GERENCIAMENTO DA TAXA DE CORROSÃO POR CUPONS POR PERDA DE MASSA CUPONNET. Elcione Simor PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GERENCIAMENTO DA TAXA DE CORROSÃO POR CUPONS POR PERDA DE MASSA CUPONNET. Elcione Simor PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS"

Transcrição

1 GERENCIAMENTO DA TAXA DE CORROSÃO POR CUPONS POR PERDA DE MASSA CUPONNET Elcione Simor PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS André Pereira Novais INFOTEC CONSULTORIA & PLANEJAMENTO 6 COTEQ Conferência sobre Tecnologia de Equipamentos 22 CONBRASCORR Congresso Brasileiro de Corrosão Salvador Bahia 19 a 21 de agosto de 2002 As informações e opiniões contidas neste trabalho são de exclusiva responsabilidade do (s) autor (es)

2 SINÓPSE Descrição da implantação do software de gerenciamento da taxa de corrosão obtida através da técnica de monitoração por cupons de perda de massa, denominado CupomNet, desenvolvido para controlar o processo de monitoração interna dos sistemas de produção e escoamento de petróleo na bacia de Campos. Desenvolvido no final de 2000, além do aprimoramento de recursos em relação a versões anteriores, o CupomNet teve como objetivo principal facilitar o acesso aos usuários e clientes de unidades offshore e órgãos externos do sistema PETROBRAS. A técnica de monitoração por cupons teve seu início na Bacia de Campos em Naquela época, todo o controle era feito manualmente em formulários apropriados. Em 1988 foi desenvolvida a primeira versão informatizada, porém era um aplicativo monousuário (não disponível em rede) que gerava uma série de relatórios com dados apenas quantitativos que eram enviados, via malote, para as plataformas e órgãos externos. Já em 1996 uma nova versão em foi preparada. Gerava gráficos de corrosão e atendia aos requisitos mínimos de rede, abrangendo apenas o setor de inspeção na Bacia de Campos, porém o acesso em plataformas offshore era muito lento e às vezes impossível. Com o aumento significativo do número de pontos de monitoração (cerca de 1000) em função do crescimento da UN-BC e da implantação da Nova Filosofia da Monitoração, recentemente implantada, fez-se necessário a criação de um sistema multiusuário que permitisse o gerenciamento das informações por vários administradores. O CupomNet hoje atende a essa necessidade de maneira eficaz, visto que permite o acesso por vário clientes simultaneamente em qualquer unidade do sistema PETROBRAS, seja terra ou Mar. Outra característica fundamental é com relação a segurança da informação. O sistema dispõe de mecanismos que garantem o controle de acesso e disponibilidade das informações 24 horas por dia e 7 dias por semana além de serviço de backup diário. O CupomNet atende ao processo de monitoração por cupons em 31 plataformas, incluindo: controle de estoque, manutenção e movimentação dos equipamentos, gerenciamento da produtividade, geração de BM Boletins de Medição, consultas e gráficos diversos. O CupomNet interage com outros aplicativos da PETROBRAS e dispõe de um sistema de alerta que dispara uma mensagem eletrônica ( ) aos responsáveis quando é registrada uma corrosão considerada alta ou severa¹. Esse dispositivo agilizou as tomadas de decisões e recomendações técnicas, visto que o grande número de pontos dificultava o acompanhamento e avaliações pelos Técnicos. Palavras Chaves: Monitoração da corrosão, Cupom de corrosão, Monitoração por cupom, Taxa de corrosão, Cupom por perda de massa.

3 1. INTRODUÇÃO A monitoração da corrosão por cupons de perda de massa é uma técnica amplamente utilizada na avaliação dos processos de deterioração dos sistemas de produção de petróleo. Essa técnica consiste basicamente na avaliação da taxa de corrosão determinada através de perda de massa sofrida por cupons provadores de corrosão. Os cupons de corrosão são pequenas chapas em aço carbono (figura 1) que são introduzidos nas tubulações e dutos em operação por meio de equipamentos especiais denominados conjunto recuperador e válvula (figura 2). A taxa de corrosão esta relacionada com a vida útil da parte do sistema que está sendo monitorada. Isso confere a capacidade de relaciona-la com os custos de capital e de operação dos sistemas tais como: reparos, substituições, perda de produção e danos ambientais. O mecanismo de corrosão deve ser determinado de maneira que os fatores de controle da taxa possam ser isolados e controlados. Isso pode requerer vários tipos de análises físicas e químicas, observações e medições, junto com um rigoroso diagnóstico da interpretação dos resultados. Todo o processo desde a preparação dos cupons, tratamento dos dados até o controle das informações pode ser simples quando se trata de poucas unidades e pontos a serem monitorados. No entanto, quando esse número é muito grande, que é o caso da Bacia de Campos (31 plataformas e aproximadamente 1000 pontos), estas tarefas exigem muita dedicação e um tempo elevado de trabalho, ocupando por vezes muitos profissionais.

4 2. GERENCIAMENTO DAS INFORMAÇÕES O CupomNet gerencia as seguintes informações: Cadastramento de pontos de monitoração O ponto de monitoração é cadastrado a partir da definição da unidade e sistema ao qual se deseja monitorar. Esse cadastramento gera automaticamente uma codificação que define o sistema e o número do ponto (Ex.: = Produção de óleo - ponto 02). A tela de cadastramento permite ainda o preenchimento de: Determinação do tempo de exposição dos cupons, localização física do ponto, dados de operação (pressão, temperatura, vazão, etc.), documentações de referência (isométricos, fluxogramas), imagens, características de instalação e observações. Troca de pontos de cupom A troca de ponto de cupom é registrada em duas etapas, na instalação, quando é definido os valores de massa inicial dos cupons e na retirada quando é medida a massa final. Além da taxa de corrosão definida pela diferença de massa ², registra-se ainda o tipo de monitoração (corrosão ou incrustação), tipo de cupom instalado (retangular, tangencial, Etc.). O sistema calcula automaticamente o tempo de exposição do cupom e a taxa de corrosão ² classificando-a qualitativamente¹ em: baixa, moderada, alta ou severa¹, conforme padrão NACE Standard RP-0775/87. No momento da classificação, caso a taxa seja considerada Alta ou Severa¹ o sistema aciona o mecanismo de alerta disparando uma mensagem eletrónica ( ) com um link para o gráfico de corrosão do ponto afetado. Controle de Serviços Esse módulo foi desenvolvido para controlar a produtividade dos serviços executados pelas várias equipes contratadas. Simultaneamente cada equipe pode informar diretamente ao sistema suas tarefas realizadas facilitando o fechamento do BM Boletim de Medição dos serviços executados mensalmente. Controle de Materiais O módulo de materiais é divido em controle de estoque e movimentação de equipamentos. O controle de estoque refere-se a materiais (peças, sobressalentes) utilizados na manutenção e equipamentos e ferramentas utilizados nos serviços diários. A movimentação de equipamentos tem como objetivo permitir ao usuário saber, a qualquer instante, onde se encontra cada equipamento utilizado para troca de cupons (terra, plataforma ou em transito).

5 Tabelas de Apoio Para facilitar a customização e parametrização do sistema, existem diversas tabelas de apoio onde são definidas informações necessárias, tais como: Unidades Inspecionadas (Plataformas), Sistemas, Tipo de Cupom, Tipo de Haste, Tipo de Tomada, Geratriz, Imagens, etc. Um ponto interessante desse sistema é que as imagens (fotos e desenhos digitalizados) são gravadas no próprio banco de dados, permitindo um fácil controle do acesso a essa facilidade. Somente os administradores do sistema tem acesso a esse módulo. Cadastro de Usuários O sistema permite o cadastramento de usuários bem como a atribuições de permissões autorizados pelo gestor do sistema. Consultas Esse módulo permite a geração de várias consultas que visam facilitar o gerenciamento das informações e contribuir nas tomadas de decisão e na elaboração dos Relatórios de Avaliação da Corrosividade. As principais são: a) Gráfico de Monitoração Elabora um gráfico (figura 3) das Taxas de Corrosão ² em mm/ano (eixo x) ao longo de um período de tempo determinado (eixo y), comparando-as com a análise qualitativa¹. b) Gráfico de Intervenção - Elabora um gráfico de linha calculando as intervenções previstas e realizadas mensalmente. c) Corrosão É uma consulta em camadas, a primeira camada retorna a maior taxa de corrosão para cada unidade, selecionada a unidade, a camada seguinte retorna a maior taxa para cada sistema, selecionado o sistema, retorna a maior taxa de cada ponto do sistema e por fim a consulta gera um Gráfico de Monitoração referente ao ponto selecionado. d) Tipo Cupom Determina o tipo e quantidade de cupons a serem enviados a cada unidade programada. e) Cupons Vencidos Visualiza o tempo de exposição atual comparando com o estipulado para cada unidade. As unidades são agrupadas por Ativos (área geográfica) em cores distintas que definem a proximidade das plataformas. Essa consulta auxilia na programação de embarques e transbordos das equipes de troca de cupons. f) Haste Calcula o comprimento da haste de fixação do cupom a ser utilizada em função do alcance que se deseja obter dentro da tubulação (topo, meio ou fundo conforme Figura 4). g) Formulário de Intervenção Esse formulário tem como objetivo auxiliar a equipe de troca de cupons oferecendo as informações necessárias para a localização do ponto na unidade, informações de operação do sistema, características da linha, necessidades ou não de andaimes, dados dos cupons a serem retirados, e campos em branco para preenchimento manual dos cupons a serem instalados. 3. CONCLUSÃO

6 O CupomNet é um software de gerenciamento da taxa de corrosão obtida através da técnica de monitoração por cupons de perda de massa, desenvolvido em ambiente web (intranet) para controlar o processo de monitoração interna dos sistemas de produção e escoamento de petróleo na bacia de Campos. Trata-se de um sistema multiusuário que permite o uso simultâneo por vários administradores. A utilização desse recurso se fez fundamentalmente necessária para atender a demanda em função do grande número de pontos de monitoração (cerca de 1000) distribuídos por 31 plataformas. Sem esse sistema o trabalho seria seriamente comprometido pela falta de um controle eficaz. 4. REFERÊNCIAS 1) Classificação qualitativa das taxas de corrosão para sistemas em campos de produção de petróleo, segundo NACE RP 0775/87. Baixa < 0,025 mm/ano. Moderada 0,025 ~ 0,126 mm/ano. Alta Severa 0,127 ~ 0,254 mm/ano. > 0,254 mm/ano. 2) Cálculo da taxa de corrosão - determinar a perda de massa do cupom e dividir pelo produto da densidade do metal pela área total exposta (incluindo as bordas) e tempo de exposição, para obter a taxa de corrosão. As áreas cobertas pelo suporte do cupom e isoladores devem ser excluídas. Pode ser usada a seguinte fórmula para calcular a taxa de corrosão. T = Dm x 365 x 1.000; Std onde: T = Taxa de corrosão (mm/ano). Dm= Perda de massa (g). S = Área da superfície do cupom exposta (mm 2 ). d = Densidade (g/cm 3 ). t = tempo FIGURAS

7 FIGURA 1 FIGURA 2

8 FIGURA 3 FIGURA 4

Software. Gerenciamento de Manutenção

Software. Gerenciamento de Manutenção Software Gerenciamento de Manutenção Importância de um Software de Manutenção Atualmente o departamento de manutenção das empresas, como todos outros departamentos, necessita prestar contas de sua atuação

Leia mais

Optiview Dermatologia Software Sistema Especialista para Dermatologistas

Optiview Dermatologia Software Sistema Especialista para Dermatologistas Optiview, software médico, sistema para dermatologia, captura de imagens médicas, sistema médico, gerenciamento de clínicas médicas, laudo médico, imagem médica, dermatologia, congresso médico, duosistem,

Leia mais

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO. Rua Maestro Cardim, 354 - cj. 121 CEP 01323-001 - São Paulo - SP (11) 3266-2096

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO. Rua Maestro Cardim, 354 - cj. 121 CEP 01323-001 - São Paulo - SP (11) 3266-2096 TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Índice Geral Antes de Começar 2 Procedimento de Instalação 3 Exportar dados para o 8 Acesso ao 10 Ordens de Serviço no 11 Solicitações de Serviço no 17 Folhas de Inspeção no 19 Importar

Leia mais

Gestão eletrônica do cadastro de corretora de valores

Gestão eletrônica do cadastro de corretora de valores Gestão eletrônica do cadastro de corretora de valores 1. INTRODUÇÃO As corretoras de valores devem armazenar todos os documentos cadastrais de seus clientes para ter acesso a esse material quando necessário.

Leia mais

15 Computador, projeto e manufatura

15 Computador, projeto e manufatura A U A UL LA Computador, projeto e manufatura Um problema Depois de pronto o desenho de uma peça ou objeto, de que maneira ele é utilizado na fabricação? Parte da resposta está na Aula 2, que aborda as

Leia mais

CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO

CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO 3.1 PLANO DE MANUTENÇÃO CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO O Plano de Manutenção é composto pelas oito ferramentas abaixo representadas. É feito via web, pelo software Leankeep. 3.2 SOFTWARE O software, a

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

EFICIÊNCIA DE LEITOS CONVENCIONAIS DE ÂNODOS VERSUS LEITOS EM POÇO VERTICAL PROFUNDO PARA PROTEÇÃO CATÓDICA DE TUBULAÇÕES EM PLANTAS PETROQUÍMICAS

EFICIÊNCIA DE LEITOS CONVENCIONAIS DE ÂNODOS VERSUS LEITOS EM POÇO VERTICAL PROFUNDO PARA PROTEÇÃO CATÓDICA DE TUBULAÇÕES EM PLANTAS PETROQUÍMICAS EFICIÊNCIA DE LEITOS CONVENCIONAIS DE ÂNODOS VERSUS LEITOS EM POÇO VERTICAL PROFUNDO PARA PROTEÇÃO CATÓDICA DE TUBULAÇÕES EM PLANTAS PETROQUÍMICAS UMA EXPERIÊNCIA PRÁTICA Luciano Pereira da Silva Francisco

Leia mais

DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas

DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas DÉDALO é um sistema de informações especialista, concebido e desenvolvido para automatizar, integrar e dar suporte aos principais processos utilizados

Leia mais

PETRÓLEO E GÁS. Os serviços da Cugnier abrangem:

PETRÓLEO E GÁS. Os serviços da Cugnier abrangem: PETRÓLEO E GÁS Os serviços da Cugnier abrangem: PETRÓLEO E GÁS A Cugnier está credenciada junto à estatal Petrobras através do CRCC (Certificado de Registro e Classificação Cadastral), possuindo aprovação

Leia mais

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais...

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... Software www.imagecomnet.com.br Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... A Empresa A Imagecom, uma empresa conceituada no ramo

Leia mais

DataDoc 4.0 Sistema de Gestão de Arquivos. Características do Sistema

DataDoc 4.0 Sistema de Gestão de Arquivos. Características do Sistema DataDoc 4.0 Sistema de Gestão de Arquivos O software DataDoc 4.0 tem como finalidade automatizar a gestão de acervos documentais, englobando todas as fases da documentação. Totalmente desenvolvido em plataforma

Leia mais

CORROSÃO E PROTEÇÃO CATÓDICA DE TUBULAÇÕES ENTERRADAS E TANQUES EM PLANTAS INDUSTRIAIS

CORROSÃO E PROTEÇÃO CATÓDICA DE TUBULAÇÕES ENTERRADAS E TANQUES EM PLANTAS INDUSTRIAIS CORROSÃO E PROTEÇÃO CATÓDICA DE TUBULAÇÕES ENTERRADAS E TANQUES EM PLANTAS INDUSTRIAIS Eng o Luiz Paulo Gomes Diretor da IEC-Instalações e Engenharia de Corrosão Ltda LPgomes@iecengenharia.com.br 21 2159

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE CONDIÇÕES CLIMÁTICAS

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE CONDIÇÕES CLIMÁTICAS SISTEMA DE MONITORAMENTO DE CONDIÇÕES CLIMÁTICAS SUMÁRIO 1 Introdução...5 2 Sistema de monitoramento climático Ressonare...7 2.1 A rede de monitoramento...8 2.2 A coleta, o armazenamento e o acesso aos

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS

IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS CICLO DE VIDA DE PROJETOS (viabilidade até a entrega / iniciação ao encerramento) RELEVÂNCIA SOBRE AS AREAS DE CONHECIMENTO FATORES IMPACTANTES EM PROJETOS

Leia mais

Curso Básico Sistema EMBI

Curso Básico Sistema EMBI Curso Básico Sistema EMBI Módulo Atendentes e Administradores Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste trabalho pode ser reproduzida em qualquer forma por qualquer meio gráfico, eletrônico ou

Leia mais

Tecnologia e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS

Tecnologia e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS Características Design inovador Controle de acesso Permite criar usuários com senhas podendo-se definir no sistema quais as funcionalidades cada

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo 1. OBJETO ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 047/2013 TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa para a prestação de serviço de gerenciamento de campanhas de comunicação e marketing via correio eletrônico,

Leia mais

ABB reduz custos operacionais e centraliza informações contábeis e fiscais com a implementação de solução de ECM/GED da SML Brasil

ABB reduz custos operacionais e centraliza informações contábeis e fiscais com a implementação de solução de ECM/GED da SML Brasil Indústria ABB reduz custos operacionais e centraliza informações contábeis e fiscais com a implementação de solução de ECM/GED da SML Brasil CLIENTE V I S Ã O G E R A L Asea Brown Boveri ABB Site: www.new.abb.com/br

Leia mais

SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS

SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS TRUsimplicity TM MEDIÇÃO MAIS FÁCIL E RÁPIDA PORTÁTIL E SEM SUPORTE. MOVIMENTAÇÃO LIVRE AO REDOR DA PEÇA USO FACILITADO. INSTALAÇÃO EM

Leia mais

MANUAL RASTREAMENTO 2013

MANUAL RASTREAMENTO 2013 MANUAL RASTREAMENTO 2013 Visão Geral O menu geral é o principal módulo do sistema. Através do visão geral é possível acessar as seguintes rotinas do sistema: Sumário, localização, trajetos, últimos registros.

Leia mais

Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX

Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX 1. Resumo Executivo Disponibilizar acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) da CELEPAR, baseado nas

Leia mais

Após a análise dos manuais apresentados, especificamente o manual

Após a análise dos manuais apresentados, especificamente o manual Item / Subitem 3. Integração 3.3. 4. Workflow 4.9. A solução deve permitir que cada processo de trabalho tenha SLAs gerais e SLAs individuais; 8. Gerenciamento de Incidentes 8.1. ESPECIFICAÇÃO A solução

Leia mais

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html Novos Cursos O SENAI criou 40 novos cursos a distância, sendo 10 cursos

Leia mais

O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA

O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA PRÁTICA 1) TÍTULO O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA 2) DESCRIÇÃO DA PRÁTICA - limite de 8 (oito) páginas: A Ouvidoria da Caixa, responsável pelo atendimento, registro,

Leia mais

Sistema SpeedTAXI. Diminuir o tempo de despacho dos veículos realizando o processo de forma automática.

Sistema SpeedTAXI. Diminuir o tempo de despacho dos veículos realizando o processo de forma automática. OBJETIVO: Diminuir o tempo de despacho dos veículos realizando o processo de forma automática. REQUISITOS: Utilização da plataforma de comunicação MOTOTRBO (rádio digital Motorola DGM4100 com GPS); Instalação

Leia mais

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE CELULAR X COMPUTADOR Atualmente, o Celular roubou a cena dos computadores caseiros e estão muito mais presentes na vida dos Brasileiros. APLICATIVO PARA CELULAR O nosso aplicativo para celular funciona

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Sua empresa ainda desmonta equipamentos industriais para avaliação de suas condições internas?

Sua empresa ainda desmonta equipamentos industriais para avaliação de suas condições internas? Sua empresa ainda desmonta equipamentos industriais para avaliação de suas condições internas? Reduza custos: Para garantir a durabilidade dos equipamentos, ações de manutenção preditiva e preventiva se

Leia mais

APRESENTAÇÃO TMS FROTA

APRESENTAÇÃO TMS FROTA TMS FROTA QUATRO DIFERENCIAIS EXCLUSIVOS DESTAQUES OPERAÇÃO DE HUB MULTI TRECHO, INTEGRADO À CONFERÊNCIA DE FRETES DASHBOARD DINÂMICO E PLANILHA DINÂMICA COM VISÃO EM CUBO NATIVOS NA VERSÃO STANDARD TOTALMENTE

Leia mais

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER 1. INTRODUÇÃO Este Manual de Aplicação do GS-Super demonstra passo a passo o procedimento correto para aplicação do material bem como os cuidados necessários

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades 1 Interagir com seus clientes por variados meios de contato, criando uma visão unificada do relacionamento e reduzindo custos. Essa é a missão do TACTIUM ecrm. As soluções

Leia mais

Pag: 1/20. SGI Manual. Controle de Padrões

Pag: 1/20. SGI Manual. Controle de Padrões Pag: 1/20 SGI Manual Controle de Padrões Pag: 2/20 Sumário 1 Introdução...3 2 Cadastros Básicos...5 2.1 Grandezas...5 2.2 Instrumentos (Classificação de Padrões)...6 3 Padrões...9 3.1 Padrão Interno...9

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval Automação Industrial Indústria O Tecnólogo em Automação Industrial é um profissional a serviço da modernização das técnicas de produção utilizadas no setor industrial, atuando na execução de projetos,

Leia mais

1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp)

1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp) SUMÁRIO 1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp)... 3 2 REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA... 4 3 ACESSO AO SISTEMA (ATORES: TRANSPES/ CLIENTE)... 5 4 PRIMEIROS PASSOS (CADASTROS)... 7 4.1 Cadastros de

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção Curso de Engenharia de Produção Manutenção dos Sistemas de Produção Introdução: Existe uma grande variedade de denominações das formas de atuação da manutenção, isto provoca certa confusão em relação aos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico de Técnico

Leia mais

Sistema de Mídia Digital

Sistema de Mídia Digital Sistema de Mídia Digital Sistema completo para gestão de conteúdo informativo, entretenimento e publicidade para diversos ramos mercadológicos: Supermercados; Ônibus; Academias; Shoppings; Universidades;

Leia mais

PROCEDIMENTO Cadastro de Produtos. Café com Arte Móveis

PROCEDIMENTO Cadastro de Produtos. Café com Arte Móveis Cadastro de Produtos Café com Arte Móveis Valinhos, 22 de Abril de 2015 Versão: 1.0 Página 1 de 28 Alliati Soluções em TI. Controle de Alteração do Procedimento Versão Observações Responsável Data 1.0

Leia mais

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2014 ERRATA Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS. Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar

Leia mais

Manual do Utilizador. Portal dos Jurisdicionados Cadastro

Manual do Utilizador. Portal dos Jurisdicionados Cadastro Manual do Utilizador Portal dos Jurisdicionados Cadastro TCM/PA 2015 1. CONDIÇÕES DE ACESSO O acesso ao Portal dos Jurisidicionados Cadastro é feito, exclusivamente, com o uso de certificação digital,

Leia mais

CAPITULO I DO OBJETIVO

CAPITULO I DO OBJETIVO MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS RESOLUÇÃO N o 144, DE 10 DE JULHO DE 2012 (Publicada no D.O.U em 04/09/2012) Estabelece diretrizes para implementação da Política Nacional

Leia mais

Portal de Periódicos Capes

Portal de Periódicos Capes Portal de Periódicos Capes www.periodicos.capes.gov.br/ O que é o Portal de Periódicos? A maior biblioteca virtual de informação científica do mundo: Mais de 36.000 títulos de revistas acadêmicas (periódicos)

Leia mais

MÓDULO 5 Movimentações

MÓDULO 5 Movimentações MÓDULO 5 Movimentações Bem-vindo(a) ao quinto módulo do curso. Agora que você já conhece as entradas no HÓRUS, aprenderá como são feitas as movimentações. As movimentações do HÓRUS são: Requisição ao Almoxarifado:

Leia mais

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente Documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma organização seja ela privada ou pública, esses documentos em sua maioria são parte do seu patrimônio. A Gestão

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 019/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 019/2014 Salvador, Bahia Sexta-Feira 21 de novembro de 2014 Ano XCIX N o 21.577 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 019/2014 Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, sobre a realização

Leia mais

CompuStream Representação

CompuStream Representação Por Maximilian Immo Orm Gorissen Gerenciamento dos técnicos de campo Uma visão estratégica do business intelligence associado às operações de serviço a produtos. Nos últimos anos, o conceito de atendimento

Leia mais

Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET. Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde

Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET. Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde Responsável: Hernandes Pires do Reis Consultor da Divisão de Manutenção e Suporte a Sistemas Endereço:

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO

INFORMAÇÕES GERAIS INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELATIVAS À IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS SUSPEITAS DE CONTAMINAÇÃO E CONTAMINADAS POR SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO ESTADO DE MINAS GERAIS INFORMAÇÕES GERAIS A FEAM - Fundação Estadual do

Leia mais

Tutorial Portal Prestador. Módulo Oficina

Tutorial Portal Prestador. Módulo Oficina Tutorial Portal Prestador Módulo Oficina V.7 08/2014 1 - Após o cadastro, a oficina receberá um e-mail: Primeiro Acesso que irá informar o link de acesso, usuário e senha temporária. A senha temporária

Leia mais

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4. Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5 Por: Fabio Pozzebon Soares Página 1 de 11 Sistema ProJuris é um conjunto de componentes 100% Web, nativamente integrados, e que possuem interface com vários idiomas,

Leia mais

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 SUMÁRIO Questão 1 - Valor dos eventos de atenção à saúde, por grupo e origem... 4 Questão 2 Quantitativo e valor dos eventos de atenção à saúde por prestador...

Leia mais

Software para Controle Estatístico do Processo (CEP)

Software para Controle Estatístico do Processo (CEP) Software para Controle Estatístico do Processo (CEP) A FERRAMENTA CEP: "CEP é uma poderosa ferramenta de monitoramento e controle dos parâmetros vitais de processo e de produto, objetivando buscar a estabilização

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA SICOM - CONTABILIDADE

ORIENTAÇÃO TÉCNICA SICOM - CONTABILIDADE ORIENTAÇÃO TÉCNICA SICOM - CONTABILIDADE O principal objetivo do SICOM é exercer um controle concomitante dos atos e fatos realizados nas administrações públicas, criando condições para identificar de

Leia mais

Manual de Usuário Versão 3.0

Manual de Usuário Versão 3.0 Manual de Usuário Versão 3.0 Objetivo Este Manual de Usuário é destinado a todos os usuários do website VisionLink que necessitam monitorar localização, horímetro e condições vitais do equipamento: Clientes

Leia mais

1 INTRODUÇÃO. 1.2 Novo modelo operacional do Sistema do Cadastro Único

1 INTRODUÇÃO. 1.2 Novo modelo operacional do Sistema do Cadastro Único Instrução Operacional nº 35 SENARC/MDS Brasília, 15 de abril de 2010. Assunto: Divulga as orientações necessárias para a solicitação de cadastramento de usuários municipais no novo sistema de Cadastro

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Renda de Cidadania QUESTIONÁRIO SOBRE A ATUAÇÃO DAS INSTÂNCIAS DE CONTROLE SOCIAL DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA - ICS MANUAL DE

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI SERVICE DESK MANAGER SDM Manual do Sistema - DPOI Conteúdo SERVICE DESK MANAGER SDM... 1 Manual do Sistema - DPOI... 1 INTRODUÇÃO... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 OPÇÕES DO SISTEMA... 6 SISTEMA... 7 Pesquisar

Leia mais

Padronize sua atividade de arrecadação com

Padronize sua atividade de arrecadação com Padronize sua atividade de arrecadação com ATM Eu Penso ATM é um software que funciona totalmente na internet, disponível pra você com pagamento de mensalidade muito acessível ou outras modalidades de

Leia mais

Apresentação Comercial

Apresentação Comercial Apresentação Comercial Quem Somos O HANT é uma vertical da empresa NDDigital, com foco em desenvolver soluções através de software e serviços direcionados a atender a cadeia de compra das empresas, desde

Leia mais

Passos para teste de boletos pré-produção

Passos para teste de boletos pré-produção Passos para teste de boletos pré-produção Os passos citados abaixo apenas poderão ser efetuados após a homologação dos boletos junto ao banco. Este processo é realizado pela MTI e liberado à empresa que

Leia mais

Obrigado por adquirir o FOCUS 10!

Obrigado por adquirir o FOCUS 10! Obrigado por adquirir o FOCUS 10! Somos do setor de apoio à implantação do software de Gestão Óptica - Focus 10. Daremos todo o suporte remoto, para os primeiros dos muito importantes passos a serem dados

Leia mais

A FORMAÇÃO DA CAMADA PROTETORA DE MAGNETITA EM CALDEIRA

A FORMAÇÃO DA CAMADA PROTETORA DE MAGNETITA EM CALDEIRA A FORMAÇÃO DA CAMADA PROTETORA DE MAGNETITA EM CALDEIRA Antonio Sergio Barbosa Neves CONSUCAL -CONSULTORIA QUÍMICA PARA CALDEIRAS S/C LTDA asbneves@cwaynet.com.br 6 COTEQ Conferência sobre Tecnologia de

Leia mais

1. DOTPROJECT. 1.2. Tela Inicial

1. DOTPROJECT. 1.2. Tela Inicial 1 1. DOTPROJECT O dotproject é um software livre de gerenciamento de projetos, que com um conjunto simples de funcionalidades e características, o tornam um software indicado para implementação da Gestão

Leia mais

GERENCIAMENTO DE MODIFICAÇÕES

GERENCIAMENTO DE MODIFICAÇÕES GERENCIAMENTO DE MODIFICAÇÕES 1. OBJETIVO O Gerenciamento de Modificações consiste em prover um procedimento ordenado e sistemático de análise dos possíveis riscos introduzidos por modificações, de identificação

Leia mais

Tecnologia gerando valor para a sua clínica.

Tecnologia gerando valor para a sua clínica. Aumente a eficiência de seu negócio O sclínica é a ferramenta ideal para a gestão de clínicas de diagnóstico. Desenvolvido a partir das necessidades específicas deste mercado, oferece uma interface inteligente,

Leia mais

Almox Express Especificação de Requisitos

Almox Express Especificação de Requisitos 1. Introdução Almox Express Especificação de Requisitos Este documento descreve um sistema de gerenciamento de almoxarifado, denominado de Almox Express, a ser desenvolvido por um grupo de estudo. Nele

Leia mais

ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente

ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente Conceito ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente O Sagres Diário é uma ferramenta que disponibiliza rotinas que facilitam a comunicação entre a comunidade Docente e Discente de uma instituição,

Leia mais

Planejamento de Manutenção e Fiscalização de Obras Industriais, Gestão de Materiais, Inventário de Estoques e Bens Patrimoniais.

Planejamento de Manutenção e Fiscalização de Obras Industriais, Gestão de Materiais, Inventário de Estoques e Bens Patrimoniais. Planejamento de Manutenção e Fiscalização de Obras Industriais, Gestão de Materiais, Inventário de Estoques e Bens Patrimoniais. Quem Somos A MDS soluções é uma prestadora de serviços que procura apoiar

Leia mais

Pontos alterados na Política Comercial

Pontos alterados na Política Comercial POLÍTICA COMERCIAL VIGENTE VERSÃO 1.1 POLÍTICA COMERCIAL REVISADA 2 DISTRIBUIDORES de Market Data BM&FBOVESPA DISTRIBUIDOR de market data é qualquer organização que distribui o Market Data BM&FBOVESPA.

Leia mais

Pontos alterados na Política Comercial

Pontos alterados na Política Comercial POLÍTICA COMERCIAL VIGENTE VERSÃO 1.1 POLÍTICA COMERCIAL REVISADA 2 DISTRIBUIDORES de Market Data BM&FBOVESPA DISTRIBUIDOR de market data é qualquer organização que distribui o Market Data BM&FBOVESPA.

Leia mais

Call Center Sistema de Atendimento ao Cliente (CRM)

Call Center Sistema de Atendimento ao Cliente (CRM) Call Center Sistema de Atendimento ao Cliente (CRM) Apresentação O software de CRM permite a gestão do relacionamento com o público, seja pessoa física ou jurídica, clientes ou não. A partir dele, é possível

Leia mais

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução SCIM 1.0 Guia Rápido Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal Introdução Nesta Edição O sistema de Controle Interno administra o questionário que será usado no chek-list

Leia mais

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios Introdução Geral Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações Relatórios Deslocamentos e paradas Velocidade Telemetria Acessos Falhas de comunicação Cadastro Cliente Subcliente

Leia mais

Figura 1 Taxas de transmissão entre as redes

Figura 1 Taxas de transmissão entre as redes Conceitos de Redes Locais A função básica de uma rede local (LAN) é permitir a distribuição da informação e a automatização das funções de negócio de uma organização. As principais aplicações que requerem

Leia mais

Anote aqui as informações necessárias:

Anote aqui as informações necessárias: banco de mídias Anote aqui as informações necessárias: URL E-mail Senha Sumário Instruções de uso Cadastro Login Página principal Abrir arquivos Área de trabalho Refine sua pesquisa Menu superior Fazer

Leia mais

INSPEÇÃO BASEADA EM RISCO SEGUNDO API 581 APLICAÇÃO DO API-RBI SOFTWARE

INSPEÇÃO BASEADA EM RISCO SEGUNDO API 581 APLICAÇÃO DO API-RBI SOFTWARE INSPEÇÃO BASEADA EM RISCO SEGUNDO API 581 APLICAÇÃO DO API-RBI SOFTWARE Carlos Bruno Eckstein PETROBRAS/CENPES/PDEAB/Engenharia Básica de Equipamentos Edneu Jatkoski PETROBRAS/REPLAN/MI/Inspeção de Equipamentos

Leia mais

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3.

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3. OGX Procedimento de Gestão PG.SMS.004 Denominação: Gestão de Mudanças SUMÁRIO Este procedimento estabelece as condições que permitam identificar, avaliar e controlar os riscos inerentes as mudanças, desde

Leia mais

Manual do usuário. Acesso ao GEFAU

Manual do usuário. Acesso ao GEFAU Manual do usuário Acesso ao GEFAU Fev/2015 GEFAU PORTAL DO EMPREENDEDOR Conteúdo Introdução... 2 1. Acesso ao GEFAU... 3 2. Cadastro de empreendimentos... 5 2.1. Consulta aos empreendimentos do usuário...

Leia mais

A solução INFOTRÂNSITO abrange sistemas web multiplataformas, podendo ser instalados em ambientes Linux, Windows e Apple.

A solução INFOTRÂNSITO abrange sistemas web multiplataformas, podendo ser instalados em ambientes Linux, Windows e Apple. INFOTRÂNSITO A plataforma INFOTRÂNSITO emprega tecnologias inovadoras para garantir ao poder público um gerenciamento eficaz da operação do trânsito nos grandes centros urbanos. A partir da coleta, em

Leia mais

Portal de Memória Técnica

Portal de Memória Técnica Portal de Memória Técnica 1. INTRODUÇÃO A atividade de consultoria é valorizada devido à vasta experiência em diversos cenários e culturas. Muitas vezes o serviço ou produto é o mesmo, no entanto a prática

Leia mais

Sistema RH1000. Gestão de Pessoas por Competências. Foco em Resultados. Ohl Braga Desenvolvimento Empresarial desde 1987. Atualizado em 01Set2015 1

Sistema RH1000. Gestão de Pessoas por Competências. Foco em Resultados. Ohl Braga Desenvolvimento Empresarial desde 1987. Atualizado em 01Set2015 1 Sistema RH1000 Gestão de Pessoas por Competências Foco em Resultados Ohl Braga Desenvolvimento Empresarial desde 1987 Atualizado em 01Set2015 1 Implantação do RH de Resultados (RHR ) Solução Completa Metodologia

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Curso Avançado Sistema EMBI

Curso Avançado Sistema EMBI Curso Avançado Sistema EMBI Módulo Atendentes e Administradores Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste trabalho pode ser reproduzida em qualquer forma por qualquer meio gráfico, eletrônico ou

Leia mais

Procedimento de anexação de peças e envio

Procedimento de anexação de peças e envio 2014 Manual prático de Ajuizamento de Petições Intercorrentes Portal Processual Eletrônico Procedimento de anexação de peças e envio Orientações gerais para anexar arquivos e enviar petições intercorrentes

Leia mais

Mobility Gestão Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009

Mobility Gestão Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009 Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009 O Mobility Gestão é um software de retaguarda para o segmento de Varejo, visando o controle total do estoque e movimentações de venda. Desenvolvido para trabalhar

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

Manual técnico, versão V3

Manual técnico, versão V3 cccccccccccc Manual técnico, versão V3 Daxis Sistemas Inteligentes Todos os direitos reservados Índice Overview: visão geral do processo de implantação... 3 Atenção... 3 Principais tarefas... 3 Planejamento...

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

Manual de Usuário INDICE

Manual de Usuário INDICE Manual de Usuário INDICE Características do Sistema... 02 Características Operacionais... 03 Realizando o Login... 04 Menu Tarifador... 05 Menu Relatórios... 06 Menu Ferramentas... 27 Menu Monitor... 30

Leia mais

Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista.

Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista. Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista. Introdução Software Assurance Windows Vista Trazendo uma série de novas ofertas para maximizar o seu investimento, o Software

Leia mais

MANUTENÇÃO PREDITIVA 13.12.11

MANUTENÇÃO PREDITIVA 13.12.11 1 MANUTENÇÃO PREDITIVA conceito 2 É aquela que indica as condições reais de funcionamento das máquinas com base em dados que informam o seu desgaste ou processo de degradação. objetivos 3 determinar, antecipadamente,

Leia mais

MEDIÇÃO VIRTUAL DE PRESSÃO POR MEIO DE REDES NEURAIS ATRAVÉS DO PI ACE

MEDIÇÃO VIRTUAL DE PRESSÃO POR MEIO DE REDES NEURAIS ATRAVÉS DO PI ACE Seminário Regional OSIsoft do Brasil 2010 São Paulo, Brasil MEDIÇÃO VIRTUAL DE PRESSÃO POR MEIO DE REDES NEURAIS ATRAVÉS DO PI ACE 28 de Outubro de 2010 André Paulo Ferreira Machado PETROBRAS Empowering

Leia mais

Aumentando a Confiabilidade em Sistemas de Descoqueamento

Aumentando a Confiabilidade em Sistemas de Descoqueamento Aumentando a Confiabilidade em Sistemas de Descoqueamento Guilherme Rodrigues Coking.com Rio August 6, 2009 Desafios impostos aos usuários Orçamento Orçamentos operacionais enxugados Operacional Custos

Leia mais

gestão eletrônica do sistema da qualidade: uma ferramenta para o Coordenador da Qualidade A gestão eletrônica QUALIDADE QUALIDADE PROJETOS SAC

gestão eletrônica do sistema da qualidade: uma ferramenta para o Coordenador da Qualidade A gestão eletrônica QUALIDADE QUALIDADE PROJETOS SAC TECNOLOGIA WEB QUALIDADE SAC 1 QUALIDADE A gestão eletrônica gestão eletrônica do sistema da qualidade: uma ferramenta para o Coordenador da 2 1 Apresentação do Sistema O AUTODOC é um software para Web

Leia mais