Implementação de um Banco de Dados Microsoft SQL Server 2008 Parte I

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Implementação de um Banco de Dados Microsoft SQL Server 2008 Parte I"

Transcrição

1 Implementação de um Banco de Dados Microsoft SQL Server 2008 Parte I

2 Introdução O que é persistência de dados? E, por que queremos persistir? Para aplicações que utilizam grande quantidade de dados o uso de arquivos torna-se inviável por uma série de motivos: replicação, isolamento e falta de estruturação de dados, dificuldade em controlar acesso concorrente, uso de algoritmos complexos para se conseguir bom desempenho, etc.

3 O SQL SERVER 2005 Então o que precisamos é de um Banco de Dados! Um banco de dados é uma coleção de dados 1. inter-relacionados, 2. estruturados, 3. confiáveis, 4. coerentes 5. compartilhados por diversos usuários.

4 O SQL SERVER 2005 Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD s). São softwares que se utilizam de complexos algoritmos para garantir máxima eficiência nos processos de armazenagem, recuperação e garantia da qualidade das operações sobre os dados.

5 O SQL SERVER 2005 Os principais objetivos dos SGBD s são eliminar ou reduzir: Redundância e inconsistência de dados; Dificuldade no acesso aos dados; Isolamento dos dados; Anomalias de acesso concorrente; Problemas de segurança; O entrelaçamento entre dados e a aplicação.

6 O SQL SERVER 2005 Alguns modelos de SGBD s desenvolvidos e aprimorados ao longo dos anos: hierárquico, em rede, relacional, orientado a objetos.

7 O SQL SERVER 2005 Um SGBD possui 4 linguagens, que acabam por se fundirem numa só: Data Definition Language (DDL), Data Manipulation Language (DML), Query Language (QL) e uma Linguagem de 4ª geração, que é a linguagem nativa ao SGBD.

8 O SQL SERVER 2005 A linguagem SQL (Structured Query Language) foi desenvolvida para o propósito do modelo relacional que trata a disposição lógica dos dados como tabelas. A SQL define métodos de definição e manipulação dos dados, além de mecanismos para administração de bancos de dados. Sua primeira versão foi desenvolvida na IBM na década de 70 e chamava-se SEQUEL, nos anos seguintes passou a se chamar SQL por questões legais. Foi padronizada pelas instituições ANSI e ISO como padrão oficial de linguagem em ambiente relacional. Alguns dos principais comandos da SQL são: Create, Drop, Alter, Select, Insert, Delete e Update.

9 O SQL SERVER 2005 O Microsoft SQL Server é uma família de produtos que atende aos requisitos de armazenamento de dados dos ambientes OLTP (Online Transaction Processing) e OLAP (Online Analytical Processing), é um sistema de gerenciamento de bancos de dados relacional (RDBMS Relational Database Management System). O SQL Server possui flexibilidade para suportar às várias necessidades de dados das aplicações e com níveis de banco de dados de tamanhos variando entre megabytes e terabytes, além de disponibilizar versões tanto para servidores móveis como de grande porte, trabalhando em conjunto com os serviços de Windows Clustering.

10 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Relacional Database Inclui os componentes: o banco de dados básico e a pesquisa de texto integral. O banco de dados básico, e o Database Engine, são considerados o coração do SQL Server. A pesquisa de texto integral permite consultas em linguagem simples de dados armazenados em tabelas do SQL Server.

11 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Replication Services A replicação aumenta a disponibilidade de dados distribuindo dados entre múltiplos bancos de dados, o que permite um aumento de carga de trabalho de leitura entre os servidores de banco de dados designados.

12 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Notification Services Inclui um mecanismo de notificação e componentes de cliente para gerar e enviar mensagens sincronizadas e personalizadas para usuários quando um evento desencadeante ocorre. As notificações podem ser enviadas para dispositivos sem fio, como telefones celulares e PDAs, contas do Windows Messenger e contas de correio eletrônico.

13 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Integration Services Fornece uma solução para transformação e integração de dados corporativos a fim de extrair e transformar dados de múltipas origens de dados e movê-los para uma ou mais fontes de destino. Isso permite mesclar dados de origens de dados heterogêneas, carregas dados em data warehouse e data marts etc.

14 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Analysis Services Oferece o Online Analytical Processing (OLAP) e a funcionalidade de exploração de dados para aplicações de inteligência de negócio (Business Intelligence + Data Mining). O Analysis Services permite que sua organização agregue dados das múltiplas origens de dados, como bancos de dados relacionais, e trabalhe com esses dados em uma ampla variedade de maneiras.

15 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Reporting Services Inclui o Report Manager e o Report Server a fim de fornecer plataforma baseada em servidor completo para criar, gerenciar e distribuir relatórios. O Report Server é construído com base na tecnologia padrão do IIS e do.net Framework, permitindo combinar os benefícios do SQL Server e do IIS para hospedar e processar relatórios.

16 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Espelhamento de Bases de Dados Aumentar a disponibilidade de seus sistemas SQL Server configurando o failover automático para um servidor standby.

17 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Restauração Online Apenas os dados sendo restaurados estarão indisponíveis, o resto da base de dados permanecerá online e disponível.

18 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Novo SQL Server Management Studio Novo conjunto de ferramentas de gerenciamento. Hospedagem do.net Framework Criar objetos do banco de dados usando linguagens familiares como o Microsoft Visual C#.NET e Microsoft Visual Basic.NET. Tecnologias XML O SQL Server 2008 suporta nativamente o armazenamento e a consulta de documentos XML.

19 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Web Services Criar Web Services na camada de banco de dados, tornando o SQL Server um escutador HTTP e fornecendo um novo tipo de aceso a dados via Web Services. Service Broker Fornece sistemas confiáveis de enfileiramento de tarefas e troca de mensagens como parte básica do banco de dados. O sistema de troca de mensagens permite que aplicações de bancos de dados realizem comunicação entre si.

20 Recursos Recursos e estrutura do conjunto de serviços existentes no SQL Server Data Mining Quatro novos algoritmos de data mining foram introduzidos, assim como ferramentas melhoradas e assistentes que facilitarão a mineração de dados para empresas de qualquer porte. Integração com o Microsoft Office System Os relatórios que são fornecidos pelo Report Server do Reporting Services pode ser executado no contexto do Microsoft SharePoint Portal Server e aplicações Microsoft Office System como o Microsoft Word e Microsoft Excel.

21 Comandos Os comandos da linguagem DDL(Data Definiton Language) são usados para a criação e formatação de objetos, como a criação, exclusão e alteração de tabelas. Os comandos da linguagem DML(Data Manipulation Language) são usados para a inserção, exclusão e alteração dos campos consistentes dentro das tabelas. Não é possível criar aplicativos completos apenas usando a linguagem SQL, pois a mesma não possui comandos de construção de programas. É necessário a utilização de outras ferramentas. Para isso a Microsoft criou a linguagem Transact-SQL.

22 Utilizando o Microsoft SQL Server Management Studio 1. Clicar no botão INICIAR; 2. Selecionar PROGRAMAS; 3. Selecionar Microsoft SQL Server 2008 e, em seguida, SQL Server Management Studio; 4. Na tela Connect to Server, escolher a opção Windows Authenticaton: 5. Clicar no botão Connect. A interface do SQL Server Management Studio será aberta. 6. A esquerda você encontrará a aba Object Explore e a direita a janela utilizada para escrever e executar os comandos SQL.Chamada de Query Browser.

23 Executando um Comando Para executar um comando a partir do SQL Server Management Studio, adotaremos os seguintes procedimentos: 1. Escrever o comando desejado na janela destinada à escrita de comandos; 2. Selecionar o comando escrito. Observe que para a execução do comando é necessário que a linha de comando esteja selecionada. 3. Na barra de ferramentas do SQL Editor, clicar sobre o ícone Execute ou pressionar a tecla F5 para executar o comando. 4. O resultado do comando é apresentado na janela abaixo.

24 Executando um Comando Salvando Scripts Salvar Script é uma tarefa bastante simples. 1. Na Barra de Ferramentas, vá em File; 2. Selecionar Save As; 3. Nomear o Script;

25 Executando um Comando Objetos do SQL Server 2008 Database: É a unidade lógica onde serão criados os objetos do sistema. Table: Objeto formado por conjunto e linhas onde serão armazenados vários tipos de dados. Constraint, Default e Rule: São as regras utilizadas na consistência e integridade dos dados. Data Type e User Defined Data Type: São os tipos de dados suportados pelo objeto.

26 Executando um Comando Objetos do SQL Server 2008 View: Se especifica na visualização lógica dos dados pertencentes a uma tabela, sendo compartilhado a diversas aplicações. Index: São responsáveis pelo tempo de otimização de acesso aos dados de uma tabela. Procedure: Objeto aonde podemos encontrar um bloco de comandos Transact-SQL responsável por uma certa função. Sua lógica pode ser compartilhada por diversas aplicações.

27 Executando um Comando Objetos do SQL Server 2008 Trigger: Objeto que possui bloco de comandos Transact-SQL. É criado sobre uma tabela, sendo utilizado apenas quando um comando Insert, Delete e/ou Update são ativados. Function: Objeto aonde também pode se encontrar um bloco de comandos Transact-SQL. É responsável por uma certa função dentro do sistema. Sua lógica pode ser compartilhada por várias aplicações. E sempre retornará um valor.

28 Databases Databases Uma database é uma unidade lógica formada por dois tipos de arquivo, um responsável pelo armazenamento de dados(tabelas, dados) e outro que armazena as transações feitas(create, Update, Delete). Para a criação de um banco de dados no SQL 2008 é necessário a instrução do comando CREATE DATABASE.

29 Databases Exemplo: CREATE DATABASE FCamara Se a database possuir dois ou mais nomes a utilização de underline se faz necessária. Exemplo: CREATE DATABASE F_Camara

30 Databases Depois da criação da database devemos usar o comando USE Nome_da_Database para selecionar a Database a ser utilizada. Caso você deseje excluir a Database basta utilizar a instrução DROP (Nome_da_database).

31 TABELAS Tabelas As tabelas são os objetos formados por linhas e colunas aonde serão inseridos dados e seus respectivos valores. Para cada dado inserido deverá ser especificado o formato do dado.

32 TABELAS Para a criação de uma tabela usamos o comando CREATE TABLE Nome_da_tabela, dentro de um database já existente Exemplo: CREATE TABLE tbfuncionarios( Codfun INT PRIMARY KEY, Nomfun VARCHAR (40) NOT NULL, Idafun VARCHAR (2) NOT NULL, Endfunc VARCHAR (40) NOT NULL, ) GO

33 TABELAS Repare que depois do comando Create Table Funcionarios um parênteses é aberto. Ele indica o início da definição de dados na tabela e é fechado ao final do comando.

34 Instrução Insert Instrução INSERT O comando INSERT é utilizado quando queremos acrescentar linhas em uma tabela. Exemplo: INSERT INTO tbfuncionarios VALUES(1, Thomas, 23, Av. Marquesoni ) INSERT INTO tbfuncionarios VALUES(2, Paulo, 22, Av.Pedro Bueno ) Obs: Nomes com caracteres devem ser escritos entre apóstrofos pois são strings.

35 Comando Insert INSERT Declarativo Diferente do INSERT Posicional, esse pode ser utilizado quando desejamos incluir dados na tabela de modo, que possamos escolher a ordem em que os valores irão ser adicionados. Exemplo: INSERT INTO tbfuncionarios(codfun, Idafun, Nomfun, Endfun) VALUES(1, 23, Thomas, Av. Marquesoni ) INSERT INTO tbfuncionarios(codfun, Nomfun, Endfun, Idafun) VALUES(1, Paulo, Av. Marquesoni, 23)

36 Instrução SELECT Instrução SELECT Para visualizar os campos inseridos em uma tabela basta usar a instrução Select. Vamos supor que os dados que estão contidos na tabela tbfuncionarios precisem ser apresentados. Para isso basta utilizarmos a seguinte instrução: SELECT * FROM tbfuncionarios O asterisco indica que todos os campos da tabela devem ser apresentados.

37 Instrução SELECT Instrução SELECT Para exibir colunas específicas devemos utilizar a instrução: SELECT Nome_do_campo_1,Nome_do_campo_2,...,Nome_do_ca mpo_n From Nome_da_tabela SELECT Codfun, Nomfun FROM tbfuncionarios

38 Utilizando ALIAS Utilizando Alias O nome da coluna de uma tabela pode ser substituído por uma espécie de apelido. Esse apelido é chamado de alias. Exemplo: SELECT Codfun AS Código, Nomfun AS Nome,Idafun AS Idade, Endfunc AS Endereço FROM tbfuncionarios Não é necessário utilizar a cláusula AS para substituir os campos da tabela. Mas alguns usuários preferem manter essa cláusula para facilitar na identificação do ALIAS.

39 Utilizando ALIAS Para apresentar ALIAS utilizando nome composto com espaços em branco devemos utilizar a instrução: SELECT Codfun AS [Código do Funcionário] FROM tbfuncionarios A mesma seqüência pode ser mostrada sem a cláusula: Exemplo: SELECT Codfun [Código do Funcionário] FROM tbfuncionarios

40 Criando uma coluna virtual com o comando SELECT Por meio do comando SELECT, podemos exibir o dado de uma coluna que não pertence fisicamente na tabela. Exemplo: SELECT Codfun AS [Código do Funcionário], Nomfun AS [Nome do Funcionário], Idafun AS [Idade do Funcionário], Salfun AS [Salário do Funcionário] FROM tbfuncionarios Repare que o Salfun está entre apostrofes. Isso é porque ele virou uma string e irá preencher a coluna Salário do Funcionário com este dado.

41 Exibindo um cálculo com comando SELECT Nem sempre se faz necessária a gravação de um resultado de cálculo para que esse valor possa ser exibido na tela. Com o comando SELECT nós podemos exibir um resultado virtual aonde ele só seria exibido, sem necessidade de gravação.

42 Exibindo um cálculo com comando SELECT Para isto vamos criar um database chamado tbanco CREATE DATABASE tbanco Use tbanco Para isto vamos criar uma tabela chamada tbpoupanca CREATE TABLE tbpoupanca( Codban INT PRIMARY KEY, Nomfban VARCHAR (40) NOT NULL, Agban VARCHAR (2) NOT NULL, Valban MONEY NOT NULL, ) GO

43 Exibindo um cálculo com comando SELECT Vamos colocar alguns dados na tabela tbpoupanca INSERT INTO tbpoupanca VALUES(1, Thomas, 1, )

44 Exibindo um cálculo com comando SELECT Exemplo: Vamos supor que você tenha depositado uma certa quantia na sua poupança. Você sabe que os juros do banco são de 1% a.a. Se você quiser saber quanto a sua poupança irá render daqui a dez anos basta fazer a instrução: SELECT Codban AS Código, Nomban AS [Nome do Banco], Agban AS Agência, Valban AS [Valor Depositado], Valbanc * 0.01 AS [Valor com Juros] FROM tbpoupanca

45 Exibindo dados repetidos apenas uma vez Em alguns casos nos deparamos com tabelas que possuem campos duplicados. Podemos fazer com que apenas um campo seja exibido na tela. Para isso usamos a instrução DISTINCT. Exemplo: Temos o caso de em uma tabela um campo estar duplicado. Para não exibir ambos dados utilizamos o comando: SELECT DISTINCT CamposdaTabela FROM Tabela

46 Praticando... Vamos criar um banco de dados chamado empresa. CREATE DATABASE Empresa Agora vamos chamar o banco de Dados Empresa para uso USE Empresa

47 Praticando... Criando uma tabela chamada Funcionários

48 Praticando... Criando o índice para o campo Funome. Create index IDXFunome on Funcionarios(Funome).

49 Praticando... Alterando a estrutura da tabela Iremos agora acrescentar um novo campo na tabela Funcionários Fucep nvarchar 9 posições Alter table Funcionarios add Fucep char(9) Iremos agora alterar um campo na tabela Alter table Funcionarios alter column Fubairro varchar(50) Iremos excluir o campo Fuidade Alter table Funcionarios drop column Fucidade

50 Praticando... Excluindo uma tabela Para excluir uma tabela, usaremos o comando DROP table nomedatabela. Assim, se quisermos excluir a tabela Funcionarios DROP table Funcionarios

51 Praticando... Criando um relacionamento entre 2 tabelas Para excluir uma tabela, usaremos o comando DROP table nomedatabela. Assim, se quisermos excluir a tabela Funcionarios DROP table Funcionarios

52 Praticando... Criando a tabela Clientes e seu índice. Create table Clientes (Clcodigo int constraint IdxClcodigo primary key, Clnome varchar(40) not null, ) GO

53 Praticando... Depois de criada a tabela Clientes, já devemos inserir o código de relacionamento juntamente com o código de criação da tabela Compras. O código utilizado para criar um relacionamento entre campos é:...nomedocampo1 [tipo de dado] constraint NOME references nometabela(nomedocampo2).

54 Praticando......Nomedocampo1 [tipo de dado] constraint NOME references nometabela(nomedocampo2). Nomedocampo1 nome do campo que está sendo criado na nova tabela e que irá se relacionar com a outra tabela. Não esquecer que as definições de suas propriedades devem ser iguais para que o relacionamento funcione corretamente. NOME um nome que deve ser dado ao relacionamento a ser criado. Nometabela nome da tabela onde se encontra o campo a ser relacionado. Nomedocampo2 nome do campo a ser relacionado com o que está sendo criado nesta nova tabela.

55 Praticando... Agora podemos criar a tabela Compras. Create table Compras (Cocodigo timestamp constraint IdxCocodigo primary key, Clcodigo int not null constraint relac01 references Clientes(Clcodigo), Codescricao varchar(35), Covalor money, ) GO

56 Praticando... Inserindo registros na tabela Funcionarios Insert into Funcionarios Values (001, 'Maria', '02/02/1991', 'Rua Bahia 280', 'Joa', '180', '0', 'sem observação', ' ')

57 Praticando... Utilizando os comandos Insert e Select para copiar dados de uma tabela para outra. Caso as estruturas de duas tabelas sejam iguais ou diferentes, podemos copiar os dados de uma tabela para a outra. Com tabelas que possuam a mesma estrutura podemos usar o comando: INSERT TabelaDestino SELECT FROM TabelaOrigem

58 Praticando... Com tabelas que possuem estruturas diferentes teremos que usar o SELECT de colunas virtuais para igualarmos o conjunto de linhas e colunas entre as tabelas. CREATE TABLE tbfuncionarios( Codfun INT PRIMARY KEY, Nomfun VARCHAR (40) NOT NULL ) go CREATE TABLE tbclientes( Codcli INT PRIMARY KEY Nomcli VARCHAR (40) NOT NULL, Idacli VARCHAR (20) NOT NULL, Endcli VARCHAR (20) NOT NULL ) Go

59 Praticando... INSERT INTO tbclientes SELECT Codfun, Nomfun, Sem Informação, Não possui FROM tbfuncionarios

60 Praticando... Instrução UPDATE Os dados pertencentes a múltiplas linhas de uma tabela podem ser alterados por meio do comando UPDATE. Quando falamos em UPDATE devemos especificar algumas informações, como o nome da tabela que será atualizada, e a coluna cujo conteúdo será alterado. Exemplo: O preço dos eletrodomésticos de uma loja diminuíram em 20% no fim do mês.

61 Praticando... Instrução UPDATE Os dados pertencentes a múltiplas linhas de uma tabela podem ser alterados por meio do comando UPDATE. Quando falamos em UPDATE devemos especificar algumas informações, como o nome da tabela que será atualizada, e a coluna cujo conteúdo será alterado. Exemplo: O preço dos eletrodomésticos de uma loja diminuíram em 20% no fim do mês. Veremos no código abaixo como saber e atualizar o preço atual de uma quantidade desses produtos localizados em uma tabela.

62 Praticando... CREATE TABLE tbeletronicos( Codele INT PRIMARY KEY, Nomele VARCHAR(40) NOT NULL, Desele VARCHAR(45) NOT NULL, Preele DECIMAL NOT NULL ) INSERT INTO tbeletronicos VALUES (1,'Ipod Touch','Portátil',3000) INSERT INTO tbeletronicos VALUES (2,'LCD', 'Televisor', 1500) INSERT INTO tbeletronicos VALUES (3,'Iphone','Telefonia',2000) UPDATE tbeletronicos SET Preele = Preele*0.80

63 Praticando... Aterando dados de várias colunas com UPDATE Também podemos alterar os dados de diferentes colunas da tabela. Para isso, devemos realizar o seguinte procedimento: UPDATE tbeletronicos SET Preele = Preele * 0.8, Desele = Desele + 2 Esse comando faz o cálculo dos preços com desconto de 20% e adiciona 2 dias na data de entrega dos eletrodomésticos. Podemos utilizar outra sintaxe para a operação: UPDATE tbeletronicos SET Preele = Preele * 0.8, Desele = Desele + 2 FROM tbeletronicos

64 Praticando... Delete O comando delete é utilizado para eliminar os dados de uma tabela. Exemplo: DELETE tbeletronicos Também podemos utilizar a sintaxe a seguir: DELETE FROM tbeletronicos Para deletar apenas um campo da tabela devemos utilizar o seguinte comando: DELETE FROM tbeletronicos WHERE Codele = 1

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais 1 LINGUAGEM SQL SQL Server 2008 Comandos iniciais SQL - STRUCTURED QUERY LANGUAGE Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação.

Leia mais

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível de independência do

Leia mais

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas SQL Autor: Renata Viegas A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua

Leia mais

CRIANDO TABELAS E INSERINDO REGISTROS VIA SQL NO SQL Server 7.0

CRIANDO TABELAS E INSERINDO REGISTROS VIA SQL NO SQL Server 7.0 CRIANDO TABELAS E INSERINDO REGISTROS VIA SQL NO SQL Server 7.0 Obs: Estes comandos deverão ser realizados no Query Analyzer. - Para criar um Banco de Dados no SQL Server via código SQL: Depois de criado

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 INTRODUÇÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 Leonardo Pereira leonardo@estudandoti.com.br Facebook: leongamerti http://www.estudandoti.com.br Informações que precisam ser manipuladas com mais segurança

Leia mais

2008.1. A linguagem SQL

2008.1. A linguagem SQL SQL 2008.1 A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua primeira versão

Leia mais

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase.

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase. Prof. Omero, pág. 63 O que é o InterBase? O InterBase é um SGBDR - Sistema Gerenciador de Banco de Dados Cliente/Servidor Relacional 1 que está baseado no padrão SQL ANSI-9, de alta performance, independente

Leia mais

Linguagem SQL (Parte I)

Linguagem SQL (Parte I) Universidade Federal de Sergipe Departamento de Sistemas de Informação Itatech Group Jr Softwares Itabaiana Site: www.itatechjr.com.br E-mail: contato@itatechjr.com.br Linguagem SQL (Parte I) Introdução

Leia mais

Banco de Dados. Um momento crucial na organização dos dados é a forma com que cadastramos estes dados, a estrutura de armazenamento que criamos.

Banco de Dados. Um momento crucial na organização dos dados é a forma com que cadastramos estes dados, a estrutura de armazenamento que criamos. Banco de Dados O que é um Banco de Dados? Este assunto é muito vasto, tentaremos resumi-lo para atender as questões encontradas em concursos públicos. Já conhecemos o conceito de dado, ou seja, uma informação

Leia mais

Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD

Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD 2 1 Características dos SGBDs Natureza auto-contida de um sistema de banco de dados: metadados armazenados num catálogo ou dicionário de

Leia mais

Introdução à linguagem SQL

Introdução à linguagem SQL Introdução à linguagem SQL 1 Histórico A linguagem de consulta estruturada (SQL - Structured Query Language) foi desenvolvida pela empresa IBM, no final dos anos 70. O primeiro banco de dados comercial

Leia mais

SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language Janai Maciel SQL Structured Query Language (Banco de Dados) Conceitos de Linguagens de Programação 2013.2 Structured Query Language ( Linguagem de Consulta Estruturada ) Conceito: É a linguagem de pesquisa

Leia mais

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA MARÇO 1997 2 1 - CONCEITOS GERAIS DE 1.1 - Conceitos Banco de Dados - Representa

Leia mais

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Nome Número: Série Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Proposta do projeto: Competências: Compreender a orientação a objetos e arquitetura cliente-servidor, aplicando-as

Leia mais

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado Introdução à Engenharia da Computação Banco de Dados Professor Machado 1 Sistemas isolados Produção Vendas Compras Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Desvantagens:

Leia mais

Structured Query Language (SQL)

Structured Query Language (SQL) SQL Histórico Structured Query Language (SQL) Foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation Language) para suas primeiras tentativas

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS

ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ARTEFATO 02 AT02 Diversos I 1 Indice ESQUEMAS NO BANCO DE DADOS... 3 CRIANDO SCHEMA... 3 CRIANDO TABELA EM DETERMINADO ESQUEMA... 4 NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CRIAÇÃO E MODIFICAÇÃO

Leia mais

Programação SQL. Introdução

Programação SQL. Introdução Introdução Principais estruturas duma Base de Dados: Uma BD relacional é constituída por diversas estruturas (ou objectos ) de informação. Podemos destacar: Database: designa a própria BD; Table/Tabela:

Leia mais

BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS

BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS Universidade Federal da Paraíba UFPB Centro de Energias Alternativas e Renováveis - CEAR Departamento de Eng. Elétrica DEE BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS Isaac Maia Pessoa Introdução O que é um BD? Operações

Leia mais

O que são Bancos de Dados?

O que são Bancos de Dados? SQL Básico Liojes de Oliveira Carneiro professor.liojes@gmail.com www.professor-liojes.blogspot.com O que são Bancos de Dados? É o software que armazena, organiza, controla, trata e distribui os dados

Leia mais

Linguagem SQL Sub-linguagem DDL

Linguagem SQL Sub-linguagem DDL Linguagem SQL Sub-linguagem DDL A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation Language para suas

Leia mais

Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de

Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de BD Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de informação para nosso êxito no curso. A intenção de elaborar

Leia mais

Structured Query Language (SQL) Aula Prática

Structured Query Language (SQL) Aula Prática Structured Query Language (SQL) Aula Prática Linguagens de SGBD Durante o desenvolvimento do sistema R, pesquisadores da IBM desenvolveram a linguagem SEQUEL, primeira linguagem de acesso para Sistemas

Leia mais

SQL Linguagem de Definição de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Definição de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Definição de Dados Banco de Dados SQL Structured Query Language Uma das mais importantes linguagens relacionais (se não a mais importante) Exemplos de SGBD que utilizam SQL Oracle Informix

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Projeto de Banco de Dados: Empresa X

Projeto de Banco de Dados: Empresa X Projeto de Banco de Dados: Empresa X Modelo de negócio: Empresa X Competências: Analisar e aplicar o resultado da modelagem de dados; Habilidades: Implementar as estruturas modeladas usando banco de dados;

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET PROJETO DE BANCO DE DADOS

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET PROJETO DE BANCO DE DADOS Exemplos de Scripts SQL (PostgreSQL) Pizzaria 1 2 Criação de BANCO DE DADOS CREATE DATABASE nome_do_banco; CREATE DATABASE pizzaria; Criação de TABELAS SOMENTE COM CHAVE PRIMÁRIA CREATE TABLE nome_da_tabela

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS Esclarecimento Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2012 da NRSYSTEM COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA-ME, consiste de uma compilação de diversos materiais entre livros,

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML INTRODUÇÃO A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation

Leia mais

SQL - Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados. Professor: José Antônio. José Antônio - CEFET-RN 23/09/2015

SQL - Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados. Professor: José Antônio. José Antônio - CEFET-RN 23/09/2015 SQL - Banco de Dados 1 Disciplina: Banco de Dados Professor: José Antônio 2 Tópicos de discussão Criando um banco de dados Incluindo, atualizando e excluindo linhas nas tabelas Pesquisa básica em tabelas

Leia mais

Banco de dados. Linguagens de Banco de Dados II. Wedson Quintanilha da Silva - www.assembla.com/spaces/objetivobd/documents

Banco de dados. Linguagens de Banco de Dados II. Wedson Quintanilha da Silva - www.assembla.com/spaces/objetivobd/documents Banco de dados Linguagens de Banco de Dados II 1 Linguagem de Definição de Dados - DDL Comandos utilizados para criação do esquema de dados; Um DDL permite ao utilizador definir tabelas novas e elementos

Leia mais

SQL comando SELECT. SELECT [DISTINCT] FROM [condição] [ ; ] Paulo Damico - MDK Informática Ltda.

SQL comando SELECT. SELECT [DISTINCT] <campos> FROM <tabela> [condição] [ ; ] Paulo Damico - MDK Informática Ltda. SQL comando SELECT Uma das tarefas mais requisitadas em qualquer banco de dados é obter uma listagem de registros armazenados. Estas tarefas são executadas pelo comando SELECT Sintaxe: SELECT [DISTINCT]

Leia mais

SQL DDL. Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br

SQL DDL. Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br Banco de Dados I SQL DDL Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br Introdução Modelo relacional encontra-se padronizado pela indústria de informática. Ele é chamado de padrão SQL (Structured Query Language)

Leia mais

Linguagem SQL Parte I

Linguagem SQL Parte I FIB - Centro Universitário da Bahia Banco de Dados Linguagem SQL Parte I Francisco Rodrigues Santos chicowebmail@yahoo.com.br Slides gentilmente cedidos por André Vinicius R. P. Nascimento Conteúdo A Linguagem

Leia mais

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL BANCO DE DADOS 2 SQL (CREATE TABLE, CONSTRAINTS, DELETE, UPDATE e INSERT) Prof. Edson Thizon SQL SQL ( structured query language ) é uma linguagem comercial de definição e manipulação de banco de dados

Leia mais

Comandos de Manipulação

Comandos de Manipulação SQL - Avançado Inserção de dados; Atualização de dados; Remoção de dados; Projeção; Seleção; Junções; Operadores: aritméticos, de comparação,de agregação e lógicos; Outros comandos relacionados. SQL SQL

Leia mais

Linguagem de Consulta - SQL

Linguagem de Consulta - SQL SQL Structured Query Language Linguagem de Consulta Estruturada; Originou-se da linguagem SEQUEL (1974); Revisada e chamada de SQL em 1976/77; Em 1986, padronizada pelo ANSI/ISO - chamada SQL-86; Em 1987

Leia mais

SQL Linguagem de Definição de Dados. Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Definição de Dados. Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Definição de Dados SQL Structured Query Language Uma das mais importantes linguagens relacionais (se não a mais importante) Exemplos de SGBD que utilizam SQL Oracle Informix Ingress SQL

Leia mais

Introdução ao SQL. O que é SQL?

Introdução ao SQL. O que é SQL? Introdução ao SQL 1 O que é SQL? Inicialmente chamada de Sequel, SQL (Structured Query Language), é a linguagem padrão utilizada para comunicar-se com um banco de dados relacional. A versão original foi

Leia mais

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela Certamente você já ouviu falar muito sobre triggers. Mas o quê são triggers? Quando e como utilizá-las?

Leia mais

UNISA Universidade de Santo Amaro. http://www.unisa.br. Material de Estudo. Módulo I: Básico Banco de dados SQL Server. http://www.unisa-sis.

UNISA Universidade de Santo Amaro. http://www.unisa.br. Material de Estudo. Módulo I: Básico Banco de dados SQL Server. http://www.unisa-sis. UNISA Universidade de Santo Amaro http://www.unisa.br Material de Estudo Módulo I: Básico Banco de dados SQL Server http://www.unisa-sis.info Junho/2010 Objetivo do Workshop Compartilhar e apresentar

Leia mais

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello Banco de Dados Maurício Edgar Stivanello Agenda Conceitos Básicos SGBD Projeto de Banco de Dados SQL Ferramentas Exemplo Dado e Informação Dado Fato do mundo real que está registrado e possui um significado

Leia mais

Banco de Dados I. Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011

Banco de Dados I. Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011 Banco de Dados I Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011 Plano de Aula SQL Definição Histórico SQL e sublinguagens Definição de dados (DDL) CREATE Restrições básicas em SQL ALTER DROP 08:20 Definição de

Leia mais

Banco de Dados. StructuredQuery Language- SQL. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.

Banco de Dados. StructuredQuery Language- SQL. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo. Banco de Dados StructuredQuery Language- SQL Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 A Origem Em 1970, Ted Codd (pesquisador da IBM) publicou o primeiro

Leia mais

UFCD 787. Administração de base de dados. Elsa Marisa S. Almeida

UFCD 787. Administração de base de dados. Elsa Marisa S. Almeida UFCD 787 Administração de base de dados Elsa Marisa S. Almeida 1 Objectivos Replicação de base de dados Gestão de transacções Cópias de segurança Importação e exportação de dados Elsa Marisa S. Almeida

Leia mais

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita:

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita: SQL Tópicos Especiais Modelagem de Dados Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Leia mais

SQL Server 2008. Ferramenta de administração. SQL Server Management Studio. 1º passo conectar ao banco de dados 2ª Query (consulta) usando SQL

SQL Server 2008. Ferramenta de administração. SQL Server Management Studio. 1º passo conectar ao banco de dados 2ª Query (consulta) usando SQL SQL Server 2008 Ferramenta de administração SQL Server Management Studio Ferramenta de acesso e administração de dados em modo gráfico 1º passo conectar ao banco de dados 2ª Query (consulta) usando SQL

Leia mais

BASES DE DADOS I LTSI/2. Universidade da Beira Interior, Departamento de Informática Hugo Pedro Proença, 2010/2011

BASES DE DADOS I LTSI/2. Universidade da Beira Interior, Departamento de Informática Hugo Pedro Proença, 2010/2011 BASES DE DADOS I LTSI/2 Universidade da Beira Interior, Departamento de Informática Hugo Pedro Proença, 2010/2011 A Linguagem SQL As raízes da linguagem SQL remontam a 1974, altura em que a IBM desenvolvia

Leia mais

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 2 Pedreiros da Informação Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL

Leia mais

MySQL - Operações com SQL básico

MySQL - Operações com SQL básico MySQL - Operações com SQL básico Para testar se o MySQL esta instalado corretamente, execute a seguinte linha no prompt do DOS: c:\mysql\bin\mysql Se tudo estiver nos seus devidos lugares você vai receber

Leia mais

BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS. Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre

BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS. Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre ROTEIRO PARA O 3º TRIMESTRE 1. O MySQL DDL SQL 1. Como funciona o MySQL 2. Como criar um banco de dados no MySQL 3. Como criar tabelas: comandos

Leia mais

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável.

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. SQL (Structured Query Language) SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. Além de permitir a realização de consultas, SQL possibilita: definição

Leia mais

Programação com acesso a BD. Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Programação com acesso a BD. Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Agenda Linguagem SQL: Introdução; Construção/Definição de tabelas. 2 Linguagem SQL SQL - Structured Query Language;

Leia mais

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL 1. O que é Linguagem SQL 2. Instrução CREATE 3. CONSTRAINT 4. ALTER TABLE 5. RENAME TABLE 6. TRUCANTE TABLE 7. DROP TABLE 8. DROP DATABASE 1 1. O que é Linguagem SQL 2. O SQL (Structured Query Language)

Leia mais

SQL. Curso Prático. Celso Henrique Poderoso de Oliveira. Novatec

SQL. Curso Prático. Celso Henrique Poderoso de Oliveira. Novatec SQL Curso Prático Celso Henrique Poderoso de Oliveira Novatec 1 Introdução Desde o início da utilização dos computadores, sabemos que um sistema é feito para aceitar entrada de dados, realizar processamentos

Leia mais

SQL - Criação de Tabelas

SQL - Criação de Tabelas SQL - Criação de Tabelas André Restivo Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto February 24, 2012 André Restivo (FEUP) SQL - Criação de Tabelas February 24, 2012 1 / 25 Sumário 1 Introdução 2 Tabelas

Leia mais

Banco de dados 1. Linguagem SQL DDL e DML. Professor: Victor Hugo L. Lopes

Banco de dados 1. Linguagem SQL DDL e DML. Professor: Victor Hugo L. Lopes Banco de dados 1 Linguagem SQL DDL e DML Professor: Victor Hugo L. Lopes Agenda: Introdução à linguagem de dados; DDL; DML; CRUD; Introdução à linguagem SQL. 2 Por que precisamos da linguagem SQL? A algebra

Leia mais

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br Na última aula estudamos Unidade 4 - Projeto Lógico Normalização; Dicionário de Dados. Arquitetura

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício Introdução à Banco de Dados Nathalia Sautchuk Patrício Histórico Início da computação: dados guardados em arquivos de texto Problemas nesse modelo: redundância não-controlada de dados aplicações devem

Leia mais

EXERCÍCIOS PRÁTICOS. Banco de Dados

EXERCÍCIOS PRÁTICOS. Banco de Dados EXERCÍCIOS PRÁTICOS Banco de Dados Introdução ao uso do SQL Structured Query Language, considerando tanto DDL Data Definition Language quanto DML Data Manipulation Language. Banco de Dados selecionado:

Leia mais

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza PHP e Banco de Dados progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net PHP e Banco de Dados É praticamente impossível

Leia mais

Disciplina: Unidade V: Prof.: E-mail: Período:

Disciplina: Unidade V: Prof.: E-mail: Período: Encontro 17 Disciplina: Sistemas de Banco de Dados Unidade V: Introdução à Linguagem SQL Prof.: Mario Filho E-mail: pro@mariofilho.com.br Período: 5º. SIG - ADM 13. Introdução à Linguagem SQL Introdução

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Antonio

Banco de Dados. Prof. Antonio Banco de Dados Prof. Antonio SQL - Structured Query Language O que é SQL? A linguagem SQL (Structure query Language - Linguagem de Consulta Estruturada) é a linguagem padrão ANSI (American National Standards

Leia mais

SQL. Histórico BANCO DE DADOS. Conceito. Padrões de SQL (1) Componentes do SQL (1) Padrões de SQL (2) (DDL: CREATE TABLE, CONSTRAINTS)

SQL. Histórico BANCO DE DADOS. Conceito. Padrões de SQL (1) Componentes do SQL (1) Padrões de SQL (2) (DDL: CREATE TABLE, CONSTRAINTS) BANCO DE DADOS SQL (DDL: CREATE TABLE, CONSTRAINTS) Prof. Edson Thizon Histórico Entre 1974 e 1979, o San José Research Laboratory da IBM desenvolveu um SGDB relacional que ficou conhecido como Sistema

Leia mais

Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br

Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br 1. Abordagem geral Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br Em primeiro plano, deve-se escolher com qual banco de dados iremos trabalhar. Cada banco possui suas vantagens,

Leia mais

? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase.

? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase. ? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase.? Desde de 1994, a Microsoft lança versões do SQL SERVER

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias 2 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias Modelo de dados: Conjunto de conceitos

Leia mais

Neste curso estaremos estudando conceitos e práticas normalmente utilizadas quando projetamos em banco de dados relacionais.

Neste curso estaremos estudando conceitos e práticas normalmente utilizadas quando projetamos em banco de dados relacionais. 1 INTRODUÇÃO Neste curso estaremos estudando conceitos e práticas normalmente utilizadas quando projetamos em banco de dados relacionais. Vamos utilizar neste curso o Sistema Gerenciador de Banco de Dado

Leia mais

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID Este material pertence a Carlos A. Majer, Professor da Unidade Curricular: Aplicações Corporativas da Universidade Cidade de São Paulo UNICID Licença de Uso Este trabalho está licenciado sob uma Licença

Leia mais

Descrição Tinyint[(M)] Inteiro pequeno. Varia de 128 até +127

Descrição Tinyint[(M)] Inteiro pequeno. Varia de 128 até +127 Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II BANCO DE DADOS II AULA 1 Linguagem SQL Linguagem de definição de dados (DDL) DISCIPLINA: Banco de Dados

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE VARIAÁ VEL Antes de iniciarmos os comandos referentes a Banco de Dados, precisamos de uma breve descrição técnica sobre Variáveis que serão uma constante em programação seja qual for sua forma de leitura.

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Modelagem e Projeto de Banco de Dados Especialização em Tecnologia da Informação - Ênfases Março- 2009 1 Modelo Físico Introdução

Leia mais

SQL (STRUCTUREDQUERY LANGUAGE)

SQL (STRUCTUREDQUERY LANGUAGE) BANCO DE DADOS Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciência da Computação Prof. Alexandre Veloso de Matos alexandre.matos@udesc.br SQL (STRUCTUREDQUERY

Leia mais

Fundamentos do Sistema Gerenciador de Banco de Dados

Fundamentos do Sistema Gerenciador de Banco de Dados Fundamentos do Sistema Gerenciador de Banco de Dados Cláudio Luís V. Oliveira Janeiro de 2010 Definição "Um sistema cujo objetivo principal é gerenciar o acesso, a correta manutenção e a integridade dos

Leia mais

BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE. C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03)

BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE. C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03) MBA em Gestão de TI MÓDULO: BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03) PROFESSOR: Edison Andrade Martins Morais prof@edison.eti.br http://www.edison.eti.br

Leia mais

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura Banco de Dados Conversão para o Banco de Dados SisMoura Objetivo : Converter as informações contidas em um determinado banco de dados para o banco de dados do Sismoura. Restaurar Banco de Dados em branco

Leia mais

Capitulo 2. Prof.º Espc. Fábio Margarito Martins de Barros - Tecnologia de banco de dados

Capitulo 2. Prof.º Espc. Fábio Margarito Martins de Barros - Tecnologia de banco de dados Capitulo 2 1. MODELO LÓGICO DE BANCO DE DADOS... 2 1.1 Definição... 2 1.2 Mapeando o modelo conceitual para o modelo lógico... 2 1.2 Dicionário de dados... 3 2. MODELO FÍSICO DO BANCO DE DADOS... 4 2.1

Leia mais

SQL (Structured Query Language)

SQL (Structured Query Language) SQL (Structured Query Language) Linguagem comercial para BD relacional padrão ISO desde a década de 80 SQL (86); SQL-2 (92); SQL-3 (99) e SQL:2003 não é apenas uma linguagem de consulta! como o nome sugere...

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada (SQL)

Linguagem de Consulta Estruturada (SQL) Linguagem de Consulta Estruturada (SQL) Conceitos sobre a versão ANSI da SQL, a sublinguagem de definição de dados (DDL) e a sublinguagem de manipulação de dados (DML) Prof. Flavio Augusto C. Correia 1

Leia mais

Gerenciamento de um Sistema de

Gerenciamento de um Sistema de SBD Gerenciamento de um Sistema de Banco de Dados Prof. Michel Nobre Muza ua michel.muza@ifsc.edu.br Prof. Marcos Antonio Viana Nascimento Por que é importante: Motivação Participar na organização e no

Leia mais

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 4 O Componente Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Ano: 03/2011

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE VARIAÁ VEL Antes de iniciarmos os comandos referentes a Banco de Dados, precisamos de uma breve descrição técnica sobre Variáveis que serão uma constante em programação seja qual for sua forma de leitura.

Leia mais

SQL (Structured Query Language)

SQL (Structured Query Language) SQL (Structured Query Language) Linguagem comercial para BD relacional padrão ISO desde a década de 80 SQL- (86); SQL- (9); SQL- (99) não é apenas uma linguagem de consulta! como o nome sugere... Base

Leia mais

SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL

SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL Criar uma base de dados (criar um banco de dados) No mysql: create database locadora; No postgresql: createdb locadora Criar

Leia mais

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS POSTGRESQL O PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados dos mais robustos e avançados do mundo. Seu código é aberto e é totalmente gratuito,

Leia mais

SQL (Structured Query Language)

SQL (Structured Query Language) SQL (Structured Query Language) Linguagem comercial para BD relacional padrão ISO desde a década de 80 SQL-1 (86); SQL- (9); SQL- (99) não é apenas uma linguagem de consulta! como o nome sugere... Base

Leia mais

BANCO DE DADOS II Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

BANCO DE DADOS II Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula 11-1. INTRODUÇÃO TRIGGERS (GATILHOS OU AUTOMATISMOS) Desenvolver uma aplicação para gerenciar os dados significa criar uma aplicação que faça o controle sobre todo ambiente desde a interface, passando

Leia mais

Principais Comandos SQL Usados no MySql

Principais Comandos SQL Usados no MySql Principais Comandos SQL Usados no MySql O que é um SGBD? Um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (como no Brasil) ou Sistema Gestor de Base de Dados (SGBD) é o conjunto de programas de computador (softwares)

Leia mais

PROCEDIMENTOS ARMAZENADOS (Stored Procedures)

PROCEDIMENTOS ARMAZENADOS (Stored Procedures) PROCEDIMENTOS ARMAZENADOS (Stored Procedures) 1. Introdução Stored Procedure é um conjunto de comandos, ao qual é atribuído um nome. Este conjunto fica armazenado no Banco de Dados e pode ser chamado a

Leia mais

Histórico de revisões

Histórico de revisões Apostila 3 Histórico de revisões Data Versão Descrição Autor 30/09/2011 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr CONTEÚDO Exclusão de registros Consultas por Dados de Resumo Group by / Having Funções

Leia mais

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com SQL Prof. Márcio Bueno {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com Material dos professores Ana Carolina Salgado, Fernando Foncesa e Valéria Times (CIn/UFPE) SQL SQL - Structured Query Language Linguagem de Consulta

Leia mais

Administração de Banco de Dados

Administração de Banco de Dados Administração de Banco de Dados Professora conteudista: Cida Atum Sumário Administração de Banco de Dados Unidade I 1 INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS...1 1.1 Histórico...1 1.2 Definições...2 1.3 Importância

Leia mais

Banco de Dados. PostgreSQL

Banco de Dados. PostgreSQL Banco de Dados PostgreSQL 2010 Banco de Dados PostgreSQL Banco de Dados II Equipe: Equipe Postgre Líder: Alexandre Strauss... 01 Aline Cássia Lima dos Santos... 02 Erik Machado... 09 Fernando Gomes Brandão...

Leia mais

FEAP - Faculdade de Estudos Avançados do Pará PROFª LENA VEIGA PROJETOS DE BANCO DE DADOS UNIDADE V- SQL

FEAP - Faculdade de Estudos Avançados do Pará PROFª LENA VEIGA PROJETOS DE BANCO DE DADOS UNIDADE V- SQL Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação. O Departamento de Pesquisas da IBM desenvolveu a SQL como forma de interface para

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA RESUMO DE AULA CRIAÇÃO E MANIPULAÇÃO DO BANCO DE DADOS

Leia mais

Introdução a Sistemas de Bancos de Dados

Introdução a Sistemas de Bancos de Dados Introdução a Sistemas de Bancos de Dados Prof. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo rapchan@inf.ufes.br http://www.inf.ufes.br/~rapchan Roteiro da Apresentação Introdução Características de um

Leia mais

DISCIPLINAS DO CURSO INFORMÁTICA ÊNFASE GESTÃO DE NEGÓCIOS.

DISCIPLINAS DO CURSO INFORMÁTICA ÊNFASE GESTÃO DE NEGÓCIOS. DISCIPLINAS DO CURSO INFORMÁTICA ÊNFASE GESTÃO DE NEGÓCIOS. PROFESSOR: DOUGLAS DUARTE DISCIPLINA: LPBD 5º SEMESTRE AULA 02 MYSQL O MySQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados (SGBD), que utiliza

Leia mais

LINGUAGEM SQL. DML - Linguagem de Manipulação de Dados

LINGUAGEM SQL. DML - Linguagem de Manipulação de Dados LINGUAGEM SQL Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL, é uma linguagem de pesquisa declarativa para banco de dados relacional (base de dados relacional). Muitas das características

Leia mais