Verificador de direitos de autor REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Verificador de direitos de autor REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL"

Transcrição

1 Verificador de REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL 2014

2 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR OBRAS DE AUTORES PESSOA FÍSICA OU AUTOR NÃO IDENTIFICADO É possível identificar o(s) autor(es) da obra? Autor da obra é uma pessoa física singular? A obra foi produzida ou publicada antes de 1864*? 12 Autor faleceu há A obra pode estar protegida por direitos de autor e não deve ser reproduzida sem autorização sei reutilizada autorização Data de publicação é anterior a 1864*? reutilizada A obra pode estar protegida por direitos de autor e não deve ser reproduzida sem autorização abrangendo as situações mais comuns. cobre situações complexas de (direitos morais, direitos multiplos de copyright...). substitui a consulta do Código dos Direitos de Autor e 2 Verificador de

3 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR OBRAS DE AUTORES PESSOA COLETIVA Autor da obra é uma pessoa coletiva? As pessoas físicas que criaram a obra estão identificadas na mesma? 3 A obra foi publicada há As pessoas fisicas identificadas como criadoras da obra faleceram há autorização. abrangendo as situações mais comuns. cobre situações complexas de (direitos morais, direitos multiplos de copyright...). substitui a consulta do Código dos Direitos de Autor e Verificador de 3

4 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS A obra é uma publicação periódica? A publicação tem artigos assinados ou com autores identificados? 4 O número mais recente da publicação foi publicado há Os autores identificados na publicação faleceram há autorização. abrangendo as situações mais comuns. cobre situações complexas de (direitos morais, direitos multiplos de copyright...). substitui a consulta do Código dos Direitos de Autor e 4 Verificador de

5 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR EDIÇÕES DE INÉDITOS E EDIÇÕES CRÍTICAS/ CIENTÍFICAS DE OBRAS NO DOMÍNIO PÚBLICO A obra é uma edição de um inédito que está no ou uma edição crítica/ científica de uma obra no domínio público? A obra foi publicada há mais de 25 anos? foi possível determinar o estatuto da obra. Pode estar e não deve ser autorização autorização. abrangendo as situações mais comuns. cobre situações complexas de (direitos morais, direitos multiplos de copyright...). substitui a consulta do Código dos Direitos de Autor e Verificador de 5

6 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR Verificador de

Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal

Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal EXPERIÊNCIAS E PERSPECTIVAS EM 3 TEMAS FUNDAMENTAIS: Reutilização de conteúdos Reutilização de dados Digitalização em massa Helena Simões Patrício 1.

Leia mais

VI IBERCARTO Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014

VI IBERCARTO Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014 Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014 DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS CARTOGRÁFICOS DA BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL GÉNESE, EVOLUÇÃO E CONTEXTOS Maria Joaquina Feijão Helena Patrício DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS

Leia mais

Proteção de direitos e divulgação de arquivos

Proteção de direitos e divulgação de arquivos Electrónica ISCTE 31 janeiro 2012 Proteção de direitos e divulgação de arquivos Helena Simões Patrício Sumário 1. Introdução: a proteção de direitos em ambiente digital 3. Proteção de documentos de arquivo

Leia mais

Revista Gestão Pública em Curitiba MOMENTOS I ENCONTRO INTERNACIONAL DE CURITIBA EM GESTÃO PÚBLICA Pública Gestão Curitiba 2011 em I Encontro Internacional de Curitiba Gestão Pública para Resultados 44

Leia mais

Revista Gestão Pública em Curitiba MOMENTOS II ENCONTRO INTERNACIONAL DE CURITIBA EM PLANEJAMENTO URBANO 40 Volume II - Edição Especial - Março/2012 II Encontro Internacional de Curitiba em Planejamento

Leia mais

Wiki(pédia) depois da edição básica robôs e semântica

Wiki(pédia) depois da edição básica robôs e semântica Wiki(pédia) depois da edição básica robôs e semântica 474 milhões Pessoas que consultam a Wikipédia todos os meses 6.º Site mais visitado do mundo 21 milhões Número total de artigos da Wikipédia 284 Número

Leia mais

Trademarks: protege logotipos e outros símbolos que identificam um produto, empresa ou negócio.

Trademarks: protege logotipos e outros símbolos que identificam um produto, empresa ou negócio. DIREITOS AUTORAIS As informações a seguir foram elaboradas para ajudar a esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre ilustração, contratos e direitos autorais. Para maiores informações jurídicas aconselhamos

Leia mais

Direito Do Autor. Roberto Fieira e Pedro Faria Escola Básica e Secundaria da Ponta do Sol 03-12-2013

Direito Do Autor. Roberto Fieira e Pedro Faria Escola Básica e Secundaria da Ponta do Sol 03-12-2013 2013 Roberto Fieira e Pedro Faria Escola Básica e Secundaria da Ponta do Sol 03-12-2013 1 ÍNDICE Direitos Do Autor... 2 1-Copyright... 2 Representação do símbolo... 3 Aspectos Jurídicos... 4 1-Reprodução...

Leia mais

Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1

Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1 Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1 O que é preservar? 1. Conjunto de atividades desenvolvidas com o fim de aumentar a vida útil da informação

Leia mais

Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009

Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009 Exploração de domínios analíticos para a redescoberta da Colóquio Letras Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009

Leia mais

Coaching para a Excelência

Coaching para a Excelência II Seminário Internacional Consultua/ISPC Coaching para a Excelência 11 de abril 2012, Vila Real apoios ISPC International School of professional Coaching ISPC-International School of Professional Coaching

Leia mais

CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃONº 001/2009 DO OBJETIVO

CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃONº 001/2009 DO OBJETIVO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃONº 001/2009 Fundação Rádio e Televisão Educativa e Cultural UFG ESTABELECEA POLÍTICA DE PRODUÇÃO COOPERADA COM A FUNDAÇÃO RTVE PARA A REALIZAÇÃO DE PROGRAMASTELEVISIVOS.

Leia mais

Helder da Rocha. Criação de. Web Sites II. Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI. Rev.: CWS2-04-2000/01 A4

Helder da Rocha. Criação de. Web Sites II. Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI. Rev.: CWS2-04-2000/01 A4 Helder da Rocha Criação de Web Sites II Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI Rev.: CWS2-04-2000/01 A4 Copyright 2000 por Helder Lima Santos da Rocha. Todos os direitos reservados. Os direitos

Leia mais

ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 experts em Gestão de Conteúdo

ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 experts em Gestão de Conteúdo ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4. Entrando em contato com a ez... 4 1.5. Direitos autorais e marcas

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS AVANÇADAS DE SELECÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado

Leia mais

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Francisco Correia Departamento de Difusão e Promoção Instituto Nacional de Estatística Avenida António José de Almeida 1000-043 Lisboa Tel: 218426143

Leia mais

REGULAMENTO REGRESSO À CASA I. PREÂMBULO. Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS

REGULAMENTO REGRESSO À CASA I. PREÂMBULO. Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS REGRESSO À CASA Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS REGULAMENTO I. PREÂMBULO O Jornal Arquitectos (adiante designado por JA), é um projecto editorial que integra

Leia mais

Cloud RH. Termos e Condições de Serviço. Última atualização: 12 de Maio de 2014. Bem- vindo ao CloudRH!

Cloud RH. Termos e Condições de Serviço. Última atualização: 12 de Maio de 2014. Bem- vindo ao CloudRH! Cloud RH Última atualização: 12 de Maio de 2014 Bem- vindo ao! Este Serviço é disponibilizado pela entidade com a denominação comercial Spark Agency (www.sparkagency.pt). O nosso serviço, disponibilizado

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIA DE INVESTIGAÇÃO E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIA DE INVESTIGAÇÃO E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular METODOLOGIA DE INVESTIGAÇÃO E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3.

Leia mais

Portal de Revistas Eletrônicas da UCB: Publicação Simplificada (SEER Versão 2.2)

Portal de Revistas Eletrônicas da UCB: Publicação Simplificada (SEER Versão 2.2) Portal de Revistas Eletrônicas da UCB: Publicação Simplificada (SEER Versão 2.2) Elaborado pela equipe do NSE: Cristiani Mendes Sonia Boeres Sumário 1. Configuração da Revista... 3 2. Submissão (Autor)...

Leia mais

dentro da Psicologia

dentro da Psicologia Adelma Pimentel Vítor Franco (Coordenadores) Diálogos dentro da Psicologia C O N T R I B U T O S DA I N V E S T I G A Ç Ã O LUSO-BRASILEIRA EM PSICOLOGIA SOCIAL, CLÍNICA E EDUCACIONAL título coordenadores

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL PARA ECONOMISTAS E GESTORES

DIREITO EMPRESARIAL PARA ECONOMISTAS E GESTORES DIREITO EMPRESARIAL PARA ECONOMISTAS E GESTORES 2014 Paulo Olavo Cunha Doutor em Direito Professor da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa (Lisboa) e na Católica Lisbon School of Business

Leia mais

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA REGULAMENTO 1 ENTIDADE PROMOTORA O I Concurso de Fotografia Pampilhosa da Serra Inspira Natureza é uma iniciativa da Câmara Municipal de Pampilhosa

Leia mais

Horário. CET: Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação 3ª edição, 2014/15. Semana: 1 Sala: 2.09

Horário. CET: Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação 3ª edição, 2014/15. Semana: 1 Sala: 2.09 Horário CET: Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação 3ª edição, 2014/15 Semana: 1 Sala: 2.09 Hora 2014-09-22 2014-09-23 2014-09-24 2014-09-25 2014-09-26 2014-09-27 do utilizador do utilizador

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA ARRAIOLOS CONCURSO DE FOTOGRAFIA Festa da Juventude de Arraiolos 15 REGULAMENTO Câmara Municipal de Arraiolos Normas de participação Estas normas poderão ser consultadas no sítio do Município de Arraiolos

Leia mais

IT Management Principles

IT Management Principles Exame Simulado IT Management Principles Edição Julho 2012 Copyright 2012 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada num sistema

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO E VALIDAÇÃO DE FORMAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO E VALIDAÇÃO DE FORMAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO E VALIDAÇÃO DE FORMAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão de Recursos

Leia mais

EXIN Business Information Management Foundation

EXIN Business Information Management Foundation Guia de Preparação EXIN Business Information Management Foundation with reference to BiSL Edição Maio 2012 Copyright 2012 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicada,

Leia mais

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos NORMA BRASILEIRA ABNT NBR ISO 9001:2008 ERRATA 1 Publicada em 11.09.2009 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos ERRATA 1 Esta Errata 1 da ABNT NBR ISO 9001:2008 foi elaborada no Comitê Brasileiro da

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO Nº 03/2012 DO CONSELHO DIRETOR Aprova o Regulamento do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal de Uberlândia. O CONSELHO DIRETOR DA, no uso da competência prevista nos arts. 14, do Estatuto,

Leia mais

Art. 3º A sua sede é em Lisboa, podendo, contudo, criar dependências onde for julgado necessário ou conveniente.

Art. 3º A sua sede é em Lisboa, podendo, contudo, criar dependências onde for julgado necessário ou conveniente. ESTATUTOS CAPÍTULO I Natureza, nacionalidade, duração e sede da instituição Art. 1º A Fundação Calouste Gulbenkian, criada por Calouste Sarkis Gulbenkian no seu testamento de 18 de Junho de 1953, com que

Leia mais

VOCE JÁ TEM O SEU PLANO DE METAS? Saiba como elaborar passo-a-passo

VOCE JÁ TEM O SEU PLANO DE METAS? Saiba como elaborar passo-a-passo VOCE JÁ TEM O SEU PLANO DE METAS? Saiba como elaborar passo-a-passo Copyright 2015, EDUCAR FINANÇAS. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro digital,

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 145/2015 de 16 de Setembro de 2015

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 145/2015 de 16 de Setembro de 2015 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 145/2015 de 16 de Setembro de 2015 Considerando que José Christiano de Freitas Henrique Júnior foi um açoriano, nascido e criado nos Açores,

Leia mais

Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador

Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador Soluções de análise da SAP Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador Índice 3 Um caso para análise preditiva

Leia mais

Introdução à Wikipédia

Introdução à Wikipédia Introdução à Wikipédia Programa Embaixadores da Wikipédia 1 Você sabia? A Wikipédia é um dos 5 sites mais acessados no mundo! A Wikipédia tem 400 milhões de visitantes únicos por mês (isso representa 5%

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Direito (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Direito 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular DIREITO PENAL

Leia mais

Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário

Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário 11 de novembro de 2014 Auditório da Torre do Tombo PATROCINDADORES Apoio Patrocinadores Globais APDSI Casos de implementação Gerir a complexidade

Leia mais

BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE LAGOA

BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE LAGOA APRESENTAÇÃO DE PROJETO POR ORGANIZAÇÃO Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Lagoa Solicito a inserção do presente projeto no Banco Local de Voluntariado de Lagoa. Declaro tomar conhecimento e aceitar

Leia mais

A importância da propriedade intelectual para as obras geradas nas instituições de ensino

A importância da propriedade intelectual para as obras geradas nas instituições de ensino UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PRÓ REITORIA DE PESQUISA A importância da propriedade intelectual para as obras geradas nas instituições de ensino MARIA APARECIDA DE SOUZA SÃO PAULO, 12 DE MARÇO DE 2013. Agência

Leia mais

1. PROLOGO ==========

1. PROLOGO ========== 1997 - Hackers Iniciantes em Linguagem C 1997 - RoyalBug - thedarkage@mail.geocities.com thedarkage2@mail.geocities.com 1997 - The Black Church MANUAL C 01 ================ 1997 - http://www.pcs.usp.br/~peasilva/

Leia mais

A música feita no Brasil é produto de exportação

A música feita no Brasil é produto de exportação Resposta Técnica As vantagens do registro das criações musicais A música feita no Brasil é produto de exportação Nomes como Tom Jobim, Roberto Carlos, Chico Buarque e, recentemente, Michel Teló, com uma

Leia mais

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM WINDOWS. IsmaelSouzaAraujo

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM WINDOWS. IsmaelSouzaAraujo ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM WINDOWS IsmaelSouzaAraujo INFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO Autor Ismael Souza Araujo Pós-graduado em Gerência de Projetos PMBOK UNICESP, graduado em Tecnologia em Segurança da Informação

Leia mais

Apoio para preparação da componente marketing do plano de negócios. IPS, ESGTS, 2 abril 2014

Apoio para preparação da componente marketing do plano de negócios. IPS, ESGTS, 2 abril 2014 Apoio para preparação da componente marketing do plano de negócios IPS, ESGTS, 2 abril 2014 Apoio para preparação da componente marketing do plano de negócios IPS, ESGTS, 2 abril 2014 Alfredo Silva alfredosilva@esdrm.ipsantarem.pt

Leia mais

1.1. O passatempo Desenha a Bandeira da Seleção é promovido pelos Jogos Santa Casa (JSC) em associação com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF)

1.1. O passatempo Desenha a Bandeira da Seleção é promovido pelos Jogos Santa Casa (JSC) em associação com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) 1. OBJETO 1.1. O passatempo Desenha a Bandeira da Seleção é promovido pelos Jogos Santa Casa (JSC) em associação com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) 1.2. A proposta criativa deverá ser original

Leia mais

CA Process Automation

CA Process Automation CA Process Automation Glossário Release 04.2.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação), destina-se

Leia mais

Almanaque nº 19 - RESÍDUOS

Almanaque nº 19 - RESÍDUOS Unindo Arte com Educação, o Almanaque Ambiental Menino Caranguejo foi criado para ser um material de apoio à Educação Ambiental, trazendo uma linguagem lúdica através das histórias em quadrinhos e informações

Leia mais

ESTATUTOS. 2012 Estatutos da Associação Vila Animal

ESTATUTOS. 2012 Estatutos da Associação Vila Animal 2012 Estatutos da Associação Vila Animal Vila Animal Associação de Protecção de Animais de Viana do Castelo Loja Shopping Estação Viana 4900 Viana do Castelo CAPÍTULO I ASSOCIAÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º.

Leia mais

ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Chyara Sales Pereira Dezembro de 2013

ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Chyara Sales Pereira Dezembro de 2013 ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Chyara Sales Pereira Dezembro de 2013 Governo de Minas ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Atua na coordenação das Relações Internacionais

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

SUGESTÕES DE LEITURA História dos países africanos de língua portuguesa

SUGESTÕES DE LEITURA História dos países africanos de língua portuguesa ! 5 2015 1 SUGESTÕES DE LEITURA História dos países africanos de língua portuguesa Maio 2015 Universidade de Aveiro Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia ServiçosdeBiblioteca,InformaçãoDocumentaleMuseologia

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume I - Princípios Gerais. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao.

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume I - Princípios Gerais. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao. Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume I - Princípios Gerais um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído sem a expressa

Leia mais

Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional

Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional Registo de autoridade arquivística Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional Identificação Tipo de entidade Entidade coletiva Forma autorizada do nome Instituto de Cooperação Científica

Leia mais

Alguns exemplos de problemas resolvidos

Alguns exemplos de problemas resolvidos Alguns exemplos de problemas resolvidos Partilhamos contigo alguns problemas e respetivas resoluções que selecionámos, para ilustrar todo este desafiante processo de resolução de problemas. Vais reparar

Leia mais

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Ministério da Educação Brasília 2006 Artigo publicado, em 06 de dezembro de 2006, no Observatório da Sociedade

Leia mais

Amostras e Tutoriais Versão 7 Release 5. Tutorial da Amostra de Contratação para o IBM Process Designer

Amostras e Tutoriais Versão 7 Release 5. Tutorial da Amostra de Contratação para o IBM Process Designer Amostras e Tutoriais Versão 7 Release 5 Tutorial da Amostra de Contratação para o IBM Process Designer ii Amostra de Contratação Manuais PDF e o Centro de Informações Os manuais PDF são fornecidos como

Leia mais

UML 2 uma abordagem prática Gilleanes T. A. Guedes

UML 2 uma abordagem prática Gilleanes T. A. Guedes UML 2 uma abordagem prática Gilleanes T. A. Guedes Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

Moodle. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Ambiente de Aprendizagem Modular Orientado a Objetos) Ferramentas e Vantagens

Moodle. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Ambiente de Aprendizagem Modular Orientado a Objetos) Ferramentas e Vantagens Moodle Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Ambiente de Aprendizagem Modular Orientado a Objetos) Ferramentas e Vantagens O que é? Alternativa às soluções comerciais de ensino on-line

Leia mais

Novell Vibe 4.0. Março de 2015. Inicialização Rápida. Iniciando o Novell Vibe. Conhecendo a interface do Novell Vibe e seus recursos

Novell Vibe 4.0. Março de 2015. Inicialização Rápida. Iniciando o Novell Vibe. Conhecendo a interface do Novell Vibe e seus recursos Novell Vibe 4.0 Março de 2015 Inicialização Rápida Quando você começa a usar o Novell Vibe, a primeira coisa a se fazer é configurar sua área de trabalho pessoal e criar uma área de trabalho de equipe.

Leia mais

MONITOR COM HABILIDADE EM MÚSICA VIOLÃO CONHECIMENTOS GERAIS. A Inteligência Animal

MONITOR COM HABILIDADE EM MÚSICA VIOLÃO CONHECIMENTOS GERAIS. A Inteligência Animal MONITOR COM HABILIDADE EM MÚSICA VIOLÃO CONHECIMENTOS GERAIS PORTUGUÊS A Inteligência Animal Há muito vem sendo estudada a possibilidade de haver, no reino animal, outros tipos de inteligência além da

Leia mais

Sistema Integrado Cooperativo e Comunitário de Produção Avícola, Caprina e Derivados

Sistema Integrado Cooperativo e Comunitário de Produção Avícola, Caprina e Derivados FED/25/358-746 Sistema Integrado Cooperativo e Comunitário de Produção Avícola, Caprina e Derivados Os produtos pecuários representam 17% do PIB nacional e 32% do PIB agrícola. A procura urbana de carnes,

Leia mais

Linha de Produto de Software

Linha de Produto de Software Linha de Produto de Software Jair C Leite DIMAp/UFRN O que é linha de produto de software? Técnica de produção baseada em outras engenharias fábricas que desenvolvem uma mesma família de produtos com partes

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PODER JUDICIÁRIO MANUAL DO SERVIDOR

ESTADO DE RONDÔNIA PODER JUDICIÁRIO MANUAL DO SERVIDOR ESTADO DE RONDÔNIA PODER JUDICIÁRIO MANUAL DO SERVIDOR Manual de normas que regulamentam os direitos funcionais dos servidores do Poder Judiciário do Estado de Rondônia. 4ª edição revisada e atualizada

Leia mais

Literatura infantil e juvenil Formação de leitores

Literatura infantil e juvenil Formação de leitores Coleção educação em análise A literatura é um campo privilegiado para ocultar/desocultar sentidos, e os livros contemporâneos (muitas vezes plenos de mensagens que vão além do texto literário, estabelecendo

Leia mais

1. Acerca deste documento

1. Acerca deste documento Acronis Backup & Recovery 10 Server for Windows, Acronis Backup & Recovery 10 Workstation Manual de introdução rápido 1. Acerca deste documento Este documento descreve a forma de instalar e começar a utilizar

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BAPTISTA, Ligia Pavan. Palavras-chave: Ética, Administração Pública, Ética Pública

CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BAPTISTA, Ligia Pavan. Palavras-chave: Ética, Administração Pública, Ética Pública CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BAPTISTA, Ligia Pavan Palavras-chave: Ética, Administração Pública, Ética Pública R E S U M O 1. INTRODUÇÃO A proposta do curso de Ética na

Leia mais

ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES ARTIGO 2.º OBJECTO DO CONTRATO ARTIGO 3.º INÍCIO E DURAÇÃO DO CONTRATO. SEGURO REAL VIDA Condições Gerais

ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES ARTIGO 2.º OBJECTO DO CONTRATO ARTIGO 3.º INÍCIO E DURAÇÃO DO CONTRATO. SEGURO REAL VIDA Condições Gerais ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES 1. Para efeitos do presente contrato entende-se por: Seguradora: a Real Vida Seguros, S.A., que subscreve com o Tomador de Seguro o presente contrato; Tomador de Seguro: A entidade

Leia mais

Discurso do Presidente da Autoridade da Concorrência. Abertura do 3.º Curso de Formação para Juízes em Direito Europeu da Concorrência

Discurso do Presidente da Autoridade da Concorrência. Abertura do 3.º Curso de Formação para Juízes em Direito Europeu da Concorrência Discurso do Presidente da Autoridade da Concorrência Abertura do 3.º Curso de Formação para Juízes em Direito Europeu da Concorrência 7 de maio de 2014 Senhores Coordenadores do Curso de Formação para

Leia mais

CA Business Service Insight

CA Business Service Insight CA Business Service Insight Guia de Conteúdo Predefinido da ISO 20000 8.2 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada

Leia mais

Pós Graduação Engenharia de Software

Pós Graduação Engenharia de Software Pós Graduação Engenharia de Software Ana Candida Natali COPPE/UFRJ Programa de Engenharia de Sistemas e Computação FAPEC / FAT Estrutura do Módulo Parte 1 QUALIDADE DE SOFTWARE PROCESSO Introdução: desenvolvimento

Leia mais

Dados contadores de história. Qlik Sense 1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Dados contadores de história. Qlik Sense 1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Dados contadores de história Qlik Sense 1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA IFLA PARA BIBLIOTECÁRIOS E OUTROS PROFISSIONAIS DA INFORMAÇÃO

CÓDIGO DE ÉTICA DA IFLA PARA BIBLIOTECÁRIOS E OUTROS PROFISSIONAIS DA INFORMAÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA DA IFLA PARA BIBLIOTECÁRIOS E OUTROS PROFISSIONAIS DA INFORMAÇÃO PREÂMBULO Este Código de Ética e de Conduta Profissional apresenta uma série de recomendações éticas para a orientação de

Leia mais

Norma Nr.016 / 1999 de 29/12 REVOGA AS NORMAS N.º 10/96-R E N.º 11/97-R

Norma Nr.016 / 1999 de 29/12 REVOGA AS NORMAS N.º 10/96-R E N.º 11/97-R Norma Nr.016 / 1999 de 29/12 REVOGA AS NORMAS N.º 10/96-R E N.º 11/97-R AVALIAÇÃO DOS TERRENOS E EDIFÍCIOS DAS EMPRESAS DE SEGUROS E DOS FUNDOS DE PENSÕES Considerando que, de acordo com a regulamentação

Leia mais

Código Civil Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social

Código Civil Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social Código Civil Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social Artigo 70. o (Tutela geral da personalidade) 1. A lei protege os indivíduos contra qualquer ofensa ilícita ou ameaça de ofensa à sua

Leia mais

Studio 5000 Logix Designer Automação Produtiva

Studio 5000 Logix Designer Automação Produtiva Studio 5000 Logix Designer Automação Produtiva PUBLIC INFORMATION Rev 5058-CO900E Copyright 2014 Rockwell Automation, Inc. All Rights Reserved. Projetando para Automação Produtiva Ambiente de Projeto Completo

Leia mais

IX Conferência Ibero-americana de Cultura Montevidéu, 13 e 14 de julho de 2006 CARTA CULTURAL IBERO-AMERICANA PROJETO

IX Conferência Ibero-americana de Cultura Montevidéu, 13 e 14 de julho de 2006 CARTA CULTURAL IBERO-AMERICANA PROJETO IX Conferência Ibero-americana de Cultura Montevidéu, 13 e 14 de julho de 2006 CARTA CULTURAL IBERO-AMERICANA PROJETO 1 CARTA CULTURAL IBERO-AMERICANA PREÂMBULO Os Chefes de Estado e de Governo dos países

Leia mais

Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização

Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização de Obras ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objecto Artigo 2.º Princípios Artigo 3.º Finalidades Artigo 4.º Atribuições

Leia mais

CAPÍTULO 3 A PRODUÇÃO E DIFUSÃO DO CONHECIMENTO

CAPÍTULO 3 A PRODUÇÃO E DIFUSÃO DO CONHECIMENTO CAPÍTULO 3 A PRODUÇÃO E DIFUSÃO DO CONHECIMENTO Canal oficial da SBI para divulgação de informações científicas, o The Brazilian Journal of Infectious Diseases (BJID) ganha espaço, credibilidade e prestígio

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Demografia e Dinâmicas Territoriais Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Demografia e Dinâmicas Territoriais Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular Demografia e Dinâmicas Territoriais Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

CA Nimsoft Unified Management Portal

CA Nimsoft Unified Management Portal CA Nimsoft Unified Management Portal Guia de Configuração para Vários Servidores 7.0 Histórico da revisão do documento Versão do documento Data Alterações 1.0 Setembro 2013 Versão inicial do UMP 7.0. Avisos

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Apresentação da Disciplina Edirlei Soares de Lima Objetivos da Disciplina Apresentar e discutir técnicas avançadas de Análise e Projeto de

Leia mais

Método de Eliminação de Gauss. Eduardo Camponogara

Método de Eliminação de Gauss. Eduardo Camponogara Sistemas de Equações Lineares Método de Eliminação de Gauss Eduardo Camponogara Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina DAS-5103: Cálculo Numérico para Controle e Automação

Leia mais

Experiência na Implantação do Processo GRU no LENS/COPPE/UFRJ

Experiência na Implantação do Processo GRU no LENS/COPPE/UFRJ Experiência na Implantação do Processo GRU no LENS/COPPE/UFRJ Reinaldo C. Silva Filho, Anne Elise Katsurayama, Gleison Santos, Leonardo Murta, Ana Regina Rocha. cabral@cos.ufrj.br Roteiro Motivação para

Leia mais

Versão 7.0. Digitalização da Área de Trabalho da Xerox Guia do Usuário (Windows)

Versão 7.0. Digitalização da Área de Trabalho da Xerox Guia do Usuário (Windows) Versão 7.0 Digitalização da Área de Trabalho da Xerox Guia do Usuário (Windows) Traduzido por: Xerox GKLS European Operations Bessemer Road Welwyn Garden City Hertfordshire AL7 1BU UK Copyright 2007 Xerox

Leia mais

Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks.

Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks. 1 Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks. A Virtualbooks gostaria de receber suas críticas e sugestões sobre suas edições. Sua opinião é muito importante para

Leia mais

Iniciar. guia de utilização

Iniciar. guia de utilização Iniciar guia de utilização versão 2011.09 Setembro 2011 Ficha técnica Título biblio.net Iniciar : guia de utilização Autor António Manuel Freire Co-Autor Licínia Santos Colaboração Rui Pina, Paulo Almeida

Leia mais

PORTABILIDADE DOCUMENTOS EXIGIDOS PELOS DIVERSOS PRESTADORES DE SERVIÇOS TELEFÓNICOS PARA A DENÚNCIA CONTRATUAL

PORTABILIDADE DOCUMENTOS EXIGIDOS PELOS DIVERSOS PRESTADORES DE SERVIÇOS TELEFÓNICOS PARA A DENÚNCIA CONTRATUAL PORTABILIDADE DOCUMENTOS EXIGIDOS PELOS DIVERSOS PRESTADORES DE SERVIÇOS TELEFÓNICOS PARA A DENÚNCIA CONTRATUAL Visando permitir a todas as empresas com intervenção em processos de portabilidade saber

Leia mais

Resolução dos Exercícios 8 e 10 da lista 7.

Resolução dos Exercícios 8 e 10 da lista 7. Resolução dos Exercícios 8 e 10 da lista 7. 8) Seja T : R 3 R 3 a transformação linear tal que T (e 3 ) = 3e 1 + e 2 2e 3, T (e 2 + e 3 ) = e 1, T (e 1 + e 2 + e 3 ) = e 2 + e 3, a) Calcule T (2e 1 e 2

Leia mais

DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E SISTEMAS DE INOVAÇÃO. Sergio Salles Filho

DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E SISTEMAS DE INOVAÇÃO. Sergio Salles Filho DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E SISTEMAS DE INOVAÇÃO O que são direitos de propriedade intelectual? Qual a diferença para outros direitos de propriedade? Por que há instrumentos de proteção variados?

Leia mais

Todos os Direitos Reservados. Copyright 2012, ESTEIO Engenharia e Aerolevantamentos S.A. Este conteúdo foi elaborado pelo corpo técnico da empresa.

Todos os Direitos Reservados. Copyright 2012, ESTEIO Engenharia e Aerolevantamentos S.A. Este conteúdo foi elaborado pelo corpo técnico da empresa. POTENCIALIDADE DO AEROLEVANTAMENTO NO MEIO URBANO A. Mapeamento e Cadastro de Belo Horizonte Contrato PMBH - ESTEIO - Cadastro 2011 Todos os Direitos Reservados. Copyright 2012, ESTEIO Engenharia e Aerolevantamentos

Leia mais

INEGI, U.Porto e TecMinho associam-se à criação da Ownersmark

INEGI, U.Porto e TecMinho associam-se à criação da Ownersmark Página Web 1 de 6 Registo (gratuito) MUNDUS (Assinatura) Página Inicial Notícias Emprego & Bolsas Financiamento Eventos a não perder Atlas da Ciência Parceiros Página Inicial Pesquisar ok Nome de Utilizador

Leia mais

Humanismo em Nove Lições Quinta Edição

Humanismo em Nove Lições Quinta Edição Humanismo em Nove Lições Quinta Edição A quinta edição do curso Humanismo em Nove Lições, promovido em parceria entre Associação dos Magistrados Brasileiros/AMB e o Centro de Estudos Direito e Sociedade/

Leia mais

HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR

HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR Programa da lista candidata à eleição para os órgãos regionais do Norte da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Triénio 2011-2013 25 de

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 10 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 10-24/05/2006 1 Ementa Processos de desenvolvimento de software Estratégias e técnicas de teste de software (Caps. 13 e 14

Leia mais

Parte I Introdução ActionScript_30_01.indd 1 5/11/2010 08:29:29

Parte I Introdução ActionScript_30_01.indd 1 5/11/2010 08:29:29 Parte I Introdução ActionScript_30_01.indd 1 5/11/2010 08:29:29 ActionScript_30_01.indd 2 5/11/2010 08:29:34 Aprendendo uma nova linguagem... ActionScript é uma linguagem e, como um novo idioma ou a linguagem

Leia mais

ENEAGRAMA 360º E ENEACOACHING

ENEAGRAMA 360º E ENEACOACHING Porto e Lisboa Outubro 2013 Em parceria com O eu que ordena O eu que espera O eu que ama e confronta O eu que compete "A chave para a grandeza está na procura do potencial das pessoas e no dedicar tempo

Leia mais