PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL"

Transcrição

1 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL Belo Horizonte 2015

2 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL Projeto Pedagógico elaborado pelo Corpo Docente e Pedagoga do Curso de Tecnologia em Gestão Comercial do Centro Universitário Newton Paiva com objetivo de nortear as práticas pedagógicas. Belo Horizonte 2015

3 ESTRUTURA FORMAL DA INSTITUIÇÃO Presidente do Grupo Splice Antônio Roberto Beldi Reitor João Paulo Beldi Vice-Reitora Juliana Salvador Ferreira de Mello Secretária Geral Jacqueline Guimarães Ribeiro Coordenadora do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas Cássia Resende Diniz Coordenação do Curso de Tecnologia em Gestão Comercial (Contact Center) Coordenação do Curso de Tecnologia em Gestão Comercial (Negócios Automotivos) Coordenação do Curso de Tecnologia em Gestão Comercial (Varejo) Belo Horizonte 2015

4 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 05 2 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Nome do curso Modalidade Regime de Matrícula Forma de Ingresso no Curso Números de Vagas Semestrais Oferecidas Turno (s) de funcionamento Tempo de Integralização Grau Conferido 10 3 SITUAÇÃO LEGAL Ato de criação/autorização Ano/semestre de início do curso Ato de reconhecimento 11 4 CONCEPÇÃO DO CURSO Justificativa Objetivos do curso Perfil do egresso Competências e Habilidades 23 5 ORGANIZAÇÃO CURRICULAR Estrutura do currículo Normas de Graduação 31 6 CONTEÚDOS CURRICULARES Estratégias Metodológicas ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO CURSO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO ENSINO E APRENDIZAGEM 111

5 9 ATENDIMENTO AO DOCENTE E DISCENTE ESTIMULOS A ATIVIDADE ACADÊMICA ELEMENTOS COMPLEMENTARES 123

6 1 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL O Centro Universitário Newton Paiva, instituição tradicional em Minas Gerais, presta serviços na área de Educação Superior ha mais de 40 anos a comunidade acadêmica e a sociedade. Esta instituição de ensino tem como princípio norteador da prática educacional a formação do aluno como cidadão crítico, ético e autônomo, apresentando como premissas básicas o investimento e a solidificação dos três pilares de sustentação do ensino universitário: o Ensino, a Pesquisa e a Extensão. O Centro Universitário Newton Paiva, como uma Instituição de Ensino Superior prima pela excelência na educação e por uma maior aproximação efetiva de seu corpo discente com o mercado de trabalho, tanto no que se refere aos cursos de graduação tradicional, como aos cursos superiores de tecnologia. Proporciona, também, o estreitamento da relação teoria x prática e a ampliação da visão de mundo, resultando, na construção e adoção de um posicionamento profissional crítico e ético, além de capacitar empreendedores, gestores de processos, sejam estes empresariais/ gerenciais ou comunicacionais. O Centro Universitário Newton Paiva constitui-se de três campi, (Carlos Luz, Buritis e Silva Lobo) localizados na região metropolitana de Belo Horizonte/MG onde são oferecidos 38 cursos de graduação, sendo 24 de graduação tradicional, 10 de graduação tecnológica, oferecidos na modalidade presencial, 4 cursos de graduação na modalidade a distância e 14 cursos de pósgraduação lato sensu. O corpo docente e discente conta com vários Centros e Núcleos de Pesquisa e laboratórios específicos para cada curso, incentivando desta maneira a pesquisa e a realização de projetos de extensão. Neste sentido, os trabalhos de todos os cursos e centros a eles relacionados estão inseridos em uma estrutura maior que é a concepção de um projeto universitário. Assim, os projetos pedagógicos de cada curso contemplam aspectos contextualizados a realidade acadêmica e de mercado, indiscutivelmente, mutantes e transformadoras no que tange à busca permanente

7 da construção de competências e potencialidades, em consonância com a missão do Centro Universitário Newton Paiva. Instruir, educar e agregar valores que façam dos alunos, lideranças reconhecidamente transformadoras e preparar a comunidade acadêmica para vencer a complexidade, propiciando dignidade à vida humana. Em 2008, o grupo empresarial SPLICE, empresa paulista que tem sólidas bases fundadas na área da educação, além de outros segmentos econômicos, assume a direção e renova a responsabilidade não só de manter e elevar o nome do Centro Universitário Newton Paiva, como também os valores éticos, a missão e o compromisso com o conhecimento, que sempre pautaram o caminho da Instituição. Em consonância com o PDI , a Instituição passou por uma progressiva expansão da oferta de cursos de graduação. Foram criados os seguintes cursos: Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia Química, Engenharia de Produção, Relações Internacionais, Ciências Biológicas, Arquitetura e Urbanismo, Superior de Tecnologia em Marketing. A partir de 2010 ficou a cargo da coordenação do Programa de Iniciação Cientifica iniciar estudos preliminares para avaliar a possibilidade de implantação de cursos de Pós-graduação stricto sensu. Em 2012, foi apresentado, para apreciação pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o curso de Mestrado profissional em Desenvolvimento e Controle de Produtos Biofarmacêuticos, seguindo a diretriz institucional, e também diretrizes nacionais que elegeram, dentre outras, as áreas de fármacos, ciências da saúde e biotecnologia como prioritárias para o desenvolvimento do Brasil. Em março de 2013 a CAPES divulgou o resultado da avaliação e recomendou o curso de Mestrado Profissional em Desenvolvimento e Controle de Produtos Biofarmacêuticos do Centro Universitário Newton Paiva.

8 Nos últimos anos o Centro Universitário Newton Paiva manteve sua política institucional para a graduação, contemplando a expansão e a diversidade de seus cursos. Apoiados em projetos pedagógicos modernos e flexíveis, e definidos a partir de uma criteriosa análise das necessidades e demandas educacionais regionais, os cursos criados e implantados no período atraíram e mantiveram uma clientela adequada, o que permite ao Centro Universitário Newton Paiva ostentar um desempenho acima das médias verifi+cadas para o sistema nacional de ensino superior. Além dos cursos de graduação, o Centro vem ofertando cursos de pósgraduação lato sensu em diversas áreas, procurando focar nos interesses dos concluintes da graduação, visando assim estimular a continuidade de sua formação acadêmico-profissional, bem como para atender à demanda da comunidade externa. Coerente com as políticas institucionais constantes em seu PDI, a extensão Universitária, ao lado do ensino de graduação e de pós-graduação, teve a oportunidade de redirecionar programas e projetos, de forma a articular ações que pudessem interagir as diversas áreas de conhecimento. Além disso, tendo em vista às orientações a partir da implantação do SINAES, a extensão vem sendo conduzida a se tornar cada vez mais parte integrante das atividades de ensino e pesquisa. Essa integração tem como objetivo a busca por programas que envolvam várias áreas, de forma a proporcionar ao aluno uma visão multidisciplinar, que contribua para o entendimento da importância do papel de cada profissional, na realização de ações que busquem a transformação e o crescimento da sociedade.

9 2 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 2.1 Nome do curso Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial: Contact Center Negócios Automotivos Varejo 2.2 Modalidade Presencial 2.3 Regime de matrícula O sistema de matrícula no Centro Universitário Newton Paiva é semestral dividido em quatro módulos. O aluno poderá elaborar a sua estrutura de horário semestral matriculando-se em seu curso de origem e também em outros cursos, sempre que houver equivalência entre as disciplinas dos eixos comuns, conforme o Regimento de Matrícula da Instituição. 2.4 Forma de ingresso ao curso Vestibular foi elaborado com foco na tendência contemporânea de avaliação por competência. Representa um avanço na construção de uma universidade mais crítica, reflexiva, aberta a novos tempos e a novos paradigmas. Por isso, o Processo Seletivo não é um fim, é um meio que possibilitará desenvolver nos cursos, de forma estratégica, inovadora e pragmática, as competências que proporcionarão a evolução sustentável do acadêmico do Centro Universitário Newton Paiva.

10 Transferência Externa: é a opção oferecida aos universitários de outras instituições de ensino superior que desejarem fazer parte do Centro Universitário Newton Paiva. Reopção de curso: a reopção possibilita aos acadêmicos da Newton Paiva mudarem de curso e/ou turno dentro da própria instituição. Pré-requisitos: mínimo de 300 horas/aulas cumpridas reopção do turno da noite para o da manhã; da manhã para a tarde e reopção de cursos da manhã para a manhã; mínimo de 600 horas/aulas cumpridas reopção do turno da manhã para o da noite; da tarde para a manhã e reopção de cursos da noite para a noite; observar o limite mínimo de carga horária no quadro de oferta de vagas. Obtenção de novo título: obtenção de novo título é um recurso destinado aos graduados que primam pela educação continuada. Melhorar o currículo, agregar valor e ampliar o campo no mercado de trabalho são algumas das vantagens dessa opção. 2.5 Números de vagas semestrais oferecidas Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Contact Center) 120 vagas semestrais (turno: manhã/noite). Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial - (Negócios Automotivos) 55 vagas semestrais (turno: noite). Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Varejo) - 55 vagas semestrais (turno: noite). 2.6 Turno (s) de funcionamento Manhã e Noite

11 2.7 Tempo de Integralização Prazo mínimo de matrícula efetiva na instituição para conclusão do curso em 04 semestres - 02 anos. 2.8 Grau conferido Tecnólogo 3 SITUAÇÃO LEGAL 3.1 Ato de criação/autorização Ato de autorização Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Contact Center) - Autorizado pelo Decreto nº 10/CONSEP/06 de 27 de setembro de 2006 Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Negócios Automotivos) Autorizado pelo Decreto nº 10/CONSEP/06 de 27 de setembro de Resolução nº 1/CONSEPE/07 de 22 de janeiro de Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Varejo) Resolução 01/CONSEPE/07 de 22 de janeiro de Ano/semestre de início do curso Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Contact Center) Primeiro semestre de Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Negócios Automotivos) - Primeiro semestre de 2007.

12 Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Varejo) Segundo semestre de Ato de Reconhecimento Portaria 70 de 04 de fevereiro de 2011, data de expedição 07 de fevereiro de 2011

13 4 CONCEPÇÃO DO CURSO 4.1 Justificativa O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial do Centro Universitário Newton Paiva vem atender a uma demanda de mercado, visto que o Estado de Minas Gerais detém o terceiro maior parque industrial do País e o segundo maior polo têxtil e automotivo brasileiro, com crescente número de empresas no segmento de comunicação, prestação de serviços e comércio. A estrutura curricular está focada nas transações comerciais, o Tecnólogo em Gestão Comercial presta-se à organização atendendo as diversas formas de intervenção, por esse motivo, o Centro Universitário Newton Paiva atende as linhas de formação de Contact Center, Negócios Automotivos e Varejo em qualquer setor. As condições de viabilidade econômico-financeiro-tributária, relacionamento com o cliente, planejamento, operação e controle da comercialização (compra e venda) de bens e serviços, logística (armazenagem e distribuição física de mercadorias), Pós Vendas, princípios da qualidade, atua no processo operacional e atualização de sistemas de informações comerciais que promovem maior rentabilidade e flexibilidade na comercialização. Diante deste cenário, o curso de Tecnologia em Gestão Comercial insere nas diretrizes curriculares, contemplando as orientações constantes no Catálogo Nacional dos Cursos Tecnológicos. Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Negócios Automotivos) O curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial, com foco em Negócios Automotivos, surge da carência de profissionais qualificados para a atuação no mercado automotivo. De acordo com os dados publicados pelo Centro de Políticas Sociais do Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) - Censo de 2000 constatou-se que existe um universo de 17 milhões de brasileiros com idade entre 15 e 65 anos e que apenas 5,3 milhões de brasileiros têm formação superior.

14 Dados fornecidos pelo IBGE, em 2006, no segmento do comércio de veículos, peças e motocicletas haviam empregados distribuídos em estabelecimentos com receita de revenda. Nessa perspectiva, o Centro Universitário Newton Paiva, consciente de sua responsabilidade social quanto à contribuição no âmbito da Educação, percebeu a importância de sua atuação para a formação do profissional com qualificações para atender a essa carência. Assim, essa Instituição tornou-se pioneira ao oferecer este curso no Estado inicialmente na modalidade presencial e posteriormente, também na modalidade à distância. O estado de Minas Gerais possui o segundo maior parque industrial de autopeças do país e abriga uma das maiores montadoras de automóveis do Brasil, a Fiat Automóveis, que ocupa hoje, um lugar de destaque na estratégia global da empresa e é um dos principais grupos industriais do País. A montadora Fiat representa 20% do total de vendas de automóveis da Fiat Auto no mundo. Instalada em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, desde Com investimentos na ordem de R$ 5 bilhões até 2010, a Fiat Automóveis prepara-se para consolidar uma capacidade de produção de 800 mil veículos por ano, o que a torna uma das maiores fábricas de automóveis do mundo. Em 2007, o faturamento da Fiat foi de R$ 22,7 bilhões, 39,6% maior que o obtido no ano anterior, refletindo o maior volume de vendas no mercado brasileiro. A maior empresa do Grupo Fiat no Brasil fechou o ano com veículos emplacados. Já as exportações atingiram cerca de unidades. O Brasil é o principal mercado da empresa, depois da Itália, e sedia também a maior fábrica de automóveis do grupo fora do seu país e conta com aproximadamente 300 empresas fornecedoras de componentes e autopeças. Atualmente, a Fiat opera em ritmo de produção diária de 3000 carros, em três turnos. São cerca de empregados diretos. (Fonte: site Fiat). Além dos dados acima citados, outro argumento importante, a pertinência do curso de Tecnologia em Gestão Comercial Negócios Automotivos, existe

15 também o fato de Minas sediar a fábrica de utilitários e caminhões da marca IVECO, situada em Sete Lagoas, a 80 km de Belo Horizonte, bem como a fábrica de automóveis da marca Mercedes Benz, situada em Juiz de Fora, distante a 278 km da Capital. Da produção anual de veículos no Brasil, quase 10% são comercializados em Minas Gerais, através dos 580 concessionários de todas as marcas, nacionais e importadas com cerca de 18 mil empregos e responde por 12% da arrecadação estadual de ICMS. (Fonte Sincodiv-MG) Segundo dados do Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de Minas Gerais - SINDIREPA, existem empresas reparadoras no estado de Minas, das quais estão na Capital. A Nova Configuração da Cadeia Automotiva Brasileira da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP), divulgada em 2002, aponta Minas Gerais na segunda posição, com a participação de 11% das plantas das empresas de acordo com o Desempenho do Setor de Autopeças de 2007 do SINDIPEÇAS e apresenta um parque fabril diversificado produzindo 60% das autopeças necessárias para a montagem de um veículo. Responde por 14,2% dos empregos e concentra 8% das atividades de projetos de produtos do setor no Brasil Além disso, em Minas Gerais, circula a segunda maior frota do país, com veículos, até 2005 (fonte PRODEMGE) Toda essa explanação, ratifica a importância de propiciar o desenvolvimento da capacidade empreendedora do acadêmico atuante no mercado automotivo, bem como a todos aqueles que almejam ingressar nesse segmento, proporcionando a inserção, permanência ou novas perspectivas profissionais, como preceitua o Artigo I da Resolução CNE/CP 3, de 18 de dezembro de Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Varejo)

16 As mudanças no comércio varejista foram muitas: evolução tecnológica, regulamentação dos direitos dos consumidores, redução do analfabetismo, ampliação do consumo na classe C, maior participação das mulheres no mercado de trabalho. As crianças passaram também a opinar na hora da compra. Os clientes mudaram seus conceitos e preferências, valorizando a qualidade de vida. Tornando-se atentos às posturas da empresa com relação à responsabilidade social e aos seus direitos. Nos últimos 10 anos do século XX as empresas modernizaram seus processos e se informatizaram, para dispor de dados confiáveis e em tempo real, de modo a direcionar as ações e decisões a serem tomadas. Esse cenário desencadeou um aumento de demanda por mão-de-obra especializada, com formação nessa área de conhecimento e capacitação para gerir as empresas, atendendo, assim, o alto nível de exigência e a complexidade que as relações comerciais adquiriram. O varejo brasileiro atual é comparável aos melhores do mundo e concorre com eles. Logo, a busca por profissionais que possam garantir a sobrevivência e o sucesso das empresas se ampliou. Com isso, o nível de exigência com o aprofundamento nos conhecimentos e a ampliação do universo de competências cresceu. O mercado varejista é composto por um elevado número de empresas com grande variedade de focos como: hipermercados, hipermercados compactos, supermercados, lojas de vizinhança, lojas de shopping, lojas de conveniência, petshops, padarias, farmácias, sendo também considerável o contingente de empresas que atuam em atividades vinculadas como, por exemplo, os atacados, o que motiva a oferta do curso, na certeza de prestar um serviço à comunidade. Na região metropolitana de Belo Horizonte, o número de lojas varejistas, segundo informações do IBGE em 2004, era de estabelecimentos, empregando aproximadamente pessoas. Os postos de trabalho no varejo representam, segundo pesquisa divulgada pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos)

17 em 2008, 27,3% em Belo Horizonte, sendo a maior parcela de ocupação destes postos de trabalho oriundas da população jovem. Conforme dados do IBGE, a receita bruta de revenda, em 2006 foi de R$ ,00, tendo empregado em Minas Gerais da ordem de pessoas, e somente na área supermercadista estima-se em o número de postos de trabalho, segundo a Associação Mineira de Supermercados- AMIS. Mais recentemente, percebeu-se que a necessidade com relação à mão-de-obra do setor ia além do que estava sendo oferecido, e as entidades representativas do varejo começaram a buscar nos cursos superiores a solução para a lacuna existente para atender a demanda dos seus associados, parceiros e do mercado como um todo. Desse modo, surgiu a parceria entre a AMIS - Associação Mineira de Supermercados e o Centro Universitário Newton Paiva, para a realização do Curso Superior Tecnológico em Gestão Comercial (Gestão do Varejo) inicialmente na modalidade presencial e posteriormente, também na modalidade à distância. A qualificação profissional tem ganhado importância especialmente para as pequenas e médias empresas, o que demonstra a amplitude do público para este curso e denota a importância de um curso superior para o setor varejista. Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial (Contact Center) O âmbito de atuação dos contact centers vem se expandindo, extrapolando as funções puramente de marketing e suporte. Mais especificamente, o escopo da interação com os consumidores, deixou de ter uma única razão (geralmente, suporte básico ou marketing) para incluir serviços integrados (combinando serviços como atendimento ao cliente, telemarketing, suporte técnico, retenção de clientes e cobrança), por meio de vários canais de comunicação. Como consequência, o setor de contact centers evoluiu de um ambiente de uma única instalação, com tecnologia baixa, para grandes organizações com serviços

18 amplos, múltiplas instalações, centros de grande volume que usam plataformas de tecnologia sofisticadas, de modo a dar suporte a estas atividades. No passado, as empresas tradicionalmente usavam pessoal e infraestrutura própria para as vendas, marketing direto e atendimento ao consumidor. Entretanto, devido a crescente concorrência e a mudança qualitativa das exigências dos consumidores, as empresas passaram a terceirizar as atividades de seus contact centers, para assim manter o foco no seu core business e reduzir custos. Como as atividades de contact centers enfrentam flutuações significativas na demanda, muitas empresas descobriram que não é eficiente manter capacidade em excesso, principalmente, durante os dias ou horas de menor volume de tráfego. Além do mais, muitas empresas reconheceram que esta atividade que não era o foco delas e, portanto, não conseguiam se manter atualizadas com as mudanças da tecnologia. Contact centers operados por empresas especializadas têm custos mais baixos devido às economias de escala de suas operações, aos investimentos em tecnologia, ao modelo de gestão de produtividade e qualidade, como também pelas taxas mais altas de utilização da capacidade instalada. Ao recorrer a um serviço terceirizado, a empresa garante o acesso a plataformas de tecnologia de última geração, sem o dispêndio de recursos ou custos de manutenção, necessários para operar as plataformas mais avançadas, como os softwares de gerenciamento de chamadas, unidades de respostas audíveis (URA), discadores preditivos e distribuidores de chamadas automáticos, equipamentos que proporcionam melhor qualidade e mais eficiência nos custos. Através da especialização, as operadoras de Contact Center conseguem atingir maiores níveis de qualidade e produtividade dos atendentes, elementos que são essenciais para qualquer Contact Center. Hoje, as empresas enfrentam o desafio de entregar níveis de serviço (indicadores de qualidade, acordados com o cliente) consistentes, qualquer que seja a localização do seu cliente ou meio de comunicação utilizado. Além disso, cada vez mais, as empresas estão focadas em oferecer serviços diferenciados, de melhor qualidade, para os seus consumidores e assim expandir o relacionamento com seus consumidores por meio da venda cruzada de produtos ou serviços adicionais. Ao trabalhar em parceria com uma empresa especializada de Contact

19 Center, a empresa pode direcionar seu foco na estratégia de aquisição, retenção e crescimento de sua base de consumidores, sem o ônus das complexidades das operações diárias de um Contact Center. Fatores que influenciam as empresas, no mundo inteiro, a terceirizar as suas operações de Contact Centers incluem o seguinte: A crescente importância da retenção e fortalecimento dos relacionamentos com os consumidores para as empresas; Necessidade crescente de as empresas se focarem nas suas competências centrais ao invés de atividades que não gerem receitas; Mudanças rápidas na tecnologia, que requerem pessoal com expertise técnico e investimento contínuo em novos equipamentos e soluções para os Contact Center; Necessidade crescente de integração e gerenciamento de sistemas complexos, incorporando uma variedade de sistemas de várias gerações; e Treinamento extensivo e contínuo de pessoal. A tendência de crescimento da renda real e a manutenção da taxa de desemprego em níveis próximos ao de pleno emprego dão sustentação para o crescimento econômico. O consumo doméstico é favorecido, sobretudo, em serviços como telefonia fixa e móvel, TV a cabo e cartão de crédito, segmentos que têm como característica uma grande necessidade por serviços de atendimento. Neste cenário, a concorrência pelo consumidor tem proporcionado o amadurecimento do mercado interno de Contact Center. Divulgado em 2013, com dados referentes ao exercício anterior, o estudo sobre os provedores de serviços de Contact Center realizado pela consultoria IDC - Brasil aponta que os dez maiores players do mercado concentraram 82% das receitas. Aos poucos, novos segmentos da economia vão aprofundando a interação com operadoras de Contact Center que, por sua vez, estão se reposicionando de modo a oferecer mais do que um serviço puramente de contact center). Vem crescendo a oferta de serviços de BPO (Business Process Outsourcing) por parte dessas empresas que contam, por força de sua especialidade original em serviços de atendimento, com forte cultura de TI

20 (Tecnologia da Informação). Por outro lado, clientes que até recentemente tinham a preferência por manter operações de atendimento a seus clientes finais inhouse, começam a confiar no serviço de empresas especializadas. No que se refere ao perfil dos clientes, que tradicionalmente se concentra em empresas prestadoras de serviço, observa-se que, timidamente, também as grandes indústrias dão os primeiros passos no processo de terceirização de suas operações de atendimento, e novas oportunidades surgem em setores como o governamental e o de saúde. Ainda assim, as instituições financeiras continuam a desempenhar papel de destaque no crescimento do setor, sobretudo com a demanda de serviços de Cobrança e Retenção, assim como as empresas de telecomunicações, que seguem como o maior market share de faturamento. Segundo a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), o Brasil chegou ao final do ano de 2012 com mais de 270 milhões de telefones celulares. No ano de 2010, o setor também vivenciou consequências positivas como reflexo da entrada em vigor da Lei do SAC, no final de 2008, e da Lei de Cadastro para Bloqueio do Recebimento de Ligações de Telemarketing, em A primeira estimulou o amadurecimento de todo o setor, que esteve empenhado em buscar maior qualidade e eficiência nos processos de atendimento ao consumidor. Já o chamado "do not call list" revelou-se uma ferramenta aliada na redução de custos das operadoras ao desempenhar a função de "filtro": com a existência da lista, as empresas não dão origem a ações de telemarketing para consumidores que declaradamente não têm qualquer propensão para concretizar uma compra por meio de canais de venda como o telefone. A pesquisa do IDC aponta que o aumento de eficiência dos serviços do setor também se deu por meio de investimento em novas tecnologias e canais de atendimento. Em linhas gerais, o mercado brasileiro de Contact Center vive um momento de consolidação, que reserva as melhores oportunidades para provedoras com sólidas bases de infraestrutura e capacidade para oferecer soluções diferenciadas a seus clientes. Para isso, seguem como prioridades o investimento na formação e motivação de pessoas e a diminuição do turnover do setor, que ainda é alto. Reter talentos, como forma de melhorar a eficiência do negócio e diminuir custos de operação, é um dos maiores desafios das provedoras de Contact Center.

21 A variedade de canais orientam o Contact Center para uma nova abordagem: Entender o comportamento dos clientes finais, atuar de forma proativa e gerar relação de alto valor. Essa tendência fortalece cada vez mais o conceito de BPO CRM visto que neste modelo de negócio aumenta-se a relação entre o provedor e o cliente contratante. Para isso, seguem como prioridades o investimento em novas tecnologias e na formação e motivação de pessoas e a diminuição do turnover do setor, que ainda é alto. Reter talentos, como forma de melhorar a eficiência do negócio e diminuir custos de operação, é um dos maiores desafios das provedoras de Contact Center. Neste sentido o Centro Universitário Newton Paiva, oferece o Curso Superior Tecnológico em Gestão Comercial (Contact Center) inicialmente na modalidade presencial no intuito de preencher a lacuna de profissionais na area. 4.2 Objetivos O Projeto Pedagógico, em consonância com as Diretrizes Curriculares, define objetivos gerais e específicos, visando propiciar o processo de tomada de decisão e definição de estratégias que contribuam para alcançar os resultados. Geral Propiciar o desenvolvimento da capacidade empreendedora do acadêmico atuante no mercado, bem como a todos aqueles que almejam ingressar nesse segmento, proporcionando a inserção, permanência ou novas perspectivas profissionais, assim preceitua o Artigo I da Resolução CNE/CP 3, de 18 de dezembro de Objetivos específicos do curso Tecnologia em Gestão Comercial (Negócios Automotivos): oferecer aos alunos a oportunidade de ampliação, atualização, desenvolvimento e aplicação dos conhecimentos específicos exigidos para sua atuação profissional;

22 proporcionar o aperfeiçoamento do instrumental específico dos diversos segmentos que formam o mercado automotivo, enfatizando as áreas de cálculos estatísticos, formação de preços, marketing, jurídica, administrativa, financeira e gerencial; estimular o aluno para atitudes inovadoras mediante o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e comportamentos adequados ao pleno exercício da sua profissão; capacitar o aluno para atuar profissionalmente no mercado automotivo, habilitando-o para agir de modo a garantir a perenidade da empresa em que atua, contribuindo para o aumento da vantagem competitiva da área na qual se insere; preparar o aluno para atuar em atividades relativas à compra e venda de veículos, peças, acessórios e serviços, desenvolvendo estratégias e conhecendo as diversas modalidades de financiamentos, franquias, consignações; licitações bem como conhecimento sobre área operacional; despertar o aluno para a importância do conhecimento da legislação e normas específicas que sustentam as ações no mercado automotivo; proporcionar a construção de conhecimentos que favoreça a formação de um profissional ético, possuidor de técnicas, visão ampla do seu campo de atuação e capacidade de discernimento para definição de conhecimentos práticos necessários ao contexto no qual se insere; proporcionar a construção de conhecimentos das atividades desenvolvidas em pós-vendas de uma concessionária, centro automotivo, oficina independente, etc. bem como a administração dos controles de peças e acessórios. Controles de administração dos tempos de execução de serviços, inventário de peças e inventário permanente; demandas e ponto de equilíbrio; reposição, promoção e adequação de peças. Fidelização de clientes e busca de novos clientes. Gestão da manutenção preventiva e corretiva. preparar o aluno para oferecer serviços de gestão com competência, personalização, preço justo e atendimento agilizado através do uso de tecnologia;

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO

NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO PROVÍNCIA LA SALLE BRASIL - CHILE APRESENTAÇÃO O Setor de Educação Superior da Província

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO O Curso de Secretariado Executivo das Faculdades Integradas de Ciências Exatas Administrativas e Sociais da UPIS, reconhecido pelo MEC desde 1993, pela Portaria 905, de 24.06,1993,

Leia mais

Informações sobre o Curso de Administração

Informações sobre o Curso de Administração Objetivo Geral do Curso: Informações sobre o Curso de Administração Prover a sociedade de profissional dotado de senso crítico e comportamento ético-profissional qualificado. Um Administrador criativo,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 128/2014- COU/UNICENTRO. DISPOSITIVOS DO PROJETO PEDAGÓGICO APROVADO POR ESTA RESOLUÇÃO, ESTÃO ALTERADOS PELA RESOLUÇÃO Nº 26/2009-COU/UNICENTRO.

Leia mais

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS.

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS. GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS. DIPLOMA CONFERIDO: TECNÓLOGO DE

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negocios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais

FACULDADE PASCHOAL DANTAS

FACULDADE PASCHOAL DANTAS FACULDADE PASCHOAL DANTAS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO ÊNFASE GESTÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SÃO PAULO - SP NOVEMBRO DE 2008 ÍNDICE 1. Visão e Missão da FPD...3 2. ORGANIZAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DE COLABORADORES PQC ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DE COLABORADORES PQC ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES Educação Superior no Brasil: cenários e tendências Conceitos e concepções de universidade; aspectos históricos da educação superior no Brasil; a reforma da educação superior

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE FUNCIONÁRIOS - PDF ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR - EMENTAS

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE FUNCIONÁRIOS - PDF ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR - EMENTAS MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES Educação Superior no Brasil: cenários e tendências Conceitos e concepções de universidade; aspectos históricos da educação superior no Brasil; a reforma da educação superior

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre.

R E S O L U Ç Ã O. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 30/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO As ações de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas constituem um processo educativo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 72/2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Sistemas de Informação, modalidade

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE VAREJO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

BACHARELADOS INTERDISCIPLINARES

BACHARELADOS INTERDISCIPLINARES BACHARELADOS INTERDISCIPLINARES Bacharelados Interdisciplinares (BIs) e similares são programas de formação em nível de graduação de natureza geral, que conduzem a diploma, organizados por grandes áreas

Leia mais

Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação

Leia mais

Inscrições Abertas. Dia e horário das aula: Sexta-Feira 18h30 às 22h30 Quinzenal Sábado 08h30 às 17h30 Quinzenal

Inscrições Abertas. Dia e horário das aula: Sexta-Feira 18h30 às 22h30 Quinzenal Sábado 08h30 às 17h30 Quinzenal MBA Recursos Humanos Inscrições Abertas Dia e horário das aula: Sexta-Feira 18h30 às 22h30 Quinzenal Sábado 08h30 às 17h30 Quinzenal Carga horária: 600 Horas Duração: 24 meses *As informações podem sofrer

Leia mais

Plano de Ensino PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios CURSO: Bacharelado em Administração MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado (

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação Superior - DAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS SALVADOR 2012 1 CONTEXTUALIZAÇÃO Em 1999, a UNIJORGE iniciou suas atividades na cidade de Salvador, com a denominação de Faculdades Diplomata. O contexto

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Identificação do Curso Nome do Curso: Sistemas de Informação Titulação: Bacharelado Modalidade de ensino: Presencial

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. PROCESSO SELETIVO 2013 Cursos Técnicos a Distância 2 SEMESTRE

MANUAL DO CANDIDATO. PROCESSO SELETIVO 2013 Cursos Técnicos a Distância 2 SEMESTRE MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO 2013 Cursos Técnicos a Distância 2 SEMESTRE APRESENTAÇÃO Neste Manual, desenvolvido pela Comissão de Processo Seletivo (COPESE) do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO Administração LFE em Administração de Empresas Administração LFE em Análise de Sistemas

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UTFPR Resolução

Leia mais

BACHARELADO. Administração. Ciências Contábeis. Ciências Econômicas. Serviço Social. Ciências Sociais. Objetivos. Objetivos. Objetivos.

BACHARELADO. Administração. Ciências Contábeis. Ciências Econômicas. Serviço Social. Ciências Sociais. Objetivos. Objetivos. Objetivos. BACHARELADO Administração O curso de Administração tem como objetivo formar profissionais que poderão atuar como executivos, técnicos em funções administrativas e/ou empreendedores, com capacidade de alinhar

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios Universidade Estácio de Sá Gestão e Negócios A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades em 1970, como

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 42-CEPE/UNICENTRO, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2012. Aprova o Curso de Especialização MBA em Gestão Estratégica de Organizações, modalidade regular, a ser ministrado no Campus Santa Cruz, da UNICENTRO.

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO MONTESSORI DE IBIÚNA ESTÁCIO FMI SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

FACULDADE ESTÁCIO MONTESSORI DE IBIÚNA ESTÁCIO FMI SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO MISSÃO DO CURSO Formar profissionais de elevado nível de consciência crítica, competência técnica empreendedora, engajamento

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA 2012.1 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, fundada em 20 de dezembro de 1944, com o objetivo de ser um centro voltado

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS OBJETIVO GERAL DO CURSO:

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS OBJETIVO GERAL DO CURSO: EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Bacharelado em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO Administração LFE em Administração de Empresas Lajeado 4811 Administração LFE em Administração

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2014 Atualizado em 6 de junho de 2014 pela Assessoria de

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 350-GR/UNICENTRO, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013. Aprova, ad referendum do CEPE, o Curso de Especialização em MBA em Gestão Estratégica de Organizações, modalidade regular, a ser ministrado no

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº09/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Administração do Centro de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Turismo

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO PERFIL DO EGRESSO

OBJETIVOS DO CURSO PERFIL DO EGRESSO 1 APRESENTAÇÃO Segundo Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos Tecnologicos conforme RESOLUÇÃO CNE/CP 3, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2002, A educação profissional de nível tecnológico, integrada às diferentes

Leia mais

Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC. Campus Ceilândia

Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC. Campus Ceilândia Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC Campus Ceilândia GESTÃO E PRÁTICAS EMPREENDEDORAS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Ceilândia, Fevereiro de 2014. CURSO DE FORMAÇÃO

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

ETEC TAKASHI MORITA - EXTENSÃO PARELHEIROS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DE TÉCNICO EM MARKETING

ETEC TAKASHI MORITA - EXTENSÃO PARELHEIROS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DE TÉCNICO EM MARKETING ETEC TAKASHI MORITA - EXTENSÃO PARELHEIROS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DE TÉCNICO EM MARKETING PLANO TRABALHO DOCENTE 2º SEMESTRE 2013 1 ETEC TAKASORITA - EXTENSÃO PARELHEIROS INDICE

Leia mais

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ARQUITETURA E URBANISMO Graduar arquitetos e urbanistas com uma sólida formação humana, técnico-científica e profissional,

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS DIPLOMA CONFERIDO:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 6, DE 10 DE MARÇO DE 2004 (*)

RESOLUÇÃO Nº 6, DE 10 DE MARÇO DE 2004 (*) RESOLUÇÃO Nº 6, DE 10 DE MARÇO DE 2004 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Ciências Contábeis, bacharelado, e dá outras providências. O Presidente da Câmara de Educação

Leia mais

Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico

Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico O Coordenador Pedagógico é o profissional que, na Escola, possui o importante papel de desenvolver e articular ações pedagógicas que viabilizem

Leia mais

Resolução nº 2/2006 3/2/2006 RESOLUÇÃO CNE Nº 2, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 DOU 03.02.2006

Resolução nº 2/2006 3/2/2006 RESOLUÇÃO CNE Nº 2, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 DOU 03.02.2006 Resolução nº 2/2006 3/2/2006 RESOLUÇÃO CNE Nº 2, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 DOU 03.02.2006 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia Agrícola e dá outras providências.

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS Cesar Aparecido Silva 1 Patrícia Santos Fonseca 1 Samira Gama Silva 2 RESUMO O presente artigo trata da importância do capital

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 8, DE 7 DE MAIO DE 2004. (*)

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 8, DE 7 DE MAIO DE 2004. (*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 8, DE 7 DE MAIO DE 2004. (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Psicologia. O Presidente

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 90/ 2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Relações Públicas, Bacharelado,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) Atualizado em 15 de janeiro de 2015 pela 2015 Assessoria

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições Abertas Turma 12 (Noturno) -->Últimas Vagas até o dia 27/05/2013 CAMPUS IGUATEMI Turma 13

Leia mais

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ECOTURISMO Objetivo: O Curso tem por objetivo capacitar profissionais, tendo em vista a carência de pessoas qualificadas na área do ecoturismo, para atender,

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

Quadro Resumo de Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em GESTÃO COMERCIAL

Quadro Resumo de Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em GESTÃO COMERCIAL Quadro Resumo de Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em GESTÃO COMERCIAL Dados de Identificação: -Modalidade: Graduação Tecnológica -Ato Legal de Autorização: Resolução CONSUNI nº -Turnos

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

APROVAÇÃO DO CURSO E AUTORIZAÇÃO DA OFERTA PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PROMOTOR DE VENDAS. Parte 1 (solicitante)

APROVAÇÃO DO CURSO E AUTORIZAÇÃO DA OFERTA PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PROMOTOR DE VENDAS. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA APROVAÇÃO DO CURSO E AUTORIZAÇÃO DA OFERTA PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2014 Atualizado em 6 de junho de 2014 pela Assessoria

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: SISTEMAS DA INFORMAÇÃO MISSÃO DO CURSO Os avanços da ciência, a melhoria dos processos produtivos e a abertura de mercado, são exemplos de fatores que contribuíram

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA CONCEPÇÃO DO CURSO

GESTÃO FINANCEIRA CONCEPÇÃO DO CURSO GESTÃO FINANCEIRA CONCEPÇÃO DO CURSO Missão do Curso Formar profissionais de nível superior, com atuação na área de Tecnologia em Gestão Financeira, a partir da articulação das teorias que fundamentam

Leia mais

MBA Gestão de Negócios e Pessoas

MBA Gestão de Negócios e Pessoas PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Nome do Curso MBA Gestão de Negócios e Pessoas Área de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas Nome do Coordenador do Curso e Breve Currículo: Prof.

Leia mais

GRADUAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS DENOMINAÇÃO: CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

GRADUAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS DENOMINAÇÃO: CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS GRADUAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS DIPLOMA CONFERIDO: BACHAREL NÚMERO DE VAGAS: 100 VAGAS ANUAIS NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA: 50 alunos

Leia mais

Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, tendo como princípio a compreensão da informática em suas bases epistemológicas de

Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, tendo como princípio a compreensão da informática em suas bases epistemológicas de RESOLUÇÃO Nº 014/2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Informática, da Escola Superior de Tecnologia, da Universidade do Estado do Amazonas. O REITOR, EM EXERCÍCIO, DA UNIVERSIDADE

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS. RECONHECIDO conforme PORTARIA nº 295, de 25 de Junho de 2008.

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS. RECONHECIDO conforme PORTARIA nº 295, de 25 de Junho de 2008. CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS RECONHECIDO conforme PORTARIA nº 295, de 25 de Junho de 2008. Título: Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Turno: Noturno

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC 1 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC O PPC, Projeto Pedagógico de Curso, é o instrumento de concepção de ensino e aprendizagem de um curso e apresenta características de um projeto, no qual devem ser definidos

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1.1 Denominação Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1.2 Total de Vagas Anuais 80 vagas anuais 1.3 Regime Acadêmico de Oferta Seriado

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1 Matriz Curricular aprovada pela Resolução nº 16/09-CONSUNI, de 1º de dezembro de 2009. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1 Fase Cód. I

Leia mais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Curso de Especialização em Gestão e Relações Internacionais Área de Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas

Leia mais

MBA EM GESTÃO COMERCIAL E INTELIGÊNCIA DE MERCADO

MBA EM GESTÃO COMERCIAL E INTELIGÊNCIA DE MERCADO MBA EM GESTÃO COMERCIAL E INTELIGÊNCIA DE MERCADO O programa irá desenvolver no aluno competências sobre planejamento e força de Vendas, bem como habilidades para liderar, trabalhar em equipe, negociar

Leia mais

MBA em Marketing Estratégico

MBA em Marketing Estratégico MBA em Marketing Estratégico Público - alvo O MBA em Marketing Estratégico é indicado para profissionais com experiência profissional mínima de três anos, com formação universitária em qualquer área e

Leia mais

Fornecer conteúdos e refletir sobre práticas atualizadas de comunicação e marketing, como as técnicas e ferramentas de marketing digital.

Fornecer conteúdos e refletir sobre práticas atualizadas de comunicação e marketing, como as técnicas e ferramentas de marketing digital. MBA em Marketing Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições em Breve Turma 09 --> A globalização e os avanços tecnológicos estão abrindo oportunidades de negócios, novas formas de comercialização e despertando

Leia mais

DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES:

DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES: DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES: A Teoria das Organizações em seu contexto histórico. Conceitos fundamentais. Abordagens contemporâneas da teoria e temas emergentes. Balanço crítico. Fornecer aos mestrandos

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 6 ANEXO II METODOLOGIAS (A) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 7 A) Metodologias utilizadas no Curso de Administração, bacharelado: a) Aulas Expositivas, Fórum de Debates, Dinâmica de Grupo, Seminários, Estudos de

Leia mais

PLANO DE ENSINO. TURMA: Formação mista, envolvendo acadêmicos da Católica de SC que cumprem os requisitos dispostos no Regulamento

PLANO DE ENSINO. TURMA: Formação mista, envolvendo acadêmicos da Católica de SC que cumprem os requisitos dispostos no Regulamento CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA SETOR DE EXTENSÃO COMUNITÁRIA PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: PROJETO COMUNITÁRIO PROFESSORES(AS): FASE: Constituída a partir da conclusão de 30% da PAULO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012 PRÓ-REITORIA DE ENSINO/IFMG/SETEC/MEC, DE 05 DE JUNHO DE 2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012 PRÓ-REITORIA DE ENSINO/IFMG/SETEC/MEC, DE 05 DE JUNHO DE 2012. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE ENSINO Av. Professor Mario Werneck, nº 2590,

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO APRESENTAÇÃO O Projeto Político Pedagógico da Escola foi elaborado com a participação da comunidade escolar, professores e funcionários, voltada para a

Leia mais

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 ÁREAS DE NEGÓCIOS E ENGENHARIA O Programa Pós-Flex da Universidade Positivo possui 15 cursos voltados para

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO. 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÃO: Bacharelado em Administração Noturno. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 5 anos

ADMINISTRAÇÃO. 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÃO: Bacharelado em Administração Noturno. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 5 anos ADMINISTRAÇÃO 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÃO: Bacharelado em Administração Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharel em Administração PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 5 anos Máximo = 8 anos 2. HISTÓRICO DO CURSO

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

PROJETO VITRINE. Raquel Carvalho Gravina Universidade Federal de Juiz de Fora - NIDEEM/UFJF raquelcgravina@hotmail.com

PROJETO VITRINE. Raquel Carvalho Gravina Universidade Federal de Juiz de Fora - NIDEEM/UFJF raquelcgravina@hotmail.com PROJETO VITRINE Raquel Carvalho Gravina Universidade Federal de Juiz de Fora - NIDEEM/UFJF raquelcgravina@hotmail.com Amarildo Melchiades da Silva Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF xamcoelho@terra.com.br

Leia mais

2- PÚBLICO ALVO. Página 1 de 8 CURSO PRÁTICO FORMAÇÃO DE CONSULTORES EMPRESARIAIS. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

2- PÚBLICO ALVO. Página 1 de 8 CURSO PRÁTICO FORMAÇÃO DE CONSULTORES EMPRESARIAIS. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi 1- Objetivo Geral Capacitar profissionais para o exercício da consultoria empresarial com qualidade, possibilitando assim um melhor atendimento as demandas das empresas paraenses por estes serviços. Disseminar

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

PROJETO PEDAGÓGICO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS PROJETO PEDAGÓGICO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Belo Horizonte 2012 1 PROJETO PEDAGÓGICO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Currículo 2009-02 Projeto

Leia mais

Projeto Pedagógico do Curso

Projeto Pedagógico do Curso Projeto Pedagógico do Curso Fundamentação Diretrizes curriculares do MEC Diretrizes curriculares da SBC Carta de Princípios da UNICAP Projeto Pedagógico Institucional da UNICAP Diretrizes Curriculares

Leia mais

CURSO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL. Missão

CURSO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL. Missão CURSO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL Missão Formar profissionais de visão crítica e com conhecimentos e habilidades relativas às atividades comerciais, dotados de base para a atualização

Leia mais

Padrões de Qualidade para os Cursos de Graduação em Direito

Padrões de Qualidade para os Cursos de Graduação em Direito MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE DIREITO APRESENTAÇÃO: Padrões de Qualidade para os Cursos

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Matriz Curricular vigente a partir de 2010/1 Fase Cód. Disciplina Carga Horária Prérequisitos

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Uberlândia. Administração

Faculdade Pitágoras de Uberlândia. Administração Faculdade Pitágoras de Uberlândia Apostila de Administração Prof. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2014 SUMÁRIO 1 O PLANO DE NEGÓCIOS...2 1.1 SUMÁRIO EXECUTIVO...5

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL Seja bem-vindo à FADERGS! A seguir, apresentamos as principais informações sobre o seu curso, válidas para o semestre 2015/1. OS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA Ementário Relações Interpessoais e Ética Profissional Concepções sobre o Processo Inter-relacional no Trabalho; Competência Interpessoal; Qualidade de Vida no

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 5 05

Leia mais