LISTA DE BIOLOGIA PROFESSORA: RENATA MEDEIROS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LISTA DE BIOLOGIA PROFESSORA: RENATA MEDEIROS"

Transcrição

1 LISTA DE BIOLOGIA PROFESSORA: RENATA MEDEIROS Texto para as questões 1 a 3 (UEFS ) Recentemente uma nova espécie foi descoberta trata-se do olinguito, o primeiro mamífero da ordem dos carnívoros a ser encontrado na América do Sul, nos últimos 35 anos. A busca pelo olinguito começou em 2003, quando o zoólogo Kristofer Helgen viu alguns crânios e peles que não conseguia reconhecer numa exposição científica em Chicago. Com uma técnica que usa resquícios de crânio, ossos e peles, deduziu o tipo de ambiente no qual viveria. O trabalho de campo começou no Equador, onde os pesquisadores encontraram e capturaram exemplares. De volta aos Estados Unidos, a ideia de que estava diante de uma nova espécie foi confirmada graças a análises de DNA. O olinguito mede, em média, 76 centímetros, pesa pouco menos de 1 quilo, é solitário, tem apenas um filhote por vez, vive na copa das árvores e se movimenta durante a noite. Foi batizado como Bassaricyon neblina. Apesar de fazer parte da ordem dos carnívoros, alimenta-se de frutas e outros vegetais. O olinguito foi confundido com outra espécie parecida, o olingo, que é maior, com pelagem rara e focinho mais alongado. As duas espécies compartilham 90% dos genes. (CAPUTO, 2013,p. 80). 1) (UEFS ) A constatação de que o olinguito pertence a uma nova espécie foi fundamentada em critérios, entre os quais se destaca: A) o estudo de aspectos comportamentais que são exclusivos dos carnívoros, grupo do olinguito. B) a observação de traços anatomomorfológicos que são pouco suscetíveis a ações do ambiente. C) a utilização de dados moleculares que permitem maior confiabilidade na identificação das espécies. D) a análise de características fisiológicas que são peculiares a cada indivíduo de um determinado grupo. E) a aplicação de testes bioquímicos que identificam os tipos de aminoácidos encontrados nas proteínas dos exemplares coletados. 2) (UEFS ) Uma abordagem taxonômica das informações do texto permite afirmar que o olinguito A) pertence a um gênero que abriga diversas famílias. B) compartilha com os demais carnívoros uma alimentação onívora. C) constitui uma ordem formada por uma única família de Mamíferos. D) compõe um grupo de pequena diversidade dentro do filo Chordata. E) integra a classe Mammalia, categoria mais abrangente entre as apresentadas.

2 3) (UEFS ) É solitário, vive na copa das árvores e se movimenta durante a noite. O texto descreve aspectos da vida do olinguito, quecaracterizam um conceito ecológico expresso em A) nicho ecológico, relações e atividades inerentes à espécie em seu ambiente natural. B) biocenose, compartilhamento da vida entre os seres que vivem em um mesmo local. C) habitat, conjunto de propriedades físicas e bióticas próprias do ambiente de floresta. D) biótopo, região específica do ambiente em que vivem as populações em contínua interação. E) potencial biótico, capacidade de adaptação e crescimento da espécie, independente de resistência ambiental. Texto para as questões 4 e 5 Os tentilhões de Galápagos são os pássaros mais associados à teoria da seleção natural. Entretanto, Charles Darwin também se deteve em outra ave o cucuve (Mimus sp.). Em Galápagos, existem quatro espécies do pássaro, todas endêmicas do arquipélago. Nas quatro semanas em que Darwin analisou a fauna e flora de Galápagos, observou que os cucuves da ilha de São Cristóvão não tinham os mesmos hábitos daqueles da ilha Floreana e algumas características físicas, como o formato dos bicos, também variavam. (LOUBACK, 2013, p ). 4) (UEFS ) Darwin, em seu magistral trabalho, coloca a diversidade da vida em uma dimensão que traduz a sua existência a um continuum na história da Biosfera que, corretamente, se expressa em A) Variações hereditárias são preservadas em função do valor adaptativo que conferem aos seus portadores. B) Organismos evoluem na tentativa de atingir maior complexidade e vencer na luta pela sobrevivência. C) Novas espécies surgem em decorrência de mudanças genéticas impostas pelo meio em que vivem. D) Espécies extintas são substituídas por populações semelhantes, assegurando a sua continuidade. E) Descendência numerosa é uma garantia de perpetuação da espécie em seu ambiente. 5) (UEFS ) Uma análise do relato apresentado em uma abordagem evolutiva permite considerar que A) o processo evolutivo exige separação geográfica, como verificado em Galápagos, para se efetivar. B) as variações no formato dos bicos de aves representam características que propiciaram radiação adaptativa no Arquipélago. C) as espécies de cucuves das ilhas Floreana e de São Cristóvão, devido à sua endemicidade, não possuem um ancestral comum. D) as observações em ambientes restritos, como ilhas, refutam a necessidade do método comparativo na elucidação de relações filogenéticas. E) os espécimes de Mimus que apresentam inovações constituem uma evidência de que o processo evolutivoocorre no nível do indivíduo, e não da população. 6) (UEFS ) A molécula de DNA é um material de amplo uso em estudos de identificação dos seres vivos. Sobre a organização e as propriedades do DNA, analise as afirmativas e marque com V as verdadeiras e com F, as falsas. ( ) A estrutura em dupla hélice torna dispensáveis processos de reparo que reduziriam a ocorrência de substituições e deleções de nucleotídeos. ( ) O pareamento específico entre bases nitrogenadas determina uma desproporção numérica entre as púricas e as pirimídicas. ( ) As moléculas-filha guardam identidade com a molécula-mãe em consequência da replicação semiconservativa. ( ) A estrutura polinucleotídica permite identificar sequências específicas que diferenciam os organismos. A alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo, é a A) F F V V D) V V F F B) F V F V E) V F V F C) F V V F 7) (UEFS ) A caracterização que melhor expressa o conceito de espécie exótica invasora, exemplificada pela Alliaria petiolata na Nova Inglaterra, é a que

3 A) dizimam as espécies autóctones que não desenvolveram defesas contra invasoras mais eficientes na competição intraespecífica. B) favorecem o surgimento de espécies novas por estabelecer um fluxo gênico entre integrantes da comunidade atingida. C) colonizam um determinado local devido à perturbação das interações estabelecidas entre as populações nativas e o ambiente. D) ocupam as áreas disponíveis entre as árvores, impedindo o crescimento populacional das espécies vegetais originais. E) substituem as espécies antigas na comunidade, uma vez que organismos invasores adaptam-se a qualquer ambiente. Texto para questão 8 Charles Darwin contribuiu com muitos dos conceitos sobre os quais se apoia o paradigma da biologia moderna. Alguns permaneceram controversos por um longo período e ainda sofrem oposição de certos evolucionistas. Um entendimento completo da autonomia da biologia, portanto, não é possível sem uma análise do darwinismo. Com efeito, a biologia moderna é, em larga medida, conceitualmente darwiniana. (MAYR, 2013). 8) (UEFS ) A revolução darwiniana influenciou decisivamente em uma nova compreensão da biologia, dentre outros motivos, porque A) mostrou a importância do DNA como molécula responsável pela hereditariedade presente nos seres vivos. B) reconheceu uma historicidade nas ciências biológicas ao considerar a importância do processo evolutivo, através da ação da seleção natural, nas modificações dos seres vivos ao longo do tempo. C) identificou a importância do ambiente como um decisivo fator evolutivo através dos clássicos experimentos com as ervilhas-de-cheiro. D) revelou a existência da seleção natural que produz modificações nos seres vivos para que se tornem mais aptos ao ambiente em que vivem. E) utilizou conceitos deterministas para explicar a preservação dos organismos mais fortes em detrimentos daqueles que, por mutação, nasceram menos aptos à sobrevivência. Texto para questão 9 Atualmente são registrados no mundo cerca de milhões de casos de malária a cada ano. Na América Latina, o maior número de casos é verificado na Amazônia brasileira, com registro de cerca de 500 mil casos/ano. O desenvolvimento intensificado da Amazônia, nas décadas de 70 e 80, acelerou o processo migratório, atraindo moradores de outras regiões do país, devido aos projetos de colonizações e a expansão da fronteira agrícola. Nessa região, as precárias condições socioeconômicas da população migrante determinaram a rápida expansão da doença. (NEVES, 2002, p ). 9) (UEFS ) A respeito da biologia dos organismos envolvidos e do controle epidemiológico da malária, é correto afirmar: A) O processo migratório aumentou a exposição do homem ao inseto hematófago do tipo barbeiro, que é o agente transmissor da malária. B) O protozoário causador da malária se instala nos vasos linfáticos humanos, provocando um intenso edema localizado principalmente nos membros inferiores, com é característico dessa doença. C) O mosquito Aedes aegpti utiliza ambientes com água limpa e parada para depositar os ovos, que eclodirão em larvas já contaminadas pelo vírus da malária. D) A exposição cada vez maior do homem ao mosquito Anopheles vetor da malária, a partir dos projetos de colonização e expansão agrícola, aumentou a incidência dessa doença, já que esse mosquito apresenta hábitos silvestres. E) A ampliação do saneamento básico nas grandes cidades se mostrou bastante eficiente em relação às medidas preventivas de controle da malária. 10) (UEFS ) A engenharia genética está produzindo uma revolução na capacidade médica de tratamento das mais diversas doenças humanas. A respeito desse tema, é correto afirmar:

4 A) Os organismos transgênicos representam a capacidade do ser humano de mesclar características genéticas de espécies distintas em um só indivíduo, gerando produtos que podem ser utilizados para melhorar a qualidade de vida das pessoas. B) A insulina de origem transgênica utilizada com sucesso nos pacientes diabéticos é produzida por bactérias que apresentam um gene modificado de origem suína. C) Os alimentos transgênicos se caracterizam por apresentarem invariavelmente um valor nutricional maior do que se comparado ao alimento original correspondente. D) A terapia com células-tronco representa um avanço das pesquisas médicas, ao induzir a regeneração de qualquer tipo de órgão humano lesado com a aplicação de células-tronco retiradas do tecido mamário de ovelhas. E) A clonagem terapêutica é considerada pelos pesquisadores como uma técnica promissora, ao propor gerar cópias de indivíduos humanos para serem utilizados na reposição de tecidos e órgãos dos indivíduos originais Texto para questão 11 Quando substâncias passam de um sistema para outro, precisam viajar através da membrana da célula. Um fator importante no volume de transporte que pode ocorrer por unidade de tempo é a área da superfície total da membrana. O problema de colocar uma grande quantidade de superfície dentro de um espaço pequeno é resolvido no corpo pelo pregueamento das membranas. No intestino delgado, onde o alimento digerido precisa ser movido para a corrente sanguínea, há um pregueamento da membrana para baixo até o nível das células isoladas. (COHEN; WOOD, 2002, p. 354). 11) (UEFS ) A membrana plasmática pode apresentar, para determinado tipos de tecidos, especializações que aumentam a capacidade da célula de realizar a sua função. Considerando-se as características do tipo de especialização de membrana apresentada no texto, pode-se reconhecer essa especialização como A) invaginações de base. B) desmossomos. C) microvilosidades. D) interdigitações. E) junções gap. 12) (UEFS ) O esquema representa, de forma simplificada, uma variedade de cadeias alimentares integradas, constituindo uma teia alimentar em que o homem participa como um dos seus componentes. Com base na imagem e nos conhecimentos a respeito do fluxo de alimento em ecossistemas naturais, é correto afirmar: A) As relações alimentares do tipo competição e amensalismo são as principais responsáveis pela manutenção de um fluxo de energia que se propaga ao longo das teias alimentares.

5 B) O mesmo organismo poderá ocupar dois ou mais níveis tróficos ao mesmo tempo, contanto que se alimentem diretamente dos produtores. C) O fluxo de energia aumenta a cada nível trófico como resultado da acumulação da biomassa, à medida que se afasta do nível dos produtores. D) A onça, a cobra e o jacaré fazem parte do nível trófico dos decompositores por estarem posicionados no ápice da teia alimentar representada. E) Os pássaros, nessa teia, representam os consumidores primários, secundários e terciários, simultaneamente. 13) (UEFS ) Sabendo-se que a fenilcetonúria erro inato do metabolismo decorre de homozigose de um alelo recessivo localizado no cromossomo 12, a probabilidade de um casal normal que já teve um filho com essa condição vir a ter outra criança afetada é A) nula B) 1/4 C)1/2 D) 3/4 E) 1 Texto para as questões 14 e 15

6 14) (UEFS ) Uma análise do experimento em uma abordagem sobre a biologia de mosquitos permite afirmar: A) O experimento se fundamenta na ausência de um sistema genético de determinação do sexo em insetos. B) As fêmeas dos mosquitos, usualmente partenogenéticas, continuam produzindo descendência fértil. C) Indivíduos contendo a proteína codificada pelo gene recém-introduzido têm a sua metamorfose interrompida. D) A natureza cosmopolita dos mosquitos contribuirá para a extinção rápida da espécie pelo uso dessa tecnologia nas regiões atingidas pela dengue. E) A modificação genética, ao evitar a alimentação sanguínea dos machos, impede a transmissão do vírus da dengue. 15) (UEFS ) A relação ecológica agora estabelecida entre mosquitos machos selvagens e machos transgênicos de A. aegypti deve ser entendida como A) antibiose, em que os transgênicos causam a morte de seus descendentes. B) competição intraespecífica pelas fêmeas para reprodução, relação que resulta em prejuízo para as formas selvagens. C) predação dos indivíduos selvagens pelos transgênicos que atuam como espécie exótica. D) comensalismo, em que a alimentação dos selvagens se restringe às sobras alimentares dos transgênicos. E) redução na disputa pelos recursos alimentares utilizados pela espécie. 16) (UEFS ) A partir da publicação de A Origem das Espécies, Darwin transformou a forma como a Biologia e a própria Ciência eram compreendidas pela humanidade. Os dois conceitos desenvolvidos por Darwin ao longo do seu estudo sobre evolução, que hoje são considerados como a grande contribuição do darwinismo ao conhecimento científico, são A) seleção natural e hereditariedade. B) ancestralidade comum e importância do DNA. C) mutações e recombinação gênica. D) ancestralidade comum e seleção natural.

7 E) seleção natural e uso e desuso 17) (UEFS )O esquema representa, de forma simplificada, o processo de expressão da informação genética contida nos seres vivos de padrão eucarionte. A respeito dos mecanismos de ação e da importância desse processo biológico, é correto afirmar: A) A transcrição e a tradução gênica são processos biológicos exclusivos dos seres que apresentam material genético delimitado pela carioteca. B) O splicing permite, durante a formação do RNA mensageiro, eliminar as porções inativas presentes no gene, unindo, em uma única cadeia, apenas as porções ativas. C) Cada gene é capaz de codificar, a partir da sequência de suas bases nitrogenadas, apenas um único tipo de proteína final. D) Durante a transcrição, o DNA produz uma cópia da sua própria molécula para que possa, dessa forma, sequenciar uma nova molécula de RNA. E) Os éxons presentes na sequência gênica são descartados durante a tradução gênica por apresentarem apenas porções não codificantes do código genético

ACESSO VESTIBULAR QUESTÕES DE PROCESSAMENTO DE RNA OU SPLICING 01. (MAMA 2007.1) PÁGINAS OCULTAS NO LIVRO DA VIDA

ACESSO VESTIBULAR QUESTÕES DE PROCESSAMENTO DE RNA OU SPLICING 01. (MAMA 2007.1) PÁGINAS OCULTAS NO LIVRO DA VIDA ACESSO VESTIBULAR QUESTÕES DE PROCESSAMENTO DE RNA OU SPLICING 01. (MAMA 2007.1) PÁGINAS OCULTAS NO LIVRO DA VIDA Os biólogos supunham que apenas as proteínas regulassem os genes dos seres humanos e dos

Leia mais

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, em sua versão 2012, apresentará uma redação e 180 questões objetivas, divididas nas quatro áreas do conhecimento: - Ciências

Leia mais

Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan

Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Ecologia (oikos = casa; logos = ciência) Estuda as relações entre os seres vivos, e o ambiente em que vivem; Multidisciplinar A Ecologia é complexa, e envolve:

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Camilla Silva (B1) e Elisangela

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica UFRGS ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica 1. (Ufrgs 2014) Considere as seguintes afirmações sobre conceitos utilizados em ecologia. I. Nicho ecológico é a posição biológica ou funcional que um ecossistema

Leia mais

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são Atividade extra Fascículo 2 Biologia Unidade 4 Questão 1 O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são chamados de genes. Assinale abaixo quais

Leia mais

das espécies Chegamos à aula 50! Durante as aulas do Os trabalhos de Charles Darwin

das espécies Chegamos à aula 50! Durante as aulas do Os trabalhos de Charles Darwin A evolução das espécies A UU L AL A Chegamos à aula! Durante as aulas do telecurso, você viu vários temas relacionados com a Biologia: genética, botânica, zoologia, fisiologia, ecologia entre outros. Finalizaremos

Leia mais

As bactérias operárias

As bactérias operárias A U A UL LA As bactérias operárias Na Aula 47 você viu a importância da insulina no nosso corpo e, na Aula 48, aprendeu como as células de nosso organismo produzem insulina e outras proteínas. As pessoas

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Ácidos Nucleicos 01- Os

Leia mais

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento

Leia mais

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS 5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS Auno(a) N 0 6º Ano Turma: Data: / / 2013 Disciplina: Ciências UNIDADE I Professora Martha Pitanga ATIVIDADE 01 CIÊNCIAS REVISÃO GERAL De

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) 3443-7878 Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Elizangela (B1), Guilherme (B) Série: 3º Turmas: 301, 30, 303, 304 PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 013

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA

BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA Nota-se claramente que a prova de biologia da segunda fase da UFPR refletiu um esforço no sentido de privilegiar questões que envolvam raciocínio lógico aplicado ao domínio

Leia mais

BIOLOGIA PROFº. SÓSTENEZ 14/03/20

BIOLOGIA PROFº. SÓSTENEZ 14/03/20 BIOLOGIA PROFº. SÓSTENEZ 14/03/20 1. UEM-2012 Sobre as denominações Canis lupus lupus, Canis lupus arabs e Canis lupus familiaris, assinale o que for correto. 01) Indicam populações diferentes de uma mesma

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE 1- Leia o texto e responda as questões Todos os animais, independentemente do seu estilo de vida, servem como fonte de alimento para outros seres vivos. Eles estão

Leia mais

Seminário de Genética BG - 380 Principal Resumo Professores Componentes Bibliografia Links

Seminário de Genética BG - 380 Principal Resumo Professores Componentes Bibliografia Links Seminário de Genética BG - 380 Principal Resumo Professores Componentes Bibliografia Links Darwin Voltar Filogenia anatômica e fisiológica Filogênia Molecular A teoria da evolução de Darwin gerou o conceito

Leia mais

Simulado Biologia UNICAMP 2014-2013

Simulado Biologia UNICAMP 2014-2013 1. (Unicamp 2014) Considere os seguintes componentes celulares: I. parede celular II. membrana nuclear III. membrana plasmática IV. DNA É correto afirmar que as células de a) fungos e protozoários possuem

Leia mais

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida Introdução A ciência que estuda como os seres vivos se relacionam entre si e com o ambiente em que vivem e quais as conseqüências dessas relações é a Ecologia (oikos = casa e, por extensão, ambiente; logos

Leia mais

objetivos Complexidade dos genomas II AULA Pré-requisitos

objetivos Complexidade dos genomas II AULA Pré-requisitos Complexidade dos genomas II AULA 31 objetivos Ao final desta aula, você deverá ser capaz de: Explicar os fatores envolvidos com a complexidade dos genomas de eucariotos. Descrever as principais características

Leia mais

Resposta: Interbits SuperPro Web

Resposta: Interbits SuperPro Web 1. (Fuvest 2012) Uma mutação, responsável por uma doença sanguínea, foi identificada numa família. Abaixo estão representadas sequências de bases nitrogenadas, normal e mutante; nelas estão destacados

Leia mais

Fotografias PauloHSilva//siaram. Saber Mais... Ambiente Açores

Fotografias PauloHSilva//siaram. Saber Mais... Ambiente Açores Fotografias PauloHSilva//siaram Saber Mais... Ambiente Açores Convenção Diversidade Biológica O que é a Convenção da Diversidade Biológica? A Convenção da Diversidade Biológica é um acordo assinado entre

Leia mais

Tudo começou em África

Tudo começou em África Tudo começou em África (Expresso: 25-04-1998) Análises do D A confirmam a origem africana da espécie humana, uma ideia já defendida no século passado por Charles Darwin e Thomas Henry. A nossa árvore genealógica

Leia mais

Mutação e Engenharia Genética

Mutação e Engenharia Genética Mutação e Engenharia Genética Aula Genética - 3º. Ano Ensino Médio - Biologia Prof a. Juliana Fabris Lima Garcia Mutações erros não programados que ocorrem durante o processo de autoduplicação do DNA e

Leia mais

Específicas. I. Harmônicas. II. Desarmônicas. I. Harmônicas 1) SOCIEDADE. Estas relações podem ser

Específicas. I. Harmônicas. II. Desarmônicas. I. Harmônicas 1) SOCIEDADE. Estas relações podem ser Relações Ecológicas Os seres vivos mantém constantes relações entre si, exercendo influências recíprocas em suas populações. INTRA ou INTERESPECÍFICAS Estas relações podem ser HARMÔNICAS OU DESARMÔNICAS

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD VESTIBULAR 2011 PROVA DE BIOLOGIA

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD VESTIBULAR 2011 PROVA DE BIOLOGIA Questão 1: É sabido que indivíduos homozigotos recessivos para alelos mutados do gene codificador da enzima hexosaminidase desenvolvem uma doença conhecida como Tay-Sachs, e morrem antes do quarto ano

Leia mais

Esse raciocínio é correto e não serve apenas para a espécie humana. Todas as espécies de seres vivos realizam a reprodução para a continuação da vida.

Esse raciocínio é correto e não serve apenas para a espécie humana. Todas as espécies de seres vivos realizam a reprodução para a continuação da vida. Você sabe qual é a importância da reprodução humana? Se alguém lhe perguntasse isso você responderia rapidamente: Para a manutenção ou perpetuação da espécie. Esse raciocínio é correto e não serve apenas

Leia mais

E C O L O G I A. Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que a tornam habitável

E C O L O G I A. Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que a tornam habitável E C O L O G I A Deriva do grego oikos, com sentido de casa e logos com sentido de estudo Portanto, trata-se do estudo do ambiente da casa Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que

Leia mais

O processo fisiológico que está representado no gráfico é

O processo fisiológico que está representado no gráfico é Questão 01) Analise o gráfico a seguir. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2014. O processo fisiológico que está representado no gráfico é a) o efeito do aumento

Leia mais

BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM

BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM TESTES 1) (Santos) Muitos antibióticos, inicialmente usados com sucesso contra bactérias patogênicas, parecem ter perdido sua eficiência. Um mesmo antibiótico, usado para

Leia mais

1º ano. Construir um modelo para representar o processo de duplicação do DNA. Livro 1- Unidade 5 - p. 136

1º ano. Construir um modelo para representar o processo de duplicação do DNA. Livro 1- Unidade 5 - p. 136 Estudo das Origens O que é a Biologia? A Biologia no contexto histórico. A Biologia e suas áreas de atuação. Os Métodos científicos utilizados em pesquisas nas áreas da Biologia em Roraima, no Brasil e

Leia mais

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia. A diversidade biológica é o fruto da variação genética.

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia. A diversidade biológica é o fruto da variação genética. Atividade extra Questão 1 A diversidade biológica é o fruto da variação genética. Falar em biodiversidade e em tempo significa, necessariamente, falar de: a. Degeneração. b. Conservação. c. Evolução. d.

Leia mais

b) Justifique sua resposta. Resolução a) A afirmação não é válida. b) Os vírus são parasitas obrigatórios de células procarióticas

b) Justifique sua resposta. Resolução a) A afirmação não é válida. b) Os vírus são parasitas obrigatórios de células procarióticas 1 BIOLOGIA Devido ao fato de serem muito simples em termos de organização, podemos afirmar que os vírus provavelmente tiveram sua origem antes do surgimento das primeiras células procarióticas. a) A afirmação

Leia mais

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe!

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Aula: 2 Temática: Ácidos Nucléicos Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Introdução: Os ácidos nucléicos são as moléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

Equipe de Biologia. Biologia

Equipe de Biologia. Biologia Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 5B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Ácidos nucléicos Os ácidos nucléicos são moléculas gigantes (macromoléculas), formadas por unidades monoméricas menores

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA. Professora: Alexsandra Ribeiro

EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA. Professora: Alexsandra Ribeiro CONTEÚDO: CAP. 1, 2 e 3 EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA Professora: Alexsandra Ribeiro 1. O esquema abaixo nos mostra como a vida está organizada no planeta. A complexidade da

Leia mais

Professor(a): Marco Rossellini Disciplina: Biologia Aluno(a): Ano: 3 EM Nº: Data: / / Bimestre: 3º NOTA: Exercícios - Geekie

Professor(a): Marco Rossellini Disciplina: Biologia Aluno(a): Ano: 3 EM Nº: Data: / / Bimestre: 3º NOTA: Exercícios - Geekie 1) Leia os trechos seguintes, extraídos de um texto sobre a cor de pele humana. A pele de povos que habitaram certas áreas durante milênios adaptou-se para permitir a produção de vitamina D. À medida que

Leia mais

BIOLOGIA IACI BELO. Como duas espécies distintas podem evoluir para formas idênticas?

BIOLOGIA IACI BELO. Como duas espécies distintas podem evoluir para formas idênticas? BIOLOGIA IACI BELO www.iaci.com.br ASSUNTO: EVOLUÇÃO CONVERGENTE Série: 3EM Como duas espécies distintas podem evoluir para formas idênticas? por Joshua Clark - traduzido por HowStuffWorks Brasil Há cerca

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA. Carga Horária: 100 horas/aula

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA. Carga Horária: 100 horas/aula FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA Código: CBIGEBA Créditos: 05 Período: 3 o (terceiro período) Disciplina: Genética Básica

Leia mais

BIOLOGIA. Questão 1 Padrão de resposta esperado:

BIOLOGIA. Questão 1 Padrão de resposta esperado: Questão 1 a) APENAS duas das seguintes possibilidades: (valor: 10,0 pontos) APENAS uma das seguintes possibilidades: 1. Nos procariotos a transcrição e tradução são processos que ocorrem de modo acoplado;

Leia mais

COLÉGIO SOUZA MARQUES Rio de Janeiro,... de... de 2012. Professora: Priscilla Moniz Aluno(a):...Turma: 611 Nº:

COLÉGIO SOUZA MARQUES Rio de Janeiro,... de... de 2012. Professora: Priscilla Moniz Aluno(a):...Turma: 611 Nº: COLÉGIO SOUZA MARQUES Rio de Janeiro,... de... de 2012. Professora: Priscilla Moniz Aluno(a):...Turma: 611 Nº: GABARITO 1. (0,5) (UPE) Dentre as categorias taxonômicas apresentadas abaixo, assinale aquela

Leia mais

BIOTECNOLOGIA E ENGENHARIA GENÉTICA. Profa. Maria Paula

BIOTECNOLOGIA E ENGENHARIA GENÉTICA. Profa. Maria Paula BIOTECNOLOGIA E ENGENHARIA GENÉTICA Profa. Maria Paula FERRAMENTAS Enzimas: de restrição, DNA-ligase, DNA-polimerase, transcriptase Vetores: plasmídeos, vírus 1) PGH O número de genes é muito menor do

Leia mais

PUCRS CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética I AULA PRÁTICA APLICAÇÕES DAS TÉCNICAS DE PCR E ELETROFORESE DE DNA

PUCRS CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética I AULA PRÁTICA APLICAÇÕES DAS TÉCNICAS DE PCR E ELETROFORESE DE DNA Analise a seguinte situação hipotética (1): Uma equipe de pesquisadores está realizando um inventário da biodiversidade de uma área tropical ainda inexplorada, porém já sofrendo grande impacto de fragmentação

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012-2 GABARITO DA PROVA DE BIOLOGIA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012-2 GABARITO DA PROVA DE BIOLOGIA Questão 1 Sobre as mitocôndrias, responda: a) Através da análise de DNA, demonstrou-se que muitos genes da bactéria Rickettsia prowazekii, que causa um tipo de febre, são parecidos com os genes das mitocôndrias.

Leia mais

46. Com relação à pequena circulação, assinale a afirmativa CORRETA:

46. Com relação à pequena circulação, assinale a afirmativa CORRETA: 2 o PROCESSO SELETIVO/2005 2 O DIA GABARITO 1 29 BIOLOGIA QUESTÕES DE 46 A 60 46. Com relação à pequena circulação, assinale a afirmativa CORRETA: a) A artéria pulmonar sai do ventrículo esquerdo e transporta

Leia mais

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS ECOLOGIA GERAL Aula 05 Aula de hoje: FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS Sabemos que todos os organismos necessitam de energia para se manterem vivos, crescerem, se reproduzirem e, no caso

Leia mais

MUTAÇÃO. O que é mutação? - Alteração no material genético.

MUTAÇÃO. O que é mutação? - Alteração no material genético. Universidade Federal do Piauí Núcleo de Estudos em Genética e Melhoramento (GEM) CNPJ: 12.597.925/0001-40 Rua Dirce de Oliveira,3597- Socopo/Teresina-PI Mutação MARIANE DE MORAES COSTA Teresina, 01 de

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2009 2ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2009 2ª fase www.planetabio.com 1- O gráfico a seguir mostra as fases do ciclo ovariano que ocorre ao longo do ciclo de menstruação de uma mulher. Sabe-se que um óvulo pode viver até 48 horas e os espermatozóides podem viver até cinco

Leia mais

BIOLOGIA Bases da Ecologia

BIOLOGIA Bases da Ecologia Módulo 42 Página 17 à 29 Quantos animais e seres vivos vocês conhecem? Onde eles vivem? Vamos fazer a leitura das páginas 17 e 18 Por dentro da notícia páginas 18 e 19 RESPONDA: 1) Depois de ler o texto

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA

COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA A prova de Biologia da UFPR apresentou uma boa distribuição de conteúdos ao longo das nove questões. O grau de dificuldade variou entre questões médias e fáceis, o que está

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE SETOR DE BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE SETOR DE BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE SETOR DE BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR DISCIPLINA: BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR ESTUDO DIRIGIDO FLUXO DA INFORMAÇÃO GÊNICA págs:

Leia mais

BIODIVERSIDADE E MANEJO SUSTENTÁVEL DA FLORESTA TROPICAL 1 BIODIVERSIDADE

BIODIVERSIDADE E MANEJO SUSTENTÁVEL DA FLORESTA TROPICAL 1 BIODIVERSIDADE BIODIVERSIDADE E MANEJO SUSTENTÁVEL DA FLORESTA TROPICAL 1 João Artur Silva 2 Márcio Ribeiro² Wilson Junior Weschenfelder² BIODIVERSIDADE Modelos de Diversidade A diversidade biológica varia fortemente

Leia mais

Biologia Fascículo 10 André Eterovic

Biologia Fascículo 10 André Eterovic Biologia Fascículo 10 André Eterovic Índice Ecologia Conceitos Ecológicos...1 Cadeias Alimentares...2 Relações Simbióticas...4 Exercícios...6 Gabarito...8 Ecologia Conceitos Ecológicos Ecologia: definição

Leia mais

SELEÇÃO MESTRADO 2014 15

SELEÇÃO MESTRADO 2014 15 INSTRUÇÕES: UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO SELEÇÃO MESTRADO 2014 15 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Escreva seu Nome Completo, Número do RG e Número de Inscrição nos espaços indicado abaixo. Não

Leia mais

Biologia: Genética e Mendel

Biologia: Genética e Mendel Biologia: Genética e Mendel Questão 1 A complexa organização social das formigas pode ser explicada pelas relações de parentesco genético entre os indivíduos da colônia. É geneticamente mais vantajoso

Leia mais

A probabilidade de nascer uma menina afetada do cruzamento de 3 com 11 é: a) 0,00 b) 0,25 c) 0,50 d) 0,75 e) 1,00

A probabilidade de nascer uma menina afetada do cruzamento de 3 com 11 é: a) 0,00 b) 0,25 c) 0,50 d) 0,75 e) 1,00 Genética e Evolução 1. A mosca drosófila, de olho branco, apresenta a constituição genética X W Y e não possui gene para olho vermelho, que impede a manifestação do outro gene, para olho branco. Na frase,

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2007 www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2007 www.planetabio.com 1-O gráfico a seguir mostra como variou o percentual de cepas produtoras de penicilinase da bactéria Neisseria gonorrhoeae obtidas de indivíduos com gonorréia no período de 1980 a 1990. A penicilinase

Leia mais

ATIVIDADE INTERAÇÕES DA VIDA. CAPÍTULOS 1, 2, 3 e 4

ATIVIDADE INTERAÇÕES DA VIDA. CAPÍTULOS 1, 2, 3 e 4 ATIVIDADE INTERAÇÕES DA VIDA CAPÍTULOS 1, 2, 3 e 4 Questão 1) Abaixo representa uma experiência com crisântemo, em que a planta foi iluminada, conforme mostra o esquema. Com base no esquema e seus conhecimentos,

Leia mais

GENÉTICA VII APLICAÇÕES DO CONHECIMENTO GENÉTICO

GENÉTICA VII APLICAÇÕES DO CONHECIMENTO GENÉTICO GENÉTICA VII APLICAÇÕES DO CONHECIMENTO GENÉTICO Prof. Jose Amaral/2012/2013 Metabolismo de controle O metabolismo é controlado pelos ácidos nucléicos, compostos que coordenam uma série de reações em que

Leia mais

ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS

ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS BIOLOGIA ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS Ecologia é o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente onde vivem. É uma ciência que estuda os seres vivos acima do nível do organismo individual, estuda,

Leia mais

Evolução Biológica e Algoritmos Genéticos. Fábio Lima Custódio flc@lncc.br

Evolução Biológica e Algoritmos Genéticos. Fábio Lima Custódio flc@lncc.br Evolução Biológica e Algoritmos Genéticos Fábio Lima Custódio flc@lncc.br Sumário Conceitos gerais O que é evolução? Forças Evolutivas Mutação Deriva Gênica Fluxo gênico Seleção Natural A teoria evolutiva

Leia mais

Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas

Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas MOUZER COSTA O que é Ecologia? É a parte da Biologia que estuda as relações dos seres vivos entre si e com o ambiente. Conceitos Básicos Espécie População

Leia mais

Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão

Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão Antes de continuarmos... ainda algumas orientações! Orientações gerais (muito importantes) 1) O prazo máximo

Leia mais

A especiação: o surgimento de novas espécies

A especiação: o surgimento de novas espécies Disciplina: Ciências Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Formação das Espécies A ESPECIAÇÃO A especiação: o surgimento de novas espécies Especiação é o nome dado

Leia mais

Matéria e Energia no Ecossistema

Matéria e Energia no Ecossistema Matéria e Energia no Ecossistema Qualquer unidade que inclua a totalidade dos organismos (comunidade) de uma área determinada, interagindo com o ambiente físico, formando uma corrente de energia que conduza

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2010 1ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2010 1ª fase www.planetabio.com 1- O Índice de Massa Corporal (IMC) é o número obtido pela divisão da massa de um indivíduo adulto, em quilogramas, pelo quadrado da altura, medida em metros. É uma referência adotada pela Organização

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A A Distribuição Geográfica das Espécies 2011 Aula 1 Objetivos Discutir os principais conceitos de biogeografia e conhecer seus campos de estudos. Compreender a influência de fatores

Leia mais

EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015)

EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015) EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015) 1- A Fábrica Celular Células de bactérias (procarióticas) e células animais (eucarióticas), apresentam semelhanças e diferenças. a) Qual a estrutura presente em ambas que

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS

Leia mais

Tema 5. Crescimento e renovação celular. UNIDADE 1. Crescimento e renovação celular

Tema 5. Crescimento e renovação celular. UNIDADE 1. Crescimento e renovação celular Tema 5. Crescimento e renovação celular Crescimento e renovação celular Distinção entre DNA e RNA quanto às suas características estruturais e funcionais. Reconhecimento de que os organismos necessitam

Leia mais

Aula 11 Cadeia alimentar

Aula 11 Cadeia alimentar Aula 11 Cadeia alimentar A biosfera, parte do planeta onde vivem os seres vivos, é formado por ecossistemas. O ecossistema é constituído por comunidade (parte biótica) e os fatores físicos e químicos do

Leia mais

Ecologia: interações ecológicas

Ecologia: interações ecológicas FACULDADES OSWALDO CRUZ Curso: Engenharia Ambiental Disciplina: Microbiologia Aplicada Prof a MsC. Vanessa Garcia Aula 12 (2º semestre): Ecologia: interações ecológicas Objetivos: analisar os principais

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta Questão 1 O gráfico mostra os níveis de glicose medidos no sangue de duas pessoas, sendo uma saudável e outra com diabetes melito, imediatamente após uma refeição e nas cinco horas seguintes. Essa substância

Leia mais

CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia

CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia PROCESSO SELETIVO 2003/2 BIOLOGIA CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta Questão 1 Uma enzima, extraída da secreção de um órgão abdominal de um cão, foi purificada, dissolvida em uma solução fisiológica com ph 8 e distribuída em seis tubos de ensaio. Nos tubos 2, 4 e 6, foi

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares VUNESP 2007 questões escritas www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares VUNESP 2007 questões escritas www.planetabio.com 1- O que divide os especialistas não é mais se o aquecimento global se abaterá sobre a natureza daqui a vinte ou trinta anos, mas como se pode escapar da armadilha que criamos para nós mesmos nesta esfera

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2006 www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2006 www.planetabio.com 1-No processo evolutivo, centenas de espécies podem ser criadas em um tempo relativamente curto. Esse fenômeno é conhecido como radiação adaptativa. No grupo dos répteis, ocorreu uma grande radiação adaptativa

Leia mais

BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS

BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS ! Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Departamento de Patologia Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami Prof. Dr. Lucas Brandão BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS

Leia mais

Ancestralidade Materna polimorfismos matrilínea DNA Mitocondrial (mtdna).

Ancestralidade Materna polimorfismos matrilínea DNA Mitocondrial (mtdna). Ancestralidade Materna A atual população dos países latino-americanos foi gerada por um complexo processo de mistura genética entre ameríndios, europeus e africanos. As porcentagens relativas destas três

Leia mais

Questões complementares

Questões complementares Questões complementares 1. Definir célula e os tipos celulares existentes. Caracterizar as diferenças existentes entre os tipos celulares. 2. Existe diferença na quantidade de organelas membranares entre

Leia mais

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Ciências

PROVA BIMESTRAL Ciências 6 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL Ciências Escola: Nome: Turma: n o : 1. Os animais apresentam diferentes formas de locomoção, alimentação e revestimento do corpo, características estas que os organizam

Leia mais

N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia.

N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia. N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia. Questão 01 B100010RJ Observe o esquema abaixo. 46 23 46 23 46 23 23 Disponível em: . Acesso

Leia mais

Epigenética e Memória Celular

Epigenética e Memória Celular Epigenética e Memória Celular Por Marcelo Fantappié Fonte www.revistacarbono.com A epigenética é definida como modificações do genoma que são herdadas pelas próximas gerações, mas que não alteram a sequência

Leia mais

BIOTECNOLOGIA. 2. Conceito de clonagem molecular

BIOTECNOLOGIA. 2. Conceito de clonagem molecular BIOTECNOLOGIA 1. Introdução Até a década de 70, o DNA era o componente celular mais difícil de ser analisado. Sua seqüência de nucleotídeos de enorme tamanho e monotonia química era geralmente analisada

Leia mais

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL PLANEJAMENTO ANUAL

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL PLANEJAMENTO ANUAL CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL Professor: Cleide Maria Senger Disciplina: Biologia Série: 3º Ano: 2013 1º Bimestre PLANEJAMENTO ANUAL Conteúdo Estruturante

Leia mais

EXERCÍCIO RESOLVIDO ORIENTAÇÕES RESUMO TEÓRICO EXERCÍCIOS PROPOSTOS. BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.b - TEORIAS EVOLUTIVAS

EXERCÍCIO RESOLVIDO ORIENTAÇÕES RESUMO TEÓRICO EXERCÍCIOS PROPOSTOS. BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.b - TEORIAS EVOLUTIVAS BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.b - TEORIAS EVOLUTIVAS ORIENTAÇÕES Essa lista é a continuação da lista 3.a, com mais exercícios sobre teorias evolutivas. Como sempre, resolva as questões

Leia mais

4 Monitoramento ambiental

4 Monitoramento ambiental 4 Monitoramento ambiental O monitoramento ambiental é uma importante ferramenta para a administração dos recursos naturais. Este oferece conhecimento e informações básicas para avaliar a presença de contaminantes,

Leia mais

BIOLOGIA 2ª Série do Ensino Médio Atividades direcionadas Prova final - 2011

BIOLOGIA 2ª Série do Ensino Médio Atividades direcionadas Prova final - 2011 Para a prova final da 2ª Série do Ensino Médio, o aluno deverá ser capaz de: Interpretar árvores filogenéticas; Identificar as principais características dos grupos vegetais; Identificar as principais

Leia mais

Painéis Do Organismo ao Genoma

Painéis Do Organismo ao Genoma Painéis Do Organismo ao Genoma A série de 5 painéis do organismo ao genoma tem por objetivo mostrar que os organismos vivos são formados por células que funcionam de acordo com instruções contidas no DNA,

Leia mais

Replicação Quais as funções do DNA?

Replicação Quais as funções do DNA? Replicação Quais as funções do DNA? Aula nº 4 22/Set/08 Prof. Ana Reis Replicação O DNA é a molécula que contém a informação para todas as actividades da célula. Uma vez que as células se dividem, é necessário

Leia mais

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente 1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS Eu um ser no ambiente Higiene Corporal Os cinco sentidos Corpo humano Perceber a importância do cuidado com o corpo, da vacinação e da prevenção de acidentes.

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÀO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÀO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÀO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: BIOLOGIA SÉRIE 1ª CH 68 ANO 2012 Competências

Leia mais

Mecanismos de Herança

Mecanismos de Herança Mecanismos de Herança Andréa Trevas Maciel Guerra Depto. De Genética Médica FCM - UNICAMP Mecanismo de Herança Conceitos básicos Herança Monogênica Herança mitocondrial Imprinting Autossomos (1 a 22) Autossomos

Leia mais

Que tipo de relação há entre o peixe-palhaço e a anêmona? Justifique sua resposta. R.:

Que tipo de relação há entre o peixe-palhaço e a anêmona? Justifique sua resposta. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Nas figuras abaixo

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com ÁCIDOS NUCLEICOS ÁCIDOS NUCLÉICOS: são substâncias formadoras de genes, constituídas por um grande

Leia mais

DNA barcoding é um método que utiliza um trecho do DNA de cerca de 650 nucleotídeos como marcador para caracterizar espécies. Trata-se de uma sequência extremamente curta em relação à totalidade do genoma,

Leia mais