Verificador de direitos de autor REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Verificador de direitos de autor REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL"

Transcrição

1 Verificador de REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL 2014

2 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR OBRAS DE AUTORES PESSOA FÍSICA OU AUTOR NÃO IDENTIFICADO É possível identificar o(s) autor(es) da obra? Autor da obra é uma pessoa física singular? A obra foi produzida ou publicada antes de 1864*? 12 Autor faleceu há A obra pode estar protegida por direitos de autor e não deve ser reproduzida sem autorização sei reutilizada autorização Data de publicação é anterior a 1864*? reutilizada A obra pode estar protegida por direitos de autor e não deve ser reproduzida sem autorização abrangendo as situações mais comuns. cobre situações complexas de (direitos morais, direitos multiplos de copyright...). substitui a consulta do Código dos Direitos de Autor e 2 Verificador de

3 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR OBRAS DE AUTORES PESSOA COLETIVA Autor da obra é uma pessoa coletiva? As pessoas físicas que criaram a obra estão identificadas na mesma? 3 A obra foi publicada há As pessoas fisicas identificadas como criadoras da obra faleceram há autorização. abrangendo as situações mais comuns. cobre situações complexas de (direitos morais, direitos multiplos de copyright...). substitui a consulta do Código dos Direitos de Autor e Verificador de 3

4 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS A obra é uma publicação periódica? A publicação tem artigos assinados ou com autores identificados? 4 O número mais recente da publicação foi publicado há Os autores identificados na publicação faleceram há autorização. abrangendo as situações mais comuns. cobre situações complexas de (direitos morais, direitos multiplos de copyright...). substitui a consulta do Código dos Direitos de Autor e 4 Verificador de

5 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR EDIÇÕES DE INÉDITOS E EDIÇÕES CRÍTICAS/ CIENTÍFICAS DE OBRAS NO DOMÍNIO PÚBLICO A obra é uma edição de um inédito que está no ou uma edição crítica/ científica de uma obra no domínio público? A obra foi publicada há mais de 25 anos? foi possível determinar o estatuto da obra. Pode estar e não deve ser autorização autorização. abrangendo as situações mais comuns. cobre situações complexas de (direitos morais, direitos multiplos de copyright...). substitui a consulta do Código dos Direitos de Autor e Verificador de 5

6 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR Verificador de

Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal

Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal EXPERIÊNCIAS E PERSPECTIVAS EM 3 TEMAS FUNDAMENTAIS: Reutilização de conteúdos Reutilização de dados Digitalização em massa Helena Simões Patrício 1.

Leia mais

VI IBERCARTO Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014

VI IBERCARTO Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014 Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014 DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS CARTOGRÁFICOS DA BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL GÉNESE, EVOLUÇÃO E CONTEXTOS Maria Joaquina Feijão Helena Patrício DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS

Leia mais

Proteção de direitos e divulgação de arquivos

Proteção de direitos e divulgação de arquivos Electrónica ISCTE 31 janeiro 2012 Proteção de direitos e divulgação de arquivos Helena Simões Patrício Sumário 1. Introdução: a proteção de direitos em ambiente digital 3. Proteção de documentos de arquivo

Leia mais

Revista Gestão Pública em Curitiba MOMENTOS I ENCONTRO INTERNACIONAL DE CURITIBA EM GESTÃO PÚBLICA Pública Gestão Curitiba 2011 em I Encontro Internacional de Curitiba Gestão Pública para Resultados 44

Leia mais

Revista Gestão Pública em Curitiba MOMENTOS II ENCONTRO INTERNACIONAL DE CURITIBA EM PLANEJAMENTO URBANO 40 Volume II - Edição Especial - Março/2012 II Encontro Internacional de Curitiba em Planejamento

Leia mais

Direito Do Autor. Roberto Fieira e Pedro Faria Escola Básica e Secundaria da Ponta do Sol 03-12-2013

Direito Do Autor. Roberto Fieira e Pedro Faria Escola Básica e Secundaria da Ponta do Sol 03-12-2013 2013 Roberto Fieira e Pedro Faria Escola Básica e Secundaria da Ponta do Sol 03-12-2013 1 ÍNDICE Direitos Do Autor... 2 1-Copyright... 2 Representação do símbolo... 3 Aspectos Jurídicos... 4 1-Reprodução...

Leia mais

Trademarks: protege logotipos e outros símbolos que identificam um produto, empresa ou negócio.

Trademarks: protege logotipos e outros símbolos que identificam um produto, empresa ou negócio. DIREITOS AUTORAIS As informações a seguir foram elaboradas para ajudar a esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre ilustração, contratos e direitos autorais. Para maiores informações jurídicas aconselhamos

Leia mais

Helder da Rocha. Criação de. Web Sites II. Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI. Rev.: CWS2-04-2000/01 A4

Helder da Rocha. Criação de. Web Sites II. Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI. Rev.: CWS2-04-2000/01 A4 Helder da Rocha Criação de Web Sites II Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI Rev.: CWS2-04-2000/01 A4 Copyright 2000 por Helder Lima Santos da Rocha. Todos os direitos reservados. Os direitos

Leia mais

Wiki(pédia) depois da edição básica robôs e semântica

Wiki(pédia) depois da edição básica robôs e semântica Wiki(pédia) depois da edição básica robôs e semântica 474 milhões Pessoas que consultam a Wikipédia todos os meses 6.º Site mais visitado do mundo 21 milhões Número total de artigos da Wikipédia 284 Número

Leia mais

Cloud RH. Termos e Condições de Serviço. Última atualização: 12 de Maio de 2014. Bem- vindo ao CloudRH!

Cloud RH. Termos e Condições de Serviço. Última atualização: 12 de Maio de 2014. Bem- vindo ao CloudRH! Cloud RH Última atualização: 12 de Maio de 2014 Bem- vindo ao! Este Serviço é disponibilizado pela entidade com a denominação comercial Spark Agency (www.sparkagency.pt). O nosso serviço, disponibilizado

Leia mais

VOCE JÁ TEM O SEU PLANO DE METAS? Saiba como elaborar passo-a-passo

VOCE JÁ TEM O SEU PLANO DE METAS? Saiba como elaborar passo-a-passo VOCE JÁ TEM O SEU PLANO DE METAS? Saiba como elaborar passo-a-passo Copyright 2015, EDUCAR FINANÇAS. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro digital,

Leia mais

ESTATUTOS. 2012 Estatutos da Associação Vila Animal

ESTATUTOS. 2012 Estatutos da Associação Vila Animal 2012 Estatutos da Associação Vila Animal Vila Animal Associação de Protecção de Animais de Viana do Castelo Loja Shopping Estação Viana 4900 Viana do Castelo CAPÍTULO I ASSOCIAÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º.

Leia mais

Código Civil Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social

Código Civil Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social Código Civil Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social Artigo 70. o (Tutela geral da personalidade) 1. A lei protege os indivíduos contra qualquer ofensa ilícita ou ameaça de ofensa à sua

Leia mais

A importância da propriedade intelectual para as obras geradas nas instituições de ensino

A importância da propriedade intelectual para as obras geradas nas instituições de ensino UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PRÓ REITORIA DE PESQUISA A importância da propriedade intelectual para as obras geradas nas instituições de ensino MARIA APARECIDA DE SOUZA SÃO PAULO, 12 DE MARÇO DE 2013. Agência

Leia mais

1. PROLOGO ==========

1. PROLOGO ========== 1997 - Hackers Iniciantes em Linguagem C 1997 - RoyalBug - thedarkage@mail.geocities.com thedarkage2@mail.geocities.com 1997 - The Black Church MANUAL C 01 ================ 1997 - http://www.pcs.usp.br/~peasilva/

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 145/2015 de 16 de Setembro de 2015

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 145/2015 de 16 de Setembro de 2015 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 145/2015 de 16 de Setembro de 2015 Considerando que José Christiano de Freitas Henrique Júnior foi um açoriano, nascido e criado nos Açores,

Leia mais

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM WINDOWS. IsmaelSouzaAraujo

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM WINDOWS. IsmaelSouzaAraujo ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM WINDOWS IsmaelSouzaAraujo INFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO Autor Ismael Souza Araujo Pós-graduado em Gerência de Projetos PMBOK UNICESP, graduado em Tecnologia em Segurança da Informação

Leia mais

Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009

Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009 Exploração de domínios analíticos para a redescoberta da Colóquio Letras Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009

Leia mais

Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1

Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1 Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1 O que é preservar? 1. Conjunto de atividades desenvolvidas com o fim de aumentar a vida útil da informação

Leia mais

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Ministério da Educação Brasília 2006 Artigo publicado, em 06 de dezembro de 2006, no Observatório da Sociedade

Leia mais

Coaching para a Excelência

Coaching para a Excelência II Seminário Internacional Consultua/ISPC Coaching para a Excelência 11 de abril 2012, Vila Real apoios ISPC International School of professional Coaching ISPC-International School of Professional Coaching

Leia mais

CA Process Automation

CA Process Automation CA Process Automation Glossário Release 04.2.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação), destina-se

Leia mais

DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E SISTEMAS DE INOVAÇÃO. Sergio Salles Filho

DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E SISTEMAS DE INOVAÇÃO. Sergio Salles Filho DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E SISTEMAS DE INOVAÇÃO O que são direitos de propriedade intelectual? Qual a diferença para outros direitos de propriedade? Por que há instrumentos de proteção variados?

Leia mais

ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 experts em Gestão de Conteúdo

ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 experts em Gestão de Conteúdo ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4. Entrando em contato com a ez... 4 1.5. Direitos autorais e marcas

Leia mais

CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃONº 001/2009 DO OBJETIVO

CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃONº 001/2009 DO OBJETIVO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃONº 001/2009 Fundação Rádio e Televisão Educativa e Cultural UFG ESTABELECEA POLÍTICA DE PRODUÇÃO COOPERADA COM A FUNDAÇÃO RTVE PARA A REALIZAÇÃO DE PROGRAMASTELEVISIVOS.

Leia mais

UML 2 uma abordagem prática Gilleanes T. A. Guedes

UML 2 uma abordagem prática Gilleanes T. A. Guedes UML 2 uma abordagem prática Gilleanes T. A. Guedes Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS AVANÇADAS DE SELECÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado

Leia mais

IX Conferência Ibero-americana de Cultura Montevidéu, 13 e 14 de julho de 2006 CARTA CULTURAL IBERO-AMERICANA PROJETO

IX Conferência Ibero-americana de Cultura Montevidéu, 13 e 14 de julho de 2006 CARTA CULTURAL IBERO-AMERICANA PROJETO IX Conferência Ibero-americana de Cultura Montevidéu, 13 e 14 de julho de 2006 CARTA CULTURAL IBERO-AMERICANA PROJETO 1 CARTA CULTURAL IBERO-AMERICANA PREÂMBULO Os Chefes de Estado e de Governo dos países

Leia mais

dentro da Psicologia

dentro da Psicologia Adelma Pimentel Vítor Franco (Coordenadores) Diálogos dentro da Psicologia C O N T R I B U T O S DA I N V E S T I G A Ç Ã O LUSO-BRASILEIRA EM PSICOLOGIA SOCIAL, CLÍNICA E EDUCACIONAL título coordenadores

Leia mais

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Francisco Correia Departamento de Difusão e Promoção Instituto Nacional de Estatística Avenida António José de Almeida 1000-043 Lisboa Tel: 218426143

Leia mais

REGULAMENTO REGRESSO À CASA I. PREÂMBULO. Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS

REGULAMENTO REGRESSO À CASA I. PREÂMBULO. Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS REGRESSO À CASA Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS REGULAMENTO I. PREÂMBULO O Jornal Arquitectos (adiante designado por JA), é um projecto editorial que integra

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIA DE INVESTIGAÇÃO E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIA DE INVESTIGAÇÃO E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular METODOLOGIA DE INVESTIGAÇÃO E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3.

Leia mais

Portal de Revistas Eletrônicas da UCB: Publicação Simplificada (SEER Versão 2.2)

Portal de Revistas Eletrônicas da UCB: Publicação Simplificada (SEER Versão 2.2) Portal de Revistas Eletrônicas da UCB: Publicação Simplificada (SEER Versão 2.2) Elaborado pela equipe do NSE: Cristiani Mendes Sonia Boeres Sumário 1. Configuração da Revista... 3 2. Submissão (Autor)...

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade

Leia mais

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA REGULAMENTO 1 ENTIDADE PROMOTORA O I Concurso de Fotografia Pampilhosa da Serra Inspira Natureza é uma iniciativa da Câmara Municipal de Pampilhosa

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA ARRAIOLOS CONCURSO DE FOTOGRAFIA Festa da Juventude de Arraiolos 15 REGULAMENTO Câmara Municipal de Arraiolos Normas de participação Estas normas poderão ser consultadas no sítio do Município de Arraiolos

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL PARA ECONOMISTAS E GESTORES

DIREITO EMPRESARIAL PARA ECONOMISTAS E GESTORES DIREITO EMPRESARIAL PARA ECONOMISTAS E GESTORES 2014 Paulo Olavo Cunha Doutor em Direito Professor da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa (Lisboa) e na Católica Lisbon School of Business

Leia mais

Horário. CET: Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação 3ª edição, 2014/15. Semana: 1 Sala: 2.09

Horário. CET: Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação 3ª edição, 2014/15. Semana: 1 Sala: 2.09 Horário CET: Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação 3ª edição, 2014/15 Semana: 1 Sala: 2.09 Hora 2014-09-22 2014-09-23 2014-09-24 2014-09-25 2014-09-26 2014-09-27 do utilizador do utilizador

Leia mais

IT Management Principles

IT Management Principles Exame Simulado IT Management Principles Edição Julho 2012 Copyright 2012 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada num sistema

Leia mais

ABNT NBR ISO/IEC 27002:2005

ABNT NBR ISO/IEC 27002:2005 ABNT NBR ISO/IEC 27002:2005 Código de prática para a gestão da segurança da informação A partir de 2007, a nova edição da ISO/IEC 17799 será incorporada ao novo esquema de numeração como ISO/IEC 27002.

Leia mais

Innovation at your service

Innovation at your service Innovation at your service TecMinho Interface da Universidade do Minho Azurém Campus - Guimarães Gualtar Campus - Braga A rede GAPI: Gabinetes de Apoio à Promoção da Propriedade Industrial O que são os

Leia mais

Agenda. Realidade actual Abordagem de resolução Implementação de sistemas de GD Objectivos a atingir

Agenda. Realidade actual Abordagem de resolução Implementação de sistemas de GD Objectivos a atingir Gestão de Arquivo e Circulação dedocumentos Agenda Realidade actual Abordagem de resolução Implementação de sistemas de GD Objectivos a atingir A realidadede muitas organizações Eu não sou desorganizada

Leia mais

Wilson Moraes Góes. Novatec

Wilson Moraes Góes. Novatec Wilson Moraes Góes Novatec Copyright 2014 Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer processo,

Leia mais

VI FÜrum de EaD. De Joinville p/ JaguarÄo, 26 de fevereiro de 2013. Profa. Dra. Patrícia de Oliveira Areas

VI FÜrum de EaD. De Joinville p/ JaguarÄo, 26 de fevereiro de 2013. Profa. Dra. Patrícia de Oliveira Areas VI FÜrum de EaD De Joinville p/ JaguarÄo, 26 de fevereiro de 2013. Profa. Dra. Patrícia de Oliveira Areas U ni versi d ad e d a Re g i Äo d e J o i nvi l l e U N IVILLE P r o f e sso r a no Depar tame

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

Introdução ao Sistema. LCR Rota de Menor Custo

Introdução ao Sistema. LCR Rota de Menor Custo Introdução ao Sistema LCR Rota de Menor Custo Copyright 2011 LG-Ericsson. Todos os direitos protegidos. Este material está protegido com base na lei dos Estados Unidos da América conforme Lei de Direitos

Leia mais

Conselho de Ministros

Conselho de Ministros República & Moçambique Conselho de Ministros Decreto n." 12001 A Lei n." 20/97, de 01 de Outubro, estabelece no seu artigo 18, que todas as actividades que a data da entrada em vigor da Lei do Ambiente,

Leia mais

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos

Sistemas de gestão da qualidade Requisitos NORMA BRASILEIRA ABNT NBR ISO 9001:2008 ERRATA 1 Publicada em 11.09.2009 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos ERRATA 1 Esta Errata 1 da ABNT NBR ISO 9001:2008 foi elaborada no Comitê Brasileiro da

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO E VALIDAÇÃO DE FORMAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO E VALIDAÇÃO DE FORMAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO E VALIDAÇÃO DE FORMAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão de Recursos

Leia mais

EXIN Business Information Management Foundation

EXIN Business Information Management Foundation Guia de Preparação EXIN Business Information Management Foundation with reference to BiSL Edição Maio 2012 Copyright 2012 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicada,

Leia mais

NORMA Nº 01, de 02 de maio de 2006, para REPRODUÇÃO DE ACERVO NA BIBLIOTECA NACIONAL

NORMA Nº 01, de 02 de maio de 2006, para REPRODUÇÃO DE ACERVO NA BIBLIOTECA NACIONAL I- FINALIDADE NORMA Nº 01, de 02 de maio de 2006, para REPRODUÇÃO DE ACERVO NA BIBLIOTECA NACIONAL O presente Ato Normativo define e estabelece as normas e procedimentos para reprodução de acervo, no âmbito

Leia mais

Art. 3º A sua sede é em Lisboa, podendo, contudo, criar dependências onde for julgado necessário ou conveniente.

Art. 3º A sua sede é em Lisboa, podendo, contudo, criar dependências onde for julgado necessário ou conveniente. ESTATUTOS CAPÍTULO I Natureza, nacionalidade, duração e sede da instituição Art. 1º A Fundação Calouste Gulbenkian, criada por Calouste Sarkis Gulbenkian no seu testamento de 18 de Junho de 1953, com que

Leia mais

Cartilha da FIJ Os Jornalistas e o Direito Autoral

Cartilha da FIJ Os Jornalistas e o Direito Autoral Cartilha da FIJ Os Jornalistas e o Direito Autoral Esta é uma publicação que tem como tema o direito autoral dos jornalistas. Um tema intimamente ligado aos direitos dos cidadãos e da cidadania. Mas este

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO Nº 03/2012 DO CONSELHO DIRETOR Aprova o Regulamento do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal de Uberlândia. O CONSELHO DIRETOR DA, no uso da competência prevista nos arts. 14, do Estatuto,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Plano de Trabalho Docente 2014

Plano de Trabalho Docente 2014. Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Ensino Técnico Técnico Etec Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios

Leia mais

GESTÃO E DIFUSÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS. BND RNOD Europeana. Workshop Pré-Congresso BAD

GESTÃO E DIFUSÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS. BND RNOD Europeana. Workshop Pré-Congresso BAD GESTÃO E DIFUSÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS BND RNOD Europeana Workshop Pré-Congresso BAD SUMÁRIO: BND RNOD Europeana Conteúdos Estruturas de produção Serviços Objetivos Funcionalidades Requisitos Conteúdos

Leia mais

Empreendedorismo de Base Tecnológica

Empreendedorismo de Base Tecnológica Instituto Superior Técnico Licenciatura em Engenharia Informática e de Computadores (LEIC) Alameda 2005-2006 1º Semestre Empreendedorismo de Base Tecnológica Rui Baptista http://in3.dem.ist.utl.pt/pp/rbaptista/0506ebt/

Leia mais

DO IMPRESSO AO DIGITAL: AS NOVAS PRÁTICAS DE LEITURA E O ACESSO AS BIBLIOTECAS

DO IMPRESSO AO DIGITAL: AS NOVAS PRÁTICAS DE LEITURA E O ACESSO AS BIBLIOTECAS DO IMPRESSO AO DIGITAL: AS NOVAS PRÁTICAS DE LEITURA E O ACESSO AS BIBLIOTECAS GIOVANA CAIRES MOTTA (UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA). Resumo A transposição do texto impresso para o meio digital coloca

Leia mais

Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador

Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador Soluções de análise da SAP Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador Índice 3 Um caso para análise preditiva

Leia mais

BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE LAGOA

BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE LAGOA APRESENTAÇÃO DE PROJETO POR ORGANIZAÇÃO Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Lagoa Solicito a inserção do presente projeto no Banco Local de Voluntariado de Lagoa. Declaro tomar conhecimento e aceitar

Leia mais

Direitos autorais Legislação e Normas

Direitos autorais Legislação e Normas 3 Direitos autorais Legislação e Normas Lígia Fascioni Aula de hoje lei autoral tipos de obra registro de obras direitos morais direitos patrimoniais registro e patente de desenho industrial marcas Lei

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Direito (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Direito 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular DIREITO PENAL

Leia mais

Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário

Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário 11 de novembro de 2014 Auditório da Torre do Tombo PATROCINDADORES Apoio Patrocinadores Globais APDSI Casos de implementação Gerir a complexidade

Leia mais

PARÂMETROS NORMATIVOS DE PARTICIPAÇÃO NA EUROPEANA FORNECEDORES CONTEÚDOS SUBMISSÃO DE DADOS

PARÂMETROS NORMATIVOS DE PARTICIPAÇÃO NA EUROPEANA FORNECEDORES CONTEÚDOS SUBMISSÃO DE DADOS PARÂMETROS NORMATIVOS DE PARTICIPAÇÃO NA EUROPEANA FORNECEDORES CONTEÚDOS SUBMISSÃO DE DADOS Helena Patrício Biblioteca Nacional de Portugal 1 Julho 2010 1. Fornecer conteúdos no contexto da Europeana

Leia mais

Introdução à Wikipédia

Introdução à Wikipédia Introdução à Wikipédia Programa Embaixadores da Wikipédia 1 Você sabia? A Wikipédia é um dos 5 sites mais acessados no mundo! A Wikipédia tem 400 milhões de visitantes únicos por mês (isso representa 5%

Leia mais

Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 SP1

Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 SP1 Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 SP1 Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 SP1 CARTÃO DE INICIALIZAÇÃO RÁPIDA NOVELL Use os seguintes procedimentos

Leia mais

A música feita no Brasil é produto de exportação

A música feita no Brasil é produto de exportação Resposta Técnica As vantagens do registro das criações musicais A música feita no Brasil é produto de exportação Nomes como Tom Jobim, Roberto Carlos, Chico Buarque e, recentemente, Michel Teló, com uma

Leia mais

O Novo Renascimento Relatório do «Comité de Sábios» Grupo de reflexão sobre a digitalização do património cultural europeu

O Novo Renascimento Relatório do «Comité de Sábios» Grupo de reflexão sobre a digitalização do património cultural europeu O Novo Renascimento Relatório do «Comité de Sábios» Grupo de reflexão sobre a digitalização do património cultural europeu RESUMO Ao longo dos séculos, as bibliotecas, os arquivos e os museus em toda a

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 122/2000, DE 4 DE JULHO

DECRETO-LEI Nº 122/2000, DE 4 DE JULHO DECRETO-LEI Nº 122/2000, DE 4 DE JULHO O presente diploma transpõe para a ordem jurídica interna a directiva do Parlamento Europeu e do Conselho nº 96/9/CE, de 11 de Março, relativa à protecção jurídica

Leia mais

Apoio para preparação da componente marketing do plano de negócios. IPS, ESGTS, 2 abril 2014

Apoio para preparação da componente marketing do plano de negócios. IPS, ESGTS, 2 abril 2014 Apoio para preparação da componente marketing do plano de negócios IPS, ESGTS, 2 abril 2014 Apoio para preparação da componente marketing do plano de negócios IPS, ESGTS, 2 abril 2014 Alfredo Silva alfredosilva@esdrm.ipsantarem.pt

Leia mais

Hardware & Software. SOS Digital: Tópico 2

Hardware & Software. SOS Digital: Tópico 2 Hardware & Software SOS Digital: Tópico 2 Os objetos digitais são acessíveis somente através de combinações específicas de componentes de hardware a parte física do computador software programas para operar

Leia mais

1.1. O passatempo Desenha a Bandeira da Seleção é promovido pelos Jogos Santa Casa (JSC) em associação com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF)

1.1. O passatempo Desenha a Bandeira da Seleção é promovido pelos Jogos Santa Casa (JSC) em associação com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) 1. OBJETO 1.1. O passatempo Desenha a Bandeira da Seleção é promovido pelos Jogos Santa Casa (JSC) em associação com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) 1.2. A proposta criativa deverá ser original

Leia mais

Por que o gerenciamento de ativos de software é tão difícil e como simplificá-lo

Por que o gerenciamento de ativos de software é tão difícil e como simplificá-lo DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Melhores práticas de gerenciamento de ativos de software JUNHO DE 2013 Por que o gerenciamento de ativos de software é tão difícil e como simplificá-lo John Fulton CA IT Business Management

Leia mais

ADIANTI FRAMEWORK PARA PHP

ADIANTI FRAMEWORK PARA PHP ADIANTI FRAMEWORK PARA PHP 7ª edição PABLO DALL'OGLIO Copyright 2012 de Pablo Dall'Oglio. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.160 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo

Leia mais

Wilson Moraes Góes. Novatec

Wilson Moraes Góes. Novatec Wilson Moraes Góes Novatec Copyright 2014 Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer processo,

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2008.

PROJETO DE LEI N o, DE 2008. PROJETO DE LEI N o, DE 2008. (Do Sr. Marcos Montes) Acrescenta um novo artigo 985-A à Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002, para instituir a empresa individual de responsabilidade limitada e dá outras

Leia mais

Almanaque nº 19 - RESÍDUOS

Almanaque nº 19 - RESÍDUOS Unindo Arte com Educação, o Almanaque Ambiental Menino Caranguejo foi criado para ser um material de apoio à Educação Ambiental, trazendo uma linguagem lúdica através das histórias em quadrinhos e informações

Leia mais

SUGESTÕES DE LEITURA História dos países africanos de língua portuguesa

SUGESTÕES DE LEITURA História dos países africanos de língua portuguesa ! 5 2015 1 SUGESTÕES DE LEITURA História dos países africanos de língua portuguesa Maio 2015 Universidade de Aveiro Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia ServiçosdeBiblioteca,InformaçãoDocumentaleMuseologia

Leia mais

Propriedade Intelectual no ambiente digital. Contextos e Conceitos

Propriedade Intelectual no ambiente digital. Contextos e Conceitos Propriedade Intelectual no ambiente digital Contextos e Conceitos Numa era globalizada O que é teu é nosso Cristina Mouta 2 Mas o que é meu, não é teu!!! Cristina Mouta 3 Propriedade intelectual no ambiente

Leia mais

Copyright MediaMonitor Lda Página 1 de 18

Copyright MediaMonitor Lda Página 1 de 18 Temática: Vinhos Imagem: 1/18 Pág.: 1 Copyright 2009-2013 MediaMonitor Lda. 2013-04-24 Página 1 de 18 Temática: Vinhos Imagem: 2/18 Pág.: 40 Copyright 2009-2013 MediaMonitor Lda. 2013-04-24 Página 2 de

Leia mais

Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11

Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 NOVELL CARTÃO DE INICIALIZAÇÃO RÁPIDA Use os seguintes procedimentos para instalar uma nova versão do SUSE Linux Enterprise 11. Este documento

Leia mais

Gestão do Conhecimento. Embraer

Gestão do Conhecimento. Embraer Gestão do Conhecimento Embraer Conteúdo Cenário Embraer Princípios que orientaram a implantação de GC Programa GC Embraer Lições aprendidas Programa de Excelência Empresarial Embraer Estratégia traçada

Leia mais

1) O que é um ISSN? 2) Quem atribui o ISSN? 3) O ISSN é obrigatório? 4) Quais as vantagens de se ter um ISSN? 5) Como os editores brasileiros podem

1) O que é um ISSN? 2) Quem atribui o ISSN? 3) O ISSN é obrigatório? 4) Quais as vantagens de se ter um ISSN? 5) Como os editores brasileiros podem 1) O que é um ISSN? 2) Quem atribui o ISSN? 3) O ISSN é obrigatório? 4) Quais as vantagens de se ter um ISSN? 5) Como os editores brasileiros podem obter um ISSN para suas publicações? 6) Qual o endereço

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Hélio Engholm Jr. Novatec

Hélio Engholm Jr. Novatec Hélio Engholm Jr. Novatec Copyright 2015 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer

Leia mais

Regulamento Interno ARTIGO PRIMEIRO Objecto

Regulamento Interno ARTIGO PRIMEIRO Objecto Regulamento Interno ARTIGO PRIMEIRO Objecto 1. A ASSOFT Associação Portuguesa de Software é uma entidade de gestão colectiva dos direitos de autor dos criadores de programas de computador (software), cabendo-lhe,

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume I - Princípios Gerais. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao.

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume I - Princípios Gerais. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao. Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume I - Princípios Gerais um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído sem a expressa

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DO WEBSITE ROSETTASTONEBRASIL.COM

TERMOS E CONDIÇÕES DO WEBSITE ROSETTASTONEBRASIL.COM TERMOS E CONDIÇÕES DO WEBSITE ROSETTASTONEBRASIL.COM ATENÇÃO: Esses termos e condições ( Condições ) se aplicam a todo o conteúdo deste website sob o nome de domínio www.rosettastonebrasil.com ( Website

Leia mais

Diagrama de Classes. Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes.

Diagrama de Classes. Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes. 1 Diagrama de Classes Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes. Um dos objetivos do diagrama de classes é definir a base para

Leia mais

Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional

Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional Registo de autoridade arquivística Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional Identificação Tipo de entidade Entidade coletiva Forma autorizada do nome Instituto de Cooperação Científica

Leia mais

Alguns exemplos de problemas resolvidos

Alguns exemplos de problemas resolvidos Alguns exemplos de problemas resolvidos Partilhamos contigo alguns problemas e respetivas resoluções que selecionámos, para ilustrar todo este desafiante processo de resolução de problemas. Vais reparar

Leia mais

ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Chyara Sales Pereira Dezembro de 2013

ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Chyara Sales Pereira Dezembro de 2013 ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Chyara Sales Pereira Dezembro de 2013 Governo de Minas ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Atua na coordenação das Relações Internacionais

Leia mais

Acronis Backup & Recovery 10 Server para Linux. Update 5. Guia da Instalação

Acronis Backup & Recovery 10 Server para Linux. Update 5. Guia da Instalação Acronis Backup & Recovery 10 Server para Linux Update 5 Guia da Instalação Índice 1 Antes da instalação...3 1.1 Componentes do Acronis Backup & Recovery 10... 3 1.1.1 Agente para Linux... 3 1.1.2 Consola

Leia mais

O DIREITO DE AUTOR E A DISPONIBILIZAÇÃO DE OBRAS AO PÚBLICO ATRAVÉS DAS REDES DIGITAIS. Cláudia Trabuco

O DIREITO DE AUTOR E A DISPONIBILIZAÇÃO DE OBRAS AO PÚBLICO ATRAVÉS DAS REDES DIGITAIS. Cláudia Trabuco O DIREITO DE AUTOR E A DISPONIBILIZAÇÃO DE OBRAS AO PÚBLICO ATRAVÉS DAS REDES DIGITAIS Cláudia Trabuco Centro Português de Fotografia, Porto, 30.10.2007 Plano da exposição 1. Direitos de autor e direitos

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

Amostras e Tutoriais Versão 7 Release 5. Tutorial da Amostra de Contratação para o IBM Process Designer

Amostras e Tutoriais Versão 7 Release 5. Tutorial da Amostra de Contratação para o IBM Process Designer Amostras e Tutoriais Versão 7 Release 5 Tutorial da Amostra de Contratação para o IBM Process Designer ii Amostra de Contratação Manuais PDF e o Centro de Informações Os manuais PDF são fornecidos como

Leia mais

Moodle. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Ambiente de Aprendizagem Modular Orientado a Objetos) Ferramentas e Vantagens

Moodle. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Ambiente de Aprendizagem Modular Orientado a Objetos) Ferramentas e Vantagens Moodle Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Ambiente de Aprendizagem Modular Orientado a Objetos) Ferramentas e Vantagens O que é? Alternativa às soluções comerciais de ensino on-line

Leia mais

Políticas de Utilização Online Oriflame Cosméticos

Políticas de Utilização Online Oriflame Cosméticos POLITICAS DE UTILIZAÇÃO ONLINE CONTEXTO QUEREMOS AJUDAR A MELHORAR A SUA PRESENÇA ONLINE! As presentes políticas de utilização visam ajudar a melhorar a sua presença online, evitando igualmente a violação

Leia mais