4º EXAME DE CERTIFICAÇÃO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA TRADICIONAL CONBRAC/CRAERJ 2006

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "4º EXAME DE CERTIFICAÇÃO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA TRADICIONAL CONBRAC/CRAERJ 2006"

Transcrição

1 CONBRAC - Conselho Brasileiro de Acupuntura CRAERJ - Conselho Regional de Acupuntura do Estado do Rio de Janeiro CNPJ nº / º EXAME DE CERTIFICAÇÃO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA TRADICIONAL CONBRAC/CRAERJ 2006 INFORMAÇÕES GERAIS As questões foram baseadas nos livros oficiais do Instituto de Medicina Tradicional Chinesa de Beijing e nas provas de instituições de Ensino de Acupuntura do Estado do Rio de Janeiro, procurando acompanhar o nível exigido nas provas de certificação internacionais. SIMBOLOGIA UTILIZADA Sempre que possível, coerente com a orientação consensual em âmbito mundial, foi utilizada a terminologia consolidada ao longo dos séculos pela Medicina Tradicional Chinesa, com romanização em Pinyin, juntamente com os termos mais comumente empregados no Brasil. Foram utilizados os ideogramas tradicionais em preferência ao simplificados por serem aqueles nos quais os Clássicos foram escritos. Dentro desta perspectiva, o CONBRAC/CRAERJ recomenda e utiliza a nomenclatura chinesa exposta no dicionário de referência mundial English-Chinese Chinese-English Dictionary of Chinese Medicine, de Nigel WISEMAN e CHEN Ke-Ji e no livro Chinese Medical Chinese: Grammar and Vocabulary, de Nigel WISEMAN e FÉNG Yè, pretendendo futuramente desenvolver, através de um amplo processo de discussão, uma nomenclatura em português. Por fim, tendo em vista as variedades de linguagens ainda existentes nos diferentes cursos de formação, apresentamos, abaixo, a designação em chinês e em protuguês usada nesta prova para os canais ou meridianos com a correspondente letra designativa dos pontos de acupuntura. DESIGNAÇÃO EM PINYIN IDEOGRAMAS PORTUGUÊS SIGLA SHǑU TÀI YĪN FÈI JĪNG 手 太 陰 肺 經 Canal/Meridiano do Pulmão P SHǑU YÁNG MÍNG DÀ CHÁNG JĪNG 手 陽 明 大 腸 經 Canal/Meridiano do Intestino Grosso IG ZÚ YÁNG MÍNG WÈI JĪNG 足 陽 明 胃 經 Canal/Meridiano do Estômago E ZÚ TÀI YĪN PÍ JĪNG 足 太 陰 睥 經 Canal/Meridiano do Baço Pancreas BP SHǑU SHÀO YĪN XĪN JĪNG 手 少 陰 心 經 Canal/Meridiano do Coração C SHǑU TÀI YÁNG XIǍO CHÁNG JĪNG 手 太 陽 小 腸 經 Canal/Meridiano do Intestino Delgado ID ZÚ TÀI YÁNG PÁNG GUĀNG JĪNG 足 太 陽 膀 胱 經 Canal/Meridiano da Bexiga B ZÚ SHAO YĪN SHÈN JĪNG 足 少 陰 腎 經 Canal/Meridiano dos Rins R SHǑU JUÉ YĪN XĪN BĀO JĪNG 手 厥 陰 心 胞 經 Canal/Meridiano do Pericárdio/Circulação e Sexualidade SHǑU SHÀO YÁNG SĀN JIĀO JĪNG 手 少 陽 三 焦 經 Canal/Meridiano do Triplo Aquecedor TA ZÚ SHÀO YÁNG DǍN JĪNG 足 少 陽 膽 經 Canal/Meridiano da Vesícula Biliar VB ZÚ JUÉ YĪN GĀN JĪNG 足 厥 肝 經 Canal/Meridiano do Fígado F RÈN MÀI 任 脈 Vaso Concepção RM DŪ MÀI 督 脈 Vaso Governador DM PC BOA SORTE! 1

2 CONBRAC - Conselho Brasileiro de Acupuntura CRAERJ - Conselho Regional de Acupuntura do Estado do Rio de Janeiro CNPJ nº / º EXAME DE CERTIFICAÇÃO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA TRADICIONAL CONBRAC/CRAERJ 2006 Esta Prova é composta de 47 questões, sendo 25 questões de múltipla escolha e 20 questões discursivas, cada uma valendo 2 pontos, e 6 últimas questões de Estudo de Caso (Questões 42 a 47) valendo 3 (cinco) pontos, cada uma. A nota máxima é, portanto, 100 pontos. O aspirante ao título de Especialista em Acupuntura Tradicional CONBRAC/CRAERJ deverá obter, pelo menos, 70 (setenta) pontos. Utilize folhas em branco fornecidas para responder às Questões Discursivas. Somente serão consideradas as provas escritas a tinta, não sendo aceitas respostas assinaladas a lapis. Nas questões de múltipla escolha, indique sua resposta envolvendo com um círculo a letra correspondente à alternativa escolhida ou escreva a indicação da correspondência no espaço entre aspas. Parte I MÚLTIPLA ESCOLHA 1) Em qual das Dinastias chinesas, abaixo, surgiu a obra clássica da medicina chinesa HUÁNG DÌ NÈI JĪNG SÙ WÈN 黃 帝 內 經 素 問 (O Clássico Interno do Imperador Amarelo: Questões Simples): A. Dinastia ZHŌU 周 1122 a 255 AC; B. Dinastia QÍN 秦 255 a 209 AC; C. Dinastia HÀN 漢 206 AC a 220 DC D. Dinastia SUÍ 隋 589 a 618 DC. 2) Qual o livro clássico de medicina chinesa também conhecido por O Clássico das Dificuldades, Clássico das Questões Difíceis ou Clássico das Perplexidades? A. YÌ JĪNG 易 經 (I Ching); B. LÍNG SHÚ 靈 樞 ; C. SÙ WÈN 素 問 ; D. NÀN JĪNG 難 經. 3) Qual o sábio/filósofo chinês considerado o autor do DÀO DÉ JĪNG 道 德 經 (Tao Te King)? A. ZHUĀNG ZǏ 莊 子 (Chuang Tsu); B. LǍO ZǏ 老 子 (Lao Tsu); C. KǑNG ZǏ 孔 子 (Kung Fu Tsu ou Confúcio); D. LIÈ ZǏ 列 子 (Lieh Tsu). 4) Quais são os SĀN BǍO 三 寶 (Três Tesouros) da Medicina Chinesa: A. QÌ 氣, SHÉN 神 e XUÈ 血 ; B. QÌ 氣, JĪNG 精 e SHÉN 神 ; C. SHÉN 神, JĪNG 精 e XUÈ 血 ; D. QÌ 氣, JĪN YÈ 津 液 e SHÉN 神. Arquivo: CRAERJ/Exame 2006/Prova Escrita Final 2

3 5) Entre os LIÙ JĪNG LUÒ 六 經 絡 (6 Canais Unitários ou Seis Níveis), qual é o mais externo? A. YÁNG MÍNG JĪNG 陽 明 經 (Canal/Meridiano YÁNG MÍNG); B. TÀI YÁNG JĪNG 太 陽 經 (Canal/Meridiano TÀI YÁNG); C. SHÀO YÁNG JĪNG 少 陽 經 (Canal/Meridiano SHÀO YÁNG); D. TÀI YĪN JĪNG 太 陰 經 (Canal/Meridiano TÀI YĪN). 6) A qual dos seguintes JĪNG LUÒ 經 絡 (Canal/Meridiano),o BĀO 胞 (Útero) não está diretamente conectado: A. ZÚ SHÀO YĪN SHÈN JĪNG 足 少 陰 腎 經 (Canal/Meridiano dos Rins), B. CHŌNG MÀI 衝 脈 (Vaso Penetrante); C. ZÚ JUÉ YĪN GĀN JĪNG 足 厥 陰 肝 經 (Canal/Meridiano do Fígado), D. ZÚ TÀI YÁNG PÁNG GUĀNG JING 足 太 陽 旁 胱 經 (Canal/Meridiano da Bexiga) 7) Quais são os JĪNG LUÒ 經 絡 (Canal/Meridiano) que compõem o JUÉ YĪN JĪNG 足 厥 陰 經 : A. ZÚ JUÉ YĪN GĀN JĪNG 足 厥 陰 肝 經 (Canal/Meridiano do Fígado JUÉ YĪN das Pernas) e o ZÚ SHÀO YÁNG DǍN JĪNG 足 少 陽 膽 經 (Canal/Meridiano do Vesícula Biliar SHÀO YÁNG das Pernas); B. ZÚ JUÉ YĪN GĀN JĪNG 足 厥 陰 肝 經 (Canal/Meridiano do Fígado JUÉ YĪN das Pernas) e o SHǑU SHÀO YÁNG SĀN JIĀO JĪNG 手 少 陽 三 焦 經 (Canal do Triplo Aquecedor SHÀO YÁNG das Mãos); C. ZÚ SHÀO YÁNG DǍN JĪNG 足 少 陽 膽 經 (Canal/Meridiano do Vesícula Biliar SHÀO YÁNG das Pernas) e o SHǑU JUÉ YĪN XĪN BĀO JĪNG 足 厥 陰 心 包 經 (Canal/Meridiano do Pericárdio JUÉ YĪN das Mãos); D. ZÚ JUÉ YĪN GĀN JĪNG 足 厥 陰 肝 經 (Canal/Meridiano do Fígado JUÉ YĪN das Pernas) e o SHǑU JUÉ YĪN XĪN BĀO JĪNG 足 厥 陰 心 包 經 (Canal/Meridiano do Pericárdio JUÉ YĪN das Mãos). 8) Dos 4 conjuntos de pontos de acupuntura abaixo, qual o conjunto no qual o uso de todos os seus pontos são desaconselhados em mulheres grávidas? A. SĀN YĪN JIĀO 三 陰 交 (BP6 Interseção dos Três YĪN), GUĀN YUÁN 關 原 (VC4 Passo do YUÁN) e HÉ GǓ 合 谷 IG4 Vale da União); B. TÀI XĪ 太 谿 (R3 Grande Ravina), SĀN YĪN JIĀO 三 陰 交 (BP6 Interseção dos Três YĪN) e YÌN TÁNG 印 堂 ; C. SHÈN SHŪ 腎 俞 (B23 Ponto SHŪ dos Rins), KŪN LÚN 昆 倫 (B60 Montanhas KŪN LÚN) e ZHŌNG WǍN 中 皖 (VC12 Centro do Duto Estomacal); D. NÈI GUĀN 內 關 (PC6 Passo Interior), ZHŌNG FǓ 中 府 (P1 Tesouraria Central) e SĀN YĪN JIĀO 三 陰 交 (BP6 Interseção dos Três YĪN). 9) A Saburra Amarela e Viscosa na Língua indicaria: A. WÈI RÈ 胃 熱 (Calor no WÈI [Estômago]); B. PÍ YÁNG XŪ 脾 陽 虛 (Deficiência do YÁNG do PÍ [Baço]); C. QÌ ZHÌ XUÈ YŪ 氣 滯 血 淤 (Estagnação de QÌ e Estase de XUÈ); D. SHÈN YÁNG XŪ 腎 陽 虛 (Defi ciência do YÁNG do SHÈN [Rins]). 3

4 10) Para BÙ YĪN 補 陰 (Suplementar/Tonificar YĪN), qual o ponto mais indicado: A. HÉ GǓ 合 谷 IG4 Vale da União); B. TIĀN YǑU 天 牖 (TA16 Janela do Céu); C. TÀI XĪ 太 谿 (R3 Grande Ravina); D. HÒU XĪ 後 谿 (ID3 Ravina Posterior). 11) Os 12 MÙ XUÉ 募 穴 (Pontos MÙ ou de Alarme) são pontos especiais dos JĪNG MÀI 經 脈 (Canais/Meridianos) nos quais, havendo distúrbio no correspondente ZÀNG FǓ 臟 胕, se acumula QÌ 氣, fazendo com que se apresentem espontâneamente dolorosos ou tornemse sensíveis à palpação. Correlacione os MÙ XUÉ 募 穴 (Pontos MÙ ou de Alarme) com seu JĪNG LUÒ 經 絡 (Canal/Meridiano/Meridiano), colocando, à direita, no quadrado na frente do correspondente JĪNG LUÒ 經 絡 (Canal/Meridiano/Meridiano), o número do seu MÙ XUÉ 募 穴 (Pontos MÙ ou de Alarme), listado baixo à esquerda: MÙ XUÉ 募 穴 (Pontos MÙ ou Ponto de Alarme) JĪNG LUÒ 經 絡 (Canal/Meridiano/Meridiano) 1) P1 中 府 ZHŌNG FǓ ( ) DÀ CHÁNG JĪNG 大 腸 經 (Meridiano do Intestino Grosso) 2) RM17 膻 中 DÀN ZHŌNG ( ) SĀN JIĀO JĪNG 三 焦 經 (Meridiano do Triplo Aquecedor) 3) RM14 巨 闕 JÙ QUÈ ( ) WÈI JĪNG 胃 經 (Meridiano do Estômago) 4) RM12 中 脘 ZHŌNG WǍN ( ) FÈI JĪNG 肺 經 (Meridiano do Pulmão) 5) RM5 石 門 SHÍ MÉN ( ) DǍN JĪNG 膽 經 (Meridiano do Vesícula Biliar) 6) RM4 關 原 GUĀN YUÁN ( ) XĪN BǍO JĪNG 心 包 經 (Meridiano do Pericárdio/CirculaçãoSexo) 7) RM3 中 極 ZHŌNG JÍ ( ) XĪN JĪNG 心 經 (Meridiano do Coração) 8) F14 期 門 QÍ MÉN ( ) PÍ JĪNG 脾 經 (Meridiano do Baço Pancreas) 9) F13 章 門 ZHĀNG MÉN ( ) GĀN JĪNG 膽 經 (Meridiano do Fígado) 10) VB24 日 月 RÌ YUÈ ( ) SHÈN JĪNG 腎 經 (Meridiano dos Rins) 11) VB25 京 門 JĪNG MÉN ( ) PÁNG GUĀNG JĪNG 膀 胱 經 (Meridiano Bexiga) 12) E25 天 樞 TIĀN SHŪ ( ) XIǍO CHÁNG JĪNG 大 腸 經 (Meridiano do Intestino Delgado) 12) Na Medicina Chinesa, diz-se que o PÍNG MÀI 平 脈 (Pulso Normal) tem 4 caracteristicas: YǑU SHÉN 有 神 (Tem Espírito); YǑU WÈI 有 胃 (Tem Estômago); YǑU GĒN 有 根 (Tem Raiz) e YǑU LÌ 有 力 (Tem Força). Nos BÌNG MÀI 病 脈 (Pulsos associados à Desarmonias), a seguir, correlacione as designações dos Pulsos Básicos com sua sensação ao ser palpado: 4

5 DESIGNAÇÃO DO PULSO PERCEPÇÃO AO APALPAR A. FÚ MÀI 浮 脈 (Pulso Flutuante) ( ) Percebido fluindo liso e desinibido. Liso como pérolas rolando dentro de um prato. B. CHÉN MÀI 沈 脈 (Pulso Profundo) ( ) Menos de 60 pulsações por minuto ou 4 batidas por ciclo respiratório. C. CHÍ MÀI 遲 脈 (Pulso Lento) ( ) Percebido perto do osso. Não pode ser percebido com pressão leve ou moderada, somente com bastante pressão. E. HUÀ MÀI 滑 脈 (Pulso Escorregadio ou Deslizante) D. SHUÒ MÀI 數 脈 (Pulso Rapido) ( ) Percebido superficialmente, mas enfraquece ou desaparece totalmente sob pressão mais forte. ( ) Acima de 60 pulsações por minuto ou 5 batidas por ciclo respiratório. F. XÌ MÀI 大 脈 (Pulso Fino) ( ) Percebido como fino, longo, forte, como uma corda de violão. Bordas muito distintas. G. JǏN MÀI 緊 脈 (Pulso Tenso) ( ) Percebido como macio, fraco, sem força, mais persistente. Lembra um fio de seda. F. XIÁN MÀI 弦 脈 (Pulso Corda de Violão) ( ) Percebido como largo, preenchendo a ponta do dedo, com força. 13) Na lista dos BÌNG MÀI 病 脈 (Pulsos associados à Desarmonias), abaixo, indique se Verdadeira (V) ou Falsa (F) os significados básicos atribuídos a cada um dos Pulsos citados na coluna da esquerda: DESIGNAÇÃO DO PULSO SIGNIFICADOS BÁSICOS A. FÚ MÀI 浮 脈 (Pulso Flutuante) ( ) YÁNG QÌ 陽 氣 na parte superior ou no exterior do corpo, devido: (a) Invasão de XIÉ QÌ 邪 氣 (QÌ Patológico); (b) YĪN XŪ 陰 虛 (Deficiência de YĪN) ou (c) YÁNG QÌ 陽 氣 perdendo a sua raiz devido a QÌ XU 氣 虛 (Deficiência de QÌ ). B. CHÉN MÀI 沈 脈 (Pulso Profundo) ( ) YÁNG QÌ 陽 氣 na parte inferior ou no interior do corpo, devido: (a) YÁNG QÌ XŪ 陽 氣 虛 (Deficiência de YÁNG QÌ ); (b) XIÉ QÌ 邪 氣 (QÌ Patológico) alojado no interior. C. CHÍ MÀI 遲 脈 (Pulso Lento) ( ) Presença de HÁN 寒 (Frio), na forma de HÁN SHÍ 寒 實 (Frio por Excesso/Plenitude/Repleição) ou HÁN XŪ 寒 虛 (Frio por Deficiência) D. SHUÒ MÀI 數 脈 (Pulso Rapido) ( ) Indica a presença de mais YÁNG QÌ 陽 氣 ou RÈ 熱 (Calor) no corpo, podendo ser por SHÍ 實 (Excesso/ Plenitude/Repleição) ou por XŪ 虛 (Deficiência) 5

6 E. HUÀ MÀI 滑 脈 (Pulso Escorregadio ou Deslizante) ( ) (a) Sensação pode decorrer a abundância de QÌ 氣 e XUÈ 血 (Sangue): (b) RÈ 熱 (Calor) forçando XUÈ 血 (Sangue) a moverse; (c) manifestação de TÁN 痰 (Fleuma), SHĪ 濕 (Umidade) e TÍNG SHÍ BÙ HUÀ 停 食 不 化 (Estagnação de Comida) F. XÌ MÀI 大 脈 (Pulso Fino) ( ) Diâmetro fino refere-se ao volume de QÌ 氣, XUÈ 血 (Sangue) e JĪN YÈ 津 液 (Líquidos Orgânicos). Indicaria basicamente deficiência de QÌ 氣, XUÈ 血 (Sangue) e JĪN YÈ 津 液 (Líquidos Orgânicos). G. JǏN MÀI 緊 脈 (Pulso Tenso) ( ) Da mesma forma que XIÁN MÀI 弦 脈 (Pulso Corda de F. XIÁN MÀI 弦 脈 (Pulso Corda de Violão) Arco), indica impedimentos ao livre fluir do QÌ 氣. Pode ser causado por: (a) HÁN 寒 (Frio) inibindo o livre fluir; (b) por reação a dor severa. ( ) Ocorre quando QÌ 氣 não consegue fluir sem resistência. Também é associado a XUÈ XŪ 血 虛 (Deficiência de XUÈ). Ocorre quando: (a) GĀN 肝 (Fígado) perde comando sobre o livre fluir de QÌ 氣 ; (b) PÌ 脾 (Baço-Páncreas) não consegue gerar suficiente QÌ 氣, ou suficiente XUÈ 血 (Sangue) para nutrir GĀN 肝 (Fígado); (c) SHÈN YÁNG XŪ 腎 陽 虛 (Deficiência do YÁNG dos Rins) não aquece e fortalece GĀN 肝 (Fígado). 14) O ZÚ SHÀO YĪN SHÈN JĪNG 足 少 陰 腎 經 (Canal/Meridiano dos Rins) percorre o abdome a uma distância de 0,5 cun (tsun) do RÈN MÀI 任 脈 (Vaso Controlador/Concepção/Diretor). Ao atingir o torax, esta distância passa para 2 cun (tsun). Qual é o último ponto deste novo trajeto? A.YŌU MÉN 幽 門 R21; B. BÙ LÁNG 步 廊 R22; C. SHÉN FĒNG 神 封 R23; D. SHŪ FǓ 肓 俞 R27. 15) A distância entre o plano sagital medial e o ramo interno (medial) do ZÚ TÀI YÁNG PÁNG GUĀNG JING 足 太 陽 膀 胱 經 (Canal/Meridiano da Bexiga) nas costas é de: A. 0,5 cun (tsun); B. 1,0 cun (tsun); C. 1,5 cun (tsun); D. 2,0 cun (tsun). 16) Em qual das alternativas abaixo todos os pontos estão localizados num plano horizontal passando pelo umbigo: 6

7 A. SHÉN QUÈ 神 闕 RM8; HUĀNG SHŪ 肓 俞 R16; TIĀN SHŪ 天 樞 E25; DÀ HENG 大 橫 BP15; B. SHÉN QUÈ 神 闕 RM8; ZHŌNG ZHÙ 中 注 R15; HUÁ RÒU MÉN 滑 肉 門 E24 ; ZHŌU RÓNG 周 榮 BP20; C. SHUǏ FĒN 水 分 RM9; ZHŌNG ZHÙ 中 注 R15; HUÁ RÒU MÉN 滑 肉 門 E24; D. SHÉN QUÈ 神 闕 RM8; HUĀNG SHŪ 肓 俞 R16; TIĀN SHŪ 天 樞 E25; ZHĀNG MÉN 杖 門 F13. 17) Em qual das alternativas abaixo todos os pontos estão localizados num plano horizontal passando pelo centro do mamilo: A. DÀN ZHŌNG 膻 中 RM17; RǓ ZHŌNG 乳 中 E17; ZHŌNG FU 中 父 P1; FĒNG CHÍ 風 池 VB20; B. DÀN ZHŌNG 膻 中 RM17; RǓ ZHŌNG 乳 中 E17 ; TIAN CHI 天 池 PC1; YUĀN YÈ 淵 腋 VB22; C. ZHŌNG WAN 中 脘 RM12; TIĀN SHŪ 天 樞 E25; ZHĀNG MÉN 杖 門 F13; D. ZHŌNG WǍN 中 脘 RM12; RǓ ZHŌNG 乳 中 E17; ZHŌNG FU 中 父 P1; FĒNG CHÍ 風 池 VB20. 18) Para facilitar a localização dos BĚI SHŪ XUÈ 北 俞 穴 (Pontos SHŪ das Costas) inferiores, é comum apalpar-se ângulo inferior da escápula e imaginar um plano horizontal tangenciando esta espinha irá passar na altura das: A. Vértebras toráxicas T11 e T12; B. Vértebras toráxicas T6 e T7; C. Vértebras toráxicas T8 e T9; D. Vértebras toráxicas T3 e T4; E. Vértebras toráxicas T5 e T6. 19) Dos 4 conjuntos de pontos, abaixo, qual você utilizaria para harmonizar SHÉN 神 (Espírito)? A. SHÉN MÉN 神 門 C7, NÈI GUĀN 內 關 PC6, SĀN YĪN JIĀO 三 陰 交 BP6; B. YÌN TÁNG 印 堂, ZHÌ SHÌ 志 室 B52, SHÉN TÁNG 神 堂 B44; C. FÈI SHŪ 肺 俞 B13, DÀ ZHUĪ 大 椎 DM14, CHÉNG SHĀN 承 山 B57; D. TÀI CHŌNG 太 衝 F3, BǍI HUÌ 百 會 DM20, ZHŌNG ZHÙ 中 渚 TA3. 20) Uma Língua de cor roxo-avermelhada, principalmente nas bordas, pode sugerir: A. GĀN RÈ 肝 熱 (Calor no GĀN [Fígado]); B. PÍ YÁNG XŪ 脾 陽 虛 (Deficiência de YÁNG do PÍ [Baço]); C. GĀN DǍN XUÈ YŪ 肝 膽 血 瘀 (Estase de XUÈ no GĀN/DǍN [Fígado e Vesícula Biliar]); D. WÈI XUÈ YŪ 胃 血 瘀 (Estase de XUÈ no WÈI [Estômago]). 21) Uma Língua pálida, com muita umidade e marcas de dentes, pode sugerir: A. FÈI YĪN XŪ 肺 陰 虛 Deficiência de YĪN do FÈI [Pulmão]); B. PÍ YĪN XŪ 脾 陰 虛 (Deficiência de YĪN do PÍ [Baço]); C. PÍ YÁNG XŪ 脾 陽 虛 (Deficiência de YÁNG do PÍ [Baço]); D. WÈI TÁN SHÍ 胃 痰 實 (Excesso, Plenitude ou Repleição de Fleuma no WÈI [Estômago]). 7

8 22) YÁNG SHÍ 陽 實 (Plenitude ou Repleição do YÁNG) causa as seguintes alterações, exceto: A. Urina clara e abundante; B. Febre vespertina; C. Insônia com inquietude mental; D. Sudorese noturna; E. Sensação de calor nas extremidades. 23) Entre os QÍ JĪNG BĀ MÀI 奇 經 八 脈 (8 Vasos Maravilhosos), qual o mais ligado a GĀN 肝 (Fígado) e DǍN 膽 (Vesícula Biliar)? A. DŪ MÀI 督 脈 ; B. CHŌNG MÀI 沖 脈 ; C. RÈN MÀI 任 脈 ; D. DÀI MÀI 帶 脈. 24) Entre os pontos abaixo, qual o mais indicado para promover BǓ SHÈN YÁNG 補 腎 陽 (Suplementar/Fortalecer o YÁNG dos Rins)? A. R6 ZHÀO HǍI 照 海 ; B. E36 ZÚ SĀN LǏ 足 三 里 ; C. DM14 DÀ ZHUĪ 大 椎 ; D. B23 SHÈN SHŪ 腎 俞. 25) YÁNG SHÍ 陽 實 (Plenitude ou Repleição do YÁNG) causa as seguintes alterações, exceto: A. Urina clara e abundante; B. Febre vespertina; C. Insônia com inquietude mental; D. Sudorese noturna; E. Sensação de calor nas extremidades. 8

9 Parte II QUESTÕES DISCURSIVAS 26) A cosmologia Daoista que preside a medicina tradicional chinesa encontra-se sintetizada no capítulo 42 do DÀO DÉ JĪNG (Tao Te Ching) que diz: 道 生 一 DÀO SHĒNG YÌ DÀO engendra Um 一 生 二 YÌ SHĒNG ÈR Um engendra Dois 二 生 三 ÈR SHĒNG SĀN Dois engendra Três 三 生 萬 物 SĀN SHĒNG WÀN WÙ Três engendra os Seres Assim, a cosmologia Daoista postula que cada um dos WÀN WÙ 萬 物 (Os Seres), ou seja, tudo que existe nas suas especificidades, tem origem no DÀO 道 e proveio ou provem de uma mesma unidade, de uma mesma totalidade. DÀO 道 engendra YIN/YÁNG 陰 陽 que, por sua vez, engendra SĀN CÁI 三 才 (Os Três Poderes): TIĀN 天 (Céu, complemento de Terra), RÉN 人 (Homem), DÌ 地 (Terra, complemento de Céu). Para cada uma das cinco demais dimensões da racionalidade médica Medicina Tradicional Chinesa, a saber na sua Doutrina Médica, na sua Dinâmica Vital, na sua Morfologia, no seu Sistema de Diagnóstico e no seu Sistema Terapêutico, dê um exemplo de como estes conceitos se manifestam. 27) Escreva sobre JIŪ GŌNG 九 宮 (Nove Palácios) e BĀ FĒNG 八 風 (Oito Ventos) no LUÒ SHŪ 洛 書 (Carta Diagonal dos Códigos do Rio LUÒ OU Livro de LUÒ). 28) Escreva sobre as correspondências dos WǓ XÍNG 五 行 (Cinco Movimentos, Cinco Fases, Cinco Princípios Ativos) no Cosmos e na Natureza. 29) Qual a diferença entre tratar a doença e tratar a pessoa? 30) Quais são as funções do XĪN BĀO 心 包 (Pericárdio)? 31) Escreva sobre os efeitos clínicos da ÀI 艾 (Moxa). Dê um exemplo e organize adequadamente um tratamento utilizando a Moxa na agulha. 32) Fale sobre SÌ ZHĚN 四 診 (Os 4 Exames): WÀNG ZHĚN 望 診 (Inspecionar), WÉN ZHĚN 聞 診 (Ouvir e Cheirar), WÈN ZHĚN 問 診 (Perguntar) e QIÈ ZHĚN 切 診 (Apalpar). 33) Como se manifesta o Pulso YÁNG 陽? 34) Escreva sobre a localização genérica, conceito e função principal dos SHŪ XUÉ 俞 穴 (Pontos SHŪ) e dos MÙ XUÉ 募 穴 (Pontos MÙ ou de Alarme). Não precisa enumerar os correspondentes pontos de acupuntura. 35) Escreva sobre as funções básicas comuns a todos os QÍ JĪNG BĀ MÀI 奇 經 八 脈 (8 Vasos Maravilhosos). 36) Como a Medicina Tradicional Chinesa entende e trata aquilo que a Medicina Ocidental 9

10 Contemporânea/Biomedicina denomina de Depressão? 37) Como você explica a ocorrência de insônia nos BIÀN ZHÈNG 辨 証 (Padrões de Discriminação, Síndromes) dos ZÀNG FǓ 臟 胕 (Órgaos e Vísceras) XĪN 心 (Coração) e XIǍO CHÁNG 小 腸 (Intestino Delgado)? 38) Descreva como NÙ 怒 (Raiva, Frustação) atua como NÈI YĪN 內 因 (Fator Interno) no ZÀNG FǓ BIÀN ZHÈNG 臟 胕 辨 証 (Padrões de Discriminação pelos Órgãos e Vísceras, Síndromes dos Órgãos e Vísceras). 39) Caso o paciente venha a desmaiar durante a consulta, o que você faria? 40) Discorra sobre os pontos do YÁNG MÍNG JĪNG 陽 明 經 que servem para QĪNG RÈ 清 熱 (Remover Calor) e QŪ FĒNG 袪 風 (Dissipar Vento). 41) Paciente mulher apresenta opressão toráxica pré-menstrual, ansiedade, irrita-se com facilidade, sente distensão e dor nos seios, boca seca, sensação de calor no peito e epigástrio, dor no baixo abdomem, excessiva descarga vaginal amarelada, pulso XIÁN MÀI 弦 脈 (Pulso Corda de Violão) e SHUÒ MÀI 數 脈 (Pulso Rapido), língua vermelha com saburra fina e amarela. O quadro foi diagnosticado como GĀN YÙ QÌ ZHÌ 肝 鬱 氣 滯 (Depressão do Fígado e Estagnação do QÌ ) e SHĪ RÈ 濕 熱 (Umidade Calor). Fora estabelecidos os seguintes Princípios de Tratamento: SHŪ GĀN 疏 肝 (Cursar/Liberar o Fígado), LǏ QÌ 理 氣 (Retificar o QÌ ), JIĚ YÙ 解 鬱 (Resolver Depressão do Fígado), QĪNG RÈ 清 熱 (Clarear o Calor) e LÌ SHI 利 濕 (Disinibir Umidade). Indique uma Combinação de Pontos de acupuntura que você escolheria para efetivar estes Princípios de Tratamento. 42) Como a Medicina Tradicional Chinesa entende e trata aquilo que a Medicina Ocidental Contemporânea/Biomedicina denomina de Hipertensão? 43) Dê um exemplo de BǓ YÁNG QÌ 補 陽 氣 (Suplementação/Tonificação do YÁNG QÌ). 44) Paciente apresenta-se com tosse seca, febre, fezes ressecadas, cansaço com dificuldade respiratória. Dentro dos preceitos da medicina tradicional chinesa, descreva um procedimento adequado envolvendo um Diagnóstico, Princípios de Tratamento e indição de pontos de acupuntura. 45) Paciente apresenta-se com insônia, falando desordenadamente, confuso, alternando excitação com mutismo. Dentro dos preceitos da medicina tradicional chinesa, descreva um procedimento adequado envolvendo um Diagnóstico, Princípios de Tratamento e indição de pontos de acupuntura. 46) Paciente mulher, 35 anos, magra, apresenta o seguinte quadro de sinais e sintomas: dores de cabeça na região temporal e acima dos olhos, tontura, náuseas, cansaço, fraqueza, palidez, voz fraca, frio nas extremidades. Pulso: JǏN MÀI 緊 脈 (Pulso em Corda: tenso, duro como uma corda tensa). Língua: fina, seca e vermelha nas bordas. A partir destas informações responda e explique: Qual o seu Diagnóstico, quais os Princípios de Tratamento a serem adotados 10

11 e qual a Combinação de Pontos com suas respectivas funções e indicações para o caso? 47) Paciente homem, 60 anos, obeso, apresenta o seguinte quadro de sinais e sintomas: perda seminal noturna, sonolência, cansaço, digestão lenta, fezes pastosas. Pulso: CHÍ MÀI 遲 脈 (Pulso Lento). Língua: saburra clara, espessa e úmida. A partir destas informações responda e explique: Qual o seu Diagnóstico, quais os Princípios de Tratamento a serem adotados e qual a Combinação de Pontos com suas respectivas funções e indicações para o caso? 11

Título Resumido. Poço (Jing)

Título Resumido. Poço (Jing) Analgesia Tendinomuscular pelo Ponto Poço (Jing) Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola Brasileira de Medicina Chinesa Direção Geral: Dr. Reginaldo de Carvalho

Leia mais

Dor segundo a Medicina Chinesa

Dor segundo a Medicina Chinesa XII Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientais Dor segundo a Medicina Chinesa Introdução Definição A IASP- International Association for the Study of Pain (Associação Internacional

Leia mais

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn CRONOBIOLOGIA CHINESA Luci Aquemi Hayashi Machado Luci.hayashi@onda.com.br Nei Su Wen (Questões Simples) os ritmos impostos pelas horas, dias, meses, anos, influenciam todos os seres vivos, inclusive os

Leia mais

Prof. Carolina C. T. Haddad. Instituto Bioethicus. Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA

Prof. Carolina C. T. Haddad. Instituto Bioethicus. Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA Instituto Bioethicus Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA A arte da palpação é de extrema importância dentro do exame semiológico da Medicina Veterinária Tradicional Chinesa e a

Leia mais

DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS

DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS 1 Calor: Fígado Coração (ID) Tr.Aquecedor Deficiência Yin Rins Estagnação Estagnação Qi Fígado Deficiência T.Aq. Deficiência Yang Rins/ Baço Estagnação Umidade Bexiga Distúrbios Urinários

Leia mais

Medicina Tradicional Chinesa

Medicina Tradicional Chinesa Medicina Tradicional Chinesa Os Chineses acreditam que a vida e a saúde estão relacionadas diretamente ao fluxo de energia pelo corpo: "CHI". A doença se manifesta quando a energia é bloqueada. A MTC se

Leia mais

CANAIS E COLATERAIS (JING-LUO)

CANAIS E COLATERAIS (JING-LUO) CANAIS E COLATERAIS (JING-LUO) A TEORIA DE JING-LUO ESTUDA AS ALTERAÇÕES FISIOPATOLÓGICAS DOS CANAIS E COLATERAIS E A RELAÇÃO ENTRE ESTES E OS ÓRGÃOS INTERNOS DO CORPO JING-LUO É O NOME DADO AO CONJUNTO

Leia mais

ATM CERVICALGIAS DORSALGIAS

ATM CERVICALGIAS DORSALGIAS Center-AO Centro de Pesquisa e Estudo da Medicina Chinesa Universidade Federal de São Paulo Departamento de Ortopedia e Traumatologia Disciplina de Ortopedia Setor de Medicina Chinesa-Acupuntura ATM CERVICALGIAS

Leia mais

ERVAS CHINESAS NO TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO. Dr. Marcio Miyamoto Tao das Ervas Fitoterapia Chinesa

ERVAS CHINESAS NO TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO. Dr. Marcio Miyamoto Tao das Ervas Fitoterapia Chinesa ERVAS CHINESAS NO TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO Dr. Marcio Miyamoto Tao das Ervas Fitoterapia Chinesa HIPERTENSÃO - SBH O que é hipertensão: É a pressão arterial, sistematicamente, igual ou maior que 14 mmhg

Leia mais

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone. Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone. Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais Medicina Tradicional Chinesa Histórico Antes de 2000 a.c Origem

Leia mais

Lista de Fitoterapia Chinesa TCM Practitioner. 3º Trimestre 2010 TCM FORMULA SEDATELEC PULANNA SHENZHOU NO PAIN NEEDLE PEACE

Lista de Fitoterapia Chinesa TCM Practitioner. 3º Trimestre 2010 TCM FORMULA SEDATELEC PULANNA SHENZHOU NO PAIN NEEDLE PEACE Lista de Fitoterapia Chinesa TCM TCM FORMULA SEDATELEC PULANNA SHENZHOU NO PAIN NEEDLE PEACE Fitoterapia Chinesa* Fórmulas tradicionais TCM FORMULA: Suplemento alimentar: gotas (ml), cápsulas (caps) e

Leia mais

XII I I S im i pós pós o B ras r i as l i e l i e r i o de o de Aper pe f r e f i e ç i oam oam n e to t e o m e

XII I I S im i pós pós o B ras r i as l i e l i e r i o de o de Aper pe f r e f i e ç i oam oam n e to t e o m e XII Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientais 三 Método de Três Agulhas Introdução Definição O Método de Três Agulhas é uma forma de acupuntura que utiliza seleções e combinações

Leia mais

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO Se o problema tem solução, não esquente a cabeça, porque tem solução. Se o problema não tem solução, não esquente a cabeça,

Leia mais

de avaliação Paulo Minoru Minazaki Junior Palestra supervisionado pelos professores Edgar Cantelli e Helena Guimarães

de avaliação Paulo Minoru Minazaki Junior Palestra supervisionado pelos professores Edgar Cantelli e Helena Guimarães O Tui Na como método terapêutico e de avaliação Paulo Minoru Minazaki Junior Palestra supervisionado pelos professores Edgar Cantelli e Helena Guimarães Shiatsu Técnica japonesa; An Fa; Trabalha em uma

Leia mais

ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA HISTÓRIA DA MEDICINA CHINESA

ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA HISTÓRIA DA MEDICINA CHINESA Teoria da Acupuntura ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA A Medicina Tradicional Chinesa tem obtido um desenvolvimento através do tempo, pelo menos a 3000 anos. A Acupuntura promove diversas funções, ela controla

Leia mais

Problemas Gastro-Intestinais

Problemas Gastro-Intestinais Problemas Gastro-Intestinais Parâmetros Ocidentais Vômito; Dor na região abdominal, gástrica, etc. Gastrite, Úlcera, Diarréia, Prisão de ventre (constipação) Cólica, Vermes. Anamnese: Tipo de dor ou desconforto:

Leia mais

OITO PRINCÍPI P O I S

OITO PRINCÍPI P O I S OITO PRINCÍPIOS TEM COMO FUNÇÃO IDENTIFICAR, ATRAVÉS DOS DADOS OBTIDOS DO PACIENTE: A LOCALIZAÇÃO DA DESARMONIA A NATUREZA DA DESARMONIA AS CONDIÇÕES DOS FATORES PATOGÊNICOS E DE RESISTÊNCIA DO ORGANISMO

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07. Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO:

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07. Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07 QUESTÃO 17 Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: a) Há 3.000 anos, agulhas de bronze e a pedra bian eram usadas como

Leia mais

SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL

SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL SANGUE É INSEPARÁVEL DO QI, JÁ QUE O QI PROPORCIONA VIDA AO XUE, SEM O QUAL ELE SERIA UM FLUIDO INERTE XUE DERIVA EM SUA MAIORIA DO

Leia mais

Shāng Hán Lùn. 伤寒论 Tratado da Lesão por Frio

Shāng Hán Lùn. 伤寒论 Tratado da Lesão por Frio Shāng Hán Lùn 伤寒论 Tratado da Lesão por Frio Tópicos Introdução ao Shang Han Lun Definição Shang Han 6 Canais Transmissão Huo Luan e gastroenterite Classificação Diferenciação e tratamento Autor e obras

Leia mais

Acupuntura em Cardiologia Funcional. Prof. Ms. Jean Luis de Souza. Diretor Geral: IPGU

Acupuntura em Cardiologia Funcional. Prof. Ms. Jean Luis de Souza. Diretor Geral: IPGU Acupuntura em Cardiologia Funcional Prof. Ms. Jean Luis de Souza Presidente SOBRAFISA NACIONAL Diretor Geral: IPGU Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional * PROGRAMA * SISTEMA CARDIOVASCULAR * ELEMENTOS

Leia mais

Fórmulas Magistrais da Dinastia Han

Fórmulas Magistrais da Dinastia Han Magali Lobosco Fórmulas Magistrais da Dinastia Han 1 a Edição Rio de Janeiro 2008 Copyright 2008 Magali Lobosco Nenhuma parte deste livro pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma, seja

Leia mais

PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU)

PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU) 1 PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU) PONTOS DE ACÚMULO (XI) PONTOS DE REUNIÃO (HUI) 1- PONTOS FONTE (YUAN)

Leia mais

Tratamento das patologias vestibulares segundo a MVTC. Carolina C. T. Haddad Congresso da ABRAVET Março de 2012

Tratamento das patologias vestibulares segundo a MVTC. Carolina C. T. Haddad Congresso da ABRAVET Março de 2012 Tratamento das patologias vestibulares segundo a MVTC Carolina C. T. Haddad Congresso da ABRAVET Março de 2012 Sistema Vestibular Introdução Função: transmitir a informação do ouvido interno até o cérebro

Leia mais

PADRÕES DO FÍGADO (GAN)

PADRÕES DO FÍGADO (GAN) PADRÕES DO FÍGADO (GAN) ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) SENSAÇÃO DE DISTENSÃO E DOR NOS HIPOCÔNDRIOS - NO NÍVEL FÍSICO A ESTAGNAÇÃO DE FÍGADO SE MANIFESTA PRINCIPALMENTE NESTA REGIÃO, EM AMBOS OS LADOS.

Leia mais

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn. 四 总 穴 歌 sì zǒng xué gē Ode dos Quatro Pontos Gerais

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn. 四 总 穴 歌 sì zǒng xué gē Ode dos Quatro Pontos Gerais Protocolos Clássicos de Acupuntura: Análise e aplicações Apresentação No decorrer da palestra serão abordadas: Introdução Apresentação Protocolos Análise Para iniciar se faz importante saber: Quem aqui

Leia mais

Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP

Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP Aula Inaugural Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP 1. História da Acupuntura 1.1. História da Acupuntura geral 1.2. História da Acupuntura Veterinária 1.3. Filosofia chinesa taoísmo 1.4. Pensamento

Leia mais

** Pessoas jovens com má alimentação e estresse emocional que também geram vento no Fígado também estão propícios a ter Parkinson.

** Pessoas jovens com má alimentação e estresse emocional que também geram vento no Fígado também estão propícios a ter Parkinson. Doença de Parkinson A Doença de Parkinson é uma síndrome caracterizada por lentidão de movimento, rigidez e tremor resultante de disfunção nos glânglios da base, com diminuição da dopamina e aumento da

Leia mais

Agulha de Fogo, da teoria à prática

Agulha de Fogo, da teoria à prática II Congresso Brasileiro de Medicina Chinesa Agulha de, da teoria à prática Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola Brasileira de Medicina Chinesa Direção Geral:

Leia mais

Entendimento e Tratamento da Dengue

Entendimento e Tratamento da Dengue Entendimento e Tratamento da Dengue 登 革 热 dēng gé rè Dr. Reginaldo de Carvalho Silva Filho, FT, Ac Diretor Geral da EBRAMEC - Escola Brasileira de Medicina Chinesa Doutorando em Acupuntura pela Universidade

Leia mais

Vasos Maravilhosos. Dr. Juliano C. Franceschi

Vasos Maravilhosos. Dr. Juliano C. Franceschi Vasos Maravilhosos Dr. Juliano C. Franceschi Vasos Maravilhosos Vaso Concepção (Ren( Mai) Yin Vaso Penetrador (Chong Mai) Vaso Yin de Conexão (Yin Wei Mai) Vaso Yin do Calcanhar (Yin Qiao Mai) Yang Vaso

Leia mais

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Centro Brasileiro de Acupuntura Acupuntura Aplicada a Ginecologia e Obstetrícia Prof.: Marcelo Brum Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Aparelho Genital Feminino: Abrange: Útero; Ovários; Trompas

Leia mais

Estagnação, Depressão, Restrição e Estase: Esclarecimento Terminológico.

Estagnação, Depressão, Restrição e Estase: Esclarecimento Terminológico. Estagnação, Depressão, Restrição e Estase: Esclarecimento Terminológico. Título Original Stagnation, Depression, Constraint, and Stasis: Terminological Clarification Por Jason Blalack www.chinesemedicinedoc.com

Leia mais

2º Final de Semana. Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura

2º Final de Semana. Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura 2º Final de Semana Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura Data Temas Professores 08/03/2014 - Introdução geral à Acupuntura. História da Acupuntura. Teoria de Yin

Leia mais

EBRAMEC Escola Brasileira de Medicina Chinesa CIEFATO - Centro Internacional de Estudos de Fisioterapia, Acupuntura e Terapias Orientais

EBRAMEC Escola Brasileira de Medicina Chinesa CIEFATO - Centro Internacional de Estudos de Fisioterapia, Acupuntura e Terapias Orientais Teorias de Base Módulo 02 脏腑 - Órgãos e Vísceras - Zang Fu 病因 Etiologia - Bing Yin 经络 - Canais e Colaterais - Jing Luo Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL CURSO DE ACUPUNTURA CORPO ENERGÉTICO. Elaborado por Profa. Romana de Souza Franco. 1

CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL CURSO DE ACUPUNTURA CORPO ENERGÉTICO. Elaborado por Profa. Romana de Souza Franco. 1 CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL CORPO ENERGÉTICO 1 CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL INTRODUÇÃO: O corpo energético humano, às vezes chamado de corpo etéreo permeia e cerca o corpo físico sólido. É a soma dos campos de

Leia mais

FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO)

FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO) FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) OU FLUIDOS ORGÂNICOS JIN = ÚMIDO = ALGO LÍQUIDO YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO) JIN - FLUIDOS YE - LÍQUIDOS PUROS, CLAROS, AQUOSOS, DILUÍDOS TURVOS,

Leia mais

TRATAMENTO PARA MIOMA. INSTITUTO Long Tao

TRATAMENTO PARA MIOMA. INSTITUTO Long Tao TRATAMENTO PARA MIOMA INSTITUTO Long Tao Mioma Uterino DEFINIÇÃO: É UM TUMOR BENIGNO QUE SURGE QUANDO UMA CÉLULA DO ÚTERO DA MULHER COMEÇA A SE MULTIPLICAR DE FORMA DESORDENADA. Definição na MTC: O mioma

Leia mais

O TUI NA NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE

O TUI NA NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE O TUI NA NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE ANSIEDADE A ansiedade é uma reação ligada ao instinto de sobrevivência frente a situações e momentos de medo, perigo ou de tensão, que prepara a pessoa para o que poderá

Leia mais

MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE

MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE Como selecionar pontos? Critérios para selecionar pontos Que critérios são esses? Lembrete Diagnóstico pronto antes!!! QP Diagnóstico Principio de tratamento

Leia mais

Resumo da História Médica Chinesa

Resumo da História Médica Chinesa Resumo da História Médica Chinesa Artigo traduzido de http://www.lingna-cheng.com/chinese_medical_history_list.html Versão em Português: Paulo Henrique Pereira Gonçalves Projeto Agulhas Bian (8000-2100

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS Aplicação dos 8 princípios Aplicável em todos os casos, para doenças interiores e exteriores Divisão : Exterior-Interior Calor-Frio: Calor por

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Ficha No.: Data: Nome: Data Nasc.: Naturalidade: Estado civil: Filhos: Endereço: Profissão: Fone(s): 1. Queixa Principal (QP): 2. História da Moléstia

Leia mais

6/3/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc

6/3/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Homem, 52 anos. Fome e sede frequentes há 3 anos Micções frequentes e perda de peso. Refere preferência por comidas substanciosas e álcool. Glicemia em jejum 150 (Glicosuria+)

Leia mais

CURSO PRÉ PROVA DE TITULO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA

CURSO PRÉ PROVA DE TITULO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA CURSO PRÉ PROVA DE TITULO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA Curso aberto também para quem deseja apenas realizar uma reciclagem de conhecimentos em Acupuntura TEMA CONTEÚDO MINISTRANTE DATA HORÁRIO Estudo

Leia mais

DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA A base do diagnóstico da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), está na observação dos sinais e sintomas do paciente, uma vez que eles refletem a condição dos Sistemas

Leia mais

A Vesícula Biliar (DAN)

A Vesícula Biliar (DAN) A Vesícula Biliar (DAN) 44 pontos bilaterais Natureza YANG Elemento Madeira Acoplado ao Fígado (GAN) A Vesícula Biliar (DAN) A Vesícula Biliar (DAN) é considerada uma víscera de comportamento particular,

Leia mais

PONTOS DE ACUPUNTURA CONCEITO LOCALIZAÇÃO INSERÇÃO e MANIPULAÇÃO DAS AGULHAS MÉTODOS DE TONIFICAÇÃO E SEDAÇÃO CLASSIFICAÇÃO TE Qi

PONTOS DE ACUPUNTURA CONCEITO LOCALIZAÇÃO INSERÇÃO e MANIPULAÇÃO DAS AGULHAS MÉTODOS DE TONIFICAÇÃO E SEDAÇÃO CLASSIFICAÇÃO TE Qi PONTOS DE ACUPUNTURA CONCEITO LOCALIZAÇÃO INSERÇÃO e MANIPULAÇÃO DAS AGULHAS MÉTODOS DE TONIFICAÇÃO E SEDAÇÃO CLASSIFICAÇÃO TE Qi Dr. Henrique Sidi CONCEITO ENERGÉTICO - representação mais exterior dos

Leia mais

AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA

AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA A doença não é uma Entidade mas uma condição flutuante do corpo do paciente, uma batalha entre a substância da doença e a tendência natural do corpo

Leia mais

OS CINCO ELEMENTOS Os cinco elementos, madeira, fogo, terra, metal e água abarcam todos os fenômenos da natureza. Trata-se de um simbolismo que se aplica também ao homem. Nei Jing. Os chineses dividiram

Leia mais

EMBRIOLOGIA ENERGÉTICA

EMBRIOLOGIA ENERGÉTICA EMBRIOLOGIA ENERGÉTICA FECUNDAÇÃO: ovócito + espermatozóide multiplicação celular durante os primeiros dias o embrião tem forma arredondada (fase de mórula) por volta do 12 º dia, vai passando para uma

Leia mais

LOMBALGIA. Segundo Bernard Auteroche. instituto de acupuntura tradicional 1

LOMBALGIA. Segundo Bernard Auteroche. instituto de acupuntura tradicional 1 LOMBALGIA Segundo Bernard Auteroche instituto de acupuntura tradicional 1 instituto de acupuntura tradicional 2 Fisiologia Energética n A MTC, através da acupuntura, nos ensina que o corpo humano é recoberto

Leia mais

Prof. Henrique Adam Pasquini

Prof. Henrique Adam Pasquini Segundo a MTO Prof. Henrique Adam Pasquini RSRSRSRSRSRS... Prof. Henrique Adam Pasquini 2 INSPEÇÃO DA LÍNGUA MTC A Língua é o broto do Coração. Embriologia A Língua e o coração se originam de um mesmo

Leia mais

6/22/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc

6/22/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Acupuntura na Osteoartrose Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Osteoartrose 1 Osteoartrose Outras denominações ; Artrose; Doença Articular Degenerativa; Artrite Degenerativa. 2 É a doença articular mais

Leia mais

Ba gang 8 Princípios de Diagnóstico

Ba gang 8 Princípios de Diagnóstico I. INTRODUÇÃO Ba gang 8 Princípios de Diagnóstico Para se fazer qualquer tratamento em M.T.C, que seja mais do que meramente sintomático, é preciso um diagnóstico correto da disfunção em curso. O diagnóstico

Leia mais

Saúde e Sexualidade na Medicina Clássica Chinesa

Saúde e Sexualidade na Medicina Clássica Chinesa Saúde e Sexualidade na Medicina Clássica Chinesa Prof. Eduardo Alexander Doutorando IMS/UERJ Rio de Janeiro 2007 O Contexto: Textos Clássicos da Medicina Os Textos de Ma Wang Dui Terapêuticas Clássicas

Leia mais

ENERGIAS. Prof. Msc. Jean Luís s de Souza

ENERGIAS. Prof. Msc. Jean Luís s de Souza ENERGIAS Prof. Msc. Jean Luís s de Souza IPGU- Unisaúde Bibliografia O aparecimento e o desenvolvimento de uma doença a será o reflexo da luta entre o correto (reto) e o o perverso (nocivo) Força a do

Leia mais

Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional

Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional * Acupuntura em Cardiologia Funcional Prof. Ms. Jean Luis de Souza Presidente SOBRAFISA SECCIONAL MINAS Gerais Diretor Geral: IPGU Acupuntura/MTC CARDIOVASCULAR

Leia mais

XI Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientas EBRAMEC - CIEFATO

XI Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientas EBRAMEC - CIEFATO XI Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientas EBRAMEC - CIEFATO Material elaborado pela Direção e Coordenação da EBRAMEC Direção Geral: Reginaldo de Carvalho Silva Filho Coordenação

Leia mais

CANAIS E COLATERAIS ( 經絡 ) (JING LUO)

CANAIS E COLATERAIS ( 經絡 ) (JING LUO) CANAIS E COLATERAIS ( 經絡 ) (JING LUO) MERIDIANOS ORDINÁRIOS (JING MAI) São os canais principais de energia, ou seja, os canais nos quais são feitos os estímulos para que o corpo possa reestabelecer sua

Leia mais

Fatores Patogênicos Internos As. Emoções

Fatores Patogênicos Internos As. Emoções 情 QÍNG. Composto por: 心 XĪN, o coração 丹 DĀN Cinabre (Vermelho) 生 SHÉNG Vida, nascer, dar a vida DĀN + SHÉNG = Verde A força da seiva/essência que torna as plantas verdes, vitalidade das plantas. Interpretação

Leia mais

Rafael Vercelino Fisioterapeuta Especialista em Dor e Acupuntura

Rafael Vercelino Fisioterapeuta Especialista em Dor e Acupuntura Neuropatias sob a visão da Medicina Chinesa Rafael Vercelino Fisioterapeuta Especialista em Dor e Acupuntura Neuropatias sob a visão da Medicina Chinesa Revisão da neurofisiologia da dor, Revisão da fisiopatologia

Leia mais

Problemas Gastro-Intestinais

Problemas Gastro-Intestinais Problemas Gastro-Intestinais Parâmetros Ocidentais: Vômito; Dor na região abdominal, gástrica, etc; Gastrite; Úlcera; Diarréia; Prisão de ventre (constipação / obstipação); Cólica (intestinal); Vermes.

Leia mais

Prof. Msc. Eduardo B. Vasconcelos Prof. Msc. Jean Luís de Souza

Prof. Msc. Eduardo B. Vasconcelos Prof. Msc. Jean Luís de Souza Prof. Msc. Eduardo B. Vasconcelos Prof. Msc. Jean Luís de Souza ÓRGÃOS E VÍSCERAS Manifestação dos Ocultos ZÀNG FÚ FÚ Extraordinário Yin Yang Yang Xue e Jing Qi ocos Não é tocado pelos cereais C, P, BP,

Leia mais

Antes de imprimir este material, considere a possibilidade de apreciá-lo no computador ou leitor de textos. Preserve o meio ambiente

Antes de imprimir este material, considere a possibilidade de apreciá-lo no computador ou leitor de textos. Preserve o meio ambiente Antes de imprimir este material, considere a possibilidade de apreciá-lo no computador ou leitor de textos. Preserve o meio ambiente SHEN LONG Curso de ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA = ZANG FU = Coordenador

Leia mais

Célia Regina Whitaker Carneiro 2012. crwcarneiro@terra.com.br

Célia Regina Whitaker Carneiro 2012. crwcarneiro@terra.com.br Célia Regina Whitaker Carneiro 2012 crwcarneiro@terra.com.br - TEORIA DO YIN/YANG - TEORIA DOS CINCO MOVIMENTOS - TEORIA DOS ZANG FU 6 pares de Canais de Energia Principais: 5 pares de Zang/Fu que compõem

Leia mais

A ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) E SUA RELAÇÃO COM O MIOMA

A ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) E SUA RELAÇÃO COM O MIOMA A ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) E SUA RELAÇÃO COM O MIOMA Frederico César Especialista em Acupuntura e Farmacologia Chinesa Mestrando em Patologia pela UFMG Útero e seus aspectos sociais. A menarca,

Leia mais

O USO DOS CANAIS LIU JING OU SEIS CANAIS. Alberto Bastos

O USO DOS CANAIS LIU JING OU SEIS CANAIS. Alberto Bastos 1 O USO DOS CANAIS LIU JING OU SEIS CANAIS INTRODUÇÃO Alberto Bastos No final dos anos 80, tive meu primeiro contato com a técnica de tratamento da dor pelos canais LIU JING, denominado pelo Dr. Ysao Yamamura

Leia mais

Etiopatogenia na Medicina Chinesa

Etiopatogenia na Medicina Chinesa Etiopatogenia na Chinesa Prof. Eduardo Alexander Doutor em Saúde Coletiva - IMS/UERJ edu.alexander@gmail.com www.grandetriade.com.br Rio de Janeiro 2009 Quadro Resumo Racionalidades Médicas Racionalidades

Leia mais

Acupuntura do. Acupuntura do 2 Metacarpo

Acupuntura do. Acupuntura do 2 Metacarpo Acupuntura do Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola Brasileira de Medicina Chinesa Direção Geral: Reginaldo de Carvalho Silva Filho Introdução Apresentação

Leia mais

Fórmulas Clássicas da Fitoterapia Chinesa

Fórmulas Clássicas da Fitoterapia Chinesa PÓS-GRADUAÇÃO Fórmulas Clássicas da Fitoterapia Chinesa Estudo do Clássico Shang Han Lun (Tratado das Doenças Causadas pelo Ataque do Frio) 传统方剂学 Parceiro Apresentação Este curso tem por base o estudo

Leia mais

MASSAGEM DO-IN. Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto. Site: www.massagemdoin.net. E-Mail: contato@massagemdoin.net

MASSAGEM DO-IN. Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto. Site: www.massagemdoin.net. E-Mail: contato@massagemdoin.net MASSAGEM DO-IN Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto Site: www.massagemdoin.net E-Mail: contato@massagemdoin.net O QUE É? O DO-IN é uma técnica de automassagem aplicada nos pontos energéticos

Leia mais

DEFICIÊNCIA DO QI DO SHEN (RIM)

DEFICIÊNCIA DO QI DO SHEN (RIM) LOMBO-CIATALGIA Causas na Medicina Ocidental: Processo inflamatório local radicular, traumatismos, processos degenerativos, compressão, tumores, tensão ligamentar, osteoartrites (osteófitos), herniação

Leia mais

FUNÇÕES DO CORAÇÃO (XIN) GOVERNAR O SANGUE (XUE)

FUNÇÕES DO CORAÇÃO (XIN) GOVERNAR O SANGUE (XUE) FUNÇÕES DO CORAÇÃO (XIN) GOVERNAR O SANGUE (XUE) * A TRANSFORMAÇÃO DO ZHENG QI EM SANGUE (XUE), OCORRE NO CORAÇÃO. * O CORAÇÃO É RESPONSÁVEL PELA CIRCULAÇÃO DO SANGUE (XUE) NO ORGANISMO. CONTROLAR OS VASOS

Leia mais

ANAMNESE ACUPUNTURA. OLHOS: ü Com brilho: Mente e Jing saudáveis ü Sem brilho: Mente afetada e Jing debilitado

ANAMNESE ACUPUNTURA. OLHOS: ü Com brilho: Mente e Jing saudáveis ü Sem brilho: Mente afetada e Jing debilitado ANAMNESE ACUPUNTURA FACE: ü Clara e úmida: Qi do Estômago intacto (independe da cor) ü Opaca e seca: Qi do Estômago exaurido (independe da cor) ü Cor verde: Padrão de Fígado; Vento Interior; Vento exterior;

Leia mais

dr-cesar TERAPIAS ENERGÉTICAS CURSOS AMBULATÓRIO E CONSULTORIA

dr-cesar TERAPIAS ENERGÉTICAS CURSOS AMBULATÓRIO E CONSULTORIA PRINCIPAIS SÍNDROMES Autor - Wanderley Rocha Casalecchi PADRÕES DO FÍGADO (GAN) ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS: SENSAÇÃO DE DISTENSÃO E DOR NOS HIPOCÔNDRIOS - NO NÍVEL FÍSICO A

Leia mais

ZANG FU Sistema de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa

ZANG FU Sistema de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa FISIOLOGIA ENERGÉTICA ZANG FU Sistema de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa FEI(Pulmão) DA CHANG(Intestino Grosso) Da Chang (Intestino Grosso) INTRODUÇÃO: Fei (Pulmão) e Da Chang (Intestino

Leia mais

Centro Brasileiro de Acupuntura Dr. Alex da Silva Santos - 3023-0965 (cons.) 8141-6637 (cel.) 22 8149-5962 1. Introdução

Centro Brasileiro de Acupuntura Dr. Alex da Silva Santos - 3023-0965 (cons.) 8141-6637 (cel.) 22 8149-5962 1. Introdução Centro Brasileiro de Acupuntura Dr. Alex da Silva Santos - 3023-0965 (cons.) 8141-6637 (cel.) 22 8149-5962 1 Introdução Vocês já viram o desenho de duas silhuetas olhando uma para a outra? Em um momento

Leia mais

1 A Arte de Combinar as Substâncias Medicinais Chinesas: Sua Teoria, Metodologia & Vantagens

1 A Arte de Combinar as Substâncias Medicinais Chinesas: Sua Teoria, Metodologia & Vantagens Dui Yao A arte da combinação dos medicamentos chineses Philippe Sionneau 1 A Arte de Combinar as Substâncias Medicinais Chinesas: Sua Teoria, Metodologia & Vantagens A matéria médica chinesa contém inúmeras

Leia mais

Mantra tibetano para chamar o Buda da saúde

Mantra tibetano para chamar o Buda da saúde Mantra tibetano para chamar o Buda da saúde Om muni muni maha muni sakya muni soha Om tare tutare turê soha... 1 Pulsologia Chinesa os vinte e oito pulsos patológicos" Delvo Ferraz da Silva 2 Teorias de

Leia mais

Fórmulas Magistrais Chinesas PADRÕES ENERGÉTICOS SINOPSE SUBSTANCIAS, ZANG FU

Fórmulas Magistrais Chinesas PADRÕES ENERGÉTICOS SINOPSE SUBSTANCIAS, ZANG FU PADRÕES ENERGÉTICOS SINOPSE SUBSTANCIAS, ZANG FU Indicações fitoterapicas FORMULAS MAGISTRAIS CHINESAS SUBSTÂNCIAS QI 1. QI (Pulmão,Baço): Si Jun Zi Tang, Liu Jun ZI Tang, Shen Ling Bai Zhu San 2.ESTAGNAÇÃO

Leia mais

Meridiano do Estômago Wei (Yang Ming) Localização e Indicação dos acupontos Meridiano do Estômago. Meridiano do Estômago

Meridiano do Estômago Wei (Yang Ming) Localização e Indicação dos acupontos Meridiano do Estômago. Meridiano do Estômago Localização e Indicação dos acupontos Meridiano do Estômago Mariana Aya Hashizume Qualittas nov/2011 Meridiano do Estômago Wei (Yang Ming)! Inicia-se no ponto E1 próximo ao olho, dirigindo-se aos lábios,

Leia mais

S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança.

S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança. Síndromes do Baço Deficiência do Qi do Baço S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança. Pulso- vazio. Língua pálida e flácida, marcas de dentes.

Leia mais

Interrogatório DOR. No CD Rom

Interrogatório DOR. No CD Rom Interrogatório No CD Rom - Um artigo complementar sobre a importância do Interrogatório na MTC. - Modelo de Ficha de Avalição de pacientes. Imprima Frente e Verso. ANAMNESE ELABORAR UM QUESTIONÁRIO DIRECIONAR

Leia mais

11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG)

11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG) O Pulmão (FEI) 11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG) 1 O Pulmão (FEI) QI Pulmão (FEI) tem a função de dirigir o QI e a Respiração. O QI do ar junta-se

Leia mais

PALPAÇÃO DOS PULSOS CHINESES

PALPAÇÃO DOS PULSOS CHINESES PALPAÇÃO DOS PULSOS CHINESES A palpação dos pulsos é uma etapa de grande importância no diagnóstico da Medicina Chinesa e também de grande dificuldade prática. Interessa avaliar a qualidade do pulso e

Leia mais

ELABORAR UM QUESTIONÁRIO

ELABORAR UM QUESTIONÁRIO INTERROGATÓRIO ANAMNESE ELABORAR UM QUESTIONÁRIO DIRECIONAR AS PERGUNTAS INICIALMENTE TOMANDO POR BASE OS 8 CRITÉRIOS, SUBSTÂNCIAS FUNDAMENTAIS, ZANG FU E ETIOPATOGENIA. DEIXAR QUE O PACIENTE JUSTIFIQUE

Leia mais

PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO

PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO "A saúde é o resultado não só de nossos atos como também de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) SHIATSU TERAPIA Terapia

Leia mais

A Importância dos Sistema de Canais do Ling Shu. Nicholas Sieben http://www.nicholassieben.com/

A Importância dos Sistema de Canais do Ling Shu. Nicholas Sieben http://www.nicholassieben.com/ A Importância dos Sistema de Canais do Ling Shu Do original em inglês de Nicholas Sieben http://www.nicholassieben.com/ Tradução e Adaptação para Português Ephraim Ferreira Medeiros Projeto Medicina Chinesa

Leia mais

CANAIS DE ENERGIA EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI)

CANAIS DE ENERGIA EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI) DISCIPLINA DE ACCE TURMA Profº. Marcos Martini www.marcosmartini.webnode.com.br martinipuntura@gmail.com CANAIS DE ENERGIA EXTRAORDINÁRIOS (QI JING BA MAI) 1 São as primeiras formações Arcaicas que aparecem

Leia mais

Nas listas de pontos, menciono HE-7 Shenmen porque, além de acalmar o Shen, ele pára a coceira.

Nas listas de pontos, menciono HE-7 Shenmen porque, além de acalmar o Shen, ele pára a coceira. PRURIDO O prurido é um sintoma que acompanha muitas doenças e padrões. Os principais fatores patogênicos que causam coceira são: Calor externo do vento do vento na pele umidade deficiência de sangue Para

Leia mais

Métodos Diagnósticos na MTC. Prof. Thiago Resende

Métodos Diagnósticos na MTC. Prof. Thiago Resende Métodos Diagnósticos na MTC Prof. Thiago Resende Observações da Forma do Corpo Existem cinco diferentes maneiras de se classificar: Yin e Yang Cinco Elementos (Constitucional) Influências pré e pós natais

Leia mais