EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS 2007-2008"

Transcrição

1 EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS SOCIAIS Ministério do Esporte Secretaria Especial dos Direitos Humanos Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Comissão de Chancela aos Projetos Esportivos Sociais A Comissão de Chancela aos Projetos Esportivos Sociais, instituída pela Portaria Nº 84, de 7 de junho de 2006 do Ministro de Estado do Esporte, com fundamento na Resolução Nº 94, de 11 de março de 2004, do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente CONANDA, no uso das atribuições que lhe foram conferidas, torna público os critérios e procedimentos a serem adotados pelos interessados em chancelar e aprovar Projetos Esportivos Sociais para serem executados com recursos provenientes do Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente - FNCA. 1- APRESENTAÇÃO 1.1. O Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente FNCA foi instituído pelo art. 6º da Lei Nº 8.242/91, observado o art. 88 do Estatuto da Criança e do Adolescente ECA, com gestão e administração regulamentada pelo Decreto Nº 1.196/94, com a finalidade arrecadar recursos de diversas fontes para promoção de programas de proteção e assistência a crianças e adolescentes em situação de risco pessoal, social e econômico Com base no art. 260 da Lei Nº 8.069/90 (ECA), no Decreto Nº 794/93 e no artigo 22 da Lei de 10 de dezembro de 1997, qualquer pessoa física ou pessoa jurídica poderá direcionar respectivamente 6% e 1% do valor do Imposto de Renda devido para o FNCA, para promoção de projetos sociais para crianças e adolescente com idade máxima de até 18 anos Em razão da parceria firmada entre o Ministério do Esporte ME e o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente CONANDA, mediante Resolução Nº 94/2004, permitiu-se a destinação de 80% (oitenta por cento) do montante doado por pessoas físicas ou jurídicas - referente ao Imposto de Renda Devido especificamente para projetos esportivos sociais chancelados pela Comissão e aprovados pelo CONANDA Estando o projeto devidamente aprovado pelo CONANDA e publicado no Diário Oficial da União, a entidade deverá buscar doadores para o FNCA com o fim de executar o seu projeto Com o objetivo de auxiliar no processo de instrução dos projetos, está disponível no sítio oficial do Ministério do Esporte - link: Projetos Esportivos Sociais - Leis, Decretos, Resoluções, o formulário de inscrição e demais orientações para a elaboração dos projetos Outras informações poderão ser obtidas junto ao apoio técnico da Comissão de Chancela de Projetos Esportivos Sociais na Secretaria Nacional de Esporte Educacional - SNEED, em dias úteis, no horário de 09h00 às 18h00, pelos telefones (61) e , ou pelo endereço eletrônico: 2- DO OBJETO 2.1. Fixar procedimentos e critérios de análise para chancela de projetos esportivos sociais financiados mediante doação de recursos por pessoa física ou jurídica ao FNCA, conforme disposto na Resolução Nº 94, de 11 de março de 2004 do CONANDA.

2 2.2. Os valores depositados no FNCA para financiar projetos esportivos sociais poderão ser abatidos do valor total devido a título de Imposto de Renda, nos termos do art. 260 da Lei Nº 8.069/90 (ECA), nos limites do Decreto Nº 794/93 e no artigo 22 da Lei de 10 de dezembro de DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 3.1. Para efeitos deste Edital, considera-se: Projetos Esportivos Sociais: aqueles que têm o esporte como principal instrumento de inclusão social para crianças e adolescentes Proponente: entidades autorizadas pela IN Nº 001/97 da Secretaria do Tesouro Nacional e alterações posteriores Incentivador: pessoas físicas ou jurídicas doadoras de recursos incentivados no FNCA para a realização de projeto de cunho esportivo social. 4. DOS DOCUMENTOS: 4.1. Documentos de inscrição relativos ao proponente: Entidade não-governamental, sem fins lucrativos: a) Cópia autenticada dos atos constitutivos da Instituição e suas alterações, devidamente registradas em cartório; b) Cópia autenticada da última Ata de eleição e posse da diretoria em exercício e respectivo registro; c) Cópia do comprovante de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); d) Cópia do comprovante de registro da inscrição do(s) programas(s) junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de sua cidade sede, nos termos do art. 90 ou 261 da Lei Nº 8.069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente ECA); e) Cópia do comprovante de registro da entidade no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de sua cidade sede, nos termos do art. 91 ou 261 da Lei Nº 8.069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente ECA); f) Cópia da aprovação do Projeto junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, e junto ao Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente - CEDCA, quando o Projeto for de abrangência estadual. OBS: As Certidões Negativas de Débito e demais documentos e formulários necessários, serão solicitadas no momento da formalização do convênio, conforme exigências do Órgão executor da ação, conforme Lei Complementar nº. 101/2000 e a legislação correlata Entidade Governamental: a) Cópia do Ato de nomeação do titular do órgão executor; b) Cópia do Comprovante de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); c) Cópia do comprovante de registro da inscrição do(s) programas(s) junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de sua cidade sede, nos termos do art. 90 ou 261 da Lei Nº 8.069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente ECA); d) Cópia da aprovação do Projeto junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, e junto ao Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente - CEDCA, quando o Projeto for de abrangência estadual.

3 OBS: As Certidões Negativas de Débito e demais documentos e formulários necessários, serão solicitadas no momento da formalização do convênio, conforme exigências do Órgão executor da ação, conforme Lei Complementar nº. 101/2000 e a legislação correlata Documentos complementares: a) Ofício de encaminhamento do projeto à Comissão de Chancela aos Projetos Esportivos Sociais; b) Declaração de cessão de direitos autorais em casos cujo projeto implique na utilização de criação de terceiros, situação em que deverá, ainda, ser apresentada a cessão de uso por parte do(s) autor(es) envolvido(s) ou de quem detenha tais direitos, constando, no orçamento, previsão para seu pagamento, quando for o caso; c) Autorização/Cessão de uso dos proprietários e/ou responsáveis pelas áreas, edifícios específicos, estádios, construções ou logradouros públicos e/ou particulares a serem utilizados para realização do projeto. 5. DA INSCRIÇÃO 5.1. Fica aberto a partir da publicação do presente Edital até 31 de dezembro de 2008, o período para inscrição dos Projetos Esportivos Sociais O requerimento de chancela e aprovação se dará mediante: Preenchimento de Formulário-Padrão disponível no sítio - link: Projetos Esportivos Sociais/CONANDA Apresentação do Projeto Básico, contendo as especificações necessárias a análise técnica, bem como, documentos elucidativos, conforme orientações e diretrizes apontadas no sítio oficial, de modo a propiciar a mais exata avaliação do projeto O encaminhamento do formulário citado no item 5.2.1, devidamente assinado e acompanhado do Projeto Básico e dos documentos referidos no item 5.2.2, deverá ser feito oficialmente, ao Ministério do Esporte, Secretaria Nacional de Esporte Educacional - SNEED, situada à SAN, Qd. 03, Lote: A, 1ºandar, Sala: 1290, Brasília/DF, CEP O Formulário-Padrão e todos os demais documentos, textos e informes devem ser encaminhados numerados seqüencialmente e encadernados de modo a impedir seu extravio. 6. DO VALOR DOS PROJETOS 6.1. O valor autorizado para captação dos projetos será expresso em reais e não será corrigido em virtude do tempo de captação dos recursos ou sua efetiva transferência às contas dos proponentes Da captação dos recursos incentivados: Como contrapartida social, 20% (vinte por cento) do valor captado para o projeto será retido no Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente, como forma de obter recursos para o financiamento de outras ações sociais do CONANDA voltadas para a criança e o adolescente Para cálculo do valor autorizado para captação de recursos do projeto aprovado será utilizada pela Comissão de Chancela dos Projetos Esportivos Sociais, a seguinte fórmula:

4 Fórmula: Vac = Vfi 0,8 Onde: Vac = Valor Autorizado para Captação do Projeto Vfi = Valor Final do Projeto 7. DA CHANCELA E APROVAÇÃO DOS PROJETOS 7.1. Para aprovação, o projeto deverá: a) Atender aos itens mencionados no Edital; b) Atingir pontuação mínima exigida no formulário de critério de avaliação, conforme estabelecido pela Comissão de Chancela; c) Demonstrar caráter esportivo social do projeto, benefícios, abrangência de seu interesse, efeito multiplicador, participação da coletividade; d) Apresentar a prática esportiva como foco principal; e) Garantir a oferta da prática esportiva a todo público alvo; f) Possibilitar o atendimento a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social; g) Apresentar clareza e exatidão, viabilidade técnica e consistência nas informações constantes do projeto; h) Apresentar detalhamento e exeqüibilidade dos objetivos, etapas de execução e prazos propostos para realização; i) Apresentar compatibilidade entre objetos e meios de execução das atividades propostas; j) Apresentar orçamento compatível com os fins objetivados e aos valores de mercado; k) Apresentar consonância com o Sistema Nacional de Atendimento Sócio-educativo - SINASE e/ou Plano Nacional de Convivência Familiar; l) Prever condições de continuidade e sustentabilidade às ações do Projeto Os projetos que atenderem às exigências do presente Edital serão encaminhados aos membros da Comissão de Chancela dos Projetos Esportivos Sociais, acompanhados de parecer técnico elaborado pelo setor responsável no Ministério do Esporte, para análise do pleito Os projetos que atingirem 60 pontos ou mais, no formulário de critério de avaliação, serão chancelados e automaticamente encaminhados para deliberação na Plenária do CONANDA, e em sendo aprovados o resultado será publicado no Diário Oficial da União D.O.U Caso o projeto analisado obtenha pontuação entre 50 e 59, a Comissão de Chancela enviará Ofício ao proponente para que apresente mais uma única vez, a partir da notificação, o projeto com as adaptações sugeridas oficialmente Os projetos que não alcançarem uma média igual ou superior 50 pontos serão indeferidos e devolvidos aos proponentes pelo Ministério do Esporte no endereço constante da solicitação, juntamente com o parecer da Comissão de Chancela Somente será permitida a reprodução do projeto ou fotocópia de qualquer peça do processo de solicitação de chancela e aprovação mediante autorização expressa do proponente No caso de desclassificação do projeto ou inviabilidade total de sua realização, as despesas de execução, porventura já efetivadas, serão de exclusiva responsabilidade do proponente.

5 8. DA CAPTAÇÃO E EXECUÇÃO DOS PROJETOS 8.1. Os depósitos deverão ser efetuados, em conta específica do Governo Federal para o Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente - FNCA, a partir da aprovação do Projeto publicada no D.O.U O proponente receberá o montante de 80% do valor depositado e destinado ao Projeto, especificação mencionada no item 6.2.1, mediante convênio firmado entre o órgão executor da ação e o Ministério do Esporte, em conformidade com o Termo de Cooperação Técnica Nº 2/2006 firmado em 18 de maio de Os projetos aprovados terão prazo máximo de dois anos para captação de recursos, a contar do último dia do ano fiscal a sua publicação, devendo, após essa data, serem reapresentados e submetidos a novo processo O Acompanhamento da Execução dos Projetos encontra-se regido pelas disposições contidas na IN 001/97 e suas posteriores alterações Os recursos incentivados, de natureza pública, devem ter sua aplicação e prestação de contas de acordo com legislação pertinente (LRF, LDO, Lei Nº 8.666/93, IN 001/97 e alterações posteriores etc.). 9. DISPOSIÇÕES FINAIS 9.1. O proponente deverá manter atualizado seu cadastro on line junto ao ME e CONANDA, até a publicação da aprovação da prestação de contas do projeto É obrigatório constar a identificação/logomarca do Governo Federal, Ministério do Esporte, CONANDA, bem como do Selo de Chancela em todos os materiais de divulgação do projeto, desde impressos, anúncios, banners, placas, mídia e outros, de forma que estejam de acordo com as normas fixadas pela Subsecretaria de Comunicação Institucional da Secretaria-Geral da Presidência da República - SECOM No caso do projeto que, dentre seus resultados, obtiver como produto final uma publicação, 20% da tiragem do mesmo deverá ser doada ao Ministério do Esporte para distribuição pública deste e do CONANDA Os casos omissos relativos ao presente Edital, serão decididos pela Comissão de Chancela aos Projetos Esportivos Sociais.

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ.

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. PREÃMBULO 1994 EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. A Prefeitura Municipal de Marabá, por intermédio

Leia mais

EDITAL 07/2015 DE CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS SOCIAIS - COMDICA

EDITAL 07/2015 DE CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS SOCIAIS - COMDICA EDITAL 07/2015 DE CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS SOCIAIS - COMDICA O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMDICA/Sapucaia do Sul, no uso das atribuições legais que lhe confere a

Leia mais

Edital 02/2015 Saldo Remanescente

Edital 02/2015 Saldo Remanescente Edital 02/2015 Saldo Remanescente EDITAL Nº 02/2015 CMDCA EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2015 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente CMDCA, no

Leia mais

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO Esta Chamada Pública de Apoio Institucional visa à seleção de projetos a serem apoiados pelo CAU/BR na modalidade de Apoio à Assistência

Leia mais

Presidência da República. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Secretaria Especial dos Direitos Humanos

Presidência da República. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Secretaria Especial dos Direitos Humanos Presidência da República Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Secretaria Especial dos Direitos Humanos EDITAL N o 1, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2003 O Conselho Nacional dos Direitos da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRIL DE 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRIL DE 2009 MNSTÉRO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACONAL DE DESENVOLVMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELBERATVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRL DE 2009 Estabelece os documentos necessários à certificação da situação de regularidade

Leia mais

1. DA AUTORIZAÇÃO: 2. DO OBJETO

1. DA AUTORIZAÇÃO: 2. DO OBJETO CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2011 PARA SELEÇÃO DE PROJETOS QUE VISEM A REALIZAÇÃO DE EVENTOS, DE CARÁTER NACIONAL, DAS ENTIDADES DO MOVIMENTO NEGRO E QUILOMBOLAS, POR MEIO DE ESTABELECIMENTO DE CONVÊNIOS, A SEREM

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2014

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2014 Edital n.º 001/2013 - CMDCA EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2014 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, no uso de suas atribuições e de

Leia mais

CHECK LIST PROGRAMA SEGUNDO TEMPO PADRÃO. I. Efetuar o Credenciamento da Entidade no SICONV (via Internet www.convenios.gov.br);

CHECK LIST PROGRAMA SEGUNDO TEMPO PADRÃO. I. Efetuar o Credenciamento da Entidade no SICONV (via Internet www.convenios.gov.br); CHECK LIST PROGRAMA SEGUNDO TEMPO PADRÃO I. Efetuar o Credenciamento da Entidade no SICONV (via Internet www.convenios.gov.br); II. Efetuar o Cadastramento da Entidade no SICONV e validação das informações

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL SEPN 511, Bloco A, 2 Andar, Edifício Bittar II - Brasília/DF CEP: 70.758-900 Fone: (61) 3217.9516 Endereço eletrônico:

Leia mais

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 7, DE 24 DE ABRIL DE 2007

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 7, DE 24 DE ABRIL DE 2007 FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 7, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Estabelece os documentos necessários à comprovação de regularidade para transferência de recursos e para habilitação

Leia mais

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO N.º 3, DE 3 DE MARÇO DE 2006

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO N.º 3, DE 3 DE MARÇO DE 2006 FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO N.º 3, DE 3 DE MARÇO DE 2006 Estabelece os documentos necessários à comprovação de regularidade para transferência de recursos

Leia mais

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Linhares/ES

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Linhares/ES EDITAL 01/2015 DE CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS SOCIAIS CMDCA LINHARES/ES. O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - CMDCA/Linhares ES no uso das atribuições legais que lhe confere

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO/FNDE/CD/Nº 003 DE 03 DE MARÇO DE 2006 Estabelece os documentos necessários à comprovação de regularidade

Leia mais

EDITAL N 4/2015 - PROEC BOLSA CULTURA

EDITAL N 4/2015 - PROEC BOLSA CULTURA EDITAL N 4/2015 - PROEC BOLSA CULTURA A Pró-Reitora de Extensão e Cultura PROEC, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento das normas previstas no Estatuto da Universidade do Estado de Mato Grosso

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2014

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2014 RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2014 Dispõe sobre o Registro de Entidades não Governamentais e Inscrição de Programas, Projetos e Serviços de Atendimento, governamentais e não governamentais, que tenham por

Leia mais

MODELO DE PROJETO. Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens)

MODELO DE PROJETO. Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens) MODELO DE PROJETO Solicitação de Inclusão no Banco de Projetos para captação de recursos FIA/Doações (obrigatório o preenchimento de todos os itens) 1. IDENTIFICAÇÃO Abrangência do Projeto: ( ) Estadual

Leia mais

Conselho Municipal de Assistencia Social. Lei Municipal 3848/2011 EDITAL 01/2015

Conselho Municipal de Assistencia Social. Lei Municipal 3848/2011 EDITAL 01/2015 EDITAL 01/2015 Abre inscrições de projetos para captação de recursos através do Fundo Municipal de Assistência Social CMAS para entidades da sociedade civil e programas governamentais que desenvolvam Programas

Leia mais

PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL. EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS

PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL. EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS 1. INTRODUÇÃO 1.1. A COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO ( CDURP

Leia mais

PORTAL DE CONVÊNIOS Acesse www.convenios.gov.br. LEGISLAÇÃO SOBRE CONVÊNIOS Acesse http://www.convênios.gov.br/portal/legislacao.

PORTAL DE CONVÊNIOS Acesse www.convenios.gov.br. LEGISLAÇÃO SOBRE CONVÊNIOS Acesse http://www.convênios.gov.br/portal/legislacao. PORTAL DE CONVÊNIOS www.convenios.gov.br LEGISLAÇÃO SOBRE CONVÊNIOS http://www.convênios.gov.br/portal/legislacao.html ORIENTAÇÕES AOS PROPONENTES www.convênios.gov.br/portal/avisos/orientacoes_utilizacao_portal_convenios

Leia mais

Edital Instituto Sabin - 01/2015

Edital Instituto Sabin - 01/2015 Edital Instituto Sabin - 01/2015 Seleção pública de iniciativas empreendedoras socioambientais inovadoras para parceria com o Instituto Sabin O Instituto Sabin, torna público o presente Edital e convoca

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 008/2013

RESOLUÇÃO Nº 008/2013 RESOLUÇÃO Nº 008/2013 Súmula: Define critérios para apresentação de projetos para o valor R$966.734,86 (Novecentos e sessenta e seis mil, setecentos e trinta e quatro reais e oitenta e seis centavos) do

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇOS N 004 DE 25 DE JULHO DE 2011 (Alterada pelas Resoluções nº 014/2011/CA e 034/2013/CA)

INSTRUÇÃO DE SERVIÇOS N 004 DE 25 DE JULHO DE 2011 (Alterada pelas Resoluções nº 014/2011/CA e 034/2013/CA) INSTRUÇÃO DE SERVIÇOS N 004 DE 25 DE JULHO DE 2011 (Alterada pelas Resoluções nº 014/2011/CA e 034/2013/CA) Estabelece diretrizes, normas e procedimentos para a Concessão de Patrocínio Financeiro para

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea"

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea" EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PREÂMBULO A Fundação Bienal de São Paulo convoca interessados

Leia mais

(Alterada pela Resolução nº 014/2011/CA)

(Alterada pela Resolução nº 014/2011/CA) INSTRUÇÃO DE SERVIÇOS N 004 DE 25 DE JULHO DE 2011 (Alterada pela Resolução nº 014/2011/CA) CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Estabelece diretrizes, normas e procedimentos para a Concessão de Patrocínio

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. DA ATUAÇÃO

1. APRESENTAÇÃO 2. DA ATUAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Cooperativa é uma sociedade de pessoas, com forma e caráter jurídico próprio, de natureza civil, constituídas para prestar serviços aos cooperados. Sua missão é promover a qualidade de

Leia mais

EDITAL DE PRODUÇÃO DE VÍDEO DA JUSTIÇA RESTAURATIVA

EDITAL DE PRODUÇÃO DE VÍDEO DA JUSTIÇA RESTAURATIVA Instituto Cultural São Francisco de Assis Centro de Promoção da Criança e do Adolescente São Francisco de Assis Estrada João de Oliveira Remião, 4444 Lomba do Pinheiro - Porto Alegre RS www.franciscanos-rs.org.br

Leia mais

EDITAL Nº 07/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 07/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 07/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER 1) INTRODUÇÃO Considerando que para ter-se uma comunidade com qualidade de vida, deve-se compreender que tal qualidade está diretamente

Leia mais

Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita 2014.

Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita 2014. 1. Objeto EDITAL DE PROJETOS FUNDAÇÃO APERAM ACESITA 2014 REGULAMENTO GERAL Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da 2014. São objetivos do presente

Leia mais

EDITAL N.º01/2015 1. APRESENTAÇÃO

EDITAL N.º01/2015 1. APRESENTAÇÃO EDITAL N.º01/2015 O Conselho Municipal do Idoso CMI, no uso das atribuições legais que lhe confere a Lei Municipal N.º 3.548 de 24 de março de 2009, torna público que está disponibilizando recursos oriundos

Leia mais

POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS

POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS sicoobcentro.com.br POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS Cooperativa de Crédito *Esta Política de Apoio a Projetos Sociais é baseada no projeto da Cooperativa Sicoob Credip* ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...3

Leia mais

EDITAL 2013/2014. Programa de Apoio a Projetos Sociais

EDITAL 2013/2014. Programa de Apoio a Projetos Sociais EDITAL 2013/2014 Programa de Apoio a Projetos Sociais Inscrições abertas de 07/05/2012 à 01/07/2012 APRESENTAÇÃO Foi lançada a Seleção de Projetos 2013/2014 do Programa de Apoio a Projetos Sociais pela

Leia mais

CARTA TÉCNICA. Nome do Credenciamento: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica

CARTA TÉCNICA. Nome do Credenciamento: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica CARTA TÉCNICA Nome do Credenciamento: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica ENTIDADES QUE PODEM SE CREDENCIAR: - Entidades beneficentes de assistência social (certificadas como entidades

Leia mais

1º Edital Petrobras de Festivais de Música

1º Edital Petrobras de Festivais de Música 1º Edital Petrobras de Festivais de Música REGULAMENTO OBJETIVOS DO EDITAL O apoio previsto neste regulamento tem como objetivos promover: 01. a formação de público para os diversos segmentos da música

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014 O CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE CONANDA, faz publicar o Edital de Convocação para a eleição das entidades da sociedade

Leia mais

Conselho Nacional de Assistência Social - CNAS

Conselho Nacional de Assistência Social - CNAS Conselho Nacional de Assistência Social - CNAS RESOLUÇÃO Nº 14, DE 15 MAIO DE 2014 Define os parâmetros nacionais para a inscrição das entidades ou organizações de Assistência Social, bem como dos serviços,

Leia mais

Brasília, 27 de maio de 2013.

Brasília, 27 de maio de 2013. NOTA TÉCNICA N o 20 /2013 Brasília, 27 de maio de 2013. ÁREA: Desenvolvimento Social TÍTULO: Fundo para Infância e Adolescência (FIA) REFERÊNCIAS: Lei Federal n o 4.320, de 17 de março de 1964 Constituição

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I Formulário para Solicitação de Patrocínio Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/GO: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS FOME ZERO PROCESSO SELETIVO 2006 REGULAMENTO

PROGRAMA PETROBRAS FOME ZERO PROCESSO SELETIVO 2006 REGULAMENTO PROGRAMA PETROBRAS FOME ZERO PROCESSO SELETIVO 2006 REGULAMENTO PROJETOS Serão aceitos projetos sob responsabilidade de organismos governamentais, não-governamentais e comunitários, legalmente constituídos

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS CONTROLE INTERNO

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS CONTROLE INTERNO 1/5 NORMA INTERNA : 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e orientar o fluxo das operações de crédito, bem como avais e garantias oferecidas para as operações de crédito; 1.2) Atender legalmente os dispositivos

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS

MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS EDITAL SELEÇÃO DE PROJETOS Nº /2012 O Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura, criada pela Lei n.º

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012 CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012 Junho/2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS PARA APOIO... 3 2. TIPOS DE PROJETO PODERÃO SER

Leia mais

PORTARIA Nº. 224 DE 25 DE JUNHO DE 2007 PUBLICADA NO DOU EM 27 DE JUNHO DE 2007

PORTARIA Nº. 224 DE 25 DE JUNHO DE 2007 PUBLICADA NO DOU EM 27 DE JUNHO DE 2007 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº. 224 DE 25 DE JUNHO DE 2007 PUBLICADA NO DOU

Leia mais

EDITAL Nº 05/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 05/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 05/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER 1) INTRODUÇÃO Crianças e jovens que vivem nos centros urbanos estão expostas a riscos sociais e a ociosidade. Por este motivo, a prática

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015 CONVÊNIO Nº: 812779/2014 SDH/PR PROCESSO LICITATÓRIO Nº: 012/2015 TIPO: Cotação prévia de preços / Menor preço OBJETO: Contratação de Seguro contra Acidentes

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX PROGRAMA DE APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO PROAPEX.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX PROGRAMA DE APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO PROAPEX. UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX PROGRAMA DE APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO PROAPEX. EDITAL Nº 005/2015/UEPB/PROEX/PROAPEX PROCESSO SELETIVO DO PROAPEX COTA 2015-2016

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO

PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO - 1 - PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar o investimento social

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 Dispõe sobre os procedimentos para cadastramento de Fundações Privadas ou Associações pela Comissão de Cadastramento de ONGs e Associações, de

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 Instituto Marca de Desenvolvimento Socioambiental - IMADESA SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 >> Leia com atenção o Edital antes de preencher o formulário para apresentação de projetos. I.

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição,

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição, DECRETO 3.100, de 30 de Junho de 1999. Regulamenta a Lei nº 9.790, de 23 de março de 1999, que dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, como Organizações

Leia mais

EDITAL N.º 04/2015 De 05 de Maio de 2015.

EDITAL N.º 04/2015 De 05 de Maio de 2015. EDITAL N.º 04/2015 De 05 de Maio de 2015. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, no uso de suas atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Federal n.º 8.069, nos arts. 88, IV,

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CMAS RESOLUÇÃO CMAS Nº 16, DE 26 DE SETEMBRO DE 2011

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CMAS RESOLUÇÃO CMAS Nº 16, DE 26 DE SETEMBRO DE 2011 CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CMAS RESOLUÇÃO CMAS Nº 16, DE 26 DE SETEMBRO DE 2011 Resolução CMAS nº 16, 26 de setembro de 2011, revoga a Resolução CMAS nº 01/2002 e define os parâmetros para

Leia mais

LEI 11.438, DE 29 DE DEZEMBRO DE

LEI 11.438, DE 29 DE DEZEMBRO DE LEI 11.438, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006 Dispõe sobre incentivos e benefícios para fomentar as atividades de caráter desportivo e dá outras providências. * V. Dec. 6.180/2007 (Regulamenta a Lei 11.438/2006).

Leia mais

EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER 1) INTRODUÇÃO O presente Edital abre oportunidade para que as Instituições Públicas e as Privadas, desde que sem fins lucrativos e

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO Para a efetivação da doação a entidade deverá enquadrar-se como: I. pessoa jurídica de direito público; ou II. instituição de ensino e pesquisa (excetos criados por lei estadual);

Leia mais

EDITAL PARA PROJETOS CULTURAIS ANO 2014 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA LEI RUBEM BRAGA

EDITAL PARA PROJETOS CULTURAIS ANO 2014 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA LEI RUBEM BRAGA EDITAL PARA PROJETOS CULTURAIS ANO 2014 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA LEI RUBEM BRAGA A Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim, através da Secretaria Municipal de Cultura, comunica aos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB FUNDO PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL DA BAHIA FUNDESIS EDITAL PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 004/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 004/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 004/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Estudos de Cultura Contemporânea CEDEC, entidade privada sem fins lucrativos,

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE INTERESSADOS NA OPERAÇÃO E GESTÃO

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE BELÉM-PA E DO TESOURO MUNICIPAL EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS- Nº 01/2015

FUNDO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE BELÉM-PA E DO TESOURO MUNICIPAL EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS- Nº 01/2015 FUNDO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO DE BELÉM-PA E DO TESOURO MUNICIPAL 1 PREÂMBULO RESOLUÇÃO Nº 05/2015 Publica o Edital de Seleção de Projetos das Organizações Não-Governamentais, a serem apoiados

Leia mais

a.1.4) Em caso de Associação Civil, a aceitação de novos associados, na forma do estatuto;

a.1.4) Em caso de Associação Civil, a aceitação de novos associados, na forma do estatuto; CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 002/2014 QUALIFICAÇÃO DE ENTIDADES PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS COMO ORGANIZAÇÃO SOCIAL NA ÁREA DE SAÚDE O Município de Fontoura Xavier, Estado do Rio Grande do Sul, pessoa jurídica

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 003 de 20/08/2014.

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 003 de 20/08/2014. A Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA FSADU, por meio da Gerência de Técnica de Concursos GTEC/CONC/FSADU, em parceria com o Instituto Universitário Atlântico e com o Instituto Politécnico

Leia mais

RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 24 DE 04 DE JUNHO DE 2008

RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 24 DE 04 DE JUNHO DE 2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 24 DE 04 DE JUNHO DE 2008 Estabelece orientações e diretrizes para o apoio financeiro às

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para seleção de projetos que contribuam para o empoderamento das mulheres

Leia mais

MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA

MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA CMDCA - CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EDITAL Nº 001/ 2011 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Indaial, torna

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.881, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013. Mensagem de veto Dispõe sobre a definição, qualificação, prerrogativas e finalidades das

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 20, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 20, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013 Presidência da República Secretaria da Micro e Pequena Empresa Secretaria de Racionalização e Simplificação Departamento de Registro Empresarial e Integração INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 20, DE 5 DE DEZEMBRO

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA PROJETOS REFERENTES AO PROGRAMA LIVRO ABERTO NA AÇÃO FOMENTO A PROJETOS CULTURAIS

Leia mais

CENA ABERTA FUNARTE 2016 RIO DE JANEIRO REGULAMENTO

CENA ABERTA FUNARTE 2016 RIO DE JANEIRO REGULAMENTO CENA ABERTA FUNARTE 2016 RIO DE JANEIRO REGULAMENTO A Fundação Nacional de Artes/Funarte, entidade vinculada ao Ministério da Cultura/MinC, torna público que, no período de 07/12/2015 a 20/01/2016, estão

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 16, DE 5 DE MAIO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 16, DE 5 DE MAIO DE 2010 RESOLUÇÃO Nº 16, DE 5 DE MAIO DE 2010 Define os parâmetros nacionais para a inscrição das entidades e organizações de assistência social, bem como dos serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a contratação de serviços de Coleta,

Leia mais

EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015

EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015 EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público,

Leia mais

Resolução Mec/FNDE nº 22, de 13 de maio de 2011

Resolução Mec/FNDE nº 22, de 13 de maio de 2011 Resolução Mec/FNDE nº 22, de 13 de maio de 2011 Diário Oficial da União nº 92, de 16 de maio de 2011 (segunda-feira) Seção 1 Pág. 17/18 Ministério da Educação FUNDO NACONAL DE DESENVOLVMENTO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA EDITAIS DE CULTURA 2008

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA EDITAIS DE CULTURA 2008 Seleção Pública de Projetos na área de Audiovisual/ Implantação e Programação de Espaços de Exibição Cinematográfica Utilizando Tecnologia Digital e Analógica Chamada pública nº 0002/2008 O ESTADO DO RIO

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA PETROBRAS CULTURAL MINAS GERAIS EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO GERAL

SELEÇÃO PÚBLICA PETROBRAS CULTURAL MINAS GERAIS EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO GERAL SELEÇÃO PÚBLICA PETROBRAS CULTURAL MINAS GERAIS EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO GERAL 1. OBJETO Este regulamento estabelece as regras gerais da Seleção Pública Petrobras Cultural Minas Gerais Edição 2014. São

Leia mais

EDITAL DE PROJETOS FUNDAÇÃO APERAM ACESITA 2015 REGULAMENTO GERAL

EDITAL DE PROJETOS FUNDAÇÃO APERAM ACESITA 2015 REGULAMENTO GERAL EDITAL DE PROJETOS FUNDAÇÃO APERAM ACESITA 2015 REGULAMENTO GERAL 1. INTRODUÇÃO 1.1 Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação na quarta edição do Edital de Projetos da

Leia mais

3. DOS ITENS FINANCIÁVEIS

3. DOS ITENS FINANCIÁVEIS EDITAL PROPPI Nº 011/2015 EDITAL DO INVENTOR: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS INOVADORES COM GERAÇÃO DE PATENTES O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2014

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2014 CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2014 Maio/2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. DAS ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS PARA APOIO... 6 2. DOS TIPOS DE PROJETO QUE

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 005/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 005/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 005/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Estudos de Cultura Contemporânea CEDEC, entidade privada sem fins lucrativos,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.438, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006. Texto compilado Dispõe sobre incentivos e benefícios para fomentar as atividades de caráter

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 9, DE 2 DE MARÇO DE 2011 (*) Estabelece os procedimentos a serem adotados para aquisição de materiais e bens e contratação

Leia mais

EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE

EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE O Presidente da Fundação Nacional de Artes - Funarte, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V artigo 14 do Estatuto aprovado pelo

Leia mais

ISEE. Apresentação Lei de Incentivo ao Esporte Lei 11438/06. Fonte: Ministério do Esporte

ISEE. Apresentação Lei de Incentivo ao Esporte Lei 11438/06. Fonte: Ministério do Esporte ISEE Apresentação Lei de Incentivo ao Esporte Lei 11438/06 2011 Introdução - A Lei de Incentivo ao Esporte prevê a possibilidade de PF e PJ destinarem uma parcela do imposto de renda devido em benefício

Leia mais

CARTA TÉCNICA CERTIFICADO DE ENTIDADE BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CEBAS ÁREA: ASSISTÊNCIA SOCIAL

CARTA TÉCNICA CERTIFICADO DE ENTIDADE BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CEBAS ÁREA: ASSISTÊNCIA SOCIAL CARTA TÉCNICA CERTIFICADO DE ENTIDADE BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CEBAS ÁREA: ASSISTÊNCIA SOCIAL ENTIDADES ABRANGIDAS: Entidades que atuam na área de assistência social (Art. 18 da Lei nº 12.101/2009)

Leia mais

1.3 Público Alvo / Instituições Elegíveis Instituições Públicas de Ensino Superior que possuam Programas de Pós-Graduação recomendados pela Capes.

1.3 Público Alvo / Instituições Elegíveis Instituições Públicas de Ensino Superior que possuam Programas de Pós-Graduação recomendados pela Capes. DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS Coordenação-Geral de Programas Estratégicos Coordenação de Programas Especiais EDITAL N 0 27/2010 - PRÓ-EQUIPAMENTOS INSTITUCIONAL A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO

EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA - MCT e a FUNDAÇÃO DE APOIO A CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO - FAPES tornam público

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL EDITAL DE LICITAÇÃO nº 002/2012 TOMADA DE PREÇOS PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS E PRESTAÇÕES DE CONTAS NA GESTÃO DE PROJETOS A CBHb, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada

Leia mais

EDITAL 001/2015 RENOVAÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2016 ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

EDITAL 001/2015 RENOVAÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2016 ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL 001/2015 RENOVAÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2016 ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL O - CSCJ, CNPJ 00 060 046/0005-20 situado à Rua Joaquim Pereira, 656 Centro - na cidade de Porto

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA No 94, DE 05 DE DEZEMBRO DE 2002

INSTRUÇÃO NORMATIVA No 94, DE 05 DE DEZEMBRO DE 2002 INSTRUÇÃO NORMATIVA No 94, DE 05 DE DEZEMBRO DE 2002 Dispõe sobre a especificação de atos integrantes da Tabela de Preços dos Serviços prestados pelos órgãos do Sistema Nacional de Registro de Empresas

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. As presentes disposições visam regulamentar o Programa Parceiros em Ação, instituído pela Área de Responsabilidade Social do BANCO

Leia mais

EDITAL 02/2015 EDITAL DE CONCESSÃO DO AUXÍLIO EVENTOS

EDITAL 02/2015 EDITAL DE CONCESSÃO DO AUXÍLIO EVENTOS EDITAL 02/2015 EDITAL DE CONCESSÃO DO AUXÍLIO EVENTOS A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), por meio da Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social (PROSIS) torna público o presente EDITAL

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.438, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006. Dispõe sobre incentivos e benefícios para fomentar as atividades de caráter desportivo e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 7 DE 23 DE ABRIL DE 2010

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 7 DE 23 DE ABRIL DE 2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 7 DE 23 DE ABRIL DE 2010 Estabelece as normas para que os Municípios, Estados e o Distrito Federal

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) CARTA CONVITE Nº: 008/2013. São Paulo, 04 de junho de 2.013. Processo n.º 042-05/2013 Tipo: MENOR PREÇO Firma: A/C: E-mail: Convidamos a referida empresa a apresentar proposta para atendimento do objeto

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.438, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte

Leia mais