Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS. Relatório de Procedimento com Habilitação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS. Relatório de Procedimento com Habilitação"

Transcrição

1 Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS Relatório de Procedimento com Habilitação 24/01/2008 Pág:.1 Grupo: 02-PROCEDIMENTOS COM FINALIDADE DIAGNOSTICA Sub-Grupo: 01-COLETA DE MATERIAL 01-COLETA DE MATERIAL POR MEIO DE PUNCAO/BIOPSIA > BIOPSIA DE CORPO VERTEBRAL A CEU ABERTO 1604-COLUNA E DOS NERVOS PERIFERICOS 2501-UNIDADE DE ATENCAO ESPECIALIZADA EM TRAUMATO-ORTOPEDIA > BIOPSIA DE CORPO VERTEBRAL LAMINA E PEDICULO VERTEBRAL (POR DISPOSITIVO GUIADO) 1604-COLUNA E DOS NERVOS PERIFERICOS 2501-UNIDADE DE ATENCAO ESPECIALIZADA EM TRAUMATO-ORTOPEDIA > BIOPSIA DE ENDOCARDIO / MIOCARDIO 0801-UNIDADE DE ASSISTENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE CARDIOVASCULAR 0802-CENTRO DE REFERENCIA EM ALTA COMPLEXIDADE CARDIOVASCULAR 0803-CIRURGIA CARDIOVASCULAR E PROCEDIMENTOS EM CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA 0804-CIRURGIA CARDIOVASCULAR PEDIATRICA 0806-CIRURGIA VASCULAR E PROCEDIMENTOS ENDOVASCULARES EXTRACARDIACOS 0807-LABORATORIO DE ELETROFISIOLOGIA, CIRURGIA CARDIOVASCULAR E PROCEDIMENTOS DE CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA > BIOPSIA DE LAMINA PEDICULO E PROCESSOS VERTEBRAIS (A CEU ABERTO) 1604-COLUNA E DOS NERVOS PERIFERICOS Página: 1

2 Pág: UNIDADE DE ATENCAO ESPECIALIZADA EM TRAUMATO-ORTOPEDIA > BIOPSIA ESTEREOTAXICA 1607-TRATAMENTO NEUROCIRURGICO DA DOR E FUNCIONAL > BIOPSIAS MULTIPLAS P/ ESTADIAMENTO Sub-Grupo: 02-DIAGNOSTICO EM LABORATORIO CLINICO 03-EXAMES SOROLOGICOS E IMUNOLOGICOS > CONTAGEM DE LINFOCITOS CD4/CD LABORATORIO PARA CD4/CD8, CARGA VIRAL > QUANTIFICACAO DE RNA DO HIV LABORATORIO PARA CD4/CD8, CARGA VIRAL 11-EXAMES PARA TRIAGEM NEONATAL > DETECCAO DE VARIANTES DA HEMOGLOBINA (DIAGNOSTICO TARDIO) > DETECCAO MOLECULAR DE MUTACAO EM HEMOGLOBINOPATIAS (CONFIRMATORIO) > DETECCAO MOLECULAR EM FIBROSE CISTICA (CONFIRMATORIO) Página: 2

3 Pág: > DOSAGEM DE FENILALANINA (CONTROLE / DIAGNOSTICO TARDIO) 1405-CENTRO DE REFERENCIA EM TRIAGEM NEONATAL /ACOMPANHAMENTO E TRATAMENTO DE DOENCAS CONGENITAS - FENILCETONURIA/HIPOTIREOIDISMO CONGEN > DOSAGEM DE FENILALANINA E TSH OU T CENTRO DE REFERENCIA EM TRIAGEM NEONATAL /ACOMPANHAMENTO E TRATAMENTO DE DOENCAS CONGENITAS - FENILCETONURIA/HIPOTIREOIDISMO CONGEN > DOSAGEM DE FENILALANINA E TSH (T4) (P/ DETECCAO DA VARIANTE HEMOGLOBINA) > DOSAGEM DE TRIPSINA IMUNORREATIVA > DOSAGEM DE TSH E T4 LIVRE (CONTROLE / DIAGNOSTICO TARDIO) 1405-CENTRO DE REFERENCIA EM TRIAGEM NEONATAL /ACOMPANHAMENTO E TRATAMENTO DE DOENCAS CONGENITAS - FENILCETONURIA/HIPOTIREOIDISMO CONGEN Sub-Grupo: 09-DIAGNOSTICO POR ENDOSCOPIA 04-APARELHO RESPIRATORIO > VIDEOTORACOSCOPIA 2901-VIDEOCIRURGIA Sub-Grupo: 11-METODOS DIAGNOSTICOS EM ESPECIALIDADES 02-DIAGNOSTICO EM CARDIOLOGIA > CATETERISMO CARDIACO 0801-UNIDADE DE ASSISTENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE CARDIOVASCULAR 0802-CENTRO DE REFERENCIA EM ALTA COMPLEXIDADE CARDIOVASCULAR 0803-CIRURGIA CARDIOVASCULAR E PROCEDIMENTOS EM CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA 0806-CIRURGIA VASCULAR E PROCEDIMENTOS ENDOVASCULARES EXTRACARDIACOS 0807-LABORATORIO DE ELETROFISIOLOGIA, CIRURGIA CARDIOVASCULAR E PROCEDIMENTOS DE CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA > CATETERISMO CARDIACO EM PEDIATRIA 0801-UNIDADE DE ASSISTENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE CARDIOVASCULAR Página: 3

4 Pág: CENTRO DE REFERENCIA EM ALTA COMPLEXIDADE CARDIOVASCULAR 0803-CIRURGIA CARDIOVASCULAR E PROCEDIMENTOS EM CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA 0804-CIRURGIA CARDIOVASCULAR PEDIATRICA 0806-CIRURGIA VASCULAR E PROCEDIMENTOS ENDOVASCULARES EXTRACARDIACOS 0807-LABORATORIO DE ELETROFISIOLOGIA, CIRURGIA CARDIOVASCULAR E PROCEDIMENTOS DE CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA 05-DIAGNOSTICO EM NEUROLOGIA > EXPLORACAO DIAGNOSTICA PELO VIDEO-ELETROENCEFALOGRAMA C/ OU S/ USO DE ELETRODO ESFENOIDAL 1608-INVESTIGACAO E CIRURGIA DE EPILEPSIA > POLISSONOGRAFIA 1602-CENTRO DE REFERENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE EM NEUROLOGIA/NEUROCIRURGIA 07-DIAGNOSTICO EM OTORRINOLARINGOLOGIA/FONOAUDIOLOGIA > AVALIACAO P/ DIAGNOSTICO DE DEFICIENCIA AUDITIVA 0302-DIAGNOSTICO, TRATAMENTO E REABILITACAO AUDITIVA NA MEDIA COMPLEXIDADE 0303-DIAGNOSTICO, TRATAMENTO E REABILITACAO AUDITIVA NA ALTA COMPLEXIDADE > AVALIACAO P/ DIAGNOSTICO DIFERENCIAL DE DEFICIENCIA AUDITIVA 0303-DIAGNOSTICO, TRATAMENTO E REABILITACAO AUDITIVA NA ALTA COMPLEXIDADE > EMISSOES OTOACUSTICAS EVOCADAS P/ TRIAGEM AUDITIVA 0303-DIAGNOSTICO, TRATAMENTO E REABILITACAO AUDITIVA NA ALTA COMPLEXIDADE > REAVALIACAO DIAGNOSTICA DE DEFICIENCIA AUDITIVA EM PACIENTE MAIOR DE 3 ANOS 0302-DIAGNOSTICO, TRATAMENTO E REABILITACAO AUDITIVA NA MEDIA COMPLEXIDADE 0303-DIAGNOSTICO, TRATAMENTO E REABILITACAO AUDITIVA NA ALTA COMPLEXIDADE > REAVALIACAO DIAGNOSTICA DE DEFICIENCIA AUDITIVA EM PACIENTE MENOR DE 3 ANOS 0303-DIAGNOSTICO, TRATAMENTO E REABILITACAO AUDITIVA NA ALTA COMPLEXIDADE Página: 4

5 Pág:.5 Grupo: Sub-Grupo: 03-PROCEDIMENTOS CLINICOS 01-CONSULTAS / ATENDIMENTOS / ACOMPANHAMENTOS 05-ATENCAO DOMICILIAR > INSTALACAO / MANUTENCAO DE VENTILADOR VOLUMETRICO TIPO BIPAP 2001-PROGRAMA DE ASSISTENCIA VENTILATORIA NAO INVASIVA A PACIENTE PORTADOR DE DISTROFIA MUSCULAR PROGRESSIVA 07-ATENDIMENTO/ACOMPANHAMENTO EM REABILITACAO FISICA, MENTAL, VISUAL E MULTIPLAS DEFICIENCIAS > ATENDIMENTO EM OFICINA TERAPEUTICA I P/ PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS (POR OFICINA) 2202-SERVICO DE REABILITACAO FISICA - NIVEL INTERMEDIARIO > TRATAMENTO INTENSIVO DE PACIENTE EM REABILITACAO FISICA (1 TURNO PACIENTE- DIA - 20 ATENDIMENTOS-MES) 2202-SERVICO DE REABILITACAO FISICA - NIVEL INTERMEDIARIO 08-ATENDIMENTO/ACOMPANHAMENTO PSICOSSOCIAL > ACOLHIMENTO DE PACIENTE DE CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL 0618-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS III > ACOMPANHAMENTO DE PACIENTE EM SAUDE MENTAL 0616-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS I 0617-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS II 0618-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS III 0619-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL ALCOOL E DROGAS - CAPSAD > ACOMPANHAMENTO INTENSIVO DE CRIANCA E ADOLESCENTE C/ TRANSTORNOS MENTAIS 0620-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL INFANTIL- CAPSI > ACOMPANHAMENTO INTENSIVO DE PACIENTE EM SAUDE MENTAL 0616-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS I 0617-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS II 0618-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS III > ACOMPANHAMENTO INTENSIVO P/ DEPENDENTE DE ALCOOL / DROGAS 0619-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL ALCOOL E DROGAS - CAPSAD > ACOMPANHAMENTO NAO INTENSIVO DE CRIANCA E ADOLESCENTE C/ TRANSTORNOS MENTAIS 0620-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL INFANTIL- CAPSI Página: 5

6 Pág: > ACOMPANHAMENTO NAO INTENSIVO DE PACIENTE DEPENDENTE DE ALCOOL / DROGAS 0619-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL ALCOOL E DROGAS - CAPSAD > ACOMPANHAMENTO NAO INTENSIVO DE PACIENTE EM SAUDE MENTAL 0616-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS I 0617-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS II 0618-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS III > ACOMPANHAMENTO SEMI-INTENSIVO DE CRIANCA E ADOLESCENTE C/ TRANSTORNOS MENTAIS 0620-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL INFANTIL- CAPSI > ACOMPANHAMENTO SEMI-INTENSIVO DE PACIENTES EM SAUDE MENTAL 0616-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS I 0617-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS II 0618-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL - CAPS III > ACOMPANHAMENTO SEMI-INTENSIVO P/ DEPENDENTE DE ALCOOL / DROGAS 0619-CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL ALCOOL E DROGAS - CAPSAD 09-ATENDIMENTO/ACOMPANHAMENTO EM SAUDE DO IDOSO > ATENDIMENTO EM GERIATRIA (1 TURNO) 0101-CENTRO DE REFERENCIA EM ATENCAO A SAUDE DO IDOSO 1205-HOSPITAL DIA - GERIATRIA > ATENDIMENTO EM GERIATRIA (2 TURNOS) 0101-CENTRO DE REFERENCIA EM ATENCAO A SAUDE DO IDOSO 1205-HOSPITAL DIA - GERIATRIA 10-ATENDIMENTOS DE ENFERMAGEM (EM GERAL) > SONDAGEM ENTERAL 2301-UNIDADE DE ASSISTENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE EM TERAPIA NUTRICIONAL 2302-CENTRO DE REFERENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE EM TERAPIA NUTRICIONAL 11-ATENDIMENTO/ACOMPANHAMENTO QUEIMADOS > ACOMPANHAMENTO DE PACIENTE MEDIO / GRANDE QUEIMADO 2101-UNIDADE DE REFERENCIA EM ASSISTENCIA A QUEIMADOS - MEDIA COMPLEXIDADE Página: 6

7 Pág: CENTRO DE REFERENCIA EM ASSISTENCIA A QUEIMADOS - ALTA COMPLEXIDADE 12-ATENDIMENTO/ACOMPANHAMENTO DE DIAGNOSTICO DE DOENCAS ENDOCRINAS/METABOLICAS E NUTRICIONAIS > ACOMPANHAMENTO DE PACIENTE C/ FENILCETONURIA 1405-CENTRO DE REFERENCIA EM TRIAGEM NEONATAL /ACOMPANHAMENTO E TRATAMENTO DE DOENCAS CONGENITAS - FENILCETONURIA/HIPOTIREOIDISMO CONGEN > ACOMPANHAMENTO DE PACIENTE C/ FIBROSE CISTICA 1405-CENTRO DE REFERENCIA EM TRIAGEM NEONATAL /ACOMPANHAMENTO E TRATAMENTO DE DOENCAS CONGENITAS - FENILCETONURIA/HIPOTIREOIDISMO CONGEN > ACOMPANHAMENTO DE PACIENTE C/ HEMONOGLOBINOPATIAS 1405-CENTRO DE REFERENCIA EM TRIAGEM NEONATAL /ACOMPANHAMENTO E TRATAMENTO DE DOENCAS CONGENITAS - FENILCETONURIA/HIPOTIREOIDISMO CONGEN > ACOMPANHAMENTO DE PACIENTE C/ HIPOTIREOIDISMO CONGENITO 1405-CENTRO DE REFERENCIA EM TRIAGEM NEONATAL /ACOMPANHAMENTO E TRATAMENTO DE DOENCAS CONGENITAS - FENILCETONURIA/HIPOTIREOIDISMO CONGEN > ACOMPANHAMENTO DE PACIENTE POS- CIRURGIA BARIATRICA 0202-UNIDADE DE ALTA COMPLEXIDADE AO PACIENTE PORTADOR DE OBESIDADE GRAVE 13-ACOMPANHAMENTO EM OUTRAS ESPECIALIDADES > AVALIACAO CLINICA E ELETRONICA DE DISPOSITIVO ELETRICO CARDIACO IMPLANTAVEL 0801-UNIDADE DE ASSISTENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE CARDIOVASCULAR 0802-CENTRO DE REFERENCIA EM ALTA COMPLEXIDADE CARDIOVASCULAR 0803-CIRURGIA CARDIOVASCULAR E PROCEDIMENTOS EM CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA Sub-Grupo: 03-TRATAMENTOS CLINICOS (OUTRAS ESPECIALIDADES) 03-TRATAMENTO DE DOENCAS ENDOCRINAS, METABOLICAS E NUTRICIONAIS > TRATAMENTO DA FIBROSE CISTICA (POR DIA) 1201-FIBROSE CISTICA - HOSPITAL DIA 04-TRATAMENTO DE DOENCAS DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL E PERIFERICO > TRATAMENTO CONSERVADOR DA DOR REBELDE DE ORIGEM CENTRAL E NEOPLASICA Página: 7

8 Pág: TRATAMENTO NEUROCIRURGICO DA DOR E FUNCIONAL > TRATAMENTO CONSERVADOR DE TRAUMATISMO CRANIOENCEFALICO GRAVE 1603-TRAUMA E ANOMALIAS DO DESENVOLVIMENTO > TRATAMENTO CONSERVADOR DE TRAUMATISMO RAQUIMEDULAR 1603-TRAUMA E ANOMALIAS DO DESENVOLVIMENTO 05-TRATAMENTO DE DOENCAS DO APARELHO DA VISAO > TRATAMENTO OFTALMOLOGICO DE PACIENTE C/ GLAUCOMA BINOCULAR (1A LINHA ) 0501-UNIDADE DE ATENCAO ESPECIALIZADA EM OFTALMOLOGIA 12-TRATAMENTOS POR MEDICINA NUCLEAR IN VIVO > IODOTERAPIA DE CARCIOMA DIFERENCIADO DA TIREOIDE (250 MCI) 1714-HOSPITAL GERAL COM CIRURGIA ONCOLOGICA 13-TRATAMENTO DE PACIENTES SOB CUIDADOS PROLONGADOS > ATENDIMENTO A PACIENTE SOB CUIDADOS PROLONGADOS DEVIDO A CAUSAS EXTERNAS (POR DIA) 0907-CUIDADOS PROLONGADOS - ENFERMIDADES DEVIDO A CAUSAS EXTERNAS > ATENDIMENTO A PACIENTE SOB CUIDADOS PROLONGADOS POR ENFERMIDADES CARDIOVASCULARES (POR DIA) 0901-CUIDADOS PROLONGADOS - ENFERMIDADES CARDIOVASCULARES > ATENDIMENTO A PACIENTE SOB CUIDADOS PROLONGADOS POR ENFERMIDADES PNEUMOLOGICAS (POR DIA) 0902-CUIDADOS PROLONGADOS - ENFERMIDADES PNEUMOLOGICAS Página: 8

9 Pág: > TRATAMENTO DE PACIENTE SOB CUIDADOS PROLONGADOS POR ENFERMIDADES DECORRENTES DA AIDS (POR DIA) 0906-CUIDADOS PROLONGADOS - ENFERMIDADES DECORRENTES DA AIDS > TRATAMENTO DE PACIENTE SOB CUIDADOS PROLONGADOS POR ENFERMIDADES NEUROLOGICAS (POR DIA) 0903-CUIDADOS PROLONGADOS - ENFERMIDADES NEUROLOGICAS > TRATAMENTO DE PACIENTE SOB CUIDADOS PROLONGADOS POR ENFERMIDADES ONCOLOGICAS (POR DIA) 0905-CUIDADOS PROLONGADOS - ENFERMIDADES ONCOLOGICAS > TRATAMENTO DE PACIENTE SOB CUIDADOS PROLONGADOS POR ENFERMIDADES OSTEOMUSCULARES E DO TECIDO CONJUNTIVO (POR DIA) 0904-CUIDADOS PROLONGADOS - ENFERMIDADES OSTEOMUSCULAR E DO TECIDO CONJUNTIVO 17-TRATAMENTO DOS TRANSTORNOS MENTAIS E COMPORTAMENTAIS > TRATAMENTO DA INTOXICACAO AGUDA EM USUARIOS DE ALCOOL E OUTRAS DROGAS 0621-SERVICO HOSPITALAR DE REFERENCIA PARA A ATENCAO INTEGRAL AOS USUARIOS DE ALCOOL E OUTRAS DROGAS > TRATAMENTO DA SINDROME DE ABSTINENCIA DO ALCOOL EM SERVICO HOSPITALAR DE REFERENCIA PARA A ATENCAO INTEGRAL AOS USUARIOS DE ALCOOL E OUTRAS DROGAS(POR DIA) 0621-SERVICO HOSPITALAR DE REFERENCIA PARA A ATENCAO INTEGRAL AOS USUARIOS DE ALCOOL E OUTRAS DROGAS > TRATAMENTO DE DEPENDENCIA DO ALCOOL EM SERVICO HOSPITALAR DE REFERENCIA PARA A ATENCAO INTEGRAL AOS USUARIOS DE ALCOOL E OUTRAS DROGAS(POR DIA) 0621-SERVICO HOSPITALAR DE REFERENCIA PARA A ATENCAO INTEGRAL AOS USUARIOS DE ALCOOL E OUTRAS DROGAS > TRATAMENTO EM PSIQUIATRIA (CLASSIFICACAO PT GM 251/02) (POR DIA) 0622-PSIQUIATRIA CLASSE I-PT/GM Nº251/ PSIQUIATRIA CLASSE II-PT/GM Nº251/ PSIQUIATRIA CLASSE III-PT/GM Nº251/ PSIQUIATRIA CLASSE IV-PT/GM Nº 251/ PSIQUIATRIA CLASSE V - PT/GM Nº251/ PSIQUIATRIA CLASSE VI-PT/GM Nº251/ PSIQUIATRIA CLASSE VII-PT/GM Nº251/ PSIQUIATRIA CLASSE VIII-PT/GM Nº251/ > TRATAMENTO EM PSIQUIATRIA (POR DIA) 0601-PSIQUIATRIA - CLASSE I 0602-PSIQUIATRIA -CLASSE II Página: 9

10 Pág: PSIQUIATRIA -CLASSE III 0604-PSIQUIATRIA -CLASSE IV 0605-PSIQUIATRIA -CLASSE V 0606-PSIQUIATRIA -CLASSE VI 0607-PSIQUIATRIA -CLASSE VII 0608-PSIQUIATRIA -CLASSE VIII 0609-PSIQUIATRIA -CLASSE IX 0610-PSIQUIATRIA -CLASSE X 0611-PSIQUIATRIA -CLASSE XI 0612-PSIQUIATRIA -CLASSE XII 0613-PSIQUIATRIA -CLASSE XIII 0614-PSIQUIATRIA -CLASSE XIV > TRATAMENTO EM PSIQUIATRIA EM HOSPITAL DIA 1206-HOSPITAL DIA - SAUDE MENTAL 18-TRATAMENTO HIV/AIDS > TRATAMENTO DE AFECCOES ASSOCIADAS AO HIV/AIDS 1101-SERVICO HOSPITALAR PARA TRATAMENTO AIDS > TRATAMENTO DE AFECCOES DO APARELHO DIGESTIVO EM HIV/AIDS 1101-SERVICO HOSPITALAR PARA TRATAMENTO AIDS > TRATAMENTO DE AFECCOES DO SISTEMA NERVOSO EM HIV/AIDS 1101-SERVICO HOSPITALAR PARA TRATAMENTO AIDS > TRATAMENTO DE AFECCOES DO SISTEMA RESPIRATORIO EM HIV/AIDS 1101-SERVICO HOSPITALAR PARA TRATAMENTO AIDS > TRATAMENTO DE DOENCAS DISSEMINADAS EM AIDS 1101-SERVICO HOSPITALAR PARA TRATAMENTO AIDS > TRATAMENTO DE HIV / AIDS (POR DIA) 1203-HOSPITAL DIA - AIDS Sub-Grupo: 04-TRATAMENTO EM ONCOLOGIA 01-RADIOTERAPIA > BETATERAPIA DERMICA POR CAMPO Página: 10

11 Pág: > BETATERAPIA OFTALMICA > BETATERAPIA PARA PROFILAXIA DE PTERIGIO (POR CAMPO) > BRAQUITERAPIA > BRAQUITERAPIA COM FIOS DE IRIDIUM > BRAQUITERAPIA COM IODO 125 / OURO > BRAQUITERAPIA DE ALTA TAXA DE DOSE (POR INSERCAO) > CHECK-FILM (POR MES) Página: 11

12 > COBALTOTERAPIA (POR CAMPO) Pág: > IMPLANTACAO DE HALO PARA RADIOCIRURGIA ESTEREOTAXICA OU POR GAMA-KNIFE 1601-UNIDADE DE ASSISTENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE EM NEUROLOGIA/NEUROCIRURGIA 1602-CENTRO DE REFERENCIA DE ALTA COMPLEXIDADE EM NEUROLOGIA/NEUROCIRURGIA 1605-TUMORES DO SISTEMA NERVOSO 1606-NEUROCIRURGIA VASCULAR 1610-NEUROCIRURGIA FUNCIONAL ESTERIOTAXICA > INTERNACAO P/ RADIOTERAPIA EXTERNA (COBALTOTERAPIA / ACELERADOR LINEAR) > IRRADIACAO DE CORPO INTEIRO PRE-TRANSPLANTE DE MEDULA OSSEA > IRRADIACAO DE MEIO CORPO > IRRADIACAO DE PELE TOTAL Página: 12

13 > MASCARA / IMOBILIZACAO PERSONALIZADA (POR TRATAMENTO) Pág: > MOLDAGEM EM COLO E/OU CORPO DO UTERO > NARCOSE DE CRIANCA (POR PROCEDIMENTO) > PLANEJAMENTO COM SIMULADOR (POR TRATAMENTO) > PLANEJAMENTO DE BRAQUITERAPIA DE ALTA TAXA DE DOSE (POR TRATAMENTO) > PLANEJAMENTO SEM SIMULADOR (POR TRATAMENTO) Página: 13

14 Pág: > RADIOCIRURGIA POR ESTEREOTAXIA - HUM ISOCENTRO > RADIOCIRURGIA POR GAMA-KNIFE - HUM ISOCENTRO > RADIOTERAPIA ANTIINFLAMATORIA (POR CAMPO-MAXIMO DE 10) > RADIOTERAPIA ESTEREOTAXICA FRACIONADA > RADIOTERAPIA P/ PROFILAXIA DE QUELOIDE (POR CAMPO) > ROENTGENTERAPIA POR CAMPO > ROENTGENTERAPIA PROFUNDA KV (POR CAMPO-MAXIMO DE 30 POR AREA) 1710-UNACON EXCLUSIVA DE HEMATOLOGIA Página: 14

15 Pág: > RADIOTERAPIA COM ACELERADOR LINEAR SO DE FOTONS (POR CAMPO) > RADIOTERAPIA COM ACELERADOR LINEAR DE FOTONS E ELETRONS (POR CAMPO) > BLOCO DE COLIMACAO PERSONALIZADO (POR BLOCO) 02-QUIMIOTERAPIA PALIATIVA - ADULTO > QUIMIOTERAPIA DE ADENOCARCINOMA DE COLON ESTADIO IV OU DOENCA RECIDIVADA (1A LINHA) 1705-SERVICO ISOLADO DE QUIMIOTERAPIA > QUIMIOTERAPIA DO ADENOCARCINOMA DE COLON ESTADIO IV OU DOENCA RECIDIVADA (2A LINHA) 1705-SERVICO ISOLADO DE QUIMIOTERAPIA Página: 15

16 Pág: > HOMONIOTERAPIA (RECEPTOR POSITIVO) OU QUIMIOTERAPIA DO ADENOCARCINOMA DO ENDOMETRIO > QUIMIOTERAPIA DO ADENOCARCINOMA DE ESTOMAGO- DOENCA METASTATICA OU RECIDIVADA > QUIMIOTERAPIA DO ADENOCARCINOMA DE PANCREAS - ESTADIO DE II A IV

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85 01 - ÁREAS BÁSICAS COM ACESSO DIRETO 1 ANESTESIOLOGIA - 3 ANOS 15 165 11,0 2 CIRURGIA GERAL - 2 ANOS 46 211 4,6 3 CLÍNICA MÉDICA - 2 ANOS 54 275 5,1 4 DERMATOLOGIA - 3 ANOS 5 88 17,6 5 INFECTOLOGIA - 3

Leia mais

Conhecimentos em Clínica Médica.

Conhecimentos em Clínica Médica. ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA s com Acesso Direto Acupuntura Anestesiologia Cirurgia Geral Dermatologia Infectologia Medicina da Família e Comunidade Medicina Nuclear Neurocirurgia Neurologia Conhecimentos

Leia mais

Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS

Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS 01.01.01.001-0 01.01.01.002-8 01.01.01.003-6 01.01.03.002-9

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 006 Médico - Anestesiologia

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 802 Médico Alergia e

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 5/2014-EBSERH/HC-UFMG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, 21 DE FEVEREIRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 5/2014-EBSERH/HC-UFMG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, 21 DE FEVEREIRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 5/2014-EBSERH/HC-UFMG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, 21 DE FEVEREIRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Acupuntura 802

Leia mais

Página 1 de 6. Médico - Acupuntura. Médico - Alergia e Imunologia Pediátrica. Médico - Anestesiologia. Médico - Cancerologia Clínica

Página 1 de 6. Médico - Acupuntura. Médico - Alergia e Imunologia Pediátrica. Médico - Anestesiologia. Médico - Cancerologia Clínica Especialidade Médico - Acupuntura Médico - Alergia e Imunologia Médico - Anestesiologia Médico - Cancerologia Clínica Médico - Cancerologia Médico - Cardiologia Médico - Cardiologia - Eletrofisiologia

Leia mais

MAPEAMENTO DAS REFERÊNCIAS DA 13ª COORDENADORIA REGIONAL DA SAÚDE ESTADUAL

MAPEAMENTO DAS REFERÊNCIAS DA 13ª COORDENADORIA REGIONAL DA SAÚDE ESTADUAL GOVERNO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE 13ª COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE Gabinete da Coordenação MAPEAMENTO DAS REFERÊNCIAS DA 13ª COORDENADORIA REGIONAL DA SAÚDE ESTADUAL Faço parte

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

PORTARIA N 346, DE 23 DE JUNHO DE 2008.

PORTARIA N 346, DE 23 DE JUNHO DE 2008. PORTARIA N 346, DE 23 DE JUNHO DE 2008. O Secretário de Atenção à Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a Portaria SAS/MS nº 768, de 26 de outubro de 2006, que define novos modelos de Laudos

Leia mais

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JULHO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 15.985.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JULHO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 15.985.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JULHO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 15.985.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia 107.02.01.01 biópsia de pele e partes moles 39.02.01.01 Biópsia

Leia mais

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS FEVEREIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS FEVEREIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia 43.02.01.01 biópsia do colo uterino 1.02.01.01 biópsia de fígado por punção

Leia mais

NÚMERO DE CONSULTAS MÉDICAS (SUS) POR HABITANTE

NÚMERO DE CONSULTAS MÉDICAS (SUS) POR HABITANTE Indicadores de cobertura NÚMERO DE CONSULTAS MÉDICAS (SUS) POR HABITANTE 1. Conceituação x Número médio de consultas médicas apresentadas no Sistema Único de Saúde (SUS) por habitante, em determinado espaço

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003 Página 1 de 27 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003 Ementa: Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.634/2002, que celebra o convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre

Leia mais

Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS

Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS -> Grupo: 01-ACOES DE PROMOCAO E PREVENCAO EM SAUDE -> Sub-Grupo: 01-ACOES COLETIVAS/INDIVIDUAIS EM SAUDE -> F.O. : 01-EDUCACAO EM SAUDE -> F.O. : 02-SAUDE

Leia mais

SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2009. ACUPUNTURA Código 101. Gabarito

SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2009. ACUPUNTURA Código 101. Gabarito ACUPUNTURA Código 101 Questão 01: D Questão 19: B Questão 37: D Questão 55: D Questão 02: D Questão 20: D Questão 38: B Questão 56: B Questão 03: D Questão 21: A Questão 39: C Questão 57: A Questão 04:

Leia mais

Tratamento do câncer no SUS

Tratamento do câncer no SUS 94 Tratamento do câncer no SUS A abordagem integrada das modalidades terapêuticas aumenta a possibilidade de cura e a de preservação dos órgãos. O passo fundamental para o tratamento adequado do câncer

Leia mais

DIRETORIA DE ATENÇÃO À SAÚDE E GESTÃO DE CONTRATOS SUMÁRIO

DIRETORIA DE ATENÇÃO À SAÚDE E GESTÃO DE CONTRATOS SUMÁRIO Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco/UFPE DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS E DA GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA Brasília, 25 de outubro de 2013. Página 1 de 28 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Procedimento x CBO. 02.11.08.004-7 GASOMETRIA (APOS OXIGENIO A 100 DURANTE A DIFUSAO ALVEOLO-CAPILAR) 223151 - Médico pneumologista

Procedimento x CBO. 02.11.08.004-7 GASOMETRIA (APOS OXIGENIO A 100 DURANTE A DIFUSAO ALVEOLO-CAPILAR) 223151 - Médico pneumologista Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS 01.01.01.002-8 Procedimento x CBO ATIVIDADE EDUCATIVA / ORIENTACAO

Leia mais

Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS

Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS Ministério da Saúde Sistema Único de Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS Grupo: 03 PROCEDIMENTOS CLINICOS SubGrupo: 01 CONSULTAS / ATENDIMENTOS / ACOMPANHAMENTOS Forma de Organização:

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.973/2011 (Publicada no D.O.U. de 1º de agosto de 2011, Seção I, p. 144-147) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.845/08, que celebra

Leia mais

Hospital Universitário Walter Cantídio - HUWC/UFC

Hospital Universitário Walter Cantídio - HUWC/UFC Hospital Universitário Walter Cantídio - HUWC/UFC DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS E DA GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA Brasília, 05 de novembro de Página 1 de 22 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO:... 3 2.

Leia mais

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS SETEMBRO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 16.443.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS SETEMBRO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 16.443.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS SETEMBRO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 16.443.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia 66.02.01.01 biópsia do colo uterino 4.02.01.01 Biópsia de

Leia mais

CONVÊNIO CELEBRADO ENTRE O CFM, A AMB E A CNRM

CONVÊNIO CELEBRADO ENTRE O CFM, A AMB E A CNRM CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.973, DE 14 DE JULHO DE 2011 Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM Nº 1.845/08, que celebra o convênio de reconhecimento de especialidades

Leia mais

NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR

NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR INDICADOR: F.2 NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR CONSULTA MÉDICA (SUS) 1. Conceituação Número médio de procedimentos diagnósticos, de patologia clínica ou de imagenologia por consulta médica, apresentados

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO. Catálogo 2015 do Curso de Medicina

FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO. Catálogo 2015 do Curso de Medicina III MATRIZ CURRICULAR Matriz Curricular I (MC I), em atendimento às Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Graduação em Medicina, aprovadas no Parecer CNE/CES nº 1133/2001, de 7/8/2001. Aprovada

Leia mais

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 *****

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Ementa: Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM n.º 1.634/2002, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

ERRATA DE EDITAL LEIA-SE: EM, 27 /11 /2015

ERRATA DE EDITAL LEIA-SE: EM, 27 /11 /2015 EM, 27 /11 /2015 ERRATA DE EDITAL A SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE/PE torna público a ERRATA do edital do Processo Seletivo da RESIDÊNCIA MÉDICA para o ano de 2016 publicado no DOE 14/11/2015, que será realizado

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA 1 de 26 16/11/2010 18:54 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1845/2008 (Publicada no D.O.U. de 15 Jul 2008, Seção I, p. 72) (Republicada com anexo no D.O.U. 16 Jul 2008, Seção I, p.164-168) (Modificada

Leia mais

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA Escola Superior de Ciências da Saúde Período de Inscrição: 18 de janeiro de 2010 a 19 de fevereiro de 2010. Local de Inscrição:

Leia mais

Discussão sobre a Regulamentação da Lei nº 12.101, de 27 de novembro de 2009.

Discussão sobre a Regulamentação da Lei nº 12.101, de 27 de novembro de 2009. MINISTÉRIO DA SAÚDE Discussão sobre a Regulamentação da Lei nº 12.101, de 27 de novembro de 2009. Organizadores: Comissão de Educação, Cultura e Esporte e Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal.

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Diário Oficial da União; Poder Executivo, Brasília, DF, n. 81, 29 abr.2002. Seção 1, p. 265-66 Alterada pela Resolução CFM nº 1666/03 (Anexo II) O CONSELHO

Leia mais

11 PROGRAMAÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA

11 PROGRAMAÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA 14:15:03 MÉDIA COMPLEXIDADE I - PROGRAMADA 07 Proc.Esp.Prof.Méd. Outros N/ Super.e de N/Médio 07 A1 PROCEDIMENTOS REALIZADOS POR PROFISSIONAIS MÉDICOS, OUTROS PROF. DE NÍVEL SUPERIOR E PROF. DE NÍVEL MÉDIO

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS O objetivo deste questionário é analisar as atividades

Leia mais

EDITAL Nº 005/2009 RE-RATIFICAR

EDITAL Nº 005/2009 RE-RATIFICAR EDITAL Nº 005/2009 O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ, no uso de suas atribuições, atendendo aos termos da Lei Complementar nº 108, de 18 de maio de 2005, com alteração dada pela Lei Complementar

Leia mais

GRÁFICO 136. Gasto anual total com transplante (R$)

GRÁFICO 136. Gasto anual total com transplante (R$) GRÁFICO 136 Gasto anual total com transplante (R$) 451 3.5.2.13 Freqüência de transplantes por procedimentos Pela tabela da freqüência anual de transplantes por procedimentos, estes cresceram cerca de

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Dispõe sobre convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre o Conselho Federal de Medicina CFM, a Associação

Leia mais

11 PROGRAMAÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA

11 PROGRAMAÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA MICROR 15:21:41 MÉDIA COMPLEXIDADE I - PROGRAMADA 07 Proc.Esp.Prof.Méd. Outros N/ Super.e de N/Médio 07 A1 PROCEDIMENTOS REALIZADOS POR PROFISSIONAIS MÉDICOS, OUTROS PROF. DE NÍVEL SUPERIOR E PROF. DE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2008 ANEXO 2 ATIVIDADES, ESCOLARIDADE E REQUISITOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2008 ANEXO 2 ATIVIDADES, ESCOLARIDADE E REQUISITOS PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2008 ANEXO 2 ATIVIDADES, ESCOLARIDADE E REQUISITOS A. CARGOS DE ADMINISTRAÇÃO GERAL NÍVEL SUPERIOR CARGO: PROFESSOR DE ATIVIDADES MUSICAIS

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 2.068/2013, que celebra o convênio de reconhecimento de especialidades

Leia mais

Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades:

Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades: Vagas e requisitos Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades: Áreas/Especialidades Vagas Pré-Requisitos Análises Clínicas (Biologia) 01 a) Formação Superior Completa

Leia mais

11 PROGRAMAÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA

11 PROGRAMAÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA 16:48:33 MÉDIA COMPLEXIDADE I - PROGRAMADA 07 Proc.Esp.Prof.Méd. Outros N/ Super.e de N/Médio 07 A1 PROCEDIMENTOS REALIZADOS POR PROFISSIONAIS MÉDICOS, OUTROS PROF. DE NÍVEL SUPERIOR E PROF. DE NÍVEL MÉDIO

Leia mais

Página 1 de 23 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde PORTARIA Nº 420, DE 25 DE AGOSTO DE 2010 O Secretário de Atenção

Leia mais

Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS

Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS Ministério da Saúde Sistema Único de Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS Grupo: 03 PROCEDIMENTOS CLINICOS SubGrupo: 01 CONSULTAS / ATENDIMENTOS / ACOMPANHAMENTOS Forma de Organização:

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012 34288 Acupuntura 59 aprovado 3 45210 Alergia e Imunologia 56,5 aprovado 5 42926 Anestesiologia 62,5 aprovado 48867 Anestesiologia 60,5 aprovado 48235 Anestesiologia 59 aprovado 9 48302 Anestesiologia 56

Leia mais

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental).

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). 1 de 9 ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). CARGO PERFIL PRÉ REQUISITO NÍVEL SUPERIOR Administrador Curso Superior

Leia mais

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais.

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais. ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Cód. Cargo 1 Ajudante de Carga e Descarga Vagas Vagas Reservadas Deficientes Vencimento Inicial

Leia mais

Página 1 de 4. Código Especialidade Requisitos

Página 1 de 4. Código Especialidade Requisitos CONCURSO PÚBLICO 12/2014-EBSERH/HU-UFMA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS RETIFICADO Código Especialidade Requisitos 801 Médico

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 DO 9-E, de 12/1/01 O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a Portaria SAS/MS nº 224, de

Leia mais

2º CONGRESSO PERNAMBUCANO DE MUNICÍPIOS O PACTO DE GESTÃO DO SUS E OS MUNICÍPIOS

2º CONGRESSO PERNAMBUCANO DE MUNICÍPIOS O PACTO DE GESTÃO DO SUS E OS MUNICÍPIOS 2º CONGRESSO PERNAMBUCANO DE MUNICÍPIOS O PACTO DE GESTÃO DO SUS E OS MUNICÍPIOS José Iran Costa Júnior Secretário Estadual de Saúde 24/03/2015 Faixa Etária (anos) CARACTERIZAÇÃO SÓCIODEMOGRÁFICA DE PERNAMBUCO

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SANTO ANDRÉ

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SANTO ANDRÉ ANEXO I EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N 008/2014 PARA CREDENCIAMENTO DE HOSPITAIS E CLÍNICAS HABILITADOS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ALTA COMPLEXIDADE, ASSIM COMPREENDIDOS OS CENTROS DE INFUSÃO DE IMUNOBIOLÓGICOS;

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192)

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Página 1 de 17 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.666/2003, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

Educação Médica no Brasil. Graduação, Especialização & Educação Médica Continuada

Educação Médica no Brasil. Graduação, Especialização & Educação Médica Continuada Educação Médica no Brasil Graduação, Especialização & Educação Médica Continuada Educação Médica no Brasil Escola Médica Especialização (especialidades e áreas de atuação) Residência Médica Estágios credenciados

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ Gabarito Preliminar CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ MÉDICO - ALERGIA E IMUNOLOGIA D A B E C D D C A B C C E A E E B B E B D A C D A MÉDICO

Leia mais

Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro HC/UFTM

Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro HC/UFTM Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro HC/UFTM DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS Página 1 de 27 Brasília,15 Fevereiro de 2013. SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO...3 2 ESTRUTURA

Leia mais

Comitê Gestor dos Programas de Qualificação dos Prestadores de Serviços COGEP

Comitê Gestor dos Programas de Qualificação dos Prestadores de Serviços COGEP Comitê Gestor dos Programas de Qualificação dos Prestadores de Serviços COGEP GT Indicadores de SADT 3ª Reunião Subgrupo Oncologia 22 de abril de 2013 GERPS/GGISE/DIDES/ANS Agenda Definição da Estratificação

Leia mais

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JANEIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 8.946.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JANEIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 8.946.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS.02 Proced com finalidade diagnóstica 8.946.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia 33.02.01.01 biópsia do colo uterino 0.02.01.01 biópsia de fígado por punção

Leia mais

PLANO DE REESTRUTURAÇÃO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO WALTER CANTÍDIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

PLANO DE REESTRUTURAÇÃO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO WALTER CANTÍDIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PLANO DE REESTRUTURAÇÃO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO WALTER CANTÍDIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ NOVEMBRO/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Ministro de Estado da Educação Aloizio Mercadante Oliva Presidente da Empresa

Leia mais

Acupuntura AMN 3º andar

Acupuntura AMN 3º andar Relação de Setores e Serviços Setor / Serviço Unidade Localização Acupuntura 3º andar Aleitamento Materno CPPHO 1º andar Alergia 1º pav., ala 2 Alergo Imunologia Pediátrica CPPHO Térreo Almoxarifado 1º

Leia mais

PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA

PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA Conceitos Genética / Genômica Doença genética Hereditariedade Congênito DNA / Gene / Locus / Alelo Homozigoto / Heterozigoto Cromossomos Autossomos Sexuais Dominante / Recessivo

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015 (Publicada no D.O.U. de 04 de fevereiro de 2015, Seção I, p. 55) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 2.068/2013, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SEMAD SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE SMS

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SEMAD SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE SMS PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SEMAD SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE SMS CONCURSO PÚBLICO 002/2016 ANEXO II DAS ATRIBUIÇÕES E REQUISITOS

Leia mais

Brasília DF 11 de maio de 2011

Brasília DF 11 de maio de 2011 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE - SAS DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA DAE Coordenação-Geral de Média e Alta Complexidade O CÂNCER E A ONCOLOGIA NO SUS Maria Inez Pordeus Gadelha

Leia mais

Repasses do Fundo Nacional de Saúde para o município de Niterói em 2009

Repasses do Fundo Nacional de Saúde para o município de Niterói em 2009 Página 1 de 7 Nº de Ref Programa Data da OB Valor Bruto OB Nº Competência Nº do convênio Data de chegada PAGAMENTO DE CENTROS DE ESPECIALIDADES ONDONTOLOGICAS COMP 11/2008?004723 MUNICIPAL RJ 31/12/2008

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE MEDICINA DE DIAMANTINA - FAMED CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1 MED001 MED002 MED003

Leia mais

11 PROGRAMAÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA

11 PROGRAMAÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA 16:20:25 MÉDIA COMPLEXIDADE I - PROGRAMADA 07 Proc.Esp.Prof.Méd. Outros N/ Super.e de N/Médio 07 A1 PROCEDIMENTOS REALIZADOS POR PROFISSIONAIS MÉDICOS, OUTROS PROF. DE NÍVEL SUPERIOR E PROF. DE NÍVEL MÉDIO

Leia mais

Usando dados do mundo real para sustentabilidade econômica do SUS

Usando dados do mundo real para sustentabilidade econômica do SUS Usando dados do mundo real para sustentabilidade econômica do SUS PAULO VAZ - DIRETOR GERAL NEWBD Conflito de interesse: Diretor Geral da NewBD, empresa especializada na produção de estudos com uso de

Leia mais

Hospital Escola de Pelotas/Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)

Hospital Escola de Pelotas/Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) Hospital Escola de Pelotas/Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS E DA GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA BRASÍLIA, 25 DE JUNHO DE 2014. Página 1 de 36 SUMÁRIO 1.

Leia mais

ANEXO I GRUPAMENTO DE GESTÃO TOTAL 07 07 00. 01 01 00 02 40h 7.010,96 7.010,96. 01 01 00 02 40h. 01 01 00 02 40h 7.010,96

ANEXO I GRUPAMENTO DE GESTÃO TOTAL 07 07 00. 01 01 00 02 40h 7.010,96 7.010,96. 01 01 00 02 40h. 01 01 00 02 40h 7.010,96 ANEXO I EDITAL N o 01/2014 ISGH/HMSC Seleção Pública de Provas e Títulos para provimento de cargos do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar/Hospital e Maternidade do Sertão Central QUADRO DE CARGOS, HABILITAÇÃO

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde. Portaria SAS nº 312 de 05 de junho de 2008

Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde. Portaria SAS nº 312 de 05 de junho de 2008 Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Portaria SAS nº 32 de 05 de junho de 2008 O Secretário de Atenção à Saúde, no uso de suas atribuições e, Considerando a Portaria GM/MS n.º 32 de 08 de

Leia mais

PORTARIA Nº 3.535, DE 2 DE SETEMBRO DE 1998 Estabelece critérios para cadastramento de centros de atendimento em oncologia.

PORTARIA Nº 3.535, DE 2 DE SETEMBRO DE 1998 Estabelece critérios para cadastramento de centros de atendimento em oncologia. PORTARIA Nº 3.535, DE 2 DE SETEMBRO DE 1998 Estabelece critérios para cadastramento de centros de atendimento em oncologia. O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições legais, e considerando

Leia mais

2000 2003 Porto Alegre

2000 2003 Porto Alegre 2000 2003 Porto Alegre 1 Tabela 1- Série histórica do número de óbitos e Coeficientes de Mortalidade Geral (CMG) no Brasil, Rio Grande do Sul e Porto Alegre, 1980-2003 Brasil RS Porto Alegre Ano óbitos

Leia mais

1. CANDIDATURA A UM DESEJO

1. CANDIDATURA A UM DESEJO 1. CANDIDATURA A UM DESEJO Dados da criança: (dd/mmm/aaaa i.e. 01Jan2000) Nome: Sexo: Masculino Feminino Doença: Data de Nascimento: Telefone: Morada actual: Idade: Desejo da Criança: Língua-materna: Já

Leia mais

Equipe de saúde e assistência social do Município de Cajamar

Equipe de saúde e assistência social do Município de Cajamar Equipe de saúde e assistência social do Município de Cajamar CONCEITO CENTRO COMUNITÁRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL AOS PORTADORES DE ÁLCOOL E DROGAS, DE ACORDO COM A PROTARIA 336/GM EM 19/02/2002 DO MINISTÉRIO

Leia mais

Universidade de Brasília Hospital Universitário de Brasília

Universidade de Brasília Hospital Universitário de Brasília HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA - HUB PLANO OPERATIVO ANUAL Este Plano Operativo trata de ações para o período de a 2010, contextualizado nas diretrizes do SUS e da política para a contratualização

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS OBJETIVOS GERAIS O Programa de Residência Médica opcional de Videolaparoscopia em Cirurgia do Aparelho Digestivo (PRMCAD) representa modalidade de ensino de Pós Graduação visando ao aperfeiçoamento ético,

Leia mais

Boletim de Serviço. Nº 06, 05 de janeiro de 2015. Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes

Boletim de Serviço. Nº 06, 05 de janeiro de 2015. Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes Boletim de Serviço Nº 06, 05 de janeiro de 2015 Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES EBSERH HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CASSIANO ANTÔNIO MORAES Av. Marechal

Leia mais

Núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar e Ensino

Núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar e Ensino Núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar e Ensino A experiência do NHE do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP Curitiba, 16 de abril de 2015 Hospital das Clínicas

Leia mais

PLANO DE REESTRUTURAÇÃO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CLEMENTINO FRAGA FILHO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

PLANO DE REESTRUTURAÇÃO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CLEMENTINO FRAGA FILHO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO PLANO DE REESTRUTURAÇÃO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CLEMENTINO FRAGA FILHO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO DE 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Ministro de Estado da Educação Aloizio Mercadante Oliva

Leia mais

TERAPEUTA OCUPACIONAL E O SUS

TERAPEUTA OCUPACIONAL E O SUS TERAPEUTA OCUPACIONAL E O SUS TERAPIA OCUPACIONAL UMA PROFISSÃO NATURALMENTE PARA A SAÚDE PUBLICA Senhor Gestor, gostaríamos de apresentar as possibilidades de cuidado que o terapeuta ocupacional oferece

Leia mais

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Dr Milton Glezer Quem vou ser daqui a 20 anos Público Assistencial Acadêmica Gestão Privado Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Mudanças nos planos de saúde- melhorar cada vez mais o funcionamento dos

Leia mais

POLÍTICA DE QUALIFICAÇÃO MÉDICA Edição: 24/10/2013 NORMA Nº 650

POLÍTICA DE QUALIFICAÇÃO MÉDICA Edição: 24/10/2013 NORMA Nº 650 Página: 1/36 1- OBJETIVO Garantir a segurança do paciente e da Instituição, através da definição dos requisitos básicos que permitem ao médico exercer o ato médico no Sistema de Saúde Mãe de Deus (SSMD).

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE ANEXO DO MANUAL TÉCNICO DO CNES TABELAS ATUALIZADAS

MINISTÉRIO DA SAÚDE ANEXO DO MANUAL TÉCNICO DO CNES TABELAS ATUALIZADAS MINISTÉRIO DA SAÚDE ANEXO DO MANUAL TÉCNICO DO CNES Brasília / DF 2008 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde - SAS Departamento de Regulação, Avaliação e Controle (DRAC) Coordenação-Geral dos

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA Aprovado no CONGRAD: 14..06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 48 CURSO DE MEDICINA EIXOS TRANSVERSAIS E ÁREAS DO CONHECIMENTO DO CURRÍCULO PLENO ACADÊMI COS I FUNDAMENTOS CONCEITUAIS DO CURSO

Leia mais

Diário Oficial Imprensa Nacional. Nº 219 14/11/07 p.386

Diário Oficial Imprensa Nacional. Nº 219 14/11/07 p.386 Diário Oficial Imprensa Nacional. Nº 219 14/11/07 p.386 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL BRASÍLIA - DF MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 2.916, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2007 Exclui e inclui

Leia mais

Nº de Utilizadores do Hospital Psiquiátrico. Nº de Utilizadores do Hospital Psiquiátrico. Fecho (Ano N-2) Estimado (Ano N-1) Acumulado (Ano N)

Nº de Utilizadores do Hospital Psiquiátrico. Nº de Utilizadores do Hospital Psiquiátrico. Fecho (Ano N-2) Estimado (Ano N-1) Acumulado (Ano N) Q 2 Número de Utilizadores do Hospital (P) Instituições Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, EPE Agr. Scenario Contratualização Time Dezembro 2012 Área de Influência Fora da Área de Influência Notas:

Leia mais

Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo:

Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo: Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo: Análise dos dados e indicadores de qualidade 1. Análise dos dados (jan ( janeiro eiro/2000 a setembro/201 /2015) Apresenta-se aqui uma visão global sobre a base

Leia mais

Centro Médico Pedro Maques. Av. Mendonça Junior,1018, Gruta de Lourdes. Fone: (82) 3316-7870. Rua Hugo Correia Paes, 253, Farol. Fone: (82) 2123-7000

Centro Médico Pedro Maques. Av. Mendonça Junior,1018, Gruta de Lourdes. Fone: (82) 3316-7870. Rua Hugo Correia Paes, 253, Farol. Fone: (82) 2123-7000 www.plamed.com.br Rede Credenciada Por Município MACEIÓ Urgência e Emergência URGÊNCIA PEDIÁTRICA CONSULTAS ALERGOLOGIA E IMUNOLOGIA (ADULTO E PEDIATRIA) ANGIOLOGIA CARDIOLOGIA CIRURGIA CARDÍACA CIRURGIA

Leia mais

Ensino. Principais realizações

Ensino. Principais realizações Principais realizações Reestruturação dos Programas de ; Início do Projeto de Educação à Distância/EAD do INCA, por meio da parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública ENSP/FIOCRUZ; Três novos Programas

Leia mais

PORTARIA N 9, DE 6 DE JANEIRO DE 2014

PORTARIA N 9, DE 6 DE JANEIRO DE 2014 PORTARIA N 9, DE 6 DE JANEIRO DE 2014 Inclui na Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do Sistema Único de Saúde (SUS) procedimento Sequencial em Neurocirurgia.

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA)

MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA) U N I V E R S I D A D E D E B R A S Í L I A (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS (CESPE) MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA) Concurso

Leia mais

RAZ_SOC ESPECIALIDADE I.DESCRICAO '' A.RUA BAIRRO CIDADE ESTADODDD_TELTEL SEMPER S/A SERVIÇO MEDICO PERMANENTE CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO ALAMEDA

RAZ_SOC ESPECIALIDADE I.DESCRICAO '' A.RUA BAIRRO CIDADE ESTADODDD_TELTEL SEMPER S/A SERVIÇO MEDICO PERMANENTE CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO ALAMEDA BIOCOR HOSPITAL D C LTDA RADIOLOGIA ALAMEDA DA SERRA, 217 VALE DO SERENO NOVA LIMA MG 31 3289-5000 BIOCOR HOSPITAL D C LTDA RADIOLOGIA ALAMEDA DA SERRA, 217 VALE DO SERENO NOVA LIMA MG 31 3289-5000 BIOCOR

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR 2015.2 MEDICINA

MATRIZ CURRICULAR 2015.2 MEDICINA Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Coordenadoria de Ensino de Graduação Centro de Ciências da Saúde MATRIZ CURRICULAR 2015.2 MEDICINA PRIMEIRO PERÍODO MORFOLOGIA BIOLOGIA CELULAR, TECIDUAL E DO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Saúde Naval GUIA MÉDICO

Saúde Naval GUIA MÉDICO Saúde Naval GUIA MÉDICO INFORMAÇÕES, SERVIÇOS E ESPECIALIDADES Índice Ambulátorio Naval da Penha (ANP) página 3 Hospital Central da Marinha (HCM) página 4 Hospital Naval Marcílio Dias (HNMD) página 5 Policlínica

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE ATENÇÃO AO CÂNCER

PLANO ESTADUAL DE ATENÇÃO AO CÂNCER PLANO ESTADUAL DE ATENÇÃO AO CÂNCER Arcabouço Legal Portaria GM/MS Nº. 4.279 de 30/10/ /2010 que Estabelece Diretrizes para a Organização da Rede de Atenção à Saúde, no âmbito do SUS. Portaria GM/MS Nº.874

Leia mais

GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) HORÁRIOS Anfiteatro 1 Anfiteatro 2 Teatro

GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) HORÁRIOS Anfiteatro 1 Anfiteatro 2 Teatro 08:30-09:00 ATUALIZAÇÃO EM NEUROCIRURGIA E NEUROCIÊNCIAS: 70 ANOS DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) 1. Possibilidades futuras das intervenções neurocirúrgicas

Leia mais