Padrões de Desarmonia do Movimento Metal

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Padrões de Desarmonia do Movimento Metal"

Transcrição

1 [Digite texto] Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária Padrões de Desarmonia do Movimento Metal Prof a. Márcia Valéria Rizzo Scognamillo Junho de 2011 Geral I. Fatores Patogênicos Exteriores é o Sistema mais fácil e diretamente invadido pelos Fatores Patogênicos Exteriores Vento-Frio e Vento-Calor os Fatores Patogênicos Exteriores lutam com o WeiQi e dificultam a função do Pulmão: dispersar e descender + regularizar a Passagem das Águas II. Dieta consumo excessivo de alimentos frios e crus Umidade / Baço consumo excessivo de leite*, queijo, manteiga Fleuma Baço gera Fleuma e o Pulmão a estoca III. Emoções Tristeza: dispersa o Qi Deficiência do Qi do Pulmão Preocupação: estagna Qi Estagnação do Qi no tórax Pulmão IV. Estilo de Vida permanecer sentado por longo tempo curvado debilidade do Qi do Pulmão Padrões de Desarmonia do Movimento Metal - Junho de

2 PULMÃO 1 Deficiência de Qi do Pulmão Padrões de Deficiência do Pulmão 1. Deficiência de Qi do Pulmão 2. Deficiência de Yin do Pulmão 3. Secura no Pulmão 1. debilidade hereditária 2. inclinação prolongada sobre uma escrivaninha 3. ataque exterior de Vento-Frio ou Vento-Calor dispnéia leve* tosse, expectoração aquosa voz debilitada* sudorese diurna indisposição para falar, indisposição ao frio propensão a gripes cansaço compleição branca e brilhante* Língua: pálida ou de coloração normal / Pulso: Vazio* 1. tonificar Qi do Pulmão 2. aquecer o Yang Método: tonificação; a moxa é aplicável P.7 LieQue: tonifica o Qi do Pulmão, estimula a f (P: descendência) P.9 TaiYuan: ponto Fonte do Pulmão; tonifica o Qi do Pulmão VC.6 QiHai: tonifica o Qi B.13 FeiShu: tonifica o Qi do Pulmão VG.12 ShenZhu: tonifica o Qi do Pulmão (importante nos casos crônicos) E.36 ZuSanLi: tonifica Qi do Estômago e Baço para nutrir o Pulmão 2 Deficiência de Yin do Pulmão 1. Deficiência do Qi do Pulmão por tempo prolongado 2. associada à Deficiência do Yin do Estômago ou Yin do Rim 3. Secura no Pulmão de origem Interior ou Exterior 2

3 tosse seca* ou com pouca expectoração pegajosa expectoração com sangue febre baixa à tarde sensação de calor à tarde* ou ao anoitecer rubor malar sudorese noturna calor dos cinco palmos insônia boca e garganta secas rouquidão prurido na garganta Língua: vermelha e descascada / Pulso: Flutuante-Vazio e Rápido 1. tonificar o Yin do Pulmão 2. nutrir o JinYe 3. eliminar o Calor-Vazio Método: tonificação, sem moxa P.9 TaiYuan: pode tonificar o Yin do Pulmão VC.17 ShanZhong: tonifica o Qi e Yin do Pulmão B.43 GaoHuangShu: tonifica Yin do Pulmão (importante nos casos crônicos) B.13 FeiShu, VG.12 ShenZhu: tonifica Qi e Yin do Pulmão VC.4 GuanYuan: tonifica Yin do Rim; conduz a descendência do Calor-Vazio R.6 ZhaoHai: tonifica Yin do Rim e beneficia garganta / combinado com P.7 abre o Vaso da Concepção > tonifica o Qi e Yin do Pulmão, estimula f (P: descendência), tonifica Yin do Rim, beneficia garganta e restabelece a comunicação entre Pulmão e Rim VC.12 ZhongWan: tonifica o Estômago, nutre o JinYe P.10 YuJi: elimina o Calor-Vazio do Pulmão (método de sedação) 3 Secura do Pulmão 1. Secura Exterior 2. Secura Interior pela Deficiência do Yin do Estômago tosse seca* garganta e boca secas* pele seca sede rouquidão* Língua: seca / Pulso: Vazio 3

4 1. umedecer o Pulmão 2. nutrir o JinYe Método: tonificação P.9 TaiYuan: umedece o Pulmão VC.4 GuanYuan: tonifica o Yin do Rim e nutre o JinYe R.6 ZhaoHai: nutre o JinYe e beneficia a garganta BP.6 SanYinJiao: nutre o JinYe VC.12 ZhongWan: tonifica o Estômago e nutre o JinYe Padrões de Excesso do Pulmão 1. Invasão do Pulmão pelo Vento-Frio 2. Invasão do Pulmão pelo Vento-Calor 3. Invasão do Pulmão pelo Vento-Água 4. Fleuma-Umidade obstruindo o Pulmão 5. Fleuma-Calor obstruindo o Pulmão 6. Fleuma-Fluidos Corpóreos obstruindo o Pulmão 1 Invasão do Pulmão pelo Vento-Frio 1. exposição ao Vento e ao Frio (natural ou artificial) 2. debilidade relativa do Qi do organismo em relação ao Fator Patogênico Exterior tosse febre prurido na garganta secreção nasal com muco claro e aquoso espirro* aversão ao frio* cefaléia occipital dores generalizadas Língua: com saburra branca e fina / Pulso: Flutuante* 1. libertar o Exterior 2. dispersar o Frio 3. estimular a f (P: dispersão / descendência) 4

5 Método: sedação; a moxa é aplicável após inserção P.7 LieQue: dispersa o Vento-Frio, liberta o Exterior e estimula f (P: dispersão e descendência) B.12 FengMen: liberta o Exterior, expele o Vento VG.16 FengFu: expele o Vento (útil na cefaléia) 2 Invasão do Pulmão pelo Vento-Calor 1. exposição ao clima com Vento e Calor (natural ou artificial) tosse febre* aversão ao frio* dor de garganta* secreção nasal com muco amarelo cefaléia dores generalizadas sudorese leve sede amigdalite Língua: vermelha nas laterais ou ponta; saburra fina branca ou amarela Pulso: Flutuante e Rápido 1. libertar o Exterior 2. eliminar o Calor 3. estimular a f (P: descendência / dispersão) Método: sedação, sem moxa IG.4 HeGu, IG.11 QuChi: liberta o Exterior e elimina o Calor P.11 ShaoSahng: para tratar amigdalite e dor de garganta VG.14 DaZhui: elimina o Calor B.12 FengMen, VG.16 FengFu, VB.20 FengChi: expele o Vento Exterior 3 Invasão do Pulmão pelo Vento-Água 1. exposição ao Vento-Frio e a Umidade Exteriores edema facial repentino* 5

6 edema ocular compleição brilhante e lustrosa urina escassa e de coloração pálida aversão ao vento* febre tosse dispnéia Língua: com saburra branca e escorregadia / Pulso: Flutuante e Escorregadio 1. libertar o Exterior 2. dispersar o Frio 3. resolver a Umidade 4. restaurar a f (P: descendência) 5. abrir a Passagem das Águas Método: sedação P.7 LieQue: liberta o Exterior, estimula f (P: descendência) e abre a Passagem das Águas IG.6 PianLi: abre a Passagem das Águas IG.7 WenLi: ponto de Acúmulo do Intestino Grosso; utilizado nas condições agudas IG.4 HeGu: liberta o Exterior e abre a Passagem das Águas B.12 FengMen, B.13 FeiShu: liberta o Exterior e abre a Passagem das Águas VC.9 ShuiFen: abre a Passagem das Águas e resolve o edema 5 Fleuma-Umidade Obstruindo o Pulmão 1. Deficiência do Qi do Baço ou Yang do Baço (pré-condição) 2. Fatores Patogênicos Exteriores que debilitam o Pulmão e Baço 3. consumo excessivo de alimentos gordurosos e/ou frios e crus tosse crônica* sob forma de crises expectoração profusa de cor branca, de fácil eliminação compleição pálida e brilhante* plenitude torácica, sensação de bloqueio dispnéia aversão a permanecer deitado Língua: com saburra branca, pegajosa e espessa Pulso: Escorregadio ou Debilitado-Flutuante, Fino 6

7 1. resolver a Fleuma 2. restaurar a f (P: descendência) Método: sedação e tonificação P.5 ChiZe: expele a Fleuma do Pulmão P.1 ZhongFu: interrompe e resolve a Fleuma VC.17 ShanZhong: estimula f (P: descendência) P.7 LieQue: estimula f (P: descendência), interrompe a tosse E.40 FengLong: resolve a Fleuma PC.6 NeiGuan: abre o tórax e expele a Fleuma do tórax VC.22 TianTu: expele a Fleuma da garganta e estimula a f (P: descendência) VC.12 ZhongWan: tonifica o Baço para resolver a Fleuma VC.9 ShuiFen: estimula f (BP: transformação / transporte) e resolve Umidade B.20 PiShu: tonifica o Baço para resolver a Fleuma B.13 FeiShu: estimula f (P: descendência) 5 Fleuma-Calor Obstruindo o Pulmão 1. consumo excessivo de alimentos quentes e gordurosos 2. tabagismo 3. pode ser agravado ou precipitado pela invasão do Vento-Calor Exterior tosse em forma de latido* expectoração de coloração amarela, verde* ou escura, profusa e de odor desagradável dispnéia asma plenitude torácica Língua: vermelha, saburra de cor amarela, espessa e pegajosa* Pulso: Escorregadio, Rápido e Cheio 1. resolver a Fleuma 2. eliminar o Calor 3. estimular a f (P: descendência) Método: sedação P.5 ChiZe: elimina o Calor e a Fleuma do Pulmão P.7 LieQue: restaura a f (P: descendência) e cessa a tosse P.10 YuJi: elimina o Calor do Pulmão IG.11 QuChi: elimina o Calor P.1 ZhongFu: restaura a f (P: descendência) e elimina o Calor do Pulmão B.13 FeiShu: pode eliminar o Calor do Pulmão VC.12 ZhongWan: resolve a Fleuma com método de estimulação moderada 7

8 E.40 FengLong: resolve a Fleuma 6 Fleuma-Fluidos Obstruindo o Pulmão 1. Deficiência de Yang do Baço crônica 2. excesso de exercício físico 3. dieta irregular por longo período 4. consumo excessivo de alimentos frios, crus e oleosos tosse* que pode ser desencadeada por um susto dispnéia vômitos de expectoração branca, aquosa e espumosa* calafrios Língua: pálida com saburra branca, espessa e pegajosa Pulso: Fino e Escorregadio ou Debilitado-Flutuante 1. resolver a Fleuma 2. tonificar o Qi do Baço 3. tonificar o Qi do Pulmão Método: sedação e tonificação, moxa é aplicável P.5 ChiZe: elimina a Fleuma do Pulmão P.9 TaiYuan: tonifica o Qi do Pulmão, resolve a Fleuma (importante nas condições crônicas) VC.17 ShanZhong: tonifica o Qi do Pulmão, estimula f (P: descendência) B.13 FeiShu: tonifica o Qi do Pulmão E.40 FengLong: resolve a Fleuma B.43 GaoHuangShu: tonifica o Qi do Pulmão (importante nas condições crônicas) VC.12 ZhongWan: resolve a Fleuma E.36 ZuSanLi: tonifica o Qi do Baço VC.9 ShuiFen: resolve a Fleuma 8

9 INTESTINO GROSSO Geral I. Fatores Patogênicos Exteriores afetado diretamente pelo Frio Exterior através das camadas exteriores do corpo também pela Umidade Exterior, pelos pés II. Emoções afetado pela Tristeza e Preocupação III. Dieta consumo excessivo de alimentos frios e crus Frio Interior consumo excessivo de alimentos oleosos e quentes Umidade-Calor no Intestino Grosso Padrões de Excesso do Intestino Grosso 1. Umidade-Calor no Intestino Grosso 2. Calor no Intestino Grosso 3. Calor obstruindo Intestino Grosso 4. Frio invadindo Intestino Grosso 1 Umidade-Calor no Intestino Grosso 1. consumo excessivo de alimentos quentes e oleosos 2. acrescido de alterações emocionais / ansiedade e preocupação por longo período Calor Interior dor abdominal* diarréia* muco e sangue nas fezes* odor desagradável nas fezes queimação no anus urina escassa e escura febre sudorese sede sem desejo de ingerir líquidos sensação de peso no corpo e membros plenitude no tórax e epigástrio 9

10 Língua: vermelha com saburra amarela e pegajosa / Pulso: Escorregadio e Rápido 1. eliminar o Calor 2. resolver a Umidade 3. interromper a diarréia Método: sedação, sem moxa BP.9 YinLingQuan, resolve a Umidade no Aquecedor Inferior BP.6 SanYinJiao, resolve a Umidade no Aquecedor Inferior VC.3 ZhongJi, resolve a Umidade no Aquecedor Inferior B.22 SanJiaoShu: resolve a Umidade no Aquecedor Inferior E.25 TianShu: ponto Mo do Intestino Grosso; interrompe a diarréia B.17 GeShu: interrompe o sangramento VC.12 ZhongWan: resolve a Umidade IG.11 QuChi: elimina o Calor E.37 ShangJuXu: ponto Ho inferior do Intestino Grosso; interrompe a diarréia B.20 PiShu: tonifica o Baço para resolver a Umidade B.25 DaChangShu: elimina o Calor 2 Calor no Intestino Grosso 1. consumo excessivo de alimentos quentes e secos constipação com fezes secas* sensação de queimação na boca língua seca boca seca queimação e edema no anus* urina escassa e escura Língua: vermelha com saburra amarela e seca / Pulso: Cheio e Rápido 1. eliminar o Calor do Intestino Grosso e Estômago 2. promover o JinYe Método: sedação (para eliminar o Calor) e tonificação (para promover o JinYe) VC.4 GuanYuan: tonifica o Yin e portanto o JinYe IG.11 - QuChi: elimina o Calor no Intestino Grosso E.37 ShangJuXu: para as condições crônicas do Intestino Grosso E.44 NeiTing: elimina o Calor do Estômago IG.2 ErJian: elimina o Calor no Intestino Grosso 10

11 BP.6 SanYinJiao, R.6 ZhaoHai, VC.12 ZhongWan: promove o JinYe 3 Calor Obstruindo o Intestino Grosso 1. padrão agudo observado nas patologias febris por Vento-Frio ou Vento Calor Exteriores semelhante ao anterior porém é Padrão agudo constipação* queimação no anus distensão e dor abdominais* que pioram com a pressão febre alta ou recorrente* delírio sudorese, principalmente nos membros vômito sede Língua: vermelha, saburra espessa, seca e amarela* (ou marrom ou preta) Pulso: Profundo, Cheio e Grande* 1. eliminar o Calor no Estômago e Intestino Grosso 2. promover a defecação Método: sedação, sem moxa IG.11 QuChi: elimina o Calor do Intestino Grosso IG.4 HeGu: elimina o Calor do Intestino Grosso e promove a defecação BP.15 DaHeng: promove a defecação TA.6 ZhiGou: elimina o Calor dos Intestinos Grosso e Delgado, promove a defecação BP.6 SanYinJiao: nutre o Yin e interrompe a dor abdominal IG.2 ErJian: elimina o Calor do Intestino Grosso E.44 NeiTing: elimina o Calor do Estômago E.25 TianShu: elimina o Calor do Intestino Grosso 4 Frio Invadindo Intestino Grosso 1. invasão do Frio Exterior diretamente no Intestino Grosso é sempre um Padrão agudo 11

12 dor abdominal repentina* diarréia com dor* sensação de frio* no abdômen Língua: com saburra espessa de cor branca / Pulso: Profundo e em Corda 1. expelir o Frio no Intestino Grosso 2. aquecer o Aquecedor Inferior Método: sedação; a moxa é aplicável após a inserção E.37 ShangJuXu: interrompe a diarréia e a dor E.25 TianShu: interrompe a diarréia e a dor E.36 ZuSanLi: pode expelir o Frio do Intestino Grosso BP.6 SanYinJiao: acalma a dor abdominal F.3 TaiChong:movimenta o Qi no Aquecedor Inferior e acalma os espasmos E.27 DaJu: expele o Frio do Intestino Grosso Padrões de Deficiência do Intestino Grosso 1. Intestino Grosso seco 2. Colapso do Intestino Grosso 3. Frio no Intestino Grosso 1Secura no Intestino Grosso 1. Deficiência de Xue e de Yin 2. invasão da Secura e Calor do meio ambiente comum em idosos (magros) / Deficiência de Yin também em fêmeas após o parto / perda de Xue exaustão de JinYe da exaustão de JinYe no Intestino Grosso / sintomas de secura fezes secas de difícil eliminação* boca e garganta secas corpo magro Língua: seca, pálida ou vermelha, sem saburra / Pulso: Fino 12

13 1. promover o JinYe no Intestino Grosso Método: tonificação E.36 ZuSanLi: pode promover o JinYe no Estômago e Intestino Grosso BP.6 SanYinJiao, VC.4 GuanYuan: tonifica o Yin e promove o JinYe R.6 ZhaoHai: tonifica o Yin e promove o JinYe, indicado para umedecer as fezes 2 Colapso do Intestino Grosso 1. Deficiência do Baço e Estômago crônica 2. submersão do Qi do Baço diarréia crônica* prolapso anal* hemorróidas cansaço após defecação membros frios anorexia exaustão mental desejo de ingerir líquidos quentes desejo de ter o abdômen massageado Língua: pálida / Pulso: Fino, Debilitado e Profundo 1. tonifica Estômago e Baço 2. ascender o Qi Método: tonificação, moxa é aplicável VC.6 QiHai: tonifica e ascende o Qi E.25 TianShu: tonifica o Intestino Grosso e interrompe a diarréia E.36 ZuSanLi: tonifica o Qi do Estômago e do Baço BP.3 TaiBai: tonifica o Qi do Baço B.20 PiShu, B.21 WeiShu: tonifica o Baço e o Estômago VG.20 BaiHui: ascende o Qi com moxa direta, para prolapso anal 3 Frio no Intestino Grosso 1. consumo excessivo de alimentos frios e crus 13

14 2. exposição excessiva ao clima frio no abdômen Padrão Interior com Frio Deficiente semelhante à Deficiência do Yang do Baço padrão mais para crônico perda de fezes (fezes de pato)* dor abdominal surda borborigmos urina clara membros frios Língua: pálida / Pulso: Profundo e Fino 1. tonificar e aquecer o Intestino Grosso e Baço Método: tonificação, a moxa deve ser utilizada E.25 TianShu: interrompe a diarréia e a dor VC.6 QiHai: tonifica o Qi e interrompe a diarréia crônica E.36 ZuSanLi: tonifica o Qi do Baço E.37 ShangJuXu: interrompe a diarréia crônica B.25 DaChangShu: tonifica o Intestino Grosso B.20 PiShu: tonifica o Qi do Baço 14

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS Aplicação dos 8 princípios Aplicável em todos os casos, para doenças interiores e exteriores Divisão : Exterior-Interior Calor-Frio: Calor por

Leia mais

Problemas Gastro-Intestinais

Problemas Gastro-Intestinais Problemas Gastro-Intestinais Parâmetros Ocidentais Vômito; Dor na região abdominal, gástrica, etc. Gastrite, Úlcera, Diarréia, Prisão de ventre (constipação) Cólica, Vermes. Anamnese: Tipo de dor ou desconforto:

Leia mais

PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU)

PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU) 1 PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU) PONTOS DE ACÚMULO (XI) PONTOS DE REUNIÃO (HUI) 1- PONTOS FONTE (YUAN)

Leia mais

dr-cesar TERAPIAS ENERGÉTICAS CURSOS AMBULATÓRIO E CONSULTORIA

dr-cesar TERAPIAS ENERGÉTICAS CURSOS AMBULATÓRIO E CONSULTORIA PRINCIPAIS SÍNDROMES Autor - Wanderley Rocha Casalecchi PADRÕES DO FÍGADO (GAN) ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS: SENSAÇÃO DE DISTENSÃO E DOR NOS HIPOCÔNDRIOS - NO NÍVEL FÍSICO A

Leia mais

PADRÕES DO FÍGADO (GAN)

PADRÕES DO FÍGADO (GAN) PADRÕES DO FÍGADO (GAN) ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) SENSAÇÃO DE DISTENSÃO E DOR NOS HIPOCÔNDRIOS - NO NÍVEL FÍSICO A ESTAGNAÇÃO DE FÍGADO SE MANIFESTA PRINCIPALMENTE NESTA REGIÃO, EM AMBOS OS LADOS.

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07. Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO:

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07. Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07 QUESTÃO 17 Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: a) Há 3.000 anos, agulhas de bronze e a pedra bian eram usadas como

Leia mais

6/22/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc

6/22/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Acupuntura na Osteoartrose Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Osteoartrose 1 Osteoartrose Outras denominações ; Artrose; Doença Articular Degenerativa; Artrite Degenerativa. 2 É a doença articular mais

Leia mais

S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança.

S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança. Síndromes do Baço Deficiência do Qi do Baço S/s cansaço, letargia, fraqueza, problemas de apetite, distensão abdominal, fezes soltas e insegurança. Pulso- vazio. Língua pálida e flácida, marcas de dentes.

Leia mais

TRATAMENTO PARA MIOMA. INSTITUTO Long Tao

TRATAMENTO PARA MIOMA. INSTITUTO Long Tao TRATAMENTO PARA MIOMA INSTITUTO Long Tao Mioma Uterino DEFINIÇÃO: É UM TUMOR BENIGNO QUE SURGE QUANDO UMA CÉLULA DO ÚTERO DA MULHER COMEÇA A SE MULTIPLICAR DE FORMA DESORDENADA. Definição na MTC: O mioma

Leia mais

OITO PRINCÍPI P O I S

OITO PRINCÍPI P O I S OITO PRINCÍPIOS TEM COMO FUNÇÃO IDENTIFICAR, ATRAVÉS DOS DADOS OBTIDOS DO PACIENTE: A LOCALIZAÇÃO DA DESARMONIA A NATUREZA DA DESARMONIA AS CONDIÇÕES DOS FATORES PATOGÊNICOS E DE RESISTÊNCIA DO ORGANISMO

Leia mais

11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG)

11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG) O Pulmão (FEI) 11 pontos bilaterais Natureza YIN Elemento Metal Acoplado ao Intestino Grosso (DACHANG) 1 O Pulmão (FEI) QI Pulmão (FEI) tem a função de dirigir o QI e a Respiração. O QI do ar junta-se

Leia mais

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO Se o problema tem solução, não esquente a cabeça, porque tem solução. Se o problema não tem solução, não esquente a cabeça,

Leia mais

** Pessoas jovens com má alimentação e estresse emocional que também geram vento no Fígado também estão propícios a ter Parkinson.

** Pessoas jovens com má alimentação e estresse emocional que também geram vento no Fígado também estão propícios a ter Parkinson. Doença de Parkinson A Doença de Parkinson é uma síndrome caracterizada por lentidão de movimento, rigidez e tremor resultante de disfunção nos glânglios da base, com diminuição da dopamina e aumento da

Leia mais

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Centro Brasileiro de Acupuntura Acupuntura Aplicada a Ginecologia e Obstetrícia Prof.: Marcelo Brum Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Aparelho Genital Feminino: Abrange: Útero; Ovários; Trompas

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Ficha No.: Data: Nome: Data Nasc.: Naturalidade: Estado civil: Filhos: Endereço: Profissão: Fone(s): 1. Queixa Principal (QP): 2. História da Moléstia

Leia mais

ELABORAR UM QUESTIONÁRIO

ELABORAR UM QUESTIONÁRIO INTERROGATÓRIO ANAMNESE ELABORAR UM QUESTIONÁRIO DIRECIONAR AS PERGUNTAS INICIALMENTE TOMANDO POR BASE OS 8 CRITÉRIOS, SUBSTÂNCIAS FUNDAMENTAIS, ZANG FU E ETIOPATOGENIA. DEIXAR QUE O PACIENTE JUSTIFIQUE

Leia mais

Interrogatório DOR. No CD Rom

Interrogatório DOR. No CD Rom Interrogatório No CD Rom - Um artigo complementar sobre a importância do Interrogatório na MTC. - Modelo de Ficha de Avalição de pacientes. Imprima Frente e Verso. ANAMNESE ELABORAR UM QUESTIONÁRIO DIRECIONAR

Leia mais

Caso 1. nda. Pulso Flutuante e lentificado.

Caso 1. nda. Pulso Flutuante e lentificado. Caso 1 Paciente com dor e limitação de movimento do pescoço o háh um dia. Acompanha cefaléia occipital, dores pelo corpo, tosse, secreção nasal clara e febre baixa sem transpiração. Língua nda. Pulso Flutuante

Leia mais

ANÁLISE ESTATÍSTICA DOS PONTOS UTILIZADOS NAS PATOLOGIAS DA M.T.C. SEGUNDO O LIVRO: 101 ENFERMIDADES TRATADAS POR ACUPUNTURA Y MOXABUSTIÓN

ANÁLISE ESTATÍSTICA DOS PONTOS UTILIZADOS NAS PATOLOGIAS DA M.T.C. SEGUNDO O LIVRO: 101 ENFERMIDADES TRATADAS POR ACUPUNTURA Y MOXABUSTIÓN ANÁLISE ESTATÍSTICA DOS PONTOS UTILIZADOS NAS PATOLOGIAS DA M.T.C. SEGUNDO O LIVRO: 101 ENFERMIDADES TRATADAS POR ACUPUNTURA Y MOXABUSTIÓN Priscila Rodrigues Vieira Acupunturista CIEPH e Marcelo Fabián

Leia mais

FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO)

FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO) FLUIDOS CORPÓREOS (JIN YE) OU FLUIDOS ORGÂNICOS JIN = ÚMIDO = ALGO LÍQUIDO YE = FLUIDO DE ORGANISMOS VIVOS (DAS FRUTAS, POR EXEMPLO) JIN - FLUIDOS YE - LÍQUIDOS PUROS, CLAROS, AQUOSOS, DILUÍDOS TURVOS,

Leia mais

Problemas Gastro-Intestinais

Problemas Gastro-Intestinais Problemas Gastro-Intestinais Parâmetros Ocidentais: Vômito; Dor na região abdominal, gástrica, etc; Gastrite; Úlcera; Diarréia; Prisão de ventre (constipação / obstipação); Cólica (intestinal); Vermes.

Leia mais

CURSO DE FITOTERAPIA TRADICIONAL CHINESA PADRÕES ENERGÉTICOS

CURSO DE FITOTERAPIA TRADICIONAL CHINESA PADRÕES ENERGÉTICOS CURSO DE FITOTERAPIA TRADICIONAL CHINESA FÓRMULAS MAGISTRAIS CHINESAS PADRÕES ENERGÉTICOS SP 05/07/09 1 Oito princípios: Exterior: Cefálico Cefaléia capacete, costalgia Pulso superficial Face inespecífica

Leia mais

BACH SHU DORSAIS BACK SHU PONTOS DE ASSENTAMENTO

BACH SHU DORSAIS BACK SHU PONTOS DE ASSENTAMENTO BACH SHU DORSAIS BACK SHU PONTOS DE ASSENTAMENTO COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL REFERÊNCIA PARA LOCALIZAÇÃO DAS VÉRTEBRAS VÉRTEBRAS DE TRANSIÇÃO VÉRTEBRAS DE TRANSIÇÃO C7: Vértebra mais proeminente

Leia mais

Prof. Carolina C. T. Haddad. Instituto Bioethicus. Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA

Prof. Carolina C. T. Haddad. Instituto Bioethicus. Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA Instituto Bioethicus Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA A arte da palpação é de extrema importância dentro do exame semiológico da Medicina Veterinária Tradicional Chinesa e a

Leia mais

Observação Clínica. Acupunctura no Tratamento da Obesidade Simples

Observação Clínica. Acupunctura no Tratamento da Obesidade Simples Acupunctura no Tratamento da Obesidade Simples Wei Qunli 魏 群 利 & Liu Zhicheng 刘 志 诚 PLA General Hospital of Nanjing Military Region, Nanjing, Jiangsu, 000 China The nd Clinical Medical College of Nanjing

Leia mais

6/3/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc

6/3/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Homem, 52 anos. Fome e sede frequentes há 3 anos Micções frequentes e perda de peso. Refere preferência por comidas substanciosas e álcool. Glicemia em jejum 150 (Glicosuria+)

Leia mais

Etiopatogenia e Fisiopatologia

Etiopatogenia e Fisiopatologia ETFP 1 Etiopatogenia e Fisiopatologia O corpo humano tem a capacidade de resistir a diversos fatores patógenos para manter o equilíbrio relativo entre o interior do corpo e o mundo exterior. Esta capacidade

Leia mais

Ba gang 8 Princípios de Diagnóstico

Ba gang 8 Princípios de Diagnóstico I. INTRODUÇÃO Ba gang 8 Princípios de Diagnóstico Para se fazer qualquer tratamento em M.T.C, que seja mais do que meramente sintomático, é preciso um diagnóstico correto da disfunção em curso. O diagnóstico

Leia mais

Tecendo a Manhã João Cabral de Melo Neto

Tecendo a Manhã João Cabral de Melo Neto Síndromes Tecendo a Manhã João Cabral de Melo Neto Um galo sozinho não tece uma manhã: Ele precisa sempre de outros galos. De um que apanhe esse grito E o lance a outro;de um a outro galo que apanhe o

Leia mais

Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono & Ronco Acupuntura

Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono & Ronco Acupuntura Obstrutiva do Sono & Ronco Acupuntura Anaflávia de Oliveira Freire Editora: Center AO O Livro Capítulo 1: Síndrome da apnéia obstrutiva do sono e ronco Capítulo 2: Medicina Tradicional Chinesa Capítulo

Leia mais

O TUI NA NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE

O TUI NA NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE O TUI NA NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE ANSIEDADE A ansiedade é uma reação ligada ao instinto de sobrevivência frente a situações e momentos de medo, perigo ou de tensão, que prepara a pessoa para o que poderá

Leia mais

Nas listas de pontos, menciono HE-7 Shenmen porque, além de acalmar o Shen, ele pára a coceira.

Nas listas de pontos, menciono HE-7 Shenmen porque, além de acalmar o Shen, ele pára a coceira. PRURIDO O prurido é um sintoma que acompanha muitas doenças e padrões. Os principais fatores patogênicos que causam coceira são: Calor externo do vento do vento na pele umidade deficiência de sangue Para

Leia mais

Métodos Diagnósticos na MTC. Prof. Thiago Resende

Métodos Diagnósticos na MTC. Prof. Thiago Resende Métodos Diagnósticos na MTC Prof. Thiago Resende Observações da Forma do Corpo Existem cinco diferentes maneiras de se classificar: Yin e Yang Cinco Elementos (Constitucional) Influências pré e pós natais

Leia mais

Fatores Patogênicos Externos Os Fatores Climáticos

Fatores Patogênicos Externos Os Fatores Climáticos Os Fatores Climáticos: Vento, Frio, Calor, Umidade Secura, Fogo O Vento: O Vento como líder dos fatores climáticos. (Passagem da Medicina Magico Ritualística para a Medicina Clássica) Yi Jing Vento: O

Leia mais

SAMARA PRIER DE SAONE ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DO DIABETES MELLITUS

SAMARA PRIER DE SAONE ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DO DIABETES MELLITUS SAMARA PRIER DE SAONE ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DO DIABETES MELLITUS SÃO PAULO 2009 SAMARA PRIER DE SAONE ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DO DIABETES MELLITUS Trabalho monográfico de conclusão do curso de Acupuntura

Leia mais

DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA A base do diagnóstico da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), está na observação dos sinais e sintomas do paciente, uma vez que eles refletem a condição dos Sistemas

Leia mais

de avaliação Paulo Minoru Minazaki Junior Palestra supervisionado pelos professores Edgar Cantelli e Helena Guimarães

de avaliação Paulo Minoru Minazaki Junior Palestra supervisionado pelos professores Edgar Cantelli e Helena Guimarães O Tui Na como método terapêutico e de avaliação Paulo Minoru Minazaki Junior Palestra supervisionado pelos professores Edgar Cantelli e Helena Guimarães Shiatsu Técnica japonesa; An Fa; Trabalha em uma

Leia mais

Prof. Henrique Adam Pasquini

Prof. Henrique Adam Pasquini Segundo a MTO Prof. Henrique Adam Pasquini RSRSRSRSRSRS... Prof. Henrique Adam Pasquini 2 INSPEÇÃO DA LÍNGUA MTC A Língua é o broto do Coração. Embriologia A Língua e o coração se originam de um mesmo

Leia mais

pontos dos meridianos REM MAI e CHONG MAI, além de outros. Assinale o Zang Fu (Órgãos e Vísceras) mais estimulado neste caso: Questão : 1

pontos dos meridianos REM MAI e CHONG MAI, além de outros. Assinale o Zang Fu (Órgãos e Vísceras) mais estimulado neste caso: Questão : 1 Questão : 1 Paciente de 75 anos procurou a acupuntura em função de um diagnóstico confirmado de Câncer de Pulmão. Queixa-se de dor intercostal intensa, mesmo apesar do uso de morfinomiméticos e profundo

Leia mais

8 Princípios ou 8 regras Apostila elaborada pela Dra. Maria Valéria D Avila Braga

8 Princípios ou 8 regras Apostila elaborada pela Dra. Maria Valéria D Avila Braga CENTRO DE PESQUISA E ESTUDO DA MEDICINA CHINESA DIREÇÃO: Prof. Dr. YSAO YAMAMURA 8 Princípios ou 8 regras Apostila elaborada pela Dra. Maria Valéria D Avila Braga A identificação dos padrões de acordo

Leia mais

SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL

SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL SANGUE É INSEPARÁVEL DO QI, JÁ QUE O QI PROPORCIONA VIDA AO XUE, SEM O QUAL ELE SERIA UM FLUIDO INERTE XUE DERIVA EM SUA MAIORIA DO

Leia mais

AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA

AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA A doença não é uma Entidade mas uma condição flutuante do corpo do paciente, uma batalha entre a substância da doença e a tendência natural do corpo

Leia mais

Medicina Tradicional Chinesa Módulo I. Lição nº 8

Medicina Tradicional Chinesa Módulo I. Lição nº 8 Módulo I Lição nº 8 2008 Índice A Teoria dos Pontos 1. Introdução 2. Classificação dos Pontos 2.1. Pontos dos 14 Meridianos Principais 2.2. Pontos Extraordinários 2.3. Pontos Ashi ou Pontos de Dor 3. Características

Leia mais

ZANG FU Sistema de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa

ZANG FU Sistema de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa FISIOLOGIA ENERGÉTICA ZANG FU Sistema de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa FEI(Pulmão) DA CHANG(Intestino Grosso) Da Chang (Intestino Grosso) INTRODUÇÃO: Fei (Pulmão) e Da Chang (Intestino

Leia mais

RYODORAKU. Mensuração Diagnóstica Eletrônica POR DENISE DARIN

RYODORAKU. Mensuração Diagnóstica Eletrônica POR DENISE DARIN RYODORAKU Mensuração Diagnóstica Eletrônica POR DENISE DARIN SIGNIFICADO DO RYODORAKU Ryo significa boa, Do conduzir e Raku linha ou canal. Caminhos Permeáveis (Linha de boa eletrocondutividade). É um

Leia mais

A Lesão. A Lesão. A lesão provoca congestão local causada por obstrução de QiE XUE nas articulações

A Lesão. A Lesão. A lesão provoca congestão local causada por obstrução de QiE XUE nas articulações Acupuntura Acupuntura e Traumatologia e Traumatologia É o estudo das patologias próprias do sistema esquelético, causadas principalmente por traumatismos utilizando a especialidade de acupuntura como recurso

Leia mais

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone. Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone. Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais Medicina Tradicional Chinesa Histórico Antes de 2000 a.c Origem

Leia mais

Aula de Localização de Pontos e Meridianos do Movimento Metal. Pulmão e Intestino Grosso. Instituto Quallitas. Novembro de 2009.

Aula de Localização de Pontos e Meridianos do Movimento Metal. Pulmão e Intestino Grosso. Instituto Quallitas. Novembro de 2009. Aula de Localização de Pontos e Meridianos do Movimento Metal Pulmão e Intestino Grosso Instituto Quallitas Novembro de 2009 Funções do Pulmão 1. Governar Qi e a Respiração Controla o Qi da respiração

Leia mais

MERIDIANO DO PULMÃO 11 PONTOS PONTO LOCALIZAÇÃO FUNÇÃO PAREDE TORÁCIA ANTERIOR, 1 CUN ABAIXO DE P2

MERIDIANO DO PULMÃO 11 PONTOS PONTO LOCALIZAÇÃO FUNÇÃO PAREDE TORÁCIA ANTERIOR, 1 CUN ABAIXO DE P2 MERIDIANO DO PULMÃO 11 PONTOS PONTO LOCALIZAÇÃO FUNÇÃO P1 NA PARTE SUPERIOR LATERAL DA PAREDE TORÁCIA ANTERIOR, 1 CUN ABAIXO DE P2 P2 P3 NA PARTE SUPERIOR LATERAL DA PAREDE TORÁCICA ANTERIOR, ACIMA DA

Leia mais

Acupuntura e Pediatria Funcional Prof. Jean Luís de Souza Diretor do IPGU Presidente da FEDUC Presidente da SOBRAFISA Massagem Pediátrica Dinastia Sui Tang (581-907 DC) Dinastia Song (960-1644) é que a

Leia mais

INSTITUTO HOMEOPÁTICO JACQUELINE PEKER

INSTITUTO HOMEOPÁTICO JACQUELINE PEKER INSTITUTO HOMEOPÁTICO JACQUELINE PEKER ACUPONTOS SHU DORSAIS E MU VENTRAIS DOS ZANG-FU REVISÃO DE LITERATURA SHEILA CÔRTES FONSECA Belo Horizonte 2011 SHEILA CÔRTES FONSECA ACUPONTOS SHU DORSAIS E MU VENTRAIS

Leia mais

CIRCULAÇÃO-SEXO Meridiano do PERICÁRDIO (MP) ou Mestre do Coração (MC) Estação: Verão Horário: 19 às 21 h Elemento: Fogo Yin CARACTERÍTICAS GERAIS Também conhecido como Mestre do Coração (MC), possui 9

Leia mais

MASSAGEM DO-IN. Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto. Site: www.massagemdoin.net. E-Mail: contato@massagemdoin.net

MASSAGEM DO-IN. Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto. Site: www.massagemdoin.net. E-Mail: contato@massagemdoin.net MASSAGEM DO-IN Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto Site: www.massagemdoin.net E-Mail: contato@massagemdoin.net O QUE É? O DO-IN é uma técnica de automassagem aplicada nos pontos energéticos

Leia mais

Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional

Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional * Acupuntura em Cardiologia Funcional Prof. Ms. Jean Luis de Souza Presidente SOBRAFISA SECCIONAL MINAS Gerais Diretor Geral: IPGU Acupuntura/MTC CARDIOVASCULAR

Leia mais

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn CRONOBIOLOGIA CHINESA Luci Aquemi Hayashi Machado Luci.hayashi@onda.com.br Nei Su Wen (Questões Simples) os ritmos impostos pelas horas, dias, meses, anos, influenciam todos os seres vivos, inclusive os

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL EIZO MATSUURA LUCIMARA MARCIA RIBEIRO TRATAMENTO DE PACIENTES ACOMETIDOS POR LOMBALGIA SEGUNDO MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL EIZO MATSUURA LUCIMARA MARCIA RIBEIRO TRATAMENTO DE PACIENTES ACOMETIDOS POR LOMBALGIA SEGUNDO MEDICINA TRADICIONAL CHINESA CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL EIZO MATSUURA LUCIMARA MARCIA RIBEIRO TRATAMENTO DE PACIENTES ACOMETIDOS POR LOMBALGIA SEGUNDO MEDICINA TRADICIONAL CHINESA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS 2010 CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL EIZO

Leia mais

Fernanda Bento dos Santos

Fernanda Bento dos Santos Fernanda Bento dos Santos Protetor do Coração:Invasões de fatores patogênicos exteriores Residência da Mente:Problemas mental-emocionais Centro do Tórax :doença do canal Três fatores principais que diferenciam

Leia mais

CENTER FISIO - IMES INSTITUTO MINEIRO DE ESTUDOS SISTÊMICOS. Métodos Diagnósticos. Center Fisio - IMES 1

CENTER FISIO - IMES INSTITUTO MINEIRO DE ESTUDOS SISTÊMICOS. Métodos Diagnósticos. Center Fisio - IMES 1 CENTER FISIO - IMES INSTITUTO MINEIRO DE ESTUDOS SISTÊMICOS Métodos Diagnósticos 1 Métodos Diagnósticos Muitos métodos diagnósticos já foram descritos e discutidos em capítulos anteriores, como exemplo

Leia mais

PADRÕES DE DESARMONIA DO PI

PADRÕES DE DESARMONIA DO PI PADRÕES DE DESARMONIA DO PI DEFICIÊNCIA DE QI DO PI ETIOLOGIA DIETA IRREGULAR DOENÇAS DE LONGA DURAÇÃO SINAIS E SINTOMAS PERDA DE APETITE DISTENÇÃO ABDOMINAL PÓS- PRANDRIAL PERDA DE FEZES FACE OPACA FADIGA

Leia mais

TRATAMENTO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA POR ACUPUNTURA

TRATAMENTO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA POR ACUPUNTURA IVANI PERIN BRANCO TRATAMENTO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA POR ACUPUNTURA Trabalho de Conclusão apresentada ao Curso de Especialização em Acupuntura do CIEPH Centro Integrado de Estudos e Pesquisas

Leia mais

A ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) E SUA RELAÇÃO COM O MIOMA

A ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) E SUA RELAÇÃO COM O MIOMA A ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) E SUA RELAÇÃO COM O MIOMA Frederico César Especialista em Acupuntura e Farmacologia Chinesa Mestrando em Patologia pela UFMG Útero e seus aspectos sociais. A menarca,

Leia mais

PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO

PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO "A saúde é o resultado não só de nossos atos como também de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) SHIATSU TERAPIA Terapia

Leia mais

10/4/2008. B18: tonifica o Xue do Fígado, domina o vento do Fígado;

10/4/2008. B18: tonifica o Xue do Fígado, domina o vento do Fígado; Padrões de Desarmonia do Fígado geral Padrões de Desarmonia do Fígado M. V. Adriano Luiz M. Caquetti I. Fatores Patogênicos Exteriores Vento Exterior: : afeta as funções do Fígado de: assegurar o fluxo

Leia mais

Zang - Fu. Dr. Roberto Caron Cesac 2011

Zang - Fu. Dr. Roberto Caron Cesac 2011 Zang - Fu Dr. Roberto Caron Cesac 2011 Conceito A Teoria Zang- Fu é o centro da Teoria da Medicina Tradicional Chinesa, por ser a que melhor expressa a visão da Medicina Chinesa do organismo humano com

Leia mais

Canais Distintos Dr. Iriê Tadashi. Prof. Roberto Lalli www.tecnicasjaponesa.blogspot.com rlterapeuta@gmail.com

Canais Distintos Dr. Iriê Tadashi. Prof. Roberto Lalli www.tecnicasjaponesa.blogspot.com rlterapeuta@gmail.com Canais Distintos Dr. Iriê Tadashi Prof. Roberto Lalli www.tecnicasjaponesa.blogspot.com rlterapeuta@gmail.com Canais Distintos Tecnica superficial De 2mm a 5mm de inserção Agulhas mais finas 0,20 X 30mm

Leia mais

Apostila de Fitoterapia- Noções Básicas

Apostila de Fitoterapia- Noções Básicas Apostila de Fitoterapia- Noções Básicas Histórico 2000 a.c- Medicina era praticada por mulheres da tribo do Norte Asiático- Xamãs Arqueologia fez a conexão das Feiticeiras com a Medicina 600 a.c.- Medicina

Leia mais

LEGISLAÇÃO DO SUS. D) promoção do desenvolvimento sustentável, controle da obesidade infanto-juvenil, redução da mortalidade infantil

LEGISLAÇÃO DO SUS. D) promoção do desenvolvimento sustentável, controle da obesidade infanto-juvenil, redução da mortalidade infantil LEGISLAÇÃO DO SUS 01. O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde, publicou em 2006 a Política Nacional de Promoção da Saúde. São ações prioritárias dessa Política: A) incentivo

Leia mais

A Vesícula Biliar (DAN)

A Vesícula Biliar (DAN) A Vesícula Biliar (DAN) 44 pontos bilaterais Natureza YANG Elemento Madeira Acoplado ao Fígado (GAN) A Vesícula Biliar (DAN) A Vesícula Biliar (DAN) é considerada uma víscera de comportamento particular,

Leia mais

Autor: Alberto Bastos Fisioterapeuta Acupunturista. ARTRITE REUMATOIDE SEGUNDO A MEDICINA CHINESA E A TERAPÊUTICA NATURAL

Autor: Alberto Bastos Fisioterapeuta Acupunturista. ARTRITE REUMATOIDE SEGUNDO A MEDICINA CHINESA E A TERAPÊUTICA NATURAL Autor: Alberto Bastos Fisioterapeuta Acupunturista. ARTRITE REUMATOIDE SEGUNDO A MEDICINA CHINESA E A TERAPÊUTICA NATURAL A artrite reumatóide é uma doença auto-imune de etiologia desconhecida, caracterizada

Leia mais

IMAM Instituto Mineiro de Acupuntura e Massagens ESTUDO DE PONTOS II

IMAM Instituto Mineiro de Acupuntura e Massagens ESTUDO DE PONTOS II IMAM Instituto Mineiro de Acupuntura e Massagens ESTUDO DE PONTOS II Prof. Luiz Cláudio Moreira Júnior Prof. Luis Otávio Santos Alves Prof. Vanderson Assis Romualdo Belo Horizonte 2010 IMAM - Instituto

Leia mais

DEFICIÊNCIA DO QI DO SHEN (RIM)

DEFICIÊNCIA DO QI DO SHEN (RIM) LOMBO-CIATALGIA Causas na Medicina Ocidental: Processo inflamatório local radicular, traumatismos, processos degenerativos, compressão, tumores, tensão ligamentar, osteoartrites (osteófitos), herniação

Leia mais

Tratamento das patologias vestibulares segundo a MVTC. Carolina C. T. Haddad Congresso da ABRAVET Março de 2012

Tratamento das patologias vestibulares segundo a MVTC. Carolina C. T. Haddad Congresso da ABRAVET Março de 2012 Tratamento das patologias vestibulares segundo a MVTC Carolina C. T. Haddad Congresso da ABRAVET Março de 2012 Sistema Vestibular Introdução Função: transmitir a informação do ouvido interno até o cérebro

Leia mais

Os Florais Australianos e suas Inter-relações com os Canais e Pontos Acupunturais. Professoras: Ana Cristina Ráu Emiliana Domingues

Os Florais Australianos e suas Inter-relações com os Canais e Pontos Acupunturais. Professoras: Ana Cristina Ráu Emiliana Domingues Os Florais Australianos e suas Inter-relações com os Canais e Pontos Acupunturais. Professoras: Ana Cristina Ráu Emiliana Domingues Florianópolis, novembro de 2008 PRINCÍPIOS DA M.T.C. 1) Estuda a energética

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO MESQUITA FILHO ISABEL SELBACH ACUPUNTURA APLICADA NO AVC (ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL)

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO MESQUITA FILHO ISABEL SELBACH ACUPUNTURA APLICADA NO AVC (ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL) UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO MESQUITA FILHO ISABEL SELBACH ACUPUNTURA APLICADA NO AVC (ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL) E UMA BREVE VISÃO DA MTC (MEDICINA TRADICIONAL CHINESA) Botucatu 2003 ISABEL SELBACH

Leia mais

FUNÇÕES DO CORAÇÃO (XIN) GOVERNAR O SANGUE (XUE)

FUNÇÕES DO CORAÇÃO (XIN) GOVERNAR O SANGUE (XUE) FUNÇÕES DO CORAÇÃO (XIN) GOVERNAR O SANGUE (XUE) * A TRANSFORMAÇÃO DO ZHENG QI EM SANGUE (XUE), OCORRE NO CORAÇÃO. * O CORAÇÃO É RESPONSÁVEL PELA CIRCULAÇÃO DO SANGUE (XUE) NO ORGANISMO. CONTROLAR OS VASOS

Leia mais

Acupuntura em Cardiologia Funcional. Prof. Ms. Jean Luis de Souza. Diretor Geral: IPGU

Acupuntura em Cardiologia Funcional. Prof. Ms. Jean Luis de Souza. Diretor Geral: IPGU Acupuntura em Cardiologia Funcional Prof. Ms. Jean Luis de Souza Presidente SOBRAFISA NACIONAL Diretor Geral: IPGU Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional * PROGRAMA * SISTEMA CARDIOVASCULAR * ELEMENTOS

Leia mais

Profa. M árcia a L uz

Profa. M árcia a L uz Profa. Márcia Luz MERIDIANO PRINCIPAL DO CORAÇÃO Elemento: Fogo - Imperial Horário: 11:00 às13 13:00 hs. Estação: Verão YIN TA ID CS C BP E O Meridiano do Coração se abre na língua e se espelha na face.

Leia mais

Título Resumido. Poço (Jing)

Título Resumido. Poço (Jing) Analgesia Tendinomuscular pelo Ponto Poço (Jing) Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola Brasileira de Medicina Chinesa Direção Geral: Dr. Reginaldo de Carvalho

Leia mais

Acupuntura e o Diafragma

Acupuntura e o Diafragma Observações sobre Acupuntura e o Diafragma Mikael Ikivesi Tao Tao Project (Finlândia) http://kiinalainenlaaketiede.fi/taotao Tradução e Adaptação para Português Leo Silveira Projeto Medicina Chinesa Clássica

Leia mais

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn. 四 总 穴 歌 sì zǒng xué gē Ode dos Quatro Pontos Gerais

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn. 四 总 穴 歌 sì zǒng xué gē Ode dos Quatro Pontos Gerais Protocolos Clássicos de Acupuntura: Análise e aplicações Apresentação No decorrer da palestra serão abordadas: Introdução Apresentação Protocolos Análise Para iniciar se faz importante saber: Quem aqui

Leia mais

EDT 16 FUNDAÇÃO ESTATAL SAÚDE DA FAMILÍA ESTADO DA BAHIA INSTRUÇÕES R E F. E D I T A L N º 1 / 2 0 1 0 - C O N C U R S O P Ú B L I C O

EDT 16 FUNDAÇÃO ESTATAL SAÚDE DA FAMILÍA ESTADO DA BAHIA INSTRUÇÕES R E F. E D I T A L N º 1 / 2 0 1 0 - C O N C U R S O P Ú B L I C O FUNDAÇÃO ESTATAL SAÚDE DA FAMILÍA ESTADO DA BAHIA REALIZAÇÃO R E F. E D I T A L N º 1 / 2 0 1 0 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES 1- Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 50

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA MÓDULO III Profª Mônica I. Wingert 301E COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS

CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA MÓDULO III Profª Mônica I. Wingert 301E COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS Complicações Cirúrgicas CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA MÓDULO III Profª Mônica I. Wingert 301E COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS 1. Complicações Circulatórias Hemorragias: é a perda de sangue

Leia mais

SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2014 ACUPUNTURA LEIA COM ATENÇÃO AS SEGUINTES INSTRUÇÕES

SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2014 ACUPUNTURA LEIA COM ATENÇÃO AS SEGUINTES INSTRUÇÕES SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2014 ACUPUNTURA LEIA COM ATENÇÃO AS SEGUINTES INSTRUÇÕES 1 - Este caderno contém as questões da PROVA OBJETIVA. 2 - Ao receber a Folha de Respostas, confira

Leia mais

ATM CERVICALGIAS DORSALGIAS

ATM CERVICALGIAS DORSALGIAS Center-AO Centro de Pesquisa e Estudo da Medicina Chinesa Universidade Federal de São Paulo Departamento de Ortopedia e Traumatologia Disciplina de Ortopedia Setor de Medicina Chinesa-Acupuntura ATM CERVICALGIAS

Leia mais

BIOTIPOLOGIA CONSTITUCIONAL TIPO I AR YANG SUPREMO

BIOTIPOLOGIA CONSTITUCIONAL TIPO I AR YANG SUPREMO TIPO I AR YANG SUPREMO TAI YANG Características físicas: fronte larga, brilho intenso nos olhos, tórax bem desenvolvido (devido a hiperplasia do parênquima pulmonar), ombro largo, cintura proporcionalmente

Leia mais

INSTITUTO HOMEOPÁTICO JACQUELINE PEKER CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ACUPUNTURA VETERINÁRIA

INSTITUTO HOMEOPÁTICO JACQUELINE PEKER CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ACUPUNTURA VETERINÁRIA 1 INSTITUTO HOMEOPÁTICO JACQUELINE PEKER CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ACUPUNTURA VETERINÁRIA RELATO DE CASO: ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DA DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA EM EQUINOS CAMILA OLIVEIRA ROCHA

Leia mais

ARTROSES ARTRITES OSTEO... HÉRNIA ARTRALGIAS...OSES...ITES ETC.

ARTROSES ARTRITES OSTEO... HÉRNIA ARTRALGIAS...OSES...ITES ETC. ORTOPEDIA & REUMATO MTC ARTROSES ARTRITES OSTEO... HÉRNIA ARTRALGIAS...OSES...ITES ETC. CAUSAS CLÍNICAS OCIDENTE CAUSAS CLÍNICAS ORIENTE 1. VENTO 2. FRIO 3. CALOR 4. UMIDADE 5. TRAUMA ORTOPEDIA & REUMATO

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES LAIS SOUZA NOVAES FABIO TSUTOMU AKABANE TRATAMENTO DA RINITE ALÉRGICA COM ACUPUNTURA

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES LAIS SOUZA NOVAES FABIO TSUTOMU AKABANE TRATAMENTO DA RINITE ALÉRGICA COM ACUPUNTURA 6 UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES LAIS SOUZA NOVAES FABIO TSUTOMU AKABANE TRATAMENTO DA RINITE ALÉRGICA COM ACUPUNTURA Mogi das Cruzes, SP 2012 UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES LAIS SOUZA NOVAES FABIO TSUTOMU

Leia mais

Acupuntura no tratamento da rinite alérgica

Acupuntura no tratamento da rinite alérgica 1 Acupuntura no tratamento da rinite alérgica Lorena Picanço Teixeira Cavalcante 1 lohteixeira@hotmail.com Dayana Priscila Maia Mejia 2 Pós-Graduação em Acupuntura Instituição do Ensino Superior/FAIPE

Leia mais

XI Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientas EBRAMEC - CIEFATO

XI Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientas EBRAMEC - CIEFATO XI Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientas EBRAMEC - CIEFATO Material elaborado pela Direção e Coordenação da EBRAMEC Direção Geral: Reginaldo de Carvalho Silva Filho Coordenação

Leia mais