Pa r c e r i a s v e r d a d e i r a s

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pa r c e r i a s v e r d a d e i r a s"

Transcrição

1

2 2 Música e Imagem

3 Ex p e d ie n t e Revista Roland Brasil Pa r c e r i a s v e r d a d e i r a s Quando a Roland Brasil decidiu lançar a revista Música & Imagem, já durante a fase de definição do conceito e do projeto gráfico, resolvemos que sempre teríamos pessoas e não produtos como foco da capa. Convidaríamos preferencialmente os parceiros. São artistas que amam a música, vivem dela e, por que não dizer, para ela. Mas quem são eles? Quanto pagamos para aparecerem? Desde a sua fundação, a Roland nunca teve endorsers profissionais, isto é, aqueles que são pagos para falar que usam o equipamento. A filosofia da empresa sempre foi a de parceria. São artistas e músicos profissionais escolhidos pela afinidade com o produto e um ótimo relacionamento com as pessoas da companhia. E isso está acima do dinheiro. No entanto, quando o assunto é trabalho, ou seja, fazer uma apresentação ou workshop, o artista recebe por isso. Da mesma forma, a Roland não doa produtos para serem usados por eles, pois os parceiros utilizam porque querem e precisam para executar seus projetos. Na lista, existem pessoas famosas e outras não tão populares. Mas, para nós, ambos têm seu valor. Temos parceiros que conhecemos há muitos anos e outros que chegaram há pouco tempo. Luiz Schiavon, nosso convidado para a capa desta edição, seguramente é um dos usuários mais antigos de equipamentos Roland no Brasil. Ele cresceu com a marca, desde os synths analógicos (claro, na época não tinha digital!). A partir disso, muitos produtos da empresa passaram pelas suas mãos. E ele continua utilizando esses instrumentos em seus trabalhos. A parceria com artistas gera uma grande exposição da marca e isso é bom para a Roland. Mas o aspecto mais importante é que, com esse vínculo, cria-se um canal de comunicação entre o profissional e a empresa em que os assuntos tratados são essenciais. Recebemos um feedback sobre o modelo e sua utilização: o que agradou ou poderia ser melhorado. E de que forma o instrumento agregou valor ao trabalho. Por outro lado, quem atende os parceiros são os gerentes de produtos, que conhecem a fundo os equipamentos e que estão à disposição para orientá-los e dar as melhores dicas. Nessa relação saudável, os dois lados ganham. A base desse relacionamento está no respeito e na valorização da pessoa com quem lidamos. E esse é o mesmo alicerce com que a Roland trata todos os seus usuários, sejam artistas ou não. Para nós, essa é a verdadeira parceria. J. Takao Shirahata Presidente, CEO Roland Brasil Pr e s i d e n t e Takao Shirahata Vi c e-p r e s i d e n t e Celso Bento Ed i t o r Nilton Corazza Re da ç ã o Rafael Furugen Co l u n i s ta s Jether Garotti Jr. e Michael Kenneth Alpert Co l a b o r a d o r e s Alex Lameira, Amador Rubio, Gino Seriacopi, Pakito, Sérgio Motta, Sergio Terranova Jr., Renan Dias, Arthur Cunha, Júnior Alves, Leandro Justino, Michel Brasil, Pedro Lobão e Raphael Daloia Neto Fo t o g r a f i a Mário Moreno Conteúdo on-line Mário Moreno e William Antony Di a g r a m a ç ã o Detonart s Criações Im p r e s s ã o/a c a b a m e n t o Oceano Indústria Gráfica e Editora Jornalista responsável Nilton Corazza (MTb ) Música & Imagem Revista Roland Brasil na internet Fa l e c o m a Re da ç ã o Visite nosso site Os editores não se responsabilizam por opiniões emitidas por colaboradores em artigos assinados. Não é permitida a reprodução total ou parcial das matérias publicadas.

4 06 Ca r t a s Opiniões e sugestões dos leitores 08 Tu r n ê Artistas e eventos Roland Brasil 11 Mu n d o Ro l a n d A presença da Roland Corporation na mídia 12 Pe r f i l A integração de vídeos no trabalho de Fernanda Porto 14 Cl á s s i c o Roland JC-120: o amplificador preferido dos guitarristas 16 No v o s Pr o d u t o s As novidadas da Roland Corporation para o início de In t e r a ç ã o A praticidade do Cakewalk VS-100 em produções musicais 24 Ca p a A paixão de Luiz Schiavon pelos sintetizadores Roland 28 TD-20KX A bateria dos profissionais 4 Música & Imagem

5 32 FR-7X A evolução do acordeon digital 36 VE-20 O melhor em efeitos para voz 40 Ro d g e r s A solução para que a tradição não se perca 44 Es p e c i a l V-Drums HD-1: perfeito para pequenos estúdios 46 Pe r g u n t e a o Es p e c i a l i s ta As respostas para as dúvidas mais frequentes 48 Ca r r e i r a Uso de ferramentas digitais para a criação musical 49 Ed u c a ç ã o A preparação de um recital 50 Fr o n t e i r a s A importância da música nos trabalhos de Orlando Paes Filho Música & Imagem 5

6 Cartas Fã Sempre fui usuário dos produtos BOSS, tanto que meu primeiro pedal foi um dos modelos desenvolvidos pela marca. Entre os inúmeros equipamentos que possuo, destaca-se o TU-12H, que ainda funciona perfeitamente mesmo após eu ter derrubado, molhado e pisado. Recentemente, comprei uma GT-10 e estou satisfeitíssimo, pois atende plenamente minhas necessidades como professor, sideman e músico de estúdio. E minha última aquisição foi um Cube-20X, que utilizo em minhas aulas. Além de todos esses produtos, também fiquei muito feliz com o atendimento que recebi dos profissionais da Roland Brasil, principalmente de Sérgio Motta e Cecília Lucena, na Expomusic Depois desse contato, ficou evidente que, ao comprar equipamentos desenvolvidos pela Roland Corporation, estou adquirindo um aparelho de altíssima qualidade, além de atendimento personalizado. Na minha opinião, a qualidade e a versatilidade dos produtos chegaram a um ponto em que a única limitação acaba sendo o próprio usuário. Tanto que a Roland Corporation desenvolveu todas as ferramentas necessárias para qualquer indivíduo realizar-se musicalmente. Realmente vocês criam o futuro. Esta carta é para expressar meu agradecimento e admiração pela Roland Corporation. Para mim, vocês são exemplos de conduta e profissionalismo. Obrigado por tudo que fizeram e pelo que ainda farão. Alex Poliver (por ) Alex, ficamos muito felizes em saber que os produtos desenvolvidos pela Roland Corporation fazem parte de sua trajetória artística. Esperamos poder auxiliá-lo em muitos outros projetos, criando equipamentos que possam facilitar o trabalho, além de incitar sua criatividade musical. Distribuição Na Expomusic 2009, recebi um exemplar de Música & Imagem quando estava visitando o estande da Roland Brasil. No momento, pensei que fosse mais um catálogo, com dados superficiais sobre os produtos da empresa. Mas, para a minha surpresa, era uma revista completa, com entrevistas, notícias e muitas informações relevantes para os músicos. Agora, quero saber quando sai a próxima e como posso fazer para conseguir uma edição. Sucesso! William Borsato (por ) William, a revista Música & Imagem é uma publicação semestral da Roland Brasil. Ela é distribuída gratuitamente por seus dealers, além de escolas de música e estúdios. A maneira mais simples de ter acesso a ela é procurar um revendedor oficial da empresa ou visitar o site Cu b o s Pessoal, acompanho a revista Música & Imagem desde a primeira edição e estou muito satisfeito com a qualidade da publicação. No entanto, gostaria de saber quando vocês farão uma matéria sobre os cubos desenvolvidos pela Roland. São tantos modelos e, pelas características expostas no site, um parece ser melhor que o outro. Fico no aguardo! Márcio Ferrari (por ) Márcio, primeiramente, gostaríamos de agradecer seu interesse pelas matérias publicadas nas edições de Música & Imagem. Quanto à sua sugestão, ela está anotada. Em breve, você encontrará uma reportagem sobre a linha de cubos Roland. Enquanto isso, acompanhe uma matéria sobre o JC-120 Jazz Chorus nesta edição. Fique ligado! OBS.: As mensagens publicadas aqui tiveram os s omitidos para privacidade de seus autores. Es t e e s p a ç o é s e u! En v i e s u g e s t õ e s, c r í t i c a s e e l o g i o s e m r e l a ç ã o à Mú s i c a & Im a g e m - Revista Roland Brasil. Por carta : Música & Imagem - Revista Roland Brasil Rua Teodoro Sampaio, 727 Pinheiros, São Paulo SP CEP: Po r e-m a i l: r e v i s o l a n d.c o m.b r 6 Música & Imagem

7 Música & Imagem 7

8 Turnê Pr o d í g i o Em 2 de fevereiro de 2010, ocorreu a final da primeira edição do V-Drums Contest EM&T. E o vencedor do concurso organizado pela Roland Brasil, em parceria com a EM&T (Escola de Música e Tecnologia), foi Maick Souza Cruz, de apenas 15 anos. O adolescente superou cinco concorrentes todos mais velhos e, com isso, acabou premiado com um kit TD-4K, um monitor pessoal PM-10 e um pacote de acessórios DAP-3, além de tornarse parceiro da empresa. Meses antes de celebrar esse título, Cruz, assim como todos os outros concorrentes, precisou justificar o seu talento com as baquetas, realizando inúmeras tarefas. A primeira foi gravar um vídeo caseiro demonstrando suas técnicas e habilidades. Aprovado, teve que enfrentar as câmeras novamente, mas utilizando um kit TD-4K. O material foi analisado pelos organizadores do evento e o jovem acabou classificado para a decisão, juntamente com Bruno Valverde dos Santos, Gabriel Caressato de Carvalho, Júlio César Fernandes, Michel Maeda Cavalcante Sá e Rodrigo Star Tagliassachi Budemberg. No dia 10 de novembro de 2009, os concorrentes se reuniram no Auditório Mix Hall, em São Paulo, para disputar a decisão do V-Drums Contest EM&T. O evento transcorria normalmente até que aconteceu o apagão que assolou 18 Estados brasileiros. Por conta desse problema, a final foi cancelada e agendada para o ano seguinte. Quase três meses após o fatídico problema energético, os seis candidatos voltaram a se encontrar, mas, dessa vez, no Auditório Roland, também localizado na capital paulista. A decisão foi bastante acirrada, com todos os participantes realizando performances impecáveis, além de demonstrarem a versatilidade e a potência do kit V-Drums TD-4KX. No final, o corpo de jurados formado pelos bateristas Giba Favery, Albino Infantozzih e Beto Caldas; pelo diretor da EM&T Célio Ramos; e pelo engenheiro de som Guilherme Canaes escolheu Maick Souza Cruz como o grande vencedor, mas por uma margem muito pequena em relação ao segundo e terceiro colocados. Como ficou sabendo do concurso? Foi na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP). Tinha um cartaz avisando sobre o concurso. Fiquei interessado e resolvi mandar um vídeo que gravei com a ajuda de um amigo. Como foi a preparação para a decisão? Estudei bastante a parte da música e o solo, que foi baseado em um que meu professor costuma tocar. Assim, só precisei fazer um resumo. O que achou do kit V-Drums TD-4K? Gostei muito. As características que mais chamaram a minha atenção foram os timbres e a sensibilidade. Havia testado outros modelos de baterias eletrônicas anteriormente, mas nunca tinha me adaptado. Precisou alterar alguma configuração no módulo para se adaptar à bateria? Somente a sensibilidade e os timbres da caixa e dos pedais. E foi difícil configurá-la para sua disposição física? Não. E esse é outro ponto que chamou minha atenção. Ela é muito simples de mexer. 8 Música & Imagem

9 Fernanda Porto Pa r c e r i a s A Roland Brasil continua ampliando o número de parceiros. Na área de cordas, por exemplo, destacam-se Heraldo do Monte e Roberto Menescal, ícones da música popular nacional. O primeiro está utilizando o pedal BOSS DD-3 Digital Delay, ao passo que o segundo conta com o auxílio do amplificador Roland AC-60. Outro instrumentista consagrado que se tornou parceiro da empresa foi Miltinho Batera. Integrante mais antigo da banda que acompanha o apresentador Jô Soares, o músico possui um kit V-Drums TD-12KV e um controlador de percussão HPD-10. Costumo utilizar o Handsonic tanto com o sexteto quanto com meus projetos paralelos. A bateria, por sua vez, fica em Juiz de Fora para ensaios e apresentações, explica. A cantora, compositora e multi-instrumentista Fernanda Porto também passou a utilizar produtos desenvolvidos pela Roland e Edirol - como o sampler percussivo SPD-S, o pad metrônomo RPM-5A, o mixer de vídeo V-8 e o sampler de vídeo P-10 - principalmente para ajudá-la na divulgação de seu novo álbum, intitulado Auto-Retrato. O produtor musical Maurício Monteiro, responsável por alguns projetos da Igreja Bola de Neve, por sua vez, conta com o sistema de gravação Cakewalk VS-700 para auxiliá-lo em seus trabalhos. Sei que essa solução integrada é realmente muito boa e tenho certeza que tende a ficar ainda melhor, disse. Heraldo do Monte Maurício Monteiro Miltinho Roberto Menescal Música & Imagem 9

10 Turnê Cl á s s i c o Entre os inúmeros eventos que a Roland Brasil organizou no segundo semestre de 2009, destaca-se o Roland Classic Concert, que promoveu um encontro entre a tradição e a tecnologia. Realizado no Auditório Roland, o recital de música de câmara contou com apresentação do Concerto Versatile, grupo que tem como proposta a pesquisa e a difusão de composições do período barroco. Formado por Luana Fernandes Barros (flauta-doce) Carolina Rosati Colepicolo (violino barroco e canto mezzo soprano), Ivan Ferreira do Nascimento (fagote), Carla Rosati Colepicolo (canto soprano), Rebeca Friedmann Zetzsche (violoncelo) e Fernando Cardoso (cravo), o grupo executou repertório camerístico dos séculos 17 e 18, com obras de J.J. Forberger, Joseph Bodin de Boismortier e George Philipp Telemann, utilizando, entre outros instrumentos, o cravo digital C-30. Na ocasião, Cardoso também apresentou as qualidades do instrumento desenvolvido pela Roland e os recursos que fazem dele uma opção viável para o estudo e a apresentação de música barroca. So l i t á r i o s No início de 2010, o SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) estreou o reality show Solitários, no qual nove participantes ficam isolados em pequenas cabines e precisam cumprir alguns desafios físicos e psicológicos para não serem eliminados. E a Roland Brasil está presente nessa empreitada, especificamente na área que envolve o gerenciamento de áudio, por meio de produtos desenvolvidos pela RSS, como o mixer de monitoração pessoal M-48, o sistema Digital Snake e a console V-Mixer M-400. Esta última é sucesso entre os profissionais responsáveis pela sonorização do programa. É a união perfeita entre um mixer de fácil operação com uma sonoridade excelente, além de um custo-benefício extremamente convidativo, explicou o consultor técnico Antônio Lorenzetti. Re p r e s e n t a ç ã o Em 21 de novembro, a cidade de Roma sediou a decisão do 3º Festival Internacional Roland de Acordeon. E o grande vencedor foi o neozelandês Grayson Masefield, que recebeu um prêmio de cinco mil euros, além do título de melhor acordeonista do mundo. O chinês Xiaonan Xu terminou em segundo lugar e o francês Nicolas Koch foi o terceiro colocado. O catarinense Orimar Hess Júnior também esteve presente no Auditorium Parco della Musica, já que venceu a etapa brasileira do 3º Festival Internacional Roland de Acordeon. Foi uma experiência sem igual. Como todos os participantes eram exímios acordeonistas, aproveitamos para trocar ideias. Acabei aprendendo muito com eles, disse o músico de Joinville. 10 Música & Imagem

11 Mundo Roland Su s t e n t a b i l i d a d e O Japão é um país pequeno, quase do tamanho do Estado de São Paulo, mas com população de mais de 127 milhões de habitantes. Os recursos naturais daquela nação são limitados e, por questões de sobrevivência, algumas práticas como reciclagem, economia de energia e cuidados com o meio ambiente são rotineiras ali há muitos anos. É nesse contexto que as companhias nipônicas desenvolvem tecnologias e soluções para as mais diversas finalidades: levam em conta que o benefício trazido pela ciência não deve colocar em risco a sustentabilidade do planeta e da vida. A Roland Corporation é uma dessas empresas. Sempre atenta às melhores práticas, há alguns anos ajustou toda a linha para estar de acordo com as normas diretivas Restrição de Certas Substâncias Perigosas (RoHS). Esse código proíbe o uso de elementos como cádmio, mercúrio, chumbo e outros no processo de fabricação de produtos. E assim que a ISO (gestão ambiental) foi estabelecida, em 2004, a corporação aderiu ao programa e incorporou essa filosofia como parte de sua cultura. Como resultado, os engenheiros da Roland Corporation, cada vez mais preocupados com o meio ambiente, dedicam-se a criar produtos dentro dessa filosofia. A linha de equipamentos que funcionam alimentados por pilhas ou baterias recarregáveis é fruto de extensa pesquisa para reduzir o consumo de energia. Mesmo para os instrumentos que necessitam de eletricidade, como os pianos digitais, tal esforço se traduz em resultados surpreendentes: o recém-lançado HP-203 usa apenas 24W, enquanto o modelo anterior utilizava 70W. Esse e outros exemplos provam que, sem se deixar levar por modismos ou ações de marketing, a Roland Corporation adota práticas de sustentabilidade por questões de consciência e sobrevivência. E o consumidor deve, cada vez mais, questionar não apenas a qualidade do produto, mas também a origem e a forma como é fabricado. Afinal, música não combina com poluição, destruição do meio ambiente ou desrespeito às pessoas e à natureza. Musica é vida! Re c o n h e c im e n t o Três instrumentos de teclas desenvolvidos pela Roland conquistaram importantes prêmios internacionais. O s m o d e l o s d a l i n h a RD - RD-300GX e RD-700GX - foram escolhidos como os melhores pianos digitais de 2009 no MMR Dealer s Choice Award. O V-Piano, por sua vez, foi o vencedor da categoria Produto Mais Inovador no Electronic Musician Editors Choice Award. Além deles, o AX-Synth foi considerado pelo site MusicRadar.com como o melhor sintetizador de De acordo com o veículo, a Roland não se preocupou apenas em lançar um instrumento expressivo e fácil de ser executado, mas também em reacender um gênero inteiro. Ci r q u e d u So l e i l Tem instrumento Roland no picadeiro mais famoso do mundo. Steve Bach, um dos músicos presentes no espetáculo ZAIA, atração do Cirque du Soleil, está utilizando o V-Accordion FR-2. Em entrevista ao site Accordions Worldwide, o artista contou detalhes sobre o modelo, inclusive a respeito da adaptação. Após pouco tempo estava apto a conseguir um bom som, disse. A confiança é tanta que o instrumentista nem levou um acordeon acústico para Macau, China, local onde ocorreram algumas apresentações. A umidade é tanta que senti que a manutenção requerida pelo instrumento tradicional seria um problema por aqui, explicou. O músico falou também sobre as gravações que fez com o acordeon Roland. Fiquei impressionado com a flexibilidade que o instrumento oferece. Estou planejando adquirir um FR-5 ou FR-7X em breve para ter acesso a mais recursos e um teclado maior, comentou. Música & Imagem 11

12 Perfil Precursora Uma das principais responsáveis pela mistura de batidas eletrônicas com estilos brasileiros, Fernanda Porto está utilizando recursos de vídeo para incrementar suas performances Fernanda Porto revolucionou a música brasileira ao incorporar batidas eletrônicas em alguns clássicos nacionais, como Roda Viva, de Chico Buarque de Holanda, e Só Tinha de Ser com Você, de Antonio Carlos Jobim e Aloysio de Oliveira. Atualmente, a cantora e multi-instrumentista continua realizando trabalhos nesse mesmo segmento, mas agregando novas tecnologias para enriquecer ainda mais suas performances. Com o lançamento do quarto disco de sua vitoriosa carreira, intitulado Auto- Retrato, Fernanda começou a utilizar recursos de vídeo em suas apresentações. E, de acordo com a artista, isso facilita o acompanhamento do público, que consegue visualizar melhor a execução das músicas. Acredito na ideia de sincronizar imagens, vídeos e fotos com a música, explicou. Para auxiliá-la nessa complicada tarefa, a cantora conta com dois equipamentos desenvolvidos pela Edirol: o mixer V-8 e o sampler P-10. Com esses produtos, ela consegue controlar oito câmeras simultaneamente e pode disparar vídeos, imagens e letras das músicas. Além disso, Fernanda também utiliza outros dois instrumentos fabricados pela Roland: o sampler percussivo SPD-S e o pad metrônomo RMP-5A. Isso garante uma maior qualidade sonora para minhas apresentações, explica. Por que decidiu utilizar os equipamentos Roland na turnê do disco Auto-Retrato? Estou fazendo apresentações juntamente com a Christianne Neves. Enquanto canto e toco violão, guitarra, teclados, pads eletrônicos, sax alto e soprano, além de disparar algumas bases pré-gravadas no computador, ela fica responsável por teclados, cavaquinho, percussão e baixo. Então, é muito importante que o público possa acompanhar os detalhes de execução desses instrumentos no telão. Com o mixer V-8, consigo misturar oito câmeras ao vivo. Já o sampler P-10, permite que eu dispare vídeos, fotos e textos das letras, entre outras coisas. Esses equipamentos foram fundamentais para essa formação. Sempre trabalhei com trilhas sonoras, portanto acredito na ideia de sincronizar imagens, vídeos e fotos com música. E quais são os recursos mais marcantes desses equipamentos? No caso do P-10, destaco a quantidade de pads disponíveis que possibilitam o disparo de samples ao vivo. O V-8, por sua vez, chama a atenção pelos efeitos de imagens e a possibilidade de sincronizar tudo com oito câmeras ao vivo. Em relação aos instrumentos de percussão, como eles ajudaram na criação, na definição do conceito sonoro e na sonorização de seus shows? Consegui substituir as percussões acústicas pelo pad metrônomo RMP-5A e, agora, posso disparar os loops ao vivo com o sampler percussivo SPD-S. Além disso, não preciso me preocupar com a microfonação da caixa. Isso garante uma maior qualidade sonora para a minha apresentação. Além da turnê, pretende utilizar esses equipamentos em outras ocasiões? Com certeza. Um bom exemplo é o meu sampler groovebox Roland MC-808. Costumo utilizá-lo muito na hora de compor. 12 Música & Imagem

13 Por que resolveu firmar parceria com a Roland Brasil? Para mim, é muito importante poder contar com toda a assessoria que a Roland Brasil oferece. Mas existe outro fator essencial: os equipamentos. E como conheceu os equipamentos desenvolvidos pela Roland? Indicações de amigos que também trabalham com música eletrônica. Qual foi o seu primeiro instrumento Roland? Um Juno-106. Falando nele, foi o meu primeiro teclado. Quais os equipamentos Roland pretende utilizar futuramente? Gostaria muito de contar com a bateria eletrônica V-Drums TD-20 em meu estúdio. Experimentei esse instrumento e adorei. E como sou apaixonada por tecnologia musical, certamente minha lista de produtos é enorme. E não citei outro equipamento de que também gosto muito, a pedaleira BOSS RC-50 Loop Station. É sensacional. (Rafael Furugen) Roland RMP-5A Desenvolvido para atender as necessidades dos músicos em inúmeras ocasiões como gravações, apresentações ou aprendizados, o mais recente pad metrônomo lançado pela Roland apresenta diversos recursos que facilitam a vida do usuário. Além de contar com 50 sons internos no formato PCM (Pulse Code Modulation), o RMP-5A possui visor LCD e entrada de áudio, possibilitando que o instrumentista acompanhe suas canções preferidas diretamente de um CD ou mp3 player. Os interessados em utilizar o equipamento especificamente para treinar ou estudar, podem usufruir do recurso Rhythm Coach, que possui inúmeros exercícios para aprimorar a técnica. E para ampliar ainda mais suas possibilidades, o RMP-5A fornece uma entrada de trigger duplo que pode ser usado para conectar os controladores fabricados pela Roland, como o bumbo KD-8 ou os pratos CY-8 ou CY-5. Compact Flash fazendo a expansão de tempo de amostras e armazenamento de sons e importando e exportando arquivos.wav/aiff. Edirol V-8 A Edirol desenvolveu inúmeros equipamentos para facilitar a utilização de imagens em apresentações musicais, entre outras tarefas. E um dos destaques é o mixer de vídeo Edirol V-8, que conta com oito entradas e três saídas. Com processamento interno em full-frame digital 4:2:2, esse produto possui conversor de varredura, oferecendo entrada direta de sinais RGB (VGA - UXGA) por meio de dois terminais D-Sub. O V-8, que conta com inúmeros efeitos gráficos, possibilita a transições entre o bus A e B com múltiplas tonalidades e mixagens. Além disso, o equipamento pode ser controlado remotamente a partir de um apresentador de vídeo da série Edirol PR, assim como por outros mixers de vídeo da marca. Roland SPD-S Para facilitar a introdução de samplers durante uma apresentação, a Roland desenvolveu o módulo de percussão SPD-S. Com seis pads na superfície e mais três na borda, o equipamento permite que o músico dispare sons com qualidade de CD da maneira mais simples e intuitiva possível. Além disso, o equipamento oferece 12 minutos de gravação (em 44.1 khz) para que o músico personalize ainda mais a ferramenta. Se não bastasse isso, conta com espaço para até 399 waves, além de possuir 181 amostras de fábricas prontas para usar. Para completar, o SPD-S funciona com mídia do tipo Edirol P-10 O reprodutor portátil de vídeos Edirol P-10 possui inúmeros recursos que, certamente, atenderão as necessidades dos usuários mais exigentes. O modelo grava e reproduz em cartões de memória SD ou SDHC, além de contar com visor LCD colorido de 3.5 polegadas incorporado, dispensando monitor externo. O equipamento desenvolvido pela Edirol também apresenta botões visuais para disparar vídeos e conexão V-Link, que permite controle MIDI a partir de produtos Roland. Além disso, conta com conexão USB de alta velocidade, possibilitando transferência rápida de dados. Música & Imagem 13

14 Clássico Roland JC-120 Jazz Chorus Preferido por guitarristas das mais variadas vertentes, o amplificador de 35 anos continua imbatível Em 1975, apenas três anos após sua fundação, a Roland Corporation lançou um dos maiores ícones da indústria de instrumentos musicais e equipamentos de áudio: o JC-120. De imediato constituiu uma verdadeira revolução na tecnologia de amplificadores de guitarra, pois o Jazz Chorus tinha a aparência e soava como nenhum outro. Por conta disso, continua em produção e é um dos sucessos de venda da empresa. A ideia dos engenheiros ao desenvolverem esse produto era que fosse um amplificador extremamente potente, mas com timbre muito limpo e definido para que os efeitos embutidos - chorus estéreo, vibrato e reverb - fossem valorizados. O primeiro elemento a chamar a atenção foi a presença de dois alto-falantes de núcleo de prata em formato de cone. Mas as inovações não se resumiam à parte estética. O circuito do JC-120, formado por dois amplificadores de 60 watts cada, foi o grande 14 Música & Imagem

15 trunfo do projeto, colocando o modelo no topo da lista dos amplificadores tipo solid state, ou seja, 100% transistorizados. Para os guitarristas, o Jazz Chorus tem como ponto forte a reprodução perfeita de todas as características tonais do instrumento plugado a ele. Além disso, a distorção é extremamente baixa e a resposta de frequências precisa. O modelo oferece um loop de efeitos estéreo com opção de circuito em série ou paralelo - verdadeira raridade em qualquer projeto. O destaque do equipamento é o chorus estéreo, utilizado em inúmeras gravações e performances por guitarristas dos mais variados gêneros musicais, do jazz ao funk e do reggae ao rock. Mas também oferece vibrato com controles de profundidade e velocidade, além de distorção e reverb. E todos podem ser acionados via footswitch. Cada canal conta com um equalizador de três bandas e entradas de alta FICHA TÉCNICA Potência 120 watts RMS (60W + 60W) Alto-falantes R&P Custom 12 (30cm) x 2 Line Out (L-mono/R), Channel 1 input (HIGH/LOW), Channel 2 (HIGH/LOW), Footswitch (Chorus/Vibrato, Conexões Reverb e Distorsion, Channel 2 Effect Loop Send Jack, Channel 2 Effect Loop Return Jacks (L-mono/R), Line Out Jacks (L-mono/R) Controles Channel 1 Brigth Switch, Volume, Treble, Middle, Bass, Distortion, Dimensões 760 x 280 x 622 mm Peso 31,2Kg e baixa impedância. Apesar de ser um equipamento refinado, o JC-120, assim como toda a linha Jazz Chorus, é solidamente construído, garantindo a qualidade dos modelos mesmo sob as mais severas condições de transporte durante as turnês. Há muitas unidades em perfeitas condições, mesmo após 30 anos de uso, sem necessidade de maiores reparos. GRANDES NOMES A lista de artistas encantados com o JC-120 é extensa. Desde John Scofield e Alan Holdsworth, passando por Andy Summers (The Police), Joe Strummer (The Clash), Mark Knopfler (Dire Straits), Robert Smith (The Cure), Robert Frip e Adrian Belew (King Crimson). O produto atende às necessidades dos mais diversos gêneros. Até os metaleiros mais famosos do Metallica utilizam o equipamento de forma similar a Wes Borland (do Limp Bizkit) que possui um amplificador para os drives e o Jazz Chorus para os timbres limpos. Mais jovem que o próprio JC-120, o guitarrista tinha à disposição três modelos nos shows da banda. Na lista de fãs do equipamento, nem os bluseiros escapam, apesar de torcerem o nariz pelo fato do Jazz Chorus não ter válvulas em seus circuitos. Mesmo assim, Albert King, no início da década de 1980, utilizava um em suas viagens pelo mundo. No Brasil não é diferente. Heraldo do Monte, Lulu Santos, Edgar Scandurra, Victor Biglione, Armandinho e mais uma infinidade de artistas, empresas de locação de som e estúdios profissionais são fãs do JC-120. Roberto Menescal é um dos mais entusiastas: Em minhas apresentações, sempre peço um, diz o músico. Se alguém perguntar qual o amplificador da minha vida, respondo que é o Jazz Chorus. (Nilton Corazza e Sérgio Motta) Reverb, Vibrato Speed, Vibrato Depth, VIB/OFF/Chorus Switch Música & Imagem 15

16 Novos Produtos KC-110 O KC-110 é o primeiro amplificador estéreo para teclados alimentado a pilhas. A Roland tem investido nesta solução alternativa para oferecer praticidade aos consumidores, além de auxiliar na luta para gerar menos consumo de energia elétrica. O equipamento mantém o padrão de qualidade da linha, gerando 30 watts RMS de potência sonora, com dois falantes de 6,5 polegadas e dois tweeters. Quando usado com oito pilhas AA, sua potência fica em torno dos 20 watts. Os três canais independentes permitem não apenas a conexão de teclados e pianos digitais, mas também players de mp3, microfones, samplers e outros instrumentos. O modelo apresenta uma seção de efeitos com reverb, chorus, wide chorus - que podem ser acionados por um pedal foot switch - e um equalizador com knobs para controle de graves e agudos. Possui ainda mecanismo de inclinação embutido, que permite posicionamento em um ângulo favorável ao músico. Mas, por se tratar de um amplificador compacto (pesa somente 7,3 quilos), também é possível utilizálo em um pedestal para caixas acústicas. RD-700GX Su p e r NATURAL Piano Kit O kit de expansão é baseado na tecnologia SuperNATURAL, presente em equipamentos de ponta da empresa. Essa geração sonora proporciona timbres orgânicos e naturais, com as imperfeições que um instrumento acústico possui e que, normalmente, são eliminadas nos sons sintetizados. Os 17 patches de piano disponíveis atingem o que parecia impossível: melhorar ainda mais a qualidade de timbre do RD-700GX - piano digital de palco líder de mercado. As respostas das notas não possuem emendas e o músico pode transitar entre diferentes níveis de expressão, tal qual em um instrumento acústico. Todos os sons foram sampleados em 88 notas, com diversos níveis de sensibilidade e com o decay natural, sem cortes abruptos. O kit é composto de uma placa (motor sonoro) e um pen drive com o novo sistema operacional. SP-404SX O SP-404SX, a evolução do SP-404, amplia a qualidade de resolução do sampler (16 bit linear), apresenta novos efeitos DSP, aprimora o sequencer para criação de patterns e facilita o armazenamento de dados, utilizando mídias SD e SDHC de até 32Gb. Os 12 pads iluminados (em conjunto com um sub pad) auxiliam nos momentos em que a luminosidade no palco for precária. Utilizando o sequencer interno, é fácil registrar um loop ou criar um groove. Durante a gravação dos patterns, o display do SP pisca no beat do metrônomo, facilitando o processo. Um dos pontos fortes desta máquina é a unidade de efeitos DSP: as 29 opções disponíveis permitem que o músico dê um colorido especial nos samplers da memória interna, do cartão ou de algum equipamento externo. Na entrada de linha estéreo, pode-se, por exemplo, conectar uma pickup ou um CD/mp3 player e usar o modelo como um processador de efeitos. Destaque para o Looper, em que é possível, por meio dos knobs, criar um reverse playback. O SP também funciona com seis pilhas AA, tornando-se um sampler portátil que pode ser usado em qualquer momento. E basta utilizar o microfone embutido para samplear o que desejar. Um software acompanha o produto para gerenciamento dos dados do cartão e conversão de arquivos do modelo anterior para o atual. 16 Música & Imagem

17 RP-201 O RP-201 apresenta o timbre de piano Roland de 88 teclas multissampleadas em estéreo, no qual cada detalhe acústico de um instrumento de cauda foi fielmente reproduzido. Junto à polifonia de 128 vozes, o controle de ressonância de tecla solta, damper e cordas possibilita a sonoridade de um modelo acústico. Entre os recursos disponíveis estão metrônomo, gravador e Twin Piano, em que professor e aluno tocam lado a lado. O painel apresenta acesso fácil a todas as funções e permite interação rápida, ao passo que o baixo consumo de energia faz dele um equipamento que não prejudica o meio ambiente e nem o resultado sonoro. O teclado Progressive Hammer Action Alpha II oferece toque real e resposta de um piano acústico de cauda. O instrumento está disponível em duas versões de acabamento: Satin Black e Rosewood. V-COMBO VR-700 Quem é tecladista, provavelmente precisa de três componentes para suas gigs: bons timbres de pianos acústicos e elétricos, instrumentos sintetizados, como metais e leads, e sons realísticos de órgão. O modelo VR-700 remete aos clássicos órgãos, com acabamento em madeira, juntamente com as tradicionais barras harmônicas, responsáveis por comandar as tecnologias Virtual Tone Wheel e COSM. Por meio delas, são gerados sons fiéis, proporcionando timbres que vão desde os suaves, para bossa-nova e jazz, aos mais agressivos, para rock e blues. O produto também trabalha como um piano, tendo excelentes timbres acústicos e elétricos. Como padrão, a Roland inseriu um piano com multissamples em 88 notas com diversas camadas de sensibilidade. A outra seção presente no V-Combo é a que agrupa sons sintetizados, como metais, synths e pads. Para os timbres orquestrais, há um recurso que diferencia o modelo dos concorrentes: com o Tone Remain, a troca de patches não apresenta corte. O VR-700 possui polifonia ilimitada para a seção de órgão e 128 notas para os sons orquestrais. As teclas waterfall proporcionam glissandos suaves e resposta rápida nas execuções de passagens complexas. Além de tudo isso, o V-Combo reproduz arquivos de áudio e SMF diretamente de um pen drive. Música & Imagem 17

18 Novos Produtos V-Piano Evolution Desde o lançamento, o V-Piano tem sido prestigiado e reverenciado como sendo o primeiro piano digital a alcançar um novo patamar na geração sonora e na ação das teclas. A atualização de sistema operacional do equipamento traz quatro novos timbres com diferentes texturas. Com eles, o instrumento torna-se ainda mais realístico. Os usuários têm à disposição uma recriação perfeita de um piano de armário, o Vertical Piano, som produzido a partir do modelo Vintage. Outro timbre baseado nesse modelo é o V1 Impactance, que possui mais presença dos ruídos dos martelos, o que faz dele poderoso, perfeito para músicas clássicas e pop. As outras duas recriações foram desenvolvidas tendo como raiz o modelo Vangard. O Triple Large apresenta o som de um piano com a cauda longa e três cordas revestidas de cobre para todas as teclas. O som Metallic SB oferece um timbre baseado na combinação de placas de metal fino no meio da tábua harmônica de madeira do instrumento, proporcionando uma tonalidade suavemente metálica. Os interessados em fazer a atualização de software devem entrar em contato com uma revenda autorizada ou com o suporte técnico da Roland pelo site TD-12KX Reestruturado para apresentações mais exigentes e gravações, o kit V-Drums TD-12KX possui bumbo e surdo (KD-120 e PD-105) maiores que seus antecessores. E isso foi feito para aperfeiçoar a performance e a resposta sonora. Os pads são feitos com peles mesh head patenteadas pela Roland, que podem ser ajustadas com uma chave de afinação comum. O novo rack (MDS-12X) é incrivelmente resistente. O sistema ballclamp para montagem de caixa, tons, surdo e pratos permite maior versatilidade para ajustes de posição. Com a mesma qualidade sonora do topo de linha TD-20X, o módulo TD-12 tem centenas de sons expressivos, além de instrumentos para acompanhamento no sequenciador. Muitos deles foram modelados com a tecnologia COSM para proporcionar mais expressividade e realismo. Com o mesmo display em LCD do seu irmão maior, o equipamento é montado em um chassi forte e resistente de metal, com botões e controles de fácil acesso, além de faders para ajuste de volume dos pads. Doze entradas trigger pads estão disponíveis, mais quatro saídas de áudio e conectores MIDI In/ Out. A função V-Edit permite alterar de forma virtual o tamanho dos tambores, assim como tipos de material, posições de microfone, adição de rebites nos pratos, tensão da esteira da caixa e muito mais. E o TD-12 também é compatível com vassourinhas de nylon. 18 Música & Imagem

19 VP-7 O VP-7 é um módulo que, utilizando a tecnologia Vocal Designer, gera, além de backing vocals, sons realistas de diferentes tipos de coral para músicos que necessitam de um equipamento com modelagem vocal. Conectado via MIDI a um teclado ou piano digital, o modelo produz harmonias vocais comandado pelas notas tocadas nesses instrumentos. Basta ao usuário cantar para determinar as nuances. O equipamento permite escolher backing vocals em duetos e trios, além de possuir sons presetados de coral feminino, de crianças, gregoriano e o tradicional jazz scat. Está disponível, também, o recurso de Vocoder, para gerar timbres robotizados e sintéticos, ideais para música eletrônica ou funk. No painel do módulo há um knob dedicado para o controle de ambiência. Graças ao processador utilizado pela Roland na linha VP, não existe latência na geração dos backing vocals. É a ferramenta perfeita para tecladistas que tocam em bandas de baile, em que é necessário reproduzir clássicos de artistas cujos vocais são marcantes, como Queen, Bee Gees e Ray Conniff. É ideal, também, para produtores e arranjadores que não possuem uma sala adequada, tampouco orçamento para contratar um coral, assim como para artistassolo que necessitam incrementar suas performances. Supercompacto - pesa menos de 1 quilo -, o produto é acompanhado do novo microfone Roland DR-HS5, projetado especialmente para a linha VP, que capta todas as nuances da voz, além de possuir excelente sistema antifeedback.. BA-330 O sistema digital de PA estéreo portátil BA-330 proporciona uma sonoridade de altíssima performance, tanto utilizando pilhas quanto conectado à energia elétrica. Trata-se de um amplificador que alimenta quatro altofalantes de 6,5 polegadas e dois tweeters, posicionados para uma ampla projeção. Configurado para quatro canais (dois para mic/instrumentos e dois estéreo), oferece EQ, reverb, delay e wide (on/off por canal), além de função antifeedback inteligente e avançada. Possui suporte para otimizar o ângulo de inclinação para monitoração e adaptador para instalação em pedestais regulares de caixas acústicas. SPD-30 O pad de percussão SPD-30 é um controlador com um generoso pacote de sons em sua memória. Cada pad é uma parte independente, fornecendo um nível de sensibilidade definitivo. Adicionalmente, é possível conectar quatro pads dual-trigger e um controlador de chimbal (compatível com FD-8 e VH-11), para criar um minikit de bateria, usando pads (KD, PD, PDX e CY series da Roland) ou inserindo triggers de tambores acústicos (com a linha RT Series Roland). Estão disponíveis 50 kits que podem ser configurados com controles de afinação, abafamento de tambores, ataque, mudanças tonais, curvaturas e muitos outros. Além disso, o produto oferece mais de 30 tipos de multiefeitos na memória interna, além de EQ, limiter e sete simulações de ambientes. A função Phrase Loop permite criar instantaneamente frases e loops de ritmos, além de gravar e memorizar internamente 50 delas, cada qual contendo até três pistas diferentes. É possível também salvar suas programações em um pen drive. Com display LCD com backlit e luz indicadora de pad para fácil operação em ambientes escuros, o SPD-30 possui design robusto para uso em palcos por profissionais. Música & Imagem 19

20 Novos Produtos ME-25 O processador de efeitos ME-25 possui poderosos recursos BOSS que farão sua guitarra soar como a de um profissional, mesmo sendo tão fácil de usar quanto um pedal compacto. As simulações de amplificadores geradas pela tecnologia COSM fazem dele um equipamento de primeira classe e, derivadas do modelo BOSS ME-70, cobrem uma ampla faixa de estilos, do clássico ao moderno. Entre as ferramentas de criação de timbres, está o recurso SUPER STACK que transforma um pequeno amplificador de estudo em um sistema valvulado de cabeça e caixa. É possível, ainda, editar os efeitos com a simples modificação dos knobs DRIVE, TONE e VOLUME. O SOUND LIBRARY (biblioteca de sons) oferece vários timbres prontos para tocar, mas que também podem ser rapidamente editados com os botões da ME-25. Além disso, um programa disponível gratuitamente no site da BOSS permite que os timbres criados pelo usuário sejam editados e salvos facilmente usando um computador. Conectada a esse equipamento, a pedaleira funciona como interface de áudio, transformando o PC em um estúdio de produção musical, juntamente com o programa Sonar 8.5 LE, fornecido gratuitamente com o produto. A ME-25 ainda traz a ferramenta Phrase Looper que permite gravar e reproduzir loops de até 38 segundos e infinitos overdubs e funciona com seis pilhas tipo AA ou fonte de alimentação. AC-33 Equipado com tecnologia DSP ROLAND de última geração, o AC-33 fornece timbres acústicos ricos e puros com uma projeção sonora que vai além de seu tamanho. E é o primeiro amplificador para violão e voz do mundo que funciona com fonte de alimentação ou oito pilhas AA. O sistema de dois falantes de 15 watts cada cria sons reais de chorus estéreo, além de reverb cristalino e efeitos de ambiência desenvolvidos especificamente para esse ele. O produto oferece dois canais com controles independentes de volume, equalizador multibanda e chorus. O mic/line possui entrada tipo P10 ou XLR, e a entrada AUX IN permite conectar mp3 players ou outros equipamentos do tipo. Controles MASTER LEVEL, REVERB, AMBIENCE e ANTIFEEDBACK também contribuem para os ajustes do timbre. Além disso, o recurso Phrase Looper permite gravar e reproduzir loops de até 38 segundos e infinitos overdubs tanto do instrumento quanto da entrada AUX IN. TU-3 Resistente como um tanque de guerra, o afinador cromático TU-3 possui display indicador formado por 21 LEDs e exclusivo modo ALTO BRILHO, que atravessa a iluminação de qualquer palco. Com modos CHROMATIC ou GUITAR/BASS, o equipamento mostra o nome da nota tocada e afina com precisão guitarras de até sete cordas e contrabaixos de seis. Já o FLAT-TUNNING permite afinações em até seis semitons abaixo de forma direta e rápida. A função ACCU-PITCH, por sua vez, oferece verificação visual quando a afinação está completa e o sinal pode ser automaticamente mutado quando o produto for ligado. O equipamento ainda fornece alimentação para até sete pedais compactos BOSS. 20 Música & Imagem

R$ 3.784,00. R$ 9.529,00 RD-700nx. R$ 4.579,00 Juno-Gi. R$ 6.999,00 Jupiter-50

R$ 3.784,00. R$ 9.529,00 RD-700nx. R$ 4.579,00 Juno-Gi. R$ 6.999,00 Jupiter-50 Guia de Compras R$ 2.339,00 AX-09 Teclado com acompanhamento automático, mais de 1100 sons e 300 ritmos, reproduz MP3 e SMF, pesa somente 7.5kg, potência de som de 24W R$ 3.784,00 BK-5 Synth portátil com

Leia mais

Montando seu Estúdio Digital

Montando seu Estúdio Digital Montando seu Estúdio Digital 1. Definição da configuração ideal Antes de tudo, é preciso saber o que você pretende fazer em seu estúdio, para podermos definir os componentes necessários para a realização

Leia mais

GP1000L: CARACTERÍSTICAS. Metrônomo. Efeitos : Reverb e Chorus. EQ: Treble, Bass MIDI In/Out. Display de LED

GP1000L: CARACTERÍSTICAS. Metrônomo. Efeitos : Reverb e Chorus. EQ: Treble, Bass MIDI In/Out. Display de LED Fenix/ veneza 75 Piano Digital COD. GP1000L DP310: 88 teclas peso piano (hammer action), com sensibilidade ao toque 64 vozes de polifonia 16 timbres PCM (sons de alta qualidade incluindo Pianos e Órgãos)

Leia mais

Este projeto estará acessível a todos que tiverem interesse e disponibilidade. Piano Booster: Musical Instrumental Midi. Deu trabalho pra fazer!

Este projeto estará acessível a todos que tiverem interesse e disponibilidade. Piano Booster: Musical Instrumental Midi. Deu trabalho pra fazer! Partituras Digitais com opções de vários tipos de leitura facilitada, com letras símbolos das notas, ou de modo convencional. Antes de tudo, você deverá e precisara ter á técnica de solo, do tipo de instrumento

Leia mais

Atualmente, existem vários tipos de software para MIDI. Vamos falar das características principais de alguns deles :

Atualmente, existem vários tipos de software para MIDI. Vamos falar das características principais de alguns deles : Dicas MIDI O que são softwares plug-ins? São softwares que necessitam de um programa "hospedeiro" para trabalhar. A instalação de plug-ins em seu software acrescenta janelas e funções e principalmente

Leia mais

irig

<!--:pt-->irig<!--:--> Descrição https://www.youtube.com/watch?v=8ng6uvqcjlo AmpliTube irig, a melhor maneira de plugar sua guitarra, baixo ou teclado no seu ipad, iphone ou ipod Touch*. 1 / 5 O irig é uma combinação perfeita

Leia mais

CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO

CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO Nos encontramos na música O AfroReggae e a Natura acreditam na cultura. Por isso, estamos juntos mais uma vez para revelar talentos e dar voz aos jovens

Leia mais

1 Noções de software musical Conteúdo

1 Noções de software musical Conteúdo Introdução Conceitos básicos de software educacional e informática na educação O software musical como auxílio aos professores de música Software para acompanhamento Software para edição de partituras

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. A plataforma de controle deverá necessariamente possuir a facilidade de adição de "plug-ins, com

MEMORIAL DESCRITIVO. A plataforma de controle deverá necessariamente possuir a facilidade de adição de plug-ins, com Anexo I MEMORIAL DESCRITIVO Trata o presente memorial descritivo da locação de equipamentos para sonorização e iluminação nas dependências internas e externas do Theatro Pedro II, para a 14ª Feira Nacional

Leia mais

CONTROLADORES PARA DJ S

CONTROLADORES PARA DJ S Novation 1 CONTROLADORES PARA DJ S DICER Controlador USB Novation Dicer 5 botões grandes (disparo) 3 botões pequenos (funções) Botões para performance com efeito visual (retro iluminação multicolorida)

Leia mais

Meteoro. Nitrous GS160 ELG

Meteoro. Nitrous GS160 ELG Meteoro Nitrous GS160 ELG Manual do Proprietário Desenvolvido pelo Especialista de Produtos Eduardo Parronchi Conteúdo Início /Apresentação...3 Notas Importantes...4 Descrição do Painel...5 Ligando o NITROUS

Leia mais

Por favor, leia atentamente este manual para obter detalhes quanto o correto equipamento.

Por favor, leia atentamente este manual para obter detalhes quanto o correto equipamento. TIME USB MP3 / WMA PLAYER MODE FD - FD+ MIC 1 LEVEL MIC 2 LEVEL LINE LEVEL L / R MIC2 INPUT LINE INPUT TREBLE BASS MP3/WMA LEVEL LINE OUT CLIP CORD AUTOMATIC VOLTAGE SELECTOR 100-240Vac 50 / 60Hz Nur Sicherung

Leia mais

Parabéns, você agora tem em seu setup:

Parabéns, você agora tem em seu setup: 2 Parabéns, você agora tem em seu setup: Pedal desenvolvido em parceira com o guitarrista Edu Ardanuy, é o segundo pedal da linha Signature da FireCustom Shop. Com dois canais (WARM e HOT) oferece versatilidade

Leia mais

Sumário. O Programa. Módulos. Básico Intermediário Avançado. Níveis de Desenvolvimento

Sumário. O Programa. Módulos. Básico Intermediário Avançado. Níveis de Desenvolvimento Sumário O Programa Módulos Básico Intermediário Avançado Níveis de Desenvolvimento Básico (Conceitos e exemplos isolados) Intermediário (Produção completa de um techo musical) Avançado (Projeto de conclusão

Leia mais

TONE - Ajusta as frequências agudas do sinal molhado, com boost de agudo no máximo, treble CUT no mínimo, e flat às 12:00hrs.

TONE - Ajusta as frequências agudas do sinal molhado, com boost de agudo no máximo, treble CUT no mínimo, e flat às 12:00hrs. Painel frontal SPEED Ajusta a velocidade do chorus. TYPE SWITCH - Seleciona a partir de um single delay-line chorus em modo chorus, a um estúdio trifásico multi-delay-line no modo multi, e um circuito

Leia mais

Introdução... 2. Características das placas de som... 2

Introdução... 2. Características das placas de som... 2 á Placa de som: principais características... 2 Introdução... 2 Características das placas de som... 2 Conversores ADC e DAC... 2 Resolução das placas de som... 2 Taxa de amostragem... 3 Resposta de freqüência...

Leia mais

Especificações técnicas

Especificações técnicas Especificações técnicas I INFORMAÇÕES GERAIS E ÁREA COMUM Nome do teatro: Teatro Maria de Lourdes Sekeff Capacidade de público: 273 lugares. Possui ar condicionado. Divulgação e manutenção do site do Depto.

Leia mais

Esta ilustração mostra como utilizar o pedal Nova Modulator em uma configuração Mono (1 amplificador)

Esta ilustração mostra como utilizar o pedal Nova Modulator em uma configuração Mono (1 amplificador) Manual do usuário 1 Características do Nova Modulator Sete efeitos de modulação com qualidade de estúdio Pedal com duplo circuito 9/18 Presets programáveis pelo usuário Sincronizador LFO LFO trigger Tap

Leia mais

CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO. REV. A - Pg 1

CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO. REV. A - Pg 1 CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO REV. A - Pg 1 APRESENTAÇÃO Agradecemos a aquisição de um produto da Rotstage. O amplificador CJ50 foi desenvolvido para o guitarrista que tem estilo e faz estilos.

Leia mais

INTERFACES DE ÁUDIO USB

INTERFACES DE ÁUDIO USB Focusrite 1 SCARLETT 2i2 - Interface de áudio com 2 entradas e 2 saídas - Conversão 96kHz/24-bit com 2 pré-amplificadores Focusrite - 2 Combo Jack (Mic/Linha) com chave seletora (Iinha/Inst) - Controles

Leia mais

Easy VHS to DVD 3 & Easy VHS to DVD 3 Plus. Guia de Introdução

Easy VHS to DVD 3 & Easy VHS to DVD 3 Plus. Guia de Introdução Easy VHS to DVD 3 & Easy VHS to DVD 3 Plus Guia de Introdução ii Roxio Easy VHS to DVD Guia de Introdução www.roxio.com Começar a usar o Roxio Easy VHS to DVD 3 Neste guia Bem-vindo ao Roxio Easy VHS to

Leia mais

Características. Gráficos em tempo real, incluindo medições, gráfico de barras, parciais de circuito, tempos de volta, e texto.

Características. Gráficos em tempo real, incluindo medições, gráfico de barras, parciais de circuito, tempos de volta, e texto. Vídeo VBOX Pro combina em um só equipamento um aquisitor de dados GPS e multi câmeras de alta qualidade para gravação de vídeo e displays em tempo real. Gravação de Multi Câmeras Combinando até quatro

Leia mais

Manual de Operação PT

Manual de Operação PT PT Manual de Operação Conteúdo Conteúdo Mensagem da equipe de desenvolvimento...2 Controles e terminais do painel...3 Painel frontal...3 Painel traseiro...5 Software...7 Uso da UR22mkII...10 Conexões...10

Leia mais

23 Foto. 27 E-Book. 30 11. Configurações. 33 12. Problemas. 36 13. Especificações 37 14. Certificado. 39 15. Formulário Certificado

23 Foto. 27 E-Book. 30 11. Configurações. 33 12. Problemas. 36 13. Especificações 37 14. Certificado. 39 15. Formulário Certificado 1. O Aparelho Carregar Bateria 3. Funções Básicas 06 Música 08 Vídeo 14 Gravação 18 Voz 22 Rádio FM 23 Foto 27 E-Book 30 11. Configurações 33 12. Problemas 36 13. Especificações 37 14. Certificado 39 15.

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 009/2013

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 009/2013 ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 009/2013 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DO OBJETO LOTE 01: EQUIPAMENTOS DE ILUMINAÇÃO Kit fundo Chroma Key Tecido cor azul (B255, G0, R0) 01 01 Montável em estrutura de alumínio

Leia mais

SOBRE GHOST DOGS: A banda Ghost Dogs foi fundada em Abril de 2005.

SOBRE GHOST DOGS: A banda Ghost Dogs foi fundada em Abril de 2005. SOBRE GHOST DOGS: A banda Ghost Dogs foi fundada em Abril de 2005. Em Outubro de 2006 a Ghost Dogs foi convidada pela professora Eliete Murari do IC&T (Instituto de Canto e Tecnologia) para ser a banda

Leia mais

Ligação áudio balanceado com conector P10 estéreo

Ligação áudio balanceado com conector P10 estéreo O Power Click modelo MX 4x4 é um sistema de audição por headphone com 4 entradas de som (inputs) e 4 conexões para headphones. Cada headphone recebe todos os inputs. Portanto, os 4 inputs são ouvidos simultâneamente

Leia mais

II Simpósio Bienal de Educação Musical PUC-PR nov/2012. 1 Miguel Ratton

II Simpósio Bienal de Educação Musical PUC-PR nov/2012. 1 Miguel Ratton 1 Miguel Ratton O vínculo da música com a tecnologia Desde que surgiram os primeiros instrumentos, a execução musical sempre esteve associada a alguma tecnologia Nos instrumentos acústicos, o resultado

Leia mais

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware)

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware) 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware) 6.0 Instalando o Software Call Rec 7.0 Configuração do Software Call

Leia mais

CERTIFICADO DE GARANTIA

CERTIFICADO DE GARANTIA VOL + CERTIFICADO DE GARANTIA ATENÇÃO: Este Certificado terá validade somente mediante a apresentação da competente Nota Fiscal de compra. Sem a nota fiscal de compra o previsto neste Certificado não terá

Leia mais

Todos os direitos reservados a Fluxo - Escola de Fotografia Expandida. por Caio Amon. Imagens Sonoras. A Expansão da Imagem pelo Som

Todos os direitos reservados a Fluxo - Escola de Fotografia Expandida. por Caio Amon. Imagens Sonoras. A Expansão da Imagem pelo Som Imagens Sonoras por Caio Amon A Expansão da Imagem pelo Som Todos os direitos reservados a Fluxo - Escola de Fotografia Expandida Aprenda a produzir som e trilha para seus projetos. Imagens Sonoras A Expansão

Leia mais

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware)

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware) 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware) 6.0 Instalando o Software Rec-All mono 7.0 Configuração do Software

Leia mais

Parabéns, você agora tem em seu setup:

Parabéns, você agora tem em seu setup: Parabéns, você agora tem em seu setup: Conceito Bobber Moto: Surgiu na década de 40, logo após a segunda guerra mundial. Entediados com o período pós-guerra, alguns soldados começaram a se aventurar nas

Leia mais

Sociedade de Engenharia de Áudio Artigo de Congresso

Sociedade de Engenharia de Áudio Artigo de Congresso Sociedade de Engenharia de Áudio Artigo de Congresso Apresentado no 9o Congresso de Engenharia de Áudio a Convenção Nacional da AES Brasil a 9 de Maio de 0, São Paulo, SP Este artigo foi reproduzido do

Leia mais

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery 12 Razões Para Usar Lightroom André Nery André Nery é fotógrafo em Porto Alegre. Arquitetura e fotografia outdoor, como natureza, esportes e viagens, são sua área de atuação. Há dez anos começou a ministrar

Leia mais

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma?

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma? O que é um Pocket Show? Apesar de não ter limite de tempo, definimos Pocket Show como uma apresentação curta, em média 40 minutos, ou, em caso de bandas com muitos membros, uma apresentação com número

Leia mais

ANDROID MEDIA PLAYER 6.2" Android 4.0 GPS Tela touchscreen Potência 4X30W Rádio AM/FM Entrada para câmera de ré

ANDROID MEDIA PLAYER 6.2 Android 4.0 GPS Tela touchscreen Potência 4X30W Rádio AM/FM Entrada para câmera de ré AUTOMOTIVO ANDROID MEDIA PLAYER 6.2" Android 4.0 GPS Tela touchscreen Potência 4X30W Rádio AM/FM Entrada para câmera de ré ÍNDICE ANDROID MEDIA PLAYER...4 DVD PLAYER AUTOMOTIVO 6.2 BLUETOOTH E TV DIGITAL...5

Leia mais

Subgrupos e endereçamentos encontre o seu caminho na mesa de som

Subgrupos e endereçamentos encontre o seu caminho na mesa de som Subgrupos e endereçamentos encontre o seu caminho na mesa de som Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro Já se perguntaram como é que um único operador pode tomar conta de uma grande mesa de som com 40,

Leia mais

MAGICSTOMP ACOUSTIC. Quick Guide

MAGICSTOMP ACOUSTIC. Quick Guide MAGICSTOMP ACOUSTIC Quick Guide MAGICSTOMP ACOUSTIC... 3 CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 RECUPERANDO OS AJUSTES DE FÁBRICA... 3 AFINADOR MODO TUNER... 3 SELECIONANDO PATCHES... 4 MODO UP/DOWN... 4 MODO PERFORMANCE...

Leia mais

Logic Áudio e Nuendo

Logic Áudio e Nuendo Logic Áudio e Nuendo na gravação do DVD de Fernanda Porto A gravação do DVD e CD de Fernanda Porto inaugura uma nova fase no conceito de show da cantora, que teve todo o seu repertório eletrônico rearranjado

Leia mais

Dicas sobre como otimizar o uso do sequenciador MIDI ver 3.8

Dicas sobre como otimizar o uso do sequenciador MIDI ver 3.8 Sequencer Prático SEQUENCER PRÁTICO Dicas sobre como otimizar o uso do sequenciador MIDI ver 3.8 1 PARTE 1 Qual a utilidade do sequenciador? Um sequenciador (sequencer) é um gravador musical de dados MIDI.

Leia mais

O mixer Folio Notepad deve ser conectado unicamente a fonte de alimentação fornecida.

O mixer Folio Notepad deve ser conectado unicamente a fonte de alimentação fornecida. Guia do Usuário Introdução Obrigado por adquirir um mixador Folio Notepad, criado com orgulho para você pela equipe Spirit formada por Andy, Colin, Chris, James, Simon, Mukesh, Graham, Martin, Paul, Matt,

Leia mais

Arte em reprodução eletrônica

Arte em reprodução eletrônica caixa B&W 805D, amplificador integrado NAD M2, integrado AMC XIA e pré-processador Krell evolution 707 a forma da sedução B&W 805D NAD M2 nova geração de amplicadores digitais Arte em reprodução eletrônica

Leia mais

OSCILOSCÓPIO PORTÁTIL DIGITAL MODELO: MINISCOPE 300V

OSCILOSCÓPIO PORTÁTIL DIGITAL MODELO: MINISCOPE 300V OSCILOSCÓPIO PORTÁTIL DIGITAL MODELO: MINISCOPE 300V APLICAÇÕES Este instrumento foi projetado para proporcionar uma análise rápida de sinais através de sua Unidade de Aquisição de Dados Rápida. Dotado

Leia mais

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento TECLADO (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento O Piano e o Órgão são os instrumentos musicais mais tradicionais

Leia mais

habro.com.br/alto habro.com.br/alto

habro.com.br/alto habro.com.br/alto habro.com.br/alto Caixas Acústicas PS2TWA* Caixa bi-amplificada com 150 watts (EIAJ), 2 alto-falantes de 8, resposta 65Hz-20KHz, 118dB SPL máximo. MS154* Caixa passiva 3 vias, 2 alto-falantes de 15, DSP

Leia mais

Owner s Manual. ZT Amplifiers. Lunchbox Junior. Guitar Amplifier LBJ1

Owner s Manual. ZT Amplifiers. Lunchbox Junior. Guitar Amplifier LBJ1 Owner s Manual ZT ZT Amplifiers Lunchbox Junior Guitar Amplifier LBJ1 Features Top Panel VOLUME TONE GAIN INPUT 5 4 3 2 1 Rear Panel LUNCHBOX JUNIOR Guitar Amplifier LBJ1 ZT Amplifiers, Inc. Berkeley,

Leia mais

Nova linha. Tudo o que você gostaria está aqui!

Nova linha. Tudo o que você gostaria está aqui! Nova linha Multiuso Voxstorm Tudo o que você gostaria está aqui! Multiuso USB Multiuso USB * Códigos 289/291/389/388/389 não tem conexão bluetooth. PSG 120 potência: 20 Watts RMS 01 alto falante de 6 02

Leia mais

MÓDULOS PLUG & PLAY. MÓDULO ADL Manual de referência

MÓDULOS PLUG & PLAY. MÓDULO ADL Manual de referência MÓDULOS PLUG & PLAY MÓDULO ADL Manual de referência Parabéns pela aquisição de um produto STUDIO R! Eles foram projetados para anos de operação confiável sob as mais rigorosas condições. Seu STUDIO R deverá

Leia mais

Acabando com a "Guerra do Volume"

Acabando com a Guerra do Volume Acabando com a "Guerra do Volume" Autor: Fernando A. B. Pinheiro Desde que comecei a trabalhar com sonorização em igrejas, há 15 anos, sempre vi uma guerra ser travada a cada culto e evento realizado.

Leia mais

USO E APLICAÇÕES CERTIFICADO DE GARANTIA

USO E APLICAÇÕES CERTIFICADO DE GARANTIA CERTIFICADO DE GARANTIA ATENÇÃO: Este Certificado terá validade somente mediante a apresentação da competente Nota Fiscal de compra. Sem a nota fiscal de compra o previsto neste Certificado não terá efeito.

Leia mais

Manual do Usuário. ZT Amplifiers. Lunchbox. Amplificador de Guitarras LBG2

Manual do Usuário. ZT Amplifiers. Lunchbox. Amplificador de Guitarras LBG2 Manual do Usuário ZT ZT Amplifiers Lunchbox Amplificador de Guitarras LBG2 Features Top Panel AMBIENCE TONE VOLUME GAIN INPUT 6 5 4 3 2 1 Rear Panel Speaker Out Volume 7 8 Guitar Amplifier LBG2 Out 9 Voltage

Leia mais

Conheça o seu telefone

Conheça o seu telefone Conheça o seu telefone O nome MOTOROLA e sua logomarca estilizada M estão registrados no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA. Motorola, Inc. 2008 Algumas funções do telefone celular dependem da capacidade

Leia mais

FM Consultoria em Áudio Montagem e Manutenção de Sistema de Áudio

FM Consultoria em Áudio Montagem e Manutenção de Sistema de Áudio TREINAMENTO DE ÁUDIO MÓDULO 03 MESA DE SOM ANALÓGICA Mesa de som, console ou mixer querem dizer a mesma coisa. São misturadores de sons. Costumamos chamar de mixers as mesas dos DJs e pequeninas mesas,

Leia mais

o lado transparente do som cd player moon 750d Arte em reprodução eletrônica

o lado transparente do som cd player moon 750d Arte em reprodução eletrônica cd player moon 750d, amplificador integrado ax-7 e cd player cx-7 ayre, integrado vincent SV-226MKII e caixas acoustic energy radiance 3 Arte em reprodução eletrônica 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0

Leia mais

MP5 Player Automotivo Extreme

MP5 Player Automotivo Extreme MP5 Player Automotivo Extreme Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Medidor de campo para sinais de TV digital HD padrão Brasileiro ISDB-T

Medidor de campo para sinais de TV digital HD padrão Brasileiro ISDB-T Medidor de campo para sinais de TV digital HD padrão Brasileiro ISDB-T LCD 3.5 : Colorido de Alta Resolução Monitor: Sintoniza o canal selecionado com áudio e vídeo Leituras de: Pre BER, Post BER, MER,

Leia mais

Trabalhando com arquivos de som. Prof. César Bastos Fevereiro 2008

Trabalhando com arquivos de som. Prof. César Bastos Fevereiro 2008 Trabalhando com arquivos de som Prof. César Bastos Fevereiro 2008 Usando a mídia de som Vamos considerar os programas gratuitos como base de nossas ferramentas nesse curso, assim todos poderão usufruir

Leia mais

CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria

CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria Manual de consulta rápida Obrigado por escolher este produto da JBL O alto-falante de barra de som energizado JBL Cinema SB100 é um sistema

Leia mais

SUMÁRIO. Gravação analógica E digital... 2 Direitos autorais... 4 Dedicatória de CCDB... 5 Dedicatória de RDB... 6

SUMÁRIO. Gravação analógica E digital... 2 Direitos autorais... 4 Dedicatória de CCDB... 5 Dedicatória de RDB... 6 RDB Gravação Profissional 1 SUMÁRIO Gravação analógica E digital... 2 Direitos autorais... 4 Dedicatória de CCDB... 5 Dedicatória de RDB... 6 Parte Geral... 45 Introdução original de CCDB... 46 Personagens

Leia mais

Som Automotivo MP3 Blue Macaw

Som Automotivo MP3 Blue Macaw Som Automotivo MP3 Blue Macaw Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

DENIS WARREN. Entrevista

DENIS WARREN. Entrevista Entrevista texto e entrevista: Luciano Vieira Entrevistamos o guitarrista brasileiro radicado em Londres, para saber sobre sua carreira, seus projetos e também as diferenças entre ser músico no Brasil

Leia mais

Além de operador, também trabalho na área de eletrônica, assim acho que o multímetro é um bom começo para o kit de uma case.

Além de operador, também trabalho na área de eletrônica, assim acho que o multímetro é um bom começo para o kit de uma case. Case Técnica Com certeza, a maleta do agente 007 não ficou famosa apenas pelo charme de James Bond. Ela continha um verdadeiro arsenal, bem como recursos inimagináveis capaz de livrar qualquer um do sufôco.

Leia mais

Bateria Eletrônica / Acessório

Bateria Eletrônica / Acessório Alesis 19 Bateria Eletrônica / Acessório COD. DM8 DM8USBKIT: Bateria Eletrônica 3 pads de tom, 1 pad de bumbo com suporte, 1 pad Hi-Hat Cymbal, 1 pad Crash Cymbal, e 1 pad Ride Cymbal, 1 pedal controlador

Leia mais

Índice de ilustrações

Índice de ilustrações Sumário 1Dez novos recursos do windows 8...2 1.1Interface Metro...2 1.2Internet Explorer 10...4 1.3Gerenciador de Tarefas...5 1.4Painel de Controle...5 1.5Interface Ribbon...6 1.6Menu Iniciar...7 1.7Windows

Leia mais

Soluções completas de segurança em vídeo IP

Soluções completas de segurança em vídeo IP Soluções completas de segurança em vídeo IP Soluções completas de segurança em vídeo IP www.indigovision.com IndigoVision Visão geral A solução empresarial de segurança IP IndigoVision garante o monitoramento

Leia mais

USB AUDIO INTERFACE I T

USB AUDIO INTERFACE I T USB AUDIO INTERFACE EN DE FR ES PT IT ZH JA Sumário Mensagem da equipe de desenvolvimento...2 Controles e terminais do painel...3 Painel frontal... 3 Painel traseiro... 4 Software... 6 Como usar o UR12...9

Leia mais

Som Automotivo Black Bird

Som Automotivo Black Bird Som Automotivo Black Bird Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações necessárias

Leia mais

DD60. Bateria Digital. Manual do proprietário

DD60. Bateria Digital. Manual do proprietário DD60 Bateria Digital Manual do proprietário 1 Informações para sua segurança CUIDADO As funções normais deste produto podem ser perturbadas por interferência de fortes Campos Magnéticos. Caso isto ocorra,

Leia mais

catálogo de produtos

catálogo de produtos catálogo de produtos Caixas Acústicas PS2TWA Caixa bi-amplificada com 150 watts (EIAJ), 2 altofalantes de 8, resposta 65Hz-20KHz, 118dB SPL máximo. PS2TW Caixa acústica passiva 150W 2 vias, 2 alto-falantes

Leia mais

PORTUGUÊS. Manual de utilizador HS-04U

PORTUGUÊS. Manual de utilizador HS-04U Manual de utilizador HS-04U 1 Índice 1 Introdução HS-04U...3 2 Introdução da tecnologia de som Xear 3D 4 3 Estrutura das funções e vista geral....5 4 Requisitos do sistema e instalação... 6 5 Interface

Leia mais

Decibelímetro Modelo SL130

Decibelímetro Modelo SL130 Manual do Usuário Decibelímetro Modelo SL130 Introdução Parabéns pela sua compra do Decibelímetro SL130 Extech. Desenhado para montagem em parede, mesa, ou montagem em tripé, este medidor está de acordo

Leia mais

CyberLink. PowerDVD Mobile. Guia do Usuário

CyberLink. PowerDVD Mobile. Guia do Usuário CyberLink PowerDVD Mobile Guia do Usuário Copyright e aviso de isenção Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, armazenada em um sistema de recuperação ou transmitida

Leia mais

P P O O W W E E R R C C L L I I C C K K

P P O O W W E E R R C C L L I I C C K K POWER CLCK POWER CLCK Pag 2 POWER CLCK POWER CLCK Power Click modelo COLOR LNE é um potente amplificador de áudio acoplado a um mixer de dois canais. O seu sistema é monofônico, isto é: os dois sons são,

Leia mais

TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO

TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO Componente Curricular OBOÉ FAGOTE FLAUTA TRANSVERSAL Temas respiração, aplicados ao ensino

Leia mais

VPCSB15GB. Intel Core i5-2410m (2.30GHz com Turbo Boost até 2.90GHz) AMD Radeon HD 6470M (512MB) + Intel HD Graphics

VPCSB15GB. Intel Core i5-2410m (2.30GHz com Turbo Boost até 2.90GHz) AMD Radeon HD 6470M (512MB) + Intel HD Graphics VPCSB15GB Intel Core i5-2410m (2.30GHz com Turbo Boost até 2.90GHz) AMD Radeon HD 6470M (512MB) + Intel HD Graphics Windows 7 Professional 500GB HDD 4GB DDR3 SDRAM (expansível até 8GB) Tela VAIO Plus de

Leia mais

TRC-340 MANUAL DO USUÁRIO

TRC-340 MANUAL DO USUÁRIO TRC-340 MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SOM 2.0 CANAIS HI-FI ÍNDICE Prefacio...2 Conteúdo da Embalagem...2 Informações de segurança...3 Funções do Painel Frontal...4 Funções Painel Traseiro...4 Conexões do

Leia mais

Capitulo 11 Multimídias

Capitulo 11 Multimídias Capitulo 11 Multimídias Neste capítulo são exploradas as ferramentas multimídias presentes no SO Android customizadas para o Smartphone utilizado neste manual. É inegável o massivo uso destas ferramentas,

Leia mais

MUSIC ANGEL JH-MD07 MANUAL DE INSTRUÇÕES

MUSIC ANGEL JH-MD07 MANUAL DE INSTRUÇÕES Apresentação: TAMANHO NÃO É DOCUMENTO! Não se engane com o tamanho. Este pequeno cubo, com cerca de 5cm, possui avançada tecnologia de reprodução digital de áudio. Com design avançado e um diafragma de

Leia mais

uad-2 QUAD

<!--:pt-->uad-2 QUAD<!--:--> Descrição A UAD-2 QUAD DSP é uma placa desenvolvida exclusivamente para aumentar o poder de processamento de sua DAW, ela possui quatro processadores de alto desempenho da Analog Devices dedicados totalmente

Leia mais

ATENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES

ATENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES A DIVISION OF ATENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES Antes de ligar este aparelho pela primeira vez, leia atentamente este manual de instruções. Ele é completo e contém todas as informações necessárias para o bom

Leia mais

FILMADORA DIGITAL FULL HD

FILMADORA DIGITAL FULL HD vicini VC-1001 FILMADORA DIGITAL FULL HD Leia atentamente as informações contidas neste manual antes de usar o aparelho. ÍNDICE Precauções 2 O Aparelho 3 Compartimento da bateria 3 Recarregando a bateria

Leia mais

Manual do Usuário. ZT Amplifiers. Lunchbox Acoustic. Amplificador de Guitarras LBA1

Manual do Usuário. ZT Amplifiers. Lunchbox Acoustic. Amplificador de Guitarras LBA1 Manual do Usuário ZT ZT Amplifiers Lunchbox Acoustic Amplificador de Guitarras LBA1 Features 1 2 3 4 Top Panel I N S T R U M E N T VOLUME GAIN BASS TREBLE REVERB 3 2 1 OFF FEEDBACK CUT M I C R O P H O

Leia mais

Roxio Easy CD & DVD Burning

Roxio Easy CD & DVD Burning Roxio Easy CD & DVD Burning Guia de Introdução 2 Começando a usar o Easy CD & DVD Burning Neste guia Bem-vindo ao Roxio Easy CD & DVD Burning 3 Sobre este guia 3 Sobre o conjunto Easy CD & DVD Burning

Leia mais

FPO. Controlador profissional motorizado com 4 canais. incluído

FPO. Controlador profissional motorizado com 4 canais. incluído 2013 CATÁLOGO DE PRODUTOS FPO Controlador profissional motorizado com 4 canais incluído Pratos motorizados de 7 com 3600 pontos de resolução Mixer de 4 canais e interface de áudio 24-bit integrada 16 pads

Leia mais

Raf ELECTRONICS. Caixa Postal 50411 CEP 03029-970 São Paulo SP site: www.videoke.com.br e-mail: videoke@videoke.com.br 5/12/03, 6:08 PM

Raf ELECTRONICS. Caixa Postal 50411 CEP 03029-970 São Paulo SP site: www.videoke.com.br e-mail: videoke@videoke.com.br 5/12/03, 6:08 PM Raf ELECTRONICS Caixa Postal 50411 CEP 03029-970 São Paulo SP site: www.videoke.com.br e-mail: videoke@videoke.com.br 1000 1 VMP-1000 MANUAL DO USUÁRIO APARELHO AUDIOVISUAL DE KARAOKÊ COMBINA COMPUTADOR,

Leia mais

EQ EQ EQ EQ EQ EQ EQ EQ HIGH HIGH HIGH HIGH HIGH HIGH HIGH HIGH MID MID MID MID MID MID MID MID LOW LOW LOW LOW LOW LOW LOW LOW

EQ EQ EQ EQ EQ EQ EQ EQ HIGH HIGH HIGH HIGH HIGH HIGH HIGH HIGH MID MID MID MID MID MID MID MID LOW LOW LOW LOW LOW LOW LOW LOW POWEED MIXE POWEED MIXE MID MID MID MID MID MID MID MID ET IM db 2 3 -db -db -db -db MASTE INE INE INE INE HI-Z (Guitar) HI-Z (Bass) MASTE OUT PHONES MIC 1 MIC 2 MIC 3 MIC 4 MIC 5 MIC 6 MIC 7 MIC 8 IN

Leia mais

KX-VC300 Unidade de Videoconferência HD

KX-VC300 Unidade de Videoconferência HD Quebrando todas as barreiras da distância Essa compacta Unidade de videoconferência HD KX-VC300, foi projetada para diminuir a distancia, e agilizar reuniões e atividades em grupos, ajudando a diminuir

Leia mais

KT-10 C medidor de condutividade

KT-10 C medidor de condutividade KT-10 C medidor de condutividade Terraplus tem o prazer de apresentar o KT-10 C medidor de condutividade, um instrumento portátil que mede a condutividade de amostras de rocha ou testemunhos. O KT C-10

Leia mais

2.1.2 - A organização do evento poderá alterar as datas de cada etapa do Festival de acordo com o número de inscritos, com prévio aviso aos mesmos.

2.1.2 - A organização do evento poderá alterar as datas de cada etapa do Festival de acordo com o número de inscritos, com prévio aviso aos mesmos. REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES I - DO OBJETIVO 1.1 O Evento tem como objetivo promover um festival único e inovador de música independente na cidade de São Paulo. A OLB Produções vai envolver

Leia mais

Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock. Manual do Usuário

Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock. Manual do Usuário Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock Manual do Usuário Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock Manual do Usuário Queremos agradecer sua escolha do AUDIOPAX Model 7. Sabemos que você deve estar ansioso

Leia mais

Soluções para sistemas de chamadas Plena da Bosch Uma abordagem flexível à gestão do som

Soluções para sistemas de chamadas Plena da Bosch Uma abordagem flexível à gestão do som Soluções para sistemas de chamadas Plena da Bosch Uma abordagem flexível à gestão do som 2 Soluções para sistemas de chamadas Plena O seu sistema de chamadas de fácil expansibilidade Seja um supermercado

Leia mais

WORKSHOP SONORIZAÇÃO

WORKSHOP SONORIZAÇÃO WORKSHOP SONORIZAÇÃO 1. Introdução - O propósito da sonorização A sonorização é necessária sempre que for preciso fazer com que um determinado programa, voz ou música, seja ouvido por um número maior de

Leia mais

Lançamento: Galaxy S II Branco

Lançamento: Galaxy S II Branco Você está aqui : página principal : Celulares : Smartphones : Tenha um mundo de funcionalidades com o Galaxy S II. Com ele você tem Android 2.3 e milhares de aplicativos com o Android Market, pode registrar

Leia mais

USO E APLICAÇÕES - ATIVA FUNÇÕES BATERIA INTERNA 12V GERAL

USO E APLICAÇÕES - ATIVA FUNÇÕES BATERIA INTERNA 12V GERAL CERTIFICADO DE GARANTIA ATENÇÃO: Este Certificado terá validade somente mediante a apresentação da competente Nota Fiscal de compra. Sem a nota fiscal de compra o previsto neste Certificado não terá efeito.

Leia mais

Headphone com Microfone sem Fio USB

Headphone com Microfone sem Fio USB Headphone com Microfone sem Fio USB Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Goldship, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Guia Rápido. BS392 Micro System com DVD Player, Entrada USB e para Cartão de Memória

Guia Rápido. BS392 Micro System com DVD Player, Entrada USB e para Cartão de Memória Guia Rápido Consultar o Manual de Instruções para maiores informações. BS9 Micro System com DVD Player, Entrada USB e para Cartão de Memória Devido ao rápido avanço tecnólogico e ao sistema de produção

Leia mais

A música e a voz. A música e a voz. Síntese musical. A música e a voz. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: Definição:

A música e a voz. A música e a voz. Síntese musical. A música e a voz. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: Definição: A música e a voz Tópicos: A música e a voz Técnicas de síntese digital de som Definição: Técnicas de produção de seqüências de áudio a partir de uma seqüência de eventos musicais. Tipos de síntese: tempo

Leia mais

Sistema de difusão sonora 2-fios estéreo Hi-Fi

Sistema de difusão sonora 2-fios estéreo Hi-Fi DIFUSÃO SONORA - CARACTERÍSTICAS GERAIS Sistema de difusão sonora 2-fios estéreo Hi-Fi Sistema de Difusão Sonora estéreo permite seleção e controle da função, de forma a distribuir som de alta qualidade

Leia mais