Um olhar rumo ao futuro da oftalmologia veterinária

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Um olhar rumo ao futuro da oftalmologia veterinária"

Transcrição

1 Um olhar rumo ao futuro da oftalmologia veterinária Linha Oftálmica Labyes

2 Primeira Linha Oftálmica com Sulfato de Condroitina Labyes foi o primeiro laboratório do mundo a desenvolver uma linha oftálmica com Sulfato de Condroitina - um componente natural da matriz extracelular da córnea, responsável por manter a hidratação da mesma. Quimicamente é considerado um açúcar (dissacarídeo), e para que possa ser utilizado como fármaco, é extraído de traqueia bovina purificada. SULFATO DE CONDROITINA O Sulfato de Condroitina inibe as enzimas proteolíticas, tanto as presentes na lágrima (aumentadas durante a inflamação), como aquelas produzidas por bactérias como a Pseudomonas aeruginosa. Em concentrações superiores a 10%, favorece o crescimento celular e a cicatrização de úlceras, mantendo a transparência da córnea (sem deixar cicatriz). Esta ação permite a melhora clínica de úlceras crônicas (indolentes) em até 80% dos casos, sem a necessidade de realização de flap. AÇÕES E BENEFÍCIOS Promove a produção e regeneração da fibronectina. Modula o sistema imunológico da córnea. Mantém a transparência corneal por favorecer sua oxigenação. Possui ótima ação anti-inflamatória. Sua viscosidade e aderência promovem longa permanência do colírio sobre a córnea, sem que seja retirado pelas lágrimas. Benefícios do Sulfato de Condroitina em concentrações acima de 10%: Lubrifica a córnea, eliminando os sintomas da secura ocular, em 100% dos casos. Age como potente agente hidratante e regenerador do epitélio corneal, por sua capacidade de reter a água. Inibe as enzimas catabólicas hialuronidase e protease sérica, bem como a plasmina (naturalmente presente na lágrima). Estas enzimas encontram-se presentes e/ou aumentadas nos processos inflamatórios responsáveis pelo dano à córnea. Atua como potente inibidor natural da PGE2 e dos radicais livres, favorecendo a regeneração do epitélio. Melhora a quantidade e a qualidade da lágrima. Como é considerado um substituto da lágrima, pode ser utilizado naquelas patologias onde há diminuição na produção lacrimal, como na Ceratoconjuntivite Seca, Pannus Oftálmico e também em casos cirúrgicos, onde a secreção encontra-se diminuída ou anulada.

3 MÁXIMA PERMANÊNCIA INOVADORA FÓRMULA ÚLTIMA GERAÇÃO As características do Sulfato de Condroitina associadas a estes dois antibióticos fazem de Tobramax e Ciprovet os colírios de eleição para o tratamento de úlceras de córnea, por sua eficiência, segurança e praticidade. Ciprovet Sulfato de Condroitina a 20% + Ciprofloxacina Composição Sulfato de Condroitina 20,0 g Ciprofloxacina 0,3 g Excipientes: q.s.p. 100 ml Frasco conta-gotas contendo 5 ml do produto Patologia Apresentação A Ciprofloxacina é uma fluorquinolona de última geração, que não apresenta citotoxicidade epitelial. Age contra os micro-organismos Gram Positivos e Gram Negativos responsáveis pelas infecções oculares. É o antibiótico de eleição para o tratamento do segmento anterior do olho, no qual se encontram mais de 90% das patologias oftálmicas da rotina clínica. O Sulfato de Condroitina a 20% acelera a regeneração e a organização do epitélio e estroma corneais, permitindo um intervalo entre as aplicações de até 24 horas Úlcera superficial de córnea 02. Úlcera profunda de córnea

4 EXCELENTE LUBRIFICAÇÃO DO GLOBO OCULAR EFETIVA DISTRIBUIÇÃO ÓTIMA AÇÃO ANTI-INFLAMATÓRIA Tears Sulfato de Condroitina a 20% Tobramax Sulfato de Condroitina a 10% + Tobramicina Composição Sulfato de Condroitina 20,0 g Cloreto de sodio 0,9 g Excipientes q.s.p. 100 ml Apresentação Frasco conta-gotas contendo 8 ml do produto Sulfato de Condroitina 10,0 g Tobramicina 0,3 g Excipientes q.s.p. 100 ml Frasco conta-gotas contendo 5 ml do produto Tratamento Patologia Composição Apresentação Inovadora fórmula contendo Sulfato de Condroitina a 20% como princípio ativo, sem antibióticos. Colírio de eleição para casos onde está indicada a substituição da lágrima, em lesões não contaminadas da córnea ou em infecções oculares tratadas previamente com colírios antibacterianos. Recomendado para manter a córnea lubrificada e para recuperar a sua normalidade, em função da ação cicatrizante do Sulfato de Condrotina. A Tobramicina é um antibiótico aminoglicosídeo de ação bactericida sobre micro-organismos Gram positivos e Gram negativos causadores de infecções oculares. Diferentes testes de sensibilidade bacteriana demonstraram que os micro-organismos resistentes à Gentamicina são sensíveis à Tobramicina. O Sulfato de Condrotina a 10% acelera a regeneração e organização do epitélio e estroma corneais, permitindo um intervalo de aplicações de até 12 horas. Ceratoconjuntivite seca. Evolução após 7 dias de aplicação de Sulfato de Condroitina Síndrome de erosão corneal superficial 02. Úlcera corneal de um cão da raça Boxer

5 Linha Oftálmica Labyes Ótima cobertura do globo ocular com apenas uma gota, promovendo uma difusão homogênea dos princípios ativos ao piscar o olho, independente do ponto onde seja aplicada. Máximo tempo de permanência no olho, sem ser retirado pelas lágrimas, estabelecendo uma posologia mais espaçada para um tratamento mais prático e eficaz.

6 Fotomicrografias do tratamento de úlcera de córnea em coelhos com Sulfato de Condroitina e Ciprofloxacina (Ciprovet). Fonte: Ranzani, J.J.T.; Cremonini, D.N.; Brandão, C.V.S.; Rodrigues, G.N.; Rocha, N.S.; Mannarino, R.; Crocci, A.J.. (2004). Avaliação do uso tópico de sulfato de condroitina A (Ciprovet) no tratamento de úlcera de córnea experimental em coelhos. MEDVEP Rev Cientif Med Vet Pequenos Anim e Anim Estim 2004; 2(5):51.6 Resumo: Realizou-se uma ceratectomia lamelar na córnea dos olhos direito e esquerdo dos coelhos. Estes, foram tratados com: Olho esquerdo: Ciprofloxacina 0,3%. Olho direito: Ciprovet (Ciprofloxacina 0,3% + Sulfato de Condroitina 20%). TRATAMENTO COM CIPROFLOXACINA 0,3% Fotomicrografia da evolução da córnea de coelho (olho esquerdo), após 14 dias de tratamento com Ciprofloxacina 0,3%. TRATAMENTO COM CIPROFLOXACINA 0,3% + SULFATO DE CONDROITINA 20% (Ciprovet): Fotomicrografia da evolução da córnea de coelho (olho direito), após 14 dias de tratamento com Ciprovet. A1. Avaliação histopatológica utilizando coloração de Hematoxilina-Eosina A: 200X. Observa-se edema estromal e desorganização lamelar mais intensa, em relação ao olho contralateral do mesmo animal tratado com Ciprovet (Figura B1). B1. Avaliação histopatológica utilizando coloração de Hematoxilina-Eosina A: 200X. Observa-se maior organização das fibrilas de colágeno, em relação à figura A1. A2. Avaliação histopatológica utilizando coloração Tricrômica de Masson A:200X. Observa-se desorganização lamelar, principalmente próxima à membrana basal epitelial. B2. Avaliação histopatológica utilizando coloração Tricrômica de Masson A: 200X. Nota-se o menor edema e a maior organização lamelar e estromal que o observado na figura A2. Labyes do Brasil Ltda. Av. Rouxinol, 1041 Cj: 601 Moema, São Paulo SP

TOBREX. Solução Oftálmica Estéril e Pomada Oftálmica Estéril

TOBREX. Solução Oftálmica Estéril e Pomada Oftálmica Estéril TOBREX TOBRAMICINA 0,3% Solução Oftálmica Estéril e Pomada Oftálmica Estéril FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO: Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de Solução Oftálmica Estéril

Leia mais

SULFATO DE GENTAMICINA

SULFATO DE GENTAMICINA SULFATO DE GENTAMICINA ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril sulfato de gentamicina (5 mg/ml) BULA PARA O PACIENTE APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas

Leia mais

Otofoxin cloridrato de ciprofloxacino SOLUÇÃO OTOLÓGICA

Otofoxin cloridrato de ciprofloxacino SOLUÇÃO OTOLÓGICA Otofoxin cloridrato de ciprofloxacino SOLUÇÃO OTOLÓGICA USO ADULTO USO OTOLÓGICO Forma farmacêutica e apresentação Solução otológica: frasco contendo 10 ml com conta-gotas. Composição Cada (1 ml) contém

Leia mais

Floxedol destina-se a ser utilizado em adultos e crianças com idade igual ou superior a um ano de idade.

Floxedol destina-se a ser utilizado em adultos e crianças com idade igual ou superior a um ano de idade. FOLHETO INFORMATIVO FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR floxedol 3 mg/ml Gel oftálmico Ofloxacina Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

ANESTÉSICO ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de tetracaína 1% cloridrato de fenilefrina 0,1%

ANESTÉSICO ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de tetracaína 1% cloridrato de fenilefrina 0,1% ANESTÉSICO ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril cloridrato de tetracaína 1% cloridrato de fenilefrina 0,1% BULA PARA O PACIENTE anestésico cloridrato de tetracaína 1% cloridrato

Leia mais

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA LACRIL ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril álcool polivinílico 1,4% BULA PARA O PACIENTE Lubrificante Ocular APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas

Leia mais

APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de solução oftálmica estéril de flurbiprofeno (0,3 mg/ml).

APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de solução oftálmica estéril de flurbiprofeno (0,3 mg/ml). APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de solução oftálmica estéril de flurbiprofeno (0,3 mg/ml). VIA DE ADMINISTRAÇÃO TÓPICA OCULAR USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO

FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO REFRESH álcool polivinílico 1,4% povidona 0,6% FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Via de administração tópica ocular Caixa com 32 flaconetes plásticos para aplicação

Leia mais

tobramicina GERMED FARMACÊUTICA LTDA Solução oftálmica estéril 3 mg/ml

tobramicina GERMED FARMACÊUTICA LTDA Solução oftálmica estéril 3 mg/ml tobramicina GERMED FARMACÊUTICA LTDA Solução oftálmica estéril 3 mg/ml I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO tobramicina 3 mg/ml solução oftálmica estéril Medicamento Genérico, Lei n 9.787, de 1999. APRESENTAÇÃO

Leia mais

trometamol cetorolaco Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. Solução Oftálmica Estéril 0,5 %

trometamol cetorolaco Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. Solução Oftálmica Estéril 0,5 % trometamol cetorolaco Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. Solução Oftálmica Estéril 0,5 % MODELO DE BULA PARA O PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Leia mais

Otosporin hidrocortisona sulfato de neomicina sulfato de polimixina B. Forma farmacêutica e apresentação Suspensão otológica Embalagem contendo 10 ml

Otosporin hidrocortisona sulfato de neomicina sulfato de polimixina B. Forma farmacêutica e apresentação Suspensão otológica Embalagem contendo 10 ml Otosporin hidrocortisona sulfato de neomicina sulfato de polimixina B Forma farmacêutica e apresentação Suspensão otológica Embalagem contendo 10 ml USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 1 ANO. VIA OTOLÓGICA

Leia mais

OTO-XILODASE. Apsen Farmacêutica S.A. Solução Otológica 100 UTR + 50 mg + 5 mg / 1 ml

OTO-XILODASE. Apsen Farmacêutica S.A. Solução Otológica 100 UTR + 50 mg + 5 mg / 1 ml OTO-XILODASE Apsen Farmacêutica S.A. Solução Otológica 100 UTR + 50 mg + 5 mg / 1 ml OTO-XILODASE cloridrato de lidocaína + sulfato de neomicina + hialuronidase APSEN FORMAS FARMACÊUTICAS Solução otológica

Leia mais

BIAMOTIL ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril

BIAMOTIL ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril BIAMOTIL ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de cloridrato de ciprofloxacino (3,5 mg/ml) BULA PARA O PACIENTE APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica

Leia mais

Solução para uso oftálmico em frasco conta-gotas contendo 10 ml.

Solução para uso oftálmico em frasco conta-gotas contendo 10 ml. Bula para o paciente Artelac Hipromelose 3,2 mg/ml Solução para uso oftálmico em frasco conta-gotas contendo 10 ml. Uso pediátrico e adulto Composição Cada 1 ml de produto contém: 3,20 mg de hipromelose.

Leia mais

Forma farmacêutica e apresentação Suspensão otológica - Embalagem contendo 5 ml de suspensão acompanhado de conta-gotas.

Forma farmacêutica e apresentação Suspensão otológica - Embalagem contendo 5 ml de suspensão acompanhado de conta-gotas. Otociriax ciprofloxacino hidrocortisona Forma farmacêutica e apresentação Suspensão otológica - Embalagem contendo 5 ml de suspensão acompanhado de conta-gotas. USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 1 ANO.

Leia mais

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA LACRIL ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril álcool polivinílico 1,4% BULA PARA O PACIENTE Lubrificante Ocular APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas

Leia mais

ZYPRED ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ZYPRED ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA ZYPRED ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Suspensão oftálmica estéril de gatifloxacino (3 mg/ml) e acetato de prednisolona (10 mg/ml), contendo frasco plástico conta-gotas de 3 ml e 6 ml APRESENTAÇÕES

Leia mais

LACRIFILM (carmelose sódica)

LACRIFILM (carmelose sódica) LACRIFILM (carmelose sódica) União Química Farmacêutica Nacional S.A. solução oftálmica 5 mg/ml LACRIFILM carmelose sódica Solução oftálmica estéril IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES

Leia mais

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA PILOCARPINA ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril cloridrato de pilocarpina 1% / 2% / 4% BULA PARA O PACIENTE APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas

Leia mais

ZINCOLOK ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ZINCOLOK ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA ZINCOLOK ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Frasco plástico gotejador contendo 10 ml de solução oftálmica estéril de sulfato de zinco e cloridrato de nafazolina APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril

Leia mais

PRED MILD SUSPENSÃO OFTÁLMICA ACETATO DE PREDNISOLONA 0,12%

PRED MILD SUSPENSÃO OFTÁLMICA ACETATO DE PREDNISOLONA 0,12% PRED MILD SUSPENSÃO OFTÁLMICA ACETATO DE PREDNISOLONA 0,12% Bula para o Paciente CCDS V 3.0 Nov 2013 acetato de prednisolona 0,12% APRESENTAÇÕES Suspensão Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas

Leia mais

Composição Cada grama contém: 2 mg de carbômer; Excipientes: cetrimida 0,1 mg (conservante), sorbitol, edetato dissódico e hidróxido de sódio.

Composição Cada grama contém: 2 mg de carbômer; Excipientes: cetrimida 0,1 mg (conservante), sorbitol, edetato dissódico e hidróxido de sódio. VISCOTEARS carbômer 2 mg / g Lágrima artificial Forma farmacêutica e apresentação Gel líquido oftálmico: tubo de 10 g. USO ADULTO E PEDIÁTRICO Composição Cada grama contém: 2 mg de carbômer; Excipientes:

Leia mais

ACULAR CMC SOLUÇÃO OFTÁLMICA CETOROLACO TROMETAMOL 0.45%

ACULAR CMC SOLUÇÃO OFTÁLMICA CETOROLACO TROMETAMOL 0.45% ACULAR CMC SOLUÇÃO OFTÁLMICA CETOROLACO TROMETAMOL 0.45% Bula para o Paciente CCDS V 3.0 Jul 2012 0 APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Caixa contendo 10, 20 ou 30 flaconetes de dose única com 0,4

Leia mais

ZYMAR XD GATIFLOXACINO 0.5%

ZYMAR XD GATIFLOXACINO 0.5% ZYMAR XD SOLUÇÃO OFTÁLMICA GATIFLOXACINO 0.5% 0 ZYMAR XD gatifloxacino 0,5% APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 3 ml ou 5 ml de solução oftálmica estéril de gatifloxacino

Leia mais

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA REFRESH ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril sem conservante álcool polivinílico 1,4% povidona 0,6% BULA PARA O PACIENTE APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril Lubrificante, sem

Leia mais

2. DEFINIÇÕES E CONCEITOS

2. DEFINIÇÕES E CONCEITOS NORMA Utilização de antisséticos Elaborado em: Abril 2014 Revisão: 2017 Aprovado em: 09.04.2014 1. INTRODUÇÃO Devido à incidência crescente de infeções nosocomiais e ao aparecimento de estirpes de bactérias

Leia mais

Neo Fresh. (carmelose sódica)

Neo Fresh. (carmelose sódica) Neo Fresh (carmelose sódica) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Solução oftálmica estéril 5mg/mL (0,5%) I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: NEO FRESH carmelose sódica 0,5% APRESENTAÇÃO Solução

Leia mais

tobramicina + dexametasona

tobramicina + dexametasona tobramicina + dexametasona ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Suspensão Oftálmica Estéril tobramicina 0,3% + dexametasona 0,1% BULA PARA O PACIENTE tobramicina + dexametasona medicamento genérico lei

Leia mais

LASTACAFT ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

LASTACAFT ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA LASTACAFT ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril Alcaftadina (0,25%) BULA PARA O PACIENTE Bula para o Paciente - CCDS 2.0 Nov2014 Pág. 1 de 6 APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril

Leia mais

MODELO DE BULA. USO ADULTO E PEDIÁTRICO (crianças acima de dois anos de idade)

MODELO DE BULA. USO ADULTO E PEDIÁTRICO (crianças acima de dois anos de idade) MODELO DE BULA Logo Novartis Lacrigel TM A palmitato de retinol 10 mg/g Lágrima artificial estéril Forma farmacêutica e apresentação Gel oftálmico: cada tubo contém 10 g de gel. USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

IV Encontro de Formação OMV, Lisboa 2013

IV Encontro de Formação OMV, Lisboa 2013 Ana Margarida Oliveira, DVM, MsC, Dip ECVD IV Encontro de Formação OMV, Lisboa 2013 Objectivosdo tratamento 1 Eliminar as infecções. 2 Identificar e corrigir factores predisponentes, causas primárias e

Leia mais

QUESTÃO 40 PROVA DE BIOLOGIA II. A charge abaixo se refere às conseqüências ou características da inflamação. A esse respeito, é INCORRETO afirmar:

QUESTÃO 40 PROVA DE BIOLOGIA II. A charge abaixo se refere às conseqüências ou características da inflamação. A esse respeito, é INCORRETO afirmar: 22 PROVA DE BIOLOGIA II QUESTÃO 40 A charge abaixo se refere às conseqüências ou características da inflamação. A esse respeito, é INCORRETO afirmar: a) Se não existisse o processo inflamatório, os microorganismos

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO. Folheto informativo: Informação para o utilizador. Bglau 2 mg/ml Colírio, solução Tartarato de brimonidina

FOLHETO INFORMATIVO. Folheto informativo: Informação para o utilizador. Bglau 2 mg/ml Colírio, solução Tartarato de brimonidina FOLHETO INFORMATIVO Folheto informativo: Informação para o utilizador Bglau 2 mg/ml Colírio, solução Tartarato de brimonidina Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento

Leia mais

maleato de timolol ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril maleato de timolol 0,25% maleato de timolol 0,5%

maleato de timolol ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril maleato de timolol 0,25% maleato de timolol 0,5% maleato de timolol ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril maleato de timolol 0,25% maleato de timolol 0,5% BULA PARA O PACIENTE MALEATO DE TIMOLOL MEDICAMENTO GENÉRICO LEI N.º 9.787

Leia mais

Tralen 28% tioconazol. Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml.

Tralen 28% tioconazol. Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml. Tralen 28% tioconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tralen Nome genérico: tioconazol APRESENTAÇÕES Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml. VIA DE ADMINISTRAÇÃO:

Leia mais

OFTPRED. Suspensão Oftálmica Estéril. acetato de prednisolona 10 mg/ml BULA PARA O PACIENTE LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA

OFTPRED. Suspensão Oftálmica Estéril. acetato de prednisolona 10 mg/ml BULA PARA O PACIENTE LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA OFTPRED LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA Suspensão Oftálmica Estéril acetato de prednisolona 10 mg/ml BULA PARA O PACIENTE COLÍRIO OFTPRED acetato de prednisolona 1,0% APRESENTAÇÕES Suspensão

Leia mais

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA FRESH TEARS ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril carmelose sódica 0,5% BULA PARA O PROFISSIONAL DE SAÚDE Lubrificante Ocular APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico

Leia mais

ENDOFTALMITE uma complicação grave da cirurgia de catarata

ENDOFTALMITE uma complicação grave da cirurgia de catarata MANUELA BERNARDO ENDOFTALMITE uma complicação grave da cirurgia de catarata A perda de visão pode ser severa e irreversível Este trabalho foi elaborado seguindo as recomendações da ESCRS 2013 INCIDÊNCIA

Leia mais

OCTIFEN (fumarato de cetotifeno)

OCTIFEN (fumarato de cetotifeno) OCTIFEN (fumarato de cetotifeno) União Química Farmacêutica Nacional S.A Solução oftálmica estéril 0,25 mg/ml OCTIFEN fumarato de cetotifeno Solução oftálmica estéril IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA FARMACÊUTICA

Leia mais

SALSEP cloreto de sódio Solução nasal 9 mg/ml

SALSEP cloreto de sódio Solução nasal 9 mg/ml SALSEP cloreto de sódio Solução nasal 9 mg/ml USO INTRANASAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução nasal com 9 mg/ml de cloreto de sódio. Embalagem com 1 frasco spray nasal

Leia mais

Objetivo: O objetivo deste trabalho é estabelecer diretrizes baseadas em evidências científicas para Cirurgia Refrativa.

Objetivo: O objetivo deste trabalho é estabelecer diretrizes baseadas em evidências científicas para Cirurgia Refrativa. Diretriz de Cirurgia Refrativa Autoria: Conselho Brasileiro de Oftalmologia, Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa (ABCCR). Participantes: Dr Renato Ambrosio

Leia mais

FARMACOLOGIA OCULAR. 2001/2002 Dra. Odete Almeida

FARMACOLOGIA OCULAR. 2001/2002 Dra. Odete Almeida FARMACOLOGIA OCULAR 2001/2002 Dra. Odete Almeida VIAS DE ADMINISTRAÇÃO FACTORES A CONSIDERAR! BIOFASE! BARREIRAS INTACTAS! FÓRMULA COMERCIAL! COMPORTAMENTO DO ANIMAL! COOPERAÇÃO PROPRIETÁRIO/ANIMAL VIAS

Leia mais

ACULAR LS SOLUÇÃO OFTÁLMICA CETOROLACO TROMETAMOL 0.4%

ACULAR LS SOLUÇÃO OFTÁLMICA CETOROLACO TROMETAMOL 0.4% ACULAR LS SOLUÇÃO OFTÁLMICA CETOROLACO TROMETAMOL 0.4% Bula para o Paciente CCDS V 3.0 Jul 2012 0 APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml ou 10 ml de solução oftálmica

Leia mais

PREDOPTIC. Geolab Indústria Farmacêutica S/A 10mg/mL (1,0%) Suspensão Oftálmica

PREDOPTIC. Geolab Indústria Farmacêutica S/A 10mg/mL (1,0%) Suspensão Oftálmica PREDOPTIC Geolab Indústria Farmacêutica S/A 10mg/mL (1,0%) Suspensão Oftálmica MODELO DE BULA PARA O PROFISSIONAL DA SAÚDE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar

Leia mais

maleato de timolol Solução oftálmica 0,5% Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE

maleato de timolol Solução oftálmica 0,5% Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE maleato de timolol Solução oftálmica 0,5% Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE 1 IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO maleato de timolol 0,5% Medicamento genérico Lei nº 9.787 de 1999

Leia mais

Monuríl fosfomicina trometamol. Granulado

Monuríl fosfomicina trometamol. Granulado Monuríl fosfomicina trometamol Granulado Forma farmacêutica e apresentação: Caixa com 1 envelope de granulado com 8g. USO ADULTO - USO ORAL Composição: Granulado Cada envelope contém: 5,631 g de fosfomicina

Leia mais

PRED FORT SUSPENSÃO OFTÁLMICA ACETATO DE PREDNISOLONA 1,0%

PRED FORT SUSPENSÃO OFTÁLMICA ACETATO DE PREDNISOLONA 1,0% PRED FORT SUSPENSÃO OFTÁLMICA ACETATO DE PREDNISOLONA 1,0% Bula para o Profissional de Saúde CCDS V 3.0 Nov 2013 APRESENTAÇÕES Suspensão Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de suspensão

Leia mais

INFORMAÇÃO PARA O DOENTE PORQUE É IMPORTANTE A HIGIENE PALPEBRAL EM CASO DE DISFUNÇÃO DAS GLÂNDULAS DE MEIBOMIUS?

INFORMAÇÃO PARA O DOENTE PORQUE É IMPORTANTE A HIGIENE PALPEBRAL EM CASO DE DISFUNÇÃO DAS GLÂNDULAS DE MEIBOMIUS? INFORMAÇÃO PARA O DOENTE PORQUE É IMPORTANTE A HIGIENE PALPEBRAL EM CASO DE DISFUNÇÃO DAS GLÂNDULAS DE MEIBOMIUS? ÍNDICE PERGUNTAS E RESPOSTAS O QUE É A DGM?...3 O QUE SÃO AS LÁGRIMAS?.....................................................................................4

Leia mais

Tralen 1% tioconazol. Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas.

Tralen 1% tioconazol. Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas. Tralen 1% tioconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tralen Nome genérico: tioconazol APRESENTAÇÕES Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas. VIA

Leia mais

Fungirox Esmalte Ciclopirox

Fungirox Esmalte Ciclopirox Fungirox Esmalte Ciclopirox Apresentação Frasco com 6 g de esmalte, 2 frascos com removedor de esmalte e 24 lixas para unha. Esmalte Uso tópico USO ADULTO COMPOSIÇÃO Ciclopirox... 80 mg Veículo q.s.p....1

Leia mais

BIAMOTIL-D ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de ciprofloxacino (3,5 mg/g) dexametasona (1,0 mg/g)

BIAMOTIL-D ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de ciprofloxacino (3,5 mg/g) dexametasona (1,0 mg/g) BIAMOTIL-D ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril cloridrato de ciprofloxacino (3,5 mg/g) dexametasona (1,0 mg/g) BULA PARA O PROFISSIONAL DE SAÚDE APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO CARTUCHO-BULA. CLEARLENS SOLUÇÃO CONSERVADORA Solução Conservadora para Lentes de Contato

INSTRUÇÕES DE USO CARTUCHO-BULA. CLEARLENS SOLUÇÃO CONSERVADORA Solução Conservadora para Lentes de Contato INSTRUÇÕES DE USO CARTUCHO-BULA CLEARLENS SOLUÇÃO CONSERVADORA DESCRIÇÃO: CLEARLENS Solução Conservadora tem ação de desinfetar e conservar as lentes de contato sem irritar os olhos. Elimina microorganismos

Leia mais

LUMIGAN RC ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

LUMIGAN RC ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA LUMIGAN RC ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril bimatoprosta 0,01% BULA PARA O PACIENTE APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 3 ml ou 5

Leia mais

BIAMOTIL ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril

BIAMOTIL ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril BIAMOTIL ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de solução oftálmica estéril de cloridrato de ciprofloxacino (3,5 mg/ml) BULA PARA O PROFISSIONAL

Leia mais

Bimatoprosta EMS SIGMA PHARMA LTDA. Solução oftálmica estéril. 0,3 mg/ ml

Bimatoprosta EMS SIGMA PHARMA LTDA. Solução oftálmica estéril. 0,3 mg/ ml Bimatoprosta EMS SIGMA PHARMA LTDA Solução oftálmica estéril 0,3 mg/ ml IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO bimatoprosta medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 0,3 mg/ ml Formas farmacêuticas e apresentações

Leia mais

FRESHCLEAR ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de fenilefrina 0,12% álcool polivinílico 1,4%

FRESHCLEAR ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de fenilefrina 0,12% álcool polivinílico 1,4% FRESHCLEAR ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril cloridrato de fenilefrina 0,12% álcool polivinílico 1,4% BULA PARA O PACIENTE APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico

Leia mais

BIAMOTIL-D ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de ciprofloxacino (3,5 mg/g) dexametasona (1,0 mg/g)

BIAMOTIL-D ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de ciprofloxacino (3,5 mg/g) dexametasona (1,0 mg/g) BIAMOTIL-D ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril cloridrato de ciprofloxacino (3,5 mg/g) dexametasona (1,0 mg/g) BULA PARA O PACIENTE APRESENTAÇÃO Solução Oftálmica Estéril Frasco

Leia mais

Cicatrene sulfato de neomicina bacitracina zíncica. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Pomada - embalagem contendo bisnaga com 20g.

Cicatrene sulfato de neomicina bacitracina zíncica. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Pomada - embalagem contendo bisnaga com 20g. Cicatrene sulfato de neomicina bacitracina zíncica FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Pomada - embalagem contendo bisnaga com 20g. USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada grama de CICATRENE contém: sulfato

Leia mais

ÚLCERA DE CÓRNEA EM CÃES

ÚLCERA DE CÓRNEA EM CÃES UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO "LATO SENSU" EM CLÍNICA MÉDICA E CIRÚRGICA EM PEQUENOS ANIMAIS ÚLCERA DE CÓRNEA

Leia mais

O que é Avançada técnica cirúrgica com excimer laser que possibilita a correção refrativa da visão.

O que é Avançada técnica cirúrgica com excimer laser que possibilita a correção refrativa da visão. PRK O que é Avançada técnica cirúrgica com excimer laser que possibilita a correção refrativa da visão. Técnica Cirurgia realizada na superfície da córnea, sem a necessidade de corte. Indicação Correção

Leia mais

COLÍRIO GEOLAB. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Solução Oftálmica 0,15mg/mL + 0,3mg/mL

COLÍRIO GEOLAB. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Solução Oftálmica 0,15mg/mL + 0,3mg/mL COLÍRIO GEOLAB Geolab Indústria Farmacêutica S/A Solução Oftálmica 0,15mg/mL + 0,3mg/mL MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar

Leia mais

Infermun em parvovirose canina

Infermun em parvovirose canina em parvovirose canina Redução do tempo de recuperação em cães infectados por Parvovirus e tratados com Departamento I+D. Laboratórios Calier, S.A. INTRODUÇÃO: A Parvovirose é uma das enfermidades entéricas

Leia mais

AULA DO PRODUTO. Curso inicial & Integração Novos Representantes

AULA DO PRODUTO. Curso inicial & Integração Novos Representantes AULA DO PRODUTO Curso inicial & Integração Novos Representantes 1 HELICOBACTER PYLORI A bactéria Helicobacter pylori foi descoberta em 1982 pelos australianos Barry J. Marshall e J. Robin Warren. Até então,

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO CROMABAK 20 mg/ml, colírio, solução 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Para 100 ml de solução: Cromoglicato de sódio...2,00 g Lista

Leia mais

LUMIGAN ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

LUMIGAN ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA LUMIGAN ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril bimatoprosta (0,03%) BULA PARA O PACIENTE Bula para o Paciente Pág. 1 de 7 APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico

Leia mais

cuidado profissional para a pele adulta

cuidado profissional para a pele adulta NATURALMENTE CIÊNCIA cuidado profissional para a pele adulta extracto centelha asiática óleo de prímula extracto de ambiaty óleo de alecrim óleo de groselha preta aloé vera PREVENÇÃO E PROTECÇÃO O CUIDADO

Leia mais

CILODEX Pomada. Cloridrato de Ciprofloxacino (3,5 mg/g) Dexametasona (1,0 mg/g)

CILODEX Pomada. Cloridrato de Ciprofloxacino (3,5 mg/g) Dexametasona (1,0 mg/g) Bula Paciente_ CILODEX Pomada CILODEX Pomada Cloridrato de Ciprofloxacino (3,5 mg/g) Dexametasona (1,0 mg/g) APRESENTAÇÃO Pomada Oftálmica Estéril. Tubo contendo 3,5 g de pomada oftálmica estéril de cloridrato

Leia mais

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução nasal com 9 mg/ml de cloreto de sódio. Embalagem com 1 frasco spray nasal com 30 ou 50 ml.

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução nasal com 9 mg/ml de cloreto de sódio. Embalagem com 1 frasco spray nasal com 30 ou 50 ml. SALSEP 0,9% cloreto de sódio 9 mg/ml USO NASAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO SOLUÇÃO NASAL FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução nasal com 9 mg/ml de cloreto de sódio. Embalagem com 1 frasco spray nasal

Leia mais

Fluimare HT cloreto de sódio 3%

Fluimare HT cloreto de sódio 3% Fluimare HT cloreto de sódio 3% Forma farmacêutica e apresentações Solução nasal estéril, hipertônica de cloreto de sódio. Frascos de 50 ml com válvula pump (micronebulizador). USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

Resistência aos antimicrobianos em Salmonella spp.

Resistência aos antimicrobianos em Salmonella spp. Resistência aos antimicrobianos em Salmonella spp. Síntese das investigações desde a descoberta de novos antimicrobianos Final do século XIX: Pasteur efetuou relatos sobre antagonismo entre diferentes

Leia mais

QUEIMADURAS OCULARES

QUEIMADURAS OCULARES QUEIMADURAS OCULARES As queimaduras oculares classificam-se em químicas e térmicas. As complicações graves da superfície ocular, após uma queimadura ocular, são relativamente raras. No entanto, são uma

Leia mais

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 01/10/2014

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 01/10/2014 Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 01/10/2014 Jornal Em Tempo Dia a Dia - Pág. B2-01/10/2014 Jornal Acrítica Cidades - Pág. C2-01/10/2014 Av. Mário Ypiranga, 1695 Adrianópolis Portal D24AM Amazônia

Leia mais

OCUPRESS (cloridrato de dorzolamida)

OCUPRESS (cloridrato de dorzolamida) OCUPRESS (cloridrato de dorzolamida) União Química Farmacêutica Nacional S.A Solução Oftálmica 20 mg/ml Ocupress cloridrato de dorzolamida Solução Oftálmica Estéril IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA FARMACÊUTICA

Leia mais

Anatomia e Histologia do Limbo

Anatomia e Histologia do Limbo Anatomia e Histologia do Limbo Introdução: O limbo é a zona intermediária anular com cerca de 1,5mm de largura que fica entre a córnea transparente e a esclera opaca. Sua relativa opacidade se explica

Leia mais

CETROLAC (trometamol cetorolaco)

CETROLAC (trometamol cetorolaco) CETROLAC (trometamol cetorolaco) União Química Farmacêutica Nacional S/A Solução oftálmica estéril 5 mg/ml 1 CETROLAC trometamol cetorolaco Solução oftálmica estéril IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA FARMACÊUTICA

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO PARA REGISTRO DE ANTIMICROBIANOS DE USO VETERINÁRIO

REGULAMENTO TÉCNICO PARA REGISTRO DE ANTIMICROBIANOS DE USO VETERINÁRIO MERCOSUL/GMC/RES. Nº 3/97 REGULAMENTO TÉCNICO PARA REGISTRO DE ANTIMICROBIANOS DE USO VETERINÁRIO TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Resoluções Nº 11/93 e 91/93 do Grupo

Leia mais

MAXIDEX* SUSPENSÃO dexametasona 1,0 mg/ml

MAXIDEX* SUSPENSÃO dexametasona 1,0 mg/ml Maxidex_Bula_Profossional da saúde MAXIDEX* SUSPENSÃO dexametasona 1,0 mg/ml APRESENTAÇÃO: Suspensão oftálmica estéril. Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de suspensão oftálmica. VIA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Pomada dermatológica. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Pomada dermatológica 5 mg + 250 UI: caixa com 1 bisnaga de 10g

Pomada dermatológica. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Pomada dermatológica 5 mg + 250 UI: caixa com 1 bisnaga de 10g FERID sulfato de neomicina + bacitracina zíncica Pomada dermatológica IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Pomada dermatológica 5 mg + 250 UI: caixa com 1 bisnaga de 10g USO PEDIÁTRICO

Leia mais

Rinofluimucil. Zambon Laboratórios Farmacêuticos Ltda Solução Nasal 10 mg acetilcisteína + 5 mg tuaminoeptano

Rinofluimucil. Zambon Laboratórios Farmacêuticos Ltda Solução Nasal 10 mg acetilcisteína + 5 mg tuaminoeptano Rinofluimucil Zambon Laboratórios Farmacêuticos Ltda Solução Nasal 10 mg acetilcisteína + 5 mg tuaminoeptano I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Rinofluimucil acetilcisteína sulfato de tuaminoeptano APRESENTAÇÕES

Leia mais

ATENDIMENTO CLÍNICO E CIRÚRGICO DE OFTALMOLOGIA VETERINÁRIA

ATENDIMENTO CLÍNICO E CIRÚRGICO DE OFTALMOLOGIA VETERINÁRIA ATENDIMENTO CLÍNICO E CIRÚRGICO DE OFTALMOLOGIA VETERINÁRIA ANDRADE 1, Ana de Fátima de Souza BEZERRA 2, Karla Priscila Garrido BOPP 3, Simone DANTAS 1, Emmanuel Freire TALIERI 4, Ivia Carmem Departamento

Leia mais

MAXIFLOX LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de ciprofloxacino 3,5 mg/ml

MAXIFLOX LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. cloridrato de ciprofloxacino 3,5 mg/ml MAXIFLOX LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA Solução Oftálmica Estéril cloridrato de ciprofloxacino 3,5 mg/ml BULA PARA O PROFISSIONAL DE SAÚDE COLÍRIO MAXIFLOX cloridrato de ciprofloxacino 0,35%

Leia mais

-.BORDETELOSE CANINA "TOSSE DOS CANIS"

-.BORDETELOSE CANINA TOSSE DOS CANIS -.BORDETELOSE CANINA "TOSSE DOS CANIS" A bactéria Bordetella bronchiséptica é a causa primária da traqueobronquite infecciosa canina (tosse dos canis).embora a tosse dos canis seja a manifestação clínica

Leia mais

FIBRASE. fibrinolisina, desoxirribonuclease e cloranfenicol

FIBRASE. fibrinolisina, desoxirribonuclease e cloranfenicol FIBRASE fibrinolisina, desoxirribonuclease e cloranfenicol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Fibrase Nome genérico: fibrinolisina, desoxirribonuclease e cloranfenicol APRESENTAÇÕES Fibrase

Leia mais

www.drapriscilaalves.com.br [COMPLEXO RESPIRATÓRIO VIRAL FELINO]

www.drapriscilaalves.com.br [COMPLEXO RESPIRATÓRIO VIRAL FELINO] [COMPLEXO RESPIRATÓRIO VIRAL FELINO] 2 Complexo Respiratório Viral Felino É um conjunto de sintomas causado pelas doenças Rinotraqueíte Felina e Calicivirose Felina. São doenças virais cujos sinais clínicos

Leia mais

B BRAUN. Askina Calgitrol Ag. Curativo de Alginato e Prata para Feridas. SHARING EXPERTISE

B BRAUN. Askina Calgitrol Ag. Curativo de Alginato e Prata para Feridas. SHARING EXPERTISE Askina Calgitrol Ag Curativo de Alginato e Prata para Feridas. Askina Calgitrol Ag é um curativo desenvolvido pela tecnologia B. Braun que combina a alta capacidade de absorção do alginato de cálcio e

Leia mais

bertocil 5 mg/ml Colírio, solução Betaxolol

bertocil 5 mg/ml Colírio, solução Betaxolol FOLHETO INFORMATIVO Folheto informativo: Informação para o utilizador bertocil 5 mg/ml Colírio, solução Betaxolol Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois contém

Leia mais

PROTOCOLO MÉDICO. Assunto: Infecção do sítio cirúrgico. Especialidade: Infectologia. Autor: Cláudio de Cerqueira Cotrim Neto e Equipe GIPEA

PROTOCOLO MÉDICO. Assunto: Infecção do sítio cirúrgico. Especialidade: Infectologia. Autor: Cláudio de Cerqueira Cotrim Neto e Equipe GIPEA PROTOCOLO MÉDICO Assunto: Infecção do sítio cirúrgico Especialidade: Infectologia Autor: Cláudio de Cerqueira Cotrim Neto e Equipe GIPEA Data de Realização: 29/04/2009 Data de Revisão: Data da Última Atualização:

Leia mais

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA RELESTAT ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Oftálmica Estéril cloridrato de epinastina 0,05% BULA PARA O PACIENTE APRESENTAÇÕES Solução Oftálmica Estéril Frasco plástico conta-gotas contendo

Leia mais

A ÁGUA COMO REAGENTE PURA PURA PURA Destilação - Deionização Osmose Reversa - Filtração através de Carvão Ativado Ultrafiltração -

A ÁGUA COMO REAGENTE PURA PURA PURA Destilação - Deionização Osmose Reversa - Filtração através de Carvão Ativado  Ultrafiltração - 1 A ÁGUA COMO REAGENTE A água é o suprimento do Laboratório Clínico de menor custo. Talvez, por este motivo, sua qualidade seja tão negligenciada, apesar de ser um reagente importante e o mais utilizado.

Leia mais

Tecido conjuntivo. Células. Matriz Extracelular (MEC) Abundante

Tecido conjuntivo. Células. Matriz Extracelular (MEC) Abundante Células Tecido conjuntivo Matriz Extracelular (MEC) Abundante Tecido conjuntivo I Matriz Extracelular (MEC) Tipos de tecido conjuntivo Tecido conjuntivo II Células residentes Células transitórias Tecido

Leia mais

CAFEISILANE C. S i l a n o l C a f e i n a t o e A l g i n a t o. Reativa o METABOLISMO CELULAR e ESTIMULA A LIPÓLISE

CAFEISILANE C. S i l a n o l C a f e i n a t o e A l g i n a t o. Reativa o METABOLISMO CELULAR e ESTIMULA A LIPÓLISE Revisão 1 Emissão: 19/10/2005 Espec. Rev.1 CAFEISILANE C Reativa o METABOLISMO CELULAR e ESTIMULA A LIPÓLISE Melhora a biodisponibilidade da CAFEÍNA 1 2 3 Promove REESTRUTURAÇÃO DO TECIDO e FIRMEZA DA

Leia mais

Nevanac. nepafenaco 0,1% Suspensão Oftálmica Estéril

Nevanac. nepafenaco 0,1% Suspensão Oftálmica Estéril Nevanac nepafenaco 0,1% Suspensão Oftálmica Estéril Forma Farmacêutica, Via de Administração e Apresentação: Suspensão Oftálmica Estéril, via tópica ocular apresentada em frasco plástico conta-gotas contendo

Leia mais

MAXIFLOX-D LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA. Pomada Oftálmica Estéril. cloridrato de ciprofloxacino 3,5 mg/g dexametasona 1,0 mg/g

MAXIFLOX-D LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA. Pomada Oftálmica Estéril. cloridrato de ciprofloxacino 3,5 mg/g dexametasona 1,0 mg/g MAXIFLOX-D LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA Pomada Oftálmica Estéril cloridrato de ciprofloxacino 3,5 mg/g dexametasona 1,0 mg/g BULA PARA O PROFISSIONAL DE SAÚDE POMADA MAXIFLOX-D cloridrato

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Posatex, gotas auriculares, suspensão, para cães 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Substâncias ativas: Orbifloxacina

Leia mais

LOTEPROL. BL Indústria Ótica Ltda Suspensão estéril 5,0 mg/ml

LOTEPROL. BL Indústria Ótica Ltda Suspensão estéril 5,0 mg/ml LOTEPROL BL Indústria Ótica Ltda Suspensão estéril 5,0 mg/ml LOTEPROL etabonato de loteprednol APRESENTAÇÕES Suspensão estéril para uso oftálmico 5 mg/ml: frasco gotejador contendo 5 ml. USO TÓPICO OCULAR

Leia mais

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA LATISSE ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Solução Tópica Estéril bimatoprosta 0,03% BULA PARA O PACIENTE Bula para o Paciente - CCDS 7.0 Nov 2012 Pág. 1 de 9 APRESENTAÇÕES Solução Tópica Estéril Caixa

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO CARTUCHO-BULA. CLEARLENS SOLUÇÃO MULTIUSO Solução Multiuso para Lentes de Contato

INSTRUÇÕES DE USO CARTUCHO-BULA. CLEARLENS SOLUÇÃO MULTIUSO Solução Multiuso para Lentes de Contato INSTRUÇÕES DE USO CARTUCHO-BULA CLEARLENS SOLUÇÃO MULTIUSO DESCRIÇÃO: CLEARLENS Solução Multiuso tem ação de limpar, desinfetar, enxaguar, lubrificar e conservar as lentes de contato sem irritar os olhos.

Leia mais

Aesculus hippocastanum

Aesculus hippocastanum Novarrutina Aesculus hippocastanum FITOTERÁPICO Parte utilizada: semente Nomenclatura botânica Nome científico: Aesculus hippocastanum Nome popular: Castanha da Índia Família: Hippocastanaceae. Formas

Leia mais