12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA"

Transcrição

1 12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS 2015 REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA

2 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta competição será coordenada pela Associação Brasil Núcleo Regional Curitiba e será regida pelo presente regulamento, tendo como finalidade principal o desenvolvimento do intercambio desportivo e o incremento das boas relações entre os associados, usando a pratica desportiva como instrumento de socialização. Art. 2 o Na competição deverão ser consideradas, em conjunto com o Regulamento da Competição, as regras oficiais da modalidade e o Estatuto Social da Associação Brasil. Art. 3 o As disposições relativas ao sistema de disputa da competição, previsto neste regulamento, não poderão ser alteradas após o início da competição. Art. 4 o As equipes que tenham concordado em participar desta competição reconhecem a Comissão Disciplinar a ser instituída pela Comissão Organizadora como instância própria para resolver as questões relativas à disciplina e a competição. CAPITULO II DAS DISPOSIÇÕES ADMINISTRATIVAS Art. 5 o Compete a Comissão Organizadora da AB: A) Elaborar o regulamento da competição; B) Elaborar as tabelas da competição, programando datas e horários; C) Fazer cumprir o regulamento e a tabela da competição; D) Tomar as providências de ordem técnica, necessárias a administração da competição; E) Aprovar ou não as partidas, à vista das súmulas e dos relatórios dos árbitros, no prazo de três dias; F) Decidir sobre os pedidos das equipes participantes da competição. Art. 6 o A competição será realizada exclusivamente nas dependências da Sede Campestre da Associação Brasil em Curitiba, conhecida como Clube de Campo Avelino A. Vieira, situada às margens da BR 116, KM 113 Bairro Tatuquara Curitiba/PR. Art. 7 o Pedidos de transferência de jogos só serão aceitos caso um número expressivo de jogadores de uma mesma equipe, estejam impedidos de comparecer no dia e horário escalados, por motivo de trabalho. O pedido deverá ser feito com pelo menos 24 horas de antecedência, através de correspondência encaminhada a Comissão Organizadora, juntamente com listagem de jogadores impossibilitados de participar e documentação que comprove a jornada de trabalho. Art. 8 o - Nenhuma partida poderá ser disputada com menos de cinco atletas, por quaisquer das equipes disputantes. 1 - Haverá tolerância de quinze minutos de atraso de equipe, somente quando esta estiver escalada no primeiro jogo de cada período (manhã), sendo que os demais jogos iniciarão nos horários previamente escalados. 2 - Na hipótese do não atendimento ao previsto no caput deste artigo, e respeitado o prazo de acordo com o disposto no parágrafo 1 o deste artigo, a equipe regularmente presente será declarada vencedora. 3 - A equipe que não comparecer no dia, e horário estabelecido conforme escala de horários editada no boletim oficial da competição será automaticamente desclassificada da competição e para efeito de classificação, os jogos que por ventura ela tenha participado na fase, serão considerados nulos. 2

3 4 - Se uma partida teve início e uma das equipes ficarem reduzida a menos de cinco atletas, antes de ter decorrido 3 / 4º do tempo da partida, ou seja, 15 minutos da 2ª etapa a mesma será eliminada da competição. Após esse período se equipe infratora estiver vencendo ou empatando a partida, será considerado o resultado de 1 x 0 (um a zero) para a equipe adversária; se a equipe infratora estiver perdendo pelos placares de 1x0;2x0;2x1;3x1;3x2;4x3;4x2;5x4, será declarada vencida pelo placar de 3 x 0 (três a zero). Todos os demais resultados acima de três gols de diferença serão mantidos. 3 CAPITULO III DO ADIAMENTO E DA SUSPENSÃO DAS PARTIDAS Art. 9 o Qualquer partida, por motivo de força maior, poderá ser adiada pelo Representante da AB, e desde que o faça até 30 (minutos) antes do seu início, dando ciência da sua decisão aos representantes das equipes interessadas e ao árbitro da partida. 1 - Nos casos em que o motivo de força maior for o mau estado do campo, somente o administrador do Clube de Campo Avelino A Vieira, poderá decidir pelo seu adiamento. 2 - Quando a partida for adiada pelo Representante da AB, conforme o estabelecido no caput deste artigo caberá a Comissão Organizadora estabelecer nova data e horário para realização da partida. Art. 10 o Uma partida só poderá ser adiada, interrompida ou suspensa quando ocorrerem os seguintes motivos: a) Mau estado do campo, que torne a partida impraticável ou perigosa; b) Falta de iluminação adequada; c) Conflitos ou distúrbios graves no campo; d) Procedimentos contrários à disciplina por parte dos componentes das equipes; e) Motivo extraordinário, não provocado pelas equipes, e que represente uma situação de comoção incompatível com a realização ou continuidade da partida. 1 - Quando a partida for suspensa por quaisquer dos motivos previstos no caput deste artigo, assim se procederá, após julgamento do processo correspondente: I se a equipe houver dado causa à suspensão e era na ocasião deste ganhador, será ele declarado perdedor, pelo escore de uma a zero (1 x 0); se era perdedor, o adversário será vencedor prevalecendo o resultado constante do placar, no momento da suspensão; II se a partida estiver empatada, o clube que houver dado causa à suspensão será declarado perdedor, pelo escore de um a zero (1 x 0). III Caso de WO ou desistência da competição multa de R$ 600,00 Art. 11 As partidas não iniciadas e as que forem suspensas até o término do primeiro tempo, pelos motivos enunciados no Art. 10, serão jogadas integralmente, caso tenham cessado os motivos que a adiaram ou a suspenderam, desde que nenhuma das equipes tenha dado causa ao adiamento ou à suspensão. 1 - Caberá a Comissão Organizadora marcar nova data para realização da partida e dela poderão participar todos os jogadores que tenham condições de jogo na nova data marcada para a realização da partida. 2 - As partidas que forem interrompidas, após os 15 minutos do segundo tempo, pelos motivos relacionados no Art. 10, serão consideradas encerradas, prevalecendo o placar, desde que nenhuma das equipes tenha dado causa ao encerramento.

4 CAPITULO IV DAS IMPUGNAÇÕES, INFRAÇÕES E PENALIDADES Art. 12 A impugnação da validade ou de seu resultado será processada perante a Comissão Disciplinar, na forma das disposições do Código de Organização da Justiça e Disciplina Desportiva do Estado do Paraná. Art. 13 O procedimento objetivando a anulação da partida ou do seu resultado queixa ou outro qualquer, será dirigido a Comissão Disciplinar. Art. 14 A Comissão Organizadora verificando que uma equipe incluiu na partida jogador sem condição legal, encaminhará a documentação correspondente a Comissão Disciplinar, ao qual competirá a aplicação de pena. Art. 15 Independentemente das sanções de natureza regulamentar expressamente estabelecidas neste Regulamento, as infrações disciplinares serão processadas e julgadas pela Comissão Disciplinar. Art. 16 O jogador que for expulso de campo ou do banco de reservas ficará automaticamente impedido de participar da partida subseqüente, independentemente de decisão da Comissão Disciplinar, no julgamento da infração disciplinar. ÚNICO Se o julgamento ocorrer após o cumprimento da suspensão automática, sendo o jogador suspenso, deduzir-se-á da pena imposta a partida não disputada em conseqüência da expulsão. Art. 17 Perde a condição de jogo para a partida subseqüente do campeonato, o jogador advertido pelo árbitro a cada série de três advertências com cartões amarelos, independentemente da seqüência das partidas na tabela da competição. 1 - O controle da contagem do número de cartões amarelos e vermelhos recebidos pelo jogador e responsabilidade da Comissão Organizadora e das equipes disputantes da competição. 2 - Quando um jogador for advertido com um cartão amarelo e, posteriormente, receber o segundo cartão amarelo, com a exibição conseqüente do cartão vermelho, ou se for expulso de campo com a exibição direta de cartão vermelho, aquele cartão amarelo inicial permanecerá em vigor, para o computo dos três cartões que importarão em impedimento automático e, ser for o terceiro da série, o jogador será penalizado com dois impedimentos automáticos, sendo um pela seqüência de três amarelos e outro pelo recebimento do cartão vermelho. Art É vedada a inscrição de associado ou dependente em competições desportivas se na data da inscrição estiver respondendo a processo administrativo,vedação que se estende também ao associado que estiver cumprindo pena, enquanto perdurar a sanção; Art Todo associado (titular e/ou dependente) inscrito em competições desportivas que vier a responder Processo Administrativo por violação, cumulativa ou não, do disposto nos artigos 15 e/ou 18 do estatuto, será automaticamente suspenso da competição, até que o Processo Administrativo seja formalmente concluído mediante a julgamento final. Art. 20 Quando uma equipe for declarada vencedora da partida por decisão da Comissão Disciplinar, a definição do placar corresponderá ao que dispõem os itens I e II do parágrafo 1 o do artigo 10. Art. 21 Os árbitros serão designados pela coordenação dos jogos, e em hipótese alguma poderão ser recusados. 4

5 FALTA E CONDUTA ANTIESPORTIVA 5 As faltas e conduta antiesportivas serão sancionadas a seguinte maneira: Art O jogador ou representante que receber cartão vermelho durante uma partida deverá imediatamente deixar o campo. Aquele que insistir em permanecer no campo de jogo, inclusive no banco de reserva. Caberá pena de até 03 jogos. Art. 23 O jogador ou representante que praticar agressão física a jogador da mesma equipe ou adversário, técnico de equipe, árbitro, representante ou membros da coordenação. Caberá pena de eliminação do campeonato. Art No caso de tentativa de agressão física a qualquer dos acima identificados. Pena: 03 á 06 jogos de suspensão. Art O jogador que receber 03 (três) cartões vermelhos durante a competição será automaticamente eliminado da competição. Ofender moralmente: Art Mesários, boleiros, árbitros e representantes da coordenação de esportes AB. Pena: 01 á 03 jogos de suspensão. Art Invasão de campo de jogo. Pena: 01 jogo de suspensão. Art Manifestar-se de forma desrespeitosa ou ofensiva contra atos ou decisões da coordenação de Futebol durante as respectivas reuniões. Pena: 04 jogos de suspensão. Art Os casos de indisciplina e agressão que a Coordenação de Futebol considere graves serão comunicados ao Conselho Administrativo para as devidas providências. Art. 30 Caso o jogador seja expulso no ultimo jogo de sua equipe no campeonato, ou suspenso em decorrência desta partida, o mesmo cumprirá a pena no próximo Campeonato de Futebol Suíço Quarentinhas.

6 6 CAPITULO V DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art O 12 o Campeonato de Futebol Suíço Quarentinhas , doravante denominado campeonato, será disputado pelas seis equipes que o integram, na forma deste regulamento. Único O presente regulamento trata dos assuntos específicos do campeonato; as definições de outra natureza social deverão ser observadas pelo Estatuto Social da Associação Brasil. Art O campeonato será disputado pelas equipes relacionadas abaixo: XAXIMDIRU MADRUGA NP INDEPENDENTE INIMIGOS DA BOLA PAROLIN CAPÍTULO VI DO TROFÉU E DOS TÍTULOS Art A equipe vencedora do campeonato será atribuído o título de Campeão da ASSOCIAÇÃO BRASIL Núcleo Regional Curitiba e, a segunda colocada, o de Vice- Campeão da ASSOCIAÇÃO BRASIL Núcleo Regional Curitiba. Art Serão ofertados troféus as equipes classificadas em 1 o, 2 o e 3 o lugares. 1 o As equipes classificadas de 1 o a 3 o lugares, além do troféu acima referido, receberão 16 medalhas para seus jogadores. 2 o Será oferecido troféu para o artilheiro do campeonato.

7 7 CAPÍTULO VII DA CONDIÇÃO DE JOGO DOS JOGADORES Art Somente poderão participar da competição os associados da Associação Brasil e seus legítimos dependentes que estejam em dia com sua contribuição social e cujos nomes constem da Ficha de Inscrição da equipe. 1 A ficha de inscrição dos jogadores deverá ser encaminhada à Associação Brasil Núcleo Curitiba Setor de Esportes, via malote ou via correio eletrônico (chave Notes Luis Grocheveski), no formulário apropriado. 2 - As equipes poderão inscrever no mínimo 12(doze) jogadores e no máximo 16 (dezesseis) jogadores, sendo que o número máximo de dependentes por equipe fica limitado em 05(cinco) jogadores. 3 - A inscrição será efetivada mediante pagamento da taxa de R$ 25,00 (vinte e cinco reais) por jogador inscrito. 4 - O associado (jogador) só poderá participar do Campeonato se estiver em dia com as mensalidades. 5 Poderá ser inscritos na competição até 05 jogadores nascidos entre os anos de 1978 e 1976, e demais jogadores nascidos até Durante a partida deverá ter no campo de jogo no máximo 02 jogadores entre 37 e 39 anos. Art O Associado participante do Campeonato como jogador deverá apresentar, no ato da inscrição, atestado médico declarando-o apto e em perfeitas condições físicas, inclusive cardiológica, para a prática desportiva. ÚNICO Sendo documento imprescindível para a habilitação, sua não apresentação no ato da inscrição implicará no automático indeferimento da inscrição do Associado. Art. 37 Substituições de jogadores somente serão permitidas caso um jogador inscrito sofra uma lesão que o impossibilite de continuar participando da competição, tenha transferido seu domicilio para outra cidade ou seja desligado do quadro social da AB. 1 o Tais condições deverão ser devidamente comprovadas através de documentação. 2 o - A substituição deverá ser requerida através de documento enviado pelo representante da equipe, para AB Curitiba Setor de Esportes, até as 18 (dezoito) horas da quinta-feira anterior à rodada. Na carta de substituição deverá constar o nome do jogador substituído, nome, RG, Número de Matricula e data de nascimento do jogador substituto. Art. 38 Inclusões de jogadores, dentro do limite estabelecido, poderão ser feitas até o final da competição, sendo que o pedido deverá ser requerido através de documento enviado pelo representante da equipe, para AB Curitiba Setor de Esportes, até as 18 (dezoito) horas da quinta-feira anterior à rodada. Na carta de inclusão deverá constar o nome do jogador, RG, Número de Matricula e data de nascimento do jogador a ser incluído. Art Cada jogador poderá participar de apenas uma equipe no campeonato. Art. 40 Os jogadores de cada equipe, minutos antes da hora marcada para o início da partida, deverão assinar a súmula correspondente após se identificarem perante o representante da AB no local. ÚNICO A identificação será feita pela exibição da carteira de associado da AB acompanhada de uma identidade civil com foto. Caso isso não ocorra, caberá ao representante da AB dar ou não condições de jogo ao jogador, ou ainda, estipular um prazo para a apresentação dos documentos exigidos.

8 8 CAPÍTULO VIII DO SISTEMA DE DISPUTA Art O sistema de disputa do campeonato será definido em congresso técnico com as equipes inscritas. Art. 42 Tempo de Jogo - As partidas serão disputadas em 60 (sessenta) minutos, divididas em dois tempos de 30 (trinta) minutos com 05 (cinco) minutos de intervalo para descanso. CAPITULO IX DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 43 A competição será regida pelo sistema de pontos ganhos, observando-se os seguintes critérios: A) três pontos por vitória; B) um ponto por empate. Art. 44 Toda comunicação da Comissão Organizadora será divulgada através de boletim, cabendo ao representante da equipe a responsabilidade de tomar conhecimento sobre o mesmo. Art. 45 Equipamento básico do jogador será: camiseta, calção, meias, caneleiras e calçado. 1 o Não será permitido o uso de calçado com travas de alumínio. 2 o As caneleiras deverão estar completamente cobertas pelas meias. Art. 46 O número de substituições no decorrer do jogo será livre, sendo que o jogador uma vez substituído poderá retornar à partida, sem que haja a necessidade de paralisação do jogo para as substituições. 1 o - Entrada e saída dos jogadores deverão ser feita na ZONA DE SUBSTITUIÇÃO. Caso ocorra uma substituição irregular, sempre será aplicado o cartão disciplinar (amarelo) ao jogador que está entrando na partida, pois esta equipe contará com mais jogadores em campo.

9 2 o - Quando um goleiro tiver que ser substituído, deverá ser observado o seguinte procedimento: a) O árbitro deverá ser informado da substituição antes dela ser efetuada; b) O substituto não ingressará no campo antes que o goleiro substituído haja deixado o mesmo. O substituto só entrará em campo depois de haver recebido o sinal de autorização do árbitro; c) O substituto entrará em campo durante uma interrupção do jogo. Art. 47 A Comissão Organizadora da AB expedirá normas complementares e instruções que se fizerem necessárias à boa e fiel execução do presente regulamento. Art Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora da AB. Curitiba, 19 de Fevereiro de ASSOCIAÇÃO BRASIL Núcleo Regional Curitiba Comissão Organizadora

32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA

32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA 32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO 2015 REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta competição será coordenada pela Associação Brasil Núcleo Regional

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL 1 2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL Disposições Preliminares 1 O Campeonato de Futsal da Associação Atlético Cultural Painco de 2010 será dirigido pelo Departamento

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU CAP. I: AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 - O torneio é uma Promoção do Colegiado do curso de Educação Física da Uniguaçu, apoiado pela Uniguaçu. ART.2

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL I. DAS FINALIDADES Artigo 1 O IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY, tem por finalidade congregar todas as pessoas que trabalham

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

CATEGORIA: IDADE LIVRE

CATEGORIA: IDADE LIVRE 15º CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL DE ADVOGADOS (15ª edição) 2014 CATEGORIA: IDADE LIVRE REGULAMENTO GERAL Art. 1 - Participantes: O 15º Campeonato Brasileiro de Futebol da OAB terá a participação dos

Leia mais

DORIVAL ANTONIO DE LIMA

DORIVAL ANTONIO DE LIMA 5ºCOPA FUPESP FEDERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2009 DORIVAL ANTONIO DE LIMA REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - A

Leia mais

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO:

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO: FUTEBOL DE CAMPO Todos os atletas deverão apresentar o Documento Original (conforme Art.do Regulamento Geral) É obrigatório (e indispensável) o uso de caneleiras para todos os atletas participantes das

Leia mais

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL www.fgf.esp.br

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL www.fgf.esp.br CAMPEONATO GOIANO DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO DE ACESSO (2 a DIVISÃO) 2015 N O R M A S E S P E C I A I S CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Goiano de Profissionais da

Leia mais

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade:

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade: LIGA ARAGUARINA DE FUTEBOL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL Nº 004/2013 - DT DISPÕE SOBRE O REGULAMENTO, DO CAMPEONATO DA 1ª DIVISÃO DE NÃO PROFISSIONAIS, DA TEMPORADA DE 2013. O Presidente da Liga Araguarina

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA 1 REGULAMENTO CAMPEONATO GONÇALENSE DE FUTEBOL MIRIM CAPÍTULO - I - DA ORGANIZAÇÃO E

Leia mais

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 3ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que será realizada no 2º semestre

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL 1. Os jogos de Futsal serão realizados de acordo com as Regras Oficiais, salvo o estabelecido neste Regulamento. 2. Cada equipe poderá inscrever

Leia mais

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo Regulamento 1 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XIII COPA FUTEL DE FUTEBOL DE CAMPO tem por objetivo principal o congraçamento geral dos participantes e criar alternativas

Leia mais

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador 16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador De Março a Julho de 2013 Organização: Prof. José Medeiros LIGA FARROUPILHA REGULAMENTO GERAL 1) Da fórmula de disputa: a) A competição contará com dezoito (18) equipes;

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO CAPÍTULO I - DAS COMPETIÇÕES ARTIGO 01 - A finalidade principal da realização dos Campeonatos Internos de Futebol é desenvolver a prática esportiva, fomentando em caráter recreativo e, absolutamente amadorista,

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração REGULAMENTO 2010 IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração CAPÍÍTULO II DASS DIISSPOSSIIÇÕESS PRELIIMIINARESS Art1º Art2º O IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino, é uma

Leia mais

COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO

COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO CENTRO DE PRÁTICAS ESPORTIVAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO S. EVENTOS COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS A COPA CEPEUSP DE FUTEBOL DE CAMPO tem como objetivo a integração dos docentes

Leia mais

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES Artigo 1 - A TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 é promovida, organizada e dirigida pela FEDERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Leia mais

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO 1º O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES/2011,

Leia mais

I CAMPEONATO DE FUTEBOL DOS ADVOGADOS DO MARANHÃO

I CAMPEONATO DE FUTEBOL DOS ADVOGADOS DO MARANHÃO I CAMPEONATO DE FUTEBOL DOS ADVOGADOS DO MARANHÃO REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE O I CAMPEONATO DE FUTEBOL DOS ADVOGADOS DO MARANHÃO (SOCIETY), visa incrementar a prática de futebol de sete

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO O Vice-Presidente de Esportes da Associação Atlética do Banco do Brasil de Belo Horizonte, usando de suas atribuições,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG BELO HORIZONTE AGOSTO DE 2014 REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG REALIZAÇÃO Arte do Esporte www.artedoesporte.com.br I DAS FINALIDADES 3 II DA ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO 3 III PERÍODO DE INSCRIÇÃO E REALIZAÇÃO

Leia mais

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR COPA LIGA PAULISTANA REGULAMENTO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem a Copa Liga Paulistana. Artigo 2º - A Copa tem por finalidade promover

Leia mais

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 6ª COPA NOVE DE JULHO DE FUTEBOL AMADOR 2016 REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 1 REGULAMENTO DA 6ª COPA NOVE DE JULHO 2016 CAPITULO I Da PARTICIPAÇÃO Esta copa contará com a participação de 48 (quarenta

Leia mais

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 PARTE GERAL Art. 1º - Denomina-se Grêmio de Ex-Alunos do Colégio de São Bento ( GEACSB ) o campeonato de futebol society organizado pela ALUMNI CSB-RJ e realizado anualmente

Leia mais

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013.

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. I - DOS OBJETIVOS: Art. 1º - O evento visa proporcionar aos servidores do Poder Judiciário Federal e instituições convidadas a integração e socialização

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO Dispõe sobre as normas a serem estabelecidas no Regulamento do Campeonato de MÁSTER

Leia mais

APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA

APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA II COPA CINQUENTÃO BOTAFOGO DE FUTEBOL AMADOR APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA Acesse o site WWW.BOTAFOGODEGUAIANASES.COM.BR REALIZAÇÃO: ACOCESP: Promoções de Eventos e Coordenação de Esporte

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO LIGA DE FUTEBOL DE SALÃO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO e-mail ligafutsalsbc@gmail.com ou ligafutsalsbc@uol.com.br - Data de fundação 15/08/1981 site : www.ligafutsalsaobernardo.com.br Telefones: 4122-58-85-4330-95-70

Leia mais

XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O

XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 é uma promoção e realização da Federação

Leia mais

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO I - DOS LOCAIS DOS JOGOS Art. 1º - Os jogos serão realizados nos seguintes locais: Quadras 01,02 e 03 - térreo do Prédio 80 Quadras 01,02 e 03-4º andar do Prédio

Leia mais

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Diretoria de Competições Regulamento da Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol 2016 Categorias Sub

Leia mais

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite DOS OBJETIVOS: O Einstein Gol é um evento que visa aumentar sociabilizarão e integração entre todos os nossos alunos, funcionários, Corpo Docente e Direção.

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO ESCOLA DE EDUCAÇÂO BÁSICA MONSENHOR GREGÓRIO LOCKS Justificativa Olimpíadas Gregório Locks Regulamento Geral Artigo 1º - No seu Projeto Político Pedagógico,

Leia mais

COPA GRANBEL DE FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA INFANTIL E JUVENIL

COPA GRANBEL DE FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA INFANTIL E JUVENIL COPA GRANBEL DE FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA INFANTIL E JUVENIL 2011 REGULAMENTO 2011 1 - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS: ARTIGO 1 A Copa Granbel de Futebol Infanto-Juvenil 2011 é uma organização da Granbel com

Leia mais

Federação Paulista de Futebol

Federação Paulista de Futebol Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO 17º CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL FEMININO - PRIMEIRA DIVISÃO

Leia mais

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS 3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS REGULAMENTO GERAL Capítulo 1 Comissão disciplinar e organizadora: O Evento será coordenado pela CDL e pela CDL Jovem Canoas, com as seguintes atribuições: a) Tomar as providências

Leia mais

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

3ª COPA INTER-ADVOGADOS

3ª COPA INTER-ADVOGADOS Data/ Local: Competição: Maio à Julho * início previsto para 26/maio Local: Centro Iraí Pinhais-PR www.centroirai.com.br Gustavo@centroirai.com.br DA PARTICIPAÇÃO: Artigo Primeiro: Só poderão participar

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º. Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem a Campeonato Brasileiro de Handebol dos Surdos 2015, nas categorias

Leia mais

REGULAMENTO BASQUETE 2009

REGULAMENTO BASQUETE 2009 REGULAMENTO BASQUETE 2009 Organização: Fórum das Associações dos Servidores das Agências Reguladoras Patrocínio: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO BASQUETE - 2009 Art.01 - Este regulamento é o conjunto

Leia mais

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO 7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 7º edição dos JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato

Leia mais

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as competições do Torneio

Leia mais

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 CATEGORIAS: MIRIM(97) SUB 14 PRÉ-MIRIM(98) SUB 13 FRALDINHA (99) SUB 12 DENTINHO(99) SUB 12 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regulamento é o conjunto das disposições

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 ESCALÕES ETÁRIOS, TEMPO DE JOGO E BOLA... 4 2.1. ESCALÕES ETÁRIOS... 4 2.2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 4 2.3. A BOLA... 4 REGULAMENTO DO ESCALÃO

Leia mais

COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES

COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES Art. 1 o. - A Copa Incentivo de Futebol 2014-3 a. Divisão será regida por este Regulamento específico e único

Leia mais

II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti

II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti Regulamento Geral I Das Disposições Gerais Obs: A COMISSÃO É COMPOSTA pelos integrantes: Rafael Rangel,

Leia mais

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE REGULAMENTO OFICIAL - 2015 Da Finalidade Art. 01 - A XI Copa Paulista de Futebol de Base, tem por finalidade o estimulo à prática esportiva saudável, ao caráter formativo

Leia mais

GIOCHI DELLA GIOVENTU -2014

GIOCHI DELLA GIOVENTU -2014 Av.Presidente Antonio Carlos 40-3 Andar Centro Rio De Janeiro Cep 20020-010 Rio de Janeiro Tel.021-22623697 secretaria@conibrasile.org GIOCHI DELLA GIOVENTU -2014 Dando continuidade ao trabalho desenvolvido

Leia mais

1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL

1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL REGULAMENTO 1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL 1- DOS OBJETIVOS: A 1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL tem como objetivo, a integração dos atletas de Futsal do clube, associados, e demais interessados

Leia mais

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 DAS FINALIDADES Artigo 1º - Visando divulgar, incentivar e revelar novos talentos da prática da modalidade de futebol feminino, a Secretaria de Esportes,

Leia mais

III COPA TV MAIS DE FUTEBOL 2011 FASE FINAL DIA 20 DE AGOSTO DE 2011

III COPA TV MAIS DE FUTEBOL 2011 FASE FINAL DIA 20 DE AGOSTO DE 2011 FASE FINAL DIA 20 DE AGOSTO DE 2011 JOGO 15 ESTÁDIO PRIMEIRO DE MAIO VL EUCLIDES 15:00 HS Olavo Bilac, 240 Vl. Euclides SE. SEIS CORAÇÕES 2 X 4 BLUMENAU EC. VENCEDOR DO JOGO 13 VENCEDOR DO JOGO 14 BLUMENAU

Leia mais

AGAP/DF ASSOCIAÇÕES DE GARANTIA AO ATLETA PROFISSIONAL DO DISTRITO FEDERAL CNPJ: 00.497.826/0001-08

AGAP/DF ASSOCIAÇÕES DE GARANTIA AO ATLETA PROFISSIONAL DO DISTRITO FEDERAL CNPJ: 00.497.826/0001-08 Regulamento da 16º COPA AGAP DE NOVOS TALENTOS Edição 2015 Copa Agap de Futebol Novos Talentos Categoria Sub 11 Copa Agap de Futebol Novos Talentos Categoria Sub 13 CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

Leia mais

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal Regulamento da 2ª Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 2ª Copa Futsal UniBH, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 I - FINALIDADES ARTIGO 1º - A COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL, na categoria masculino/adulto, tem por finalidade congregar os alunos das unidades do Santo

Leia mais

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e a organização são do Centro Universitário UNIVATES/Complexo Esportivo

Leia mais

As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. REGULAMENTO I- FINALIDADES

As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. REGULAMENTO I- FINALIDADES As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. Após todos os jogos REGULAMENTO I- FINALIDADES ARTIGO 1º - O TORNEIO FUTSAL DA FACULDADE NOVOS HORIZONTES,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES REGULAMENTO GERAL O VI CAMPEONATO DE FUTEBOL DOS ADVOGADOS DO MARANHÃO visa incrementar a prática de futebol no Estado do Maranhão, promovendo a integração entre as equipes participantes. CAPÍTULO I DOS

Leia mais

Regulamento Específico. Futsal

Regulamento Específico. Futsal Regulamento Específico Futsal 2015 Art. 1º - A competição de futsal dos Jogos Escolares de Minas Gerais JEMG/2015 obedecerá às Regras Oficiais da FIFA para a modalidade, adotadas pela Confederação Brasileira

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO Regulamento e Punições JOGOS - INICIO DA COMPETIÇÃO 19 e 26 de Abril de 2015 1. Sede dos Jogos: C.R. BOQUEIRÃO Rua Jardel Jercolis, S/N Gloria Rio de Janeiro FLUMINENSE A.C. Rua Xavier de Brito, 22 Centro-Niterói

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I - Da Finalidade Art. 01 A VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 2015, será organizada pela Federação Paranaense de

Leia mais

8 8 COPA CAPELINHA DE FUTEBOL AMADOR

8 8 COPA CAPELINHA DE FUTEBOL AMADOR 8 8 COPA CAPELINHA DE FUTEBOL AMADOR Resolve publicar as seguintes normas para disputa da COPA CAPELINHA DE FUTEBOL AMADOR 2014 INICIO DIA 09 fevereiro DE 2014 DA FORMA DE DISPUTA Art.01- a Copa capelinha

Leia mais

REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS

REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS DAS FINALIDADES Art. 1 o O I Interatléticas Anhembi Morumbi é uma competição promovida pelo Centro Esportivo Anhembi Morumbi, cujo objetivo é incentivar a prática de atividades

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS

REGULAMENTO GERAL DOS REGULAMENTO GERAL DOS II JOGOS UNIVERSITARIOS UNIBRASIL 2009 I - DOS OBJETIVOS II JOGOS UNIVERSITARIOS UNIBRASIL 2009 Artigo 1º - Os II Jogos Universitários das Faculdades Integradas do Brasil, promovido

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Artigo 01º - A COPA BH 2015 DE FUTEBOL7 Série Ouro, é uma competição promovida pela Liga BHF7, sob chancela da Confederação Brasileira

Leia mais

10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL (atualizado em 16/09) CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 10ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 REALIZAÇÃO APOIO ASSOCIAÇÃO MASTER DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE QUADRA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO Regulamento

Leia mais

COPA AMAG/UNINCOR REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO 1ª. COPA AMAG/UNINCOR DE FUTEBOL DE BASE SUB 17 CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO

COPA AMAG/UNINCOR REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO 1ª. COPA AMAG/UNINCOR DE FUTEBOL DE BASE SUB 17 CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO 1ª. COPA AMAG/UNINCOR DE FUTEBOL DE BASE SUB 17 CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A 1ª. COPA AMAG/UNINCOR DE FUTEBOL DE BASE 2015 Sub-17, doravante denominado

Leia mais

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º - A Temporada dos Campeões 2014 tem por finalidade promover a integração dos colaboradores das empresas

Leia mais

Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN

Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN LOCAL/ DATA/ HORÁRIO Local: Campo Federação Paulista de Rugby Parque Esportivo do Trabalhador (Antigo CERET) Rua Canuto de Abreu, s/número - Tatuapé Data:

Leia mais

D O atleta que for expulso por interceptar uma clara situação de gol, devera doar 05 Kg de alimentos.

D O atleta que for expulso por interceptar uma clara situação de gol, devera doar 05 Kg de alimentos. REGULAMENTO GERAL FUTSAL 01 CAMPEONATOS MUNICIPAIS DE FUTSAL CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE BRONZE (DIVISÃO DE ACESSO) CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE PRATA CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE OURO ORGANIZAÇÃO E/ REALIZAÇÃO: COORDENAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE 1. As competições de basquete serão realizadas de acordo com as regras internacionais da FIBA e os regulamentos e normas do Novo Desporto Universitário 2012 NDU. 2. Cada

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR. Torneio Verão (setembro a novembro)

REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR. Torneio Verão (setembro a novembro) REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR Torneio Verão (setembro a novembro) SUMÁRIO Página 01 DA PROMOÇÃO E APOIO DOS PARTICIPANTES DAS FASES DE CLASSIFICAÇÃO Página 02 e 03 TABELA DE CRUZAMENTO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015

Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015 Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015 EQUIPES PARTICIPANTES - 1ª FASE GRUPO A 01. Acejá/N. Santin 02.

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º A Copa Sesquinho é promovida pelo Serviço Social do Comércio SESC-DF. Os jogos serão regidos pelo presente Regulamento Geral e por decisões

Leia mais

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2015 3ª OLIEMDOPE REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º A Olimpíada Entre

Leia mais

PORTARIA 001. Altera Artigos do Regulamento

PORTARIA 001. Altera Artigos do Regulamento 8ª COPA FUPESP - FEDERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2012 PORTARIA 001 Altera Artigos do Regulamento A Comissão Organizadora, nos termos do Artigo 5º do Regulamento Geral,

Leia mais

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE 2015 ÍNDICE CAPÍTULO I Da Organização...3; CAPÍTULO II Dos Objetivos...3; CAPÍTULO III Da Coordenação...3; CAPÍTULO IV Data e local...4; CAPÍTULO V Das Inscrições...4; CAPÍTULO

Leia mais

CLUBE COMERCIAL DE LORENA

CLUBE COMERCIAL DE LORENA TORNEIO DE BILHAR 2015 I - Dos Objetivos: REGULAMENTO Art. 1 - O evento tem por finalidade promover o intercambio social e esportivo entre os associados do Clube Comercial de Lorena e de toda a região,

Leia mais

REGULAMENTO DO 1º ENCONTRO da CATEGORIA da SAÚDE de FUTSAL 2012. I Dos Objetivos

REGULAMENTO DO 1º ENCONTRO da CATEGORIA da SAÚDE de FUTSAL 2012. I Dos Objetivos REGULAMENTO DO 1º ENCONTRO da CATEGORIA da SAÚDE de FUTSAL 2012. I Dos Objetivos (Art. 1º) Este modelo de regulamento é o conjunto das disposições que regem os Campeonatos da CNFS Confederação Nacional

Leia mais

NATIONAL BASKETBALL ASSOCIATION NBA 3X. Regulamento CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

NATIONAL BASKETBALL ASSOCIATION NBA 3X. Regulamento CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS NATIONAL BASKETBALL ASSOCIATION NBA 3X Regulamento CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Os Torneios de Basquetebol 3x3 NBA, doravante denominados NBA 3x, são competições oficiais, promovidas e dirigidas

Leia mais

REGULAMENTO DA TERCEIRA - DIVISÃO 2014

REGULAMENTO DA TERCEIRA - DIVISÃO 2014 CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL DA TERCEIRA DIVISÃO R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2014 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1 O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL DA TERCEIRA

Leia mais

4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO

4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO 4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO O 4º Campeonato de Férias dos Bancários iniciará em 06 de julho e terá suas finais no dia 18 de julho de 2015 no Clube dos Bancários, na

Leia mais

Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022

Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 46ª COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015 I - DAS FINALIDADES

Leia mais

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º - O Torneio de Tênis tem por finalidade promover a integração dos colaboradores do Grupo FIAT através da atividade

Leia mais

REGULAMENTO COPA CUCA 2015 JOÃO CLÍMACO STOCKLER

REGULAMENTO COPA CUCA 2015 JOÃO CLÍMACO STOCKLER REGULAMENTO COPA CUCA 2015 JOÃO CLÍMACO STOCKLER I DA PROMOÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º A COPA CUCA 2015, é uma promoção da UEMG UNIDADE PASSOS, com a organização do CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE PASSOS LICENCIATURA,

Leia mais