basicamente por preço; Único país europeu entre os principais fornecedores ao México, a Bélgica recuperou-se da brusca queda de suas exportações de Em 2010, o Brasil exportou US$ 345 dos produtos selecionados para o país.

6 4.b. Colômbia Importações colombianas em US$ em Kg Países (%) (%) Mundo China Peru Equador Venezuela Coréia do Sul Tarifas de importação colombianas para o Brasil Em 2010, a demanda colombiana dos produtos cresceu mais de 80%. Com exceção da China e da Coréia do Sul, os principais fornecedores do mercado colombiano para os produtos selecionados são países latino-americanos destacando-se o Peru, que representou cerca de 40% das importações colombianas no último ano; O país que maior crescimento apresentou em exportações para o país foi a China, com 342% de aumento. Em seguida, foi o Peru (66%). Em 2010, o Brasil exportou cerca de US$ , um aumento de 47% (em valor) com relação ao ano anterior.

7 4.c. Chile Importações chilenas em US$ em Kg Países * (%) (%) Mundo n/a n/a n/a China Bélgica EUA Coréia do Sul México / * informação não disponível no sistema Tarifas de importação chilenas para o Brasil Entre 2009 e 2010, a demanda chilena pelos produtos selecionados cresceu 182%; O maior fornecedor para o mercado chileno para os produtos selecionados é a China em 2010, o país representou 70,4% das importações chilenas e teve um crescimento de 309% em suas exportações com relação ao ano de 2009; Outros destaques de crescimento em 2010, foram os EUA e a Coréia do Sul, com variação positiva superior a 200%; Dentre os 5 maiores fornecedores para o Chile, o único latino-americano é o México (5ª colocação), com US$ 83,3 mil em 2010; Em 2010, o Brasil exportou US$ 11 mil para este mercado, uma queda de 43% com relação ao ano anterior.

8 4.d. Peru Importações perunas em US$ em Kg Países (%) (%) Mundo China Colômbia México EUA Equador Tarifas de importação peruanas para o Brasil NCM % ,12% ,12% ,12% ,20% ,20% ,20% Nos últimos dois anos, o Peru aumentou em 56% suas importações dos produtos; Entre seus principais parceiros estão China (56% do total) e Colômbia (15,8%); Os países latino-americanos que fornecem para o Peru são: Colômbia, México e Equador; Em 2010, o Brasil exportou US$ 24 mil dos produtos selecionados; Destes latino-americanos, o único que aumentou sua participação no mercado foi a Colômbia (crescimento de quase 550%).

9 4.e. Costa Rica Importações da Costa Rica em US$ em Kg Países (%) (%) Mundo El Salvador China EUA Guatemala Colômbia Pontos chave: Tarifas de importação da Costa Rica para o Brasil NCM % % % % % % % Crescimento de 10,3% na demanda da Costa Rica, entre os anos de 2009 e 2010; Embora El Salvador seja o principal fornecedor para a Costa Rica, a China (2º maior importador) foi o que apresentou o maior crescimento nos últimos anos (312%); Os EUA embora tenham caído na participação em 2010 também é um importante fornecedor principalmente pelo Acordo de Livre Comércio que possui com a região (CAFTA); Em 2010, o Brasil exportou US$ 990, sendo que em 2009 havia exportado mais de US$

10 4.f. Honduras Importações de Honduras em US$ em Kg Países (%) (%) Mundo El Salvador EUA Colômbia China Guatemala Tarifas de importação de Honduras para o Brasil NCM % % % % % % % Pontos chave: Dentre os países analisados, Honduras foi o único com queda de demanda nos dois últimos anos analisados (-45%); Mesmo com esta queda, os EUA apresentaram forte crescimento de participação de mercado em 2010: 424%. Este crescimento pode ser explicado pelo o fortalecimento do Acordo de Livre Comércio entre este país e os países da região da América Central. Ao mesmo tempo, El Salvador, o principal fornecedor para o país apresentou queda de 20% em 2010; Nos últimos 3 anos, o Brasil não exportou valores significativos dos produtos selecionados para o mercado hondurenho.

11 5. Considerações finais Os destinos das exportações brasileiras para países latino-americanos com maior crescimento foram Peru (1184%), Paraguai (92%), Colômbia (47%), Uruguai (35%) e Argentina (14%); Os países latino-americanos de maior destaque dentre os maiores importadores mundiais e aqui detalhados - são México, Colômbia, Chile, Peru, Costa Rica e Honduras (em ordem decrescente de valor exportado em 2010). Destes, podemos destacar; México: possui um mercado altamente concentrado em EUA e China, que juntos concentram cerca de 95% das exportações para este país. Colômbia: China ultrapassa Peru como principal fornecedor para o país, aumentando a cada ano sua participação no mercado. Chile: China se fortalece como o principal fornecedor do mercado chileno com 70% da participação nas exportações para o país. Peru: Colômbia vem se destacando como importante fornecedor e, em 2010, já é o 2º maior exportador para o país. Demais latino-americanos como México e Equador também são importantes fornecedores do país. Costa Rica: dos países analisados é o que apresenta a menor concentração de mercado entre os fornecedores, embora China e Colômbia tenham avançado recentemente como principais exportadores para o país. Honduras: apresentou queda nas importações dos produtos analisados, ao mesmo tempo em que os EUA avançam como importante fornecedor do país. Dentre os países analisados, os que possuem as menores tarifas de importação para os produtos brasileiros são: Chile (0%), Peru (entre 6% e 10,2%) e Colômbia (7,8%). O Brasil possui acordos de preferências tarifárias com todos estes países, exceto Costa Rica e Honduras.

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E Paternoster Square Londres ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS Francisco Cary 19 de Maio de 2011 O Mercado dos Países

Leia mais

VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO

VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO 1 - CHINA 2 - ESTADOS UNIDOS 2014 34.292 84,4 4.668 11,5 1.625 4,0 6.370 23,6 5.361 19,8 13.667 50,6 2013 38.973 84,7 5.458 11,9

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa, o beneficiam

Leia mais

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidade:

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro até março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Exportações no período acumulado de janeiro até março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

Países Íbero-Americanos Comércio Exterior

Países Íbero-Americanos Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC Países Íbero-Americanos Comércio Exterior Setembro de 2014 Índice.

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR INDÚSTRIAS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR INDÚSTRIAS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR INDÚSTRIAS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa, o beneficiam

Leia mais

PROGRAMA BRAZIL MACHINERY SOLUTIONS MERCADO EM FOCO GT GUINDASTES

PROGRAMA BRAZIL MACHINERY SOLUTIONS MERCADO EM FOCO GT GUINDASTES PROGRAMA BRAZIL MACHINERY SOLUTIONS MERCADO EM FOCO GT GUINDASTES Inteligência de Mercado BMS Dezembro de 2012 APRESENTAÇÃO No âmbito das atividades do Programa Setorial Integrado (PSI) Máquinas e Equipamentos

Leia mais

Introduction to Latin American Economies. Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP

Introduction to Latin American Economies. Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP Introduction to Latin American Economies Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP América Latina México América Central Guianas América Andina América Platina Brasil México América Latina México América Central

Leia mais

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 14 de maio de 2014 Indicador IFO/FGV de Clima Econômico da América Latina¹ O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 O indicador

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR AGRO E ALIMENTOS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR AGRO E ALIMENTOS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR AGRO E ALIMENTOS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa,

Leia mais

Comércio exterior. Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo.

Comércio exterior. Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo. Comércio exterior Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo. Janeiro 2015 Sindusfarma Gerência de Regulação de Mercados Índice Brasil...

Leia mais

BEI: A MAIOR INSTITUIÇÃO FINANCEIRA INTERNACIONAL

BEI: A MAIOR INSTITUIÇÃO FINANCEIRA INTERNACIONAL FINANCIAMENTOS DO BEI FORA DA EUROPA: PERSPETIVAS PARA AS EMPRESAS PORTUGUESAS Francisco de Paula Coelho Diretor para América Latina e Ásia Lisboa, 23 de Novembro de 2012 27/11/2012 1 BEI: A MAIOR INSTITUIÇÃO

Leia mais

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência 79% dos universitários portugueses garantem Estágios profissionais são bons para ganhar experiência A rede Universia e o portal de empregos www.trabalhando.com realizaram em nove países um questionário

Leia mais

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial ONU A ONU (Organização das Nações Unidas) foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, em São Francisco, Estados Unidos. O encontro

Leia mais

IMIGRANTES NO BRASIL: O CASO DA ENFERMAGEM. Ana Luiza Stiebler Vieira Carmen Lúcia Lupi Monteiro Garcia Carmem de Almeida da Silva

IMIGRANTES NO BRASIL: O CASO DA ENFERMAGEM. Ana Luiza Stiebler Vieira Carmen Lúcia Lupi Monteiro Garcia Carmem de Almeida da Silva IMIGRANTES NO BRASIL: O CASO DA ENFERMAGEM Ana Luiza Stiebler Vieira Carmen Lúcia Lupi Monteiro Garcia Carmem de Almeida da Silva Objetivo: analisar os imigrantes da área de no Brasil Justificativa Referencial

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro até abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. 2015 com abril de 2014.

Exportações no período acumulado de janeiro até abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. 2015 com abril de 2014. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS NO AGRONEGÓCIO EM 1. RESULTADO

Leia mais

Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula.

Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula. Trabalho 01 dividido em 2 partes 1ª Parte Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula. 2ª Parte Perguntas que serão expostas após a apresentação da 1ª Parte, e que

Leia mais

INSS Diretoria de Benefícios

INSS Diretoria de Benefícios IV CONFERÊNCIA BRASILEIROS NO MUNDO INSS Diretoria de Benefícios Praia do Forte, 20 de novembro de 2013 ACORDOS INTERNACIONAIS Globalização Principais objetivos ou finalidades dos Acordos Internacionais

Leia mais

O Setor em Grandes Números. Situação Atual e Perspectivas do Mercado Interno e Externo

O Setor em Grandes Números. Situação Atual e Perspectivas do Mercado Interno e Externo O Setor em Grandes Números Situação Atual e Perspectivas do Mercado Interno e Externo I - CADEIA PRODUTIVA NÚMERO ESTIMADO DE EMPRESAS EM 2012 Lapidação / Obras de pedras 350 INDÚSTRIA Joalheria ouro e

Leia mais

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial 27/09/2011 Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial Estrutura da apresentação Perspectiva empresarial Doing Business 2011 Investimentos Estrangeiros e Comércio Exterior Complementaridade

Leia mais

Comércio (Países Centrais e Periféricos)

Comércio (Países Centrais e Periféricos) Comércio (Países Centrais e Periféricos) Considera-se a atividade comercial, uma atividade de alto grau de importância para o desenvolver de uma nação, isso se dá pela desigualdade entre o nível de desenvolvimento

Leia mais

WORLD INVESTMENT REPORT 2013 Cadeias de Valor Global: Investimento e Comércio para o Desenvolvimento

WORLD INVESTMENT REPORT 2013 Cadeias de Valor Global: Investimento e Comércio para o Desenvolvimento WORLD INVESTMENT REPORT 2013 Cadeias de Valor Global: Investimento e Comércio para o Desenvolvimento Sobeet São Paulo, 26 de junho de 2013 EMBARGO 26 Junho 2013 12:00 horas Horário de Brasília 1 Recuperação

Leia mais

Mercado em Foco: Chile

Mercado em Foco: Chile Mercado em Foco: Chile EXPOMIN, 2014 Breve estudo com informações sobre as perspectivas de negócios da economia do Chile. Apresentamos também uma análise do comércio exterior de máquinas e equipamentos

Leia mais

Organizações internacionais Regionais

Organizações internacionais Regionais Organizações internacionais Regionais Percurso 4 Geografia 9ºANO Profª Bruna Andrade e Elaine Camargo Os países fazem uniões a partir de interesses comuns. Esses interesses devem trazer benefícios aos

Leia mais

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas.

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas. BRIEF INSTITUCIONAL 2015 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 27 de setembro a 1º de outubro de 2010 Tema 4.17 da agenda CD50/26

Leia mais

Conheça o programa de troca do Storwize do KYI

Conheça o programa de troca do Storwize do KYI Conheça o programa de troca do Storwize do KYI Sumário A oferta Produtos qualificados Datas de início e/ou de término Onde está disponível? Informações de marketing Informações sobre pedidos/atendimento

Leia mais

Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil

Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil 18_Animal Business-Brasil O Brasil e as biotecnologias reprodutivas

Leia mais

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas.

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas. BRIEF COMERCIAL 2015 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 5 o ano Geografia 1. Leia a notícia, divulgada em vários jornais brasileiros, no dia 21

Leia mais

Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises. Darío Gómez, dario @ lacnic.net

Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises. Darío Gómez, dario @ lacnic.net Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises Darío Gómez, dario @ lacnic.net Projecto Simon Os Começos O projeto começou em 2009 como um esforço colabora*vo, aberto e que procura a integração da

Leia mais

Espanha, Alemanha e Reino Unido também são usados como pontos de trânsito para precursores destinados à região. Pág. 85 Recentemente, vários países

Espanha, Alemanha e Reino Unido também são usados como pontos de trânsito para precursores destinados à região. Pág. 85 Recentemente, vários países Referências ao Brasil e ao Cone Sul Relatos da fabricação de ATS também surgiram em países da América Central e da América do Sul. Seis laboratórios ilícitos de ATS foram relatados apreendidos em 2009.

Leia mais

Vôos de Porto Alegre a Bariloche com melhor preço garantido

Vôos de Porto Alegre a Bariloche com melhor preço garantido Televendas: São Paulo 1 11 2124-9000 A agência de viagens Nº 1 em preços e serviços Fale-conosco Início Passagens Hotéis Pacotes Carros Vôos de Porto Alegre a Bariloche com melhor preço garantido Ida:

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 2º Ano Blocos Econômicos. Prof. Claudimar Fontinele

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 2º Ano Blocos Econômicos. Prof. Claudimar Fontinele Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 2º Ano Blocos Econômicos Prof. Claudimar Fontinele O mundo sofreu importantes transformações durante o século XX. O pós-segunda Guerra foi

Leia mais

Capítulo 03 Mercados regionais

Capítulo 03 Mercados regionais Capítulo 03 Mercados regionais As organizações decidem atuar no mercado global quando sabem que o crescimento externo será maior do que o interno. Nesse sentido, a China é um dos mercados para onde as

Leia mais

Integração produtiva e cooperação industrial: LEONARDO SANTANA

Integração produtiva e cooperação industrial: LEONARDO SANTANA Integração produtiva e cooperação industrial: a experiência da ABDI LEONARDO SANTANA Montevidéu, 15 de julho de 2009 Roteiro da Apresentação 1. Política de Desenvolvimento Produtivo PDP 2. Integração Produtiva

Leia mais

Geografia: ROCHA Globalização A globalização é a mundialização da economia capitalista que forma o aumento do processo de interdependência entre governos, empresas e movimentos sociais. Globalização Origens

Leia mais

2015 Global Feed Survey

2015 Global Feed Survey 2015 Global Feed Survey 2015 RESULTADOS DA PESQUISA RESUMO EXECUTIVO 2015 é o quarto ano consecutivo que a Alltech realiza a pesquisa global sobre rações. Este empreendimento exige uma quantidade significativa

Leia mais

TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND

TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND julho/2012 Case de Sucesso TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND Para publicar um case no Portal IT4CIO, entre em contato pelo e-mail comunicacao@it4cio.com. PERFIL Terra é parte da Telefônica

Leia mais

Introdução. Um 2013 difícil

Introdução. Um 2013 difícil Aetecno MBA Blogs Revista Rankings Últimas Notícias Contato Login H O M E I N T R O D U Ç Ã O R A N K I N G D A S 5 0 0 S E T O R E S A N Á L I S E E R A N K I N G S M E T O D O L O G I A Introdução Home

Leia mais

BLOCOS ECONÔMICOS. O Comércio multilateral e os blocos regionais

BLOCOS ECONÔMICOS. O Comércio multilateral e os blocos regionais BLOCOS ECONÔMICOS O Comércio multilateral e os blocos regionais A formação de Blocos Econômicos se tornou essencial para o fortalecimento e expansão econômica no mundo globalizado. Quais os principais

Leia mais

Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA

Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA June 2002 Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA No início de 2002, a International Planning and Research Corporation (IPR)

Leia mais

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - FIESP

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - FIESP FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - FIESP CONSELHO SUPERIOR DE COMÉRCIO EXTERIOR DA FIESP - COSCEX PALESTRA AS DIFICULDADES DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO NA ARGENTINA, VENEZUELA, EUA E

Leia mais

e-readiness na América Latina

e-readiness na América Latina sobre as condições para o crescimento do e-commerce na região na América Latina A região melhorou em 47,6% suas condições para o desenvolvimento do comércio eletrônico nos últimos quatro anos. Entretanto,

Leia mais

Geografia Econômica Mundial. Organização da Aula. Aula 4. Blocos Econômicos. Contextualização. Instrumentalização. Tipologias de blocos econômicos

Geografia Econômica Mundial. Organização da Aula. Aula 4. Blocos Econômicos. Contextualização. Instrumentalização. Tipologias de blocos econômicos Geografia Econômica Mundial Aula 4 Prof. Me. Diogo Labiak Neves Organização da Aula Tipologias de blocos econômicos Exemplos de blocos econômicos Algumas características básicas Blocos Econômicos Contextualização

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Março/2013 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População ocupada 06. PIB Mundial 07. PIB per capita Mundial 08. Exportação Mundial

Leia mais

Panorama do Setor Exportador Brasileiro de Sementes Forrageiras: um Estudo Exploratório

Panorama do Setor Exportador Brasileiro de Sementes Forrageiras: um Estudo Exploratório Panorama do Setor Exportador Brasileiro de Sementes Forrageiras: um Estudo Exploratório Juliano Merlotto Mestre em Administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade

Leia mais

Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015

Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015 Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015 1. O que é o Programa de Incentivo para Fundos de Investimento na América Latina? O

Leia mais

Programas Sociais. A recente experiência paulistana

Programas Sociais. A recente experiência paulistana Programas Sociais A recente experiência paulistana Mapa da fome no Brasil na década de 1950 Fonte: Banco Central do Brasil Fonte: CASTRO, Josué. Geografia da Fome. São Paulo: Brasiliense, 1957 10.000 9.000

Leia mais

O mercado de PPPs na visão do Setor Privado. Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP

O mercado de PPPs na visão do Setor Privado. Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP O mercado de PPPs na visão do Setor Privado Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP OS AGENTES PRIVADOS DO MERCADO DE PPPS Principais Players do Setor

Leia mais

Perfil Exportador do Setor Brasileiro de Calçados de Couro

Perfil Exportador do Setor Brasileiro de Calçados de Couro Perfil Exportador do Setor Brasileiro de Calçados de Couro 2013 Apex-Brasil Maurício Borges PRESIDENTE José Ricardo Santana DIRETOR DE NEGÓCIOS Tatiana Martins Porto DIRETORA DE GESTÃO CORPORATIVA Marcos

Leia mais

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013 BRIEF INSTITUCIONAL 2013 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

3.2 Madeira e Móveis. Diagnóstico

3.2 Madeira e Móveis. Diagnóstico 3.2 Madeira e Móveis Diagnóstico Durante a década de 90, a cadeia produtiva de madeira e móveis sofreu grandes transformações em todo o mundo com conseqüentes ganhos de produtividade, a partir da introdução

Leia mais

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DO CAPÍTULO 71 DA NCM. Por Principais Países de Destino. Janeiro - Dezembro. Bijuterias

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DO CAPÍTULO 71 DA NCM. Por Principais Países de Destino. Janeiro - Dezembro. Bijuterias Bijuterias Principais Países 2010 2011 2012 2013 2014 US$ mil 2014/ 2013 Estados Unidos 5.667 3.828 2.668 3.491 5.006 43 Colômbia 407 800 748 1.112 993-11 França 1.085 931 910 998 969-3 Argentina 2.112

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

NOTA SOBRE O COMÉRCIO EXTERIOR NA AMÉRICA DO SUL

NOTA SOBRE O COMÉRCIO EXTERIOR NA AMÉRICA DO SUL fevereiro 2010 NOTA SOBRE O COMÉRCIO EXTERIOR NA AMÉRICA DO SUL Paulo Roberto Delgado * Gracia Maria Viecelli Besen* Na presente década, verificou-se forte expansão do comércio externo nos países da América

Leia mais

Ingressos de Turistas Internacionais no RS por via de acesso

Ingressos de Turistas Internacionais no RS por via de acesso Anuário Estatístico de Turismo 2015 ano base 2014* *Publicado em 08/07/2015, pelo Ministério do Turismo. A publicação apresenta uma compilação de informações anuais relativas ao comportamento de diversos

Leia mais

Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul. Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015

Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul. Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015 Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015 Vantagens e oportunidades da Argentina Alguns dados estruturais Com mais

Leia mais

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS 1º. Semestre 2013 O Google Analytics é um serviço gratuito oferecido pelo Google que permite analisar as estatísticas de visitação de um site. Este é o primeiro

Leia mais

Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro

Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro Como a Copa do Mundo 214 vai movimentar o Turismo Brasileiro 9 dias O estudo As empresas Principais conclusões a 9 dias da Copa 1 principais emissores 1 Desempenho das cidades-sede Chegadas internacionais

Leia mais

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA EXPO HISPÂNICA 2016 2ª EDIÇÃO NO MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA. Auditório e Sala de Exposições da Bibioteca Victor Civita

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA EXPO HISPÂNICA 2016 2ª EDIÇÃO NO MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA. Auditório e Sala de Exposições da Bibioteca Victor Civita PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA EXPO HISPÂNICA 2016 2ª EDIÇÃO NO MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA Auditório e Sala de Exposições da Bibioteca Victor Civita De 05 a 09 de Setembro (das 08:00 às 22:00 de Segunda a Sexta):

Leia mais

7 ECONOMIA MUNDIAL. ipea

7 ECONOMIA MUNDIAL. ipea 7 ECONOMIA MUNDIAL QUADRO GERAL O cenário econômico mundial não apresentou novidades importantes nos primeiros meses de 2013, mantendo, em linhas gerais, as tendências observadas ao longo do ano passado.

Leia mais

Financiamentos à exportação 2003-2015

Financiamentos à exportação 2003-2015 Financiamentos à exportação 2003-2015 BNDES participa de política de Estado Sistema brasileiro de apoio às exportações Conselho de Ministros Comitê Operacional Seguro de crédito à exportação Financiamento

Leia mais

RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2009 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC)

RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2009 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2009 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) Referências ao Brasil 1 Consumo de opiáceos 2 A maior população de usuários de opiáceos (ópio, heroína,

Leia mais

AVII 8º ANO Globalização Qual é a mais próxima da realidade? Como será o futuro? Escola do futuro de 1910 Cidade-prédio de 1895 A era das redes aumentou ou diminuiu o tamanho do mundo?

Leia mais

UNASUL Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

UNASUL Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC UNASUL Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Agosto

Leia mais

DOCUMENTO DE TRABALHO

DOCUMENTO DE TRABALHO ASAMBLEA PARLAMENTARIA EURO-LATINOAMERICANA EURO-LATIN AMERICAN PARLIAMENTARY ASSEMBLY ASSEMBLEIA PARLAMENTAR EURO-LATINO-AMERICANA ASSEMBLÉE PARLEMENTAIRE EURO-LATINO- AMÉRICAINE PARLAMENTARISCHE VERSAMMLUNG

Leia mais

CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS Iervolino, Fernando 1 RESUMO Nos últimos dez anos a indústria automobilística no Brasil passou por um período de forte

Leia mais

LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento

LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento A BASE DA PIRÂMIDE É DIFERENTE MUNDIALMENTE POR REGIÃO, POR SETOR MAS SEMPRE UM MERCADO ENORME UMA GRANDE OPORTUNIDADE Na América Latina há cerca de 400

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. TERRA NETWORKS APERFEIÇOA FERRAMENTA DE BI PARA O AUTOCONHECIMENTO DE SEUS NEGÓCIOS

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. TERRA NETWORKS APERFEIÇOA FERRAMENTA DE BI PARA O AUTOCONHECIMENTO DE SEUS NEGÓCIOS Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. TERRA NETWORKS APERFEIÇOA FERRAMENTA DE BI PARA O AUTOCONHECIMENTO DE SEUS NEGÓCIOS Perfil Terra é parte da Telefônica Digital, braço da Telefônica

Leia mais

Cooperativismo de Crédito no mundo

Cooperativismo de Crédito no mundo Cooperativismo de Crédito no mundo Dr. Matthias Arzbach DGRV São Paulo marzbach@dgrv.org Brasília DF 17 Junho 2008 A experiência da Europa Bancos Cooperativos na Europa -Parceiros financeiros para a economia

Leia mais

CONTEXTO & PERSPECTIVA Boletim de Análise Conjuntural do Mercado de Flores e Plantas Ornamentais no Brasil Março 2011

CONTEXTO & PERSPECTIVA Boletim de Análise Conjuntural do Mercado de Flores e Plantas Ornamentais no Brasil Março 2011 CONTEXTO & PERSPECTIVA Boletim de Análise Conjuntural do Mercado de Flores e Plantas Ornamentais no Brasil Março 2011 2010: BALANÇO DO COMÉRCIO EXTERIOR DA FLORICULTURA BRASILEIRA Antonio Hélio Junqueira

Leia mais

Associação Latino-Americana de Integração Comércio Exterior

Associação Latino-Americana de Integração Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC Associação Latino-Americana de Integração Comércio Exterior Outubro

Leia mais

Informativo SAI. 21 de junho

Informativo SAI. 21 de junho 21 de junho Informativo SAI 2012 Informativo com notícias sobre avaliação e regulação extraídas da mídia e de sítios eletrônicos de entidades da área educacional. Volume 13 Com 65 universidades, Brasil

Leia mais

Aula 09 BLOCOS ECONÔMICOS. Bortoto et all. (2007) afirma que

Aula 09 BLOCOS ECONÔMICOS. Bortoto et all. (2007) afirma que Aula 09 BLOCOS ECONÔMICOS Bortoto et all. (2007) afirma que A tendência mundial de formação dos blocos econômicos integra uma nova divisão internacional do mercado dentro de uma perspectiva globalizada,

Leia mais

Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009

Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009 Perspectivas Futuras e Evolução do Mercado de Biocombustíveis no Brasil e no Mundo Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009 Prof.

Leia mais

Panorama Econômico e Político da América Latina -Por que a região vai tão bem

Panorama Econômico e Político da América Latina -Por que a região vai tão bem Panorama Econômico e Político da América Latina -Por que a região vai tão bem economicamente? Thomas J Trebat Centro de Estudos Brasileiros Columbia University Junho de 2011 Uma visão mais favorável sobre

Leia mais

Serviços universitários Projetos académicos. 18,3 milhões de

Serviços universitários Projetos académicos. 18,3 milhões de Informação global / Primeiro semestre 2015 Serviços universitários Projetos académicos 1.345 universidades 23 países da Ibero-américa 18,3 milhões de professores e estudantes universitários 1Andorra 83Argentina

Leia mais

$*5,&8/785$ A CULTURA DO MAMÃO: DESEMPENHO NO PERÍODO 1961-2002* Tagore Villarim de Siqueira**

$*5,&8/785$ A CULTURA DO MAMÃO: DESEMPENHO NO PERÍODO 1961-2002* Tagore Villarim de Siqueira** A CULTURA DO MAMÃO: DESEMPENHO NO PERÍODO 1961-2002* Tagore Villarim de Siqueira** * As principais fontes dos dados utilizados neste trabalho foram FAO, para produção mundial e comércio exterior de mamão

Leia mais

Palestra: A gestão comunitária do saneamento rural na América Latina e Caribe (ALC)

Palestra: A gestão comunitária do saneamento rural na América Latina e Caribe (ALC) IV SEMINÁRIO DE ENGENHARIA DE SAÚDE PÚBLICA Desenvolvimento Sustentável, Demandas Contemporâneas e Responsabilidade Socioambiental 18 a 22 de março de 2013, Belo Horizonte - MG Fundação Nacional de Saúde

Leia mais

INSERÇÃO DO BRASIL NO COMÉRCIO INTERNACIONAL AGRÍCOLA E EXPANSÃO DOS FLUXOS COMERCIAIS SUL-SUL Mário Jales *

INSERÇÃO DO BRASIL NO COMÉRCIO INTERNACIONAL AGRÍCOLA E EXPANSÃO DOS FLUXOS COMERCIAIS SUL-SUL Mário Jales * Instituto de Estudos do Comércio e Negociações Internacionais Institute for International Trade Negotiations INSERÇÃO DO BRASIL NO COMÉRCIO INTERNACIONAL AGRÍCOLA E EXPANSÃO DOS FLUXOS COMERCIAIS SUL-SUL

Leia mais

Departamento de Negociações Internacionais

Departamento de Negociações Internacionais Departamento de Negociações Internacionais O Setor de Bens de Capital Mecânico e as Negociações Comerciais Apresentação do Estudo Consultoria ECOSTRAT 14 de setembro de 2006 Consultores da Ecostrat Apresentação

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes A independência foi o processo político e militar que afetou todas as regiões situadas entre os vicereinados da Nova Espanha e do Rio da

Leia mais

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC Categorias / Products:, INDUSTRIALIZADA / PROCESSED,,, 1 de 16 2000 1999 %(2000x1999) Janeiro / January US$ (000) US$/Ton 25.537 9.793 2.608 15.392 4.375 3.518 66% 124% -26% INDUSTRIALIZADA / PROCESSED

Leia mais

DOIS MUNDOS EM UM PLANETA

DOIS MUNDOS EM UM PLANETA DOIS MUNDOS EM UM PLANETA 9. Fluxos Financeiros. 10. Comércio Mundial. 11. Empresas Transnacionais. Geografia em Mapas (pgs. 04 e 05 e 10) 9º ANO 1º BIMESTRE - TU 902 AULA 5 INTRODUÇÃO Recordando Aula

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL AGÊNCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL AGÊNCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA AGÊNCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA SEGURANÇA GERAL E SEGURANÇA PÚBLICA: AÇÕES PREVENTIVAS E REPRESSIVAS Brasília, 17 de agosto de 2011 SUMÁRIO 1. SISTEMA BRASILEIRO DE INTELIGÊNCIA 2. AGÊNCIA BRASILEIRA

Leia mais

TECNOLOGIA E SOLUÇÕES PARA MELHOR EFICIÊNCIA NA GERAÇÃO DE ENERGIA STAB - 2012 CICLO A VAPOR COM AQUECIMENTO REGENERATIVO

TECNOLOGIA E SOLUÇÕES PARA MELHOR EFICIÊNCIA NA GERAÇÃO DE ENERGIA STAB - 2012 CICLO A VAPOR COM AQUECIMENTO REGENERATIVO TECNOLOGIA E SOLUÇÕES PARA MELHOR EFICIÊNCIA NA GERAÇÃO DE ENERGIA STAB - 2012 CICLO A VAPOR COM AQUECIMENTO REGENERATIVO 24 e 25 Outubro de 2012 Ribeirão Preto SP PROGRAMA Histórico, níveis de operação

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2015

Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Volume 42 Ano base 2014 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2013-2014

Leia mais

PUCRS -REGINP -ANPROTEC. Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia

PUCRS -REGINP -ANPROTEC. Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia PUCRS -REGINP -ANPROTEC Experiência da Braskem Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas Porto Alegre, 26 Out 2011 AGENDA A BRASKEM

Leia mais

Criminalidade no Brasil

Criminalidade no Brasil Criminalidade no Brasil Instituto Avante Brasil Diretor- Presidente: Luiz Flávio Gomes Coordenação e elaboração de pesquisa: Flávia Mestriner Botelho De acordo com um levantamento realizado pelo Instituto

Leia mais

Breve descripción del mercado. Estadísticas de importación

Breve descripción del mercado. Estadísticas de importación Breve descripción del mercado Estadísticas de importación Mercaderia: 6307.90.90 - OTROS ARTEFATOS TEXTILES CONFECCIONADOS Importación de SANTA CATARINA 1º Detallamiento: País 2º Detallamiento: Peso Neto

Leia mais

NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES

NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES MSc.RICARDO LOZANO PANORAMA DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS US$ bilhões Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Exportações Brasileiras 256 243 198

Leia mais

SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA

SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA Case vencedor do VII Prêmio ANATEC na categoria B2B Serviços BANCA ASSINATURA CUSTOMIZADA PORTFÓLIO A maior provedora de conteúdo de economia, negócios e finanças da América

Leia mais

Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO

Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO Problemas relacionados ao sequestro de crianças (Sistema jurídico de cada país e a Convenção de Haia) Ministério dos Negócios

Leia mais

Números Significativos: Certificados emitidos

Números Significativos: Certificados emitidos Números Significativos: Certificados emitidos Qualidade: 24.672 ISO 9000 523 ISO/TS 16949 86 EN 9100 MEIO AMBIENTE: 5.923 ISO 14000 99 Cadeia de Custodia madeira 553 EMAS 1.069.038,29 Ha Gestão Florestal

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS. Tema Princípios de conduta, de igualdade e equidade

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS. Tema Princípios de conduta, de igualdade e equidade 1 de 5 Princípios de conduta, de igualdade e equidade OBJECTIVO: Assumir condutas adequadas às instituições e aos princípios de lealdade comunitária. 1 No seu relacionamento social como se posiciona face

Leia mais

Global Index Innovation 2015 Highlights

Global Index Innovation 2015 Highlights Global Index Innovation 2015 Highlights 141 países avaliados. Brasil: 70º lugar geral em 2015 (61º lugar em 2014). - 1º lugar: Suíça - 2º lugar: Reino Unido - 3º lugar: Suécia Top Performers Renda Alta

Leia mais