CERTIDÕES UNIFICADAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CERTIDÕES UNIFICADAS"

Transcrição

1 CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação

2 Sumário LISTA DE FIGURAS APRESENTAÇÃO INICIANDO O SISTEMA E TELA DE ENTRADA MENU PEDIDO Gerar pedido Alterar pedido Confirmar entrega de pedido Histórico dos pedidos MENU CERTIDÕES Emitir certidões Reimprimir certidões Registrar uso de folhas-espelho Informar perda de folhas-espelho Upload de certidões MENU ACESSO Trocar senha Sair

3 Lista de figuras FIGURA 1: TELA DE ENTRADA NO SISTEMA PEDINDO A IDENTIFICAÇÃO DO USUÁRIO FIGURA 2: TELA PARA DEFINIR O CARTÓRIO, EXIBIDA APÓS FAZER LOGON NO SISTEMA FIGURA 3: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO BUSCAR FIGURA 4: IMAGEM DA TELA INICIAL COM AS OPÇÕES DO SISTEMA FIGURA 5: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO ESQUECI MINHA SENHA FIGURA 6: IMAGEM DA TELA INICIAL DE GERAR PEDIDO... 8 FIGURA 7: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO GERAR REQUERIMENTO DE ENTREGA FIGURA 8: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO CRIAR FIGURA 9: IMAGEM DA TELA DE BLOQUEIO DE GERAR PEDIDO, REGRA DOS 50% FIGURA 10: IMAGEM DA TELA INICIAL DE ALTERAR PEDIDOS FIGURA 11: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO EDITAR FIGURA 12: IMAGEM DA TELA INICIAL DE CONFIRMAÇÃO DE PEDIDO FIGURA 13: IMAGEM DA TELA APÓS CLICAR NO BOTÃO HISTÓRICO DO PEDIDO FIGURA 14: IMAGEM DA TELA INICIAL DE EMITIR CERTIDÃO FIGURA 15: IMAGEM DO FORMULÁRIO DA FIGURA 14 PREENCHIDO FIGURA 16: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO PREENCHER CERTIDÃO FIGURA 17: IMAGEM DA TELA DO FORMULÁRIO DA CERTIDÃO DE NASCIMENTO PREENCHIDA FIGURA 18: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO IMPRIMIR FIGURA 19: IMAGEM DO ARQUIVO PDF DA CERTIDÃO FIGURA 20: IMAGEM DA TELA DE IMPRESSÃO DA CERTIDÃO FIGURA 21: IMAGEM DA TELA INICIAL DE REIMPRIMIR CERTIDÕES FIGURA 22: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO PARA PESQUISAR CERTIDÃO FIGURA 23: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO ÍCONE PARA REIMPRIMIR UMA CERTIDÃO FIGURA 24: IMAGEM DA TELA INICIAL PARA REGISTRAR USO FIGURA 25: IMAGEM EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO INCLUIR INFORMANDO O SUCESSO FIGURA 26: IMAGEM DA TELA INICIAL PARA INFORMAR PERDA FIGURA 27: IMAGEM DA TELA DE SUCESSO DA INFORMAÇÃO DA PERDA, EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO INCLUIR FIGURA 28: IMAGEM DA TELA INICIAL PARA FAZER UPLOAD DE CERTIDÕES FIGURA 29: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO ESCOLHER FIGURA 30: IMAGEM DA TELA MOSTRANDO OS ARQUIVOS XML ESCOLHIDOS FIGURA 31: IMAGEM DA TELA EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO CARREGAR FIGURA 32: IMAGEM EXIBIDA APÓS CLICAR NO BOTÃO PROCESSAR FIGURA 33: IMAGEM DA TELA INICIAL PARA TROCAR A SENHA FIGURA 34: IMAGEM DA TELA DE SENHA TROCADA COM SUCESSO

4 1. Apresentação Este Sistema será utilizado por cartórios brasileiros com o objetivo de emitir certidões em primeira e segunda via dos tipos: casamento, nascimento e óbito. Através dele, serão registradas as utilizações das folhas-espelho produzidas na Casa da Moeda do Brasil. O Sistema possibilita as seguintes ações: Gerar, alterar, confirmar entregar e consultar o histórico de pedidos de folhasespelho; Emitir, reimprimir, registrar uso, informar perda e executar upload de certidões. Nas seções deste documento serão detalhadas estas ações. 3

5 2. Iniciando o Sistema e tela de entrada - Certificar-se de estar conectado à internet; - Digitar no navegador o endereço Será exibida a tela mostrada na Figura 1. Figura 1: Tela de entrada no Sistema pedindo a identificação do usuário. - Digitar o CPF no campo "Login"; - Digitar a senha recebida por no campo Senha ; - Clicar no botão "Logar" e Aguardar. Se o CPF estiver associado a mais de um cartório, será exibida a tela mostrada na Figura 2. Caso contrário, será exibida a tela mostrada na Figura 4. 4

6 Figura 2: Tela para definir o cartório, exibida após fazer logon no sistema. Na tela Definir cartório, mostrada na Figura 2, existe uma tabela onde, além dos cartórios, serão exibidas as seguintes opções: Campo com o nome Buscar por onde deverá ser definido o tipo de busca, existindo três possíveis: CPF, CNPJ e CNS; Campo para ser digitado o valor desejado correspondente ao tipo de busca selecionado; Botão Buscar, que executa a busca de acordo com as informações alimentadas nos campos anteriores resultando em uma nova lista de cartórios. Botão Exibir Todos, que exibe a lista de todos os cartórios relacionados ao CPF do Preposto logado. - Digitar o CNS do cartório desejado no campo de busca; - Clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Buscar. Será exibida a tela mostrada na Figura 3. 5

7 Figura 3: Imagem da tela exibida após clicar no botão Buscar. - Para definir o cartório, clicar com o botão esquerdo do mouse no sinal +, localizado na última coluna da tabela, na linha do cartório desejado, conforme exibido na Figura 3. Será exibida a tela mostrada na Figura 4. Figura 4: Imagem da Tela inicial com as opções do Sistema. 6

8 - Caso tenha esquecido a senha, clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Esqueci minha senha (veja Figura 1) Será exibida a tela mostrada na figura 5. Figura 5: Imagem da tela exibida após clicar no botão Esqueci minha senha. - Na tela mostrada na Figura 5, digitar o CPF que foi previamente cadastrado; - Clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Enviar. Será enviado para o associado ao CPF uma nova senha para acessar o sistema. Notas: a) Caso o browser escolhido seja o navegador Internet Explorer, este deverá ser o da versão 8.0 ou superior. As versões anteriores a estas não atendem aos requisitos do sistema, acarretando problemas na exibição das telas e nas operações realizadas. b) Recomenda-se utilizar sempre a última versão do browser disponível no momento da primeira entrada no Sistema (seja ele qual for). 7

9 3. Menu Pedido O menu Pedido, localizado na página inicial do Sistema, possui os seguintes submenus: Gerar, Alterar, Confirmar Entrega e Histórico do Pedido. Nas próximas seções serão detalhadas cada uma destas ações. - Passar o ponteiro do mouse sobre o menu Pedido para exibir os sub-menus relacionados. Os sub-menus irão aparecer automaticamente Gerar pedido - Para gerar um pedido, clicar com o botão esquerdo do mouse no sub-menu Gerar do menu Pedido. Será exibida a tela mostrada na Figura 6. Figura 6: Imagem da tela inicial de gerar pedido. 8

10 A imagem da Figura 6 mostra o formulário de Gerar Pedido, com os seguintes campos: Campo Quantidade, onde deve ser digitado o número de folhas-espelho do pedido (deve ser múltiplo de duzentos e cinqüenta); Caixa de seleção, onde deve ser escolhida a categoria do documento a ser impresso. No momento existe apenas a opção Certidão Única ; Botão Gerar Requerimento de Entrega ; Botão Voltar utilizado para voltar à tela anterior. - Para gerar o requerimento de entrega (pedido), digitar o valor numérico da quantidade de folhas-espelho desejada no campo Quantidade ; Atenção: O valor deve ser suficiente para atender a demanda anual da serventia para todos os tipos de registro civil, tanto para primeira quanto para segunda via. - Clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Gerar Requerimento de Entrega O sistema calculará automaticamente as entregas com suas respectivas datas e quantidades de seu pedido, e exibirá tais informações na tela como mostrado na Figura 7. Figura 7: Imagem da tela exibida após clicar no botão Gerar Requerimento de Entrega. 9

11 A Figura 7 mostra uma tabela com as informações do pedido onde dois itens podem ser alterados: Data prevista de entrega do pedido e Tipo de entrega. - Para alterar (antecipar ou atrasar) a Data prevista de entrega do pedido, clicar com o botão esquerdo do mouse na nova data desejada do calendário exibido; Atenção: A data mínima é de 15 dias após a data corrente. Se a nova data prevista for inferior a 30 dias, o tipo de entrega passa a ser emergencial e estará sujeita à cobrança de frete. - Para alterar o Tipo de entrega, abrir a lista com o botão esquerdo do mouse e selecionar a opção desejada (normal ou emergencial); - Conferir todas as informações do requerimento; - Clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Criar, para concluir a geração. Será exibida uma imagem semelhante à mostrada na Figura 8. Figura 8: Imagem da tela exibida após clicar no botão Criar. A Figura 8 mostra a tela após finalizar a geração do requerimento de entrega. Esta apresenta uma mensagem abaixo dos menus principais do programa: Sucesso! Pedido criado.. 10

12 Caso o cartório tenha requerimentos anteriores com menos de 50% de uso ou de perda registrados no Sistema, será apresentada uma mensagem informando que o mesmo está bloqueado na regra dos 50% de uso. Neste caso, ele estará impedido de gerar um novo pedido e será exibida uma tela semelhante a da Figura 9. Figura 9: Imagem da tela de bloqueio de gerar pedido, regra dos 50%. Notas: a) Depois de gerado, um pedido tem até 24 horas para ser alterado ou cancelado pelo usuário. Após este período, o Sistema confirma automaticamente o pedido que não poderá mais sofrer alterações. b) Os requerimentos de entrega ainda não confirmados podem ser alterados ou cancelados. c) Os requerimentos de entrega são automaticamente confirmados no 29º dia anterior à data de entrega prevista no caso de uma entrega normal, ou 15 dias no caso de uma entrega emergencial. 11

13 3.2. Alterar pedido - Para alterar pedidos, clicar com o botão esquerdo do mouse no sub-menu Alterar do menu Pedido. Será exibida a tela mostrada na Figura 10. Figura 10: Imagem da tela inicial de alterar pedidos. A Figura 10 mostra uma tabela com todos os pedidos planejados (pedidos não confirmados) passíveis de alteração, além das seguintes opções: Um botão para cada pedido na coluna Editar : Possibilita a edição do pedido localizado na mesma linha que o botão. Ao clicar neste botão, será exibida uma tela semelhante à mostrada na Figura 11; Um botão para cada pedido na coluna Cancelar - Possibilita o cancelamento do pedido da mesma linha que o botão. Ao clicar neste botão, o pedido será cancelado e surgirá na tela a mensagem: Sucesso, pedido cancelado. ; Botão Voltar Ao clicar neste botão, você voltará à tela anterior. 12

14 Figura 11: Imagem da tela exibida após clicar no botão Editar. A Figura 11 mostra a imagem da tela após clicar no botão para editar o pedido. Ela exibe as informações do requerimento de entrega, permite que seja alterada a data prevista (abre um calendário para seleção), e o tipo de entrega. Além disto, esta tela permite as seguintes opções: Botão Salvar Clicar neste botão para gravar as alterações realizadas no pedido em edição; Botão Voltar Clicar neste botão para voltar à tela anterior. Notas: a) Pedidos não confirmados (planejados) não poderão ter sua quantidade de folhasespelho alterada. b) O procedimento recomendado para alterar a quantidade de folhas-espelho de um pedido é cancelar e gerar outro com a quantidade desejada. c) Dependendo da quantidade de folhas-espelho desejada, mais de um requerimento de entrega poderá ser gerado. d) No pedido já confirmado, apenas os requerimentos de entrega planejados para este poderão ter suas datas previstas alteradas. 13

15 3.3. Confirmar entrega de pedido Após as embalagens com as folhas-espelho chegarem ao cartório, o preposto deverá informar, através desta opção, o recebimento. Somente depois de realizado este procedimento elas estarão disponíveis para uso do respectivo cartório. - Para confirmar a entrega do pedido, clicar com o botão esquerdo do mouse no submenu Confirmar do menu Pedido. Será exibida a tela mostrada na Figura 12. Figura 12: Imagem da tela inicial de confirmação de pedido. A Figura 12 exibe a tabela com os requerimentos dos pedidos. Na última coluna, de nome Confirmar Entrega, existe uma caixa de seleção na linha de cada requerimento. - Selecionar os requerimentos de entrega desejados; - Conferir se as informações do requerimento selecionado são iguais as da embalagem recebida, em especial as colunas N o Pedido, N o Requerimento e N o Embalagem ; 14

16 - Clicar no botão Salvar Notas: a) O recebimento do requerimento de entrega deverá ser confirmado pelo cartório em até 120 dias corridos após a data de envio pela CMB. b) Caso o recebimento do requerimento de entrega não seja confirmado dentro do prazo acima, o cartório ficará bloqueado para todas as ações no Sistema e será permitido apenas o acesso ao sub-menu Confirmar Entrega do menu Pedido Histórico dos pedidos - Para visualizar o histórico dos pedidos, clicar com o botão esquerdo do mouse no submenu Histórico do Pedido do menu Pedido. Será exibida a tela mostrada na Figura 13. Figura 13: Imagem da tela após clicar no botão Histórico do Pedido. A Figura 13 exibe, somente para consulta, o histórico dos pedidos, apresentando em forma de tabela todos os pedidos do cartório no status em que se encontram: Planejado, Confirmado, Enviado, Recebido, Em Produção, Embalado, Aguardando Autorização, etc. 15

17 4. Menu Certidões O menu Certidões, localizado na página inicial do Sistema, possui os seguintes submenus: Emitir, Reimprimir, Registrar Uso, Informar Perda e Upload. Nas próximas seções serão detalhados estes sub-menus. - Passar o ponteiro do mouse sobre o menu Certidões para exibir os sub-menus relacionados. Os sub-menus irão aparecer automaticamente Emitir certidões - Para emitir certidões, clicar com o botão esquerdo do mouse no submenu Emitir do menu Certidões. Será exibida a tela mostrada na Figura 14. Figura 14: Imagem da tela inicial de emitir certidão. A Figura 14 exibe um formulário para gerar a matrícula, com os seguintes campos para preenchimento: Categoria da certidão, Número de série, Código Nacional da Serventia, 16

18 Acervo, tipo de serviço prestado, ano do registro, tipo do livro, número do livro, número da folha, número do termo. - No campo para escolher a categoria da certidão, clicar com o botão esquerdo do mouse na seta para expandir a lista de possíveis categorias, e em seguida selecionar uma; - No campo para ser digitado o número de série, digitar um número de série de uma folha-espelho disponível para este cartório; Atenção: O campo denominado Código Nacional já estará preenchido com o Código Nacional da Serventia; - Preencher o campo destinado ao Acervo; - No campo para ser digitado o tipo de serviço prestado, digitar 55 (código do Serviço de Registro Civil das Pessoas Naturais); - Preencher o campo Ano do registro ; - No campo para ser digitado o tipo do livro, digitar o código de acordo com a categoria de certidão selecionada, seguindo a seguinte orientação: 1 - para nascimento, 2 - para casamento, 3 - para registro religioso para fins civis, 4 - para óbito e 5 - para registro de natimortos; - Preencher o campo número do livro ; - Preencher o campo número da folha ; - Preencher o campo número do termo ; 17

19 Figura 15: Imagem do formulário da Figura 14 preenchido. A Figura 15 exibe um exemplo de formulário preenchido de emitir certidão com dados fictícios. - Ao finalizar o preenchimento deste formulário, acionar com o botão esquerdo do mouse o botão Preencher Certidão ; Esta ação abrirá o formulário referente a certidão da categoria selecionada, exibida na Figura 16 - Para retornar a tela anterior, acionar o botão Voltar. 18

20 Figura 16: Imagem da tela exibida após clicar no botão Preencher Certidão. A Figura 16 mostra o formulário da categoria Nascimento (selecionada como exemplo) com os campos em branco. Os campos irão variar de acordo com a categoria selecionada. 19

21 Figura 17: Imagem da tela do formulário da certidão de nascimento preenchida. A Figura 17 exibe o formulário preenchido de uma certidão de nascimento com dados fictícios apenas para exemplificar. 20

22 - Após preencher todos os dados necessários da Certidão (Figura 17), clicar no botão "Imprimir" localizado abaixo da imagem da certidão. Neste momento, o Sistema registrará automaticamente o uso da folha-espelho que foi informada no momento da emissão da certidão. Será exibida uma caixa de diálogo (Figura 18) com opção para salvar ou abrir o arquivo no formato PDF da certidão gerada. Atenção: Para abrir arquivos neste formato, o computador utilizado deverá ter um programa visualizador de PDF instalado, como o Acrobat Reader. Figura 18: Imagem da tela exibida após clicar no botão Imprimir. - Clicar no botão salvar para gravar o arquivo PDF da certidão. Ao abrir este arquivo salvo, será exibida a imagem mostrada na figura

23 Figura 19: Imagem do arquivo PDF da certidão. - Com o arquivo da certidão aberto, utilizar a própria opção do aplicativo para imprimir, teclando o atalho Ctrl + P; Será aberta a tela mostrada na Figura

24 Figura 20: Imagem da tela de impressão da certidão. - Clicar no botão Ok, mostrado na figura 20, para que a certidão seja impressa. Notas: a) Antes de colocar na impressora a folha-espelho, certifique-se que esteja posicionada com a face de impressão no lado correto. Para testar, pegue uma folha A4 em branco e marque um X com a caneta em um lado da folha. Coloque esta folha na impressora e mande imprimir clicando no botão "OK" (Figura 20). Neste teste será possível identificar em qual o lado da folha ficará a impressão. b) É imprescindível verificar se a opção "Dimensionamento de páginas" mostrada na Figura 20 está configurada para "Nenhum". Caso contrário, a impressão não será feita de forma correta na folha-espelho. 23

25 4.2. Reimprimir certidões - Para reimprimir certidões, clicar com o botão esquerdo do mouse no sub-menu Reimprimir do menu Certidões. Será exibida uma tela com um formulário de pesquisa mostrado na Figura 21. Figura 21: Imagem da tela inicial de reimprimir certidões. A pesquisa pode ser feita pelo número de série da folha utilizada, pelo número da matrícula emitida, ou pelo período em que a certidão foi emitida. Mais de um campo pode ser preenchido para que a pesquisa seja mais refinada. - Preencher um ou mais campos para pesquisar. - Clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Pesquisar. Será exibida a imagem mostrada na Figura

26 Figura 22: Imagem da tela exibida após clicar no botão para pesquisar certidão. A Figura 22 exibe o resultado da pesquisa, as certidões que atendem aos critérios da pesquisa serão exibidas na lista abaixo do botão Pesquisar. - Para reimprimir alguma certidão, localizar a certidão desejada e clicar no ícone ao lado com o desenho de uma impressora. - No campo mostrado na figura 22 ( novo número de série ), digitar o número de série da nova folha onde a certidão será impressa - Clicar no ícone ao lado da Certidão desejada com o desenho de uma impressora. Será exibida a tela mostrada na Figura

27 Figura 23: Imagem da tela exibida após clicar no ícone para reimprimir uma certidão. A Figura 23 exibe a janela para salvar o arquivo. A partir deste momento as ações são idênticas as do sub-menu Emitir Certidão, descritas na etapa equivalente da seção 4.1 (Figura 18). São elas: Gravar ou executar o arquivo; Se a escolha anterior foi gravar, abrir o arquivo salvo; Colocar a folha-espelho na impressora; Executar a ação de imprimir no software que está exibindo a certidão. Nota: a) A opção de Reimpressão pode ser usada também para consultar todas as certidões já emitidas por um cartório. Para isto, basta fazer a pesquisa preenchendo apenas os campos data inicial e data final. Na data inicial coloque a data de quando a primeira certidão foi emitida. Na data final coloque a data atual. Dessa forma serão listadas todas as certidões que este cartório já tenha emitido através deste Sistema. 26

28 4.3. Registrar uso de folhas-espelho Esta opção tem o objetivo de registrar o uso das folhas-espelho utilizadas para certidões que não foram emitidas por este Sistema, possibilitando o controle de uso. - Para registrar o uso das folhas-espelho, clicar com o botão esquerdo do mouse no submenu Registrar Uso do menu Certidões. Será exibida a imagem mostrada na Figura 24. Figura 24: Imagem da tela inicial para registrar uso. A Figura 24 exibe o formulário para registrar o uso da certidão, com os seguintes campos para serem preenchidos: Categoria, Número de Série e Número de Matrícula - Selecionar a categoria da certidão; - Preencher o número de série da folha-espelho que foi utilizada para esta categoria; - Preencher a matrícula da certidão que foi emitida na folha-espelho informada. Atenção: A matrícula deve ser informada apenas com números, sem espaços; - Clicar no botão "Incluir" para adicionar a certidão. 27

29 Será exibida a imagem mostrada na Figura 25. Figura 25: Imagem exibida após clicar no botão Incluir informando o sucesso Informar perda de folhas-espelho Esta opção tem o objetivo de possibilitar o controle através do registro no Sistema da perda das folhas-espelho pelos seguintes motivos: Defeitos de fabricação, danos durante o transporte, danos no armazenamento ou impressão mal sucedida. - Para informar perdas de folhas-espelho, clicar com o botão esquerdo do mouse no submenu Informar Perda do menu Certidões. Será exibida a tela mostrada na Figura

30 Figura 26: Imagem da tela inicial para informar perda. Na imagem mostrada na Figura 26, o formulário deverá ser preenchido da seguinte maneira: - Selecionar o motivo da perda; - Preencher o número de série da primeira e da última folha-espelho que foram perdidas pelo motivo selecionado. Atenção: Caso tenha sido uma única, coloque o mesmo número de série nos campos "Nº de Série Inicial" e "Nº de Série Final" ou preencha apenas o campo "Nº de Série Inicial"; - Clicar no botão "Incluir" para adicionar os intervalos das folhas-espelho informadas no formulário. Será exibida a imagem mostrada na Figura

31 Figura 27: Imagem da tela de sucesso da informação da perda, exibida após clicar no botão Incluir Upload de certidões - Para realizar upload de certidões, clicar com o botão esquerdo do mouse no sub-menu Upload do menu Certidões. Será exibida a tela mostrada na Figura

32 Figura 28: Imagem da tela inicial para fazer upload de certidões. Na tela exibida na Figura 28 existem três botões: Escolher - botão para informar ao Sistema qual o arquivo que deseja fazer o upload; Carregar - botão para carregar o arquivo escolhido para fazer upload (carrega todos os escolhidos de uma vez); Cancelar - botão para cancelar o arquivo escolhido para fazer o upload Para fazer o upload do arquivo XML, deve-se seguir o seguinte procedimento: - Clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Escolher. Será exibida a tela mostrada na Figura

33 Figura 29: Imagem da tela exibida após clicar no botão Escolher. A Figura 29 mostra a janela para escolher o arquivo XML que se deseja carregar. - Localizar o arquivo na pasta onde ele se encontra no computador; - Selecionar o arquivo desejado e clicar no botão Abrir. - Repetir os 3 passos anteriores para todos os arquivos que se deseja fazer o upload. A figura 30 exibe a imagem da tela após escolher dois arquivos. 32

34 Figura 30: Imagem da tela mostrando os arquivos XML escolhidos. As duas últimas colunas da tabela correspondem às ações de carregar e cancelar para cada arquivo escolhido. - Certificar-se de que os arquivos escolhidos estão corretos; - Clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Carregar para carregar todos os arquivos ou no botão correspondente a coluna Carregar de cada arquivo para carregá-los individualmente. Será exibida a tela mostrada na Figura

35 Figura 31: Imagem da tela exibida após clicar no botão Carregar. A Figura 31 mostra os arquivos carregados, onde cada arquivo tem um botão associado a coluna Processar. - Para finalizar o upload de cada arquivo, clicar com o botão esquerdo do mouse no botão que corresponde a ação processar. Será exibida a tela mostrada na Figura 32. Figura 32: Imagem exibida após clicar no botão Processar. 34

36 A Figura 32 mostra a tela dos arquivos processados. O Sistema exibe a mensagem informando o registro com sucesso da matrícula (o conteúdo do arquivo). Notas: a) O nome do arquivo XML deve estar no formato: <Número do CNS>_<data da geração (DDMMAA) >_<Hora (HHMMSS) >.XML Por exemplo, um nome de arquivo com número do CNS fictício: _260612_ XML 35

37 5. Menu Acesso O menu Acesso, localizado na página inicial do Sistema, possui os sub-menus: Trocar Senha e Sair. Nas próximas seções serão detalhados estes sub-menus. - Para exibir os sub-menus de Acesso, passar o ponteiro do mouse sobre o mesmo. Os sub-menus relacionados irão aparecer automaticamente Trocar senha - Para trocar a senha, clicar com o botão esquerdo do mouse no sub-menu Trocar Senha do menu Acesso. Será exibida a tela mostrada na Figura 33. Figura 33: Imagem da tela inicial para trocar a senha. - Digitar, como solicitado, a senha atual e a nova senha; - Confirmar a nova senha; - Clicar com o botão esquerdo do mouse no botão Salvar. 36

38 A senha será trocada e será exibida a tela mostrada na Figura 34. Figura 34: Imagem da tela de senha trocada com sucesso Sair Esta opção tem a finalidade de fazer o logoff do sistema, ou seja, desconectar o usuário abrindo uma nova solicitação de conta e senha. Outra forma de fazer o logoff é fechar a janela do navegador. - Para sair do sistema, clicar com o botão esquerdo do mouse no sub-menu Sair do menu Acesso. Para fechar a janela do Sistema (navegador), podem-se adotar dois procedimentos: - Clicar com o botão esquerdo do mouse no X localizado no canto superior direito da janela ou; - Manter pressionada a tecla Alt (lado esquerdo da barra de espaços do teclado), dar um toque na tecla F4 e soltar a tecla Alt. 37

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário CERTIDÕES UNIFICADAS Guia Rápido do Usuário CERTUNI Versão 1.0.0 CASA DA MOEDA DO BRASIL Conteúdo Acessando o Sistema... 3 Alterando Senhas... 3 Encerrando sua Sessão... 4 Gerando Pedido... 4 Alterando

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SUPORTE DA PREFEITURA UNIVERSITÁRIA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SUPORTE Versão 1.0 24/01/2012 1

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL NO FINANCE Finance V10 New 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pela Caixa Econômica... 3 Como efetuar a Conciliação por Extrato

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Diário On-line Apresentação ----------------------------------------------------------------------------------------- 5 Requisitos Básicos

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

Tutorial do módulo Carteira Nacional de Militante

Tutorial do módulo Carteira Nacional de Militante Tutorial do módulo Carteira Nacional de Militante 1. Como iniciar o programa O módulo da Carteira de Militante deve ser acessado através dos seguintes endereços: http://www.pcdob.org.br/redevermelha. É

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 Belém Agosto - 2013 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Identificação Acesso ao Sistema... 4 3. Painel

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio.

Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio. Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio. 1) Logar no Kit Médias Empresas Clicar no ícone Tókio Marine Empresarial, que abrirá a tela de login, veja abaixo. Caso seja o primeiro acesso

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014)

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014) Versão 1.15 Portal StarTISS Portal de Digitação e Envio do Faturamento Manual de Utilização Versão 1.15 (Agosto/2014) Conteúdo 1. CONTATOS... 1 2. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 1 3. ACESSANDO O PORTAL STARTISS...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIFAP MACAPÁ-AP 2013 S U M Á R I O 1 Tela de Login...2 2 Acessando ao submenu cadastro de avaliação

Leia mais

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA Versão 05/05/2015 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 03 VISUALIZANDO A SOLICITAÇÃO... 05 DEMONSTRATIVO DAS VAGAS... 06 DESISTÊNCIA DA REMOÇÃO... 08 IMPRIMIR PROTOCOLO...

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

MANUAL VERSÃO 2.13 1

MANUAL VERSÃO 2.13 1 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. O QUE É O EOL?... 3 2. ACESSANDO O EOL... 3 3. TELA INICIAL... 4 4. EXAMES ADMISSIONAIS... 4 5. MUDANÇA DE FUNÇÃO... 6 6. EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO AO TRABALHO... 7 7. EXAMES

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

MANUAL VERSÃO 2.11 1

MANUAL VERSÃO 2.11 1 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 O QUE É O EOL?... 3 3 ACESSO AO CLIENTE... 3 4 ACESSANDO O EOL... 3 5 TELA INICIAL... 4 6 EXAMES ADMISSIONAIS... 5 7 MUDANÇA DE FUNÇÃO... 7 8 EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO

Leia mais

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento Manual de PRODUÇÃO ONLINE 2 APRESENTAÇÃO A Unimed-Rio desenvolveu seu sistema de Produção Online, criado para facilitar a rotina de atendimento de seus médicos cooperados. Este sistema é composto por dois

Leia mais

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6.

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6. Sumário OBJETIVO... 2 1 ACESSANDO O SISTEMA... 3 2 - TELA PRINCIPAL (Painel de Controle)... 4 3 MÓDULO ETIQUETAS... 4 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS... 7 5 ANEXAR DOCUMENTOS... 15 6 MENU TRÂMITE... 18 6.1 RECEBER

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL Versão 1.3 Sumário 1. ACESSO AO SISTEMA... 3 1.1. Primeiro acesso ao sistema... 3 1.2. Como alterar a senha no primeiro acesso... 4

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Eletron-DS Pedido Eletrônico 1

Eletron-DS Pedido Eletrônico 1 1 2 Eletron-DS Julho / 2010 3 Índice Sistema... 4 Menu Digitar Pedido... 6 Menu Consultar Pedidos... 9 Menu Conexão Fornecedor... 10 4 Sistema Pré-requesitos: - Windows Vista ou Superior; - Acesso a Internet.

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Manual do Usuário. SCA - Sistema de Controle de Acesso

Manual do Usuário. SCA - Sistema de Controle de Acesso Manual do Usuário SCA - Sistema de Controle de Acesso Equipe-documentacao@procergs.rs.gov.br Data: Julho/2012 Este documento foi produzido por Praça dos Açorianos, s/n CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (51)

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET I Sumário 1. Objetivo do Documento... 1 2. Início... 1 3. Cadastro de Pessoa Física... 3 3.1. Preenchimentos Obrigatórios.... 4 3.2. Acesso aos Campos

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

Sistema de Chamados Protega

Sistema de Chamados Protega SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZANDO ACESSO AO SISTEMA DE CHAMADOS... 4 2.1 DETALHES DA PÁGINA INICIAL... 5 3. ABERTURA DE CHAMADO... 6 3.1 DESTACANDO CAMPOS DO FORMULÁRIO... 6 3.2 CAMPOS OBRIGATÓRIOS:...

Leia mais

SUMÁRIO. Faculdade Católica do Tocantins www.catolica-to.edu.br

SUMÁRIO. Faculdade Católica do Tocantins www.catolica-to.edu.br MANUAL DO PORTAL ACADÊMICO Passo a passo do Portal Acadêmico www.catolica-to.edu.br - suporterm@catolica-to.edu.br SUMÁRIO Objetivo Manual do Portal Acadêmico... 03 Navegadores... 03 Endereço Eletrônico

Leia mais

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Acesso WEB 1. Primeiro acesso Para acessar o sistema, abra seu navegador de internet e vá até o site http://sistemart.crmv pr.org.br. Você

Leia mais

Manual para utilização das ferramentas de edição Intranet e Internet.

Manual para utilização das ferramentas de edição Intranet e Internet. Manual para utilização das ferramentas de edição Intranet e Internet. Atualizando os dados da página 1º Passo: O usuário deverá entrar com a sua matrícula e sua senha. A senha é a mesma utilizada para

Leia mais

Instruções para instalação e solicitação da ART. 1 Acesse o site www.creaba.org.br e clique no banner ART Eletrônica 2009 conforme imagem abaixo.

Instruções para instalação e solicitação da ART. 1 Acesse o site www.creaba.org.br e clique no banner ART Eletrônica 2009 conforme imagem abaixo. Instruções para instalação e solicitação da ART 1 Acesse o site www.creaba.org.br e clique no banner ART Eletrônica 2009 conforme imagem abaixo. 2 Para fazer o download, clique em Executar na caixa de

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário SERVIÇO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ARQUIVO CENTRAL Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário Belém Pará Fevereiro 2000 Sumário Introdução... 3 Acesso ao Sistema...

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos DESIG/GPGEM

Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos DESIG/GPGEM Manual do Usuário SFC SISTEMA DE FATURAMENTO CORPORATIVO ECT EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DESIG - DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE GESTÃO Elaborado por Claudimiro José dos Santos Neto Analista

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.0 2010 1 1. INTRODUÇÃO Administradores públicos defrontam-se diariamente com grandes dificuldades para fazer com que processos administrativos, documentos, pareceres e informações

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes 1. COMO ACESSO A PLATAFORMA DE ENSINO?... 2 2. NÃO CONSIGO REALIZAR O MEU CADASTRO NO AMBIENTE VIRTUAL DO MMA.... 4 3. FIZ MEU CADASTRO NO SITE E NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Leia mais

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Departamento de Financiamento e Proteção da Produção Seguro da Agricultura Familiar Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

MANUAL VERSÃO 4.14 0

MANUAL VERSÃO 4.14 0 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 1. O QUE É O EOL?... 2 2. ACESSANDO O EOL... 2 3. TELA INICIAL... 3 4. EXAMES ADMISSIONAIS... 4 5. MUDANÇA DE FUNÇÃO... 7 6. EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO AO TRABALHO... 8 7. EXAMES

Leia mais

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL N / Rev.: Manual 751.1/02 Este documento não deve ser reproduzido sem autorização da FCDL/SC Aprovação: Representante da Direção Ademir Ruschel Elaboração: Supervisor da Qualidade Sílvia Regina Pelicioli

Leia mais

Manual do MySuite. O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes.

Manual do MySuite. O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes. Manual do MySuite O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes. Esta ferramenta visa agilizar e priorizar o suporte técnico, criando um canal de interatividade no

Leia mais

SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0

SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0 SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0 Autoria Cristiane Caldeira Mendes Belo Horizonte 2013 Índice Introdução... 3 Objetivo... 3 Considerações Gerais... 3 Glossário de Ícones, Botões e

Leia mais

e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica

e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica Página1 e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica Manual do Usuário Produzido por Informática Educativa Página2 Índice Nota Fiscal eletrônica... 03 Safeweb e-nota C... 04 Documentos eletrônicos... 08

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP.

PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP. PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP. O objetivo deste manual é orientar os usuários do sistema de Processo Eletrônico a transformar

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

PEDIDOS WEB MANUAL DO USUÁRIO

PEDIDOS WEB MANUAL DO USUÁRIO PEDIDOS WEB MANUAL DO USUÁRIO CONTEÚDO Sobre o site... 2 Segurança -Trocar Senha... 4 Segurança Cadastrarusuários... 5 Configurações Preços... 6 Configurações Dados de Contato... 7 Configurações Assinatura

Leia mais

SAJPG5. Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.3.1-11. Expedientes. Primeiro Grau

SAJPG5. Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.3.1-11. Expedientes. Primeiro Grau SAJPG5 Primeiro Grau Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.3.1-11 Expedientes Novidades da versão 1.3.0-0 a 1.4.1-1 Este documento contém um resumo das alterações e novidades liberadas nas versões 1.3.0-0

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

1ª ETAPA IMPRIMIR LAUDO

1ª ETAPA IMPRIMIR LAUDO PROCEDIMENTOS PARA IMPRESSÃO DOS LAUDOS DE AVALIAÇÃO SÓCIO-ECONÔMICA COM FOTOS EM PDF PARA USO NO SISTEMA DO PROCESSO ELETRÔNICO. Inicialmente digite seu laudo de avaliação conforme modelo padronizado

Leia mais

Acessar a aplicação... 2. Permissões de Acesso... 3

Acessar a aplicação... 2. Permissões de Acesso... 3 Sumário Acessar a aplicação... 2 Permissões de Acesso... 3 Seu Perfil... 3 Criar Conteúdo... 3 Alterar Conteúdo... 5 Administrar artigos... 5 Enviar Arquivo (jpg, gif, doc, pdf)... 6 Manual... 8 Ferramentas

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO

V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO ARGO Internet ARGO.com.br 2013 Sumário 1. Instalação... 2 1.1 Windows... 2 2 Guia de Uso... 5 2.1 Inicialização... 5 2.1.1 Modo Casa... 5 2.1.2 Modo escola... 6 2.2 Cadastro

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 6 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE

EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE 1 Índice 1. Solicitando acesso ao Portal de Fornecedor...3 2. Configurando o acesso ao Portal de Fornecedor...4 3. Acessando o Portal de

Leia mais

Manual do REC. Sistema de Registro de Categorias

Manual do REC. Sistema de Registro de Categorias Manual do REC Sistema de Registro de Categorias (Usuário Externo) Atualizado em Dezembro/2013 Versão 2.0 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 6 2. FLUXO DO SISTEMA... 6 3. AUTENTICAÇÃO... 7 4. VINCULAR REPRESENTANTE/REPRESENTADO...

Leia mais

PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE WEB

PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE WEB PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE WEB PREZADO ASSOCIADO Apresentamos, no texto que se segue uma, orientação quanto à utilização de nosso Ambiente WEB, criado para oferecer facilidade ao nosso associado,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline):

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): Sumário 1 - EDOutletOffline (sem internet):... 1 2 EDOutlet (com internet)... 7 2.1 DIGITANDO AS REFERÊNCIAS:... 9 2.2 IMPORTAÇÃO DE PEDIDOS:... 11 3 ENVIANDO

Leia mais

Como Tirar Sua Primeira Nota

Como Tirar Sua Primeira Nota Como Tirar Sua Primeira Nota Este Tutorial disponibilizado aos usuários do sistema NFS-e BeeWorker, demonstra o passo a passo de como utilizar o sistema para emissão da primeira nota fiscal de serviço.

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha!

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha! 1 ÍNDICE 1. IMPLEMENTAÇÃO 4 1.1 PAINEL DE CONTROLE 4 1.1.1 SENHA 4 1.1.2 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS DO LYNC 5 1.1.3 REDEFINIR SENHA 7 1.1.4 COMPRAR COMPLEMENTOS 9 1.1.5 UPGRADE E DOWNGRADE 10 1.1.5.1 UPGRADE

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

Sistema de Recursos Humanos

Sistema de Recursos Humanos Sistema de Recursos Humanos Projeto 1 O objetivo desse sistema é gerenciar a admissão e a demissão de funcionários. Esse funcionário pode ou não ter dependentes. Esse funcionário está alocado em um departamento

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

CIUCA Manual de Operação Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento)

CIUCA Manual de Operação Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento) Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Cadastro das Instituições e Comissões de Ética no Uso de Animais CIUCA Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento) Versão 1.01 (Módulo I Cadastro)

Leia mais

REMOÇÃO 2015 Versão 10/04/2015

REMOÇÃO 2015 Versão 10/04/2015 Versão 10/04/2015 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 ACESSANDO O SISTEMA... 04 CONSULTA DE VAGAS... 06 CRIAR SOLICITAÇÃO PARA REMOÇÃO 2015... 09 PREENCHENDO A COMARCA/FORO... 10 ALTERANDO A SOLICITAÇÃO CADASTRADA...

Leia mais

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 COMO COMEÇAR... 3 5 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 4 6 CADASTRO DE VEÍCULO... 6 7 ALINHAMENTO...

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1 Manual do Usuário Central de Agendamento Versão 1.1 Maio, 2014 Central de Agendamento Manual de utilização Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Setor: Coordenação de Sistemas - COSIS Histórico de Revisões

Leia mais

Versão 3.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Controla Tudo. Manual do Controla Tudo

Versão 3.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Controla Tudo. Manual do Controla Tudo Versão 3.0 CARBON SYSTEM Manual do Software Controla Tudo Manual do Controla Tudo SOFTWARE PARA CONTROLE DE PONTO VIA IMPRESSÃO DIGITAL OU DÍGITOS Manual do Controla Tudo Versão 3.0 Carbon System Rua Coronel

Leia mais

TUTORIAL GOOGLE DRIVE

TUTORIAL GOOGLE DRIVE TUTORIAL GOOGLE DRIVE Armazenar e compartilhar arquivos ou pastas no google drive. Para compartilhar e armazenar arquivos no google drive é necessário ter uma conta google ou conta no gmail. Após criar

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC SUMÁRIO 1 - Tela de Login...03 2 - Caixa de Entrada...04 3 - Escrever Mensagem...06 4 - Preferências...07 4.1 - Configurações Gerais...07 4.2 - Trocar Senha...07 4.3

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Guia de Utilização. Índice. Sumário. Produção Online 3.0 - Cooperados

Guia de Utilização. Índice. Sumário. Produção Online 3.0 - Cooperados Índice Sumário 1. Apresentação... 2 2. Dúvidas Frequentes... 2 2.1. Não consigo acessar o Produção Online 3.0. O que fazer?... 2 2.2. Qual o meu login e senha de acesso ao Produção Online 3.0?... 2 2.3.

Leia mais