INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO ESTUDO IMIGRANTES E IDENTIDADES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO ESTUDO IMIGRANTES E IDENTIDADES"

Transcrição

1 1 INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO ESTUDO IMIGRANTES E IDENTIDADES O presente inquérito por questionário foi elaborado no âmbito do Estudo Imigrantes e Identidades, que está a ser desenvolvido pela Divisão de Acção Social e Inclusão da Câmara Municipal de S. João da Madeira. O inquérito é anónimo e confidencial. No final do seu preenchimento deverá ser colocado no interior do envelope que lhe foi entregue juntamente com o questionário e deverá ser fechado. O exterior do envelope não deverá apresentar qualquer elemento que permita a sua identificação. Agradecemos a sua colaboração e disponibilidade e esperamos que este estudo contribua para um maior conhecimento das condições de vida dos imigrantes da nossa região e da melhoria das mesmas. GRUPO I CARACTERIZAÇÃO SÓCIO-DEMOGRÁFICA 1. Sexo: Feminino Masculino 2. Idade: anos 3. Em que país nasceu? 4. Há quanto tempo está em Portugal? Menos de 6 meses De 6 meses a 1 ano De 1 a 2 anos De 3 a 5 anos Mais de 5 anos Não sabe/não responde 5. Qual o seu estado civil? Solteiro Casado/União de facto Divorciado/Separado Viúvo 6. Qual o seu nível de escolaridade? Sem escolaridade obrigatória (equivalência ao 9º ano) Equivalência ao 9.º ano Equivalência ao 12.º ano Ensino politécnico/médio.qual? Frequência universitária Licenciatura. Qual? Pós-graduação Mestrado Doutoramento Outra. Qual? GRUPO II CAUSAS DA EMIGRAÇÃO 7. Qual a principal razão que o levou a sair do seu país de origem? (Indique apenas uma) Procura de melhores condições de vida Prosseguimento de estudos Políticas Outra (s). Qual (ais)?

2 2 8. Quais as razões da escolha da vinda para Portugal? Ter familiares/amigos em Portugal Proposta de trabalho (contrato) Gostar de Portugal Facilidade em arranjar trabalho Outra (s). Qual (ais)? 9. Qual era a sua situação profissional no país de origem? Empregado Desempregado GRUPO III INTEGRAÇÃO NA COMUNIDADE III.I. Inserção na comunidade portuguesa 10. Quando veio para Portugal vinha acompanhado pela sua família? Se respondeu sim, indique quais os membros da família que o acompanharam: Cônjuge Cônjuge e filhos Filhos Irmãos Outros. Quais? 11. Pensa mandar vir para Portugal algumas das pessoas (familiares ou amigos) que ainda estão na sua terra? Se respondeu sim, dentro de quanto tempo? Dentro de 6 meses De 6 meses a 1 ano Nos próximos 2-3 anos Mais tarde Não sabe/não responde 12. Alguém o tem ajudado desde que chegou a Portugal? Se respondeu sim, de quem tem recebido ajuda? Familiares Amigos e conhecidos do seu país de origem Amigos e conhecidos portugueses Associações de imigrantes Organizações de solidariedade social Associações ligadas à Igreja Organizações do Estado Outro/a: Se respondeu sim, em que áreas recebeu ajuda? A encontrar trabalho A encontrar alojamento A tratar da legalização Outro/a:

3 A aprender português Quais são as suas principais dificuldades na adaptação à sociedade portuguesa? (Indique apenas duas) Língua portuguesa Difícil adaptação ao trabalho Conseguir arranjar trabalho Costumes diferentes Conseguir um trabalho melhor Dificuldades no acesso à habitação Dificuldades com a legalização da sua situação Discriminação. Se respondeu sim, indique em que aspectos: Dificuldades com a entidade patronal Sem dificuldades 14. Para a sua integração em Portugal, qual das seguintes opções lhe parece mais necessária? (Indique apenas uma) Saber falar bem português Ter família consigo Ter amigos portugueses Saber como funcionam os serviços de imigração, saúde, educação, etc Saber como funciona o País Obter a nacionalidade portuguesa Ter amigos da sua nacionalidade Ter trabalho Fazer parte de uma Associação Não sabe/não responde 15. Que tipo de visto/documento possuía quando chegou a Portugal? Visto uniforme (Schengen) Visto de trabalho Visto de curta duração VVTL (válido para Portugal) Estava incluído no passaporte dos pais Visto de turista (visto de curta duração) Sem qualquer documento Visto de estudante Outro tipo de visto/documento. Qual? 16. Qual o seu actual estatuto de permanência em Portugal? Possuo autorização de residência Possuo autorização de permanência Possuo visto de estada temporária Possuo visto de trabalho O meu processo aguarda resolução no SEF Não tenho qualquer tipo de autorização Outras situações. Quais? 17. Preencha a tabela que a seguir se apresenta, sobre o seu domínio da língua portuguesa: Domínio da língua Nível de Fluência Muito bom Bom Razoável Insuficiente Português falado Leitura de textos escritos em português Escrita de textos em português 18.Onde/com quem aprendeu português (falado)? 19. Em que língua(s) se fala, habitualmente, em sua casa?

4 20.Costuma participar em festas/convívios organizados pela sua comunidade de origem? Participo sempre A minha comunidade de origem nunca organiza esse tipo de eventos 4 Participo algumas vezes Participo raramente Nunca participo. Se escolheu esta opção, indique os motivos: 21. Para si é importante manter o contacto com o seu país de origem? Porquê? 22. Onde costuma obter informação sobre o seu país de origem? (Indique apenas os dois mais importantes) Internet Publicações Através da família Outros meios Através de amigos Não procuro 23. Das seguintes actividades, indique as que pratica nos seus tempos livres (indique apenas três): Ver televisão Conversar/sair com amigos Ir a concertos Ler jornais Conversar/sair com familiares Ir a espectáculos de dança Ler revistas da especialidade Conversar/sair com colegas de trabalho do seu país Ir dançar Ler livros Ir ao cinema Outras. Quais? Navegar na Internet Ir ao teatro 24. Existe alguém, no seu agregado familiar, que participe em alguma actividade social ou comunitária em Portugal? Se respondeu sim, indique quais: Organizações sociais ou partidos políticos portugueses Organizações ecológicas Comunidade religiosa/igreja Organizações sociais de imigrantes ou partidos políticos, que Organizações culturais Outras organizações sociais incluem imigrantes de diferentes países Organizações sociais de imigrantes ou partidos políticos, que incluem imigrantes do seu país Organizações desportivas Organizações anti-racistas/direitos humanos/apoio a imigrantes Sindicatos 25. Considera que ao vir para Portugal, com o desejo de resolver os seus problemas, fica a perder ou a ganhar? Fico claramente a perder Fico a perder Não fico a perder nem a ganhar Fico a ganhar Fico claramente a ganhar Porquê?

5 26. Quais são os seus planos a longo prazo? Tentarei ganhar algum dinheiro e regressarei ao meu país. Indique dentro de quanto tempo pensa regressar: Tentarei obter a nacionalidade portuguesa e fixar-me em Portugal Tentarei obter a nacionalidade portuguesa para poder emigrar para outro país com melhores condições de vida Ainda não estão definidos Outros planos. Quais? 5 GRUPO IV CARACTERIZAÇÃO SÓCIO-ECONÓMICA, PROFISSIONAL E FAMILIAR IV.I. CARACTERIZAÇÃO PROFISSIONAL 27. Qual a sua situação profissional neste momento? Empregado Desempregado Inactivo Se respondeu que está empregado, qual o seu grau de satisfação com a profissão que exerce em Portugal? Não satisfeito Satisfeito Muito satisfeito 28. Qual era a sua ocupação ou profissão principal no seu país? 29. Actualmente, qual é a sua profissão em Portugal? 30. Que tipo de contrato tem neste momento? Contrato permanente Contrato temporário Trabalho por conta própria Nenhum Outro. Qual? 31. Qual foi o rendimento, no último mês, do seu agregado familiar? Menos de 250 euros euros euros euros euros + de 2000 euros 32. Considera que o seu salário está ao mesmo nível do salário dos não imigrantes? 33. Faz descontos para a Segurança Social? Se respondeu não, indique porquê: A entidade patronal não quer Eu não quero Outras razões 34. Paga imposto sobre o seu rendimento (IRS)? Sim Não, porque a entidade patronal não quer Não, porque eu não quero Não, por outras razões. Quais?

6 35. Concorda, ou não, com as seguintes afirmações acerca do seu trabalho actual: 6 Afirmações Está abaixo das minhas capacidades É apenas um meio para conseguir um trabalho melhor É apenas um meio de ganhar a vida Foi o único que consegui arranjar Concorda Discorda Ns/Nr 36. Já teve algum acidente de trabalho? Se respondeu sim, o que fez o seu patrão para resolver a situação? Nada O mínimo possível O suficiente Tudo o que era possível 37. Relativamente à afirmação seguinte diga se: 1 = concorda totalmente; 2 = concorda; 3= indeciso; 4 = discorda; 5 = discorda totalmente Os empregos disponíveis para imigrantes são: Empregos compatíveis com as suas qualificações Empregos sujos e mal pagos Empregos em que há falta de mão-de-obra Empregos que os portugueses já não querem Empregos iguais aos dos portugueses Empregos iguais aos dos outros imigrantes IV.II. CONDIÇÕES DE HABITABILIDADE 38. Indique o tipo de espaço onde habita: Casa própria Casa de familiares Estaleiro/obra/local de trabalho Casa alugada Casa de amigos Sem abrigo Parte de casa Barraca Outra. Qual? Quarto Pensão 39. Qual o número de divisões (sem contar com cozinha, casa de banho e corredores) do espaço onde habita? divisões 40. No caso de pagar renda mensal, indique o seu valor: euros 41. Indique quais os equipamentos existentes no espaço onde habita: Cozinha Wc Água canalizada Banheira/chuveiro Saneamento Electricidade 42. Qual é o estado de conservação do espaço onde habita actualmente? Mau Razoável Bom

7 7 43. Qual o n.º de residentes com quem partilha o espaço onde habita? residentes Se partilha o espaço onde habita, qual o tipo de residentes com quem o faz? Colegas de trabalho. Indique qual a nacionalidade dos colegas com quem partilha o espaço em que reside: Amigos. Indique qual a nacionalidade dos amigos com quem partilha o espaço em que reside: Família Se respondeu família, preencha a seguinte tabela: Número de elementos do Grau de parentesco Sexo F M Idade Nacionalidade Situação profissional Escolaridade agregado IV.III. EDUCAÇÃO (no caso de não ter filhos ou educandos a seu cargo, por favor passe ao grupo V) 44. Os seus filhos/educandos reprovaram alguma vez? Se respondeu sim, indique quais os motivos: 45. Na escola, como são as relações dos seus filhos/educandos com: Relações dos seus filhos/educandos com: Más Razoáveis Boas Muito boas Os professores Os seus colegas de origem portuguesa Os seus colegas de origem imigrante Os funcionários da escola 46. Costuma ter contactos regulares com os professores dos seus filhos/educandos? Sim Às vezes Não Se respondeu não, indique os motivos: 47. É membro de alguma Associação de Pais?

8 8 IV.IV. RELIGIÃO 48. Qual a religião que professa? Católica Sem religião/indiferente/agnóstico/ateu Protestante Outra. Qual? Ortodoxa Se professa alguma das religiões acima enunciadas, considera-se: Praticante Não praticante GRUPO V SERVIÇOS 49. Como tem sido atendido pelos serviços públicos portugueses: Muito mal Mal Razoável Bem Muito Bem 50. Na sua opinião, quais os principais obstáculos com que se deparou nos serviços públicos portugueses? Tempo de espera Qualidade do serviço prestado Dificuldades de comunicação com os funcionários administrativos Discriminação Dificuldades de comunicação com os profissionais dos serviços Outro. Qual? Nota: O presente inquérito foi redigido com base em publicações da Colecção Estudos OI do Observatório da Imigração (http://www.oi.acidi.gov.pt)

9 9

Habilitações literárias * (assinale o último nível de educação concluído e certificado)

Habilitações literárias * (assinale o último nível de educação concluído e certificado) MIGRAÇÕES QUALIFICADAS/ Emigrantes Este questionário faz parte de uma investigação, sobre profissionais portugueses com qualificação superior que se encontram a trabalhar, na respectiva área, fora do seu

Leia mais

IMIGRANTES E SERVIÇOS FINANCEIROS QUESTIONÁRIO. N questionário. Cidade em que habita:. Sexo: M F Idade:

IMIGRANTES E SERVIÇOS FINANCEIROS QUESTIONÁRIO. N questionário. Cidade em que habita:. Sexo: M F Idade: IMIGRANTES E SERVIÇOS FINANCEIROS QUESTIONÁRIO N questionário Cidade em que habita:. Sexo: M F Idade: Grau de Ensino: 1. Nenhum 2. Escola primária ou ciclo preparatório 3. Escola Secundária/qualificações

Leia mais

Questionário aos Bolseiros. da Fundação Rotária Portuguesa. Este questionário pretende conhecer as opiniões do bolseiros da Fundação Rotária

Questionário aos Bolseiros. da Fundação Rotária Portuguesa. Este questionário pretende conhecer as opiniões do bolseiros da Fundação Rotária Questionário aos Bolseiros da Fundação Rotária Portuguesa Este questionário pretende conhecer as opiniões do bolseiros da Fundação Rotária Portuguesa sobre o apoio que lhes é prestado. A sua resposta a

Leia mais

I. TRAJECTÓRIA PROFISSIONAL. I. 1. Trajectória profissional externa anterior à entrada na empresa. Profissão/ Tipo de actividade

I. TRAJECTÓRIA PROFISSIONAL. I. 1. Trajectória profissional externa anterior à entrada na empresa. Profissão/ Tipo de actividade I. TRAJECTÓRIA PROFISSIONAL I. 1. Trajectória profissional externa anterior à entrada na empresa Sector de actividade Profissão/ Tipo de actividade na profissão Categoria profissional/ Titularidade profissional

Leia mais

EM BUSCA DO TESOURO DAS FAMÍLIAS

EM BUSCA DO TESOURO DAS FAMÍLIAS CODIGO: - - - - IDENTIFICAÇÃO DA CRIANÇA Nome da criança-alvo: Idade: de nascimento : N.º de anos de escolaridade: Sexo: Feminino Masculino A criança vive com os pais? SIM NÃO IDENTIFICAÇÃO DO PARTICIPANTE

Leia mais

Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro

Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro Questionário: Imagens do (Ensino) Português no Estrangeiro Pretende se com este questionário conhecer a sua opinião sobre o (Ensino do) Português no Estrangeiro. Não existem respostas certas ou erradas.

Leia mais

ESTUDO DE RECEPÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PORTUGUESES (ISCTE/ERC) A CRIANÇA/ADOLESCENTE DO ESTUDO E A FAMÍLIA

ESTUDO DE RECEPÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PORTUGUESES (ISCTE/ERC) A CRIANÇA/ADOLESCENTE DO ESTUDO E A FAMÍLIA ESTUDO DE RECEPÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PORTUGUESES (ISCTE/ERC) Questionário Pai / Mãe / Encarregado/a de Educação Nota: Não deve escrever o nome e/ou morada em nenhuma das páginas deste questionário

Leia mais

Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde Unidade de Ponte de Lima

Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde Unidade de Ponte de Lima Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde Unidade de Ponte de Lima QUESTIONÁRIO Mudança dos Hábitos de Vida das Pessoas com Diagnóstico de Hipertensão Arterial Rita Catarina Alves Gomes,

Leia mais

Questionário para caracterização da População Idosa do concelho de Bombarral

Questionário para caracterização da População Idosa do concelho de Bombarral Questionário para caracterização da População Idosa do concelho de Bombarral Uma sociedade envelhecida exige definição de medidas de politicas específicas, no contexto de uma politica socialmente global,

Leia mais

PRÉ-VESTIBULAR PARA NEGROS E CARENTES QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO SÓCIO-CULTURAL. Endereço:

PRÉ-VESTIBULAR PARA NEGROS E CARENTES QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO SÓCIO-CULTURAL. Endereço: PRÉ-VESTIBULAR PARA NEGROS E CARENTES NÚCLEO PETRÓPOLIS QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO SÓCIO-CULTURAL Dados pessoais Nome: Sexo: Cor/Raça: Data de nascimento: / / Idade: Endereço:_ E-mail: Dados escolares Você

Leia mais

INTERCAMPUS Inquérito a Turistas Maio de 2015 EVENTOS DE SURF. Com o apoio de:

INTERCAMPUS Inquérito a Turistas Maio de 2015 EVENTOS DE SURF. Com o apoio de: EVENTOS DE SURF 1 Com o apoio de: Índice 2 1 Análise Síntese 4 2 Resultados 7 1. Caracterização da amostra 8 2. Satisfação 15 4. Regressar e recomendar 20 3 Metodologia 23 Contextualização do Projecto

Leia mais

"Retrato social" de Portugal na década de 90

Retrato social de Portugal na década de 90 "Retrato social" de Portugal na década de 9 Apresentam-se alguns tópicos da informação contida em cada um dos capítulos da publicação Portugal Social 1991-21, editada pelo INE em Setembro de 23. Capítulo

Leia mais

Enquete para Pais ou Responsáveis

Enquete para Pais ou Responsáveis MEXT Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão Avaliação Nacional do Desempenho Escolar e Condições do Aprendizado em 2013 Pesquisa detalhada Enquete para Pais ou Responsáveis

Leia mais

Questionário de Dados Sociais Demográficos e Obstétricos

Questionário de Dados Sociais Demográficos e Obstétricos Nome: Questionário de Dados Sociais Demográficos e Obstétricos I. Dados Demográficos 1 Idade: 2 Profissão: 3 - Profissão do Companheiro 4 Está empregada Desempregada 5 - O seu companheiro está empregado

Leia mais

A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito. 2 de Abril de 2008

A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito. 2 de Abril de 2008 A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito 2 de Abril de 2008 Caracterização dos inquiridos Sexo 37% 63% Feminino Masculino Idade 12% 18-25 anos 18% 26-35 anos 36-45 anos 54% 16% > de 45 anos

Leia mais

A IMIGRAÇÃO EM PORTUGAL E NO ALENTEJO. A SINGULARIDADE DO CONCELHO DE ODEMIRA.

A IMIGRAÇÃO EM PORTUGAL E NO ALENTEJO. A SINGULARIDADE DO CONCELHO DE ODEMIRA. A IMIGRAÇÃO EM PORTUGAL E NO ALENTEJO. A SINGULARIDADE DO CONCELHO DE ODEMIRA. - RESULTADOS PRELIMINARES - Alina Esteves Ana Estevens Jornadas de Reflexão 29 de Maio A Realidade da Imigração em Odemira

Leia mais

ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS FAMILIARES COM OS SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL (SATIS-BR)

ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS FAMILIARES COM OS SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL (SATIS-BR) ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS FAMILIARES COM OS SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL (SATIS-BR) Bandeira, M.; Mercier, C.; Perreault,M.; Libério, M.MA e Pitta, AMF (00). Escala Brasileira de Avaliação da Satisfação

Leia mais

FICHA DE RENOVAÇÃO DE INSCRIÇÃO

FICHA DE RENOVAÇÃO DE INSCRIÇÃO FICHA DE RENOVAÇÃO DE INSCRIÇÃO Data de Inscrição / / Admissão em / / Sala: Renovação em / / Sala: Saída em / / N.º Aluno DADOS DA CRIANÇA Nome Completo: Nome por que é tratado: Sexo: F M Data de Nascimento:

Leia mais

NOVA LEI DA IMIGRAÇÃO

NOVA LEI DA IMIGRAÇÃO 19 de Junho de 2007 NOVA LEI DA IMIGRAÇÃO Cláudia do Carmo Santos Advogada OBJECTIVOS Desburocratização de procedimentos Adequação da lei em vigor à realidade social Atracção de mão-de-obra estrangeira

Leia mais

Proposta de Lei da Imigração Inovações que mudam a vida das pessoas

Proposta de Lei da Imigração Inovações que mudam a vida das pessoas da Imigração Inovações que mudam a vida das pessoas Fui expulso, mas tenho um filho menor a cargo a viver em Portugal. Podem recusar-me a entrada? Sim. A residência de filhos menores em Portugal é apenas

Leia mais

Estágios Desportivos - Participantes

Estágios Desportivos - Participantes Estágios Desportivos - Participantes 1 Com o apoio de: Índice 2 1 Análise Síntese 4 2 Resultados 6 3 Metodologia 19 Contextualização do Projecto 3 O grupo Controlinveste pretendeu realizar um inquérito

Leia mais

QUESTIONÁRIO A SOCIEDADE DIGITAL E O NOVO PERFIL DO TÉCNICO OFICIAL DE CONTAS

QUESTIONÁRIO A SOCIEDADE DIGITAL E O NOVO PERFIL DO TÉCNICO OFICIAL DE CONTAS Contacto: nelma.marq@gmail.com QUESTIONÁRIO A SOCIEDADE DIGITAL E O NOVO PERFIL DO TÉCNICO OFICIAL DE CONTAS O presente questionário pretende servir de apoio ao desenvolvimento de um estudo relacionado

Leia mais

NOME MORADA TELEFONE TELEMÓVEL E-MAIL DATA DE NASCIMENTO / / NATURALIDADE NACIONALIDADE Nº DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO (BI/CC) DATA DE VALIDADE / /

NOME MORADA TELEFONE TELEMÓVEL E-MAIL DATA DE NASCIMENTO / / NATURALIDADE NACIONALIDADE Nº DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO (BI/CC) DATA DE VALIDADE / / Página 1 de 5 MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS - SERVIÇO DE INTERVENÇÃO SOCIAL FORMULÁRIO DE CANDIDATURA A HABITAÇÃO MUNICIPAL Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas 1 - IDENTIFICAÇÃO DO/A

Leia mais

Cartão Multicaixa. relatório final

Cartão Multicaixa. relatório final Cartão Multicaixa relatório final 34.10 AG Cartão Multicaixa 34.10 AG Cartão Multicaixa 1. Objectivos e metodologia 2. Sumário executivo 3. Caracterização 4. Cartão Multicaixa 34.10 AG Cartão Multicaixa

Leia mais

Questionário Linha de Base: Educadores Estado: Cidade: Nome Pesquisador: Sala N : Professor N : [Estes dados devem ser preenchidos pelo pesquisador] Boas vindas Caro(a) Educador(a): O objetivo deste questionário

Leia mais

Apêndice A- Questionário Sócio-demográfico Jovens não-institucionalizados

Apêndice A- Questionário Sócio-demográfico Jovens não-institucionalizados A Vinculação e a Auto-estima em Jovens Não-Institucionalizados vs. Jovens Institucionalizados Data: / / Idade: Sexo: Feminino ( ) Ano: Masculino ( ) I II 1.Com quem vives? (Podes escolher mais que uma

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil CONSELHO DE CLASSE A visão dos professores sobre educação no Brasil INTRODUÇÃO Especificações Técnicas Data do Campo 19/06 a 14/10 de 2014 Metodologia Técnica de coleta de dados Abrangência geográfica

Leia mais

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião Família Qual era a profissão dos seus pais? Como eles conciliavam trabalho e família? Como era a vida de vocês: muito apertada, mais ou menos, ou viviam com folga? Fale mais sobre isso. Seus pais estudaram

Leia mais

QUESTIONÁRIO (Artigo 5º, n.º 4, do Programa de Concurso)

QUESTIONÁRIO (Artigo 5º, n.º 4, do Programa de Concurso) QUESTIONÁRIO (Artigo 5º, n.º 4, do Programa de Concurso) Número * NOTA IMPORTANTE: A este questionário deve responder-se com a maior exactidão, pois a prestação de falsas declarações determinará a exclusão

Leia mais

PROJETO GUIA GESTÃO UNIVERSITÁRIA DO ABANDONO ESCOLAR

PROJETO GUIA GESTÃO UNIVERSITÁRIA DO ABANDONO ESCOLAR PROJETO GUIA GESTÃO UNIVERSITÁRIA DO ABANDONO ESCOLAR Questionário sobre as causas do abandono e decisões do estudante relativas ao abandono dos estudos no ensino superior Versão on-line para Portugal

Leia mais

ZA4542. Flash Eurobarometer 202 Young Europeans. Country Specific Questionnaire Portugal

ZA4542. Flash Eurobarometer 202 Young Europeans. Country Specific Questionnaire Portugal ZA4542 Flash Eurobarometer 202 Young Europeans Country Specific Questionnaire Portugal QUESTIONNAIRE FL202 Bom dia/ boa tarde, Sou entrevistador(a) da Consulmark. Estamos a conduzir um estudo junto de

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Perfil do Turista Do Território Douro Alliance

Perfil do Turista Do Território Douro Alliance Perfil do Turista Do Território Douro Alliance Vila Real Peso da Régua Lamego 2º Semestre de 2011 O Gabinete de Turismo da Douro Alliance em colaboração com o Observatório Económico e Social desta Associação,

Leia mais

imesurvey - Questionário de Caracterização da Amostra (A) 1 de 20 11-07-2011 15:52 Questionário de Caracterização da Amostra (A) Este questionário versa um conjunto de temáticas relativas à utilização

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: N.º de inscrição: Documento de identificação: N.º : Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os

Leia mais

Leões de Portugal Associação de Solidariedade Sportinguista, IPSS

Leões de Portugal Associação de Solidariedade Sportinguista, IPSS Leões de Portugal Associação de Solidariedade Sportinguista, IPSS Boletim de Inscrição Instruções de Preenchimento e Entrega 1 - Este boletim é constituído por 4 páginas, sem contar com a presente. 2 -

Leia mais

Qualidade Integral da Escala de Vida. Adulto. (ComQol-A5) 1997

Qualidade Integral da Escala de Vida. Adulto. (ComQol-A5) 1997 Qualidade Integral da Escala de Vida Adulto (ComQol-A5) 1997 Este projeto foi financiado com o apoio do Programa Lifelong Learning da União Europeia. A informação contida nesta publicação vincula exclusivamente

Leia mais

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT Desde já, agradecemos a sua participação nesta nova etapa do Projecto de Tutoria a Estudantes ERASMUS versão OUT. Com este inquérito, pretendemos

Leia mais

RELATÓRIO GLOBAL DE ESCOLA DO QUESTIONÁRIO ESTUDANTES À SAÍDA DO SECUNDÁRIO 2012/13 I - CARACTERIZAÇÃO DOS ESTUDANTES À SAÍDA DO SECUNDÁRIO

RELATÓRIO GLOBAL DE ESCOLA DO QUESTIONÁRIO ESTUDANTES À SAÍDA DO SECUNDÁRIO 2012/13 I - CARACTERIZAÇÃO DOS ESTUDANTES À SAÍDA DO SECUNDÁRIO Estudantes à Saída do Secundário 12/13 RELATÓRIO GLOBAL DE ESCOLA DO QUESTIONÁRIO ESTUDANTES À SAÍDA DO SECUNDÁRIO 12/13 Código da Escola OTES1213 N.º de respostas 41658 I - CARACTERIZAÇÃO DOS ESTUDANTES

Leia mais

Situação dos migrantes e seus descendentes directos no mercado de trabalho MANUAL ENTREVISTADOR

Situação dos migrantes e seus descendentes directos no mercado de trabalho MANUAL ENTREVISTADOR DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SOCIAIS SERVIÇO DE ESTATÍSTICAS DEMOGRÁFICAS Situação dos migrantes e seus descendentes directos no mercado de trabalho MANUAL DO ENTREVISTADOR Março 2008 2

Leia mais

Questionário aplicado

Questionário aplicado Questionário aplicado Leôncio Martins Rodrigues SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros RODRIGUES, LM. Questionário aplicado. In: Industrialização e atitudes operárias: estudo de um grupo de trabalhadores

Leia mais

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT Desde já, agradecemos a sua participação nesta nova etapa do Projecto de Tutoria a Estudantes ERASMUS versão OUT. Com este inquérito, pretendemos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SOCIAIS SERVIÇO DE ESTATÍSTICAS DO MERCADO DE TRABALHO

DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SOCIAIS SERVIÇO DE ESTATÍSTICAS DO MERCADO DE TRABALHO Instrumento de notação do Sistema Estatístico Nacional (Lei n.º /008, de 3 de Maio), de resposta obrigatória. Registado no INE sob o n.º 0000, válido até 3 de Dezembro de 04. DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICAS

Leia mais

CONSULADO DE PORTUGAL CURITIBA

CONSULADO DE PORTUGAL CURITIBA VISTO PARA TRABALHAR EM PORTUGAL Actividade profissional subordinado ( Artº 30) OU Actividade profissional independente ( Artº 31) Os pedidos de visto devem ser apresentados pelo requerente com uma antecedência

Leia mais

Famílias Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação 2003

Famílias Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação 2003 Famílias Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação 2003 Instrumento de Notação Instrumento de notação do Sistema Estatístico Nacional (Lei n.º 6/89, de 15 de Abril), de resposta

Leia mais

Pedido de Visto Schengen

Pedido de Visto Schengen Pedido de Visto Schengen FOTO Este impresso é gratuito 1. Apelido PARTE RESERVADA À ADMINISTRAÇÃO 2. Apelido quando do nascimento (apelido anterior) Data do pedido: 3. Nome(s) próprio(s) Número do pedido

Leia mais

População Portuguesa. Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação 2002 DOCUMENTO METODOLÓGICO

População Portuguesa. Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação 2002 DOCUMENTO METODOLÓGICO População Portuguesa Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação 2002 DOCUMENTO METODOLÓGICO ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO E OBJECTIVOS DO INQUÉRITO...3 2. RECOLHA E TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO...3

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Liliana de Fátima Nogueira Pinto Nº 14474. Questionário

Liliana de Fátima Nogueira Pinto Nº 14474. Questionário Liliana de Fátima Nogueira Pinto Nº 14474 Questionário Alcoolismo no Feminino: O Consumo de Bebidas Alcoólicas em Alunas Universitárias uma amostra da FCS-UFP do Porto Faculdade de Ciências da Saúde Universidade

Leia mais

Questionário para o Pedido de Visto para a República Popular da China

Questionário para o Pedido de Visto para a República Popular da China Questionário para o Pedido de Visto para a República Popular da China O Solicitante dever á preencher este formulário de forma sincera e completa. Por favor, digite ou escreva suas respostas em letras

Leia mais

MARIA JOSÉ BANHA DEZ/ 2014 TRABALHO REALIZADO POR: PAULO ELIAS

MARIA JOSÉ BANHA DEZ/ 2014 TRABALHO REALIZADO POR: PAULO ELIAS FORMADORA: MARIA JOSÉ BANHA DEZ/ 2014 TRABALHO REALIZADO POR: MARIA ANTÓNIA PAULO ELIAS SEGURANÇA SOCIAL A Segurança Social Portuguesa está sob a tutela do Ministério da Solidariedade e da Segurança Social

Leia mais

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT Desde já, agradecemos a sua participação nesta nova etapa do Projecto de Tutoria a Estudantes ERASMUS versão OUT. Com este inquérito, pretendemos

Leia mais

IFMG FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO O DO IFMG/2010 2º PROCESSO SELETIVO SELETIV

IFMG FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO O DO IFMG/2010 2º PROCESSO SELETIVO SELETIV MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS IFMG FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO 2º PROCESSO SELETIVO SELETIV O DO IFMG/2010 FAVOR PREENCHER TODO FORMULÁRIO

Leia mais

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT Desde já, agradecemos a sua participação nesta nova etapa do Projecto de Tutoria a Estudantes ERASMUS versão OUT. Com este inquérito, pretendemos

Leia mais

Estudo sobre Serviços e Apoios Não Residenciais de Violência Doméstica Formulário de feedback sobre o programa

Estudo sobre Serviços e Apoios Não Residenciais de Violência Doméstica Formulário de feedback sobre o programa Código do programa: Código do estado: Estudo sobre Serviços e Apoios Não Residenciais de Violência Doméstica Formulário de feedback sobre o programa Instruções: Responda às perguntas abaixo relacionadas

Leia mais

Transcrição de Entrevista n º 22

Transcrição de Entrevista n º 22 Transcrição de Entrevista n º 22 E Entrevistador E22 Entrevistado 22 Sexo Masculino Idade 50 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante

Leia mais

FUNDASINUM Fundação de Saúde Integral Humanística TIP Clínica - Mantenedora da FUNDASINUM Renate Jost de Moraes

FUNDASINUM Fundação de Saúde Integral Humanística TIP Clínica - Mantenedora da FUNDASINUM Renate Jost de Moraes FUNDASINUM Fundação de Saúde Integral Humanística TIP Clínica - Mantenedora da FUNDASINUM Renate Jost de Moraes AVALIAÇÃO PARA CONCESSÃO DE BENEFÍCIO Fundada em 1986 e instituída pela psicóloga Renate

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias BANDA LARGA

Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias BANDA LARGA 03 DE DEZZEMBRO 2007 Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007 77% DOS AGREGADOS DOMÉSTICOS COM LIGAÇÃO À INTERNET

Leia mais

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DIVISÃO DE PROJETOS E APOIO A COMUNIDADE UNIVERSITÁRIA SETOR DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UFSJ MBA em Administração FORMULÁRIO

Leia mais

Consulado Geral de Angola em Caracas/Venezuela

Consulado Geral de Angola em Caracas/Venezuela REPÚBLICA DE ANGOLA Consulado Geral de Angola em Caracas/Venezuela PEDIDO DE VISTO DE ENTRADA Tratamento Médico Trabalho Ordinário Fixação de Residência Trânsito Privilegiado Permanência Temporária Turismo

Leia mais

MODELO DE QUESTIONÁRIO PROPOSTO PARA A PESQUISA DE CLIMA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL-FHA. Apresentação

MODELO DE QUESTIONÁRIO PROPOSTO PARA A PESQUISA DE CLIMA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL-FHA. Apresentação Av. São Paulo 3996 Vila Rosário Ibirité MG CEP:32400-000 Telefone: (31) 3521-9540- Fax: (31) 3521-9534 www.fundacaohantipoff.mg.gov.br MODELO DE QUESTIONÁRIO PROPOSTO PARA A PESQUISA DE CLIMA PESQUISA

Leia mais

ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05. Dados Estatísticos PARTE II

ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05. Dados Estatísticos PARTE II ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05 Dados Estatísticos PARTE II ESTUDANTES DE PÓS-LICENCIATURA (Mestrados e Doutoramentos) DSAS- Direcção

Leia mais

Questionário Parte I: Informação Pessoal Parte II: Utilização das Tecnologias Educativas (TE)

Questionário Parte I: Informação Pessoal Parte II: Utilização das Tecnologias Educativas (TE) Questionário Este questionário destina-se a avaliar, a nível nacional, as atitudes e perceções dos professores e formadores de cursos de Nível Secundário sobre a utilização de recursos computacionais na

Leia mais

Solução Poupança Zurich Solução Investimento Zurich

Solução Poupança Zurich Solução Investimento Zurich olução Poupança Zurich olução Investimento Zurich Proposta de eguro (preencher com maiúsculas) Zonas de cor a preencher pela Zurich Cliente n.º Cliente Associado Mediador Proposta n.º Gestor egócio Cob.

Leia mais

QUESTIONÁRIO. Fórum do Desporto Municipal I DADOS PESSOAIS

QUESTIONÁRIO. Fórum do Desporto Municipal I DADOS PESSOAIS QUESTIONÁRIO Fórum do Desporto Municipal O Fórum do Desporto Municipal corresponde a um processo participativo, dinâmico que pretende assegurar a responsabilização e mobilização de todos os cidadãos e

Leia mais

AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante

AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante Caro Estudante, O Projeto Avalie pretende conhecer melhor o perfil do estudante do Ensino Médio da Bahia, por isso a sua participação representa a garantia

Leia mais

Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa A Universidade de Lisboa está a fazer um estudo que procura saber como é que as crianças e os jovens portugueses utilizam a internet e o que pensam

Leia mais

Anexo 1. Guião da conversa informal exploratória com as docentes de Língua Estrangeira I Inglês

Anexo 1. Guião da conversa informal exploratória com as docentes de Língua Estrangeira I Inglês ANEXOS Anexo 1 Guião da conversa informal exploratória com as docentes de Língua Estrangeira I Inglês 1. Situação profissional 2. Tempo de serviço no exercício de funções docentes 3. Distância casa/escola

Leia mais

Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo /

Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo / Campus de Gualtar 4710-057 Braga P I - identificação e residência Nome: Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo / Nº de aluno: Data de nascimento / / Estado civil: Sexo:

Leia mais

CESOP. Data /05/2007 Hora do início : Hora do fim : Entrevistador:

CESOP. Data /05/2007 Hora do início : Hora do fim : Entrevistador: Inquérito n.º CESOP Saúde e Sexualidade Versão Masculina (V2) Data /05/2007 Hora do início : Hora do fim : Entrevistador: Chamo-me e trabalho para o Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema

Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema Anexos 71 Anexo I Exmo. Sr. Encarregado de Educação Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema Este

Leia mais

Descontar para a reforma na Suíça e a sua situação em caso de divórcio em Portugal

Descontar para a reforma na Suíça e a sua situação em caso de divórcio em Portugal Descontar para a reforma na Suíça e a sua situação em caso de divórcio em Portugal 1. Fundamento A reforma na Suíça apoia se em três pilares, a saber a AHV ("Eidgenössische Invaliden und Hinterlassenenverswicherung"

Leia mais

Esta é a pesquisa de satisfação

Esta é a pesquisa de satisfação Esta é a pesquisa de satisfação dos usuários de saneamento básico realizada entre a categoria residencial dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário regulados pela Agência em 244 municípios

Leia mais

Cartas enviadas para a ZON

Cartas enviadas para a ZON Cartas enviadas para a ZON 1ª CARTA Bruno Cardoso Pimentel Macedo Praceta da Bela Vista nº8 4720-286 Carrazedo Amares ZON TV Cabo Portugal, S.A. Edifício ZON Rua Ator António Silva, 9 Campo Grande 1600-404

Leia mais

INQUÉRITO SOBRE OS SISTEMAS DE FINANCIAMENTO, SUPORTE, E FORNECIMENTO DE SERVIÇOS DO SECTOR DE SAÚDE

INQUÉRITO SOBRE OS SISTEMAS DE FINANCIAMENTO, SUPORTE, E FORNECIMENTO DE SERVIÇOS DO SECTOR DE SAÚDE INQUÉRITO SOBRE OS SISTEMAS DE FINANCIAMENTO, SUPORTE, E FORNECIMENTO DE SERVIÇOS DO SECTOR DE SAÚDE MINISTÉRIO DE SAÚDE MINISTÉRIO DO PLANO E FINANÇAS Questionário U2: Pessoal da unidade CÓDIGO DO QUESTIONÁRIO

Leia mais

Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física Novembro de 2005

Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física Novembro de 2005 ANEXOS Anexo I Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física Novembro de 2005 Exmo Sr. ou Sra. Coordenador do Centro dos Apoios Educativos, O meu nome é Maria João Carvalheiro

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ.

RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ. RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ. Apresentação Este relatório contém os resultados da 1ª pesquisa de Qualidade de Vida na cidade de Aracruz solicitada pela FACE. O objetivo

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: Nº de inscrição: Documento de identificação: Nº: Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os candidatos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UFMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UFMA CADASTRO SOCIOECONÔMICO DO ESTUDANTE PARA SOLICITAÇÃO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL. ANO 1. DADOS DO ESTUDANTE Nome: Curso: Código/ Matrícula: Campus: Ano de ingresso: Período: Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino

Leia mais

Adeus à informalidade

Adeus à informalidade Adeus à informalidade A UU L AL A M Ó D U L O 23 E agora? Hilda nunca tinha imaginado que era preciso tanto papel, tanta espera, tantas idas e vindas para abrir uma pequena empresa. De uma coisa, no entanto,

Leia mais

ERC/ISCTE Estudo de Recepção dos Meios de Comunicação. Questionários nas Escolas Pais portugueses

ERC/ISCTE Estudo de Recepção dos Meios de Comunicação. Questionários nas Escolas Pais portugueses ERC/ISCTE Estudo de Recepção dos Meios de Comunicação Questionários nas Escolas Pais portugueses Nº de inquiridos: 816 Percentagens de respostas válidas A CRIANÇA/ADOLESCENTE DO ESTUDO E A FAMÍLIA 1. Qual

Leia mais

Perfil de Linguagem Bilíngue: Português-Inglês

Perfil de Linguagem Bilíngue: Português-Inglês Perfil de Linguagem Bilíngue: - Gostaríamos de lhe pedir que nos ajudasse respondendo às seguintes perguntas que dizem respeito ao seu historial linguístico, utilização, atitudes, assim como competências

Leia mais

Percepção pública da CT&I no Brasil 2015

Percepção pública da CT&I no Brasil 2015 Percepção pública da CT&I no Brasil 2015 Percepção pública da CT&I no Brasil 2015 Questionário Pesquisa realizada entre os dias 22/12/2014 e 16/3/2015, em 1962 entrevistas. Equipe Mariano Laplane (Supervisão)

Leia mais

Inquérito Diplomados Ciências Farmacêuticas 2011/2012 O E OBSERVATÓRIO DA EMPREGABILIDADE N O S E C T O R F A R M A C Ê U T I C O

Inquérito Diplomados Ciências Farmacêuticas 2011/2012 O E OBSERVATÓRIO DA EMPREGABILIDADE N O S E C T O R F A R M A C Ê U T I C O Inquérito Diplomados Ciências Farmacêuticas 2011/2012 O E OBSERVATÓRIO DA EMPREGABILIDADE N O S E C T O R F A R M A C Ê U T I C O INQUÉRITO AOS DIPLOMADOS EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS 2011/2012 traçar o perfil

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 15/12/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG Professores Responsáveis:

Leia mais

QUEM É A PESSOA IDOSA?

QUEM É A PESSOA IDOSA? INTRODUÇÃO Líder, este caderno é seu, para cadastrar e acompanhar as pessoas idosas no domicílio. Ele contém os principais indicadores que nos levam a conhecer a realidade na qual vivem as pessoas, permitindo

Leia mais

Directiva Europeia para a Igualdade de Tratamento no Emprego e na actividade profissional Inclusion Europe

Directiva Europeia para a Igualdade de Tratamento no Emprego e na actividade profissional Inclusion Europe Directiva Europeia para a Igualdade de Tratamento no Emprego e na actividade profissional Inclusion Europe Relatório A Inclusion Europe e os seus 49 membros de 36 países lutam contra a exclusão social

Leia mais

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO. Agradece-se, desde já, o seu contributo!

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO. Agradece-se, desde já, o seu contributo! ESTUDO DE CASO - Cultura Organizacional de Manutenção e Conservação dos Bens Escolares Este inquérito tem como objetivo, recolher informação para a realização de um trabalho de Mestrado, no domínio das

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão Social de Velhice (7009 v4.15) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro

Leia mais

IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR

IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR Rosiane Costa de Souza Assistente Social Msc Serviço Social/UFPA Diretora de Assistência Social Secretaria de Estado de Assistência Social do Pará

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO. Serviços públicos de apoio ao turismo. Alojamento. Restauração. Atividades de animação turística

ÁREAS DE ATUAÇÃO. Serviços públicos de apoio ao turismo. Alojamento. Restauração. Atividades de animação turística BALANÇO DO OBSERVATÓRIO TURÍSTICO DE MELGAÇO APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DE 12 ÁREAS DE ATUAÇÃO Serviços públicos de apoio ao turismo Alojamento Restauração Atividades de animação turística Serviços públicos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários Divisão de Assistência Estudantil Serviço de Bolsa

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários Divisão de Assistência Estudantil Serviço de Bolsa UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários Divisão de Assistência Estudantil Serviço de Bolsa LEIA ATENTAMENTE ANTES DE PREENCHER O FORMULÁRIO As Bolsas e Serviços são concedidos

Leia mais

RASCUNHO DO FORMULÁRIO MODELO SUBCLASSE 600 PARA PEDIDO DE VISTO ELETRÔNICO DE ENTRADA NA AUSTRÁLIA

RASCUNHO DO FORMULÁRIO MODELO SUBCLASSE 600 PARA PEDIDO DE VISTO ELETRÔNICO DE ENTRADA NA AUSTRÁLIA Última alteração: JULHO/2014 - Informações incompletas ou incorretas poderão acarretar recusa do visto de entrada na Austrália. - Ao preencher este rascunho, você nos autoriza a enviar e receber suas informações

Leia mais

METODOLOGIA & PERFIL

METODOLOGIA & PERFIL Maio2010 JOB 100283 METODOLOGIA & PERFIL Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Levantar um conjunto de informações

Leia mais

FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder)

FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder) Nome do Aluno: FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder) O Programa Bom Aluno tem como alvo bons alunos, que querem estudar e progredir academicamente e pessoalmente.

Leia mais

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Alojamento no ensino superior Bruno Pereira João Costa Marcelo Leite Miguel Morais Pedro Querido Pedro Oliveira Relatório do Trabalho Prático realizado

Leia mais

ANEXO I. FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO para estudantes inscritos em um ou mais programas da Assistência Estudantil PROENS

ANEXO I. FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO para estudantes inscritos em um ou mais programas da Assistência Estudantil PROENS ANEXO I FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO para estudantes inscritos em um ou mais programas da Assistência Estudantil PROENS ( ) Fiz inscrição para o Programa de Bolsas de Inclusão Social - PBIS Edital 003/2014

Leia mais