NOTAS DE AULA. Organelas Celulares. Fonte: cod.edu. Prof. Ubirajara Neves

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NOTAS DE AULA. Organelas Celulares. Fonte: cod.edu. Prof. Ubirajara Neves"

Transcrição

1 NOTAS DE AULA Organelas Celulares Fonte: cod.edu Prof. Ubirajara Neves

2 CAPÍTULO 1 Organelas Celulares Fonte: fcserver.nvnet.org Denominamos organelas celulares as estruturas existentes no citoplasma e que desempenham alguma função ativa no metabolismo celular. Em geral, podemos agrupá-las em três grupos: organelas não membranosas, organelas com membrana simples e organelas com dupla membrana. 1

3 SEÇÃO 1 Organelas não membranosas Eletromicrografia de célula eucariótica. Fonte: sciencedirect.com. Organelas não membranosas são aquelas que não apresentam uma membrana lipoproteica circundando sua estrutura. Entram aqui os ribossomos e os centríolos. Ribossomos São estruturas em forma de grânulos, com dimensões muito reduzidas (cerca de 20nm em células eucarióticas), responsáveis pela execução da síntese proteica. Podem ser encontrados tanto em células procarióticas como nas eucarióticas. São formados por duas subunidades de tamanhos desiguais que se formam no nucléolo, migram para o citoplasma e reúnemse para formar os ribossomos funcionais. 2

4 Encontram-se também filas de ribossomos reunidos por um mesmo RNAm, constituindo o que denominamos polissomos. Galeria 1.1 Ribossomos Filme 1.1 Do DNA às proteínas Estrutura tridimensional de ribossomo. Fonte: Psychology Wiki - Ribosome. Disponível em Fonte: Prabhupada News. Disponível em Através da tradução do código genético presente numa molécula de RNAm (RNA mensageiro), os ribossomos reúnem os aminoácidos segundo uma ordem determinada, formando assim a cadeia polipeptídica que irá constituir uma molécula de proteína. Os ribossomos são também encontrados no interior de outras organelas, como os plastos e as mitocôndrias. Nessas condições são menores, semelhantes àqueles existentes em bactérias. É comum encontrar grandes quantidades de ribossomos aderidos a membranas, como a carioteca e o retículo endoplasmático. 3

5 Centríolos São organelas não membranosas presentes exclusivamente em células eucarióticas. Faltam em células de vegetais superiores e de alguns fungos. Um centríolo é constituído por nove conjuntos de três microtúbulos proteicos unidos entre si, formando um pequeno cilindro. Galeria 1.2 Centríolos Em células animais usualmente estão presentes aos pares, constituindo um diplossomo, par de centríolos perpendiculares. Em tais células, estas organelas participam ativamente do processo de divisão celular, formando o áster e o fuso mitótico (ou meiótico). É importante ressaltar que, quando presentes em células vegetais, nunca participam do processo de divisão celular. A região ao redor de um diplossomo chama-se centrossomo, ou centro de organização de microtúbulos. São também importantes na formação de cílios e flagelos, cuja estrutura interna é muito semelhante à organização microtubular dos centríolos. Ilustração 3D de um centríolo, exibindo sua organização microtubular. Fonte: Wikipedia. 4

6 Revisão 1.1 Organelas não membranosas Pergunta 1 de 5 (FUVEST) Um antibiótico que atua nos ribossomos mata: A. bactérias, por interferir na síntese de proteínas. B. bactérias, por provocar plasmólise. C. fungos, por interferir na síntese de lipídios. D. vírus, por alterar o DNA. E. vírus, por impedir recombinação gênica. Verificar Resposta

7 SEÇÃO 2 Organelas com membrana simples Eletromicrografia de retículo endoplasmático granuloso. Fonte: Disponível em Lisossomos Os lisossomos são vesículas membranosas presentes no citoplasma, originados do complexo golgiense, dentro das quais existem enzimas hidrolases ácidas, responsáveis pelo processo de digestão intracelular. Os materiais digeríveis pelos lisossomos podem provir dos meios extracelular ou intracelular. A fagocitose é o principal mecanismo de incorporação de material que passará pelo processo digestivo. Nesse caso, os lisossomos fundem-se aos fagossomos, vacúolos que contêm as partículas fagocitadas. 6

8 Galeria 1.3 Lisossomos Lisossomos estão presentes tanto em células animais quanto em células vegetais (alguns biólogos discordam desta afirmação), embora nestas sejam minúsculos e pouco numerosos, mais voltados à autofagia do que a qualquer outra função. Filme 1.2 Funcionamento dos lisossomos Filme 1.3 Paramécio fagocitado por uma ameba Fonte: Youtube. Fonte: Youtube. Lisossomos em células de rato. Fonte: Society for Experimental Biology and Medicine. Disponível em O lisossomo pode também digerir organelas ou porções da própria célula, num processo conhecido como autofagia. Quando uma organela já não serve mais para a célula, é envolvida por membranas do retículo endoplasmático, constituindo um vacúolo denominado autofagossomo. A tal vacúolo juntam-se os lisossomos, procedendo à digestão do seu conteúdo. Peroxissomos São vesículas membranosas originadas do retículo endoplasmático. Em seu interior existem enzimas peroxidases, principalmente a catalase, responsável pela conversão do peróxido de hidrogênio (H 2 O 2 ), ou água oxigenada, em água (H 2 O) e oxigênio molecular (O 2 ). Estão presentes em todas as células eucarióticas e sua ausência leva a sérias falhas metabólicas, já que o peróxido de hidrogênio é muito tóxico para a célula. 7

9 Filme 1.4 Decomposição do peróxido de hidrogênio Está presente em todas as células eucarióticas, diferenciando-se em dois tipos: o retículo endoplasmático granuloso (REG), com ribossomos aderidos à membrana, e o retículo endoplasmático não granuloso (RENG), sem ribossomos aderidos à membrana. Galeria 1.4 Retículo endoplasmático Fonte: Youtube. Estas organelas participam ativamente nas vias metabólicas dos lipídios, em especial na betaoxidação de ácidos graxos de cadeia muito longa. Retículo endoplasmático Trata-se de uma rede de canais e cisternas membranosos distribuída pelo citoplasma e em comunicação com a carioteca, apresentando basicamente função de transporte e síntese de substâncias. Carioteca, retículo endoplasmático granuloso e retículo endoplasmático não granuloso. Fonte: Botany Visual Recource Library. Por ter ribossomos, o REG desempenha também a função de síntese proteica, produzindo somente proteínas que comporão o conteúdo de algumas vesículas celulares, como os lisossomos, e aquelas 8

10 destinadas à exportação, ou seja, que serão utilizadas no exterior da célula. O REG está muito desenvolvido em células secretoras, como as células pancreáticas e as células caliciformes do intestino. Galeria 1.5 Complexo golgiense O RENG também participa da síntese de algumas substâncias, em especial esteroides, fosfolipídios e outros lipídios, e está também relacionado a mecanismos de desintoxicação celular, sendo abundante em células hepáticas, onde participam do metabolismo do álcool etílico e outras drogas. Complexo golgiense É uma organela constituída por uma pilha de sáculos membranosos achatados associados a vesículas, presente em praticamente toda célula eucariótica. Apresenta-se fragmentado na célula vegetal, em que cada fragmento recebe a denominação de sáculos lameliformes (antigamente, dictiossomos), cabendo a denominação complexo golgiense ao conjunto de todos os sáculos lameliformes da célula. Filme 1.5 Protein Trafficking NDSU Virtual Cell Animations Project. Fonte: Youtube. Esta organela está relacionada à secreção celular, recebendo materiais sintetizados principalmente pelo retículo endoplasmático granuloso. O complexo golgiense basicamente recebe material produzido pela célula, modifica-o, empacotao em vesículas e as distribui. É também responsável pela produção dos lisossomos e pela síntese de polissacarídeos, sendo responsável Eletromicrografia de leucócito humano mostrando o sistema golgiense. Fonte: Wikipedia. pela formação da lamela média e demais camadas da parede celular nas células vegetais, e do glicocálix nas células animais. Estruturalmente, apresenta duas faces: uma face côncava, denominada trans, e uma face convexa, denominada cis. Vesículas chegam à organela pela face cis, dela saindo pela face trans. O complexo golgiense é também responsável pela formação do acrossomo do espermatozoide, vesícula localizada na extremidade anterior da cabeça do gameta e que contém grande quantidade de 9

11 hialuronidase, a enzima responsável pela degradação do ácido hialurônico, cimento celular presente na corona radiata do oócito. Revisão 1.2 Organelas com membrana simples Pergunta 1 de 5 (IPA-IMEC) Nas células secretoras de enzimas, do sistema digestório humano, espera-se encontrar, muito desenvolvido: A. retículo endoplasmático granuloso B. vacúolos C. lisossomos D. centro celular E. cloroplastos Verificar Resposta 10

12 SEÇÃO 3 Organelas com dupla membrana Mitocôndrias em eletromicrografia de célula muscular. Fonte: The University of British Columbia UBC Bioimaging Facility. Disponível em Mitocôndria Organela presente em todas as células eucarióticas, responsável pela 2.ª e 3.ª etapas da respiração celular. As mitocôndrias apresentam uma membrana externa lisa, e uma membrana interna com diversas invaginações, constituindo as cristas mitocondriais, onde acontece a cadeia respiratória (segunda etapa da respiração celular). Seu interior é preenchido por um material gelatinoso semelhante ao citoplasma a matriz mitocondrial. Esta contém enzimas que participam do ciclo de Krebs (uma etapa da respiração celular), bem como ribossomos e DNA semelhantes aos das células procarióticas. 11

13 As mitocôndrias são organelas capazes de autoduplicação, podendo aumentar em quantidade caso haja aumento da demanda por energia na célula. Plastos Organelas exclusivas de células vegetais e algais, são também envolvidas por duas unidades de membrana: uma externa, lisa, e outra interna, dotada de invaginações que constituem as lamelas. Galeria 1.6 Mitocôndrias Galeria 1.7 Plastos Esquema tridimensional de uma mitocôndria, mostrando sua estrutura interna. Todos os direitos reservados a Pearson Education, Inc. Fonte: Estrutura tridimensional do cloroplasto, mostrando sua estrutura interna. Fonte: Constituem o centro de atividade aeróbica da célula (i.e., que consome O2) e participam também de outras vias metabólicas, como a betaoxidação de ácidos graxos. 12

14 Há diferentes tipos de plastos, mas destacaremos aqui somente os cloroplastos, dotados de clorofila e responsáveis pela fotossíntese. No interior dos cloroplastos, as lamelas formam estruturas discoidais, os tilacoides, que se agrupam em pilhas denominadas granos. Filme 1.6 The Photosynthesis Song By Peter Weatherhall. Fonte: Youtube. O espaço interno de um cloroplasto é preenchido por uma matriz gelatinosa denominada estroma, que contém enzimas, ribossomos e DNA. Tal como nas mitocôndrias, os ribossomos e DNA do cloroplasto são semelhantes àqueles presentes em células procarióticas. As membranas internas do cloroplasto abrigam os fotossistemas, associações de pigmentos responsáveis pela absorção de luz e iniciação do processo da fotossíntese. Novamente, como acontece com as mitocôndrias, os cloroplastos são organelas capazes de autoduplicação. Revisão 1.3 Organelas com dupla membrana Pergunta 2 de 7 (PUC-RS) As células renais são muito ricas em mitocôndrias. Este fato já é um indício de que estas células: A. não sintetizam moléculas de proteínas. B. consomem muita energia. C. apresentam intensa fagocitose. D. despendem pouca energia. E. não fabricam moléculas lipídicas. Verificar Resposta 13

15 CREATIVE COMMONS O trabalho Notas de Aula - Organelas Celulares do prof. Ubirajara Neves foi licenciado com uma licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivados 3.0 Não Adaptada. xiv

16 Acetil-CoA Acetil-coenzima A, molécula intermediária dos processos oxidativos mitocondriais. Constituída por um radical acetil ligado covalentemente à coenzima A. Ácidos graxos, Betaoxidação

17 Ácido hialurônico Substância normalmente responsável pelo preenchimento dos espaços intercelulares, atuando como cimento celular. Cimento celular, Corona radiata, Hialuronidase Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

18 Ácidos graxos Ácidos carboxílicos, i.e., ácidos orgânicos com cadeia longa. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

19 Acrossomo Vesícula localizada na região anterior do corpo celular (cabeça) do espermatozoide, contendo em seu interior a enzima hialuronidase, responsável pela degradação do ácido hialurônico, substância que mantém unidas as células da corona radiata. A ação da hialuronidase é fundamental para o processo de fecundação. Origina-se a partir do complexo golgiense, com conteúdo sintetizado pelo retículo granuloso. Cimento celular, Complexo golgiense, Espermatozoide, Gameta, Hialuronidase, Oócito Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

20 ADP Difosfato de adenosina, nucleotídeo que se associa a fosfato inorgânico para formar o ATP. ATP

21 Água oxigenada Ver peróxido de hidrogênio. Peróxido de hidrogênio Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

22 Aminoácidos Substâncias orgânicas que possuem em suas moléculas um agrupamento amina ( NH 3 ) e um agrupamento ácido carboxílico ( COOH). Os aminoácidos são as unidades formadoras das proteínas. Proteína Capítulo 1 - Organelas não membranosas

23 Anaeróbio Que ocorre sem o consumo de oxigênio (O 2 ). Arraste os termos relacionados até aqui

24 Áster Estrutura constituída por centríolos e microtúbulos, que surgem durante a divisão de alguns tipos celulares. Responsável pela organização do fuso de microtúbulos nas células que o possuem. Fuso mitótico, Microtúbulos Capítulo 1 - Organelas não membranosas

25 Atividade aeróbica Atividade celular que demanda o consumo de oxigênio (O 2 ). Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

26 ATP Trifosfato de adenosina, nucleotídeo transportador de energia celular. ADP, Cadeia respiratória, Ciclo de Krebs, Fotossíntese, Respiração celular

27 Autoduplicação Processo de produzir uma cópia de si mesmo. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

28 Autofagia Processo de englobamento de organelas velhas e inativas pelo retículo endoplasmático, com posterior fusão da vesícula resultante (autofagossomo) com lisossomos, que executarão a digestão de tais estruturas. Autofagossomo, Lisossomos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

29 Autofagossomo Vesícula formada pelo englobamento de organelas velhas e inativas pelo retículo endoplasmático. Autofagia, Lisossomos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

30 Betaoxidação Processo mitocondrial de degradação de ácidos graxos, durante o qual suas longas cadeias são reduzidas pela retirada de um par de átomos de carbono sob a forma de acetil-coa. Acetil-CoA, Ácidos graxos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

31 Cadeia polipeptídica Polímero formado pela reunião de várias moléculas de aminoácidos. Aminoácidos, Polímero, Proteína Capítulo 1 - Organelas não membranosas

32 Cadeia respiratória Etapa da respiração celular que ocorre nas cristas mitocondriais. Consiste numa série de transportadores proteicos que carregam elétrons provenientes das outras etapas da respiração celular (glicólise e ciclo de Krebs), deles retirando energia de forma gradativa, com o objetivo de formar ATP. Ciclo de Krebs, Cristas mitocondriais, Mitocôndria, Respiração celular Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

33 Carioteca Membrana dupla que envolve o material nuclear nas células eucarióticas. Mesmo que envelope nuclear. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas não membranosas

34 Catalase Enzima peroxidase presente no interior dos peroxissomos, responsável pela degradação do peróxido de hidrogênio (H 2 O 2 ). Água oxigenada, Peroxidases, Peróxido de hidrogênio, Peroxissomos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

35 Célula eucariótica Célula de estrutura complexa com citoplasma compartimentado presença de organelas membranosas e núcleo organizado, envolvido pela carioteca. Carioteca, Células procarióticas Capítulo 1 - Organelas não membranosas

36 Células caliciformes Células secretoras do tecido epitelial, com forma de cálice. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

37 Células procarióticas Células de estrutura simples, desprovidas de organelas membranosas e com material nuclear disperso pelo citoplasma, concentrado numa região denominada nucleoide. Célula eucariótica Capítulo 1 - Organelas não membranosas

38 Centríolo Organela microtubular presente em células eucarióticas, principalmente animais, com função de formação de cílios e flagelos e auxílio na divisão celular. Cílios, Flagelos Capítulo 1 - Organelas não membranosas

39 Centríolos Ver centríolo. Centríolo Capítulo 1 - Organelas não membranosas

40 Centro de organização de microtúbulos A região ao redor de um diplossomo. Centríolo, Diplossomo Capítulo 1 - Organelas não membranosas

41 Centrossomo O mesmo que centro de organização de microtúbulos. Centro de organização de microtúbulos Capítulo 1 - Organelas não membranosas

42 Ciclo de Krebs Segunda etapa da respiração celular, que ocorre na matriz mitocondrial (células eucarióticas) ou no citoplasma (células procarióticas) e que consiste na degradação cíclica da acetil-coa, com formação de ATP, CO 2 e elétrons altamente energéticos, que serão processados posteriormente pela cadeia respiratória. ATP, Cadeia respiratória, Glicólise, Matriz mitocondrial Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

43 Cílios Modificações da membrana plasmática com esqueleto microtubular, curtas e geralmente numerosas, originadas de centríolos e com função de locomoção e movimentação do material extracelular. Centríolo, Flagelos Capítulo 1 - Organelas não membranosas

44 Cimento celular Substância existente entre as células de um tecido, com o objetivo de mantê-las unidas. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

45 Cisternas Vesículas achatadas. Complexo golgiense, Retículo endoplasmático Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

46 Clorofila Pigmento presente nas células de seres fotossintetizantes, responsável pela conversão de energia luminosa em energia química. Cloroplastos, Fotossíntese, Fotossistemas Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

47 Cloroplastos Organelas verdes dotadas de dupla membrana, dento das quais ocorre a fotossíntese pela presença de clorofila. Clorofila, Fotossíntese, Fotossistemas Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

48 Código genético Combinação de três bases nitrogenadas que codificam um aminoácido. É a base da regulação gênica dos seres vivos. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas não membranosas

49 Complexo golgiense Organela membranosa formada por uma pilha de vesículas achatadas, responsável pela modificação de substâncias provenientes do retículo endoplasmático granuloso, bem como empacotamento de tais substâncias e exportação das mesmas. É também responsável pela formação do acrossomo dos espermatozoides e da parede celular das células vegetais. Antigamente denominava-se complexo de Golgi (ver Notas de Aula Nomenclatura Anatômica). Acrossomo Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

50 Corona radiata Conjunto de células pertencentes ao folículo ovariano e que contêm, na região central, o oócito. Ácido hialurônico, Oócito Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

51 Cristas mitocondriais Invaginações da membrana mitocondrial interna, onde ocorre a cadeia respiratória. Cadeia respiratória, Invaginações, Mitocôndria Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

52 Dictiossomos Nome antigo dos sáculos lameliformes. Complexo golgiense, Sáculos lameliformes Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

53 Digestão intracelular Processo digestivo que ocorre no interior da célula. Função dos lisossomos. Fagocitose, Hidrolases, Lisossomos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

54 Diplossomo Par de centríolos perpendiculares. Centríolo, Perpendiculares Capítulo 1 - Organelas não membranosas

55 DNA Ácido desoxirribonucleico, polímero de nucleotídeos que atua como material genético na maioria dos seres vivos. Nucleotídeo, Polímero Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

56 Eletromicrografia Registro gráfico de imagem produzida por um microscópio eletrônico. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas não membranosas

57 Enzimas Proteínas que atuam como catalisadores biológicos. Proteína Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

58 Espermatozoide Gameta masculino dos animais. Acrossomo Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

59 Esteroides Substâncias lipossolúveis cuja estrutura é baseada no colesterol. Têm no organismo as mais diversas funções, atuando como hormônios, vitaminas etc. Lipossolúvel Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

60 Estroma Preenchimento gelatinoso do cloroplasto, onde ocorre a fase escura da fotossíntese, e onde se localizam os ribossomos e o DNA plastidiais. Cloroplastos, Fotossíntese Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

61 Fagocitose Englobamento de partículas sólidas por uma célula. Pode servir tanto para nutrição celular como defesa do organismo. Digestão intracelular, Fagossomos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

62 Fagossomos Vesículas formadas durante a fagocitose, e que contêm o material englobado pela célula. Fagocitose Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

63 Flagelos Modificações da membrana plasmática normalmente longas e pouco numerosas, com esqueleto microtubular, proveniente da modificação de centríolos. Centríolo, Cílios Capítulo 1 - Organelas não membranosas

64 Folículo ovariano Estrutura presente nos ovários de mamíferos, responsável pela maturação do oócito. Oócito

65 Fosfolipídios Lipídios que apresentam, em sua estrutura, um grupo fosfato, que constitui uma extremidade hidrofílica. Hidrofílico Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

66 Fotossíntese Processo de conversão de energia luminosa em energia química que ocorre na presença de clorofila, CO 2 e H 2 O, no interior dos cloroplastos (células eucarióticas). Clorofila, Cloroplastos Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

67 Fotossistemas Conjunto de pigmentos presentes nas lamelas dos cloroplastos, responsáveis pelo início da fotossíntese. Cloroplastos, Fotossíntese, Tilacoides Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

68 Fuso mitótico Estrutura microtubular que se forma durante a mitose. Tem por função organizar os cromossomos durante a divisão celular. Áster, Centríolo, Microtúbulos Capítulo 1 - Organelas não membranosas

69 Gameta Célula reprodutora sexuada. Espermatozoide, Oócito Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

70 Glicocálix Material presente na superfície externa da membrana plasmática de células animais. Sua principal função é a execução do reconhecimento celular. Complexo golgiense Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

71 Glicólise Primeira etapa da respiração celular. Ocorre no hialoplasma e consiste na quebra anaeróbia da molécula de glicose. Anaeróbio, Cadeia respiratória, Ciclo de Krebs, Respiração celular

72 Granos Pilhas de tilacoides. Cloroplastos, Tilacoides Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

73 Grânulos Pequenos grãos. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas não membranosas

74 Hialoplasma Também denominado citoplasma fundamental, é a parte líquida do citoplasma. Arraste os termos relacionados até aqui

75 Hialuronidase Enzima que tem por função a degradação do ácido hialurônico. Ácido hialurônico, Enzimas Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

76 Hidrofílico Que tem afinidade pela água. Arraste os termos relacionados até aqui

77 Hidrolases Enzimas que causam hidrólise, i.e., a quebra de moléculas durante a digestão. Estão presentes no interior dos lisossomos. Digestão intracelular, Enzimas, Lisossomos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

78 Invaginações Dobras da membrana para o lado interno. Cristas mitocondriais Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

79 Lamela média Primeira camada da parede celular a se formar após a divisão. É constituída principalmente por pectina e hemicelulose, e é organizada por vesículas do complexo golgiense. Complexo golgiense Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

80 Lipossolúvel Que se dissolve em lipídios. Arraste os termos relacionados até aqui

81 Lisossomos Organelas membranosas que consistem em vesículas com enzimas hidrolases ácidas em seu interior, produzidas pelo retículo endoplasmático granuloso. Sua responsabilidade é a digestão celular. Originam-se do complexo golgiense. Complexo golgiense, Retículo endoplasmático Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

82 Matriz mitocondrial Material gelatinoso que preenche a mitocôndria. É o local onde ocorre o ciclo de Krebs nas células eucarióticas, bem como onde estão os ribossomos e o DNA mitocondriais. Ciclo de Krebs, DNA, Mitocôndria, Ribossomos Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

83 Membrana lipoproteica Membrana constituída por lipídios e proteínas. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas não membranosas

84 Metabolismo Conjunto de reações químicas responsáveis pela manutenção da vida. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas Celulares

85 Microtúbulos Estruturas microscópicas tubulares constituídas pela polimerização de unidades proteicas denominadas tubulinas. Polímero Capítulo 1 - Organelas não membranosas

86 Mitocôndria Organela dotada de dupla membrana que tem por função a respiração celular nas células eucarióticas. Cristas mitocondriais, Matriz mitocondrial, Respiração celular Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

87 Mitocôndrias Ver mitocôndria. Mitocôndria Capítulo 1 - Organelas não membranosas

88 Monômero Molécula que se reúne com outras do mesmo tipo para formar grandes cadeias, os polímeros. Polímero

89 Nucléolo Região no interior do núcleo constituída por DNA e RNA, responsável pela produção de ribossomos. DNA, Ribossomos, RNA Capítulo 1 - Organelas não membranosas

90 Nucleotídeo Molécula formada pela união de fosfato, uma pentose e uma base nitrogenada. DNA, RNAm

91 Oócito Gameta feminino animal. Espermatozoide, Gameta Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

92 Organelas Estruturas citoplasmáticas com participação ativa no metabolismo celular. Metabolismo Capítulo 1 - Organelas Celulares

93 Parede celular Revestimento celulósico da célula vegetal. Complexo golgiense, Lamela média Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

94 Peroxidases Enzimas que catalisam a decomposição de peróxidos. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

95 Peróxido de hidrogênio Composto de fórmula H 2 O 2, também conhecido como água oxigenada, que surge durante o metabolismo dos ácidos graxos. Apresenta certo nível de toxicidade para a célula. Ácidos graxos, Água oxigenada, Catalase, Peroxidases Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

96 Peroxissomos Vesículas membranosas que contêm peroxidases, em especial a catalase, em seu interior. Participam, portanto, da decomposição do peróxido de hidrogênio, produzindo água e oxigênio molecular. Água oxigenada, Catalase, Peroxidases, Peróxido de hidrogênio Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

97 Perpendiculares Que formam, entre si, um ângulo de 90º. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas não membranosas

98 Pigmentos Moléculas que se comportam de tal maneira com a luz de modo a apresentar uma cor. Em geral, pigmentos entram em processos em que ocorre transporte de elétrons com liberação de energia. Alguns exemplos: clorofila, outros pigmentos dos fotossistemas, pigmentos respiratórios da cadeia respiratória etc. Cadeia respiratória, Clorofila, Fotossíntese, Fotossistemas, Respiração celular Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

99 Plastos Organelas dotadas de dupla membrana que podem executar diferentes funções celulares. Nestas notas de aula foram abordados somente os cloroplastos, responsáveis pela execução da fotossíntese. Há outros cromoplastos, ou seja, plastos coloridos, bem como leucoplastos, incolores, estes responsáveis pela armazenagem de substâncias. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas não membranosas

100 Polímero Molécula constituída pela repetição de unidades menores, os monômeros. Cadeia polipeptídica, DNA, Monômero, Proteína, RNAm

101 Polissacarídeos Açúcares complexos, normalmente formados pela polimerização de açúcares menores. Alguns exemplos são a celulose, a hemicelulose e o amido, todos polímeros de glicose. Polímero Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

102 Polissomos Reunião de vários ribossomos com um único RNAm. Ribossomos, RNAm Capítulo 1 - Organelas não membranosas

103 Proteína Polímero de aminoácidos. As proteínas são substâncias que desempenham as mais importantes funções nas células, como atuar como catalisadores, fazer parte da estrutura celular, executar a defesa do organismo etc. Podem ser constituídas por uma ou mais cadeias polipeptídicas, e estar ou não associadas a outras substâncias não proteicas. Aminoácidos, Cadeia polipeptídica, Enzimas, Ribossomos, RNAm Capítulo 1 - Organelas não membranosas

104 Respiração celular Processo aeróbio de produção de energia para a célula. É constituída de três etapas: a glicólise, que ocorre no hialoplasma, o ciclo de Krebs, que ocorre na matriz mitocondrial, e a cadeia respiratória, que ocorre nas cristas mitocondriais. ATP, Cadeia respiratória, Ciclo de Krebs, Cristas mitocondriais, Glicólise, Matriz mitocondrial, Mitocôndria Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

105 Retículo endoplasmático Organela membranosa formada por canais e cisternas que se distribuem pelo citoplasma. Atua basicamente no transporte e na síntese de substâncias, e pode ser de dois tipos: o retículo endoplasmático granuloso, com ribossomos aderidos a sua superfície, e o retículo endoplasmático não granuloso, sem ribossomos. Ribossomos Capítulo 1 - Organelas não membranosas

106 Ribossomos Organelas não membranosas presentes em todos os tipos celulares, bem como no interior de mitocôndrias e cloroplastos, responsáveis pela síntese de proteínas. Cloroplastos, Estroma, Matriz mitocondrial, Mitocôndria, Proteína, Síntese proteica Capítulo 1 - Organelas não membranosas

107 RNA Ácido ribonucleico, polímero de nucleotídeos responsável pela síntese de proteínas. Arraste os termos relacionados até aqui

108 RNAm RNA mensageiro, molécula que carrega o código genético para a fabricação de uma cadeia polipeptídica, ao associar-se a ribossomos. Cadeia polipeptídica, Código genético, Ribossomos, RNA Capítulo 1 - Organelas não membranosas

109 Sáculos lameliformes Unidades formadoras do complexo golgiense na célula vegetal. Antigamente denominados dictiossomos, são fragmentos do complexo golgiense. Complexo golgiense, Dictiossomos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

110 Síntese proteica Processo de produção de proteínas, que se inicia pela tradução do código genético presente no RNAm pelos ribossomos. Aminoácidos, Código genético, Proteína, Ribossomos, RNAm Capítulo 1 - Organelas não membranosas

111 Tilacoides Vesículas membranosas achatadas presentes em grandes quantidades nos cloroplastos, associados às lamelas, onde estão os fotossistemas. Responsáveis pela fase luminosa da fotossíntese. Reunidos em pilhas denominadas granos. Clorofila, Cloroplastos, Fotossíntese, Fotossistemas, Granos Capítulo 1 - Organelas com dupla membrana

112 Tradução Processo executado pelos ribossomos que consiste na produção de uma cadeia polipeptídica a partir do código presente em um RNAm. Síntese de proteínas. Cadeia polipeptídica, Código genético, Ribossomos, RNAm, Síntese proteica Capítulo 1 - Organelas não membranosas

113 Vacúolos Vesículas membranosas presentes no citoplasma. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

114 Vegetais superiores Denominação antiga das plantas, incluindo briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas. Arraste os termos relacionados até aqui Capítulo 1 - Organelas não membranosas

115 Vesículas membranosas Ver vacúolos. Vacúolos Capítulo 1 - Organelas com membrana simples

O citoplasma das células

O citoplasma das células UNIDADE 2 ORIGEM DA VIDA E BIOLOGIA CELULAR CAPÍTULO 8 Aula 1/3 Eucariontes x Procariontes Estruturas citoplasmáticas: Citoesqueleto Centríolos, cílios e flagelos 1. CÉLULAS PROCARIÓTICAS E EUCARIÓTICAS

Leia mais

Professor Antônio Ruas

Professor Antônio Ruas Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Componente curricular: BIOLOGIA APLICADA Aula 3 Professor Antônio Ruas 1. Assuntos: Introdução à história geológica

Leia mais

ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Prof. Emerson

ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Prof. Emerson ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS Prof. Emerson Algumas considerações importantes: Apesar da diversidade, algumas células compartilham ao menos três características: São dotadas de membrana plasmática; Contêm

Leia mais

CITOPLASMA. Características gerais 21/03/2015. Algumas considerações importantes: 1. O CITOPLASMA DAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS

CITOPLASMA. Características gerais 21/03/2015. Algumas considerações importantes: 1. O CITOPLASMA DAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS CITOPLASMA Algumas considerações importantes: Apesar da diversidade, algumas células compartilham ao menos três características: Biologia e Histologia São dotadas de membrana plasmática; Contêm citoplasma

Leia mais

Células procarióticas

Células procarióticas Pró Madá 1º ano Células procarióticas Citosol - composto por 80% de água e milhares de tipos de proteínas, glicídios, lipídios, aminoácidos, bases nitrogenadas, vitaminas, íons. Moléculas de DNA e ribossomos

Leia mais

O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS

O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS Citoplasma região entre a membrana plasmática e o núcleo (estão presentes o citosol e as organelas). Citosol material gelatinoso formado por íons e moléculas orgânicas e inorgânicas

Leia mais

O CITOPLASMA. Prof. André Maia. O Movimento amebóide é um movimento de deslocamento de algumas células através da emissão de pseudópodes.

O CITOPLASMA. Prof. André Maia. O Movimento amebóide é um movimento de deslocamento de algumas células através da emissão de pseudópodes. O CITOPLASMA Prof. André Maia Conceito É a região da célula localizada entre a membrana plasmática e o núcleo, preenchida por uma substância gelatinosa (semi-líquida), na qual estão mergulhadas as organelas

Leia mais

Organelas Citoplasmáticas I

Organelas Citoplasmáticas I Organelas Citoplasmáticas I Profº Me. Fernando Belan Alexander Fleming Ribossomos São formados por RNAr + Proteínas; O RNAr é produzido no núcleo, por alguns cromossomos específicos(satélites) Os ribossomos

Leia mais

A descoberta da célula

A descoberta da célula A descoberta da célula O que são células? As células são a unidade fundamental da vida CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula)

Leia mais

Centríolos. Ribossomos

Centríolos. Ribossomos Ribossomos Os ribossomos são encontrados em todas as células (tanto eucariontes como procariontes) e não possuem membrana lipoprotéica (assim como os centríolos). São estruturas citoplasmáticas responsáveis

Leia mais

CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS

CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS A história da Citologia Hans e Zaccharias Janssen- No ano de 1590 inventaram um pequeno aparelho de duas lentes que chamaram de microscópio. Robert Hooke (1635-1703)- Em

Leia mais

Introdução à Biologia Celular e Molecular. Profa. Luciana F. Krause

Introdução à Biologia Celular e Molecular. Profa. Luciana F. Krause Introdução à Biologia Celular e Molecular Profa. Luciana F. Krause Níveis de organização Desenvolvimento da Teoria Celular Século XVII desenvolvimento das lentes ópticas Robert Hooke (1665) células (cortiça)

Leia mais

ALUNO(a): Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas citoplasmáticas.

ALUNO(a): Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas citoplasmáticas. GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 3º ano ALUNO(a): Lista de Exercícios NOTA: No Anhanguera você é + Enem Questão 01) Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas

Leia mais

Prof. Felipe de Lima Almeida

Prof. Felipe de Lima Almeida Prof. Felipe de Lima Almeida No século XVI, dois holandeses, fabricantes de óculos, descobriram que duas lentes montadas em um tubo poderiam ampliar a imagem de objetos que, normalmente, não eram vistos

Leia mais

Trabalho Online. 3ª SÉRIE TURMA: 3101 2º Bimestre Nota: DATA: / /

Trabalho Online. 3ª SÉRIE TURMA: 3101 2º Bimestre Nota: DATA: / / Trabalho Online NOME: Nº.: DISCIPLINA: BIOLOGIA I PROFESSOR(A): LEANDRO 3ª SÉRIE TURMA: 3101 2º Bimestre Nota: DATA: / / 1. A seguir estão representados três modelos de biomembranas: a) A que constituintes

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR Retículo endoplasmático Invólucro nuclear Núcleo Mitocôndria Procarionte fotossintético Cloroplasto Procarionte ancestral Eucariote ancestral

Leia mais

AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS

AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS Apesar da diversidade entre os seres vivos, todos guardam muitas semelhanças, pois apresentam material genético (DNA) em que são encontradas todas as informações

Leia mais

CITOPLASMA,HIALOPLASMA, MATRIZ CITOPLASMÁTICA OU CITOSOL

CITOPLASMA,HIALOPLASMA, MATRIZ CITOPLASMÁTICA OU CITOSOL CITOPLASMA,HIALOPLASMA, MATRIZ CITOPLASMÁTICA OU CITOSOL Massa líquida que contém diversas substâncias, canais, bolsas e as organelas citoplasmáticas. COMPOSIÇÃO DO CITOPLASMA O componente aquosa do citoplasma

Leia mais

Microscópio de Robert Hooke Cortes de cortiça. A lente possibilitava um aumento de 200 vezes

Microscópio de Robert Hooke Cortes de cortiça. A lente possibilitava um aumento de 200 vezes CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula é a Citologia (do grego: cito = célula; logos = estudo). A invenção do microscópio no final do século XVI revolucionou a Biologia. Esse instrumento possibilitou

Leia mais

Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br

Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br A célula é a menor unidade estrutural básica do ser vivo. A palavra célula foi usada pela primeira vez em 1667 pelo inglês Robert Hooke. Com um microscópio muito

Leia mais

Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno:

Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno: Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno: 1. Diferencie e explique a diferença Célula eucariota de célula procariota quanto

Leia mais

Exercícios de Citoplasma e organelas

Exercícios de Citoplasma e organelas Exercícios de Citoplasma e organelas Material de apoio do Extensivo 1. (PUC) No interior da célula, o ATP produzido em um processo (I) é utilizado na síntese de enzimas digestivas (II) e no mecanismo de

Leia mais

RESUMO: Organelas Celulares

RESUMO: Organelas Celulares RESUMO: Organelas Celulares Organelas são estruturas presentes nas células, comuns a muitos tipos delas. Isto é, são compartimentos celulares limitados por membranas. Essas organelas desenvolvem funções

Leia mais

A CÉLULA TEORIA CELULAR. www.biogeolearning.com 1. Todas as reacções fundamentais que caracterizam a vida ocorrem no interior das células;

A CÉLULA TEORIA CELULAR. www.biogeolearning.com 1. Todas as reacções fundamentais que caracterizam a vida ocorrem no interior das células; Prof. Ana Rita Rainho A CÉLULA U N I D A D E E S T R U T U R A L E F U N C I O N A L D O S S E R E S V I V O S TEORIA CELULAR Todos os seres vivos são constituídos por células; Todas as reacções fundamentais

Leia mais

Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos

Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos Prof. MSc Ana Paula

Leia mais

Célula Robert Hooke (século XVII) Mathias Schleiden (1838) Theodor Swann Rudolf Virchow (1858)

Célula Robert Hooke (século XVII) Mathias Schleiden (1838) Theodor Swann Rudolf Virchow (1858) Célula Introdução Robert Hooke (século XVII) deu o nome de célula (pequenos compartimentos) às pequenas cavidades separadas por paredes, que ele observou em cortiça e outros tecidos, usando microscópio

Leia mais

- Nosso corpo é formado por inúmeras estruturas macro e microscópicas;

- Nosso corpo é formado por inúmeras estruturas macro e microscópicas; CAPÍTULO 01 A CÉLULA - Nosso corpo é formado por inúmeras estruturas macro e microscópicas; - O funcionamento interligado e harmonioso dessas estruturas mantém o corpo vivo, em funcionamento; A ORGANIZAÇÃO

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CELULAR. A célula é a unidade básica formadora dos seres

ORGANIZAÇÃO CELULAR. A célula é a unidade básica formadora dos seres ORGANIZAÇÃO CELULAR 1. INTRODUÇÃO A célula é a unidade básica formadora dos seres vivos. De acordo com a estrutura celular, os seres vivos classificam-se em procariontes e eucariontes. Os primeiros caracterizam-se

Leia mais

AULA 1 Organização Celular Tipos de Célula. CÉLULAS ANIMAL E VEGETAL Pág. 71

AULA 1 Organização Celular Tipos de Célula. CÉLULAS ANIMAL E VEGETAL Pág. 71 AULA 1 Organização Celular Tipos de Célula CÉLULAS ANIMAL E VEGETAL Pág. 71 CÉLULAS As células são os menores e mais simples componentes do corpo humano. A maioria das células são tão pequenas, que é necessário

Leia mais

Prof.: Ramon L. O. Junior 1

Prof.: Ramon L. O. Junior 1 CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL DISCIPLINA: BIOLOGIA UNIDADE II NOÇÕES DE MORFOLOGIA E FISIOLOGIA CELULAR Prof.: Ramon Lamar de Oliveira Junior TIPOS CELULARES CÉLULA PROCARIOTA X 1 a 2 micrômetros (mm) Ausência

Leia mais

PROFESSOR GUILHERME BIOLOGIA

PROFESSOR GUILHERME BIOLOGIA Laranjeiras do Sul: Av. 7 de Setembro, 1930. Fone: (42) 3635 5413 Quedas do Iguaçu: Pça. Pedro Alzide Giraldi, 925. Fone: (46) 3532 3265 www.genevestibulares.com.br / contato@genevestibulares.com.br PROFESSOR

Leia mais

Organelas Citoplasmáticas

Organelas Citoplasmáticas Organelas Citoplasmáticas O surgimento de células eucariontes provém da hipótese de que uma célula procariótica teria sofrido modificações evolutivas. Com a invaginação de membranas; acúmulo de enzimas

Leia mais

Questões complementares

Questões complementares Questões complementares 1. Definir célula e os tipos celulares existentes. Caracterizar as diferenças existentes entre os tipos celulares. 2. Existe diferença na quantidade de organelas membranares entre

Leia mais

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009)

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) Nome do Candidato Classificação Leia as seguintes informações com atenção. 1. O exame é constituído

Leia mais

COMPONENTES CELULARES

COMPONENTES CELULARES www.fondosypantallas.com COMPONENTES CELULARES Prof. Cristino Rêgo 8º Ano Ensino Fundamental II Robert Hooke Cientista inglês, mecânico e meteorologista: formulou a primeira teoria sobre as propriedades

Leia mais

A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA

A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA O mundo microscópico A quase 400 anos... No início, o instrumento era considerado um brinquedo, que possibilitava a observação de pequenos objetos. Zacharias Jansen e um microscópio

Leia mais

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. Respiração e Fermentação 1. (Fuvest) O fungo 'Saccharomyces cerevisiae' (fermento de padaria) é um anaeróbico facultativo. Quando cresce na ausência de oxigênio, consome muito mais glicose do que quando

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº

EXERCÍCIOS ON LINE 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº EXERCÍCIOS ON LINE 3º Bimestre DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): LEANDRO 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº 1. Qual a composição química da membrana plasmática? 2. A célula apresenta membrana plasmática

Leia mais

CITOPLASMA E ORGANELAS. Prof. Piassa

CITOPLASMA E ORGANELAS. Prof. Piassa CITOPLASMA E ORGANELAS Prof. Piassa A CÉLULA 1 Citosol (Hialoplasma) Constituído de água e proteínas, as quais formam um colóide, o qual é mais viscoso na periferia da célula. Local de ocorrência de reações

Leia mais

Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano

Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano O termo célula foi usado pela primeira vez pelo cientista inglês Robert Hooke, em 1665. Por meio de um microscópio

Leia mais

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe!

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Aula: 2 Temática: Ácidos Nucléicos Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Introdução: Os ácidos nucléicos são as moléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR. Mito: filamento Chondrion: partícula

MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR. Mito: filamento Chondrion: partícula MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR Mito: filamento Chondrion: partícula QUALQUER TRABALHO NA CÉLULA REQUER ENERGIA: -Movimento celular, secreção de substâncias, transmissão dos impulsos nervosos, contração

Leia mais

BIOLOGIA - AULA 02 E 03 : CITOLOGIA e DIVISÃO CELULAR

BIOLOGIA - AULA 02 E 03 : CITOLOGIA e DIVISÃO CELULAR BIOLOGIA - AULA 02 E 03 : CITOLOGIA e DIVISÃO CELULAR CITOLOGIA A célula é a unidade morfológica e fisiológica do ser vivo, ou seja, é a menos parcela do ser que tem forma e função definida. A manutenção

Leia mais

BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR

BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR Profa. Dra. Thaiza Galhardo S. Morceli EMENTA Organização celular; Membranas biológicas; Transporte celular; Divisão celular; Estrutura dos ácidos nucléicos; Replicação do

Leia mais

CITOLOGIA. Disciplina: Bioquímica Prof: João Maurício de Oliveira Coelho

CITOLOGIA. Disciplina: Bioquímica Prof: João Maurício de Oliveira Coelho CITOLOGIA Disciplina: Bioquímica Prof: João Maurício de Oliveira Coelho CÉLULA A célula é a menor unidade estrutural básica do ser vivo. A palavra célula foi usada pela primeira vez em 1667 pelo inglês

Leia mais

Técnico em Biotecnologia Módulo I. Biologia Celular. Aula 4 - Sistema de Endomembranas. Prof. Leandro Parussolo

Técnico em Biotecnologia Módulo I. Biologia Celular. Aula 4 - Sistema de Endomembranas. Prof. Leandro Parussolo Técnico em Biotecnologia Módulo I Biologia Celular Aula 4 - Sistema de Endomembranas Prof. Leandro Parussolo SISTEMA DE ENDOMEMBRANAS Se distribui por todo o citoplasma É composto por vários compartimentos

Leia mais

Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes

Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Procariontes Eucariontes Localização Organização Forma Disperso no citoplasma

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Ácidos Nucleicos 01- Os

Leia mais

Princípios moleculares dos processos fisiológicos

Princípios moleculares dos processos fisiológicos 2012-04-30 UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO FACULDADE DE CIÊNCIAS DEI-BIOLOGIA ---------------------------------------------- Aula 5: Princípios moleculares dos processos fisiológicos (Fisiologia Vegetal, Ano

Leia mais

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano.

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. Tipo de itens O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. 1. Quais são as suas principais funções? Transporte de nutrientes, defesa, regulação térmica e controlo 2. Quais os seus constituintes?

Leia mais

CITOPLASMA ÚNICO PROFESSOR BELLINATI

CITOPLASMA ÚNICO PROFESSOR BELLINATI CITOPLASMA ÚNICO PROFESSOR BELLINATI CÉLULAS UNIDADE FUNDAMENTAL DA VIDA membrana plasmática; citoplasma com citosol e organelas; material genético (DNA). Célula Bacteriana (procariota) CITOPLASMA PROCARIOTO

Leia mais

d) 23, 46, 26. 23 d) DNA nucleotídeos desoxirribose uracila desoxirribose timina e) DNA ácidos desoxirribonucléicos

d) 23, 46, 26. 23 d) DNA nucleotídeos desoxirribose uracila desoxirribose timina e) DNA ácidos desoxirribonucléicos 01 - (IBMEC RJ) O núcleo celular foi descoberto pelo pesquisador escocês Robert Brown, que o reconheceu como componente fundamental das células. O nome escolhido para essa organela expressa bem essa ideia:

Leia mais

Resoluções de Atividades

Resoluções de Atividades Resoluções de Atividades Sumário Aula 16 Citoplasma I... 1 Aula 17 Citoplasma II... 2 Aula 18 Metabolismo energético Respiração... 3 Aula 19 Metabolismo energético Respiração e fermentação... 4 01 C 02

Leia mais

Ácidos nucléicos. São polímeros compostos por nucleotídeos. Açúcar - pentose. Grupo fosfato. Nucleotídeo. Base nitrogenada

Ácidos nucléicos. São polímeros compostos por nucleotídeos. Açúcar - pentose. Grupo fosfato. Nucleotídeo. Base nitrogenada ÁCIDOS NUCLÉICOS Ácidos nucléicos São polímeros compostos por nucleotídeos Açúcar - pentose Nucleotídeo Grupo fosfato Base nitrogenada Composição dos Ácidos nucléicos pentoses: numeração da pentose: pentose

Leia mais

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm A biodiversidade em diferentes ambientes http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm Unidade básica da vida a célula Quem foi Robert Hooke? Por volta de 1667, o cientista inglês

Leia mais

ESTUDO SOBRE AS CÉLULAS E SUAS ORGANELAS

ESTUDO SOBRE AS CÉLULAS E SUAS ORGANELAS ESTUDO SOBRE AS CÉLULAS E SUAS ORGANELAS Entendemos que uma célula é a menor unidade estrutural e funcional básica do ser vivo, sendo considerada a menor porção de uma matéria viva. Segundo a Teoria Celular,

Leia mais

CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS

CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS Algumas considerações importantes: Apesar da diversidade, algumas células compartilham ao menos três características: São dotadas de membrana plasmática; Contêm citoplasma

Leia mais

Citoplasma. ocorrem as reações químicas. 1. Contém uma substância gelatinosa onde. 2. Local onde estão submersas as organelas.

Citoplasma. ocorrem as reações químicas. 1. Contém uma substância gelatinosa onde. 2. Local onde estão submersas as organelas. CITOLOGIA Citoplasma 1. Contém uma substância gelatinosa onde ocorrem as reações químicas. 2. Local onde estão submersas as organelas. Citoesqueleto 1. Formado por proteínas que mantém a forma celular;

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Assunto: Organelas citoplasmáticas

Leia mais

Botânica Aplicada (BOT) Assunto: Célula Vegetal

Botânica Aplicada (BOT) Assunto: Célula Vegetal Botânica Aplicada (BOT) Assunto: Célula Vegetal Técnico em Agroecologia Módulo I Prof. Fábio Zanella As células são as menores unidades funcionais que formam os tecidos vegetais. Vários processos ocorrentes

Leia mais

Estudo Dirigido. Organelas membranosas- Compartimentos intracelulares- endereçamento de proteínas

Estudo Dirigido. Organelas membranosas- Compartimentos intracelulares- endereçamento de proteínas UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE SETOR DE BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR DISCIPLINA: BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR Estudo Dirigido Organelas membranosas- Compartimentos

Leia mais

METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO

METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO Mitocôndria - Organela em forma de grão ou bastonete. É formada por duas membranas: a mais interna forma uma série de dobras ou septos chamados

Leia mais

CITOLOGIA organelas e núcleo

CITOLOGIA organelas e núcleo Biologia CITOLOGIA organelas e núcleo Professor: Fernando Stuchi Níveis de Organização do Corpo Humano Conceitos Fundamentais População - Conjunto formado pelos organismos de determinada espécie, que vivem

Leia mais

METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE

METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE RESPIRAÇÃO CELULAR Processo de produção de energia a partir da degradação completa de compostos orgânicos energéticos (ex.:

Leia mais

Aulas 21 a 24 Capítulo 9 do livro texto

Aulas 21 a 24 Capítulo 9 do livro texto Orgânulos do citoplasma Aulas 21 a 24 Capítulo 9 do livro texto Como estudar a célula? Na década de 50 microscópio eletrônico 1milímetro = 1m/1000 = 0,1 cm 1micrômetro = 1m/1.000.000 = 0,0001 cm 1 nanômetro

Leia mais

NÚCLEO e DIVISÃO CELULAR

NÚCLEO e DIVISÃO CELULAR NÚCLEO e DIVISÃO CELULAR CÉLULA EUCARIONTE Cláudia Minazaki NÚCLEO Único; Normalmente: central Formato: acompanha a forma da célula Tamanho: varia com o funcionamento da célula Ciclo de vida da célula

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com ÁCIDOS NUCLEICOS ÁCIDOS NUCLÉICOS: são substâncias formadoras de genes, constituídas por um grande

Leia mais

Citoplasma (C) C = Organelas + Hialoplasma + Citoesqueleto

Citoplasma (C) C = Organelas + Hialoplasma + Citoesqueleto Citoplasma (C) C = Organelas + Hialoplasma + Citoesqueleto CITOESQUELETO Funções: - Estabilização da forma celular - Estruturação e organização do citoplasma - Locomoção - Transporte intracelular Suas

Leia mais

CITOPLASMA ORGANISMOS PROCARIONTES

CITOPLASMA ORGANISMOS PROCARIONTES Citoplasma e organelas citoplasmáticas CITOPLASMA ORGANISMOS PROCARIONTES Ribossomos - Realiza a síntese de proteínas; Mesossomo - invaginação da membrana plasmática e tem como função realizar a respiração

Leia mais

Mitocôndrias e Cloroplastos

Mitocôndrias e Cloroplastos Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Departamento de Morfologia Biologia Celular Mitocôndrias e Cloroplastos Características gerais de mitocôndrias e cloroplastos Mitocôndrias

Leia mais

CITOLOGIA. Professora: Gilcele Berber

CITOLOGIA. Professora: Gilcele Berber CITOLOGIA Professora: Gilcele Berber CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula) + Logos (estudo) As células são as unidades funcionais

Leia mais

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data:

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: 1- A célula é uma importante estrutura do mundo vivo. Todos os seres vivos começam por existir sob a forma de célula. Alguns

Leia mais

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões:

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: Recuperação Capítulo 01 - Níveis de organização Células tecidos órgãos sistemas - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: A- Membrana Plasmática - Revestimento da célula;

Leia mais

> ESTUDO DO RNA. (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes.

> ESTUDO DO RNA. (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes. Biologia > Citologia > Sintese Protéica > Alunos Prof. Zell (biologia) (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes. > ESTUDO

Leia mais

CLOROPLASTOS E FOTOSSÍNTESE

CLOROPLASTOS E FOTOSSÍNTESE CLOROPLASTOS E FOTOSSÍNTESE Cloroplastos Plastos ou plastídeos com pigmentos coloridos (cromoplastos), sendo o pigmento predominante a clorofila, responsável pela absorção de energia luminosa. Nos vegetais

Leia mais

BIOLOGIA CITOLOGIA. Módulo 47 Página 04 à 09

BIOLOGIA CITOLOGIA. Módulo 47 Página 04 à 09 Módulo 47 Página 04 à 09 Microscopia - Hans e Zacharias Janssen (1595) Brinquedos - Antonie van Leeuwenhoek Estudos biológicos, aumento de 200x, glóbulos, espermatozóides, etc - Robert Hooke (1665) Célula

Leia mais

CITOPLASMA. Prof. Daniel Rodrigo Borges Martins

CITOPLASMA. Prof. Daniel Rodrigo Borges Martins CITOPLASMA Prof. Daniel Rodrigo Borges Martins CITOPLASMA - COMPONENTES Hialoplasma, citosol ou citoplasma fundamental Citoesqueleto Organelas citoplasmáticas Vacúolos Inclusões citoplasmáticas HIALOPLASMA

Leia mais

1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou "impressão digital de DNA".

1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou impressão digital de DNA. Ácidos Nuclêicos 1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou "impressão digital de DNA". a) Segundo o resultado acima, qual dos homens,

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO CITOPLASMA E METABOLISMO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO CITOPLASMA E METABOLISMO Componente Curricular: Biologia Professor: Leonardo Francisco Stahnke Aluno(a): Turma: Data: / /2015 EXERCÍCIOS DE REVISÃO CITOPLASMA E METABOLISMO 1. A respeito da equação ao lado, que representa uma

Leia mais

Membranas biológicas. Profa Estela Rossetto

Membranas biológicas. Profa Estela Rossetto Membranas biológicas Profa Estela Rossetto Membranas Biológicas Delimitam e permitem trocas entre compartimentos http://www.accessexcellence.org/rc/vl/gg/pmembranes.html Composição e Estrutura Lipídios

Leia mais

As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica

As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica Células e Membranas As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica Organelas são compartimentos celulares limitados por membranas A membrana plasmática é por si só uma organela.

Leia mais

Biologia. Citoplasma e Organelas. Professor Enrico Blota.

Biologia. Citoplasma e Organelas. Professor Enrico Blota. Biologia Citoplasma e Organelas Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia CITOPLASMA E ORGANELAS O citoplasma é um espaço entre a membrana e o núcleo preenchido por um material conhecido

Leia mais

BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal)

BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal) BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal) Thiago Campos Monteiro UFMS / CPCS Créditos: Prof a Elisângela de Souza Loureiro Tamanho das células Existem células de vários tamanhos.

Leia mais

Revisão Citoplasma Colégio Militar de Manaus Maj Ben-Hur

Revisão Citoplasma Colégio Militar de Manaus Maj Ben-Hur 1. A síndrome de Gaucher é autossômica e recessiva. Ela consiste na deficiência de uma enzima dos lisossomos, responsável pela digestão de gorduras das células. No caso de pacientes com a síndrome de Gaucher,

Leia mais

O fluxo da informação é unidirecional

O fluxo da informação é unidirecional Curso - Psicologia Disciplina: Genética Humana e Evolução Resumo Aula 3- Transcrição e Tradução Dogma central TRANSCRIÇÃO DO DNA O fluxo da informação é unidirecional Processo pelo qual uma molécula de

Leia mais

Cap. 6 Citoplasma e Organelas

Cap. 6 Citoplasma e Organelas Cap. 6 Citoplasma e Organelas CITOPLASMA Características gerais: Kytos célula / Plasma Líquido Em PROCARIONTES: Líquido viscoso Citosol + DNA (nucleoide + plasmídios) + ribossomos Ausência de membranas

Leia mais

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS Ciclo de Krebs Considerações Gerais Esta denominação decorre da homenagem ao bioquímico Hans Krebs, a qual lhe valeu o Prémio Nobel de Fisiologia

Leia mais

METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE

METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE RESPIRAÇÃO CELULAR Processo de produção de energia a partir da degradação completa de compostos orgânicos energéticos (ex.:

Leia mais

Educador: Mariana Borges Batista Componente Curricular: Biologia Data: / /2012 Estudante: 1ª Série

Educador: Mariana Borges Batista Componente Curricular: Biologia Data: / /2012 Estudante: 1ª Série Educador: Mariana Borges Batista Componente Curricular: Biologia Data: / /2012 Estudante: 1ª Série Questão 1 (UFMA) Das estruturas abaixo relacionadas, qual a alternativa que não está presente na célula

Leia mais

RESPIRAÇÃO CELULAR. Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular

RESPIRAÇÃO CELULAR. Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular RESPIRAÇÃO CELULAR A MAIS QUÍMICA DAS REAÇÕES BIOLÓGICAS Questão certa em vestibulares

Leia mais

CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Instituto Federal de Santa Catarina Curso de Biotecnologia Prof. Paulo Calixto

CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Instituto Federal de Santa Catarina Curso de Biotecnologia Prof. Paulo Calixto CITOPLASMA E ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS Instituto Federal de Santa Catarina Curso de Biotecnologia Prof. Paulo Calixto 1943 1944 1953 1956 1961-66 1973 1975 1982 1988 1990 1996 2000-03 Biotecnologia Algumas

Leia mais

Aula 9 Sistema digestório

Aula 9 Sistema digestório Aula 9 Sistema digestório Os alimentos fornecem nutrientes para construção de estruturas celulares e, ainda, liberação de energia para as atividades celulares. A função da digestão é converter os alimentos

Leia mais

Actividade Laboratorial Biologia 10º Ano. OBSERVAÇÃO DE CÉLULAS EUCARIÓTICAS VEGETAIS (Parte I Guião)

Actividade Laboratorial Biologia 10º Ano. OBSERVAÇÃO DE CÉLULAS EUCARIÓTICAS VEGETAIS (Parte I Guião) Actividade Laboratorial Biologia 10º Ano OBSERVAÇÃO DE CÉLULAS EUCARIÓTICAS VEGETAIS (Parte I Guião) O que se pretende 1. Seleccionar material adequado à observação de células eucarióticas vegetais 2.

Leia mais

PRÁTICAS DE BIOLOGIA CELULAR AULA 03

PRÁTICAS DE BIOLOGIA CELULAR AULA 03 PRÁTICAS DE BIOLOGIA CELULAR AULA 03 Matipó/MG 2014 Aula Prática - 04 Observação e Diferenciação das Células Eucariontes Introdução Há dois tipos de células eucarióticas: animaise vegetais. Apesar de terem

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE BIOLOGIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: 28/05/2011 Nota: Professora: Regina Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

METABOLISMO CELULAR. Professor Felipe Abs

METABOLISMO CELULAR. Professor Felipe Abs METABOLISMO CELULAR Professor Felipe Abs O que é ENERGIA??? Físicos energia é a capacidade de realizar trabalhos; Biólogos energia é a capacidade de provocar mudanças; É indispensável para os seres vivos;

Leia mais

BIOLOGIA CELULAR. Msc. Jessica Borges de Oliveira

BIOLOGIA CELULAR. Msc. Jessica Borges de Oliveira BIOLOGIA CELULAR Msc. Jessica Borges de Oliveira Morfologia da célula de procariotos e eucariotos. Células Procarióticas Células Eucarióticas Células Procarióticas Exemplos: Células Procarióticas Células

Leia mais

08/10/2012. Citologia. Equipe de Biologia. De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas. Água Sais minerais. Substâncias orgânicas

08/10/2012. Citologia. Equipe de Biologia. De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas. Água Sais minerais. Substâncias orgânicas Citologia Equipe de Biologia De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas Água Sais minerais Substâncias orgânicas Carboidratos Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos nucleicos .

Leia mais

As bactérias operárias

As bactérias operárias A U A UL LA As bactérias operárias Na Aula 47 você viu a importância da insulina no nosso corpo e, na Aula 48, aprendeu como as células de nosso organismo produzem insulina e outras proteínas. As pessoas

Leia mais