ESCOLA E. B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza - 5º Ano 2012/ º Período. (x45 )

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCOLA E. B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza - 5º Ano 2012/2013. 1º Período. (x45 )"

Transcrição

1 TEMA ORGANIZADOR: Terra em Transformação ESCOLA E. B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS Planificação de Ciências da Natureza - 5º Ano 0/03 º Período Conteúdos Considerações gerais sobre a disciplina e outros assuntos. Diversidade dos Animais e das Plantas; O Ar e a Água Gerais Apresentação. Considerações particulares aos. Actividade Diagnóstica Apresentação do professor e de cada aluno. a capacidade de diálogo. Interpretar textos; Reconhecer e identificar os vários revestimentos e formas dos animais; os diferentes órgãos das plantas; Importância do Ar e da Água. a cultura informal das Ciências da Natureza. Diálogo com os sobre o funcionamento das aulas de Ciências da Natureza, dos critérios de avaliação e do material necessário para as mesmas. Realização de uma ficha. didácticos Datashow Quadro e giz Ficha Diagnóstica

2 . Introdução. - Onde existe Vida? - Ambientes Naturais: terrestres e aquáticos.. Diversidade nos Animais - Variedade de formas e revestimentos do corpo.identifica relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidade ambiental..identifica as relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidades ambiental.utiliza critérios de classificação de materiais e de seres vivos investigações envolvendo a relação entre variáveis, constantes.planifica e implementa acções visando a protecçã.o do ambiente a preservação do património e o equilíbrio entre a natureza e a sociedade..compreensão da importância de se questionar sobre ocorrem na Terra e de analisar as explicações.distingue diferentes ambientes..aborda a noção de habitat..compreende a forma do corpo dos animais e a relação com o meio.realiza a actividade experimental verifica a função protectora das penas..identifica diferentes tipos de revestimento.compreende a importância do revestimento para a sobrevivência dos animais.usa os termos específicos da disciplina..reconhece a importância da conservação da vida selvagem.reconhece a importância da conservação da vida selvagem.trabalho individual ou cooperativo de pares..observa imagens/diálogo.trabalho individual ou cooperativo de pares ou pequenos s.realiza actividades do manual ou outros trabalhos.elabora relatório.diálogo/ Debate/Conclusões finais, valorizando situações de interacção e expressão oral..elabora sínteses.promove actividades de auto avaliação Trabalho de de dois..diálogo/conclusões.participação no trabalho cooperativo de laboratório..aula expositiva/debate.. Analisa figuras. Conclusões finais..analisa sínteses..lê complementos..promove actividades de auto avaliação..colabora em projectos. natural.manual,cader no de actividades e Fichas de Apoio.. natural. de laboratório. audio visual..televisão.vídeo..observar os relatório da actividade.. Formativa..Observar os.preenche grelhas, registos regulares.. formativa

3 dadas pela Ciência 3.Planifica e implementa acções visando a protecçã.o do ambiente a preservação do património e o equilíbrio entre a natureza e a sociedade..compreensão da importância de se questionar sobre ocorrem na Terra e de analisar as explicações dadas pela Ciência

4 Conteúdos.Diversidade de animais - Como se Deslocam Gerais.Identifica as relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidade ambiental..utiliza critérios de classificação de materiais e de seres vivos investigações envolvendo a relação entre variáveis, constantes.conhece diferentes tipos de locomoção.indica adaptações de locomoção no solo. Indica adaptações de locomoção na água. Indica adaptações de locomoção no ar.verifica a acção das sedas na deslocação da minhoca.usa os termos específicos da disciplina.reconhece que o tipo de locomoção está relacionado com o ambiente em que vivem.participa no trabalho individual ou cooperativo.analisa documentos.realiza actividades Aula expositiva.diálogo/ Debate/ Conclusão.Analisa sínteses.realiza auto avaliação formativa didáct. Imagens.Documentos. natural. audio visual.fichas de trabalho. Quadro. Retroprojector.Televisão.Vídeo 4..Avaliar casa.preenche grelhas, registos regulares

5 Diversidade de animais - Como se Alimentam Identifica as relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidade ambiental.utiliza critérios de classificação de materiais e de seres vivos.planifica e realiza investigações envolvendo a relação entre variáveis, constantes. Conhece tipos de regime alimentar.relaciona o regime alimentar dos mamíferos com a dentição.relaciona o regime alimentar das aves com a forma do seu bico e das patas.compreende diferentes comportamentos dos animais quando procuram e captam o alimento.realiza trabalho individual ou cooperativo..lê textos.analisa documentos.realiza experiências educativas.diálogo/debate/conclusõe s.participa no.analisa sínteses.documentos. audio visual.fichas de trabalho. Quadro. Televisão.Vídeo 5..Observar os.avaliar ao nível de competênci a. formativa sumativa.diversidade de animais - Como se Reproduzem.Identifica as relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidade ambiental..utiliza critérios de classificação de materiais e de seres vivos investigações envolvendo a relação entre variáveis, constantes.conhece diferentes tipos de reprodução atendendo á forma como se desenvolve o ovo.conhece os comportamentos dos animais na época da reprodução.identifica o sexo do animal através do dimorfismo sexual.reconhece a importância da reprodução.usa os termos: animais vivíparos, ovíparos e metamorfoses.participa no trabalho individual ou cooperativo.analisa documentos.realiza actividades.diálogo/ Debate/Conclusão.Elabora um texto escrito.analisa as variáveis numa investigação.conclusões finais.análise de sínteses.promove a auto avaliação formativa.colabora em projectos.documentos. natural. audio visual.fichas de trabalho.manual de actividades. Quadro.Avaliar casa.preenche grelhas, registos regulares.

6 6 Conteúdos.Influência dos Factores do meio no Comportamento dos animais Gerais.Identifica relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidade ambiental..explica a dinâmica da Terra com base em fenómenos e ocorrem..compreende a importância de questionar sobre ocorrem na Terra e de analisar as explicações dadas pela Ciência.Compreende a influência dos factores do meio no comportamento dos animais.realiza Experiências educativas, páginas 0 e 03.Identifica causas de migrações.usa os termos: migração, hibernação e estivação.reconhece a necessidade de adopção e cumprimento das medidas legislativas contra o tráfego de animais selvagens..aborda as ideias dos.participa no trabalho individual ou cooperativo de pares..lê documentos.diálogo/ Conclusões..Elabora sínteses.promove actividades de auto avaliação.colabora em projectos didácticos. audio visual.manual de actividades. Televisão.Vídeo..Observar os.preenche grelhas, registos regulares. Formativa

7 7 Conteúdos Gerais. Diversidade nas Plantas - Morfologia das plantas com flor. Identifica relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidade ambiental.utiliza critérios de classificação de materiais e de seres vivos.conhece a morfologia das plantas com flor.conhece a morfologia típica de uma raiz de uma planta com flor.distingue os diferentes tipos de raiz e caules. Identifica raizes, caules.compreende as funções dos orgãos de uma planta com flor.usa chaves dicotómicas para identificar raiz, caules.usa termos: raízes, bolbo,..bainha,, Cálice, androceu, óvul o Grãos de pólen, estames. Realiza trabalho individual ou cooperativo.realiza actividades. Lê informações,..usa chaves dicotómicas.diálogo/debate/conclus ão didáct.. natural. experimental.transparências.chaves dicotómicas.fichas de trabalho..observar os.preenche grelhas.avaliar portefólio - Morfologia das plantas sem flor.planifica e implementa acções visando a protecção do património e o equilíbrio entre a natureza e a sociedade investigações envolvendo a relação entre duas variáveis, mantendo outras constantes..conhece a morfologia das plantas sem flor.elabora herbário. Analisa sínteses.promove actividades de auto avaliação formativa. Lê complementos. Participa em projectos. de laboratório -.Normas de segurança..quadro nível de competência

8 8 Conteúdos Gerais.Diversidade nas Plantas -Influência dos factores do meio nas plantas.identifica as relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidade ambiental investigações envolvendo a relação entre variáveis, constantes. Compreende como as plantas são influenciadas pelos factores do meio.usa o termo: planta xerófila.sugere medidas de protecção às plantas estratégias a desenvolver a desenvolver.aborda as ideias dos.realiza o trabalho individual ou cooperativo..participa no.lê textos.realiza experiências educativas.aula expositiva..diálogo/ Conclusão.Analisa/ Síntese.Promove auto avaliação formativa didáct..imagens. natural. experimental.outro material.transparências.fichas de trabalho. Quadro..Observar os.avaliar ao nível de competência. formativa Sumativa Auto e Heteroavaliação

9 9 ESCOLA E. B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS Planificação de Ciências da Natureza - 5º Ano - 0/03 TEMA ORGANIZADOR: Terra em Transformação º Período Conteúdos Gerais.A Descoberta das células. -O Microscópio -A Célula - unidade na constituição dos seres vivos...reconhece que dadas as dimensões das células há necessidade de utilizar instrumentos adequados á observação investigações, envolvendo a relação entre variáveis, constantes..compreende a importância de questionar sobre ocorrem na Terra e de analisar as explicações dadas pela Ciência.Conhece a Teoria celular.conhece a morfologia da célula.realiza actividades experimentais..monta preparações.compreende a importância do microscópio.manipula o microscópio para realizar observações.distingue seres unicelulares e seres pluricelulares.usa o vocabulário específico da disciplina.trabalho individual ou cooperativo de pares ou pequenos s.realiza actividades das.elabora relatório.diálogo/ Debate/Conclusões finais, valorizando situações de interacção e expressão oral..elabora sínteses.promove actividades de auto avaliação - O que espera de mim - Lista de verificação. didáct..microscópio.câmara. experimental. natural.manual de actividades. Quadro..Observar os relatório da actividade.. Formativa

10 Conteúdos.Classificação e Identificação dos seres vivos Gerais.Identifica as relações entre a diversidade de seres vivos, seus diversidade ambiental. investigações envolvendo a relação entre duas variáveis, constantes.. Compreende a importância da classificação dos seres vivos. Distingue identificação e classificação.usa chaves dicotómicas para identificar os seres vivos.conhece o sistema de classificação.aborda a noção de Sistemática.Usa os termos: Classificação, identificação, sistemas de classificação..trabalho individual ou cooperativo de pares ou pequenos s..observa imagens. Diálogo/Debate/Conclusõe s.agrupa os seres vivos de acordo com as suas características. Analisa sínteses.promove actividades de auto avaliação formativa. Lê complementos. Participa em projectos didáct.. de laboratório..normas de segurança. experimental..chaves dicotómicas 0. s processos Sumativa. A Água: -Distribuição na Natureza - Propriedades Importância da água como componente dos seres vivos.explica a dinâmica da Terra com base em fenómenos e ocorrem investigações envolvendo a relação entre duas variáveis, Conhece a distribuição da água na Natureza.Identifica experimentalmente propriedades da água.conhece as propriedades da água.refere ind. químicos..usa correctamente os termos: solução, soluto, Aborda as ideias dos.trabalho individual ou cooperativo de pares ou pequenos s - Realiza as actividades do manual - Analisa gráficos. Debate/ Conclusões. Analisa sínteses... de laboratório.. experimental. natural.observar os relatório

11 constantes.compreende a importância de se questionar sobre ocorrem na Terra e analisa as explicações dadas pela Ciência solvente, dissolução..reconhece a água como constituinte dos seres vivos.compreende que a água desempenha no organismo dos seres vivos funções vitais.colabora em projectos de actividades. Quadro. formativa

12 Conteúdos O Ar: - Constituintes -Propriedades -Importância dos gases atmosféricos. Gerais.Reconhece o papel importante da atmosfera terrestre para a vida da Terra..Identifica e realiza pequenas investigações que relacionem os constituintes da atmosfera com aspectos da vida da Terra.Planifica e implementa acções visando a protecção do ambiente a preservação do património e o equilíbrio entre a natureza e a socie.. Conhece os constituintes do ar.. Indica os constituintes do ar..distingue os seus constituintes, com base nas suas propriedades..aborda a importância dos gases atmosféricos. Indica utilizações que o homem faz dos gases..manifesta uma atitude responsável face à protecção do ar..usa os termos específicos da disciplina.aborda as ideias dos.trabalho individual ou cooperativo de pares ou pequenos s..observa imagens.realiza actividades experimentais do manual. Realiza experiências educativas e ou outros trabalhos..analisa Gráficos. Diálogo/Debate/Conclusões. Analisa sínteses...colabora em projectos didácticos. de laboratório. experimental..outro material.manual de actividades..quadro. s relatórios Sumativa Auto e Heteroavaliação

13 ESCOLA E. B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS 3 Planificação de Ciências da Natureza - 5º Ano - 0/03 TEMA ORGANIZADOR: Terra em Transformação 3º Período Conteúdos Gerais. As Rochas e os Solos - Rochas frequentes na região. - Algumas propriedades das rochas.génese dos Solos.Explica a dinâmica da Terra com base em fenómenos e ocorrem.utiliza critérios de classificação de materiais investigações envolvendo a relação entre duas variáveis, constantes..define rochas.dá exemplos de rochas..observa as propriedades e descreve..realiza experiências da página 70..Define minerais e cita exemplos..indica rochas mais frequentes na região..indica exemplos de utilização de rochas..descreve a distribuição das rochas em Portugal..Trabalho de de dois..actividade prática em s de 4..Aula expositiva/debate. Usa a chave dicotómica... Analisa mapas..debate/ Conclusões. Analisa sínteses.. didáct.. natural. de laboratório. experimental.transparências.. Retroprojector..Observar os relatório. formativa Sumativa

14 4 Conteúdos Gerais. Alguns tipos de Solos. Algumas propriedades dos solos.compreende a importância de se questionar sobre ocorrem na Terra e de analisar as explicações dadas pela Ciências.Planifica e implementa acções visando a protecção do ambiente a preservação do património e o equilíbrio entre a natureza e a sociedade..define o solo..dá exemplos de agentes de erosão..descreve a composição do solo.distingue diferentes tipos de solo..aborda a noção de Geologia :Usa os termos: Rochas, granito,, minerais. Solos. Erosão. Permeabilidade. Solos: franco, calcário, arenoso. Adubação, irrigação, drenagem..trabalho individual ou cooperativo de pares ou pequenos s..observa imagens.realiza actividades experimentais. Realiza outros trabalhos.. Diálogo/Conclusões. Analisa sínteses.. Promove actividades de auto avaliação: - O que se espera de mim. Contribui para a elaboração de projectos didáct.. de laboratório. experimental.. natural.transparências.manual de actividades.. Retroprojector. casa. relatório. Sumativa Auto e Heteroavaliação

15 5 ESCOLA E. B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS Planificação de Ciências da Natureza - 5º e 6º Anos 0/03 COMPETÊNCIAS GERAIS No final do º ciclo, o aluno deve ser capaz de: Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar situações e problemas do quotidiano. Usar adequadamente linguagens das diferentes áreas do saber cultural, científico e tecnológico para se expressar. Usar correctamente a língua portuguesa para comunicar adequadamente e para estruturar o pensamento próprio. Usar línguas estrangeiras para comunicar adequadamente em situações do quotidiano e para apropriação de informação Adoptar metodologias personalizadas de trabalho e de aprendizagem adequadas a objectivos visados. Pesquisar, selecciona e organiza informação para a transformar em conhecimento mobilizável. Adoptar estratégias adequadas á resolução de problemas e á tomada de decisões. Realizar actividades de forma autónoma, responsável e criativa. Cooperar com outros em tarefas e projectos comuns. Relacionar harmoniosamente o corpo com o espaço numa perspectiva pessoal promotora de saúde e de qualidade de vida.

Ano Lectivo: 2014/2015. Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS 5º ANO. Período de Calendarização: 1º, 2º E 3º PERÍODOS. Nº de blocos semanais: 1,5

Ano Lectivo: 2014/2015. Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS 5º ANO. Período de Calendarização: 1º, 2º E 3º PERÍODOS. Nº de blocos semanais: 1,5 PROGRAMA CALENDARIZAÇÃO Ano Lectivo: 04/0 Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS º ANO Período de Calendarização: º, º E º PERÍODOS blocos semanais:, Nº total de aulas (4 min) previstas: +/- 98 (sem contar com

Leia mais

ESCOLA E.B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 2012/2013 1º Período. Tempo (x45 )

ESCOLA E.B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 2012/2013 1º Período. Tempo (x45 ) ESCOLA E.B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 0/03 º Período TEMA ORGANIZADOR: Viver melhor na Terra: Trocas nutricionais entre os animais e o meio Conteúdos Competências

Leia mais

Planificação Anual. Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015

Planificação Anual. Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Planificação Anual Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Domínio/Objetivos Descritores de Desempenho Atividades/Estratégias Avaliação Matéria

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio da Água, o ar, as rochas e o solo - materiais terrestres, o aluno deve ser capaz de: Compreender a Terra como um planeta especial

Leia mais

ESCOLA BÁSICA D. DOMINGOS JARDO

ESCOLA BÁSICA D. DOMINGOS JARDO Unidade Didática: Terra Ambiente de Vida METODOLOGIAS/ SITUAÇÕES DE.Antes de começar.como trabalhar em Ciências Terra Ambiente de Vida.Onde existe vida.primeira abordagem ao conceito de biosfera.salientar

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM 2º CICLO Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Currículo Nacional do Ensino Básico- Competências Essenciais Ciências Físicas

Leia mais

Rota de Aprendizagem 2015/16 5.º Ano

Rota de Aprendizagem 2015/16 5.º Ano Projeto 1 Onde existe Vida? Tempo Previsto: 4 quinzenas (do 1ºPeríodo) Ciências Naturais A ÁGUA, O AR, AS ROCHAS E O SOLO MATERIAIS TERRESTRES 1.ª Fase: Terra um planeta com vida 2.ª Fase: A importância

Leia mais

Ciências da Natureza 5º ano Planificação 2014/2015

Ciências da Natureza 5º ano Planificação 2014/2015 1º Período Ciências da Natureza 5º ano Planificação 2014/2015 SUBDOMÍNIOS Nº de aulas (45 ) Apresentação 1 A ÁGUA, O AR, AS ROCHAS E O SOLO MATERIAIS TERRESTRES A importância das rochas e do solo na manutenção

Leia mais

ANO LECTIVO PLANIFICAÇÃO ANUAL. Tema 1: A Terra: estudos e representações UNIDADE DIDÁCTICA: 1- Da paisagem aos mapas. A descrição da paisagem;

ANO LECTIVO PLANIFICAÇÃO ANUAL. Tema 1: A Terra: estudos e representações UNIDADE DIDÁCTICA: 1- Da paisagem aos mapas. A descrição da paisagem; ANO LECTIVO PLANIFICAÇÃO ANUAL DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA 2007/2008 ANO GEOGRAFIA 7.º GERAIS Tema 1: A Terra: estudos e representações Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos

Leia mais

EsEscola Básica 2.3 de Pedro de Santarém Ano Lectivo: 2010/2011 5º Ano Planificação Anual de Ciências da Natureza

EsEscola Básica 2.3 de Pedro de Santarém Ano Lectivo: 2010/2011 5º Ano Planificação Anual de Ciências da Natureza Preparar e organizar o trabalho a realizar com os. Reconhecer a diversidade de ambientes e de seres vivos existentes na Biosfera. Compreender as relações entre as características dos organismos e os ambientes

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA*

METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA* METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA As Metas de Aprendizagem de Ciências são aprendizagens que os alunos deverão ter alcançado no final da escolaridade básica, no domínio das Ciências, de forma

Leia mais

DISCIPLINA: CIÊNCIAS DA NATUREZA 5º Ano

DISCIPLINA: CIÊNCIAS DA NATUREZA 5º Ano DISCIPLINA: CIÊNCIAS DA NATUREZA 5º Ano 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar situações e problemas

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras:

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras: Escola Secundária de Valongo Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia As Professoras: Cláudia Rocha Fátima Garcia Tema Organizador: Viver Melhor na Terra 1º PERÍODO

Leia mais

PLANIFICAÇÃO - CIÊNCIAS DA NATUREZA - 5º ANO Temas Unidades/Conteúdos Para resolver Tempos 45 Calendarização

PLANIFICAÇÃO - CIÊNCIAS DA NATUREZA - 5º ANO Temas Unidades/Conteúdos Para resolver Tempos 45 Calendarização PLANIFICAÇÃO - CIÊNCIAS DA NATUREZA - 5º ANO 0. Terra, ambiente de vida Onde existe vida? Primeira abordagem ao conceito de biosfera. 5 + 3 Como é a forma dos animais? 1.Variedade de formas e Como é revestido

Leia mais

Escola Secundária de Valongo PROFESSORAS: DINORA MOURA ISABEL MACHADO PIMENTA

Escola Secundária de Valongo PROFESSORAS: DINORA MOURA ISABEL MACHADO PIMENTA Escola Secundária de Valongo PROFESSORAS: DINORA MOURA ISABEL MACHADO PIMENTA 1º PERÍODO TEMAS / CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS O ALUNO DEVERÁ SER CAPAZ DE: BLOCOS (90 min) ALGUMAS SUGESTÕES DE EXPERIÊNCIAS

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Pinheiro. Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita Duração da Prova: 90 minutos

Escola Básica e Secundária de Pinheiro. Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita Duração da Prova: 90 minutos Matriz Ciências da Natureza-2.ºciclo Ano lectivo 2011 Matriz Ciências da Natureza-2.ºciclo Escola Básica e Secundária de Pinheiro Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita

Leia mais

PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário

PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário 1 Metras Curriculares Estratégias Tempo Avaliação TERRA UM PLANETA COM VIDA Sistema Terra: da

Leia mais

AVALIAÇÃO EFECTUADA PELO COORDENADOR DE DEPARTAMENTO. A - Preparação e organização das actividades N A

AVALIAÇÃO EFECTUADA PELO COORDENADOR DE DEPARTAMENTO. A - Preparação e organização das actividades N A AVALIAÇÃO EFECTUADA PELO COORDENADOR DE DEPARTAMENTO Nome do Docente: Período de Avaliação:200 / 2009 Grupo de Recrutamento: Departamento: A - Preparação e organização das actividades N A A.1 Correcção

Leia mais

Planificação da disciplina de Ciências Naturais

Planificação da disciplina de Ciências Naturais ANO LETIVO 2013/2014 Departamento Curricular: Ciências Experimentais Grupo Disciplinar: Biologia e Geologia 9º Ano Planificação da disciplina de Ciências Naturais 1º Conteúdos / Unidades Didáticas 1.Saúde

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 3º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência

Informação Prova de equivalência à frequência Informação Prova de equivalência à frequência 2.º Ciclo do Ensino Básico 1ª e 2ª fases Ano Letivo 2014/2015 Disciplina: Ciências Naturais Duração: 90 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1-

Leia mais

Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma*

Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma* Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma* Glória Macedo, PQND do 4º Grupo do 2º Ciclo do EB e Formadora do CFAE Calvet de Magalhães, Lisboa A Reorganização Curricular do Ensino Básico

Leia mais

Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14

Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14 Departamento de Ciências Experimentais Grupo de recrutamento 520 - Biologia e Geologia Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14 1 ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO

Leia mais

Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Formação Pedagógica Inicial de Formadores Formação Pedagógica Inicial de Formadores MÓDULOS CARGA HORÁRIA Acolhimento 1 O formador face aos sistemas e contextos de formação 8 Factores e processos de aprendizagem 6 Comunicação e Animação de Grupos

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência Informação Prova de Equivalência à Frequência CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 2ºCiclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Prova 02/2015 Tipo de Prova: Escrita Duração: 90 minutos

Leia mais

GRUPO DE RECRUTAMENTO 620 (ED. FÍSICA)

GRUPO DE RECRUTAMENTO 620 (ED. FÍSICA) GRUPO DE RECRUTAMENTO 620 (ED. FÍSICA) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO (10º, 11º e 12º anos) ENSINO SECUNDÁRIO ATITUDES E VALORES Assiduidade e Pontualidade 3% Fichas de registo de observação Responsabilidade e

Leia mais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Matemática Aplicada às Ciências Sociais Ensino Regular Curso Geral de Ciências Sociais e Humanas 10º Ano Planificação 2014/2015 Índice Finalidades... 2 Objectivos e competências

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) 2. Curso MESTRADO EM ENSINO DE ARTES VISUAIS

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO Competências essenciais Conteúdos Materiais N.º de aulas (45 min.) Compreender que a vida dos seres é assegurada pela realização de funções

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS

Leia mais

Planificação de Língua Portuguesa 9º ano

Planificação de Língua Portuguesa 9º ano Ano letivo: 2012/2013 Planificação de Língua Portuguesa 9º ano Competências gerais Competências específicas Conteúdos temáticos Conhecimento explícito Estratégias / Atividades Material Avaliação Tempo

Leia mais

Planificação Anual. Escola Secundária de Pombal - (400634) Referência ANO LECTIVO - 2010/ 2011 COMPETÊNCIAS GERAIS

Planificação Anual. Escola Secundária de Pombal - (400634) Referência ANO LECTIVO - 2010/ 2011 COMPETÊNCIAS GERAIS Planificação Anual Escola Secundária de Pombal - (400634) Referência Direcção Regional de Educação do Centro Equipa de Apoio às Escolas - Leiria ANO LECTIVO - 2010/ 2011 ÁREA DISCIPLINAR DE ECONOMIA E

Leia mais

Planificação Anual de Ciências Naturais 5º ano

Planificação Anual de Ciências Naturais 5º ano Planificação Anual de Ciências Naturais 5º ano 1º Período ( 17 semanas) Ano Lectivo 2012/2013 Apresentação. Regras de trabalho na aula. Ficha diagnóstica. 3 Introdução Onde existe vida? Primeira abordagem

Leia mais

1º Período Nº de aulas Previstas: 37 a 39

1º Período Nº de aulas Previstas: 37 a 39 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE - 161718 Grupo Disciplinar 230 Matemática/Ciências da Natureza PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza ANO de ESCOLARIDADE: 5º

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 Prova 02 2015 2.º Ciclo do Ensino

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013

PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE - 161718 GRUPO DISCIPLINAR 230 MATEMÁTICA/ CIÊNCIAS DA NATUREZA ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais

Leia mais

1. Saúde individual e comunitária. 1.1. Indicadores do estado de saúde de uma população. 1.2. Medidas de ação para promoção de saúde.

1. Saúde individual e comunitária. 1.1. Indicadores do estado de saúde de uma população. 1.2. Medidas de ação para promoção de saúde. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA GRACIOSA CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO ANO LETIVO 2014/2015 AULAS PREVISTAS TEMA ORGANIZADOR CONTEÚDOS CONCETUAIS (45 MINUTOS) A B VIVER MELHOR NA TERRA 1. Saúde individual e comunitária.

Leia mais

Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da disciplina de Ciências da Natureza

Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da disciplina de Ciências da Natureza SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO, CULTURA E CIÊNCIA DIRECÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO ESCOLA BÁSICA INTEGRADA ROBERTO IVENS Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da

Leia mais

CIÊNCIAS DESCRITORES

CIÊNCIAS DESCRITORES CIÊNCIAS DESCRITORES 1. BIMESTRE - 2015 4.º ANO Identificar a permeabilidade nos diferentes tipos de solo. Identificar a presença de água no interior do corpo dos seres vivos. Identificar as condições

Leia mais

MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA

MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA 1. Introdução Os exames de equivalência à frequência incidem sobre a aprendizagem definida para o final do 2.º ciclo do ensino básico, de acordo com o currículo

Leia mais

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO DE Área de Formação 862 Segurança e Higiene no Trabalho Formação Profissional Contínua/de Especialização ÍNDICE 1- ENQUADRAMENTO... 3 2- OBJECTIVO GERAL... 4 3- OBJECTIVOS

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM GRUPO DISCIPLINAR GEOGRAFIA PLANIFICAÇÃO ANO: 9º ANO LECTIVO: 2008/2009 p.

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM GRUPO DISCIPLINAR GEOGRAFIA PLANIFICAÇÃO ANO: 9º ANO LECTIVO: 2008/2009 p. ANO: 9º ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/3 Tema 5: Contrastes de desenvolvimento 1.Diferentes níveis de desenvolvimento - Repartição da riqueza: a nível mundial e em cada país - Factores de desigualdade - Factores

Leia mais

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: BIOLOGIA E GEOLOGIA 11.

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: BIOLOGIA E GEOLOGIA 11. DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: BIOLOGIA E GEOLOGIA 11.º ANO... BIOLOGIA Objetivos / Finalidades Competências procedimentais e atitudinais Competências concetuais Estratégias Tempo 1 Conhecer

Leia mais

PLANIFICAÇÕES ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS. Diálogo orientado;

PLANIFICAÇÕES ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS. Diálogo orientado; PLANIFICAÇÕES SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE ECONOMIA A 10º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS MATERIAIS CURRICULARES

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 CICLO: 2º Ciclo ANO DE ESCOLARIDADE: 6º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

CIRCULAR. Assunto: Avaliação na Educação Pré- Escolar

CIRCULAR. Assunto: Avaliação na Educação Pré- Escolar CIRCULAR Data: 11/04/2011 Circular nº.: 4 /DGIDC/DSDC/2011 Assunto: Avaliação na Educação Pré- Escolar Para: Inspecção-Geral de Educação Direcções Regionais de Educação Secretaria Regional Ed. da Madeira

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES ANO LECTIVO 2014 / 2015 PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano DOMÍNIO: PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES

Leia mais

INTRODUÇÃO ÍNDICE OBJECTIVOS DA EDUCAÇÂO PRÈ-ESCOLAR

INTRODUÇÃO ÍNDICE OBJECTIVOS DA EDUCAÇÂO PRÈ-ESCOLAR INTRODUÇÃO ÍNDICE - Objectivos de Educação Pré-Escolar - Orientações Curriculares - Áreas de Conteúdo/Competências - Procedimentos de Avaliação - Direitos e Deveres dos Encarregados de Educação - Calendário

Leia mais

ENERESCOLAS. Monitorizar, Experimentar e Aprender!

ENERESCOLAS. Monitorizar, Experimentar e Aprender! ENERESCOLAS Monitorizar, Experimentar e Aprender! Enquadramento As escolas são uma fracção não desprezável do consumo energético. A aprendizagem em âmbito escolar, tem efeitos multiplicativos em casa e

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 7º Ano. Ano Lectivo: 2010/2011

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 7º Ano. Ano Lectivo: 2010/2011 PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Ciências Naturais 7º Ano Ano Lectivo: 2010/2011 Competências Temas/Unidades Conteúdos _ Conhecer a constituição do Universo e do Sistema Solar _ Conhecer as características

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Processos vitais comuns aos seres vivos o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância de uma alimentação equilibrada

Leia mais

EXPERIMENTAR PODE SER VOAR PARA OUTRO ESPAÇO

EXPERIMENTAR PODE SER VOAR PARA OUTRO ESPAÇO EXPERIMENTAR PODE SER VOAR PARA OUTRO ESPAÇO In: Pensar avaliação, melhorar a aprendizagem /IIE Lisboa: IIE, 1994 (...) tenho de observar o mundo a partir de outra óptica, outra lógica, e outros métodos

Leia mais

O 1º Ciclo do Ensino Básico é um espaço privilegiado onde se proporcionam aos alunos aprendizagens mais ativas e significativas,

O 1º Ciclo do Ensino Básico é um espaço privilegiado onde se proporcionam aos alunos aprendizagens mais ativas e significativas, O 1º Ciclo do Ensino Básico é um espaço privilegiado onde se proporcionam aos alunos aprendizagens mais ativas e significativas, pois este é um dos meios de socialização e da aquisição das primeiras competências

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA

ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013/2014 ECONOMIA A (10º ANO) Página 1 de 10 Finalidades da disciplina de Economia A, no conjunto dos dois anos da sua leccionação: Perspectivar a Economia

Leia mais

EB 2,3 do Cadaval Planificação Anual Geografia 3º Ciclo 7º Ano Ano Lectivo 2006/2007. A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES A Geografia e a paisagem

EB 2,3 do Cadaval Planificação Anual Geografia 3º Ciclo 7º Ano Ano Lectivo 2006/2007. A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES A Geografia e a paisagem EB 2,3 do Cadaval Planificação Anual Geografia 3º Ciclo 7º Ano Ano Lectivo 2006/2007 A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES A Geografia e a paisagem A Geografia e a paisagem Identificar o objecto de estudo

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO Livro adotado: Ciências da natureza 6 Satillana Ano Letivo 2012/2013 UNIDADE DIDÁCTICA CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS Nº DE AULAS (1ºP) Preparação do ano escolar.

Leia mais

TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária

TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária UNIDADE TEMÁTICA: Saúde N.º DE Saúde Individual e Comunitária. - Desenvolvimento do conceito de saúde Definição de Saúde pela O.M.S..2 -Medidas para a promoção

Leia mais

Aulas por catálogo Ano lectivo 2007 /2008 Marcações para o 1º Período

Aulas por catálogo Ano lectivo 2007 /2008 Marcações para o 1º Período CATÁLOGO DE AULAS CIÊNCIA VIVA CLUBE DE CIÊNCIA MARTECA Aulas por catálogo Ano lectivo 2007 /2008 Marcações para o 1º Período http://www.uma.pt/oceanografiacosteira/ 1º CICLO 1º ano Aula: O que é um invertebrado?

Leia mais

Reflexão: Abordagem ao domínio da matemática, comunicação oral e escrita na Educação de Infância

Reflexão: Abordagem ao domínio da matemática, comunicação oral e escrita na Educação de Infância 1 Reflexão: Abordagem ao domínio da matemática, comunicação oral e escrita na Educação de Infância Mariana Atanásio, Nº 2036909. Universidade da Madeira, Centro de Competência das Ciências Sociais, Departamento

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS NO 1º CICLO

CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS NO 1º CICLO 2014/2015 CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS NO 1º CICLO Experimentar a Brincar (Ano 6) Realização de experiências no âmbito da Biologia Escola Secundária Cacilhas-Tejo Agrupamento de Escolas Emídio Navarro EB 2,3

Leia mais

A TEMPERATURA NUM CONTEXTO EDUCACIONAL

A TEMPERATURA NUM CONTEXTO EDUCACIONAL A TEMPERATURA NUM CONTEXTO EDUCACIONAL Mário Talaia e Marta Andreia Silva Departamento de Física, Universidade de Aveiro, 3810-193, Aveiro, Portugal Contacto: mart@fis.ua.pt RESUMO O presente artigo surge

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Segurança e Higiene no Trabalho Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO

Leia mais

RELATÓRIO. Pedagogia para a Autonomia na Aprendizagem da Língua Inglesa Um Projecto de Intervenção nos Cursos Profissionais do Ensino Secundário

RELATÓRIO. Pedagogia para a Autonomia na Aprendizagem da Língua Inglesa Um Projecto de Intervenção nos Cursos Profissionais do Ensino Secundário RELATÓRIO Pedagogia para a Autonomia na Aprendizagem da Língua Inglesa Um Projecto de Intervenção nos Cursos Profissionais do Ensino Secundário Projecto de investigação/acção No âmbito da Portaria nº 350/2008,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA Acção de formação Módulo, curso, curso livre, curso multidisciplinar ou seminário realizado no âmbito da Educação Contínua ou da Aprendizagem

Leia mais

Componente de Formação Técnica. Disciplina de

Componente de Formação Técnica. Disciplina de CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO Técnico de Multimédia PROGRAMA Componente de Formação Técnica Disciplina de Projecto e Produção Multimédia Escolas Proponentes / Autores Direcção-Geral de Formação

Leia mais

A pessoa humana. Advento e Natal ESCOLA BÁSICA DO 2 E 3 CICLOS DE RATES

A pessoa humana. Advento e Natal ESCOLA BÁSICA DO 2 E 3 CICLOS DE RATES 1 A pessoa humana 2 Advento e Natal O que é a pessoa? Estrutura individual (unidade irrepetível) Estrutura pessoal (ser em relação com os outros) Dimensão física, racional e volitiva (ser livre) A dimensão

Leia mais

Retratos: Guia para @s professor@s

Retratos: Guia para @s professor@s Retratos: Guia para @s professor@s Nivel: 10 a 12 anos Fauna Duraçao: de 5 a 7 sessões Áreas: Estudo do meio, Língua portuguesa (1º ciclo). Ciências, Língua portuguesa (2º ciclo). Descriçao: O grupo selecciona

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal Ano de escolaridade: 1.º e 2.º Ano Ano lectivo: 2011/2012 Professor/a da Disciplina:... Agrupamento/Escola:.

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO-

PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO- PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO- Tema / Capítulos Competências/Objectivos Estratégias / Actividades Recursos/Materiais Avaliação Aulas previstas (45 min) Articulação Tema I TERRA NO ESPAÇO Capítulo

Leia mais

Retratos: Guia para @s professor@s

Retratos: Guia para @s professor@s Retratos: Guia para @s professor@s Nivel: 12 a 14 anos Pássaros Duraçao: de 5 a 7 sessões Áreas: Ciências da Natureza e Humanas e Sociais, Língua Portuguesa Descriçao: O grupo selecciona um pássaro característico

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS

PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS 2015 IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO JALLES MACHADO ESCOLA LUIZ CÉSAR DE SIQUEIRA MELO PROFESSOR: ELIAS ALVES DE SOUZA SÉRIE: 6º ANO TURMA: A/B TURNO: MATUTINO OBJETIVOS GERAIS O

Leia mais

Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web

Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web PROVA DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE REFERENCIAL DE CONHECIMENTOS E APTIDÕES Áreas relevantes para o curso de acordo com o n.º 4 do art.º 11.º do

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular LIDERANÇA, COACHING E NEGOCIAÇÃO Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular LIDERANÇA, COACHING E NEGOCIAÇÃO Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular LIDERANÇA, COACHING E NEGOCIAÇÃO Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 324, Toledo PR Fone: 3277-850 PLANEJAMENTO ANUAL NATUREZA E SOCIEDADE SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR:

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular NUTRIÇÃO DE COMPORTAMENTO ALIMENTAR Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular NUTRIÇÃO DE COMPORTAMENTO ALIMENTAR Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular NUTRIÇÃO DE COMPORTAMENTO ALIMENTAR Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão das Organizações Desportivas 3.

Leia mais

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Ano letivo 01/016 CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 1º Período : Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS 1.1. Importância de uma alimentação equilibrada e segura Alimentos e nutrientes;

Leia mais

GUIÃO DE ENTREVISTA ÀS EDUCADORAS DE INFÂNCIA. 2º Momento

GUIÃO DE ENTREVISTA ÀS EDUCADORAS DE INFÂNCIA. 2º Momento 4.1.8. Orientação específica de codificação: Entrevista a educadoras de infância (2º momento) (2001) GUIÃO DE ENTREVISTA ÀS EDUCADORAS DE INFÂNCIA 2º Momento I. Questões sobre a modalidade de prática pedagógica

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO 1 A avaliação de desempenho é uma apreciação sistemática do desempenho dos trabalhadores nos respectivos cargos e áreas de actuação e do seu potencial de desenvolvimento (Chiavenato).

Leia mais

2014 / 2015. Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro

2014 / 2015. Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro 2014 / 2015 O projecto Metas de Aprendizagem insere-se na Estratégia Global de Desenvolvimento do Currículo Nacional que visa assegurar uma educação de qualidade e melhores resultados escolares nos diferentes

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS Ano Letivo 201/201 PLANIFICAÇÃO ANUAL Disciplina de MATEMÁTICA - 11º Ano Turma J A PROFESSORA: Paula Cristina Gomes 1 1. OBJECTIVOS GERAIS São finalidades da disciplina no ensino secundário: desenvolver

Leia mais

Reggio Emília Cooperação e Colaboração

Reggio Emília Cooperação e Colaboração Reggio Emília Cooperação e Colaboração Trabalho realizado por: Alexandra Marques nº4423 Ana Sofia Ferreira nº4268 Ana Rita Laginha nª4270 Dina Malveiro nº3834 Prof. Docente: José Espírito Santo Princípios

Leia mais

Disciplina: Ciências Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 CONTEÚDOS

Disciplina: Ciências Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 CONTEÚDOS PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 Unidade 1 Os sentidos Os sentidos: o tato. Os sentidos: a visão e audição. Os sentidos: o olfato e a gustação. Disciplina: Ciências Período: 1º Reconhecer que usamos os sentidos

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Agrupamento de Escolas Serra da Gardunha - Fundão Ano Lectivo 2010/2011 Ensino Básico A avaliação escolar tem como finalidade essencial informar o aluno, o encarregado de educação e o próprio professor,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos Ser humano: semelhanças e diferenças (características físicas e comportamentais, gostos pessoais) Partes do corpo humano Sentidos humanos: audição, visão, paladar, tato e olfato Cuidados com os órgãos

Leia mais

Planificação Curricular Pré-escolar

Planificação Curricular Pré-escolar PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ciclo/ Área/ Disciplina: Pré-escolar Ano Letivo 2012/2013 Área de Formação pessoal e Social Esboço Curricular para a Educação de Infância (segundo as Orientações Curriculares

Leia mais

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente 1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS Eu um ser no ambiente Higiene Corporal Os cinco sentidos Corpo humano Perceber a importância do cuidado com o corpo, da vacinação e da prevenção de acidentes.

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais A proposta Em sua organização teórico-metodológica, a proposta enfatiza a construção do pensamento científico acerca

Leia mais

EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR O QUE SABEMOS

EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR O QUE SABEMOS EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR O QUE SABEMOS O QUE SABEMOS UMA METODOLOGIA DE PROJETO PARA A EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR O QUE É O TRABALHO DE PROJETO? Os projetos da coleção «O Que Sabemos» enquadram-se numa metodologia

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO. Planeamento Curricular referente ao 1 º Período

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO. Planeamento Curricular referente ao 1 º Período AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO Planeamento Curricular referente ao 1 º Período Ano e Turma 5º Disciplina Ciências Naturais Prof. (a) N.º Aulas Previstas Domínio: ÁGUA, O AR, AS ROCHAS

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de 4º ano Ano Letivo 2015/2016 ESTUDO DO MEIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de 4º ano Ano Letivo 2015/2016 ESTUDO DO MEIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de 4º ano Ano Letivo 2015/2016 1.º Período ESTUDO DO MEIO Domínios Subdomínios Metas finais Conteúdos programáticos Avaliação natural

Leia mais

ACÇÃO DE FORMAÇÃO EDUCAÇÃO PARA O EMPREENDEDORISMO NA ESCOLA

ACÇÃO DE FORMAÇÃO EDUCAÇÃO PARA O EMPREENDEDORISMO NA ESCOLA ACÇÃO DE FORMAÇÃO EDUCAÇÃO PARA O EMPREENDEDORISMO NA ESCOLA Extracto do PARECER TÉCNICO emitido pelo Especialista da Formação PREÂMBULO O presente Parecer tem como objectivo a análise do Projecto de Investigação

Leia mais

FUNDAMENTOS DE UMA EDUCAÇÃO CIENTÍFICA

FUNDAMENTOS DE UMA EDUCAÇÃO CIENTÍFICA O sistema educativo deve garantir a coordenação, a consistência e a coerência do ensino para o desenvolvimento da educação científica Critérios de qualidade O conhecimento dos alunos e das suas aptidões

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO CONTABILIDADE

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO CONTABILIDADE CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO CONTABILIDADE DISCIPLINA: INGLÊS ANO LECTIVO: 2013/2014 PLANIFICAÇÃO MÓDULO 8 O MUNDO DO TRABALHO Nº DE AULAS COMPETÊNCIAS GERAIS DO TEMA Pretende-se que o aluno desenvolva

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CAROLINA MICHAËLIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CAROLINA MICHAËLIS Conhecimentos e Competências Saber, Saber Fazer Atitudes e Comportamentos Saber Estar 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico Ano Letivo 2013/2014 Os professores dos grupos disciplinares de línguas estrangeiras

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Inovar para Ganhar Paulo Nordeste Portugal tem apresentado nos últimos anos casos de sucesso em inovação; como novos produtos, serviços e modelos de

Leia mais

Ficha Técnica. Título: Educação Pré-Escolar e Avaliação

Ficha Técnica. Título: Educação Pré-Escolar e Avaliação Ficha Técnica Título: Educação Pré-Escolar e Avaliação Edição: Região Autónoma dos Açores Secretaria Regional da Educação e Ciência Direcção Regional da Educação Design e Ilustração: Gonçalo Cabaça Impressão:

Leia mais