Simulado ENEM. 3 a série o dia Prova de Redação e de Linguagens, códigos e suas tecnologias Prova de Matemática e suas tecnologias INSTRUÇÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Simulado ENEM. 3 a série 2014. 2 o dia Prova de Redação e de Linguagens, códigos e suas tecnologias Prova de Matemática e suas tecnologias INSTRUÇÕES"

Transcrição

1 Simulado ENEM 3 a série o dia Prova de Redação e de Linguagens, códigos e suas tecnologias Prova de Matemática e suas tecnologias Aluno: Série: Turma: Número: INSTRUÇÕES Este CADERNO DE QUESTÕES contém a Proposta de Redação e 90 questões, numeradas de 91 a 180 e dispostas da seguinte maneira: a) as questões de número 91 a 135 são relativas à área de Linguagens, códigos e suas tecnologias; b) as questões de número 136 a 180 são relativas à área de Matemática e suas tecnologias. ATENÇÃO: as questões de número 91 a 95 são relativas às Línguas Estrangeiras (Língua Inglesa ou Língua Espanhola). Você deve escolher apenas um dos idiomas para responder às questões. Confira se o seu CADERNO DE QUESTÕES contém a quantidade de questões e se essas questões estão na ordem mencionada na instrução anterior. Caso o caderno esteja incompleto, tenha qualquer defeito ou apresente divergência, comunique ao aplicador da sala para que ele tome as providências cabíveis. Escreva e assine seu nome nos espaços próprios do CARTÃO DE RESPOSTAS e da Folha de Redação com caneta esferográfica de tinta azul ou preta. Não dobre, não amasse e nem rasure o CARTÃO DE RESPOSTAS. Ele não poderá ser substituído. Para cada uma das questões objetivas, são apresentadas 5 opções, identificadas com as letras A, B, C, D e E. Apenas uma responde corretamente à questão. Você deve, portanto, assinalar apenas uma opção em cada questão. A marcação de mais de uma opção anula a questão, mesmo que uma das respostas esteja correta. No CARTÃO DE RESPOSTAS, marque, para cada questão, a letra correspondente à opção escolhida para a resposta, preenchendo todo o espaço compreendido no retângulo, com caneta esferográfica de tinta azul ou preta. O tempo disponível para estas provas é de cinco horas e trinta minutos. Reserve os 30 minutos finais para marcar seu CARTÃO DE RESPOSTAS. Os rascunhos e as marcações assinaladas no CADERNO DE QUESTÕES não serão considerados na avaliação. Quando terminar as provas, entregue ao aplicador o CARTÃO DE RESPOSTAS e a Folha de Redação. BOA PROVA!

2 Proposta de redação Os textos a seguir têm como tema comum a Redução da Maioridade Penal no Brasil. Leia atenciosamente. Texto 1 Grupo lista 18 razões contra a redução da maioridade penal 1 o Porque já responsabilizamos adolescentes em ato infracional A partir dos 12 anos, qualquer adolescente é responsabilizado pelo ato cometido contra a lei. Essa responsabilização, executada por meio de medidas socioeducativas previstas no ECA, tem o objetivo de ajudá-lo a recomeçar e a prepará-lo para uma vida adulta de acordo com o socialmente estabelecido. É parte do seu processo de aprendizagem que ele não volte a repetir o ato infracional. Por isso, não devemos confundir impunidade com imputabilidade. A imputabilidade, segundo o Código Penal, é a capacidade da pessoa entender que o fato é ilícito e agir de acordo com esse entendimento, fundamentado em sua maturidade psíquica. 2 o Porque a lei já existe. Resta ser cumprida! O ECA prevê seis medidas educativas: advertência, obrigação de reparar o dano, prestação de serviços à comunidade, liberdade assistida, semiliberdade e internação. Recomenda que a medida seja aplicada de acordo com a capacidade de cumpri-la, as circunstâncias do fato e a gravidade da infração. Muitos adolescentes, que são privados de sua liberdade, não ficam em instituições preparadas para sua reeducação, reproduzindo o ambiente de uma prisão comum. E mais: o adolescente pode ficar até 9 anos em medidas socioeducativas, sendo três anos interno, três em semiliberdade e três em liberdade assistida, com o Estado acompanhando e ajudando a se reinserir na sociedade. Não adianta só endurecer as leis se o próprio Estado não as cumpre! [...] 11 o Porque reduzir a maioridade penal isenta o estado do compromisso com a juventude O Brasil não aplicou as políticas necessárias para garantir às crianças, aos adolescentes e aos jovens o pleno exercício de seus direitos e isso ajudou muito a aumentar os índices de criminalidade da juventude. O que estamos vendo é uma mudança de um tipo de Estado que deveria garantir direitos para um tipo de Estado Penal que administra a panela de pressão de uma sociedade tão desigual. Deve-se mencionar ainda a ineficiência do Estado para emplacar programas de prevenção da criminalidade e de assistência social eficazes, junto às comunidades mais pobres, além da deficiência generalizada em nosso sistema educacional. [...] 14 o Porque reduzir a maioridade penal não afasta crianças e adolescentes do crime Se reduzida a idade penal, estes serão recrutados cada vez mais cedo. O problema da marginalidade é causado por uma série de fatores. Vivemos em um país onde há má gestão de programas sociais/educacionais, escassez de ações de planejamento familiar, pouca oferta de lazer nas periferias, lentidão na urbanização de favelas, pouco policiamento comunitário, e assim por diante. A redução da maioridade penal não visa resolver o problema da violência. Apenas fingir que há justiça. Um autoengano coletivo quando, na verdade, é apenas uma forma de massacrar quem já é massacrado. Medidas como essa têm caráter de vingança, não de solução dos graves problemas do Brasil que são de fundo econômico, social, político. O debate sobre o aumento das punições a criminosos juvenis envolve um grave problema: a lei do menor esforço. Esta seduz políticos prontos para oferecer soluções fáceis e rápidas diante do clamor popular. Nesse momento, diante de um crime odioso, é mais fácil mandar quebrar o termômetro do que falar em enfrentar com seriedade a infecção que gera a febre. [ ] Disponível em: <www.congressoemfoco.uol.com.br/noticias/grupo-lista-18- razoes-contra-a-maioridade-penal>. Acesso em: 8 mar Adaptado. Texto 2 Menores são detidos dirigindo carro em alta velocidade em Rio Preto, SP Houve perseguição e o motorista, de 16 anos, seguiu na contramão. Menores pegaram a chave do carro sem autorização, alega mãe. Três adolescentes foram detidos após serem flagrados em um carro em alta velocidade na madrugada deste sábado (20), em São José do Rio Preto (SP). Os policiais faziam patrulhamento de rotina e estranharam quando o veículo não parou no bloqueio na Avenida Feliciano Sales Cunha. Houve perseguição e o motorista seguiu na contramão por algumas avenidas até parar em uma praça próximo ao aeroporto. Mesmo assim, eles ignoraram a ordem de descer e continuaram fugindo. Um dos policiais atirou na tentativa de atingir o pneu traseiro, mas acertou a lataria do veículo. Com o auxílio de outras viaturas, o carro com os três menores, dois de 16 anos e um de 13, foi abordado no Distrito Industrial. A mãe do adolescente que dirigia o carro, de 16 anos, contou à polícia que ela estava em uma festa quando o filho pegou a chave do carro de uma amiga dela e saiu sem autorização. Os adolescentes serão apresentados ao juiz da Infância e Juventude. Ninguém ficou ferido. Menores são detidos dirigindo carro em alta velocidade em Rio Preto, SP. Disponível em: <g1.globo.com/são-paulo/são-jose-do-rio-preto-aracatuba/ noticia/2013/07/menores-sao-detidos-dirigindo-carro-em-alta-velocidadeem-rio-preto-sp.html>. Acesso em: 8 mar Com base na leitura dos textos, redija uma dissertação argumentativa respondendo à questão: Maioridade penal, reduzir ou manter? Instruções: 1) Seu texto deve ter no máximo 30 linhas. 2) Mantenha o respeito aos direitos humanos. 3) Dê um título coerente ao texto. 2

3 Linguagens, códigos e suas tecnologias Questões 91 a 135 Opção língua inglesa (questões 91 a 95) Leia o texto a seguir para responder à questão. More people think online dating is OK A new report says most Americans think online dating is a good way to meet people. Almost 60 per cent of internet users said there is nothing wrong with trying to find a partner on the internet. This has changed from ten years ago when the figure was 44 per cent. The report is from the Pew Research Center. It says around one in ten Americans has used online dating services. It also said 11 per cent of people who started a long- -term relationship in the past decade met their partner online. However, some people think the internet does not help with marriage. Around 32 per cent of people agreed that online dating keeps people from settling down because they always have options for people to date. Sociologist Dr. Kevin Lewis of the University of California told the USA Today newspaper that women must be careful with online dates. He said: For women, there are lots of guys who are just creepy or unattractive or undesirable. He also said men can have problems finding a date: They can t get a woman to respond because [women get] so many messages. Dr. Lewis also said that 38 per cent of online daters have read an online profile of someone they knew. The Pew Report warned people to be careful about those who tell lies about themselves online. About 54 per cent of online daters said they had a date with someone who was a lot different from their profile. Disponível em: <www.breakingnewsenglish.com/1310/ onlinedating.html>. Acesso em: 23 out A tecnologia vem mudando as pessoas de forma radical e rapidamente. Uma mudança bastante marcante é a maneira como as pessoas estão se relacionando hoje em dia, principalmente nas questões amorosas. Com base nas informações do texto, pode-se afirmar que 1 a) aproximadamente 3 dos americanos acreditam que a internet possa ajudar em seus relacionamentos. b) em 10 anos, o número de usuários da internet que não consideram um problema o fato de encontrar um parceiro on-line aumentou quase 16%. c) metade das pessoas que tiveram relacionamentos on-line disseram ter namorado alguém muito parecido com o descrito no perfil. d) apenas 1% de usuários da internet já buscou parceiros on-line. e) a grande maioria das pessoas lê o perfil antes de conhecer alguém pessoalmente. Texto para responder à questão 92. Brazilian teacher protests turn violent Thousands of people take part in a protest where Brazilian teachers are demanding better working conditions on October 7, in Rio de Janeiro. While the majority of protesters were peaceful, a small group fired incendiary devices and the police eventually dispersed the crowd with tear gas. The last few weeks have seen a citywide strike by union education workers in Rio. Police used tear gas to disperse a group of around 100 protesting teachers last week. Disponível em: <www.edition.cnn.com/2013/10/08/world/gallery/brazilteacher-protests/index.html?utm_source=feedburner&utm_ medium=feed&utm_campaign=feed%3a+rss%2fedition_americas+%28r SS%3A+Americas%29&utm_content=Google+International>. Acesso em: 8 out Uma onda de protestos tomou conta do Brasil em O texto trata de uma manifestação ocorrida no Rio de Janeiro em outubro de Baseado em tais informações, é correto afirmar que a) a maioria dos manifestantes incendiou aparelhos. b) os professores estão exigindo melhores condições de trabalho. c) a polícia reagiu com balas de borracha. d) houve uma união entre trabalhadores diversos e educadores no Rio. e) por volta de 100 protestantes estavam contra os professores. 93 (Enem) Viva la Vida I used to rule the world Seas would rise when I gave the word Now in the morning and I sleep alone Sweep the streets I used to own I used to roll the dice Feel the fear in my enemy s eyes Listen as the crowd would sing Now the old king is dead! Long live the king! One minute I held the key Next the walls were closed on me And I discovered that my castles stand Upon pillars of salt and pillars of sand [ ] MARTIN, C. Viva la vida, Coldplay. In: Viva la vida or death and all his friends. Parlophone, Adaptado. Letras de músicas abordam temas que, de certa forma, podem ser reforçados pela repetição de trechos ou palavras. O fragmento da canção Viva la vida, por exemplo, permite conhecer o relato de alguém que a) costumava ter o mundo aos seus pés e, de repente, se viu sem nada. 3

4 b) almeja o título de rei e, por ele, tem enfrentado inúmeros inimigos. c) causa pouco temor a seus inimigos, embora tenha muito poder. d) limpava as ruas e, com seu esforço, tornou-se rei de seu povo. e) tinha a chave para todos os castelos nos quais desejava morar. 95 (Enem) ENEM 94 (Enem) Do one thing for diversity and inclusion The United Nations Alliance of Civilizations (UNAOC) is launching a campaign aimed at engaging people around the world to Do One Thing to support Cultural Diversity and Inclusion. Every one of us can do ONE thing for diversity and inclusion; even one very little thing can become a global action if we take part in it. Simple things YOU can do to celebrate the World Day for Cultural Diversity for Dialogue and Development on May Visit an art exhibit or a museum dedicated to other cultures. 2. Read about the great thinkers of other cultures. 3. Visit a place of worship different than yours and participate in the celebration. 4. Spread your own culture around the world and learn about other cultures. 5. Explore music of a different culture. There are thousands of things that you can do, are you taking part in it? Disponível em: <www.unaoc.org>. Acesso em: 16 fev Adaptado. Internautas costumam manifestar suas opiniões sobre artigos on-line por meio da postagem de comentários. O comentário que exemplifica o engajamento proposto na quarta dica da campanha apresentada no texto é a) Lá na minha escola, aprendi a jogar capoeira para uma apresentação no Dia da Consciência Negra. b) Outro dia assisti na TV uma reportagem sobre respeito à diversidade. Gente de todos os tipos, várias tribos. Curti bastante. c) Eu me inscrevi no Programa Jovens Embaixadores para mostrar o que tem de bom em meu país e conhecer outras formar de ser. d) Curto muito bater papo na internet. Meus amigos estrangeiros me ajudam a aperfeiçoar minha proficiência em língua estrangeira. e) Pesquisei em sites de culinária e preparei uma festa árabe para uns amigos da escola. Eles adoraram, principalmente, os doces! My report is about how important it is to save paper, electricity, and other resources. I ll send it to you telepathically. GLASBERGEN, R. Today s cartoon. Disponível em: <www.glasbergen.com>. Acesso em: 23 jul Na fase escolar, é prática comum que os professores passem atividades extraclasse e marquem uma data para que as mesmas sejam entregues para correção. No caso da cena da charge, a professora ouve uma estudante apresentando argumentos para a) discutir sobre o conteúdo do seu trabalho já entregue. b) elogiar o tema proposto para o relatório solicitado. c) sugerir temas para novas pesquisas e relatórios. d) reclamar do curto prazo para entrega do trabalho. e) convencer de que fez o relatório solicitado. Questões 91 a 135 Opção língua espanhola (questões 91 a 95) 91 (Enem) Los animales En la Unión Europea desde el 1 o de octubre de 2004 el uso de un pasaporte es obligatorio para los animales que viajan con su dueño en cualquier compania. Aviso especial: en España los animales deben haber sido vacunados contra la rabia antes de su dueño solicitar la documentación. Consultar a un veterinario. Disponível em: <www.agencedelattre.com>. Acesso em: 2 maio Adaptado. De acordo com as informações sobre aeroportos e estações ferroviárias na Europa, uma pessoa que more na Espanha e queira viajar para a Alemanha com o seu cachorro deve 4

5 a) consultar as autoridades para verificar a possibilidade de viagem. b) ter um certificado especial tirado em outubro de c) tirar o passaporte do animal e logo vaciná-lo. d) vacinar o animal contra todas as doenças. e) vacinar o animal e depois solicitar o passaporte dele. 92 (Enem) La cueca chilena La cueca es la danza nacional de Chile, la protagonista de las celebraciones y festividades criollas. Su origen no está claramente definida, ya que investigadores la vinculan a culturas como la española, africana, peruana, así como también a la chilena. La rutina de esta danza encuentra según algunos folcloristas una explicación zoomórfica por prevenir de la clueca, concepto con el que se hace referencia a los movimientos que hace una polla cuando es requerida por el gallo. Es por ello que el rol del hombre, en el baile, se asemeja a la rueda y al entusiasmo que pone el gallo en su conquista amorosa. La mujer, en cambio, sostiene una conducta más defensiva y esquiva. Disponível em: <www.chile.com>. Acesso em: 27 abr Todos os países têm costumes, músicas e danças típicos, que compõem o seu folclore e diferenciam a sua cultura. Segundo o texto, na cueca, dança típica do Chile, o comportamento e os passos do homem e da mulher, estão associados a) à postura defensiva da mulher. b) à origem espanhola da dança. c) ao cortejo entre galo e galinha. d) ao entusiasmo do homem. e) ao nacionalismo chileno. 93 (Enem) Los fallos de software en aparatos médicos, como marcapasos, van a ser una creciente amenaza para la salud pública, según el informe de Software Freedom ENEM Law Center (SFLC) que ha sido presentado hoy en Portland (EEUU), en la Open Source Convention (OSCON). La ponencia Muerto por el código: transparencia de software en los dispositivos médicos implantables aborda el riesgo potencialmente mortal de los defectos informáticos en los aparatos médicos implantados en las personas. Según SFLC, millones de personas con condiciones crónicas del corazón, epilepsia, diabetes, obesidad e, incluso, la depresión dependen de implantes, pero el software permanece oculto a los pacientes y sus médicos. La SFLC recuerda graves fallos informáticos ocurridos en otros campos, como en elecciones, en la fabricácion de coches, en las líneas aéreas comerciales o en los mercados financeiros. Disponível em: <www.elpais.com>. Acesso em: 24 jul Adaptado. O título da palestra, citado no texto, antecipa o tema que será tratado e mostra que o autor tem a intenção de a) relatar novas experiências em tratamento de saúde. b) alertar sobre os riscos mortais de determinados softwares de uso médico para o ser humano. c) denunciar falhas médicas na implantação de softwares em seres humanos. d) divulgar novos softwares presentes em aparelhos médicos lançados no mercado. e) apresentar os defeitos mais comuns de softwares em aparelhos médicos. 94 Leia a notícia a seguir. Legales o ilegales? El debate vuelve Hoy son muchas las voces que critican la política de prohibición de las drogas. Una de ellas es la del escritor uruguayo Eduardo Galeano, que piensa que la única vía para terminar con el narcotráfico y su particular guerra es legalizar las drogas. Tengo la sospecha de que no se legaliza porque son los grandes bancos del mundo quienes lavan la mayor parte de los narcodólares y también porque la droga es un buen pretexto para invadir países con la excusa de salvar a esos países de las garras de la droga, dijo el escritor en una entrevista a Reuters. Detrás del narcotráfico está el consumo de drogas y Estados Unidos es el mayor consumidor de drogas del mundo, como reconoció Hillary Clinton en una visita a México. Hoy el Estado mexicano exige a su país vecino que acepte su responsabilidad en este conflicto, pero el aumento de la violencia en la frontera y el alarmante descontrol hacen que algunos expertos en el tema piensen que es imprescindible la ayuda de la Unión Europea, donde países como España han resultado estar en lo más alto del ranking de consumo de cocaína del mundo según datos del Observatorio Europeo de las Drogas. Revista Punto y Coma. Espanha, n. 32, Eduardo Galeano, importante escritor uruguaio, diz que a única maneira de terminar com o narcotráfico é legalizando o consumo de drogas que não acontece, segundo ele, porque 5

6 a) os bancos não lavam o dinheiro vindo do narcotráfico. b) a droga é um bom pretexto para invadir países. c) existe um impasse entre Estados Unidos e México, em que nenhum dos dois países quer aceitar a sua responsabilidade nesse conflito. d) não há como salvar os países das garras da droga. e) países como EUA e Espanha não apresentam problemas com drogas. 95 Leia o texto a seguir. Reflexiones sobre los avances en las leyes de matrimonio de personas de mismo sexo La discusión sobre el matrimonio de personas del mismo sexo es antigua. Recientemente esta ha ganado más espacio en los debates políticos dentro de la región latinoamericana, como ha sido el caso después de que Argentina aprobó el matrimonio gay en todo el territorio nacional el año pasado. Eso nos lleva a reflexionar sobre este importante logro en la región, que puede alentar a otros países para que hagan lo mismo. Latinoamérica se caracteriza por no tener leyes que criminalizan los comportamientos homosexuales pero aún tenemos mucho que hacer en relación a la calidad de vida de las personas LGBTI en nuestros países. Hasta hoy en la región latinoamericana, compuesta por 20 países, apenas tres países tienen leyes que aseguran el derecho de las personas gays de oficializar su matrimonio Argentina, México y Uruguay. [ ] Además, solo en Argentina y Uruguay el matrimonio es legalizado en todo el territorio nacional. En México, por ejemplo, aunque ha habido avances importantes, la ley solo se aplica al Distrito Federal. Finalmente, hay tres otros países en que hay leyes que posibilitan un registro equivalente o casi equivalente al matrimonio estos países son Colombia, Ecuador, y en Brasil. Este panorama nos señala la necesidad de crear acciones políticas para la instaurar leyes que ofrezcan a las personas LGBTI derechos iguales no especiales pero iguales a todos los demás. De esta manera, lograremos proporcionar a ellos y ellas la posibilidad de acceder al reconocimiento de sus relaciones por parte del gobierno. Por ejemplo, en Brasil, los avances logrados hasta ahora no resultaron de modificaciones generadas en la legislación nacional, sino de batallas a través de demandas hechas por parejas que querían ser reconocidas como tales y de esta manera, tener derechos civiles como parejas. Eso generó una movilización de otras regiones del país para que pudieran hacer lo mismo, hasta que la aceptación por parte de los jueces se volvió cada día más común. Siguiendo estas acciones, el gobierno de Rio de Janeiro pidió en la Suprema Corte el reconocimiento de la unión civil de las personas en su estado. Al comienzo del mes de mayo, fue votado y aprobado, y como la decisión fue de la Suprema Corte, el resultado es aplicable para todo el país, lo que legalizó la unión civil en todo el territorio nacional. En México hubo un proceso muy similar al de Brasil. Primero fue aprobada en la Corte del Distrito Federal la unión civil y después fue aprobada por el Congreso del Distrito Federal la ley del matrimonio gay. O sea, este puede haber sido un logro muy importante, pero eso no es aún el final y tampoco lo es reconocer los derechos iguales de las personas LGBTI, pues todavía se hace más difícil que un matrimonio heterosexual y tiene menos reconocimiento en algunas situaciones específicas. Por el otro lado, aún hay países en Latinoamérica que no han avanzado nada, como Perú [ ], en que las relaciones entre dos hombres sean legalizadas, y en que discusiones como derechos de matrimonio siguen muy retrasadas, prácticamente inexistentes. Perú no es el único en que el debate sobre el matrimonio gay aún no tiene campo, hay también países como Honduras, Nicaragua y muchos otros que debido a sus gobiernos conservadores, la posibilidad de aportar la discusión sobre los derechos de las personas LGBTI se queda muy distante. Debido a eso, la sociedad civil, tiene un rol importante en llevar estos debates a todos los campos de toma de decisiones posibles. Frente a tantos retos que encontramos en nuestra región, queda claro que existe una gran necesidad que las personas LGBTI, en especial los jóvenes, se involucren más en los debates como este, así como también creen en sus ámbitos de convivencia para aprovechar el momento existente en la región para avanzar más en las políticas de matrimonios de personas de mismo sexo. Disponível em: <www.ambientejoven.org/temas/2011/marriage.htm> Acesso em: 9 abr Adaptado. O texto apresenta a postura adotada por alguns países latino-americanos acerca do casamento de pessoas do mesmo sexo. Após a leitura, pode-se afirmar que uma maneira para que os relacionamentos homossexuais sejam reconhecidos pelo governo é por meio a) da criação de leis que possam garantir a essas pessoas direitos iguais aos demais. b) do envolvimento dos jovens nos debates aproveitando este momento de reflexão. c) da criação de ações políticas capazes de trazer direitos especiais a essas pessoas. d) da criação de leis gerais para todos os países latino- -americanos a fim de legalizar esse tipo de união. e) do aumento do debate na sociedade civil, exclusivamente. Língua Portuguesa (questões 96 a 135) 96 (Enem) Aquele bêbado Juro nunca mais beber e fez o sinal da cruz com os indicadores. Acrescentou: Álcool. O mais, ele achou que podia beber. Bebia paisagens, músicas de Tom Jobim, versos de Mário Quintana. Tomou um pileque de Segall. Nos fins de semana embebedava-se de Índia Reclinada, de Celso Antônio. 6

7 Curou-se 100% de vício comentavam os amigos. Só ele sabia que andava bêbado que nem um gambá. Morreu de etilismo abstrato, no meio de uma carraspana de pôr do sol no Leblon, e seu féretro ostentava inúmeras coroas de ex-alcoólatras anônimos. ANDRADE, C. D. Contos plausíveis. Rio de Janeiro: Record, A causa mortis do personagem, expressa no último parágrafo, adquire um efeito irônico no texto porque, ao longo da narrativa, ocorre uma a) metaforização do sentido literal do verbo beber. b) aproximação exagerada da estética abstracionista. c) apresentação gradativa da coloquialidade da linguagem. d) exploração hiperbólica da expressão inúmeras coroas. e) citação aleatória de nomes de diferentes artistas. 97 (Enem) Labaredas nas trevas Fragmentos do diário secreto de Teodor Konrad Nalecz Korzeniowski 20 DE JULHO [1912] Peter Sumerville pede-me que escreva um artigo sobre Crane. Envio-lhe uma carta: Acredite-me, prezado senhor, nenhum jornal ou revista se interessaria por qualquer coisa que eu, ou outra pessoa, escrevesse sobre Stephen Crane. Ririam da sugestão. [...] Dificilmente encontro alguém, agora, que saiba quem é Stephen Crane ou lembre-se de algo dele. Para os jovens escritores que estão surgindo ele simplesmente não existe. 20 DE DEZEMBRO [1919] Muito peixe foi embrulhado pelas folhas de jornal. Sou reconhecido como o maior escritor vivo da língua inglesa. Já se passaram dezenove anos desde que Crane morreu, mas eu não o esqueço. E parece que outros também não. The London Mercury resolveu celebrar os vinte e cinco anos de publicação de um livro que, segundo eles, foi um fenômeno hoje esquecido e me pediram um artigo. FONSECA, R. Romance negro e outras histórias. São Paulo: Companhia das Letras, Adaptado. Na construção de textos literários, os autores recorrem com frequência a expressões metafóricas. Ao empregar o enunciado metafórico Muito peixe foi embrulhado pelas folhas de jornal, pretendeu- -se estabelecer, entre dois fragmentos do texto em questão, uma relação semântica de a) causalidade, segundo a qual se relacionam as partes de um texto, em que uma contém a causa e a outra, a consequência. b) temporalidade, segundo a qual se articulam as partes de um texto, situando no tempo o que é relatado nas partes em questão. c) condicionalidade, segundo a qual se combinam duas partes de um texto, em que uma resulta ou depende de circunstâncias apresentadas à outra. d) adversidade, segundo a qual se articulam duas partes de um texto em que uma apresenta uma orientação argumentativa distinta e oposta à outra. e) finalidade, segundo a qual se articulam duas partes de um texto em que uma apresenta o meio, por exemplo, para uma ação e a outra, o desfecho da mesma. 98 (Enem) Das irmãs os meus irmãos sujando-se na lama e eis-me aqui cercada de alvura e enxovais eles se provocando e provando do fogo e eu aqui fechada provendo a comida eles se lambuzando e arrotando na mesa e eu a temperada servindo, contida os meus irmãos jogando-se na cama e eis-me afiançada por dote e marido QUEIROZ, S. O sacro ofício. Belo Horizonte: Comunicação, O poema de Sonia Queiroz apresenta uma voz lírica feminina que contrapõe o estilo de vida do homem ao modelo reservado à mulher. Nessa contraposição, ela conclui que a) a mulher deve conservar uma assepsia que a distingue de homens, que podem se jogar na lama. b) a palavra fogo é uma metáfora que remete ao ato de cozinhar, tarefa destinada às mulheres. c) a luta pela igualdade entre os gêneros depende da ascensão financeira e social das mulheres. d) a cama, como sua alvura e enxovais, é um símbolo da fragilidade feminina no espaço doméstico. e) os papéis sociais destinados aos gêneros produzem efeitos e graus de autorrealização desiguais. 99 (Enem) Pote Cru é meu pastor. Ele me guiará. Ele está comprometido de monge. De tarde deambula no azedal entre torsos de cachorros, trampas, trapos, panos de regra, couros, de rato ao podre, vísceras de piranhas, baratas albinas, dálias secas, vergalhos de lagartos, linguetas de sapatos, aranhas dependuradas em gotas de orvalho, etc., etc. Pote Cru, ele dormia nas ruínas de um convento Foi encontrado em osso. Ele tinha uma voz de oratórios perdidos. BARROS, M. Retrato do artista quando coisa. Rio de Janeiro: Record,

8 Ao estabelecer uma relação com o texto bíblico nesse poema, o eu lírico identifica-se com o Pote Cru porque a) entende a necessidade de todo poeta ter voz de oratórios perdidos. b) elege-o como pastor a fim de ser guiado para a salvação divina. c) valoriza nos percursos do pastor a conexão entre as ruínas e a tradição. d) necessita de um guia para a descoberta das coisas da natureza. e) acompanha-o na opção pela insignificância das coisas. 100 (Enem) O sedutor médio Vamos juntar Nossas rendas e expectativas de vida querida, o que me dizes? Ter 2, 3 filhos e ser meio felizes? VERISSIMO, L. F. Poesia numa hora dessas?! Rio de Janeiro: Objetiva, No poema O sedutor médio, é possível reconhecer a presença de posições críticas a) nos três primeiros versos, em que juntar expectativas de vida significa que, juntos, os cônjuges poderiam viver mais, o que faz do casamento uma convenção benéfica. b) na mensagem veiculada pelo poema, em que os valores da sociedade são ironizados, o que é acentuado pelo uso do adjetivo médio no título e do advérbio meio no verso final. c) no verso e ser meio felizes?, em que meio é sinônimo de metade, ou seja, no casamento, apenas um dos cônjuges se sentiria realizado. d) nos dois primeiros versos, em que juntar rendas indica que o sujeito poético passa por dificuldades financeiras e almeja os rendimentos da mulher. e) no título, em que o adjetivo médio qualifica o sujeito poético como desinteressante ao sexo oposto e inábil em termos de conquistas amorosas. 101 (Enem) Nós, brasileiros, estamos acostumados a ver juras de amor, feitas diante de Deus, serem quebradas por traição, interesses financeiros e sexuais. Casais se separam como inimigos, quando poderiam ser bons amigos, sem traumas. Bastante interessante a reportagem sobre separação. Mas acho que os advogados consultados, por sua competência, estão acostumados a tratar de grandes separações. Será que a maioria dos leitores da revista tem obras de arte que precisam ser fotografadas antes da separação? Não seria mais útil dar conselhos mais básicos? Não seria interessante mostrar que a separação amigável não interfere no modo de partilha dos bens? Que, seja qual for o tipo de separação, ela não vai prejudicar o direito à pensão dos filhos? Que acordo amigável deve ser assinado com atenção, pois é bastante complicado mudar suas cláusulas? Acho que essas são dicas que podem interessar ao leitor médio. Disponível em: <www.revistaepoca.globo.com>. Acesso em: 26 fev Adaptado. O texto foi publicado em uma revista de grande circulação na seção de carta do leitor. Nele, um dos leitores manifesta-se acerca de uma reportagem publicada na edição anterior. Ao fazer sua argumentação, o autor do texto a) faz uma síntese do que foi abordado na reportagem. b) discute problemas conjugais que conduzem à separação. c) aborda a importância dos advogados em processos de separação. d) oferece dicas para orientar as pessoas em processos de separação. e) rebate o enfoque dado ao tema pela reportagem, lançando novas ideias. 102 (Enem) com hora programada Redação INFO, 28 de agosto de Agende o envio de s no Thunderbird com a extensão SendLater Nem sempre é interessante mandar um na hora. Há situações em que agendar o envio de uma mensagem é útil, como em datas comemorativas ou quando o serve para lembrar o destinatário de algum evento futuro. O Thunderbird, o ótimo cliente de do grupo Mozilla, conta com uma extensão para esse fim. Trata-se do SendLater. Depois de instalado, ele cria um item no menu de criação de mensagens que permite marcar o dia e a hora exatos para o envio do . Só há um ponto negativo: para garantir que a mensagem seja enviada na hora, o Thunderbird deverá estar em execução. Senão, ele mandará o somente na próxima vez que for rodado. Disponível em: <www.info.abril.com.br>. Acesso em: 18 fev Adaptado. Considerando-se a função do SendLater, o objetivo do autor do texto com hora programada é a) eliminar os entraves no envio de mensagens via . b) viabilizar a aquisição de conhecimento especializado pelo usuário. c) permitir a seleção dos destinatários dos textos enviados. d) controlar a quantidade de informações constantes do corpo do texto. e) divulgar um produto ampliador da funcionalidade de um recurso comunicativo. 8

9 103 (Enem) Lugar de mulher também é na oficina. Pelo menos nas oficinas dos cursos da área automotiva fornecidos pela Prefeitura, a presença feminina tem aumentado ano a ano. De cinco mulheres matriculadas em 2005, a quantidade saltou para 79 alunas inscritas neste ano nos cursos de mecânica automotiva, eletricidade veicular, injeção eletrônica, repintura e funilaria. A presença feminina nos cursos automotivos da Prefeitura que são gratuitos cresceu 1 480% nos últimos sete anos e tem aumentado ano a ano. Disponível em: <www.correiodeuberlandia.com.br>. Acesso em: 27 fev Adaptado. Na produção de um texto, são feitas escolhas referentes a sua estrutura, que possibilitam inferir o objetivo do autor. Nesse sentido, no trecho apresentado, o enunciado Lugar de mulher também é na oficina corrobora o objetivo textual de a) demonstrar que a situação das mulheres mudou na sociedade contemporânea. b) defender a participação da mulher na sociedade atual. c) comparar esse enunciado com outro: lugar de mulher é na cozinha. d) criticar a presença de mulheres nas oficinas dos cursos da área automotiva. e) distorcer o sentido da frase lugar de mulher é na cozinha. 104 (Enem) Efeitos do exercício físico ENEM A ventilação, a ciculação e o metabolismo estão intimamente ligados e todos melhoram com o treinamento. Nieman, D. Exercício e Saúde. São Paulo: Manole, Adaptado. Disponível em: <www.veja.abril.com.br/educacao/slider-questoes-enem/graficos/pdf/questoes-96.pdf>. Acesso em: 30 mar A partir dos efeitos fisiológicos do exercício físico no organismo, apresentados na figura, são adaptações benéficas à saúde de um indivíduo a) a diminuição da frequência cardíaca em repouso e aumento da oxigenação do sangue. b) a diminuição da oxigenação do sangue e aumento da frequência cardíaca em repouso. c) a diminuição da frequência cardíaca em repouso e aumento da gordura corporal. d) a diminuição do tônus muscular e aumento do percentual de gordura corporal. e) a diminuição da gordura corporal e aumento da frequência cardíaca em repouso. 9

10 105 (Enem) ENEM A foto revela um momento da Guerra do Vietnã ( ), conflito militar cuja cobertura jornalística utilizou, em grande escala, a fotografia e a televisão. Um dos papéis exercidos pelos meios de comunicação na cobertura dessa guerra, evidenciado pela foto, foi a) demonstrar as diferenças culturais existentes entre norte-americanos e vietnamitas. b) defender a necessidade de intervenções armadas em países comunistas. c) denunciar os abusos cometidos pela intervenção militar norte-americana. d) divulgar valores que questionavam as ações do governo vietnamita. e) revelar a superioridade militar dos Estados Unidos da América. 106 (Enem) Eu não tenho hoje em dia muito orgulho do Tropicalismo. Foi sem dúvida um modo de arrombar a festa, mas arrombar a festa no Brasil é fácil. O Brasil é uma pequena sociedade colonial, muito mesquinha, muito fraca. VELOSO, Caetano. In: HOLLANDA, H. B.; GONÇALVES, M. A. Cultura e participação nos anos 60. São Paulo: Brasiliense, Adaptado. O movimento tropicalista, consagrador de diversos músicos brasileiros, está relacionado historicamente a) à expansão de novas tecnologias de informação, entre as quais, a internet, o que facilitou imensamente a sua divulgação mundo afora. b) ao advento da indústria cultural em associação com um conjunto de reivindicações estéticas e políticas durante os anos c) à parceria com a Jovem Guarda, também considerada um movimento nacionalista e de crítica política ao regime militar brasileiro. d) ao crescimento do movimento estudantil nos anos 1970, do qual os tropicalistas foram aliados na crítica ao tradicionalismo dos costumes da sociedade brasileira. e) à identificação estética com a Bossa Nova, pois ambos movimentos tinham raízes na incorporação de ritmos norte-americanos, como o blues. 107 (Enem) Vera, Sílvia e Emília saíram para passear pela chácara com Irene. A senhora tem um jardim deslumbrante, dona Irene! comenta Sílvia, maravilhada diante dos canteiros de rosas e hortênsias. Para começar, deixe o senhora de lado e esqueça o dona também diz Irene, sorrindo. Já é um custo aguentar a Vera me chamando de tia o tempo todo. Meu nome é Irene. Todas sorriem. Irene prossegue: Agradeço os elogios para o jardim, só que você vai ter de fazê-los para a Eulália, que é quem cuida das flores. Eu sou um fracasso na jardinagem. BAGNO, M. A língua de Eulália: novela sociolinguística. São Paulo: Contexto, Adaptado. Na língua portuguesa, a escolha por você ou senhor(a) denota o grau de liberdade ou de respeito que deve haver entre os interlocutores. No diálogo apresentado, observa-se o emprego dessas formas. A personagem Sílvia emprega a forma senhora ao se referir à Irene. Na situação apresentada no texto, o emprego de senhora ao se referir à interlocutora ocorre porque Sílvia a) pensa que Irene é a jardineira da casa. b) acredita que Irene gosta de todos que a visitam. c) observa que Irene e Eulália são pessoas que vivem em área rural. 10

11 d) deseja expressar por meio de sua fala o fato de sua família conhecer Irene. e) considera que Irene é uma pessoa mais velha, com a qual não tem intimidade. 108 (Enem) Páris, filho do rei de Troia, raptou Helena, mulher de um rei grego. Isso provocou um sangrento conflito de dez anos, entre os séculos XIII e XII a.c. Foi o primeiro choque entre o ocidente e o oriente. Mas os gregos conseguiram enganar os troianos. Deixaram à porta de seus muros fortificados um imenso cavalo de madeira. Os troianos, felizes com o presente, puseram-no para dentro. À noite, os soldados gregos, que estavam escondidos no cavalo, saíram e abriram as portas da fortaleza para a invasão. Daí surgiu a expressão presente de grego. DUARTE, Marcelo. O guia dos curiosos. São Paulo: Companhia das Letras, Em puseram-no, a forma pronominal no refere-se a) ao termo rei grego. b) ao antecedente gregos. c) ao antecedente distante choque. d) à expressão muros fortificados. e) aos termos presente e cavalo de madeira. 109 (Enem) Com Niciga, parar de fumar fica muito mais fácil 1. Fumar aumenta o número de receptores do seu cérebro que se ativam com nicotina. 2. Se você interrompe o fornecimento de uma vez, eles enlouquecem e você sente os desagradáveis sintomas da falta do cigarro. 3. Com seus adesivos transdérmicos, Niciga libera nicotina terapêutica de forma controlada no seu organismo, facilitando o processo de parar de fumar e ajudando a sua força de vontade. Com Niciga, você tem o dobro de chances de parar de fumar. Época. Globo, 24 nov Adaptado. Para convencer o leitor, o anúncio emprega como recurso expressivo, principalmente, a) as rimas entre Niciga e nicotina. b) o uso de metáforas como força de vontade. c) a repetição enfática de termos semelhantes como fácil e facilidade. d) a utilização dos pronomes de segunda pessoa, que fazem um apelo direto ao leitor. e) a informação sobre as consequências do consumo do cigarro para amedrontar o leitor. 110 (Enem) Manuel Bandeira Filho de engenheiro, Manuel Bandeira foi obrigado a abandonar os estudos de arquitetura por causa da tuberculose. Mas a iminência da morte não marcou de forma lúgubre sua obra, embora em seu humor lírico haja sempre um toque de funda melancolia, e na sua poesia haja sempre um certo toque de morbidez, até no erotismo. Tradutor de autores como Marcel Proust e William Shakespeare, esse nosso Manuel traduziu mesmo foi a nostalgia do paraíso cotidiano mal idealizado por nós, brasileiros, órfãos de um país imaginário, nossa Cocanha perdida, Pasárgada. Descrever seu retrato em palavras é uma tarefa impossível, depois que ele mesmo já o fez tão bem em versos. Língua Portuguesa. São Paulo: Segmento, n. 40, fev A coesão do texto é construída principalmente a partir do(a) a) repetição de palavras e expressões que entrelaçam as informações apresentadas no texto. b) substituição de palavras por sinônimos como lúgubre e morbidez, melancolia e nostalgia. c) emprego de pronomes pessoais, possessivos e demonstrativos: sua, seu, esse, nosso, ele. d) emprego de diversas conjunções subordinativas que articulam as orações e períodos que compõem o texto. e) emprego de expressões que indicam sequência, progressividade, como iminência, sempre, depois. 111 (Enem) A figura a seguir trata da taxa de desocupação no Brasil, ou seja, a proporção de pessoas desocupadas em relação à população economicamente ativa de uma determinada região em um recorte de tempo. Taxa de desocupação (%) 8,7 8,6 8,5 7,9 7,9 8,1 7,6 7,7 7,5 7,6 02/ / ,8 8,2 8,5 9,0 Disponível em: <www.ibge.gov.br>. Acesso em: abr Adaptado. A norma-padrão da língua portuguesa está respeitada, na interpretação do gráfico, em a) Durante o ano de 2008, foi em geral decrescente a taxa de desocupação no Brasil. b) Nos primeiros meses de 2009, houveram acréscimos na taxa de desocupação. c) Em 12/2008, por ocasião das festas, a taxa de desempregados foram reduzidos. d) A taxa de pessoas desempregadas em 04/08 e 02/09, é estatisticamente igual: 8,5. e) Em março de 2009 as taxas tenderam à piorar: 9 entre 100 pessoas desempregadas. 11

12 112 Leia o texto a seguir. Os que negam à velhice a capacidade de tomar parte dos assuntos públicos não provam nada, portanto. É como se dissessem que, num barco, o piloto repousa tranquilamente sentado na popa, apoiado ao timão, enquanto os outros escalam os mastros, se ocupam sobre o convés ou esvaziam a latrina. Em verdade, se a velhice não está incumbida das mesmas tarefas que a juventude, seguramente ela faz mais e melhor. Não são nem a força nem a agilidade física, nem a rapidez que autorizam as grandes façanhas; as outras qualidades, como a sabedoria, a clarividência, o discernimento. Qualidades das quais a velhice não só não está privada, mas, ao contrário, pode muito especialmente se valer. CORREIA, Carlos Alexandre Costa. Homossexualidade e velhice: a dupla estigmatização. São Paulo: PUC, Adaptado. Considerando os termos destacados, é correto afirmar que a) a palavra os que inicia o parágrafo é um artigo que determina um nome subentendido. b) o complemento direto da forma verbal dissessem é à velhice. c) o sujeito do verbo dizer é determinado e está expresso no trecho, sendo representado pelo pronome demonstrativo que inicia o texto. d) o sujeito do verbo estar é indeterminado. e) os termos timão, mastros e convés sugerem a imprevisibilidade da maturidade. Texto para as questões 113 e 114 Dieta da sopa detox: seca até 2 kg em 7 dias Ela ajuda você a se livrar das toxinas. Se for acompanhada de um cardápio balanceado, melhor ainda: os quilinhos extras vão embora fácil, fácil! Por Eliane Contreras Quanto o friozinho chega, entram em cena o fondue de queijo e outros tantos pratos gordurosos fazendo que a dieta passe para segundo plano. Dá para ser diferente: reserve as comidas calóricas para os eventos especiais e, no dia a dia, compense os deslizes com sopa no jantar. É uma opção que também tem a ver com o inverno quentinha, conforta o estômago e aquece o corpo e, por ser de fácil digestão, não sobrecarrega o organismo. A economia nas calorias é certa! Os especialistas em alimentação afirmam que quem investe na sopa tende a realizar refeições mais leves do que aqueles que optam por outro tipo de prato. Então, adote-a como estratégia para manter o peso ou até perder alguns quilinhos. BOA FORMA tem uma proposta ainda melhor: optar pelas sopas detox. Elas deixam você menos suscetível ao acúmulo de líquido e toxinas. Isso significa tirar da frente dois grandes inimigos do corpo em forma: gordurinha extra e celulite! Dieta da sopa detox: seca até 2 kg em 7 dias. Disponível em: <www.boaforma.abril.com.br/dieta/tipos-dedieta-dietas-detox.shtml>. Acesso em: 6 abr Após a leitura do texto, é correto afirmar que a) o título do texto emprega o verbo secar no lugar de emagrecer a fim de intensificar o processo, o que pode ser considerado um exemplo de hipérbole. b) a repetição da palavra fácil foi um descuido do redator, uma vez que tal recurso nada acrescenta ao conteúdo do texto. c) a palavra ainda normalmente cria pressupostos nos textos, mas não é o que ocorre neste texto, quando funciona apenas como determinante da palavra dieta. d) o sufixo diminutivo empregado na palavra quilinhos apresenta sentido literal no texto, já que sugere que essa dieta só é recomendada para quem pretende emagrecer pouco. e) a palavra que inicia o texto, apesar de estranha, está correta, uma vez que quanto e quando se equivalem. 114 Assinale a alternativa que apresenta um comentário adequado acerca do texto. a) O termo fondue aparece destacado por ser uma palavra estrangeira que ainda não passou por processo de aportuguesamento. b) Por seu caráter persuasivo, pode-se afirmar que a linguagem que prevalece no texto é a denotativa. c) A variante linguística empregada no texto é a norma culta formal e isso se justifica pelo público a que se destina a matéria: médicos e especialistas no assunto. d) Os pontos de exclamação são dispensáveis em textos como esses, já que não expressam emoção de nenhuma espécie. e) No trecho Isso significa tirar da frente dois grandes inimigos do corpo em forma..., o termo destacado pode ser substituído por formação sem que isso implique alteração de sentido no texto. 1 2 Texto para as questões de números 115 a 118 Universos paralelos: afinal, que piração é essa? Físicos do mundo todo aceitam a hipótese de que o nosso universo não é o único a existir. Entenda por que esses estudiosos consideram a hipótese com seriedade. Por Felipe Arruda em 15 de Fevereiro de A ideia de múltiplos universos existindo simultaneamente e em dimensões paralelas está muito presente no imaginário popular. Diversos filmes, livros e programas de TV abordam o assunto de maneira intrigante. Mas para quem ainda não sabe o que é um universo paralelo, vale a pena um pouco de exercício mental. O nosso planeta é apenas um dos mundos que existem dentro do nosso sistema solar. Da mesma forma, o sistema solar em que nos encontramos é apenas um dos muitos da nossa galáxia, a Via Láctea. E de maneira análoga, essa é também apenas uma das bilhares de galáxias que já fomos capazes de fotografar. 12

13 3 Todo esse zoológico espacial que ainda possui bichos que nem citamos, como buracos negros, nebulosas, etc. fica dentro do nosso universo. E a parte boa é que somos capazes de estudar o nosso próprio universo. Porém, de tão grande sua extensão, a visão que temos dele é muito limitada. Para ter uma ideia dessa distância, imagine que não conseguimos observar parte dele, já que a luz emitida daqueles confins ainda não foi capaz de chegar até nós. Existe um clone seu em outra dimensão 4 Por si só, isso já é muito intrigante e chega a dar um nó na cabeça de algumas pessoas. Mas a situação fica ainda mais louca se levarmos em conta a hipótese de multiversos, ou seja, de que além do nosso universo existem muitos outros por aí, cada um em uma dimensão diferente o que nos impossibilita de entrar em contato com eles. 5 As teorias em cima dessa ideia são as mais alucinantes possíveis. Uma delas, por exemplo, diz que são tantos os universos paralelos que, em algum deles, existe outro você, vivendo em um mundo que pode ser igual ou diferente da Terra. E pode também existir um planeta igual ao nosso, mas com curso diferente da história, uma em que as torres do WTC não caíram e, quem sabe, até uma onde o Brasil seja a grande potência mundial. Mas o que leva cientistas a encarar essa ideia com 6 seriedade? De onde vem a base para acreditarem em múltiplos mundos? Para entender melhor isso, teremos que pensar um pouco sobre o Big Bang e alguns conceitos de física quântica. Mas com um pouco de calma e munidos das palavras publicadas pelo astrofísico teórico Ethan Siegel, conseguiremos entender isso. Aliás, em outro universo, você já entendeu! [...] Universos paralelos: afinal, que piração é essa? Disponível em: <www.tecmundo.com.br/fisica/19527-universos-paralelosafinal-que-piracao-e-essa-htm>. Acesso em: 6 abr Adaptado. 115 Apesar de se tratar de um artigo científico, o título do texto apresenta uma gíria: piração. Uma explicação coerente para o emprego desse termo nesse contexto é a) o fato de o artigo tratar de algo tão improvável que seu conteúdo não deve ser entendido seriamente. b) a busca por um pouco de leveza no trato de um assunto tão denso e convidar todo tipo de leitor a se interessar por seu conteúdo. c) a tentativa de aproximação apenas ao público jovem, uma vez que esse assunto só interessa a jovens que estão se preparando para o vestibular. d) empregar uma expressão usada nos anos setenta, já que esse assunto interessa mais a pessoas de décadas passadas. e) o uso da expressão não teve nenhuma finalidade específica, sendo neutra, como o próprio texto também é. 116 A sentença que sucede ao título, antecedendo o corpo do artigo, traz uma frase que cria um pressuposto no leitor. Assinale a alternativa que esclarece tal subentendido. a) Físicos de todo o mundo são descrentes. b) Há uma polêmica no mundo da Física atormentando os pesquisadores. c) O nosso universo não é o único a existir. d) A teoria dos universos paralelos parece, de fato, incrível. e) Não há argumentos suficientes para se crer na teoria dos universos paralelos. 117 Pode-se afirmar que o texto pertence ao gênero artigo de divulgação científica. Além disso, esse texto possui características de outros gêneros textuais. Assinale a alternativa que caracteriza corretamente o fragmento lido. a) É predominantemente narrativo, como se o autor estivesse contando uma história. b) É predominantemente descritivo, uma vez que caracteriza com detalhes as teorias dos físicos citados. c) É predominantemente dissertativo, já que ficam evidentes as divisões do texto em introdução, desenvolvimento e conclusão. d) É predominantemente dissertativo, porque a introdução contém a tese defendida e os parágrafos seguintes apresentam as últimas pesquisas nessa área em linguagem científica. e) É predominantemente dissertativo, por conta do conteúdo argumentativo, apesar da linguagem fácil e de não ter sido reproduzido na íntegra. 118 Assinale a alternativa correta acerca da estrutura do texto Universos paralelos: afinal, que piração é essa?. a) A introdução do texto já começa esclarecendo o ponto mais importante da reflexão proposta. b) A palavra análoga introduz uma comparação com a ideia seguinte no 2 o parágrafo e ela poderia ser substituída por contrária, sem que isso implicasse alteração de sentido no trecho em que aparece. c) Ao iniciar o 4 o parágrafo com a expressão Por si só, isso já é muito intrigante [...] o termo destacado é um marcador de coesão que antecipa o que se dirá no parágrafo seguinte. d) No 5 o parágrafo, ao empregar a expressão WTC o autor contou com o conhecimento de mundo de seu leitor, pressupondo que este saberia o significado da sigla. e) O 6 o parágrafo apresenta uma série de perguntas que o autor admite não terem respostas neste universo, mas que em um universo paralelo o leitor terá entendido tudo. 13

14 Leia os trechos da resenha a seguir para responder às questões 119 e 120. Crepúsculo, Lua Nova, Eclipse e Amanhecer, de Stephenie Meyer Esta resenha é em sua maior parte composta por traduções do artigo Twilight Sucks And Not In A Good Way, de Kellen Rice e contém spoilers. Contudo, também há diversas adaptações e opiniões minhas. Escritos pela americana Stephenie Meyer, a popularidade dos livros da série para jovens e adultos composta por Crepúsculo, Lua Nova, Eclipse, Amanhecer e Sol da Meia-noite atingiu números enormes. Com a adaptação para o cinema de Crepúsculo lançada em dezembro de 2008 no Brasil e uma venda de 1,3 milhões de livros no dia de lançamento de sua última edição, Meyer já não deve ter dúvidas de seu sucesso de uma romancista de primeira viagem para o primeiro lugar dos mais vendidos, foi uma subida muito rápida. [...] Crepúsculo (Twilight) é a história do assim chamado padrão de garota do século XXI, Bella Swan (Bonita Swan?), que é objeto de desejo de não um, não dois, mas um total de 5 rapazes de estilo romântico. Desses, o mais importante é o misterioso e hilário Edward Cullen. Pra começar, Bella desempenha o miserável papel de donzela algumas vezes e depois de 200 páginas de um suspense mal desenvolvido, descobrimos que Edward é, de fato, um vampiro. Não precisa ter medo, no entanto, pois ele e sua família são o tipo de vampiro chamado vegetariano, preferindo animais ao invés de humanos e, inexplicavelmente, frequentando o ensino médio. Esse primeiro livro trata do romance entre Bella e Edward e está constantemente inclinado a colocar Bella em situações perigosas para que seu adorado vampiro possa salvá-la. Tudo bem, você está dizendo. É um pouco extravagante, mas por que é tão ruim? Primeiro de tudo, os livros apresentam uma heroína que dificilmente consegue dar um passo sem precisar de algum garoto para ajudá-la. Na verdade, a série apresenta visões sexistas em sua quase totalidade o fato de que Bella desiste de suas ambições e planos para a faculdade com objetivo de casar-se com Edward; o fato de que ela é representada como uma Eva moderna, implorando por sexo ao nobre e moral cavalheiro, enquanto ele deseja preservar sua virgindade; o fato de seu relacionamento ser perigosamente doentio; e finalmente o fato de que quase todas as personagens femininas apresentadas no livro são caricaturas desesperançosamente negativas.[...] Crepúsculo, Lua Nova, Eclipse e Amanhecer, de Stephanie Meyer. Disponível em: <www.lendo.org/crepusculo-lua-nova-eclipseamanhecer-stephenie-meyer/>. Acesso em: 7 abr Adaptado. 119 A resenha crítica é uma espécie de resumo de uma obra em que o autor também expressa sua opinião. Nos trechos reproduzidos, a opinião do autor se revela em vários momentos, inclusive de forma irônica. Assinale a alternativa que apresenta um fragmento em que a linguagem irônica não foi empregada. a) Esta resenha é em sua maior parte composta por traduções do artigo Twilight Sucks And Not In A Good Way, de Kellen Rice. b) Meyer já não deve ter dúvidas de seu sucesso de uma romancista de primeira viagem para o primeiro lugar dos mais vendidos, foi uma subida muito rápida. c) Crepúsculo (Twilight) é a história do assim chamado padrão de garota do século XXI, Bella Swan (Bonita Swan?), que é objeto de desejo de não um, não dois, mas um total de 5 rapazes de estilo romântico. d) Não precisa ter medo, no entanto, pois ele e sua família são o tipo de vampiro chamado vegetariano, preferindo animais ao invés de humanos e, inexplicavelmente, frequentando o ensino médio. e) Tudo bem, você está dizendo. É um pouco extravagante, mas por que é tão ruim? Primeiro de tudo, os livros apresentam uma heroína que dificilmente consegue dar um passo sem precisar de algum garoto para ajudá-la. 120 Tendo em mente os recursos linguísticos de que dispõe o autor para construir seu texto, assinale a alternativa que traz uma afirmação incorreta. a) O autor utiliza recursos da pontuação, especialmente as aspas, para sugerir suas impressões acerca das leituras. b) O comentário entre parênteses é empregado para traduzir a ironia do autor. c) Ao apresentar perguntas, o autor pretende se aproximar do leitor, buscando criar uma atmosfera de cumplicidade. d) A linguagem empregada, com abreviações e ironias, é adequada ao texto. e) A linguagem formal que foi empregada aparece em inúmeras passagens, como percebe-se em: [...] e finalmente o fato de que quase todas as personagens femininas apresentadas no livro são caricaturas desesperançosamente negativas. 1 2 Texto para as questões 121 e 122 Diálogos Criativos [...] Num inusitado e prazeroso encontro, Domenico De Masi e Frei Betto debatem sobre alguns dos temas mais importantes da pós-modernidade: do avanço tecnológico à sociedade de consumo, da educação à filosofia, da teologia à política. Com pontos de vista ora coincidentes, ora conflitantes, mas muitas vezes complementares, ambos oferecem uma explanação sobre os rumos da humanidade, questionando de que forma as escolhas do presente estão construindo o amanhã que se anuncia. 14

15 Mediado pelo psicanalista e educador José Ernesto Bologna, esses diálogos representam mais do que um olhar sociológico sobre a nossa sociedade. São um tratado humanístico simples e acessível, valioso para todos aqueles que se preocupam com os rumos da educação, da cultura e da política de nosso tempo. Recorrendo ao vasto conhecimento histórico, à reflexão filosófica, à dialética teosófica e ao pensamento crítico, essa apaixonante e apaixonada discussão constrói e destrói conceitos na melhor tradição socrática. De um lado, um grande sociólogo, laico, de erudição assombrosa, que apresenta o melhor da tradição intelectual europeia. De outro, uma alma brasileira por excelência, educador, teólogo, político e apaixonado pelo povo. O resultado, Diálogos criativos, instiga nossa inteligência, estimula nossa curiosidade e aguça nossa percepção sobre alguns dos mais fundamentais temas da sociedade atual. Diálogos criativos. Disponível em: <www.esextante.com.br/ publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=3683&sid=2>. Acesso em: 8 abr Adaptado. 121 Com relação ao gênero do texto reproduzido, pode-se afirmar que a) trata-se de um editorial, já que traduz a opinião de um autor particularizado, sendo essencialmente descritivo. b) trata-se de uma sinopse, uma vez que resume uma obra de forma a despertar o interesse do leitor a ler o livro sintetizado. c) trata-se de um artigo de opinião, a julgar por seu teor argumentativo, discorrendo sobre uma questão polêmica. d) trata-se de uma resenha acadêmica, considerando a profundidade da análise que norteará pesquisadores da área. e) trata-se de uma reportagem, já que, com base em uma notícia, aprofunda um assunto que, no caso, é o lançamento do livro. 122 Levando em consideração os recursos linguísticos utilizados pelo autor, assinale a alternativa correta. a) Os dois pontos usados no 1 o parágrafo servem para aumentar a expectativa e confundir o leitor. b) A repetição da conjunção coordenativa ora no 2 o parágrafo indica a exclusão de um dos termos. c) O 3 o parágrafo se forma com base em uma relação de temporalidade, o que fica evidenciado pelo uso da conjunção mais do que. d) No 4 o parágrafo, o autor busca diferenciar os conceitos apresentados no livro daqueles relacionados à tradição socrática. e) No 5 o parágrafo, as palavras laico e assombrosa poderiam ser substituídas por leigo e admirável sem que houvesse alteração de sentido no trecho. Textos para a questão 123 Texto 1 Glossário do jogo de xadrez Glossário Relâmpago Tipo de jogo muito rápido, também conhecido por blitz, em que os competidores devem jogar uma partida em poucos minutos, geralmente 5 ou 10, cabendo a derrota àquele que levar mate nesse período ou cuja flecha, no relógio especial, cair primeiro. Disponível em: <www.soxadrez.com.br/conteudos/glossario>. Acesso em: 8 abr Texto 2 Dicionário on-line de português Relâmpago Significado de Relâmpago s.m. Clarão resultante de descarga elétrica que se produz entre duas nuvens ou entre uma nuvem e a terra. Fig. Luz intensa de curta duração. Fig. O que se passa rapidamente. Sinônimo de relâmpago: raio Definição de Relâmpago Classe gramatical: substantivo masculino Separação das sílabas: re-lâm-pa-go Plural: relâmpagos Disponível em: <www.dicio.com.br/relampago/>. Acesso em: 8 abr Ao comparar os textos 1 e 2, pode-se afirmar que a) o significado das palavras se constrói baseando-se em diferentes contextos nos quais elas se inserem. b) o verbete é um gênero textual, cuja ocorrência é limitada aos dicionários linguísticos de um idioma. c) uma mesma palavra dificilmente ocorre em diferentes vocabulários, como percebe-se nesse caso, em que o sentido denotativo é predominante nos dois textos. d) o que aproxima o tipo de jogo de xadrez chamado relâmpago ao significado dessa palavra no idioma português é o sentido literal e não figurativo que o vocábulo traz no dicionário. e) a palavra mate, usada no glossário de xadrez, serve para esclarecer ambiguidades no trecho do verbete. 124 O poeta Carlos Drummond de Andrade ( ) construiu em seus poemas inusitadas imagens poéticas nas quais une seres animados a seres inanimados. Nessas imagens, há a inserção dos objetos como coisas, construindo uma reificação ao contrário. Esta figuração, já consagrada na história da poesia recebe o nome de prosopopeia. Leia os poemas a seguir. 15

16 Cidadezinha qualquer Casas entre bananeiras mulheres entre laranjeiras pomar amor cantar. Um homem vai devagar. Um cachorro vai devagar. Um burro vai devagar. Devagar... as janelas olham. Eta vida besta, meu Deus. ANDRADE, Carlos Drummond de. Cidadezinha qualquer. In: Alguma poesia. Rio de Janeiro: Record, Poema de sete faces Quando nasci, um anjo torto desses que vivem na sombra disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida. As casas espiam os homens que correm atrás de mulheres. A tarde talvez fosse azul, não houvesse tantos desejos. [...] ANDRADE, Carlos Drummond de. Poema de sete faces. In: Alguma poesia. Rio de Janeiro: Record, Adaptado. Assinale a alternativa que traz os versos dos poemas em que está presente o recurso da prosopopeia. a) Casas entre bananeiras / Quando nasci, um anjo torto. b) Um homem vai devagar / A tarde talvez fosse azul. c) Um cachorro vai devagar. / que correm atrás de mulheres. d) Eta vida besta, meu Deus. / disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida. e) Devagar... as janelas olham. / As casas espiam os homens. 125 Observe as reproduções artísticas a seguir. Imagem 1 Imagem 2 A liberdade guiando o povo, de Eugène Delacroix. Galeria New Masters, Dresden, Alemanha Museu do Louvre, Paris, França Os quebradores de pedra, de Gustave Coubert. 16

17 Imagem 3 As damas de Avignon, de Pablo Picasso. Leia o seguinte fragmento retirado da obra História da Arte. Reagindo à excessiva fragmentação dos objetos e à destruição de sua estrutura, passaram ao Cubismo sintético. Basicamente, essa tendência procurou tornar as figuras novamente reconhecíveis. Mas apesar de ter havido uma certa recuperação da imagem real dos objetos, isso não significou o retorno a um tratamento realista do tema. PROENÇA, Graça. História da Arte. São Paulo: Ática, p Com base na observação das obras e na leitura do fragmento, assinale a alternativa correta. a) A imagem 1 está de acordo com as vanguardas europeias, ao retratar realisticamente o mundo. b) A imagem 2 representa uma arte crítica em meio à ascensão da Revolução Industrial. c) A imagem 3 e o fragmento estão de acordo com as vanguardas europeias, pois não apresentam um tratamento realista dos seus temas. d) Na imagem 2, há a idealização do trabalho, visto como benéfico e importante no desenvolvimento humano, como era tendência nas artes revolucionárias. e) A imagem 3 é uma representação do otimismo que cerca o início do século XX, frente à ascensão do capitalismo e à renovação das potências mundiais. (Enem) Leia os textos a seguir para responder à questão 126. Texto 1 O meu nome é Severino, não tenho outro de pia. Como há muitos Severinos, que é santo de romaria, deram então de me chamar Severino de Maria; como há muitos Severinos com mães chamadas Maria, do finado Zacarias Museu de Arte Moderna, Nova York, Estados Unidos mas isso ainda diz pouco: há muitos na freguesia, por causa de um coronel que se chamou Zacarias e que foi o mais antigo senhor desta sesmaria. Como então dizer quem fala Ora a vossas senhorias? MELO NETO, J. C. Obra Completa. Rio de Janeiro: Aguilar, Adaptado. Texto 2 João Cabral, que já emprestara sua voz ao rio, transfere-a, aqui, ao retirante Severino, que, como o Capibaribe, também segue no caminho do Recife. A autoapresentação do personagem, na fala inicial do texto, nos mostra um Severino que, quanto mais se define, menos se individualiza, pois seus traços biográficos são sempre partilhados por outros homens. SECCHIN, A. C. João Cabral: a poesia do menos. Rio de Janeiro: Topbooks, Com base no trecho de Morte e Vida Severina (Texto 1) e na análise crítica (Texto 2), observa- -se que a relação entre o texto poético e o contexto social a que ele faz referência aponta para um problema social expresso literariamente pela pergunta Como então dizer quem fala / Ora a vossas senhorias?. A resposta à pergunta expressa no poema é dada por meio da a) descrição minuciosa dos traços biográficos do personagem-narrador. b) construção da figura do retirante nordestino como um homem resignado com a sua situação. c) representação, na figura do personagem-narrador, de outros Severinos que compartilham sua condição. d) apresentação do personagem-narrador como uma projeção do próprio poeta, em sua crise existencial. e) descrição de Severino, que, apesar de humilde, orgulha-se de ser descendente do coronel Zacarias. (Enem) Leia o texto para responder à questão 127. No programa do balé Parade, apresentado em 18 de maio de 1917, foi empregada publicamente, pela primeira vez, a palavra sur-realisme. Pablo Picasso desenhou o cenário e a indumentária, cujo efeito foi tão surpreendente que se sobrepôs à coreografia. A música de Erik Satie era uma mistura de jazz, música popular e sons reais tais como tiros de pistola, combinados com as imagens do balé de Charlie Chaplin, caubóis e vilões, mágica chinesa e Ragtime. Os tempos não eram propícios para receber a nova mensagem cênica demasiado provocativa devido ao repicar da máquina de escrever, aos zumbidos de sirene e dínamo e aos rumores de aeroplano previstos por Cocteau para a partitura de Satie. Já a ação coreográfica confirmava a tendência marcadamente teatral da gestualidade cênica, dada pela justaposição, colagem de ações isoladas seguindo um estímulo musical. SILVA, S. M. O surrealismo e a dança. In: GUINSBURG, J.; LEIRNER (Org.). O surrealismo. São Paulo: Perspectiva, Adaptado. 17

18 127 As manifestações corporais na história das artes da cena muitas vezes demonstram as condições cotidianas de um determinado grupo social, como se pode observar na descrição do balé Parade, o qual reflete a) a falta de diversidade cultural na sua proposta estética. b) a alienação dos artistas em relação às tensões da Segunda Guerra Mundial. c) uma disputa cênica entre as linguagens das artes visuais, do figurino e da música. d) as inovações tecnológicas nas partes cênicas, musicais, coreográficas e de figurino. e) uma narrativa com encadeamentos claramente lógicos e lineares. (Enem) Leia o poema a seguir para responder à questão 128. Ai, palavras, ai, palavras que estranha potência a vossa! Todo o sentido da vida principia a vossa porta: o mel do amor cristaliza seu perfume em vossa rosa; sois o sonho e sois a audácia, calúnia, fúria, derrota... A liberdade das almas, ai! Com letras se elabora... E dos venenos humanos sois a mais fina retorta: frágil, frágil, como o vidro e mais que o aço poderosa! Reis, impérios, povos, tempos, pelo vosso impulso rodam... MEIRELES, C. Obra poética. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, Adaptado. 128 O fragmento destacado foi transcrito do Romanceiro da Inconfidência, de Cecília Meireles. Centralizada no episódio histórico da Inconfidência Mineira, a obra, no entanto, elabora uma reflexão mais ampla sobre a seguinte relação entre o homem e a linguagem a) a força e a resistência humanas superam os danos provocados pelo poder corrosivo das palavras. b) as relações humanas, em suas múltiplas esferas, têm seu equilíbrio vinculado ao significado das palavras. c) o significado dos nomes não expressa de forma justa e completa a grandeza da luta do homem pela vida. d) renovando o significado das palavras, o tempo permite às gerações perpetuar seus valores e suas crenças. e) como produto da criatividade humana, a linguagem tem seu alcance limitado pelas intenções e gestos. 129 Observe a imagem a seguir. Museu de Arte Moderna, Nova York, Estados Unidos Com traços rápidos, imagens atraentes e textos sucintos, o artista Toulouse-Lautrec inova com seus trabalhos artísticos nos quais retrata a vida noturna parisiense no fim do século XIX, dando início a uma nova forma de comunicação. Essas obras ficaram conhecidas como a) retrato. c) revista de anúncios. e) catálogos. b) releitura. d) cartazes publicitários. 18

19 130 No início do século XX as transformações e o contexto histórico trouxeram inúmeras possibilidades artísticas como, por exemplo, o aparecimento da fotografia que liberta as pinturas. Já, em contraponto ao movimento impressionista, que se preocupava com as sensações causadas pela luz, surge o Expressionismo, uma nova tendência artística preocupada em a) registrar o cotidiano. b) retratar as inquietações do ser humano. c) representar o mundo de modo realista. d) representar a natureza morta. e) resgatar o renascimento na pintura e na escultura. 131 As tendências artísticas surgidas no século XX consideravam que a representação realista não deveria mais ter um papel relevante. Surge a era da fotografia e os artistas se sentem livres para expressar toda a sua visão de uma sociedade que passa por transformações. Com base nessas informações, assinale a alternativa que reúne os movimentos artísticos do século XX que se aproximam da descrição. a) Impressionismo, Renascimento e Arte bizantina. b) Expressionismo, Fauvismo e Cubismo. c) Neoclassicismo, Arte Gótica e Barroco. d) Renascimento, Arte Gótica e Pré-História. e) Arte bizantina, Neoclassicismo e Impressionismo. 132 Alexander Calder, artista do século XX, em seu processo de simplificação da forma cria uma inovadora representação escultórica que traz movimento para o que até então era estático. Pode-se afirmar que as representações criadas por Calder eram a) estacas. b) quadros. c) móbiles. d) dormentes. e) estáveis. 133 A arquitetura moderna utiliza avançadas técnicas de emprego de ferro e concreto em suas construções, o que possibilita aos arquitetos criar estruturas mais leves e futuristas. Um brasileiro visionário conseguiu reconhecimento internacional por conta de seus magníficos feitos arquitetônicos. Assinale a alternativa que apresenta o nome desse arquiteto. a) Pablo Picasso b) Almeida Junior c) Heitor dos Prazeres d) Hélio Oiticica e) Oscar Niemeyer 134 (Enem) Lusofonia rapariga: s.f., fem. de rapaz: mulher nova; moça; menina; (Brasil), meretriz. Escrevo um poema sobre a rapariga que está sentada no café, em frente da chávena de café, enquanto alisa os cabelos com a mão. Mas não posso escrever este poema sobre essa rapariga porque, no brasil, a palavra rapariga não quer dizer o que ela diz em portugal. Então, terei de escrever a mulher nova do café, a jovem do café, a menina do café, para que a reputação da pobre rapariga que alisa os cabelos com a mão, num café de lisboa, não fique estragada para sempre quando este poema atravessar o atlântico para desembarcar no rio de janeiro. E isto tudo sem pensar em áfrica, porque aí lá terei de escrever sobre a moça do café, para evitar o tom demasiado continental da rapariga, que é uma palavra que já me está a pôr com dores de cabeça até porque, no fundo, a única coisa que eu queria era escrever um poema sobre a rapariga do café. A solução, então, é mudar de café, e limitar-me a escrever um poema sobre aquele café onde nenhuma rapariga se pode sentar à mesa porque só servem café ao balcão. JÚDICE, N. Matéria do poema. Lisboa: D. Quixote, O texto traz em relevo as funções metalinguística e poética. Seu caráter metalinguístico justifica-se pela a) discussão da dificuldade de se fazer arte inovadora no mundo contemporâneo. b) defesa do movimento artístico da pós-modernidade, típico do século XX. c) abordagem de temas do cotidiano, em que a arte se volta para assuntos rotineiros. d) tematização do fazer artístico, pela discussão do ato de construção da própria obra. e) valorização do efeito de estranhamento causado no público, o que faz a obra ser reconhecida. 135 (Enem) Dois compadres viajavam de carro por uma estrada de fazenda quando um bicho cruzou a frente do carro. Um dos compadres falou: Passou um largato ali! O outro perguntou: Lagarto ou largato? O primeiro respondeu: Num sei não, o bicho passou muito rápido. Piadas coloridas. Rio de Janeiro: Gênero, Na piada, a quebra de expectativa contribui para produzir o efeito de humor. Esse efeito ocorre porque um dos personagens a) reconhece a espécie do animal avistado. b) tem duvida sobre a pronúncia do nome do réptil. c) desconsidera o conteúdo linguístico da pergunta. d) constata o fato de um bicho cruzar a frente do carro. e) apresenta duas possibilidades de sentido para a mesma palavra. 19

20 Matemática e suas tecnologias Questões 136 a (Enem) O gráfico fornece os valores das ações da empresa XPN, no período das 10 às 17 horas, num dia em que elas oscilaram acentuadamente em curtos intervalos de tempo. Valor da Ação (em reais) Tempo (em horas) Neste dia, cinco investidores compraram e venderam o mesmo volume de ações, porém em horários diferentes, de acordo com a seguinte tabela. Investidor Hora da Compra Hora da Venda 1 10h 15h 2 10h 17h 3 13h 15h 4 15h 16h 5 16h 17h Com relação ao capital adquirido na compra e venda das ações, qual investidor fez o melhor negócio? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) (Enem) O diretor de uma escola convidou os 280 alunos do terceiro ano a participarem de uma brincadeira. Suponha que existam 5 objetos e 6 personagens numa casa de 9 cômodos; um dos personagens esconde um dos objetos em um dos cômodos da casa. O objetivo da brincadeira é adivinhar qual objeto foi escondido por qual personagem e em qual cômodo da casa o objeto foi escondido. Todos os alunos decidiram participar. A cada vez um aluno é sorteado e dá a sua resposta. As respostas devem ser sempre distintas das anteriores, e um mesmo aluno não pode ser sorteado mais de uma vez. Se a resposta do aluno estiver correta, ele é declarado vencedor e a brincadeira é encerrada. O diretor sabe que algum aluno acertará a resposta porque há a) 10 alunos a mais do que possíveis respostas distintas. b) 20 alunos a mais do que possíveis respostas distintas. c) 119 alunos a mais do que possíveis respostas distintas. d) 260 alunos a mais do que possíveis respostas distintas. e) 270 alunos a mais do que possíveis respostas distintas. 138 (Enem) Em um jogo há duas urnas com 10 bolas de mesmo tamanho em cada uma. A tabela a seguir indica as quantidades de bolas de cada cor em cada urna. Cor Urna 1 Urna 2 Amarela 4 0 Azul 3 1 Branca 2 2 Verde 1 3 Vermelha 0 4 Uma jogada consiste em: 1 o ) o jogador apresenta um palpite sobre a cor da bola que será retirada, por ele, da urna 2; 2 o ) ele retira, aleatoriamente, uma bola da urna 1 e a coloca na urna 2, misturando-a com as que lá estão; 3 o ) em seguida ele retira, também aleatoriamente, uma bola da urna 2; 4 o ) se a cor da última bola retirada for a mesma do palpite inicial, ele ganha o jogo. Qual cor deve ser escolhida pelo jogador para que ele tenha a maior probabilidade de ganhar? a) Azul. d) Verde. b) Amarela. e) Vermelha. c) Branca. 139 (Enem) As frutas que antes se compravam por dúzias, hoje em dia, podem ser compradas por quilogramas, existindo também a variação dos preços de acordo com a época de produção. Considere que, independente da época ou variação de preço, certa fruta custa R$ 1,75 o quilograma. Dos gráficos a seguir, o que representa o preço m pago em reais pela compra de n quilogramas desse produto é a) m 1,75 1 n 20

ENEM / Língua espanhola. Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Prof: Valdiene A Gomes

ENEM / Língua espanhola. Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Prof: Valdiene A Gomes ENEM / Língua espanhola Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Prof: Valdiene A Gomes A matriz de referência Aferição das estruturas mentais com as quais construímos

Leia mais

PROVAS COMENTADAS - INGLÊS -

PROVAS COMENTADAS - INGLÊS - VIVA LA VIDA - Coldplay (MARTIN, C. Viva la vida, Coldplay. In: Viva la vida or Death and all his friends. Parlophone, 2008.) PROVAS COMENTADAS - INGLÊS - I used to role the world / Seas would rise when

Leia mais

Quem somos: Movimento CONTRA a Redução da Maioridade Penal

Quem somos: Movimento CONTRA a Redução da Maioridade Penal Quem somos: Movimento CONTRA a Redução da Maioridade Penal Tema de luta histórica de entidades governamentais e não governamentais campanhas, grupos, redes, pastorais, conselhos ligadas, sobretudo aos

Leia mais

Disponível em: http://www.chile.com. Acesso em: 27 abr. 2010 (adaptado).

Disponível em: http://www.chile.com. Acesso em: 27 abr. 2010 (adaptado). La cueca chilena La cueca es la danza nacional de Chile, la protagonista de las celebraciones y festividades criollas. Su origen no está claramente definida, ya que investigadores la vinculan a culturas

Leia mais

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso TEXTO 1 Leia o texto abaixo e nas alternativas de múltipla escolha, assinale a opção correta. INTERCÂMBIO BOA VIAGEM 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Cursos de intercâmbio são uma

Leia mais

Classes Gramaticais: Pronome

Classes Gramaticais: Pronome Classes Gramaticais: Pronome Conceito É a palavra que representa uma pessoa do discurso. Pode se referir a um substantivo ou simplesmente substituí-lo. Ex.: Maria, vi os teus lábios, mas não os beijei.

Leia mais

Viva la Vida. Questão 91

Viva la Vida. Questão 91 Enem 2010 English Questão 91 Viva la Vida I used to rule the world Seas would rise when I gave the word Now in the morning and I sleep alone Sweep the streets I used to own I used to roll the dice Feel

Leia mais

32 explican como un enfrentamiento de raíces étnicas entre árabes y africanos, la realidad 33 es más compleja. 34 Hay que tener en cuenta el

32 explican como un enfrentamiento de raíces étnicas entre árabes y africanos, la realidad 33 es más compleja. 34 Hay que tener en cuenta el Cambio climático 1 En el año 2007 el cambio climático logró por fin situarse en la agenda política global 2 como uno de los grandes problemas que afronta la humanidad. Así lo reflejaron las 3 conclusiones

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012 RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012 1º DIA Prova de Língua Portuguesa Questão 2 Na questão 2, o enunciado diz claramente que o que se está avaliando é o significado que

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação I - Proposta de Redação INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação A proposta de redação do vestibular do ITA pode ser composta de textos verbais, não verbais (foto ou ilustração,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE PSICOLOGIA CONSELHO DO DA UnB SE POSICIONA CONTRA A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL O Conselho do (CIP/UnB) da, instância máxima do Curso de Psicologia (graduação e pós-graduação), em Reunião Ordinária de 23 de junho

Leia mais

GABARITO ITA - 2013/2014

GABARITO ITA - 2013/2014 GABARITO ITA - 2013/2014 INGLÊS PORTUGUÊS 01. A 21. B 02. E 22. C 03. A 23. A 04. B 24. D 05. B 25. A 06. A 26. C 07. E 27. B 08. E 28. E 09. E 29. D 10. D 30. E 11. C 31. C 12. B 32. B 13. D 33. A 14.

Leia mais

Como dizer quanto tempo leva para em inglês?

Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Você já se pegou tentando dizer quanto tempo leva para em inglês? Caso ainda não tenha entendido do que estou falando, as sentenças abaixo ajudarão você a entender

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2015/2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (PROVA 3) 1º Ano / Ensino Médio

CONCURSO DE ADMISSÃO 2015/2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (PROVA 3) 1º Ano / Ensino Médio Leia atentamente o texto 1 e responda às questões de 01 a 06, assinalando a única alternativa correta. Texto 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

Leia mais

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal.

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 1. A legenda mais apropriada para a charge é: A poluição é uma arma que pode matar. Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 02.

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO PREFEITURA MUNICIPAL DE CANAÃ DOS CARAJÁS CONCURSO PÚBLICO PROVA OBJETIVA: 13 de abril de 2014 NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO AGENTE DE SERVIÇOS DE ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO, AGENTE DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA

Leia mais

ÁLCOOL E JOVENS. O que um jovem precisa saber. para evitar problemas.

ÁLCOOL E JOVENS. O que um jovem precisa saber. para evitar problemas. ÁLCOOL E JOVENS O que um jovem precisa saber para evitar problemas. Cerveja, vinhos, caipirinha, chope: elementos da vida cotidiana de muita gente. Essas bebidas ajudam a celebrar datas festivas, a selar

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

A redução da maioridade penal não é a solução

A redução da maioridade penal não é a solução A redução da maioridade penal não é a solução Mandato do Deputado Estadual Marcelo Freixo 2 Redação: Ana Marcela Terra Bruno Villa Sidney Teles Tomás Ramos Edição: Renata Souza Revisão: Bruno Villa Fotos:

Leia mais

Concurso Público para Admissão ao Bacharelado

Concurso Público para Admissão ao Bacharelado Concurso Público para Admissão ao Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública da Polícia Militar do Estado de São Paulo Assinatura do Candidato 2. Prova de Escolaridade (Parte II) INSTRUÇÕES

Leia mais

Considerando a função social das informações geradas nos sistemas de comunicação e informação, o ambiente virtual descrito no texto exemplifica

Considerando a função social das informações geradas nos sistemas de comunicação e informação, o ambiente virtual descrito no texto exemplifica 01) O "Portal Domínio Público", lançado em novembro de 2004, propõe o compartilhamento de conhecimentos de forma equânime e gratuita, colocando à disposição de todos os usuários da Internet, uma biblioteca

Leia mais

Enem. Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade!

Enem. Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade! Enem Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade! Não tem mais para onde correr: O resto dos seus dias depende disso. Ou pelo menos é assim

Leia mais

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA A EVOLUÇÃO DA ESCRITA Percebemos a partir da observação das imagens exibidas no vídeo A EVOLUÇÃO DA ESCRITA que o homem sempre buscou muitas formas de transmitir pensamentos. O texto é uma das formas mais

Leia mais

Planejamento estratégico

Planejamento estratégico espaço ibero-americano espacio iberoamericano Planejamento estratégico Quem somos, onde queremos ir e como chegaremos lá são indagações necessárias em todas as escolas Como qualquer empresa, instituições

Leia mais

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens PAG - 1 1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens Marque no cartão de respostas a única alternativa que responde de maneira correta ao pedido de cada item: PORTUGUÊS Considere

Leia mais

Proposta de Redação estilo ENEM

Proposta de Redação estilo ENEM 14 Nem todo uso de álcool leva ao abuso, porém todo abuso encontra o uso moderado na sua origem. Klaus Rehfeldd Proposta de Redação estilo ENEM Texto I Texto II Proibida para menores de 18 anos, as bebidas

Leia mais

PESQUISA IBOPE / INSTITUTO AVON

PESQUISA IBOPE / INSTITUTO AVON PESQUISA IBOPE / INSTITUTO AVON PERCEPÇÕES E REAÇÕES DA SOCIEDADE SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER 2009 PARCERIAS INSTITUTO PATRÍCIA GALVÃO Planejamento e supervisão da pesquisa IBOPE INTELIGÊNCIA Campo

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P-1 tipo D-5 Língua Portuguesa (P-1) Ensino Fundamental 5º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos

Leia mais

Curso FIC Espanhol Intermediário

Curso FIC Espanhol Intermediário Curso FIC Espanhol Intermediário Descrição do Curso O Curso tem como objetivo o desenvolvimento de habilidades intermediárias de compreensão, conversação, leitura e escrita da língua espanhola, com o intuito

Leia mais

Edital de Abertura do Concurso Público Prefeitura de Morro Agudo de Goiás - GO n o 01/2014 CARGO

Edital de Abertura do Concurso Público Prefeitura de Morro Agudo de Goiás - GO n o 01/2014 CARGO IBEG Instituto Brasileiro deeducação egestão Edital de Abertura do Concurso Público Prefeitura de Morro Agudo de Goiás - GO n o 01/2014 CARGO Operador de Máquinas Pesadas de Médio Porte, Trator de Pneus

Leia mais

Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade

Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade Helena C. Buescu, Luís C. Maia, Maria Graciete Silva, Maria Regina Rocha 10.º Ano: Oralidade Compreensão do Oral Objetivo Compreender

Leia mais

Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa

Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa Técnico Concomitante ou Subsequente ao Ensino Médio Instruções Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno. Assine

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ZERO Instruções REDAÇÃO Você deve desenvolver seu texto em um dos gêneros apresentados nas propostas de redação. O tema é único para as três propostas. O texto deve ser redigido em prosa. A fuga do tema

Leia mais

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as.

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as. FICHA DA SEMANA 5º ANO A / B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas. Nível Fundamental Incompleto. Águas e Esgoto. 22.01.2012 - Tarde

Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas. Nível Fundamental Incompleto. Águas e Esgoto. 22.01.2012 - Tarde Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas Nível Fundamental Incompleto Águas e Esgoto 22.01.2012 - Tarde LÍNGUA PORTUGUESA AJUDANTE / AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS / OPERADOR DE BOMBAS 22.01

Leia mais

Eu também passei por esse problema

Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema 1- ACHO QUE NÃO Bem, como

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

PROVA DE REDAÇÃO 2º TRIMESTRE DE 2010 PROFª DEBORAH

PROVA DE REDAÇÃO 2º TRIMESTRE DE 2010 PROFª DEBORAH PROVA DE REDAÇÃO 2º TRIMESTRE DE 2010 PROFª DEBORAH NOME Nº 8 ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente

Leia mais

03. Resposta: E. Página 552 02.

03. Resposta: E. Página 552 02. Orações coordenadas Página 550 a) O aquecimento excessivo do planeta é um fato incontestável [1], por isso muitos países já implantaram programas de redução de poluentes [2], mas / porém / no entanto o

Leia mais

COMO CRIAR UMA LISTA DE EMAILS GASTANDO MUITO POUCO

COMO CRIAR UMA LISTA DE EMAILS GASTANDO MUITO POUCO COMO CRIAR UMA LISTA DE EMAILS GASTANDO MUITO POUCO O dinheiro está na lista Junte emails e você estará mais perto da lista dos homens mais ricos do mundo. Essa é uma frase repleta de exageros, mas foi

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com

Leia mais

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG Um cacique kaingang, meu amigo, me escreveu pedindo sugestões para desenvolver, no Dia do Índio, o seguinte tema em uma palestra: "Os Valores Culturais da Etnia Kaingáng".

Leia mais

Questões de gênero. Masculino e Feminino

Questões de gênero. Masculino e Feminino 36 Questões de gênero Masculino e Feminino Pepeu Gomes Composição: Baby Consuelo, Didi Gomes e Pepeu Gomes Ôu! Ôu! Ser um homem feminino Não fere o meu lado masculino Se Deus é menina e menino Sou Masculino

Leia mais

DEVOLUTIVA ESTE JOVEM 2010 - INTERNET

DEVOLUTIVA ESTE JOVEM 2010 - INTERNET DEVOLUTIVA ESTE JOVEM 2010 - INTERNET INTRODUÇÃO Olá pessoal! Antes de começar a análise dos dados queria agradecer a participação de todos que responderam a pesquisa desse ano do projeto Este Jovem Brasileiro.

Leia mais

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto 15.01.2012 - TARDE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO FALTA PEDREIRO Superinteressante São Paulo, Abril, n. 280 Falta pedreiro, estão reclamando os mestres

Leia mais

Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo

Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo Caro Monitor, Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo Esta oficina tem como objetivo geral favorecer o primeiro contato do aluno da EJA Ensino Médio com o tipo textual que será exigido

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios...

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios... Conteúdo Aviso Legal...6 Sobre o autor... 7 Prefácio... 8 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11 2. Importação Seus Mistérios... 14 2.1 Importar é Legal?... 15 2.2 Por Que Importar?... 15 2.3

Leia mais

VIOLÊNCIA, A NOVA ORDEM MUNDIAL? Guila Azevedo

VIOLÊNCIA, A NOVA ORDEM MUNDIAL? Guila Azevedo Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: VIOLÊNCIA, A NOVA ORDEM MUNDIAL? Guila Azevedo Não me

Leia mais

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga?

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga? Abdias Aires 2º Ano EM Arthur Marques 2º Ano EM Luiz Gabriel 3º Ano EM Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam

Leia mais

São Bernardo do Campo Professor de Educação Básica I - Fundamental (Anos Iniciais) e Professor de Educação Básica I - Infantil

São Bernardo do Campo Professor de Educação Básica I - Fundamental (Anos Iniciais) e Professor de Educação Básica I - Infantil Índice Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo Professor de Educação Básica I - Fundamental (Anos Iniciais) e Professor de Educação Básica I - Infantil EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO PÚBLICO - N

Leia mais

Prova Objetiva Prova de Redação

Prova Objetiva Prova de Redação CAp - FUNEMAC 2014 1ª série do Ensino Médio Prova Objetiva Prova de Redação 10/11/2013 Este caderno, com 20 páginas numeradas, contém 40 questões objetivas de Língua Portuguesa e de Matemática, além da

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: N.º de inscrição: Documento de identificação: N.º: Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2011 DIREITO PROVA DISCURSIVA

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2011 DIREITO PROVA DISCURSIVA ESCREVA AQUI SEU NÚMERO DE INSCRIÇÃO: PROVA DISCURSIVA - O presente caderno contém 0 (três) questões de História e 0 (três) questões de Geografia, dentre as quais você deverá escolher DUAS de cada disciplina

Leia mais

Inglês Instrumental. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 75p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Inglês Instrumental. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 75p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor José Ricardo Moreira Pós graduado em Literatura e autor de literatura para jovens de todas as idades, como prefere classificar as narrativas alinhadas com os grandes temas da atualidade. Em meados

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BS) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BS) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BS) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Pesquisa Qualitativa. Lideranças de Movimentos Sociais e Segmentos da População Abril 2007

Pesquisa Qualitativa. Lideranças de Movimentos Sociais e Segmentos da População Abril 2007 Pesquisa Ibope Pesquisa Qualitativa Lideranças de Movimentos Sociais e Segmentos da População Abril 2007 Metodologia Estudo do tipo qualitativo, envolvendo duas técnicas complementares: 1) Entrevistas

Leia mais

Matriz de Língua Portuguesa de 3ª série - Ensino Médio Comentários sobre os Tópicos e Descritores Exemplos de itens

Matriz de Língua Portuguesa de 3ª série - Ensino Médio Comentários sobre os Tópicos e Descritores Exemplos de itens Matriz de Língua Portuguesa de 3ª série - Ensino Médio Comentários sobre os Tópicos e Descritores Exemplos de itens TÓPICO V RELAÇÃO ENTRE RECURSOS EXPRESSIVOS E EFEITOS DE SENTIDO O uso de recursos expressivos

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

Cartilha da CRianca e do adolescente

Cartilha da CRianca e do adolescente Cartilha da CRianca e do adolescente Mais um dia vivido pela familia Brasilino Oi, pessoal, cheguei! Oi, filho, tudo bem? Hum... que cheiro bom! Tô morrendo de fome! Vou lá dentro lavar as mãos, guardar

Leia mais

EMTI JARDIM NOVO MUNDO Goiânia, 14 de junho de 2013 Tabulação do questionário Assembleia do Estudantes

EMTI JARDIM NOVO MUNDO Goiânia, 14 de junho de 2013 Tabulação do questionário Assembleia do Estudantes EMTI JARDIM NOVO MUNDO Goiânia, 14 de junho de 2013 Tabulação do questionário Assembleia do Estudantes Sim (32) Não (00) Sim (12) Nulo (20) 01 Está gostando das aulas? Estão atendendo suas expectativas?

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

ATENDENTE DE CRECHE. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40

ATENDENTE DE CRECHE. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40 CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO PRETO - SC ATENDENTE DE CRECHE Nome do (a) Candidato (a) Número de Inscrição Este caderno de questões está assim constituído: DISCIPLINAS Nº

Leia mais

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PROPOSTA DE AÇÃO Sensibilizar os professores sobre a importância de incentivar seus alunos a participarem do Concurso

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

Meu pai disse-me, à porta do Ateneu, que eu ia encontrar ( que eu encontraria ) o mundo e que (eu) tivesse coragem para a luta.

Meu pai disse-me, à porta do Ateneu, que eu ia encontrar ( que eu encontraria ) o mundo e que (eu) tivesse coragem para a luta. Tipos de Discurso (exercícios para fixação de conteúdo, bem como material de consulta e estudo). 1. Transforme a fala abaixo em um discurso indireto. Para tal, imagine que há, na cena, um narrador que

Leia mais

Relatório completo de proficiência da língua inglesa

Relatório completo de proficiência da língua inglesa Relatório completo de proficiência da língua inglesa 1 2 Entenda a avaliação Nesta avaliação de proficiência de inglês como língua estrangeira, quantificamos e identificamos o nível e perfil atual do candidato,

Leia mais

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them?

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them? GUIÃO A Prova construída pelos formandos e validada pelo GAVE, 1/7 Grupo: Chocolate Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas 1º Momento Intervenientes

Leia mais

Um café em Madri com Ian Gibson, prato principal: Federico Garcia Lorca - Por Syntia Pereira Alves

Um café em Madri com Ian Gibson, prato principal: Federico Garcia Lorca - Por Syntia Pereira Alves Um café em Madri com Ian Gibson, prato principal: Federico Garcia Lorca - Por Syntia Pereira Alves Ian Gibson, irlandes, mas desde 1984, cidadão espanhol. Hispanista internacionalmente reconhecido por

Leia mais

Antes de tudo... Obrigado!

Antes de tudo... Obrigado! Antes de tudo... Obrigado! Eu, Luiz Felipe S. Cristofari, agradeço por ter baixado esse PDF. Criei esse material para ajudar você a ter mais sucesso com suas ideias na internet e fico muito feliz quando

Leia mais

SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE

SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE Escola de Tempo Integral Experiências Matemáticas 7º ANO (6ª série) SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE Este é um material em construção que contém os capítulos de apoio das atividades

Leia mais

Domínio de linguagens

Domínio de linguagens Entre linhas... Domínio de linguagens 4 junho/2009. Considere a figura a seguir, para responder à questão. a) Que tipo de manifestação cultural essa figura retrata? b) Cite mais dois exemplos dessa mesma

Leia mais

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série).

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série). INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A EJA 1- Você se matriculou em um CURSO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA). Esse curso tem a equivalência do Ensino Fundamental. As pessoas que estudam na EJA procuram um curso

Leia mais

Manual de Aplicação do Jogo da Escolha. Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas

Manual de Aplicação do Jogo da Escolha. Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas Manual de Aplicação do Jogo da Escolha Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas 1 1. Como o jogo foi elaborado O Jogo da Escolha foi elaborado em 1999 pelo Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas

Leia mais

Você Dona do Seu Tempo Editora Gente

Você Dona do Seu Tempo Editora Gente INTRODUÇÃO Basta ficar atento ao noticiário para ver que o assunto mais citado nos últimos tempos varia entre os temas de estresse, equilíbrio e falta de tempo. A Qualidade de Vida está em moda no mundo

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

OBJETIVOS 2 o TRIMESTRE 2014 9 os ANOS LÍNGUA PORTUGUESA. Objetivos Essenciais:

OBJETIVOS 2 o TRIMESTRE 2014 9 os ANOS LÍNGUA PORTUGUESA. Objetivos Essenciais: OBJETIVOS 2 o TRIMESTRE 2014 9 os ANOS LÍNGUA PORTUGUESA Desenvolver estratégias leitoras: extrapolar as informações do texto após relacionar dados presentes nele, antecipar o desenvolvimento de uma história

Leia mais

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos:

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos: Concordância Na aula de hoje, estudaremos os principais tipos e ocorrências de itens relacionados à concordância verbal cobrados nos vestibulares do país. Nesse sentido, é válido lembrar que serão observadas

Leia mais

CORRA, BERNARDO, CORRA!

CORRA, BERNARDO, CORRA! SINOPSE Bernardo precisa sair do prédio onde mora o mais rápido possível, mas o elevador não funciona, e então ele precisa descer as escadas. Como o garoto conhece quase todo mundo no prédio, os moradores

Leia mais

ensino médio e pré-vestibular questão com resolução em vídeo/lplb

ensino médio e pré-vestibular questão com resolução em vídeo/lplb Onde queres comício, flipper-vídeo E onde queres romance, rock n roll Onde queres a lua, eu sou o sol E onde a pura natura, o inseticídio Onde queres mistério, eu sou a luz E onde queres um canto, o mundo

Leia mais

Teste de Habilidade Específica - THE

Teste de Habilidade Específica - THE LEIA COM ATENÇÃO 1. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 2. Preencha os dados pessoais. 3. Autorizado o inicio da prova, verifique se este caderno

Leia mais

Plugado. Fique atento a Vac inação!

Plugado. Fique atento a Vac inação! Saúde e bem estar Plugado Fique atento a Vac inação! No último mês o Ministério da Saúde prorrogou a faixa etária de vacinação contra a Hepatite B e a partir de agora, mulheres com até 49 anos podem se

Leia mais

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

Construindo uma cultura de paz. Tornando-se política pública

Construindo uma cultura de paz. Tornando-se política pública Construindo uma cultura de paz Em 2000, no marco do Ano Internacional para uma cultura de paz, a Representação da UNESCO no Brasil lançou o Programa Abrindo Espaços: educação e cultura para a paz, uma

Leia mais

AJUDANTE DE CARGA / DESCARGA I

AJUDANTE DE CARGA / DESCARGA I 01 LIQUIGÁS EDITAL N o 1, LIQUIGÁS PSP - 02/12 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este caderno, com o enunciado das 30 (trinta) questões objetivas,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 01

PROCESSO SELETIVO 01 PROCESSO SELETIVO 01 Caro Vestibulando! Seja bem vindo! Neste Processo Seletivo estamos ofertando os Cursos de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, Direito, Turismo com Linha de formação em

Leia mais

Cara Professora, Caro Professor,

Cara Professora, Caro Professor, A olhinhos menina de rasgados Cara Professora, Caro Professor, Estamos oferecendo a você e a seus alunos um belo livro de narrativa A menina de olhinhos rasgados, do premiado autor mineiro Vanderlei Timóteo.

Leia mais

COMBINADOS PARA O SEMESTRE:

COMBINADOS PARA O SEMESTRE: COMBINADOS PARA O SEMESTRE: Temas de redação serão dados durantes as aulas. É importante pesquisá-los e estudá-los, pois alguns deles serão utilizados para as produções em sala ou em simulados; Toda a

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE O Diretor Geral da Faculdade MELIES de Tecnologia, credenciada pela Portaria MEC Número 1.018, de 5 de dezembro de 2014 e publicada no Diário Oficial

Leia mais