MOSAICO DE ÁREAS PROTEGIDAS DO EXTREMO SUL DA BAHIA - MAPES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MOSAICO DE ÁREAS PROTEGIDAS DO EXTREMO SUL DA BAHIA - MAPES"

Transcrição

1 MOSAICO DE ÁREAS PROTEGIDAS DO EXTREMO SUL DA BAHIA - MAPES ACADEBIO Agosto de 2012 Suiane Benevides Marinho Brasil /RVS Rio dos Frades / Sec. Executiva do COMAPES

2 EXTEMO SUL DA BAHIA

3 CORREDOR CENTRAL DA MATA ATLÂNTICA Áreas de importância biológica Objetivo interligar remanescente florestais e áreas protegidas manutenção e restauração dos ecossistemas e redução dos fragmentos florestais e permitir a sobrevivência das espécies Mini-corredores Pau Brasil Monte Pascoal Descobrimento Monte Pascoal Marinho (Banco dos Abrolhos) Porto Seguro Cabrália (CEPOC)

4 Histórico Iniciam conversas, mobilizações e encontros para possíveis trabalhos em Mosaico Oficinas 23 instituições representadas Encontros Projeto Implementação da gestão em Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul da Bahia FNMA Executora: Flora Brasil Início da execução em janeiro de 2007 Reuniões envolvendo os gestores, ONG, lideranças indígenas

5 Resultados do Projeto Reuniões Conselho Gestor Conselho Pró Mosaico discussão dos objetivos, composição do Mosaico e sua área de abrangência, composição do Conselho Gestor, ações integradas, mobilização para entrada das demais AP's Jornais do Mosaico Plano de Comunicação Monitoramento da cobertura florestal Oficina de Integração Reunião com todas as TI's, comunidades indígena e FUNAI sobre o Mosaico

6 Monitoramento da cobertura florestal do MAPES

7 Monitoramento da cobertura florestal do MAPES

8 Monitoramento da cobertura florestal do MAPES Aumento da monocultura do eucalipto

9 Comunicação e divulgação do MAPES

10 Jornal-do-Mosaico-Quarta-Edicao/

11 Portaria N - 492, de 17 de dezembro de A MINISTRA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso das atribuições que lhe confere o inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal, e Considerando o disposto na Lei n 9.985, de 18 de julho de 2000, e nos artigos 8º ao 11 e 17 ao 20 do Decreto n 4.340, de 22 de agosto de 2002; Considerando a importância da gestão integrada e participativa das unidades de conservação, resolve: Art. 1º Reconhecer o Mosaico do Extremo Sul da Bahia, abrangendo as seguintes áreas e suas respectivas zonas de amortecimento, localizadas no Estado da Bahia:...

12 Portaria N - 492, de 17/12/2010. I - sob a gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio: a) Parque Nacional Pau Brasil; b) Parque Nacional Monte Pascoal; c) Parque Nacional do Descobrimento; d) Reserva Extrativista Marinha do Corumbau; e) Refúgio de Vida Silvestre Rio dos Frades; II - sob a gestão da Secretaria Estadual do Meio Ambiente: a) Área de Proteção Ambiental de Caraíva-Trancoso; b) Área de Proteção Ambiental Coroa Vermelha; III - sob a gestão da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Porto Seguro (BA): a) Parque Municipal Marinho do Recife de Fora; IV - sob a gestão dos proprietários de Reservas Particulares do Patrimônio Natural - RPPN's federais: a) Reserva Particular do Patrimônio Natural Veracel; b) Reserva Particular do Patrimônio Natural Mamona; c) Reserva Particular do Patrimônio Natural Carroula; d) Reserva Particular do Patrimônio Natural Rio Jardim.

13 UC inseridas na portaria do MAPES

14 Quem queremos ser. Inserir as Terras Indígenas -Espaços protegidos que interligam as UC e compõem o espaço. -O envolvimento que existe de representantes indígena no COMAPES - Conflitos territoriais Novas RPPN

15 OBJETIVOS DO COMAPES Fortalecer e integrar as áreas protegidas do Extremo Sul da Bahia, através de gestão integrada; contribuir para a formação e fortalecimento de mini-corredores e promover o resgate da sociodiversidade do território, assim fortalecendo a sua identidade cultural formada por: Pataxó, agricultores familiares e pescadores artesanais.

16 MISSÃO DO COMAPES Ampliar a Integração dos Diferentes Atores para Garantir a Sustentabilidade do Território do Mosaico de Áreas Protegidas do Extremos Sul da Bahia.

17 Foto do Arquivo RVS Rio dos Frades

18 Foto do Arquivo RVS Rio dos Frades

19 Foto do Arquivo RVS Rio dos Frades

20 Conselho Consultivo do Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul da Bahia - COMAPES

21 Composição do Conselho na Portaria ÁREA PROTEGIDA - 3 RPPN - 5 UCs Federais - 2 Estaduais - 1 Municipal OUTROS SETORES - 4 Representantes Indígenas - 1 CEPLAC - 3 Associações de classes - 1 Ensino/Pesquisa - 3 ONG Socioambiental 23 assentos

22 Composição do Conselho Gestor ÁREA PROTEGIDA - 4 Representantes Indígenas - 3 RPPN - 5 UCs Federais - 1 IPHAN - 1 CEPLAC - 2 Estaduais - 2 Municipais 33 assentos OUTROS SETORES - 1 Governo Federal - 1 Governo Estadual - 3 Governo Municipal - 1 Setor Empresarial - 1 Setor Agropecuário - 2 Setor de Pesca Artesanal - 2 Setor de Agricultura Familiar - 1 Setor de Turismo - 1 Ensino/Pesquisa - 3 ONG Socioambiental

23 Funcionamento Executiva : Presidência Secretaria Executiva Câmaras técnicas Criadas 3 CT: Mobilização, Articulação e Educação Ambiental Monitoria do Funcionamento do COMAPES Proteção GT de acompanhamento da cobertura vegetal Reuniões trimestrais (itinerante)

24 Grupo de Onde participam os gestores, a sociedade, os representantes governamentais e indivíduos que foram envolvidos nos processos de reconhecimento e do funcionamento.

25 Comunicação e divulgação do MAPES

26 Planejamento No âmbito do Projeto pelo FNMA / executora Flora Brasil e Planejamento para mobilização e articulação com os representantes do mosaico; discussão das dificuldades territoriais, definição de missão, objetivos, identidade territorial e portaria (5 Anos) Planejamento estratégico visando a gestão do território e das Áreas Protegidas, funcionamento do conselho e comunicação, sustentabilidade e recurso financeiro.

27 Ações realizadas em 2012 Reunião com as comunidades indígenas e pescadores que fazem parte do COMAPES GAMBÁ Oficina de capacitação dos conselheiros do COMAPES Apoio GAMBÁ, CI-Brasil, GIZ e RPPN Veracel Discussão da nova portaria do MAPES Fotos do Arquivo MAPES

28 Discutimos na Oficina de capacitação dos conselheiros do COMAPES MOTIVO DA UNIÃO: Proteção da rica biodiversidade da Mata Atlântica e do modo de vida das comunidades tradicionais do Mosaico Extremo Sul da Bahia. INIMIGO COMUM: Ocupação desordenada. DESAFIO: Juntar forças para aumentar a conexão das áreas protegidas. EXECUÇÃO DO PLANEJAMENTO 2012

29

30

31

32 Além de espaços definidos somos pessoas, experiências vividas e cultura. Fotos do Arquivo MAPES

33 Desafios Comunicação Comunidades (indígenas, pescadores, produtores rurais etc.) do MAPES Entre o COMAPES Fazer ações integradas Gestão das áreas de interstícios (entre as AP) Inclusão das TI, sensibilização das comunidades e lideranças Falta de recurso financeiro (projetos) para as reuniões, capacitações, diagnósticos, realização de atividades integradas etc. Motivação dos conselheiros

34 Contatos Presidência do COMAPES: Presidente - Ronaldo Oliveira / RESEX Corumbau/ ICMBio- (73) ; Vice-presidente Raquel Miguel / PN Pau Brasil / ICMBio Secretaria Executiva do COMAPES Suiane Marinho / RVS Rio dos Frades / ICMBio (73)

35 Fotos do Arquivo do RVS Rio dos Frades Refúgio de Vida Silvestre do Rio dos Frades Obrigada!

Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Experiências e Aspectos Conceituais. Clayton F. Lino - Maio/ 2009

Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Experiências e Aspectos Conceituais. Clayton F. Lino - Maio/ 2009 Mosaicos de Áreas Protegidas na Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Experiências e Aspectos Conceituais Clayton F. Lino - Maio/ 2009 SNUC MOSAICOS LEI FEDERAL Nº 9.985-00 Art. 26. Quando existir um conjunto

Leia mais

Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Experiência em Gestão Territorial

Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Experiência em Gestão Territorial Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Experiência em Gestão Territorial João Albuquerque - Outubro/ 2009 Reservas da Biosfera-A escala dos Biomas Art. 41. A Reserva da Biosfera é um modelo, adotado internacionalmente,

Leia mais

PROJETO DE CRIAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA DE ÁREAS PROTEGIDAS NO SUL DA BAHIA

PROJETO DE CRIAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA DE ÁREAS PROTEGIDAS NO SUL DA BAHIA PROJETO DE CRIAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA DE ÁREAS PROTEGIDAS NO SUL DA BAHIA OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO PARA O FORTALECIMENTO DO COMAPES Projeto de Criação e Gestão Integrada de Áreas Protegidas no Sul da

Leia mais

Projeto Corredores Ecológicos: Corredor Central da Mata Atlântica Unidade de Coordenação Estadual Espírito Santo

Projeto Corredores Ecológicos: Corredor Central da Mata Atlântica Unidade de Coordenação Estadual Espírito Santo Conectando pessoas e florestas Projeto Corredores Ecológicos: Corredor Central da Mata Atlântica ti Unidade de Coordenação Estadual Espírito Santo Objetivos PCE 1. Objetivo Geral: Demonstrar a viabilidade

Leia mais

Mosaicos de áreas protegidas. Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional

Mosaicos de áreas protegidas. Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional Mosaicos de áreas protegidas Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional Curso Introdução a Gestão de UCs Rio Branco, junho 2008 SNUC Art. 26. Quando existir um conjunto de unidades

Leia mais

ICKBio MMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE

ICKBio MMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE ICKBio INSTRUÇÃO NORMATIVA No- 11, DE 8 DE JUNHO DE 2010 Disciplina as diretrizes, normas e procedimentos para a formação e funcionamento de Conselhos Consultivos em unidades de conservação federais. O

Leia mais

Projeto de Fortalecimento e Intercâmbio de Mosaicos de Áreas Protegidas na Mata Atlântica

Projeto de Fortalecimento e Intercâmbio de Mosaicos de Áreas Protegidas na Mata Atlântica Documento de referência RBMA: Subsídios para Marco Regulatório de Mosaicos de Áreas Protegidas versão 1.0 agosto 2009 I Definição e base conceitual: 1 Os mosaicos foram definidos no SNUC a partir de: LEI

Leia mais

Reserva da Biosfera da Amazônia Central

Reserva da Biosfera da Amazônia Central Reserva da Biosfera da Amazônia Central Estudo de caso da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã Seminário Internacional sobre Mineração e Sustentabilidade Socioambiental em Reservas da Biosfera

Leia mais

Mosaico Litoral Sul de São Paulo e Litoral do Paraná MOSAICO LAGAMAR

Mosaico Litoral Sul de São Paulo e Litoral do Paraná MOSAICO LAGAMAR Curso de Gestão Mosaicos Acadebio, Iperó/SP, 15 de agosto de 2012 Mosaico Litoral Sul de São Paulo e Litoral do Paraná MOSAICO LAGAMAR Aroldo Correa da Fonseca Chefe da Estação Ecológica de Guaraqueçaba

Leia mais

MOSAICOS DE UNIDADES DE CONSERVACÃO E ÄREAS PROTEGIDAS- INTRODUÇÃO

MOSAICOS DE UNIDADES DE CONSERVACÃO E ÄREAS PROTEGIDAS- INTRODUÇÃO MOSAICOS DE UNIDADES DE CONSERVACÃO E ÄREAS PROTEGIDAS- INTRODUÇÃO O Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza SNUC - lei n 9.985/2000 traz a figura organizacional Mosaico, no cap. IV art.

Leia mais

Diálogo com a Comunidade. Um balanço das ações sustentáveis

Diálogo com a Comunidade. Um balanço das ações sustentáveis Diálogo com a Comunidade Um balanço das ações sustentáveis Veracel Celulose É uma empresa 100% baiana, presente em dez municípios do Extremo Sul do estado: Eunápolis, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália,

Leia mais

Bioindicadores Ambientais (BAM36AM) Sistema Nacional de Unidades de Conservação

Bioindicadores Ambientais (BAM36AM) Sistema Nacional de Unidades de Conservação Bioindicadores Ambientais (BAM36AM) Sistema Nacional de Unidades de Conservação Unidades de Conservação SNUC Sistema Nacional de Unidades de Conservação Sistema Nacional de Unidades de Conservação Lei

Leia mais

SHS-381 Gestão de Áreas Protegidas. Prof. Victor E. L. Ranieri. Aula 2

SHS-381 Gestão de Áreas Protegidas. Prof. Victor E. L. Ranieri. Aula 2 SHS-381 Gestão de Áreas Protegidas Prof. Victor E. L. Ranieri Aula 2 Aula passada... Perda da biodiversidade é um macro problema de âmbito global. Muitos instrumentos podem ser usados para atacar este

Leia mais

Curso de Especialização de Gestão Pública e Meio Ambiente. Disciplina de Legislação Ambiental. Professora Cibele Rosa Gracioli

Curso de Especialização de Gestão Pública e Meio Ambiente. Disciplina de Legislação Ambiental. Professora Cibele Rosa Gracioli Curso de Especialização de Gestão Pública e Meio Ambiente Disciplina de Legislação Ambiental Professora Cibele Rosa Gracioli SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA - SNUC Lei 9.985 de

Leia mais

Construção e Execução do Plano de Desenvolvimento Territorial com Base Conservacionista do MOSAICO SERTÃO VEREDAS PERUAÇU

Construção e Execução do Plano de Desenvolvimento Territorial com Base Conservacionista do MOSAICO SERTÃO VEREDAS PERUAÇU Construção e Execução do Plano de Desenvolvimento Territorial com Base Conservacionista do MOSAICO SERTÃO VEREDAS PERUAÇU ACADEBIO - Agosto de 2012. Cesar Victor do Espírito Santo Desenvolvimento Territorial

Leia mais

Legislação Pesqueira e Ambiental. Prof.: Thiago Pereira Alves

Legislação Pesqueira e Ambiental. Prof.: Thiago Pereira Alves Técnico em Aquicultura Legislação Pesqueira e Ambiental Prof.: Thiago Pereira Alves SNUC Conceito É o conjunto organizado de unidades de conservação protegidas (federais, estaduais, municipais) que, planejado,

Leia mais

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO UNIDADES DE CONSERVAÇÃO LINHA DO TEMPO - PRINCIPAIS MARCOS 1992 ECO-92, RIO DE JANEIRO, BRASIL. INSTITUIÇÃO DE CONVENÇÕES, NO ÂMBITO DA ONU: CONVENÇÃO DA DIVERSIDADE BIOLÓGICA CDB; CONVENÇÃO DE MUDANÇAS

Leia mais

Semana da. Ma a Atlântica. Programação

Semana da. Ma a Atlântica. Programação Programação Seja bem-vindo à Semana da Mata, com o tema: Biodiversidade e Mudança do Clima na Mata. Nesse evento serão discutidas lições aprendidas e perspectivas de ações de conservação e recuperação

Leia mais

FICHA PROJETO - nº364-ma

FICHA PROJETO - nº364-ma FICHA PROJETO - nº364-ma Mata Atlântica Linha Nacional 1) TÍTULO: Capacitação em gestão participativa de Unidades de Conservação na Mata Atlântica do Nordeste 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Estados

Leia mais

Diretrizes i para formação e. mosaicos na Amazônia

Diretrizes i para formação e. mosaicos na Amazônia Diretrizes i para formação e implementação de mosaicos na Amazônia Márcia Lederman (GTZ): marcialederman@yahoo.com.br Marcos Pinheiro (WWF-Brasil): marcos@wwf.org.br Mosaico de Unidades de Conservação

Leia mais

FORTALECIMENTO DOS MOSAICOS DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO CORREDOR DA SERRA DO MAR

FORTALECIMENTO DOS MOSAICOS DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO CORREDOR DA SERRA DO MAR FORTALECIMENTO DOS MOSAICOS DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO CORREDOR DA SERRA DO MAR PROJETO DE APOIO AO RECONHECIMENTO E IMPLEMENTAÇÃO DO MOSAICO MICO-LEÃO-DOURADO 6º RELATÓRIO TÉCNICO Projeto CPFY 10/001

Leia mais

CAPÍTULO 4 UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

CAPÍTULO 4 UNIDADES DE CONSERVAÇÃO CAPÍTULO 4 UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Na área dos municípios de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, existem as seguintes unidades de conservação (Anexo II): Parque Nacional de Monte Pascoal Parque Nacional

Leia mais

Mobilização, formação e capacitação do novo conselho consultivo do ParNa Pau Brasil, com ênfase no planejamento de comunicação

Mobilização, formação e capacitação do novo conselho consultivo do ParNa Pau Brasil, com ênfase no planejamento de comunicação Mobilização, formação e capacitação do novo conselho consultivo do ParNa Pau Brasil, com ênfase no planejamento de comunicação Abril a junho de 2.010 Pauta reunião 28 de junho 9h/10h - Resumo da mobilização

Leia mais

Conflitos Territoriais e Mosaicos de Áreas Protegidas

Conflitos Territoriais e Mosaicos de Áreas Protegidas Conflitos Territoriais e Mosaicos de Áreas Protegidas 2 Curso de Gestão de Mosaicos de Áreas Protegidas Acadebio, 15 de agosto de 2012 Terras Indígenas Unidades de Conservação Territórios Quilombolas Territórios

Leia mais

ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL PARA O FORTALECIMENTO DAS RPPNs

ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL PARA O FORTALECIMENTO DAS RPPNs ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL PARA O FORTALECIMENTO DAS RPPNs Laércio Machado de Sousa Associação de Proprietários de Reservas Particulares do Patrimônio Natural do Mato Grosso do Sul (REPAMS) e Confederação

Leia mais

RESERVA DA BIOSFERA DA MATA ATLÂNTICA. Projeto : APOIO `A CRIACAO DE MOSAICOS

RESERVA DA BIOSFERA DA MATA ATLÂNTICA. Projeto : APOIO `A CRIACAO DE MOSAICOS RESERVA DA BIOSFERA DA MATA ATLÂNTICA Projeto : APOIO `A CRIACAO DE MOSAICOS NA SERRA DO MAR Contrato: IA-RBMA /CEPF 2005/2006 O MaB e as Reservas da Biosfera no Brasil 1991 (1992, 1993, 2000, 2002) RB

Leia mais

Regularização Fundiária de Unidades de Conservação Federais

Regularização Fundiária de Unidades de Conservação Federais Programa 0499 Parques do Brasil Objetivo Ampliar a conservação, no local, dos recursos genéticos e o manejo sustentável dos parques e áreas de proteção ambiental. Indicador(es) Taxa de proteção integral

Leia mais

Monitoramento de Biodiversidade. Por Paulo Henrique Bonavigo

Monitoramento de Biodiversidade. Por Paulo Henrique Bonavigo Monitoramento de Biodiversidade Por Paulo Henrique Bonavigo CDB Convenção da Diversidade Biológica (Eco 92). Metas de Aichi 2020. 5 objetivos estratégicos A. Tratar das causas fundamentais de perda de

Leia mais

ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) CENTROS DE PESQUISA (15)

ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) CENTROS DE PESQUISA (15) ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) CENTROS DE PESQUISA (15) ACADEBio (1) BASES AVANÇADAS DOS CENTROS (38) UNIDADES AVANÇADAS

Leia mais

Estratégia Nacional de Biodiversidade BRASIL. Braulio Dias DCBio/MMA

Estratégia Nacional de Biodiversidade BRASIL. Braulio Dias DCBio/MMA Estratégia Nacional de Biodiversidade BRASIL Braulio Dias DCBio/MMA 1. Realização de estudos estratégicos; 2. Definição de áreas e ações prioritárias para a conservação da biodiversidade brasileira; 3.

Leia mais

I Curso sobre Pagamentos por Serviços Ambientais Porto Seguro, 1 de junho de 2010. Chris Holvorcem Instituto BioAtlântica

I Curso sobre Pagamentos por Serviços Ambientais Porto Seguro, 1 de junho de 2010. Chris Holvorcem Instituto BioAtlântica I Curso sobre Pagamentos por Serviços Ambientais Porto Seguro, 1 de junho de 2010 Chris Holvorcem Instituto BioAtlântica Localização Corredor Central da Mata Atlântica Sítio do Patrimônio Mundial Natural

Leia mais

EIXO 02 Uso sustentável das áreas protegidas

EIXO 02 Uso sustentável das áreas protegidas EIXO 02 Uso sustentável das áreas protegidas 1 OBJETIVOS DA OFICINA 1. Apresentar a Estrutura da Agenda Regionais e das Agendas Municipais 2. Apresentar o Objetivo geral do Eixo 3. Apresentar as Diretrizes

Leia mais

Comunicação, Educação Ambiental e Gestão Participativa

Comunicação, Educação Ambiental e Gestão Participativa Comunicação, Educação Ambiental e Gestão Participativa Implementação de atividades de educomunicação socioambiental junto ao Parque Nacional do Pau Brasil Comunicação, Educação Ambiental e Gestão Participativa

Leia mais

Plataforma Ambiental para o Brasil

Plataforma Ambiental para o Brasil Plataforma Ambiental para o Brasil A Plataforma Ambiental para o Brasil é uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica e traz os princípios básicos e alguns dos temas que deverão ser enfrentados na próxima

Leia mais

O que é a Convenção de Ramsar? Convenção de Zonas Úmidas de Importância Internacional

O que é a Convenção de Ramsar? Convenção de Zonas Úmidas de Importância Internacional O que é a Convenção de Ramsar? Convenção de Zonas Úmidas de Importância Internacional (Ramsar, Irã, 1971) Missão: a conservação e o uso racional de todas as zonas úmidas por meio de ação local, regional

Leia mais

1 - CONTEXTO O Projeto Corredores Ecológicos, componente do Programa Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais Brasileiras tem como principal

1 - CONTEXTO O Projeto Corredores Ecológicos, componente do Programa Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais Brasileiras tem como principal MINISTÉRIO DO MEIO AMBENTE SECRETARIA EXECUTIVA PROGRAMA PILOTO PARA A PROTEÇÃO DAS FLORESTAS TROPICAIS BRASILEIRAS PROJETO CORREDORES ECOLÓGICOS SUB PROJETO CONSOLIDAÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA DOS ÓLEOS

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 045-MA

FICHA PROJETO - nº 045-MA FICHA PROJETO - nº 045-MA Mata Atlântica Grande Projeto 1) TÍTULO: Floresta Legal corredores florestais conectando habitats e envolvendo pessoas 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Silva Jardim, Rio Bonito,

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS SOCIOAMBIENTAL: Desenvolvimento Sustentável e Promoção de Direitos

PROGRAMA PETROBRAS SOCIOAMBIENTAL: Desenvolvimento Sustentável e Promoção de Direitos PROGRAMA PETROBRAS SOCIOAMBIENTAL: Desenvolvimento Sustentável e Promoção de Direitos Pra começo de conversa, um video... NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 3 ELABORAÇÃO DO NOVO

Leia mais

O programa brasileiro de unidades de conservação

O programa brasileiro de unidades de conservação O programa brasileiro de unidades de conservação MARINA SILVA Ministério do Meio Ambiente, Esplanada dos Ministérios, Brasília, Distrito Federal, Brasil. e-mail: marina.silva@mma.gov.br INTRODUÇÃO A Convenção

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO - SNUC

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO - SNUC - SNUC PREVISÃO LEGAL Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e àcoletividade

Leia mais

Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT

Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT Setembro/2013 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A CRIAÇÃO DE UNIDADE DE CONSERVAÇÃO 1. O que são unidades de conservação (UC)?

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA 1. Título: Coordenador do Projeto CMRV - Acre Local: Rio Branco, Acre 2. Introdução: TERMOS DE REFERÊNCIA Um sistema de monitoramento, relatoria e verificação (MRV) é um componente essencial para o desenvolvimento

Leia mais

Unidades de Conservação da Natureza

Unidades de Conservação da Natureza Unidades de Conservação da Natureza Emerson A. de Oliveira, MSc., Doutorando em Ciências Florestais/Conservação da Natureza - UFPR Técnico Especializado - DAP/SBF/MMA Rio do Sul - SC Julho, 2009 DEFINIÇÕES

Leia mais

Art. 6 o O SNUC será gerido pelos seguintes órgãos, com as respectivas atribuições:

Art. 6 o O SNUC será gerido pelos seguintes órgãos, com as respectivas atribuições: SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO CF/88 art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao

Leia mais

Relatório. Consulta à Agricultura Familiar para construção da Minuta Estadual de REDD+

Relatório. Consulta à Agricultura Familiar para construção da Minuta Estadual de REDD+ Relatório Consulta à Agricultura Familiar para construção da Minuta Estadual de REDD+ Cuiabá, 18 e 19 de Agosto de 2011 Grupo de Trabalho de REDD do Fórum Mato-grossense de Mudanças Climáticas (GT REDD

Leia mais

Proteção e Uso Sustentável das Florestas Tropicais

Proteção e Uso Sustentável das Florestas Tropicais Proteção e Uso Sustentável das Florestas Tropicais Estado Atual e perspectivas Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável Contribuições para políticas públicas Seminário Nacional Diálogos sobre

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente IMPLEMENTAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

Ministério do Meio Ambiente IMPLEMENTAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Unidade de Conservação Área geograficamente estabelecida para se alcançar um objetivo específico de conservação por meio do uso controlado dos recursos biológicos

Leia mais

Cadastro Ambiental Rural

Cadastro Ambiental Rural Cadastro Ambiental Rural E suas possíveis contribuições para a gestão de bacias hidrográficas Botucatu 28/06/2013 Caroline Vigo Cogueto Centro de Monitoramento Coordenadoria de Biodiversidade e Recursos

Leia mais

I FÓRUM SOCIAL DA UFSB-2015 Universidade e Sociedade em diálogo - Projeto Executivo -

I FÓRUM SOCIAL DA UFSB-2015 Universidade e Sociedade em diálogo - Projeto Executivo - I FÓRUM SOCIAL DA UFSB-2015 Universidade e Sociedade em diálogo - Projeto Executivo - Itabuna - julho de 2015. 1/3 I FÓRUM SOCIAL DA UFSB-2015 Universidade e Sociedade em diálogo Objetivo Geral: Fortalecer

Leia mais

COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL

COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL PROJETO DE LEI N o 1.548, DE 2015 Dispõe sobre a criação, gestão e manejo de Reserva Particular do Patrimônio Natural RPPN, e dá

Leia mais

1. Introdução... 03. 2. Objetivo do Plano de Ação... 06. 3. Objetivo do Mosaico... 06. 4. Missão do Mosaico... 06. 5. Visão do Mosaico...

1. Introdução... 03. 2. Objetivo do Plano de Ação... 06. 3. Objetivo do Mosaico... 06. 4. Missão do Mosaico... 06. 5. Visão do Mosaico... 1 ÍNDICE 1. Introdução... 03 2. Objetivo do Plano de Ação... 06 3. Objetivo do Mosaico... 06 4. Missão do Mosaico... 06 5. Visão do Mosaico... 06 6. Linhas de Ação... 06 6.1. Secretaria Executiva e Conselho

Leia mais

PROGRAMA: GESTÃO INTEGRADA Objetivo: Promover a sustentabilidade socioeconômica e ambiental no Mosaico

PROGRAMA: GESTÃO INTEGRADA Objetivo: Promover a sustentabilidade socioeconômica e ambiental no Mosaico PROGRAMA: GESTÃO INTEGRADA Objetivo: Promover a sustentabilidade socioeconômica e ambiental no Mosaico SUB-PROGRAMA: SUSTENTABILIDADE INSTITUCIONAL Objetivo: Fortalecer os espaços de gestão do Mosaico

Leia mais

PLANO DE AÇÃO NACIONAL PARA A CONSERVAÇÃO DO MUTUM-DO-SUDESTE

PLANO DE AÇÃO NACIONAL PARA A CONSERVAÇÃO DO MUTUM-DO-SUDESTE PLANO DE AÇÃO NACIONAL PARA A CONSERVAÇÃO DO MUTUM-DO-SUDESTE OBJETIVO GERAL PROMOVER A RECUPERAÇÃO E A MANUTENÇÃO DE CRAX BLUMENBACHII VISANDO REESTABELECER AS POPULAÇÕES NOS REMANESCENTES DE SUA ÁREA

Leia mais

Projeto de Lei nº 11 /2012 Deputado(a) Altemir Tortelli

Projeto de Lei nº 11 /2012 Deputado(a) Altemir Tortelli Projeto de Lei nº 11 /2012 Deputado(a) Altemir Tortelli Institui a Política Estadual dos Serviços Ambientais e o Programa Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais, e dá outras providências. CAPÍTULO

Leia mais

Semana da Mata Atlântica, em Campos do Jordão, discute proteção de remanescentes desse ecossistema

Semana da Mata Atlântica, em Campos do Jordão, discute proteção de remanescentes desse ecossistema 16/05/2005 Semana da Mata Atlântica, em Campos do Jordão, discute proteção de remanescentes desse ecossistema A Mata Atlântica, um dos mais importantes ecossistemas existentes no país, vai ser tema de

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 097-MA

FICHA PROJETO - nº 097-MA FICHA PROJETO - nº 097-MA Mata Atlântica Grande Projeto 1) TÍTULO: Construindo Estratégias Participativas e Projetos Demonstrativos de Conservação da Mata Atlântica na Região do Corredor de Biodiversidade

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 Institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da

Leia mais

Unidades de Conservação do Estado do Maranhão

Unidades de Conservação do Estado do Maranhão SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL Unidades de Conservação do Estado do Maranhão Lívia Karen Ribeiro de Paula Souza Superintendente

Leia mais

Valorização da Identidade Territorial e da Agrobiodiversidade no Mosaico Baixo Rio Negro.

Valorização da Identidade Territorial e da Agrobiodiversidade no Mosaico Baixo Rio Negro. 2 0 Curso Sobre Gestão em Mosaico de Áreas Protegidas (ACADEBio) Valorização da Identidade Territorial e da Agrobiodiversidade no Mosaico Baixo Rio Negro. Leonardo Kurihara (IPÊ Instituto de Pesquisas

Leia mais

PORTARIA N o 51, DE 7 DE OUTUBRO DE 2008. (publicada no DOU de 8/10/2008, seção I, página 57)

PORTARIA N o 51, DE 7 DE OUTUBRO DE 2008. (publicada no DOU de 8/10/2008, seção I, página 57) PORTARIA N o 51, DE 7 DE OUTUBRO DE 2008. (publicada no DOU de 8/10/2008, seção I, página 57) A SECRETÁRIA DE ORÇAMENTO FEDERAL, tendo em vista a autorização constante do art. 60, inciso III, da Lei n

Leia mais

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Formação Socioambiental 4º Encontro Planejando intervenções Polo 1 P.E. Itapetinga, P.E. Itaberaba, MONA Pedra Grande Objetivos deste 4º Encontro

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 072-MA

FICHA PROJETO - nº 072-MA FICHA PROJETO - nº 072-MA Mata Atlântica Grande Projeto TÍTULO: Vereda do Desenvolvimento Sustentável da Comunidade de Canoas: um Projeto Demonstrativo da Conservação da Mata Atlântica. 2) MUNICÍPIOS DE

Leia mais

Criação de uma Unidade de Conservação na ZPA-6. Morro do Careca e sistema dunar Dunar contínuo

Criação de uma Unidade de Conservação na ZPA-6. Morro do Careca e sistema dunar Dunar contínuo Criação de uma Unidade de Conservação na ZPA-6 Morro do Careca e sistema dunar Dunar contínuo Justificativa: Art. 225 da Constituição Federal: SNUC: Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente

Leia mais

Congresso Mundial da Natureza/IUCN Barcelona 2008. Coordenação. Marta de Azevedo Irving. Apoio:

Congresso Mundial da Natureza/IUCN Barcelona 2008. Coordenação. Marta de Azevedo Irving. Apoio: Congresso Mundial da Natureza/IUCN Barcelona 2008 Coordenação Marta de Azevedo Irving Apoio: Objetivo Promover a discussão sobre o turismo em áreas protegidas como alternativa potencial para a conservação

Leia mais

SEMIPRESENCIAL DISCIPLINA: MEIO AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA MATERIAL COMPLEMENTAR UNIDADE I PROFESSOR: EDUARDO PACHECO

SEMIPRESENCIAL DISCIPLINA: MEIO AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA MATERIAL COMPLEMENTAR UNIDADE I PROFESSOR: EDUARDO PACHECO SEMIPRESENCIAL DISCIPLINA: MEIO AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA MATERIAL COMPLEMENTAR UNIDADE I PROFESSOR: EDUARDO PACHECO 2 - Marco político, normativo e de contexto nacional 2.1 - Marco político atual para

Leia mais

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Formação Socioambiental 3º Encontro Planejando intervenções Polo 6 P.E. Serra do Mar Núcleo Caraguatatuba Algo que pode provocar ou, também, inspirar...

Leia mais

FUNDAÇÃO TOYOTA DO BRASIL

FUNDAÇÃO TOYOTA DO BRASIL FUNDAÇÃO TOYOTA DO BRASIL Criada em 2009 Unificação dos esforços sociais da Toyota do Brasil Respeito pelo meio ambiente Contribuir com o desenvolvimento sustentável Promover a sustentabilidade, por meio

Leia mais

FLORESTA NACIONAL DE BRASÍLIA (Como preservá- la para as presentes e futuras gerações?)

FLORESTA NACIONAL DE BRASÍLIA (Como preservá- la para as presentes e futuras gerações?) FLORESTA NACIONAL DE BRASÍLIA (Como preservá- la para as presentes e futuras gerações?) Promotor de Jus,ça do MPDFT Promotoria de Defesa do Meio Ambiente (PRODEMA) Dr. PAULO LEITE Audiência Pública dia

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Previsão Legal Objetivos Categorias Finalidades Gestão do Sistema Quantitativos Outros Espaços Protegidos Distribuição Espacial Relevância O Brasil possui alguns

Leia mais

Seminário Áreas Protegidas Escudo das Guianas

Seminário Áreas Protegidas Escudo das Guianas I SAPEG Seminário Áreas Protegidas Escudo das Guianas O Objetivo do I SAPEG é dar início a um processo de Gestão Territorial para a região do Escudo das Guianas. Esta CARTA ABERTA é um dos produtos do

Leia mais

As Reservas Particulares do Patrimônio Natural e a rede de parceiros na Mata Atlântica

As Reservas Particulares do Patrimônio Natural e a rede de parceiros na Mata Atlântica As Reservas Particulares do Patrimônio Natural e a rede de parceiros na Mata Atlântica MATA ATLÂNTICA A Conservação, proteção, regeneração e utilização da Mata Atlântica rege-se pela Lei Federal 11.428/2006

Leia mais

Diagnóstico de unidades de conservação no Nordeste brasileiro - presente e futuro: Pernambuco

Diagnóstico de unidades de conservação no Nordeste brasileiro - presente e futuro: Pernambuco 22 Diagnóstico de unidades de conservação no Nordeste brasileiro - presente e futuro: Pernambuco Josué Francisco da Silva Junior 1 1 Pesquisador da Embrapa Tabuleiros Costeiros, Unidade de Execução de

Leia mais

Unidades de conservação valorizando o patrimônio natural brasileiro

Unidades de conservação valorizando o patrimônio natural brasileiro Unidades de conservação valorizando o patrimônio natural brasileiro Fábio França Silva Araújo Departamento de Áreas Protegidas Ministério do Meio Ambiente Unidades de conservação: Espaços territoriais

Leia mais

FUNDO DE PARCERIA PARA ECOSSISTEMAS CRÍTICOS RELATÓRIO FINAL DO PROJETO I. DADOS BÁSICOS. Nome da organização: Instituto Floresta Viva

FUNDO DE PARCERIA PARA ECOSSISTEMAS CRÍTICOS RELATÓRIO FINAL DO PROJETO I. DADOS BÁSICOS. Nome da organização: Instituto Floresta Viva FUNDO DE PARCERIA PARA ECOSSISTEMAS CRÍTICOS RELATÓRIO FINAL DO PROJETO I. DADOS BÁSICOS Nome da organização: Instituto Floresta Viva Título do projeto: Creation and Implementation of Protected Areas in

Leia mais

NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL. PARCERIA MDA / CNPq. Brasília, 13 de maio de 2014

NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL. PARCERIA MDA / CNPq. Brasília, 13 de maio de 2014 NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL PARCERIA MDA / CNPq Brasília, 13 de maio de 2014 A política de desenvolvimento territorial Desde 2004 a SDT implementa a estratégia de desenvolvimento

Leia mais

Brasília, 28 de novembro de 2011. O que é o PPCerrado:

Brasília, 28 de novembro de 2011. O que é o PPCerrado: PPCerrado Brasília, 28 de novembro de 2011. 1 O que é o PPCerrado: É um Plano de Ação (tático-operacional) que reúne ações para a redução do desmatamento no Cerrado e a viabilização de alternativas de

Leia mais

O Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC) do Amazonas: momento atual e perspectivas futuras

O Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC) do Amazonas: momento atual e perspectivas futuras O Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC) do Amazonas: momento atual e perspectivas futuras Centro Estadual de Unidades de Conservação Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento

Leia mais

Atlas ambiental do município de Itanhaém 2012. Capítulo 6 - Conservação ambiental

Atlas ambiental do município de Itanhaém 2012. Capítulo 6 - Conservação ambiental Capítulo 6 - Conservação ambiental 71 72 6.1 Unidades de Conservação As Unidades de Conservação da Natureza (UCs) constituem espaços territoriais e mari- 46 55' 46 50' 46 45' nhos detentores de atributos

Leia mais

PORTARIA SEMA N 10, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012.

PORTARIA SEMA N 10, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012. PORTARIA SEMA N 10, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012. Aprova o Regimento Interno do Conselho Consultivo da Reserva Biológica Mata Paludosa. A SECRETÁRIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso de suas atribuições

Leia mais

Profª.. MSc. Silvana Pimentel de Oliveira Manaus/2009

Profª.. MSc. Silvana Pimentel de Oliveira Manaus/2009 Profª.. MSc. Silvana Pimentel de Oliveira Manaus/2009 SECT- AM: Missão e Diretrizes A SECT foi criada para formular e gerir políticas estaduais de C&T buscando articular os esforços os de fazer com que

Leia mais

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA MONITORAMENTO DE PROJETOS DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES DESENVOLVIDOS POR MEIO DE TÉCNICAS DE NUCLEAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DOS TERMOS

Leia mais

I Oficina de Restauração de. Paisagens Florestais. Rio Branco Acre - Brasil. Articulação entre atores na ação e aprendizagem

I Oficina de Restauração de. Paisagens Florestais. Rio Branco Acre - Brasil. Articulação entre atores na ação e aprendizagem I Oficina de Restauração de Paisagens Florestais Rio Branco Acre - Brasil Articulação entre atores na ação e aprendizagem para a restauração de paisagens florestais A abordagem de paisagem não é algo novo...

Leia mais

Política Estadual de Governança Climática e Gestão da Produção Ecossistêmica

Política Estadual de Governança Climática e Gestão da Produção Ecossistêmica Política Estadual de Governança Climática e Gestão da Produção Ecossistêmica R E A L I Z A Ç Ã O : A P O I O : A Razão Diversos estados e municípios também estão avançando com suas políticas de mudanças

Leia mais

Consolidação Territorial de Unidades de Conservação. Eliani Maciel Lima Coordenadora Geral de Regularização Fundiária

Consolidação Territorial de Unidades de Conservação. Eliani Maciel Lima Coordenadora Geral de Regularização Fundiária Consolidação Territorial de Unidades de Conservação Eliani Maciel Lima Coordenadora Geral de Regularização Fundiária CONSOLIDAÇÃO TERRITORIAL Implantação e gestão territorial das UCs REGULARIZAÇÃO DA SITUAÇÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0425.00020-0

TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0425.00020-0 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA DE BIODIVERSIDADE E FLORESTAS (SBF) DIRETORIA DE ÁREAS PROTEGIDAS (DAP) PROGRAMA ÁREAS PROTEGIDAS DA AMAZÔNIA (ARPA) TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0425.00020-0 OBJETIVO:

Leia mais

Lei nº 17773 DE 29/11/2013

Lei nº 17773 DE 29/11/2013 Lei nº 17773 DE 29/11/2013 Norma Estadual - Paraná Publicado no DOE em 02 dez 2013 Dispõe sobre o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte - SUSAF-PR.

Leia mais

Unidades de Conservação no âmbito da Lei Estadual 20.922/13 e a Mineração. Carlos Leite Santos Tales Peche Socio

Unidades de Conservação no âmbito da Lei Estadual 20.922/13 e a Mineração. Carlos Leite Santos Tales Peche Socio Unidades de Conservação no âmbito da Lei Estadual 20.922/13 e a Mineração. Carlos Leite Santos Tales Peche Socio 0 Junho/2013 Introdução A contribuição da Vale no processo de conservação e preservação

Leia mais

RESERVA EXTRAVISTAS DO LITORAL PARAENSE: FERRAMENTAS PARA O ORDENAMENTO TERRITORIAL

RESERVA EXTRAVISTAS DO LITORAL PARAENSE: FERRAMENTAS PARA O ORDENAMENTO TERRITORIAL Goiânia/GO 19 a 22/11/2012 RESERVA EXTRAVISTAS DO LITORAL PARAENSE: FERRAMENTAS PARA O ORDENAMENTO TERRITORIAL Aninha Melo Moreira Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará Campus Bragança,

Leia mais

AVALIAÇÃO DE EFETIVIDADE DE MOSAICOS DE ÁREAS PROTEGIDAS NO BRASIL

AVALIAÇÃO DE EFETIVIDADE DE MOSAICOS DE ÁREAS PROTEGIDAS NO BRASIL AVALIAÇÃO DE EFETIVIDADE DE MOSAICOS DE ÁREAS PROTEGIDAS NO BRASIL 2.º CURSO SOBRE GESTÃO E MOSAICOS DE ÁREAS PROTEGIDAS DANIELE GIDSICKI FLONA DE IPANEMA, 16 DE AGOSTO DE 2012 Fotos: Daniele Gidsicki

Leia mais

ANEXO CHAMADA III DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES PARA GESTÃO E AVALIAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS

ANEXO CHAMADA III DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES PARA GESTÃO E AVALIAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS ANEXO CHAMADA III DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES PARA GESTÃO E AVALIAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS OBJETIVO Esta chamada tem por objetivo financiar projetos relacionados a ações de gestão e avaliação

Leia mais

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR O QUE ÉO CAR O Cadastro Ambiental Rural - CAR, é o registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, com a finalidade

Leia mais

Termo de Referência. Contexto. Objetivo. Atividades

Termo de Referência. Contexto. Objetivo. Atividades Contexto Termo de Referência Consultor de Monitoramento Socioeconômico para Projeto de Conservação da Biodiversidade Wildlife Conservation Society, Programa Brasil (WCS Brasil), Manaus, Amazonas, Brasil

Leia mais

Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento. Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011.

Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento. Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011. Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011. Mapa Visão e Missão Funai Mapa Estratégico: Proteger e promover

Leia mais

As Questões Ambientais do Brasil

As Questões Ambientais do Brasil As Questões Ambientais do Brasil Unidades de conservação de proteção integral Existem cinco tipos de unidades de conservação de proteção integral. As unidades de proteção integral não podem ser habitadas

Leia mais

1. Objetivos da Chamada de Projetos para esta Linha de Ação Temática

1. Objetivos da Chamada de Projetos para esta Linha de Ação Temática ANEXO TEMÁTICO 5: Tema Prioritário V - Projetos Comunitários Linha de Ação Temática 5.1 Projetos Comunitários (comunidades tradicionais e povos indígenas) 1. Objetivos da Chamada de Projetos para esta

Leia mais

II CURSO DE FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA GESTÃO PÚBLICA DA BIODIVERSIDADE. Momento Presencial I. 16 a 24 de outubro de 2012 - ACADEBIO/Iperó/SP

II CURSO DE FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA GESTÃO PÚBLICA DA BIODIVERSIDADE. Momento Presencial I. 16 a 24 de outubro de 2012 - ACADEBIO/Iperó/SP INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DIRETORIA DE AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS E CONSOLIDAÇÃO TERRITORIAL EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE GESTÃO SOCIOAMBIENTAL COORDENAÇÃO DE

Leia mais

RESERVA DA BIOSFERA DO CINTURÃO VERDE DA CIDADE DE SÃO PAULO

RESERVA DA BIOSFERA DO CINTURÃO VERDE DA CIDADE DE SÃO PAULO RESERVA DA BIOSFERA DO CINTURÃO VERDE DA CIDADE DE SÃO PAULO O QUE SÃO Reservas da Biosfera? - Reservas da Biosfera são áreas de ecossistemas terrestres ou aquáticos estabelecidas para promoverem soluções

Leia mais

PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014

PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 A MINISTRA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o disposto na Lei nº 10.683, de 28 de maio de 2003, e no Decreto nº 6.101,

Leia mais

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Formação Socioambiental 3º Encontro Planejando intervenções Polo 4 P.E. Aguapeí, P.E. Rio do Peixe, P.E. Morro do Diabo Algo que pode provocar ou,

Leia mais

GUIA TÉCNICO LIFE 02. Versão 2.0 Internacional - Português. LIFE-BR-TG02-2.0-Português (DEZEMBRO/2012)

GUIA TÉCNICO LIFE 02. Versão 2.0 Internacional - Português. LIFE-BR-TG02-2.0-Português (DEZEMBRO/2012) LIFE-BR-TG02--Português Versão Internacional - Português (DEZEMBRO/2012) LIFE-BR-TG02--Português Avaliação do Desempenho em Ações de Conservação da 20/12/2012 2 Instituto LIFE Direitos reservados pela

Leia mais