TERÇA-FEIRA, 23 DE JUNHO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERÇA-FEIRA, 23 DE JUNHO"

Transcrição

1 TERÇA-FEIRA, 23 DE JUNHO Horário Local Título Resumo Tipo de Sessão 9:30-10:30 Área de Exposição: Auditorio DevOps com contêineres para Java Os contêineres mudaram a mentalidade de TI para a metodologia DevOps e permitem aos desenvolvedores trabalhar da mesma forma tanto em ambientes de desenvolvimento, testes, preparação ou de produção. Eles fornecem a abstração certa para microsserviços, e várias plataformas da nuvem já os integraram em pipelines de implementação. Nesta sessão, faremos uma análise do atual cenário de DevOps e contêineres, e mostraremos como, juntas, essas inovações podem ajudar as empresas a alcançar as metas comerciais de maneira mais rápida e eficaz. Falaremos também sobre problemas conhecidos e soluções para aplicativos Java em contêineres. Track Palestrantes Sessão ID Ruslan Synytsky, CEO, Jelastic SES :30-10:30 Mezanino: Sala 8 Usando o Oracle Process Service Com o Oracle Process Service, você acelera o design, a automação e a gestão dos processos de negócios na nuvem. Nesta sessão, você ficará atualizado e entenderá como usar o Oracle Process Service. 9:30-10:30 Mezanino: Sala 10 Batch Processing: Processamento em Lotes no Mundo Corporativo Sistemas de processamento em lotes são comumente utilizados para integrar dados de múltiplas aplicações, normalmente desenvolvidos e apoiados por diferentes fornecedores e/ou hospedados em diferentes ambientes de software e hardware. A JSR-352 (Batch Processing for Java ), que faz parte da plataforma Java EE 7, define um modelo de programação para aplicações batch e um ambiente de execução para rodar e gerenciar estes processos em batch. Esta palestra apresenta como criar um sistema de processamento em lotes utilizando a API do Java EE Batch. Jim Weaver, Principal Member of Technical Staff, Oracle Rodrigo Cândido da Silva, Arquiteto de Software, GUJavaSC SES16418 SES :30-10:30 Mezanino: Sala 11 Simplificando JavaScript/HTML5 Rich Clients com Java EE e NetBeans Sumário 1. Visão geral 2. Arquitetura de processamento Batch 3. Desenvolvendo Java EE batch jobs 4. Ciclo de vida dos jobs 5. Integração com message queues 6. Escalabilidade e robustez "Nesta sessão focada em código, mostraremos como desenvolver um back-end em Java EE REST começando de zero, usando NetBeans e GlassFish. Apresentarei o desenvolvimento de um AngularJS HTML5 Client. Johannes Weigend, CTO QAware Germany, QAware GmbH SES16214 Uma visão geral da apresentação está disponível on-line: Conteúdo sujeito a alterações 1 17 de Junho

2 9:30-10:30 Microserviços: flexibilidade e agilidade a que preço? Microserviços é uma estratégia de desenvolvimento que prioriza componentização da aplicação em múltiplos serviços, gerenciados de forma independente. Isso traz maior flexibilidade e agilidade no desenvolvimento e melhor aproveitamento da computação em nuvem. Einar Saukas, Principal Consultant, Summa Technologies; Fabio Velloso, Consultor, Summa Technologies SES16313 Separar a aplicação em inúmeros serviços independentes e auto-contidos dificulta o gerenciamento transacional, exige maior monitoração e segurança, afeta a performançe. É fundamental planejar a orquestração de serviços, processos de teste e repensar a integração com o legado. Nesta palestra vamos avaliar aplicações de microserviços e como implantar melhores práticas. De integração com es Java EE até escolha de Containers, veja como microserviços pode impulsionar seu projeto Java. 9:30-10:30 Mezanino: Sala 13 Java SE 8 em profundidade O Java SE 8 é um grande passo rumo à modernização da linguagem e das bibliotecas Java. Esta é a maior atualização já feita ao modelo de programação Java e inclui novos recursos como expressões lambda e métodos padrão, uma nova API de data e hora, Nashorn, o engine JavaScript, perfis compactos e muito mais. Nesta sessão, você verá o que os principais recursos novos do Java SE 8 têm a oferecer aos desenvolvedores. 9:30-12:00 Mezanino: Sala 9 Crie o jogo 2048 com Java 8 e JavaFX Desenvolvendo o famoso jogo 2048 com JavaFX e Java 8 neste laboratório prático, você descobrirá vários Hands-on Lab recursos novos da linguagem, como API de streams e expressões lambda, além de novas classes e métodos de utilitários. Venha e conheça também conceitos básicos de animações 2-D em JavaFX, processamento paralelo, design de UIs, criação de estilos CSS e muito mais. Mezanino: Sala 11 Mezanino: Sala 13 Java no Microsoft Azure: novas perspectivas para desenvolvedores Java EE e HTML5: uma combinação explosiva para aplicativos empresariais Java Development Kit 8: Repensando a funcionalidade com lambdas e streams Através de demonstrações, a Microsoft exibirá para os desenvolvedores Java os recursos disponíveis no Azure para desenhar, implementar e manter aplicações Java em múltiplas camadas, seja em IaaS ou PaaS, de maneira transparente e integrada com ferramentas de desenvolvimento e DevOps Open Source como Eclipse, Jenkins, Puppet, Chef, Docker e outros. Java é uma plataforma consolidada para aplicativos empresariais, mas o HTML5 vem ganhando popularidade e tornando-se um astro do front-end. Nesta sessão, você aprenderá a maximizar a combinação dessas duas tecnologias com Java no back-end e HTML5 no front-end explorando a efetiva troca de dados, arquiteturas possíveis (web, desktop e móveis), dicas e lições aprendidas nos projetos (com implementação de intranet e domínio público), e verá também como diagnosticar e resolver algumas das questões básicas de segurança. Um novo e importante recurso de linguagem no Java SE 8 é a introdução de expressões lambda uma maneira de definir e usar funções anônimas. Por si só, esse recurso oferece uma maneira excelente de simplificar situações em que normalmente usaríamos uma classe interna. Contudo, o Java SE 8 também traz uma série de novas classes nas bibliotecas de padrões, desenvolvidas especificamente para aproveitar as vantagens das expressões lambda. As novas classes estão incluídas em dois novos pacotes: java.util.stream e java.util.function. Nesta sessão, primeiro faremos uma breve discussão sobre a sintaxe e o uso das expressões lambda e depois vamos nos concentrar em como usar as streams para simplificar incrivelmente o modo como operações agregadas e de grande volume são processadas em Java. Mezanino: Sala 11 Venha ajudar a moldar o futuro de Java O JCP (Java Community Process) é fundamental para a evolução da tecnologia Java. Nesta sessão, falaremos sobre diferentes maneiras como você pode participar do programa JCP e envolver-se através da iniciativa Adopta-JSR. Você também saberá das próximas mudanças ao processo JSR (Java Specification Request) e como envolver-se no esforço JCP.next, na JSR 358 e na JSR 364. Contaremos com Spec Leads, JUG Leaders, participantes do Adopt-a-JSR e membros do JCP que irão compartilhar as experiências adquiridas ao participar do programa JCP e os resultados alcançados graças a tal envolvimento. Traga suas dúvidas e sugestões, e saia com a motivação e as informações necessárias para tornar-se um participante ativo no avanço da plataforma Aurelio Garcia-Ribeyro, Senior Group Product Manager, Oracle Product Manager, Oracle; William Antonio Siqueira, Senior Technical Support Engineer, Red Hat Alessandro Jannuzzi, Microsoft Loiane Groner, IT Specialist, Citibank - loiane.com SES16288 LAB16653 SES17293 SES16215 Simon Ritter, Head of Java SES16284 Technology Evangelism, Oracle Heather VanCura, JCP Program Manager, Oracle; Thomas Modenis, Community Organizer and Developer SES16314 Conteúdo sujeito a alterações 2 17 de Junho

3 13:15 - Ferramentas para uma execução perfeita e o melhor desempenho com aplicativos Java Esta sessão ajudará administradores de TI e desenvolvedores de ambientes Java a saber qual é a melhor maneira de aproveitar as ferramentas de monitoramento e diagnóstico incluídas no Java Development Kit. Falaremos sobre como economizar tempo e recursos reunindo informações detalhadas e específicas de modo inteligente no processo Java Virtual Machine (JVM) e no aplicativo executado na JVM. Venha e entenda melhor os comportamentos dos aplicativos Java e JVM. Você aprenderá como analisar com eficácia os extensos e detalhados dados sobre os aplicativos Java. Mezanino: Sala 13 Java EE 8 uma visão geral instantânea Com o passar dos anos, o Java EE continua se reinventando e o Java EE 8 não será exceção a esta regra! Nesta sessão vamos analisar os planos para o Java EE 8 e as novas JSRs que farão parte do Java EE 8, entre as quais, MVC JSR, JSON-B JSR, Security JSR e muito mais. Veremos também como será a evolução de tecnologias existentes, como Servlet 4 com suporte a HTTP/2, para o Java EE 8, o plano para substituir os beans orientados por mensagens na API do Java Message Service, CDI (injeção de contextos e dependência) / alinhamento do Enterprise JavaBeans, JAX-RS 2.1 e muito mais. Esta sessão terminará com uma discussão sobre como você pode se envolver nos futuros desenvolvimentos do Java EE 8. Mezanino: Sala 9 Laboratório de programação lambda Se você tem interesse em experimentar o novo recurso lambda no Java 8, então este laboratório de alto nível" foi feito para você. Os participantes usarão o JDK 8 e o NetBeans em exercícios que incluirão o novo recurso lambda da linguagem de programação Java e a nova API da biblioteca de streams. A sessão começará com exercícios simples para que os iniciantes possam aprender os princípios básicos. Serão acrescentados exercícios sobre agrupamento e redução paralela para desafiar os participantes mais avançados. Não é necessário ter conhecimento prévio no recurso lambda de Java para participar da sessão, mas é interessante ter feito algum tutorial ou participado de alguma outra sessão sobre lambda no JavaOne. Mezanino: Sala 11 Uma análise mais profunda da depuração em Java O depurador Java pode ser seu melhor amigo, mas você sabe como ele funciona? Esta sessão trará uma análise detalhada sobre como o JVM (Java Virtual Machine) e o depurador Java interagem para criar uma poderosa ferramenta, além de revelar como as ferramentas aproveitam essa interação para reunir informações valiosas dos sistemas em execução. Faremos algumas experiências também venha e veja como registrar o rastreamento de pilha com valores para encontrar a causa NullPointerException. Prepare-se para ver uma série de informações valiosas sobre a abertura de seu aplicativo. Mezanino: Sala 13 Nashorn: JavaScript em Java Virtual Machine e a nuvem dos scripts aos aplicativos completos Escolha seu Java EE Front End: JavaServer Faces ou MVC (model-view-controller) Nashorn é o novo engine de JavaScript contido no JDK 8. Participe desta sessão para obter uma visão geral dos recursos e assistir a demonstrações interessantes destacando o que é possível fazer com Nashorn de scripts simples até scripts totalmente capazes do lado do na nuvem e aplicativos de UI usando JavaFX. Já faz tempo que o JSF é usado como componente da plataforma Java EE, mas agora entra em cena o MVC (model-view-controller). Então, o que cada uma dessas funcionalidades agrega ao Java EE e como escolher entre as duas? Esta sessão destacará os fatores que irão ajudá-lo a determinar se vale a pena usar as duas. Mezanino: Sala 11 Java 8, Lambdas e Streams na Vida Real O Java 8 já completou 1 ano de aniversário de lançamento, e provavelmente muitos de nós já utilizaram algumas novas APIs e fizeram alguns lambdas com streams em Colllections. Porém é impressionante o enorme conjunto de possibilidades disponíveis para se trabalhar e, principalmente, pensar de modo funcional. Nesta palestra veremos lambdas e streams do Java 8 além do básico: com exemplos de uso diversos e integração com APIs como JPA, e exemplos de criação de suas próprias APIs que possam explorar o potencial de lambdas e streams. Hands-on Lab Jaime Navarro, WW PBC Java Team Lead, Oracle David Delabassee, Software Evangelist, Oracle SES16237 SES16286 Simon Ritter, Head of Java LAB16651 Technology Evangelism, Oracle Martin Skarsaune, Senior Developer and Co-Owner, Kantega AS Product Manager, Oracle Manfred Riem, Principal Member of Technical Staff, Oracle Edson Yanaga, Technical Lead, Produtec SES16283 SES16450 SES16315 SES16281 Java SE 8 na prática com Java EE 7 Faz pouco mais de um ano que o Java SE 8 foi lançado e quase dois anos do lançamento do Java EE 7. Como combinar as tecnologias nos seus projetos para tirar o máximo da produtividade das versões mais recentes do Java? Como o uso do lambda pode melhorar seu código? Quando e por que escolher a API de stream ou Concurrency Utilities? Como usar java.time com JSF e JPA ou combiná-lo e timers do EJB? Como usar a retenção de parâmetros e as múltiplas anotações do mesmo tipo com CDI, Bean Validation e outras tecnologias? Qual a aplicação práticas de extension methods e métodos estáticos de interfaces nas APIs do seu projeto? Venha aprender na prática com um dos autores do java.time e membro do Expert Group do BeanValidation 1.1. Mezanino: Sala 13 Usando o Oracle Developer Service O Oracle Developer Service é um moderno ambiente de desenvolvimento PaaS (plataforma como um serviço) para empresas. Nesta sessão, você ficará atualizado e entenderá como usar o Oracle Developer Service. Michael Nascimento, Systems Architect, Team Leader and Developer, TecSinapse Jim Weaver, Principal Member of Technical Staff, Oracle SES16289 SES16271 Conteúdo sujeito a alterações 3 17 de Junho

4 16:00-16:00-16:00 - Mezanino: Sala 11 Mezanino: Sala 13 Java Virtual Machine desmistificando os componentes internos Alta performance no processamento de Big Data com Spark e Lambda Expressions Ferramentas gratuitas de código aberto para Maven, HTML5, Internet e Java EE Curioso a respeito dos estranhos parâmetros que tratamos como argumentos para a Java Virtual Machine (JVM)? Esta sessão didática explicará as noções básicas de código de byte, modelo de memória, coletor de lixo e vários outros conceitos que às vezes podem causar problemas para os desenvolvedores. Também daremos dicas de desempenho com base nos componentes internos do JVM. Elaborada para iniciantes em programação em Java, esta sessão revelará as melhores práticas sobre como melhorar o desempenho com conhecimento básico dos componentes internos do JVM. Spark é uma tecnologia para processamento de grandes volumes de dados em memória e com alta performance. Em conjunto com Hadoop e bancos NoSQL faz parte do complexo ecossistema de Big Data. Nesta palestra vamos apresentar aplica ções e situa ções em que a utiliza ção do Spark é mais adequada do que Hadoop, como machine learning e data mining interativo. Abordaremos a integra ção de Spark com Hadoop e bancos NoSQL, criando uma arquitetura escalável e performática, que possibilita o desenvolvimento de solu ções para problemas de diferentes características e necessidades. Também demonstraremos a utiliza ção de Spark com Lambda Expressions, para a cria ção de um código Java mais conciso, de rápido desenvolvimento e execu ção. Você encontra dificuldades em manter sua produtividade ao trabalhar com frameworks de Maven e HTML5, como o AngularJS, ou com hardware da Internet, como Raspberry Pi ou Java EE? Você gostaria de ter ferramentas gratuitas, fáceis e prontas para usar, que lhe permitissem desenvolver todos os tipos de aplicativos? Então você realmente precisa experimentar o NetBeans IDE! Participe desta sessão e conheça os mais recentes aprimoramentos e recursos interessantes do NetBeans IDE ambiente gratuito e de código aberto usado por engenheiros da Boeing e da NASA, arquitetos Java, como James Gosling, e uma série de outros profissionais. Hanneli Tavante, Developer, Codeminer 42 Claudio Seidi, Arquiteto de Sistemas, Telefonica Brasil; Fabio Velloso, Consultor, Summa Technologies Geertjan Wielenga, Product Manager, Oracle SES16250 SES16277 SES :30-19:00 Keynote Hall Keynote do Java O contínuo progresso e valor de Java continuam modernizando positivamente o mundo em que vivemos. De dispositivos inteligentes a soluções empresariais complexas, a tecnologia Java oferece aos desenvolvedores uma plataforma aberta, baseada em padrões de mercado e voltada à comunidade, que pode ser usada para desenvolver aplicativos sofisticados, escaláveis e de última geração. Neste keynote, você aprenderá a criar o futuro com Java diretamente com os principais especialistas em engenharia e executivos da Oracle, que mostrarão como essa tecnologia está impulsionando a inovação junto aos desenvolvedores, revolucionando o desenvolvimento de aplicativos e aprimorando os serviços dos aplicativos para a IoT (Internet ), arquiteturas empresariais e computação em nuvem. Keynote, Java, Product Manager, Oracle; DevOps, e Georges Saab, Vicepresidente, Plataforma Java, Java e a Internet das SE, Oracle; Robert Clark, Coisas, Java do Diretor sênior de lado do, desenvolvimento de software, Oracle CON16322 Conteúdo sujeito a alterações 4 17 de Junho

5 QUARTA-FEIRA, 24 DE JUNHO Horário Local Título Resumo Tipo de Sessão 9:30-10:30 Mezanino: Sala 10 MoneyApi Cuidando do seu dinheiro muito além de apenas de classes utilitárias 9:30-10:30 Mezanino: Sala 11 Engenharia de big data em Java O Guia do Mochileiro Muitos sistemas financeiros que desenvolvemos processam valores monetários. Contudo, os conceitos de dinheiro e moeda são comumente relegados a classes primitivas como Double e BigDecimal.. Muitas vezes são criados tipos customizados, mas problemas como taxas de câmbio, conversões, arredondamentos e formatação com diferentes moedas geralmente extrapolam o esperado. A JSR 354 (Money and Currency API) é um esforço para definir uma API e fornecer uma implementação de referência para resolver os problemas definidos em torno dos conceitos de dinheiro e moeda. Nesta palestra, exploraremos como usar a JSR 354 para tarefas como arredondamento, precisão e formatação, conversão de moedas etc. As estrelas estão alinhadas para o Duke no espaço da engenharia de dados. Cada importante tecnologia de big data é escrita em Java ou fornece excelente suporte à linguagem Java Virtual Machine (JVM). Esta sessão o ajudará a entender as mais importantes tecnologias de big data, assim você poderá implementar uma estratégia evolutiva em Java e nas linguagens JVM relacionadas. Falaremos sobre inúmeras tecnologias em um nível técnico agradável, incluindo NoSQL, Hadoop, Spark, Storm e Kafka. Também faremos uma análise técnica aprofundada, com destaque para as melhores práticas e padrões, entre os quais, arquitetura lambda e data lakes (lagos de dados). Não importa se você é um experiente engenheiro de dados ou se está apenas sondando o terreno, esta sessão tem alguma coisa para você! 9:30-10:30 Subindo na carreira de Desenvolvedor Java Esta palestra é baseada na série de artigos "Improving your developer career" publicada na Oracle Java Magazine. Tornar-se um profissional competente e destacado é uma ambição que todo desenvolvedor Java possui. Mas muitas vezes a jornada para alcançar esse sucesso mostra-se difícil. Certamente o sucesso não pode ser alcançado do dia para a noite, mas nesta palestra veremos uma série de pequenas atitudes e ações que você como Desenvolvedor Java pode realizar todos os dias para tornar o caminho mais rápido, agradável e efetivo. Track Palestrantes Sessão ID Otavio Goncalves de Santana, Software Engineer, JavaBahia, Soujava Abdelmonaim Remani, Master Software Engineer, Capital One Bruno Souza, Founder and Developer, Tools, Inc.; Edson Yanaga, Technical Lead, Produtec SES16575 SES16209 SES :30-10:30 Mezanino: Sala 13 Java ME 8: Java que escala do desktop ao menor dispositivo incorporado O Java ME 8 oferece uma plataforma de aplicativos integrada, uniforme, moderna e com recursos avançados, voltada a uma grande variedade de hardware incorporado, e que abrange de sistemas desktop aos menores dispositivos incorporados. Nesta sessão, você conhecerá os novos e importantes recursos do Java ME 8, como conjuntos de perfis e APIs opcionais, serviços modulares, bibliotecas compartilhadas, I/O (entradas/saídas) de dispositivos periféricos e muito mais. Verá também como criar software escalável e independente de hardware, que já vem com inteligência integrada e uma infinidade de casos de usos incorporados. 9:30-12:00 Mezanino: Sala 9 Laboratório prático com Java EE O tema principal do Java EE 7 é impulsionar a produtividade e adotar HTML5. As mudanças incluem APIs como JAX-RS 2 e a nova API de cliente, uma revisão profunda do Java Message Service 2, processamento de lotes em Java, Concurrency Utilities para Java EE, WebSocket, JSON-P, Java Server Faces 2.2 e muito mais. O laboratório prático apresentará essas mudanças passo a passo e orientará os participantes na criação completa de um aplicativo no Oracle GlassFish Server 4 usando NetBeans. Mezanino: Sala 10 Segurança nos recursos RESTful com OAuth 2.0 OAuth 2.0 é um protocolo aberto de autenticação e autorização que permite que os aplicativos acessem os dados uns dos outros. Esta sessão mostrará como definir as configurações do OAuth 2.0 para implementar segurança nos recursos RESTful desenvolvidos com JAX-RS para a plataforma Java EE. Junte-se a nós e conheça os requisitos de segurança para os serviços REST, autenticação HTTP Basic e gestão de identidades centralizada com o OAuth 2.0. Confira também uma visão geral da especificação OAuth 2.0, OAuth 2.0 e serviços REST e as alternativas existentes para o OAuth 2.0. Hands-on Lab Simon Ritter, Head of Java SES16287 Technology Evangelism, Oracle Product Manager, Oracle; David Delabassee, Software Evangelist, Oracle; Manfred Riem, Principal Member of Technical Staff, Oracle Rodrigo Cândido da Silva, Arquiteto de Software, GUJavaSC LAB16652 SES16211 Conteúdo sujeito a alterações 5 17 de Junho

6 Mezanino: Sala 13 O type-safety de Java é eficaz: e se nós realmente adotássemos essa abordagem? Desenvolvendo com base no Gateway do Java Internet of Things Gostamos de Java porque essa tecnologia nos oferece uma rede de segurança, alertando-nos de erros comuns que só pegaríamos em tempo de execução por meio de notificações dos usuários finais. Além disso, o modo como o type-safety está incorporado em Java nos permitiu usar poderosas ferramentas de refatoração, análise de código e muito mais. Mas e quanto aos outros elementos do nosso aplicativo, como falta de propriedades nos arquivos de configuração ou o uso de valores incorretos nas visualizações? Todos nós já passamos por isto resultados ruins para o usuário final ou, pior ainda, erros de serviço interno [500]. Use o type-safety para proteger todas as suas configurações e visualizações! Com Java, você obtém todos os benefícios da linguagem que aprendemos a amar, sem a necessidade de usar nenhuma linguagem extra. Como os bugs são detectados antes, é muito mais fácil corrigir códigos incorretos. O gateway do Java IoT (Internet ) cuida da infraestrutura para que você possa manter o foco em seus dispositivos e casos de uso empresarial para o desenvolvimento da IoT. Com o respaldo do Oracle Internet of Things Service, o gateway cuida da comunicação entre os dispositivos, autorização de usuários, segurança e armazenamento na nuvem. Nesta sessão, você saberá por que usar um gateway de IoT em conjunto com um serviço na nuvem é uma escolha sensata, especialmente para empresas de grande porte. Mezanino: Sala 10 JavaFX direto das trincheiras JavaFX direto das trincheiras é uma sessão que de forma dinâmica esclarece e exemplifica o uso da tecnologia para desenvolvimento de aplicações corporativas. Além disso, propõe uma solução de design orientado a testes com MVP (Model-View-Presenter), não esquencedo da característica multi thread que a solução apresenta. Guilherme Silveira, Educational Leader, Caelum Gerrit Grunwald, Java Technology Evangelist, Oracle Anderson Braz, IT Architect, Brazoft SES16310 SES16274 SES :15 - Java DevOps: Ferramentas integradas, Pessoas e Interações Alguns assuntos com certeza serão mesclados nessa palestra, como é o caso do uso de Executor Services para gerenciar o comportamento multi thread e também Guice como AOP e Injetor de Dependência. Atualmente já atingimos um patamar suficiente de ferramentas de automação de processos de desenvolvimento e implantação de software. Em muitos cenários os containers já entregam flexibilidade, independência e nãointrusão num nível adequado. Mas mesmo com este cenário técnico favorável, DevOps continua sendo um desafio para as equipes. O grande impedimento para a adoção bem sucedida de DevOps são as pessoas e suas interações. Nesta palestra veremos: - ferramentas de automação de deployment para aplicações Java - containers - definição de equipes (Dev, Ops e/ou DevOps) e atribuições - obtenção de buy-in de todos os envolvidos - definição métricas que contribuam para o sucesso - casos de sucesso de containers Java em produção. Mezanino: Sala 13 Cuidados de saúde na Internet com Java A situação da saúde pública para a população de idosos nos centros urbanos pode ser boa, mas para aqueles que vivem na zona rural, ela pode ser um tanto problemática. Nesta sessão, mostraremos uma solução que permite usar o Java executado em um dispositivo de gateway em conjunto com ibeacons, diferentes sensores e um dispositivo móvel para monitorar o estado de saúde de um idoso, informando os familiares ou o centro de saúde mais próximo em caso de emergência. Mostraremos como seria a execução de uma solução completa usando Java e Oracle. Mezanino: Sala 9 Laboratório de programação lambda Se você tem interesse em experimentar o novo recurso lambda no Java 8, então este laboratório de alto nível" foi feito para você. Os participantes usarão o JDK 8 e o NetBeans em exercícios que incluirão o novo recurso lambda da linguagem de programação Java e a nova API da biblioteca de streams. A sessão começará com exercícios simples para que os iniciantes possam aprender os princípios básicos. Serão acrescentados exercícios sobre agrupamento e redução paralela para desafiar os participantes mais avançados. Não é necessário ter conhecimento prévio no recurso lambda de Java para participar da sessão, mas é interessante ter feito algum tutorial ou participado de alguma outra sessão sobre lambda no JavaOne. Hands-on Lab Bruno Souza, Founder and Developer, Tools, Inc.; Edson Yanaga, Technical Lead, Produtec Gerrit Grunwald, Java Technology Evangelist, Oracle SES16285 SES16279 Simon Ritter, Head of Java LAB16651 Technology Evangelism, Oracle Conteúdo sujeito a alterações 6 17 de Junho

7 Mezanino: Sala 10 Simplificando a segurança de sua aplicação com JavaEE Desde o princípio a segurança das aplicações JavaEE no que diz respeito a autenticação e autorização tem sido motivo de confusão por parte dos desenvolvedores. Muito provavelmente pela complexidade ou pelas limitações de alguns componentes da plataforma. Por isso, muitas vezes optamos por frameworks de terceiros ou construímos uma solução caseira. O objetivo da palestra é demonstrar de forma prática o uso da autenticação declarativa do container (login-config), com vários tipos de módulos de login. Além disso haverá um esclarecimento sobre as especificações JAAS, JACC e JASPIC e melhorias na integração com Servlet. Ao final irei falar sobre as mudanças propostas para o JavaEE 8, que promete resolver de uma vez por todas essa confusão. Processamento de Big Data com bancos de dados NoSQL para desenvolvedores Java Bilhões e bilhões de tuplas são adicionadas aos conjuntos de dados a cada dia. Os desenvolvedores Java frequentemente precisam encontrar soluções para armazenar, processar e consultar esses dados com eficácia em bancos de dados NoSQL. Java fornece várias maneiras de integrar bancos de dados NoSQL com Hadoop e outros aplicativos Java, mas existem alguns truques e desvantagens que você precisa conhecer ao criar aplicativos que precisam ser escaláveis. Nesta sessão, vamos compartilhar nossa experiência no processamento de enormes conjuntos de dados e daremos insights sobre como usar diferentes bancos de dados NoSQL com maior eficácia ao realizar o processamento distribuído com Java. Mezanino: Sala 13 Raspberry Pi com Java Através da demonstração de projetos de trabalho e código fonte, esta sessão mostrará como você pode aproveitar suas habilidades de programação em Java para criar projetos que façam parte do seu hobby usando o Raspberry Pi como uma interface de baixo custo com o mundo físico. Você sairá desta sessão com o conhecimento necessário para começar a desenvolver seus próprios projetos incorporados em casa ou no escritório e poderá aproveitar suas habilidades de programação em Java para conectá-la à Internet. Comece a construir o futuro agora com a tecnologia Java 8 Embedded! Mezanino: Sala 10 Java DevOps: Ferramentas integradas, Pessoas e Interações Atualmente já atingimos um patamar suficiente de ferramentas de automação de processos de desenvolvimento e implantação de software. Em muitos cenários os containers já entregam flexibilidade, independência e nãointrusão num nível adequado. Mas mesmo com este cenário técnico favorável, DevOps continua sendo um desafio para as equipes. O grande impedimento para a adoção bem sucedida de DevOps são as pessoas e suas interações. Nesta palestra veremos: - ferramentas de automação de deployment para aplicações Java - containers - definição de equipes (Dev, Ops e/ou DevOps) e atribuições - obtenção de buy-in de todos os envolvidos - definição métricas que contribuam para o sucesso - casos de sucesso de containers Java em produção. A primeira JSR para IoT: Unidades de Medida Venha conhecer a JSR Unidades de Medida! É a primeira JSR voltada a ajudar você a trabalhar com dispositivos IoT, padronizando o uso de medidas expostas pelos sensores. Todos sabemos que podemos representar temperaturas, por exemplo, como float. Porém, esse float está em Celsius? Kelvin? Esse é um dos problemas que a JSR quer resolver: ter todas as medidas e valores representados de uma forma padrão. Também aplicável para aplicações científicas, aonde representação, conversão e formatação de dados é bastante importante. Leonardo Zanivan, Arquiteto de Software, Trier Sistemas Fernando Babadopulos, CTO, TailTarget Jim Weaver, Principal Member of Technical Staff, Oracle; Stephen Chin, Lead Java Community Manager, Oracle Bruno Souza, Founder and Developer, Tools, Inc.; Edson Yanaga, Technical Lead, Produtec Leonardo Lima, CTO, V2COM; Otavio Goncalves de Santana, Software Engineer, JavaBahia, Soujava SES16317 SES16188 SES16316 SES16285 SES16319 Nessa apresentação, veremos como tanto desenvolvedores quanto provedores podem utilizar a JSR, codificando um posto inteligente. Também falaremos como participar de uma JSR e como é importante a participação de todos! Mezanino: Sala 13 Fluindo pelos Tubos da Stream API (Java 8) Com a chegada do Java 8, novos e poderosos recursos foram incorporados à plataforma. Lambda Expressions e Stream API foram dois deles. Nesta palestra será apresentada diversas maneiras de se trabalhar com a Stream API, além de dicas e alertas no uso desses recursos. Alexandre Castro, Desenvolvedor Java, Summa Technologies do Brasil SES16282 Conteúdo sujeito a alterações 7 17 de Junho

8 16:00-16:00-16:00 - Mezanino: Sala 10 Segurança nos recursos RESTful com OAuth 2.0 OAuth 2.0 é um protocolo aberto de autenticação e autorização que permite que os aplicativos acessem os dados uns dos outros. Esta sessão mostrará como definir as configurações do OAuth 2.0 para implementar segurança nos recursos RESTful desenvolvidos com JAX-RS para a plataforma Java EE. Junte-se a nós e conheça os requisitos de segurança para os serviços REST, autenticação HTTP Basic e gestão de identidades centralizada com o OAuth 2.0. Confira também uma visão geral da especificação OAuth 2.0, OAuth 2.0 e serviços REST e as alternativas existentes para o OAuth 2.0. Mezanino: Sala 13 Nashorn: JavaScript em Java Virtual Machine e a nuvem dos scripts aos aplicativos completos Migrando seus aplicativos antigos para uma arquitetura de microsserviços em Java EE Nashorn é o novo engine de JavaScript contido no JDK 8. Participe desta sessão para obter uma visão geral dos recursos e assistir a demonstrações interessantes destacando o que é possível fazer com Nashorn de scripts simples até scripts totalmente capazes do lado do na nuvem e aplicativos de UI usando JavaFX. Conforme a filosofia DevOps vai sendo adotada em todo o mundo, é importante entender como podemos migrar os atuais aplicativos Java EE para uma nova arquitetura de microsserviços. Essa medida pode trazer benefícios como aceleração do tempo de implementação, maior eficiência e menores custos de desenvolvimento, sem falar no aumento da produtividade. Esta sessão apresentará as considerações necessárias para adotar um processo no estilo DevOps e as vantagens que você poderá obter depois de implementá-lo. Rodrigo Cândido da Silva, Arquiteto de Software, GUJavaSC Product Manager, Oracle Mauricio "Maltron" Leal, Solution Architect, Red Hat SES16211 SES16450 SES16210 Conteúdo sujeito a alterações 8 17 de Junho

9 QUINTA-FEIRA, 25 DE JUNHO Horário Local Título Resumo Tipo de Sessão 9:30-10:30 Mezanino: Sala 11 Groovy e Grails Puzzlers: como de costume ciladas, armadilhas e end cases 9:30-10:30 Tweet for Beer Chopeira Controla por Java, JavaFX, e Internet Você se lembra do épico Java Puzzlers? Conheça a versão em Groovy e outras versões bem organizadas! Embora o trabalho tenha sido feito totalmente em Grails, o pessoal JFrog quebrou a cabeça para tentar resolver alguns puzzles. E tem muito mais! Vamos contar com a contribuição de verdadeiros senseis em Groovy, entre @tim_yates que tornarão esta sessão uma inesquecível jornada ao O_O do Groovy. Você contará com a dose esperada de diversão e aprendizado, além de conhecer erros e falhas grandes e pequenos no hardcore desenvolvimento em Groovy/Grails. Esteja avisado: nesta sessão, os participantes com mais de 18 anos podem ficar bêbados! Vamos demonstrar, end-to-end, como fazer você mesmo uma chopeira controlada com Java e conectada com a Internet! Vamos mostrar um aplicativo visual JavaFX usando Java SE 8 e rodando em Raspberry Pi. Você verá como usar um aplicativo Java EE 7, e como rodar na Nuvem para processar os dados do Twitter e comunicar-se com Raspberry Pi. Por fim, você aprenderá a usar um processamento de eventos complexos (CEP) no dispositivo embarcado para avisar aqueles usuários que estão bebendo demais! 9:30-10:30 Mezanino: Sala 13 ZombieTime JSR 310 para os mortos-vivos Sobreviver como um zumbi não é nada fácil com os constantes riscos da luz do sol, do fogo e dos caçadores de zumbis, o trabalho de infectar os moradores locais pode ser mortal. Felizmente, com o novo app JavaFX ZombieTime, movido por JSR 310 Date e Time API, você pode ficar sossegado. Com suporte a DST e fuso horário integrado, você não precisa mais se preocupar se vai ficar perambulando em pleno sol quente. Use o Durations para calcular com precisão quanto tempo você tem para infectar os moradores locais antes de desintegrar-se. Coordene ataques globais aos humanos sincronizando-se com outros mortos-vivos no Instants. Com a força do Java 8, erradicar a raça humana com um vírus altamente infeccioso nunca foi tão fácil! 9:30-12:00 Mezanino: Sala 9 Tirando o máximo de produtividade com o Java 8 Certamente com a versão do Java 8, além das melhorias de performances, tivemos diversas melhorias que tornaram a vida do desenvolvedor muito mais fácil, como Lambda e Streams conheça esses recursos e muitos outros que virão para compor o vigésimo ano da linguagem mais utilizada no mundo. Mezanino: Sala 11 O JCache chegou para ficar. Diga adeus às APIs de cache de código fechado! : do protótipo à produção em escala industrial A API de cache JSR-107 (JCache) foi lançada em março de Pela primeira vez desde a versão inicial de Java, temos uma API padronizada e desvinculada de fornecedores para armazenamento em cache. O que isso significa para os desenvolvedores e por que devemos nos importar? Não se trata de mais uma abstração pesada demais e difícil de usar? Nesta sessão, apresentaremos conceitos e estruturas com base em JCache. Você aprenderá a lidar com as diferenças nas implementações subjacentes, saberá como migrar das atuais API de cache de código fechado para o JCache e verá como evitar as armadilhas comuns. Nesta sessão, você verá como usar Java SE e ME em projetos da IoT (Internet ) a fim de criar produtos desde o protótipo até a produção em escala industrial. Vamos apresentar soluções reais desenvolvidas no Brasil tanto por startups como por empresas já consolidadas que vendem centenas de devices baseados em Java por mês. Vamos abordar questões de arquitetura, mercados verticais e combinações de sensores, além de compartilhar algumas experiências boas e ruins que tivemos nos últimos anos criando projetos, protótipos e produtos com Java e microcontroladores programados em C/C++. Demonstrações doidas estão previstas também não perca! Mezanino: Sala 13 Desenvolvendo aplicativos ios com Java 8 Nesta sessão, você saberá como levar suas habilidades em Java à próxima onda de aplicativos. O Java 8 permite criar apps móveis no próprio dispositivo e executá-los tanto no ios quanto no Android. Saiba como usar as soluções Oracle para executar seu código Java diretamente em dispositivos móveis. Hands-on Lab Track Palestrantes Sessão ID Baruch Sadogursky, Developer Advocate, Jfrog Product Manager, Oracle; Marco Antonio Maciel, Principal Consultant, Oracle Stephen Chin, Lead Java Community Manager, Oracle Otavio Goncalves de Santana, Software Engineer, JavaBahia, Soujava Jaromir Hamala, Developer, Hazelcast Vinicius Senger, Programador, Globalcode; Yara Senger, Sócia diretora, Globalcode Paulo Mota, Director, Product Management, Oracle SES16928 SES16213 SES16321 LAB16312 SES16189 SES16212 SES16251 Conteúdo sujeito a alterações 9 17 de Junho

10 12:15-14:45 Mezanino: Sala 11 Como levamos nossos aplicativos do lado do para a nuvem e ficamos satisfeitos com o resultado Processando Big Data com Java: Receitas para Resolver Problemas Comuns Migrar os tradicionais aplicativos para a nuvem no modelo multitenant apresenta inúmeros desafios. Participe desta sessão e conheça a nossa experiência em criar uma oferta de SaaS (software como um serviço) que tem sido usada com sucesso pela comunidade Java e os desafios que enfrentamos durante a conversão para o SaaS. Os tópicos da sessão também incluem nossa experiência com a plataforma EC2, a importância da automação e como usamos ferramentas como Chef e Puppet para o provisionamento de SaaS. Por fim, vamos descrever como a criação de uma versão SaaS do nosso produto mudou nossa opinião sobre a versão do software, além de compartilhar nossas recomendações sobre como distribuir as versões de seu produto com sucesso, seja como um SaaS ou por download. É muito bom ser um desenvolvedor Java na era do Big Data! Diversas ferramentas e frameworks à disposição e uma comunidade vibrante pronta para experimentá-las. Aprendemos algumas lições valiosas depois de processar bilhões de tuples diariamente com um dos maiores conjuntos de dados da América Latina. Nesta sessão, queremos apresentar uma série de receitas sobre como resolver problemas comuns ao processar Big Data usando Java. Falaremos sobre como trabalhar com cache distribuído, como integrar de forma eficaz diferentes bancos de dados NoSQL, como criar pipelines de processamento, como expandir clusters Hadoop e muito mais. Mezanino: Sala 13 Reconhecimento de fala em Java O ASR (reconhecimento de fala) foi alvo de enorme atenção com o advento dos serviços baseados na nuvem, como Cortana, Siri, Majel, entre outros. Uma gravação do dispositivo é processada em um remoto e o texto é retornado ao usuário com uma latência de ida e volta de 200 ms. Será que a execução em Java pode alcançar melhores resultados ou a questão do ASR é realmente um mistério? Como as modernas bibliotecas de ASR são mais lentas e menos precisas, tudo indica que grande parte da inovação acontecerá em um datacenter ou microchip, por trás de contratos de confidencialidade e a portas fechadas. Nesta sessão, tentaremos desconstruir essa noção, analisando a situação do ASR em Java. Não é necessário ter experiência anterior com reconhecimento de fala. Mezanino: Sala 9 Laboratório prático com Java EE O tema principal do Java EE 7 é impulsionar a produtividade e adotar HTML5. As mudanças incluem APIs como JAX-RS 2 e a nova API de cliente, uma revisão profunda do Java Message Service 2, processamento de lotes em Java, Concurrency Utilities para Java EE, WebSocket, JSON-P, Java Server Faces 2.2 e muito mais. O laboratório prático apresentará essas mudanças passo a passo e orientará os participantes na criação completa de um aplicativo no Oracle GlassFish Server 4 usando NetBeans. Mezanino: Sala 11 Já era hora: Novas APIs de Data e Hora do Java SE 8 A nova versão do Java SE 8 finalmente traz uma API abrangente para lidar com diversos aspectos de data hora. Nesta palestra bastante prática, serão explorados os conceitos básicos da API, bem como os tipos básicos. Além disso, haverá muita demonstração de cenários práticos do dia a dia que permitirão entender como usar as novas classes na prática. Mezzanine - Room 12 Serviços Escaláveis e de Alta Performance com MySQL e Java As necessidades cada vez maiores de escalabilidade e performance nas aplicações Web e Mobile exigem novas estratégias no uso de bancos de dados, como por exemplo novos métodos de acesso NoSQL para MySQL. Tais métodos foram implementados recentemente e incluem APIs Java e Memcached que são uma alternativa de alto desempenho e escalável para consultas simples e que não requerem a definição de um esquema de dados rígido, mas também permitem aproveitar todas as vantagens já conhecidas de bancos de dados relacionais existentes. Nesta apresentação mostraremos os novos métodos de acesso NoSQL para MySQL Server com InnoDB e MySQL Cluster e alguns casos de uso em arquiteturas Web e Mobile. Mezanino: Sala 13 Programação de UI funcional Esta apresentação mostrará como você pode combinar os recursos funcionais das modernas linguagens Java Virtual Machine (JVM) com o framework Vaadin Java, a fim de escrever códigos de UI mais claros. Depois de apresentarmos as ferramentas e os conceitos, começaremos com um aplicativo Vaadin simples, escrito em Java 7, mostrando a evolução passo a passo usando Java 8 e Scala, e demonstrando os benefícios de cada uma dessas linguagens. Veremos também como o Vaadin facilita o uso da abordagem FRP (programação reativa funcional) em sua lógica de UI (interface de usuário). Não é necessário ter nenhuma experiência anterior em Java 8, Scala ou Vaadin para acompanhar a apresentação basta ter noções básicas de Java e interesse na abordagem funcional. Hands-on Lab Baruch Sadogursky, Developer Advocate, Jfrog Fabiane Bizinella Nardon, Chief Scientist, TailTarget Breandan Considine, Developer Advocate, JetBrains Product Manager, Oracle; David Delabassee, Software Evangelist, Oracle; Manfred Riem, Principal Member of Technical Staff, Oracle Michael Nascimento, Systems Architect, Team Leader and Developer, TecSinapse Airton Lastori, Consultor de Vendas Senior, Oracle Henri Kerola, Senior Vaadin Expert, Vaadin SES16278 SES16187 SES16318 LAB16652 SES16280 SES17197 SES16231 Conteúdo sujeito a alterações de Junho

11 15:00-16:00 Keynote Hall Keynote da comunidade Java O keynote da comunidade Java celebra o próspero ecossistema de desenvolvedores Java e entusiastas dessa tecnologia, destacando o papel que os Java User Groups desempenham na América do Sul e, particularmente, no Brasil. Este keynote prestará uma homenagem aos 20 vibrantes anos de história de Java, apresentando várias celebridades da comunidade Java e suas obras em inovadoras vinhetas de demonstração. A paixão da comunidade Java é uma inspiração para todos os desenvolvedores e uma das peças mais importantes do quebracabeça de como criar o futuro com Java. Junte-se a seus pares e espere algumas surpresas que irão agitar a conferência JavaOne. Keynote, Java, DevOps, e, Java e a Internet das Coisas, Java do lado do, Bruno Souza, Founder and Developer, Tools, Inc.; Simon Ritter, Head of Java Technology Evangelism, Oracle CON16619 Conteúdo sujeito a alterações de Junho

SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs. Uma empresa da CA Technologies

SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs. Uma empresa da CA Technologies www.layer7.com SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs Uma empresa da CA Technologies Uma empresa da CA Technologies COMPONENTES DE APIs PARA A EMPRESA ABERTA A Layer 7 oferece soluções de segurança e gerenciamento

Leia mais

NOME DA APRESENTAÇÃO

NOME DA APRESENTAÇÃO 25 DE MAIO @MICROSOFT Novidades de Java EE 7 Ernest Duarte NOME DA APRESENTAÇÃO Nome (Nick no Fórum) About me! Nickname na Comunidade Ernest Duarte Profissão Instrutor em Ciências e Tecnologias Numéricas

Leia mais

TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB

TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB Marcelo Rodrigo da Silva Ribeiro 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil marcelo.rodrigo@live.com,

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS Edi Carlos Siniciato ¹, William Magalhães¹ ¹ Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edysiniciato@gmail.com,

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

7 Utilização do Mobile Social Gateway

7 Utilização do Mobile Social Gateway 7 Utilização do Mobile Social Gateway Existem três atores envolvidos na arquitetura do Mobile Social Gateway: desenvolvedor do framework MoSoGw: é o responsável pelo desenvolvimento de novas features,

Leia mais

ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Amarildo Aparecido Ferreira Junior 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil aapfjr@gmail.com

Leia mais

IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N

IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N Robert Young Gerente de pesquisas de software para gerenciamento de sistemas empresariais C o m o r e p e n s a r o gerenciamento de ativo s d e T I n a e ra da "Internet

Leia mais

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Tecnologia Java Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Origem da Tecnologia Java Projeto inicial: Oak (liderado por James Gosling) Lançada em 1995 (Java) Tecnologia

Leia mais

DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES

DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES Alexandre Egleilton Araújo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil araujo.ale01@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

ESCOLHA UM TESTE PARA EXECUTAR

ESCOLHA UM TESTE PARA EXECUTAR ESCOLHA UM TESTE PARA EXECUTAR Acompanhe o ritmo de aceleração dos ciclos de lançamento. Descubra a automatização com um toque humano EXECUTE UM TESTE 26032015 Com a Borland, tanto analistas de negócios

Leia mais

Desenvolvendo aplicações desktop em Java: presente e futuro

Desenvolvendo aplicações desktop em Java: presente e futuro Desenvolvendo aplicações desktop em Java: presente e futuro Michael Nascimento Santos Conexão Java 2006 Michael Nascimento Santos 7 anos de experiência com Java Expert nas JSRs 207, 250, 270 (Java 6),

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA

Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA DESTAQUES A infraestrutura do RSA Security Analytics Arquitetura modular para coleta distribuída Baseada em metadados para indexação, armazenamento

Leia mais

Alexandre Malveira, Wolflan Camilo

Alexandre Malveira, Wolflan Camilo Alexandre Malveira, Wolflan Camilo Introdução Cloud Computing Computação Móvel SaaS, PaaS e IaaS CloudBees Diariamente arquivos são acessados, informações dos mais variados tipos são armazenadas e ferramentas

Leia mais

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Renan Azevedo Engenheiro de Produto de Teste e Medição -Américas Aprenda as melhores práticas para construir um completo

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 5 Servidores de Aplicação

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD Simplificação da TI O Dell série MD pode simplificar a TI, otimizando sua arquitetura de armazenamento de dados e garantindo

Leia mais

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas.

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Transformação do call center Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Lucre com a atenção exclusiva de seus clientes. Agora,

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 a computação na nuvem está presente em todos os lugares e está crescendo 72% das empresas

Leia mais

Administration Kit. Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security

Administration Kit. Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security Administration Kit Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security O Kaspersky Administration Kit é uma ferramenta de administração centralizada

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 1 Conceitos da Computação em Nuvem A computação em nuvem ou cloud computing

Leia mais

Pós Graduação Engenharia de Software

Pós Graduação Engenharia de Software Pós Graduação Engenharia de Software Ana Candida Natali COPPE/UFRJ Programa de Engenharia de Sistemas e Computação FAPEC / FAT Estrutura do Módulo Parte 1 QUALIDADE DE SOFTWARE PROCESSO Introdução: desenvolvimento

Leia mais

Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr

Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr 1 Apresentação do Curso Java 8 para Web 2 Por que você quer fazer este curso? Eu sou aluno da área de computação e preciso aprender (bem) Java para poder concluir

Leia mais

Guia Rápido de Licenciamento do SQL Server 2012

Guia Rápido de Licenciamento do SQL Server 2012 Guia Rápido de Licenciamento do SQL Server 2012 Data de publicação: 1 de Dezembro de 2011 Visão Geral do Produto SQL Server 2012 é uma versão significativa do produto, provendo Tranquilidade em ambientes

Leia mais

Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos

Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos FOLHA DE PRODUTOS: CA AppLogic Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos agility made possible O CA AppLogic é uma plataforma de computação na nuvem pronta para o uso que ajuda a

Leia mais

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Curso Técnico em Informática ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Clayton Maciel Costa

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios?

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? O CA ERwin Modeling fornece uma visão centralizada das principais definições de

Leia mais

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Outubro de 2007 Resumo Este white paper explica a função do Forefront Server

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar as principais características de uma Aplicação Internet Rica.

Leia mais

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos Terceirização de Processos Empresariais da Capgemini Um componente da área de Serviços Públicos da Capgemini As concessionárias de serviços

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Sumário INFORMAÇÕES GERAIS... 1 SYMANTEC UNIVERSITY PARA PARCEIROS... 1 TREINAMENTO... 2 SERVIÇO DE INFORMAÇÕES... 4 COLABORAÇÃO... 5 Informações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 27 de Setembro de 2013. Revisão aula anterior Desenvolvimento Ágil de Software Desenvolvimento e entrega

Leia mais

Gerenciador de portas de Switch (es)

Gerenciador de portas de Switch (es) Benefícios para os Negócios Controle Automatizado de Acesso a Portas de Switch(es) de Rede e Hosts Finais A capacidade de planejamento ao acompanhar portas livres, em uso e definidas por usuário. Encontre

Leia mais

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One.

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Neste tópico, responderemos à pergunta: O que é o Business One? Definiremos o SAP Business One e discutiremos as opções e as plataformas disponíveis para executar

Leia mais

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV DATA CENTER VIRTUAL - DCV Em entrevista, Pietro Delai, Gerente de Pesquisa e Consultoria da IDC Brasil relata os principais avanços

Leia mais

Gartner Symposium/ITxpo 2014 27 a 30 de outubro São Paulo, Brasil gartner.com/br/symposium

Gartner Symposium/ITxpo 2014 27 a 30 de outubro São Paulo, Brasil gartner.com/br/symposium 27 a 30 de outubro São Paulo, Brasil gartner.com/br/symposium Impulsionando os Negócios Digitais AGENDA track guide Cassio Dreyfuss Diretor da conferência, vice-presidente e líder de pesquisa para o Brasil

Leia mais

Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas

Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas BOLETIM INFORMATIVO Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas Oferecido por: HP Gard Little Julho de 2014 Elaina Stergiades OPINIÃO DA IDC Ao planejar a adoção de novas tecnologias

Leia mais

Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos

Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Junho de 2013 Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos Jacob Ukelson Entrega de aplicativos Sumário Resumo executivo 3 Seção 1: 4 Mudando o cenário de automação

Leia mais

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS Este anexo apresenta uma visão geral das seguintes plataformas: 1. Plataforma Microsoft.NET - VB.NET e C#; 2. Plataforma JAVA; 3. Plataforma Android, ios e Windows

Leia mais

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Introdução Introdução A empresa de pesquisa IDC prevê que mais da metade dos trabalhadores usarão ferramentas

Leia mais

20486 - DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DE WEB ASP.NET MVC 4

20486 - DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DE WEB ASP.NET MVC 4 20486 - DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DE WEB ASP.NET MVC 4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo 1: Explorando ASP.NET MVC4 O Objetivo Deste módulo de e delinear AOS Alunos OS Componentes da Pilha de Tecnologias

Leia mais

Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada

Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada Insight completo sobre IDG/Oracle Relatório de pesquisa de SOA Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada Alinhamento

Leia mais

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI CUSTOMER SUCCESS STORY Março 2014 AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI PERFIL DO CLIENTE Indústria: Manufatura Empresa: AT&S Funcionários: 7.500 Faturamento: 542 milhões

Leia mais

35% GARTNER. Despesas com tecnologia ocorrem fora da T.I. Fazem uso de tecnologias não aprovadas pela T.I.

35% GARTNER. Despesas com tecnologia ocorrem fora da T.I. Fazem uso de tecnologias não aprovadas pela T.I. DEVOPS E PAAS - ABORDAGENS E FERRAMENTAS PARA ATENDER AS NOVAS DEMANDAS DE MERCADO Rodrigo Ramalho da Silva - Solutions Architect rramalho@redhat.com INOVAR NÃO É UMA ESCOLHA Organizações de T.I. que não

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Aula 1 Ementa Fases do Ciclo de Vida do Desenvolvimento de Software, apresentando como os métodos, ferramentas e procedimentos da engenharia de software, podem

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais

ARQUITETURA DE SISTEMAS. Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com)

ARQUITETURA DE SISTEMAS. Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com) ARQUITETURA DE SISTEMAS Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com) Roteiro Definição Documento de arquitetura Modelos de representação da arquitetura Estilos arquiteturais Arquitetura de sistemas web Arquitetura

Leia mais

Unidade 8: Padrão MVC e DAO Prof. Daniel Caetano

Unidade 8: Padrão MVC e DAO Prof. Daniel Caetano Programação Servidor para Sistemas Web 1 Unidade 8: Padrão MVC e DAO Prof. Daniel Caetano Objetivo: Apresentar a teoria por trás dos padrões na construção de aplicações Web. INTRODUÇÃO Nas aulas anteriores

Leia mais

Powerlogic Agosto / 2011.

Powerlogic Agosto / 2011. Formação de Profissionais para Desenvolvimento Java EE/Web 2.0 Orientações para capacitação de mão de obra especializada para atividades de Especificação, Arquitetura e Implementação de Aplicações Java

Leia mais

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem Professional Folheto Professional A HP oferece um portfólio abrangente de serviços profissionais em nuvem para aconselhar, transformar e gerenciar sua jornada rumo

Leia mais

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva da solução SAP SAP Technology SAP Afaria Objetivos Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS

DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS Emanuel M. Godoy 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil godoymanel@gmail.com,

Leia mais

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Visão geral do Serviço Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Os Serviços de gerenciamento de dispositivos distribuídos ajudam você a controlar ativos

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

Apresentação da Empresa. CAPO Software. your team more agile

Apresentação da Empresa. CAPO Software. your team more agile Apresentação da Empresa CAPO Software QUEM SOMOS A CAPO SOFTWARE é provedora de serviços diversificados de TI com vasta experiência em desenvolvimento de sistemas e processo de configuração que compreende

Leia mais

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O Microsoft Office 365 é a suíte de Produtividade da Microsoft, que oferece as vantagens da Nuvem a empresas de todos os tamanhos, ajudando-as

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Introdução Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software Os modelos de processos de desenvolvimento de software surgiram pela necessidade de dar resposta às

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

MSF- MICROSOFT SOLUTIONS FRAMEWORK. Cesar Eduardo Freitas Italo Alves

MSF- MICROSOFT SOLUTIONS FRAMEWORK. Cesar Eduardo Freitas Italo Alves MSF- MICROSOFT SOLUTIONS FRAMEWORK Cesar Eduardo Freitas Italo Alves A ORIGEM DO MSF (MICROSOFT SOLUTIONS FRAMEWORK) Baseado na experiência da empresa na construção de softwares como Office e Windows e

Leia mais

Orientação a Objetos com Java

Orientação a Objetos com Java Orientação a Objetos com Java Julio Cesar Nardi julionardi@yahoo.com.br 2011/2 Aula 01: Começando com Java Objetivos: Compreender o que é Java, OO e suas vantagens; Entender os procedimentos para criação

Leia mais

FRAMEWORK DE DESENVOLVIMENTO LOTUS NOTES

FRAMEWORK DE DESENVOLVIMENTO LOTUS NOTES LEADWORK TECNOLOGIA E TREINAMENTO FRAMEWORK DE DESENVOLVIMENTO LOTUS NOTES Flexibilidade Acesso via Client Notes, Web e Mobile. Com o framework de desenvolvimento as soluções podem ser oferecidas com acesso

Leia mais

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Governança de T.I Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Information Technology Infrastructure Library ITIL ITIL é um acrônimo de Information Technology Infraestruture Library. Criado em

Leia mais

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira ENTERPRISE JAVABEANS 3 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Apostila Servlets e JSP www.argonavis.com.br/cursos/java/j550/index.html INTRODUÇÃO Introdução Enterprise JavaBeans é um padrão de modelo de componentes

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos

RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos como posso assegurar uma experiência excepcional para o usuário final com aplicativos

Leia mais

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Questão em foco: Colaboração de produto 2.0 Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Tech-Clarity, Inc. 2009 Sumário Sumário... 2 Introdução à questão... 3 O futuro da

Leia mais

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF Guilherme Macedo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil guilhermemacedo28@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0

CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0 FOLHA DO PRODUTO CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0 Simplifique e otimize seu DB2 para tarefas de gerenciamento de carga de trabalho

Leia mais

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Sobre entidades externas ao sistema Quais sistemas externos devem ser acessados? Como serão acessados? Há integração com o legado a ser feita?

Leia mais

CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS

CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS João Antônio Bezerra Rodrigues¹, Claudete Werner¹, Gabriel Costa Silva² ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí

Leia mais

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Tendências, desenvolvimentos e dicas para tornar o seu ambiente de storage mais eficiente Smart decisions are built on Storage é muito mais do que

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS

PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar o que é uma Aplicação Rica para Internet Contextualizar tais aplicações na Web e os desafios

Leia mais

Como se tornar um desenvolvedor de plug-ins para AutoCAD e Revit

Como se tornar um desenvolvedor de plug-ins para AutoCAD e Revit Como se tornar um desenvolvedor de plug-ins para AutoCAD e Revit Vitor Paulo Silva Se você é um projetista e sua principal ferramenta de trabalho é o AutoCAD ou o Revit, certamente você já se deparou com

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 03 Profissões de TI Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos respectivos

Leia mais

Projeto Demoiselle. Para perguntas e respostas, utilizem a lista de discussões de usuários da comunidade: demoiselle-users@lists.sourceforge.

Projeto Demoiselle. Para perguntas e respostas, utilizem a lista de discussões de usuários da comunidade: demoiselle-users@lists.sourceforge. Projeto Demoiselle Para perguntas e respostas, utilizem a lista de discussões de usuários da comunidade: demoiselle-users@lists.sourceforge.net Palestrantes: Antônio Carlos Tiboni Luciana Campos Mota 20/07/2009

Leia mais

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com Nesse ebook você irá aprender como gerar uma renda mesmo que do zero rapidamente na internet, se você já tem um produto irá aprender como aumentar suas vendas agora mesmo de forma garantida. Crie um sistema

Leia mais

!!!!!!!!!!!! 2014! T +39 (11) 993307280 www.digitalmaker.com.br

!!!!!!!!!!!! 2014! T +39 (11) 993307280 www.digitalmaker.com.br 2014 À Agradecemos a oportunidade da apresentação desta Pré-proposta que, tem por objetivo, esclarecer as necessidades para uma Gestão Integrada da actividade. Uma empresa organizada tem: Visão, missão

Leia mais

Lucas Nascimento Santos

Lucas Nascimento Santos Lucas Nascimento Santos Mobile Application Developer lucassantoos56@gmail.com Resumo Lucas Nascimento Santos (@ll_ucasn), engenheiro de software. Estudante de Ciência da Computação na Universidade Salvador

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

NCR CONNECTIONS. CxBanking

NCR CONNECTIONS. CxBanking CxBanking NCR CONNECTIONS Nossa soluc a o multicanal permite aos bancos implementar rapidamente servic os empresariais personalizados em canais fi sicos e digitais. Um guia de soluções da NCR Visão geral

Leia mais

Manual de Vendas. Chegou a oportunidade de aumentar os lucros com o Windows Server 2012 R2

Manual de Vendas. Chegou a oportunidade de aumentar os lucros com o Windows Server 2012 R2 Manual de Vendas Chegou a oportunidade de aumentar os lucros com o Windows Server 2012 R2 O Windows Server 2012 R2 fornece soluções de datacenter e de nuvem híbrida de classe empresarial que são simples

Leia mais

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET Você está realmente conectado? Esse é o desafio atual no panorama dos negócios virtuais e móveis, à medida que as empresas se esforçam para ter comunicações consistentes

Leia mais

Governança de TI. ITIL v.2&3. parte 1

Governança de TI. ITIL v.2&3. parte 1 Governança de TI ITIL v.2&3 parte 1 Prof. Luís Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR ITIL 1 1 ITIL Gerenciamento de Serviços 2 2 Gerenciamento de Serviços Gerenciamento de Serviços 3 3 Gerenciamento de Serviços

Leia mais

Intranets e Capital Intelectual

Intranets e Capital Intelectual Intranets e Capital Intelectual Intranets e Capital Intelectual As mídias sociais ultrapassaram os limites da vida privada. Os profissionais são 2.0 antes, durante e depois do expediente. É possível estabelecer

Leia mais

CA Clarity PPM. Visão geral. Benefícios. agility made possible

CA Clarity PPM. Visão geral. Benefícios. agility made possible FOLHA DO PRODUTO CA Clarity PPM agility made possible O CA Clarity Project & Portfolio Management (CA Clarity PPM) o ajuda a inovar com agilidade, a transformar seu portfólio com confiança e a manter os

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA SERVIDOR INTRODUÇÃO EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

PROGRAMAÇÃO PARA SERVIDOR INTRODUÇÃO EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 PROGRAMAÇÃO PARA SERVIDOR EM SISTEMAS WEB INTRODUÇÃO Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Visão Geral 1 2 3 4 Apresentação Programação Servidor? O que é Java? Grupos de Trabalho Apresentação Quem é o professor?

Leia mais

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial Sumário executivo À medida que as organizações competem e crescem em uma economia global dinâmica, um novo conjunto de pontos cruciais

Leia mais

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Rodrigo Tito Nova CS Informática Cristiano Oliveira ConsultCAD É sabido por todos que hoje, o processo de desenvolvimento do produto

Leia mais